Maria Beatriz de Albuquerque David

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9109892966283367
  • Última atualização do currículo em 25/09/2017


Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Católica do Chile (1971), mestrado em Dea - École des Hautes Études en Sciences Sociales (1992) e doutorado em Economia - École des Hautes Études en Sciences Sociales (1997). Pró cientista da Universidade do Estado do Rio de Janeiro até o ano de 2006, consultor do Ministerio da Cooperação, parecerista - World Development e consultor sem vinculo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Crescimento e Desenvolvimento Econômico, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento, reforma agrária, competitividade, desenvolvimento sustentável, valoração e manejo de recursos naturais e desenvolvimento local. Atualmente é professora associada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e coordenadora executiva do Centro de Estudos de Estratégias de Desenvolvimento da UERJ (CEDES/UERJ) (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Beatriz de Albuquerque David
Nome em citações bibliográficas
DAVID, M. B. A.

Endereço


Endereço Profissional
Departamento de Evolução Econômica, Centro de Ciências Sociais, Departamento de Evolução Econômica.
Rua São Francisco Xavier 524 8ºandar Bloco A sala 8029
Maracanã
20550-013 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 25877509
Fax: (21) 5685590
URL da Homepage: http://www.uerj.br


Formação acadêmica/titulação


1992 - 1997
Doutorado em Economia.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Título: Les transformations de l´agriculture bresilienne: une modernisation perverse, Ano de obtenção: 1997.
Orientador: Ignacy Sachs.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: agricultura; Transformações.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Outros Setores.
1991 - 1992
Mestrado em Dea.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Título: Strategies bresiliennes d´insertion competitive et nouvelles conditions de l´economie mondiale: vues sous l´angle du secteur agricole,Ano de Obtenção: 1992.
Orientador: Jean Coussy.
Palavras-chave: Inserção Competitiva; Economia Mundial; Setor Agrícola.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Outros Setores.
1967 - 1971
Graduação em Ciências Econômicas.
Universidade Católica do Chile, UC, Chile.




Formação Complementar


2000 - 2000
Selection Interviewing Skill Workshop.
Comissão Econômica Para América Latina e Caribe, CEPAL, Chile.
1999 - 1999
Management. (Carga horária: 40h).
Un, UNITED NATIONS, Estados Unidos.
1998 - 1998
Avaliação de Politicas Publicas.
Banco Interamericano de Desenvolvimento, BID, Estados Unidos.
1991 - 1991
Summer Seminar in U.S. Studies. (Carga horária: 380h).
University of California, San Diego, UC San Diego, Estados Unidos.


Atuação Profissional



World Development, WORLD DEVELOPMEN, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Parecerista, Carga horária: 0

Atividades

8/2006 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Revista, Revista.

Atividade realizada
Parecer para artigos enviados para publicação na revista de acordo com pedidos do editor.

Université Paris 13 (Paris-Nord) - Campus de Villetaneuse, PARIS 13, França.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Atividades

5/2005 - 6/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Faculté Des Sciences Economique, .

5/2005 - 6/2005
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Economia do Desenvolvimento, Políticas Sociais e Geração de emprego

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Consultor Ad hoc, Enquadramento Funcional: Consultor sem vinculo, Carga horária: 0

Atividades

10/2004 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Bolsas no Exterior, .

Cargo ou função
Comissão de concessão de bolsas no exterior.

Ministerio da Cooperação, GTZ, Alemanha.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 0
Outras informações
Contratos consultoria (de curta duração) avaliação de programas da própria GTZ ou de país nas áreas de desenvolvimento, meio ambiente, setor rural.

Atividades

5/2004 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), .

Cargo ou função
Consultor.

Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Atividades

3/2003 - 12/2004
Pesquisa e desenvolvimento , Cids, .


Comissão Econômica Para América Latina e Caribe, CEPAL, Chile.
Vínculo institucional

1998 - 2002
Vínculo: Funcionario Internacional, Enquadramento Funcional: Diretor de Unidade, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/1998 - 05/2002
Direção e administração, Cepal, Unidade de Desenvolvimento Agrícola Fida Cooperação Francesa.

Cargo ou função
Diretor de Unidade.
10/1998 - 5/2002
Pesquisa e desenvolvimento , Cepal, Unidade de Desenvolvimento Agrícola Fida Cooperação Francesa.

9/1998 - 5/2002
Serviços técnicos especializados , Cepal, Unidade de Desenvolvimento Agrícola Fida Cooperação Francesa.

Serviço realizado
Convenios com outros instituições internacionais e academicas e assessoria a governos.
10/1999 - 11/2001
Ensino, Economia Latinoamericana, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Desenvolvimento Rural

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Convidado, Carga horária: 10

Atividades

8/1996 - 12/1996
Ensino, Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações na Agricultura Brasileira

Food And Agriculture Organization, FAO, Chile.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultora, Carga horária: 20

Atividades

8/1991 - 11/1991
Pesquisa e desenvolvimento , Oficina Regional da Fao Para América Latina e Caribe, .


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora associada, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora do Curso de Mestrado em Economia da UERJ e do Mestdrado e Doutorado de Direito

Atividades

2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Sociais, Departamento de Evolução Econômica.

