Hélio Henkin

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3485516815571669
  • Última atualização do currículo em 08/02/2018


Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1981), mestrado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992) e doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001). É professor associado na Faculdade de Economia da UFRGS, onde já atuou como Diretor. Atualmente é Pro-Reitor de Planejamento e Administração da UFRGS. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Organização Industrial e Estudos Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: comércio exterior, exportações, competitividade, estratégia competitiva, políticas de promoção das exportações e desenvolvimento industrial. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Hélio Henkin
Nome em citações bibliográficas
HENKIN, H.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Economia.
Av. João Pessoa, 52
Farroupilha
90040-060 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 33084042
Fax: (51) 33164200
URL da Homepage: http:/www.ufrgs.br


Formação acadêmica/titulação


1994 - 2001
Doutorado em Economia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Mudança no Ambiente Competitivo e Resposta Estratégica das Empresas: O Caso da Indústria Moveleira no RS na Década de 90, Ano de obtenção: 2001.
Orientador: Achyles Barcelos da Costa.
Palavras-chave: indústria moveleira; Competitividade; estratégia competitiva; resposta estratégica; ambiente competitivo; agrupamento setorial.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial / Especialidade: Organização Industrial e Estudos Industriais.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional / Especialidade: Relações do Comércio; Política Comercial; Integração Econômica.
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral; Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
1982 - 1992
Mestrado em Economia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Inflação Alta na América Latina - Uma Análise da Trajetória das Teorias Estruturalistas,Ano de Obtenção: 1992.
Orientador: Roberto Camps Moraes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: inflação; América Latina; teorias estruturalistas; inércia inflacionária.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral.
1978 - 1981
Graduação em Ciencias Economicas.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: A Demanda Efetiva em Keynes e Kalecki.
Orientador: Pedro César Dutra Fonseca.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Pro-Reitor de Planejamento e Administração, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Alteração contratual em maio de 2001, de 20 horas semanais para 40 horas semanais com dedicação exclusiva enquadramento Funcional Professor Adjunto I Em 31/07/2005 Progressão Funcional para Adjunto II

Vínculo institucional

2009 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1986 - 2001
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 20

Atividades

01/2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Orçamento e Regência Patrimonial, .

Cargo ou função
Presidente.
12/2008 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Economia, .

Cargo ou função
Diretor de Unidade.
12/2008 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Universitário.
01/2008 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Economia, .

Cargo ou função
Diretor de Unidade.
03/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, .

Cargo ou função
Membro Titular designado para integrar o Conselho Gestor dos Arranjos Produtivos de Arroz do Rio Grande do Sul - AP/ARROZ-RS.
3/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Econômicas, Departamento de Ciências Econômicas.

Linhas de pesquisa
Economia da pequena empresa
5/2001 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Econômicas, Departamento de Ciências Econômicas.

5/2001 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Administração, Departamento de Administração.

1/1999 - Atual
Ensino, Economia Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estratégia Competitiva e Internacionalização de Empresas
Estruturação de Pequenas Empresas para Exportação
3/1986 - Atual
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
ECO228 ECONOMIA II-O
ECO231 MOEDAS E BANCOS I
ECO258 FORMAÇÃO ECONOMICA DO BRASIL
ECO279 ECONOMIA MONETARIA I
ECO232 ECONOMIA MONETARIA II
ECO280 ECONOMIA INDUSTRIAL
ECO274 TEC PES PROJ TRAB DIPLOMAÇÃO
ECO290 TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO
ECO022 AVALIAÇÃO E PRÁTICA PROJETOS
03/2009 - 07/2009
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria dos Jogos
03/2009 - 07/2009
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Laboratorio de Trabalho II
03/2009 - 07/2009
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Laboratório de Trabalho IV
08/2008 - 12/2008
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial A
08/2008 - 12/2008
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia de Empresas
08/2008 - 12/2008
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia (Micro e Macro) Turmas A,B,C,D,E,F,G,H,I,Jk,L,MN, Carga horária 90 horas
03/2008 - 07/2008
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial A
01/2008 - 04/2008
Direção e administração, Faculdade de Economia, .

Cargo ou função
Coordenador da COMGRAD em Relações Internacionais.
01/2006 - 01/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Graduação em Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Coordenador.
08/2007 - 12/2007
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia (INTRODUÇÃO) - Turmas A,B,C,D, E,F,G,H,I,J,K,L,M,N, - Carga Horária 60 horas - 4 créditos
08/2007 - 12/2007
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia de Empresas - Carga horária 60 horas - 4 créditos
08/2007 - 12/2007
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Internacionalização de Empresas: Estratégias e Práticas - Carga Horária 60 horas - 4 créditos
03/2007 - 07/2007
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Práticas de Comércio Exterior - Carga Horária 60 horas - 4 créditos
03/2007 - 07/2007
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Práticas de Comércio Exterior - Carga horária 60 horas - 4 créditos
09/2006 - 12/2006
Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Organização Industrial I
03/2006 - 12/2006
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial A Turma B - 2 semestres - Carga horária 60 horas 4 créditos
01/2006 - 12/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Economia/Departamento de Ciências Econômicas, .

Cargo ou função
membro da Comissão de Seleção de Professor Substituto na Área de Relações Internacionais.
10/2003 - 10/2006
Extensão universitária , Faculdade de Economia/Departamento de Ciências Econômicas, .

Atividade de extensão realizada
Economia e Tecnologia do Arroz e Impacto sobre o Desenvolvimento Regional.
12/2005 - 12/2005
Ensino, Direito Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Aula sobre o Tema Análise de Posicionamento Competititvo e Planjemaneot Estratégico
09/2005 - 12/2005
Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Organização Industrial I
08/2005 - 12/2005
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial A
08/2005 - 12/2005
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia de Empresas
5/2001 - 12/2005
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Infra Estrutura.

Cargo ou função
Pró-Reitor de Infra-Estrutura.
11/2005 - 11/2005
Ensino, Direito Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Aula sobre o tema: Fundamentos Econômicos sobre Empresas, Meracados e Estratégia Competititva
03/2005 - 07/2005
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial
03/2005 - 07/2005
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia de Empresas
01/2005 - 07/2005
Ensino, Economia Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estratégia Competitiva e Internacionalização de Empresas
01/2005 - 07/2005
Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estratégias Competitivas
03/2004 - 12/2004
Ensino, Ciencias Economicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Trabalho de Diplomação - 1º e 2º semestres
1/2004 - 2/2004
Ensino, Economia Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estratégia Competitiva e Internacionalização de Empresas
03/2003 - 07/2003
Ensino, Economia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Industrial
1/2003 - 2/2003
Ensino, Economia Empresarial, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estratégia Competitiva e Internacionalização de Empresas

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - 2001
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretor Técnico, Carga horária: 40
Outras informações
Atividades principais: gerenciamento e direção de programas e projetos de capacitação gerencial, tecnológica, inserção externa e acesso a crédito para micro, pequenas e médias empresas, bem como coordenação de projetos de pesquisa e análise setorial-regional.

Atividades

1/1999 - 5/2001
Direção e administração, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

Cargo ou função
Diretor-técnico.
3/1987 - 5/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

3/1987 - 5/2001
Serviços técnicos especializados , Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

Serviço realizado
Formulação e implementação de programas e projetos de diagnóstico e intervenção no campo do fomento gerencial, tecnológico e mercadológico a micro, pequenas e médias empresas.
5/1996 - 12/1998
Direção e administração, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

Cargo ou função
Diretor-Superintendente.
10/1989 - 5/1996
Direção e administração, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

Cargo ou função
Diretor-Técnico.
3/1987 - 10/1989
Direção e administração, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, .

Cargo ou função
Coordenador do Departamento de Pesquisa.

Banco Iochpe de Investimentos, IOCHPE, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Assessor Econômico, Carga horária: 40

Atividades

6/1985 - 6/1986
Direção e administração, Banco Iochpe de Investimentos, .

Cargo ou função
Coordenador do do Departamento Econômico.
1/1984 - 6/1986
Serviços técnicos especializados , Banco Iochpe de Investimentos, .

