Daniele Weber da Silva Leal

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5340038791083384
  • Última atualização do currículo em 04/12/2018


Doutoranda e Mestra do Programa de Pós-Graduação em Direito, Mestrado e Doutorado, da UNISINOS, vinculada à Linha de Pesquisa ?Sociedade, Novos Direitos e Transnacionalização?. Integrante do Grupo de Pesquisa JUSNANO(CNPq). Primeira colocação na seleção de ingresso do mestrado Unisinos, linha 2. Graduação em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos-UNISINOS (2009).Especialização em Direito Público pela Universidade Anhanguera-Uniderp-UNIDERP (LFG). Diversos cursos de extensão e atualização em Direito. Professora da FACCAT -Faculdades Integradas de Taquara, nas disciplinas Metodologia da Pesquisa, Bioética e Biodireito e Ética Profissional. Professora visitante na UNIFIN-Faculdade São Francisco, em Porto Alegre, onde feita substituições na cadeira de Direito Processual Civil desde 2016. Estágio de docência realizado no ano de 2017 (1.º e 2.º semestres) junto à UNISINOS, cadeira de Metodologia da Pesquisa. Experiência profissional na área de Direito como Assessora de Procurador do Estado, na PGE. Posteriormente, exercido cargo de Assessora Jurídica junto à Diretoria de Saúde do Instituto de Previdência do Rio Grande do Sul -IPERGS. Na sequência, foi Secretária de Desembargador no segundo semestre de 2014, na 11.ª Câmara Cível. Atualmente é advogada em escritório familiar com ênfase em Direito civil, Direito de Família, Processual Civil,Direito do Consumidor, Direito Ambiental, nanotecnologias, empresarial. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Daniele Weber da Silva Leal
Nome em citações bibliográficas
LEAL, D.W.S.;LEAL, D.W.

Endereço


Endereço Profissional
Weber Advocacia.
Avenida Irineu Becker, 265, sala 03
Centro
93950000 - Dois Irmãos, RS - Brasil
Telefone: (51) 35645045


Formação acadêmica/titulação


2018
Doutorado em andamento em Direito.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: As interfaces (auto)regulatórias da OECD fundadas no Pluralismo Jurídico: o fundamento jurídico para gestão do (nano)wastewater,
Orientador: Wilson Engelmann.
Palavras-chave: Nanotecnologias; autorregulação; wastewater; Pluralismo Jurídico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Ambiental.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Saneamento Básico / Especialidade: Residuos Sólidos, Domésticos e Industriais.
2016 - 2017
Mestrado em Direito.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: A AUTORREGULAÇÃO DA DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS: A Possibilidade de Utilização do Protocolo da OECD e do Pluralismo Jurídico (Teubner) para Gestão do Risco do Nanowaste,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Wilson Engelmann.
Palavras-chave: Nanotecnologias; Destinação final; Regulação; Princípio da Precaução; Risco ambiental.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: nanotencologias.
Setores de atividade: Coleta, tratamento e disposição de resíduos; recuperação de materiais; Pesquisa e desenvolvimento científico.
2013 - 2014
Especialização em Direito Público. (Carga Horária: 420h).
Universidade Anhanguera - Uniderp, UNIDERP, Brasil.
Título: Improbidade administrativa ambiental.
Orientador: Lucuana Paes de Andrade.
2003 - 2009
Graduação em Direito.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: Da aplicação da transação penal e suspensão condicional do processo nos crimes ambientais.
Orientador: Alexandre Ayub Dargél.




Formação Complementar


2018 - 2018
Extensão universitária em INTERN. LAW RESEARCH El contrato de seguros y technologias Insurtech. (Carga horária: 4h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2018 - 2018
Direito das Mudanças Climáticas. (Carga horária: 4h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2018 - 2018
Capacitação docente julho 2018. (Carga horária: 20h).
Faculdades Integradas de Taquara, FACCAT, Brasil.
2018 - 2018
II Congresso Internacional da ESA. (Carga horária: 30h).
Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Rio Grande do Sul, OAB/RS, Brasil.
2018 - 2018
IV Congresso internacional de Pedagogia universitária e didática jurídica. (Carga horária: 30h).
Escola Superior do Ministério Público-RS, FMP, Brasil.
2018 - 2018
V Seminário de Direito do Trabalho e Previdenciário do Vale Rio dos Sinos. (Carga horária: 12h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2018 - 2018
XII Seminário nacional Diálogos com Paulo Freire. (Carga horária: 20h).
Faculdades Integradas de Taquara, FACCAT, Brasil.
2018 - 2018
O Direito Ambiental da Era Trump. (Carga horária: 3h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2018 - 2018
XXVII Congresso Nacional do Conpedi. (Carga horária: 24h).
Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito, CONPEDI, Brasil.
2017 - 2017
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: Arbitragem Internacional. (Carga horária: 15h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2017 - 2017
Corso di lingua italiana e cultura italiana. (Carga horária: 44h).
Edulingua Laboratorio di Lingua e Cultura Italiana, EDULINGUA, Itália.
2016 - 2016
Extensão universitária em UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: O Direito ambiental e desastres. (Carga horária: 2h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2016 - 2016
Italiano Jurídico nível intermediário. (Carga horária: 120h).
Escola Superior da Advocacia RS, ESA-RS, Brasil.
2016 - 2016
Italiano Jurídico Iniciante. (Carga horária: 120h).
Escola Superior da Advocacia RS, ESA-RS, Brasil.
2016 - 2016
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: Crise ambiental. (Carga horária: 2h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2013 - 2014
Carreiras jurídicas anual (intensivo I+II). (Carga horária: 1354h).
Universidade Anhanguera - Uniderp, UNIDERP, Brasil.
2012 - 2013
Preparação à Magistratura. (Carga horária: 1050h).
Escola Superior da Magistratura do Rio Grande do Sul, ESM-AJURIS, Brasil.
2008 - 2009
Atualização em Direito. (Carga horária: 180h).
Faculdade IDC, FIDC, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em III Pesquisando o Direito. (Carga horária: 11h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2008 - 2008
Direito criminal - A abordagem de temas atuais. (Carga horária: 15h).
Faculdade IDC, FIDC, Brasil.
2008 - 2008
II Jornada Jurídica de Porto Alegre. (Carga horária: 20h).
Faculdade IDC, FIDC, Brasil.
2008 - 2008
Seminário-cuidado de pessoas que usam drogas. (Carga horária: 8h).
Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Sul, CRPRS, Brasil.
2004 - 2004
Programa de Inglês avançado. (Carga horária: 200h).
Instituto de Idiomas Yázigi, YÁZIGI, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdades Integradas de Taquara, FACCAT, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professora do curso de Direito das disciplinas Metodologia Científica e do Curso, Bioética e Biodireito e Ética profissional


Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: integrante grupo de pesquisa, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Integrante no grupo de Pesquisa JUSNANO (Cnpq)

Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Estágio docência, Enquadramento Funcional: Estágio docente, Carga horária: 10
Outras informações
Estágio docente realizado na disciplina Metodologia da Pesquisa sob orientação de meu orientador Prof Wilson Engelmann


Weber Escritório de Advocacia Consultoria e Assessoria Jurídica, WEBER ADV., Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: sócio proprietário, Enquadramento Funcional: advogado, Carga horária: 25


Faculdade São Francisco de Assis, UNIFIN, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 8
Outras informações
Ministrou aulas em substituição das Disciplinas de Processo Civil I e TGP


Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul - Memorial do Judiciário, TJRS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Secretária de desembargador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Instituto de Previdência do Rio Grande do Sul, IPERGS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessoria do Diretor de Saúde, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul, PGE-RS, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessoria de Procurador do Estado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
A AUTORREGULAÇÃO DA DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Wilson Engelmann em 19/06/2018.
Descrição: A possibilidade humana de acessar a escala nanométrica, a bilionésima parte de um metro, abre muitas alternativas para melhorar a vida humana sobre a Terra, mas também traz consigo determinados riscos, com chances de gerar danos futuros. A probabilidade e a magnitude destes efeitos danosos ainda são pouco conhecidas pelas Ciências Exatas. O Direito costuma agir depois da ocorrência do fato. As oportunidades apresentadas, que poderão ser geradas pelas diversas áreas tecnológicas e produtivas que desenvolvem pesquisas e produtos na escala nano, que podem ser agrupadas sob o nomenclatura das nanotecnologias, deverão receber a atenção imediata do Direito. Não se pode esperar a ocorrência de algum acidente ou contaminação, para se iniciar o processo de juridicização do fato nanotecnológico. A produção legislativo-estatal é morosa, dificultando a produção jurídica célere e flexível, exigida pela matéria. O projeto quer verificar os caminhos de se trabalhar com modelos de autorregulação (framework, árvore de decisão e outras estruturas) e o pluralismo jurídico (Teubner), tomando como referência os 80 documentos elaborados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), intitulados Series on the Safety of Manufactured Nanomaterials e os Princípios para Supervisão de Nanotecnologias e Nanomateriais propostos pela NanoAction (Project of the International Center for Technology Assessment), buscando vinculá-los às regras e princípios vigentes no Direito Brasileiro. Fornecer alguns subsídios jurídicos para organizar a gestão do risco e assegurar a preservação de responsabilidade futura do setor produtivo à base de nanotecnologias, buscando caminhos para proteger o trabalhador e o consumidor..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Daniele Weber da Silva Leal - Integrante / Wilson Engelmann - Coordenador / Raquel von Hohendorff - Integrante.
2012 - Atual
Os avanços nanotecnológicos e a (necessária) revisão da Teoria do Fato Jurídico de Pontes de Miranda: compatibilizando

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Wilson Engelmann em 23/07/2017.
Descrição: As nanotecnologias estão em processo crescente de instalação na sociedade, seja nas pesquisas de laboratório, seja na produção industrial e, finalmente, na disponibilização dos produtos com esta tecnologia na bilionésima parte do metro ao mercado consumidor. Não há metodologia aceita pela área científica para aferir o nível de segurança dos produtos. Ao Direito cabe estabelecer os marcos regulatórios. No entanto, enquanto eles não forem definidos, será necessária a aplicação das normas jurídicas vigentes, não específicas para as nanotecnologias. Neste cenário, o projeto pretende revisar as categorias que integram a Teoria do Fato Jurídico, desenvolvida por Pontes de Miranda, e que está no alicerce do Direito Privado e em muitos ramos do Direito Público. A pesquisa pretende inserir o "direito à informação" no cenário das nanotecnologias, possibilitando o pleno exercício deste direito assegurado na Constituição da República. Este projeto foi selecionado pelo Edital de Produtividade em Pesquisa - PQ - 2011, Categoria PQ-2..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Daniele Weber da Silva Leal - Integrante / Wilson Engelmann - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 14


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Privado/Especialidade: Direito Civil.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Privado/Especialidade: Direito Comercial.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público/Especialidade: Direito Administrativo.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público/Especialidade: Direito Processual Civil.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
2ENGELMANN, W.2018 ENGELMANN, W. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotechnologies and the Safe by Design: Seeking Alternatives for Risk Management. Global Journal of HUMAN-SOCIAL SCIENCE: H Interdisciplinary, v. 18, p. 31-40, 2018.

2.
1ENGELMANN, W.2018 ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . NANOTECNOLOGIAS E A EVOLUÇÃO DAS TEORIAS SOBRE RISCO: A ATENÇÃO PARA O NANOWASTE E SUA ADEQUADA GESTÃO. CADERNOS DE DEREITO ACTUAL (ONLINE), v. 10, p. 79-118, 2018.

3.
3LEAL, D.W.S.2018LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A ERA DAS NANOTECNOLOGIAS NO MERCADO CONSUMIDOR: a inserção dos 'nanoprodutos' ao cotidiano e o Direito à Informação. REVISTA DIREITO E DESENVOLVIMENTO, v. 9, p. 287-302, 2018.

4.
5ENGELMANN, W.2017ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . A COMPLEXIDADE DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS E O (POTENCIAL) RISCO AO MEIO AMBIENTE: A POSSIBILIDADE DE GESTÃO DO NANOWASTE ATRAVÉS DOS PRINCÍPIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Revista Eletrônica Artigos Jurídicos e Direito em Debate (REAJDD), v. VII, p. 1-30, 2017.

5.
4ENGELMANN, W.2017 ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . The Nanotechnological Revolution and the Complexity of Waste: The Possibility of Using the OECD Protocol as an Alternative to Nanowaste Risk Management.. Advances in Recycling and Waste Management, v. 2, p. 1-17, 2017.

6.
6LEAL, D.W.S.2016LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A ERA NANOTECNOLÓGICA E RISCO: O ENFRENTAMENTO DA REGULAÇÃO ATRAVÉS DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. Revista Jurídica da Faculdade Una de Contagem, v. 3, p. 1-26, 2016.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
LEAL, D.W.; ENGELMANN, W. . A autorregulação da destinação final dos resíduos nanotecnológicos (NANOWASTE): o Pluralismo Jurídico entre a gestão dos riscos e os protocolos da OECD. 1. ed. São Leopoldo: Karywa, 2018. v. 1. 321p .

