Juliane Ventura Lima

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2685881081126266
  • Última atualização do currículo em 15/11/2018


Professora adjunta nível IV da Universidade Federal do Rio Grande. Com formação em Quimica com habilitação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande (2005), possui Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande (2006) e Doutorado em Ciências Fisiológicas-Fisiologia Animal Comparada (2009) pela mesma universidade com período sanduíche na Università Politecnica delle Marche, Istituto de Biologia e Genetica, Itália. Ministra disciplina de Bioquímica médica no curso de Medicina e Bioquímica Aplicada à Enfermagem para o curso de Enfermagem da FURG. Além disso, atua como professora dos cursos de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas e Aquacultura sendo orientador de Mestrado e Doutorado. Tem experiência na área Bioquímica, e Fisiologia com ênfase em Estresse Oxidativo , atuando principalmente nos seguintes temas: Defesas antioxidantes, biomarcadores de poluição, Nanotoxicologia e estratégias de quimioprevenção, toxicologia aquática e toxicologia aplicada à aquacultura. Possui 24 publicações em revistas científicas de âmbito internacional. Além disso, atua como membro do Núcleo Docente Estruturante da Faculdade de Medicina (FAMED) da FURG e avaliadora de projetos científicos (pesquisa e inovação tecnológica) para a concessão de bolsas institucionais da Universidade Federal do Rio Grande, também tendo atuado como membro do conselho do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da mesma Universidade (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juliane Ventura Lima
Nome em citações bibliográficas
Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande, Departamento de Ciências Fisiológicas.
Av. Itália Km. 8 s/n
Centro
96201900 - Rio Grande, RS - Brasil - Caixa-postal: 474
Telefone: (53) 2336856
Fax: (53) 32336850
URL da Homepage: http://www.octopus.furg.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2009
Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
com período sanduíche em Università Politecnica delle Marche (Orientador: Francesco Regoli).
Título: Comparação da toxicidade de formas inorgânicas de arsênio em animais aquáticos: bioacumulação, metabolização e respostas bioquímicas, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: José Marìa Monserrat.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: arsênio; defesas antioxidantes; metabolismo; biotransformação; glutationa; dano oxidativo.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.
2005 - 2006
Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Título: A toxicidade do arsênio em espécies aquáticas,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: José Mária Monserrat.
Palavras-chave: arsênio; biotransformação; estresse oxidativo; organismos aquáticos; glutationa; sistema antioxidante.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
2001 - 2005
Graduação em Quimica Habilitação Em Ciências.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Título: Ensino de tópicos de estresse oxidativo.
Orientador: Carlos Eduardo da Rosa.


Pós-doutorado


2010 - 2012
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.


Atuação Profissional



Università Politecnica delle Marche, UNIVPM, Itália.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Parceria em projetos de pesquisa

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: Bolsista de doutorado sanduíche, Carga horária: 40
Outras informações
Estágio no laboratório de Ecotoxicologia Marinha do "Istituto di Biologia i genética" com o Dr. Francesco Regoli. Atuando em projetos que utilizam a metodologia para caracterizar compostos de Arsênio em tecidos de organismos aquáticos. As técnicas utilizadas durante os estágio incluem digestão de amostras por microondas, procedimentos de extração, separação de compostos de arsênio por HPLC e espectofotometria de absorção atômica.


Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto nível II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Professor de Pós-Graduação, Enquadramento Funcional: Orientador de Pós-Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplina de Efeitos Fisiológicos do estresse oxidativo Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas-Fisiologia Animal Comparada

Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Projetos de pesquisa, Enquadramento Funcional: Projetos de pesquisa, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação em projetos de pesquisa executado no Instituto de Biológicas (ICB)

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto nível III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Também atua como membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE) da faculdade de medicina (FAMED) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) desde 2013.

Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto, nível 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplina de Bioquímica Médica. Curso Medicina Disciplina de Bioquímica Aplicada à Enfermagem

Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor substituto de Bioquímica, Carga horária: 40
Outras informações
Bioquímica para os cursos de Enfermagem e Medicina

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor voluntário, Enquadramento Funcional: Professor de bioquímica, Carga horária: 20
Outras informações
Aulas de bioquímica para Medicina e Enfermagem

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor voluntário, Enquadramento Funcional: Professor voluntário de Bioquímica, Carga horária: 15

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Bolsista de doutorado, Enquadramento Funcional: Aluna de doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Aluna de Mestrado, Enquadramento Funcional: Aluna de Mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Conclusão do mestrado em 14 meses

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Bolsista remunerada, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12
Outras informações
Monitora remunerada das disciplinas de Bioquímica Ciências e Geral, disciplinas oferecidas no Departamento de Ciências Fisiológicas

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Bolsista remunerada, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12
Outras informações
Monitora remunerada das disciplinas de Bioquímica Ciências e Geral, disciplinas oferecidas no Departamento de Ciências Fisiológicas

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Bolsista remunerada, Enquadramento Funcional: Projetos de pesquisa, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Auxilio em tarefas de pesquisas visando avaliar respostas antioxidantes e dano oxidativo numa espécie de poliqueto estuarino após exposição ao cobre.

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Bolsista voluntária, Enquadramento Funcional: Estágio não remunerado, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio não remunerado, colaborando na execução de ensaios toxicológicos visando avaliar respostas antioxidantes e dano oxidativo em poliquetos estuarinos expostos ao cobre.

Atividades

12/2012 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Biológicas-ICB, .

Cargo ou função
Representante da matéria Bioquímica. Membro do conselho do ICB..
05/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , FURG, .

3/2004 - 12/2004
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitora da disciplina Bioquímica - Ciências para o curso de Ciências Biológicas
3/2004 - 12/2004
Ensino, Quimica Habilitação Em Ciências, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitora da disciplina de Bioquímica - Ciências para o curso de Química
10/2003 - 12/2003
Ensino, Quimica Habilitação Em Ciências, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitora da disciplina de Bioquímica Ciências para o curso de Química
10/2003 - 12/2003
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitora da disciplina Bioquímica- Ciências para o curso de Biología


Linhas de pesquisa


1.
Nanotoxicologia

Objetivo: Avaliar efeitos de diferentes tipos de nanomateriais isolados ou em combinação com outros contaminantes em organismos aquáticos..
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
2.
Estresse Oxidativo

Objetivo: Os objetivos desta linha incluem o estudo de moléculas tóxicas que podem -direta ou indiretamente- alterar o balanço antioxidante/pró-oxidante de organismos aquáticos. A determinação de dano oxidativo, em termos de oxidação protéica, lipídica ou de DNA decorrente da exposição de organismos aquáticos à substâncias tóxicas pode ser utilizado como critério para estabelecer concentrações de segurança no meio ambiente de diferentes poluentes.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
Palavras-chave: defesas antioxidantes; estrese oxidativo; capacidade antioxidante total; oxidação de proteínas.
3.
Toxicologia Aquática

Objetivo: A avaliação de mecanismos de toxicidade em organismos aquáticos representa uma linha de pesquisa de alta relevância ambiental, considerando o crescente ingresso de substâncias tóxicas no meio aquático e a necessidade de estabelecer parâmetros de alta sensibilidade que possam acursar efeitos biológicos deletérios nos organismos expostos. A utilização de respostas moleculares e bioquímicas, especialmente as referidas a respostas antioxidantes e de dano oxidativo são as ferramentas utilizadas nesta linha para atingir os objetivos de busca de marcadores eficientes e sensíveis de poluição em organismos aquáticos...
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
Palavras-chave: respostas bioquímicas; organismos aquáticos; biomarcadores; metais; respostas fisiológicas.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Diferentes formas cristalinas do nanomaterial dióxido de titânio podem influenciar na capacidade de acumulação e toxicidade do cobre em Limnoperna fortunei ?
Descrição: A ampla produção e consequente utilização de nanomateriais (NM) em diversas áreas e aplicações conduzem para a liberação dos mesmos nos ambientes, principalmente aquático colocando em risco a biota. O NM de dióxido de titânio (nTiO2) é um composto inorgânico usado na indústria para a fabricação de produtos variados e também tem sido utilizado com a finalidade de descontaminação ambiental devido a sua capacidade de adsorver metais. Este NM pode existir de diferentes formas cristalinas (principalmente como anatase e rutila) que influenciam na sua aplicabilidade, toxicidade e provavelmente na sua capacidade de adsorção de metais. O cobre (Cu) é um metal de ocorrência natural, porém atividades antropogênicas podem aumentar a sua concentração ambiental. Embora este metal seja essencial para muitas enzimas e proteinas, concentrações elevadas podem causar efeitos tóxicos aos organismos. Dificilmente um contaminante ocorre sozinho no ambiente, surgindo a necessidade de se estudar os possíveis efeitos combinados dos mesmos. Como os NM são compostos emergentes, pouco se sabe sobre o efeito da co-exposição com outros contaminantes mais conhecidos como é o caso do Cu. Por esta razão, este trabalho tem como objetivo avaliar se a co-exposição a diferentes formas cristalinas de nTiO2 (anatase e rutila) pode influenciar na toxicidade e bioacumulação do Cu no mexilhão dourado Limnoperna fortunei..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador / José María Monserrat - Integrante / Silvana Manke Nunes - Integrante / Marcos Gelesky - Integrante / Francesco Regoli - Integrante / Daniele Fattorini - Integrante.
2014 - 2016
A influencia da co-exposição ao nanomaterial óxido de grafeno na acumulação, metabolização e toxicidade do arsênio em diferentes tecidos do camarão Litopenaeus vannamei.
Descrição: A nanotecnologia vem se desenvolvendo de forma exponencial, porém estudos sobre os possíveis efeitos induzidos pelos nanomateriais ainda são escassos, principalmente em organismos aquáticos. A família dos grafenos é considerada o material mais resistente do mundo e devido a isso estão sendo utilizadas nas mais diferenciadas aplicações tanto tecnológicas como biomédicas. Com o aumento da utilização destes nanomateriais surge também o aumento do risco de contaminação do ambiente aquático e dos organismos. Além disso, ainda não existem dados sobre a interação deste nanomaterial com outros contaminantes como é o caso do arsênio, que é conhecido por induzir estresse oxidativo e modular o sistema de defesa antioxidante, além de ser bioacumulado e metabolizado pelos organismos aquáticos, esta facilitação de incorporação de poluentes por nanomateriais é conhecida como cavalo de Tróia. Portanto, com a execução desta proposta se pretende avaliar se a co-exposição ao óxido de grafeno pode alterar parâmetros bioquímicos de estresse oxidativo bem como capacidade de acumulação e metabolização do arsênio em diferente tecidos do Litopenaeus vannamei..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação (AIBRASIL 2)
Descrição: O uso de tintas anti-incrustantes é mandatório para embarcações e estruturas submetidas ao contato direto e prolongado com a água do mar, visando diminuir a corrosão do casco e inibir a fixação de organismos aquáticos. Em contato com a água do mar, ocorre um acelerado processo de corrosão, afetando a embarcação. Além disso, a fixação de organismos aquáticos aumenta o atrito e o peso das embarcações, gerando maior demanda por manutenção, produção de mais resíduos e aumento no consumo de combustível, e levando ao aumento dos custos do transporte naval. As tintas anti-incrustantes têm em sua composição biocidas que evitam o estabelecimento de organismos incrustantes. Esses biocidas acabam sendo liberados para a água, produzindo efeitos negativos sobre os organismos aquáticos. Esses riscos tendem a ser mais severos nos locais com grande fluxo de embarcações, como áreas portuárias e marinas, pois tais áreas acabam contaminadas pelas tintas. Estudos realizados em portos e estaleiros do mundo comprovam o impacto dessas tintas. No Brasil, até recentemente, havia pouco conhecimento sobre a contaminação e efeitos das tintas anti-incrustantes nas regiões costeiras e marinhas. O projeto Impacto da Utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (MCT/FINEP) criou uma rede nacional de estudos sobre anti-incrustantes, que iniciou diagnósticos desse tipo de contaminação no litoral brasileiro. O projeto permitiu a implantação de infraestrutura analítica, produziu panorama sobre a contaminação por biocidas de tintas anti-incrustantes na costa brasileira, além da formação de recursos humanos e publicação de artigos. Pelo seu caráter inicial, gerou poucas informações sobre riscos ambientais. Portanto, há necessidade de se compreender aspectos como aportes dessas substâncias para o meio aquático, biodisponibilidade, condições de exposição dos organismos, toxicidade de cada micropoluente e seu comportamento ambiental. Este conhecimento será importante para o aprimoramento do Plano de Gestão sobre Uso de Sistemas Anti-Incrustantes nos Portos Brasileiros (produto do projeto anterior); e também para o aprimoramento da legislação nacional relacionada à qualidade de águas e sedimentos. A consolidação da rede nacional para estudos dos aspectos ambientais das tintas anti-incrustantes suprirá demandas e contribuirá para a adoção de práticas ambientais superiores, melhorando o desenvolvimento econômico e a competitividade nacional neste setor..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2017
Avaliação dos efeitos toxicológicos de nanomateriais de carbono (Nanotubos, Grafeno e Óxido de grafeno) suplementados na dieta do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustácea, Decapoda)
Descrição: A produção de nanomateriais (NM) vem aumentando de forma significativa nos últimos anos e já são inúmeras as aplicações destes nas indústrias. Dentre os NM os de carbono são os mais utilizados, entre eles estão os nanotubos e o grafeno. Embora sejam ambos compostos, sejam formados somente por átomos de carbono, possuem estruturas químicas diferentes o que influenciam nas suas aplicações e provavelmente nos seus efeitos. Entretanto, pouco se sabe sobre os potenciais efeitos biológicos destes NM em animais aquáticos. Portanto, o presente projeto visa avaliar os efeitos bioquímicos em termos de estresse oxidativo bem como padrão de acumulação dos NM e alterações histológicas em diferentes tecidos do camarão Litopenaeus vannamei expostos ao grafeno ou nanotubos através da ração. Os dados gerados a partir deste estudo certamente contribuirão para o conhecimento dos efeitos destes nanomateriais em animais aquáticos e também para o desenvolvimento da Nanotoxicologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador / José María Monserrat - Integrante / Roberta de Oliveira Lobato - Integrante / Renan Machado - Integrante / Larissa Müller - Integrante / Marcelo Estrella Josende - Integrante / Amanda Lucena Fernandes - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2016
Respostas toxicológicas de moluscos após exposição a nanomateriais: avaliação do impacto ambiental associado à nanotecnologia

