Samilla Nayara dos Santos Pinto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5635000898022752
  • Última atualização do currículo em 03/04/2018


Possui graduação em Pedagogia, com formação complementar em Educação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em 2016, iniciou o mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação: Conhecimento e Inclusão Social, da UFMG. Integra o Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente (GESTRADO/FaE/UFMG), desde o ano de 2013, e o Grupo de Pesquisa Universitatis (FaE/UFMG), desde novembro de 2015. Atua em estudos nas seguintes temáticas: Ensino Médio, Trabalho Docente, Valorização do Magistério e Sindicalismo Docente. Em 2017 iniciou como professora na Rede Municipal de Belo Horizonte. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Samilla Nayara dos Santos Pinto
Nome em citações bibliográficas
PINTO, S. N. S.;PINTO, SAMILLA NAYARA DOS SANTOS

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação.
Universidade Federal de Minas Gerais
Pampulha
31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (031) 34095308


Formação acadêmica/titulação


2016
Mestrado em andamento em Educação.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil. Orientador: Savana Diniz Gomes Melo.
2010 - 2016
Graduação em Pedagogia.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Instituto Educacional Santa Amélia, IESA, Brasil.




Formação Complementar


2012
Educação Social.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2016 - 2016
Políticas Educacionais: regulação, avaliação e circulação de conhecimentos. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Atuação Profissional



Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, P/BELO HORIZONTE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Apoio Técnico II, Carga horária: 30

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20


Instituto Educacional Santa Amélia, IESA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Coordenação Pedagógica, Carga horária: 40


Pós-Graduação FAE/UFMG, POSGRAD FAE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 20
Outras informações
Principal Atividade: Preenchimento do Relatório Capes na Plataforma Sucupira


Núcleo da Criança, NC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 30
Outras informações
Principal atividade: apoio à práticas pedagógicas desenvolvidas com crianças de 2 anos de idade.



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Piso Salarial Profissional Nacional no Brasil: incidências sobre a remuneração, carreira e atuação sindical em cinco estados brasileiros
Descrição: Esse estudo apresenta-se como um desdobramento e se vincula organicamente a uma investigação realizada em âmbito nacional intitulada "Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil - Fase II", desenvolvida pelo Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente - GESTRADO/FAE/UFMG. Tem como objetivo identificar e analisar as implicações do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN), instituído pela Lei n. 11.738/2008, sobre os planos de carreira, a remuneração e a atuação das organizações sindicais docentes em cinco estados brasileiros, a saber, Minas Gerais, Pará, Paraná, Goiás e Pernambuco..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
O PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL EM MINAS GERAIS: IMPLICAÇOES SOBRE A CARREIRA, A REMUNEÇÃO E REPRESENTAÇÃO SINDICAL DOCENTE
Descrição: Essa proposta de estudo apresenta-se como um desdobramento e se vincula organicamente a uma investigação de âmbito nacional intitulada O Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil desenvolvida pelo Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente GESTRADO/FAE/UFMG, a partir de 2009. O estudo atual visa identificar e analisar as implicações do Piso Salarial Profissional Nacional sobre os planos de carreira, a remuneração e a atuação das organizações sindicais docentes em Minas Gerais. Para tanto prevê a utilização dos relatórios dos grupos focais concretizados na investigação TDEBB como fonte de dados, levantamento documental, revisão bibliográfica e a realização de entrevistas com informantes. A expectativa é de que o presente estudo possa subsidiar a avaliação desta política pública tendo em vista seus impactos na qualidade do ensino..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Políticas para o Ensino Médio Estadual em Minas Gerais: implicações sobre a gestão da escola