Capítulos de livros publicados
1.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . Por que precisamos falar sobre o papel do consumidor final na destinação dos produtos nanotecnológicos?. In: Renata Luciane Posalque Young Blood. (Org.). (Org.). Fenômenos sociais e Direito- 2. 1ed.Ponta Grossa: Atena, 2018, v. 1, p. 181-196.

2.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. ; ENGELMANN, W. . O nanoconsumidor e o direito fundamental à informação. In: Bianka Adamatti; Débora Bós e Silva. (Org.). Lições críticas: Direitos fundamentais. 1ed.Porto Alegre: Visão, 2018, v. 1, p. 29-55.

3.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; ENGELMANN, W. . A propriedade intelectual para a era nanotecnológica: o sistema internacional de patentes, a (necessária) flexibilização e o diálogo entre as fontes do direito. In: Salete Oro Boff;‎ Vinícius Borges Fortes;‎ Gabriel Zanatta Tocchetto. (Org.). Propriedade intelectual e gestão da inovação: Entre invenção e inovação. 1ed.Erechim: Deviant, 2018, v. 1, p. 02-18.

4.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. ; ENGELMANN, W. . As interfaces nanotecnológicas no/do direito: o repensar para as inovações responsáveis, avaliação dos impactos éticos, sociais e jurídicos e inovações metodológicas na pesquisa em direito. In: BRITO, Alessandra Mizuta de; MACIEL, Everton Miguel Puhl; SOUZA, José Conrado Kurtz de. (Org.). Filosofia e Direito: um diálogo necessário para a Justiça. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi, 2018, v. 2, p. 123-152.

5.
ENGELMANN, W. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotechnological Regulations in Brazil. In: RAI, Mahendra; ·BISWAS ,Jayanta Kumar. (Org.). Nanomaterials: Ecotoxicity, Safety, and Public Perception. 1ed.Switzerland: Springer, 2018, v. 1, p. 1-39.

6.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. . Comentários ao art. 84, XII da Constituição Federal de 1988. In: J.J. Gomes Canotilho; Ingo Wolfgang Sarlet; Lenio Luiz Streck; Gilmar Ferreira Mendes. (Org.). Comentários à Constituição do Brasil. 2ed.São Paulo: Saraiva Educação, 2018, v. 1, p. 1338-1343.

7.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente: o movimento inicial de marcos regulatórios nacionais em face do contexto de (possibilidade) riscos. In: Sébastien Kiwonghi Bizawu; Márcio Luís de Oliveira. (Org.). Constitucionalismo, economia e desenvolvimento sustentável. 1ed.Belo Horizonte: ESDH, 2017, v. 4, p. 26-45.

8.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. ; ENGELMANN, W. . Nanocosméticos e o direito à informação: construindo os elementos e as Condições para aproximar o desenvolvimento tecnocientífico na escala nano da Necessidade de informar o público consumidor. In: Reginaldo Pereira; Silvana Winckler; Marcelo Markus Teixeira. (Org.). Inovação tecnológica no novo marco legal de CT&I do Brasil: problematizações a partir da governança dos riscos socioambientais da nanotecnologia. 1ed.São Leopoldo: Karywa, 2017, v. , p. 7-19.

9.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . A OUTRA FACE DOS AVANÇOS NANOTECNOLÓGICOS: UM POSSÍVEL RETROCESSO AMBIENTAL? A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DO DIREITO NESTA PRÁTICA TECNOLÓGICA.. In: Bianka Adamatti; Débora Bós e Silva. (Org.). Lições Críticas: Direito, estado e sociedade.. 1.ªed.Porto Alegre: Visão, 2017, v. 2, p. 124-143.

10.
MARTINS, P.S. ; LEAL, D.W.S. ; FROHLICH, A. V. K. . NANOCOSMÉTICOS: REFLEXÕES SOBRE O DIREITO À INFORMAÇÃO DO CONSUMIDOR E ASPECTOS ÉTICOS DO DESENVOLVIMENTO. In: Wilson Engelmann; Haide Maria Hupffer. (Org.). IMPACTOS SOCIAIS E JURÍDICOS DAS NANOTECNOLOGIAS. 1.ªed.São Leopoldo: Casa Leiria, 2017, v. , p. 127-158.

11.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . MAIS UMA POSSÍVEL CONSEQUÊNCIA DAS NANOTECNOLOGIAS: O QUE FAZER COM O RESÍDUO EM ESCALA NANOMÉTRICA (NANOWASTE)? AS POSSIBILIDADES DE APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. In: Reginaldo Pereira; Silvana Winckler; Marcelo Markus Teixeira. (Org.). Inovação tecnológica no novo marco legal de CT&I do Brasil: problematizações a partir da governança dos riscos socioambientais da nanotecnologia.. 1.ªed.São Leopoldo: Karywa, 2017, v. , p. 140-157.

12.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A REVOLUÇÃO NANOTECNOLÓGICA E SEUS IMPACTOS NO SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES: A POSSIBILIDADE DO USO DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO.. In: Isabel Christine Silva De Gregori; João Marcelo de Lima Assafim.. (Org.). Direito, inovação, propriedade intelectual e concorrência. 1.ªed.Florianópolis: Conpedi, 2017, v. 1, p. 78-98.

13.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS DIMENSÕES DA INCERTEZA PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: DA NECESSÁRIA APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO VETOR PARA A (URGENTE) REGULAÇÃO. In: Erivaldo Cavalcanti e Silva Filho; Everton Das Neves Gonçalves; Maria Dos Remédios Fontes Silva. (Org.). Direito ambiental e socioambientalismo II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2017, v. 1, p. 45-66.

14.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A destinação final dos nanomateriais: o princípio da precaução como fundamento para a normatização das nanotecnologias e seus resíduos finais. In: CONPEDI; UnB; UCB; IDP; UDF. (Org.). Direito ambiental e socioambientalismo II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 421-440.

15.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Direito para a era nanotecnológica: as possibilidades do cruzamento entre inovações metodológicas na pesquisa em direito, o desenvolvimento de inovações responsáveis e a avaliação dos impactos éticos, sociais e jurídicos. In: José Querino Tavares Neto. (Org.). Direito e sustentabilidade I. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 94-113.

16.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . Evolução das nanotecnologias e a necessária aplicação da bioética como garantia de respeito à dignidade humana. In: Heron José de Santana Gordilho; Maria Aparecida Alkimin ?. (Org.). Biodireito e direitos dos animais II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 6-21.