Serviço realizado
análise macroeconômica e setorial para suporte a atividades bancárias.

Rede Brasil Sul de Comunicações, RBS, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1987
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Assessor Técnico, Carga horária: 40

Atividades

6/1986 - 3/1987
Serviços técnicos especializados , Rede Brasil Sul de Comunicações, .

Serviço realizado
Assessoria Econômica para a direção Geral e suporte para planejamento.


Linhas de pesquisa


1.
Competitividade e Políticas Públicas para Aglomerados Industriais

Objetivo: Investigar os determinantes da competitividade, nos níveis nacional e internacional, em aglomerados industriais e desenvolver métodos ou ferramentas para o seu desenvolvimento, para aplicação por parte de instituições de fomento no Brasil..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral; Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
Palavras-chave: aglomerados industriais; competitividade setorial; cadeias produtivas; clustering; estratégia empresarial; política industrial.
2.
Economia da pequena empresa

Objetivo: Analisar a dinâmica de criação e desenvolvimento de pequenas empresas, procurando analisar os determinantes tecnológicos e estruturais que exercem influência sobre as possibilidades de expansão da presença de pequenas empresas na economia contemporânea, bem como analisar a evolução da pequena empresa no Brasil, em termos setoriais e regionais. Também é objetivo da pesquisa fazer uma análise das políticas e programas de fomento à pequena empresa no Brasil, buscando reunir elementos que possam contribuir para a sua melhoria, bem como para o desenvolvimento de técnicas de gestão na pequena empresa..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral; Outras Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
Palavras-chave: Pequena Empresa; economia da pequena empresa; entrepreneurship; política de apoio à pequena empresa; inovação e pequena empresa; gestão da pequena empresa.
3.
Estratégia e Internacionalização

Objetivo: Analisar o processo de formulação e implementação de estratégia exportadora em pequenas e médias empresas, tendo como base os fundamentos teóricos tanto de competitividade industrial quanto de gestão estratégica, buscando identificar padrões de condutoa empresarial e determinantes do êxito do esforço exportador e contribuir para o desenho de políticas e programas por parte de instituições de fomento..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Outras Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas; Política Econômica e Administração Pública em Geral.
Palavras-chave: Exportação; avaliadores de desempenho; gerenciamento estratégico; planejamento.
4.
Análise econômica setorial e regional

Objetivo: Avaliar as características técnico-estruturais de setores produtivos e sua presença em microregiões selecionadas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Política Econômica e Administração Pública em Geral; Outras Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
Palavras-chave: agrupamento setorial; inserção externa; Competitividade; fatores competitivos empresariais; tecnologia; cocnentração setorial e regional.
5.
Desenvolvimento de métodos e instrumentos para o fomento empresarial

Objetivo: Propiciar suporte técnico para o desenvolvimento de programas e projetos de apoio à capacitação competitiva das empresas assistidas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
Palavras-chave: gestão empresarial; capacitação empresarial; assistência tecnológica e gerencial; capacitação competitiva; pequenas e médias empresas; programas de fomento empresarial.
6.
Desenvolvimento de programas de promoção de exportação para pequenas e médias empresas

Objetivo: Desenvolver programas e instrumentos de incentivo à exportação de pequenas e médias empresas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
Palavras-chave: capacitação competitiva; apoio à exportação; cooperação empresarial para exportação; pequenas e médias empresas.


