Luciana Maccarini Schabbach

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4027790963404018
  • Última atualização do currículo em 04/09/2018


possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999), doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004) e Pós-doutorado pela Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia-Itália. Tem experiência em consultoria para implementação do sistema tintométrico nas indústrias cerâmicas italianas e brasileiras. Foi pesquisadora contratada da Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia em Modena-Itália por 5 anos, com a qual atualmente mantém colaborações. Tem experiência na área de Ciência e Engenharia de Materiais, com ênfase em Materiais Particulados, Metalurgia do Pó, Materiais Cerâmicos e Biomateriais, atuando principalmente nos seguintes temas: propriedades óticas dos materiais, colorimetria, Kubelka-Munk, espectrofotometria, pigmentos, caracterização e valorização de resíduos, sinterização de materiais cerâmicos e vitrocerâmicos, materiais cerâmicos eco-compatíveis. Atualmente é professora adjunta na Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Campus Blumenau. Está vinculada ao Grupo de Pesquisa CERMAT - Núcleo de Pesquisas em Materiais Cerâmicos e Compósitos - UFSC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Luciana Maccarini Schabbach
Nome em citações bibliográficas
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC - Campus Blumenau.
Rua Pomerode, 710
Salto do Norte
89065300 - Blumenau, SC - Brasil
Telefone: (48) 37213387


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2004
Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
com período sanduíche em Universita degli Studi - Modena (Orientador: Tiziano Manfredini).
Título: Estudo da Espectrofotometria na Caracterização e Predição de Cores de Esmaltes Cerâmicos Monocromáticos Opacos, Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Márcio Celso Fredel.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Cor Revestimentos Cerâmicos; espectrofotometria; Kubelka-Munk.
Grande área: Engenharias
Setores de atividade: Fabricação de Produtos Cerâmicos.
1997 - 1999
Mestrado em Engenharia Mecânica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Formulação de Fritas Cerâmicas Utilizando Delineamento de Misturas,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Dachamir Hotza.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Fritas cerâmica Delineamento de misturas.
Grande área: Engenharias
Setores de atividade: Construção Civil.
2003 - 2004
Mestrado profissional em Ingegnerizazione di Prodotto e di Processo Ceramic.
Universitá degli Studi di Modena e Reggio Emilia, UNIMORE, Itália.
Título: Ingegnerarizzazione di Prodotto e di Processo e Nuove Strategie di Mercato nel Settore dei Materiali Ceramici per l'Edilizia, Ano de Obtenção: .
Orientador: Tiziano Manfredini.
Bolsista do(a): Universitá degli Studi di Modena e Reggio Emilia, UNIMORE, Itália.
1991 - 1996
Graduação em Engenharia Química.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Pós-doutorado


2005 - 2005
Pós-Doutorado.
Universitá degli Studi di Modena e Reggio Emilia, UNIMORE, Itália.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Aplicação do Colour Matching no Setor Cerâmico.


Formação Complementar


2015 - 2015
Integração Institucional aos Novos Docentes. (Carga horária: 36h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2015 - 2015
Treinamento Op. de Software Espectrofotômetro. (Carga horária: 4h).
T&M Instruments, T&M, Brasil.
2014 - 2014
Moodle. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2014 - 2014
Legislação da Carreira do Magistério Federal. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2009 - 2010
Mobilidade Internacional. (Carga horária: 270h).
Academia Búlgara de Ciências - Instituto de Químico-Física -Sófia, Bulgária, BAM, Bulgária.
2008 - 2008
Extensão universitária em Erasmus Intensive Programe SAMWARE. (Carga horária: 60h).
Università di Bologna, UNIBO, Itália.
2004 - 2004
Innovazione di Prodotto e di Processo. (Carga horária: 52h).
Scuola di Formazione per il Settore della Ceramica Industriale Italiana, CERFORM, Itália.
2000 - 2000
Fundamentos de Colorimetria. (Carga horária: 16h).
Centro de Tecnologia em Materiais, SENAI/MIDISUL, Brasil.
1999 - 1999
Formulação de Materiais Cerâmicos. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.


Atuação Profissional



Università degli Studi di Parma, UNIPR, Itália.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto Classe C, Nível I, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Atração de Jovens Talentos - BJT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Linha de Pesquisa: Materiais Cerâmicos e Biomateriais

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador sem vinculo

Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Bolsista Pesquisador/ Sem Vínculo, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista Pesquisador/ Sem Vínculo

Atividades

03/2018 - Atual
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processamento de Materiais Cerâmicos
Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos
Tópicos Especiais: Propriedades Ópticas dos Materiais
03/2017 - Atual
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processamneto de Materiais Cerâmicos
Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos
05/2016 - Atual
Direção e administração, UFSC - Campus Blumenau, .

Cargo ou função
? Membro da Comissão de Criação e estruturação da Coordenadoria de Estágios do Curso de Graduação em Engenharia de Materiais.
04/2016 - Atual
Direção e administração, UFSC - Campus Blumenau, .

Cargo ou função
? Membro da Comissão de Seleção e Acompanhamento dos Bolsistas de Iniciação Científica ? PIBIC/CNPq, biênio 2016/2017 do Centro de Blumenau.
08/2014 - Atual
Direção e administração, UFSC - Campus Blumenau, .

Cargo ou função
(ii) Membro da comissão de estudo e de reformulação do projeto pedagógico do curso de graduação em Engenharia de Materiais ? UFSC Campus de Blumenau..
05/2014 - Atual
Direção e administração, UFSC - Campus Blumenau, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Engenharia de Materiais.
01/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , CERMAT - Núcleo de Pesquisas em Materiais Cerâmicos e Compósitos, .

2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC, .

Linhas de pesquisa
Pigmentos Inorgânicos
2000 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC, .

Linhas de pesquisa
Esmaltes Cerãmicos
08/2016 - 12/2016
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos
03/2016 - 07/2016
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Materiais I
Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos
08/2015 - 12/2015
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Materiais I
Projeto de Materiais IV
Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos
03/2015 - 07/2015
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Materiais I
04/2014 - 12/2014
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto de Materiais I
05/2014 - 09/2014
Ensino, Engenharia de Materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processamento de Materiais Cerâmicos
04/1999 - 04/2003
Pesquisa e desenvolvimento , Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais- PGMAT, .


Università di Modena e Reggio Emilia, UNIMORE, Itália.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsista Pesquisa Avançada, Enquadramento Funcional: Bolsista pesquisa avançada, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa na área de Engenharia Ambiental e Engenharia de Materias. Valorização e Recuperação de Residuos no setor cerâmico


Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia, UNIMO, Itália.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Estagio Pos-Doutoral, Enquadramento Funcional: Aluno de Pos-Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estagio na empresa Smaltochimica s.r.l Alplicabilità del Color Matching nel settore ceramico

Atividades

01/2005 - 12/2005
Estágios , Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia, .

Estágio realizado
Verificação da aplicabilidade do Colour Matching na indústria cerâmica, suas vantagnes e limitações..

Colorminas Colorificio e Mineração, COLORMINAS, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 32, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Consultoria fornecida na implementação do Sistema Tintometrico (Color Matching)

Atividades

09/2004 - 12/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colorminas Colorificio e Mineração, .

Cargo ou função
Consultoria na implementação do Sisema Tintometrico e utilização do Espectrofotometro.

Esmalglass s.p.a, ESMALGLASS, Itália.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio realizado na referida empresa durante a realização do Master in Ingegnerizzazione di Prodotto e Processo e Nuove Strategie di Mercato nel Settore dei Materiali Ceramici per L'Edilizia na Universidade de Modena e Reggio Emilia-Itália.

Atividades

02/2004 - 04/2004
Pesquisa e desenvolvimento , Esmalglass s.p.a, .


