Luiz Carlos da Silva Schwindt

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5585447265065855
  • Última atualização do currículo em 25/11/2018


Luiz Carlos Schwindt graduou-se em Letras na Universidade La Salle; cursou especialização em Língua Portuguesa nas Faculdades Porto-Alegrenses de Educação, Ciências e Letras; cursou mestrado e doutorado, sob a orientação de Leda Bisol, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; realizou estágio de pós-doutorado na Universitat Autònoma de Barcelona, sob a supervisão de Joan Mascaró, e na New York University, sob a supervisão de Gregory Guy. Iniciou sua atuação como professor em 1989, na Educação Básica, e em 1991 tornou-se professor da Educação Superior. Atuou por 10 anos na Universidade La Salle (Canoas/RS) como professor de Linguística e Língua Portuguesa na graduação e em diversos cursos de especialização; lá também exerceu funções administrativas, como as de Coordenador do Curso de Letras e de Coordenador da Comissão Permanente do Vestibular. Desde 2002, é docente do Departamento de Linguística, Filologia e Teoria Literária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É Professor Titular e atua como docente e orientador na graduação e pós-graduação, nos níveis de mestrado e doutorado. Na UFRGS também exerceu diferentes funções administrativas, entre elas as de Chefe do Departamento de Linguística, Filologia e Teoria Literária e de Diretor do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Instituto de Letras, além de representações em diferentes comissões. É coordenador principal, desde 2004, do Grupo de Pesquisa "Círculo Linguístico: Fonologia e Morfologia", que integra docentes e estudantes, da graduação ao doutorado, de diferentes instituições. É pesquisador do CNPq desde 2007. Sua produção concentra-se, sobretudo, nos estudos de Fonologia e Morfologia, especialmente no que tange à relação entre esses módulos, além de aspectos relativos à variação linguística e à aprendizagem da escrita. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Luiz Carlos da Silva Schwindt
Nome em citações bibliográficas
SCHWINDT, L. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Letras.
Av. Bento Gonçalves, 9500
Agronomia
91540-000 - Porto Alegre, RS - Brasil


Formação acadêmica/titulação


1995 - 2000
Doutorado em Lingüística e Letras.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Título: O prefixo no português brasileiro: análise morfofonológica, Ano de obtenção: 2000.
Orientador: Leda Bisol.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Prefixo; morfologia; fonologia; morfofonologia; Léxico; formação de palavras.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
1992 - 1995
Mestrado em Lingüística e Letras.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Título: A harmonia vocálica em dialetos do sul do país: uma análise variacionista,Ano de Obtenção: 1995.
Orientador: Leda Bisol.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: harmonia vocálica; fonologia; Teoria da Variação; vogais pretônicas.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
1991 - 1992
Especialização em Língua Portuguesa. (Carga Horária: 390h).
Faculdade Porto Alegrense de Educação Ciências e Letras, FAPA, Brasil.
1987 - 1991
Graduação em Letras Licenciatura.
Universidade La Salle, UNILASALLE, Brasil.
Título: Os termos essenciais da oração em português.
Orientador: Pedro Paulo Prestes.


Pós-doutorado


2013 - 2014
Pós-Doutorado.
New York University, NYU, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia / Especialidade: Teoria da Variação.
2001 - 2002
Pós-Doutorado.
Universitat Autònoma de Barcelona - UAB, UAB, Espanha.
Bolsista do(a): Banco Santander, BANCO SANTANDER, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes


Formação Complementar


2017 - 2017
R sem medo (Livia Oushiro). (Carga horária: 10h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2014 - 2014
O estatuto da recursividade em fonologia (Vigário). (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2014 - 2014
The roots of verbal meaning (John Beavers). (Carga horária: 5h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2014 - 2014
Classificação dos verbos (Márcia Cançado). (Carga horária: 5h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2013 - 2013
Topics in Argument Structure. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2012 - 2012
Interface e Mudança Fonológica (Bermudez-Otero). (Carga horária: 6h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2012 - 2012
Teoria Fonológica e Prosódica (Ben Hermans). (Carga horária: 6h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2011 - 2011
In a word: the nominal continuum (H. Borer). (Carga horária: 25h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2011 - 2011
An advanced course in DM (Nevins). (Carga horária: 25h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2009 - 2009
Fonologia do PB: questões e controvérsias (Wetzels. (Carga horária: 12h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2007 - 2007
Fundamentals of Optimality Theory (McCarthy). (Carga horária: 6h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2007 - 2007
Prosodic Phonology and Acquisition (Nespor). (Carga horária: 6h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2005 - 2005
Tópicos de Teoria da Otimidade. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2004 - 2004
Modelos de Mudança Lingüística. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2004 - 2004
O Acento Em Português e Em Línguas Crioulas. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.
2003 - 2004
XI Programa de Ativ de Aperf Pedagógico.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2002 - 2002
An Introductory Course to Phonological OT. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2002 - 2002
Tópicos da Fonologia do PB. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2002 - 2002
Repres. de Traços na Fonologia Bas. Restrições. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2002 - 2002
Teoria da Otimidade e Línguas Românicas. (Carga horária: 15h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
1997 - 1997
A TO, a Sílaba e a Silabação das Vogais Altas. (Carga horária: 30h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
1994 - 1994
A Fonologia da Vogais Médias do PB (Wetzels). (Carga horária: 30h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
1994 - 1994
Quest. Téoricas e Metod. da T. Variação (Scherre). (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
1993 - 1993
Suporte Quant. da Toeria Variação (Scherre). (Carga horária: 30h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
1993 - 1993
Intr. à Fonologia Métrica e Lexical (Wetzels). (Carga horária: 30h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Membro da comissão para a Editora do Instituto de Letras.
11/2002 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Leituras Dirigidas: interface fonologia / morfologia
Lingüística Geral
Morfologia
Seminário de Morfofonologia
Leituras Dirigidas: Morfologia Distribuída
10/2002 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Letras, .

Linhas de pesquisa
Fonologia e Morfologia
10/2002 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estudos Lingüísticos I (Fonologia,Morfologia e Sintaxe)
Lingüística e Comunicação
Conceitos Básicos de Lingüística
Tópicos de Morfologia
10/2002 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Departamento.
07/2015 - 07/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Representante na Comissão de Pós-Graduação em Letras.
04/2015 - 04/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Representante docente junto ao Conselho da Unidade..
09/2012 - 09/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante do Instituto de Letras.
01/2011 - 06/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Representante docente junto ao Conselho da Unidade..
4/2006 - 4/2012
Direção e administração, Instituto de Letras, Departamento de Lingüística, Filologia e Teoria Literária.

Cargo ou função
Chefe do Setor de Lingüística.
12/2008 - 12/2010
Direção e administração, Instituto de Letras, Departamento de Lingüística, Filologia e Teoria Literária.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
11/2008 - 01/2009
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Coordenador da equipe de reavaliação das redações do CV 2009..
11/2007 - 01/2008
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Coordenador da equipe de reavaliação de redações do CV 2008.
10/2007 - 10/2007
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Avaliador da prova de seleção de avaliadores de redação do Vestibular UFRGS.
09/2007 - 09/2007
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Avaliador da prova de redação do EAD - Desenvolvimento Rural.
08/2007 - 08/2007
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Avaliador da prova de redação Vestibular EAD Música.
06/2007 - 06/2007
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Avaliador da prova de redação do Vestibular de Ciências Biológicas 2007/2.
12/2006 - 01/2007
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Coordenador da equipe de reavaliação da prova de redação do Concurso Vestibular 2007.
5/2003 - 12/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Pesquisa.
1/2006 - 1/2006
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Coordenador da reavaliação de redações do Vestibular 2006.
6/2005 - 6/2005
Serviços técnicos especializados , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, .

Serviço realizado
Avaliador de redações do Ingresso Extravestibular 2005.
5/2003 - 4/2005
Direção e administração, Centro de Estudos Lingüísticos e Literários, Instituto de Letras.

Cargo ou função
Diretor do CELLIL.
5/2003 - 4/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Letras, .

Cargo ou função
Membro do Conselho da Unidade.
1/2005 - 1/2005
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Recorretor de redações do Vestibular 2005.
7/2004 - 12/2004
Extensão universitária , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, .

Atividade de extensão realizada
XI Semana de Letras.
6/2004 - 6/2004
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Recorretor de redações do Ingresso Extravestibular 2004.
1/2004 - 1/2004
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Recorretor de redações do Vestibular 2004.
5/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, .

Atividade de extensão realizada
X Semana de Letras.
1/2002 - 5/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, .

Cargo ou função
Membro suplente da Comissão de Pesquisa.
1/2003 - 1/2003
Serviços técnicos especializados , Instituto de Letras, .

Serviço realizado
Corretor de redações do Vestibular 2003.

Universidade La Salle - Canoas, UNILASALLE, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2002
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1993 - 1995
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

4/2001 - 10/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo de Apoio Pedagógico - NAP.
3/2001 - 10/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado de Cursos.
3/2001 - 10/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Universitário - CONSUN.
8/2000 - 10/2002
Direção e administração, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Letras.
3/2000 - 10/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Científica de Pesquisa.
1/1994 - 10/2002
Direção e administração, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Coordenador da Equipe de Correção de Redações do Vestibular.
7/1993 - 10/2002
Ensino, Licenciatura em Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa III - Fonologia
Língua Portuguesa IV - Morfologia
Língua Portuguesa V - Sintaxe
Lingüística I
Língua Portuguesa VII - Estudos do Texto
Psicolingüística
Língua Portuguesa - Básico
Lingüística II
7/1995 - 6/2002
Ensino, Letras e Educação - diversos cursos, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metagramática
Aquisição da Escrita
Aquisição da Leitura e da Escrita
Fundamentos Lingüísticos da Alfabetização
8/2001 - 12/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado de Pós-Graduação.
8/2000 - 12/2001
Direção e administração, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso de Especialização em Leitura e Prod. Textual.
1/2000 - 12/2001
Direção e administração, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Coordenador do Núcleo de Estudos em Lingüística e Literatura - Proj. Experimental.
8/2000 - 12/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro de Conselho Departamental.
7/2000 - 12/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Editorial de Livros.
7/1993 - 1/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade La Salle - Canoas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente do Vestibular (coordenador).
3/1991 - 12/1992
Ensino, Estudos Adicionais Alfabetização e Pré-escolar, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
8/1991 - 11/1991
Extensão universitária , Universidade La Salle - Canoas, .

Atividade de extensão realizada
Aspectos da gramática do português.

Faculdades Integradas do Instituto Ritter dos Reis, FIIRR, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 8

Atividades

8/1996 - 3/1997
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lingüística III - Psico, Sócio e Neurolingüística
Dialetologia
Fonologia Geral

Colégio Maria Auxiliadora, MARIAAUXILIADORA, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - 1992
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

10/1990 - 3/1992
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa e Literatura

Colégio Espírito Santo, ESPÍRITOSANTO, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - 1991
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

9/1989 - 4/1991
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa

Colégio La Salle, LASALLE, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - 1989
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor substituto

Atividades

4/1989 - 7/1989
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa e Literatura


