Larissa Popazoglo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2411184234376493
  • Última atualização do currículo em 22/01/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Fluminense (2017), com ênfase em Meio Ambiente, foco em Ética Animal. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Larissa Popazoglo
Nome em citações bibliográficas
POPAZOGLO, L.


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em BIOÉTICA, ÉTICA APLICADA E SAÚDE COLETIVA.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. Orientador: Rita Leal Paixão.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2013 - 2017
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: O Projeto dos Grandes Primatas: Um olhar da Ética e da Etologia.
Orientador: Rita Leal Paixão.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Escola Técnica Estadual de São Paulo, ETESP, Brasil.




Formação Complementar


2015
Grupo de Estudos em Ética Animal e Ambiental. (Carga horária: 40h).
Univesidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.



Projetos de pesquisa


2015 - 2016
O Projeto dos Grandes Primatas: Um olhar da Ética e da Etologia
Descrição: Como as sociedades humanas estão em constante contato com animais não-humanos estabelecendo, de modo geral, relações de exploração, surgiram, ao longo da história, diversos questionamentos sobre essa relação. Nesse contexto, foi criado o Projeto dos Grandes Primatas (GAP ? sigla em inglês, The Great Ape Project), reivindicando a inclusão dos Grandes Primatas não-humanos na comunidade moral. Para isso, baseiam-se, principalmente, no conceito filosófico de pessoa, além de conhecimentos sobre etologia, genética e evolução. Para a realização desse trabalho, foi feita uma revisão bibliográfica, de modo que fossem evidenciados os argumentos selecionados pelo Projeto. Esses argumentos estão relacionados com a similaridade entre Grandes Primatas humanos e Grandes Primatas não-humanos, para justificar a igualdade entre esses grupos. Porém, esse tipo de abordagem cria uma nova fronteira para a comunidade moral, deixando de ser baseada apenas na espécie Homo sapiens, para incluir, primeiramente, animais não-humanos semelhantes aos humanos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Larissa Popazoglo - Coordenador / Rita Leal Paixão - Integrante.
2015 - 2015
VARIAÇÕES CRANIANAS DE CINCO ESPÉCIES DA FAMÍLIA DELPHINIDAE (MAMMALIA, CETARTIODACTYLA) OCORRENTES NO LITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, MEDIANTE MORFOMETRIA GEOMÉTRICA.
Descrição: No litoral do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, cinco espécies de pequeno a médio porte da família Delphinidae são consideradas as mais avistadas segundo o MAQUA - Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores (disponível em www.maqua.uerj.br\avistagens.html. Acesso em: 13/04/2015 as 15:11), são elas: Steno bredanensis (Cuvier in Lesson, 1828); Tursiops truncatus (Montagu, 1821); Sotalia guianensis (van Bénéden, 1864); Stenella frontalis (Cuvier, 1829); e Delphinus spp. Linnaeus, 1758. O crânio dos odontocetos é uma ferramenta para obtenção de alimento e ecolocalização, no qual é possível observar variações intra- e interespecíficas. A Morfometria Geométrica tem sido aplicada em crânios de golfinhos para estudos de variações morfológicas interespecíficas, ontogenéticas, dimorfismo sexual e variações geográficas. Este método é baseado em landmarks (marcos anatômicos homólogos), que permite uma análise comparativa da forma em organismos utilizando dados de coordenadas. Tendo em vista o reconhecimento de variações cranianas intra- e interespecíficas, sobre diferentes aspectos biológicos, em espécies de delfinídeos, a hipótese é de que há variações cranianas entre as cinco espécies da família Delphinidae consideradas as mais avistadas no litoral do Estado do Rio de Janeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Larissa Popazoglo - Coordenador / Oscar Rocha-Barbosa - Integrante / Leandro dos Santos Lima Hohl - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.
2.
Grande área: Outros / Área: Bioética.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Comportamento Animal.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IV Seminário de Defesa Animal: Desafios da sociedade e do poder público. 2016. (Seminário).

2.
III Congresso de Bioética e Direitos dos Animais. 2015. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 17:16:21