Ferro Enamel do Brasil Indústria e Comércio Ltda, FERRO, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/1998 - 12/1998
Outras atividades técnico-científicas , Ferro Enamel do Brasil Indústria e Comércio Ltda, Ferro Enamel do Brasil Indústria e Comércio Ltda.

Atividade realizada
Realização dos experimentos referentes à dissertação de mestrado.
1/1996 - 8/1996
Estágios , Ferro Enamel do Brasil Indústria e Comércio Ltda, .

Estágio realizado
Formulação e Caracterização de Fritas Cerâmicas e Controle de Qualidade da Produção.


Linhas de pesquisa


1.
Desenvolvimento de esmaltes vitrocerâmicos para massa de grês porcelanato
2.
Colorimetria aplicada a revestimentos cerâmicos
3.
Propriedades Ópticas de Materiais Cerãmicos
4.
Pigmentos Inorgânicos
5.
Esmaltes Cerãmicos


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Desenvolvimento de biomateriais multifuncionaisEste projeto visa o desenvolvimento e produção componentes em compósitos cerâmicos (à base de zircônia) com propriedades multifuncionais, para aplicações biomédicas, utilizando diferentes métodos de produção
Descrição: Este projeto visa o desenvolvimento e produção componentes em compósitos cerâmicos (à base de zircônia) com propriedades multifuncionais, para aplicações biomédicas, utilizando diferentes métodos de produção como método de réplica, dip coating, freeze casting, usinagem CNC e processamento a laser. Devido às suas excelentes propriedades mecânicas, boa compatibilidade, resistência à corrosão e excelente estabilidade química, as cerâmicas óxidas (alumina e zircônia) têm sido utilizados como material em várias aplicações médicas tais como próteses, materiais dentários, implantes de quadril, entre outros . Eles são usados normalmente na sua forma densa, embora existam aplicações onde a presença de porosidade se revelou benéfica. O uso de cerâmicos densos em implantes pode induzir o problema de stress shielding (remodelação óssea proximal adaptativa) devido a uma incompatibilidade do módulos de elasticidade do implante e do osso, sendo este último significativamente menor . A porosidade nos implantes cerâmicos permitem a redução do seu módulo de elasticidade, aproximando-se do módulo do osso, e simultaneamente permitindo o crescimento do osso no seu interior. O crescimento de osso nos implantes depende de características como tamanho dos poros, interconectividade e grau de porosidade. O inconveniente em usar cerâmicos porosos está relacionado com a queda dramática das propriedades mecânicas resultante do aumento da porosidade. Adicionalmente, um gradiente na porosidade, tamanho de poro e/ou composição em biocerâmicos revelou favorecer a osseointegraçao comparativamente à utilização de porosidade homogênea. Contudo a produção de biocerâmicos com gradiente de porosidades é geralmente mais difícil de obter que uma porosidade homogênea. Este projeto surge como a continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelo nosso grupo de pesquisa na área dos materiais cerâmicos com gradiente funcional de propriedades em que diversas técnicas de produção e caracterização deste tipo de materiais estão sendo conduzidos. Destaca-se as técnicas dip coating, de réplica usando espumas, de usinagem CNC e o métodos de processamento a laser (Selective Laser Sintering/Melting - SLS/SLM + Laser texturing). O reforço da resistência das estruturas cerâmicas porosas será alcançado pela infiltração de um segundo biomaterial como um vidro (ex. Vidro bioativo), polímero (ex. PLLA, PLGA) ou porcelana dentária (ex. feldspática, dissilicato de lítio), selecionados de acordo com a aplicação especifica. Neste projeto, será explorada a produção de componentes cerâmicos a laser sem pós tratamento. Subsequentemente à produção dos cerâmicos porosos, será infiltrado um vidro ou polímero bioativo no caso dos implantes, e porcelana no caso das próteses dentárias, para melhorar a resistência do material poroso..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Luciana Maccarini Schabbach - Integrante / FREDEL, M.C. - Integrante / Bruno Alexandre Pacheco de Castro Henriques - Coordenador.
2016 - Atual
Programa de Intercâmbio entre a UFSC e a Universidade de Parma (ITÁLIA) ERASMUS+