Linhas de pesquisa


1.
Fonologia e Morfologia

Objetivo: O foco de pesquisa em fonologia e morfologia é a caracterização - no âmbito das teorias fonológicas recentes (fonologia não-linear, fonologia prosódica, fonologia lexical, teoria da otimidade) e das principais teorias morfológicas - de processos encontrados nos componentes fonológico e morfológico da língua portuguesa e de suas variedades, bem como da língua latina e de outras línguas. Associado à perspectiva explanatória que o aprofundamento teórico permite,a linha tem especial interesse na observação e descrição das línguas ou variedades estudadas..
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Palavras-chave: fonologia; morfologia; variação lingüística.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Exponência morfológica na fonologia do português brasileiro
Descrição: No contexto da investigação sobre a interface morfologia-fonologia em uma gramática de base formal, neste projeto, do ponto de vista teórico-explicativo, discute-se como morfemas se instanciam fonologicamente e, nesse sentido, exploram-se caminhos de formalização para essa instanciação. Nesse âmbito, a questão mais geral, que orienta diferentes modelos formais em gramática, é a de se morfemas nascem combinados à sua substância fônica ou se nascem abstratos e realizam-se fonologicamente por força de algum expediente da gramática. Como recorte descritivo, tem o objetivo de investigar aspectos da fonologia categórica e variável do português brasileiro a partir de dois subprojetos: o mapeamento dos morfemas de gênero e classe temática e o status de morfemas monossegmentais em processos de apagamento variável. O primeiro subprojeto orienta-se, entre outras perguntas, pela indagação sobre se as vogais que codificam gênero em português se diferenciam ? e, neste caso, em que caminho se diferenciam ? das vogais que marcam classe temática. O segundo subprojeto explora se expoentes morfológicos representados por monossegmentos na superfície, como a nasal que indica número-pessoa ou o r que marca infinitivo em formas verbais, estão mais protegidos de processos de apagamento do que aqueles que se realizam em cadeias plurissegmentais (como segmentos que, associados a outros, integram um raiz). O exercício analítico proposto nesta proposta redunda em variados desdobramentos teóricos e descritivos, que se caracterizam como espaço para produção científica comincursão local e internacional e reservam lugar importante para formação e capacitação de recursos humanos nos diversos níveis acadêmicos. Este projeto é apoiado pela UFRGS, sua instituição-sede, e pelo CNPq, com bolsa de produtividade ? conta, ainda, com bolsas de Iniciação Científica dessas duas instituições e, atualmente, também da FAPERGS. Algumas publicações já refletem resultados importantes desta investigação: Schwindt & Wetzels (2016), em handbook organizado por Costa, Menuzzi & Wetzels, Schwindt & De Bona (2017), em número especial da ReVEL, e Schwindt (2018) e Schwindt & Ulrich (2018), ambos na Revista DELTA. 2. Projeto: A interação morfologia-fonologia em português brasileiro e.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador / Eduardo Elisalde Toledo - Integrante / Camila Witt Ulrich - Integrante / Camila de Bona - Integrante / Luciana Morales da Silveira - Integrante / Giuliano Francisco Proença - Integrante / Pedro Perini Surreaux - Integrante / Rossana Saute Kolodny - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5
2013 - 2016
A interação morfologia-fonologia em português brasileiro e a arquitetura da gramática
Descrição: Neste projeto, propõe-se uma reflexão sobre o locus da relação entre morfologia e fonologia numa arquitetura de gramática de base formal, olhando para dados do português brasileiro, em contraste com outras línguas, especialmente as românicas. Orienta-se a partir de dois recortes básicos, que se caracterizam como subprojetos. O primeiro retoma o projeto anterior, visando à sua continuidade, e diz respeito à noção de palavridade, isto é, se é a palavra a unidade responsável pelo mapeamento entre morfologia e fonologia, é preciso que se definam as propriedades que garantem que uma série de segmentos se rotule como palavra numa análise formal. Essa definição deve dizer sobre a alocação desses módulos/componentes na gramática. O segundo diz respeito ao acesso à morfologia por fenômenos fonológicos variáveis, ou seja, se de fato fenômenos variáveis se instanciam na superfície da gramática e toda morfologia é pré-sintática, é preciso que se explique a motivação morfológica para a variação fonológica ? ou que se desconstrua a hipótese de base. O exercício investigativo imposto por esses recortes conduz necessariamente à discussão em torno do papel do léxico na gramática e a incursões na sintaxe e na semântica, abrindo espaço para desdobramentos de natureza teórica e descritiva que alimentam diferentes abordagens no escopo do projeto. Foi apoiado pela UFRGS, instituição-sede, e pelo CNPq, através de bolsa de produtividade, mas também percebeu bolsas de iniciação científica dessas duas instituições. Durante a vigência deste projeto, o pesquisador realizou estágio sênior na New York University com bolsa concedida pela CAPES , suspendendo por um ano sua bolsa de produtividade. Os principais achados desta pesquisa estão em Schwindt (2014), nos Proceedings do I AnnualMeeting on Phonology, no mesmo ano, nos Cadernos da UNICAMP, e em Schwindt (2015), na Revista da ABRALIN..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador / Eduardo Elisalde Toledo - Integrante / Gabriela Donadel - Integrante / Isabel Maria Paese Pressanto - Integrante / Aline Regina Horbach - Integrante / Camila Witt Ulrich - Integrante / Thiely Andressa Schwingel - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2010 - 2013
O estatuto de 'palavra' no português brasileiro: um estudo de interface morfologia-fonologia
Descrição: Este projeto visa ao aprofundamento da concepção do objeto palavra em diferentes níveis de análise, olhando para dados do português brasileiro, em contraste com outras línguas, especialmente as românicas. A intenção é, a partir dessa descrição, discutir as propriedades que garantem que uma série de segmentos se rotule como palavra numa análise formal. Para isso, promove-se um estudo de interface, de forma especial, morfofonológica, mas com as incursões necessárias no universo da sintaxe e da semântica, procurando refletir fundamentalmente sobre dois aspectos: (i) evidências descritivas para uma tipologia de palavra orientada por nível da gramática: palavra fonológica, palavra morfológica etc.; (ii) adequação de uma gramática de restrições, serial ou não serial, para sustentar diferentes conceituações de palavra. Tais aspectos suscitam importantes desdobramentos de natureza descritiva e teórica que alimentarão as diversas etapas de execução do projeto. Além do apoio da instituição que o sediou e de bolsa de produtividade em pesquisa, o projeto contou com auxílio em forma de bolsas de Iniciação Científica da PROPESQ e do CNPq. Os principais resultados desta investigação estão relatados em Schwindt (2013), na Revista ORGANON, e, no mesmo ano, em capítulo de livro organizado por Bisol & Collischonn..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 5
2005 - 2010
Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições
Descrição: Projeto inaugural do grupo de pesquisa Círculo Linguístico: Fonologia e Morfologia, coordenado pelo proponente, neste projeto se estuda a interação entre os componentes morfológico e fonológico no português brasileiro, numa perspectiva gerativa. Nesse sentido, investigam-se os processos fonológicos que intervêm quando da anexação de um afixo flexional e/ou derivacional, bem como as alterações sofridas por raízes que se juntam por composição. Do ponto de vista morfológico, discute-se produtividade e/ou transparência dessas formações. Do ponto de vista fonológico, interessa refletir sobre as categorias sílaba e palavra fonológica (Nespor & Vogel, 1986). Também se desenvolveu importante estudo sobre redução variável da nasalidade e ditongos átonos ? fenômeno da fronteira direita da palavra fonológica. Além do apoio da instituição que o sediou e de bolsa de produtividade em pesquisa, o projeto contou com auxílios para participação em eventos do CNPq, da FAPERGS e da CAPES, bem como recebeu bolsas de Iniciação Científica da PROPESQ, da FAPERGS e do CNPq. Os principais resultados desta investigação estão relatados em Schwindt (2007), artigo do periódico Acta Linguistica Hungarica, Schwindt (2008), capítulo do livro Contemporary Phonology in Brazil, organizado por Bisol & Brescancini ? ambos produtos de participação em eventos internacionais ?, Schwindt & Bopp da Silva (2010), em livro organizado por Bisol & Collischonn..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador / Aline Grodt - Integrante / André Schneider - Integrante / Taís Bopp da Silva - Integrante / Guilherme Duarte Garcia - Integrante / Eduardo Elisalde Toledo - Integrante / Emanuel Souza de Quadros - Integrante / César Augusto Gonzalez - Integrante / Taize Winkelman Teixeira - Integrante / Inaciane Teixeira da Silva - Integrante / Mariana Terra Teixeira - Integrante / IZADORA NETZ SIECZKOWSKI - Integrante / Gabriela Donadel - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 17 / Número de orientações: 21
2002 - 2005
Formação de palavras por prefixo em português brasileiro e espanhol peninsular: abordagem morfofonológica.
Descrição: Este estudo persegue a tese de que a prefixação nas línguas românicas caracteriza-se como um processo que prevê comunicação entre morfologia e fonologia, por duas razões básicas: a) parece haver algum grau de isomorfismo entre a estrutura mórfica dos prefixos nessas duas línguas e estruturas prosódicas, tais como sílabas ou palavras fonológicas; b) há evidências de que a prefixação aplica-se a outputs fonológicos, isto é, sequências silabificadas e com acento atribuído (uma vez que o prefixo não altera o acento da palavra), e sua entrada pode desencadear novos processos fonológicos (epêntese, assimilações etc.), o que sugere algum ordenamento entre fonologia e morfologia de prefixos. Trata-se de uma retomada de estudo anterior (Schwindt, 2000; 2001), numa perspectiva comparativa do português brasileiro com o espanhol peninsular, com vistas a sofisticar o caráter descritivo e explanatório da análise, contrastando uma perspectiva de regras a uma perspectiva de restrições. Esta pesquisa contou com suporte da UNILASALLE e do Banco Santander em sua fase pré-inicial, por ocasião de estágio pós-doutoral na Universidade Autònoma de Barcelona. Já na UFRGS, recebeu apoio através de bolsas de Iniciação Científica da PROPESQ, da FAPERGS e do CNPq. Seus principais resultados estão relatados em Schwindt (2004), na Revista ORGANON, Schwindt (2005), na Revista Letras de Hoje, e em Schwindt (2008), na Revista ALFA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador / Aline Grodt - Integrante / André Schneider - Integrante / Gláucia da Silva Henge - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 1
1999 - 2002
Harmonização vocálica no sul do Brasil
Descrição: Revisitando projeto desenvolvido anteriormente, este projeto examina os fatores linguísticos e extralinguísticos responsáveis pela elevação variável das vogais pretônicas/e/ e /o/ em contexto de vogal alta subsequente, na perspectiva é a da Teoria da Variação laboviana, olhando para todas as cidades que compõem a amostra-base do Projeto Variação Linguística no sul do Brasil (VARSUL). Os 64 sujeitos estão estratificados quanto às variáveis sexo, idade e escolaridade. A pesquisa foi apoiada pelo UNILASALLE e pela PUCRS, com a colaboração de Leda Bisol e Graziela Bohn. Os principais resultados desta investigação estão relatados em Schwindt (2002), capítulo de livro organizado por Bisol & Brescancini..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Luiz Carlos da Silva Schwindt - Coordenador / Leda Bisol - Integrante.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 6
1995 - 1999
O prefixo no português brasileiro: análise morfofonológica
Descrição: Estudo dos prefixos do português brasileiro (PB), realizado à luz da Fonologia Prosódica e da Fonologia e Morfologia Lexical. Quanto a seu status prosódico, a tese é de que os prefixos do PB estão divididos em dois grupos: prefixos composicionais (PCs) e prefixos legítimos (PLs). Os primeiros configuram-se como palavras fonológicas independentes, enquanto os segundos se estruturamcomo sílabas átonas afixadas à esquerda de uma base. No que respeita ao status lexical dos prefixos, a partir de uma proposta de léxico segmentado em dois níveis, a hipótese explorada é a de que PCs fazem o caminho de palavras fonológicas independentes até o nível pós-lexical, de onde são alçados, a fim de sofrer prefixação no nível 2, enquanto PLs são inseridos lexicalmente como sílabas pretônicas, distribuídos em duas classes, que se afixam, respectivamente, nos níveis 1 e 2. A pesquisa foi apoiada pela CAPES e pelo UNILASALLE e seus achados principais estão em Schwindt (2000), tese de doutorado, e Schwindt (2001), artigo da Revista DELTA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1992 - 1995
Harmonização vocálica nas capitais do sul do Brasil
Descrição: Estudo dos fatores linguísticos e extralinguísticos responsáveis pela elevação variável das vogais pretônicas /e/ e /o/ em contexto de vogal alta subsequente. A perspectiva é a da Teoria da Variação laboviana. Estudaram-se 36 sujeitos das 3 capitais que integram o Projeto Variação Linguística no sul do Brasil (VARSUL) ? Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba ? estratificados quanto às variáveis sexo, idade e escolaridade. A pesquisa foi apoiada pelo CNPq e pelo UNILASALLE e seus principais resultados estão divulgados em Schwindt (1995), dissertação de mestrado, e Schwindt (1997), artigo da Revista GRAPHOS..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Lingua Nostra - Revista da FATIPUC
2008 - Atual
Periódico: Letrônica
2005 - Atual
Periódico: Revista Virtual de Estudos da Linguagem
1995 - Atual
Periódico: La Salle (Canoas)


Revisor de periódico


2004 - Atual
Periódico: Cadernos La Salle
2004 - Atual
Periódico: Diálogo (Canoas)
2004 - Atual
Periódico: La Salle (Canoas)
2006 - Atual
Periódico: Revista Virtual de Estudos da Linguagem
2011 - Atual
Periódico: Revista do GEL
2009 - Atual
Periódico: Letrônica


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2011 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2007 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística/Especialidade: Fonologia e Morfologia.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada/Especialidade: Aquisição e Aprendizagem da Escrita.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Catalão
Compreende BemLê Bem.


Prêmios e títulos


2017
Destaque Salão de IC UFRGS ? Júlia Ricardo, PROPESQ / UFRGS.
2016
Destaque Salão de IC UFRGS ? Pedro Perini Surreaux, PROPESQ / UFRGS.
2007
Destaque Salão de IC UFRGS ? Emanuel Souza de Quadros, PROPESQ / UFRGS.
2006
Destaque Salão de IC UFRGS ? Aline Grodt, PROPESQ / UFRGS.
2005
Destaque Salão de IC UFRGS ? Guilherme Duarte Garcia, PROPESQ / UFRGS.
2002
Primeiro lugar no Concurso de Títulos e Provas para Professor Adjunto do Departamento de Lingüística, Filologia e Teoria Literária, UFRGS.
2000
Tese de doutorado defendida com louvor e recomendada para publicação, PUCRS.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1SCHWINDT, L. C.2018SCHWINDT, L. C.. Exponência de gênero e classe temática em português brasileiro. DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 34, p. 745-768, 2018.

2.
2ULRICH, C. W.2018ULRICH, C. W. ; SCHWINDT, L. C. . O status morfoprosódico dos sufixos inho/ zinho, mente e íssimo no PB. DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 34, p. 769-788, 2018.

3.
5DE BONA, C.2017DE BONA, C. ; SCHWINDT, L. C. . O papel da frequência lexical na desnasalização do ditongo final átono [ẽj̃ɲ] em não verbos no português do sul do Brasil. CADERNOS DO IL (UFRGS), v. 54, p. 27-46, 2017.

4.
3SCHWINDT, L. C.2017SCHWINDT, L. C.; DE BONA, C. . Lexical frequency effects on reduction of final nasal diphthongs in Brazilian Portuguese. REVISTA VIRTUAL DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, v. 14, p. 168-189, 2017.

5.
7SCHWINDT, L. C.2016SCHWINDT, L. C.. Sobre a preservação de expoentes morfológicos na fonologia variável do português brasileiro.. Domínios de Lingu@Gem, v. 10, p. 449-465, 2016.

6.
6SILVEIRA, L. M.2016SILVEIRA, L. M. ; SCHWINDT, L. C. . Alternância do uso de -ção e -mento em nominalizações no português do sul do Brasil. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 13, p. 43-61, 2016.