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José María Monserrat em 20/06/2016.
Descrição: Sendo claros os benefícios sociais oferecidos pelas novas tecnologias e produtos, existe a necessidade de avaliar os riscos à saúde humana e ambiental associados ao seu desenvolvimento e uso. A carência ou total falta de informação atual acarreta numa distorção da percepção do risco ambiental e a saúde humana, podendo inclusive comprometer a realização dos benefícios associados e investimentos futuros. Neste contexto deve ser salientado que, paralelo aos esforços realizados para desenvolver nanomateriais com propriedades úteis para a sociedade, existe um número limitado de pesquisas que tenham avaliado os efeitos indesejados deste tipo de materiais quando administrados com propósitos medicinais ou durante a sua manufatura. Considerando que: (a) existe a necessidade de avaliar as reais consequências toxicológicas de nanomateriais amplamente utilizados, (b) muitos nanomateriais, incluindo os inorgânicos como a nanoprata e os orgânicos como o grafeno podem induzir respostas tóxicas, e (c) moluscos como Physa acuta (Gastropoda, Physidae), Cerastoderma edule (Bivalvia, Cardiidae) e Limnoperna fortunei (Bivalvia, Mytilidae) são organismos ecológicamente relevantes de ambientes aquáticos, o objetivo central da proposta é gerar conhecimento toxicológico para avaliar os riscos ambientais derivados da nanotecnologia. Os estudos a serem realizados irão a fortalecer linhas de pesquisa na área de nanotoxicologia que estão sendo desenvolvidas no programa de pós-graduação de Ciências Fisiológicas ? Fisiologia Animal Comparada através da cooperação científica com professores e alunos da Universidade de Aveiro (Portugal)...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Roberta Lobato - Integrante / Juliano Zanette - Integrante / João Paes Vieira Sobrinho - Integrante / Roberta Britto Socowiski - Integrante.
2012 - 2015
Dietary administration of lipoic acid to enhance growth, antioxidant capacity and resistence against stress conditions in white shrimp (Litopenaeus vannamei).
Descrição: he shrimp Litopenaeus vannamei account around of 90% of the global production of farmed shrimp. In Latin America, the Brazil is the main producer of L. vannamei due to the favorable climate of this country. Shrimps are rich in unsatured fatty acids that offer many beneficals effect to human health, however due to high concentration of fatty acids these animal are sensitive to lipid peroxidation which in turn can affect health of animals and decrease the quality of shrimp meat. In this way, the supplementation of antioxidant seem be a good alternative to increase the health of animals, antioxidant capacity, growth and resistence of shrimp against stress condition such as hypoxia. The lipoic acid is an power antioxidant that showed increase the resistence of aquatic animals against environmental pollutants. So, the objective of this proposal is to analyse the effect of lipoic acid through diet in farmed shrimp considering growth, antioxidant capacity and resistence against hypoxia. Once that during cultivation of shrimp is normal some decrease in oxygen levels in the farmed tanks. To evaluate the effects of lipoic acid will be performed measurement growth rate and activity of cycle de Krebs enzymes such as citrate syntase, alpha-keto glutarate dehydrogenase to evaluate ATP production. To evaluate antioxidant capacity will be analyzed the activity of antioxidant enzymes such as glutathione reductase, glutathione-S-transferase, glucose-6-phosphate dehydrogenase, total antioxidant capacity, reactive oxygen species production, glutathione reduced levels, lipid and proteic damage.Besides, the animal will be submitted to hypoxia and all variables mentioned above also will be performed. If, this study verify that the lipoic acid can improve all parameters cited above this antioxidant can be inserted in diet of farmed shrimp and this way can extend the quality of farmed shrimp..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador / José María Monserrat - Integrante / Renan Machado - Integrante / Jaine Apolinário - Integrante / Lucas Cordeiro - Integrante / Roberta Lobato - Integrante / Larissa Müller - Integrante.Financiador(es): International Foundation for Science - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
Nanotoxicologia ocupacional e ambiental: subsídios científicos para estabelecer marcos regulatórios e avaliação de riscos

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José María Monserrat em 02/08/2012.
Descrição: Descrição: A proposta foi estruturada levando em consideração as necessidades de ter marcos regulatórios e avaliação dos riscos associados aos usos de nanomateriais orgânicos (fulerenos e nanotubos de carbono) e inorgânicos (nanoprata), tanto em termos de saúde humana quanto ambiental. Com base nisto são propostas linhas de ação que contemplem: (1) geração de conhecimento básico na área de nanotoxicologia ambiental e ocupacional; (2) com base ao ponto (1), gerar ações que permitam estabelecer marcos regulatórios tanto desde o ponto de vista jurídico quanto de riscos associados ao uso e desenvolvimento da nanotecnologia. Em paralelo às linhas (1) e (2) é proposta uma terceira linha educacional, onde o objetivo é disseminar o conhecimento nanotoxicológico e os marcos regulatórios associados à sociedade através de cursos gratuitos oferecidos "on-line". Assim, a proposta como um todo integra a geração de conhecimento científico com ações de aplicação imediata para um uso criterioso dos nanomateriais que estão já sendo utilizados em processos nanotecnológicos...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Daniela Martí Barros - Integrante / Leandro Machado Carvalho - Integrante / Mauricio Reis Bogo - Integrante / Marta Marques de Souza - Integrante / Willian Waissmam - Integrante / Marcos Pimenta - Integrante / Wilson Engelmam - Integrante / Clascídia Aparecida Furtado - Integrante / Adelina Pinheiro dos Santos - Integrante / Guilherme Frederico Bernardo Lenz - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Respostas tóxicas em hepatócitos humanos e do peixe zebra (Danio rerio) frente a poluentes ambientais e nanocompostos de carbono: papel de antioxidantes como agentes na quimioprevenção

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José María Monserrat em 20/06/2016.
Descrição: A presente proposta visa analisar respostas antioxidantes em linhagens de hepatócitos não tumorais do peixe zebra Danio rerio (ZFL) e de humanos (WRL-68) após exposição a uma ampla variedade de antioxidantes. Os antioxidantes que apresentem as respostas mais conspícuas em termos de aumento na concentração do antioxidante glutationa (GSH), atividade de uma enzima associada a processos de detoxificação celular como a glutationa-S-transferase (GST) e funcionalidade mitocondrial serão utilizados nos ensaios de quimioprevenção. Nestes ensaios, a pré-exposição a estes antioxidantes deveria amenizar os efeitos de moléculas tóxicas como o arsênio, benzo[a]pireno e microcistina. A toxicidade destes compostos será analisada conjuntamente como uma molécula amplamente utilizada em nanotecnologia como é o nanocomposto de carbono fulereno (C60). O fato das nanopartículas terem uma elevada relação superfície/volume levanta a possibilidade de estes compostos agirem como carregadores de outras moléculas tóxicas, aumentado sua toxicidade. Numa abordagem mecanística, várias vias de sinalização (ERK, Akt, JNK e p38) serão analisadas na linhagem WRL-68, para avaliar os efeitos dos antioxidantes e das substâncias tóxicas, tomando como principal resposta a apoptose mediada por caspase 3 e indução do sistema antioxidante e de detoxificação mediado pela GST. A posterior utilização de técnicas de bioinformática permitirá inferir processos antioxidantes e toxicológicos equivalentes na linhagem ZFL a partir do alinhamento das seqüências primárias das quinases humanas e do peixe zebra. Assim, a proposta visa estabelecer uma metodologia de trabalho que permita a análise comparada de respostas antioxidantes e tóxicas em um modelo de organismo aquático como o peixe zebra e outro de mamífero. Outro aspecto é caracterizar toxicologicamente um nanocomposto como o fulereno, determinando sua capacidade de potenciar a toxicidade de poluentes de relevância ambiental.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Respostas tóxicas em hepatócitos humanos e do peixe zebra (Danio rerio) frente a poluentes ambientais e nanocompostos de carbono: papel de antioxidantes como agentes na quimioprevenção
Descrição: A presente proposta visa analisar respostas antioxidantes em linhagens de hepatócitos não tumorais do peixe zebra Danio rerio (ZFL) e de humanos (WRL-68) após exposição a uma ampla variedade de antioxidantes. Os antioxidantes que apresentem as respostas mais conspícuas em termos de aumento na concentração do antioxidante glutationa (GSH), atividade de uma enzima associada a processos de detoxificação celular como a glutationa-S-transferase (GST) e funcionalidade mitocondrial serão utilizados nos ensaios de quimioprevenção. Nestes ensaios, a pré-exposição a estes antioxidantes deveria amenizar os efeitos de moléculas tóxicas como o arsênio, benzo[a]pireno e microcistina. A toxicidade destes compostos será analisada conjuntamente como uma molécula amplamente utilizada em nanotecnologia como é o nanocomposto de carbono fulereno (C60). O fato das nanopartículas terem uma elevada relação superfície/volume levanta a possibilidade de estes compostos agirem como carregadores de outras moléculas tóxicas, aumentado sua toxicidade. Numa abordagem mecanística, várias vias de sinalização (ERK, Akt, JNK e p38) serão analisadas na linhagem WRL-68, para avaliar os efeitos dos antioxidantes e das substâncias tóxicas, tomando como principal resposta a apoptose mediada por caspase 3 e indução do sistema antioxidante e de detoxificação mediado pela GST. A posterior utilização de técnicas de bioinformática permitirá inferir processos antioxidantes e toxicológicos equivalentes na linhagem ZFL a partir do alinhamento das seqüências primárias das quinases humanas e do peixe zebra. Assim, a proposta visa estabelecer uma metodologia de trabalho que permita a análise comparada de respostas antioxidantes e tóxicas em um modelo de organismo aquático como o peixe zebra e outro de mamífero. Outro aspecto é caracterizar toxicologicamente um nanocomposto como o fulereno, determinando sua capacidade de potenciar a toxicidade de poluentes de relevância ambiental..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - 2012
QUIMIOPREVENÇÃO EM ORGANISMOS BENTÔNICOS DA CONTAMINAÇÃO EM ECOSISTEMAS ESTUARINOS
Descrição: Estudos recentes têm mostrado que parte do sedimento da Lagoa dos Patos apresenta contaminação por cádmio e arsênio e que esta contaminação está vinculada principalmente com as indústrias de fertilizantes localizadas na região. O arsênio tem mostrado induzir uma série de efeitos bioquímicos em organismos aquáticos, estes organismos por sua vez, apresentam uma boa capacidade de acumular bem como metabolizar este metalóide, processo este que envolve a atividade da glutationa-S-transferase ômega, uma enzima ainda pouco estudada em organismos aquáticos. O cádmio, também mostra induzir uma série de efeitos em diversos organismos, incluindo estresse oxidativo e alteração dos níveis de metalotioneínas. Portanto, o objetivo do presente trabalho é avaliar parâmetros bioquímicos que possam ser afetados pela exposição conjunta a estes dois metais em uma espécie estuarina de importância comercial e que vive em contato com o sedimento como o F. paulensis. Além de avaliar efeitos associados à exposição ao cádmio e arsênio, o presente estudo contempla a avaliação do efeito quimioprotetor do ácido lipóico e análises químicas como a concentração de metais total e especiação química do arsênio. Baseado nos possíveis resultados será possível conhecer os efeitos em potencial destes dois poluentes que estão presentes em concentrações significativas no estuário da Lagoa dos Patos sobre a biota aquática e também avaliar o possível efeito quimioprotetor de um antioxidante como é o ácido lipóico na qualidade destes organismos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador / José María Monserrat - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Outra.
2010 - 2012
NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS: EFEITOS COMPORTAMENTAIS E BIOQUÍMICOS NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL DE RATOS
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / Daniela Martí Barros - Coordenador / Silvia Guterres - Integrante / Adriana Raffin Pohlmann - Integrante / Irene Külkamp - Integrante / Karina Paese - Integrante.
2010 - 2011
Suprimento de antioxidantes (ácido lipóico) em rações para peixes e camarões utilizados em aqüicultura: benefícios na produção e na saúde animal

