Laura Renner Bandeira

Bolsista de Iniciação Científica do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9810094736520934
  • Última atualização do currículo em 25/11/2018


Acadêmica do curso de Enfermagem da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI. Bolsista PIBIC/UNIJUI, do projeto Clima de Segurança do Paciente: Percepções da Equipe de Enfermagem, vinculado ao Grupo de Pesquisa Cuidado, Gestão, Educação em Enfermagem e Saúde, orientada pela Prof.ª Enf.ª Dr.ª Marli Maria Loro. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Laura Renner Bandeira
Nome em citações bibliográficas
BANDEIRA, L. R.


Formação acadêmica/titulação


2013
Graduação em andamento em Enfermagem.
Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.
2010 - 2012
Ensino Médio (2º grau).
Escola Estadual de Ensino Médio Getulio Vargas, EE%20G.%20VARGAS, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: de Iniciação Cientifica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Demandas de Cuidado de Pacientes Oncológicos em Tratamento: Proposta de Intervenção Pela Convergência da Pesquisa e Prática Educativa
Descrição: Introdução: o câncer é problema de saúde pública, que requer uma atenção diferenciada e contínua na atenção primária a saúde (APS), tendo em vista também, a transição epidemiológica vivenciada na contemporaneidade. Objetivos: analisar a relação entre o apoio social percebido, características sociodemográficas, sintomas clínicos e interferência na vida diária de pacientes oncológicos; avaliar os atributos da APS, na assistência ao paciente oncológico ofertada pelas equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Ijuí; estabelecer um diagnóstico da realidade a partir do Primary Care Assessment Tool (PCATool ? Brasil) versão pacientes e profissionais e implementar intervenção educativa, no intuito de qualificar a atenção em saúde na APS. Método: Estudo quali quantitativo, realizado no Centro de Alta Complexidade para o Tratamento do Câncer (CACON) e em Unidades de ESF de Ijuí. Os sujeitos do estudo são pacientes oncológicos em tratamento, residentes no município de Ijuí, e profissionais médicos e enfermeiros nas referidas unidades. O estudo está organizado para ocorrer em três etapas assim definidas; a primeira: com pacientes oncológicos e com a utilização de instrumentos para avaliação das condições sociodemográficas, econômicas e clínicas, pelo Inventário de Sintomas MD. Anderson (MDASI), Escala de Apoio Social do Medical Outcomes Study (MOS) e pelo PCATool ? Brasil. A segunda etapa realizada com médicos e enfermeiros que atuam nas ESFs, em que foram utilizados os instrumentos que identificam perfil sociodemográfico, laboral e o PCATool- versão profissionais. Na terceira etapa serão realizadas oficinas educativas fundamentadas na Pesquisa Convergente Assistencial (PCA). Aprovado pelo Comitê de Ética da UNIFESP sob CAAE: 03261712.8.0000.5505 Resultados: Participaram 268 pacientes na etapa 1(um), com idade média de 61,5 anos. Prevaleceram os pacientes do sexo feminino (64,2%), com ensino fundamental incompleto (53,7%); com renda familiar per capita de até um (1) salário mínimo (59,3%); e 51,8% em estadiamento (III/IV). O MDASI mostrou-se válido e confiável para uso na população brasileira. No que se refere aos sintomas, a fadiga foi relatada por 50% dos entrevistados em grau 4 de intensidade, as preocupações e a sensação de boca seca em grau 2. Os escores médios nas dimensões foram: 82,36±24,42 (interação positiva), 85,39± 19,81(informação), 87,98±18,68 (apoio emocional), 88,52±18,56 (apoio material) e 93,50±14,44 (apoio afetivo). Resultados esperados da etapa 2 e 3: A análise da etapa 2 (dois) será realizada no primeiro semestre de 2014 a qual culminará em um diagnóstico e a partir deste, será proposto a etapa 3(três) a qual visa implementar ações educativas que causem impacto com objetivo de qualificar a atenção aos sujeitos. Conclusão: Os pacientes investigados possuíam um perfil clínico e socioeconômico compatíveis com os indicadores epidemiológicos de país em desenvolvimento. As relações entre sintomas, interferência nas atividades cotidianas e percepção de apoio social estão relacionadas, bem como observou-se que quanto maiores os desafios clínicos, demográficos e econômicos, maior a percepção negativa ou limitante dos mesmos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Laura Renner Bandeira - Integrante / MARLI MARIA LORO - Integrante / Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz - Coordenador / CATIELE RAQUEL SCHMIDT - Integrante / PAMELA NAISE PASQUETTI - Integrante / LETICIA FLORES TRINDADE - Integrante / VITOR SAMUEL SCHEFFER PANKE - Integrante / GABRIELLA DE MORAES OLIVEIRA - Integrante / MARINEZ KOLLER PETTENON - Integrante / GUSTAVO AFONSO GOSENHEIMER - Integrante.
