Tatiane Geralda André

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5749912329473175
  • Última atualização do currículo em 15/08/2018


Graduada em Enfermagem na modalidade bacharelado e licenciatura pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (2018), possui intercambio internacional em Enfermagem - UALg- Portugal e curso técnico em enfermagem, pelo Instituto Federal do Sudeste de Minas (2012). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Tatiane Geralda André
Nome em citações bibliográficas
ANDRÉ, T. G.


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2018
Graduação em Enfermagem.
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
2017 - 2017
Graduação em Enfermagem.
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
com período sanduíche em Universidade do Algarve (Orientador: Filomena Matos).
Orientador: Rogério Dias Renovato.
Bolsista do(a): Programa Ibero-Americanas, S, Brasil.
2010 - 2012
Curso técnico/profissionalizante.
Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais, IF SUDESTE MG, Brasil.
2006 - 2008
Ensino Médio (2º grau).
Escola Estadual de Mercês de Água Limpa, E.E.M.A.L, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Projeto Científico Trimestral. (Carga horária: 375h).
Universidade do Algarve, UALG, Portugal.
2017 - 2017
Desenvolvimento Pessoal, Ética e Criatividade Aplicada a Enfermagem. (Carga horária: 90h).
Universidade do Algarve, UALG, Portugal.
2017 - 2017
Comunicação e Relação em Enfermagem. (Carga horária: 90h).
Universidade do Algarve, UALG, Portugal.
2013 - 2013
Enfermagem. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de pesquisa


2017 - 2018
Avaliação dos Casos Clínicos Estruturados por Matriz de Competências no Ensino de Farmacologia aplicado à Enfermagem
Descrição: Nas últimas décadas do século XX, nos cursos de graduação em enfermagem, evidenciou-se um processo de ensino/aprendizagem com uma prática pedagógica tradicional e conservadora baseada no modelo biomédico. Esta prática, acabou por impregnar na sociedade e em todos os níveis de escolaridade, uma visão de modo fragmentado do conhecimento, instigando professor e aluno a agir numa perspectiva metodológica de ensino fundamentada na dicotomia teoria e prática. Nesse sentido, a partir da proposta metodológica de aprendizagem baseada em problemas, o caso clínico real é o ponto inicial, pois, sua finalidade é fazer com que o aluno seja desafiado e, assim, ativo no processo de aprendizagem, estimulando-o ao estudo dos conteúdos pretendidos. A construção de conhecimentos apoiada na descoberta, em contraponto à simples recepção dos conteúdos tem como premissa a participação efetiva do aluno e considera suas experiências e seu conhecimento prévio..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.
2016 - 2017
Caso clínico como estratégia de ensino aprendizagem na farmacologia: percepção dos graduandos em enfermagem
Descrição: Nos cursos de enfermagem, o método de estudo de caso tem se tornado um instrumento de ensino considerado como humanístico e problematizador, que tem contribuído de forma positiva na formação acadêmica, por ter períodos de discussões sobre o conhecimento teórico-prático, planejamento da assistência e a avaliação dos resultados, incentivando a autonomia do aluno na tomada de decisões frente aos cuidados a serem prestados ao paciente. É na perspectiva da possibilidade de discutir a aplicabilidade prática da metodologia do estudo de caso no curso de graduação em enfermagem que este estudo objetivou compreender a percepção dos graduandos de enfermagem sobre a estratégia do estudo de caso no ensino de farmacologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.
2015 - 2016
Análise de experimento didático-formativo no Ensino da Farmacologia do Sistema Nervoso Central
Descrição: No curso de Enfermagem, a farmacologia possui um lugar importantíssimo, por ser uma das mais importantes áreas de intervenção do enfermeiro. O conhecimento farmacológico irá ajudar o enfermeiro a compreender o funcionamento dos fármacos, as reações adversas possíveis e a terapia farmacológica correta. Porém, percebe-se que há muitas dificuldades enfrentadas pelos discentes de enfermagem em relação ao aprendizado na farmacologia, principalmente fármacos relacionados ao sistema nervoso central (SNC), tornando-se um momento de ansiedade. No intuito de melhorar o aprendizado dos acadêmicos, o objetivo desse projeto é analisar o experimento didático formativo, como estratégia didático-pedagógica no ensino de Farmacologia usando como aporte teórico Davydov e Vigotsky..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.
2014 - 2015
O cinema como estratégia educativa para o ensino da farmacologia em enfermagem
Descrição: A farmacologia tem um lugar de destaque no curso de Enfermagem, por ser uma das mais importantes áreas de intervenção do enfermeiro. O enfermeiro é responsável pelo conhecimento dos efeitos de uma droga, pela administração correta, pelo controle da resposta do cliente e pelo auxílio ao mesmo na autoadministração. O uso do cinema na educação tem dado grandes resultados na melhoria do aprendizado e nesse pressuposto utilizaremos o cinema como estratégia pedagógica, afim de melhorar e acrescentar no aprendizado dos acadêmicos de enfermagem. O objetivo desse estudo é analisar o uso do cinema como estratégia educativa no ensino de farmacologia aplicado à Enfermagem. Trata-se de pesquisa descritiva, exploratória e qualitativa, tendo como sujeitos, estudantes de enfermagem regularmente matriculados nas disciplinas de Farmacologia, da segunda série do curso. A coleta de dados dar-se-á através dos relatos das percepções dos estudantes em depoimentos escritos ou, se necessário for, a realização de grupos focais. Tendo como aporte teórico o conceito de representações culturais de Stuart Hall e utilizaremos também a análise de interpretação dos sentidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.
2013 - 2014
As redes de atenção em saúde nas pespectivas dos profissionais de saúde da atenção primária
Descrição: O objetivo dessa pesquisa foi conhecer a percepção dos profissionais de saúde da atenção primária de Dourados sobre as Redes de Atenção em Saúde. Tratou-se de pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. O local da pesquisa foi o município de Dourados, MS, mais especificamente a atenção primária à saúde. Os sujeitos da pesquisa foram os farmacêuticos da Atenção Primária inseridos nas oficinas educativas do projeto Educação Permanente em Assistência Farmacêutica na perspectiva das Redes de Atenção à Saúde, pesquisa financiada pela FUNDECT através do Edital PPSUS. Os sujeitos foram caracterizados em idade, sexo, formação inicial, formação continuada e tempo de inserção profissional. A coleta de dados ocorreu no início das oficinas educativas, em que um dos subtemas abordados foram a fundamentação teórica sobre as Redes de Atenção em Saúde (RAS) e a Atenção Primária a Saúde (APS) como eixo estruturante das redes. Os dados foram obtidos através de relato escrito. Foram incluídos nove farmacêuticos, sendo oito mulheres e um homem; a média de idade foi de 32 anos; o tempo de inserção na APS em torno de 6 anos, e todos realizaram curso de especialização, sendo que uma farmacêutica apresenta mestrado. Após analisar a literatura e os relatos dos farmacêuticos, foi possível perceber que as concepções sobre as Redes de Atenção em Saúde ainda não estão sedimentadas, sendo objeto de muitas dúvidas. O olhar da estrutura hierárquica e fragmentada ainda se evidencia na análise dos profissionais. Dessa forma é importante suscitar debates sobre a organização da atenção primária à saúde, a fim de possibilitar outros rearranjos e assim convergir para a perspectiva das redes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.


