Yanna Clara Prade e Braga

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7529678331745090
  • Última atualização do currículo em 02/07/2018


Doutoranda em Economia da Indústria e Tecnologia pela UFRJ, possui Mestrado em Economia da Indústria e Tecnologia pela UFRJ (2014) e Graduação em Ciências Econômicas - IBMEC/RJ (2010). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia da Energia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Yanna Clara Prade e Braga
Nome em citações bibliográficas
PRADE, Y. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Avenida Pasteur - até 213/214
Botafogo
22290240 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 80004875


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em Economia da Indústria e da Tecnologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Orientador: Edmar de Almeida.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2012 - 2014
Mestrado em Economia da Indústria e da Tecnologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Uma Análise da Demanda de Gás Natural no Brasil: uma perspectiva metodológica,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Edmar Luiz Fagundes de Almeida.
Bolsista do(a): Programa Petrobras de Formação de Recursos Humanos, PFRH, Brasil.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
2007 - 2010
Graduação em Ciências Econômicas.
IBMEC/RJ, IBMEC, Brasil.
Título: Determinantes da inovação no mercado de etanol.
Orientador: José Gustavo Féres.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de pesquisa


2016 - 2017
Metodologia de Cálculo Tarifário - TBG
Descrição: Os objetivos do projeto foram: a) Apoiar os colaboradores da Transportadora Brasileira Gasoduto Brasil-Bolívia (TBG) no entendimento das diferentes metodologias de cálculo tarifário adotadas no segmento de transporte de gás natural, assim como das diferentes formas de aplicação das metodologias analisadas; b) Analisar os impactos das diferentes metodologias tarifárias sobre a taxa de retorno dos investimentos no GASBOL e de futuros projetos de gasodutos, a serem selecionados conjuntamente com a equipe da TBG. Para esse objetivo, será utilizado o modelo GEE-DUTOS desenvolvido pelo grupo de colaboradores do GEE. c) Identificar o fator de utilização da malha de transporte de gás natural no Brasil identificando a necessidade de possíveis expansões a partir de diferentes cenários de oferta. d) Apoiar os colaboradores da TBG na análise e revisão das minutas dos contratos abaixo nos temas de Gestão de Congestionamento Físico e Contratual, SWAP operacional, Cessão de Capacidade de transporte, Garantias e Procedimento de chamada pública..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Yanna Clara Prade e Braga - Integrante / Edmar de Almeida - Integrante / Marcelo Colomer - Coordenador / Luciano Losekann - Integrante / Niágara Rodrigues - Integrante / Diogo Lisbona - Integrante.Financiador(es): Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Desafios da política energética para o desenvolvimento sustentável no Brasil
Descrição: O Grupo de Economia da Energia do IE UFRJ e o Center on Global Energy Policy ? SIPA da Universidade de Columbia se propõem a desenvolver de forma cooperativa uma pesquisa com objetivo de identificar estratégias de política energética para promoção de uma matriz energética economicamente e ambientalmente sustentável no Brasil, no contexto de abundância de petróleo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PRADE, Y. C.2018PRADE, Y. C.. A evolução dos contratos no mercado internacional de GNL. BOLETIM INFOPETRO, v. 18, p. 55-62, 2018.

2.
PRADE, Y. C.2018PRADE, Y. C.; Lisbona, D. . Política energética norte-americana: limites internos à reversão. BOLETIM INFOPETRO, v. 5, p. 11-19, 2018.

3.
PRADE, Y. C.2017PRADE, Y. C.. O Gás para Crescer e as regulações estaduais de distribuição de gás natural. BOLETIM INFOPETRO, v. 1, p. 27, 2017.

4.
PRADE, Y. C.2016PRADE, Y. C.. O papel do Estado na inovação: o não convencional nos EUA e o Pré-sal no Brasil. BOLETIM INFOPETRO, v. 5, p. 3, 2016.

5.
PRADE, Y. C.2016PRADE, Y. C.. O balanço do plano de desinvestimento da Petrobras e o que esperar para o mercado de combustíveis. BOLETIM INFOPETRO, v. 2, p. 21, 2016.

6.
PRADE, Y. C.2015PRADE, Y. C.; ALMEIDA, E. . Impactos potenciais da Operação LavaJato sobre a curva de produção da Petrobras. Boletim Infopetro, v. 1, p. 47, 2015.

7.
PRADE, Y. C.2015PRADE, Y. C.. O mercado de GNL do futuro: risco ou oportunidade para o Brasil?. Boletim Infopetro, v. 4, p. 14, 2015.