11/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão, .

Cargo ou função
Conselheiro Representante do Centro de Ciências Sociais.
2/2005 - Atual
Ensino, Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estado, mercado e regulação
11/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Sociais, Departamento de Evolução Econômica.

11/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Sociais, Departamento de Evolução Econômica.

2/2003 - Atual
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Economia do Desenvolvimento Comparado
Padrões de Desenvolvimento Comparado
Complexo Agroindustrial
9/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo Superior de Estudos Governamentais, Programa de Estudos Sobre Agricultura e Desenvolvimento Sustentável.

3/1986 - Atual
Ensino, Ciências Econômicas e Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Agrícola
Formação Econômica do Brasil
Economia Politica I e II
Economia do Desenvolvimento Comparado
Economia Fluminense
Economia Brasileira
5/2003 - 10/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Consleho Superior de Ensino Pesquisa e Extensaõ, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa e Extensão-CESEP.
1/1990 - 11/1991
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conslelho Universitário, .

Cargo ou função
Conselheiro Representante do CCS.
11/1987 - 11/1990
Direção e administração, Centro de Ciências Sociais, Departamento de Evolução Econômica.

Cargo ou função
Chefe de departamento por dois mandatos.
1/1987 - 11/1989
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Superior de Ensino e Pesquisa Csep, .

Cargo ou função
Conselheiro Representante do CCS.

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Rj, IPEA-RIO, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 1998
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Técnico de Pesquisa, Carga horária: 40
Outras informações
Aposentada por esta instituição

Atividades

3/1980 - 9/1998
Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria de Pesquisa, .


Stockholms Universitet, LAI-SU, Suécia.
Vínculo institucional

1974 - 1979
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Atividades

7/1974 - 12/1979
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto da América Latina, .

7/1974 - 12/1979
Ensino, Latinoamerica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Agrícola
Teoria do Crescimento e Desenvolvimento Econômico


Linhas de pesquisa


1.
Crescimento e Desenvolvimento Econômico
2.
Economia Agrária
3.
Relações do Comércio, Política Comercial e Integração Econômica
4.
Perspectiva de Geração de Emprego e Renda: Parâmetros para avaliação de políticas
5.
Desenvolvimento uma análise comparativa União Européia-Mercosul EDCs
6.
Pespectiva de geração de emprego e renda: Parametros para avliação de políticas públicas
7.
Emprego
8.
Desenvolvimento
9.
Agricultura
10.
Reforma Agrária
11.
Integração Econômica e Economia Internacional
12.
Impacto das Reformas Econômicas e da Abertura sobre o Setor Agropecuário
13.
Economia Agrícola
14.
Teoria do Crescimento e Desenvolvimento Econômico
15.
Desenvolvimento Rural
16.
Crescimento Economica
17.
Economia Internacional
18.
Meio Ambiente
19.
Indicadores socio-economicos de desenvolvimento sustentável
20.
Geração de emprego e renda e o papel das variáveis macroeconomica
21.
Políticas sociais