7.
4ULRICH, C. W.2016ULRICH, C. W. ; SCHWINDT, L. C. . Os diferentes tipos de palavra: investigação acerca da intuição de falantes de português brasileiro. CADERNOS DO IL, PORTO ALEGRE, v. 1, p. 531-548, 2016.

8.
8SCHWINDT, L. C.2015SCHWINDT, L. C.. Um output, dois processos. Revista da ABRALIN, v. 14, p. 553-570, 2015.

9.
9SCHWINDT, L. C.2014SCHWINDT, L. C.. O acesso à morfologia por processos fonológicos variáveis e a arquitetura da gramátca. Cadernos de Estudos Linguísticos (UNICAMP), v. 56, p. 23-43, 2014.

10.
10SCHWINDT, L. C.2013SCHWINDT, L. C.. Neutralização da vogal pretônica e formação de palavras em português brasileiro. Organon (UFRGS), v. 28, p. 1-19, 2013.

11.
11SILVA, I. T.2013SILVA, I. T. ; SCHWINDT, L. C. . O uso do particípio no português do sul do Brasil. Letrônica, v. 6, p. 228-247, 2013.

12.
12SCHWINDT, L. C.2012SCHWINDT, L. C.. Condicionamento morfológico em fenômenos fonológicos variáveis do PB. Letras & Letras (UFU. Impresso), v. 28, p. 115-127, 2012.

13.
14TOLEDO, Eduardo Elisalde2011TOLEDO, Eduardo Elisalde ; SCHWINDT, L. C. . Uma análise prototípica do objeto direto em textos escritos. Letrônica, v. 4, p. 31-44, 2011.

14.
15SCHWINDT, L. C.2011SCHWINDT, L. C.. Zeros na morfologia nominal portuguesa à luz da Optimal Interleaving Theory. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 9, p. 264-276, 2011.

15.
16SCHNEIDER, André2010SCHNEIDER, André ; SCHWINDT, L. C. . A epêntese vocálica medial em PB e na aquisição de inglês como LE: uma análise morfofonológica. Letras de Hoje, v. 45, p. 16-26, 2010.

16.
18SCHWINDT, L. C.2009SCHWINDT, L. C.. Gramática: entre o saber e a disciplina. Ciências e Letras (FAPA. Impresso), v. 45, p. 219-229, 2009.

17.
17SCHWINDT, L. C.2009SCHWINDT, L. C.; QUADROS, Emanuel Souza de . A harmonia vocálica verbal no léxico dicionarizado do PB. Letrônica, v. 2, p. 58-70, 2009.

18.
19SCHWINDT, L. C.2008SCHWINDT, L. C.. Revisitando o estatuto prosódico e morfológico de palavras prefixadas do PB em uma perspectiva de restrições. Alfa: Revista de Linguística (UNESP. Online), v. 52(2), p. 391-404, 2008.

19.
21SCHWINDT, L. C.2007 SCHWINDT, L. C.. Paradigmatic Correspondences in the Brazillian Portuguese Verbal Vowel System. Acta Linguistica Hungarica (Print), v. 54, p. 393-407, 2007.

20.
20SCHWINDT, L. C.2007SCHWINDT, L. C.; QUADROS, Emanuel Souza de ; TOLEDO, Eduardo Elisalde ; GONZALEZ, César Augusto . A influência da variável escolaridade em fenômenos fonológicos variáveis:efeitos retroalimentadores da escrita. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 5, p. 1-12, 2007.

21.
22SCHWINDT, L. C.2005SCHWINDT, L. C.. A forma e o uso dos prefixos pré- e pós- no português falado no sul do Brasil. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 40, n.3, p. 57-72, 2005.

22.
23COLLISCHONN, Gisela2005COLLISCHONN, Gisela ; SCHWINDT, L. C. . Considerações sobre a seqüência /sC/ inicial em português brasileiro. Lingua(gem), Macapá, v. 3, p. 249-266, 2005.

23.
25SCHWINDT, L. C.2004SCHWINDT, L. C.. Produtividade, transparência e estatuto prosódico de palavras derivadas por prefixação em português brasileiro e espanhol peninsular. Organon (UFRGS), Porto Alegre, v. 18, n.36, p. 131-137, 2004.

24.
24SCHWINDT, L. C.2004SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela . Harmonia vocálica variável no sistema verbal do português do sul do Brasil. ORGANON (UFRGS), Porto Alegre, v. 18, n.36, p. 73-82, 2004.

25.
27SCHWINDT, L. C.2002SCHWINDT, L. C.. O prefixo e a silabificação em PB: um exercício em LPM-OT. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 37, n.1, p. 189-198, 2002.

26.
26SCHWINDT, L. C.2002SCHWINDT, L. C.. Harmonização vocálica no sul do Brasil: um olhar sobre três análises. Cadernos La Salle (Canoas), Canoas / RS, v. 1, n.9, p. 93-110, 2002.

27.
28SCHWINDT, L. C.2001 SCHWINDT, L. C.. O prefixo no portugês brasileiro: análise prosódica e lexical. DELTA. Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada (PUCSP. Impresso), São Paulo, v. 17, n.2, p. 175-207, 2001.

28.
29SCHWINDT, L. C.1997SCHWINDT, L. C.. A harmonia vocálica em dialetos do sul do país: uma análise variacionista. Graphos (João Pessoa), João Pessoa, v. 2, n.1, p. 55-65, 1997.

29.
30SCHWINDT, L. C.1996SCHWINDT, L. C.. A teoria da variação e o suposto caos da língua falada. La Salle (Canoas), Canoas, v. 1, n.2, p. 77-87, 1996.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda (Org.) . Revista Virtual de Estudos da Linguagem - Frequência lexical e variação fonológica. 14. ed. Porto Alegre: ReVEL, 2017. v. 1. 205p .

2.
SCHWINDT, L. C.. Manual de Linguística: Fonologia, Morfologia e Sintaxe. 1. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2014. v. 1. 255p .

3.
COLLISCHONN, Gisela (Org.) ; SCHWINDT, L. C. (Org.) . Revista ORGANON v. 28, n. 54 (Fonologia: Variação e Mudança). 28. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2013. v. 1. 329p .

4.
BISOL, Leda (Org.) ; SCHWINDT, L. C. (Org.) . Revista Letras de Hoje. Vogais: teoria e uso.. 47. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012. 124p .

5.
BATTISTI, E. (Org.) ; SCHWINDT, L. C. (Org.) ; COLLISCHONN, Gisela (Org.) . III SIS-VOGAIS livro de resumos. Porto Alegre: Instituto de Letras UFRGS, 2011. v. 1. 67p .

6.
SCHWINDT, L. C.; SCHER, A. P. (Org.) ; COLLISCHONN, Gisela (Org.) ; QUADROS, Emanuel Souza de (Org.) . Revista Virtual de Estudos da Linguagem: I Colóquio Brasileiro de Morfologia. 9. ed. Porto Alegre: ReVEL, 2011. v. 1. 276p .

7.
BISOL, Leda (Org.) ; SCHWINDT, L. C. (Org.) . Teoria da Otimidade: Fonologia. 1. ed. Campinas: Pontes Editores, 2010. 309p .

Capítulos de livros publicados
1.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela . Teoria da Otimidade. In: Dermeval da Hora; Carmen Lúcia Barreto Matzenauer. (Org.). Fonologia, fonologias: uma introdução. 1ed.São Paulo: Contexto, 2017, v. 1, p. 141-156.

2.
SCHWINDT, L. C.; WETZELS, W. L. . The morphology and phonology of inflection. In: Leo Wetzels, Sergio Menuzzi e João Costa. (Org.). The Handbook of Portuguese Linguistics. 1ed.Malden / Oxford: Wiley Blackwell, 2016, v. , p. 189-209.

3.
SCHWINDT, L. C.. Morfologia. In: Luiz Carlos Schwindt. (Org.). Manual de Linguística: Fonologia, Morfologia e Sintaxe. 1ed.Rio de Janeiro: Vozes, 2014, v. 1, p. 109-154.

4.
SCHWINDT, L. C.. Apresentação: Gramática como conhecimento linguístico. In: Luiz Carlos Schwindt. (Org.). Manual de Linguística: Fonologia, Morfologia e Sintaxe. 1ed.Rio de Janeiro: Vozes, 2014, v. 1, p. 13-25.

5.
SCHWINDT, L. C.. Redução de ditongos nasais em fim de palavra. In: Leda Bisol; Elisa Battisti. (Org.). O português falado no Rio Grande do Sul. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014, v. , p. 65-78.

6.
SCHWINDT, L. C.. Palavra fonológica e derivação em português brasileiro: considerações para a arquitetura da gramática. In: Leda Bisol; Gisela Collischonn. (Org.). Fonologia: teorias e perspectivas. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013, v. , p. 15-28.

7.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, T. B. DA ; QUADROS, Emanuel Souza de . O papel da morfologia na redução da nasalidade em ditongos átonos finais no português do sul do Brasil. In: Seung-Hwa Lee. (Org.). Vogais além de Belo Horizonte. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2012, v. 1, p. 349-359.

8.
COLLISCHONN, Gisela ; SCHWINDT, L. C. . Percurso e avanços da Teoria da Otimidade. In: Rosane de Andrade Berlinck; Marlize Mattos Dall'Aglio Hattnher; Patrícia Ormastroni Iagallo. (Org.). Estudos Linguísticos: níveis de análise (Série Trilhas Linguísticas). 1ed.Araraquara / SP: Cultura Acadêmica, 2012, v. 1, p. 9-32.

9.
SCHWINDT, L. C.. Morfologia. In: Leda Bisol; Luiz Carlos Schwindt. (Org.). Teoria da Otimidade: Fonologia. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2010, v. , p. 207-227.

10.
ABREU, Sabrina Pereira de ; REBELO, L. S. ; SCHWINDT, L. C. ; MENUZZI, S. M. ; FINATTO, M. J. B. ; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira ; QUEDNAU, Laura Rosane . Concurso Vestibular da UFRGS: critérios de avaliação. In: Sabrina Abreu. (Org.). Reflexões linguísticas e redação no vestibular / Comissão Permanente de Seleção COPERSE UFRGS. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2010, v. , p. 15-34.

11.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Otimidade e Fonologia. In: Leda Bisol. (Org.). Introdução a estudos de fonologia do português brasileiro (edição revista). 5ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010, v. , p. 236-258.

12.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, T. B. DA . Panorama da redução da nasalidade em ditongos átonos finais no português do sul do Brasil. In: Leda Bisol; Gisela Collischonn. (Org.). Português do sul do Brasil: variação fonológica. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010, v. , p. 15-30.

13.
SCHWINDT, L. C.. Produtividade do processo de harmonia vocálica verbal no português brasileiro. In: Dermeval da Hora. (Org.). Vogais no ponto mais oriental das Américas. 1ed.João Pessoa: Ideia - Editora Universitária UFPB, 2009, v. , p. 89-97.

14.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, T. B. DA . Panorama da redução da nasalidade em ditongos átonos finais no português do sul do Brasil. In: Leda Bisol; Gisela Collischonn. (Org.). Português do Brasil: variação fonológica. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009, v. 1, p. 13-33.

15.
SCHWINDT, L. C.. Allomorphy in the Brazilian Portuguese verbal vowel system: an exercise in OT-CC.. In: BISOL, L.; BRESCANCINI, C.. (Org.). Contemporary Phonology in Brazil. 1ed.Cambridge: Cambridge Scholars Publishing, 2008, v. 1, p. 164-176.

16.
SCHWINDT, L. C.. Sobre o lugar da Morfologia na Teoria da Otimidade. In: MATZENAUER, C.L.B.; MIRANDA, A.R.M.; FINGER, I.; AMARAL, L.C.. (Org.). Estudos da linguagem:VII Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul. 1ed.Pelotas: EDUCAT, 2008, v. 1, p. 353-367.

17.
SCHWINDT, L. C.; QUADROS, Emanuel Souza de ; GONZALEZ, César Augusto ; TOLEDO, Eduardo Elisalde . Uma reflexão sobre aspectos simplificadores na proposta de reforma ortográfica do português. In: ABREU, S.. (Org.). A redação no vestibular: do leitor ao produtor de texto. 1ed.Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008, v. 1, p. 109-124.

18.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; QUADROS, Emanuel Souza de . Sobre a produtividade morfológica em textos de vestibular. In: Avani de Oliveira; Lúcia Sá Rebello; Valdir do Nascimento Flores. (Org.). A Redação no contexto do vestibular 2006: níveis de avaliação. 1ed.Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2006, v. 1, p. 227-241.

19.
SCHWINDT, L. C.. A relação entre morfologia e fonologia na história dos estudos lingüísticos. In: Evandro Silva Martins; Waldenice Moreira Cano; Waldenor Barros Moraes Filho. (Org.). Léxico e morfofonologia: perspectivas e análises. 1ed.Uberlândia/MG: Editora da UFU, 2006, v. IV, p. 306-327.

20.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Otimidade e Fonologia. In: Bisol, Leda. (Org.). Introdução a estudos de fonologia do português brasileiro. 4ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005, v. , p. 257-279.

21.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; SCHNEIDER, André . Tipologia de erros de grafia em redações do vestibular. In: Valdir Flores. (Org.). Livro Vestibular UFRGS 2005. 1ed.Porto Alegre: UFRGS Editora, 2005, v. , p. 253-266.

22.
COLLISCHONN, Gisela ; SCHWINDT, L. C. . Teoria da Otimidade em Fonologia: rediscutindo conceitos. In: Dermeval da Hora; Gisela Collischonn. (Org.). Teoria Lingüística: Fonologia e outros temas. João Pessoa: Editora da UFPB, 2003, v. , p. 17-50.

