Pedro Henrique da Paixão Rocha

Bolsista de Iniciação Científica do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8720377365114820
  • Última atualização do currículo em 13/01/2019


Graduando em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente integra o GRIS - Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade da UFMG. Integrou o EME - Grupo de Pesquisa em Mídia e Esfera Pública da UFMG, desenvolvendo pesquisa na área de representação política não-eleitoral, com ênfase em movimentos sociais e quem fala em nome de quem. Possui graduação interrompida em Química - ABI, também pela UFMG. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Pedro Henrique da Paixão Rocha
Nome em citações bibliográficas
ROCHA, P. H. P.;PAIXÃO, Pedro;Pedro Paixão

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Comunicação Social.
Av. Antônio Carlos, 6627, Sala 3047, 3° andar
Pampulha
31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (31) 34095050


Formação acadêmica/titulação


2016
Graduação em andamento em Comunicação Social - Jornalismo.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2014 interrompida
Graduação interrompida em 2016 em Abi - Química.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Ano de interrupção: 2016
2009 interrompida
Curso técnico/profissionalizante interrompido em 2013 em Automação Industrial.
Instituto Federal Minas Gerais, IFMG, Brasil.
Ano de interrupção: 2013
2009 - 2014
Ensino Médio (2º grau).
Instituto Federal Minas Gerais, IFMG, Brasil.
2001 - 2008
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Providência, CP, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Análise de Estilos Cinematográficos. (Carga horária: 12h).
BH International Film Festival, CINEBH, Brasil.
2016 - 2016
Quentin Tarantino - O maestro do caos. (Carga horária: 12h).
Fundação Clóvis Salgado, FCS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica CNPq, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista de iniciação científica PIBIC/CNPq, vinculado ao projeto "Observatório de celebridades: emergência, ação e permanência dos famosos no contexto brasileiro", orientado pela Profª. Drª. Paula Guimarães Simões.

Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica FAPEMIG, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista de iniciação científica ADRC/FAPEMIG, vinculado ao projeto "Comunicação e Lutas Sociais: Quem fala em nome de quem nas organizações ligadas às pessoas com deficiência", orientado pela Profª. Drª. Regiane Lucas Garcêz.

Atividades

08/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Comunicação Social.

03/2018 - 05/2018
Estágios , Reitoria, Pró-Reitoria de Extensão.

Estágio realizado
Estagiário de Divulgação Cultural na Diretoria de Ação Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.
07/2016 - 01/2017
Estágios , Escola de Educação Física, .

Estágio realizado
Estagiário de assessoria de comunicação na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais - EEFFTO/UFMG.


Linhas de pesquisa


1.
Processos Comunicativos e Práticas Sociais

Objetivo: Vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMG, a linha de pesquisa Processos Comunicativos e Práticas Sociais "investiga processos comunicativos que, sob o prisma da reflexividade, configuram as relações sociais, particularmente no âmbito da cultura e da política. Esta perspectiva incentiva a investigação do contexto sócio-histórico dessas práticas, da constituição de sociabilidades bem como das dinâmicas de poder a elas relacionadas. Os projetos nela abrigados propõem-se a analisar as formas interativas, as interlocuções, as ações dos sujeitos, os usos e as apropriações de distintos meios e estratégias comunicacionais, seja na vida cotidiana, seja no âmbito da vida pública"..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Observatório de celebridades: emergência, ação e permanência dos famosos no contexto brasileiro
Descrição: O objetivo desta pesquisa é construir um panorama de celebridades que povoam a cena pública brasileira, bem como compreender a inserção social e histórica de tais figuras nesse contexto. A pesquisa busca, assim, constituir um observatório de celebridades, identificando seus modos de emergência (por sua inserção em um acontecimento ou por um desempenho louvável em determinada atividade, por exemplo) e evidenciando a diversidade de campos em que elas se situam. Com isso, procuramos apreender a diversidade de tipos construídos nos processos de celebrização ? suas semelhanças e distinções ?, assim como discutir os valores que tais figuras encarnam e que as projetam no cenário de visibilidade. Partindo desse mapeamento, a pesquisa busca analisar as celebridades a partir de seus diferentes campos de atuação (esporte, política, televisão, Internet, por exemplo), buscando compreender distintos modos de ação e de constituição de imagens públicas na contemporaneidade. Nesse sentido, a pesquisa se agrega a outros esforços na tentativa de aprofundar a compreensão acerca da relação entre a cultura das celebridades e o universo de valores da sociedade brasileira contemporânea..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Pedro Henrique da Paixão Rocha - Integrante / Paula Guimarães Simões - Coordenador.
2017 - 2018
Representação política não-eleitoral: Beyoncé e o movimento negro norte-americano
Descrição: O lançamento do videoclipe Formation, no dia 6 de fevereiro de 2016, e a performance da cantora Beyoncé no intervalo do Super Bowl 50, no dia seguinte, produziram tensionamentos sobre as questões raciais no Estados Unidos e provocaram um intenso debate na opinião pública acerca das referências utilizadas pela cantora durante a performance, que remetem à história do povo afro-americano. Assim, a pesquisa a pesquisa examina a representação política-não eleitoral (Saward, 2010) exercida por Beyoncé em relação às demandas do movimento negro norte-americano. A fim de investigar quem fala em nome de quem e de que modos essa representação se configura, realizamos uma análise da cobertura jornalística da mídia norte-americana, tendo como unidade de análise as reportagens publicadas no período de uma semana após esses eventos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Pedro Henrique da Paixão Rocha - Integrante / Regiane Lucas de Oliveira Garcêz - Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.
2017 - 2018
Comunicação Pública e Lutas Sociais: Quem fala em nome de quem nas organizações ligadas às pessoas com deficiência
Descrição: A pesquisa em andamento apresentada ao Departamento de Comunicação Social da UFMG como pré-requisito de ingresso na carreira docente investiga como se constituem os processos de advocacy, formação de lideranças e de representação nas organizações, particularmente nos movimentos sociais e ONGs ligados às pessoas com deficiência. Interessa-nos compreender como a comunicação conforma essas lutas sociais e como esses movimentos são representados, como suas demandas são traduzidas para um vocabulário público na esfera de visibilidade e quem fala em nome de quem nessas lutas. À luz da aproximação entre os estudos de representação não-eleitoral (Saward, 2009; 2010; Urbinati, 2006; Lavalle et al 2006; Urbinati e Warren, 2008, Rehfeld, 2009) e de comunicação pública (Matos, 2009; 2012; Nobre, 2011) discute-se os processos comunicacionais que permeiam o ato de representar. Buscar-se-á identificar o que, quem e como se representa os discursos sobre a educação das pessoas com deficiência, tanto do ponto de vista das lideranças, quanto de gestores, legisladores e outras fontes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Pedro Henrique da Paixão Rocha - Integrante / Regiane Lucas de Oliveira Garcêz - Coordenador / Tayrine Vaz Silva - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Grislab - Laboratório de Análise de Acontecimentos
Descrição: Colaborador nessa atividade de pesquisa e extensão que tem o propósito de acompanhar, analisar e debater acontecimentos da atualidade a partir da repercussão que alcançam em diversos dispositivos midiáticos, dos veículos de imprensa às redes sociais. O Grislab é um projeto do Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade (Gris), do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.

