Wellington Luiz Siqueira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1064672527633273
  • Última atualização do currículo em 19/01/2019


Cursou graduação em Ciências Sociais na Universidade Federal de São Carlos, com ênfase em sociologia. Atualmente é aluno do Programa de Pós-graduação em Sociologia - PPGS - da mesma universidade, e estudou no mestrado processos e discursos de profissionalização e identidades na área de sociologia das profissões e interacionismo simbólico, tendo como tema de pesquisa o contexto de vigência do programa Mais Médicos e os discursos que o programa fez circular no interior da profissão médica no Brasil. No doutorado se debruça a compreender os processos de suturação da identidade YouTuber, que os produtores de conteúdo digital compartilham entre si na plataforma YouTube. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Wellington Luiz Siqueira
Nome em citações bibliográficas
SIQUEIRA, W.


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Sociologia.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Os significados da identidade youtuber: as suturações identitárias de produtores de conteúdo em uma plataforma digital,
Orientador: Maria da Glória Bonelli.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Sociologia das Profissões; Identidades Profissionais; YouTube; Interacionismo Simbólico; Sociologia Digital.
Grande área: Ciências Humanas
2015 - 2017
Mestrado em Sociologia.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Para além do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Medicina: A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos brasileiros e cubanos a partir do contexto do programa Mais Médicos.,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Maria da Glória Bonelli.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2011 - 2015
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Paralegais na cidade de São Paulo, um estudo sobre processos e discursos de profissionalização.
Orientador: Maria da Glória Bonelli.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2005 - 2007
Curso técnico/profissionalizante.
SENAI Mercedes Benz, SENAI MBB, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Minicurso: Análise de dados qualitativos com auxílio de Software. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Cinema Negro: Fotografia e políticas de representação. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em História e Cultura Indígena na Escola. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2014 - 2014
Cinema negro, fotografia e políticas de representação. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Usina de Cidadania e Direitos. (Carga horária: 60h).
Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, FAI-UFSCAR, Brasil.
2013 - 2013
El debate poscolonial latinoamericano. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de doutorado FAPESP, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES no PPGS-UFSCar, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Núcleo Multidisciplinar Integrado de Economia Solidária UFSCar, NUMI ECOSOL, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBIC, Carga horária: 20


Mercedes-Benz do Brasil, MB, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Técnico em Mecânica de Produção Veicular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Com atuação na área de mecânica geral, solda Mig industrial e desenvolvimento de projetos de melhoria contínua nos postos de trabalho.

Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Aprendiz de Mecânica Geral., Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aprendiz em Mecânica Geral do curso de Aprendizagem industrial do SENAI Mercedes Benz. Desenvolvimento de Projetos de Melhoria Contínua na Planta da empresa Mercedes Benz.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Os significados da identidade youtuber: as suturações identitárias de produtores de conteúdo em uma plataforma digital em rede

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria da Gloria Bonelli em 08/05/2017.
Descrição: O YouTube é uma das maiores plataformas da internet. A plataforma possui cerca de um bilhão de usuários ativos e seus conteúdos são produzidos pelos próprios usuários, que ficaram conhecidos como youtubers. Eles e elas são o foco desta pesquisa. Entre os anos de 2006 a 2019, quais significados os sujeitos atribuem à identidade youtuber e em quais momentos se identificam e a mobilizam em suas trajetórias? Quais dinâmicas identitárias emergem dessa mobilização, como as suturam e quais centros de poder tais pessoas reconhecem? A hipótese é que essa identidade, devido ao tempo que os sujeitos dedicam e aos rendimentos que recebem, passou gradualmente a se configurar como profissão para seus praticantes, que estão em constante competição entre si por visibilidade nessa plataforma dinâmica de mídia e publicidade, podendo assumir a centralidade da experiência dos sujeitos, principalmente para aqueles que investem maior tempo nessa ocupação. O objetivo da pesquisa é compreender, a partir das identificações desses sujeitos, em que medida se aproximam ou se afastam desse ponto de identificação específico. No trabalho de campo, que será realizado entre 2018 e início de 2020 por meios digitais e incursões em eventos na região metropolitana de São Paulo, serão utilizados recursos metodológicos mistos, combinando observações a partir do método interacionista com o auxílio de entrevistas em profundidade digitais. Além disso, dados secundários quantitativos fornecidos pela plataforma serão utilizados para visualizar as tendências de crescimentos dos youtubers que participarem da pesquisa. Os dados gerados serão analisados a partir dos modelos de construção conceitual propostos pela teoria fundamentada..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Wellington Luiz Siqueira - Integrante / Maria da Gloria Bonelli - Coordenador.
2015 - 2017
Para além do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Medicina: A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos brasileiros e cubanos a partir do contexto do programa Mais Médicos

