Stéphane Gérard Emile Guéneau

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8755832591168277
  • Última atualização do currículo em 27/08/2018


Possui graduação em Gestão da agua - Institut Supérieur de Technologie de Nancy (1986), mestrado em Economia do desenvolvimento agrícola e rural - Ecole nationale supérieure d'agronomie de Montpellier (1995) e doutorado em Ciências ambientais, opção Gestão e Ciências Sociais - AgroParisTech (2011). Foi pesquisador do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Relações Internacionais (Iddri) entre 2003 e 2010. Foi pesquisador visitante (Convênio Capes-Cofecub) no Cpda/Ufrrj em 1999 e 2000. Atualmente é Pesquisador visitante na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em São Luis (Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais), e bolsista do Programa Ignácio Rangel da Fapema. E pesquisador colaborador do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasilia (UnB) e do Centre de Coopération Internationale en Recherche Agronomique pour le Développement (Cirad), Montpellier, França. Tem experiência nas áreas da governança ambiental e das politicas publicas de desenvolvimento rural, atuando principalmente nos seguintes temas: ação coletiva e manejo dos recursos florestais, agroecologia, analise das cadeias de valores de produtos da sociobiodiversidade, certificação e sistemas de garantia de qualidade e de origem de produtos agrícolas e florestais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Stéphane Gérard Emile Guéneau
Nome em citações bibliográficas
GUÉNEAU, S. G. E.;Guéneau, S.;GUÉNEAU, STÉPHANE;GUÉNEAU, S

Endereço


Endereço Profissional
Centre international en recherche agronomique pour le développement, UMR MOISA.
73, rue Jean-François Breton
TA C-99/15
34398 - Montpellier cedex 5, - França - Caixa-postal: 34398
Telefone: (33) 467615520
URL da Homepage: http://standards-glocal.fr


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2011
Doutorado em Cienças ambientais, opção Gestão e Cienças Sociais.
AgroParisTech, AgroParisTech, França.
Título: Vers une évaluation des dispositifs de gestion des forêts tropicales, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Prof Laurent Mermet.
Palavras-chave: Politica Florestal; Certificação florestal; eficacia ambiental; Avaliação dos impactos ambientais; Governança internacional das florestas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
1994 - 1995
Mestrado em Economia Agrícola.
École nationale supérieure agronomique de Montpellier, ENSAM, França.
Título: Analyse économique de l'industrie papetière mondiale: mécanismes économique set jeu des acteurs,Ano de Obtenção: 1995.
Orientador: Pra Laurence Tubiana.
1986 - 1988
Graduação em Ingégieur Technologue Sciences de l'Eau.
Institut Universitaire de Technologie de Nancy, IUT NANCY, França.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista Fapema programa Ignacio Rangel, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor disciplina Politicas publicas, Carga horária: 0


Centre de Coop. Internationale en Recherche Agronomique pour le Dev, CIRAD, França.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: pesquisador, Enquadramento Funcional: Socioeconomista, Carga horária: 0

Atividades

02/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Unidade Mixta de Pesquisa MOISA (UMR MOISA), .


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2017
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador associado


Institut du développement durable et des relations internationales, IDDRI, França.
Vínculo institucional

2003 - 2010
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 37, Regime: Dedicação exclusiva.


Forest Stewardship Council France, FSC-FRANCE, França.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Colaborador voluntário, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 20


Groupe national forêts tropicales, GNFT, França.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 35


Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvovimento, UNCTAD, Suiça.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 25


Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador, Carga horária: 39, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista CAPES/COFECUB no CPDA/UFRRJ


Solidarités Agricoles et Agro-alimentaires, SOLAGRAL, França.
Vínculo institucional

1998 - 2002
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Responsavel do Programa Meio ambiente, Carga horária: 39


CMA / ARCA Consortium, CMA/ARCA, Espanha.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
Governança Ambiental
2.
Normas e Certificações ambientais


