Jorge Carvalho Brandao

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2206483361634095
  • Última atualização do currículo em 25/01/2019


Doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Possui graduação em Matemática pela UFC (1996), mestrado em Engenharia Civil (Recursos Hídricos) pela UFC (2001). Atualmente é professor associado de Matemática para Engenharias do Centro de Tecnologia (CT) da UFC. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Matemática Inclusiva, atuando principalmente nos seguintes temas: (1) Matemática adaptada para pessoas com dificuldades de aprendizagem; (2) Geometria e Física (Ensino Médio) para pessoas com deficiência visual; (3) Análise de Erros. Participa do programa de pós-graduação da Faculdade de Educação da UFC. Coordena Grupo de estudos em métodos e técnicas de ensino de Matemática e Física para engenharias. A partir deste grupo, faz adaptações a partir de vivências tanto de conjuntos difusos quanto de fenômenos de transportes (conteúdos típicos das engenharias) para pessoas com deficiência visual. Com efeito, deve-se respeitar os limites de cada pessoa, todavia, pode-se explorar suas potencialidades. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jorge Carvalho Brandao
Nome em citações bibliográficas
BRANDAO, J. C.;BRANDÃO, JORGE CARVALHO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Ceará, Centro de Tecnologia.
Campus do Pici
Pici
60000-000 - Fortaleza, CE - Brasil
URL da Homepage: www.ufc.br


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2010
Doutorado em Educação.
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Título: Matemática e Deficiência Visual, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Ana Karina Morais de Lira.
Palavras-chave: Matemática adaptada; Orientação e Mobilidade; Geometria através do uso do corpo do discente.
2000 - 2001
Mestrado em Engenharia Civil (Recursos Hídricos).
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Título: Avaliação Econômica "ex-post" de açudes construidos em regime de cooperação no estado do Ceará,Ano de Obtenção: 2001.
Orientador: Vicente De Paulo Vieira.
2006 - 2007
Especialização em Docência do Ensino Superior. (Carga Horária: 360h).
Universidade Castelo Branco, UCB/RJ, Brasil.
Título: Avaliando aprendizagens na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I através de erros - estudo de casos na UECE.
Orientador: Reuber Gerbassi Scofano.
1993 - 1996
Graduação em matemática.
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2008
Extensão universitária em Formação de Tutores a Distância. (Carga horária: 120h).
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Efetivo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Prof. Substituto, Enquadramento Funcional: Prof. Substituto, Carga horária: 20

Atividades

02/2014 - Atual
Ensino, Engenharia Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Fundamental; Equações Diferenciais
04/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Tecnologia, .

02/2012 - 06/2012
Ensino, Engenharia Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Equações Diferenciais

Escola De Ensino Fundamental Instituto dos Cegos do Ceará, EEF INST. CEGOS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20


Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40


Escola de Ensino Fundamental e Médio Presidente Roosevelt - Ceará, EEFM P. ROOSEVEL, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2002
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 20


Universidade Federal Rural do Semi-Árido, UFERSA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Métodos e Técnicas de Ensino em Matemática e Física para Engenharias; Análise de Erros como instrumento de ensino e Tecnologias adaptadas.


Projetos de pesquisa


2011 - 2015
Raciocínio Lógico Matemático para Engenharias
Descrição: Projeto de pesquisa que visa apresentar para alunos do ciclo básico de engenharias, dos cursos do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Ceará uma abordagem diferente para o ensino de Cálculo. Com efeito, o Cálculo Diferencial e Integral (CDI) foi desenvolvido para resolver determinadas situações-problemas, como o cálculo de áreas, velocidades ou a obtenção de equações de retas tangentes à determinadas curvas. Atualmente, uma disciplina de Cálculo Fundamental (ou CDI) tem como sequência didática: limites, derivadas e aplicações, integrais, técnicas de integração e aplicações de integrais. Todavia, sob o enfoque da História da Matemática, integrais e derivadas foram desenvolvidas simultaneamente, assim, por qual motivo seguir a referida sequência didática? Por qual motivo não apresentar as aplicações, principalmente nas engenharias, e construir com os discentes as ferramentas por eles utilizadas, partindo do concreto para a abstração? Por qual motivo também não pode ser desenvolvida uma atividade interdisciplinar, contemplando disciplinas como Física e Estatística, que são vivenciadas pelos discentes no primeiro ano de seus cursos? Desta feita, visando uma aprendizagem significativa do Cálculo Fundamental, associado às referidas disciplinas, é apresentado esse projeto. Não obstante tentar identificar possíveis casos de discalculia nos cursos objeto de estudo, diminuindo evasão associada a tais dificuldades de aprendizagem. A Álgebra Linear é contemplada como uma ferramenta de apoio. Vale ressaltar que um engenheiro é um ser humano, por conseguinte, sua capacidade cognitiva independe de ferramentas utilizadas para cálculos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Jorge Carvalho Brandao - Coordenador.
Financiador(es): Universidade Federal do Ceará - Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Matemática.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade e Estatística Aplicadas.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia/Especialidade: Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BRANDÃO, JORGE CARVALHO2016BRANDÃO, JORGE CARVALHO; MAGALHÃES, ELISÂNGELA BEZERRA ; COSTA, EMÍLIA DA . Novas estratégias e velhos erros: Uma Introdução ao Cálculo para Alunos de Engenharias. ID on line. Revista de Psicologia, v. 9, p. 30, 2016.

