Guilherme Gomes Moerbeck

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9578793359857379
  • Última atualização do currículo em 26/09/2018


Possui graduação (Bacharelado e Licenciatura) em História pela Universidade Federal Fluminense (2004), mestrado (UFF-2007) e doutorado (UFF-2013) em História Antiga sob orientação do professor Ciro Flamarion Cardoso, com passagem junto ao Department of Classics da Brown University, na qualidade de Visiting Research Fellow, sob supervisão da professora Johanna Hanink. Desenvolveu entre 2015-2016, trabalho de pós-doutorado em Ensino de História junto ao PPHPBC/FGV, sob supervisão do professor Américo Freire. Já compôs o corpo editorial da Revista Eletrônica Cantareira/UFF. No ensino básico, leciona desde 2006 na SME/Duque de Caxias, foi professor da Rede Municipal do Rio de Janeiro e docente no 3º ano do Ensino Médio do Colégio Santo Inácio. No nível superior, fez parte do corpo docente da UNIG (2006-2008). Foi também professor temporário na área de Filosofia e Ciência Política do curso de Direito no PUVR-UFF (2012). Coordenou o curso de Graduação em História do Instituto de Humanidades da Universidade Candido Mendes, bem como foi o coordenador do Programa de Iniciação Científica da referida instituição, no mesmo período (2010-2012). De 2012 a 2015 foi Chefe de do Departamento de História do IUPERJ/UCAM. Atuou como Professor de História da Antiguidade Clássica e Ensino de História no CPDOC/FGV-Rio (2013-2016). Atualmente, é professor adjunto do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da ESDI/UERJ, professor colaborador no PPGH-UERJ e no PROFHISTÓRIA-UERJ, além de pós-doutorando junto ao LABECA/MAE-USP, sob supervisão da Profª Maria Beatriz Florenzano. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Guilherme Gomes Moerbeck
Nome em citações bibliográficas
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Centro de Tecnologia e Ciências, Departamento de Arquitetura e Urbanismo.
Avenida Ipiranga - 544
Centro
25610150 - Petrópolis, RJ - Brasil
Telefone: (24) 22472620
URL da Homepage: http://www.uerj.br/


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2013
Doutorado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
com período sanduíche em Brown University (Orientador: Johanna Hanink).
Título: O pensamento de Eurípides e a política durante a Guerra do Peloponeso, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Ciro Flamarion Cardoso.
Coorientador: Mario Jorge da Motta Bastos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Poder na Antiguidade Clássica; Tragédia grega; Grécia Clássica.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
2005 - 2007
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: A forma, o discurso e a política: As gerações da tragédia grega no século V a. C.,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Ciro Flamarion Santana Cardoso.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Teatro Grego; História política; Grécia Clássica.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
2000 - 2004
Graduação em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Ética, religião e etnia nas tragédias gregas do século V a. C..".
Orientador: Sônia Regina Rebel de Araújo.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historiografia.
2015 - 2016
Pós-Doutorado.
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria da História.


Formação Complementar


2017
Inglês.
Britannia, BRITANNIA, Brasil.
2016 - 2017
Inglês. (Carga horária: 120h).
Cultura Inglesa, CI, Brasil.
2012 - 2012
Advanced Greek Language Course 'Sophocles'. (Carga horária: 20h).
Brown University, BROWN, Estados Unidos.
2012 - 2012
Journé D'études e Seminares sur la Grèce Ancienne. (Carga horária: 30h).
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
2008 - 2008
EAD - Projetos de aprendizagem com uso da informát. (Carga horária: 110h).
Instituto Ayrton Senna, IAS, Brasil.
2005 - 2008
Francês. (Carga horária: 420h).
Aliança Francesa, AF, Brasil.
2002 - 2004
Inglês. (Carga horária: 200h).
Instituto Cultural Norte Americano, CNA, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Agenda Acadêmico Científica 2003. (Carga horária: 52h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Cidade e Campo na Antiguidade. (Carga horária: 8h).
Faculdade de Filosofia Santa Doroteia, FFSD, Brasil.
2003 - 2003
Cinema Teatro e Mitologia Seis Diretores Em Busca. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2003 - 2003
O Ceia Visita Hesíodo. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Exibições Comentadas de Filmes Com Temáticas Relat. (Carga horária: 18h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Colaborador no PROFHISTÓRIA/Uerj Professor Colaborador no PPGH/UERJ

Atividades

08/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Educação e Humanidades, Faculdade de Formação de Professores de São Gonçalo.

04/2018 - Atual
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Arquitetura I
História da Arquitetura II
03/2018 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Tecnologia e Ciências, Centro de Tecnologia e Ciências.

Atividade realizada
Coordenação do GEHArq - Grupo de Estudos em História da Arquitetura.
04/2015 - Atual
Direção e administração, Centro de Tecnologia e Ciências, Escola Superior de Desenho Industrial.

Cargo ou função
Coordenador de Atividades Complementares do Departamento de Arquitetura e Urbanismo.
01/2016 - 01/2017
Ensino, Arquitetura e Urbanismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Arte e Arquitetura I
História da Arte e Arquitetura II

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assessor Científico


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Pós-doutorado, Carga horária: 20

Atividades

09/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, .

Linhas de pesquisa
Formação da Pólis
08/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, Museu de Arqueologia e Etnologia da USP.

Atividade realizada
Pesquisador junto ao LABECA - Laboratório de Estudos sobre a Cidade Antiga.

Nova Escola, NE, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Especialista


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 4
Outras informações
Professor da disciplina História da Antiguidade Clássica e Didática do Ensino de História II

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

Atividades

07/2017 - 12/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Antiguidade Clássica
História Medieval
07/2016 - 12/2016
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Antiguidade Clássica
08/2015 - 12/2015
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ensino e Didática da HIstória II
História da Antiguidade Clássica
07/2014 - 12/2014
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Antiguidade Clássica
07/2013 - 12/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Antiguidade Clássica

Universidade Candido Mendes, UCAM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2015
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20

Atividades

02/2015 - 05/2015
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e método do ensino de História
07/2013 - 05/2015
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Política e Guerra na Grécia e Roma Antigas
05/2012 - 05/2015
Direção e administração, IUPERJ, .