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria da Gloria Bonelli em 01/07/2016.
Descrição: Como a chegada de profissionais médicos estrangeiros, atuando principalmente em postos de saúde com médicos brasileiros, no contexto de implantação e vigência do programa ?Mais Médicos?, tensiona os discursos de profissionalismo e quais os efeitos desse contato para as identificações profissionais? Diferentes tipos de formação profissional, com enfoques variados ou contrastantes, dentro de uma mesma profissão, produzem discursos de profissionalismo concorrentes, dada a mesma posição ou posto de trabalho? Partindo dos discursos oficiais das instituições Ministério da Saúde e órgãos representativos da profissão médica, busquei compreender como os médicos, em seu cotidiano, constroem suas identidades e negociam o discurso de profissionalismo, e como se posicionam nesse debate e lidam com a diferenciação introduzida pela política pública. O trabalho de campo, constituído por 14 entrevistas qualitativas e a análise de discursos de diferentes órgãos, atores e publicações expressando o embate em torno do programa, permitiu compreender como se dão os processos de reelaboração e negociação desses discursos e identidades, e como eles aparecem e são difundidos na fala dos médicos atuantes no município de São Bernardo do Campo, localizado na região metropolitana de São Paulo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Wellington Luiz Siqueira - Integrante / Maria da Gloria Bonelli - Coordenador.
2013 - 2014
Paralegais na cidade de São Paulo: um estudo sobre processos e discursos de profissionalização.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria da Gloria Bonelli em 01/07/2016.
Descrição: Esse trabalho de pesquisa de iniciação científica foi realizado com o objetivo de compreender os processos de profissionalização em curso dos bacharéis de direito na cidade de são paulo. Partindo de uma perspectiva qualitativa, realizada a partir de um roteiro de entrevistas, buscamos compreender como os bacharéis em direito na cidade de São Paulo pensavam a respeito de sua ocupação, sobre os movimentos sociais organizados por outros bacharéis e quais perspectivas tinham em relação ao trabalho que realizavam. A ocupação de paralegais apresenta diversas similaridades com a sua análoga nos Estados Unidos, porém, por ser mais recente no Brasil, onde encontra-se menos institucionalizadas, sem reconhecimento e regulamentação. Os conflitos entre os bacharéis e a Ordem dos Advogados no Brasil (OAB), no entanto, estão muito mais ligados ao acesso à carreira na advocacia do que a possibilidade de regulamentação da ocupação paralegal. Ambos, tanto o MNBD quanto a OAB, são contrários ao projeto de lei referido nessa pesquisa que visa regulamentar a ocupação. Para o movimento social, os bacharéis detêm todos os conhecimentos necessários para acessar a carreira, sendo barrados pela prova, a qual consideram injusta, e para a OAB, a regulamentação pode prejudicar o bom atendimento à população por possibilitar que bacharéis sem qualificação trabalhem em causas menores. Os discursos de profissionalismo que estão em curso na cidade de São Paulo, criando a categoria paralegal, advém principalmente de empresas e escritórios, e não é uma reivindicação dos próprios assistentes. A ocupação, para estes últimos, tem caráter transitório, entre o fim da graduação e início da carreira como advogado, magistrado ou acadêmico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Wellington Luiz Siqueira - Integrante / Maria da Gloria Bonelli - Coordenador.


