Thaís Barbosa Benedetti

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1716644927858743
  • Última atualização do currículo em 05/02/2018


Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP), na área de Psicologia em Saúde e Desenvolvimento. Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é membro e pesquisadora do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental (LaPICC-USP) com o foco no tema de Orientação de Pais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Thaís Barbosa Benedetti
Nome em citações bibliográficas
BENEDETTI, T. B.

Endereço


Endereço Profissional
Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto.
Av. Bandeirantes, 3900
Monte Alegre
14040-901 - Ribeirao Preto, SP - Brasil
URL da Homepage: http://www.ffclrp.usp.br


Formação acadêmica/titulação


2016
Mestrado em andamento em Programa de Pós Graduação em Psicologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Avaliação da Eficiência e dos Preditores de Adesão de um Programa de Orientação de Pais em Grupo na Abordagem Cognitivo-Comportamental,Orientador: Profa. Dra. Carmem Beatriz Neufeld.
2016
Especialização em andamento em Psicologia Clínica: Terapia Cognitivo-Comportamental.
Instituto de Psicologia, Educação, Comportamento e Saúde, IPECS, Brasil.
2013 - 2015
Graduação em Bacharelado Especial em Pesquisa.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil e Adolescente do LaPICC-USP.
Orientador: Profa. Dra. Carmem Beatriz Neufeld.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2011 - 2015
Graduação em Psicologia - Formação de Psicólogo.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2011 - 2014
Graduação em Bacharelado em Psicologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Estudos Clínicos e seus desafios: para além da significância estatística. (Carga horária: 5h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental da USP., LAPICC, Brasil.
2016 - 2016
Terapia de Reciclagem Infantil - TRI. (Carga horária: 14h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental da USP., LAPICC, Brasil.
2015 - 2015
II Seminário Internacional de Pós-Graduação do LaPICC-USP do Programa de Pó. (Carga horária: 6h).
Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, FFCLRP, Brasil.
2015 - 2015
Psicopatia: Definição, Avaliação e Pesquisas Recentes. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Psicologia, SBP, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em I Seminário Internacional de Pós-graduação. (Carga horária: 5h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental, LAPICC-USP, Brasil.
2014 - 2014
Treinamento Teórico-Prático em TAC. (Carga horária: 16h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental da USP., LAPICC, Brasil.
2014 - 2014
Curso de Atualização sobre o DSM-5.. (Carga horária: 12h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental, LAPICC-USP, Brasil.
2014 - 2014
Terapia do Esquema: Modelo Conceitual e Prática. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Psicologia, SBP, Brasil.
2014 - 2014
Relações Amorosas, Conjugais e Familiares. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Psicologia, SBP, Brasil.
2013 - 2013
Mini Curso: Modelo de intervenção na infância.. (Carga horária: 3h).
Federação Brasileira de Terapias Cognitivas, FBTC, Brasil.
2013 - 2013
Workshop Internacional com Judith Beck.. (Carga horária: 4h).
Asociación Latinoamericana de Análisis, Modificación y Terapia Cognitivo..., ALAMOC, Peru.
2013 - 2013
Acesso às bases de dados.. (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2013 - 2013
Treinamento Teórico-Prático em TCC em grupos.. (Carga horária: 16h).
Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental da USP., LAPICC, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, FFCLRP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitoria Voluntária, Carga horária: 5
Outras informações
Monitoria voluntária na disciplina de Distúrbios Emocionais, Cognitivos e Comportamentais na Infância e na Adolescência.

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitoria voluntária, Carga horária: 5
Outras informações
Monitoria Voluntária na disciplina de Psicologia da Personalidade II.

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária

Atividades

2014 - 2015
Estágios , Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, .

Estágio realizado
Abordagem Cognitivo-Comportamental em Grupos I e II..
2014 - 2015
Estágios , Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, .

Estágio realizado
Terapia Cognitivo-Comportamental I e II..