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marcio Celso Fredel em 15/06/2017.
Descrição: O Programa de Ação KA107 Erasmus apoia a mobilidade de estudantes e professores entre países europeus e não europeus "parceiros" no programa Erasmus, ou seja aqueles países que precedentemente aderiram aos objetivos do programa. A mobilidade ocorre através da aprovação das propostas de projetos apresentados para aprovação da União Européia e pela rede de Universidades. Em particular, o projeto KA107-023909, coordenado pela Universidade de Parma, envolve a participação de oito Universidades estabelecidas em três países não europeus: Brasil, Quirguistão e Rússia. No Brasil são quatro as Universidades participantes do programa, sendo uma delas a Universidade Federal de Santa Catarina ? UFSC. No âmbito deste projeto, a Universidade de Parma e a UFSC concordam em cooperar para o intercâmbio de estudantes no contexto do programa Erasmus+. Comprometem-se a respeitar os requisitos de qualidade da Carta Erasmus do Ensino Superior em todos os aspectos da organização e gestão da mobilidade, em particular o reconhecimento dos créditos (ou equivalente) concedidos aos estudantes pela instituição parceira. As instituições comprometem-se igualmente a uma gestão sólida e transparente dos fundos que lhes são atribuídos através do programa Erasmus+. A mobilidade no âmbito do programa Erasmus Plus KA107-023909 permite realizar as seguintes atividades: a) A frequência de cursos (disciplinas) e a possibilidade de fazer os testes de avaliação (provas); b) Preparação do TCC ou da dissertação de mestrado e tese de doutorado; c) Estudo e estágio (este último somente quando presente no seu curso de estudos e após ter acordado sua viabilidade com a instituição de acolhimento);.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Development of high performance bio-inspired functionally graded materials for oral rehabilitation.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marcio Celso Fredel em 19/11/2016.
Descrição: : Este projeto visa o desenvolvimento de materiais bio-inspirados, para próteses dentárias fixas suportadas ou não por implantes dentários. Estas novas soluções protéticas incluem diferentes materiais, entre os quais metalo-cerâmicos, totalmente cerâmicos e híbridos (cerâmicos/polímeros), apresentando elevada resistência mecânica e performance melhorada face às que atualmente existem. O presente projeto pretende constituir-se como um avanço significativo no domínio da reabilitação oral suportada ou não por implantes dentários. O grande desafio na produção deste tipo de prótese é o de se conseguir uma forte união entre o material da subestrutura e a porcelana, proporcionando à prótese um melhor desempenho diminuindo assim falhas precoces. Apesar dos esforços nesse sentido, as taxas de falha situam-se entre os 10-20% a 10 anos [1] para as próteses metalocerâmicas e podem atingir os 8-10% nas próteses totalmente cerâmicas num período de 1-2 anos [2]. As falhas têm a sua origem sobretudo em problemas de adesão entre a subestrutura metálica ou cerâmica e a porcelana que a reveste [3], resultando em falhas não controladas da porcelana (chipping) particularmente frequentes e graves no caso dos sistemas totalmente cerâmicos [2,4, 5]. As falhas ocorrem maioritariamente na interface dos dois materiais e estão relacionadas com tensões residuais que aí se acumulam resultantes de uma incompatibilidade de propriedades físicas e mecânicas dos materiais base, em particular dos Módulos de Elasticidade e dos Coeficientes de Expansão Térmica Linear. Essas tensões residuais quando somadas às tensões produzidas na mastigação ou na ingestão de alimentos em baixa e alta temperatura, podem levar à falha na interface dos sistemas. O projeto será coordenado no Brasil pelo Prof. Márcio C. Fredel (Eng. Mecânica/UFSC - Coordenador) e pelo Prof. Filipe S. Silva (Eng. Mecânica/Universidade do Minho) em Portugal...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (10) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Luciana Maccarini Schabbach - Integrante / Marcio Celso Fredel - Coordenador / Cláudia A. Maziero Volpato - Integrante / Ricardo de Souza Magini - Integrante / Filipe Samuel Correia Pereira da Silva - Integrante / Bruno Alexandre Pacheco de Castro Henriques - Integrante / Júlio César Matias de Souza - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Materiais Cerâmicos e o Efeito Ilha de Calor
Descrição: O projeto proposto tem como objetivo a caracterização das propriedades ópticas (reflectância solar) e térmicas (emissividade térmica) de materiais cerâmicos amplamente usados em fachadas e coberturas (telhas e revestimentos cerâmicos) a fim de identificar quais estariam respeitando os critérios da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). Também se pretende empregar esforços no sentido de demonstrar a importância da determinação de tais propriedades (praticamente desconhecidas) na indústria cerâmica nacional, a fim de que esta possa incorporar esse conceito já na fase de projetação e desenvolvimento dos materiais para que tenhamos cada vez mais no mercado produtos que contribuam à sustentabilidade ambiental. Os objetivos específicos desse projeto são: ? Determinação do SRI das principais colorações de telhas e revestimentos cerâmicos de fachadas; ? Com base nos resultados obtidos acima identificar a tipologia de materiais que atendem os valores de SRI estabelecidos pela certificação LEED..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Luciana Maccarini Schabbach - Coordenador / Dachamir Hotza - Integrante / Márcio Celso Fredel - Integrante / Adriano Michael Bernardin - Integrante / Anselmo Ortega Boschi - Integrante / Deivis Luis Marinoski - Integrante / Leticia Silva De Bortoli - Integrante / Camila Cristina Stapait - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Desenvolvimento de novos materiais cerãmicos através do estudo da sinterização e acoplamento de camadas
Descrição: O presente projeto tem como objetivo principal o estudo da sinterização e do acoplamento de materiais cerâmicos, bem como a caracterização das propriedades estéticas dos materiais obtidos. Para tal estudo, além das técnicas clássicas, serão empregadas técnicas como a dilatometria ótica, flexímetro ótico e espectrofotometria..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Desenvolvimento de tecnologias e técnicas inovativas para o reinserimento de rejeitos industriais no circuito econômico
Descrição: Recuperação de resíduos industriais (tratamento térmico e físico) para o inserimento como matéria-prima secundária na indústria cerâmica. Resíduos: escória de incinerador, vidros provenientes de TVs a tubo catódico e lâmpadas fluorescentes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2005
Il sistema ceramico di fronte alla globalizzazione: strategie di impresa e strategie di sistema
Descrição: Entrevista à empresas cerâmicas brasileiras sobre o tema da competição internacional, no âmbito da globalização do setor..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - Atual
Software CES SELECTOR: Treinamento de Graduandos em Engenharia para Suporte Pedagógico e Educacional
Descrição: O presente projeto de extensão visa o consolidamento do uso do software CES Selector como suporte educacional em várias disciplinas do curso de Engenharia de Materiais da UFSC de Blumenau. Este software de potencialidade mundialmente reconhecida vem sendo usado atualmente pelas mais bem conceituadas universidade do mundo em várias áreas: Ciência dos Materiais, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Mecânica, Arquitetura, Ciência dos Polímeros, Manufatura, Eco-Design, Sustentabilidade, Energia, Bioengenharia, Design Industrial e Engenharia Civil. Nesse sentido o objetivo desse projeto de extensão é selecionar alunos do curso de Engenharia de Materiais do campus de Blumenau para receberem treinamento e se especializarem no uso do CES Selector visando que posteriormente atuem como difusores do conhecimento, mediante ações de monitoria em disciplinas do curso como: Projetos de Materiais, Propriedade dos Materiais, Reciclagem de Materiais e Valorização de Resíduos, Processamento de Materiais, etc. Uma licença do CES Selector + CES Constructor foi disponibilizada para o treinamento dos alunos no campus de Blumenau através de parcerias entre os professores envolvidos no projeto. Com a realização desse projeto de extensão pretende-se fomentar a o uso dessa ferramenta como atividade didática prática..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Journal of the European Ceramic Society
2010 - Atual
Periódico: Dyes and Pigments
2013 - Atual
Periódico: Indian Journal of Engineering and Materials Sciences (Print)
2014 - Atual
Periódico: ACS Applied Materials & Interfaces (Print)
2015 - Atual
Periódico: Ceramics International
2015 - Atual
Periódico: Journal of Building Engineering
2016 - Atual
Periódico: Journal of Cleaner Production
2017 - Atual
Periódico: Materia-Rio de Janeiro
2017 - Atual
Periódico: Open Access Journal of Photoenergy


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Materiais Não-Metálicos/Especialidade: Cerâmicos.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Recuperação de Resíduos industriais como matéria-prima secundária.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia do pó.
5.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Propriedades óticas dos materiais.
6.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Pigmentos Inorgânicos.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2015
Menção Honrosa na SNCT 2015 pelo trabalho "Materiais Cerâmicos e o E#feito Ilhas de Calor: Determinação de propriedades ópticas de telhas usadas na região do Médio Vale do Itajaí., IFSC, UFSC e IFC.
2012
Bolsista Atração de Jovens Talentos - BJT - Nivel A - CNPq, CNPq - Programa Ciência sem Fronterias.
2004
Master Universitário Internacional com LODE - Ingegnerizzazione di Prodotto e di Processo e Nuove Strategie di Mercato nel Settore dei Materiali Ceramici per l'Edilizia - Universidade de Modena e Regg, Università degli Studi di Modena e Reggio Emilia.
1997
1° Colocado para o Mestrado em Engenharia Mecânica- UFSC, Área: Materiais 1997, Pós-MEC - UFSC.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:13
Total de citações:172
Fator H:10
Schabbach, Luciana M.  Data: 02/09/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:23
Total de citações:170
Fator H = 10 Schabbach L.M. ;  Data: 18/05/2017

Outras
Total de trabalhos:26
Total de citações:254
Google Scholar; Schabbach, L.M; Fator H = 10  Data: 13/10/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCHABBACH, LUCIANA M.2018SCHABBACH, LUCIANA M.; MARINOSKI, DEIVIS L. ; GÜTHS, SAULO ; BERNARDIN, ADRIANO M. ; FREDEL, MÁRCIO C. . Pigmented glazed ceramic roof tiles in Brazil: Thermal and optical properties related to solar reflectance index. SOLAR ENERGY, v. 159, p. 113-124, 2018.

2.
GOUVEIA, P. FAUST2017GOUVEIA, P. FAUST ; Schabbach, L.M. ; SOUZA, J.C.M. ; HENRIQUES, B. ; LABRINCHA, J.A. ; SILVA, F.S. ; FREDEL, M.C. ; MESQUITA-GUIMARÃES, J. . New perspectives for recycling dental zirconia waste resulting from CAD/CAM manufacturing process. Journal of Cleaner Production, v. 152, p. 454-463, 2017.

3.
JACINTO, L. I.2016JACINTO, L. I. ; XAVIER, M. E. S. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M.C. ; SCHABBACH, L. M. . Determination of Solar Reflectance Index of Ceramic Coatings for Use in outside Surfaces. Materials Science Forum (Online), v. 881, p. 251-256, 2016.