23.
SCHWINDT, L. C.. A regra variável de harmonização vocálica no RS. In: Leda Bisol; Claudia Brescancini. (Org.). Fonologia e variação: recortes do português brasileiro. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002, v. , p. 161-182.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, G. . Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa: porque a distinção entre gênero social e gramatical na língua portuguesa é necessária ao idioma. Zero Hora - Caderno PrOA, Porto Alegre / RS, p. 9 - 9, 13 nov. 2015.

2.
SCHWINDT, L. C.. Os desacordos do novo acordo ortográfico. A raiz, Porto Alegre, p. 14 - 15, 01 dez. 2009.

3.
SCHWINDT, L. C.. Muito barulho para tão pouco. Jornal da Universidade (UFRGS), Porto Alegre, p. 13 - 13, 01 mar. 2009.

4.
SCHWINDT, L. C.. A vida secreta das palavras: nuvens de novas palavras. Zero Hora - Caderno de Cultura, Porto Alegre/RS, p. 4 - 5, 03 jan. 2009.

5.
SCHWINDT, L. C.. Quando reduzir não é simplificar: reflexão sobre a reforma ortográfica. Jornal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre / RS, p. 02 - 02, 01 jul. 2008.

6.
SCHWINDT, L. C.. A importância da fonética e da fonologia na alfabetização. Folha de Canoas, Canoas, 22 dez. 1993.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SCHWINDT, L. C.. Prosodic word and morphological derivation in Brazilian Portuguese. In: Phonology 2013, 2014, Amherst, USA. Proceedings of the Annual Meetings on Phonology - Linguistic Society of America (LSA). Washington DC: Linguistic Society of America, 2013. p. 1-5.

2.
ULRICH, C. W. ; SCHWINDT, L. C. . Consciência sobre palavridade em português brasileiro. In: II Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2013, Rio de Janeiro. Anais do II Colóquio Brasileiro de Morfologia. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2015. p. 11-26.

3.
GARCIA, Guilherme Duarte ; SCHWINDT, L. C. . Afixos em L2: um estudo preliminar sobre a aquisição de sufixos em língua inglesa por falantes de português brasileiro. In: IX CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, 2010, Palhoça / SC. Anais do IX CELSUL. Palhoça/SC: UNISUL, 2010. p. 1-14.

4.
SCHWINDT, L. C.. Sobre a interação entre palavra fonológica e palavra morfológica no português brasileiro. In: XV Congreso Internacional da la Asociación de Linguistica y Filología de América Latina, 2008, Montevideo, Uruguay. CD do XV Congreso ALFAL. Montevideo, Uruguay: Imprenta Grega, 2008. p. 1-7.

5.
QUADROS, Emanuel Souza de ; SCHWINDT, L. C. . Um estudo sobre a relação entre palavra morfológica e palavra fonológica em vocábulos complexos do português brasileiro. In: VIII Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre. VIII Encontro do CELSUL: anais (CD). Porto Alegre, 2008. p. 1-18.

6.
SILVA, T. B. DA ; SCHWINDT, L. C. . A redução da nasalidade em ditongos de sílaba átona em final de vocábulo entre falantes bilíngües e monolíngües do RS. In: VII CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul, 2006, Pelotas. Anais do VII CELSUL, 2006.

7.
SCHWINDT, L. C.. Sobre o lugar da morfologia na Teoria da Otimidade. In: VII CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul, 2006, Pelotas. Anais do VI CELSUL, 2006.

8.
GARCIA, Guilherme Duarte ; QUADROS, Emanuel Souza de ; SCHNEIDER, André ; SCHWINDT, L. C. . A harmonia vocálica em verbos de 2ª e 3ª conjugações no português brasileiro. In: VII CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul, 2006, Pelotas. Anais do VII CELSUL, 2006.

9.
GONZALEZ, César Augusto ; TOLEDO, Eduardo Elisalde ; SCHWINDT, L. C. ; SILVA, T. B. DA . Redução da nasalidade em ditongos no português falado no sul do Brasil. In: VII CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul, 2006, Pelotas. Anais do VII CELSUL, 2006.

10.
LIMA, Patrícia Antunes Nunes de ; SCHWINDT, L. C. . Morfemas derivacionais e compostos do português brasileiro na fala de crianças de dois a sete anos de idade. In: VII ENAL - Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem, 2006, Porto Alegre. Anais do VII ENAL, 2006.

11.
SCHWINDT, L. C.. O prefixo e a silabificação no português brasileiro: abordagem de restrições. In: II CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRALIN - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINGÜÍSTICA, 2001, Fortaleza. Anais do II Congresso Internacional da ABRALIN, 2001.

12.
SCHWINDT, L. C.. O prefixo no português brasileiro: análise morfofonológica.. In: Congresso Internacional 500 Anos da Língua Portuguesa no Brasil, 2000, Évora, 2000.

13.
SCHWINDT, L. C.. A harmonia vocálica em dialetos do sul do país: uma análise variacionista. In: I CELSUL Círculo de Estudos LIngüísticos do Sul, 1997, Florianópolis. Anais do primeiro encontro do CELSUL. Florianópolis: Imprensa Universitária da UFSC, 1995. v. 1. p. 440-449.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ULRICH, C. W. ; SCHWINDT, L. C. . Independência morfofonológica de afixos do português brasileiro. In: IV Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2018, Salvador/BA. Resumos do IV Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2018.

2.
SIMIONI, T. ; SCHWINDT, L. C. . A alternância entre -inho e -zinho em bases terminadas em vogais átonas. In: IV Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2018, Salvador/BA. Resumos do IV Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2018.

3.
DE BONA, C. ; Chaves, R. G. ; SCHWINDT, L. C. . Frequência lexical e redução da nasalidade em ditongos finais átonos no português do sul do Brasil. In: ALFALito, 2018, João Pessoa / PB. Resumos do ALFALito João Pessoa, 2018.

4.
SCHWINDT, L. C.. Sobre a preservação de expoentes morfológicos na fonologia variável do PB. In: II Encontro Intermediário do GT de Fonética e Fonologia da ANPOLL, 2015, Uberlândia. II Encontro Intermediário do GT de Fonética e Fonologia da ANPOLL / Programação / Resumos, 2015.

5.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela . Frequência de uso e o papel da morfologia na elevação de /e/ pretônico no sistema verbal do português do sul do Brasil. In: XVII Congresso da Associação de Linguística e Filologia da América Latina (ALFAL), 2014, João Pessoa/PB. CD XVII ALFAL - Estudos Linguísticos e Filológicos (seção resumos do Projeto 19). João Pessoa / PB: Ideia, 2014.

6.
SCHWINDT, L. C.. Sobre a prosodização de afixos derivacionais em PB: em favor de uma morfologia baseada na raiz. In: VIII Congresso Internacional da ABRALIN - Associação Brasileira de Linguística, 2013, Natal / RN. ABRALIN - Caderno de programação e resumos. Natal / RN: Ideia Editora, 2013.

7.
SCHWINDT, L. C.. Prosodic word and morphological derivation in Brazilian Portuguese. In: Phonology 2013, 2013, Amherst, Massachussets, USA. Proceedings Phonology 2013 Suplement, 2013.

8.
SCHWINDT, L. C.. Palavra fonológica e derivação em português brasileiro. In: IV Seminário Internacional de Fonologia, 2012, Porto Alegre/RS. IV Seminário Internacional de Fonologia - Livro de Resumos. Porto Alegre: Instituto de Letras / UFRGS, 2012. p. 18-18.

9.
SCHWINDT, L. C.. Sobre a influência de condicionadores morfológicos na variação fonológica. In: VII Congresso Internacional da ABRALIN, 2011, Curitiba/PR. Abralin Curitiba 2011. Curitiba/PR: ABRALIN/UFPR, 2011.

10.
SCHWINDT, L. C.. Morfologia e variação: a porção acessível do léxico aos processos fonológicos variáveis. In: XVI Congreso Internacional de la ALFAL, 2011, Madrid. XVI Congreso de la ALFAL - Libro de Resúmenes. Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá, 2011. v. 1. p. 502-503.

11.
SCHWINDT, L. C.; QUADROS, Emanuel Souza de . Eefeitos paradigmáticos envolvendo vogais na morfologia verbal portuguesa. In: III Simpósio sobre vogais, 2011, Porto Alegre. III SIS-VOGAIS livro de resumos. Porto Alegre/RS: Instituto de Letras - UFRGS, 2011. p. 56-57.

12.
SCHWINDT, L. C.. Zeros na flexão nominal portuguesa à luz da Optimal Interleaving Theory. In: I Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2011, Porto Alegre. Resumos do I Colóquio Brasileiro de Morfologia. Porto Alegre, 2011.

13.
QUADROS, Emanuel Souza de ; SCHWINDT, L. C. . Um estudo sobre a parassíntese no português brasileiro. In: IX CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, 2010, Palhoça/SC. 9º Encontro do CELSUL - Caderno de programação e resumos. Palhoça/SC: UNISUL, 2010. p. 116-116.

14.
GARCIA, Guilherme Duarte ; SCHWINDT, L. C. . Afixos em L2: um estudo preliminar sobre ordenamento na aquisição de prefixos e sufixos em língua inglesa por falantes de português brasileiro. In: IX CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, 2010, Palhoça/SC. 9º Encontro do CELSUL - Caderno de programação e resumos. Palhoça/SC: UNISUL, 2010. p. 140-140.

15.
SCHWINDT, L. C.. O oito e o oitenta no ensino de gramática. In: II SINAL - Seminário Integrado Nacional das Linguagens - LInguagens: manifestações do social, 2009, Porto Alegre / RS. II SINAL - Caderno de resumos. Porto Alegre / RS: FAPA, 2009. v. 1. p. XI-XI.

16.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, Taís Bopp da . Redução da nasalidade em ditongos átonos finais no português do sul do Brasil. In: II SIS VOGAIS (Simpósio sobre vogais), 2009, Belo Horizonte. Caderno de Resumos - PROBRAVO II SIS VOGAIS. Belo Horizonte/MG: UFMG, 2009. v. 1. p. 14-15.

17.
SCHNEIDER, André ; SCHWINDT, L. C. . A epêntese medial na aprendizagem de inglês como LE: uma análise morfofonológica. In: VIII Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre / RS. VIII Encontro do CELSUL: 29,30 e 31 de outubro de 2008 - programação e resumos. Pelotas / RS: EDUCAT, 2008. p. 374-375.

18.
SCHWINDT, L. C.. Adjunção e incorporação prosódica na morfologia prefixal do português brasileiro: análise baseada em restrições. In: VIII Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre / RS. VIII Encontro do CELSUL: 29,30 e 31 de outubro de 2008 - programação e resumos.. Pelotas / RS: EDUCAT, 2008. v. 1. p. 40-40.

19.
GRODT, A. ; SCHWINDT, L. C. . Um estudo preliminar sobre produtividade derivacional no português brasileiro. In: VIII Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre. VIII Encontro do CELSUL: 29,30 e 31 de outubro de 2008 - programação e resumos. Pelotas / RS: EDUCAT, 2008. p. 373-373.

20.
SCHWINDT, L. C.. Alomorfia no sistema verbal do PB: abordagem de restrições. In: III Seminário Internacional de Fonologia, 2007, Porto Alegre/RS. Livro de Programa do III Seminário Internacional de Fonologia. Porto Alegre/RS: PUCRS, 2007. p. 18-18.

21.
SILVA, Taís Bopp da ; SCHWINDT, L. C. . Produtividade na morfologia derivacional e na composição em dados do VARSUL. In: III Seminário Internacional de Fonologia, 2007, Porto Alegre/RS. Livro de Programa. Porto Alegre/RS: PUCRS, 2007. p. 57-57.

22.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, T. B. DA . Nasal reduction in unstressed diphthongs in southern Brazilian Portuguese. In: PaPI 07 - Phonetics and Phonology in Iberia, 2007, Braga, Portugal. PaPI 07 Program and Abstracts. Braga: Universidade do Minho, 2007. p. 120-121.

23.
SCHWINDT, L. C.. Sobre a produtividade do processo de harmonia vocálica verbal no PB.. In: SIS - VOGAIS - Simpósio sobre vogais, 2007, João Pessoa / PB. SIS VOGAIS - Programação e Resumos.. João Pessoa/PB: UFPB, 2007. p. 46-48.

24.
SCHWINDT, L. C.. Gramática: entre o saber e a disciplina. In: I SINAL - Seminário Integrado Nacional das Linguagens - A linguagem sob múltiplos olhares: perspectivas para o ensino, 2007, Porto Alegre / RS. I SINAL - Caderno de Resumos. Porto Alegre / RS: FAPA, 2007. v. 1. p. 3-3.

25.
SCHWINDT, L. C.. Paradigmatic Correspondences in Brazilian Portuguese Verbal Vowel System. In: 12th International Morphology Meeting, 2006, Budapest/Hungary. Abstracts of 12th International Morphology Meeting, 2006. p. 58-59.

26.
SCHWINDT, L. C.. Verbal vowel harmony in Brazilian Portuguese: a paradigmatic analysis. In: PaPI 05 - Phonetics and Phonology in Iberia, 2005, Barcelona. Abstracts - PaPI 2005, 2005. p. 71-72.

27.
SCHWINDT, L. C.. Correspondências paradigmáticas na flexão verbal do PB: o fenômeno da harmonia vocálica revisitado.. In: III Encuentro de Gramática Generativa, 2005, Neuquén, Argentina. Livro de Resumos do III EGG. Neuquén, Argentina, 2005. p. 53-54.

28.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; SCHNEIDER, André . O estatuto lexical e prosódico dos prefixos pré- e pós- no português falado na região sul. In: VI Encontro do CELSUL, 2004, Florianópolis / SC. Resumos do VI CELSUL, 2004. v. 1. p. 32-32.