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
URBAL - Urban-driven Innovations for Sustainable Food Systems
Descrição: The main objective of the research is to build and test a participatory methodology to identify and map the impact pathways of innovations on all the dimensions of food systems sustainability. By testing this methodology through various case studies internationally including the city of Brasilia, this project aims to provide decision-makers with information on how urban-driven innovations can contribute to build more sustainable food systems, thus assisting them to determine which actions should or should not be taken..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Stéphane Gérard Emile Guéneau - Coordenador / Janaina Diniz - Integrante / Laura Maria Goulart Duarte - Integrante / Ana Paula Caetano JACQUES - Integrante / Bruna Pedroso Thomaz de Oliveira - Integrante.Financiador(es): AGROPOLIS - Cooperação.
2017 - Atual
Análise das cadeias produtivas agroextrativistas do Cerrado na mesorregião Sul Maranhense
Descrição: O projeto tem com objetivo geral apoiar o desenvolvimento de cadeias produtivas sustentáveis de produtos do agroextrativismo do Cerrado na Mesorregião Sul Maranhense, através: - da análise das cadeias produtivas de produtos do extrativismo, destacando os principais entraves ao desenvolvimento dessas cadeias; - do fortalecimento das capacidades locais de estudo das cadeias produtivas, através a formação e a orientação de alunos da Universidade Federal do Maranhão e a restituição de trabalhos de pesquisa nas comunidades agroextrativistas; - da formulação de recomendações para formulação de políticas públicas de apoio ao desenvolvimento territorial do Cerrado sul maranhense baseado no fortalecimento das cadeias produtivas agroextrativistas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Stéphane Gérard Emile Guéneau - Coordenador / Marcelo Sampaio Carneiro - Integrante / Evaristo José Lima Neto - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA - Bolsa.
2016 - Atual
ODYSSEA
Descrição: Achieving a sustainable development trajectory in Amazonia is one of the key challenges facing Brazil, and is also an important international concern. ODYSSEA assembles an internationally renowned European and Brazilian multidisciplinary and intersectoral team. We aim to produce fundamental science and tools in order to build an innovative multi-and interdisciplinary observatory to monitor and assess dynamic interactions between Amazon societies and their environments. This observatory will serve as a basis for policy development that integrates social, environmental, political-economic and human health dimensions. Our methodology puts the society at the heart of the observatory?s building process, engaging stakeholders and decision makers in the research to favour advancement of their objectives and commitment to sustainable development issues..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
IDAE - Institutionnalisations des agroécologies
Descrição: Ce projet de recherche se donne pour objectif d?explorer les différentes voies d?institutionnalisation des agroécologies. Nous chercherons à analyser à la fois le processus de recomposition des rapports entre propositions agroécologiques, la manière dont les différentes formes d?agroécologie se stabilisent à travers des supports institutionnels divers et, in fine, les effets que ces dynamiques d?institutionnalisation ont sur les pratiques agroécologiques. Nous chercherons à identifier en particulier les formes de coexistence ou d?hybridation entre agroécologies et agriculture(s) conventionnelle(s)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
INOVACERRADO - INOVAÇÕES SOCIOTÉCNICAS PARA BOAS PRÁTICAS NO EXTRATIVISMO DE ESPÉCIES VEGETAIS NATIVAS DO CERRADO
Descrição: O objetivo do projeto é : Pesquisar, adaptar e socializar tecnologias empregadas por famílias e comunidades extrativistas de produtos florestais não madeireiros das regiões selecionadas, a fim de fomentar boas práticas de coleta, armazenamento, beneficiamento, processamento e transporte, garantindo, dessa forma, a sustentabilidade socioambiental do Cerrado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
SOCIOBIOCERRADO - Socio-technical and institutional innovations for conservation and valorization of the Cerrado biome
Descrição: The general objective of the project is to characterize socio-technical and institutional innovations for the conservation and valorization of the Cerrado biome through agro-extrativism activities. This includes two specific objectives: ? Analyzing the potential of local family farmers to valorize agro-extractive activities in the Cerrado biome; ? Identifying and analyzing socio-institutional innovations in terms of processing and marketing of the Cerrado biome socio-biodiversity products..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Quelle place pour les normes privées de durabilité dans les échanges commerciaux ? Opportunités, menaces et leviers d?action pour la France
Descrição: O principal objetivo do estudo é analisar a posição dos Estados em relação ao desenvolvimento de systemas normalisação privados. O estudo inclui uma análise da posição do Brasil sobre a certificação de biocombustíveis..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
AFD CIRAD/STR/RCH/REC/ACH-2013-088 - Qu?attendre de la standardisation des enjeux de préservation de la biodiversité en Outre-mer ? L?exemple de la certification.