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Projeto CAPES-COFECUB 809-14 - Energias Renováveis, Descentralização e o Papel dos Entes Federados
Descrição: O objeto do Projeto de Pesquisa consiste em analisar aspectos e potencialidades do emprego de energias renováveis no Brasil no âmbito de um federalismo que compatibiliza descentralização político-administrativa com cooperação material entre todos os seus integrantes, de modo a promover a sustentabilidade socioambiental, sem, contudo, desconsiderar as particularidades regionais e locais. Para apreender algumas dessas potencialidades brasileiras, serão estudadas as experiências francesas que já avançaram em questões de produção e incentivo de uso descentralizado de energias renováveis. O objetivo principal é propor alternativas regulatórias descentralizadas para o emprego de energias renováveis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (5) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Integrante / Mauricio Jorge Mota - Coordenador / Angela Moulin Penalva Santos - Integrante / Arícia Fernandes Correia - Integrante / Ronaldo Seroa da Motta - Integrante / Norbert Foulquier - Integrante / Fréderic Roulin - Integrante / Jean-Philippe Brouant - Integrante / Rosangela Marina Luft - Integrante / Pedro Avzaradel - Integrante / Talden Queiroz Farias - Integrante / Marco Marrafon - Integrante / Cláudia Tannus Gurgel do Amaral - Integrante / Igor Sporch da Costa - Integrante / Marcos Alcino de Azevedo Torres - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Outra.
2011 - 2014
Projeto de cooperação Brasil-Alemanha
Descrição: Este projeto tem fundamentalmente o intuito de estimular o intercâmbio acadêmico de doutorandos estrangeiros que desenvolvam um projeto de pesquisa voltado para o estudos de modelos de desenvolvimento sustentável em áreas de florestas tropicais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (6) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Cooperação técnica alemã - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 6
2011 - Atual
Centro de Estudos de estratégias de Desenvolvimento - CEDES UERJ
Descrição: O Centro de Estudo de Estratégias de Desenvolvimento(CEDES) é uma instituição dedicada aos altos estudos e projetos de pesquisa vinculados à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), cujo objetivo fundamental é analisar questões relacionadas às estratégias de desenvolvimento de países emergentes e atividades correlatas. O CEDES foi idealizado e constituído a partir de reuniões ocorridas durante as comemorações de 80 anos da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ, em outubro de 2010. Institucionalizado desde maio de 2011 via Ato Executivo da Reitoria, o CEDES vem estabelecendo parcerias acadêmicas nacionais e internacionais com o intuito de tornar-se referência em estudos voltados para análise de estratégias alternativas de desenvolvimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 4
2010 - Atual
Direito da Cidade
Descrição: O Projeto de Pesquisa em Direito da Cidade visa realizar pesquisas de cunho acadêmico e profissional em direito ambiental, regularização fundiária, propriedade urbana e participação social. Nosso Projeto de Pesquisa, vinculado ao Grupo de Pesquisa em Direito da Cidade, tem como veículo de divulgação de pesquisas, desde 2006, a Revista de Direito da Cidade no seguinte endereço eletrônico: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rdc/index A Revista de Direito da Cidade é classificada pela CAPES, Fundação vinculada ao Ministério da Educação, através de sua Comissão Qualis Periódicos, como Qualis A1, Direito. Revista de Direito da Cidade é indexada na Web of Science (ESCI). Ela foi incluída no Emerging Sources Citation Index da Web of Science. A Web of Science é o maior indexador mundial eletrônico de informação científica, mantido pela Thomson Reuters e integrado na ISI Web of Knowledge, Wok..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (5) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Integrante / Mauricio Jorge Mota - Coordenador / Cláudia Tannus Gurgel do Amaral - Integrante / Marcos Alcino de Azevedo Torres - Integrante / Emilio Enrique Dellasoppa - Integrante.
2009 - Atual
Estratégias de Desenvolvimento, governança e sustentabilidade
Descrição: Projeto de pesquisa constante da Pesquisa O Governo Economico e o Desenvolvimento parte do acordo entre a Universidade de Peicardie- Jules Verne/PVJ/CRIISEA e a UERJ para estabelecer uma programa de pos-graduação com dupla diplomação e promover uma teorização dos modos de desenvolvimento e a governança. O objetivo deste projeto de pesquisa é apreender os fundamentos teóricos e os mecanismos de valoração, incentivos e normas que sejam cpazes de estimular o desenvolvimento e de conciliar os objetivos de sustentabilidade (criando eficiência, equidade social e de uso dos recursos) em uma perspectiva de longo prazo.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - Atual
Bases para uma estratégia de desenvolvimento com coesão social: rumo à consturção de novas alternativas visando superação dos efeitos assimétricos da globalização
Descrição: Proejto conjunto com Universidades francesas onde se busca através de uma análies comparativa traçara alternativas para o desenvolvimento econômico com coesão social.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador / Pierre Salama - Integrante / Bruno Lautier - Integrante / Mauricio Jorge Mota - Integrante / Mauricio Dias David - Integrante / Jaime Marque Pereira - Integrante / Alexis Saludjian - Integrante / Mamadou Camara - Integrante / Miguel Bruno - Integrante / Washington de Brito - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Universidade de Brasília - Cooperação / Université Paris 13 (Paris-Nord) - Campus de Villetaneuse - Cooperação / Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne - Cooperação / Centre de Recherche Université Picardie - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2004 - 2006
Perspectivas de geração de emprego e renda: Parametros para avaliação de polítias
Descrição: As políticas de geração de emprego e renda enfrentam hoje não só os desafios tradicionalmente relacionados com a redução , por razões conjunturais ou estruturais carcterísticas de cada paíse , mas também um rocesso generalizado, no qual as oportunidade de emprego se reduzem a escala mundial.As políticas de inclusão socia e combate ao desemprego têm se tornado, uma prioridade nas agendas governamentais, tanto nas economias industrializadas quanto nas eonomias em desenvolvimento. No Brasil, as mudanças que ocorreram durante esta década na esfera econômica e na natureza do emprego são estruturais determinando amplas repercussões sociais. As políticas de emprego têm buscado servir a dois objetivos, às vezes contraditórios: o atendimento à agenda de competitividade e à agenda social.O objetivo central da pesquisa é definir critérios de avaliação dos serviços prestados pelo Sine e delinear elementos que foavoreçam a efieciência, eficácia e efetividade de serviços desta natureza. Para comprrender o processo de geração e supressão de opotunidade de iserçào produtiva, a pesquisa recorrerá a técnicas de análise multivariadas, buscando estabelecer relações de causalidade e os determinantes macro e micro-econômicos desses processo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador / Maurício Dias David - Integrante / Paula Rollo - Integrante / Ari Silva - Integrante / Pierre Salama - Integrante / Isadora Medeiros Frias - Integrante.Financiador(es): Université Paris 13 (Paris-Nord) - Campus de Villetaneuse - Cooperação / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Remuneração.
2004 - 2005
Reorientação Produtiva na Zona da Mata Pernambucana
Descrição: Análise da trajetória das cadeiras produtivas da região da Zona da Mata Pernambucana.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.
2003 - 2004
Planejamento Estratégico eDesenvolvimento sustentável do Estado do Rio de Janeiro
Descrição: Construir indicadores de diagnóstico, acompanhamento e impacto das políticas e projetos do governo estabelecendo prioridades.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.
2003 - 2003
Avaliação do Programa Bolsa Escola
Descrição: Participei em licitações e ganhei, em conjunto com a Universidade de Brasília, a Avaliação do Programa Bolsa Escola do Governo Federal, cujo relatório serviu para aperfeiçoar o atual Programa Bolsa Família, sucessor do programa avaliado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2004
Promoção do desenvolvimento econômico sustentável das áreas beneficadas pela reforma agrária
Descrição: O elevado grau de concentração da propriedade da terra no país e o reconhecido peso político dos movimentos sociais de luta pela terra fazem da questão agrária um tema importante da agenda nacional de desenvolvimento. Este projeto é a continuidade de uma linha de pesquisa sobre a viabilidade economica e as condições sociais e economicas dos beneficiários das políticas agrárias. Para contribuir a que a política agrária cumpra sua missão, a pesquisa busca estabelecer as bases para a construção de uma estratégia de desenvolvimento econômico e social sustentável nas áreas cobertas pelos programas de reforma agrária. Pretende, assim investigar as possiblidades da pequena produção incorporar tecnologia e, mais especificamente, de um de seus segmentos - os pequenos produtores familiares..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.
2000 - 2002
Indicadores socio-economicos de degradação e desertificação
Descrição: Criação de indicadores de desenvolvimentos sustentável (econômicos, sociais e ambientais) para monitorar, medir impactos e resultados de políticas e projetos de desenvolvimento regional e local.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Ministerio da Cooperação - Auxílio financeiro.
2000 - 2002
Liberalização do comércio de produtos agrícolas:Integração regional y negociações multilaterais
Descrição: Negociações de produtos agrícolas entre blocos comerciais.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Centre D'étude Prospectives Et D'informations Internationales - Cooperação.
2000 - 2001
Os impactos da abertura comercial sobre o nivel e a estrutura das atividades economicas
Descrição: Estuda a competitividade, a especialização e as barreiras comerciais entre os principais blocos comerciais.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Centre D'étude Prospectives Et D'informations Internationales - Cooperação / Ministerio das Relações Exteriores da França - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
1998 - 2002
Sistema de informação para o apoio a pesquisa e o desenho, seguimento e formulaçà de políticas
Descrição: Construção de um sistema de informações e indicadores socio-econômicos e ambientais.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.Financiador(es): Ministerio das Relações Exteriores da França - Auxílio financeiro / Fundo das Nações Unidas de Combate a Pobreza Rural - Auxílio financeiro.
1998 - 2001
Acesso a Terra para Pequenos Produtores
Descrição: Estudar as formas de acesso à terra para pequenos produtores agrocpecuários nos paises latinoamericanos e do Caribe.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador.