2.
MAGALHAES, E. B.2014MAGALHAES, E. B. ; BRANDAO, J. C. ; TORRES, C. G. . Estudo de congruências com discentes cegos: uma abordagem envolvendo a sequência fedathi e o método van hiele. ID on line. Revista de Psicologia, v. 8, p. 73-89-89, 2014.

3.
BRANDAO, J. C.;BRANDÃO, JORGE CARVALHO2009BRANDAO, J. C.. A matemática por trás da Orientação e Mobilidade. Benjamin Constant (Rio de Janeiro), v. 1, p. 02-05, 2009.

4.
BRANDAO, J. C.;BRANDÃO, JORGE CARVALHO2008BRANDAO, J. C.. Desenho geométrico e deficiência visual. Benjamin Constant (Rio de Janeiro), v. 1, p. 21-26, 2008.

5.
BRANDAO, J. C.;BRANDÃO, JORGE CARVALHO2004 BRANDAO, J. C.. Geumetria = eu + geometria. Benjamin Constant (Rio de Janeiro), v. 1, p. 16-21, 2004.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BRANDAO, J. C.. Geometria e deficiência visual... ou matemática para quem não gosta, mas precisa. 1. ed. Curitiba/PR: CRV, 2018. v. 1. 108p .

2.
BRANDAO, J. C.. Fundamentos De Cálculo Diferencial e Integral Para quem Não Gosta, Mas Precisa. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2017. v. 1. 180p .

3.
BRANDAO, J. C.; MAGALHAES, E. B. ; BRANDAO, D. O. S. ; SILVEIRA, D. F. O. . ADAPTAÇÕES MATEMÁTICAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL E DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM. 1. ed. CURITIBA: CRV, 2016. v. 1. 80p .

4.
BRANDAO, J. C.; HERMONT, R. . Uma introdução ao cálculo via análise de erros. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2014. v. 1. 100p .

5.
BRANDAO, J. C.; MAGALHAES, E. B. ; BASTOS, I. . Antes de p e b escrevemos... introdução ao raciocínio matemático adaptado. 1. ed. Curitiba: CRV, 2014. v. 1. 96p .

6.
BRANDAO, J. C.; MAGALHAES, E. B. . ADAPTAÇÕES NA MATEMÁTICA PARA ENGENHARIAS COM BREVE ANÁLISE DE ERROS. 1. ed. Curitiba: CRV, 2014. v. 1. 166p .

7.
BRANDAO, J. C.. Matemática básica para Engenharias. 1. ed. Recife: Editora Universitária/UFPE, 2013. 80p .

8.
BRANDAO, J. C.; LIRA, A. K. M. . Matemática e deficiência visual. 1. ed. Fortaleza/CE: Editora Universitária/UFCE, 2013. v. 1. 220p .

9.
BRANDAO, J. C. ; BRANDAO, J. C. . Vivências e convivências com a deficiência visual. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2012. v. 1. 104p .

10.
BRANDAO, J. C.; Brandão, Bartolomeu . Mensagens e Reflexões. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2011. v. 1. 100p .

11.
BRANDAO, J. C.. Psicomatemática. 1. ed. São Paulo: Casa do Novo Autor, 2010. v. 1. 100p .

12.
BRANDAO, J. C.. Vivenciando a Matemática. 1. ed. São paulo: Scortecci, 2009. v. 1. 92p .

13.
BRANDAO, J. C.; Rocha, Elizabeth ; ALENCAR, P. I. . adaptações matemáticas em atividades regulares. 1. ed. são paulo: scortecci, 2008. v. 1. 68p .