Cargo ou função
Chefe do Departamento de História.
07/2014 - 12/2014
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Mito e religião no mundo antigo
08/2012 - 12/2012
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atividades Pedagógicas Complementares
02/2012 - 08/2012
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
HIstória do Tempo Presente
06/2010 - 05/2012
Direção e administração, Instituto de Humanidades, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Iniciação Científica.
06/2008 - 05/2012
Direção e administração, Instituto de Humanidades, .

Cargo ou função
Coordenador de Graduação em História.
08/2011 - 12/2011
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Política
Atividades Pedagógicas Complemetares
02/2011 - 07/2011
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga
História do Tempo Presente
Atividades Pedagógicas Complementares
08/2010 - 12/2010
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval
Política
Teoria da HIstória
02/2010 - 07/2010
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga
História do Tempo Presente
Atividades Pedagógicas Complementares
08/2009 - 12/2009
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga
Teoria da História
02/2009 - 07/2009
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval
História da Ideia de Cidadania
08/2008 - 12/2008
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Professor Temporário, Enquadramento Funcional: Auxiliar, Carga horária: 40

Atividades

02/2012 - 11/2012
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política
Sociologia e Antropologia

Universidade Iguaçu, UNIG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12
Outras informações
Professor das disciplina História Antiga I (Pré-História e Oriente próximo); História Antiga II (Grécia e Roma) e História Medieval I (Alta idade média).

Atividades

08/2008 - 12/2008
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I
História Medieval I
02/2008 - 07/2008
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga II
07/2007 - 12/2007
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
HIstória Antiga I
História Medieval I
02/2007 - 07/2007
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I
História Antiga II
08/2006 - 12/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I
História Antiga II
02/2006 - 07/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I (Pré-História; Mesopotâmia e Egito Antigo)
História Antiga II (Grécia e Roma)

Prefeitura Municipal de Duque de Caxias, P/DUQUE CAXIAS, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor I - História, Carga horária: 15
Outras informações
Leciono História Geral para o segundo segmento do Ensino Fundamental. De 2006 a 2014 trabalhei no bairro Parque Lafaiete, na Escola Municipal Professora Olga Teixeira de Oliveira. Projetos desenvolvidos: 1) Ensino e aprendizagem de História por meio de projetos e utilização de blogs. 2) Construindo a vida na Pré-História e História Antiga. 3) As obras do Renascimento: construção de quadros para a escola. A partir de 02/2015 passei a lecionar no CIEP 338 - Célia Rabelo, no distrito de Xerém.


Pós-Graduação Bagozzi, CEPPEB, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Contrato Temporário, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8
Outras informações
Professor da Pós Graduação Lato Sensu em HIstória Antiga e Medieval - Módulo (Grécia Antiga)


Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, PM/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor I, Carga horária: 16
Outras informações
Exoneração a pedido.


Colégio Santo Inácio, CSI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 12
Outras informações
Em 2012 lecionei como professor substituto em História Geral e do Brasil para o 3º ano do Ensino Médio. Em 2014 Lecionei História do Brasil no 3º ano do Ensino Médio.