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José María Monserrat em 20/06/2016.
Descrição: Levando em consideração que: 1. Vários fatores ambientais como temperatura, oxigênio dissolvido e salinidade podem promover estresse oxidativo ou, pelo menos, alterar o balanço pró/antioxidante em organismos aquáticos; 2. Existe um uso crescente de práticas de aqüicultura em cercado, que se bem diminui custo operacionais, estabelece uma dependência com a qualidade da água na qual os organismos são cultivados; 3. O uso do cobre é utilizado como agente profiláctico em atividades de aqüicultura, sendo um reconhecido agente gerador de estresse oxidativo; Os seguintes objetivos foram considerados: - Avaliar o efeito dos diferentes níveis do ácido lipóico na concentração do antioxidante glutationa reduzida (GSH) em músculo do peixe Trachinotus marginatus e do camarão Litopenaeus vannamei. - Determinar os efeitos dos diferentes níveis do ácido lipóico sobre a capacidade antioxidante total contra peroxi-radicais em músculo do peixe Trachinotus marginatus e do camarão Litopenaeus vannamei. - Avaliar o efeito do ácido lipóico na capacidade de detoxificação exercida pela glutationa-S-transferase (GST) em músculo do peixe Trachinotus marginatus e do camarão Litopenaeus vannamei, tanto em termos de expressão gênica quanto de atividade enzimática. - Avaliar o efeito do ácido lipóico em termos de diminuir o dano oxidativo protéico no músculo do peixe Trachinotus marginatus e do camarão Litopenaeus vannamei - Avaliar o papel do ácido lipóico na composição centesimal e crescimento no peixe Trachinotus marginatus. - Avaliar a efetiva acumulação de ácido lipóico no músculo do peixe Trachinotus marginatus e do camarão Litopenaeus vannamei...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Lílian Lund Amado - Integrante / Leandro Machado Carvalho - Integrante / Mauricio Reis Bogo - Integrante / Wilson Wasielesky - Integrante / Marcelo Tesser - Integrante / Luis André Sampaio - Integrante.
2007 - 2010
Avaliação do risco ecotoxicológico e para a saúde humana de compostos emergentes utilizados em nanotecnologia (fulereno, C60)
Descrição: A utilização de nanomateriais vem se incrementando nos últimos anos em função de suas variadas aplicações tecnológicas devido a sua grande relação superfície/volume, favorecendo sua utilização como catalisadores, como agentes que liberam fármacos e como protetores solares e cosméticos. Porém, existe preocupação dos possíveis efeitos tóxicos que possam exercer nos ecossistemas e ainda nos seres humanos. Existem trabalhos que relatam a capacidade de compostos utilizados na nanotecnologia, como o fulereno (C60), de se acumular no cérebro e induzir estresse oxidativo. Visto a potencial toxicidade destes compostos, a presente proposta visa: (a) estabelecer as concentrações seguras de fulereno (que não sejam deletérias) para organismos aquáticos em termos de estresse oxidativo e alterações comportamentais (memória de curta e longa duração), (b) analisar a periculosidade deste composto em termos de capacidade de induzir estresse oxidativo no cérebro e alterações na memória de curta e longa duração em mamíferos, e (c) através da execução dos objetivos (a) e (b), possibilitar a formação de recursos humanos, técnicas analíticas e respostas toxicológicas a nível bioquímico e fisiológico que possibilitem a formação de um grupo de pesquisa no campo da nanotoxicologia, com o intuito de analisar os possíveis efeitos tóxicos de nanomateriais em nível ambiental e humano...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / Fillmann Gilberto - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
Metabolismo de espécies inorgânicas de arsênio em diferentes tecidos do peixe Cyprinus carpio (Teleostei: Cyprinidae)
Descrição: O arsênio (As) é um poluente amplamente distribuído no ambiente aquático. A toxicidade do As está estritamente relacionada com a forma química que o metalóide se encontra, sendo que as espécies inorgânicas como arsenito e arsenato são consideradas mais tóxicas que as espécies orgânicas. Sabe-se que entre as formas inorgânicas o arsenito é a espécie mais tóxica e seus efeitos são completamente diferentes dos efeitos do arsenato. Por exemplo, o arsenato tem grande afinidade por grupos fosfato e devido a esta afinidade pode interferir em várias vias ou moléculas em que este grupo estiver inserido enquanto que o arsenito possui uma grande afinidade por grupos sulfídrilas de proteínas podendo assim afetar uma variedade de funções que envolvam proteínas como, por exemplo, a atividade de enzimas. Neste projeto serão estudados os efeitos das diferentes formas inorgânicas de As (arsenito e arsenato) em diferentes tecidos (fígado e brânquias) do peixe Cyprinus carpio (Teleostei, Cypridinae). Para isso serão analisadas: (1) atividade de enzimas relacionada ao metabolismo do As (monometilarsenato redutase), (2) quantificação de arsênio total presente nos tecidos, e (3) a especiação química do As. Como o fígado é o principal local de metabolização e bioacumulação do arsênio espera-se encontrar uma maior acumulação de As e uma maior evidencia da atividade de enzimas relacionadas ao metabolismo do As...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador.
2005 - 2007
Defesas antioxidantes e dano oxidativo em organismos aquáticos: importância ambiental
Descrição: O presente projeto visa utilizar respostas integradas vinculadas ao sistema de defesas antioxidantes e de dano oxidativo em diferentes níveis de complexidade biológica: molecular, bioquímico e comportamental. As respostas obtidas, analisadas em conjunto, serão utilizadas para avaliar os parâmetros de qualidade ambiental estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e pela Organização Mundial da Saúde, levando em consideração o efeito de diferentes tipos de poluentes ambientais, incluindo o arsênio, e a cianotoxina microcistina. Para atingir os objetivos propostos no presente projeto serão utilizadas diferentes espécies de organismos aquáticos, incluindo peixes de água doce (Danio rerio e Corydora paleatus) e poliquetos estuarinos, (Laeonereis acuta) visando avaliar a problemática de diferentes tipos de ambientes. O resultado esperado da abordagem integrada proposta neste projeto será o desenvolvimento de ferramentas com maior sensibilidade e poder de inferência dos efeitos tóxicos que permitirá a definição de parâmetros mais exigentes de qualidade ambiental que incorporem respostas em nível molecular, as quais serão validadas pelas análises bioquímicas e comportamentais. A utilização desta metodologia de trabalho dará subsídio para o estabelecimento criterioso de valores máximos permitidos de diferentes tipos de poluentes em corpos de água ou na avaliação de efluentes industriais...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador.
2005 - 2007
Avaliação integrada de respostas ecotoxicológicas em organismos aquáticos na avaliação de parâmetros de qualidade ambiental
Descrição: a avaliação de problemas ambientais, a detecção precoce dos efeitos deletérios por contaminantes ambientais tem sido considerada uma prioridade. Esta necessidade levou à utilização de biormacadores de poluição de forma intensa nos últimos anos. Os biomarcadores podem ser definidos como qualquer alteração bioquímica, fisiológica, comportamental ou de outra natureza que indiquem a resposta dos organismos frente a um poluente ou uma mistura de poluentes. Ainda deve ser salientado que nos últimos tempos tem se estabelecido como paradigma que os biomarcadores possuam relevância ecológica, no sentido de que a respostas dos biomarcadores registradas num organismo devem indicar problemas que possam acontecer a níveis de organização superiores como o populacional ou de comunidade. Em termos de sensibilidade, é aceito que os biomarcadores determinados a nível molecular e/ou bioquímico atendem ao requerimento de detecção precoce dos efeitos de poluentes num organismo. Desde uma perspectiva toxicológica, o primeiro nível de resposta de um organismo frente a uma situação de estresse por poluição é a ativação dos genes relacionados com o sistema de defesa antioxidante e/ou detoxificação celular. De fato, as respostas antioxidantes e/ou de dano oxidativo são freqüentemente utilizadas como biomarcadores, toda vez que diferentes tipos de poluentes podem alterar o balanço entre pró-oxidantes e antioxidantes em favor dos primeiros, caracterizando uma situação de estresse oxidativo, podendo oxidar e alterar distintas macromoléculas, incluindo proteínas. Num nível de organização superior, as respostas comportamentais são considerados biomarcadores extremamente importantes de serem avaliados, já que efeitos deletérios de diferentes tipos de poluentes podem interferir em processos de alta importância ecológica como são as respostas de escape à predadores, comportamento reprodutivo e social. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Tarsila Barros Moraes - Integrante / Lílian Lund Amado - Integrante / Micheli Rosa de Castro - Integrante / Daiane Acosta - Integrante / Luis Fernando Marins - Integrante / Daniela Martí Barros - Integrante / Luciane Cougo dos santos - Integrante / Josencler luis Ribas Ferreira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Uma abordagem integrada na avaliação de parâmetros de qualidade ambiental utilizando modelos de peixes geneticamente modificados
Descrição: O presente projeto visa estabelecer uma nova linha de pesquisa em ecotoxicologia que considere respostas integradas em diferentes níveis de complexidade biológica: molecular, bioquímico e comportamental. As respostas obtidas, analisadas em conjunto, serão utilizadas para avaliar os parâmetros de qualidade ambiental estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Para atingir os objetivos propostos no presente projeto, será utilizado o peixe Danio rerio (Ciprinidae) como modelo experimental. O resultado esperado da abordagem integrada proposta neste projeto será o desenvolvimento de uma ferramenta com maior sensibilidade e poder de inferência ecológica que, possivelmente, permitirá a definição de parâmetros mais exigentes de qualidade ambiental que incorporem respostas em nível molecular, as quais serão validadas pelas análises bioquímicas e comportamentais. A utilização desta metodologia de trabalho dará subsídio para o estabelecimento criterioso de valores máximos permitidos de diferentes tipos de poluentes em corpos de água ou na avaliação de efluentes industriais. Como principal produto do projeto proposto deve-se mencionar o estabelecimento de uma linhagem geneticamente modificada de D. rerio que poderá ser utilizada como modelo animal para avaliar problemas de poluição aquática. As variáveis que foram selecionadas garantem a capacidade de resposta do sistema biológico frente a distintos tipos de poluentes, já que os elementos de respostas antioxidantes estão presentes nas regiões promotoras de genes que codificam para proteínas de interesse toxicológico como são a glutamato-cisteína ligase, a glutationa-S-transferase e metalotioneínas...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Tarsila Barros Moraes - Integrante / Lílian Lund Amado - Integrante / Micheli Rosa de Castro - Integrante / Luis Fernando Marins - Integrante / Daniela Martí Barros - Integrante / Luciane Cougo dos santos - Integrante / Josencler luis Ribas Ferreira - Integrante / Daniela Volcan Almeida - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.
2005 - 2006
Respostas antioxidantes mediadas pela glutationa após exposição ao arsênio no peixe Danio rerio (Cyprinidae)
Descrição: O arsênio (As), um metalóide abundantemente distribuído na natureza, é um poluente despejado no ambiente aquático principalmente por processos agrícolas e industriais, podendo ocorrer de formas químicas diferentes. Os principais efeitos tóxicos do As são: inibição da respiração mitocondrial, competição com o fosfato durante a fosforilação oxidativa, inibição das enzimas de reparo de DNA, diminuição nas defesas antioxidantes, diminuição na atividade de algumas enzimas mitocondriais e oxidação de proteínas. O As pode acarretar um aumento na geração de espécies reativas de oxigênio. Um aumento nestas espécies sem a compensação dos mecanismos de defesa antioxidantes pode gerar uma situação de estresse oxidativo. Dentre as defesas antioxidantes não enzimáticas pode-se destacar a glutationa reduzida (GSH), um tripeptídeo composto por glutamato, cisteína e glicina. A enzima glutamato cisteína ligase é o passo limitante para a síntese da GSH. A GSH é conhecida por ser um dos mais importantes antioxidantes celulares e está diretamente ligada ao metabolismo do As no organismo para que este possa ser metilado. Hoje, esta também é considerada um processo de ativação da toxicidade do As, visto que metabólitos orgânicos intermediários que possuem As na sua forma trivalente (AsIII) são mais citotóxicos e mais genotóxicos que o As na sua forma inorgânica, que são consideradas as formas químicas mais tóxicas. O objetivo geral deste trabalho é avaliar o papel da glutationa nas respostas toxicológicas mediadas pela glutationa num organismo aquático, Danio rerio (Pisces, Cyprinidae) quando exposto ao As. Pretende-se também avaliar a expressão do gene que codifica a subunidade catalítica da GCL, determinar a atividade das enzimas glutamato cisteína ligase (GCL), glutationa redutase (GR) e glutationa-S-transferase, verificar os níveis de glutationa reduzida (GSH) e glutationa oxidada (GSSG), determinar a concentração de espécies reativas de oxigênio (ERO) e avaliar dano oxidativo...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador.
2004 - 2007
Propriedades antioxidantes do muco secretado por Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae): uma defesa contra poluentes ambientais?
Descrição: Muitas espécies de poliquetos como Laeonereis acuta (Nereididae) normalmente secretam grandes quantidades de muco, o qual envolve o animal. Levando em conta que a ação de fungos no sedimento e radiação UV agindo na matéria orgânica dissolvida na água produz espécies reativas de oxigênio (ERO) como peróxido de hidrogênio (H2O2), foi considerado que a secreção de muco poderia representar uma defesa antioxidante contra espécies reativas de oxigênio provenientes do ambiente. As tocas de L. acuta são em forma de U ou de I e recobertas por um delgado filme de muco, o qual se sabe que possui propriedades antioxidantes. Assim, essas características poderiam ajudar os poliquetos em várias situações de estresse. Por exemplo, solos contaminados podem aumentar a acumulação de poluentes nos tecidos e alterar a atividade de enzimas antioxidantes e os níveis de peroxidação lipídica. Levando em conta o enunciado anteriormente, o presente projeto visa: (1) avaliar se a colonização de bactérias na secreção mucosa de L. acuta é responsável pela reconhecida capacidade antioxidante do muco; (2) avaliar o nível de proteção exercido pelo muco no processo de oxidação de proteínas induzida por oxidantes e poluentes de relevância ambiental (H2O2 e arsênio); (3) avaliar a influência da secreção mucosa em reduzir a toxicidade de poluentes ambientais como o arsênio. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Integrante / José María Monserrat - Coordenador / Josencler luis Ribas Ferreira - Integrante.
2003 - 2008
Influência de fatores ambientais e de poluição no balanço pró e antioxidante em populações de Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae)
Descrição: Bolsa de produtividade do CNPq (nível II). O projeto visa analisar diferentes respostas antioxidantes e de estresse oxidativo em organismos estuarinos aquáticos (Laeonereis acuta, Polychaeta), considerando fatores ambientais que possam induzir estresse oxidativo e fatores de poluição por metais como o cádmio e o arsênio. As respostas que estão sendo estudadas incluem respostas antioxidantes enzimáticas, capacidade antioxidante total, acumulação subcelular de metais como o cádmio, e expressão de genes que codificam proteínas de interesse toxicológico como metalotioneínas e glutamato cisteína ligase. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliane Ventura Lima - Coordenador / Marlize Fereira Cravo - Integrante / Juliana Zomer Sandrini - Integrante / José María Monserrat - Integrante / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Tarsila Barros Moraes - Integrante / Daiane Acosta - Integrante / Josencler luis Ribas Ferreira - Integrante / Carlos eduardo da Rosa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de extensão