Projetos de desenvolvimento


2011 - Atual
Núcleo de Estudos de Estratégias de Desenvolvimento - Brasil, Índia e China
Descrição: Projeto de pesquisa que enfatiza a análise de políticas estratégicas de desenvolvimento nos países emergentes, especialmente Brasil, China e Índia e seus impactos na configuração do cenário político internacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Beatriz de Albuquerque David - Coordenador / Maurício Dias David - Integrante / Alexis Saludjian - Integrante / Alexis Toríbio Dantas - Integrante / Luiz Fernando de Paula - Integrante / Annyeli Damião Nascimento - Integrante / Elias Khalil Jabbour - Integrante / Marcos Costa Ferreira Lima - Integrante / Ephim Shluger - Integrante / Carlos Octávio Ocké Reis - Integrante / Hawa Diawara - Integrante.


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Revista Quaestio Iuris
2013 - Atual
Periódico: Sustentabilidade em Debate
2012 - Atual
Periódico: Revista Árvore (Online)
2008 - Atual
Periódico: Revista S[ynthesis
2006 - Atual
Periódico: World Development
2000 - 2012
Periódico: Revista ADVIR


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Revista Árvore (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Sustentabilidade em Debate


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico/Especialidade: Crescimento e Desenvolvimento Econômico.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional/Especialidade: Relações do Comércio; Política Comercial; Integração Econômica.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia do Bem-Estar Social/Especialidade: Economia dos Programas de Bem-Estar Social.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional/Especialidade: Teoria do Comércio Internacional.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais/Especialidade: Economia Agrária.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Sueco
Compreende Razoavelmente, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2003
Paraninfo da Turma de Formandos de Ciências Econômica 2003, UERJ/FCE.
1997
Título de Doutor Menção Trés Honorable, École des Hautes Estudés en Sciences Sociales.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DAVID, M. B. A.2015DAVID, M. B. A.. Eficiência contestável dos instrumentos legais e das políticas públicas para aumentar a oferta de habitações nas grandes metrópoles. Revista de Direito da Cidade, v. 7, p. 42-62, 2015.

2.
DAVID, M. B. A.2006DAVID, M. B. A.; ROLLO, Paula de A . The rural sector: a resounding sucess or the biggest example of change in the Lula Government´spolicy direction?. Economic And Political Weekly, Mumbai New, India, v. 41, n.8, p. 683-686, 2006.

