Carlos Eduardo Barros

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3965962521923840
  • Última atualização do currículo em 24/08/2018


Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural / Centro de Ciências Agrárias / UFSCar. Licenciado e Bacharel em Geografia na Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - Câmpus de Ourinhos. Realizou Iniciação Científica financiada pela FAPESP por dois anos consecutivos sobre indicadores de qualidade do solo no assentamento rural Companheiro Keno, Jacarezinho/PR. Tem experiência em permacultura e cultivos orgânicos, atuando principalmente nos seguintes temas: agroecologia, vida no solo, vermicompostagem, movimentos sociais, solo e resíduos orgânicos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Carlos Eduardo Barros
Nome em citações bibliográficas
BARROS, C. E.


Formação acadêmica/titulação


2018
Mestrado em andamento em Agroecologia e Desenvolvimento Rural.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil. Orientador: Fernando Silveira Franco.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2012 - 2017
Graduação em Geografia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Indicadores de qualidade do solo de parte dos lotes do Assentamento Rural Companheiro Keno, Jacarezinho/PR: uma síntese inacabada.
Orientador: Maria Cristina Perusi.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2012 - 2017
Graduação em Geografia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Análise multicritério de riscos de desastres naturais por meio de SIG. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2015 - 2015
Sistemas Agroflorestais. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2015 - 2015
Curso de Design em Permacultura. (Carga horária: 72h).
Instituto Marcos Ninguém, MARCOS NINGUÉM, Brasil.
2014 - 2014
Atlas escolares para smartphones?. (Carga horária: 5h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2014 - 2014
Ecopedagogia: Proposta Educacional para a Sustenta. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2014 - 2014
Imersão Vivência, Formação e Troca em Permacultura. (Carga horária: 120h).
Instituto Humanaterra, HUMANATERRA, Brasil.
2013 - 2013
Agricultura urbana e periurbana em Cuba. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2013 - 2013
Mecanismos colectivos de acceso a la tierra. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2013 - 2013
Ensino da Geografia na perspectiva libertária. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria na Disciplina de Geologia, Carga horária: 8
Outras informações
Monitora voluntária na disciplina de Geologia, ministrada pela Profa. Dra. Maria Cristina Perusi, do Curso de Geografia da UNESP - Câmpus de Ourinhos.

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria na Disciplina de Pedologia, Carga horária: 8
Outras informações
Monitora da disciplina de Pedologia remunerada por Bolsa de Apoio Acadêmico e Extensão (BAAE-III), sob orientação da Profa. Dra. Maria Cristina Perusi, no Curso de Geografia da UNESP - Câmpus de Ourinhos.


Mosaico de Unidades de Conservação Juréia Itatins - EEJI, EEJI, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Trabalho Voluntário, Carga horária: 60
Outras informações
Atividade de orientação de visitantes do Parque Estadual do Itinguçú (Núcleo Itinguçú)



Projetos de pesquisa


2016 - 2017
Indicadores físicos e químicos de qualidade do solo de parte dos lotes do assentamento rural companheiro keno, Jacarezinho/PR
Descrição: O atual modelo de produção agrícola no Brasil, impulsionado durante a década de 1970 pela bandeira da Revolução Verde, trouxe e aprofundou ainda mais alguns problemas no campo, sejam os sociais e/ou ambientais. No contexto da disputa pela terra, os camponeses tendem a serem excluídos do processo produtivo, em detrimento do agronegócio. Quanto às questões ambientais, elencam-se a contaminação do solo e água por agrotóxicos e defensivos agrícolas, erosão acelerada, uso exacerbado de transgênicos, entre outros problemas. Nesse contexto, a vida no/do solo pode ficar comprometida, bem como a produção agrícola e a manutenção do homem no campo. Desta forma, o objetivo dessa pesquisa é analisar as propriedades químicas e físicas, como indicadores de qualidade do solo, com vistas na implementação do manejo agroecológico, que poderá não só recuperar e conservar o referido recurso, já não tão natural, como também servir como fator para agregar valor aos produtos, aumentando assim a renda, garantindo a manutenção do assentado no campo. Trabalhar-se-á com amostras compostas, resultado de 10 pontos de tradagem, obtidas em área declarada pelo camponês como a que gera renda para a família. Serão amostrados 20 lotes do assentamento rural do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), Companheiro Keno, localizado no município de Jacarezinho/PR. As análises químicas de rotina compreenderão: pH, Carbono Orgânico, N, CTC, V%, H + Al; análise textural e densidade do solo, além do levantamento à respeito da produção dos assentados através da aplicação de um questionário semi estruturado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2016
Macrofauna edáfica como indicadora da qualidade do solo em diferentes usos no acampamento rural companheiro keno, município de Jacarezinho/PR
Descrição: O atual modelo de produção agrícola no Brasil, impulsionado durante a década de 1970 pela bandeira da Revolução Verde, trouxe e aprofundou ainda mais alguns problemas no campo, sejam os sociais e/ou ambientais. No contexto da disputa pela terra, os camponeses tendem a serem excluídos do processo produtivo, em detrimento do agronegócio. Quanto às questões ambientais, elencam-se a contaminação do solo e água por agrotóxicos e defensivos agrícolas, erosão acelerada, uso exacerbado de transgênicos, entre outros problemas. Nesse contexto, a vida no/do solo pode ficar comprometida, bem como a produção agrícola e a manutenção do homem no campo. Desta forma, o objetivo dessa pesquisa é analisar e quantificar a macrofauna edáfica, tendo-a como indicadora de qualidade do solo. Trabalhar-se-á em quatro áreas sob diferentes usos: pastagem, mata nativa, horta com preparo convencional e sob manejo agroecológico no acampamento rural do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, Companheiro Keno, localizado no município de Jacarezinho/Pr. A metodologia adotada será de acordo com a EMBRAPA (2001), com algumas modificações. A macrofauna edáfica será quantificada e qualificada à diferentes profundidades, de 0-10cm, 10-20cm e 20-30cm. Além disso, serão realizadas análises químicas de rotina: pH, Carbono Orgânico, N, CTC, V%, H + Al. As questões socioambientais dos acampados serão contempladas a partir da aplicação de um questionário semi estruturado. O mesmo deverá ser aplicado em todos os lotes do referido acampamento que se encontra atualmente num processo de transição para assentamento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - 2015
Bolsista Apoio Acadêmico e Extensão I
Descrição: Atividade desenvolvida no Projeto de Pesquisa: "Morfogênese da bacia do Rio das Cinzas (PR): um estudo das formas de relevo, sedimentação e neotectônica" no Laboratório de Geologia, Pedologia e Geomorfologia e Laboratório de Geoprocessamento, com Bolsa de Apoio Acadêmico e de Extensão I (BAAE I) remunerada pela PRO-EX sob orientação da Profa. Dra. Marcilene dos Santos.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2014 - 2016
Rede Viva Melhor (RMV)
Descrição: Atuou como colaborador da Rede, onde realizou atividades mensais de práticas de sustentabilidade e na promoção do bem-estar da comunidade acadêmica local..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2015
Trabalhos de Extensão com inovação de tecnologias aplicadas à melhoria de condições de vida da comunidade externa., Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho".