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Avaliação da Eficiência e dos Preditores de Adesão de um Programa de Orientação de Pais em Grupo na Abordagem Cognitivo-Comportamental
Descrição: Questões acerca da melhor forma de educar os filhos e as dúvidas sobre como agir em determinadas circunstâncias são comuns no âmbito familiar. As demandas mais frequentes inerentes aos casos clínicos de crianças e adolescentes à terapia englobam problemas de comportamento como agressividade, birras e desobediência excessiva e, também, a dificuldade com o manejo das emoções. Denomina-se ?Estilo Parental? como um conjunto de práticas educativas utilizadas pelos cuidadores no intuito de educar e controlar o comportamento dos filhos e, por sua vez, a literatura científica o aponta como um componente capaz de prever o bem-estar infantil na competência dos domínios da vida social, problemas de comportamento, desempenho acadêmico e desenvolvimento psicossocial. Desta forma, os estudos nessa área investigam o conjunto de condutas dos pais e sua influência em aspectos comportamentais, emocionais e intelectuais dos filhos. Visto que comportamentos específicos de pais trazem consequências para o desenvolvimento dos filhos, dá-se importância aos programas de orientação de pais, pois esses auxiliam os pais no acompanhamento do caso clínico de seus filhos, nas suas estratégias de educação, em suas crenças e sentimentos a respeito da dificuldade da criança ou adolescente. Por sua vez, o presente estudo tem como objetivo avaliar a efetividade e os preditores de adesão do Programa de Orientação de Pais do LaPICC-USP, por meio dos estilos parentais e a percepção dos pais sobre os problemas de comportamento de seus filhos. Este estudo envolve delineamento quase-experimental, com aplicação dos instrumentos antes e após a intervenção. Esses dados são referentes ao período de 2010 a 2015, contando com seis grupos de intervenção e totalizando 47 participantes. Na coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: Inventário de Estilos Parentais [IEP] e Child Behavior Check List [CBCL]. Os dados serão analisados a partir de uma estatística descritiva e inferencial, utilizando métodos paramétricos e não paramétricos. Tem-se como hipótese que será possível evidenciar dados que indiquem uma melhora na qualidade da interação entre pais e filhos, com o uso de outras habilidades educativas mais positivas após intervenção e consequentemente uma redução dos problemas de comportamentos dos filhos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Thaís Barbosa Benedetti - Integrante / Carmem Beatriz Neufeld - Coordenador.
2013 - 2015
Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil e Adolescente do LaPICC-USP
Descrição: Crianças e adolescentes são comumente encaminhados à terapia em função de seus problemas com comportamentos e emoções. Mediante a importância de se intervir nesses problemas apresentados, diversas intervenções com pais têm sido desenvolvidas. Os programas de orientação de pais são empregados principalmente no tratamento de crianças, pois auxiliam os pais no acompanhamento do caso clinico de seus filhos, de suas estratégias de educação, suas crenças e sentimentos sobre a dificuldade do filho. O Programa de Orientação de Pais (PROPAIS I) consiste em um programa estruturado de orientação de pais em grupo, para pais cujos filhos se encontram em atendimento psicoterapêutico no estágio do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental da Universidade de São Paulo (LaPICC-USP). O presente estudo tem como objetivo levantar as demandas nos prontuários de terapia individual infantil e adolescente do LaPICC-USP e nos instrumentos Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ) e Child Behavior Check List (CBCL) respondidos pelos pais antes de sua participação no grupo de pais e antes do início do atendimento da criança/adolescente. A importância de caracterizar essas demandas visa obter um maior conhecimento dos tipos de dificuldades mais recorrentes na população infantil e adolescente que utiliza dos serviços de atendimentos do LaPICC-USP, oportunizando assim o aprofundamento no conhecimento da mesma, como também em auxiliar na elaboração de atividades que podem ser conduzidos no PROPAIS I. Os participantes do estudo foram advindos de um banco de dados composto por 31 pais/cuidadores participantes do PROPAIS I desde o ano de 2009 até 2014 com seus filhos, estando em atendimento psicoterápico individual no serviço-escola da USP-RP. Os dados foram analisados em uma análise descritiva e qualitativa comparativa com base nas categorias das demandas contidas nos prontuários e nas categorias dos instrumentos SDQ e CBCL. Após levantar suas frequências, verificou-se o quão condizentes são as demandas dos prontuários e a percepção dos pais/cuidadores com base nesses instrumentos. Considerando que 13 participantes responderam ao instrumento SDQ e 18 participantes responderam ao CBCL, o estudo foi analisado separadamente devido às diferentes escalas dos instrumentos. As demandas observadas com maiores frequências nos prontuários cujos pais/cuidadores responderam o SDQ foram: ?Sintomas Emocionais? e ?Hiperatividade?, e nos prontuários dos respondentes do CBCL predominou a escala ?Comportamento Agressivo?. Em relação à percepção dos pais/cuidadores observada nos instrumentos, a escala clínica com maior frequência no SDQ se referiu aos ?Problemas de Conduta?, e a escala ?Ansiedade e Depressão? no CBCL. Os resultados corroboraram aos estudos de caracterização da clientela de serviços-escola e atendimento infantil/adolescente, levando em consideração a prevalência de crianças e adolescentes na faixa etária de 7 a 13 anos, estudantes do ensino fundamental, com várias demandas relacionadas ao contexto escolar. A literatura relaciona a faixa etária predominante da clientela ao período de escolarização, desta forma, são notadas maiores demandas relacionadas às dificuldades escolares. Contudo, essas demandas foram verificadas mais especificamente na descrição dos prontuários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
NEUFELD, C. B. ; BENEDETTI, T. B. ; CAMINHA, M. G. . Orientação de Pais em grupos. In: Carmem Beatriz Neufeld; Bernard P. Rangé. (Org.). Terapia Cognitivo-Comportamental em grupos. 1ed.Porto Alegre: Artmed, 2017, v. 1, p. 1-400.