Descrição: O principal objetivo do projeto é investigar o potencial de implementação de iniciativas de certificação ambiental que conservam a biodiversidade em dois territórios ultramarinos: Guiana Francesa - em relação a territórios vizinhos, incluindo o Brasil - e Reunião e Mayotte - ligada com as ilhas vizinhas de sub-região: Madagáscar, Maurícias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
GUIAMAFLOR
Descrição: Respostas das Florestas Tropicais à Exploração Florestal: novas perspectiva para o manejo florestal na Amazônia.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
PRIGOUE - Privatizing Global Environmental Governance? The roles of multi-stakeholders standards initiatives for global environmental change mitigation.
Descrição: The primary issues which interest this research are : understanding a) the growing weight of the private sector in environmental governance, b) the determinants of environmental standards in a context of conflicting interests and visions of the world, c) the way these standards change peoples, and economic actors behaviour, and d) the impacts of that behaviour, particularly on global environmental objectives..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
NORMES - Governing through standards. Standardization devices in the governance of sustainable developement
Descrição: This project aims at analyzing the changes in political practices induced by standardization devices created in the name of sustainable development in the agro-food and forest sectors. ?Standardization devices? are defined here as both a set of principles or specifications elaborated in multistakeholder fora, and control mechanisms ? most often certification procedures. Our main hypothesis is that standardization devices illustrate the emergence of new technologies of government that articulate knowledge, power relations and subjectivation. The concepts of ?liberal governmentality? and ?government at a distance? will be used to analyze the systematic, deliberative and participatory practices in the contemporary world. Finally, recent works on global governance, and more specifically works analyzing it as a way ?to govern without government? will also be mustered. The research project will be organized in three main tasks. The first task will aim at providing a better understanding of why new standardization devices emerge. We will adopt here a historical and a global perspective to analyse the political and institutional implications of standardization devices. Four main questions will be adressed: (a) standardization practices will be analyzed from a historical point of view (consultation of archives); (b) standard-setting traditions will be identified through the study of three national standardization agencies (United Kingdom, France and Australia); (c) discourses of various international organisations in the field of agriculture and development will be analysed to determine how standardization fits within the ?governance discursive regime? and refers to specific notions of participation and empowerment; (d) finally, the regulating potential of standardization devices will be assessed, based on a case study on forest certification. The second and third tasks will shed light on the implications, practices, processes and power struggles that structure the formulation and the implementation (application/control) of standards. The second task will focus on the analysis of multistakeholder standard-setting devices. Case studies will include French fora on biodiversity, and international roundtables on soy, palm oil, and social standards in agriculture. The objective is to determine who participates in the elaboration of the standard, how participation is organized, how the notion of ?sustainablity? is defined, what the role of expertise is, and how the local/global levels interact within the standard-setting process. The third task will concentrate on how the actors use the standards, and on the political role of supervision devices such as third part certification. This should lead to a typology of conformity assessment schemes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2009
Building Consensus on Access of Natural Resources in Brazilian Amazon Projeto Diálogos
Descrição: O Projeto Diálogos visa à construção de consenso na gestão do território amazônico por meio da consolidação de espaços e processos de diálogo, e da negociação entre atores de diferentes setores em três microrregiões da área de influência da BR-163. Gerido por meio de um consórcio formado por cinco instituições (CDS, ICV, IPAM, CIRAD e WWF-Brasil), promove a produção de conhecimento e a realização de ações de formação, comunicação e articulação social, o que poderá abrir espaços para a criação de inovações nas políticas públicas e nas ações privadas, bem como em seus instrumentos de implementação.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2013 - 2013
Exploratory assessment visits for the Olam Group to the Rubber plantation at Bitam, Gabon
Descrição: O objetivo do projeto era oferecer um plano de acção plurianual para a gestão de impactos sociais e ambientais das plantações de borracha da empresa OLAM no norte do Gabão..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: Critique internationale
2008 - Atual
Periódico: Natures Sciences Sociétés
2013 - Atual
Periódico: Gouvernement et action publique
2014 - Atual
Periódico: Revista Pós Ciências Sociais