4.
BORTOLI, LETÍCIA S. DE2016BORTOLI, LETÍCIA S. DE ; STAPAIT, CAMILA C. ; MARINOSKI, DEIVIS L. ; FREDEL, MÁRCIO C. ; SCHABBACH, LUCIANA M. . DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE REFLECTÂNCIA SOLAR DE TELHAS COMERCIALIZADAS NA REGIÃO DO MÉDIO VALE DO ITAJAÍ SC. Cerâmica Industrial (Impresso), v. 21, p. 18-22, 2016.

5.
Karamanov, A.2014Karamanov, A. ; Maccarini Schabbach, L. ; Karamanova, E. ; ANDREOLA, F. ; Barbieri, L. ; Ranguelov, B. ; AVDEEV, G. ; Lancellotti, I. . Sinter-crystallization in air and inert atmospheres of a glass from pre-treated municipal solid waste bottom ashes. Journal of Non-Crystalline Solids, v. 389, p. 50-59, 2014.

6.
Schabbach, L.M.2013Schabbach, L.M.; BONDIOLI, F. ; FREDEL, M.C. . Color prediction with simplified Kubelka-Munk model in glazes containing Fe2O3-ZrSiO4 coral pink pigments. Dyes and Pigments, v. 99, p. 1029-1035, 2013.

7.
SCHABBACH, L. M.2013SCHABBACH, L. M.; ALARCON, O. E. ; FREDEL, M.C. ; Fernanda Andreola ; Isabella Lancellotti ; L. Barbieri . Reformulação de um Esmalte Cerâmico Industrial Utilizando Resíduos Beneficiados em Substituição de Fritas e Matérias-primas Naturais. CERÂMICA INDUSTRIAL (IMPRESSO), v. 18, p. 23-27, 2013.

8.
Schabbach, L.M.2012Schabbach, L.M.; Bolelli, G. ; ANDREOLA, F. ; Lancellotti, I. ; Barbieri, L. . Valorization of MSWI bottom ash through ceramic glazing process: a new technology. Journal of Cleaner Production, v. 23, p. 147-157, 2012.

9.
Schabbach, L.M.2012Schabbach, L.M.; ANDREOLA, F. ; Barbieri, L. ; Lancellotti, I. ; Karamanova, E. ; Ranguelov, B. ; Karamanov, A. . Post-treated incinerator bottom ash as alternative raw material for ceramic manufacturing. Journal of the European Ceramic Society, v. 32, p. 2843-2852, 2012.

10.
ANDREOLA, F.2012ANDREOLA, F. ; L. Barbieri ; I. Lancellotti. ; SCHABBACH, L. M. ; KARAMANOVA, E. ; Alexander Karamanov . Building ceramic products obtained from refractoory clay and post-treated MSW bottom ash. Tile & Brick International, v. 2/2012, p. 33-41, 2012.

11.
SCHABBACH, L. M.2011SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; FREDEL, M. C. . Colouring of opaque ceramic glaze with zircon pigments: Formulation with simplified Kubelka-Munk model. Journal of the European Ceramic Society, v. 31, p. 659-664, 2011.

12.
SCHABBACH, L. M.2011SCHABBACH, L. M.; ANDREOLA, F. ; Lancellotti, I. ; Barbieri, L. . Minimization of Pb content in a ceramic glaze by reformulation the composition with secondary raw materials. Ceramics International, v. 37, p. 1367-1375, 2011.

13.
Fernanda Andreola2011Fernanda Andreola ; Luisa Barbieri ; Isabella Lancellotti ; Schabbach, L.M. ; Emilia Karamanova ; Alexander Karamanov . Building ceramic products based on secondary raw materials. Sklar Akeramic, v. 9-10, p. 222-225, 2011.

14.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2010SCHABBACH, L. M.; ANDREOLA, F. ; Karamanova, E. ; Lancellotti, I. ; Karamanov, A. ; Barbieri, L. . Integrated approach to establish the sinter-crystallization ability of glasses from secondary raw material. Journal of Non-Crystalline Solids, p. 10-17, 2010.

15.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2009 SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; PETTER, C. O. ; FREDEL, M. C. . Color in ceramic glazes: Efficiency of the Kubelka-Munk model in glazes with a black pigment an opacifier. Journal of the European Ceramic Society, v. 29, p. 2685-2690, 2009.

16.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2008 SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; Manfredini Tiziano ; PETTER, C. O. ; FREDEL, M. C. . Color in ceramic glazes: Analysis of pigment and opacifier grain size distribution effect by spectrophotometer. Journal of the European Ceramic Society, v. 28/9, p. 1777-1781, 2008.

17.
Schabbach, L. Maccarini2008Schabbach, L. Maccarini; FREDEL, M. C. ; Bondioli Federica ; Manfredini Tiziano ; PETTER, C. O. . Predizione del colore con il modello di Kubelka-Munk: l'esempio di uno smalto opaco con il giallo al praseodimio. Ceramica Inforamzione, v. set, p. 583-585, 2008.

18.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2007 SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; Manfredini Tiziano ; PETTER, C. O. ; FREDEL, M. C. . Influence of firing temperature on the color developed by a (Zr,V)SiO4 pigmented opaque ceramic glaze. Journal of the European Ceramic Society, v. 27, p. 179-184, 2007.

19.
Schabbach, L. Maccarini2005 Schabbach, L. Maccarini; Bondioli Federica ; Manfredini Tiziano ; FERRARI, A. M. ; ROMAGNOLI, M. . IL Color Matching: fondamenti teorici della formulazione computerizzata del colore. Ceramica Informazione, v. set 05, p. 93-97, 2005.

20.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2004SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; PETTER, C. O. ; Manfredini Tiziano ; Bondioli Federica . Predição da Cor de Esmaltes Cerâmicos Opacos Utilizando o Modelo de Kubelka;Munk. Cerâmica Industrial, v. 9, p. 32-36, 2004.

21.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2003SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. ; FREDEL, M. C. ; Antonio Pedro Novaes de Oliveira . Seven-component Lead-Free Frit Formulation. American Ceramic Society Bulletin, Estados Unidos, v. 82, n.4, p. 47-50, 2003.

22.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2002SCHABBACH, L. M.; BERNARDIN, A. M. ; SARTOR, M. N. ; FREDEL, M. C. . Utilização da Espectrofotometria no Estudo da Inflência do Percentual de Zirconita na Opacificação de um Esmalte Transparente. Cerâmica Industrial, Brasil, v. 2, p. 35-37, 2002.

23.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2001SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. ; FREDEL, M. C. . Three-Component Lead Borosilicate Frit. American Ceramic Society Bulletin, Estados Unidos, v. 80, n.7, p. 57-63, 2001.

24.
SCHABBACH, L. M.;Schabbach, L.M.;Maccarini Schabbach, L.;SCHABBACH, LUCIANA M.2000SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; HOTZA, D. . Formulação de Fritas Cerâmicas por Delineamento de Misturas. CERÂMICA INFORMAÇÃO, Brasil, v. 9, p. 56-59, 2000.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCHABBACH, L. M.. Expo revestir 2009. Ceramica Informazione, Italia, p. 240 - 243, 01 maio 2009.

2.
SCHABBACH, L. M.. FORNE-CER 2009. Ceramica Informazione, Italia, p. 266 - 266, 01 maio 2009.

3.
SCHABBACH, L. M.. Revestir 2009: Architecture and Construction Faschion Week. International Ceramics, Italia, p. 56 - 57, 01 fev. 2009.

4.
SCHABBACH, L. M.. Revestir 2009: la Fascion Week dell'Architettura e dell'Edilizia. Ceramica Informazione, Italia, p. 748 - 749, 01 dez. 2008.

5.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; Bondioli Federica ; Manfredini Tiziano ; PETTER, C. O. . Presizione del colore con il modello di Kubelka-Munk: l'esempio di uno smalto opaco con il giallo al praseodimio. Ceramica Informazione, Itália, p. 583 - 585, 01 set. 2008.