14.
BRANDAO, J. C.. Matemática e Deficiência Visual. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2006. v. 1. 88p .

Capítulos de livros publicados
1.
BRANDAO, J. C.; ANDRADE, W. M. ; CUNHA, F. G. M. . A teoria sociointeracionista de vygotsky e o ensino de matemática. In: ANDRADE, F. A.; COLARES, G. S.; VICTOR, D. M. R.. (Org.). Educação, limites e possibilidades. 1ed.CURITIBA/PR: CRV, 2018, v. 1, p. 289-298.

2.
BRANDAO, J. C.; BORGES NETO, H. ; MAGALHÃES, ELISÂNGELA BEZERRA . O ambiente virtual da UFC - Solar, a Sequência Fedathi: mediando uma aluna deficiente visual da Licenciatura em Matemática na disciplina da EaD. In: SANTOS, Maria José C.; VASCONCELOS, Francisco Herbert L.; MATOS, Fernanada Cíntia C.; AQUINO, Alles Lopes. (Org.). A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: experiências pedagógicas exitosas. 1ed.Recife/PE: Imprima, 2017, v. 1, p. 107-122.

3.
BRANDAO, J. C.; ANDRADE, W. M. . UMA ANÁLISE SOBRE O MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA. In: ANDRADE, F.; SOUZA, J.; MARTINS, M.. (Org.). NAS TRILHAS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA: Multiplicidade de análises e debates. 1ed.CURITIBA/PR: CRV, 2017, v. 1, p. 243-250.

4.
BRANDAO, J. C.; SILVA, M. A. . EDUCAÇÃO INCLUSIVA: materiais e/ou recursos nas aulas de tratamento da informação na inserção de alunos com deficiência visual na educação básica. In: ANDRADE, F.; SOUZA, J.; MARTINS, M.. (Org.). NAS TRILHAS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA: Multiplicidade de análises e debates. 1ed.CURITIBA/PR: CRV, 2017, v. 1, p. 101-109.

5.
BRANDAO, J. C.; COSTA, E. L. ; MAGALHAES, E. B. . Aspectos sociais da matemática na perspectiva do estudante com deficiência visual. In: Ana Maria Iório Dias; Elisângela Bezerra Magalhães; Gabriel Nunes L. Ferreira. (Org.). A aprendizagem como razão do ensino: por uma diversidade de sentidos. 1ed.Fortaleza: Imprece, 2016, v. 1, p. 21-38.

6.
COSTA, EMÍLIA DA ; MAGALHAES, E. B. ; BRANDÃO, JORGE CARVALHO . DISTANCIAMENTO EPISTEMOLÓGICO DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PARA DISCENTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL. In: SANTOS, MARIA JOSÉ; MATOS, FERNANDA; MAGALHÃES, ELISÂNGELA. (Org.). AS DIMENSÕES EPISTEMOLÓGICAS DO SABER MATEMÁTICO: ENSINO E APRENDIZAGEM. 1ed.CURITIBA: CRV, 2016, v. 1, p. 109-124.

7.
BRANDAO, J. C.; SILVEIRA, D. F. O. . Matemática e deficiência visual: um estudo de caso na interpretação de ângulos. In: ANDRADE, Francisco Ari, et al.. (Org.). Caminhos da Educação: Questões, Debates e Experiências. 1ed.CURITIBA: CRV, 2016, v. 1, p. 127-132.

8.
BRANDAO, J. C.; BASTOS, I. ; MAGALHÃES, ELISÂNGELA BEZERRA ; RODRIGUES, C. . CARACTERÍSTICAS LINGUÍSTICAS DO BRAILLE. In: MONTENEGRO, A.; BARROS, I.; AZEVEDO, N.. (Org.). FONOAUDIOLOGIA E LINGUÍSTICA: Teoria e prática. 1ed.CURITIBA: APPRIS, 2016, v. 1, p. 239-254.

9.
BRANDAO, J. C.; COSTA, E. L. ; RODRIGUES, A. P. G. . O PROFESSOR DE QUÍMICA E O DEFICIENTE VISUAL: QUE TIPO DE INCLUSÃO QUEREMOS?. In: MARINALVA F. DA SILVA; OSMAR H. A. ARAÚJO. (Org.). ENSINO E FORMAÇÃO DOCENTE NA TRILHA DA CIDADANIA. 1ed.JOÃO PESSOA: IDEIA, 2015, v. 1, p. 65-78.