3.
WANIEZ, P.2000WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; DAVID, M. B. A. ; HESS, D. R. . Les Regións de Production de Bois au Brésil. Bois Et Forets Des Tropiques, Montpellier, 2000.

4.
DAVID, M. B. A.2000DAVID, M. B. A.. Perspectivas y restriciones al desarrollo sustentable de la produccíon forestal. Desarrollo Productivo, Santiago do Chile, v. 85, p. 1-64, 2000.

5.
DAVID, M. B. A.2000DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Intégration régionale et commerce des produits agricoles: le cas du Mercosud en Cahiers du Brésil contemporain. Maison Des Sciences de l Homme, Paris-III, v. 41/42, 2000.

6.
DAVID, M. B. A.2000 DAVID, M. B. A.; DIRVEN, M. ; VOGELGESANG, F. . The Impact of the New Economic Model on Latin America´s Agriculture. World Development, Washington,DC September 2000, v. 28, n.9, p. 1673-1688, 2000.

7.
WANIEZ, P.1999WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; DAVID, M. B. A. . Les Mutations de l´Espace Agro-pastoral Brésilien. Mappemonde, Montpellier, v. 53, n.1, p. 26-33, 1999.

8.
DAVID, M. B. A.1998DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. . Situação Social e Demográfica dos Beneficiários da Reforma Agrária: Um Atlas. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.548, p. 1-37, 1998.

9.
WANIEZ, P.1998WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; DAVID, M. B. A. . Les Beneficiaires de la Reforme Agraire ou Brésil. L Information Geografique, Paris, n.4, p. 173-177, 1998.

10.
DAVID, M. B. A.1997DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. . Atlas dos Beneficiários da Reforma Agrária. Estudos Avançados, São Paulo, v. 11, n.31, p. 51-68, 1997.

11.
DAVID, M. B. A.1997DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Integration Regionale et le Commerce de Produits Agricoles: Le Cas du Mercosud. Cahiers du Brésil Contemporain, p. 26-56, 1997.

12.
DAVID, M. B. A.1997DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Integração Regional e o Comércio de Produtos Agrícolas. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.494, p. 1-95, 1997.

13.
DAVID, M. B. A.1996DAVID, M. B. A.. Setor Agrário, Modernização e Emprego. Caderno do Centro de Ciências Sociais da Uerj, Rio de Janeiro, v. 1, n.1, p. 51-59, 1996.

14.
DAVID, M. B. A.1995DAVID, M. B. A.. La Modernisation Perverse de l´Agriculture Bresilienne et la Estructure de la Terre au Bresil. Cahiers du Brésil Contemporain, p. 151-168, 1995.

15.
DAVID, M. B. A.1988DAVID, M. B. A.. A Política Agrícola e o Comércio Exterior. Revista Brasileira de Comércio Exterior, Rio de Janeiro, v. 18, p. 6-13, 1988.

16.
DAVID, M. B. A.1987DAVID, M. B. A.. Política Agrícola - Sessão Permanente do Boletim de 1987 a 1991. Boletim de Acompanhamento Conjuntural Mensal Ipea, Rio de Janeiro, 1987.

17.
DAVID, M. B. A.1986DAVID, M. B. A.. Proposta de Diretrizes Preliminares para uma Política de Abastecimento. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.87, p. 1-49, 1986.

18.
DAVID, M. B. A.1986DAVID, M. B. A.. Os Impactos da Política de Comercialização Agrícola sobre a Produção e os Preços. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.88, p. 1-49, 1986.

19.
DAVID, M. B. A.1986DAVID, M. B. A.. O controle dos preços dos alimentos e seus efeitos sobre a produção e o abastecimento - considerações para o ano de 1986. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.93, p. 1-39, 1986.

20.
DAVID, M. B. A.1984DAVID, M. B. A.. O papel atual da fronteira agrícola brasileira. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.63, p. 1-19, 1984.

21.
DAVID, M. B. A.1981DAVID, M. B. A.. Tipo de Fronteira e Modelo de Colonização na Amazônia: Revisão da Literatura e Especificação de uma Pesquisa de Campo. Texto para Discussão (Campinas), Rio de Janeiro, n.38, p. 1-84, 1981.

22.
DAVID, M. B. A.1979DAVID, M. B. A.. A Agricultura Chilena: Modernização Capitalista ou Regressão a Formas Tradicionais. Novos Estudos. CEBRAP, n.23, p. 165-184, 1979.

23.
DAVID, M. B. A.1979DAVID, M. B. A.. A Agricultura Chilena: Modernização Capitalista ou Regressão a Formas Tradicionais. Ibero Americana, v. 6, n.2, p. 11-31, 1979.

24.
DAVID, M. B. A.1979DAVID, M. B. A.. La Agricultura Chilena: Modernización Capitalista o Regresión a Formas Tradicionales. Research Papers, n.3, p. 11-31, 1979.

25.
DAVID, M. B. A.1979DAVID, M. B. A.. Incidencia del Progreso en el Crecimiento Económico: El caso Brasileño. Revista de Economia Latino Americana, n.54, p. 181-203, 1979.