6.
SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; Manfredini Tiziano ; FERRARI, A. M. ; ROMAGNOLI, M. . IL Color Matching: fondamenti teorici della formulazione computerizzata del colore. Ceramica Informazione Speciale Cersae, Faenza - Italia, p. 93 - 97, 01 set. 2005.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Schabbach, L.M.; ROSA, M. ; BORTOLI, L. S. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M.C. . Ceramic glazes containing cool pigments: evaluation of optical and thermal properties. In: 61º Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2017, Gramado - RS. Anais do 61°Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2017. p. 2343-2352.

2.
BORTOLI, L. S. ; STAPAIT, C. C. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Determinação do ìndice de Reflectância Solar de Telhas Cerâmicas Usadas na Região do Médio Vale do Itajaí ? SC. In: 60° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2016, Águas de Lindóia -SP. Anais do 60°Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2016.

3.
STAPAIT, C. C. ; BORTOLI, L. S. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Índice de Refletância Solar de Telhas Cerâmicas Esmaltadas do Tipo Grés: Influência do Aspecto Superficial. In: 60° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2016, Águas de Lindoia - SP. Anais do 60° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2016.

4.
BORTOLI, L. S. ; STAPAIT, C. C. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Influência das características da Superfície no Índice de Refletância Solar de Telhas Cerâmicas Esmaltadas. In: 22° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Mareriais, 2016, Natal - RN. anais do 22° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Mareriais, 2016.

5.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; MARINOSKI, D. L. ; SILVA, M. E. X. ; JACINTO, L. I. . Determinação do Ìndice de Reflectância Solar de Revestimentos Cerâmicos. In: 59° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2015, Barra de Coqueiros - SE. Anais do 59° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2015.

6.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M.C. ; Karamanova, E. ; Karamanov, A. ; F. Andreola ; I. Lancellotti. ; Barbieri, L. . Ceramic Tiles Based on Large Amount of Post-Treated Incinerator Bottom Ashes. In: 58° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2014, Bento Gonçalves - RS. CERAMIC TILES BASED ON LARGE AMOUNT OF POST-TREATED INCINERATOR BOTTOM ASHES, 2014. p. 2684-2694.

7.
F. Andreola ; L. Barbieri ; I. Lancellotti. ; SCHABBACH, L. M. ; Karamanova, E. ; Karamanov, A. . Building ceramic products based on secondary raw materials (SRM). In: ECerS XII 12th Conference of the European Ceramic Society, 2011, Stockholm. Proceedings of the 12th Conference of the European Ceramic Society - ECerS XII, 2011.

8.
I. Lancellotti. ; F. Andreola ; SCHABBACH, L. M. ; C. Leonelli ; L. Barbieri ; A. Corradi . Recupero di vetro nel settore dei materiali. In: L'ingegneria per l'ambiente e il territorio, 2011, Modena. Proceding Convegno L'ingegneria per l'ambiente e il territorio, 2011.

9.
Karamanova, E. ; Karamanov, A. ; F. Andreola ; SCHABBACH, L. M. ; L. Barbieri . New Ceramic Materials from Pretreated MSWA and Ceramic Clays. In: FIFTH BALKAN CONFERENCE ON GLASS SCIENCE AND TECHNOLOGY 17th CONFERENCE ON GLASS AND CERAMICS, 2011, Nessebar, BULGARIA. Proceding FIFTH BALKAN CONFERENCE ON GLASS SCIENCE AND TECHNOLOGY, 2011.

10.
Karamanova, E. ; SCHABBACH, L. M. ; Ranguelov Bogdan ; Avdeev Georgi ; I. Lancellotti. ; Karamanov, A. . Optimization of the Heat-Treatment Regime of a Sintered Glass-Ceramic from MSWI Bottom Ash. In: 10th International Multidisciplinary Scientific Geo-Conference & EXPO SGEM 2010, 2010, Albena - Bulgaria. The 10th Anniversary International Multidicsciplinary Scientific GeoConference & EXPO, 2010.

11.
F. Andreola ; L. Barbieri ; Isabella Lancellotti ; SCHABBACH, L. M. ; VALLA, M. . Caso Studio: Ottenimento di materiali ceramici eco-compatibili a base di materie prime seconde. In: Ecomondo 2010, 2010, Rimini- Itália. Atti ECOMONDO 2010. Rimini: Ed. Maggioli, Rimini, 2010. p. 115-120.

12.
Karamanova, E. ; Karamanov, A. ; F. Andreola ; L. Barbieri ; I. Lancellotti. ; SCHABBACH, L. M. . Sintering study of new ceramic materials based on incinerator secondary raw material and. In: II-th Int. Conf. "Hazardous and Industrial Waste Management, 2010, Crete -Greece. CRETE 2010 2nd International Conference Hazardous and Industrial Waste Management - Proceedings, 2010. p. 405-406.

13.
SCHABBACH, L. M.; Fernanda Andreola ; Luisa Barbieri . Reformulation of a Ceramic Glaze with Secondary Raw Materials. In: ECOMONDO 2009, 2009, Rimini - Italia. ECOMONDO 2009. Rimini: Maggioli Editore, 2009. v. 1. p. 1059-1063.

14.
F. Andreola ; L. Barbieri ; R. Giovanardi ; I. Lancellotti. ; M. Michelazzi ; P. Pozzi ; SCHABBACH, L. M. . Sustainable chemistry for the WEEE management. In: 12th EuCheMS International Conference on Chemistry and the Environment, 2009, Stockholm. ICCE 2009 Stockholm. Stockholm, 2009. v. 1. p. 59-59.

15.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; PETTER, C. O. ; Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; Manfredini Tiziano ; ROMAGNOLI, M. . Colour in Opaque Ceramic Glazes: Formulation with Kubelka-Munk Model. In: Qualicer, 2006, Castellón. Anais Qualicer 2006, 2006. p. 221-223.

16.
Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; Manfredini Tiziano ; ROMAGNOLI, M. ; SCHABBACH, L. M. ; Verucchi, D. ; Lami, A. ; Spaccini, C. . Grain Size Distribution Effect on the Color Develops by Glaze Pigments. In: Qualicer, 2006, Castellón. Anais Qualicer 2006, 2006.

17.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; PETTER, C. O. ; Bondioli Federica ; Manfredini Tiziano . Utilização da Espectrocolorimetria na Caracterização e Predição da Cor de um Esmalte Cerâmico. In: 47° Congresso Brasileiro de Cerâmico, 2003, João Pessoa. Anais do 47° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2003.

18.
SCHABBACH, L. M.; BERNARDIN, A. M. ; FREDEL, M. C. . Use of Zirconia to Achieve Opacity in Transparent Enamels-Characterization Using Kubelka-Munk Techniques. In: Qualicer 2002, 2002, Castellòn. Anais Qualicer 2002, 2002. v. III. p. 143-148.

19.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; BERNARDIN, A. M. ; SARTOR, M. N. . Utilização da Espectrocolorimetria no Estudo da Influência do Percentual de Zirconita na opacificação de um EsmalteTransparente. In: Congresso Brasilerio de Cerâmica, 2001, Florianópolis. Anais do 45° Congresso Brasilerio de Cerâmica, 2001.

20.
SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. . Uso da Técnica de Delineamento de Misturas para Formulação de Fritas Cerâmicas Transparentes. In: 43° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 1999, Florianópolis. Anais do 43° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 1999.

21.
SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. ; FREDEL, M. C. . Delineamento de Misturas Aplicado à Indústria Cerâmica. In: Congresso de Engenharia de Processos do Mercosul - EMPROMER, 1999, Florianópolis. Anais do II Congresso de Engenharia de Processos do Mercosul. Florianópolis: Editora da UFSC, 1999. v. 1. p. 700.