2013 - 2015
Nanotoxicologia
Descrição: Curso On-line na modalidade ?a distância? sobre Nanotoxicologia. Os objetivos da proposta são divulgar o estado da arte da nanotoxicologia e transferir o conhecimento gerado pelo grupo da Rede de Nanotoxicologia (Edital MCTI CNPq 17/2011) a través desta ação. O curso é oferecido através da Plataforma Moodle da Secretaria de Educação a Distancia da FURG. O curso é dirigido as/aos profissionais da educação básica e aos/as universitários/as dos cursos de licenciatura em Física, Ciências Habilitação em Biologia, Ciências Habilitação em Química ou áreas afins do Brasil e latino América já que será oferecido em duas línguas português e espanhol...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2015
Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José María Monserrat em 22/06/2016.
Descrição: urso internacional (oferecido em português e espanhol)dirigido as/aos profissionais da educação fundamental e média e aos/as universitários/as dos cursos de licenciatura em Física, Ciências Habilitação em Biologia, Ciências Habilitação em Química ou áreas afins. O Curso Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia na modalidade a distancia oferecerá a profissionais da Educação o conhecimento básico e atualizado sobre estas áreas da ciência. Na modalidade de Educação a Distancia através da Plataforma Moodle com o objetivo de possibilitar o acesso a este curso de professores de todo o Brasil e Latino-americana..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Universidade Federal do Rio Grande


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Journal Of The Brazilian Society Of Ecotoxicology
2010 - Atual
Periódico: Food and Chemical Toxicology
2011 - Atual
Periódico: Archives of industrial hygiene and toxicology
2012 - Atual
Periódico: Journal of Biomaterials and Tissue Engeneering JBT
2012 - Atual
Periódico: Environmental Science and Pollution Research (ESPR)
2013 - Atual
Periódico: Environmental Pollution (1987)
2014 - Atual
Periódico: Chemosphere (Oxford)
2015 - Atual
Periódico: Ecological Contamination
2015 - Atual
Periódico: Ecological Contamination
2015 - Atual
Periódico: Ecological Indicators
2016 - Atual
Periódico: Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada/Especialidade: Estresse Oxidativo.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Comparada/Especialidade: Toxicologia Aquática.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Nanotoxicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2011
Certificado de honra ao mérito pelo trabalho: " Fullerene (C60) actions upon spatial memory oxidative stress and BDNF levels: effects related to particles size, Federação de Sociedades de Biologia Experimental-FeSBE.
2011
Artigo entre os 10 mais citados nos últimos 5 anos na CBP. Pollution biomarkers in estuarine organisms: critical review and new perspectives, Comparative Biochemistry and Physiology.
2009
Artigo entre os 25 mais baixados intitulado: "Effects of arsenic (As) exposure on the antioxidant status of gills of the zebrafish Danio rerio (Cyprinidae), Comparative Biochemistry and Phisiology, Part C.
2009
Artigo entre os 25 mais baixados na CBP. Pollution biomarkers in estuarine organisms: criticlal review and new perspectives, Comparative Biochemistry and Physiology.
2008
Concessão de bolsa de doutorado sanduíche no exterior (Itália) com a aprovação do projeto na área de ciências ambientais (processo nº 200603/2008-6), CNPq.
2008
Mención Especial en Modalidad Poster, II congreso Argentino de la sociedad de Toxicología y Química Ambiental (SETAC).
2007
Prêmio Russel Baudinette pelo trabalho "The effect of arsenic exposure on the antioxidant system of the fish Danio rerio (Cypridinae), Seventh International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry.
2006
Artigo dentre os 25 mais baixados: Pollution biomarkers in estuarine animals: Critical review and new perspectives, Comparative Biochemistry and Physiology Part C: Toxicology & Pharmacology.
2006
Honra ao Mérito, Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FESBE).


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS
Total de trabalhos:15
Total de citações:339
Ventura-Lima  Data: 03/08/2015

Outras
Total de trabalhos:17
Total de citações:361
Ventura-Lima  Data: 03/08/2015

Artigos completos publicados em periódicos

1.
KRAEMER, ÂNDREA BARBOSA2018KRAEMER, ÂNDREA BARBOSA ; PARFITT, GUSTAVO MORRONE ; ACOSTA, DAIANE DA SILVA ; BRUCH, GISELE EVA ; CORDEIRO, MARCOS FREITAS ; MARINS, LUIS FERNANDO ; VENTURA-LIMA, JULIANE ; MONSERRAT, JOSÉ MARIA ; BARROS, DANIELA MARTÍ . Fullerene (C60) particle size implications in neurotoxicity following infusion into the hippocampi of Wistar rats. TOXICOLOGY AND APPLIED PHARMACOLOGY, v. 338, p. 197-203, 2018.

2.
FERNANDES, AMANDA LUCENA2018FERNANDES, AMANDA LUCENA ; NASCIMENTO, JEFFERSON PATRÍCIO ; SANTOS, ADELINA PINHEIRO ; FURTADO, CLASCÍDIA APARECIDA ; ROMANO, LUIS ALBERTO ; EDUARDO DA ROSA, CARLOS ; MONSERRAT, JOSÉ MARIA ; VENTURA-LIMA, JULIANE . Assessment of the effects of graphene exposure in Danio rerio : A molecular, biochemical and histological approach to investigating mechanisms of toxicity. CHEMOSPHERE, v. x, p. xx, 2018.

3.
LOBATO, R. O.2018LOBATO, R. O. ; CRUZ, L. ; JOSENDE, M. E. ; TAVARES, P. B. ; WASIELESKY, W. ; MACIEL, F. E. ; Ventura-Lima, J . Lipoic acid modulates energetic metabolism and antioxidant defense systems in Litopenaeus vannamei under hypoxia/reoxygenation conditions. AQUACULTURE, v. 497, p. 396-404, 2018.

4.
LOBATO, ROBERTA DE OLIVEIRA2018LOBATO, ROBERTA DE OLIVEIRA ; MANSKE NUNES, SILVANA ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; WASIELESKY, WILSON ; MONSERRAT, JOSÉ M. ; EVERTON MACIEL, FÁBIO ; VENTURA-LIMA, JULIANE . The effect of diet enriched with lipoic acid in the accumulation and metabolization of metals in different organs of Litopenaeus vannamei. AQUACULTURE RESEARCH, v. 00, p. 1-9, 2018.

5.
MANSKE NUNES, SILVANA2018MANSKE NUNES, SILVANA ; JOSENDE, MARCELO ESTRELLA ; GONZÁLEZ-DURRUTHY, MICHAEL ; PIRES RUAS, CAROLINE ; GELESKY, MARCOS ALEXANDRE ; ROMANO, LUIS ALBERTO ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, JOSÉ MARIA ; VENTURA-LIMA, JULIANE . Different crystalline forms of titanium dioxide nanomaterial (rutile and anatase) can influence the toxicity of cooper in golden mussel Limnoperna fortunei?. AQUATIC TOXICOLOGY, v. 205, p. 182-191, 2018.

6.
Nunes, S.M2017Nunes, S.M ; JOSENDE, M. E. ; GELESKY, M. ; RUAS, C. ; SILVA JUNIOR, F. M. R. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Biochemical responses induced by co-exposition to arsenic and titanium dioxide nanoparticles in the estuarine polychaete Laeonereis acuta. TOXICOLOGY, v. x, p. in press, 2017.

7.
FERNANDES, A. L.2017FERNANDES, A. L. ; JOSENDE, M. E. ; NASCIMENTO, J. ; SAHOO, S. ; SANTOS, A. ; SILVA JUNIOR, F. M. R. ; ROMANO, L. A. ; FURTADO, C. A. ; WASIELESKY, W. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Exposure to few-layers graphene through diet induces oxidative stress and histological changes in the marine shrimp Litopenaeus vannamei.. Toxicology Research, v. xx, p. xxx-xxx, 2017.

8.
MONSERRAT, José María2017MONSERRAT, José María ; SEIXAS, A. ; CRAVO, Marlize Ferreira ; BURGUER-MENDONCA, M. ; GARCIA, S. ; KAUFMANN JR, G. ; Ventura-Lima, J . Interference of single walled carbon nanotubes (SWCNT) in the measurement of lipid peroxidation in aquatic organisms through TBARS assay. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 140, p. 103-108, 2017.

9.
GONZÁLEZ-DURRUTHY, MICHAEL2017GONZÁLEZ-DURRUTHY, MICHAEL ; CASTRO, MICHELI ; NUNES, SILVANA MANSKE ; VENTURA-LIMA, JULIANE ; ALBERICI, LUCIANE C. ; NAAL, ZEKI ; ATIQUE-SAWAZAKI, DAVID T. ; CURTI, CARLOS ; RUAS, CAROLINE PIRES ; GELESKY, MARCOS A. ; ROY, KUNAL ; GONZÁLEZ-DÍAZ, HUMBERTO ; MONSERRAT, JOSÉ M. . QSPR/QSAR-based Perturbation Theory approach and mechanistic electrochemical assays on carbon nanotubes with optimal properties against mitochondrial Fenton reaction experimentally induced by Fe2+-overload. CARBON, v. 115, p. 312-330, 2017.

10.
CORDEIRO, L.2016CORDEIRO, L. ; MULLER, L. ; GELESKY, M. ; WASIELESKY, W. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Evaluation of coexposure to inorganic arsenic and titanium dioxide nanoparticles in the marine shrimp Litopenaeus vannamei. Environmental Science and Pollution Research, v. 23, p. 1214-1223, 2016.

11.
GALHO, A. R.2016GALHO, A. R. ; CORDEIRO, M. ; RIBEIRO, S. ; MARQUES, M. ; ANTUNES, M. F. ; LUZ, D. ; HADRICH, G. ; BAISCH, A. L. ; BARROS, D. M. ; Ventura-Lima, J ; DORA, C. ; HORN, A. P. . Protective role of free and quercetin-loaded nanoemulsion against damage induced by intracerebral haemorrhage in rats. NANOTECHNOLOGY, v. 27, p. 175101, 2016.

12.
2MONSERRAT, J.M.2014MONSERRAT, J.M. ; GARCIA, M.L. ; VENTURA-LIMA, J. ; GONZÁLEZ, M. ; BALLESTEROS, M.L. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; AMÉ, M.V. ; WUNDERLIN, D.A. . Antioxidant, phase II and III responses induced by lipoic acid in the fish Jenynsia multidentata (Anablapidae) and its influence on endolsulfan accumulation and toxicity. Pesticide Biochemistry and Physiology, v. 108, p. 8-15, 2014.

13.
1KÜTTER, M.T.2014KÜTTER, M.T. ; ROMANO, L.A. ; VENTURA-LIMA, J. ; TESSER, M.B. ; MONSERRAT, J.M. . Antioxidant and toxicological effects elicited by alpha-lipoic acid in aquatic organisms. Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 162, p. 70-76, 2014.

