Anderson Antonio de Santana Justino

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7405710409797950
  • Última atualização do currículo em 30/09/2018


Possui graduação em História pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente mestrando pela UFRPE na linha de pesquisa Política, Instituições e Identidades. Participou como bolsista no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação, PIBIC. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Do Brasil República. É pesquisador júnior no Instituto de Estudos da África( IEAf-UFPE). Áreas de estudo : Pós-Abolição e Diáspora Africana em Pernambuco, História da África, Relações Étnico-Raciais e Identidades. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Anderson Antonio de Santana Justino
Nome em citações bibliográficas
JUSTINO, A. A. S.


Formação acadêmica/titulação


2018
Mestrado em andamento em História Social da Cultura Regional.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: O ADVENTO DA REPÚBLICA E O CONTROLE DAS MANIFESTAÇÕES AFRICANAS E AFRO-BRASILEIRAS NO PÓS-ABOLIÇÃO, CIDADE DO RECIFE NOS ANOS 1889-1922,Orientador: Dr. Wellington Barbosa da Silva.
Grande área: Ciências Humanas
2014 - 2018
Graduação em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: ??CADÊ?? OS PRETOS NO RECIFE: COTIDIANO DOS EGRESSOS DA ESCRAVIDÃO (1889-1905).
Orientador: Dr. José Bento Rosa da Silva.




Atuação Profissional



Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Júnior
Outras informações
O Instituto de Estudos da África (IEAf), da UFPE, estuda de maneira multidisciplinar aspectos relacionados com o continente africano e sua influência. Tema de investigação vinculado: O COTIDIANO DOS NEGROS ?NA REPÚBLICA DA ESPADA?, NA CIDADE DO RECIFE (1889 - 1894)

Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Monitoria, Enquadramento Funcional: Monitoria na disciplina de História da África, Carga horária: 12
Outras informações
Monitoria voluntária em História da África, disciplina ministrada pelo professor José Bento Rosa da Silva.

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Monitoria, Enquadramento Funcional: Monitoria da cadeira Hist. do Brasil Império, Carga horária: 12
Outras informações
Monitoria remunerada em História do Brasil Império , disciplina ministrada pela professor Marcus Joaquim Maciel de Carvalho.



Projetos de pesquisa


2016 - 2017
O COTIDIANO DOS NEGROS ?NA REPÚBLICA DA ESPADA?, NA CIDADE DO RECIFE (1889 - 1894)
Descrição: A pesquisa em andamento busca refletir a situação dos negros na cidade do Recife nos primeiros anos da república. Esse trabalho procura problematizar alguns aspectos desse cotidiano. Entre esses a condição do negro daquela época. Para isso, podemos analisar através de várias fontes, uma dessas são os jornais. Alguns impressos do período eram periódico. Isso contribui para a compreensão de como foi a rotina dos negros na capital pernambucana, seu dia a dia. Além disso, outra documentação estudada são os processos judiciais em se envolveram os ex-escravizados. Essas documentações e outras que estão sendo analisadas contribuem para o entendimento de que os negros na cidade do Recife estavam presentes em diferentes espaços sociais, atuando ativamente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Anderson Antonio de Santana Justino - Integrante / José Bento Rosa da Silva - Coordenador.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Leitura dramática de o Leão e a Joia de Woli Soyinka
Descrição: É um projeto de parceria do grupo de estudos Africa?70 com a PROEXT que tem por intuito estudar um pouco da história da África por meio da dramatização. A obra escolhida, ?? O leão e a jóia ??, para esse feito foi a do autor chamado Wole Soyinka que é nigeriano. Esta, escrita as vésperas da independência da Nigéria em 1960, foi premiada com o nobel da literatura. Sua história narra os conflitos de uma aleia imaginária na Nigéria, passando por uma dualidade entre tradição e modernidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Diáspora africana..
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História, memória e cultura.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2018
Láurea Universitária, Universidade Federal de Pernambuco.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
JUSTINO, A. A. S.. ''Mãe ou ladra? Como provar? O dilema de uma ex-escravizada no Recife no ano de 1890. In: II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil: culturas híbridas, identidades plurais, 2017, Garanhuns. II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil: culturas híbridas, identidades plurais, 2017.