2013 - Atual
Clima de Segurança do Paciente: Percepção da Equipe de Enfermagem
Descrição: Introdução: Na contemporaneidade a magnitude dos dados epidemiológicos das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), leva os profissionais atuantes em ambientes hospitalares, a trabalhar por vezes, com pacientes com inúmeras patologias envolvendo aspectos que transcendem a prática assistencial, e sim englobando as condições sociodemográficos, econômicos e sociais. Objetivo Geral: Avaliar a percepção dos profissionais de enfermagem atuantes em hospitais a cerca do clima de segurança. Método: Estudo transversal de natureza quantitativa. Será realizado em hospitais do município de Ijuí. Serão incluídos: Os profissionais enfermeiros e técnicos de enfermagem que trabalham há pelo menos, um mês no setor e que trabalham com carga horária semanal de pelo menos, 20 horas no setor. O instrumento para a coleta de dados será o Safety Atitudes Questionnaire ? (SAQ) que é composto por duas partes: a primeira contém 41 questões, envolvendo a percepção sobre segurança do paciente. A segunda parte visa coletar dados do profissional: cargo exercido, gênero, atuação principal e tempo de atuação. Tem capacidade de mensurar a percepção de profissionais de saúde através de seis domínios: Clima de Trabalho em Equipe, Clima de Segurança, Satisfação no Trabalho, Percepção do Estresse, Percepção da Gerência, Condições de Trabalho. Os dados serão digitados e analisados no Programa SPSS. SUB PROJETO 1: PERCEPÇÃO DE UMA EQUIPE DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL PRIVADO ACERCA DO CLIMA DE SEGURANÇA DO PACIENTE: proposta de intervenção pela convergência da pesquisa e pratica educativa. Objetivos Gerais: Avaliar a percepção dos profissionais de enfermagem atuantes em um hospital privado a cerca do clima de segurança e; implementar intervenção educativa, junto aos profissionais de enfermagem, atuantes em uma instituição hospitalar privada. Método: Estudo de natureza mista. Quantitativo e qualitativo que será desenvolvido em duas etapas. Primeira: análise do banco de dados por meio do programa SPSS, dos questionários (Safety Attitudes Questionnaire) de 215 profissionais de enfermagem, atuantes em um hospital privado. Na segunda etapa serão realizadas oficinas educativas a partir do diagnóstico da etapa anterior, pautadas na pesquisa convergente assistencial (PCA) com os trabalhadores de enfermagem do referido hospital. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) sob parecer consubstanciado nº 652.985/2014.Resultados esperados: Não há evidências científicas que comprovem como é o clima de segurança dos profissionais atuantes em hospitais privados, tratando-se de uma lacuna do conhecimento a ser esclarecida. Dessa maneira, necessita-se conhecer a cultura de segurança vivenciada na instituição, para que possam ser realizadas melhorias no cuidado prestado, garantindo a segurança do paciente. Busca-se na presente pesquisa, identificar o clima de segurança em hospital privado da região do Noroeste do Rio Grande do Sul. Intervir por meio de ações educativas o que poderá culminar em mudanças nos processos de trabalho a partir da discussão dos resultados na perspectiva dos trabalhadores de enfermagem e que poderá qualificar suas ações ao que tange a segurança do paciente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Laura Renner Bandeira - Integrante / MARLI MARIA LORO - Coordenador / Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz - Integrante / CATIELE RAQUEL SCHMIDT - Integrante / PAMELA NAISE PASQUETTI - Integrante / LETICIA FLORES TRINDADE - Integrante / VITOR SAMUEL SCHEFFER PANKE - Integrante / GABRIELLA DE MORAES OLIVEIRA - Integrante / MARINEZ KOLLER PETTENON - Integrante / GUSTAVO AFONSO GOSENHEIMER - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
COSTA, I R ; BANDEIRA, L. R. ; PASQUETTI, P. N. ; LORENZONI, A. M. C. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . Princípios e Fundamentos das Ciências da Saúde 3. DESCARTE E MANUSEIO DE RESÍDUOS EM UM SERVIÇO DE ONCOLOGIA. 3ed.: Atena, 2018, v. 3, p. 93-107.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; LORO, M. M. . VIVÊNCIAS SOBRE SÍFLIS EM UMA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: III Seminário Internacional Tecendo Redes na Enfermagem e na Saúde, X Semana da Enfermagem Universidade Federal de Santa Maria, 2017, Santa Maria. TRABALHOS APRESENTADOS EM FORMA DE POSTER NO DIA 25 DE MAIO ? TURNO: MANHÃ, 2017. p. 525-527.