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: Fonds Français pour l'Environnement Mondial


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
2.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1GUÉNEAU, S2018GUÉNEAU, S. Neoliberalism and the Emergence of Private Sustainability Initiatives: The Case of the Brazilian Cattle Value Chain. Business Strategy and the Environment, v. 27, p. 240-251, 2018.

2.
2GUÉNEAU, STÉPHANE2018GUÉNEAU, STÉPHANE. Durabilité des chaînes globales de valeur du soja et de la viande de b-uf en Amazonie : conséquences d?une gouvernementalité néolibéraleSustentabilidade das cadeias globais de valor da soja e da carne bovina na Amazônia: consequências de uma governamentalidade neoliberalThe Sustainability of Global Value Chains of Soy and Beef in the Amazon: Consequences of Neoliberal Governmentality. BRÉSIL(S) - SCIENCES HUMAINES ET SOCIALES, v. 2018, p. 1, 2018.

3.
3GUÉNEAU, S. G. E.2017GUÉNEAU, S. G. E.; DINIZ, J. D. A. S. ; MENDONCA, S. D. ; GARCIA, J. P. . Construção social dos mercados de frutos do Cerrado: entre sociobiodiversidade e alta gastronomia. SÉCULO XXI - REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, v. 7, p. 130, 2017.

4.
4TONNEAU, J.-P.2016TONNEAU, J.-P. ; GUÉNEAU, S. G. E. . Quels modèles de gestion des plantations agro-industrielles tropicales ? Réflexions à partir d?une étude de cas au Gabon. NATURES SCIENCES SOCIÉTÉS, v. 24, p. 386-393, 2016.

5.
5GUÉNEAU, S2014GUÉNEAU, S. Evaluer les dispositifs de prise en charge des problèmes forestiers tropicaux : une analyse critique de l?approche par les régimes. L'Observateur des Nations Unies, v. 36, p. 75-86, 2014.

6.
6Guéneau, S.2013Guéneau, S.. Como avaliar a eficácia ambiental do dispositivo de certificação florestal do FSC? Desafios e proposições metodológicas.. Revista Pós Ciências Sociais, v. 10, p. 15-36, 2013.

7.
7TOZZI, PASCAL2011TOZZI, PASCAL ; GUÉNEAU, STÉPHANE ; NDIAYE, ABDOURAHMANE . Gouverner par les normes environnementales : jeux d'acteurs et de puissance dans la certification forestière. Espaces et Sociétés, v. 146, p. 123-139, 2011.

8.
11GUÉNEAU, S2008 GUÉNEAU, S; TOZZI, P . Towards the privatization of global forest governance?. International Forestry Review, v. 10, p. 550-562, 2008.

9.
10KARSENTY, A2008KARSENTY, A ; GUÉNEAU, S ; CAPISTRANO, D ; SINGER, B ; PEYRON, J-L . Summary of the Proceedings of the International Workshop -The International Regime, Avoided Deforestation and the Evolution of Public and Private Policies Towards Forests in Developing Countries- held in Paris, 21-23rd November 2007. International Forestry Review, v. 10, p. 424-428, 2008.

10.
8GUÉNEAU, STÉPHANE2008GUÉNEAU, STÉPHANE. Implications politiques des nouvelles formes non étatiques de gouvernance forestière. Revue Forestière Française, v. 59, p. 494-504, 2008.

11.
9NASI, ROBERT2008NASI, ROBERT ; GUÉNEAU, STÉPHANE . Les changements en forêt tropicale : vers de nouvelles formes de gouvernance. Revue Forestière Française, v. 59, p. 524-536, 2008.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GUÉNEAU, S; Lemeilleur, S. ; LEMENAGER, T. ; RIVIERE, F. ; VERDIER, A.G. . Le développement des dispositifs de certification environnementale dans les Outre-mer : quelles perspectives pour la préservation de la biodiversité ?. 1. ed. Paris: Agence Française de Développement, 2016. 160p .

2.
GUÉNEAU, S; BIAGIOTTI, I. . L?AVENIR DES FORÊTS ?. 1. ed. Paris: Belin, 2015. 80p .

3.
Guéneau, S.. Forêts tropicales : point d?étape et nouveaux défis .Quelles orientations pour les acteurs français ?. -. ed. Paris: GNFT, 2012. 196p .

4.
Guéneau, S.. Livre blanc sur les forêts tropicales humides - Analyses et recommandations des acteurs français. -. ed. Paris: La Documentation française, 2006. 174p .