26.
DAVID, M. B. A.1979DAVID, M. B. A.. A Agricultura Chilena: Modernização Capitalista ou Regressão a Formas Tradicionais. Novos Estudos. CEBRAP, v. 23, p. 165-184, 1979.

27.
DAVID, M. B. A.1976DAVID, M. B. A.. Progeso Tecnológico y Crecimiento Económico. Ibero Americana, Estocolmo, v. 6, n.1, p. 20-37, 1976.

28.
DAVID, M. B. A.1976DAVID, M. B. A.. Incidencia del progreso tecnológico en el crecimiento económico: el caso brasileño. Ibero Americana, Estocolmo, v. 6, n.1, p. 20-37, 1976.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; BIAGGI, E. M. ; ROLLO, P. A. ; RODRIGUES, M. S. . Transformaciones Recientes en el Sector Agropecuario Brasileño: Lo que muestran los censos (Ebook). 1. ed. Bogotá: CEPAL - Ebook Edition, 2016. v. 1. 127p .

2.
DAVID, M. B. A.; ALMEIDA, A. L. O. . Tipos de fronteira e modelos de colonização na Amazônia : revisão da literatura e especificação de uma pesquisa de campo (Ebook). 1. ed. Rio de Janeiro: IPEA - Ebook Edition, 2016. v. 1. 80p .

3.
DAVID, M. B. A.. Desarrollo rural en América Latina y el Caribe. La construcción de un nuevo modelo? (Ebook). 1. ed. Bogotá: CEPAL - Ebook edition, 2014. v. 1. 164p .

4.
DAVID, M. B. A.. La competitivité de l'agriculture et de l'industrie agroalimentaire dans une perspective de liberalisation comercial. 1. ed. Paris: CEPii, 2002. v. 1. 158p .

5.
DAVID, M. B. A.. El mercado de tierras en America Latina. 1. ed. Santiago do Chile: CEPAL, 2002. v. 2. 281p .

6.
DAVID, M. B. A.. Experiencias de políticas exitosas de combate a la pobreza rural. 1. ed. Santiago do Chile: CEPAL, 2002. v. 1. 220p .

7.
DAVID, M. B. A.; OUTROS, Maria Beatriz de Albuquerque David e ; La competitivité de l'agriculture et des industries agro-alimentaires dans le Mercosur et l'Union Européenne dans une perspective de libéralisation commerciale. 04. ed. Paris-França: CEPII, 2002. v. 1. 142p .

8.
SALAMA, Pierre ; Destremau, B. ; DAVID, M. B. A. . Medida de la pobreza desmedida: economía política de la distribuición del ingreso. 1. ed. Santiago: LOM, 2002.

9.
DAVID, M. B. A.. Desarollo rural en América Latina y el Caribe. 2. ed. Bogota: CEPAL/Alfaomega S.A, 2001. v. Único.

10.
DAVID, M. B. A.. Una década de luces y sombras, América Latina y el Caribe en los años noventa. 1. ed. Bogota: CEPAL/Alfaomega S.A, 2001. v. Único.

11.
DAVID, M. B. A.; MORALES, C. . Desarrollo Rural en América Latina y el Caribe: La Construcción de un Nuevo Modelo?. Santiago do Chile: CEPAL, 2000.

12.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; BIAGGI, E. ; ROLLO, P. A. ; RODRIGUES, M. S. . Transformaciones Recientes en el Sector Agropecuario Brasileño: Lo que muestran los censos. 1. ed. Santiago: CEPAL, 1999. v. 1. 127p .

13.
DAVID, M. B. A.. Les Transformations de l´Agriculture Bresilienne: Une Modernization Perverse. 1. ed. Paris: EHESS - Centre de Recherche sur Bresil Contemporain, 1997. v. 1. 496p .

14.
DAVID, M. B. A.. Agricultura, Democracia e Socialismo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988. 276p .

15.
DAVID, M. B. A.. Política de Abastecimento e Estabilização de Preços. Brasília: Ministério da Agricultura - Coordenadoria de Assuntos Econômicos - CAE, 1986. 75p .

16.
DAVID, M. B. A.; DAVID, M. D. . El Sector Agrario en America Latina: Estructura Económica y Cambio Social. Estocolmo: Instituto de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Estocolmo, 1979. 187p .

Capítulos de livros publicados
1.
DAVID, M. B. A.. Demandas por políticas de desenvolvimento rural no Brasil. In: Ministério do Desenvolvimento Agrário. (Org.). Reforma agrária e desenvolvimento sustentável. 1ed.Brasília: Paralelo 15 - Ebook edition, 2015, v. 1, p. 67-84.

2.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; BIAGGI, E. M. ; ROLLO, P. DE A. ; RODRIGUES, M. DOS S. . Transformaciones recientes en el sector agropecuario brasileño: lo que muestran los censos (Ebook). In: Maria Beatriz de Albuquerque David; Philippe Waniez; Violette Brustlein; Enali M. de Biaggi; Paula de Andrade Rollo; Monica dos Santos Rodrigues. (Org.). Desarrollo productivo y empresarial de la CEPAL. 1ed.Santiago de Chile: CEPAL - Ebook edition, 2014, v. 1, p. 5-127.