10.
BRANDAO, J. C.; Rocha, Elizabeth ; BORGES NETO, H. . E O LIVRO DIDÁTICO DE MATEMÁTICA, COMO VAI?. In: LEITINHO, Meirecele; HOLANDA, Patrícia. (Org.). EXPERIÊNCIAS DE AVALIAÇÃO CURRICULAR: POSSIBILIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS. 1ed.Fortaleza: UFC, 2011, v. 1, p. 82-103.

11.
BRANDAO, J. C.. Computador de papel, Tai Chi Chuan e Orientação e Mobilidade. In: Casa do Novo autor editora. (Org.). Com a palavra os professores. 1ed.São Paulo: Casa do Novo Autor, 2007, v. , p. 117-124.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BRANDAO, J. C.. Geumetrizando com os Van Hiele - formação de conceitos por pessoas cegas. In: IV Congresso Internacional de Ensino em Matemática, 2007, Canoas-RS. Anais do IV Congresso Internacional de Ensino da Matemática. Canoas-Rs: Ulbra, 2007.

Apresentações de Trabalho
1.
BRANDAO, J. C.. Matemática Inclusiva: vivenciando sorobãs, tangrans, geoplanos e poliminós, contemplando discentes com e sem deficiência visual em salas regulares. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
BRANDAO, J. C.. Geometria e deficiência visual. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
BRANDAO, J. C.. Como avaliar um discente cego na geometria?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Demais tipos de produção técnica
1.
BRANDAO, J. C.. Matemática e Necessidades Educativas Especiais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BRANDAO, J. C.. Adaptando Matemática e Ciências para professores de alunos incluidos com DV. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BRANDAO, J. C.. Matemática e Deficiência Visual. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Demais trabalhos
1.
BRANDAO, J. C.. Matemática e Deficiêncioa Visual. 2007 (Anais do IX ENEM) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BRANDAO, J. C.; BORGES NETO, H.; LIMA, I. P.; SANTOS, M. J. C.. Participação em banca de Elisângela Magalhães. A Sequência Fedathi na Deficiência Visual. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará.

2.
LIMA, I. P.; CUNHA, F. G. M.; BRANDAO, J. C.. Participação em banca de Francisco Ricardo Nogueira de Vasconcelos. O jogo como recurso pedagógico na formação de professores de matemática. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Mate) - Universidade Federal do Ceará.

Teses de doutorado
1.
BORGES NETO, H.; BRANDAO, J. C.; SANTOS, M. J. C.; PEREIRA, A. C. C.; BARRETO, A. L. O.. Participação em banca de MARTA ALVES DA SILVA. FORMAÇÃO DO PROFESSOR REFLEXIVO COM A METODOLOGIA SEQUENCIA FEDATHI PARA USO DAS TECNOLOGIA DIGITAIS. 2015. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Ceará.

2.
GHEDIN, E.; BRANDAO, J. C.; BEZERRA, M. L. E.; MARTINES, E. A.; REGIANI, A. M.. Participação em banca de Salete Maria Chalub Bandeira. OLHAR SEM OS OLHOS: Cognição e aprendizagem em contextos de inclusão - estratégias e percalços na formação inicial de docentes de matemática. 2015. Tese (Doutorado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA -REAMEC) - Universidade Federal de Mato Grosso.

Qualificações de Doutorado
1.
BORGES NETO, H.; LIMA, I. P.; BRANDAO, J. C.; SANTOS, M. J. C.. Participação em banca de FRANCISCO EDISOM EUGÊNIO DE SOUSA. A SEQUÊNCIA FEDATHI NO ENSINO DE MATEMÁTICA: A PERGUNTA COMO ESTRATÉGIA DE MEDIAÇÃO DIDÁTICA. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Federal do Ceará.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
Souza, David C.; BRANDAO, J. C.; Araújo, J. A. R. de. Participação em banca de Liduina Monterio Gomes. Uma abordagem sobre o aprendizado de matemática no ensino médio. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza.

