Louise Alissa de Morais

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3696782150181205
  • Última atualização do currículo em 24/08/2018


Bióloga e mestra em Ecologia pela Universidade de São Paulo, sob orientação do Dr. Glauco Machado.Tenho interesse em ecologia teórica e ecologia comportamental, mais especificamente em teorias de seleção sexual e cuidado parental. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Louise Alissa de Morais
Nome em citações bibliográficas
ALISSA, L. M.;ALISSA, LOUISE M.


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em Ecologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Cada um no seu quadrado: efeitos da disponibilidade de sítios reprodutivos sobre a intensidade da seleção sexual e os custos do cuidado parental,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Glauco Machado.
Coorientador: Diogo Samia.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2011 - 2015
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Tópicos em Estatística para Ecologia. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2013 - 2013
Sexo nos Animais: evolução da forma e da corte. (Carga horária: 12h).
Instituto de Biociências (USP), IB - USP, Brasil.
2013 - 2013
Gestão de Carreira Acadêmica. (Carga horária: 8h).
XXXI Encontro Anual de Etologia - Sociedade Brasileira de Etologia, XXXI EAE, Brasil.
2012 - 2012
Ecofisiologia de répteis e anfíbios. (Carga horária: 12h).
Instituto de Biociências (USP), IB - USP, Brasil.
2012 - 2012
Comportamento Sexual. (Carga horária: 8h).
Instituto de Biociências (USP), IB - USP, Brasil.
2012 - 2012
Resgate e triagem de fauna em situações críticas. (Carga horária: 8h).
Instituto de Biociências (USP), IB - USP, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Biociências (USP), IB - USP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsa de Mestrado concedida pela FAPESP

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsa de Mestrado concedida pelo Cnpq

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária - Iniciação Científica, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Iniciação Científica financiada pela FAPESP

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágiária - Iniciação Centífica, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Iniciação Científica financiada pela FAPESP

Atividades

08/2015 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Ecologia, Departamento de Ecologia.

Atividade realizada
Monitora em Disciplina de Graduação: "Ecologia de comunidades e ecossistemas".
02/2015 - 06/2015
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Ecologia, Departamento de Ecologia.

Atividade realizada
Monitora em disciplina da Graduação: "Ecologia dos indivíduos às populações".
08/2013 - 12/2013
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Fisiologia, Departamento de Fisiologia.

Atividade realizada
Auxílio em aulas e laboratórios.