Linhas de pesquisa


1.
Saberes Históricos no Espaço Escolar
2.
Formação da Pólis


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Da Teoria ao Ensino de História: design instrucional, arquitetura da informação e mídias educacionais.
Descrição: Este projeto tem dois intuitos fundamentais, um prático e um teórico, interconectados. O primeiro é o de desenvolver ações técnicas e de projeto em caráter experimental ou como produto acabado para escolas, editoras, áreas corporativas da educação básica ou públicas, seja do Ensino Médio, Fundamental ou de outros segmentos. Nesta parte do projeto, pretende-se desenvolver trabalhos no horizonte das digital humanities, especialmente do conhecimento em História, a partir de inúmeras mídias: imagens, textos, audiovisual, seja por meio de músicas; filmes ficcionais ou documentais; além da produção de livros e materiais didáticos vinculados ou não às tecnologias da informação. O segundo segmento é aquele que intenta refletir de maneira mais abrangente sobre as possíveis relações entre a teoria/epistemologia da História e a didática da história, sobretudo no que concerne às reflexões sobre a consciência e a cultura histórica. Ademais, o projeto tenciona dialogar com a produção da Antropologia e da Sociologia que tratam de temáticas assaz importantes na área de ensino, tais como: memória; tradição e processos de identificação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Guilherme Gomes Moerbeck - Coordenador / Bernardo Vieira - Integrante / Gabriela Souza e Silva Freitas - Integrante.
2016 - Atual
Da cidade ao mar: como a História da Grécia saiu de uma história das póleis para uma história grega no Mediterrâneo.
Descrição: Desde o século XIX, os historiadores mergulharam em um debate conceitual que teve diversos desdobramentos nos próprios resultados das pesquisas e naquilo que podemos chamar de representações da cidade antiga. Fosse a ênfase religiosa, política ou econômica, o debate teórico estava aberto: o que era a cidade antiga? De respostas muito variadas se chegou a uma caracterização propriamente grega, ora chamada genericamente de cidade-estado, ora de pólis. De seu nascimento histórico, nos prováveis séculos VIII e VII a.C., ao mundo clássico e helenístico as póleis estavam lá, durante muito tempo, centro da organização da vida religiosa e política de seus cidadãos e habitantes. O presente projeto está dividido em três eixos cronológicos: no primeiro, pretende-se analisar as principais interpretações acerca da polis antiga, feitas pela historiografia do XIX; no segundo, buscar-se-á compreender a renovação dos debates acerca de tal temática, levada a cabo por arqueólogos e historiadores a partir do final da década de 1950, até a década de 1980; por fim, serão mapeadas as principais correntes e debates recentes de arqueólogos e historiadores acerca da utilização e pesquisa em torno da cidade antiga, com forte ênfase naquilo que se refere ao mundo dos helenos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2017
Consciência Histórica e cotidiano escolar: práticas, métodos e teoria do ensino
Descrição: Este projeto tem dois intuitos fundamentais, um prático e um teórico, interconectados. O primeiro é o de desenvolver ações pedagógicas a serem aplicadas a duas turmas, de sétimo e oitavo anos, do ensino fundamental da Rede Municipal de Duque de Caxias. Em seu aspecto aplicado à escola, a metodologia se articula por meio de três eixos que se repetirão ao longo dos quatro bimestres letivos. O primeiro para o letramento, na interpretação textual, bem como na produção textual. O segundo, de trabalhos com imagens, especialmente as das diferentes temporalidades estudadas e o terceiro, que enfatizará a utilização do audiovisual, seja por meio de músicas, filmes ficcionais ou documentais. O segundo intuito é o de refletir de maneira mais abrangente sobre as possíveis relações entre a teoria/epistemologia da História e a didática da história ensinada, sobretudo no que concerne às reflexões sobre a consciência histórica. Trata-se de aprofundar algumas análises para compreender as ideias oriundas da fenomenologia alemã, especialmente da escola de Bielefeld para o ensino de História. Além disso, o projeto tenciona buscar respostas com a produção da antropologia e sociologia que trata de temáticas assaz importantes na área de ensino, tais como: memória, tradição e processos de identificação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
O pensamento de Eurípides e a política durante a GUerra do Peloponeso.
Descrição: Uma hipótese heurística de caráter teórico é nossa reflexão inicial, a saber: a de que as instituições e a dinâmica da participação política na Atenas do século V a.C. acabam por configurar uma arena de lutas e consagração de tipo política, que pode ser caracterizada como um campo político à moda bourdieusiana. E, como corolário: no campo político Ateniense é possível discernir e caracterizar as Grandes Dionísias como um espaço de lutas simbólicas, um festival religioso que canalizava tensões, ritualizava as divisões sociais, representava o poder de Atenas e punha em cena as próprias disputas políticas dos atenienses. O objeto de pesquisa consiste em analisar como se caracterizou a produção textual da última geração do século V a.C., sobretudo no que se refere ao problema da política e da guerra em As Suplicantes e As Fenícias de Eurípides e, como contraponto, em algumas peças de Sófocles, Aristófanes, bem como Tucídides. As obras teatrais a serem utilizadas são aquelas que foram produzidas durante a Guerra do Peloponeso, conflito que, com alguns armistícios, cobriu praticamente os últimos trinta anos do século V a. C. Além de determinados temas como a política e a guerra, serão analisadas as estruturas política e social que punha em destaque as obras teatrais no contexto ateniense. Neste caso, será fundamental uma análise detalhada da dinâmica de funcionamento do maior festival ateniense no qual eram representadas tragédias e comédias, isto é, as Grandes Dionísias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Guilherme Gomes Moerbeck - Integrante / Ciro Flamarion Santana Cardoso - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 12
2005 - 2007
A forma o discurso e a política: as gerações da tragédia grega no século V a.C.
Descrição: As Grandes Dionísias, festas realizadas a cada primavera em honra do deus Dioniso, marcavam, no calendário de Atenas do século V a. C., o momento em que eram encenadas as tragédias de Ésquilo, Sófocles e Eurípides. O principal intuito desta pesquisa é demonstrar que os referidos autores podem ser inseridos em três gerações distintas e que, dentro do referido século a tragédia, na medida em que se afastava dos seus propósitos mágico-religiosos, criava uma comunidade artística que, por meio de festas cívicas, envolvia-se na produção e recepção de tais encenações. Aliado ao processo de configuração desta comunidade, a sociedade ateniense de então assistia a institucionalização e o alargamento da participação dos cidadãos no mundo político. A noção de campo político foi aplicada a esta realidade para demonstrar o grau de depuração, independência e estruturação a que chegou o jogo propriamente político em Atenas. Dentro do campo político ateniense ocorriam as Grandes Dionísias e, por meio das obras trágicas, eram desenvolvidos, nos limites de tal gênero, temas diversos. A estratégia encontrada para delimitar as três gerações mencionadas foi a de, comparativamente, discutir temas-chave, como a guerra, a alteridade e a política. Do ponto de vista metodológico foram utilizados, seletivamente, a análise do discurso político e a semiótica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Guilherme Gomes Moerbeck - Integrante / Ciro Flamarion Santana Cardoso - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 7
2002 - 2004
Ética, religião e etnia nas tragédias gregas do século V a.C.
Descrição: O principal intuito desta pesquisa é discutir questões relativas à ética, à etnia e à religião, através das tragédias gregas do século V a. C.. Dentre outros problemas, ressaltamos a relação dialógica entre os costumes, ligados principalmente à lógica religiosa, e a progressiva institucionalização da pólis clássica. Além disso, versamos sobre a relação entre a etnia, a ética e a guerra, através de conceitos como o de fronteira étnica e etinicidade embutida, na relação entre gregos e bárbaros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Guilherme Gomes Moerbeck - Coordenador / Sônia Regina Rebel de Araújo - Integrante.
Número de produções C, T & A: 11


Projetos de ensino


2018 - Atual
Base de História na Prática
Descrição: A missão do projeto é colocar professoras e professores brasileiros, de escolas públicas e privadas, no lugar de autores de materiais sobre os processos de ensino e aprendizagem. Afinal, o melhor conteúdo para sala de aula é aquele feito de professor para professor. Os planos de aula possuem, também, um caráter formativo, ampliando as referências dos professores a respeito da BNCC, de metodologias de ensino e gestão da sala de aula..
Situação: Em andamento;
É um projeto em cooperação com: Empresa.
O projeto possui ações inovadoras no(a): Ensino Fundamental(1o grau).
Em relação a temática: Inserção de tecnologias no ensino, Ensino e aprendizagem, Avaliação.
Natureza: Ensino.
Objetivos e metas: Desenvolvimento de planos de aulas interativos, baseado no protagonismo do aluno e em consonância com as habilidades e conteúdos previstos na BNCC de História para o ensino Fundamental..


