Bruna Beatriz Gonçalves Bruno

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1235600058845564
  • Última atualização do currículo em 31/01/2018


Graduada em Bacharelado e Licenciatura de Enfermagem na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Participou do Grupo de Estudos e Pesquisa em Feridas Crônicas- GEPFC. Com as produções acadêmicas no PIBEX com o projeto "Práticas educativas sobre o uso racional de medicamentos em vídeo-aulas: desenvolvimento e avaliação", do edital 020/2014 ? PIBEX- UEMS, coordenado por Rogério Dias Renovato; PIBEX com o projeto intitulado "Práticas Educativas na Administração de Quimioterapias Endovenosas em videoaulas: cuidados de Enfermagem", do edital 008-2015 coordenado por Rogério Dias Renovato e; PIBIC com a pesquisa de "Os sentimentos de portadores de feridas crônicas: um estudo com mulheres atendidas na atenção primária", edital UEMS/CNPq N° 002/2016 ?PROPP/UEMS - PIBIC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruna Beatriz Gonçalves Bruno
Nome em citações bibliográficas
BRUNO, B. B. G.


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Graduação em Enfermagem.
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Título: PRÁTICAS EDUCATIVAS NA SEGURANÇA DA ADMINISTRAÇÃO DE ANTINEOPLÁSICOS ENDOVENOSAS EM VIDEOAULAS.
Orientador: Rogério Dias Renovato.
2010 - 2012
Ensino Médio (2º grau).
Escola Franciscana Imaculada Conceição, EIC, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Projeto de Pesquisa, Extensão e Ensino, Carga horária: 30



Projetos de pesquisa


2016 - 2017
Os sentimentos de portadores de feridas crônicas: um estudo com mulheres atendidas na atenção primária
Descrição: Introdução: A pele é o maior órgão do corpo formado por várias camadas como a derme, a epiderme e hipoderme subcutânea, com também dos órgãos anexos. Já, a ferida é definida como qualquer lesão que interrompa a continuidade da pele. Na ferida crônica há desvio na sequência do processo cicatricial fisiológico, caracterizado por respostas proliferativas fibroblásticas. Em uma época da hipervalorização da estética e da beleza, em que a imagem corporal é relacionada à juventude, ao vigor e a integridade, a mulher afetada por lesão crônica é considerada fora dos padrões gerando desconforto, angustia e medo podendo ocasionar problemas psicossociais. Objetivo: Este estudo teve como objetivo compreender os significados de ser portadora de ferida entre as mulheres que apresentam ferida crônica em acompanhamento na atenção primaria. Procuramos também descrever as percepções da mulher, quando a sua autoimagem, analisar os sentimentos das mulheres portadoras de ferida crônica e como isso afeta na adesão terapêutica e nas relações sociais e familiares. Método: Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, em que as participantes foram quatro mulheres portadoras de feridas crônicas em acompanhamento nas Estratégias da Saúde da Família do município de Dourados/MS. A coleta dos dados ocorreu por meio de entrevista semiestruturada e as informações obtidas foram analisadas mediante análise de conteúdo. Organizamos os resultados em três unidades temáticas: fatores psicobiologicos, fatores psicossociais e fatores psicoespirituais. Resultados: As participantes tinham entre 36 a 65 anos, de classe media baixa e com comorbidades como hipertensão arterial, diabetes mellitus e problemas vasculares. As lesões relacionavam-se a ulcera neuropática e vasculogênicas. Percebemos nos discursos dessas mulheres uma falta de conhecimento sobre o seu processo patológico, causando sentimentos de sofrimento, baixa autoestima e isolamento social. Nos depoimentos das mulheres ficou claro que a cronicidade da lesão é algo confuso para elas por ser inesperada a instalação da ferida e sua rápida evolução para complicações do processo de cicatrização. Conclusões: Os dados apontaram que as lesões tiveram uma evolução rápida clinicamente e isso pode ser considerado um fator complicador para a compreensão da mulher em aceitar a sua ferida e aderir ao tratamento proposto, pois esta interfere em seus hábitos e atividades domésticas e sociais. Ficou evidente que a mulher sofre por ter uma ferida de cicatrização demorada, afetando as suas percepções e significados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - 2016
Práticas educativas na administração de quimioterapias endovenosas em videoaulas: cuidados de enfermagem.
Descrição: Para o tratamento do câncer, uma das possibilidades é o uso de medicamentos denominados quimioterápicos/antineoplásicos administrados em intervalos regulares, que variam de acordo com os esquemas terapêuticos. Sabe-se que a via endovenosa (EV) é mais utilizada no tratamento quimioterápico, sendo uma das atribuições da enfermagem, a administração desses medicamentos. Assim, tem-se como proposta desenvolver, implementar e avaliar as ações educativas em saúde sobre a administração de quimioterapia endovenosa por meio de videoaulas, na perspectiva dos cuidados de enfermagem. Buscando produções em vídeo, como da ANVISA e em outras sociedades científicas, com as informações obtidas, inicia-se a construção das videoaulas. Será realizada ampla revisão de literatura, para auxiliar o seu desenvolvimento, ou seja, quanto tempo deve ser uma videoaula de qualidade, materiais a serem utilizados e outros quesitos. Sendo também realizado, um roteiro detalhado para cada videoaula (com tema central). O roteiro será analisado pelo docente, acatando suas sugestões para aperfeiçoamento e melhoramento do roteiro. Após o desenvolvimento, as videoaulas serão apresentadas aos Enfermeiros matriculados no Curso semipresencial que será ofertado em fevereiro de 2016 e será ministrado na Unidade Universitária de Dourados. O meio virtual tem instituído avanços no ensino-aprendizagem dos alunos e de capacitação dos profissionais de saúde. As práticas educativas em saúde serão destinadas a Enfermeiros participantes de Curso Semipresencial sobre Administração de Medicamentos, fomentando o pensar critico-reflexivo. Essa proposta está vinculada ao Programa de Extensão Promoção do Uso Racional de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde de Dourados, MS..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Bruna Beatriz Gonçalves Bruno - Integrante / Rogerio Dias Renovato - Coordenador.Financiador(es): Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - Bolsa.
2014 - 2015
Práticas educativas sobre o uso racional de medicamentos em vídeo-aulas: desenvolvimento e avaliação
Descrição: O presente projeto tem como ação de extensão principal, a promoção do uso racional de medicamentos aos usuários da Atenção Primária à Saúde através de vídeo-aulas que estarão disponíveis no Serviço Virtual de Informação sobre Medicamentos. Como objetivos, tem-se desenvolver, implementar e avaliar as ações educativas em saúde sobre o uso racional de medicamentos por meio de vídeo-aulas, abordar o uso correto da medicação, principalmente em relação aos fármacos administrados por via oral; ensinar estratégias em prol da adesão aos medicamentos; orientar sobre a forma correta de guardar os medicamentos e os riscos da automedicação. A proposta é fazer uso de estratégias de ensino inovadoras, que possibilitem o aprendizado dos usuários através da internet..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Bruna Beatriz Gonçalves Bruno - Integrante / Rogerio Dias Renovato - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS - Bolsa.