22.
SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. . Formulação de Fritas Cerâmicas Através de Experimentos com Misturas. In: Congresso Brasileiro de Cerâmica, 1998, Florianópolis. Anais do 42° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 1998.

23.
SCHABBACH, L. M.; HOTZA, D. ; ALARCON, O. E. . Formulação de Fritas Transparentes Utilizando Delineamento de Misturas. In: 3° Encontro Internacional de Inovação Tecnológica em Cerâmica, 1998, Florianópolis. Anais do 3° Encontro Internacional de Inovação Tecnológica em Cerâmica, 1998. v. único.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; MARINOSKI, D. L. ; GUTHS, S. ; BERNARDIN, A. M. . Optical Properties of Ceramic Glazed Roof Tiles and LEED Certification. In: 14 th International Conference European Ceramic Society, 2015, Toledo - Espanha. Proceeding 14 th International Conference European Ceramic Society, 2015.

2.
Fernanda Andreola ; L. Barbieri ; I. Lancellotti. ; Schabbach, L. Maccarini ; VALLA, M. . Materiali Ceramici Eco-compatibili a base di materie prime seconde. In: 10° Congresso AIMAT, 2010, Capo Vaticano- Calabria. Atti 10° Congresso AIMAT, Capo Vaticano (VV), 2010. p. 21-24.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SCHABBACH, LUCIANA M.; MARINOSKI, D. L. ; GUTHS, S. ; BERNARDIN, A. M. ; FREDEL, M. C. . Pigmented Glazed Ceramic Roof Tiles: Optical Behavior Using the Kubelka-Munk Model on Solar Spectrum. In: CIMTEC - 14th International Ceramics Congress, 2018, Perúgia - itália. Anais CIMTEC - 14th International Ceramics Congress, 2018.

2.
GOUVEIA, P. F. ; GUIMARAES, J. M. ; SCHABBACH, L. M. ; FREDEL, M. C. . Resíduos de zircônia odontológica: Análise preliminar da potencialidade de reutilizaqção no processo produtivo de blocos monolíticos. In: 22° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 2016, Natal-RN. Anais do 22° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Mareriais, 2016.

3.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; MARINOSKI, D. L. ; GUTHS, S. ; BERNARDIN, A. M. . Determinação de propriedades térmicas e ópticas de telhas cerâmicas esmaltadas de diferentes colorações. In: 59° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2015, Barra de Coqueiros - SE. Anais do 59° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2015. p. 1060-1068.

4.
STAPAIT, C. C. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Materiais Cerâmicos e o Efeito Ilhas de Calor: Determinação de Propriedades Ópticas de Telhas Usadas na Região do Médio Vale do Itajaí. In: V Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, 2015, Gaspar - SC. Anais da V Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, 2015. p. 39-39.

5.
BORTOLI, L. S. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Materiais Cerâmicos e o Efeito Ilhas de Calor ? Determinação do índice de reflectância solar de telhas usadas na região do Médio Vale do Itajaí. In: 25° SIC - Seminário de Iniciação Científica - UFSC, 2015, Florianópolis. Resumos do 25° SIC, 2015.

6.
STAPAIT, C. C. ; MARINOSKI, D. L. ; FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. . Materiais Cerâmicos e o Efeito Ilhas de Calor: Determinação de propriedades ópticas de telhas usadas na região do Médio Vale do Itajaí.. In: 25° SIC- Seminário de Iniciação Científica - UFSC, 2015, Florianópolis. Resumos 25°SIC, 2015. v. 1. p. 1-1.

7.
SCHABBACH, L. M.; Bondioli Federica ; FERRARI, A. M. ; Manfredini Tiziano ; PETTER, C. O. ; FREDEL, M. C. . Prediction Color of Ceramic Glazes with Kubelka-Munk Model. In: Qualicer 2008, 2008, Castellón. Anais Qulalicer 2008, 2008.

8.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; PETTER, C. O. . Predição da Cor de Esmaltes Cerâmicos Opacos Utilizando o Modelo de Kubelka-Munk. In: 48° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2004, Curitiba. Anais do 48° Congresso Brasileiro de Cerâmica, 2004. v. CD. p. 13-10.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; MARINOSKI, D. L. ; GUTHS, S. ; BERNARDIN, A. M. . Determinação de Propriedades Térmicas e Ópticas de Telhas Cerâmicas Esmaltadas de Diferentes Colorações. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Schabbach, L.M.; FREDEL, M. C. ; Alexander Karamanov ; Karamanova, E. ; F. Andreola ; Isabella Lancellotti ; Luisa Barbieri . Cerãmica de revestimento com grandes quantidades de escórias da incineração pré-tratadas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Schabbach, L.M.. 'Materiais: quando o fim pode ser o começo'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SCHABBACH, L. M.; ALARCON, O. E. ; Fernanda Andreola ; Isabella Lancellotti ; Luisa Barbieri . Reformulação de um esmalte cerâmico industrial utilizando resíduos beneficiados em substituição de fritas e matérias-primas naturais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
F. Andreola ; L. Barbieri ; I. Lancellotti. ; SCHABBACH, L. M. ; Karamanova, E. ; Karamanov, A. . Building ceramic products based on secondary raw materials (SRM). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
I. Lancellotti. ; F. Andreola ; SCHABBACH, L. M. ; C. Leonelli ; L. Barbieri ; A. Corradi . Recupero di vetro nel settore dei materiali. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
F. Andreola ; L. Barbieri ; R. Giovanardi ; I. Lancellotti. ; M. Michelazzi ; P. Pozzi ; SCHABBACH, L. M. ; R. Taurino . Sustainable chemistry forthe WEEE management. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SCHABBACH, L. M.; Fernanda Andreola ; Luisa Barbieri . Reformulation of a Ceramic Glaze with Secondary Raw Materials. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SCHABBACH, L. M.. Design e Inovação na Cerâmica Italiana. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SCHABBACH, L. M.. Il Color Matching: fondamenti teorici della formulazione computerizzata del colore. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SCHABBACH, L. M.. Panoramma del Settore Ceramico Brasiliano e Ricerca Universitaria Applicata. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
SCHABBACH, L. M.. Engenharia de Produto e Processo e Novas Estratégias de Mercado no Setor de Revestimentos Cerâmicos? Uma experiência vivida na Itália. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SCHABBACH, L. M.; SOUZA, S. M. A. G. U. . Utilização de diversas malhas computacionais para a solução do problema de sublimação do naftaleno. 1995. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
SCHABBACH, L. M.; SOUZA, S. M. A. G. U. . Solução do problema de sublimação do naftaleno utilizando o método de volumes finitos. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SCHABBACH, L. M.; FREDEL, M. C. ; BONDIOLI, F. . Assessoria para concretização do Convênio de Cooperação Internacional entre a UFSC e a Universidade de Parma - Itália. 2014.

2.
SCHABBACH, L. M.. Implementação do Sistema Tintométrico - Indústrias Italianas. 2007.

3.
SCHABBACH, L. M.. Relatório das atividades realizadas durante prestação de serviços na área de colorimetria. 2004.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
SCHABBACH, L. M.. Materiais: quando o fim pode ser o começo. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
Schabbach, L.M.. Caratterizzazione e valorizzazione di scorie d'inceneritore nel settore ceramico. 2008. (Relatório de pesquisa).

3.
SCHABBACH, L. M.. Colorimetria e Racionalização de Corantes na Indústria Cerâmica. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
SCHABBACH, L. M.. Colorimetria e Racionalização de Corantes na Indústria Cerâmica. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
Schabbach, L.M.. Caratterizzazione e valorizzazione di rifiuti e scarti industriali nel settore ceramico. 2007. (Relatório de pesquisa).