2.
SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; TRINDADE, L. F. ; SANTOS, F. P. ; LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . HIGIENE DE MÃOS: CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM ATUANTES EM HOSPITAL DE PORTE III. In: III Seminário Internacional Tecendo Redes na Enfermagem e na Saúde - X Semana de Enfermagem Universidade Federal de Santa Maria, 2017, Santa Maria. TRABALHOS APRESENTADOS EM FORMA DE POSTER NO DIA 25 DE MAIO ? TURNO: TARDE, 2017. p. 266-273.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SCHMIDT, C. R. ; FUCHS, MARIANA ; BANDEIRA, L. R. ; HERR, GEG ; STUMM, EMF . Infecção por Acinetobacter em Uma Unidade de Terapia Intensiva: Um Relato de Experiência. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica, 2018, Ijuí. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. Ijui: Unijuí, 2018.

2.
SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; PLUTA, P. ; CAVALHEIRO, KA ; LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . Contribuições da Pesquisa para o Fortalecimento da Cultura de Segurança do Paciente,. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica da UNIJUÍ, 2018, Ijui. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. Ijui: UNIJUÍ, 2018.

3.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; PASQUETTI, P. N. ; TRINDADE, L. F. ; FELDHAUS, C. ; LORO, M. M. . Higiene das Mãos na Perspectiva de Estudantes de Enfermagem,. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica da UNIJUÍ,, 2018, Ijui. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. IJUI: UNIJUI, 2018.

4.
TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; BANDEIRA, L. R. ; ALIEVI, MF ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . Orientação Familiar e Comunitária na Percepção de Usuários Oncológicos e Profissionais do Serviço,. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica da UNIJUÍ, 2018, IJUI. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. IJUI: UNIJUI, 2018.

5.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; FUCHS, MARIANA ; DEZORDI, C. C. M. ; HERR, GEG . Metodologia da Problematização: Importância das Orientações de Enfermagem ao Paciente Oncológico,. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica da UNIJUÍ, 2018, IJUI. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. Ijui: unijui, 2018.

6.
PASQUETTI, P. N. ; BANDEIRA, L. R. ; TRINDADE, L. F. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . Percepções de Equipes de Saúde da Família Acerca do Cuidado,. In: XXVI Seminário de Iniciação Científica da UNIJUÍ, 2018, Ijui. 2018: Salão do Conhecimento UNIJUÍ. IJUI: UNIJUI, 2018.