Outros Projetos


2015 - 2016
Auxílio Publicação Fapesp

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Maria da Gloria Bonelli em 01/07/2016.
Descrição: Livro Profissões Republicanas: Experiências brasileiras no profissionalismo..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (6) .

Integrantes: Wellington Luiz Siqueira - Integrante / Maria da Gloria Bonelli - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das Profissões.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: ..


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SIQUEIRA, A.2016SIQUEIRA, A. ; SIQUEIRA, W. ; RODRIGUES, F. S. M. ; ERRANTE, P. R. ; FERRAZ, R. R. N. . SÍFILIS EM GESTANTES ATENDIDAS EM UNIDADES DE SAÚDE DA REGIÃO METROPOLITANA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO - SP: UM ESTUDO QUALITATIVO DE CASOS MÚLTIPLOS. Atas de Ciência da Saúde, v. 4, p. 31-46, 2016.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BONELLI, M. G. (Org.) ; SIQUEIRA, W. (Org.) . Profissões Repúblicanas: Experiências Brasileiras no Profissionalismo. 1. ed. São Carlos: EDUFSCar, 2016. v. 1. 234p .

Capítulos de livros publicados
1.
BONELLI, M. G. ; SIQUEIRA, W. . Apresentação. In: Maria da Glória Bonelli; Wellington Luiz Siqueira. (Org.). Profissões Republicanas: Experiências Brasileiras no Profissionalismo. 1ed.São Carlos: EDUFSCar, 2016, v. 1, p. 7-13.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SIQUEIRA, W.. Profissionalismo e disputas por legitimação na Saúde da Família: As negociações identitárias de médicos no contexto do Programa Mais Médicos. In: Simpósio Internacional Trabalho, Relações de Trabalho, Educação e Identidade, 2018, Belo Horizonte. ANAIS VII SITRE 2018, 2018. v. 1. p. 286-305.

2.
SIQUEIRA, W.. As identificações de médicos de família brasileiros e cubanos a partir das diferenças introduzidas pelo Programa Mais Médicos. In: V Seminário Integrado de Pesquisas em Ciências Sociais - 'Crise política e agenda conservadora'., 2016, Londrina. Anais eletrônicos do V Seminário Integrado de Pesquisas em Ciências Sociais - "Crise política e agenda conservadora"., 2016.

3.
SIQUEIRA, W.; BONELLI, M. G. . A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos de família a partir das diferenças geradas pelo Programa Mais Médicos. In: VIII Congreso Latinoamericano de Estudios del Trabajo. La recuperación de la centralidad del trabajo en América Latina. Actores, perspectivas y desafíos, 2016, Buenos Aires. Anais do VIII Congreso Latinoamericano de Estudios del Trabajo. La recuperación de la centralidad del trabajo en América Latina. Actores, perspectivas y desafíos, 2016.