6.
SCHABBACH, L. M.. Fundamentos de Colorimetria. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
SCHABBACH, L. M.. Sinterização. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SCHABBACH, L. M.; BERNARDIN, A. M.; DEMETRIO, K. B.. Participação em banca de Aline Ribeiro. Aplicação de compósita de fibra de juta em sistema de revestimento cerâmico em fachada ventilada. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais - PPGCEM) - Universidade do Extremo Sul Catarinense.

2.
SCHABBACH, L. M.; ANGIOLETTO, E.; BERNARDIN, A. M.. Participação em banca de Radamez Darás Darolt. Estudo do efeito da moagem de alta energia no comportamento mecânico de porcelanato. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais - PPGCEM) - Universidade do Extremo Sul Catarinense.

3.
SCHABBACH, LUCIANA M.; XAVIER, F. R.; FOLGUERAS, M. V.. Participação em banca de Caroline Furghieri Amorin. Desenvolvimento de Pigmento Cerâmico Willemita Dopado com Co Através da Rota Cerâmica Utilizando Sílica Proveniente da Cinza da Casca de Arroz. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais - PPGCEM) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

4.
BOSCHI, A. O.; SCHABBACH, L. M.; Soldi. V. Participação em banca de Fernando Cardoso Figueira. Obtenção de granilhas por gelificação de suspensões cerâmicas. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós-Grad. em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
RIELLA, H. G.; QUADRI, M. G. N.; POLETO, P.; SCHABBACH, L. M.; ERZINGER, G. S.; KNIESS, C. T.. Participação em banca de Jonas Valente Matsinhe. Síntese de Zeólita do tipo Faujasita a partir de Cinzas Pesadas de Carvão Mineral e Aplicação na Adsorção de Tiofeno. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
HOTZA, D.; MOREIRA, R. F. P. M.; SCHABBACH, L. M.; BERNARDIN, A. M.; PEREIRA, F. R.; BO, M. D.. Participação em banca de Jucilene Feltrin. Estabilização da fase anatásio a altas temperaturas com partículas submicrométricas de quartzo e alumina. 2017. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SCHABBACH, L. M.; CRUZ, R. C. D.; FOLGUERAS, M. V.; TOMIYAMA, M.. Participação em banca de Adilson Schackow. Estudo do efeito das características de argilas nas propriedades de argamassa contendo rejeitos de tijolos queimados em substituição parcial ao cimento Portland. 2015. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

4.
FREDEL, M. C.; MONTEDO, O. R. K.; MAZZOCCI, V. L.; Schabbach, L.M.; PORTO, L. M.; HOTZA, D.. Participação em banca de José da Silva Rabelo Neto. Efeito da substituição iônica por estrôncio na morfologia de cristais de fosfatos de cálcio e polimorfismo da hidroxiapatita. 2015. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
MONTEDO, O. R. K.; SCHABBACH, L. M.; VALENTINA, L. V. O. D.; TOMIYAMA, M.. Participação em banca de Sônia Richartz Prim. Desenvolvimento de pigmentos de espinélio. Uma alternativa para uso de resíduos de galvanoplastia. 2014. Tese (Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
SCHABBACH, L. M.; RIELLA, H. G.; PADOIN, N.; MULLER, J. M.. Participação em banca de Tiago Zanatta. Estudo das Características dos Subprodutos da Fabricação de Porcelanato Visando o Desenvolvimento de Produto Cerâmico. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SCHABBACH, L. M.; SILVA, L. L.; FIORI, M. A.; SOARES, C.. Participação em banca de Glaucea Warmeling Duarte loi. Obtenção de Nanopartículas de MgO@C com Estrutura Core Shell: avaliação dos parâmetros de síntese na morfologia e propriedades. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
HOTZA, D.; RODRIGUES NETO, J. B.; Schabbach, L.M.; MORAES, E. G.. Participação em banca de Vivian Caroline Colonetti. Desenvolvimento de Cerâmicas Celulares por Emulsificação de Suspensões de Alumina com Colágeno e Óleo de Soja ou Gordura Vegetal. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
HOTZA, D.; MONTEDO, O. R. K.; SCHABBACH, L. M.. Participação em banca de Rosaura Piccoli. Estudo das propriedades mecânicas dos revestimentos cerâmicos tipo porcelanato submetidos à queima ultra-rápida. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; PEREIRA, F. R.. Participação em banca de Joseane Caroline Bernardes. Síntese e Caracterização de Paládio Incorporado em Aerogéis de Titânia para Aplicação em Catálise. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; PEREIRA, F. R.. Participação em banca de Roberta de Farias. Manufatura Aditiva de Compósitos de PLA com Nanotubos de Carbono via FDM: Comparação entre reforço comercial e sintetizado em laboratório. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Grad. em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; OLIVEIRA, A. P. N.. Participação em banca de Vivian Inês dos Santos. Fabricação de Membranas Eletrofiadas de Biocompósitos de PLGA e Fosfatos de Cálcio para Aplicação em Regeneração Guiada de Ossos e Tecidos. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; OLIVEIRA, A. P. N.. Participação em banca de Renata Fumagali Scirea. Desenvolvimento de Materiais Compósitos Cerâmico- Metal de SiC/NiC reforçado por Si/Ni com estrutura Biomórfica para Aplicações de Elevada Fricção. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; OLIVEIRA, A. P. N.. Participação em banca de Paula Faust Gouveia. Arcabouços de Vidro Bioativo 58S Reforçados com Zircônia Estabilizada com Ìtria. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; OLIVEIRA, A. P. N.. Participação em banca de Rafael Vidal Eleutério. Obtenção de Geopolímeros a Partir de Resíduos da Indústria de Papel e Celulose. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SCHABBACH, L. M.; FALK, G. S.; PEREIRA, F. R.. Participação em banca de Mirele Horsth de Paiva teixeira. Desenvolvimento de Tecidos Funcionalizados com Partículas Fotoativa para Descontaminação Ambiental. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SCHABBACH, L. M.; MARINOSKI, D. L.; PEREIRA FILHO, D. V.. Participação em banca de Matheus Rosa.AVALIAÇÃO DE PROPRIEDADES ÓPTICAS DE TELHAS ESMALTADAS COM COOL PIGMENTS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
FREDEL, M.C.; GUIMARAES, J. M.; SCHABBACH, L. M.; PEREIRA FILHO, D. V.. Participação em banca de PAULA FAUST GOUVEIA.CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUOS DE ZIRCÔNIA DE USO ODONTOLÓGICO RESULTANTES DO PROCESSO DE FABRICAÇÃO CAD/CAM. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Professor convidado pelo Programa de Pós-graduação em Odontologia para aula intitulada.Professor convidado para aula de disciplina da Pós-Graduação em odontologia. 2014. (Outra).

2.
Innovazione nel campo delle proprietà antisolari nei materiali per l'edilizia. 2012. (Congresso).

3.
L'ingegneria per la'mbiente ed il territorio. 2011. (Congresso).

4.
La Decorazione Digitale: come ottimizzare la produzione ceramica. 2011. (Simpósio).

5.
ECOMONDO- 14^Fiera Internazionale del Recupero di materiali ed Energia e dello Sviluppo sostenibilel S. Rifiuti Ricerche industriali legate alla gestione e valorizzazione. 2010. (Congresso).

6.
GREEN Protezione dell'ammbiente e sostenibilità:problematiche ed oportunità per le industria delle piastrelle. 2010. (Congresso).

7.
2nd Spring Seminar "Interdisciplinary Chemistry". 2009. (Seminário).

8.
II Congresso da Indústria Cerâmica de Revestimento. Colorimetria e Racionalização de Corantes na Indústria Cerâmica. 2007. (Congresso).