7.
TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; BANDEIRA, L. R. ; PETTENON, M. K. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . ATRIBUTOS ESSENCIAIS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA: IMPLEMENTAÇÃO DE OFICINAS EDUCATIVAS. In: XXV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2017, Ijuí. Anais 2017, 2017.

8.
PASQUETTI, P. N. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . AVALIAÇÃO DO ATRIBUTO INTEGRALIDADE NA ÓTICA DE PROFISSIONAIS DA SAÚDE. In: XXV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2017, Ijuí. Anais 2017, 2017.

9.
BANDEIRA, L. R.; TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; SCHMIDT, C. R. ; FELDHAUS, C. ; LORO, M. M. . HIGIENE DAS MÃOS NA PERSPECTIVA DE ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM E FISIOTERAPIA. In: XXV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2017, Ijuí. Anais 2017, 2017.

10.
PENO, P. A. N. ; GOSENHEIMER, G. A. ; SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; KRUGER, T. A. . INSERÇÃO EM ESTÁGIO EXTRACURRICULAR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: II MOSTRA INTERATIVA DA PRODUÇÃO ESTUDANTIL EM EDUCAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA - O PROTAGONISMO ESTUDANTIL EM FOCO, 2016, IJUI. II MOSTRA INTERATIVA DA PRODUÇÃO ESTUDANTIL EM EDUCAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA - O PROTAGONISMO ESTUDANTIL EM FOCO, 2016.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FUCHS, MARIANA ; SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; PETTENON, M. K. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . LAVAGEM DAS MÃOS: PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM. In: 4° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS, 2017, IJUI. 4° Congresso Internacional em Saúde, 2017.

2.
PASQUETTI, P. N. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE ONCOLÓGICO NA ÓTICA DE ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM. In: 4° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS, 2017, IJUI. 4° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS, 2017.

3.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; FUCHS, MARIANA ; TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; LORO, M. M. . APLICABILIDADE DA NORMA REGULAMENTADORA 32: DIFERENÇAS DA ADESÃO DO CENÁRIO HOSPITALAR E DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.. In: 4º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: INOVAÇÃO EM SAÚDE, PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS, 2017, Ijuí. Anais 2017, 2017.

4.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; PASQUETTI, P. N. ; TRINDADE, L. F. ; LORO, M. M. . Agente Comunitário de Saúde para formação de vínculo entre usuários e equipe. In: 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, 2017, Curitiba. Anais 2017, 2017.

5.
SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; TRINDADE, L. F. ; LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . RECOMENDAÇÕES DE PROFISSIONAIS DA SAÚDE PARA OFERTAR UM CUIDADO MAIS SEGURO. In: 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, 2017, Curitiba. Anais 2017, 2017.

6.
SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; OLIVEIRA, G. M. ; PLUTA, P. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . TRABALHO EM EQUIPE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. In: 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, 2017, Curitiba. Anais 2017, 2017.

7.
SANTOS, F. P. ; SCHMIDT, C. R. ; BANDEIRA, L. R. ; STADLER, P. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . COMUNICAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS EM SAÚDE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA. In: 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, 2017, Curitiba. Anais 2017, 2017.

8.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . METODOLOGIA PROBLEMATIZADORA NA FORMAÇÃO DE ENFERMEIROS. In: I Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde: em defesa do Sistema Universal de Saúde, 2017, Chapecó. I Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde: em defesa do Sistema Universal de Saúde, 2017. v. 1.

9.
TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. ; SCHMIDT, C. R. ; PASQUETTI, P. N. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; LORO, M. M. . APLICABILIDADE DA PESQUISA CONVERGENTE ASSISTENCIAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. In: I Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde: em defesa do Sistema Universal de Saúde, 2017, Chapecó. I Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde: em defesa do Sistema Universal de Saúde, 2017. v. 1.