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Relações entre fatores setoriais, competências organizacionais e desempenho no esforço de inserção externa das empresas brasileiras: um estudo empírico multicasos.
Descrição: O projeto tem como objetivo analisar casos de empresas brasileiras que buscaram promover mudanças na sua inserção internacional, através de reposicionamento estratégico, envolvendo modificações de modelos de negócio, alteração e adequação de produtos, adoção de novas estratégias mercadológicas, entre outras iniciativas voltadas a superar os desafios impostos pelas condições sistêmicas de competitividade no Brasil e pelo acirramento da concorrência internacional ao longo dos últimos vinte anos. Apesar das condições adversas sob as quais as empresas brasileiras precisam concorrer no mercado externo (e no mercado interno), em decorrência de mudanças drásticas no ambiente competitivo, tem sido observados esforços de reposicionamento estratégico em diferentes setores do parque empresarial brasileiro. Tais esforços envolvem modificações importantes dos objetivos estratégicos das empresas e das capacitações organizacionais e funcionais. A descrição e análise de tais modificações, buscando a compreensão dos processos de decisão, de investimento e de operação necessárias a sua implementação, pode ser muito útil para a difusão de práticas mais avançadas de gestão da internacionalização de empresas. Trata-se de contribuir para que as empresas brasileiras superem os desafios contemporâneos da inserção externa, quer no aspecto das estratégias mercadológicas necessárias ao esforço exportador, quer sob o prisma da presença internacional das empresas brasileiras através de joint-ventures, subsidiárias de distribuição e subsidiárias de produção. O desenvolvimento brasileiro depende de iniciativas empreendedoras que permitam ao sistema produtivo obter condições de sobrevivência e expansão num contexto internacional cada vez mais desafiador. De um lado, há os novos players globais, com destaque para a China e seus vizinhos asiáticos. Por outro lado, os países desenvolvidos buscam manter suas participações de mercado, através de medidas que incluem barreiras protecionistas, além d.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador.
2012 - Atual
Competitividade Internacional, Estratégias Empresariais e o Risco de Desindustrialização: o caso de indústrias tradicionais de bens de consumo no Brasil no período 1990-2010
Descrição: O desenvolvimento deste projeto de pesquisa está voltado a analisar o desempenho das ITBC (indústrias tradicionais de bens de consumo: calçados, vestuário e móveis) brasileiras no período em que as transformações internas e externas à economia brasileira passaram a exigir-lhe a adoção de processos de reestruturação produtiva e reposicionamento estratégico, avaliando as alternativas de estratégia competitiva disponíveis em cada situação setorial, as escolhas das empresas e os resultados correspondentes, bem como buscando identificar evidências acerca da presença de tendências de desindustrialização em setores ou segmentos que integram o grupo das ITBC, comparativamente a outros setores da indústria de transformação brasileira. Em termos de resultados esperados da execução deste projeto de pesquisa destaca-se a possibilidade de analisar com critérios quantitativos e qualitativos a viabilidade dos esforços de superação dos desafios competitivos enfrentados pelas empresas, avaliando as implicações em termos de políticas públicas de fomento industrial. Além disso, ao se elaborar um estudo que contempla a especificidade e os aspectos distintivos das ITBC em relação a outros segmentos da indústria de transformação, abre-se a perspectiva de oferecer insights acerca de desenhos particulares de instrumentos de política industrial e de comércio exterior, que sejam mais eficazes para a realidade e características das ITBC. No âmbito acadêmico a pesquisa busca oferecer oportunidades para o desenvolvimento de teses, dissertações, monografias, artigos em congressos, em revistas acadêmicas e em jornais, colocando assim a Universidade no debate dos problemas colocados pela sociedade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Análise de Políticas, Instrumentos e Programas de Fomento à Exportação no Brasil com ênfase em ações setoriais
Descrição: O fomento às exportações brasileiras tem sido realizado através de iniciativas que afetam as empresas de modo geral (ações de incidência horizontal), bem como iniciativas que afetam as empresas setorial ou individualmente. As iniciativas de caráter setorial ocorrem através de medidas incidentes sobre todas as empresas de um determinado setor (por exemplo, quando há seletividade tributária que contempla setores específicos) ou, alternativamente, quando um subconjunto das empresas de um determinado setor adere a determinado programa ou projeto. Este é o caso de iniciativas de agências em nível federal (como a APEX, FINEP, BNDES, SEBRAE, entre outros) e também em esferas subnacionais (especialmente ações de secretarias estaduais de desenvolvimento e assuntos internacionais, agências locais do SEBRAE e do SENAI, entre outros). No âmbito da Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (APEX-Brasil) o fomento à inserção externa envolve de modo significativo o desenvolvimento e implementação de projetos de abrangência setorial. O caráter setorial refere-se tanto à delimitação das linhas de produtos das empresas beneficiárias (que se aglutinam por pertencer a uma mesma indústria ou integrarem uma determinada cadeia produtiva) quanto ao fato de que o apoio é concedido para um conjunto de empresas e não para uma empresa individualmente. O objetivo geral do projeto Análise de Políticas, Instrumentos e Programas de Fomento Setorial à Exportação no Brasil é construir e aplicar uma Metodologia de Avaliação de Projetos Setoriais de Promoção das Exportações, com foco em um sistema de avaliadores de desempenho, conectado com o processo de planejamento dos projetos e capaz de contemplar as dimensões analisadas no parágrafo anterior, propiciando condições para que os gestores dos diferentes projetos analisem a performance dos projetos setoriais como um esforço coletivo (ainda que permitindo avaliar a performance no nível das empresas individualmente). Na primeira.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Estudo para o desenvolvimento e a consolidação de uma arranjo produtivo local em inovação na área das ciências da saúde na região do Corede Metropolitano Delta do Jacuí
Descrição: Investigar as condições para aconsolidação de um arranjo produtivo local da Saúde na região do Corede Metropolitano Delta do Jacuí.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - Atual
Análise do Ambiente Competitivo e da Evolução da Produção da Indústria Calçadista
Descrição: Coleta de dados primários e tabulações e análise de produção da indústria calçadista..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador.Financiador(es): Assistencal - Auxílio financeiro.
2004 - 2008
A Economia do Arroz - Convênio ECO/IEPE-IRGA
Descrição: O projeto faz parte do convênio firmado entre o Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA) e a UFRGS, com vistas a estruturar um sistema de informações sobre a produção e comercialização de arroz, e propor estudos e análises relativas à inserção internacional, evolução e tendências do consumo de arroz e subprodutos, mudanças tecnológicas, tributação, entre outros temas específicos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador / Paulo Dabdab Waquil - Integrante / Augusto Mussi Alvim - Integrante / Paulo Antonio Jung M Jardim - Integrante / Tiago Sarmento Barata - Integrante.Financiador(es): Instituto Rio Grandense do Arroz - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4
2003 - 2005
Mudança no ambiente competitivo e estratégia empresarial: um estudo comparativo da reestruturação e das condições de competitividade em aglomerados industriais
Descrição: Analisar a resposta em termos de estratégia competitiva e de evolução das condições de competividade de distintos aglomerados industriais no io Grande do Sul, diante das mudanças do modelo de desenvolvimento industrial promovidas a partir de 1990..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador.
2003 - 2004
Condições de implementação, Resultados e Impacto do Programa SEBRAEEXPORT-APEX em empresas da Indústria de Autopeças do Rio Grande do Sul
Descrição: Os Programas Setoriais Integrados, dos quais o Programa SEBRAEEXPORT foi um dos primeiros a ser implementado, procuram estabelecer um esforço de cooperação interempresarial, com foco na prospecção e desnevolvimento de canais de comercialização para exportação dos seus produtos. A implementação destes programas tende a apresentar não apenas efeitos diretos sobre a conduta e a performance das empresas, mas também sobre a atuação de outras empresas e instituições que atuam nas regiões de abrangência do Programa, as quais podem acabar desenvolvendo uma oferta mais qualificada de serviços de suporte técnico e infra-estrutura para exportação. A avaliação destes efeitos é o objetivo da Pesquisa ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2010 - Atual
Núcleo de Análise de Mercado e Comércio Exterior (NAMEX)
Descrição: O Núcleo de Análise de Mercado e Comércio Exterior Brasileiro (NAMEX) é uma ação de extensão voltada a desenvolver estudos sobre as características dos mercados externos que sejam alvo de estratégias de pequenas e médias empresas, bem como sobre o impacto de acordos multilaterais de comércio sobre as exportações das empresas gaúchas, propiciando oportunidades de aprendizado prático aos alunos de Relações Internacionais e Economia. No ano de 2010 foram realizados estudos sobre os mercados internacionais para a indústria brasileira de calçados..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2010 - Atual
Metodologia de Avaliação de Projetos Setoriais de Exportação
Descrição: O objetivo do projeto é a elaboração e testagem de uma metodologia de avaliação de programas de apoio à exportação brasileira, tais como formulados e implementados pela Agência de Promoção das Exportações, através da construção de indicadores de desempenho exportador das empresas apoiadas no âmbito dos programas , incluindo a dimensão qualitativa da implementação dos programas e do desenvolvimento das competências organizacionais exportadoras das empresas apoiadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador.Financiador(es): Agência de Promoção de Exportações do Brasil - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Metodologia de Avaliação Contínua de Indicadores de Desempenho e Implementação de Estratégias de Inserção Externa: Desenvolvimento e Aplicação ao Caso Brasileiro no Contexto da Dinâmica Rececente da Economia Mundial
Descrição: O Núcleo de Estudos sobre Indústria, tecnologia e Comércio Internacional (NETIT-UFRGS), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações (APEX-BRASIL), irá desenvolver uma metodologia para avaliaçãi contínua de Indicadores de Desempenho e Implementação de Estratégias de Inserção Externa. Ademais como subsídio a este instrumento, será realizado um amplo estudo sobre o desempenho do setor externo da economia brasileira , por meio da análise dos impactos das transformações da ordem internacional sobre o Brasil, sua política externa, desempenho exportador e estratégias de internacionalização..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Hélio Henkin - Coordenador / Paulo Visentini - Integrante / André Moreira Cunha - Integrante / Flavio Benevett Fligenspan - Integrante / Marco Cepik - Integrante / Ricardo Dathein - Integrante / Eduardo Maldonado Filho - Integrante / Helena Lobato Jornada - Integrante / Gustavo Meira Carneiro - Integrante / Flavia Fillipin - Integrante / Katia Isse - Integrante / Cristieni Silva de Castilhos - Integrante.Financiador(es): Agência de Promoção de Exportações do Brasil - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial/Especialidade: Organização Industrial e Estudos Industriais.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas/Especialidade: Negócios Internacionais.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas/Especialidade: Estratégia Empresarial.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem.
Francês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


1993
Prêmio BNDES de Economia 1993, BNDES.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
HENKIN, H.2012HENKIN, H.; COSTA, Achyles Barcelos da . Organização Industrial e Inserção Internacional da Indústria Brasileira de Móveis. Ensaios FEE (Impresso), v. 33, p. 137-170, 2012.

2.
Astor Eugênio Hexsel2003 Astor Eugênio Hexsel ; HENKIN, H. . Os conceitos de eficácia operacional e estratégia propostos por Porter: fundamentos econômicos e análise crítica. Revista de Administração da USP. Volume 38. Número 3. Julho-Setembro 2003. p. 254-259. Autores. Astor Hexsel e Hélio Henkin. RAUSP. Revista de Administração, v. 38, p. 254-259, 2003.

3.
HENKIN, H.1996HENKIN, H.. Fundamentos Teóricos da Subcontratação Industrial: Formulações à Luz da Teoria dos Custos de Transação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.. Textos Didáticos Fce Ufrgs, 1996.

4.
HENKIN, H.1990HENKIN, H.. Razões, Riscos e Insuficiência da Reforma Monetária. Indicadores Econômicos. FEE. v. 18, n.1. (número especial sobre o tema Plano Collor: um Brasil Novo?). Indicadores Econômicos, 1990.

5.
HENKIN, H.1986HENKIN, H.. A Inflação na Ótica Keynesiana. Questões de Economia Política. Ano 2, n. 2,. Textos Didáticos Fce Ufrgs, 1986.

6.
HENKIN, H.1983HENKIN, H.. O Esquema Teórico de Friedman para a Análise das Flutuações de Curto Prazo e sua Visão da Teoria Geral. Análise Econômica. Ano 1, n.2.. Análise Econômica (UFRGS), 1983.

7.
HENKIN, H.1981HENKIN, H.. Os Esquemas de Kalecki sobre Demanda Efetiva - Perspetiva Econômica. Ano XVI, Vol. 11 n. 34. Perspectiva Econômica, 1981.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
HENKIN, H.. Política Industrial e Internacionalização. 1. ed. Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2014. v. 1. 199p .