Capítulos de livros publicados
1.
TONNEAU, J.-P. ; GUÉNEAU, S ; PIKETTY, M.G. ; Drigo, I.G. ; POCCARD-CHAPUIS, R. . Agro-industrial Strategies and Voluntary Mechanisms for the Sustainability of Tropical Global Value Chains: The Place of Territories. In: Biénabe Estelle ; Rival Alain ; Loeillet Denis. (Org.). Sustainable Development and Tropical Agri-chains. 1ed.Dordrecht, Netherland: Springer, 2017, v. , p. 271-282.

2.
CHEYNS, E ; DAVIRON, B. ; DJAMA, M. ; FOUILLEUX, E. ; GUÉNEAU, S . The Standardization of Sustainable Development Through the Insertion of Agricultural Global Value Chains into International Markets. In: Biénabe Estelle ; Rival Alain ; Loeillet Denis. (Org.). Sustainable Development and Tropical Agri-chains. 1ed.Dordrecht, Netherland: Springer, 2017, v. , p. 283-303.

3.
GUÉNEAU, S. Gouvernance et institutions. In: LOUPPE D. ; MILLE G.. (Org.). Mémento du forestier tropical. 1ed.Versailles: QUAE, 2016, v. , p. 67-86.

4.
TONNEAU, J.-P. ; GUÉNEAU, S ; PIKETTY, M.G. ; Drigo, I.G. ; POCCARD-CHAPUIS, R. . Stratégies agro-industrielles et dispositifs volontaires pour la durabilité des filières tropicales : la place des territoires. In: Biénabe Estelle ; Rival Alain ; Loeillet Denis. (Org.). Développement durable et filières tropicales. 1ed.Versailles: QUAE, 2016, v. 1, p. 263-274.

5.
CHEYNS, E ; DAVIRON, B. ; DJAMA, M. ; FOUILLEUX, E. ; GUÉNEAU, S . La normalisation du développement durable par les filières agricoles insérées dans les marchés internationaux. In: Estelle Biénabe ; Denis Loeillet ; Alian Rival. (Org.). Développement durable et filières tropicales. 1ed.Versailles: QUAE, 2016, v. , p. 275-294.

6.
GUÉNEAU, STÉPHANE; CARNEIRO, M. S. ; TONI, F. . The future of the Brazilian model of ?sustainable agricultural growth?. In: Rajendra K. Pachauri ; Anne Paugam ; Teresa Ribera ; Laurence Tubiana. (Org.). A planet for life 2015. Building the future we want. 1ed.New Delhi: TERI Press, 2015, v. , p. 119-132.

7.
GUÉNEAU, S; CARNEIRO, M. S. ; TONI, F. . Le Brésil veut-il d?un modèle de « croissance agricole durable » ?. In: Rajendra K. Pachauri ; Anne Paugam ; Teresa Ribera ; Laurence Tubiana. (Org.). Regards sur la Terre 2015. Construire un monde durable. 1ed.Paris: Armand Colin, 2015, v. , p. 221-232.

8.
Guéneau, S.; Drigo, I.G. . Interações entre regulação pública e privada: a influência da certificação florestal privada sobre a renovação da ação pública na Amazônia brasileira. In: Marcelo Sampaio Carneiro; Manuel Amaral Neto; Edna Maria Ramos Castro. (Org.). Sociedade, floresta e sustentabilidade. 0ed.Belém: Instituto Internacional de Educação do Brasil; NAEA, 2013, v. , p. 17-42.

9.
Guéneau, S.. La participation comme processus de construction d?une gouvernance environnementale globale : le cas du FSC. In: Alphandéry, P. ; Djama, M. ; Fortier, A. ; Fouilleux, E.. (Org.). Normaliser au nom du développement durable. 023ed.Paris: QUAE, 2012, v. , p. 121-138.

10.
Guéneau, S.. Certification as a new private global forest governance system: the regulatory potential of the Forest Stewardship Council. In: Peters, A. ; Koechlin, L., Förster, T. ; Fenner Zinkernagel, G.. (Org.). Non-State Actors as Standard Setters. 000ed.Cambridge, UK: Cambridge University Press, 2009, v. , p. 379-408.