3.
DAVID, M. B. A.; RODRIGUES, M. DOS S. ; MULDER, N. ; CASTILHO, M. ; VIALOU, A. . La competitividad de la agricultura y de la industria alimentaria en el Mercosul y la Unión Europea en una perspectiva de liberalización comercial (Ebook). In: Maria Beatriz de Albuquerque David; Monica dos Santos Rodrigues; Alexandre Vialou; Marta Castilho; Nanno Mulder. (Org.). CEPAL - Serie Desarrollo Productivo nº. 143. 1ed.Santiago de Chile: CEPAL - Ebook edition, 2014, v. 1, p. 1-88.

4.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. . Perspectivas y restricciones al desarollo sustentable de la producción florestal en América Latina (Ebook). In: Maria Beatriz de Albuquerque David; Phillipe Waniez; Violette Brustlein. (Org.). CEPAL - Serie Desarrollo Productivo nº. 85. 1ed.Santiago de Chile: CEPAL - Ebook edition, 2014, v. 1, p. 1-57.

5.
DAVID, M. B. A.. Diferentes estratégias de desenvolvimento da Amazônia: existiriam possibilidades de compatibilizar as agendas?. In: Mauricio Jorge Pereira da Mota. (Org.). Função social do direito ambiental (eBook). 1ed.Rio de Janeiro: Elsevier, Kindle Edition, 2014, v. 1, p. 276-285.

6.
DAVID, M. B. A.. Diferentes estratégias de desenvolvimento da Amazônia: existiriam possibilidades e viabilidades de compatibilizar as agendas. In: Mota, Mauricio. (Org.). Função Social do Direito Ambiental. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009, v. , p. 276-285.

7.
DAVID, M. B. A.. Análise dasTendências Atuais do Desenvolvimento Rural. In: Luiz Fernando e Paula, Leo da Rocha Ferreira e M. de Assis. (Org.). Perspectivas para a economia brasileira. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2006, v. , p. 273-292.

8.
DAVID, M. B. A.. Relações Internacionais e Questão Agrária: competitividade, acesso a mercados e nova (des)ordem mundial. In: Theotonio dos Santos e outros. (Org.). Globalização Dimensões e Alternativas - Hegemonia e contra-hegemonia (vol.2). Rio de Janeiro/São Paulo: Editora PUC-Rio, Edições Loyla, 2004, v. , p. 320-326.

9.
DAVID, M. B. A.. El capital social y las políticas de desarrollo rural. Punto de partida o punto de llegada?. In: Atria e outros. (Org.). Capital social y reducción de la pobreza rural en América Latina y el Caribe: en busca de un nuevo paradigma. Santiago de Chile: Cepal/Michigan State Universit, 2003, v. , p. 447-490.

10.
DAVID, M. B. A.; MORALES, C. ; RODRIGUES, M. S. . Modernidad y Heterogeneidad: Estilo de Desarrollo Agrícola y Rural en América Latina y el Caribe. In: CEPAL. (Org.). Desarrollo Rural en América Latina y el Caribe: La construcción de un nuevo modelo?. Santiago do Chile: CEPAL, 2000, v. , p. -.

11.
DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Mercosul: Integração Regional e o Comércio de Produtos Agrícolas. In: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. (Org.). A Economia Brasileira em Perspectiva. 1ed.Rio de Janeiro: IPEA/DIPES, 1998, v. 1, p. 195-313.

12.
DAVID, M. B. A.; OUTROS, Maria Beatriz de Albuquerque David e ; Situação social e demográfica dos beneficiáriosda reforma agrária. In: Benicio Viero Schmidt, Danilo N. C. Marinho e Sueli L. C. Ro. (Org.). Os assentamento da reforma agrária no Brasil. Brasília: UnB/DataUnb, 1998, v. 1, p. 113-152.

13.
DAVID, M. B. A.. O Papel do Estado e do Setor Privado na Estratégia de Retomada do Crescimento do Setor Agropecuário. In: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. (Org.). Perspectivas da Economia Brasileira 1992. Rio de Janeiro: IPEA/DIPES, 1992, v. , p. 373-386.

14.
DAVID, M. B. A.; CASTRO, M. M. H. . Repensando a Questão Agrária Brasileira. In: Maurício Dias David. (Org.). Economia Política da Crise. Rio de Janeiro: Rio Fundo Editora, 1991, v. , p. 127-132.

15.
DAVID, M. B. A.; BRANCO, F. C. . A Aceleração Inflacionária e as Políticas de Estabilização nos Anos 80. In: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. (Org.). Perspectivas da Economia Brasileira 1989. Rio de Janeiro: IPEA/DIPES, 1989, v. , p. 149-176.

16.
DAVID, M. B. A.. Política Agrária e Política Agrícola na Nova Constituição. In: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. (Org.). Perspectivas da Economia Brasileira 1989. Rio de Janeiro: IPEA/DIPES, 1989, v. , p. 505-514.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DAVID, M. B. A.. Tendência do endividamento público. Monitor Mercantil, 25 abr. 2012.

2.
DAVID, M. B. A.. Análise da Inclusão social e padrão de crescimento econômico no período recente. Folha Dirigida, 19 abr. 2012.