2.
HENKIN, H.; HAAG, V. E. . Ampliando a Inserção Internacional dos Setores Farmoquímico e Farmacêutico Brasileiros: Alternativas Estratégicas. 1. ed. São Paulo: SINDUSFARMA, 2013. v. 1. 126p .

3.
HENKIN, H.. A Economia do Arroz: Competitividade e estratégias de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Rio Grande do Sul - em submissão. 1. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2010. v. 1. 192p .

Capítulos de livros publicados
1.
ROCKENBACH, B. ; HENKIN, H. . Desempenho Exportador das Firmas e Políticas de Promoção: Teorias e Evidências. In: Hélio Henkin. (Org.). Política Industrial e Internacionalização. 1ed.Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2014, v. 1, p. 61-82.

2.
HENKIN, H.. Trade-offs and Choices of Economic Policy in Brazil: The Lula Years and the New Directions toward Development after 2010. In: Fabio De Castro; Kees Koonings; Marianne Wiesebron. (Org.). Brazil Under the Workers' Party Continuity and Change from Lula to Dilma. 1ed.: Palgrave Macmillan, 2014, v. 1, p. 76-101.

3.
HENKIN, H.; GRUNDLING, R. D. P. ; OLIVEIRA, C. S. . O Cenário Internacional do Arroz: evolução e perspectivas. In: Hélio Henkin. (Org.). A Economia do Arroz: competitividade e estratégias de desenvolvimento da cadeia produtiva do Rio Grande do Sul. Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2010, v. 1, p. 15-39.

4.
HENKIN, H.; GRUNDLING, R. D. P. . O Arroz Brasileiro no Contexto do MERCOSUL. In: Hélio Henkin. (Org.). A Economia do Arroz: competitividade e estratégias de desenvolvimento da cadeia produtiva do Rio Grande do Sul. Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2010, v. 1, p. 61-70.

5.
HENKIN, H.; GRUNDLING, R. D. P. . Evolução e Descrição da Cadeia Produtiva do Arroz no Brasil. In: Helio Henkin. (Org.). A Economia do Arroz: competitividade e estratégias de desenvolvimento da cadeia produtiva do Rio Grande do Sul. 1ed.Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2010, v. 1, p. 71-100.

6.
HENKIN, H.; GRUNDLING, R. D. P. . A Cultura do Arroz no Rio Grande do Sul. In: HELIO KENKIN. (Org.). A Economia do Arroz: competitividade e estratégias de desenvolvimento da cadeia produtiva do Rio Grande do Sul. 1ed.Porto Alegre/RS: Editora da UFRGS, 2010, v. 1, p. 137-156.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
HENKIN, H.. Tendências Macroeconômicas e Setoriais para Industria de Calçados e Componentes. Impacto Econômico, Novo Hamburgo, p. 1 - 1, 01 fev. 2008.

2.
HENKIN, H.. A necessidade e a viabilidade de um projeto de desenvolvimento e aprimoramento competitivo da cadeia produtiva de calçados no Brasil: perspectivas e efeitos do cenário macroeconômico para o período 2008-2010. Impacto Econônico ASSINTECAL, 31 dez. 2007.

3.
HENKIN, H.. Evolução e Perspectivas da taxa de Inflação condicionantes para a formação de preços na cadeia produtiva calçadista. Impacto Econômico ASSINTECAL, 06 fev. 2006.

4.
HENKIN, H.. Análise da Performance Exportadora da Indústria Calçaidsta Brasileira. Impacto Econômico ASSINTECAL, 02 jan. 2006.

5.
HENKIN, H.. Cenário Macroeconômico: dados básicos para as decisões empresariais. Impacto Econômico ASSINTECAL, 08 nov. 2005.

6.
HENKIN, H.. A evolução da indústria calçadista no Brasil e tendências atuais (parte III). Impacto Econômico ASSINTECAL, , v. 06, 19 maio 2005.

7.
HENKIN, H.. A evolução da indústria calçadista no Brasil e tendências atuais (parte IV): mercado externo. Impacto Econômico ASSINTECAL, , v. 07, 08 maio 2005.

8.
HENKIN, H.. A evolução da indústria calçadista no Brasil e tendências atuais (parte II). IMPACTO ECONÔMICO ASSINTECAL, , v. 05, 31 mar. 2005.

9.
HENKIN, H.. A evolução da indústria calçadista no Brasil e tendências atuais (parte I). IMPACTO ECONÔMICO ASSINTECAL, , v. 04, 28 mar. 2005.

10.
HENKIN, H.. A questão da taxa de câmbio no Brasil e tendências para 2005-2006. Impacto Econômico ASSINTECAL, 21 mar. 2005.

11.
HENKIN, H.. O que as empresas de componentes para calçados podem esperar do mercado externo em 2005: efeitos sobre a produção e retabilidade. Impacto Econômico ASSINTECAL, 03 jan. 2005.

12.
HENKIN, H.. Tendências e efeitos do comportamento da taxa de inflação. Impacto Econômico ASSINTECAL, , v. 16, 28 set. 2004.

13.
HENKIN, H.. Taxa de Câmbio e Competitividade das Expotações do Brasil: evolução e tendências para o setor calçadista. Impacto Econômico ASSINTECAL, , v. 15, 10 set. 2004.

14.
HENKIN, H.. Impacto Econômico Assintecal Perspectivas Macroeconômicas e Setoriais. Impacto Econômico Assintecal, 30 abr. 2003.

15.
HENKIN, H.. Desafios Competitivos da Indústria Calçadista. Revista Passarela, Franca - SP, , v. 11, p. 16.

16.
HENKIN, H.. Tendências Macroeconômicas: o que esperar da econômia brasileira para 2007 (parte 1). Cenário Moveleiro.

17.
HENKIN, H.. Tendências do consumo no Mercado Interno (parte 2). Cenário Moveleiro.

18.
HENKIN, H.. Sintonia Fina no Planejamento Estratégico: tendências macroeconômicas no cenário pós-eleições. Cenário Movelerio.

19.
HENKIN, H.. Estratégia competitiva no nível da cadeia produtiva: os desafios para a indústria moveleira do Rio Grande do Sul. Cenário Moveleiro.

20.
HENKIN, H.. Evolução e tendências de localização na cadeia produtiva movelira do Brasil. Cenário Moveleiro.

21.
HENKIN, H.. Monitorando o cenário macroeconômica e avaliando os efeitos sobre o mercado moveleiro: o impacto do PAC a curto prazo. Cenário Moveleiro.

22.
HENKIN, H.. Evolução e tendências da indústria moveleira no Brasil: localização e competitividade. Cenário Moveleiro.

23.
HENKIN, H.. O cenário internacional, os efeitos sobre os setores exportadores brasileiros e as perspectivas da indústria moveleira. Cenário Moveleiro.

24.
HENKIN, H.. A posição competitiva da indústria da móveis do Brasil no mercado internacional: perspectivas em mercados selecionados (parte 1). Cenário Moveleiro.

25.
HENKIN, H.. A posição competitiva da indústria de móveis do Brasil no mercado internacional: perspectivas em mercados selecionados (parte 2). Cenário Moveleiro.

26.
HENKIN, H.. A posição competitiva da indústria da móveis do Brasil no mercado internacional: perspectivas em mercados selecionados (parte 3). Cenário Moveleiro.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
HENKIN, H.; LELIS, M. T. C. . Competitividade Industrial e Inserção Externa: Evidências da Indústria Calçadista com Ênfase no Cluster do Vale do Sinos.. In: X Encontro de Economia da Região Sul ? X ANPEC-Sul, 2007, Porto Alegre. X Encontro de Economia da Região Sul ? X ANPEC-Sul, 2007.

2.
HENKIN, H.. Principais Tendências Macroeconômicas e Setoriais 2008-2010. In: Workshop Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial, 2007, Novo Hamburgo. Workshop Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial. Novo Hamburgo: Assintecal, 2007. v. 1. p. 1-1.