17.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente, os riscos e a urgência de regulação: uma análise do diálogo entre as fontes do direito. In: Alexandre Bugin; Jussara Kalil Pires; Mª Lúcia Bernardes Coelho Silva; Claudio Luis C. Frankenberg; Vanessa Isabel dos Santos Rodrigues; Rosele Neetzow; Marta Segalla; Rejane Tubino; Marise Keller.. (Org.). 10º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental. qed.ABES-RS: Porto Alegre, 2016, v. , p. 1-13.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A era nanotecnológica e seus resíduos (nanowaste): a aplicação dos Princípios da Política Nacional de resíduos sólidos na gestão do risco seria uma alternativa?. Revista DCP -Direito Cultura e Processo, 24 abr. 2018.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . O DESVELAMENTO DAS NANOTECNOLOGIAS EM TERRAS BRASILEIRAS: O (NECESSÁRIO) APRIMORAMENTO DO ENSINO JURÍDICO E O PAPEL DO GRUPO DE PESQUISA JUSNANO. In: Sociology of law 2017, 2017, Canoas. Anais do Sociology of law 2017. Canoas: Unilasalle, 2017. v. 1. p. 2723-2738.

2.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . POR QUE PRECISAMOS FALAR SOBRE O PAPEL DO CONSUMIDOR FINAL NA DESTINAÇÃO DOS PRODUTOS NANOTECNOLÓGICOS?. In: Sociology of law 2017, 2017, Canoas. Anais do Sociology of law 2017. Canoas: Unilasalle, 2017. v. 1. p. 2469-2483.

3.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. In: I Congresso Internacional de Jurisdição Constitucional, Democracia e Relações Sociais, 2017, Passo Fundo. Anais do I Congresso Internacional Jurisdição Constitucional, Democracia e Relações Sociais. Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo, 2017. v. 1. p. 1177-1192.

4.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . O novo alerta do nanowastena busca de alternativa jurídica à gestão do risco: o movimento transnacional autorregulatório das nanotecnologias e o protocolo da OECD. In: Colóquio Internacional Lei Natural e Direito Ambiental e IX Colóquio SulAmericano de Realismo Jurídico, 2017, Caxias do Sul. Direito Natural e Direito Ambiental. Caxias do Sul: Educs, 2017. v. 1. p. 317-332.

5.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotecnologias, desenvolvimento sustentável e o não retrocesso ambiental. In: Colóquio Internacional Lei Natural e Direito Ambiental e IX Colóquio SulAmericano de Realismo Jurídico, 2017, Caxias do Sul. Lei Natural e Direito Ambiental. Caxias do Sul: Educs, 2017. p. 566-580.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; PACHECO, E. J. ; BARTELLE, A. M. . Nanocosméticos, direito à informação e direito (dever?) de agir: a necessária observância do princípio da precaução face às incertezas. In: I Congresso Internacional de Nanotecnologia & IV Simpósio sobre Nanobiotecnologia e suas Aplicações, 2016, Novo Hamburgo. I Congresso Internacional de Nanotecnologia & IV Simpósio sobre Nanobiotecnologia e suas Aplicações. Novo Hamburgo, 2016. v. 1. p. 1-2.

Artigos aceitos para publicação
1.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . AUTORREGULAÇÃO E RISCOS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES JURÍDICOS PARA A GESTÃO DOS RESÍDUOS NANOPARTICULADOS. REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DA UFRGS, 2018.

2.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . Nanotecnologias, Direito e decisão judicial: o papel dosconsumidores e os impactos éticos legais e sociais.. REVISTA BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA DO DIREITO, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A INSERÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS DA ERA DA SOCIEDADE DE RISCO: A NECESSÁRIA DIFUSÃO DE INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS NANOTECNOLOGIAS E A POSSIBILIDADE DE ADOÇÃO DO PLURALISMO JURÍDICO: NECESSIDADE DE FLEXIBILIZAÇÃO JURÍDICA NA ERA DAS NOVAS TECNOLOGIAS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . O Direito e os riscos nanotecnológicos: como decidir?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. ; HUPFFER, Haide Maria ; BERWIG, J.A. . DESVELANDO O NANOWASTE (RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS): A NECESSÁRIA GESTÃO DO RISCO ATRAVÉS DA AUTORREGULAÇÃO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. . O consumidor de nanoprodutos e o Direito Fundamental à Informação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BERWIG, J.A. ; HUPFFER, Haide Maria ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A proteção dos Direitos Humanos e as nanotecnologias: uma oportunidade de abordagem inovadora pelo Direito. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . O necessário movimento Transdisciplinar no Ensino Jurídico e a Reflexão sobre a Tríade 'Ensino-Pesquisa-Extensão'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . A Nanorevolução e nanopatentes?Seus impactos no Sistema internacional de patentes e o uso do Diálogo entre as fontes do Direito. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . UM NOVO ALERTA NANOTECNOLÓGICO: DA EVOLUÇÃO DAS TEORIAS SOBRE RISCO PARA ADEQUADA GESTÃO DO NANOWASTE. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Observações acerca da Transdisciplinaridade no Direito: Aspectos relacionados ao Ensino, Pesquisa e Extensão. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . O DESVELAMENTO DAS NANOTECNOLOGIAS EM TERRAS BRASILEIRAS: O (NECESSÁRIO) APRIMORAMENTO DO ENSINO JURÍDICO E O PAPEL DO GRUPO DE PESQUISA JUSNANO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS DIMENSÕES DA INCERTEZA PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: DA NECESSÁRIA APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO VETOR PARA A (URGENTE) REGULAÇÃO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . O NOVO ALERTA DO NANOWASTE PARA BUSCA POR ALTERNATIVA JURÍDICA À GESTÃO DO RISCO: O MOVIMENTO TRANSNACIONAL AUTORREGULATÓRIO DAS NANOTECNOLOGIAS E O PROTOCOLO DA OECD. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . NANOTENOLOGIAS, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E O NÃO RETROCESSO AMBIENTAL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotecnologias, Direito e decisão judicial: o papel dos consumidores e os impactos éticos legais e sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
FROHLICH, A. V. K. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . Nanotecnologia, direito e princípios: interface necessária. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; FROHLICH, A. V. K. . A atenção do Direito aos resíduos nanotecnológicos: a necessária regulação do nanowaste através do protocolo da OECD para gestão do risco. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . As nanotecnologias e o meio ambiente: em busca de uma alternativa jurídica baseada nos princípios éticos, legais e sociais (ELSA) a fim de frustrar um retrocesso ambiental. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
HOHENDORFF, R. V. ; BERWIG, J.A. ; LEAL, D.W.S. . NANOTENOLOGIAS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES SUSTENTÁVEIS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
MACHADO, C. P. ; LEAL, D.W.S. ; BERETA, E. . A NANOTECNOLOGIA NA PULVERIZAÇÃO ATMOSFÉRICA DE AEROSSÓIS (GEOENGENHARIA): UMA PROPOSTA DUPLAMENTE ARRISCADA?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
LEAL, D.W.S.. Noções Introdutórias - tutelas provisórias no Novo CPC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
LEAL, D.W.S.. Formas alternativas de resolução de conflitos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A PROPRIEDADE INTELECTUAL PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: O SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES, A (NECESSÁRIA) FLEXIBILIZAÇÃO E O DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . POR QUE PRECISAMOS FALAR SOBRE O PAPEL DO CONSUMIDOR FINAL NA DESTINAÇÃO DOS PRODUTOS NANOTECNOLÓGICOS?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A destinação final dos nanomateriais: o princípio da precaução como fundamento para a normatização das nanotecnologias e seus resíduos finais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