Membro de corpo editorial


2003 - 2008
Periódico: Cantareira (UFF)


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: Revista História Hoje
2017 - Atual
Periódico: Estudos Historicos (Rio de Janeiro)
2017 - Atual
Periódico: EDUCAÇÃO BÁSICA REVISTA
2018 - Atual
Periódico: REVISTA TRANSVERSOS


Revisor de projeto de fomento


2018 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ensino de História.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Metodologia da História.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: HIstória do Teatro Grego Antigo.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Cidade Antiga.
6.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: História da Arte e Arquitetura.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Grego
Lê Razoavelmente.
Italiano
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Destaque - Prêmio Professores do Brasil - Edição, Ministério da Educação.
2015
Aprovação em concurso para Professor Adjunto em História da Arte e Arquitetura, UERJ.
2014
Aprovação em Concurso Público para Professor Adjunto em História Antiga - 2 lugar, UFRJ.
2013
Aprovação em seleção para professor horista da FGV 1 Lugar, CPDOC-FGV.
2012
Aprovação em seleção para Professor Temporário 1 lugar, PUVR-UFF.
2012
Visiting Research Fellow, Brown University.
2010
Aprovação em concurso público para o curso de doutorado em História 1 lugar, PPGH-UFF.
2008
Aprovação para o concurso da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, PMRJ.
2006
Aprovação em Concurso Público Para a Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Duque de Caxias, Prefeitura Municipal de Duque de Caxias.
2005
Aprovação em concurso público para o curso de mestrado em História 2 lugar, PPGH-UFF.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2017MOERBECK, Guilherme. Campo Acadêmico, História Antiga e Ensino: comentários em torno do presente e futuro de uma área. MARE NOSTRUM ? ESTUDOS SOBRE O MEDITERRÂNEO ANTIGO, v. I, p. 187-197, 2017.

2.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2017MOERBECK, Guilherme. Clivagens sociais e relações étnico-raciais: um estudo sobre a consciência histórica nos 7º e 8º anos do ensino fundamental. EDUCAÇÃO BÁSICA REVISTA, v. 3, p. 189-214, 2017.

3.
MOERBECK, GUILHERME2017MOERBECK, GUILHERME. UMA LONGA JORNADA DA CIDADE ANTIGA À CONTEMPORÂNEA: ESCOLA, MEMÓRIA E COTIDIANO.. REVISTA TRANSVERSOS, v. 1, p. 144-157, 2017.

4.
MOERBECK, Guilherme2017MOERBECK, Guilherme. Resenha de O pequeno dicionário de grandes personagens históricos. BRATHAIR (ONLINE), v. 17, p. 163-170, 2017.

5.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2016MOERBECK, Guilherme. UM CONTO DE DUAS CIDADES: ENSAIO SOBRE A MOBILIZAÇÃO PARA A GUERRA NA ATENAS CLÁSSICA E NA PARIS DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL. Hélade (Rio de Janeiro), v. 2, p. 86-97, 2016.

6.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2014MOERBECK, Guilherme. Festivais, teatro e o campo político na Atenas d século V a.C.. Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos, v. 1, p. 1-16, 2014.

7.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2013MOERBECK, Guilherme. Representação, campo político e poder: a democracia e o teatro grego nas Grandes Dionísias. Revista Plethos, v. 3, p. 17-29-29, 2013.

8.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2009MOERBECK, Guilherme. O Campo político de Atenas no século V a. C.. Phoinix (UFRJ), v. 15, p. 114-134, 2009.

9.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2007MOERBECK, Guilherme; JOAO, M. T. D. ; LIMA, F. A. F de M. . Entrevista com Maria Yedda Linhares. Cantareira (UFF), v. 03, p. 01, 2007.

10.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2007MOERBECK, Guilherme. As Grandes Dionísias e a ordem cívica na Atenas do século V a. C.. Cantareira (UFF), v. 03, p. 01, 2007.

11.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2006MOERBECK, Guilherme. A forma, o discurso e a política: as gerações da tragédia grega no século V a.C. (nota prévia). Cantareira (UFF), v. 8, p. 01-15, 2006.

12.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2005MOERBECK, Guilherme. Entrevista com Ciro Flamarion Cardoso. Cantareira (UFF), WEB, v. 01, n.n°6, p. 01-13, 2005.

13.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2005MOERBECK, Guilherme. Édipo Rei à luz da teoria aristotélica da tragédia. SCRIPTA UNIANDRADE, v. 06, p. 137-145, 2005.

14.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2004MOERBECK, Guilherme. Recônditos Lugares. Nethistória (Brasília), web, v. 01, p. 01-14, 2004.

15.
MOERBECK, Guilherme2003MOERBECK, Guilherme. Identidade Grega em Os Persas e os Sete contra Tebas. Fórum de Debates em História Antiga, v. 1, p. 1, 2003.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MOERBECK, Guilherme. Entre a Religião e a Política: Eurípides e a Guerra do Peloponso. 1. ed. Curitiba: PRISMAS, 2017. v. 1. 324p .

2.
MOERBECK, Guilherme. Guerra, política e tragédia na Atenas Clássica. 1. ed. São Paulo: Paco Editorial, 2014. v. 1. 185p .

Capítulos de livros publicados
1.
MOERBECK, Guilherme. Caminhos possíveis para o ensino de História Antiga na Educação Básica: discussões preliminares. In: André Bueno, Dulceli Estacheski, Everton Crema, José Maria neto. (Org.). Aprendizagens históricas: debates e opiniões. 1ed.União da Vitória: Sobreontens, 2018, v. 1, p. 140-150.

2.
MOERBECK, Guilherme. Democracia e Guerra na Grécia Clássica. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Karl Schurster Souza Leão. (Org.). Por que a Guerra? Das batalhas gregas às ciberguerras: uma história da violência entre os homens. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, v. 1, p. 20-45.

3.
SOUZA NETO, J. M. G. ; BUENO, A. S. ; BIRRO, R. M. ; MOERBECK, Guilherme . O teatro grego antido em suas origens: apontamentos. In: José Maria Gomes de Souza Neto; André da Silva Bueno; Renan Marques Birro. (Org.). Antigas leituras: olhares do presente ao passado. 1ed.Rio de Janeiro: Autografia, 2016, v. 1, p. 293-314.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MOERBECK, Guilherme; Clarissa Macau . O espelho quebrado da tragédia grega, entrevista com o historiador Guilherme Moerbeck. Revista Cardamomo, 24 nov. 2015.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MOERBECK, Guilherme. Algumas reflexões sobre o teatro grego antigo no século V a.C. e sua análise como ritual.. In: II Encuentro Internacional de Investigadores Jóvenes sobre Sociedades Precapitalistas, 2013, Niterói. Actas - II Encuentro Internacional de Investigadores Jóvenes sobre Sociedades Precapitalistas. La Plata: UNLP, 2013. v. 1. p. 1-10.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MOERBECK, Guilherme. A política nas Grandes Dionísias. In: XXII Semana de Estudos Clássicos, 2012, Juiz de Fora. Escritas e Reescritas da Antiguidade. Juiz de Fora: Templo GRáfica e Editora, 2012. v. 1. p. 33-33.