14.
LOBATO, ROBERTA OLIVEIRA2013LOBATO, ROBERTA OLIVEIRA ; NUNES, SILVANA MANSKE ; WASIELESKY, WILSON ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, JOSÉ MARÌA ; VENTURA-LIMA, JULIANE . The role of lipoic acid in the protection against of metallic pollutant effects in the shrimp Litopenaeus vannamei (Crustacea, Decapoda). Comparative Biochemistry and Physiology. Part A, Molecular & Integrative Physiology, v. 165, p. 491-497, 2013.

15.
5ACOSTA, C.2012ACOSTA, C. ; CHAVES, Isabel Soares ; Ventura-Lima, J ; FERREIRA, J. L. R. ; FERRAZ, L. ; CARVALHO, L. M. ; MONSERRAT, José María . In vitro evaluation of co-exposure of arsenium and an organic nanomaterial (fullerene, C60) in zebrafish hepatocytes. Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 155, p. 206-212, 2012.

16.
4ACOSTA, D.2012ACOSTA, D. ; KNEIP, F. ; Ventura-Lima, J ; MONSERRAT, José María ; GERACITANO, Laura Alicia . Fullerene and omega-3 and omega-6 fatty acids on fish brain antioxidant status. Fish Physiology and Biochemistry, p. 1477-1481, 2012.

17.
8Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE2011Ventura-Lima, J; BOGO, M. R. ; MONSERRAT, José María . Arsenic toxicity in mammals and aquatic animals: A comparative biochemical approach. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 74, p. 211-218, 2011.

18.
7RICHETTI, S.K2011RICHETTI, S.K ; ROSEMBERG, D, B ; Ventura-Lima, J ; MONSERRAT, José María ; BOGO, M. R. ; BONAN, D. . Acetylcholinesterase activity and antioxidant capacity of zebrafish brain is altered by heavy metal exposure. Neurotoxicology (Park Forest South), v. 32, p. 116-122, 2011.

19.
6Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE2011 Ventura-Lima, J; RAMOS, P. B. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; FERRAZ, L. ; CARVALHO, L. M. ; MONSERRAT, José María . Accumulation, biotransformation, and biochemical responses after exposure to arsenite and arsenate in the estuarine polychaete Laeonereis acuta (Nereididae). Environmental Science and Pollution Research International, v. 18, p. 1270-1278, 2011.

20.
10DIAZ-JARAMILLO, M.2010DIAZ-JARAMILLO, M. ; FERREIRA, J. L. R. ; AMADO, Lílian Lund ; Ventura-Lima, J ; ROCHA, A. M. ; RETAMAL, M. R. ; URRUTIA, R. ; BERTRAN, C. ; BARRA, R. ; MONSERRAT, José María . Biomonitoring of antioxidant and oxidative stress responses in Perinereis gualpensis (Polychaeta: Nereididae) in Chilean estuarine regions under different anthropogenic pressure. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 73, p. 515-523, 2010.

21.
11Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE2009 Ventura-Lima, J; CASTRO, M. R. ; ACOSTA, D. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; CARVALHO, L. M. ; BOHER, D. ; GERACITANO, Laura Alicia ; BARROS, D. M. ; MARINS, L. F. ; MONSERRAT, José María . Effects of arsenic (As) exposure on the antioxidant status of gills of the zebrafish Danio rerio (Cyprinidae). Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 149, p. 538-543, 2009.

22.
13CRAVO, Marlize Fereira2009CRAVO, Marlize Fereira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; AMADO, Lílian Lund ; GERACITANO, Laura Alicia ; REBELO, Mauro ; BIANCHINI, Adalto ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in different body regions of the polychaeta Laeonereis acuta (Nereididae) exposed to copper. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 72, p. 388-393, 2009.

23.
9CASTRO, M. R.2009CASTRO, M. R. ; Ventura-Lima, J ; SALOMAO, D. ; VALENTE, R. S. ; DUMMER, N. ; AGUIAR, R. B. ; SANTOS, L. C. ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . Behavioral and neurotoxic effects of arsenic exposure in zebrafish (Danio rerio, Teleostei: Cyprinidae). Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 150, p. 337-342, 2009.

24.
12Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE2009 Ventura-Lima, J; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, José María . Effects of different inorganic arsenic species in Cyprinus carpio (Cyprinidae) tissues after short-time exposure: Bioaccumulation, biotransformation and biological responses. Environmental Pollution (1987), v. 157, p. 3479-3484, 2009.

25.
15SANDRINI, Juliana Zomer2008SANDRINI, Juliana Zomer ; Ventura-Lima, J ; REGOLI, Francesco ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; MARINS, Luis Fernando F ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after cadmium exposure. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 70, p. 115-120, 2008.

26.
14MONSERRAT, José María2008MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J ; FERREIRA, J. L. R. ; ACOSTA, D. ; Garcia, M.L ; RAMOS, P. B. ; MORAES, Tarsila Barros ; SANTOS, L. C. ; AMADO, Lílian Lund . Modulation of antioxidant and detoxification responses mediated by lipoic acid in the fish Corydoras paleatus (Callychthyidae). Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 148, p. 287-292, 2008.

27.
17Ventura-Lima, J;VENTURA-LIMA, J.;VENTURA-LIMA, JULIANE;VENTURA LIMA, JULIANE2007 Ventura-Lima, J; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; PIEDRAS, Fernanda Reinhardt ; MORAES, Tarsila Barros ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; REGOLI, Francesco ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Toxicological responses in Laeonereis acuta (annelida, polychaeta) after arsenic exposure. Environment International, v. 33, p. 559-564, 2007.

28.
16MONSERRAT, José María2007MONSERRAT, José María ; MARTÍNEZ, Pablo Elias ; GERACITANO, Laura Alicia ; AMADO, Lílian Lund ; MARTINS, Camila Martinez Gaspar ; PINHO, Grasiela Ll ; CHAVES, Isabel Soares ; CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; BIANCHINI, Adalto . Pollution biomarkers in estuarine animals: Critical review and new perspectives. Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology, v. 146, p. 221-234, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
Ventura-Lima, J; ROCHA, A. M. ; CRAVO, Marlize Ferreira ; SEIXAS, A. ; ACOSTA, C. ; CHAVES, Isabel Soares ; FERREIRA, J. L. R. ; LETTS, R. E. ; CORDEIRO, L. ; GOUVEIA, G. R. ; MONSERRAT, J.M. . Nanoecotoxicology in fish species. In: Ciro Alberto de Oliveira Ribeiro; Eduardo Alves Almeida. (Org.). Pollution and fish health in tropical ecosystems. 1ed.: CRC press, 2014, v. , p. 312-337.

2.
ROCHA, A. M. ; COSTA, C. ; FERREIRA, J. L. R. ; SEIXAS, A. ; LETTS, R. E. ; CHAVES, Isabel Soares ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J ; BACCHETTA, C. . Ecotoxicological risks of nanomaterials. Exploring Themes on Aquatic Toxicology. 1ed.Kerala: Research Signpost, 2013, v. 1, p. 1-147.

3.
MONSERRAT, José María ; LETTS, R. E. ; FERREIRA, J. L. R. ; Ventura-Lima, J ; AMADO, Lílian Lund ; ROCHA, A. M. ; GORBI, S. ; BOCCHETTI, R. ; BENEDETTI, M. ; REGOLI, Francesco . Biomarkers of oxidative stress: benefits and drawbacks for their application in biomonitoring of aquatic environments. In: Doris Abele; José Pablo Vázques-Medina; Tania Zenteno-Savín. (Org.). Oxidative stress in aquatic ecosystem. 1ed.: Jonh Wiley & Sons Ltd., 2011, v. 1, p. 317-326.

4.
Ventura-Lima, J; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; MONSERRAT, José María ; REGOLI, Francesco . Bioaccumulation Patterns and Biological Effects of Arsenic in Aquatic Organisms. In: Jack D. Gosselin, Ike M. Fancher. (Org.). Environmental Health Risks (ISBN 978160741781)1. New York: Nova Science Publishers, 2009, v. , p. -.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Nunes, S.M ; JOSENDE, M. E. ; TAVARES, P. B. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Respostas toxicológicas induzidas pela coexposição a diferentes formas cristalinas do nanomaterial dióxido de titânio (rutila e anatase) e cobre no mexilhão dourado Limnoperna fortunei.. In: 16a Mostra de Produção Universitária, 2017, Rio Grande. 16a Mostra de Produção Universitária (MPU), 2017.

2.
NUNES, S. M. ; JOSENDE, M. E. ; RUAS, C. ; ROMANO, L. A. ; GELESKY, M. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . ucus formation and absence of histological changes after coexposure of the nanomaterial titanium dioxide and copper in Limnoperna fortunei. In: 12 Setac Latin America Biennial Meeting, 2017, Santos. 12 Setac Latin America Biennial Meeting, 2017, 2017.

3.
Nunes, S.M ; JOSENDE, M. E. ; RUAS, C. ; FATTORINI, D. ; REGOLI, F. ; GELESKY, M. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Biochemical responses induced by coexposure of the nanomaterial titanium dioxide (rutile and anatase) and copper in Limnoperna fortunei. In: 12 Setac Latin America Biennial Meeting, 2017, Santos. 12 Setac Latin America Biennial Meeting, 2017, 2017. v. 1. p. 118-118.

4.
SOPEZKI, M. ; JOSENDE, M. E. ; CRUZ, L. ; YUNES, J. S. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J ; ZANETTE, J. . Effects caused by Microcystin-LR and a cyanobacterial lysate containing [D-Leu1] MC-LR on nematode Caenorhabditis elegans. In: CBTox XX Congresso Brasileiro de Toxicologia,, 2017, Goiânia. XX Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2017, 2017. v. 1.

5.
FERNANDES, A. L. ; LOBATO, R. O. ; ROMANO, L. A. ; TAVARES, P. B. ; Ventura-Lima, J . Avaliação dos efeitos do nanomaterial grafeno em diferentes tecidos do peixe Danio rerio (Cyprinidae): uma abordagem molecular e histológica. In: XVI Congresso brasileiro de Ecotoxicologia, 2016, Curitiba. XVI Congresso brasileiro de Ecotoxicologia, 2016.

6.
TAVARES, P. B. ; LOBATO, R. O. ; Ventura-Lima, J . Suplementação de ácido lipóico através da ração no camarão branco Litoopenaeus vannamei como estratégia de quimioprevenção contra os efeitos do cobre. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2016, Curitiba. XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2016.

7.
TAVARES, P. B. ; FERNANDES, A. L. ; Ventura-Lima, J . Alterações moleculares e histológicas no Danio rerio (Cyprinidae). In: 15a Mostra de Produção Universitária, 2016, Rio Grande. 15a Mostra de Produção Universitária, 2016.

8.
NUNES, S. M. ; JOSENDE, M. E. ; TAVELLA, R. A. ; RODRIGUES, F. M. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Biochemical responses induced by co-exposition to arsenic and titanium dioxide nanoparticles in the estuarine polychaeta Laeonereis acuta. In: 9th Congress of Toxicology in Developing Countries-CTDC9/ XIX Congresso Brasileiro de Toxicologia-CBTox, 2015, Natal. 9th Congress of Toxicology in Developing Countries-CTDC9/XIX Congresso Brasileiro de Toxicologia CBTox, 2015.

9.
FERNANDES, A. L. ; JOSENDE, M. E. ; ROMANO, L. A. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Oxidative stress and cellular alterations in different tissues of Litopenaeus vannamei induced by graphene exposure. In: 9th Congress of Toxicology in Developing Countries-CTDC9/XIX Congresso Brasileiro de Toxicologia-CBTox, 2015, Natal. 9th Congress of Toxicology in Developing Countries-CTDC9/XIX Congresso Brasileiro de Toxicologia-CBTox, 2015.

10.
FERNANDES, A. L. ; JOSENDE, M. E. ; Ventura-Lima, J . EVALUATION OF GRAPHENE EFFECTS THROUGH OF DIET IN DIFFERENT TISSUES OF Litopeneaus vannamei (CRUSTACEA, DECAPODA). In: 1º Congresso Latino-americano de toxicologia Clínico laboratorial, 2014, Porto Alegre. TOXI LATIN 2014, 2014.

11.
LOBATO, R. O. ; MACHADO, R. ; MULLER, L. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . EFFECTS OF NANOMATERIAL GRAPHENE OXIDE IN MUSCLE, GILLS AND HEPATOPANCREAS OF PACIFIC WHITE SHRIMP Litopenaeus vannamei (CRUSTACEA, DECAPODA).. In: 1º Congresso Latino-americano de toxicologia Clínico laboratorial, 2014, Porto Alegre. TOXI LATIN 2014, 2014.

12.
CORDEIRO, L. ; MULLER, L. ; MACHADO, R. ; MONSERRAT, J.M. ; Ventura-Lima, J . EFFECTS OF ARSENIC AND NANO TITANIUM DIOXIDE AND THEIR TOXICOLOGICAL INTERACTIONS IN Litopenaeus vannamei (CRUSTACEA, DECAPODA) FROM THE PERSPECTIVE OF THE GENERATION OF REACTIVE OXYGEN SPECIES. In: 1º Congresso Latino-americano de toxicologia Clínico laboratorial, 2014, Porto Alegre. TOXI LATIN 2014, 2014.