3.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos . A Exportação como Estratégia nas Pequenas e Médias Empresas: Evidências e Implicações para os Programas de Apoio. In: XVII Congresso Latino-Americano de Estratégia, 2004, Itapema. Estratégia para o Desenvolvimento e Inserção Global, 2004.

4.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignês dos Santos . Desenvolvimento e Implantação do Balanced Scorecard em Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP: um caso de Pesquisa-Ação em uma Instituição de Microcrédito. In: ENANPAD, 2004, Curitiba. ENANPAD 2004, 2004.

5.
HENKIN, H.. A Competitividade na cadeia produtiva do arroz. In: VI Congresso Brasileiro de Economia Orizícola e I Congresso Latino-Americano de Economia Orizícola, 2004, Porto Alegre. O Futuro da Lavoura de Arroz será Discutido Aqui. Porto Alegre: IRGA, 2004.

6.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos . Desenvolvimento e implantação do Balanced Scorecard : Um caso de pesquisa-ação em uma Instituição de microcrédito. In: XXIV Encontro Nacional de Engenharia da Produção, 2004, Florianópolis, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
HENKIN, H.. Trade-offs and Choises of Economic Policies in Brazil under Lula. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
HENKIN, H.. Política de Competitividade e Política Industrial. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
HENKIN, H.. Mapeamento da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis do RS. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
HENKIN, H.. A Competitividade na Cadeia Produtiva. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
HENKIN, H.. Competitividade Industrial e Inserção Externa: Evidências da Indústria Calçadista com ênfase no Cluster do Vale dos Sinos. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
HENKIN, H.. Principais tendências Macroeconômicas e Setoriais para 2008-2010. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
HENKIN, H.. A economia mundial e efeitos sobre setores da indústria brasileira. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
HENKIN, H.. Introdução e o Enfoque Econômico. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
HENKIN, H.. Cadeia Produtiva ? Oportunidades e Importância. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
HENKIN, H.. Prêmio Exportação. 2008.

2.
HENKIN, H.. Suporte Técnico para o Processo de Consolidação do Posicionamento Competitivo e Adequação Organizacional da CAIXA/RS. 2005.

3.
HENKIN, H.. Análise e Propostas de aprimoramento dos Projetos de Apoio e Arranjos Produtivos Locais. 2005.

Trabalhos técnicos
1.
HENKIN, H.. Estudo sobre Complexo Industrial da Saúde no RS. 2012.

2.
HENKIN, H.. Desenvolvimento de Metodologia deAvaliação de Projetos de Inserção Exportadora das Empresas Brasileiras. 2012.

3.
HENKIN, H.. Avaliação de Projetos Setorais de Inserção Exportadora das Empresas Brasileiras. 2012.

4.
HENKIN, H.. Suporte Técnico à Implementação de Planejamento Estratégico no âmbito do MDIC. 2012.

5.
HENKIN, H.. Análise da Produção Brasileira de Calçados - Boletim Mensal desde maio de 2002. 2012.

6.
HENKIN, H.. Suporte Técnico para Implantação de Sistema de Avaliadores de Desempenho CaixaRS/Agência de Fomento. 2005.

7.
HENKIN, H.. Formulação e Análise de Programas de Fomento à Exportação. 2005.

8.
HENKIN, H.. Análise de Posicionamento Competitivo e Adequações Organizacionais da CaixaRS/Agência de Fomento. 2004.

9.
HENKIN, H.. Modelo de sistema de Inteligência Competitiva em Módulos Setoriais para Agências de Fomento. 2004.

10.
HENKIN, H.. Análise e Propostas de aprimoramento dos Projetos de Apoio e Arranjos Produtivos Locais. 2004.

11.
HENKIN, H.. Formulação e Análise de Programas de Fomento à Exportação. 2004.

12.
HENKIN, H.. Formulação e Análise de Programas de Fomento à Exportação. 2003.

13.
HENKIN, H.. Análise e Propostas de aprimoramento dos Projetos de Apoio e Arranjos Produtivos Locais. 2003.

14.
HENKIN, H.. Análise da Escolha de Tecnologia e Insumos na Produção de Solados. 2002.

15.
HENKIN, H.. Sistema de Informações Estratégicas Assintecal. 2002.

16.
HENKIN, H.. Perspectivas da Indústria Calçadista. 2002.

17.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignes dos Santos ; TIMMERS, Angela Gava . Projeto Análise de perfis de empresas exportadoras em cinco setores (Móveis I, Móveis II, Autopeças, Confecções e Materiais para Construção). 2001.


Demais tipos de produção técnica
1.
DICKEN, P. ; HENKIN, H. . Mudança Global: Mapeando as novas fronteiras da Economia Mundial. 2010. (Revisor Técnico e Consultor).

2.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos ; TIMMERS, Ângela Gava . Análise de perfis de empresas exportadoras no Setor de Móveis II. 2001. (Relatório de pesquisa).

3.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos ; TIMMERS, Ângela Gava . Análise de perfis de empresas exportadoras no Setor de Construção Civil. 2001. (Relatório de pesquisa).

4.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos ; TIMMERS, Ângela Gava . Análise de perfis de empresas exportadoras no Setor de Confecções. 2001. (Relatório de pesquisa).

5.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos ; TIMMERS, Ângela Gava . Análise de Indicadores de desempenho de empresas exportadoras do Setor de Móveis I. 2001. (Relatório de pesquisa).

6.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignez dos Santos ; TIMMERS, Ângela Gava . Análise de perfis de empresas exportadoras no Setor de Móveis I. 2001. (Relatório de pesquisa).

7.
HENKIN, H.. Administração para Bancários - V Edição. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Demais trabalhos
1.
HENKIN, H.. Prêmio Primus Inter Pares Assintecal Exportação. 2003 (Participação em Comissão Julgadora) .

2.
HENKIN, H.. Prêmio Primus Inter Pares Assintecal Exportação. 2002 (Participação em Comissão Julgadora) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
HENKIN, H.. Participação em banca de Vinicius Spader. Evidências do uso de effectuation na criação de novos negócios: um estudo de caso. 2012. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENKIN, H.. Participação em banca de Luciana Scalabrin Brand. Microsseguro: análise do mercado e perspectivas para o desenvolvimento do microsseguro de vida no estado do Rio Grande do Sul. 2012. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
HENKIN, H.. Participação em banca de Kátia Fernanda Issue. A indústria farmacêutica nacional e a importância dos medicamentos genéricos no seu desenvolvimento. 2011. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
HENKIN, H.. Participação em banca de Aziz Eduardo Calzolaio. A eleição de setores na Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (2003) ajudou a modernizar a estrutura produtiva brasileira?. 2011. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
HENKIN, H.. Participação em banca de José Carlos da Silva Gomes. Construção e Implementção do Balanced Score Card nas filiais Renner Sayerlack. 2011. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
HENKIN, H.; COSTA, Achyles Barcelos da; TATSCH, A. L.; TREZ, J. R.. Participação em banca de Thaisa Lunelli Rodrigues. Trajetória do arranjo produtivo local de móveis de Bento Gonçalves. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