29.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Correspondência Transderivacional e a harmonia dos verbos em português. In: VI Encontro do CELSUL, 2004, Florianópolis/SC. Resumos do VI CELSUL, 2004. v. 1. p. 136-136.

30.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; SCHNEIDER, André . O estatuto lexical e prosódico dos prefixos pré- e pós- no português falado na região sul. In: XI Semana de Letras da UFRGS: novos e velhos horizontes, 2004, Porto Alegre / RS. XI Semana de Letras: programação e resumos, 2004. v. 1. p. 41-41.

31.
SCHWINDT, L. C.. Derivação prefixal em português brasileiro e em espanhol peninsular: considerações sobre a interface morfologia/prosódia. In: III Congresso Internacional da ABRALIN, 2003, Rio de Janeiro. Resumos do III Congresso Internacional da ABRALIN, 2003.

32.
SCHWINDT, L. C.. O status prosódico das palavras derivadas no português brasileiro.. In: II Encontro Nacional de Ciências da Linguagem Aplicadas ao Ensino (ECLAE), 2003, João Pessoa. II ECLAE - Caderno de Resumos e Programação. João Pessoa: Idéia, 2003. p. 126.

33.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; SCHNEIDER, André . O estatuto lexical dos prefixos pré- e pós- no português falado no RS. In: X Semana de Letras da UFRGS - Letras (re)contando suas histórias, 2003, Porto Alegre. X Semana de Letras - Letras (re)contando suas histórias. Porto Alegre: Gráfica da UFRGS, 2003. p. 61-61.

34.
SCHWINDT, L. C.. Prefixação e silabificação em português brasileiro e espanhol peninsular: abordagem de restrições. In: II Seminário Internacional de Fonologia, 2002, Porto Alegre/ RS. Resumos do II Seminário Internacional de Fonologia - Conferências, mesas-redondas e comunicações, 2002. p. 16-16.

35.
SCHWINDT, L. C.. O prefixo no Português Brasileiro: Abordagem de Restrições. In: III CELSUL, IV SIL, X VARSUL, 1999, Porto Alegre. Caderno de Resumos - Comunicações, 1999.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHWINDT, L. C.. Outputs fonológicos convergentes e os limites entre léxico, morfologia e fonologia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SCHWINDT, L. C.. Exponência fonológica de gênero e classe temática no português brasileiro: restrições e produtividade. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SCHWINDT, L. C.. Gênero e classe temática em uso no português do sul do Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SCHWINDT, L. C.. Produtividade da marcação de gênero e classe temática em português brasileiro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
BONA, C. ; SCHWINDT, L. C. . O papel da frequência lexical na desnasalização de [ejn] no português do sul do Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SCHWINDT, L. C.. Léxico e morfologia em outputs fonológicos variáveis convergentes. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SCHWINDT, L. C.; BONA, C. . Frequência lexical em outputs fonológicos convergentes. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SIMIONI, T. ; SCHWINDT, L. C. . As estratégias de evitação de hiato entre palavras nas línguas românicas: em busca de uma possível tipologia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Otimidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SCHWINDT, L. C.. Gênero gramatical em uso no português do Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SCHWINDT, L. C.. Ensino de Gramática e Variação Linguística. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SCHWINDT, L. C.. Exponência de gênero e classe temática e produtividade em português brasileiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SCHWINDT, L. C.. Morfologia e Léxico. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
SCHWINDT, L. C.. A palavra prosódica no português brasileiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
COLLISCHONN, Gisela ; SCHWINDT, L. C. . Teoria da Otimalidade em perspectiva: restrições e representações (mesa-redonda). 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SCHWINDT, L. C.; QUADROS, Emanuel Souza de . Relações de alinhamento entre palavras morfossintáticas e palavras fonológicas no PB. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SCHWINDT, L. C.. Leitura e escrita: rediscutindo suas fronteiras.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
SCHWINDT, L. C.. A variação lingüística em contraste com teorias lingüísticas formais. (Mesa-redonda "Estudos lingüísticos: objeto, teoria e método"). 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
SCHWINDT, L. C.. Linguagem: um diálogo entre entre o saber e a disciplina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SCHWINDT, L. C.. Aspectos simplificadores na proposta de reforma ortográfica do português. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
SCHWINDT, L. C.. Oficina pedagógica sobre ensino de língua: das séries iniciais ao ensino médio. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

22.
SCHWINDT, L. C.. O que um indivíduo sabe quando sabe uma língua?. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
SCHWINDT, L. C.. Leitura e escrita: rediscutindo suas fronteiras. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, T. B. DA . Nasal reduction in unstressed diphthongs in southern brazilian portuguese. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
SCHWINDT, L. C.. Oficina pedagógica sobre ensino de língua: das Séries Iniciais ao Ensino Médio. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
SCHWINDT, L. C.. A reforma ortográfica em pauta. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SCHWINDT, L. C.. Paradigmatic Correspondences in Brazillian Portuguese Verbal Vowel System. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, A. ; QUADROS, Emanuel Souza de . Sobre a produtividade morfológica em textos de vestibular. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
SCHWINDT, L. C.. Verbal vowel harmony in Brazilian Portuguese: a paradigmatic analysis. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
SCHWINDT, L. C.; GRODT, Aline ; SCHNEIDER, André . Convenções ortográficas no CV UFRGS 2005: discutindo uma tipologia de erros. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
SCHWINDT, L. C.; GARCIA, Guilherme Duarte . Padrões na realização de vogais médias em raízes verbais no PB. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
SCHWINDT, L. C.. Ensino de Língua Portuguesa: revisitando conceitos e propondo desafios. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
SCHWINDT, L. C.. Correspondências paradigmáticas na flexão verbal do PB: o fenômeno da harmonia vocálica revisitado.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Correspondência Transderivacional e a harmonia dos verbos em português. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela . Mesa-redonda VARIAÇÃO FONOLÓGICA EM DADOS DO SUL DO BRASIL/Harmonia vocálica verbal. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
SCHWINDT, L. C.. Derivação prefixal em português brasileiro e em espanhol peninsular: considerações sobre a interface morfologia/prosódia. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
SCHWINDT, L. C.. Prosodic and lexical aspects of BP prefixation. 2002. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

38.
SCHWINDT, L. C.. Prefixação e silabificação em português brasileiro e espanhol peninsular. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
SCHWINDT, L. C.. Aquisição ou aprendizagem da escrita?. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
SCHWINDT, L. C.. A pretônica e a Harmonização Vocálica. Mesa-redonda: O Sistema das Vogais Átonas. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
SCHWINDT, L. C.. O prefixo e a silabificação no português brasileiro: abordagem de restrições. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
SCHWINDT, L. C.. A Lingüística e o Processo de Alfabetização. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
SCHWINDT, L. C.; BOHN, G. . Harmonização Vocálica. GT: A Fonologia nos Dados do VARSUL. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
SCHWINDT, L. C.. O prefixo no português brasileiro: análise morfofonológica. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
SCHWINDT, L. C.. Fonologia, Ortografia e Retórica. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
SCHWINDT, L. C.. A harmonia vocálica em dialetos do sul do país: uma análise variacionista. 1997. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

47.
SCHWINDT, L. C.. Ensinar gramática: sim ou não?. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
SCHWINDT, L. C.. Harmonia vocálica. 1994. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
SCHWINDT, L. C.. Aquisição da linguagem e alfabetização. 1991. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
SCHWINDT, L. C.. Introdução à Lingüística: as dicotomias saussurianas. 1991. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda . Apresentação: frequência lexical e variação fonológica. Porto Alegre, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
COLLISCHONN, Gisela ; SCHWINDT, L. C. . Apresentação. Porto Alegre / RS, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
BISOL, Leda ; SCHWINDT, L. C. . Em voga, as vogais. Porto Alegre / RS, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
SCHWINDT, L. C.; SCHER, A. P. ; COLLISCHONN, Gisela ; QUADROS, Emanuel Souza de . Um novo retorno da morfologia. Porto Alegre/RS, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SCHWINDT, L. C.. Consultor no processo de Avaliação de Projetos de Pesquisa - Inicuiação Científica UFPR. 2010.

2.
SCHWINDT, L. C.; METZLER, A. M. C. ; BAIOCCHI, M. ; MÜLLER, R. . Sistematização das disciplinas específicas de formação pedagógica lassalista. 2001.

Trabalhos técnicos
1.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc CAPES Professor Visitante Senior no Exterior. 2018.

2.
SCHWINDT, L. C.. Pareceres ad hoc Workshop on Formal Linguistics 2018. 2018.

3.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Jornal of Speech Sciences. 2017.

4.
SCHWINDT, L. C.. Parecer publicação livro Oxford University Press. 2017.

5.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista Virtual de Estudos da Linguagem, vol. 15, n. 28.. 2017.

6.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista DELTA. 2017.

7.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista Diadorim: revista de estudos linguísticos e literários. 2017.

8.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc PROBRAL CAPES. 2017.

9.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc revista PROBUS, Holanda. 2016.

10.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista Letras de Hoje. 2016.

11.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc ReVEL, vol. 13, n. 24, sobre Morfologia Distribuída. 2015.

12.
SCHWINDT, L. C.. Parecerista do evento Phonetics and Phonologia in Europe (PaPE 2015). 2015.

13.
SCHWINDT, L. C.; NEVINS, A. ; SANDALO, M. F. . Parecer de artigo qualif. doutorado de Magun Rochel Madruga. 2014.

14.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista Letras & Letras (UFU). 2012.

15.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc Revista Filologia e Linguística Portuguesa (USP). 2012.

16.
SCHWINDT, L. C.. Pareceres ad hoc Revista Letras de Hoje (PUCRS). 2012.

17.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc projeto temático FAPESP. 2012.

18.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc volume 46 da Revista Letras de Hoje PUCRS. 2011.

19.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc n. 8 da Revista Diadorim UFRJ. 2011.

20.
SCHWINDT, L. C.. Revista Linguistica UFRJ. 2011.

21.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc do número 38/39 dos Cadernos do IL UFRGS. 2011.

22.
SCHWINDT, L. C.. Parecer ad hoc CAPES. 2011.

23.
SCHWINDT, L. C.; MENUZZI, S. M. . Elaboração da prova de Português Concurso Vestibular UFRGS. 2010.

24.
SCHWINDT, L. C.. Aquisição das codas do inglês (L2) a partir de padrões variáveis no português brasileiro (L1): análise à luz da Teoria da Otimidade Estocástica e da Gramática Harmônica. 2010.

25.
SCHWINDT, L. C.. Tutor de estágio probatório de Elisa Battisti. 2010.

26.
SCHWINDT, L. C.. Tutor de estágio probatório de Gabriel de Ávila Othero. 2010.

27.
SCHWINDT, L. C.. Parecerista no GT de Morfologia do VI Congresso Internacional da ABRALIN. 2009.

28.
SCHWINDT, L. C.. Parecerista Revista Estudos Linguísticos (GEL). 2009.

29.
SCHWINDT, L. C.. Parecerista do XXIII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Lingüística. 2008.

30.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela . Avaliação de reconhecimento de diploma. 2008.

31.
SCHWINDT, L. C.. Parecerista do II Congresso Internacional da AILP (membro do comitê científico). 2007.

32.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela ; SCHAFF FILHO, M. . Membro de comissão de revisão de conceito disciplina do LET 1. 2007.

33.
SCHWINDT, L. C.; WIECK, C. ; ANDRADE, R. . Assessoria - Projeto do Curso de Fonoaudiologia - UNILASALLE. 2001.

34.
SCHWINDT, L. C.; PRÁ, R. S. ; BANBARÉN, I. N. A. . Reformulação Projeto Instituto de Idiomas UNILASALLE. 2001.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SCHWINDT, L. C.. Entrevista ABRALIN sobre Morfologia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SCHWINDT, L. C.. TVE REPÓRTER: Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
SCHWINDT, L. C.. Assembléia Entrevista: Reforma Ortográfica do Português. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
SCHWINDT, L. C.; ZILBERMAN, R. ; ASSIS, V. ; LEDUR, P. F. . Programa Polêmica (com Lauro Quadros). 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
SCHWINDT, L. C.. Elementos de Morfologia. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SCHWINDT, L. C.. Morfologia e variação fonológica (UFPb, ALFAL). 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SCHWINDT, L. C.. Teoria da Otimidade (UFBA). 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
SCHWINDT, L. C.. Tópicos em Morfofonologia (USP). 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
SCHWINDT, L. C.. Interface morfologia-fonologia (UFU). 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
SCHWINDT, L. C.. Tópicos Especiais I: Interface morfologia / fonologia (UFPb). 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
SCHWINDT, L. C.. Comitê Científico do II Congresso Internacional da AILP. 2007. (Membro de comitê científico).

8.
SCHWINDT, L. C.. Lingüística e Ensino (Col. Sta Terezinha - Sto. Antônio da Patrulha / RS). 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SCHWINDT, L. C.; BECKER, M.; SANDALO, M. F.. Participação em banca de Érick Rizzato da Silva. Interação do plural de -ão e do aumentativo -zão na formação de compostos no português brasileiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
SCHWINDT, L. C.; LIMA, M. C.; STORTO, L. R.; CHAGAS DE SOUZA, P.. Participação em banca de Klauber Renan Dutra de Oliveira. Verbos defectivos em português brasileiro: eles existem mesmo?. 2017. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

3.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; BISOL, Leda. Participação em banca de Caroline de Castro Pires. Epêntese consonantal em contexto de juntura morfêmica. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

4.
VIEIRA, M. J. B.; Costa, E. F. S.; SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Participação em banca de Eliane da Rosa. As vogais finais átonas no português brasileiro do século XIX: um estudo baseado em evidências direta e indireta. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
SCHWINDT, L. C.; MIRANDA, Ana Ruth Moresco; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto. Participação em banca de Tamires Pereira Duarte Goulart. Formas irregulares por crianças falantes do português brasileiro. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Católica de Pelotas.