4.
SIQUEIRA, W.. Profissionalismo gerencial e proletarização dos bacharéis em direito na cidade de São Paulo. In: V Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar: Descentramentos, 2015, São Carlos. Anais do V Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar: Descentramentos, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
SIQUEIRA, W.; BONELLI, M. G. . Profissionalismo e Disputas por Legitimação na Saúde da Família: As Negociações Identitárias de Médicos no Contexto do Programa Mais Médicos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SIQUEIRA, W.. Os significados da identidade youtuber: as suturações identitárias de produtores de conteúdo em uma plataforma digital. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SIQUEIRA, W.. Para além do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Medicina: A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos brasileiros e cubanos a partir do contexto do programa Mais Médicos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SIQUEIRA, W.; BONELLI, M. G. . A (re)construção de discursos de profissionalismo de médicos brasileiros e cubanos a partir do contexto do Programa Mais-Médicos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
SIQUEIRA, W.. As identificações de médicos de família brasileiros e cubanos a partir das diferenças introduzidas pelo Programa Mais Médicos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SIQUEIRA, W.. Profissionalismo gerencial e proletarização dos bacharéis em direito na cidade de São Paulo.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SIQUEIRA, W.. 'Paralegais na Cidade de São Paulo: Um Estudo de Processos e Discursos de Profissionalização'. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SIQUEIRA, W.. Paralegais na cidade de São Paulo: Um estudo sobre processos e discursos de profissionalização 2013 (Resumo publicado em Anais de Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SIQUEIRA, W.. Revista Florestan - Graduação em Ciências Sociais UFSCar. 2015.


Demais tipos de produção técnica
1.
SIQUEIRA, W.. Paralegais na cidade de São Paulo: Um estudo sobre processos e discursos de profissionalização. 2014. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
8º Conferencia Latinoamericana y Caribeña de Ciencias Sociales Primer Foro Mundial del Pensamiento Crítico. Para além do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Medicina: A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos brasileiros e cubanos a partir do contexto do programa Mais Médicos. 2018. (Congresso).

2.
Trabalho, Profissões e Política. 2018. (Seminário).

3.
VII Simpósio Internacional SITRE - Trabalho, Relações de Trabalho, Educação e Identidades.Profissionalismo e Disputas por Legitimação na Saúde da Família: As Negociações Identitárias de Médicos no Contexto do Programa Mais Médicos. 2018. (Simpósio).

4.
XVII Semana de Pós-Graduação em Ciências Sociais.Os significados da identidade youtuber: as suturações identitárias de produtores de conteúdo em uma plataforma digital. 2018. (Seminário).

5.
V Seminário Diferenças e Resistências. 2017. (Seminário).

6.
I Jornada do Grupo de Pesquisa Diálogo (USP/CNPq). 2016. (Encontro).

7.
VIII Congreso LATINOAMERICANO DE SOCIOLOGÍA DEL TRABAJO - La recuperación de la centralidad del trabajo en América Latina. Actores, perspectivas y desafíos. A (re)construção dos discursos de profissionalismo de médicos de família a partir das diferenças geradas pelo Programa Mais Médicos. 2016. (Congresso).

8.
V Seminário Integrado de Pesquisas em Ciências Sociais - "Crise política e agenda conservadora".As identificações de médicos de família brasileiros e cubanos a partir das diferenças introduzidas pelo Programa Mais Médicos. 2016. (Seminário).

9.
I Workshop de Metodologia em Ciência Política. 2014. (Oficina).

10.
IV Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar.Paralegais na cidade de São Paulo: Um estudo de processos e discursos de profissionalização. 2013. (Seminário).

11.
Ser negro na universidade: diálogos e possibilidades. 2013. (Outra).

12.
V Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar.Profissionalismo gerencial e proletarização dos bacharéis em direito na cidade de São Paulo. 2013. (Seminário).

13.
XXI Congresso de Iniciação Científica da UFSCar. Paralegais na cidade de São Paulo: Um estudo de processos e discursos de profissionalização. 2013. (Congresso).

14.
III Seminário do Programa de Pós-graduação em Sociologia da UFSCar. 2012. (Seminário).

15.
I seminário de Antropologia da Ufscar. 2012. (Seminário).

16.
I Seminário Internacional "Ruralidades, Trabalho e Meio Ambiente". 2011. (Seminário).

17.
IX Semana de Ciências Sociais. 2011. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OLIVEIRA, F. L. ; SINHORETTO, J. ; BONELLI, M. G. ; SIQUEIRA, W. ; BORELLI, K. . Colóquio Internacional Justiça, Política e Sociedade.. 2014. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 18:08:53