2.
MOERBECK, Guilherme. O espaço e o teatro na Atenas do século V a.C.. In: XXI Ciclo de Debates em HIstória Antiga, 2011, Rio de Janeiro. Tempo e Espaço: Caderno de resumos. Rio de Janeiro: IH/UFRJ, 2011. v. 1. p. 48-9.

3.
MOERBECK, Guilherme. A Posição social do Camponês na Atenas do período Clássico. In: XX Ciclo de debates em HIstória Antiga, 2010, Rio de Janeiro. Unidade e Diversidade, 2010. v. 1. p. 23-24.

4.
MOERBECK, Guilherme. Representação, campo político e poder: a democracia e o teatro na Grandes Dionísias. In: X Jornada de Estudos da Antiguidade, 2008, Niterói. Festivais, cultura e poder: Caderno de Resumos. Niterói: CEIA/UFF, 2008. v. 1. p. 59-59.

5.
MOERBECK, Guilherme. Arte e identidade em Ésquilo e Eurípides. In: IX Jornada de Estudos da Antiguidade, 2007, Niterói. Caderno de Resumos da IX Jornada de Estudos da Antiguidade, 2007.

6.
MOERBECK, Guilherme. Um estudo sobre as relações entre os sofistas e Eurípides. In: XIX Seminário de Estudos Clássicos. A sociedade na antiguidade: religião, desejo e poder, 2007, Niterói. XIX Seminário de Estudos Clássicos, 2007.

7.
MOERBECK, Guilherme. Os aspectos simbólicos da morte nas gerações de Sófocles e Eurípides. In: XVII Ciclo de Debates em História Antiga: práticas rituais e religiosidade, 2007, Rio de Janeiro. XVII Ciclo de Debates em História Antiga. Programas e resumos: conferências e comunicações, 2007. p. 16-16.

8.
MOERBECK, Guilherme. Campo, tragédia grega e participação popular: possibilidades conceituais para uma análise da política ateniense no século V a.C.. In: VIII Jornada de Estudos da Antiguidade - Ética, política e participação na Antiguidade, 2006, Niterói. VIII Jornada de Estudos da Antiguidade:Ética, política e participação na Antiguidade, 2006. p. 35-35.

9.
MOERBECK, Guilherme. Olhares sobre a guerra: as gerações de Ésquilo e Eurípides. In: XVI Ciclo de Debates em História Antiga: Escritos e Imagens na Antiguidade, 2006, Rio de Janeiro. XVI Ciclo de Debates. Programas e resumos: Conferências e Comunicações., 2006. p. 06-07.

10.
MOERBECK, Guilherme. Campo político e universo artístico na Atenas do século V a.C.: invenções para a análise da tragédia grega. In: XII Encontro Regional de História da Anpuh-RJ, 2006, Niterói. XII Encontro Regional de História: Resumos e Programação., 2006. p. 197-197.

11.
MOERBECK, Guilherme. Elementos para a discussão da guerra através da tragédia grega.. In: VII Jornada do CEIA, 2005, Niterói, 2005. v. I. p. 21-21.

12.
MOERBECK, Guilherme. Política e tragédia grega: Possibilidades e limites da análise do discurso político.. In: VII Jornada do CEIA: Guerra, escravidão e liberdade, 2005, Niterói. VII Jornada de Estudos da Antiguidade, 2005. v. I. p. 15-15.

13.
MOERBECK, Guilherme. Apontamentos sobre a escravidão na Grécia Clássica. In: IV encontro nacional do GT de História Antiga - ANPUH, 2004, Rio de Janeiro. Programa e Resumo, 2004. v. I. p. 20-20.

14.
MOERBECK, Guilherme. Ética e tragédia na Grécia do século V a. C.. In: VI Jornada do CEIA, 2004, Niterói, 2004. v. I. p. 32-32.

15.
MOERBECK, Guilherme. Revista do departamento de História da UFF.. In: Semana de Extensão UFF, 2004, Niterói. Livro de Resumos, 2004. v. I. p. 13-13.

16.
MOERBECK, Guilherme. A guerra e as tragédias atenienses: alguns elementos para a discussão da etnia e da ética. In: XIV Ciclo de Debates em História Antiga: Monumento, visão e memória, 2004, Rio de Janeiro. XIV Ciclo de Debates em História Antiga. Programa e Resumos: Conferências e Comunicações., 2004. p. 08-08.

17.
MOERBECK, Guilherme. Tragédia grega: Entre a ação humana e a maldição divina. In: XIII Ciclo de debates em História Antiga, 2003, Rio de Janeiro. Programa e Resumos, 2003. v. I. p. 8-8.

18.
MOERBECK, Guilherme. Identidade grega em Os Persas e os Sete contra Tebas. In: V Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos, 2003, Pelotas. Caderno de Programação e Resumos, 2004. v. I. p. 34-34.

19.
MOERBECK, Guilherme. Aspectos simbólicos e rituais nas mortes de Antígona e Polinice.. In: V Jornada do CEIA, 2003, Niterói, 2003. v. I. p. 16-16.

20.
MOERBECK, Guilherme. Édipo Rei à luz da teoria aristotélica da tragédia.. In: I Semana Nacional de Estudos egiptológicos da UNIANDRADE, 2003, Curitiba. Caderno de Resumos, 2003. v. I. p. 15-16.

21.
MOERBECK, Guilherme. Ética e Tragédia em Antígona. In: III Fórum de Debates em História Antiga, 2003, Rio de Janeiro. III Fórum de Debates em História Antiga, 2003. p. 03-03.