Outros Projetos


2016 - 2016
Envelhecimento Humano: importância para a formação do enfermeiro
Descrição: Projeto de Ensino desenvolvido pelo Curso de Enfermagem da Unidade Universitária de Dourados -MS, com carga horária de 68 horas..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2016 - 2016
Curso Sobre Doenças Imuno-previníveis e Imunobiológicos
Descrição: Projeto de Ensino desenvolvido pelo Curso de Enfermagem da Unidade Universitária de Dourados- MS UEMS, com carga horária de 60 horas, tendo conteúdos teóricos e prática..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Idiomas


Inglês
Compreende PoucoLê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
RENOVATO, R. D. (Org.) ; MISSIO, L. (Org.) ; BRUNO, B. B. G. (Org.) ; TOBIN, F. S. (Org.) ; ANDRE, T. G. (Org.) . II SEMINÁRIO DA REDE DE PESQUISADORES DE ENSINO EM SAÚDE (II SRPES) ?Caminhos Investigativos da Pesquisa no Ensino em Saúde. 01. ed. Dourados MS: Editora UEMS, 2016. v. 01. 454p .

2.
SOUZA, R. D. (Org.) ; ANGOTTI, J. A. P. (Org.) ; BRUNO, B. B. G. (Org.) ; RENOVATO, R. D. (Org.) ; TOBIN, F. S. (Org.) . Reflexões em ensino de ciências. 02. ed. Curitiba PR: Editora Atena, 2016. v. 02. 260p .