13.
LOBATO, R. O. ; JOSENDE, M. E. ; LIMA, I. L. O. ; TAVARES, P. B. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . A influência do antioxidante ácido lipóico na acumulação e metabolização do arsênio no camarão branco Litopenaeus vannamei. In: Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, Guarapari. XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia- ECOTOX, 2014.

14.
LOBATO, R. O. ; MACHADO, R. ; MULLER, L. ; MONSERRAT, J.M. ; Ventura-Lima, J . Respostas bioquímicas induzidas pelo nanomaterial óxido de grafeno em hepatopâncreas e brânquias do camarão branco Litopenaeus vannamei.. In: Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, Guarapari. XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia- ECOTOX, 2014.

15.
FERNANDES, A. L. ; JOSENDE, M. E. ; FURTADO, C. A. ; NASCIMENTO, J. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDO PELA EXPOSIÇÃO AO GRAFENO ATRAVÉS DA DIETA EM DIFERENTES TECIDOS DO CAMARÃO Litopenaeus vannamei (CRUSTÁCEA, DECÁPODA).. In: Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, Guarapari. XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia- ECOTOX, 2014.

16.
LOBATO, R. O. ; MACHADO, R. ; MULLER, L. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . EFFECTS OF NANOMATERIAL GRAPHENE OXIDE IN MUSCLE, GILLS AND HEPATOPANCREAS OF PACIFIC WHITE SHRIMP Litopenaeus vannamei (CRUSTACEA, DECAPODA).. In: Escola de altos estudos em Toxicologia: Avanços tecnológicos voltados à Toxicologia e a Saúde, 2014, Porto Alegre. Escola de altos estudos em Toxicologia: Avanços tecnológicos voltados à Toxicologia e a Saúde, 2014.

17.
FERNANDES, A. L. ; JOSENDE, M. E. ; NASCIMENTO, J. ; FURTADO, C. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . efeitos da exposição crônica ao grafeno no camarão branco do Pacífico Litopenaeus vannamei (Crustacea; Decapoda). In: 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014, Belo Horizonte. 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014.

18.
LOBATO, R. O. ; MULLER, L. ; MACHADO, R. ; NASCIMENTO, J. ; FURTADO, C. A. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Efeitos bioquímicos da exposição via dieta do nanomaterial óxido de grafeno em hepatopâncreas e brânquias em Litopenaeus vannamei. In: 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014, Belo Horizonte. 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014.

19.
JOSENDE, M. E. ; NASCIMENTO, J. ; FURTADO, C. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . A formação de espécies reativas dde oxigênio em diferentes tecidos do Litopenaeus vannamei. In: 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014, Belo Horizonte. 5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono, 2014.

20.
SILVA, N. T. ; LOBATO, R. O. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Avaliação dos efeitos bioquímicos de nanotubo de carbono suplementados na dieta do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustácea; Decapoda). In: III Congreso Uruguayo de Zoología, 2014, Montevideo. III Congreso Uruguayo de Zoología, 2014.

21.
LOBATO, R. ; MACHADO, R. ; FURTADO, C. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Biological effects induced by graphene oxide exposure through diet in different tissue of white shrimp Litopenaeus vannamei Crustacea; Decapoda).. In: Graphene Brazil, 2013, Búzios. Graphene Brazil, 2013.

22.
LOBATO, R. O. ; Nunes, S.M ; MACHADO, R. ; APOLINARIO, J. ; NASCIMENTO, J. ; FURTADO, C. ; WASIELESKY, W. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Avaliação da produção de espécies reativas de oxigênio após exposição ao óxido de grafeno através da dieta em brânquias e hepatopâncreas de Litopenaeus vannamei. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012, Porto de Galinhas. Ecotox 2012-O desafio da sustentabilidade, 2012.

23.
LOBATO, R. O. ; Nunes, S.M ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . A suplementação de ácido lipóico através da ração do camarão branco Litopenaeus vannamei como estratégia de quimioprevenção contra contaminantes inorgânicos. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012, Porto de Galinhas. Ecotox 2012-O desafio da sustentabilidade, 2012.

24.
LOBATO, R. ; MACHADO, R. ; APOLINARIO, J. ; NASCIMENTO, J. ; FURTADO, C. ; WASIELESKY, W. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Avaliação da exposição ao óxido de grafeno em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustacea, Decapoda). In: 4º Encontro do INCT de Nanomateriais de Carbono, 2012, Goiânia. 4º Encontro do INCT de Nanomateriais de Carbono, 2012.

25.
LOBATO, R. ; NUNES, S. M. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Lipoic acid as chemoprevention strategy against inorganic contamination in Litopenaeus vannamei (Crustacea; decapoda). In: Primer Congreso Internacional del Estrés Oxidativo en ecosistemas acuáticos, 2012, Los Cabos. Primer Congreso Internacional del Estrés Oxidativo en ecosistemas acuáticos, 2012.

26.
LOBATO, R. O. ; NUNES, S. M. ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . O ácido lipóico como estratégia de quimioprevenção contra os efeitos do cádmio e arsênio no camarão branco Litopenaeus vannamei. In: XVII Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2011, Ribeirão Preto. XVII Congresso Brasileiro de Toxicologia 2011. Ribeirão Preto, 2011.

27.
BOSCO, L. D. ; KRAEMER, ; Parfitt, G ; ACOSTA, D. ; Ventura-Lima, J ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . Fullerene (C60) actions upon spatial memory, oxidative stress and BDNF levels: Effects related to particles size. In: XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 2011, Rio de Janeiro. XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 2011.

28.
BOSCO, L. D. ; KRAEMER, ; Parfitt, G ; ACOSTA, D. ; Ventura-Lima, J ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . Fullerene (C60) actions upon spatial memory, oxidative stress and BDNF levels: Effects related to particles size. In: 6º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos & 3º Encontro do INCT de Nanomateriais de Carbono, 2011, Santa Maria. 6º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos & 3º Encontro do INCT de Nanomateriais de Carbono, 2011.

29.
Ventura-Lima, J; RAMOS, P. B. ; MONSERRAT, José María . Comparação da toxicidade de espécies inorgânicas de arsênio no poliquetos Laeonereis acuta (Nereididae). In: IX Congress of the Society of Environmental Toxicology and Chemistry in Latin America., 2009, Lima, Peru. II Peruvian Congress of Ecotoxicology and Environmental Chemistry: "Ecotoxicology and Social Responsability", 2009.

30.
Ventura-Lima, J; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; MONSERRAT, José María . Effects of different inorganic arsenic species in Cyprinus carpio (Cyprinidae) tissues after short-time exposure: bioaccumulation, biotransformation and biological responses. In: IX Congress of the Society of Environmental Toxicology and Chemistry in Latin American, 2009, Lima, Peru. II Peruvian Congress of ecotoxicology and Environmental Chemistry: " Ecotoxicology and Social Responsability", 2009.

31.
CASTRO, M. R. ; DUMMER, N. ; Ventura-Lima, J ; MONSERRAT, José María ; GERACITANO, Laura Alicia ; FILLMANN, G. ; BARROS, D. M. . O efeito neurotóxico de um composto emergente em nanotecnologia, Fulereno (C) em rattus novergicus (Mammalia: rodentia). In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2008, Bento Gonçalves. X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2008.

32.
CASTRO, M. R. ; SALOMAO, D. ; Ventura-Lima, J ; SANTOS, L. C. ; VALENTE, R. S. ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . One-trial inhibitory avoidance in zebrafish, danio rerio (Cypridinae): an aparatus to evaluate conditioning bahavior. In: 14th International symposium Pollutant Responses in Marine Organisms, 2007, Florianópolis. Pollutant Responses in Marine Organisms (PRIMO). Florianópolis, 2007. p. 222-222.

33.
CASTRO, M. R. ; Ventura-Lima, J ; ACOSTA, D. ; DRUMER, N. S. ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . Behavioral and neurotoxic effect of arsenic exposure in zebrafish (Danio rerio, Cypridinae). In: 14th Intenational Symposium Pollutant Responses in Marine Organsims, 2007, Florianópolis. Pollutant Responses in Marine Organsims (PRIMO 14). Florianópolis, 2007. p. 222-222.

34.
Ventura-Lima, J; CASTRO, M. R. ; ACOSTA, D. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; CARVALHO, L. M. ; BOHER, D. ; GERACITANO, Laura Alicia ; BARROS, D. M. ; MARINS, L. F. ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses mediated by glutathione after arsenic exposure in the fish Danio rerio (Cypridinae). In: 14th International Symposium Pollutant Responses in Marine Organisms, 2007, Florianópolis. Pollutant Responses in Marine Organisms (PRIMO 14). Florainópolis, 2007. p. 133-133.

35.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; GERACITANO, Laura Alicia ; REBELO, Mauro ; MONSERRAT, José María . Antioxidant defenses and oxidative damage in the different body regions of the estuarine polychaeta Laeonereis acuta exposed to copper. In: 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry, 2007, Salvador. 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry(ICCPB). Salvador, 2007. v. 148A. p. S74-S74.

36.
Ventura-Lima, J; CASTRO, M. R. ; ACOSTA, D. ; FATTORINI, Daniele ; REGOLI, Francesco ; CARVALHO, L. M. ; BOHER, D. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . The effect of arsenic exposure on the antioxidant system of the fish Danio rerio (Cypridinae). In: 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry, 2007, Salvador. 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry (ICCPB). Salvador, 2007. v. 148A. p. S72-S72.

37.
CASTRO, M. R. ; Ventura-Lima, J ; DRUMER, N. S. ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . Toxicological effects of arsenic in the brain of zebrafish (Danio rerio, Cypridinae). In: 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry, 2007, Salvador. 7th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry (ICCPB). Salvador, 2007. v. 148A. p. S76-S76.

38.
CASTRO, M. R. ; Ventura-Lima, J ; DRUMER, N. S. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; MARINS, L. F. ; BARROS, D. M. . Efeito do arsênio sobre o aprendizado condicionado e parâmetros bioquímicos em zebrafish (Danio rerio).. In: XXII Reunião Anual da FeSBE- Federação de Sociedades de BIologia Experimental, 2007, Águas de Lindóia-SP. XXII Reunião Anual da FeSBE- Federação de Sociedades de BIologia Experimental, 2007.

39.
CASTRO, M. R. ; SALOMAO, D. ; ACOSTA, D. ; Ventura-Lima, J ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . O Arsênio e a Memória em Paulistinha (Danio rerio). In: ECOTOX 2006, 2006, São Pedro. IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. São Paulo: Vida e Consciência, 2006. p. 40-40.

40.
CRAVO, Marlize Fereira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; GERACITANO, Laura Alicia ; REBELO, Mauro ; MONSERRAT, José María . Defesas Antioxidantes e Dano Oxidativo em Diferentes Regiões do Corpo do Poliqueto Estuarino Laeonereis acuta Exposto ao Cobre. In: ECOTOX 2006, 2006, São Pedro. IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. São Paulo: Vida e Consciência, 2006. p. 84-84.

41.
Ventura-Lima, J; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Fereira ; GERACITANO, Laura Alicia ; MARINS, L. F. ; MONSERRAT, José María . Toxicidade do Arsênio no Poliqueto Laeonereis acuta (Nereididae). In: ECOTOX 2006, 2006, São Pedro. IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. São Paulo: Vida e Consciência. p. 83-83.

42.
CASTRO, M. R. ; SALOMAO, D. ; ACOSTA, D. ; Ventura-Lima, J ; MARINS, L. F. ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; BARROS, D. M. . O efeito do arsênio sob a memória em zebrafish (Danio rerio). In: XXI Reunião anual da FESBE, 2006, Águas de Lindóia. XXI reunião anual da federação de sociedades de biologia experimental. São Paulo, 2006. v. XXI. p. 188-188.

43.
Ventura-Lima, J; CRAVO, Marlize Ferreira ; SANDRINI, Juliana Zomer ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Toxicidade do arsênio no poliqueto Laeonereis acuta (Nereididae). In: XXI Reunião anual da FESBE, 2006, Águas de Lindóia. XXI Reunião anula da federação de sociedades de biologia experimental. São Paulo, 2006. v. XXI. p. 145-145.

44.
SANDRINI, Juliana Zomer ; Ventura-Lima, J ; MORAES, Tarsila Barros ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; REGOLI, Francesco ; MARINS, Luis Fernando F ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after long-term cadmium exposure. In: Pollutant Responses in Marine Organisms (PRIMO 13), 2006, Alessandria. Antioxidant responses in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polycjaeta) after long-term cadmium exposure, 2006. v. 62. p. S94-S94.

45.
Ventura-Lima, J; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Fereira ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; REGOLI, Francesco ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Arsenic toxicity in the Nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta). In: Pollutant Responses in Marine Organism (PRIMO 13), 2006, Alessandria. Arsenic toxicity in the Nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta), 2006. v. 62. p. S393-S394.

46.
Ventura-Lima, J; CASTRO, M. R. ; ACOSTA, D. ; GERACITANO, Laura Alicia ; BARROS, D. M. ; MARINS, L. F. ; MONSERRAT, José María . Respostas antioxidantes mediadas pela glutationa após exposição ao arsênio no peixe Danio rerio (Cypridinae). In: V Mostra da produção universitária, 2006, Rio Grande. Respostas antioxidantes mediadas pela glutationa após exposição ao arsênio no peixe Danio rerio (Cypridinae). Rio Grande: Fundação universidade federal do Rio Grande, 2006.