28.
LEAL, D.W.S.. Nanotecnologias e meio ambiente: o movimento inicial de marcos regulatórios nacionais em face do contexto de (possibilidade) riscos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente, os riscos e a urgência de regulação: uma análise do diálogo entre as fontes do direito. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

30.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. ; PACHECO, E. J. ; MACHADO, C. P. ; BARTELLE, A. M. . Nanocosméticos, direito à informação e direito (dever?) de agir: a necessária observância do princípio da precaução face às incertezas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . Mais uma possível consequencia das nanotecnologias: o que fazer com o lixo em escala nanométrica? As possibilidades de aplicação dos princípios da política nacional de resíduos sólidos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . EVOLUÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS E A NECESSÁRIA APLICAÇÃO DA BIOÉTICA COMO GARANTIA DE RESPEITO À DIGNIDADE HUMANA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . DIREITO PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: AS POSSIBILIDADES DO CRUZAMENTO ENTRE INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA PESQUISA EM DIREITO, O DESENVOLVIMENTO DE INOVAÇÕES RESPONSÁVEIS E A AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS ÉTICOS, SOCIAIS E JURÍDICOS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

34.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . EVOLUÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS E A NECESSÁRIA APLICAÇÃO DA BIOÉTICA COMO GARANTIA DE RESPEITO À DIGNIDADE HUMANA.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
LEAL, D.W.S.; FROHLICH, A. V. K. . Nanotecnologia do Avesso n.º 444: Principais iniciativas regulatórias vigentes. 2018.

2.
LEAL, D.W.S.. NANO ALERTA N.º 202 - A AUTOREGULAÇÃO DA DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS: A POSSIBILIDADE DE UTILIZAÇÃO DO PROTOCOLO OECD E DO PLURALISMO JURIDICO (TEUBNER) PARA GESTAO DOS RISCOS DO NANOWASTE. 2018.


Demais tipos de produção técnica
1.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . Coluna Indústria Criativa - Inovação e Tecnologia. 2018. (Colunista Revista DCP).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
LEAL, D.W.; RENNER, J.A.. Avaliação dos trabalhos do curso de Direito na XVI Mostra de Iniciação Cientifica VIII Salão de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação FACCAT. 2018. Faculdades Integradas de Taquara.

2.
LEAL, D.W.S.. A ilegalidade do art. 4º, §2º da instrução normativa nº 36/2016 do TST que cuida da regra de decisão surpresa no processo do trabalho. 2016. Universidade FUMEC.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Direito das Mudanças Climáticas. 2018. (Outra).

2.
I CONGRESSO NACIONAL DE PROPRIEDADE INTELECTUAL. A NANOREVOLUÇÃO E NANOPATENTES? SEUS IMPACTOS NO SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES E USO DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. 2018. (Congresso).

3.
II Congresso Internacional da ESA. 2018. (Congresso).

4.
III Congresso Internacional sobre Nanotecnologia & VI Simpósio sobre Nanobiotecnologia e suas Aplicações. DESVELANDO O NANOWASTE (RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS): A NECESSÁRIA GESTÃO DO RISCO ATRAVÉS DA AUTORREGULAÇÃO. 2018. (Congresso).

5.
III Congresso Internacional sobre Nanotecnologia & VI Simpósio sobre Nanobiotecnologia e suas Aplicações. O consumidor de nanoprodutos e o Direito Fundamental à Informação. 2018. (Congresso).

6.
INTERNACIONAL LAW RESEARCH: El contrato de seguros y las nuevas technologias "INSURTECH". 2018. (Outra).

7.
IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA E DIDÁTICA DE DIREITO. Observações acerca da Transdisciplinaridade no Direito: Aspectos relacionados ao Ensino, Pesquisa e Extensão. 2018. (Congresso).

8.
Nanotecnologias para a Indústria. 2018. (Encontro).

9.
V Seminário de Direito do Trabalho e Previdenciário do Vale do Rio dos Sinos. 2018. (Seminário).

10.
XII Seminário Nacional Diálogos com Paulo Freire.O necessário movimento Transdisciplinar no Ensino Jurídico e a Reflexão sobre a Tríade "Ensino-Pesquisa-Extensão". 2018. (Seminário).

11.
XVI Mostra de Iniciação Cientifica VIII Salão de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação..avaliador XVI Mostra de Iniciação Cientifica VIII Salão de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação.. 2018. (Outra).

12.
XXVII Congresso Nacional do CONPEDI. UM NOVO ALERTA NANOTECNOLÓGICO: DA EVOLUÇÃO DAS TEORIAS SOBRE RISCO PARA ADEQUADA GESTÃO DO NANOWASTE. 2018. (Congresso).

13.
Aos quatro ventos do mundo. 2017. (Seminário).

14.
Arbitragem internacional e Ordem Pública. 2017. (Outra).

15.
I Congresso Internacional de Jurisdição Constitucional, Democracia e Relações Sociais e I Mostra de Trabalhos Jurídicos Científicos. REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. 2017. (Congresso).

16.
II Congresso Internacional de nanotecnologia. A ATENÇÃO DO DIREITO AOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS: A NECESSÁRIA REGULAÇÃO DO NANOWASTE ATRAVÉS DO PROTOCOLO DA OECD PARA GESTÃO DO RISCO. 2017. (Congresso).

17.
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: a necessidade da prática da advocacia na solução pacífica de conflitos. 2017. (Seminário).

18.
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: Introduction to the American Legal System. 2017. (Seminário).

19.
VIII Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Sociologia do Direito ? ABraSD. Nanotecnologias, Direito e decisão judicial: o papel dos consumidores e os impactos éticos legais e sociais.. 2017. (Congresso).

20.
XXVI Encontro Nacional do Conpedi Brasília. A REVOLUÇÃO NANOTECNOLÓGICA E SEUS IMPACTOS NO SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES: A POSSIBILIDADE DO USO DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. 2017. (Congresso).