6.
SCHWINDT, L. C.; FARGETTI, C. M.; MASSINI-CAGLIARI, G.. Participação em banca de Thais Holanda de Abreu. Estudo das formas aumentativas e diminutivas em Português Arcaico. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Lingüística e Língua Portuguesa) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

7.
SCHWINDT, L. C.; LONGO, B. N. O.; MASSINI-CAGLIARI, G.. Participação em banca de Gisela Sequini Favaro. Estudo das formas verbais do pretérito perfeito do modo indicativo nas Cantigas de Santa Maria. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Lingüística e Língua Portuguesa) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

8.
AMARAL, M. P.; SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Márcia Eliane da Silva. O alçamento das vogais médias pretônicas na fala de São josé do Norte/RS. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; AMARAL, M. P.; OTHERO, G. A.; SCHWINDT, L. C.. Participação em banca de Eduardo Elisalde Toledo. A monotongação do ditongo [ej] em amostra de recontato de Porto Alegre. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
SCHWINDT, L. C.; BRESCANCINI, Cláudia; BISOL, Leda. Participação em banca de Samanta Sá Canfield. A epêntese consonantal em português: um estudo introdutório. 2010. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
SCHWINDT, L. C.; ALVES, U. K.; RABER, A. S.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Laura Helena Hahn. A realização da lateral /l/ no inglês por falantes do português brasileiro. 2010. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
ABAURRE, M. B. M.; TENANI, L. E.; SANDALO, M. F.; SCHWINDT, L. C.; GALVES, C. M. C.. Participação em banca de Priscila Marques Toneli. A palavra prosódica no português brasileiro: o estatuto prosódico das palavras funcionais. 2009. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
SCHWINDT, L. C.; NEGRAO, E. V.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Indaiá de Santana Bassani. Formação e interpretação dos verbos denominais do português do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

14.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.; ZINANI, C. J. A.; Paviani, N. M. S.. Participação em banca de Carla Inês de Camargo Subtil. Aspectos socioculturais e registro de alunos com defasagem idade-série. 2008. Dissertação (Mestrado em Letras e Cultura Regional) - Universidade de Caxias do Sul.

15.
SANTOS, R. S.; SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Juliana Escalier Ludwig Gayer. Os processos de sândi externo: análise variacionista da fala de São Borja. 2008. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto. Participação em banca de Letícia Stander Farias. A aquisição do acento primário em inglês como LE: o caso de palavras sufixadas, à luz da Teoria da Otimidade. 2007. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Católica de Pelotas.

17.
SCHWINDT, L. C.; ROCHA, S.; CHISHMAN, R. L. O.; OLIVEIRA, A. T. C.. Participação em banca de Aline Gulles Mello. Articulação semântico-cognitiva por meio de papéis semânticos. 2007. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

18.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; QUEDNAU, Laura Rosane; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Evellyne Patrícia Figueiredo de Sousa Costa. Características prosódicas das preposições e dos prefixos em latim clássico. 2006. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

19.
BRESCANCINI, Cláudia; COLLISCHONN, Gisela; SCHWINDT, L. C.. Participação em banca de Luciane Trennephol da Costa. Estudo do rotacismo:variação entre as consoantes líquidas. 2006. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

20.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda; LAMPRECHT, R. R.. Participação em banca de Aline Lorandi. Formas morfológicas variantes na gramática infantil: um estudo à luz da Teoria da Otimidade. 2006. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

21.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda; COLLISCHONN, Gisela; QUEDNAU, Laura Rosane. Participação em banca de Tatiana Keller. Um estudo experimental do acento secundário no português brasileiro. 2005. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

22.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; MIRANDA, Ana Ruth Moresco. Participação em banca de Dâni Rodrigues Moreira. Um estudo do processo de aquisição da harmonia verbal à luz da OT. 2005. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Letras) - Universidade Católica de Pelotas.

23.
BONILHA, Giovana Gonçalves; COLLISCHONN, Gisela; ABREU, Sabrina Pereira de; SCHWINDT, L. C.. Participação em banca de Taíse Simioni. A alternância entre ditongo crescente e hiato em português:uma análise otimalista. 2005. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

24.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; MONARETTO, Valéria de Oliveira; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Patrícia Rodrigues Barbosa. A fricativa coronal /z/ em final de morfemas no PB:uma análise pela Teoria da Otimidade. 2005. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

25.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda; BRESCANCINI, Cláudia. Participação em banca de Diely Valim dos Santos. Um estudo sobre os compostos do português. 2005. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

26.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; FINGER, Ingrid; VANDRESEN, Paulino. Participação em banca de Ubiratã Kickhöfel Alves. O papel da instrução explícita na aquisição fonológica do inglês como L2: evidência fornecidas pela Teoria da Orimidade. 2004. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Letras) - Universidade Católica de Pelotas.

27.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; DAMIANI, Magda Floriana; MIRANDA, Ana Ruth Moresco. Participação em banca de Ana Paula Nobre da Cunha. A hipo e a hipersegmentação nos dados de aquisição da escrita: um estudo sobre a influência da prosódia. 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

28.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda; TASCA, M.. Participação em banca de Fernanda Kamianecky. A palatalização das oclusivas dentais /t/ e /d/ nas comunidades de Porto Alegre e Florianópolis:uma análise quantitativa. 2003. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

29.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; MONARETTO, Valéria de Oliveira; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Cristine Ferreira Costa. Fonologia Lexical e controvérsia neogramática: análise das regras de vocalização de /l/ e monotongação de /ow/ no PB. 2003. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

30.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; FINGER, Ingrid. Participação em banca de Magliane Oliveira de Marco. A fonologia na aquisição precoce de uma LE. 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Letras) - Universidade Católica de Pelotas.

31.
SCHWINDT, L. C.; LEE, S. H.; ROCHA, L. C. A.. Participação em banca de Sofia Martins Moreira. Sobre o estatuto do prefixo no português brasileiro: uma perspectiva morfofonológica. 2003. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

32.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.; BRESCANCINI, Cláudia; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Maria Alejandra Saraiva Pasca. Aspectos da aquisição da vogal oral /a/ em língua espanhola por falantes de língua portuguesa: a questão da percepção. 2003. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

33.
SCHWINDT, L. C.; BISOL, Leda; LAMPRECHT, R. R.. Participação em banca de Carolina Cardoso Oliveira. Aquisição das fricativas /f/, /v/, /s'/, /z'/ do PB. 2002. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
GUY, G. R.; SCHWINDT, L. C.; MONGUILHOTT, I. O. S.; GÖRSKI, EDAIR M.; MARTINS, M. A.; SEARA, I. C.; COELHO, I. L.. Participação em banca de Raquel Gomes Chaves. A redução/desnasalização de ditongos nasais átonos finais e a marcação explícita de CVP6: um estudo de correlação. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SCHWINDT, L. C.; FONTES, S. M.; ARANTES, P.; SANDALO, M. F.; BARBOSA, P. A.. Participação em banca de Irma Iunes Miranda. Análise acústica das vogais orais da fala capixaba: investigação de harmonia vocálica e de variação estilística. 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
SCHWINDT, L. C.; SANTOS, R. S.; BARBOSA, P. A.; SANDALO, M. F.; ABAURRE, M. B. M.; HAMMAN, S.. Participação em banca de Magnun Rochel Madruga. The phonetics and phonology of Brazilian Portuguese [ATR] harmony. 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
SERRA, C. R.; CALLOU, D.; SVARTMAN, F. R. F.; MORAES, J. A.; MONARETTO, Valéria de Oliveira; SCHWINDT, L. C.. Participação em banca de Caio César Castro da Silva. A prosódia da negação no Português Brasileiro: as realizações do "não". 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em LIngüística) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; TENANI, L. E.; SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.. Participação em banca de Natália Brambatti Guzzo. A prosodização de clíticos e compostos em português brasileiro. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
SCHWINDT, L. C.; MEDEIROS, A. B.; SCHER, A. P.; BARBOSA, P. A.; SANDALO, M. F.; NEVINS, A.. Participação em banca de Maria Luisa de Andrade Freitas. Estudo experimental sobre os nominalizadores -ção e -mento: localidade, ciclicidade e produtividade. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
BISOL, Leda; BRISOLARA, L. B.; SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Juliana Escalier Ludwig Gayer. Uma análise da elisão e da degeminação com base em restrições. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
SCHWINDT, L. C.; ABAURRE, M. B. M.; VIGÁRIO, M.; SANDALO, M. F.; BARBOSA, P. A.; SVARTMAN, F. R. F.. Participação em banca de Priscila Marques Tonelli. A palavra prosódica no português brasileiro. 2014. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
BISOL, Leda; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; GONCALVES, G. F.. Participação em banca de Letícia Stander Farias. A assibilação na formação de palavras em português: análise via Teoria da Marcação Comparativa.. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
SCHWINDT, L. C.; ALCANTARA, C.; VIEIRA, M. J. B.; COSTA, J. C.; BISOL, Leda. Participação em banca de Denise Nauderer Hogetop. O sândi em italiano na frase fonológica reestruturada. 2011. Tese (Doutorado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
LEE, S. H.; BISOL, Leda; SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Taíse Simioni. Uma análise dos vocoides altos em português brasileiro: relações entre silabificação e atribuição de acento. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Participação em banca de Cristine Ferreira Costa. Opacidade e Teoria Fonológica: de regras a restrições. 2007. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Participação em banca de Samanta Sá Canfield. Projeto de tese: Epêntese consonantal em palavras derivadas por sufixação. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
SCHWINDT, L. C.; HINSKENS, F.; ADELAAR, W.; HERMANS, B.; TELLES, S.; WETZELS, W. L.. Participação em banca de Gabriela Braga. Fonologia Negarotê: análise fonológica da língua do grupo negarotê (família nambikwára). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Faculty of Humanities) - Vrije Universiteit.

3.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.. Participação em banca de Dinar Fontoura Fernandes. Harmonia vocálica no português brasileiro: análise fonológica. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
ABAURRE, M. B. M.; SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.. Participação em banca de Natália Brambatti Guzzo. The representation of dependence relations in the prosodic hierarchy. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.. Participação em banca de Natália Brambatti Guzzo. Projeto de tese: O 'status' dos clíticos do português brasileiro na hierarquia prosódica. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
BISOL, Leda; SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Juliana Escalier Ludwig Gayer. Resolução de hiato em fronteira de palavras no PB: uma perspectiva otimalista da elisão e da degeminação. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Juliana Ludwig Gayer. A elisão e a degeminação : uma análise sob a perspectiva otimalista. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; BISOL, Leda. Participação em banca de Letícia Stander Farias. A assibilação na formação de palavras em português e em inglês: análise via Teoria da Otimidade. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
COLLISCHONN, Gisela; BATTISTI, E.; SCHWINDT, L. C.. Participação em banca de Patrícia Rodrigues Barbosa. Consoantes finais como onsets de sílabas com núcleos vazios: análise do português. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
BISOL, Leda; SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Taíse Simioni. O ditongo crescente em português brasileiro. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
SCHWINDT, L. C.; BRESCANCINI, Cláudia; BISOL, Leda. Participação em banca de Denise Nauderer Hogetop. A ditongação e a elisão em português, italiano e catalão em frase fonológica reestruturada: uma análise via Teoria da Otimidade. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

12.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; COLLISCHONN, Gisela. Participação em banca de Cristine Ferreira Costa. Teoria da Otimidade e Opacidade Fonológica: análise da vocalização de l e monotongação no PB. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
SCHWINDT, L. C.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; BISOL, Leda. Participação em banca de Caroline de Castro Pires. Um estudo pancrônico da epêntese consonantal irregular no português. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
SCHWINDT, L. C.; MIRANDA, Ana Ruth Moresco; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto; DAMIANI, Magda Floriana. Participação em banca de Ana Paula Nobre da Cunha. A influência da hierarquia prosódica na aquisição da língua escrita por crianças de séries iniciais (qualificação de mestrado). 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SCHWINDT, L. C.; SPINASSÉ, K. P.. Participação em banca de Samuel Gomes de Oliveira.O ingliding característico do português de Porto Alegre: um estudo de produção, percepção e atitudes. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
SCHWINDT, L. C.; ZANDWAIS, Ana; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Participação em banca de Kátia Bernardon de Oliveira.Empréstimos: noções conceituais e adaptações fonológicas.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; QUEDNAU, Laura Rosane. Participação em banca de Simone Diefenbach Borges.Realização das regras prosódicas de Nespor e Vogel (1994) em versos de redondilha maior do Romanceiro da Inconfidência. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; MONARETTO, Valéria de Oliveira. Participação em banca de Giselle da Silveira.O processo de abreviação em textos escritos e na fala. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
SCHWINDT, L. C.; MENEGAT, C. T. A.; LOPES, C. G. A.. Participação em banca de Luiz de Souza Mendes.Função sintática do pronome SE. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas.

6.
SCHWINDT, L. C.; ALVES, A. N. M.; MENEGAT, C. T. A.. Participação em banca de Maria de Lourdes Collaziol Palma.A gíria do jovem na atualidade. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas.

7.
SCHWINDT, L. C.; LOPES, C. G. U.; MENEGAT, C. T. A.. Participação em banca de Maria Sílvia Stigger.Leitura. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SCHWINDT, L. C.; GALVES, C. M. C.; PAGOTTO, E. G.; MORAES, J. A.; BARBOSA, A. G.. Concurso público de provas e títulos para professor adjunto de Língua Portuguesa. 2012. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Avaliação de cursos
1.
MUNIZ, M. R.; SCHWINDT, L. C.. Avaliador de Curso INEP / MEC - Curso de Letras. 2008. Faculdade Comunitária de Limeira.