11.
Guéneau, S.; CASHORE, B. . Innover pour protéger. Des initiatives volontaires privées : la certification forestière. In: Jacquet, Pierre ; Tubiana, Laurence. (Org.). Regards sur la Terre 2008 : Biodiversité, nature et développement. -ed.Paris: Presses de Sciences Po « Annuels », 2007, v. , p. 203-215.

12.
Guéneau, S.. A certificação do manejo florestal no Brasil: alcance e limites das novas formas privadas de governança. In: Fontaine, Guillaume ; Van Vliet, Geert ; Pasquis, Richard. (Org.). Publicación Políticas ambientales y gobernabilidad en América Latina. -ed.Quito: FLASCO, 2007, v. , p. 147-174.

13.
Guéneau, S.. New policy coherence challenges. In: Najam, A. ; Halle, M. ; Meléndez-Ortiz, R.. (Org.). Trade and Environment: A Resource Book. -ed.Winnipeg: IISD, 2007, v. , p. 165-167.

14.
BASS, S. ; Guéneau, S. . Global Forest Governance: Emerging impacts of the Forest Stewardship Council. In: Thoyer,S. ; Martimort-Asso, B.. (Org.). Participation for sustainability in trade. -ed.Aldershot, UK: Ashgate, Global Environmental Governance Series, 2007, v. , p. 161-182.

15.
GUÉNEAU, S. La forêt tropicale: entre fourniture de bien public global et régulation privée, quelle place pour l'instrument certification. In: Sandrine MALJEAN-DUBOIS. (Org.). L'outil économique en droit international et européen de l'environnement. 1ed.Paris: La Documentation Française, 2002, v. , p. 391-415.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
GUÉNEAU, S; CARNEIRO, M. S. . Evaluation of the FSC forest certification scheme in Brazil: a three level approach. In: Agri-Chains and Sustainable Development: linking local and global dynamics, 2016, Montpellier, France. Agri-Chains and Sustainable Development: linking local and global dynamics. France: CIRAD, 2016. p. 109-112.

2.
GUÉNEAU, S; TONNEAU, J.-P. . Managing Olam rubber plantation?s impacts in a forest area in Gabon: rethinking the horizontal dimension of sustainable supply chain governance systems. In: Agri-Chains and Sustainable Development: linking local and global dynamics, 2016, Montpellier, France. Agri-Chains and Sustainable Development: linking local and global dynamics. Montpellier: CIRAD, 2016. p. 13-15.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GUÉNEAU, S; DJAMA, M. . Strategic public action facing the expansion of voluntary sustainability standards: implications for sustainability of global value chains in Brazil and Malaysi. In: 22nd International Sustainable Development Research Society (ISDRS) Conference. Rethinking Sustainability Models and Practices: Challenges for the New and Old World Contexts, 2016, Lisbon, Portugal. Proceedings of the 22nd International Sustainable Development Research Society Conference. Lisbon: João Joanaz de Melo, Antje Disterheft, Sandra Caeiro, Rui F. Santos and Tomás B. Ramos, 2016. v. 2. p. 577-578.

2.
Guéneau, S.; DINIZ, J. D. A. S. ; NOGUEIRA, M. C. R. ; PASSOS, C. J. S. . Valorização das práticas agroextrativistas e construção social de mercados: perspectivas para a sustentabilidade do bioma Cerrado. In: 1ºSimpósio Luso-Brasileirosobre Modelos e Práticas de Sustentabilidade, 2016, Lisboa. Atas do 1º Simpósio Luso-Brasileiro sobre Modelos e Práticas de Sustentabilidade. Lisboa: Nuno Martins, João Joanaz de Melo, Antje Disterheft, Sandra Caeiro, Marcelo Montaño, Evandro Moretto, 2016. v. 1. p. 113-114.