7.
COSTA, Achyles Barcelos da; HENKIN, H.; ANTUNES JÚNIOR, José Antônio Valle; TREZ, J. R.; SOUZA, Yeda Swirski de. Participação em banca de Caio Marcio Garcia Vieira. A trajetória do arranjo calçadista de Goiânia-Goianira. 2010. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
HENKIN, H.; TUROLLA, F.A.; PORTO JÚNIOR, Sabino da Silva; FLORISSI, S.. Participação em banca de Luiz Gabriel Negreiros Passos. Liberalização dos serviços da aviação civil internacional no Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
HENKIN, H.; MONTEIRO, S.M.M.; GRAVONSKI, I; FLORISSI, S.. Participação em banca de Cristina do Carmo Postal Bergamaschi. O desenvolvimento sustentável e a empresa moderna: o caso da Bunge Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
HENKIN, H.. Participação em banca de Daniel Borja Valdez Montalvan. Web 2.0: Uma análise evolucionária do seu impacto nas empresas a nível global.. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
HENKIN, H.; CARIO, S. A. F.; CONCEICAO, O. A. C.; MARTINS, M. A.. Participação em banca de Rodrigo Morem da Costa. estratégias Competitivas e Desempenho Econômico: O Caso da Industria Automobilística Brasileira de 1986 a 2007. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
CUNHA, A. M.; LAHORQUE, Maria Alice; POVOLERI, L. M. L.; HENKIN, H.. Participação em banca de Breno Barreto Medeiros. Investimento Direto Estrangeiro, Transbordamentos e Produtividade Industrial: Teorias, Evidências, Políticas e Ações Institucionais Aplicadas ao caso Brasileiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
HENKIN, H.; WAQUIL, Paulo Dabdab; DEWES, H.; ALVIM, Augusto Mussi. Participação em banca de Luciane Dittgen Miritz. Diferenciação e Diversificação na Agroindústria Arrozeira do Rio Grande do Sul. 2007. Dissertação (Mestrado em Agronegócios) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
HENKIN, H.; ALVIM, Augusto Mussi; SOUZA, O. T.; STULP, V. J.. Participação em banca de Camilo Feliciano de Oliveira. Análise de Políticas Públicas para o Desenvolvimento da Orizicultura do Rio Grande do Sul no Âmbito do Mercosul. 2007. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontífica Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

15.
HENKIN, H.; MARTINEWSKI, A. L.; GALLI, O. C.; RHODEN, Marisa Ignes dos Santos. Participação em banca de Gustavo Carim Paiva Iamin. A Micro e Pequena Empresa Brasileira Exportadora e a Formação de Vantagens Competitivas Sustentáveis - Estudo de Casos. 2007. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
HENKIN, H.. Participação em banca de Reus Batista Cunha da Rosa. Os Fatores determinantes das Estratégias da Indústria de Equipamentos para Infra-Estrutura de Transportes Rodoviários no brasil de 1980 a 2005. 2007. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

17.
HENKIN, H.; NIQUE, Walter Meucci; FENSTERSEIFER, J. E.; RHODEN, Marisa Ignes dos Santos. Participação em banca de Patrícia Rodrigues da Rosa. Internacionalização da Empresa Marcopolo S.A.: um estudo de caso.. 2006. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

18.
SCHERRER, M. M.; HENKIN, H.. Participação em banca de Cristina Mabel Scherrer. A Indústria Siderúrgica Brasileira: Um Estudo Econométrico. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

19.
HENKIN, H.. Participação em banca de Rodrigo Stigger Dutra. A Arquitetura Organizacional Aplicada à Construção de Entidade de Autogestão em Saúde. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

20.
HENKIN, H.; WAQUIL, Paulo Dabdab; ALVIM, Augusto Mussi; SILVA, Paulo Régis Ferreira da. Participação em banca de Tiago Sarmento Barata. Caracterização do Consumo de Arroz: um estudo na região metropolitana de Porto Alegre. 2005. Dissertação (Mestrado em Agronegócios) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

21.
HENKIN, H.; VIDOTTO, C. A.; MENDONCA, H. F.; SILVA, E. S. B.. Participação em banca de Renato Quintes França. Regulação e Supervisão Bancária: A Experiência Brasileira. 2005. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

22.
HENKIN, H.; WAQUIL, Paulo Dabdab; ALVIM, Augusto Mussi; FEDERIZZI, Luiz Carlos. Participação em banca de Paulo Antonio Jung de Moura Jardim. Transferência de Tecnologia na Lavoura Arrozeira Gaúcha: uma análise do Projeto CFC. 2004. Dissertação (Mestrado em Agronegócios) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

23.
HENKIN, H.; COSTA, Achyles Barcelos da; SOUZA, Yeda Swirski de; ZANELLA, Fernando Caputo; ANTUNES JÚNIOR, José Antônio Valle. Participação em banca de Rejane Aparecida Duarte. Análise do Pólo Moveleiro de Lagoa Vermelha: um estudo visando a formação de clusters industriais. 2004. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

24.
HENKIN, H.; HILLBRECHT, Ronald Otto; MONASTERIO, L. M.; RIBEIRO, E. P.. Participação em banca de Audrei Fernandes Cadaval. Problemas de Coordenação das Redes de Cooperação: Um estudo de caso da Redefort no Município de Rio Grande. 2004. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

25.
HENKIN, H.. Participação em banca de Marcelo Callegari Hoertel. Análise Econômica e Jurídica da Adoção de Acordos de Exclusividade entre Fabricantes e Revendedores. 2004. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

26.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignês dos Santos; KRAEMER, Tânia Henke; KLIEMANN NETO, Francisco. Participação em banca de Ivan Rogério Cominetti. Proposta de Modelo Integrado de Gestão Financeira para Empresas de Pequeno Porte. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

27.
HENKIN, H.; NASCIMENTO, Luis Felipe Machado Do; ZAWISLAK, Paulo Antônio; FRACASSO, Edi Madalena. Participação em banca de Flávio Knihs. O Processo de Inovação da Indústria Têxtil. 2003. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

28.
HENKIN, H.; HILLBRECHT, Ronald Otto; FREITAS, Clailton Ataídes de; PORTO JÚNIOR, Sabino da Silva. Participação em banca de Caroline de Souza. Clusters Industriais: vantagem competitiva e desenvolvimento regional. 2003. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

29.
HENKIN, H.; ZAWISLAK, Paulo Antônio; PINHEIRO, Ivan Antônio; FRACASSO, Edi Madalena. Participação em banca de Luiz Antônio Curcio. O Processo da Inovação em Pequena Empresa. 2003. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

30.
HENKIN, H.; SLONGO, L. A.; ZAWISLAK, Paulo Antônio; LUCE, Fernando Bins. Participação em banca de Adriana Lários. Telefonia Celular: a terceira geração e os novos produtos e serviços. 2003. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

31.
HENKIN, H.; HILLBRECHT, Ronald Otto; ZANELLA, Fernando Caputo; BALBINOTTO NETO, G.. Participação em banca de Alessandro Nicolau Silva. Mudanças Organizacionais e Estruturas de Incentivo: o caso da RBS - no período de 1962 a 2002.. 2003. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

32.
HENKIN, H.; SLONGO, L. A.; NAKAYAMA, M. K.; PADULA, A. D.. Participação em banca de Maria Ângela Fernandes Rodrigues. Elementos Motivadores para a Criação do Próprio Negócio. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

33.
HENKIN, H.; CALLEGARO, C. A. M.; PADULA, A. D.; SLONGO, L. A.. Participação em banca de Denise Ries Russo. Problemas das Micro e Pequenas Empresas - Um estudo junto aos clientes do Balcão SEBRAE - Porto Alegre. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

34.
HENKIN, H.; CALLEGARO, C. A. M.; SLONGO, L. A.; NIQUE, Walter Meucci. Participação em banca de Júlio César Ferrazza. Avaliação de Mercado para um novo serviço do SEBRAE/RS - Prospecção de Mercado Interno em Nível Coletivo: o caso das doceiras de Pelotas. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

35.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignês dos Santos; FRACASSO, Edi Madalena; GALLI, O. C.. Participação em banca de Ricardo Barbará Dias. Sistema Abrangente de Avaliação de Desempenho: um estudo de caso do SEBRAE/RS. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

36.
HENKIN, H.; PEDROZO, Eugênio de Ávila; ROSSI, Carlos Alberto Vargas; LUCE, Fernando Bins. Participação em banca de André Luis Vieira Campos. O Impacto das Estratégias de Exportação no Desempenho das Empresas: o caso do Programa SEBRAExport Móveis. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

37.
HENKIN, H.. Participação em banca de Margarete Maria Gandini. Um Estudo dos Pólos Calçadistas Brasileiros sob A ótica de algomerados indústriais. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

38.
HENKIN, H.; SCHMIDT, C.; PEDROZO, E. Á.; MESQUITA, Z.. Participação em banca de Moisés Villamil Balestro. Confiança como base para redes de emrpesas: a experiência do Pólo Moveleiro de Bento Gonçalves. 2002. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