21.
XXVI Encontro Nacional do CONPEDI Brasília. AS DIMENSÕES DA INCERTEZA PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: DA NECESSÁRIA APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO VETOR PARA A (URGENTE) REGULAÇÃO. 2017. (Congresso).

22.
10º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental.Nanotecnologias e meio ambiente, os riscos e a urgência de regulação: uma análise do diálogo entre as fontes do direito. 2016. (Simpósio).

23.
1º Seminário Internacional - Internacionalização do Direito, Constitucionalismo e Direito Global. 2016. (Seminário).

24.
A Desconstrução do Direito Penal Moderno. 2016. (Seminário).

25.
A Formação do Estado Democrático de Direito. 2016. (Encontro).

26.
Análise Crítica do Discurso Jurídico no contexto do Novo Código de Processo Civil. 2016. (Seminário).

27.
A Operação de Seguros e a Contribuição da Análise Econômica de Direito. 2016. (Seminário).

28.
Apresentação e debate sobre a obra "Modernismo and the grounds of law" de Peter Fitzpatrick. 2016. (Outra).

29.
Cibertransparência - Uma análise regional do municípios do Rio Grande do Sul com relação à efetividade da Lei de Acesso à Informação Pública e a concretização dos direitos sociais. 2016. (Seminário).

30.
Corrupção 2.0: "MÃOS LIMPAS" E LAVA JATO. 2016. (Seminário).

31.
Diálogos sobre o novo Código Civil. 2016. (Seminário).

32.
Direito e Internacionalização: Human rights in the Middle East. 2016. (Seminário).

33.
Fundamentos da Tributação Internacional na União Europeia. 2016. (Seminário).

34.
Inovação Tecnológica em Nanomateriais. 2016. (Outra).

35.
Inovação Tecnológica em nanomateriais 2. 2016. (Outra).

36.
Islamic Law: Criminal Law and Criminal Procedural Law; Human Rights in the Middle East. 2016. (Seminário).

37.
IV Colóquio Internacional IHU. Políticas Públicas, Financeirização e Crise Sistêmica. 2016. (Outra).

38.
IV Congresso Internacional de Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. Nanotecnologias e meio ambiente: o movimento inicial de marcos regulatórios nacionais em face do contexto de (possibilidade) riscos. 2016. (Congresso).

39.
O Direito Ambiental e o Direito dos Desastres na Era das Mudanças Climáticas. 2016. (Outra).

40.
Prática Profissional com a Ótica do Novo -CPC - Oficina 01 - modalidade presencial". 2016. (Oficina).

41.
Seminário Diálogos sobre o Novo Código de Processo Civil. 2016. (Seminário).

42.
Teorias Críticas do Colonialismo em Questão: Genealogias e Debates desde uma Perspectiva Latinoamericana. 2016. (Outra).

43.
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: Crise ambiental e imaginário catastrófico. 2016. (Seminário).

44.
UNISINOS INTERNATIONAL LAW RESEARCH: Teoría de los Sistemas e decisión judicial. 2016. (Seminário).

45.
XIII Seminário Internacional Tecnologia, Sociedade e Ambiente.Mais uma possível consequencia das nanotecnologias: o que fazer com o lixo em escala nanométrica? As possibilidades de aplicação dos princípios da política nacional de resíduos sólidos. 2016. (Seminário).

46.
XIII Seminário Internacional Tecnologia, Sociedade e Ambiente.Nanocosméticos e o Direito à Informação: construindo os elementos e as condições para aproximar o desenvolvimento tecnocientífico na escala nano da necessidade de informar o público consumidor. 2016. (Seminário).

47.
X Pesquisando o Direito. 2016. (Outra).

48.
XXV CONGRESSO DO ​ CONPEDI  CURITIBA ? PR. EVOLUÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS E A NECESSÁRIA APLICAÇÃO DA BIOÉTICA COMO GARANTIA DE RESPEITO À DIGNIDADE HUMANA. 2016. (Congresso).

49.
XXV CONGRESSO DO CONPEDI - CURITIBA. DIREITO PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: AS POSSIBILIDADES DO CRUZAMENTO ENTRE INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA PESQUISA EM DIREITO, O DESENVOLVIMENTO DE INOVAÇÕES RESPONSÁVEIS E A AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS ÉTICOS, SOCIAIS E JURÍDICOS. 2016. (Congresso).

50.
XXV CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI BRASÍLIA. A DESTINAÇÃO FINAL DOS NANOMATERIAIS: O PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO FUNDAMENTO PARA A NORMATIZAÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS E SEUS RESÍDUOS FINAIS. 2016. (Congresso).

51.
XXV Encontro do CONPEDI.A destinação final dos nanomateriais: o princípio da precaução como fundamento para a normatização das nanotecnologias e seus resíduos finais. 2016. (Encontro).



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
5ENGELMANN, W.2017ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . A COMPLEXIDADE DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS E O (POTENCIAL) RISCO AO MEIO AMBIENTE: A POSSIBILIDADE DE GESTÃO DO NANOWASTE ATRAVÉS DOS PRINCÍPIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Revista Eletrônica Artigos Jurídicos e Direito em Debate (REAJDD), v. VII, p. 1-30, 2017.

2.
6LEAL, D.W.S.2016LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A ERA NANOTECNOLÓGICA E RISCO: O ENFRENTAMENTO DA REGULAÇÃO ATRAVÉS DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. Revista Jurídica da Faculdade Una de Contagem, v. 3, p. 1-26, 2016.

3.
2ENGELMANN, W.2018 ENGELMANN, W. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotechnologies and the Safe by Design: Seeking Alternatives for Risk Management. Global Journal of HUMAN-SOCIAL SCIENCE: H Interdisciplinary, v. 18, p. 31-40, 2018.

4.
1ENGELMANN, W.2018 ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . NANOTECNOLOGIAS E A EVOLUÇÃO DAS TEORIAS SOBRE RISCO: A ATENÇÃO PARA O NANOWASTE E SUA ADEQUADA GESTÃO. CADERNOS DE DEREITO ACTUAL (ONLINE), v. 10, p. 79-118, 2018.

5.
3LEAL, D.W.S.2018LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A ERA DAS NANOTECNOLOGIAS NO MERCADO CONSUMIDOR: a inserção dos 'nanoprodutos' ao cotidiano e o Direito à Informação. REVISTA DIREITO E DESENVOLVIMENTO, v. 9, p. 287-302, 2018.

6.
4ENGELMANN, W.2017 ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . The Nanotechnological Revolution and the Complexity of Waste: The Possibility of Using the OECD Protocol as an Alternative to Nanowaste Risk Management.. Advances in Recycling and Waste Management, v. 2, p. 1-17, 2017.