2.
SCHWINDT, L. C.; FERREIRA, L. V.. Avaliador de Curso INEP MEC. Curso de Letras.. 2007. Faculdade Boas Novas.

3.
SCHWINDT, L. C.; BORGES, Gisele; PAIVA, Paulo Roberto de. Avaliador Institucional INEP/MEC. Cursos de bacharelado em Administração e Ciências Contábeis.. 2006. Faculdades de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas do Araguaia.

4.
SCHWINDT, L. C.; SOARES, Márison Luiz; ALBINO, João Pedro; PAMPLONA, Franklin Martins Pereira. Avaliador Institucional INEP/MEC. Cursos superiores tecnológicos de Gastronomia, Automação Industrial e Web Design.. 2006. Centro Universitário de Maringá.

5.
SCHWINDT, L. C.; CHIECHELSKI, Paulo Cesar Santos. Avaliador Institucional INEP/MEC. Curso superior tecnológico em Gestão do Varejo de Moda.. 2006. Faculdade de Tecnologia Senac Florianópolis.

6.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, Roberto Márcio da; CASTRO, Iran Junqueira de; ASSAD, Maria Aparecida Do Carmo. Avaliador Institucional INEP MEC - Cursos de Engenharia Civil, Educação Física e Fisioterapia. 2006. Instituto de Ensino Superior COC.

Outras participações
1.
SCHWINDT, L. C.. Avaliação de pôsteres do ALFALito 2018. 2018. Universidade Federal da Paraíba.

2.
ZANDWAIS, Ana; SCHWINDT, L. C.; SCHEEREN, C. M.. Progressão funcional de Maria Cristina da Silva Martins. 2017. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
SCHWINDT, L. C.; SILVA, M. I. L. E.; SIQUEIRA, Maity. Progressão funcional professora Elisa Battisti. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
SCHWINDT, L. C.; FINATTO, M. J. B.. Seleção de monitor Setor de Linguística. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria de Oliveira; FINATTO, M. J. B.. Estágio probatório de Leandro Zanetti Lara. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
GARCEZ, Pedro de Moraes; SILVA, M. I. L. E.; SCHWINDT, L. C.. Progressão funcional de Antonio Barros de Brito Jr.. 2015. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
GARCEZ, Pedro de Moraes; SILVA, M. I. L. E.; SCHWINDT, L. C.. Progressão funcional de Cinara Ferreira Pavani. 2015. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
GARCEZ, Pedro de Moraes; SILVA, M. I. L. E.; SCHWINDT, L. C.. Progressão funcional de Marcos Goldnadel. 2015. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; GARCEZ, Pedro de Moraes. Avaliação Estágio Probatório Elisa Battisti. 2012. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.; OTHERO, G. A.. Seleção de monitor de Estudos Linguísticos I. 2012. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.; OTHERO, G. A.. Monitoria de Conceitos Básicos de Linguística. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. XXIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
SCHWINDT, L. C.; SIQUEIRA, Maity; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Monitoria em Linguística. 2010. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
SCHWINDT, L. C.; BATTISTI, E.; SIQUEIRA, Maity. Seleção de professor substituto de Linguística. 2010. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

15.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; QUEDNAU, Laura Rosane. XXII Salão de Iniciação Científica. 2010. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; GEHRING, Sonia Terezinha. XXI Salão de Iniciação Científica / Sessão de Linguística Aplicada. 2009. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

17.
SCHWINDT, L. C.; SIQUEIRA, Maity; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Monitoria em Linguística. 2009. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

18.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; GOLDNADEL, M.. Seleção de monitor de Lingüística. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

19.
SIMÕES, Luciene Juliano; GARCEZ, Pedro de Moraes; SCHWINDT, L. C.. Avaliação de Estágio Probatório - Sergio de Moura Menuzzi (18 meses). 2008.

20.
SCHWINDT, L. C.; MENUZZI, S. M.; SIQUEIRA, Maity. Seleção de professor substituto de Linguística. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

21.
SCHWINDT, L. C.. XX Salão de Iniciação Científica - Sessão de Linguística e Ensino. 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

22.
SCHWINDT, L. C.; SIQUEIRA, Maity; MONARETTO, Valéria. Seleção de monitor de Lingüística. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

23.
SIMÕES, Luciene Juliano; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; SCHWINDT, L. C.. Avaliação de Estágio Probatório - Maity Simone Guerreiro Siqueira (18 meses). 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

24.
SCHWINDT, L. C.; MIRANDA, F.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. XIX Salão de Iniciação Científica - Sessão de Lingüística Aplicada.. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

25.
SCHWINDT, L. C.; MENUZZI, S. M.; SIQUEIRA, Maity. Seleção de professor substituto de Linguística. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

26.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; GARCEZ, Pedro de Moraes. Seleção de professor substituto de Lingüística, Departamento de Lingüística, Filologia e Teoria Literária.. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

27.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira. Seleção de monitor do Depto. de Lingüística, Filologia e Teoria Literária. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

28.
COLLISCHONN, Gisela; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira; QUEDNAU, Laura Rosane; SCHWINDT, L. C.. Seleção de mestrado em Fonologia e Morfologia. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

29.
SCHWINDT, L. C.; QUEDNAU, Laura Rosane; COLLISCHONN, Gisela. Seleção de mestrado e doutorado em Fonologia e Morfologia. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

30.
SCHWINDT, L. C.; SIMÕES, Luciene Juliano. Seleção de professor substituto de Lingüística. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

31.
SCHWINDT, L. C.; GARCEZ, Pedro de Moraes; MITTMAN, Solange. XVII Salão de Iniciação Científica / Sessão de Variação e Mudança Lingüística. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

32.
SCHWINDT, L. C.; GARCEZ, Pedro de Moraes; BEVILACQUA, Cleci. XVI Salão de Iniciação Científica. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

33.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria de Oliveira; COLLISCHONN, Gisela; ABREU, Sabrina Pereira de. Seleção de Doutorado para a área de Teoria e Análise Lingüística - turma de 2003.. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

34.
SCHWINDT, L. C.; GARCEZ, Pedro de Moraes; BEVILACQUA, Cleci. XV Salão de Iniciação Científica. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

35.
SCHWINDT, L. C.; MIRANDA, F.; MONARETTO, Valéria. XV Salão de Iniciação Científica. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

36.
SCHWINDT, L. C.; MONARETTO, Valéria de Oliveira; SIMÕES, Luciene Juliano. Seleção de professor substituto. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

37.
SCHWINDT, L. C.; KAUFAMNN, G.; FLORES, V. N.. XIV Salão de Iniciação Científica - Variação e mudança lingüística. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

38.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela; ABREU, Sabrina Pereira de. Seleção de Mestrado para a área de Teoria e Análise Lingüística - turma de 2003.. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

39.
SCHWINDT, L. C.. IV Salão e IV Feira de Iniciação Científica. 2001. Universidade La Salle - Canoas.

40.
SCHWINDT, L. C.; ALVES, A. N. M.; SARMENTO, D. F.. Banca seleção de professores de Língua Portuguesa e Literatura Hispânica - 29/11. 2001. Universidade La Salle - Canoas.

41.
SCHWINDT, L. C.; SALOMON, V. B.; BLANCKE, L. L.. Banca seleção de professores de Língua Inglesa - 17/01. 2001. Universidade La Salle - Canoas.

42.
SCHWINDT, L. C.; CONCEIÇÃO, C. A. N.; RAMIREZ, V. L.. Banca seleção de professores de Língua Portuguesa e Lingüística - 20/07. 2001. Universidade La Salle - Canoas.

43.
SCHWINDT, L. C.; MENEGAT, C. T. A.; ALVES, A. N. M.. Banca seleção de professores de Língua Espanhola - 13/11. 2000. Universidade La Salle - Canoas.

44.
SCHWINDT, L. C.. II Salão e II Feira de Iniciação Científica. 1999. Universidade La Salle - Canoas.

45.
SCHWINDT, L. C.; MENEGAT, C.; PEREIRA, V. W.; MIRANDA, J. F. L.. Banca de seleção de professor de Língua Portuguesa e Lingüística - 10/01. 1999. Universidade La Salle - Canoas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Seminário de Teoria e Análise Linguística UFRGS.Produtividade da marcação de gênero e classe temática em português brasileiro. 2017. (Encontro).

2.
II Encontro Intermediário do GT de Fonética e Fonologia da ANPOLL.Sobre a preservação de expoentes morfológicos na fonologia variável do PB.. 2015. (Encontro).

3.
III Colóquio Brasileiro de Morfologia. Exponência de gênero e classe temática e produtividade no português brasileiro. 2015. (Congresso).

4.
Encontro Comemorativo do Projeto VARSUL: VARSUL 30 ANOS.Condicionamento morfológico em fonologia e o desenho da gramática. 2014. (Encontro).

5.
X Workshop on formal linguistics: recent trends on the study of meaning and grammar. 2014. (Congresso).

6.
M@90 Workshop on Stress and Meter to celebrate Morris Halle's 90th birthday. 2013. (Congresso).

7.
VIII Congresso Internacional da ABRALIN - Associação Brasileira de Linguística. Sobre a prosodização de afixos derivacionais em PB: em favor de uma morfologia baseada na raiz. 2013. (Congresso).

8.
IV Seminário Internacional de Fonologia.Teoria Fonológica. Palavra fonológico e derivação em português brasileiro.. 2012. (Seminário).

9.
5ª Semana do Livro PUCRS.Teoria da Otimidade e Fonologia na mesa-redonda Introdução a estudos de fonologia do português brasileiro (coord. Leda Bsiol). 2011. (Encontro).

10.
III Seminário de Estudos Linguísticos - SELIN.Debatedor de projetos orientados pela Profa. Gládis Massini-Cagliari. 2011. (Seminário).

11.
VII Congresso Internacional da ABRALIN. Sobre a influência de condicionadores morfológicos na vaiação fonológica.. 2011. (Congresso).

12.
IV Encontro do Grupo de Pesquisa DINAFON.Percurso e avanços da Teoria da Otimidade - Desafios (em parceria com Gisela Collischonn). 2010. (Encontro).

13.
IX Encontro do CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul.Coordenador do GT "Fonologia e Morfologia". 2010. (Encontro).

14.
Jornada Internacional de Linguística da UCPel. 2010. (Outra).

15.
XIV Semana de Letras da UFRGS: Letras em perspectiva.Repensando a influência morfológica sobre os fenômenos de redução da nasalidade e de harmonia vocálica no português brasileiro. 2010. (Seminário).

16.
XV Congreso Internacional da la Asociación de Linguistica y Filología de América Latina. Sobre a interação entre palavra fonológica e palavra morfológica em português brasileiro. 2008. (Congresso).

17.
Capacitação Banco Avaliadores SINAES - Avaliador de Curso e Institucional. 2007. (Seminário).

18.
Colóquio Nacional A Pesquisa em Letras e Lingüística em Tempo de Pós. GT Fonologia e Morfologia. 2007. (Congresso).

19.
III Seminário Internacional de Fonologia.Produtividade na morfologia derivacional e na composição em dados do VARSUL. 2007. (Seminário).

20.
III Seminário Internacional de Fonologia.Alomorfia no sistema verbal do PB: abordagem de restrições.. 2007. (Seminário).

21.
PaPI 07 - Phonetics and Phonology in Iberia. Nasal reduction in unstressed diphtongs in southern Brazilian Portuguese. 2007. (Congresso).

22.
SIS - VOGAIS - Simpósio sobre vogais.Sobre a produtividade do processo de harmonia vocálica verbal no PB.. 2007. (Simpósio).

23.
12th International Morphology Meeting. Paradigmatic Correspondences in the Brazillian Portuguese Verbal Vowel System. 2006. (Congresso).

24.
VII CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul.Sobre o lugar da morfologia na Teoria da Otimidade. 2006. (Encontro).

25.
VII ENAL - Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem.Morfemas derivacionais e compostos do português brasileiro na fala de crianças de dois a sete anos de idade. 2006. (Encontro).

26.
Ciclo de Palestras Prof. Leo Wetzels. 2005. (Outra).

27.
III Encuentro de Gramática Generativa. Correspondências paradigmáticas na flexão verbal do PB: o fenômeno da harmonia vocálica revisitado.. 2005. (Congresso).

28.
I Jornada do Projeto VARSUL. 2005. (Encontro).

29.
PaPI 05 - Phonetics and Phonology in Iberia. Verbal vowel harmony in Brazilian Portuguese: a paradigmatic analysis. 2005. (Congresso).

30.
Seminário - Capacitação de Docentes Avaliadores Institucionais. 2005. (Seminário).

31.
VI Encontro do CELSUL. Teoria da Correspondência Transderivacional e a harmonia dos verbos em português. 2004. (Congresso).

32.
VI Encontro do CELSUL. O estatuto lexical e prosódico dos prefixos pré- e pós- no português falado na região sul. 2004. (Congresso).

33.
VII Congresso Nacional de Fonética e Fonologia; II Congresso Internacional de Fonética e Fonologia. Mesa-redonda VARIAÇÃO FONOLÓGICA EM DADOS DO SUL DO BRASIL/Harmonia vocálica verbal. 2004. (Congresso).

34.
XI Semana de Letras da UFRGS: novos e velhos horizontes.O estatuto lexical e prosódico dos prefixos pré- e pós- no português falado na região sul. 2004. (Seminário).