2.
Ribeiro, Irla V.A.S.; Araújo, J. A. R. de; BRANDAO, J. C.. Participação em banca de Fernando Eloinsosn Rodrigues de Sousa. O processo de ensino-aprendizagem da álgebra: Uma experiência a partir da Escola CAIC Maria AlvesCarioca. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Congresso Internacional de Ensino da Matemática. Geometria e deficiência visual: comunicação ativa na leitura e interpretação de situações problemas (minicurso). 2017. (Congresso).

2.
VII Congresso Internacional de Ensino da Matemática. Comunicação ativa na leitura e interpretação de situações problemas envolvendo matemática para jovens com deficiência visual. 2017. (Congresso).

3.
VII Congresso Brasileiro de Educação Especial. MATEMÁTICA E DEFICIÊNCIA VISUAL: LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE QUESTÕES SELEÇÃO DO COLÉGIO MILITAR DE FORTALEZA. 2016. (Congresso).

4.
XLIV Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. Avaliador. 2016. (Congresso).

5.
IV CHIP - COLÓQUIO NACIONAL DE HIPERTEXTO.ACESSIBILIDADE E USABILIDADE DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM. 2015. (Outra).

6.
IV ENHIME - ENCONTRO NACIONAL DO NÚCLEO DE HISTÓRIA E MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO.IMAGENS, VIVÊNCIAS E TRILHAS INTERPRETATIVAS: DESMISTIFICANDO O UNIVERSO FAMILIAR DO DEFICIENTE VISUAL. 2015. (Encontro).

7.
IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA.NÃO SE APLICA - AVALIADOR DE TRABALHOS DIVERSOS. 2015. (Simpósio).

8.
VII Bienal da Sociedade Brasileira de Matemática.Matemática Inclusiva. 2014. (Encontro).

9.
XXII Encontro de Pesquisadeores em Educação do Norte e Nordeste (EPENN).SEQUÊNCIA FEDATHI E DEFICIÊNCIA VISUAL: Um estudo de caso com uma aluna da licenciatura em matemática em uma disciplina da EaD.. 2014. (Encontro).

10.
VI Congresso Internacional de Ensino em Matemática. Antes de p e b escrevemos.... 2013. (Congresso).

11.
XI Encontro Nacional de Educação Matemática.Matemática Inclusiva: vivenciando sorobãs, tangrans, geoplanos e poliminós, contemplando discentes com e sem deficiência visual em salas regulares. 2013. (Encontro).

12.
III Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática.avaliador. 2012. (Simpósio).

13.
III Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática.Discalculia e matemática adaptada. 2012. (Simpósio).

14.
III Jornada Cearense de Educação Matemática.Matemática adaptada - jogos em salas de aula regular com alunos com deficiência visual incluídos (mini-curso). 2008. (Encontro).

15.
III Jornada Cearense de Educação Matemática.Construções Geométricas por pessoas com deficiência visual. 2008. (Encontro).

16.
IV Congresso Internacional de Ensino em Matemática. Geumetrizando com os Van Hiele - formação de conceitos geométricos por crianças cegas. 2007. (Congresso).

17.
IV Congresso Internacional de Ensino em Matemática. Geumetrizano com os van Hiele - Mini-Curso. 2007. (Congresso).

18.
IV Congresso Internacional de Ensino em Matemática. Avaliação da aprendizagem na disciplina de Cálculo I através de erros - estudo de caso na UECe. 2007. (Congresso).

19.
IX Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM).MC 100 - Matemática e Deficiência Visual. 2007. (Encontro).

20.
XVIII Encontro de Pesquisadores em Educação Norte e Nordeste (EPENN).Avaliação da aprendizagem atravás de erros - estudo de caso UECE. 2007. (Encontro).

21.
III Seminário Internacional de Avaliação Educacional.Avaliação na disciplina de Desenho Geométrico da UECE. 2006. (Seminário).

22.
III Seminário Internacional de Avaliação Educacional.Matemática e Deficiência Visual. 2006. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
ELISÂNGELA BEZERRA MAGALHÃES. MATEMÁTICA E DEFICIÊNCIA VISUAL: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PEDAGOGOS. Início: 2016. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Miguel Angelo da Silva. Estatística e deficiência visual. Início: 2016. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Ceará. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Wendel Melo Andrade. APLICAÇÕES DE FUNÇÕES POLINOMIAIS USANDO GEOGEBRA - Investigando préticas de docentes e discentes. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, . Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

2.
EMÍLIA LIMA DA COSTA. SEQUÊNCIA FEDATHI NO ENSINO DE QUÍMICA: UM ESTUDO DE CASO COM DISCENTE CEGO CONGÊNITO. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