Artigos aceitos para publicação
1.
MOERBECK, Guilherme. Burckhardt among Basel, Berlin and Athens: the game of the Mirror. HISTÓRIA REVISTA (ONLINE), 2018.

2.
MOERBECK, Guilherme. História Antiga no ensino fundamental: um estudo sobre os mitos gregos antigos e a consciência histórica. REVISTA HISTÓRIA HOJE, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
ANDRADE, M.M. ; MOERBECK, Guilherme . Conflito social, teatro e a cidade de Atenas no Período Clássico.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
MOERBECK, Guilherme. Algumas palavras sobre o ensino de História na Educação Básica, consciência histórica e BNCC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MOERBECK, Guilherme. Conflito social e teatro na Atenas do século V a.C.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MOERBECK, Guilherme. Ensino de História na escola: o que ensinar, porque ensinar?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MOERBECK, Guilherme. Consciência Histórica e cotidiano escolar: práticas, métodos e teoria do ensino. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MOERBECK, Guilherme. Era Atenas Totalitária? Em torno da ideia de polis em Jacob Burckhardt. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
MOERBECK, Guilherme. Um debate historiográfico: como historiadores e arqueólogos desenvolveram o conceito de cidade-estado e polis.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MOERBECK, Guilherme. Consciência Histórica e cotidiano escolar: práticas, métodos e teoria do ensino. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
MOERBECK, Guilherme. As gerações da tragédia grega no século V a.C.: entre a identidade e a alteridade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MOERBECK, Guilherme. Desenvolvendo o pensamento Histórico:experiencias com duas turmas do 6º ano do ensino fundamental da rede municipal de Duque de Caxias. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
MOERBECK, Guilherme; PENNA, Fernando. . A consciência histórica e o ensino de História. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MOERBECK, Guilherme. A arte em tempos de guerra: Cultura material, consciência histórica, patrimônio e memória.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
MOERBECK, Guilherme. Modelos de Estado Pré-capitalistas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
MOERBECK, Guilherme; LOUREIRO, A. M. B. ; WANDERLEY, S. . Os desafios da educação no Brasil: Políticas públicas e modelos pedagógicos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
MOERBECK, Guilherme. O debate entre o arauto tebano e Teseu, rei de Atenas, em As Suplicantes de Eurípides.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
MOERBECK, Guilherme. Algumas reflexões sobre o teatro grego no século V a.C. e sua análise como ritual.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
MOERBECK, Guilherme. A Política nas Grandes Dionísias. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
MOERBECK, Guilherme. A cidade das Grandes Dionísias: A política em foco. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
MOERBECK, Guilherme. Patrimônio e Identidade Cultural. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
MOERBECK, Guilherme. Politics, war and alterity: The thought of Euripides during the Peloponnesian war. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
MOERBECK, Guilherme. Democracia e Teatro nas Grandes Dionísias. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
MOERBECK, Guilherme. O espaço e o teatro na Atenas do século V a.C.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
MOERBECK, Guilherme. História. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
MOERBECK, Guilherme. Gerações e política: As visões de Sófocles e Eurípides. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
MOERBECK, Guilherme. O campo político na Atenas Clássica: Uma abordagem bourdiesiana. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
MOERBECK, Guilherme. Cinema e História (mediação de debate). 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
MOERBECK, Guilherme. A posição social do camponês na Atenas do período Clássico. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
MOERBECK, Guilherme. Democracia e participação na Atenas Antiga e sua reinvenção no mundo contemporâneo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
MOERBECK, Guilherme. Cidadania, sociedade civil e Estado na Atenas Antiga e no Mundo Contemoporâneo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
MOERBECK, Guilherme. O campo político na Atenas do seculo V a C.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
MOERBECK, Guilherme. Representação, campo político e poder: A democracia e o teatro grego nas Grandes Dionísias.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
MOERBECK, Guilherme. Representação, capo plítico e poder: a democracia e o teatro grego nas Grandes dionísias. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
MOERBECK, Guilherme. Religião e Mumificação no Egito antigo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
MOERBECK, Guilherme. Arte e Identidade em Ésquilo e Erípides. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
MOERBECK, Guilherme. Um estudo sobre as relações entre os sofistas e Eurípides. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
MOERBECK, Guilherme. Os aspextos simbólicos da morte nas gerações de Sófocles e Eurípides. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
MOERBECK, Guilherme. Guerra e conflitos populares na antiguidade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

38.
MOERBECK, Guilherme. Olhares sobre a guerra: as gerações de Ésquilo e Eurípides. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
MOERBECK, Guilherme. Campo, tragédia grega e participação popular: possibilidades conceituais para uma análise da política ateniense no século V a.C.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
MOERBECK, Guilherme. Gerações e conflito: guerra e alteridade em Ésquilo, Sófocles e Eurípides. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
MOERBECK, Guilherme. Religião e poder na Antiguidade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
MOERBECK, Guilherme. Campo político e universo artístico na Atenas do século V a.C.: invenções para a análise da tragédia grega. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
MOERBECK, Guilherme. Elementos para a discussão da guerra através da tragédia grega. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
MOERBECK, Guilherme. Política e tragédia grega: possibilidades e limites da análise do discurso político. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
MOERBECK, Guilherme. Apontamentps sobre a escravidão na Grécia clássica. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

46.
MOERBECK, Guilherme. A guerra e as tragédias atenienses: alguns elementos para a discussão da etnia e da ética. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

47.
MOERBECK, Guilherme. Cinema e História: Uma prática para a escola. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
MOERBECK, Guilherme. Ética e tragédia na Grécia do século V a. C.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
MOERBECK, Guilherme. Revista do Departamento de História da UFF. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

50.
MOERBECK, Guilherme. Édipo Rei à luz da teoria aristotélica da tragédia. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

51.
MOERBECK, Guilherme. Aspectos simbólicos e rituais nas mortes de Antígona e Polinice. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
MOERBECK, Guilherme. Identidade grega em Os Persas e Sete contra Tebas, de Ésquilo. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

53.
MOERBECK, Guilherme. Tragédia grega: entre a ação humana e a maldição divina. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

54.
MOERBECK, Guilherme. Ética e Tragédia em Antígona. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MOERBECK, Guilherme; Patrícia Drach ; Freddy Van Camp ; Arthur Tavares . História, arquitetura e memória da 'Casa do Barão do Rio Branco' em Petrópolis. 2016.