Integrantes: Pedro Henrique da Paixão Rocha - Coordenador / Paulo Basílio - Integrante / Vera Regina Veiga França - Integrante / Paula Guimarães Simões - Integrante / Maria Lucia de Almeida Afonso - Integrante / CAMILA MARIA SANTOS MEIRA MOREIRA - Integrante / MAYRA BERNARDES MEDEIROS DE CARVALHO - Integrante / LUCAS AFONSO SEPULVEDA - Integrante / MAÍRA LOBATO BICALHO MOURA - Integrante / FABIOLA CAROLINA DE SOUZA - Integrante.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Apresentações de Trabalho
1.
ROCHA, P. H. P.; GARCÊZ, R. L. O. . Representação política não-eleitoral: Beyoncé e o movimento negro norte-americano. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
PAIXÃO, Pedro. URSAL, ou como paramos de nos preocupar e começamos a amar o deboche 2018 (Texto em site).

2.
PAIXÃO, Pedro. O beijo Lutávio: entre retrocessos, mais uma conquista 2018 (Texto em site).

3.
PAIXÃO, Pedro. Radar de celebridades: Ludmilla 2018 (Texto em site).

4.
PAIXÃO, Pedro; BASILIO, P. ; FRANCA, V. R. V. . A cobertura internacional das Eleições 2018 2018 (Texto em site).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
ROCHA, P. H. P.. AFETOS: Comunicação, Acessibilidade e Vulnerabilidades. 2017. (Site).


Demais tipos de produção técnica

Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
ROCHA, P. H. P.; MATTOS, I. ; MARTINS, L. ; SIQUEIRA, O. . A rua é festa. 2016. Filme.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Encontro da Rede Interinstitucional de Acontecimentos e Figuras Públicas. 2018. (Encontro).

2.
55º Congresso da UNE. 2017. (Congresso).

3.
XXVI Semana de Iniciação Científica da UFMG.Representação política não-eleitoral: Beyoncé e o movimento negro norte-americano. 2017. (Seminário).

4.
V Colóquio Cinema, Estética e Política. 2016. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SIMOES, P. G. ; FRANCA, V. R. V. ; ROCHA, P. H. P. ; AFONSO, M. L. A. ; MOREIRA, C. M. S. M. ; BASILIO, P. ; CARVALHO, M. B. M. ; SEPULVEDA, L. A. ; MOURA, M. L. B. ; SOUZA, F. C. ; BONTEMPO, C. L. C. ; SANTOS, C. . I Encontro da Rede Interinstitucional de Acontecimentos e Figuras Públicas. 2018. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
ROCHA, P. H. P.; GARCÊZ, R. L. O. . Representação política não-eleitoral: Beyoncé e o movimento negro norte-americano. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/02/2019 às 17:22:04