3.
Denize Francisca Oliveira da Silveira. Matemática e lingua materna: dificuldades de aprendizagem em situações problemas por discentes com deficiência visual - um estudo de caso. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

4.
Elisângela Magalhães. Sequência Fedathi na deficiência visual. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
IJANICE DUARTE DE OLIVEIRA DOURADO. A EDUCAÇÃO ESCOLAR DO ALUNO COM SURDEZ, NUMA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM ESTUDO DE CASO. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em FORMAÇÃO CONT. DE PROF. PARA ATEND. EDUC. ESP. AEE) - Universidade Federal do Ceará. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

2.
PATRICIA LOPES MENDES CAVALHEIRO. O AEE COMO ESTRATÉGIA DE INCLUSÃO EDUCACIONAL PARA O DEFICIENTE FÍSICO. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em FORMAÇÃO CONT. DE PROF. PARA ATEND. EDUC. ESP. AEE) - Universidade Federal do Ceará. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

3.
ROSA NETA OLIVEIRA DE SOUZA. ESCOLA INCLUSIVA: REMOVENDO BARREIRAS PROMOVENDO APRENDIZAGEM. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em FORMAÇÃO CONT. DE PROF. PARA ATEND. EDUC. ESP. AEE) - Universidade Federal do Ceará. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

4.
IRENE DOS ANJOS SALES. OS PRIMEIROS ANOS DE ESCOLARIZAÇÃO DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA NUMA PERSPECTIVA INCLUSIVA: UM ESTUDO DE CASO. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em FORMAÇÃO CONT. DE PROF. PARA ATEND. EDUC. ESP. AEE) - Universidade Federal do Ceará. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

5.
LILIANA ROCHA DE OLIVEIRA. INCLUSÃO DE ALUNOS COM BAIXA VISÃO: UM ESTUDO DE CASO. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em FORMAÇÃO CONT. DE PROF. PARA ATEND. EDUC. ESP. AEE) - Universidade Federal do Ceará. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

6.
Hilderllânio Pereira de Alencar. Produção e realização sobre "Divisões e Raiz Quadrada" voltada à capacitação de docentes de matemáticaque atuam nos ensinos Fundamental II e Médio no município de Potengi - CE. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

7.
Francisca Lucélia Furtado Caldas. História e ensino de Matemática: um estudo das dificuldades de aprendizagem. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

8.
Francisco Erinaldo Queiroz de Almeida. O ensino de matemática e as novas tecnologias. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

9.
Miguel Ângelo Bezerra Lopes Chaves. Geometria Plana no Ensino Fundamental II: dificuldades, ações e contribuições. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Matemática) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Marinêz Mauricio de Oliveira. a produção e utilização de jogos no ensino da matemática: como exercitar o prazer nas aulas de matemática na Escola municipal Manoel da Nóbrega. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Programa Especial de Formação Pedagógica de docent) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.

2.
Josiana de Oliveira Cunha. O ensino de matemática nas séries fianis do Ensino Fundamental. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Programa Especial de Formação Pedagógica de docent) - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza. Orientador: Jorge Carvalho Brandao.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
BRANDAO, J. C. ; BRANDAO, J. C. . Vivências e convivências com a deficiência visual. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2012. v. 1. 104p .

2.
BRANDAO, J. C.; HERMONT, R. . Uma introdução ao cálculo via análise de erros. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2014. v. 1. 100p .

3.
BRANDAO, J. C.; MAGALHAES, E. B. ; BASTOS, I. . Antes de p e b escrevemos... introdução ao raciocínio matemático adaptado. 1. ed. Curitiba: CRV, 2014. v. 1. 96p .

4.
BRANDAO, J. C.; MAGALHAES, E. B. . ADAPTAÇÕES NA MATEMÁTICA PARA ENGENHARIAS COM BREVE ANÁLISE DE ERROS. 1. ed. Curitiba: CRV, 2014. v. 1. 166p .

5.
BRANDAO, J. C.. Geometria e deficiência visual... ou matemática para quem não gosta, mas precisa. 1. ed. Curitiba/PR: CRV, 2018. v. 1. 108p .

6.
BRANDAO, J. C.. Fundamentos De Cálculo Diferencial e Integral Para quem Não Gosta, Mas Precisa. 1. ed. São Paulo: Scortecci, 2017. v. 1. 180p .




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/02/2019 às 10:15:22