Artigos aceitos para publicação
1.
BECK, MK ; LORO, M. M. ; BANDEIRA, VAC ; SCHMIDT, C. R. ; PAI, SD ; BANDEIRA, L. R. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. . Fragilidades na cultura de segurança do paciente na perspectiva de trabalhadores de um hospital geral. O MUNDO DA SAÚDE (ONLINE), 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
BANDEIRA, L. R.. Compartilhando experiências de acadêmicos no Desafio Empreendedor. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
BANDEIRA, L. R.; SCHMIDT, C. R. ; FUCHS, MARIANA ; TRINDADE, L. F. ; PASQUETTI, P. N. ; LORO, M. M. . APLICABILIDADE DA NORMA REGULAMENTADORA 32: DIFERENÇAS DA ADESÃO DO CENÁRIO HOSPITALAR E DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
SCHMIDT, C. R. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. ; ESCOBAR, P. ; RODRIGUES, A. M. R. ; LORENZONI, A. M. C. ; DEZORDI, C. C. M. . O Uso de Metodologias Ativas na Enfermagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. . Aplicabilidade da Pesquisa Convergente Assistencial na Atenção Primária. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. . Aplicabilidade da Pesquisa Convergente Assistencial na Atenção Primária a Saúde. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Dimensionamento de Pessoal de Enfermagem - COREN/RS. 2018. (Outra).

2.
"Experiência vivenciada da trajetória acadêmica à vida profissional" e " Dor e estresse de Recém-Nascidos submetidos a punção venosa em terapia intensiva" .. 2017. (Outra).

3.
14° Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade: Atenção Primária, acesso e cuidado centrado na pessoa. Agente Comunitário de Saúde para formação de vínculo entre usuários e equipe. 2017. (Congresso).

4.
4° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: DESAFIOS EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDENCIAS E DESAFIOS. APLICABILIDADE DA NORMA REGULAMENTADORA 32: DIFERENÇAS DA ADESÃO DO CENÁRIO HOSPITALAR E DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE. 2017. (Congresso).

5.
I Jornada de Enfermagem em Centro Cirúrgico da UNIJUÍ. 2017. (Outra).

6.
II MOSTRA INTERATIVA DA PRODUÇÃO ESTUDANTIL EM EDUCAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA - O PROTAGONISMO ESTUDANTIL EM FOCO. 2016. (Seminário).

7.
SAENF- SEMANA ACADÊMICA DA ENFERMAGEM. 2016. (Outra).

8.
XXIV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, DA XXI JORNADA DE PESQUISA, DA XVII JORNADA DE EXTENSÃO, DA VI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR E DO VI SEMINÁRIO DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DA UNIJUÍ. 2015. (Seminário).. 2016. (Seminário).

9.
O ENFERMEIRO E SEUS ESPAÇOS ATUAÇÕES. 2015. (Outra).

10.
XXIII SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, DA XX JORNADA DE PESQUISA, DA XVI JORNADA DE EXTENSÃO, DA V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR E DO V SEMINÁRIO DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DA UNIJUÍ. 2015. (Seminário).. 2015. (Seminário).

11.
SAENF - SEMANA ACADÊMICA DA ENFERMAGEM: ATUALIDADES, INTEGRAÇÃO E CUIDADOS. 2013. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BANDEIRA, L. R.. 4º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: INOVAÇÃO EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS. 2017. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SCHMIDT, C. R. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. ; ESCOBAR, P. ; RODRIGUES, A. M. R. ; LORENZONI, A. M. C. ; DEZORDI, C. C. M. . O Uso de Metodologias Ativas na Enfermagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
LORO, M. M. ; KOLANKIEWICZ, A. C. B. ; TRINDADE, L. F. ; BANDEIRA, L. R. . Aplicabilidade da Pesquisa Convergente Assistencial na Atenção Primária a Saúde. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 24/01/2019 às 7:27:45