35.
II Encontro Nacional de Ciências da Linguagem Aplicadas ao Ensino (ECLAE).. 2003. (Encontro).

36.
III Congresso Internacional da ABRALIN. 2003. (Congresso).

37.
VI Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem. 2003. (Encontro).

38.
X Semana de Letras da UFRGS - Letras (re)contando suas histórias.O estatuto lexical dos prefixos pré- e pós- no português falado no RS. 2003. (Seminário).

39.
II Seminário Internacional de Fonologia.Prefixação e silabificação em português brasileiro e espanhol peninsular: abordagem de restrições. 2002. (Seminário).

40.
Seminário sobre Avaliação, Informação e Qualidade. 2002. (Seminário).

41.
XVII Encontro Nacional da ANPOLL. 2002. (Encontro).

42.
II Congresso Internacional da ABRALIN - Assoc. Brasileira de Lingüística. 2001. (Congresso).

43.
I Seminário Provão de Letras 2001. 2001. (Seminário).

44.
XII Encontro Regional do Projeto VARSUL. 2001. (Encontro).

45.
Congresso 500 anos da língua portuguesa no Brasil. 2000. (Congresso).

46.
II Encontro dos Centros Universitários do Rio Grande do Sul. 2000. (Encontro).

47.
IV Encontro do CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul. 2000. (Encontro).

48.
Seminário: Alfabetização em Debate. 2000. (Seminário).

49.
III Encontro do CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul. 1999. (Encontro).

50.
IV Seminário Internacional de Lingüística. 1999. (Seminário).

51.
X Encontro Regional do Projeto VARSUL. 1999. (Encontro).

52.
II Encontro Nacional Vestibular In Foco. 1998. (Encontro).

53.
IV Encontro Estadual sobre Redação no Vestibular. 1998. (Encontro).

54.
III Seminário do GT de Sociolingüística da ANPOLL. 1997. (Seminário).

55.
XII Encontro Estadual de Comissões do Vestibular. 1997. (Encontro).

56.
XII Encontro Estadual sobre redação no vestibular. 1997. (Encontro).

57.
I Encontro de Variação Lingüística do Cone Sul. 1996. (Encontro).

58.
II Encontro Estadual sobre Redação no Vestibular. 1996. (Encontro).

59.
I Encontro do CELSUL - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul. 1995. (Encontro).

60.
I Seminário Internacional de Fonologia. 1995. (Seminário).

61.
V Encontro Regional do Projeto VARSUL. 1995. (Encontro).

62.
IV Encontro Regional do Projeto VARSUL. 1994. (Encontro).

63.
IX Encontro das Comissões de Vestibular do Estado do RS. 1994. (Encontro).

64.
IX Encontro de Educadores do La Salle. 1994. (Encontro).

65.
VII Encontro Nacional da ANPOLL. 1992. (Seminário).

66.
VIII Seminário Integrado de Ensino de Línguas e Literatura. 1992. (Seminário).

67.
XXI Seminário Estadual de Educação da AEC - Associação de Educação Católica do Rio Grande do Sul. 1990. (Seminário).

68.
Treinamento sobre Língua Inglesa. 1985. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SCHWINDT, L. C.; SCHER, A. P. ; QUADROS, Emanuel Souza de ; MINUSSI, R. ; GARCIA, Guilherme Duarte . I Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2011. (Congresso).

2.
SCHWINDT, L. C.; COLLISCHONN, Gisela ; BATTISTI, E. ; OTHERO, G. A. ; MONARETTO, Valéria Neto de Oliveira ; ALVES, U. K. ; QUADROS, Emanuel Souza de ; GARCIA, Guilherme Duarte . III Simpósio sobre vogais. 2011. (Congresso).

3.
ABREU, Sabrina Pereira de ; REBELLO, L. S. ; SCHWINDT, L. C. . VIII Seminário de redação de vestibular da UFRGS: a norma culta e a redação de vestibular. 2009. (Outro).

4.
SCHWINDT, L. C.. XI Semana de Letras: novos e velhos horizontes. 2004. (Congresso).

5.
SCHWINDT, L. C.. X Semana de Letras: Letras (re)contando suas histórias. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Rossana Saute Kolodny. Marcação de gênero e classe temática em francês (título provisório). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Roberta Spessatto da Silva. Marcação de gênero em espanhol (título provisório). Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Débora Heineck. Os processos de encurtamento em português brasileiro: análise do truncamento e da hipocorização.. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Eduardo Elisalde Toledo. Sobre as vogais emergentes da derivação regressiva: uma proposta de descrição e explicação. Início: 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

3.
Camila Witt Ulrich. Abordagens abstracionaistas versus abordagens exemplaristas: o tratamento dos casos de alomorfia sufixal (título provisório). Início: 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

4.
Luciana Morales da Silveira. A monotongação de ditongos com vogal média em cidades do sul do Brasil. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Raquel Gomes Chaves. Início: 2018. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Iniciação científica
1.
Beatriz Alves Cerveira. Exponência de gênero e classe temática em português brasileiro. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. (Orientador).

2.
Júlia Ricardo. Exponência morfológica e fonologia variável em português brasileiro. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. (Orientador).

3.
Pedro Perini Surreaux. Exponência de gênero e classe temática em português brasileiro (estrangeirismos). Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Leonardo Gregory Maciel. Monitoria na disciplina de Estudos Linguísticos I. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Débora Heineck. Aspectos morfofonológicos do truncamento no português brasileiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Camila Witt Ulrich. A neutralização das vogais pretônicas e a formação de palavras complexas em PB: o caso dos sufixos -inho/-zinho, -mente e -íssimo. 2016. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Luciana Morales da Silveira. O emprego de -ção e -mento no português falado no sul do Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

4.
Emanuel Souza de Quadros. Competição morfológica e ilhas de confiabilidade na morfologia derivacional. 2015. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

5.
Aline Regina Horbach. A variação do ditongo nasal ÃO nas comunidades bilíngues de Panambi e Flores da Cunha. 2013. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

6.
Guilherme Duarte Garcia. Aquisição de acento primário em inglês por falantes de português brasileiro. 2012. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

7.
André Schneider. A epêntese medial em PB e na aquisição de inglês como LE: uma análise morfofonológica. 2009. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

8.
Aline Grodt. Um estudo sobre produtividade derivacional em dados do português falado em Porto Alegre. 2009. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

9.
Inaciane Teixeira da Silva. O uso do particípio em formações verbais no português do sul do Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

10.
Taize Winkelmann Teixeira. A forma e o uso dos diminutivos -inho e -zinho em variedades do português do sul do Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

11.
Patrícia Antunes Nunes de Lima. Morfemas derivacionais e compostos do português brasileiro na fala de crianças de dois a sete anos de idade. 2006. 91 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

12.
Taís Bopp da Silva. A redução da nasalidade em ditongos de sílaba átona em final de vocábulo entre falantes bilíngües e monolíngües do Rio Grande do Sul. 2005. 154 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Tese de doutorado
1.
Camila de Bona. O papel da frequência lexical em fenômenos fonológicos condicionados morfologicamente do português brasileiro. 2018. Tese (Doutorado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Gabriela Donadel. As palavras dentro da palavra: segmentações não convencionais na escrita de adolescentes e sua relação com o estatuto da palavra. 2013. Tese (Doutorado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Taís Bopp da Silva. Formãção de palavras compostas em português brasileiro: uma análise de interfaces. 2010. Tese (Doutorado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Taíse Simioni. 2018. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Ana Paula Gantus Charlier. Olhares sobre o adverbial. 2001. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Inês Teresinha Diettrich da Silva. O emprego dos adversativos e conclusivos em redações de pré-vestibular. 2001. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Margaret Rosa Godoy. Alterações ortográficas em textos de estudantes bilíngües de alemão/português: uma análise fonológico-fonética. 2000. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

4.
Eliege Maria Heffel Gil. As hipóteses por trás dos erros na escrita de crianças da segunda série do ensino fundamental. 2000. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

5.
Tatiana Batassini Barth. Compreensão de referências anafóricas e consciência lingüística. 2000. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Débora Heineck. Análise do fenômeno fonológico da haplologia no portugu6es falado em Lages/SC. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Rossana Saute Kolodny. Marcação de gênero e classe temática em português e em francês. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Thiely Andressa Schwingel. O emprego do subjuntivo e a hipercorreção linguística em dados do Vale do Taquari/RS. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

4.
Janderson Amaro de Oliveira. Considerações sobre questões de pontuação em provas de concursos públicos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

5.
Camila Witt Ulrich. A noção de palavridade na concepção de falantes de português brasileiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

6.
Emanuel Souza de Quadros. A estrutura e o uso da parassíntese em português. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

7.
Eduardo Elisalde Toledo. Um estudo prototípico do objeto direto em textos escritos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

8.
Aline Grodt. Formações de palavras novas em textos escritos: análise em morfologia lexical. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

9.
Fernanda Kamianecky. A teoria da variação lingüística. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

10.
Flávia Herbstrith da Costa. O comportamento do sujeito em textos de sétima e oitava séries: uma análise prototípica. 1996. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

11.
Maria Clotildes Castelo Carvalho. Fonética e fonologia no primeiro grau. 1995. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Iniciação científica
1.
Israel Fraga da Silva. Exponência de gênero e classe temática em português. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Caroline Girardi Ferrari. Produtividade da marcação de gênero em nomes no português brasileiro. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Rossana Saute Kolodny. Produtividade na marcação de gênero em nomes no português brasileiro - etapa II. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

4.
Rossana Saute Kolodny. Produtividade da marcação de gênero em nomes no português brasileiro. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

5.
Thiely Andressa Schwingel. Variação fonológica e morfologia. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

6.
Thiely Andressa Schwingel. O estatudo de palavra em português brasileiro: um estudo de interface morfologia-fonologia. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

7.
Camila Witt Ulrich. Consciência sobre palavridade no português brasileiro. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

8.
Thiely Andressa Schwingel. Condicionamento morfológico na variação das laterais pós-vocálicas no português falado no sul do Brasil. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

9.
Emanuel Souza de Quadros. Morfofonologia do PB: perspectiva de restrições. 2010. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

10.
Mariana Terra Teixeira. Morfofonologia do português brasileiro: perspectivas de restrições. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

11.
Camila Witt Ulrich. O estatuto de palavra no português brasileiro: um estudo de interface morfologia-fonologia. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

12.
Mariana Terra Teixeira. O estatuto de palavra no português brasileiro: um estudo de interface morfologia-fonologia. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

13.
Izadora Netz Sieczkowski. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

14.
Renato Augusto Vortmann de Barba. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

15.
Eduardo Elisalde Toledo. Morfofonologia do PB: perspectiva de restrições. 2008. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

16.
César Augusto Gonzalez. Morfofonologia do PB: perspectiva de restrições. 2008. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

17.
Cléo de Souza Diegues. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

18.
Thays Ruas Prado. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

19.
Aline Grodt. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

20.
André Schneider. Morfofonologia do português brasileiro: perspectiva de restrições. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

21.
Guilherme Duarte Garcia. Morfofonologia do PB: perspectiva de restrições. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

22.
Aline Grodt. O prefixo em português brasileiro e espanhol peninsular. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

23.
André Schneider. O prefixo em português brasileiro e espanhol peninsular. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

24.
Gláucia da Silva Henge. O prefixo em português brasileiro e espanhol peninsular. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

25.
Marisa Gutterres dos Santos. Harmonização vocálica no sul do Brasil.. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

26.
Marisa Gutterres dos Santos. Harmonização Vocálica no Sul do Brasil.. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

27.
Rosimara Padilha de Godoy. Harmonização vocálica no sul do Brasil. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

28.
Melissa Kuhn Fornari. Harmonização vocálica no sul do Brasil. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura em Letras) - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

Orientações de outra natureza
1.
Leonardo Teixeira Madrid Alves. Monitor de Conceitos Básicos de Linguística, turmas A e D.. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

2.
Paloma Carolina Seibt Jaeger. Monitoria da disciplina Conceitos Básicos de Linguística.. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

3.
Paloma Seibt Jaeger. Monitoria de Estudos Linguísticos I. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

4.
Yuli Souza Carvalho. Monitoria de Estudos Linguísticos I. 2015. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

5.
Jacqueline Menezes Soares Viana. Monitoria de Estudos Linguísticos I. 2014. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa da Ufrgs. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

6.
Thiely Andressa Schwingel. Monitoria de Tópicos de Morfologia. 2013. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

7.
Thiely Andressa Schwingel. Monitoria de Estudos Linguísticos I. 2012. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

8.
Leonardo Martins Vargas. Monitoria de Estudos Linguísticos I. 2011. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

9.
Paula Ceccon dos Santos. Disciplinas de Linguística. 2010. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

10.
Juliana Capitani da Silva. Monitoria em Linguística. 2009. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

11.
Izadora Netz Sieczkowski. Monitoria de Lingüística. 2008. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

12.
Leo Francisco Bobsin. Monitoria em Lingüística. 2007. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró-Reitoria de Graduação da UFRGS. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

13.
Paulo Henrique Pappen. Monitoria em Lingüística. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

14.
Marisa Gutterres dos Santos. Harmonização vocálica (apresentação de trabalho no IV Salão e Feira de Iniciação Científica). 2001. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

15.
Tatiana Batassini Barth. Consciência lingüística e compreensão de referências anafóricas e catafóricas (trabalho apresentado no III Salão e Feira de Iniciação Científica). 2000. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.

16.
Eliege Maria Heffel Gil. Processos fonológicos refletidos na escrita em diferentes grupos sócio-econômicos (trabalho apresentado no III Salão e Feira de Iniciação Científica). 2000. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade La Salle - Canoas. Orientador: Luiz Carlos da Silva Schwindt.



Educação e Popularização de C & T



Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SCHWINDT, L. C.. Entrevista ABRALIN sobre Morfologia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 4:38:24