8.
PRADE, Y. C.2015PRADE, Y. C.. As mudanças no marco institucional do gás na Bolívia e as consequências para o Brasil. Boletim Infopetro, v. 5, p. 33, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
PRADE, Y. C.; COLOMER, M. ; ALMEIDA, E. . BALANÇO DA OFERTA E DEMANDA DO GÁS NATURAL BOLIVIANO E AS CONSEQUÊNCIAS PARA O BRASIL. In: HIRDAN K. M. COSTA; SILVIA A. CUPERTINO; EDMILSON M. DOS SANTOS. (Org.). ATUALIDADES REGULATÓRIAS DO MERCADO DE GÁS BRASILEIRO. 1ed.: , 2018, v. 1, p. 1-.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PRADE, Y. C.; COLOMER, M. ; ALMEIDA, E. . BALANÇO DO GÁS NATURAL BOLIVIANO E AS CONSEQUÊNCIAS PARA O BRASIL. In: Rio Oil & Gas Conference, 2016, Rio de Janeiro. BALANÇO DO GÁS NATURAL BOLIVIANO E AS CONSEQUÊNCIAS PARA O BRASIL, 2016.

2.
PRADE, Y. C.; LOSEKANN, L. ; ALMEIDA, E. ; BOTELHO, F. . O AJUSTE FORÇADO DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO: A REDUÇÃO NECESSÁRIA DE CUSTOS NO PRÉ-SAL. In: X Congresso Brasileiro de Planejamento Energético, 2016, Gramado. O AJUSTE FORÇADO DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO: A REDUÇÃO NECESSÁRIA DE CUSTOS NO PRÉ-SAL, 2016.

3.
PRADE, Y. C.; ALMEIDA, E. . Potencial para o gás não convencional na América Latina: Perspectivas e Desafios. In: 5 Latin-American Meeting of Energy Economics, 2015, Medellín. 5 Latin-American Meeting of Energy Economics, 2015.

4.
PRADE, Y. C.; ALMEIDA, E. . Potencial de Demanda para o Gás Natural: Uma Modelagem Regional. In: Rio Oil & Gas 2014, 2014, Rio de Janeiro. Rio Oil & Gas Conference 2014, 2014.

5.
PRADE, Y. C.; ALMEIDA, E. . Potencial de demanda para o gás natural: uma perspectiva regional. In: IX CBPE, 2014, Florianópolis. Potencial de demanda para o gás natural: uma perspectiva regional, 2014.

6.
PRADE, Y. C.; ALMEIDA, E. . Potencial para o gás não-convencional no Brasil: perspectivas e desafios. In: 4 ° Latin-American Meeting of Energy Economics, 2013, Montevideo. Potencial para o gás não-convencional no Brasil: perspectivas e desafios, 2013.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Rio Oil & Gas Conference. BALANÇO DO GÁS NATURAL BOLIVIANO E AS CONSEQUÊNCIAS PARA O BRASIL. 2016. (Congresso).

2.
X Congresso Brasileiro de Planejamento Energético. O AJUSTE FORÇADO DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO: A REDUÇÃO NECESSÁRIA DE CUSTOS NO PRÉ-SAL. 2016. (Congresso).

3.
5 ° Latin-American Meeting of Energy Economics. Potencial para o gás não convencional na América Latina: Perspectivas e Desafios. 2015. (Congresso).

4.
6th Rio Gas & Power Forum.Participação no workshop interativo. 2015. (Seminário).

5.
IX CBPE. Potencial de demanda para o gás natural: uma perspectiva regional. 2014. (Congresso).

6.
Rio Oil & Gas 2014. Potencial de Demanda para o Gás Natural: Uma Modelagem Regional. 2014. (Congresso).

7.
VIII Jornada Científica AB3E 2014.Uma perspectiva Metodólogica para a demanda industrial de gás natural: O caso de Minas Gerais. 2014. (Outra).

8.
4 ° Latin-American Meeting of Energy Economics. Potencial para o gás não-convencional no Brasil: perspectivas e desafios. 2013. (Congresso).

9.
Gas Summit Latin America 2013. 2013. (Seminário).

10.
Seminário GEE 2013. 2013. (Seminário).

11.
Rio Oil & Gas 2012. 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Orientações de outra natureza
1.
ANDRÉ CÔRTES ALVES. Incentivos ao investimento e à competição no upstream da indústria brasileira de gás natural em um contexto de exploração do gás em terra. Início: 2015. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Orientador).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 16:53:30