Artigos aceitos para publicação
1.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . AUTORREGULAÇÃO E RISCOS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES JURÍDICOS PARA A GESTÃO DOS RESÍDUOS NANOPARTICULADOS. REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DA UFRGS, 2018.


Livros e capítulos
1.
LEAL, D.W.; ENGELMANN, W. . A autorregulação da destinação final dos resíduos nanotecnológicos (NANOWASTE): o Pluralismo Jurídico entre a gestão dos riscos e os protocolos da OECD. 1. ed. São Leopoldo: Karywa, 2018. v. 1. 321p .

1.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A destinação final dos nanomateriais: o princípio da precaução como fundamento para a normatização das nanotecnologias e seus resíduos finais. In: CONPEDI; UnB; UCB; IDP; UDF. (Org.). Direito ambiental e socioambientalismo II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 421-440.

2.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Direito para a era nanotecnológica: as possibilidades do cruzamento entre inovações metodológicas na pesquisa em direito, o desenvolvimento de inovações responsáveis e a avaliação dos impactos éticos, sociais e jurídicos. In: José Querino Tavares Neto. (Org.). Direito e sustentabilidade I. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 94-113.

3.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . Evolução das nanotecnologias e a necessária aplicação da bioética como garantia de respeito à dignidade humana. In: Heron José de Santana Gordilho; Maria Aparecida Alkimin ?. (Org.). Biodireito e direitos dos animais II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2016, v. 25, p. 6-21.

4.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente, os riscos e a urgência de regulação: uma análise do diálogo entre as fontes do direito. In: Alexandre Bugin; Jussara Kalil Pires; Mª Lúcia Bernardes Coelho Silva; Claudio Luis C. Frankenberg; Vanessa Isabel dos Santos Rodrigues; Rosele Neetzow; Marta Segalla; Rejane Tubino; Marise Keller.. (Org.). 10º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental. qed.ABES-RS: Porto Alegre, 2016, v. , p. 1-13.

5.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente: o movimento inicial de marcos regulatórios nacionais em face do contexto de (possibilidade) riscos. In: Sébastien Kiwonghi Bizawu; Márcio Luís de Oliveira. (Org.). Constitucionalismo, economia e desenvolvimento sustentável. 1ed.Belo Horizonte: ESDH, 2017, v. 4, p. 26-45.

6.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. ; ENGELMANN, W. . Nanocosméticos e o direito à informação: construindo os elementos e as Condições para aproximar o desenvolvimento tecnocientífico na escala nano da Necessidade de informar o público consumidor. In: Reginaldo Pereira; Silvana Winckler; Marcelo Markus Teixeira. (Org.). Inovação tecnológica no novo marco legal de CT&I do Brasil: problematizações a partir da governança dos riscos socioambientais da nanotecnologia. 1ed.São Leopoldo: Karywa, 2017, v. , p. 7-19.

7.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . A OUTRA FACE DOS AVANÇOS NANOTECNOLÓGICOS: UM POSSÍVEL RETROCESSO AMBIENTAL? A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DO DIREITO NESTA PRÁTICA TECNOLÓGICA.. In: Bianka Adamatti; Débora Bós e Silva. (Org.). Lições Críticas: Direito, estado e sociedade.. 1.ªed.Porto Alegre: Visão, 2017, v. 2, p. 124-143.

8.
MARTINS, P.S. ; LEAL, D.W.S. ; FROHLICH, A. V. K. . NANOCOSMÉTICOS: REFLEXÕES SOBRE O DIREITO À INFORMAÇÃO DO CONSUMIDOR E ASPECTOS ÉTICOS DO DESENVOLVIMENTO. In: Wilson Engelmann; Haide Maria Hupffer. (Org.). IMPACTOS SOCIAIS E JURÍDICOS DAS NANOTECNOLOGIAS. 1.ªed.São Leopoldo: Casa Leiria, 2017, v. , p. 127-158.

9.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . MAIS UMA POSSÍVEL CONSEQUÊNCIA DAS NANOTECNOLOGIAS: O QUE FAZER COM O RESÍDUO EM ESCALA NANOMÉTRICA (NANOWASTE)? AS POSSIBILIDADES DE APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. In: Reginaldo Pereira; Silvana Winckler; Marcelo Markus Teixeira. (Org.). Inovação tecnológica no novo marco legal de CT&I do Brasil: problematizações a partir da governança dos riscos socioambientais da nanotecnologia.. 1.ªed.São Leopoldo: Karywa, 2017, v. , p. 140-157.

10.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A REVOLUÇÃO NANOTECNOLÓGICA E SEUS IMPACTOS NO SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES: A POSSIBILIDADE DO USO DO DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO.. In: Isabel Christine Silva De Gregori; João Marcelo de Lima Assafim.. (Org.). Direito, inovação, propriedade intelectual e concorrência. 1.ªed.Florianópolis: Conpedi, 2017, v. 1, p. 78-98.

11.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS DIMENSÕES DA INCERTEZA PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: DA NECESSÁRIA APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO VETOR PARA A (URGENTE) REGULAÇÃO. In: Erivaldo Cavalcanti e Silva Filho; Everton Das Neves Gonçalves; Maria Dos Remédios Fontes Silva. (Org.). Direito ambiental e socioambientalismo II. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2017, v. 1, p. 45-66.

12.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . Por que precisamos falar sobre o papel do consumidor final na destinação dos produtos nanotecnológicos?. In: Renata Luciane Posalque Young Blood. (Org.). (Org.). Fenômenos sociais e Direito- 2. 1ed.Ponta Grossa: Atena, 2018, v. 1, p. 181-196.

13.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. ; ENGELMANN, W. . O nanoconsumidor e o direito fundamental à informação. In: Bianka Adamatti; Débora Bós e Silva. (Org.). Lições críticas: Direitos fundamentais. 1ed.Porto Alegre: Visão, 2018, v. 1, p. 29-55.

14.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; ENGELMANN, W. . A propriedade intelectual para a era nanotecnológica: o sistema internacional de patentes, a (necessária) flexibilização e o diálogo entre as fontes do direito. In: Salete Oro Boff;‎ Vinícius Borges Fortes;‎ Gabriel Zanatta Tocchetto. (Org.). Propriedade intelectual e gestão da inovação: Entre invenção e inovação. 1ed.Erechim: Deviant, 2018, v. 1, p. 02-18.

15.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. ; ENGELMANN, W. . As interfaces nanotecnológicas no/do direito: o repensar para as inovações responsáveis, avaliação dos impactos éticos, sociais e jurídicos e inovações metodológicas na pesquisa em direito. In: BRITO, Alessandra Mizuta de; MACIEL, Everton Miguel Puhl; SOUZA, José Conrado Kurtz de. (Org.). Filosofia e Direito: um diálogo necessário para a Justiça. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi, 2018, v. 2, p. 123-152.