Outros Projetos


2016 - 2016
Monitoria em Farmacologia
Descrição: Programa Institucional de Monitoria - EDITAL Nº 002/2016/PIM/DEG/PROE/UEMS.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Tatiane Geralda André - Integrante / Rogério Dias Renovato - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D (Org.) ; ASSUMPÇÃO, P.R (Org.) ; CASTRO, M.O.C (Org.) . Reflexões em Ensino de Ciencias. 1. ed. Curitiba: ATENA, 2016. v. 1. 260p .

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ANDRÉ, T. G.; Ganassin, F.M.H . ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: II SEMINÁRIO DA REDE DE PESQUISADORES DE ENSINO EM SAÚDE, 2016, Dourados. II SEMINÁRIO DA REDE DE PESQUISADORES DE ENSINO EM SAÚDE, 2016.

2.
ANDRÉ, T. G.; CASTRO, M.O.C ; RENOVATO, R. D ; ASSUMPÇÃO, P.R . Cinema como Estratégia Educativa no Ensino de Farmacologia. In: X Enpec, 2015, Águas de Lindóia. Anais X Enpec. p. 01-08.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D ; ASSUMPÇÃO, P.R ; OLIVEIRA, K.M ; BRUNO, B.B.G . O uso do cinema como estratégia educativa no ensino de farmacologia em enfermagem. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 1-1.

2.
MARCELINO, R.R ; ANDRÉ, T. G. ; BRUNO, B.B.G . Cuidado de enfermagem em alojamento conjunto: um relato de experiência. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 01-01.

3.
BRUNO, B.B.G ; TOBIN, F. S. ; RENOVATO, R. D ; ANDRÉ, T. G. ; OLIVEIRA, K.M . PRÁTICAS EDUCATIVAS SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS EM VIDEOAULAS: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 01-01.

4.
OLIVEIRA, K.M ; TOBIN, F. S. ; BRUNO, B.B.G ; ANDRÉ, T. G. ; ACIÓLE, M.M ; ALVARENGA, M.R.M . UNIVERSIDADE ABERTA A MELHOR IDADE DA UEMS: O PERFIL E O CONHECIMENTO SOBRE ENVELHECIMENTO E BEM-ESTAR DOS ALUNOS. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 01-01.