2.
CAMINHA, M. G. ; CAMINHA, R. M. ; BENEDETTI, T. B. . Família, Orientação de Pais e Professores. In: Carmem Beatriz Neufeld. (Org.). Terapia Cognitivo-Comportamental para adolescentes - Uma perspectiva transdiagnóstica e desenvolvimental. 1ed.Porto Alegre: Artmed, 2017, v. 1, p. 1-400.

Apresentações de Trabalho
1.
BENEDETTI, T. B.; CAMINHA, M. G. ; CAMINHA, R. M. . Adolescência e Orientação de Pais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
BENEDETTI, T. B.; NEUFELD, C. B. . Desenvolvimento de Habilidades Relacionais entre Pais e Filhos em um Programa de Orientação de Pais em Grupo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BENEDETTI, T. B.; NEUFELD, C. B. . Levantamento das demandas de terapia infantil do LAPICC-USP e discrepância na percepção dos pais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BENEDETTI, T. B.; NEUFELD, C. B. . LEVANTAMENTO DAS DEMANDAS DE TERAPIA INFANTIL DO LAPICC-USP E DISCREPÂNCIA NA PERCEPÇÃO DOS PAIS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
BENEDETTI, T. B.; NEUFELD, C. B. . Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil do LaPICC-USP ? Resultados Iniciais.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BENEDETTI, T. B.; NEUFELD, C. B. . Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil do LaPICC-USP.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BENEDETTI, T. B.; DAOLIO, C. C. ; FERREIRA, I. M. F. ; FRANCO, M. G. O. ; NEUFELD, C. B. . PROMOÇÃO DE HABILIDADES DE VIDA NA ESCOLA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Demais tipos de produção técnica
1.
BENEDETTI, T. B.. Terapia Cognitivo-Comportamental em Grupos. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
BENEDETTI, T. B.. Discussão de Dois Casos Clínicos apresentados pelos Médicos Residentes. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BENEDETTI, T. B.. Orientação de Pais - Histórico e Aplicações. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BENEDETTI, T. B.. Caso Clínico - Transtorno de Personalidade Borderline. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI Seminário Internacional de Habilidades Sociais.Desenvolvimento de Habilidades Relacionais entre Pais e Filhos em um Programa de Orientação de Pais em Grupo. 2017. (Seminário).

2.
XI Congresso Brasileiro de Terapias Cognitivas. Adolescência e Orientação de Pais. 2017. (Congresso).

3.
V Congresso Brasileiro de Terapia Cognitiva da Infância e Adolescência. Levantamento das Demandas de Terapia Infantil do LAPICC-USP e discrepância na percepção dos pais. 2016. (Congresso).

4.
45ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil do LaPICC-USP.. 2015. (Congresso).

5.
X Congresso Brasileiro de Terapias Cognitivas. Caracterização das Demandas de Terapia Individual Infantil do LaPICC-USP ? Resultados Iniciais.. 2015. (Congresso).

6.
2º Simpósio Internacional sobre Sexualidade. 2014. (Simpósio).

7.
44 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia.. 2014. (Congresso).

8.
Ciclo de Seminários Clínicos em Psicanálise - Clinicando. 2014. (Seminário).

9.
III Jornada de Terapias Cognitivo-Comportamental do Interior de São Paulo do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental.. PROMOÇÃO DE HABILIDADES DE VIDA NA ESCOLA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2014. (Congresso).

10.
III Jornada de Terapias Cognitivo-Comportamental do Interior de São Paulo do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental.. 2014. (Congresso).

11.
IX Congresso Brasileiro de Terapias Cognitivas.. 2013. (Congresso).

12.
VII World Congress of Behavioural and Cognitive Therapies.. 2013. (Congresso).

13.
XII Semana da Psicologia: Compartilhando o Tempo e a Ação.. 2013. (Outra).

14.
V Encontro de Saúde Mental: Conversando sobre Álcool e Drogas FFCLRP. 2012. (Encontro).

15.
XI Semana da Psicologia: Há tanta vida lá fora! Para uma psicologia enraizada e comprometida com a realidade. 2012. (Congresso).

16.
IV Encontro de Saúde Mental: Caminhos em Saúde Mental: De onde estamos, para onde vamos FFCLRP.. 2011. (Encontro).

17.
X Semana de Psicologia: Um turbilhão chamado discurso, uma expressão chamada sujeito. 2011. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 5:10:16