39.
HENKIN, H.. Participação em banca de Denise Bordini Roos. O Setor Industrial de Malharia Retilínea de Caxias do Sul: um estudo de aglomerado de pequenas empresas. 2001. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
HENKIN, H.. Participação em banca de Glaison Augusto Guerrero. Trajetória e Aprendizado Tecnológico do Setor de Máquinas-Ferramenta no Brasil. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENKIN, H.. Participação em banca de Gisele Sprícigo. Universidade e Inovação: A Cooperação entre Universidade, Empresa e a Geração de Inovação. 2012. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
HENKIN, H.. Participação em banca de Giovana Souza Freitas. As modificações na matriz energética brasileira e as implicações para o desenvolvimento sócio-econômico e ambiental. 2011. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
HENKIN, H.. Participação em banca de Marguit Neumann Gonçalves. Indústria Local no Brasil: o caso da indústria de máquinas e implementos agrícolas do planalto do Rio Grande do Sul. 2011. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
BALBINOTTO NETO, G.; MATTOS, C. C. A.; FURQUIM, P.A.; HENKIN, H.. Participação em banca de Tiaraju Alves de Freitas. A defesa da concorrência no mercado varejista de combustíveis líquidos: teoria, evidências e o uso de filtros para detectar cartéis. 2010. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
HENKIN, H.. Participação em banca de Sidney Soares Chaves. Cooperativismo de crédito e empresas de pequeno porte inseridas em arranos produtivos locais. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
PAIVA, C.A.N.; SILVEIRA, R.L.L.; RAMOS, M.P.; HENKIN, H.; PADULA, A. D.. Participação em banca de Marco Sntonio Fernandes de Oliveira. Gestão Empresarial e Desenvolvimento Regional: um modelo de gestão voltado à alavancagem da sustentabilidade das micro, pequenas e médias empresas de base local.. 2009. Tese (Doutorado em Curso de pós Graduação Stricto Sensu - Doutorado - da UNISINOS) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
HENKIN, H.. Participação em banca de Gilson Geraldino da Silva Junior. Inovacao, salarios e estrutura de mercado. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
HENKIN, H.. Participação em banca de Sidney Soares Chaves. Cooperativismo de crédito e empresas de pequeno porte inseridas em arranjos produtivos locais. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
HENKIN, H.. Participação em banca de Rogério Luis Reolon Anése. Arranjos Produtivos Locais e Capital Social no Vale do Jaguari/RS. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
HENKIN, H.. Participação em banca de Augusta Pelinski Raiher. A Influência do Capital Humano no Crescimento Econômico das Microrregiões Paranaenses. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
HENKIN, H.. Participação em banca de Fernanda Queiroz Sperotto. As vantagens produtivas do Cone Sul no mercado mundial de celulose e seus impactos regionais. 2009. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
HENKIN, H.. Participação em banca de Carlos Otávio Zamberlan. Comportamento inovador dos agentes agroindustriais: uma análise da agroindústria de beneficiamento de arroz no Rio Grande do Sul. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
HENKIN, H.; SCHMIDT, C.; VISENTINI, P.. Participação em banca de Diego Pautasso. A Política Externa Chinesa para a Rússia no Pós-Guerra-fria: O papel das Relações Bilaterais na Inserção Chinesa no Sistema Internacional. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENKIN, H.. Participação em banca de Augusta Pelinski. A influência do Capital Humano no Crescimento Econômico das Microrregiões Paranaenses. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
HENKIN, H.; ZAWISLAK, Paulo Antônio; PEDROZO, Eugênio de Ávila. Participação em banca de Jorge Renato de Souza Verschoore Filho. Redes de Cooperação Interorganizacionais. A definição dos fatores determinantes de gestão. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
HENKIN, H.. Participação em banca de Davi Doneda Mittelstadt.Política Industrial Brasileira Pós 2003 - Uma análise Porteriana 2012. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENKIN, H.. Participação em banca de Eduardo Cesar Bohn.A companhia inglesa das índias orientais: caso de estado ampliado?. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
HENKIN, H.. Participação em banca de Cláudio Diefenthäler.Regulação Econômica nas abordagens neoclássica e institucionalista: uma análise comparativa. 2009.

4.
HENKIN, H.. Participação em banca de Paulo Paulo Monteiro Vergara.A Inserção das Empresas Brasileiras na Economia Internacional através do Investimento Direto Externo. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
HENKIN, H.. Participação em banca de Carla Andréia Ronconi Holand.Inserção Internacional dos BiocombustÍveis Brasileiros: uma análise comercial e estratégica. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
HENKIN, H.. Participação em banca de Tibério Samuel Avancini Pinheiro.A Internacionalização de Empresas Brasileiras. Estudo de Caso: Tramontina. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
HENKIN, H.. Participação em banca de Marcelo Quevedo do Amaral.A análise da Evolução do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência à Luz Experiência Internacional. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
HENKIN, H.. Participação em banca de Ezequiel Giacomolli.A Indústria Brasileira de Software: evolução e condições de competitividade. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
HENKIN, H.. Participação em banca de Daniel Bohn Koshiyama.Fusões & Aquisições e Concentração na Indústria Brasileira de Agroquímicos a partir da Década de 90. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
HENKIN, H.. Participação em banca de Bianca Elisabete Seger Ferrareze.Teorias Econômicas da Regulação: A Experiência da Agência Estadual dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul - AGERGS. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Outros tipos
1.
HENKIN, H.; RHODEN, Marisa Ignês dos Santos; NIQUE, Walter Meucci. Participação em banca de Patrícia Rodrigues da Rosa. Internacionalização da Empresa X: um estudo de caso. 2005. Outra participação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CORAZZA, G.; HENKIN, H.; ESTRELLA, L. A.. Comissão de Seleção de Professor Substituto na Área de Relações Internacionais. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Outras participações
1.
HENKIN, H.; LAHORQUE, Maria Alice; FARIA, Luiz Estrella. Comissão de Seleção para Professor Substituto - Depto. Diências Econômicas. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENKIN, H.. Comissão Julgadora do Prêmio Primus Inter Pares Assistencal/Copesul na Categoria Exportação. 2002. Assistencal.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
39th Annual Conference da Eastern Economic Association. Structural Changes in Global Manufacturing: A Panel Data Analysis. 2013. (Congresso).

2.
Análise Cenário para Indústria de Componentes Calçadistas.Palestras de Análise de Cenário Macroeconômico Setorial para Indústria de Componentes para Calçados. 2012. (Seminário).

3.
Encontro ANPEC 2012.Trabalho apresentado no Encontro ANPEC 2012 com Rodrigo Morem da Costa. 2012. (Encontro).

4.
Painel de Perspectivas Marcoeconômicas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial 2008. 2007. (Seminário).

5.
Painel de Perspectivas Macroeconômicas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planjamento Empresarial 2007. 2006. (Seminário).

6.
Painel de Perspectivas Macreconômocas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial 2006. 2005. (Seminário).

7.
Painel de Perspectivas Macroeconômicas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial 2005. 2004. (Seminário).

8.
Painel de Perspectivas Macroecônomicas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial 2004. 2003. (Seminário).