9.
Le novità nella decorazione delle piastrelle, prima, durante e dopo le presse. 2007. (Encontro).

10.
Le più recenti novità sulla produzione del gres porcellanato e sui trattamenti superficiali. 2007. (Encontro).

11.
II Fórum de Design Cerâmico - Design, Cerâmica e Inovação.Design e Inovação na Cerâmica Italiana. 2006. (Encontro).

12.
Qualicer. GRAIN Size Distribution Effect on the Color Develops by Glaze Pigments. 2006. (Congresso).

13.
Qualicer. Colour in Opaque Ceramic Glazes: Formulation with Kubelka-Munk Model. 2006. (Congresso).

14.
Essiccazione e cottura di prodotti ceramici: aspetti tecnici ed evoluzione tecnologica. 2005. (Congresso).

15.
Il Sistema Tintometrico nella Industria Ceramica. 2005. (Encontro).

16.
La Reologia nel Processo Ceramico. 2005. (Encontro).

17.
Le Macchine, Gli Impianti e i Prodotti per la Colorazione delle Paste Serigrafiche (Sistemi Tintometrici) e delle Barbottine Ceramiche.Il Color Matching: fondamenti teorici della formulazione computerizzata del colore. 2005. (Encontro).

18.
Le Tecniche di Decorazione delle Piastrelle. 2005. (Encontro).

19.
Una Giornata sulle matrie prime e sui controlli di laboratorio per la produzione delle piastrelle. 2004. (Outra).

20.
6° Convegno Nacionale di Ingegneria dei Materiali AIMAT 2002. 2002. (Congresso).

21.
Una giornata sulle Materie prime e sui controli di Laboratorio per la Produzione delle piastrelle. 2002. (Encontro).

22.
Third Internacional Latin-American Conference on Powder Technology. 2001. (Congresso).

23.
4° Encontro Internacional sobre Inovação Tecnológica em Processos e Produtos da Indústria Cerãmica: Revestimentos, Sanitários, Louças de Mesa e Cerâmica Estrutural. 2000. (Encontro).

24.
A Tecnologia do Processo de produção na Indústria de Cerâmica Vermelha. 2000. (Encontro).

25.
43° Congresso Brasileiro de Cerâmica e 4° Congresso de Cerâmica do Mercosul. 1999. (Congresso).

26.
3° Encontro Internacional sobre Inovação Tecnológica em Processos e Produtos da Indústria Cerãmica: Revestimentos, Sanitários, Louças de Mesa e Cerâmica Estrutural. 1998. (Encontro).

27.
X Congresso Regional de Iniciação Científica e Tecnológica em Engenharia. 1994. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Schabbach, L.M.; MERLINI, C. . Mostra - As embalagens de alimentos e a Engenharia de Materiais. 2016. (Exposição).

2.
FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. ; VOLPATO, C. A. M. ; HENRIQUES, B. A. P. C. . Workshop: Cerâmicas para uso em Odontologia e Engenharia. 2015. (Outro).

3.
SCHABBACH, L. M.. Organização da 1º SAENG - Primeira Semana Acadêmica das Engenharias da UFSC- Campus Blumenau. 2014. (Outro).

4.
SCHABBACH, L. M.. Divulgação do campus Blumenau da UFSC em unidades escolares da região do Vale do Itajai. 2014. (Outro).

5.
SCHABBACH, L. M.. Colaborador nas atividades do estande UFSC-Campus Blumenau na 13ª SEPEX. 2014. (Outro).

6.
SCHABBACH, L. M.; PETTER, C. O. ; GLIESE, R. . Curso de Fundamentos de Colorimetria. 2000. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Amanda Caroline Martin. Utilização de resíduo industrial para a obtenção de pigmentos cerâmicos. Início: 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais - PGCEM) - Universidade do Estado de Santa Catarina. (Coorientador).

2.
Patrícia Bodanese Prates. Síntese e caracterização de óxido de magnésio nanoparticulado a partir de cloreto de magnésio. Início: 2017. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Leticia Silva De Bortoli. Desenvolvimento e caracterização de camadas vítreas ?cool color? e Preparação de experimento para determinação de propriedades ópticas. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Letícia Silva de Bortoli. Caracterização Óptica e Microestrutural de Biocerâmicas Monolíticas Usadas em Próteses Dentárias. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Renata Callegaro. Obtenção e caracterização de argila organofílica para aplicação em nanocompósitos argila-polímero a partir de bentonita brasileira. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Luciana Maccarini Schabbach.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Matheus Rosa. AVALIAÇÃO DE PROPRIEDADES ÓPTICAS DE TELHAS ESMALTADAS COM COOL PIGMENTS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

2.
Alberto Giubilini. Preparazione di compositi ceramici polimeri per apllicazione in FDM - Fused Deposition Modeling. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Università degli Studi di Parma, Comunità Europea. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

3.
Marco Pini. Preparazione e caratterizzazione di compound innovativi per il confezionamento alimentare?,. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Università degli Studi di Parma, Università degli Studi di Parma. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

4.
Martina Zapavigna. Preparazione e caratterizzazione di nanoclay da utilizzare nel packaging alimentare. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Università degli Studi di Parma, Università degli Studi di Parma. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

Iniciação científica
1.
Ana Paula Costa Dutra. Desenvolvimento e caracterização de camadas vítreas. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

2.
Letícia Silva De Bortoli. Materiais Cerâmicos de Revestimento e o Efeito Ilha de Calor - "Cool"Pigmentos. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

3.
Camila Stapait. Materiais Cerâmicos de Revestimento e o Efeito Ilhas de Calor - Determinação de propriedades ópticas de tipologias de telhas usadas na região do Médio Vale do Itajaí. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

4.
Letícia Silva de Bortoli. Materiais Cerâmicos de Revestimento e o Efeito Ilhas de Calor - Avaliação da influência das características da superfície de telhas cerâmicas nas propriedades de radiação solar. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, PIBIC. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

5.
Letícia Silva de Bortoli. Materiais Cerâmicos de Revestimento e o Efeito Ilhas de Calor - Determinação do Índice de Reflectância Solar de telhas usadas na região do Médio Vale do Itajaí. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

6.
Camila Cristina Stapait. Materiais Cerâmicos e o Efeito Ilha de Calor: Avaliação do grau de translucidez de materiais cerâmicos. 2015. Iniciação Científica - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

Orientações de outra natureza
1.
Gabriel Furlani. Estágio Curricular - CERMAT - Propriedades Ópticas: Índice de Refração e Fotoelasticidade. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

2.
Felipe Ribeiro. Estágio Curricular - CERMAT. 2015. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

3.
Matheus Rosa. Estágio Curricular - CERMAT - Propriedades Óticas de Materiais Cerâmicos e ?Cool Pigmentos. 2015. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

4.
Luiza Izabel Jacinto. Orientação de Estágio Curricular - CERMAT. 2014. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.

5.
Lara Barros Rebouças. Orientação de Estágio Curricular - Síntese e caracterização de zircônias para a aplicação odontológica. 2013. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Luciana Maccarini Schabbach.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
SCHABBACH, L. M.. Colorimetria e Racionalização de Corantes na Indústria Cerâmica. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SCHABBACH, L. M.. Materiais: quando o fim pode ser o começo. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FREDEL, M. C. ; SCHABBACH, L. M. ; VOLPATO, C. A. M. ; HENRIQUES, B. A. P. C. . Workshop: Cerâmicas para uso em Odontologia e Engenharia. 2015. (Outro).

2.
SCHABBACH, L. M.. Organização da 1º SAENG - Primeira Semana Acadêmica das Engenharias da UFSC- Campus Blumenau. 2014. (Outro).

3.
SCHABBACH, L. M.. Divulgação do campus Blumenau da UFSC em unidades escolares da região do Vale do Itajai. 2014. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 9:52:10