2.
MOERBECK, Guilherme. Imagens & Letras - Uma encontro de linguagens em movimento: Cinema Novo - Vidas Secas. 2012.

3.
MOERBECK, Guilherme. O Rock e a contracultura: Invenções turísticas em um passeio mágico misterioso. 2012.

4.
Daniel Santanna Lima ; MOERBECK, Guilherme . A fronteira étnica entre helenos e persas nos séculos V e IV a.C.:Uma Visão a partir de Heródoto, Ésquilo e Xenofonte.. 2011.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MOERBECK, Guilherme. O espelho quebrado da tragédia grega, entrevista com o historiador Guilherme Moerbeck. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
MOERBECK, Guilherme. História da Àfrica e do Negro no Brasil. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de EAD - Lato Sensu).

2.
MOERBECK, Guilherme; FARIAS, Rodrigo. . História da Idéia de Cidadania. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MOERBECK, Guilherme. História Antiga. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MOERBECK, Guilherme. Coordenação da Sessão de Comunicações "Estuoos literários gregos: a tragédia, a comédia e a poesia" na IX Jornada de Estudos da Antiguidade. 2007. (Coordenação de Sessão de Comunicações).

5.
MOERBECK, Guilherme; JOAO, M. T. D. ; MAIA, R. C. . Guerra e conflitos populares na Antiguidade. 2006. (Mesa Redonda).

6.
MOERBECK, Guilherme; SILVA, P. A. . Niterói, Motim Urbano e Revolta Popular: o quebra-quebra das barcas, 1959. Entrevista com Menandro Sandes Lima e Manuel Martins. 2002. (Entrevista).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MOERBECK, Guilherme; Cândido, M.R.; PARENTE, P. A. L.. Participação em banca de Marcelo de Mello Ribeiro. Arena de pedra e homens de ferro: a relação de poder travada no Anphiteatrum Flavium durante o Alto Império. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MACHADO, M. V.; MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Robson Lemos Silva.Análise dos Livros didáticos de História durante o Regime Militar (1964-1985). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

2.
MOERBECK, Guilherme; RIBEIRO, ÉDER. Participação em banca de Fábio da Cruz Mury.O Primeiro Reinado e a construção do Jardim Botânico no Rio de Janeiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - IUPERJ-INST.UNIV.PESQ.DO RIO DE JANEIRO.

3.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Rosa Vicente Amaral.Modificações nos rituais fúnebres e no local de sepultamento a partir da Lei de Criação de Cemitérios. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - IUPERJ-INST.UNIV.PESQ.DO RIO DE JANEIRO.

4.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Adriana Risbo Perini.Os meeios de comunicação e a construção da imagem de Getulio Vargas no Estado Novo. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

5.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Mauricio Santos Lanzette Ayres.A educação e a avaliação escolar no Brasil no Império e nos dias de hoje.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

6.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Alexandra Machado Ferreira.O auge econômico no governo de Porfírio Diaz (1876-1910). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

7.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Juarez da Silva Ramos.Tenentismo: As fases do movimento em âmbito nacional no período de 1922 à 1927. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

8.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Gilson Lopes da Silva júnior.Yahweh, o Estado e o Cisma. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

9.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Jane de Almeida Nunes.Guerra de Canudos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

10.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Soares Maria da Silva Pereira.O rádio como instrumento de propaganda no Estado Novo. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

11.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Giselle Farias Lisboa.Francisco de Assis e a Igreja Católica. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

12.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Maria Lucilene Ferreira.As mulheres nas garras da inquisição no Brasil Colonial. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

13.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de fátima Cristina Cordeiro Costa.Missão Saraiva: Relações do Império com o Uruguai e os preliminares do conflito com o Paraguai. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

14.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Caísa Cristina Ferreti.História e memória da Batalha Naval do Riachuelo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

15.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Wanderson Ricardo Nepomuceno.Do vilarejo ao cadafalso: Algums motivos para as inquisições.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

16.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Eliane Fonseca de Oliveira.O casamento como ritual de incorporação: Uma análise da antiguidade grega.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.

17.
MOERBECK, Guilherme. Participação em banca de Flávia Maria Silva Barros.O apocalipse na Idade Média. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Iguaçu.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MOERBECK, Guilherme; MATTOS, M. A. V. L.; MAIA, J. M. E.. Consurso para seleção de Professor horista em História Medieval. 2014. Fundação Getúlio Vargas.

Outras participações
1.
MOERBECK, Guilherme; Nadir Lara Junior; Renan de Almeida Sargiani. 24º Siicusp - Etapa Internacional. 2016. Universidade de São Paulo.

2.
MOERBECK, Guilherme; FARIAS, Rodrigo.; SILVA, F. C. T.. Banca de Seleção para o Programa de Monitoria do IUPERJ. 2013.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Enfrentamento e Prevenção ao Abuso Sexual Infanto-Juvenil em Duque de Caxias. 2008. (Oficina).

2.
I Seminário Internacional de Educação de Duque de Caxias. 2008. (Seminário).

3.
XIV Semana de Educação e Letras.A religião no Egito Antigo. 2008. (Seminário).

4.
X Jornada de Estudos da Antiguidade. Grécia Antiga: A tragédia, os deuses e os heróis. 2008. (Congresso).

5.
X Jornada de Estudos da Antiguidade. A mulher grega: Arte, cultura e religião.. 2008. (Congresso).

6.
X Jornada de Estudos da Antiguidade. O poder simbólico e o Estado no Egito, Grécia e Roma Antigos.. 2008. (Congresso).

7.
IX Seminário de Educação de Duque de Caxias: "Educar para incluir". 2007. (Seminário).

8.
III Semana do Conhecimento da Universidade Iguaçu.Guerra e conflitos populares na antiguidade. 2006. (Outra).

9.
XII Encontro Regional de História - Anpuh - Rio. 2006. (Congresso).

10.
VII Jornada do CEIA. 2005. (Congresso).

11.
VI Jornada do CEIA. 2004. (Congresso).

12.
X Jornada de Estudos do Oriente Antigo: História Antiga na Modernidade. 2004. (Outra).

13.
V Jornada do CEIA. 2003. (Congresso).

14.
IV Jornada do CEIA. 2002. (Congresso).

15.
O CEIA fala de espetáculos. 2002. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MOERBECK, Guilherme; FRANCISCO, G.S. . Palestra: Vasos gregos e iconografia atlética: o caso das ânforas panatenaicas. 2018. (Outro).