2.
JUSTINO, A. A. S.. PRESTÍGIO E PODER: O CASO DE SEBASTIÃO HAGUNÇÚ (RECIFE: 1871-1892). In: Democracia e Diversidade: produção e socialização do conhecimento histórico: XI Encontro Estadual de História da ANPUH de Pernambuco, 2016, Recife. Anais do Encontro Democracia e Diversidade: produção e socialização do conhecimento histórico: XI Encontro Estadual de História da ANPUH de Pernambuco.. Recife: Universitária da UFPE, 2016.

3.
JUSTINO, A. A. S.. O PREÇO DA LIBERDADE: QUANTO CUSTA SER LIVRE EM ESCADA (PE) NO SÉC.XIX?. In: X Colóquio de História da UNICAP/ 2016 ESCRAVIDÃO, ABOLIÇÃO E PÓS-ABOLIÇÃO, 2016, Recife. Anais do X Colóquio de História da UNICAP/ 2016 ESCRAVIDÃO, ABOLIÇÃO E PÓS-ABOLIÇÃO. Recife, 2016.

4.
JUSTINO, A. A. S.. ?‟VAMOS ABRIR OS TRABALHOS‟‟: OS OFÍCIOS DE ZÉ CABINDA NO ALVORECER DA REPÚBLICA (1891).. In: VI Simpósio Trabalho, Historiografia e Fontes Documentais, 2016, Recife. Anais do Simpósio Trabalho, Historiografia e Pontes Documentais. Recife: Universitária UFPE, 2016.

5.
JUSTINO, A. A. S.. ACUSADO E PROTAGONISTA ? A ATUAÇÃO DE UM EX-ESCRAVIZADO AFRICANO. In: Caravana 25 anos da ANPUH Pernambuco: Diálogos entre a pesquisa e o ensino, 2015, Recife. Anais da Caravana 25 anos da ANPUH Pernambuco: diálogos entre a pesquisa e o ensino. Recife: UFPE, 2015.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
JUSTINO, A. A. S.. Mãe ou ladra? Como provar? O dilema de uma ex-escravizada no Recife no ano de 1890 2017. In: II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil: culturas híbridas, identidades plurais, 2017, Garanhuns. II Congresso Internacional de Estudos sobre África e Brasil: culturas híbridas, identidades plurais, 2017. v. v. n.2. p. 76-76.

2.
JUSTINO, A. A. S.. VAMOS ABRIR OS TRABALHOS??: OS OFÍCIOS DE ZÉ CABINDA NO ALVORECER DA REPÚBLICA (1891). In: VI Simpósio Trabalho, Historiografia e Fontes Documentais,, 2016, Recife. Simpósio Trabalho, Historiografia e Pontes Documentais. Recife: Universitária da UFPE, 2016. p. 243-252.

Apresentações de Trabalho
1.
JUSTINO, A. A. S.. Catimbó condenado, mas presente no Recife nos anos 1900-1910. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
JUSTINO, A. A. S.. ''Mãe ou Ladra? Como provar? O dilema de uma ex-escravizada no Recife no ano de 1890''. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
JUSTINO, A. A. S.. PRESTÍGIO E PODER: O CASO DE SEBASTIÃO HAGUNÇÚ (RECIFE: 1871-1892).. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
JUSTINO, A. A. S.. O PREÇO DA LIBERDADE: QUANTO CUSTA SER LIVRE EM ESCADA (PE) NO SÉC.XIX?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
JUSTINO, A. A. S.. ‟VAMOS ABRIR OS TRABALHOS‟‟: OS OFÍCIOS DE ZÉ CABINDA NO ALVORECER DA REPÚBLICA (1891). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
JUSTINO, A. A. S.. ACUSADO E PROTAGONISTA ? A ATUAÇÃO DE UM EX-ESCRAVIZADO AFRICANO.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Debate: Fraudes nas cotas raciais com Prof. José Jorge/ UNB do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal de Pernambuco ? NEAB/UFPE. 2018. (Outra).