Descrição: Este projeto apresenta-se como um desdobramento da pesquisa nacional intitulada "O Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil" desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa sobre Política Educacional e Trabalho Docente - GESTRADO/FaE/UFMG, em cooperação com a Secretaria de Educação Básica - SEB, do Ministério da Educação - MEC, a partir de 2009. Este estudo propõe levantar o elenco de políticas educacionais dirigidas ao Ensino Médio público em Minas Gerais e suas implicações sobre a gestão das escolas, no período de 2002 a 2012..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Sindicalismo docente e o Piso Salarial
Descrição: Este projeto busca investigar os efeitos da Lei Federal do Piso Salarial Profissional Nacional, aprovada em 2008, nas iniciativas e mobilizações dos sindicatos docentes da educação básica, em cinco estados Brasileiros: Mato Grosso do Sul, Paraná, Minas Gerais, Paraíba e Pará. Em cada estado serão pesquisadas a estrutura sindical esuas relações com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, que representou politicamente os professores nas negociações da Lei do Piso; a evolução das pautas de reivindicação, após a Lei do Piso; a evolução do perfil dos sindicalizados; e asalterações provocadas pela Lei do Piso na representação sindical, no interior de redes estaduais e municipais. A proposta pressupõe a revisão de literatura sobre o tema sindicalismo docente e piso salarial; a realização de pesquisa documental nas organizações sindicais de abrangência estadual existentes em cada estado pesquisado enas organizações sindicais municipais de cada capital dos cinco estados; e entrevistassemiestruturadas com dirigentes sindicais e professores da educação básica pública. A pesquisa será desenvolvida por uma rede de grupos/núcleos de pesquisa, instalados emquatro universidades públicas brasileiras, são eles: GTPC/UFGD, Departamento deEducação/UFMS, NUPE/UFPR e GESTRADO/UFMG..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
O Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil - Fase 2
Descrição: A Fase 2 da pesquisa Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil será empreendida em cinco estados brasileiros (Pará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Goiás, Paraná), contemplando critérios de abrangência regional e especificidade de desenhos de políticas educacionais. Propõe aprofundar os conhecimentos produzidos por meio do survey realizado na fase 1, lançando mãos de metodologias qualitativas, como: 1) Grupos Focais - realização de grupos focais com trabalhadores docentes que responderam ao survey nos cinco estados contemplados na pesquisa com vistas ao aprofundamento de temas/problemas levantados a partir das respostas ao questionário utilizado na fase quantitativa da pesquisa: temas/problemas relacionados às condições de vida e trabalho dos docentes. Espera-se que a realização dos grupos focais com os docentes possa aprofundar as particularidades do trabalho desenvolvido por docentes das escolas públicas, na educação básica (compreendendo a educação infantil, ensino fundamental e ensino médio), em relação aos diferentes blocos de atividades realizadas pelos docentes; 2) Observação etnográfica em unidades educacionais específicas com o objetivo de conhecer a intimidade do processo de trabalho dos docentes e possibilitar a confrontação dessa observação com os depoimentos recolhidos nos grupos focais e as respostas aos questionários. Será sorteada uma unidade educacional por município amostrado e a observação será realizada por pesquisador experiente que deverá registrar suas impressões no diário de campo. As observações serão realizadas durante dois meses em diferentes visitas. Propõe, ainda, traçar o perfil da gestão nas unidades de educação básica a partir dos (a) depoimentos dos gestores coletado, por meio de entrevistas, na 1ª fase da pesquisa Trabalho docente na educação básica no Brasil , dos (b) dados estatísticos disponíveis e dos (c) pressupostos normativos que orientam a gestão educacional nos estados e municípios amostrados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Política Educacional.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MELO, SAVANA DINIZ GOMES2016 MELO, SAVANA DINIZ GOMES ; CIRILO, PAULIANE ROMANO ; PINTO, SAMILLA NAYARA DOS SANTOS . O ENSINO MÉDIO E O TRABALHO DOCENTE: CARACTERÍSTICAS DE MINAS GERAIS. POIÉSIS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação (Unisul), v. 10, p. 102-129, 2016.