2.
MOERBECK, Guilherme; Arthur Tavares . Ciclo de Palestras em História da Arte e Arquitetura. 2016. (Congresso).

3.
BASTOS, M.J.M. ; MARQUES, J.B. ; PACHÁ, Paulo Henrique ; MOERBECK, Guilherme . Debate de Abertura do GEHAM/FGV. 2015. (Congresso).

4.
SILVA, P. A. ; PACHÁ, Paulo Henrique ; MOERBECK, Guilherme . Encontros com a HIstória Antiga e Medieval. 2015. (Outro).

5.
MOERBECK, Guilherme. Ensino de História: Por que ensinar, o que ensinar?. 2015. (Congresso).

6.
MOERBECK, Guilherme. VI Semana de Humanidades. 2011. (Congresso).

7.
MOERBECK, Guilherme. XII Jornada de Estudos da Antiguidade. 2010. (Congresso).

8.
MOERBECK, Guilherme. As religiões na Antiguidade. 2007. (Outro).

9.
MOERBECK, Guilherme. VI Jornada do CEIA. 2004. (Outro).

10.
MOERBECK, Guilherme. V Jornada do CEiA. 2003. (Outro).

11.
MOERBECK, Guilherme. IV Jornada de Estudos da Antiguidade. 2002. (Outro).

12.
MOERBECK, Guilherme. O CEIA fala de espetáculos. 2002. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
BRUNO LUÍS DE AZEVEDO RODRIGUES LEONARDO. Mídias digitais e educação: os smartphones como ferramente de produção de conhecimento da educação básica. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de pós-graduação em Ensino de História/PROFHISTÓRIA) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Gabriela Souza e Silva Freitas. A história das póleis e o século XIX: os casos de Fustel de Coulanges, Max Weber e Jacob Burckhardt. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

2.
Pâmela de Oliveira Lopes. A história das póleis e o século XIX: os casos de Fustel de Coulanges, Max Weber e Jacob Burckhardt. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

3.
Fernanda Barcellos. Clássico - anticlássico: reflexões em torno dos usos da linguagem clássica na Arquitetura e na cidade contemporânea. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

4.
Beatriz Se Keng Moon. Clássico - anticlássico: reflexões em torno dos usos da linguagem clássica na Arquitetura e na cidade contemporânea. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Alessandro Reina. Política e Militarismo no Arcaísmo Grego. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História Antiga) - Faculdade Padre João Bagozzi. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
André Ramos Ielo. O homem grego e a política: uma leitura a partir da Política de Aristóteles. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Fundação Getúlio Vargas. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

2.
Robson Lemos Silva. Análise dos Livros didáticos de História durante o Regime Militar (1964-1985). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

3.
Fábio da Cruz Mury. O Primeiro Reinado e a construção do Jardim Botânico no Rio de Janeiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - IUPERJ-INST.UNIV.PESQ.DO RIO DE JANEIRO. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

Iniciação científica
1.
Maria Cassani. Literatura, Arquitetura e Alteridade na Grécia dos Períodos Arcaico e Clássico. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

2.
Leandro Carmo. Da teoria ao ensino de História: imagens o audiovisual para o ensino fundamental.Da teoria ao ensino de História: imagens o audiovisual para o ensino fundamental.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Candido Mendes. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

3.
Paula Caetano. Um debate historiográfico: como historiadores e arqueólogos desenvolveram o conceito de cidade-estado e pólis.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Fundação Getúlio Vargas, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

4.
Aline Melo. Da teoria ao ensino de História: imagens o audiovisual para o ensino fundamental.Da teoria ao ensino de História: imagens o audiovisual para o ensino fundamental.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Fundação Getúlio Vargas. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

5.
Natasha Furtado. A guerra e a política no teatro de Eurípides. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Candido Mendes. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.

6.
Bruno Veillard. Vivência na biblioteca. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Candido Mendes. Orientador: Guilherme Gomes Moerbeck.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
MOERBECK, Guilherme;MOERBECK, GUILHERME2017MOERBECK, Guilherme. Clivagens sociais e relações étnico-raciais: um estudo sobre a consciência histórica nos 7º e 8º anos do ensino fundamental. EDUCAÇÃO BÁSICA REVISTA, v. 3, p. 189-214, 2017.

2.
MOERBECK, GUILHERME2017MOERBECK, GUILHERME. UMA LONGA JORNADA DA CIDADE ANTIGA À CONTEMPORÂNEA: ESCOLA, MEMÓRIA E COTIDIANO.. REVISTA TRANSVERSOS, v. 1, p. 144-157, 2017.

Artigos aceitos para publicação
1.
MOERBECK, Guilherme. História Antiga no ensino fundamental: um estudo sobre os mitos gregos antigos e a consciência histórica. REVISTA HISTÓRIA HOJE, 2018.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MOERBECK, Guilherme; Clarissa Macau . O espelho quebrado da tragédia grega, entrevista com o historiador Guilherme Moerbeck. Revista Cardamomo, 24 nov. 2015.


Apresentações de Trabalho
1.
MOERBECK, Guilherme. História. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MOERBECK, Guilherme; LOUREIRO, A. M. B. ; WANDERLEY, S. . Os desafios da educação no Brasil: Políticas públicas e modelos pedagógicos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
MOERBECK, Guilherme; PENNA, Fernando. . A consciência histórica e o ensino de História. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MOERBECK, Guilherme. Desenvolvendo o pensamento Histórico:experiencias com duas turmas do 6º ano do ensino fundamental da rede municipal de Duque de Caxias. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MOERBECK, Guilherme. O espelho quebrado da tragédia grega, entrevista com o historiador Guilherme Moerbeck. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MOERBECK, Guilherme. Ensino de História: Por que ensinar, o que ensinar?. 2015. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 22:25:40