Apresentações de Trabalho
1.
Schmitt, C.J. ; NIEDERLE, P. A. ; GUÉNEAU, S ; SABOURIN, E. P. . La construction des politiques publiques en faveur de l'agroécologie au Brésil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
GUÉNEAU, S; ELOY, L. ; NOGUEIRA, M. C. R. ; TRINDADE, H. ; SOUZA, C. d. . Pertinence des formes d?organisation des territoires alliant protection de la biodiversité et développement rural dans le Cerrado Brésilien. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
GARCIA, J. P. ; MENDONCA, S. D. ; DINIZ, J. D. A. S. ; GUÉNEAU, S . Comercialização de produtos da sociobiodiversidade: estratégias alternativas e de resistência de comunidades e produtores agroextrativistas do Cerrado. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
GUÉNEAU, S; DINIZ, J. D. A. S. ; MENDONCA, S. D. ; AVELINE, I. A. ; SABOURIN, E. P. . Family farming work organization of agro-extractivist communities in the region of Mambal, Goias State, Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
GUÉNEAU, S; DINIZ, J. D. A. S. ; MENDONCA, S. D. . Construção social dos mercados dos frutos do Cerrado: entre sociobiodiversidade e alta gastronomia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
DUARTE, L. M. G. ; GUÉNEAU, S ; PASSOS, C. J. S. . Construção social de mercados e valorização de produtos agroextrativistas do Cerrado pelos atores gastronômios. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
TRINDADE, H. ; NOGUEIRA, M. C. R. ; GUÉNEAU, S . Populations traditionnelles et conflits socio-environnementaux dans Cerrado : le cas du complexe des unités de conservation de Terra Ronca, Etat du Goias, Brésil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
GUÉNEAU, S; DINIZ, J. D. A. S. ; NOGUEIRA, M. C. R. ; PASSOS, C. J. S. . Valorização das práticas agroextrativistas e construção social de mercados: perspectivas para a sustentabilidade do bioma Cerrado. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
GUÉNEAU, S; DJAMA, M. . Strategic public action facing the expansion of voluntary sustainability standards: implications for sustainability of global value chains in Brazil and Malaysia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
GUÉNEAU, S; TONNEAU, J.-P. . Managing Olam rubber plantation?s impacts in a forest area in Gabon: Rethinking the horizontal dimension of Sustainable Supply Chain Governance systems. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
Guéneau, S.. Governança privada do setor agroalimentares? Repensar o papel estratégica do Estado na padronização da sustentabilidade das cadeias produtivas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
DUARTE, L. M. G. ; GUÉNEAU, S ; DINIZ, J. D. A. S. ; PASSOS, C. J. S. . Valoración de de productos agroextractivistas del cerrado brasileño en la gastronomía. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
GUÉNEAU, S; CARNEIRO, M. S. . Evaluation of the FSC forest certification scheme in Brazil: a three level approach. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
GUÉNEAU, S; TONI, F. . Sustainability standards and the struggle against deforestation in Brazil. Environmental effectiveness of public-private arrangements. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
GUÉNEAU, S. An evaluation model of forest certification scheme within 'concentric circles'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
Guéneau, S.. Evaluation of the FSC Forest Certification Scheme from an Evaluation of the FSC Forest Certification Scheme from an Environmental Effectiveness Perspective: Methodological Challenges and Proposals. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
GUÉNEAU, S. Interações entre regulação pública e privada: a influência da certificação florestal privada sobre a renovação da ação pública na Amazônia brasileira. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
Guéneau, S.. Revue de la mise en ?uvre des recommandations du livre blanc sur les forêts tropicales. Paris: GNFT, 2012 (Relatorio).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
Guéneau, S.. PRIGOUE - Privatizing Global Environmental Governance? The roles of multi-stakeholders standards initiatives for global environmental change mitigation.. 2013; Tema: Governança ambiental / Normas e Certificação ambiantais. (Site).


Demais tipos de produção técnica


Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DRUMMOND J. A. L.; GUÉNEAU, S; BAPTISTA G. M. M.. Participação em banca de Priscila Pimentel Jacob. AVALIAÇÃO DA FRAGMENTAÇÃO DA PAISAGEM NATURAL DE CERRADO DECORRENTE DO ESPRAIAMENTO URBANO DE BRASÍLIA. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

2.
SABOURIN, E. P.; THEODORO, S. C. H.; GUÉNEAU, S. G. E.. Participação em banca de Lidiane MORETTO. O FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO FLORESTAL E OS FUNDOS ESTADUAIS FLORESTAIS NO PAÍS: DESAFIOS PARA O FOMENTO FLORESTAL PÚBLICO BRASILEIRO. 2016. Dissertação (Mestrado em MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL) - Universidade de Brasília.