2.
Quilombo dos Palmares: resistência escrava no Brasil. 2018. (Outra).

3.
VI aniversário do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal de Pernambuco ? NEAB/UFPE. 2018. (Outra).

4.
X Semana de História da UFRPE: Construindo Saberes Históricos. 2018. (Outra).

5.
X Semana de História da UFRPE: Construindo Saberes HistóricosConstruindo Saberes Históricos (Minicurso). 2018. (Outra).

6.
1° Seminário Nordestino de Estudos da Ásia. 2017. (Seminário).

7.
Palestra sobre assuntos do núcleo de estudos afro-brasileiros. 2017. (Encontro).

8.
I Seminário do Núcleo de Estudos do Mundo Atlântico. 2016. (Encontro).

9.
VI Simpósio Trabalho, Historiografia e Fontes Documentais..??VAMOS ABRIR OS TRABALHOS??: OS OFÍCIOS DE ZÉ CABINDA NO ALVORECER DA REPÚBLICA (1891).. 2016. (Simpósio).

10.
VI Simpósio Trabalho, Historiografia e Fontes Documentais.RIA. 2016. (Simpósio).

11.
X COLÓQUIO DE HISTÓRIA DA UNICAP '' Escravidão, Abolição, e Pós-abolição:trajetórias e experiências ''.O PREÇO DA LIBERDADE: QUANTO CUSTA SER LIVRE EM ESCADA (PE) NO SÉCULO XIX?. 2016. (Outra).

12.
XI Encontro Estadual de História (ANPUH/PE) - Democracia e Diversidade: Produção e Socialização do Conhecimento Histórico.PRESTÍGIO E PODER: O CASO DE SEBASTIÃO HANGUÇÚ (RECIFE: 1871-1892). 2016. (Encontro).

13.
XI Encontro Estadual de História (ANPUH/PE) - Democracia e Diversidade: Produção e Socialização do Conhecimento Histórico. 2016. (Encontro).

14.
< < Fase Documental: A Memória Arquivada > > em '' A memória, a história e o esquecimento'' de Paul Ricoeur. 2015. (Encontro).

15.
< < Museus, Arte e Política> > Desdobramento '' Debant le Temps'' de George Didi Huberban. 2015. (Encontro).

16.
Caravana Estadual ANPUH Pernambuco 25 Anos.'' ACUSADO E PROTAGONISTA - ATUAÇÃO DE UM EX-ESCRAVIZADO AFRICANO''. 2015. (Encontro).

17.
Caravana Estadual ANPUH Pernambuco 25 Anos. 2015. (Encontro).

18.
JORNADA DE ESTUDOS. 2015. (Encontro).

19.
Liberdade na Estrada 2015: Recife. 2015. (Encontro).

20.
Seminário O Governo Dilma em Debate. 2015. 2015. (Seminário).

21.
V MIni-Curso NEEPD - Cinema, História e Educação: COmo usar o cinema na sala de aula. 2015. (Encontro).

22.
I Jornada Internacional de História Africana e Afro-Brasileira. 2014. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
JUSTINO, A. A. S.. I Colóquio de História da África Atlântica e Educação - Monitoria. 2017. (Outro).

2.
JUSTINO, A. A. S.. VI Simpósio Trabalho, Historiografia e Fontes Documentais. - Monitoria. 2016. (Outro).

3.
JUSTINO, A. A. S.. I SEMINÁRIO DE ARQUEOLOGIA E PATRIMÔNIO CULTURAL DE PERNAMBUCO - Monitoria. 2015. (Outro).

4.
JUSTINO, A. A. S.. I SIMPÓSIO INTERNACIONAL ARQUEOLOGIA DE ENGENHOS - Monitoria. 2015. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 6:49:02