Capítulos de livros publicados
1.
MELO, S. D. G. ; ROCHA, F. M. ; PINTO, S. N. S. . Política Salarial Docente em Minas Gerais: perspectivas governamentais e sindicais. In: Dalila Andrade Oliveira e Savana Diniz Gomes Melo. (Org.). Sindicalismo Docente - Desafios e Perspectivas. 1ed.Camaragibe: CCS Gráfica e Editora, 2014, v. 1, p. 381-412.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MELO, S. D. G. ; TAVARES, R. H. ; PINTO, S. N. S. ; CIRINO, M. K. M. . (Des)caminhos do sindicato dos professores da Universidade Federal de Minas Gerais (APUBH): estudos introdutórios. In: XI Seminário Internacional de la Red Estrado, 2016, Cidade do México. Movimientos pedagógicos y trabajo docente en tiempos de estandarización, 2016.

2.
RODRIGUES, L. C. N. H. ; PINTO, S. N. S. . Subsídio em Minas Gerais: efeitos quanto ao cumprimento da lei do piso salarial profissional nacional.. In: X Seminário Internacional da Rede Estrado, 2014, Salvador. Derecho a la educación, políticas educativas y trabajo docente en América Latina: experiencias y propuestas en disputa, 2014.

3.
MELO, S. D. G. ; ROCHA, F. M. ; PINTO, S. N. S. . Política salarial docente em Minas Gerais.. In: X Seminário Internacional da Rede Estrado, 2014, Salvador. Derecho a la educación, políticas educativas y trabajo docente en América Latina: experiencias y propuestas en disputa, 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
MELO, S. D. G. ; TAVARES, R. H. ; PINTO, S. N. S. ; CIRINO, M. K. M. . (Des) caminhos do sindicato dos professores da Universidade Federal de Minas Gerais (APUBH): estudos introdutórios. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
PINTO, S. N. S.. Sindicalismo Docente nas Redes Públicas de Ensino de Minas Gerais: levantamento documental nas bases do Sind-Rede/BH e Sindute/MG. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
PINTO, S. N. S.. O perfil da gestão na Educação Básica no Brasil a partir dos preceitos normativos: o atual Plano Nacional de Educação (2014-2024). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
RODRIGUES, L. C. N. H. ; PINTO, S. N. S. . Subsídio em Minas Gerais: efeitos quanto ao cumprimento da Lei do Piso Salarial Profissional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
PINTO, S. N. S.. Ensino Médio em Minas Gerais: implicações do projeto Reinventando o Ensino Médio sobre a Gestão Escolar e Organização do Trabalho Docente. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
MELO, S. D. G. ; ROCHA, F. M. ; PINTO, S. N. S. . Política Salarial Docente em Minas Gerais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
PINTO, S. N. S.. A Organização do Trabalho e Gestão da Escola de Ensino Médio na Legislação Nacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Demais tipos de produção técnica
1.
OLIVEIRA, D. A. ; DUARTE, A. M. C. ; MELO, S. D. G. ; VIEIRA, L. M. F. ; AUGUSTO, M. H. ; CIRILO, P. R. ; RODRIGUES, L. C. N. H. ; PEREIRA JUNIOR, E. A. ; ANDRADE, C. R. B. ; SILVA, A. M. C. ; SILVA, D. M. ; JORGE, T. A. S. ; PINTO, S. N. S. . Relatório da pesquisa 'Trabalho Docente na Educação Básica no Brasil' Fase II. 2015. (Relatório de pesquisa).

2.
OLIVEIRA, D. A. ; VIEIRA, L. M. F. ; DUARTE, A. M. C. ; MELO, S. D. G. ; PINHEIRO, C. H. L ; SOUZA, J.B ; ANDRADE, C. R. B. ; PINTO, S. N. S. ; SILVA, D. M. ; ANDRADE, R. . Relatório da Pesquisa Documental: Política Educacional nas Redes Públicas de Ensino no Estado de Pernambuco. 2013. (Relatório de pesquisa).

3.
MELO, S. D. G. ; OLIVEIRA, R. F. ; NASSIF, S. C. H. ; SANTOS, C. O. ; PINTO, S. N. S. . Relatório Final do Curso de Especialização em Gestão de Instituições Federais de Educação Superior (GIFES). 2013. (Relatório).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Semana da Pedagogia: "diálogos sobre a profissão docente e a luta dos movimentos sociais".A Precarização do Trabalho Docente nas Redes Estadual e Municipal de Belo Horizonte. 2014. (Outra).

2.
Particularidades da crise estrutural e conjuntural do sistema do capital no Brasil em um ano eleitoral. 2014. (Outra).

3.
X Seminário Internacional da Rede Estrado.Política Salarial Docente em Minas Gerais. 2014. (Seminário).

4.
X Seminário Internacional da Rede Estrado.Subsídio em Minas Gerais: efeitos quanto ao cumprimento da Lei do Piso Salarial Profissional. 2014. (Seminário).

5.
36ª Reunião Nacional da ANPEd. 2013. (Outra).

6.
Formação de Professores: relações étnico-raciais e ações afirmativas. 2013. (Seminário).

7.
Identidade Docente: desafios da contemporaneidade. 2013. (Seminário).

8.
Produção de Texto. 2013. (Oficina).

9.
Ser Professor: mal-estar na docência. Acabou a autoridade?. 2013. (Seminário).

10.
31° Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia.Educação Popular. 2011. (Encontro).

11.
A opressão a mulher e a criminalização do aborto. 2011. (Outra).

12.
Educação do corpo, dos sentidos e das sensibilidades: história e perspectivas na formação de professores. 2011. (Seminário).

13.
30° Encontro Nacional dos Estudantes de Pedagogia.Educação Básica e Práticas Pedagógicas: relações possíveis. 2010. (Encontro).

14.
Desafios para a formulação de uma concepção contemporânea de Educação Integral. 2010. (Outra).

15.
VI Encontro Mineiro dos Estudantes de Pedagogia.Cenários da Educação em Minas Gerais: os diversos campos de atuação d@ pedagog@. 2010. (Encontro).

16.
XV ENDIPE: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. 2010. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PINTO, S. N. S.. Seminário Internacional Trabalho Docente para uma Educação Democrática e Inclusiva. 2015. (Outro).

2.
MELO, S. D. G. ; PINTO, S. N. S. ; CIRILO, P. R. ; JORGE, T. A. S. ; ROCHA, F. M. ; RODRIGUES, L. C. N. H. . Seminário de Pesquisa "Sindicalismo Docente e o Piso Salarial Profissional Nacional. 2015. (Outro).

3.
PINTO, S. N. S.. I Semana da Pedagogia: "diálogos sobre a profissão docente e a luta dos movimentos sociais". 2014. (Outro).

4.
PINTO, S. N. S.. 36ª Reunião Nacional da ANPEd. 2013. (Outro).

5.
PINTO, S. N. S.. XV ENDIPE: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. 2010. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/11/2018 às 16:02:52