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Macrofauna como indicadora da qualidade do solo em diferentes usos. 1. ed. Novas Edições Acadêmicas, 2017. 136p .

Capítulos de livros publicados
1.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Relato de experiências da construção de minhocário caseiro como prática de educação ambiental. In: Cláudio Cesar de Paiva. (Org.). Extensão universitária, políticas públicas e desenvolvimento regional. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2018, v. , p. 207-225.

2.
ABRANTES, A. S. M. ; BARROS, C. E. ; PERUSI, M. C. . Solos: diálogos possíveis e necessários. Atlas ambiental escolar de Presidente Prudente, São Paulo, Brasil. 1ed.: , 2017, v. , p. 32-.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BARROS, C. E.; MOREIRA, A. L. ; PERUSI, M. C. . Geografia e educação ambiental: práticas agroecológicas em escola itinerante do MST em Jacarezinho/PR. In: II Seminário Nacional de Educação em Agroecologia ? Resistências e Lutas pela Democriacia, 2016, Seropédica (RJ). Anais do II Seminário Nacional de Educação em Agroecologia ? Resistências e Lutas pela Democriacia ? Seropédica (RJ), 2016. v. 12.

Apresentações de Trabalho
1.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Influência da variação estacional na macrofauna edáfica em Floresta Estacional Semidecidual no município de Jacarezinho/PR.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
BARROS, C. E.; MOREIRA, A. L. . Geografia e educação ambiental: práticas agroecológicas em escola itinerante do MST em Jacarezinho/PR. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BARROS, C. E.. A abordagem da agroecologia na educação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . CLASSIFICAÇÃO DA MACROFAUNA EDÁFICA ENCONTRADA EM JACAREZINHO/PR SOB MANEJO AGROECOLÓGICO.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . MACROFAUNA COMO INDICADORA DA QUALIDADE DO SOLO NO ACAMPAMENTO RURAL COMPANHEIRO KENO, JACAREZINHO/PR.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BARROS, C. E.; CARVALHAL, M. D. . Movimentos e Mobilizações Sociais: Universidade e Comunidade em Luta. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
BARROS, C. E.. Tintas com Terra. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BARROS, C. E.. Oficina de Compostagem. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Cores e vida na Terra. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
BARROS, C. E.. Arte em solo e educação ambiental. 2016. .

5.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Curso de orgânicos e minhocário. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IX Encontro Nacional de Grupos de Agroecologia. 2017. (Encontro).

2.
15ª Jornada de Agroecologia. 2016. (Outra).

3.
Educação em Agroecologia nas Escolas do Campo. 2016. (Seminário).

4.
I Encontro de Formação de Educadores e Educadoras em Agroecologia das Escolas de Acampamento do Paraná. 2016. (Seminário).

5.
II Encontro de Pesquisa e Iniciação Tecnológica em Agroecologia de Estudantes das Escolas de Acampamento do Paraná. 2016. (Encontro).

6.
II Seminário Nacional de Educação em Agroecologia.Geografia e educação ambiental: práticas agroecológicas em escola itinerante do MST em Jacarezinho/PR. 2016. (Seminário).

7.
XI Semana de Geografia. 2015. (Outra).

8.
Produtividade Agrícola Sustentável. 2014. (Seminário).

9.
XXVI Congresso de Iniciação Científica da Unesp. MACROFAUNA COMO INDICADORA DA QUALIDADE DO SOLO NO ACAMPAMENTO RURAL COMPANHEIRO KENO, JACAREZINHO/PR.. 2014. (Congresso).

10.
IX Semana de Geografia.. 2013. (Outra).

11.
Semana da Árvore Unesp Ourinhos. 2013. (Outra).

12.
VIII Encontro de Ensino de Geografia - ENSIGEO. 2013. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BARROS, C. E.; FUINI, L. L. ; CARVALHAL, M. D. ; MOURÃO, P. F. C. . Semana de Debate Sobre a Atual Situação Política no Brasil: Eleições 2014. 2014. (Outro).

2.
BARROS, C. E.. Movimento Saúde e Dia do alerta sobre o uso excessivo de álcool. 2012. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
BARROS, C. E.; PERUSI, M. C. . Influência da variação estacional na macrofauna edáfica em Floresta Estacional Semidecidual no município de Jacarezinho/PR.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 19:55:28