Apresentações de Trabalho
1.
BRUNO, B. B. G.; MISSIO, L. . Os sentimentos de portadores de feridas crônicas: um estudo com mulheres atendidas na atenção primária. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
BRUNO, B. B. G.; SGARBI, A. K. G. ; CORREIA, T. A. . OBSERVAÇÃO E CONSTRUÇÃO DA SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA GRADUAÇÃO: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
TOBIN, F. S. ; ANDRE, T. G. ; RENOVATO, R. D. ; BRUNO, B. B. G. ; OLIVEIRA, K. M. ; VENTURA, V. S. . CONSTRUINDO À DOCÊNCIA EM ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BRUNO, B. B. G.; ALVES, W. S. ; MISSIO, L. ; ARAUJO, M. A. N. . A f o r m a ç ã o p a r a a d o c ê n c i a n a l i c e n c i a t u r a e m e n f e r m a g e m : v i v e n c i a s n o e n s i n o m é d i o t é c n i c o '. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
BRUNO, B. B. G.; RENOVATO, R. D. . PRÁTICAS EDUCATIVAS NA ADMINISTRAÇÃO DE QUIMIOTERAPIAS ENDOVENOSAS EM VIDEOAULAS: CUIDADOS DE ENFERMAGEM.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
BRUNO, B. B. G.; RENOVATO, R. D. . PRATICAS EDUCATIVAS SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS EM VÍDEO AULA: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ANDRE, T. G. ; BRUNO, B. B. G. ; OLIVEIRA, K. M. ; COSTA, P. R. A. ; RENOVATO, R. D. . O uso do cinema como estratégia educativa no ensino de farmacologia em enfermagem. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
BRUNO, B. B. G.; TOBIN, F. S. ; RENOVATO, R. D. . Uso de videoaula como estratégia no ensino em saúde. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
BRUNO, B. B. G.; RENOVATO, R. D. . PRÁTICAS EDUCATIVAS SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS EM VIDEOAULAS: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
BRUNO, B. B. G.; RENOVATO, R. D. . PRÁTICAS EDUCATIVAS SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS EM VIDEOAULAS: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
BRUNO, B. B. G.; ANDRE, T. G. ; MARCELINO, R. R. ; WATANABE, R. T. M. . ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM ALOJAMENTO CONJUNTO (AC): RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
3º SIMPÓSIO DE ENSINO EM SAÚDE.A formação para a docência na licenciatura em enfermagem: vivencias no ensino médio técnico. 2017. (Simpósio).

2.
Semana da Enfermagem IEGRAN.Boas Práticas da Enfermagem. 2017. (Outra).

3.
II Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde.Caminhos Investigativos da Pesquisa no Ensino em Saúde. 2016. (Seminário).

4.
I Seminário Estadual sobre Envelhecimento Humano.Envelhecimento Humano. 2016. (Seminário).

5.
II Simpósio de Ensino em Saúde.Tecnologias Educacionais em Saúde: possibilidades e contribuições. 2015. (Simpósio).

6.
XX Semana Acadêmica de Enfermagem da UEMS.Encontro de Formação Acadêmica em Enfermagem. 2015. (Outra).

7.
3º Congresso Brasileiro de Informatica na Educação-CBIE 2014. Informatica na Educação. 2014. (Congresso).

8.
3º Congresso Brasileiro de Informatica na Educação-CBIE 2014.Videosaulas: aspectos técnicos, pedagógicos, aplicações e bricolagem.. 2014. (Oficina).

9.
I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde.Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde. 2014. (Seminário).

10.
XIX Semana Acadêmica de Enfermagem da UEMS- Egressos de Enfermagem/UEMS: Protagonizando 20 anos de Cuidado.Egressos de Enfermagem/UEMS: Protagonizando 20 anos de Cuidado. 2014. (Encontro).

11.
4º Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão - EPEX/ UEMS.Encontro de ensino, pesquisa e extensão. 2013. (Encontro).

12.
Atividade Complementar de Ensino "Projetos de Pesquisa Científica: Elaboração".Elaboração de textos científicos.. 2013. (Oficina).

13.
I Simpósio de Ensino em Saúde.Formação em Saúde na atualidade: desafios e possibilidades. 2013. (Simpósio).

14.
Minicurso na XVII Semana de Enfermagem da UEMS- Enfermagem: Compromisso Social, Participação Social e Luta pela Saúde do Braislial.Saúde da Mulher. 2013. (Oficina).

15.
Minicurso na XVII Semana de Enfermagem da UEMS- Enfermagem: Compromisso Social, Participação Social e Luta pela Saúde do Braislial.Noções básicas de semiologia e semiotécnica.. 2013. (Oficina).

16.
XVIII SAEN - Semana de Enfermagem da UEMS - ENFERMAGEM: Compromisso Social, Participação e Luta pela Saúde do Brasil.Semana Acadêmica de Enfermagem para desenvolver senso critico quanto as lutas na saúde brasileira, além de minicursos oferecidos.. 2013. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RENOVATO, R. D. ; BRUNO, B. B. G. . I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde. 2014. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 8:45:40