47.
SANDRINI, Juliana Zomer ; Ventura-Lima, J ; REGOLI, Francesco ; MARINS, Luis Fernando F ; MONSERRAT, José María . Effects of cadmium on reactive oxygen species generation and interference with the antioxidant defense system of the polychaete Laeonereis acuta (Nereididae). In: XXII Latin-American and first Ibero-American Congress of physiological sciences, 2006, Buenos Aires. Effects of cadmium on reactive oxygen species generation and interference with the antioxidant defense system of the polychaete Laeonereis acuta (Nereididae). Buenos Aires: Argentine Physiological Society, 2006. v. 2. p. 163-163.

48.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; GERACITANO, Laura Alicia ; REBELO, Mauro ; MONSERRAT, José María . Gradiente corporal de defesas antioxidantes e geração de espécies reativas de oxigênio no poliqueto estuarino Laeonereis acuta. In: 6o Congresso Ibérico e 3o Iberoamericano de Contaminación y Toxicología Ambiental, 2005, Cádiz. The Environment: A Challenge for the Scientific Research. Cádiz: Encuadernaciones Martínez, 2005. p. 114-114.

49.
SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; PIEDRAS, Fernanda Reinhardt ; MORAES, Tarsila Barros ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; REGOLI, Francesco ; GERACITANO, Laura Alicia ; MARINS, Luis Fernando F ; MONSERRAT, José María . Toxicological responses in nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after cadmium and arsenic exposure. In: 6o. Congreso Ibérico y 3o Iberoamericano de Contaminación y Toxicología Ambiental, 2005, Cádiz. The Environment: A Challenge for the Scientific Reseach. Cádiz: Encuadernaciones Martínez, 2005. p. 154-154.

50.
Ventura-Lima, J; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Fereira ; PIEDRAS, Fernanda Reinhdart ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Respostas toxicologicas ao arsênio em organismos aquáticos. In: VII ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO e IV MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2005, Rio Grande. IV MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2005.

51.
SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; PIEDRAS, Fernanda Reinhdart ; MORAES, Tarsila Barros ; FATTORINI, Daniele ; NOTTI, Alessandra ; REGOLI, Francesco ; GERACITANO, Laura Alicia ; MARINS, Luis Fernando F ; MONSERRAT, José María . Toxicological responses in nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after cadmium and arsenic exposure. In: VII Congreso SETAC - L.A., 2005, Santiago. Química y Toxicología Ambiental en América Latina. Santiago: Universidad Andrés Bello, 2005. p. 31-31.

52.
Ventura-Lima, J; PIEDRAS, Fernanda Reinhardt ; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; REGOLI, Francesco ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Arsenic toxicity in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta). In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2004, Florianópolis. VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia -Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia. Florianópolis: Gráfica Paper Print, 2004. p. 84-84.

53.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; BIANCHINI, Adalto ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Gradient of antioxidant responses along the body of Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae) exposed to copper. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2004, Florianópolis. VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia. Florianópolis: Gráfica Paper Print, 2004. p. 158-159.

54.
SANDRINI, Juliana Zomer ; Ventura-Lima, J ; MORAES, Tarsila Barros ; REGOLI, Francesco ; MARINS, Luis Fernando Fernandes ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after long-term cadmium exposure. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2004, Florianópolis. VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia. Florianópolis: Gráfica Paper Print, 2004. p. 158-158.

55.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; BIANCHINI, Adalto ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in different body parts of Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae) exposed to copper. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2004, Itajaí. Congresso Brasileiro de Oceanografia - XVI Semana Nacional de Oceanografia. Itajaí: Universidade do Vale do Itajaí, 2004. p. 433-433.

56.
Ventura-Lima, J; PIEDRAS, Fernanda Reinhardt ; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Arsenic toxicity in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta). In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2004, Itajaí. Congresso Brasileiro de Oceanografia - XVI Semana Nacional de Oceanografia. Itajaí: Universidade do Vale do Itajaí, 2004. p. 434-434.

57.
SANDRINI, Juliana Zomer ; Ventura-Lima, J ; MORAES, Tarsila Barros ; MARINS, Luis Fernando Fernandes ; MONSERRAT, José María . Antioxidant responses in the nereidid Laeonereis acuta (Annelida, Polychaeta) after long-term cadmium exposure. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2004, Itajaí. Congresso Brasileiro de Oceanografia - XVI Semana Nacional de Oceanografia. Itajaí: Universidade do Vale do Itajaí, 2004. p. 434-434.

58.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; BIANCHINI, Adalto ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Respostas antioxidantes em diferentes regiões do corpo de Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae) exposto ao cobre. In: III Mostra da Produção Universitária - Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2004, Rio Grande, 2004.

59.
Ventura-Lima, J; PIEDRAS, Fernanda Reinhardt ; SANDRINI, Juliana Zomer ; CRAVO, Marlize Ferreira ; GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María . Toxicidade do arsênio no poliqueto Laeonereis acuta (Nereididae) acuta (Nereididae). In: III Mostra da Produção Universitária - Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2004, Rio Grande. III Mostra da Produção Universitária - Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2004.

60.
CRAVO, Marlize Fereira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; BIANCHINI, Adalto ; MONSERRAT, José María ; GERACITANO, Laura Alicia . Respuestas antioxidantes en diferentes regiones del cuerpo de Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae) luego de exposición crónica al cobre. In: VI Congreso SETAC Latinoamérica, Salud Ambiental y Humana: Una Visión Holística, 2003, Buenos Aires. Salud Ambiental y Humana: Una Visión Holística. Buenos Aires: Imago, 2003.

61.
CRAVO, Marlize Ferreira ; Ventura-Lima, J ; SANDRINI, Juliana Zomer ; BIANCHINI, Adalto ; MONSERRAT, José María ; GERACITANO, Laura Alicia . Respostas antioxidantes em distintas regiões do corpo de Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae) após exposição crônica ao cobre. In: II Mostra da Produção Universitária, 2003, Rio Grande. XII Congresso Iniciação Científica, VI Seminário de Extensão, V Encontro de Pós-Graduação, I Encontro dos Grupos de Pesquisa e Desenvolvimento -RS- Zona Sul. Rio Grande: Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2003. v. Em CD.

Artigos aceitos para publicação
1.
GONZALEZ DURRUTHY, MICHAEL ; MANSKE NUNES, SILVANA ; VENTURA LIMA, JULIANE ; GELESKY, MARCOS A ; GONZÁLEZ-DÍAZ, HUMBERTO ; MONSERRAT, JOSÉ M. ; CONCU, RICCARDO ; CORDEIRO, M. NATALIA D.S. . MitoTarget Modeling Using ANN-QSTR Approach Based on Fractal SEM Nano-Descriptors: Carbon Nanotubes as Mitochondrial F0F1-ATPase Inhibitors. Journal of Chemical Information and Modeling, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
Ventura-Lima, J. Desafio impostos pela nanotoxicologia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
ACOSTA, C. ; CHAVES, Isabel Soares ; Ventura-Lima, J ; FERREIRA, J. L. R. ; FERRAZ, L. ; CARVALHO, L. M. ; MONSERRAT, José María . Avaliação da co-exposição in vitro do arsênio e do nanomaterial orgânico fulereno (C60) em hepatócitos de zebrafish Danio rerio (Cyprinidae). 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
MATEUS, V. ; Ventura-Lima, J ; GIODA, C. ; MACHADO, R. ; LOBATO, R. O. ; WASIELESKY, W. ; MONSERRAT, José María ; GIODA, A. . Laboratory-Based Bioaccumulation Essay for Elements Associated to Particulate Matter in White Shrimps After In VivoExposure. ImedPub, 2018 (artigo on line).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Ventura-Lima, J. Contribuição dos biomarcadores na avaliação dos efeitos de poluentes no ambiente. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
Ventura-Lima, J. Ecotoxicologia de nanomateriais. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
Ventura-Lima, J. Curso de verão de Toxicologia. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
GERACITANO, Laura Alicia ; MONSERRAT, José María ; Ventura-Lima, J . Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
GERACITANO, Laura Alicia ; FERREIRA, J. L. R. ; Ventura-Lima, J ; SEIXAS, A. . Além do livro didático: Nanociências, Nanotecnologia e Nanotoxicologia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
Ventura-Lima, J; MONSERRAT, José María ; ROSA, C. E. . Tópicos de ensino em estresse oxidativo. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático em power point desenvolvido para o ensino de tópicos em estresse oxidativo).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Ventura-Lima, J; LANA, P. C.. Participação em banca de Juliano Barreto. Exposição ao clorotalonil causa alteração em biomarcadores de contaminação no poliqueto estuarino Laeonereis acuta. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
Ventura-Lima, J. Participação em banca de Alexandre Matos Bitencourt. alfa-ácido lipóico e óxido de grafeno reduzido: interações, citotoxicidade in vitro e quimiprevenção. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
SILVA JUNIOR, F. M. R.; HEPPE, M.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Krissia Aparecida de Almeida. Estudo toxicológico de solos contaminados por petróleo usando o camundongo silvestre Calomys laucha Olfers 1818. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
ROSA, C. E.; BARCAROLLI, I.; GEHIS, M.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Fábio de Melo Tarouco. Efeitos bioquímicos do herbicida Roundup no poliqueto estuarino Laeonereis acuta (polychaeta; Nereididae). 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
HORN, A. P.; BERNARDI, A.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Aline Ribeiro galho. Efeito protetor da quercetina livre e nanoencapsulada contra danos induzidos pela hemorragia intracerebral em ratos. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

6.
Ventura-Lima, J; AMADO, Lílian Lund; MONSERRAT, José María. Participação em banca de Roberta Socoowski Britto. Interação da cianotoxina microcistina e o nanomaterial de carbono fulereno (C60) em brânquias do peixe Cyprinus carpio (Cyprinidae) sob incidência de radiação UVA.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
SOUZA, M. M.; Ventura-Lima, J; AMADO, E. M.. Participação em banca de Vanessa Abelaira dos Anjos. Células de anêmonas Budonosoma cangicum expostas ao cobre: citotoxicidade, defesa e dano d DNA. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

8.
Ventura-Lima, J; MONSERRAT, José María; Giroldo, D. Participação em banca de Alexandra Rocha Rodrigues. Biossegurança valorizando a vida, saúde e ambiente. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências: Química da vida e saúde) - Universidade Federal do Rio Grande.

Teses de doutorado
1.
PINTO, E. C.; PRIMEL, E.; MEDEIROS, I.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Felix Esteban Airahuacho Bautista. ENSAIOS DE BIOTRANSFORMAÇÃO DA ATRAZINA E AVALIAÇÃO DOS SEUS EFEITOS ESPERMÁTICOS EM PEIXE. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
BOECK, C. R.; SILVA, C. V.; MELLO, C. F.; CARVALHO, L. M.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Luciana Assis Gobo. Caracterização química e resposta in vivo da atividade anticonvulsivante de extratos de plantas medicinais por LC-MS/MS. 2017. Tese (Doutorado em Programa de pós-graduação em química - Universidade Federal de Santa Maria) - Universidade Federal de Santa Maria.

3.
FRANCO, J. L.; MARINS, Luis Fernando F; ZANETTE, J.; YUNES, J. S.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Maurício da Silva Sopeski. Efeitos da microcistina e de lisados de cianobactérias em peixes-zebra e no nematóide Caenorhabditis elegans. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
BIANCHINI, Adalto; MONSERRAT, José María; Ventura-Lima, J; AMADO, Lílian Lund; SILVA JUNIOR, F. M. R.. Participação em banca de Daiane Marques Miranda. PARÂMETROS FISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS COMO BIOMARCADORES DE CONTAMINAÇÃO QUÍMICA EM ESTUÁRIOS NO SUL DO BRASIL. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
HEPPE, M.; PINTO, E. C.; RODRIGUES, F. M.; MARTÍNEZ, Pablo Elias; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Michele Worst. Efeito da transferência maternal de bisfenol A em órgãos reprodutivos de machos adultos de camundongo Mus musculus (Rodentia). 2015. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

6.
SANDRINI, Juliana Zomer; NERY, L. E. M.; Ventura-Lima, J; BALDISSEROTTO, B.; PROSDOCIMO, V.. Participação em banca de Regina Coimbra Rola. Comparação das respostas fisiológicas ao estresse hiposmótico e influência de biomarcadores de estresse oxidativo em duas populações do mexilhão perna perna com diferentes históricos ambientais. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
MONSERRAT, José María; Ventura-Lima, J; GIODA, C.; TESSER, M.. Participação em banca de André Seixas. Estado redox no peixe Danio rerio (Cyprinidae) exposto via dieta a nanotubos de carbono de paredes simples e múltiplas. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

8.
VOTTO, A. P.; VARELLA, A. S.; VAZ, B.; MONSERRAT, José María; MARTINEZ, C. R.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Josencler Ribas Ferreira. Nanotoxicologia e Ambientes Aquáticos: Estudo sobre as interações do nanomaterial fulereno C60 e o Benzo(a) pireno no peixe Danio rerio (Cyprinidae, Teleostei). 2014. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

9.
RIBEIRO, C. A. O.; ALMEIDA, E. A.; RIOS, F. S.; BUSSOLARO, D.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Ellie Anne López Barrera. Avaliação dos efeitos de nanopartículas de prata em larvas de Rhamdia quelen e da co-exposição com benzo(a)pireno em indivíduos adultos. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal do Paraná.