5.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . As redes de atenção em saúde na perspectiva dos profissionais de saúde da atenção primária. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 01-01.

6.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . O Cuidado de enfermagem em saúde mental: relato de experiência. In: 12 Congresso Internacional da Rede Unida, 2016, Campo Grande. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unid. Porto Alegre: Revista Saúde em Redes, 2016. v. 2. p. 01-01.

7.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . As redes de atenção em saúde na perspectiva dos farmacêuticos da atenção primária: subsídios para a educação permanente. In: I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde, 2014, Dourados. Anais do I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde. Dourados: GEPES, 2014. v. 1. p. 1-1.

Apresentações de Trabalho
1.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . MONITORIA ACADEMICA NA DISCIPLINA DE FARMACOLOGIA EM ENFERMGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
ANDRÉ, T. G.; CARRASCO, V . O Cuidado de enfermagem em saúde mental: relato de experiência. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D ; OLIVEIRA, K.M ; BRUNO, B.B.G ; ASSUMPÇÃO, P.R . O uso do cinema como estratégia educativa no ensino de farmacologia em enfermagem. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ANDRÉ, T. G.. ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . O cinema como estratégia educativa para o ensino da farmacologia em enfermagem. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
ANDRÉ, T. G.; ASSUMPÇÃO, P.R ; CASTRO, M.O.C ; RENOVATO, R. D . Cinema como Estratégia Educativa no Ensino de Farmacologia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . As redes de atenção em saúde nas pespectivas dos farmaceuticos da atenção primária: subsidios para a educação permanente. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . As redes de atenção em saúde nas pespectivas dos profissionais de saúde da atenção primária. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Jornada Internacional Algarve-Brasil.MONITORIA ACADEMICA NA DISCIPLINA DE FARMACOLOGIA EM ENFERMGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2017. (Outra).

2.
12º Congresso Internacional Rede Unida. O Cuidado de enfermagem em saúde mental: relato de experiência. 2016. (Congresso).

3.
12º Congresso Internacional Rede Unida. O uso do cinema como estratégia educativa no ensino de farmacologia em enfermagem. 2016. (Congresso).

4.
12º Congresso Internacional Rede Unida. As redes de atenção em saúde na perspectiva dos profissionais de saúde da atenção primária. 2016. (Congresso).

5.
ENEPEX 2016.  MONITORIA ACADÊMICA NA DISCIPLINA DE FARMACOLOGIA EM ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2016. (Congresso).

6.
I CONECEAS. O USO DO PORTFÓLIO NO ENSINO E APRENDIZAGEM NA ADMINISTRAÇÃO DE ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2016. (Congresso).

7.
I Congresso sobre Ensino de Enfermagem do Mato Grosso do Sul e XXI Semana academica de enfermagemem. 2016. (Congresso).

8.
II Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde.ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2016. (Seminário).

9.
Enepex.O cinema como estratégia educativa para o ensino da farmacologia em enfermagem. 2015. (Seminário).

10.
II Simpósio de Ensino em Saúde.O cinema como estratégia educativa para o ensino da farmacologia em enfermagem. 2015. (Simpósio).

11.
X Enpec 2015. O cinema como estratégia educativa para o ensino da farmacologia. 2015. (Congresso).

12.
ENEPEX.As redes de atenção em saúde nas pespectivas dos profissionais de saúde da atenção primária. 2014. (Encontro).

13.
ENEPEX. 2014. (Encontro).

14.
I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde.As redes de atenção em saúde nas pespectivas dos farmaceuticos da atenção primária: subsidios para a educação permanente. 2014. (Seminário).

15.
I Seminário da Rede de Pesquisadores de Ensino em Saúde. 2014. (Seminário).

16.
4º Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão. 2013. (Congresso).

17.
Dia mundial de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa. 2013. (Encontro).

18.
Humam Budies-Maravilhas do corpo humano. 2013. (Exposição).

19.
I Simpósio de Ensino em Saúde. 2013. (Simpósio).

20.
II Semana de Enfermagem do Campus de São João Del Rei. 2012. (Encontro).

21.
I Encontro de Enfermagem do Núcleo Regional de São João Del Rei. 2010. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ANDRÉ, T. G.. II Jornada Internacional Algarve-Brasil. 2017. (Congresso).

2.
ANDRÉ, T. G.; FERLA, A.A . 12 Congresso Internacional da Rede Unida. 2016. (Congresso).

3.
ANDRÉ, T. G.. Outubro Rosa: atendimento a mulher na cidade universitária. 2016. (Outro).

4.
ANDRÉ, T. G.; RENOVATO, R. D . II Simpósio de Ensino em Saúde. 2015. (Outro).

5.
ROCHA, R. ; VIEIRA, M. C. ; ANDRÉ, T. G. . ENEPEX. 2014. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 11:50:40