Escola Lourenço Castanho, LC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Professora auxiliar, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Cada um no seu quadrado: efeitos da disponibilidade de sítios reprodutivos sobre a intensidade da seleção sexual e os custos do cuidado parental
Descrição: Um conceito central na teoria de sistemas de acasalamento é o potencial ambiental para poliginia, segundo o qual recursos escassos e agregados favorecem a monopolização de fêmeas por pouco machos. Sítios reprodutivos são um dos recursos mais importantes utilizados pelas fêmeas e, em muitas espécies, tais sítios são monopolizados pelos machos maiores ou em melhor condição. O objetivo deste projeto será investigar os efeitos da disponibilidade de sítios reprodutivos sobre a intensidade da seleção sexual e os custos do cuidado parental em um grande conjunto de espécies. Usando uma abordagem meta-analítica, testaremos as hipóteses de que quanto menor a disponibilidade de sítios reprodutivos: (1) maior será a variação no sucesso reprodutivo dos machos de uma população e, conseqüentemente, a intensidade de seleção sexual; (2) maior será a freqüência de táticas reprodutivas alternativas em uma população; (3) menor será a paternidade da prole defendida pelos machos territoriais; (4) maior será o custo do cuidado paternal. Apesar de haver um grande número de trabalhos empíricos sobre sistemas de acasalamento, não existe nenhuma tentativa de sintetizar os resultados obtidos e avaliar a generalidade dos padrões previstos pela teoria. Dada a importância da teoria de sistemas de acasalamento para nossa compreensão sobre os padrões de variação no sucesso reprodutivo dos machos em diferentes populações e espécies, este projeto oferecerá uma síntese quantitativa que poderá indicar grupos em que as previsões teóricas não são aplicáveis, lacunas no conhecimento e direções para estudos futuros..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2015
Papais em plena forma: efeito da condição corpórea sobre a atratividade dos machos em um opilião com cuidado paternal (Arachnida: Opiliones)
Descrição: Em espécies com cuidado paternal exclusivo, machos que cuidam da prole trazem benefícios diretos às fêmeas, permitindo-as forragear e investir em uma prole futura, enquanto a sobrevivência da prole atual está assegurada pelo guarda paterna. Ao escolher machos cuidadores, as fêmeas podem ganhar também benefícios indiretos, gerando filhotes machos que são bons cuidadores. Apesar de a preferência da fêmea por machos cuidadores já ter sido demonstrada para algumas espécies de peixes e artrópodes, uma questão permanece sem resposta: qual é o critério usado pelas fêmeas no início da estação reprodutiva, quando os machos ainda não possuem desovas? Nossa hipótese é que o critério de escolha das fêmeas está centrado na condição corpórea dos machos, pois dado que o cuidado é altamente custoso, apenas machos em boa condição corpórea conseguiriam arcar com estes custos. Adicionalmente, o decaimento da condição corpórea durante o cuidado deve ser o que impede os machos de continuarem recebendo desovas durante toda a estação reprodutiva. Neste projeto, usaremos o opilião Iporangaia pustulosa (Gonyleptidae) para testar as seguintes previsões: (1) quanto melhor a condição corpórea de um macho no início da estação reprodutiva, mais rapidamente este obterá uma primeira cópula e, portanto, uma primeira desova; (2) machos cuidadores que receberem um aporte regular de alimento conseguirão estender o período de atratividade e acumular mais ovos do que machos cuidadores privados de alimento. As duas previsões serão testadas experimentalmente em campo ao longo da estação reprodutiva da espécie. Os resultados obtidos poderão lançar luz sobre os critérios de seleção de parceiros em espécies com cuidado paternal exclusivo, mais particularmente sobre o papel da condição corpórea dos machos sobre sua atratividade para as fêmeas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2013
Conflito entre esforço parental e esforço de acasalamento no opilião Serracutisoma proximum (Arachnida: Opiliones): pais dedicados ou garanhões interesseiros?
Descrição: De acordo com a teoria da alocação reprodutiva, os indivíduos parentais são selecionados a otimizar, em cada evento reprodutivo, a alocação de recursos e energia entre o esforço parental e o esforço de acasalamento, maximizando assim o sucesso reprodutivo total. Em espécies com cuidado paternal, as demandas conflitantes entre esforço parental e esforço de acasalamento são particularmente evidentes, pois enquanto estão exercendo cuidado, os machos podem estar privados da possibilidade de copular com outras fêmeas. Serracutisoma proximum é um opilião em que os machos defendem haréns na vegetação e que podem exercer cuidado paternal facultativo se as fêmeas desertarem ou morrerem. A espécie, portanto, é um bom modelo para testar as seguintes hipóteses: (1) quanto maior a atratividade de um macho, menor é a probabilidade de que este macho exerça cuidado paternal facultativo e maior a probabilidade dele exercer canibalismo filial; (2) quanto maior o valor da prole, mensurado aqui como o número de ovos na desova, maior a probabilidade que o macho exerça cuidado paternal facultativo e menor a probabilidade dele exercer canibalismo filial; (3) quanto maior a certeza da paternidade, maior a probabilidade que o macho exerça cuidado paternal facultativo e menor a probabilidade dele exercer canibalismo filial. Essas hipóteses serão testadas por meio de um experimento realizado em campo durante o pico da estação reprodutiva. Dado que o cuidado paternal facultativo parece ser um passo intermediário na evolução do cuidado paternal exclusivo, este estudo poderá aumentar nossa compreensão sobre a evolução do cuidado paternal. Se por um lado, estudos recentes mostram que a seleção sexual é uma força importante para a manutenção do cuidado paternal, nossos resultados lançarão luz sobre como este comportamento pode ter aparecido no passado a partir de uma condição ancestral de poliginia por defesa de recursos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Comportamento Animal.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2015
1º lugar na Exposição Acadêmica da 18ª Semana Temática da Biologia, Instituto de Biociências.
2013
1º lugar na categoria graduação no XXXI Encontro Anual de Etologia, Sociedade Brasileira de Etologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALISSA, LOUISE M.2016 ALISSA, LOUISE M.; MUNIZ, DANILO G. ; MACHADO, GLAUCO . Devoted fathers or selfish lovers? Conflict between mating effort and parental care in a harem-defending arachnid. JOURNAL OF EVOLUTIONARY BIOLOGY, v. 30, p. 191-201, 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
ALISSA, L. M.. Cuidado Parental. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
ALISSA, L. M.. Cuidado Parental em Aracnídeos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Workshop "Interplay Between Parental Care and Sexual Selection".Effects of the availability of reproductive sites on paternity and costs of parental care. 2018. (Encontro).

2.
LIV Annual Conference Of The Animal Behavior Society. Fit daddies: body condition increases male attractiveness in an arachnid with exclusive male care.. 2017. (Congresso).

3.
XXXI Encontro Anual de Etologia."Conflito entre esforço parental e esforço de acasalamento em um opilião: pais dedicados ou garanhões interesseiros?". 2013. (Encontro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 8:25:08