9.
Painel de Perspectivas Macroeconômicas e Setoriais.Análise de Cenário para o Planejamento Empresarial 2003. 2002. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Luciano Romano D Andréa. Análise do impacto dos acordos comerciais na agenda estratégica da Cooperação Sul-sul na política externa brasileira. Início: 2012. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Tais Sozo Marcon. Avaliação de Políticas Públicas: o caso da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Início: 2012. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

3.
Luis Felipe Schwertz. Análise comparativa de indicadores industriais das indústrias brasileiras de alta e baixa tecnologia (1996 a 2009). Início: 2012. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

4.
Gilcinei Souza Schemes. Gestão dos Processos de Negócio como Base para Geração de Valor e Atingimento dos Objetivos Estratégicos: Um estudo de caso com base nos conceitos do Balanced Scorecard e Business Process Management. Início: 2012. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

5.
Rodrigo Silveira dos Santos. Reestruturação produtiva e evolução da competitividade da indústria brasileira de autopeças no período 1990-2010. Início: 2012. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

6.
Rafael Pavão. Implantação de Gerenciamento de Processos BPM Integrado ao Sistema de Avaliação de Desempenho. Início: 2012. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

7.
Gustavo Vanzetta. Bancassurance: Evolução e impactos sobre o mercado brasileiro de seguros. Início: 2010. Dissertação (Mestrado profissional em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Aline Gazola Hellmann. Avaliação de Políticas Públicas: o caso da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Início: 2012. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Letícia Braga de Andrade. O processo de inovação a partir da interação universidade e empresa na indústria de transformação.. Início: 2012. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

3.
Breno Barreto Medeiros. Alternativas ao Modelo de Política Industrial Brasileiro, Considerando a Exploração e Produção das Reservas de Petróleo e Gás (P&G) do Pré-Sal, tendo como referência o Modelo Norueguês. Início: 2012. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Evandro Marcos Zemolin. Análise da Evolução da competitividade e da inserção externa do complexo soja brasileiro. 2013. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

2.
Marina Miotto Becker. O processo de reestruturação e as mudanças de posicionamento estratégico das empresas da indústria calçadista brasileira no período de 1990 a 2011. 2012. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

3.
Ivana Silveira Bernardes. Formulação e implementação de estratégia competitiva: um estudo de múltiplos casos. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

4.
Daniel Borja Valdez Montalvan. Web 2.0: Uma análise evolucionária do seu impacto nas empresas a nível global.. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

5.
Alexandre Miranda Pagnoncelli. Estratégia Competitiva e Eficiência Operacional: um estudo de caso no setor de operadoras de planos de saúde do Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

6.
Hermano Francisco Mota Junior. Estratégia Mercadológica de Produtos: um estudo aplicado ao setor de bares e lanchonetes. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

7.
Ananda Barboza Quevedo. As Marcas Próprias como Estratégia Competitiva do Varejo Supermercadista: análise da competição entre as marcas de varejistas e as marcas dos fabricantes, segundo as cinco forças competitivas de Porter.. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

8.
Réus Batista. A indústria de máquinas pavimentadoras no Brasil: análise das condições de competitividade. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

9.
Breno Barreto Medeiros. Investimento Direto Estrangeiro, Transbordamentos e Produtividade Industrial: Teorias, Evidências, Políticas e Ações Institucionais Aplicadas ao caso Brasileiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

10.
Rodrigo Morem da Costa. Estratégias Competitivas e Desempenho Econômico: O Caso da Indústria Automobilística Brasileira de 1986 a 2006. 2008. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

11.
Francisco Assis Stürmer Júnior. Posicionamento Estratégico das Empresas de Calçados Femininos do Vale do Rio dos Sinos Frente ao Mercado Externo. 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

12.
Dênis Barreto de Souza. Competitividade e Estratégia: Uma Análise do Segmento de Outsourcing da Indústria Brasileira de Software. 2005. 111 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Hélio Henkin.

Tese de doutorado
1.
Miguel angelo Batista dos Santos. Fundamentos Econômicos e o imacto da política de fomento a micro e pequenas empresas:um estudo aplicado ao caso da atuação do SEBRAE/MS no período de 1990-2008. 2012. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

2.
Luiz Gilberto Monclaro Mury. Análise do posicionamento empresarial diante do acordo de livre comércio entre mercosul e união europeia: um estudo dos impactos sobre dois setores produtivos do Rio Grande do Sul. 2012. Tese (Doutorado em Estudos Estratégicos Internacionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

3.
Márcia Bianchi. Diversificação Produtiva e Empresarial do Cluster Metal-Mecânico Agrícola da Região Fronteira Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul: Uma Análise do Período de 1990 a 2010. 2009. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Hélio Henkin.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Tiago Kaplan. Competitividade,globalização produtivae inserção internacional da indústria siderúrgica brasileira>uma análise do período 1990-2010. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

2.
Rodrigo Neujahr Spohr. Análise da internacionalização e da competitividade da indústria automobilística alemã no período de 1990-2010. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

3.
Fernando Ferri. A estrutura e a estratégia concorrencial da indústria de fertilizantes no Brasil. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

4.
Graziela Ribeiro Sobral. Evolução da indústria de tratores agrícolas no Brasil:estrutura de mercado e competitividade no período 1994-2008.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

5.
Rafael Peretti. A internacionalização em arranjos produtivos locais: estudo de caso: APL moveleiro da serra gaúcha. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

6.
Eduardo Pereira Pinto. Incentivos e a crise do subprime. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Hélio Henkin.

7.
Rafaela Dalpian Grazziotin. A contribuição do plano de negócio para a sobrevivência e o sucesso de micro e pequenas empresas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

8.
Marcelo Quevedo do Amaral. A Análise da Evolução do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência à Luz da Experiência Internacional. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

9.
Ezequiel Giacomolli. A Indústria Brasileira de Software: Evolução e Condições de Competitividade. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

10.
Carlos Fernando Contursi Mabilde. Níveis Diferenciados de Governança Corportativa na Bolsa de são Paulo. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

11.
Jairo Eduardo de Barros Alves. Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável: Enfoque Teórico e Estudo de Caso. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

12.
Everton Reitz. Análise do Setor Hospitalar e Estudo de Caso de uma Instituição Privada. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

13.
Clarisssa Biason Guimarães. A indústria calçadista do Rio Grande do Sul: uma análise da competitividade e da inserção externa a partir do Plano Real. 2002. 125 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

14.
Paulo César da Cunha Bruscato. Competitividade Empresarial: O Impacto do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

15.
Silvia Letícia Lorenzetti. Capacidade Empreendedora e Dinamismo Econômico: Um Estudo de Caso e Implicações para o Desenvolvimento Econômico. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

16.
Lucia Coelho de Souza. As Empresas Gaúchas de Autopeças na Nova Cadeia Automotiva. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

17.
José Eduardo Sestari Argenton Jasnievicz. O Rio Grande do Sul como Pólo Exportador de Sucos. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

18.
Anuar Corrêa de Mello. Diagnóstico Economico da Indústria de Mármores e Granitos do RS. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

19.
Airton Valada. Uma Avaliação das Concepções de Mark-up a partir dos Métodos de Determinação de Preços nas Empresas. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

20.
Ero Araújo Dias. Produtividade do Trabalho e Qualidade Total: Uma Análise da Companhia Estadual de Energia Elétrica. 1995. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

21.
Deborah Badejo. A Indústria de Máquinas Agrícolas no Rio Grande do Sul. 1993. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

22.
Maristela Valério Kopp. Análises e Perspectivas da Indústria de Conserva de Alimentos da Zona Sul do Estado. 1992. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

23.
André da Cunha. A Determinação dos Preços Industriais sob Condições de Incerteza. 1992. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

24.
Gerson Menger. Evolução e Crise do Sistema Financeiro do Brasil. 1988. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

25.
Cássio José Dall'Agnese. Çoncepções Sobre Inflação Inercial e a Experiência dos Choques Heterodoxos no Brasil. 1988. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

26.
Jorge Maciel da Costa. Sistema Finaceiro do Brasil Pós-64. 1987. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

27.
Ricardo Franco Moreira. A Questão do Financiamento de Longo Prazo na Economia. 1987. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

28.
Antonio Augusto Dedavid. Inflação Inercial e Choque Heterodoxo - Uma Revisão de Literatura. 1986. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Hélio Henkin.

Iniciação científica
1.
Vanessa Hoffman de Quadros. Competitividade e Políticas Públicas em Aglomerados Industriais. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciencias Economicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Hélio Henkin.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


Membro do Prêmio RS de Exportação - desde 2008 - Representante da UFRGS no Conselho do Prêmio Exportação RS.

Professor do Curso de Pós-Graduação do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Contabilidade, pela Faculdade de Ciências Econômicas, no período de 2004 até a presente data, ministrando as disciplinas: Microeconomia I, Teorias do Imperialismo, Estratégia Competitiva, Economia Empresarial, Organização Industrial I e Planejamento Estratégico Empresarial.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 2:35:57