Qualificações de Doutorado
1.
RODRIGUES, F. M.; PINTO, E. C.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Michele Regina Worst. Efeito da exposição pré e pós-natal ao Bisfenol A sobre aspectos comportamentais, morfológicos, bioquímicos e de expressão gênica no sistema nervoso central de camundongos (Mus musculus Rodentia: Murideae). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
Ventura-Lima, J; GIODA, C.; DOMINGUES, M. V. L. R.. Participação em banca de Daiane Marques Miranda. Biomarcadores de poluição em ambientes estuarinos. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
GIODA, C.; TESSER, M.; VENTURA-LIMA, J.. Participação em banca de André Seixa. avaliação de estresse oxidativo determinado por imunohistoquímica em peixes zebrafish expostos a nanotubos de carbono.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
VARELLA, A. S.; VOTTO, A. P.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Josencler Ribas Ferreira. Um Estudo Nanotoxicológico dos Efeitos In vitro e In vivo do Nanomaterial Fulereno C60 e do Benzo[a]pireno Usando o Peixe Danio rerio (Cyprinidae, Teleostei) como Modelo. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
GIODA, C. R.; Ventura-Lima, J; MONSERRAT, José María. Participação em banca de Thiago Fonseca Alves França.Efeitos deletérios do fulereno C60 e Benzo[a]pireno sob indicadores de estresse oxidativo em larvas do peixe Danio rerio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
MARTÍNEZ, Pablo Elias; BARROS, D. M.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Renan Costa Campos.Participação do sistema colinérgico na persistência da memória de ratos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
MONSERRAT, José María; SILVA, P. E. A.; Ventura-Lima, J. Participação em banca de Josencler Luis Ribas Ferreira.Propriedades antioxidantes do muco secretado pelo Laeonereis acuta (Polychaeta, Nereididae): uma defesa contra pró-oxidantes ambientais?. 2007.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Ventura-Lima, J; MARTINS, S. E.; LIMA, T.. XII Mostra de produção Universitária. 2013. Universidade Federal do Rio Grande.

2.
Ventura-Lima, J; DOLCI, D. B.; GEHIS, M.. Avaliação dos trabalhos de Iniciaçãp Científica, Extensão e Ensino na VI Mostra de Produção Universitária. 2007. Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Iv Seminário sobre Ecotoxicologia.Desafio impostos pela nanotoxicologia. 2015. (Seminário).

2.
Iv Seminário sobre Ecotoxicologia.Contribuição dos biomarcadores na avaliação dos efeitos de poluentes no ambiente. 2015. (Seminário).

3.
Iv Seminário sobre Ecotoxicologia.Ecotoxicologia de nanomateriais. 2015. (Oficina).

4.
5º Encontro anual do INCT de nanomateriais de carbono. 2014. (Encontro).

5.
Toxi-Latin. Avaliador de Pôster. 2014. (Congresso).

6.
Toxi-Latin. Ecotoxicology and Environmental Risks Assessment. 2014. (Congresso).

7.
XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia-ECOTOX. ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDO PELA EXPOSIÇÃO AO GRAFENO ATRAVÉS DA DIETA EM DIFERENTES TECIDOS DO CAMARÃO Litopenaeus vannamei (CRUSTÁCEA, DECÁPODA).. 2014. (Congresso).

8.
Graphene Brazil.Biological effects induced by graphene oxide exposure through diet in different tissue of white shrimp Litopenaeus vannamei Crustacea; Decapoda).. 2013. (Seminário).

9.
Primer Congreso Internacional del Estrés Oxidativo en Ecosistemas acuáticosa. Lipoic acid as chemoprevention strategy against inorganic contamination in Litopenaeus vannamei (Crustacea; decapoda). 2012. (Congresso).

10.
Seminário sobre Desenvolvimento Docente na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande.participante. 2011. (Seminário).

11.
14th International Symposium Pollutant Responses in MArine Organisms.Antioxidant responses mediated by glutathione after arsenic exposure in teh fish Danio rerio (Cypridinae). 2007. (Simpósio).

12.
7Th International Congress of Comparative Physiology and Biochemistry. The effect of arsenic exposure on the antioxidant system of the fish Danio rerio (Cypridinae). 2007. (Congresso).

13.
XXI Reunião anual da federação de sociedades de biologia experimental-FESBE. Toxicidade do arsênio no poliqueto Laeonereis acuta (Nereididae). 2006. (Congresso).

14.
IV Mostra da Produção Universitária.IV Mostra da Produção Universitária/ VII Encontro de Pós-graduação. 2005. (Encontro).

15.
III Mostra da produção Universitária.III Mostra da Produção Universitária. 2004. (Encontro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Larissa Müller. Avaliação da influência da co-exposição ao nanomaterial dióxido de titânio (nTiO2) na acumulação, metabolização e toxicidade do arsênio dimetilado em Laeonereis acuta (annelida, polychaeta). Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Silvana Manske Nunes. A coexposição a diferentes formas cristalinas do nanomaterial dióxido de titânio (anatase e rutila) pode influenciar na acumulação, metabolização e toxicidade do arsenito e arsenato em Limnoperna fortunei e Caenorhabditis elegans?. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Marcelo Estrella Josende. Investigação comparada das respostas toxicológicas frente a co-exposição ao cobre e nano-prata em duas espécies animais distintas: Litopenaeus vannamei e Caenorhabditis elegans.. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Nágila Villar Silva. A influência do nanomaterial dióxido de titânio na acumulação e metabolização do arsênio dimetilado em Laeonereis acuta. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Tecnólogo em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).

2.
Fernando Davi Pimentel Batistella. Influência da exposição ao nanomaterial dióxido de titânio na toxicidade, acumulação e metabolismo do arsenito no mexilhão Limnoperna fortunei.. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Silvana Manske Nunes. Diferentes formas cristalinas do nanomaterial dióxido de titânio podem influenciar na capacidade de acumulação e toxicidade do cobre em Limnoperna fortunei ?. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

2.
Amanda Lucena fernandes. Efeitos do grafeno através de diferentes rotas de exposição considerando dois modelos biológicos (Litopenaeus vannamei e Danio rerio).. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

3.
Marcelo Estrella Josende. A co-exposição ao óxido de grafeno pode influenciar a toxicidade, o padrão de acumulação e a metabolização do arsênio em Litopenaeus vannamei?. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Juliane Ventura Lima.

4.
Roberta de Oliveira Lobato. Efeitos bioquímicos da exposição ao nanomaterial grafeno sobre diferentes tecidos do camarão branco (Litopenaeus vannamei, Crustacea, decápoda), através da suplementação na ração.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Juliane Ventura Lima.

Tese de doutorado
1.
Roberta Socoowski Britto. Efeitos das exposições in vivo ao mexilhão dourado, Limnoperna fortunei (Dunker, 1857), a cianotoxina microcistina-LR e ao nanomaterial de carbono grafeno.. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, . Coorientador: Juliane Ventura Lima.

2.
Roberta Lobato. Determinação de parâmetros físico-químicos para experimentos com hipóxia e avaliação dos efeitos do antioxidante ácido lipóico sob condições de estresse associados à hipoxia/reperfusão no camarão Litopenaeus vannamei.. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Juliane Ventura Lima.

3.
Lucas de Freitas Cordeiro. EXPOSIÇÃO A NANOPARTÍCULAS DE DIÓXIDO DE TITÂNIO E ARSÊNIO: INTERAÇÕES TOXICOLÓGICAS, METABOLIZAÇÃO E PADRÃO DE ACUMULAÇÃO NO CAMARÃO BRANCO Litopenaeus vannamei. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Patrícia Tavares. Avaliação da quimioprevenção do antioxidante ácido lipóico contra os efeitos nocivos causados pela exposição ao cobre no camarão branco Litopenaeus vannamei. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Tecnólogo em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

2.
Iohanna Leitzke de Oliveira Lima. Avaliação da toxicidade do nanomaterial óxido de grafeno e arsênio mo poliqueto Laeonereis acuta: um enfoque ambiental. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Tecnologia em toxicologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

3.
Larissa Müller. Avaliação da co-exposição ao arsênio e nanopartículas inorgânicas de dióxido de titânio no camarão marinho Litopenaeus vannamei.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

4.
Nicson Telles. Avaliação dos efeitos bioquímicos do nanomaterial nanotubo de carbono suplementado na dieta do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustacea; Decapoda). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

5.
Amanda Fernandes. Avaliação dos efeitos do Grafeno suplementados na dieta do camarão-branco do pacífico Litopenaeus vannamei (Crustácea, Decapoda). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

6.
Silvana Manske Nunes. Avaliação das respostas bioquímicas no poliqueto estuarino Laeonereis acuta co-exposto ao arsênio a ao nanomaterial dióxido de titânio. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

7.
Renan Costa Machado. Avaliação do papel antioxidante do ácido lipóico suplementado via dieta frente a exposição de cobre no camarão branco Litopenaeus vannamei. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

8.
Roberta Lobato. Quimioprevenção do ácido lipóico no camarão branco (L.vannamei) após exposição à contaminantes ambientais. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Tecnologia em toxicologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

9.
Patricia Baptista Ramos. O nanocomposto fulereno (C60) potencializa a heptotoxicidade da cianotoxina microcistina no peixe zebra (Danio rerio, Cyprinidae)?. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

Iniciação científica
1.
Patrícia Tavares. Comparação dos efeitos induzidos pela exposição a diferentes formas cristalinas do nanomaterial dióxido de titânio no mexilhão dourado Limnoperna fortunei. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

2.
Patrícia B. Tavares. O nanomaterial dióxido de titânio pode influenciar na acumulação, metabolização e toxicidade do arsênio no poliqueto estuarino Laeonereis acuta (Nereididade)?. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Bolsa EPEM Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

3.
Larissa Müller. A co-exposição ao arsênio e o nanomaterial dióxido de titânio pode induzir estresse oxidativo em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei?. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

4.
Patrícia B. Tavares. A influencia da co-exposição ao nanomaterial óxido de grafeno na acumulação, metabolização e toxicidade do arsênio em diferentes tecidos do camarão Litopenaeus vanname. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Bolsa EPEM Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

5.
Iohanna Leitzke de Oliveira Lima. Avaliação da influencia da co-exposição ao nanomaterial óxido de grafeno no padrão de acumulação e toxicidade do cobre em diferentes tecidos do camarão branco. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Tecnologia em toxicologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

6.
Larissa Müller. Interação do nanomaterial dióxido de titânio com arsênio em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei: Efeito Cavalo de Tróia?. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

7.
Diulie Goulart. Interação do nanomaterial dióxido de titânio com arsênio: Efeitos toxicológicos e padrão de bioacumulação em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

8.
Carla Costa. Interação do nanomaterial dióxido de titânio com arsênio: Efeitos toxicológicos e padrão de bioacumulação em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei.. 2013. Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

9.
Jenifer Mattos. Interação do nanomaterial dióxido de titânio com arsênio: Efeitos toxicológicos e padrão de bioacumulação em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

10.
Caroline Neulfeld. Produção da quitosana a partir de rejeitos do camarão: uma estratégia inovadora para a suplementação alimentar visando aumentar respostas imune, antioxidantes e crescimento do camarão de cultivo.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

11.
Iohanna Leitzke de Oliveira Lima. Produção de quitosana a partir de rejeitos de camarão: uma estratégia para suplementação alimentar visando aumentar respostas antioxidantes do camarão. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Toxicologia Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

12.
Renan Costa Machado. Interação do nanomaterial dióxido de titânio com arsênio em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei: Efeito Cavalo de Tróia?. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

13.
Larissa Müller. Avaliação dos efeitos do grafeno suplementados na dieta do camarão branco do pacifico Litopenaeus vannamei. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Juliane Ventura Lima.

14.
Renan Costa Machado. Avaliação dos efeitos nanomateriais de carbono em Litopenaeus vannamei. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

15.
Nicson Telles. Avaliação dos efeitos nanomateriais de carbono em Litopenaeus vannamei. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

16.
Silvana Manske Nunes. A influência do antioxidante ácido lipóico no processo de bioacumulação e metabolização do arsênio em diferentes tecidos do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustacea, decapoda). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

17.
Renan Costa Machado. Efeitos de diferentes nanomateriais de carbono na ração do camarão branco Litopenaeus vannamei (Crustacea, decapóda). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.

18.
Tiago Henze. O papel do antioxidantes ácido lipóico em parâmetros químicos e bioquímicos após exposição ao arsênio em diferentes tecidos do Litopenaeus vannamei (Crustacea, decapóda). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Juliane Ventura Lima.

19.
Silvana Manske Nunes. Quimioprevenção em organismos bentônicos da contaminação em ecossistemas estuarinos. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas-Bacharelado) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliane Ventura Lima.



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 10:41:43