3.
SABOURIN, E. P.; GUÉNEAU, S; SAYAGO, D.. Participação em banca de Igor Amaury Aveline. A Agricultura Familiar e a Construção Social de Mercados em Assentamentos Rurais do Município de Mambaí, Nordeste de Goiás.. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
ELOY, L.; LEITE S.P.; CANAVESI F.; GUÉNEAU, S. G. E.; RIGONATO, V.. Participação em banca de Cláudia de Souza. NOS INTERSTÍCIOS DA SOJA: RESISTÊNCIAS, EVOLUÇÕES E ADAPTAÇÕES DOS SISTEMAS AGRÍCOLAS LOCALIZADOS NA REGIÃO DO REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE DAS VEREDAS DO OESTE BAIANO. 2017. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

2.
CARNEIRO, M. S.; SANTOS I. J. P.; SOUSA FILHO B.; NIEDERLE, P. A.; GUÉNEAU, S. Participação em banca de EVARISTO JOSÉ DE LIMA NETO. A IMPLANTAÇÃO DE NORMAS SANITÁRIAS E A DISPUTA ENTRE DIFERENTES CONVENÇÕES DE QUALIDADE NO MERCADO DE LEITE NA MICRORREGIÃO DE IMPERATRIZ-MA. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão.

3.
SAITO C.H.; MIZZIARA, F.; GUÉNEAU, S. G. E.; ECHEVERRIA, A. R.. Participação em banca de LUCICLÉIA PEREIRA DA SILVA. CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS: UMA PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO À LUZ DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIALÓGICO-PROBLEMATIZADORA. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás.

4.
SAYAGO, D.; GUÉNEAU, S. G. E.; TONI, F.; DRUMMOND J. A. L.; PALHA, M. D. C.. Participação em banca de LUIZ CLÁUDIO MOREIRA MELO JÚNIOR. SISTEMAS SOCIAIS COMUNITÁRIOS E USO DE RECURSOS NATURAIS: Bases para políticas públicas e desenvolvimento territorial no estado do Pará. 2016. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.




Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Bruna Pedroso Thomaz de Oliveira. Patrimônios Alimentares do Cerrado: usos e saberes populares de Plantas Alimentícias Não Convencionais no território quilombola Kalunga, Goiás, Brasil. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL) - Universidade de Brasília. (Coorientador).

2.
Gabriela Borgato Penha Fonseca. USO DO SOLO NA ZONA DE AMORTECIMENTO: EFEITOS SOBRE A GESTÃO DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE ÁGUAS EMENDADAS.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília. (Coorientador).

3.
DAYSE DE SOUZA LEITE. UM PARQUE NACIONAL PARA AS SEMPRE-VIVAS NO TERRITÓRIO ALTO JEQUITINHONHA: O PAPEL DA IMPLEMENTAÇÃO NA RE (FORMULAÇÃO) DOS INSTRUMENTOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE E DE DESENVOLVIMENTO RURAL. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL) - Universidade de Brasília. (Coorientador).

Tese de doutorado
1.
Ana Paula Caetano Jacques. DO CERRADO AO PRATO A GASTRONOMIA COMO PLATAFORMA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO CERRADO BRASILEIRO. Início: 2016. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília. (Coorientador).

2.
Tayline Walverde Bispo. A construção social de mercados de produtos do agroextrativismo do Cerrado no Sul do Maranhão ? Brasil. Início: 2016. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Jessica Pereira Garcia. Valorização de produtos agroextrativistas do Cerrado: comercialização e construção de mercados da sociobiodiversidade. 2017. Dissertação (Mestrado em MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO RURAL) - Universidade de Brasília, . Coorientador: Stéphane Gérard Emile Guéneau.

Tese de doutorado
1.
Cinthia Regina Nunes Reis. Estado, normas e padrões na governamentalidade neoliberal do sistema agroalimentar: a atuação do Estado e dos sistemas privados de certificação na fruticultura irrigada do Vale do São Francisco. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão, . Orientador: Stéphane Gérard Emile Guéneau.



Educação e Popularização de C & T



Redes sociais, websites e blogs
1.
Guéneau, S.. PRIGOUE - Privatizing Global Environmental Governance? The roles of multi-stakeholders standards initiatives for global environmental change mitigation.. 2013; Tema: Governança ambiental / Normas e Certificação ambiantais. (Site).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 9:17:06