16.
ENGELMANN, W. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotechnological Regulations in Brazil. In: RAI, Mahendra; ·BISWAS ,Jayanta Kumar. (Org.). Nanomaterials: Ecotoxicity, Safety, and Public Perception. 1ed.Switzerland: Springer, 2018, v. 1, p. 1-39.

17.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. . Comentários ao art. 84, XII da Constituição Federal de 1988. In: J.J. Gomes Canotilho; Ingo Wolfgang Sarlet; Lenio Luiz Streck; Gilmar Ferreira Mendes. (Org.). Comentários à Constituição do Brasil. 2ed.São Paulo: Saraiva Educação, 2018, v. 1, p. 1338-1343.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A era nanotecnológica e seus resíduos (nanowaste): a aplicação dos Princípios da Política Nacional de resíduos sólidos na gestão do risco seria uma alternativa?. Revista DCP -Direito Cultura e Processo, 24 abr. 2018.


Apresentações de Trabalho
1.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . A destinação final dos nanomateriais: o princípio da precaução como fundamento para a normatização das nanotecnologias e seus resíduos finais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
LEAL, D.W.S.. Nanotecnologias e meio ambiente: o movimento inicial de marcos regulatórios nacionais em face do contexto de (possibilidade) riscos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
LEAL, D.W.S.; ENGELMANN, W. . Nanotecnologias e meio ambiente, os riscos e a urgência de regulação: uma análise do diálogo entre as fontes do direito. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . EVOLUÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS E A NECESSÁRIA APLICAÇÃO DA BIOÉTICA COMO GARANTIA DE RESPEITO À DIGNIDADE HUMANA.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . O DESVELAMENTO DAS NANOTECNOLOGIAS EM TERRAS BRASILEIRAS: O (NECESSÁRIO) APRIMORAMENTO DO ENSINO JURÍDICO E O PAPEL DO GRUPO DE PESQUISA JUSNANO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS DIMENSÕES DA INCERTEZA PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: DA NECESSÁRIA APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO COMO VETOR PARA A (URGENTE) REGULAÇÃO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . O NOVO ALERTA DO NANOWASTE PARA BUSCA POR ALTERNATIVA JURÍDICA À GESTÃO DO RISCO: O MOVIMENTO TRANSNACIONAL AUTORREGULATÓRIO DAS NANOTECNOLOGIAS E O PROTOCOLO DA OECD. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . NANOTENOLOGIAS, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E O NÃO RETROCESSO AMBIENTAL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Nanotecnologias, Direito e decisão judicial: o papel dos consumidores e os impactos éticos legais e sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
FROHLICH, A. V. K. ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . Nanotecnologia, direito e princípios: interface necessária. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; FROHLICH, A. V. K. . A atenção do Direito aos resíduos nanotecnológicos: a necessária regulação do nanowaste através do protocolo da OECD para gestão do risco. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. . As nanotecnologias e o meio ambiente: em busca de uma alternativa jurídica baseada nos princípios éticos, legais e sociais (ELSA) a fim de frustrar um retrocesso ambiental. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
HOHENDORFF, R. V. ; BERWIG, J.A. ; LEAL, D.W.S. . NANOTENOLOGIAS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES SUSTENTÁVEIS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
MACHADO, C. P. ; LEAL, D.W.S. ; BERETA, E. . A NANOTECNOLOGIA NA PULVERIZAÇÃO ATMOSFÉRICA DE AEROSSÓIS (GEOENGENHARIA): UMA PROPOSTA DUPLAMENTE ARRISCADA?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
LEAL, D.W.S.. Noções Introdutórias - tutelas provisórias no Novo CPC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
LEAL, D.W.S.. Formas alternativas de resolução de conflitos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . A PROPRIEDADE INTELECTUAL PARA A ERA NANOTECNOLÓGICA: O SISTEMA INTERNACIONAL DE PATENTES, A (NECESSÁRIA) FLEXIBILIZAÇÃO E O DIÁLOGO ENTRE AS FONTES DO DIREITO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . REFLEXÕES ENTRE NANOTECNOLOGIAS E DIREITO: A NECESSÁRIA INTERFACE ENTRE REGULAÇÃO E DIREITO À INFORMAÇÃO PARA UM DESENVOLVIMENTO RESPONSÁVEL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. ; MACHADO, C. P. ; ENGELMANN, W. ; SANTOS, P. J. T. . POR QUE PRECISAMOS FALAR SOBRE O PAPEL DO CONSUMIDOR FINAL NA DESTINAÇÃO DOS PRODUTOS NANOTECNOLÓGICOS?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A INSERÇÃO DAS NANOTECNOLOGIAS DA ERA DA SOCIEDADE DE RISCO: A NECESSÁRIA DIFUSÃO DE INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . AS NANOTECNOLOGIAS E A POSSIBILIDADE DE ADOÇÃO DO PLURALISMO JURÍDICO: NECESSIDADE DE FLEXIBILIZAÇÃO JURÍDICA NA ERA DAS NOVAS TECNOLOGIAS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
FROHLICH, A. V. K. ; LEAL, D.W.S. . O consumidor de nanoprodutos e o Direito Fundamental à Informação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
BERWIG, J.A. ; HUPFFER, Haide Maria ; HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . A proteção dos Direitos Humanos e as nanotecnologias: uma oportunidade de abordagem inovadora pelo Direito. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
LEAL, D.W.S.; HOHENDORFF, R. V. . O necessário movimento Transdisciplinar no Ensino Jurídico e a Reflexão sobre a Tríade 'Ensino-Pesquisa-Extensão'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
ENGELMANN, W. ; LEAL, D.W.S. ; HOHENDORFF, R. V. . A Nanorevolução e nanopatentes?Seus impactos no Sistema internacional de patentes e o uso do Diálogo entre as fontes do Direito. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
HOHENDORFF, R. V. ; LEAL, D.W.S. . Observações acerca da Transdisciplinaridade no Direito: Aspectos relacionados ao Ensino, Pesquisa e Extensão. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
LEAL, D.W.S.; FROHLICH, A. V. K. . Nanotecnologia do Avesso n.º 444: Principais iniciativas regulatórias vigentes. 2018.

2.
LEAL, D.W.S.. NANO ALERTA N.º 202 - A AUTOREGULAÇÃO DA DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS NANOTECNOLÓGICOS: A POSSIBILIDADE DE UTILIZAÇÃO DO PROTOCOLO OECD E DO PLURALISMO JURIDICO (TEUBNER) PARA GESTAO DOS RISCOS DO NANOWASTE. 2018.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/01/2019 às 10:02:57