3.
DAVID, M. B. A.. Aluguel popular no mercado imobiliário das grandes cidades.. Jornal O Popular, 30 jan. 2012.

4.
DAVID, M. B. A.. Bolsa Miami causa rombo de US$ 14 bi em 2011. Monitor mercantil, 24 jan. 2012.

5.
DAVID, M. B. A.. A conta de transações correntes em 2011. Monitor mercantil, 24 jan. 2012.

6.
DAVID, M. B. A.. Dilma já desviou R$ 41 bi para juros. Monitor mercantil, 26 maio 2011.

7.
DAVID, M. B. A.. Alta dos preços de alimentos é 36% maior que há 1 ano. Monitor mercantil, 14 abr. 2011.

8.
DAVID, M. B. A.. Ausência de estratégia nacional no governo Lula. Monitor mercantil, 08 abr. 2011.

9.
DAVID, M. B. A.. Dólar rumo a R$ 1,50 mostra timidez de Dilma. Monitor mercantil, 07 abr. 2011.

10.
DAVID, M. B. A.. Economista considera insuficientes medidas para conter valorização do real. Agência Brasil, 06 abr. 2011.

11.
DAVID, M. B. A.. Seguindo o modelo da bolha americana. Monitor mercantil, 21 fev. 2011.

12.
DAVID, M. B. A.. Menos crescimento e menos qualidade. Monitor mercantil, 07 dez. 2010.

13.
DAVID, M. B. A.. Economista da Uerj acredita em redução das pressões inflacionárias até o fim do ano. Agência Brasil, 20 jul. 2010.

14.
DAVID, M. B. A.. Com "efeito BC" inadimplência já vai a 21% até maio. Monitor mercantil, 14 jun. 2010.

15.
DAVID, M. B. A.. Crédito e inadimplência. Monitor mercantil, 14 jun. 2010.

16.
DAVID, M. B. A.. Manutenção da Selic acompanha expectativa de inflação sob controle, dizem economistas. Agência Brasil, 27 jan. 2010.

17.
DAVID, M. B. A.. Resultado do PIB mostra indício de economia menos aquecida, diz economista da Uerj. Agência Brasil, 10 dez. 2009.

18.
DAVID, M. B. A.. Entenda o que o PIB representa para o país e a população. Agência Brasil, 11 set. 2009.

19.
DAVID, M. B. A.. Economistas consideram conservadora decisão do Copom de manter Selic em 8,75% ao ano. Agência Brasil, 02 set. 2009.

20.
DAVID, M. B. A.. Para economista, gastos de início de ano e crise financeira deixam saldo da poupança no vermelho. Agência Brasil, 07 fev. 2009.

21.
DAVID, M. B. A.. Economista prevê mudança no modelo da sociedade americana. Agência Brasil, 26 set. 2008.

22.
DAVID, M. B. A.. Entrevista sobre conjuntura econômica. Monitor mercantil, 11 jul. 2008.

23.
DAVID, M. B. A.. Juros mais baixos no exterior não compensam pagamento total da dívida. Agência Brasil, 22 fev. 2008.

24.
DAVID, M. B. A.. Economistas admitem que crise pode afetar o Brasil, mas não sabem em que intensidade. Agência Brasil, 17 ago. 2007.

25.
DAVID, M. B. A.. O descompasso entre preços e salários. Folha Dirigida - Caderno Especial sobre trabalho e Cidadania, Rio de Janeiro, p. 35 - 35, 01 maio 2006.

26.
DAVID, M. B. A.. Teto Menor Reduz Clientela de Lula. Monitor Mercatil, Rio de Janeiro, p. 1 - 1, 23 mar. 2006.

27.
DAVID, M. B. A.. Estagnação e Assistencialismo Espremem a Classe Média do País. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 2, 10 mar. 2006.

28.
DAVID, M. B. A.. Entrevista a TV Educativa Programa Olhar 2005 sobre Papel dos estrangeiros na Economia do Rio de Janeiro. Os estrangeiros na economia do Rio de Janeiro, Rio de Janeior, 19 abr. 2005.

29.
DAVID, M. B. A.. Consumo das família tem performace. O Monitor Mercantil, Rio de Janeior, p. 1 Pág, 01 abr. 2005.

30.
DAVID, M. B. A.. O crescimento do Rio de Janeiro. Fontes de crescimento indústrial do Rio de Janeiro entrevista ao RJ Teve da TV Globo, Rio de Janeiro, 11 fev. 2005.

31.
DAVID, M. B. A.. Entrevista à TV Record Uso racional do crédito e dos cartões de crédito. Entrevista sobre uso racional do crédtio, Rio de Janeiro, 14 dez. 2004.

32.
DAVID, M. B. A.. Entrevista à Teve Cultura. A importância de Celso Furtado, 25 nov. 2004.

33.
DAVID, M. B. A.. O dinamismo da economia fluminense. Entrevista à TV Globo Programa Rj Teve, Rio de Janeiro, 25 nov. 2004.

34.
DAVID, M. B. A.. Modelo Eocnômico Atual 'democratiza a pobreza'. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 3, 10 nov. 2004.

35.
DAVID, M. B. A.. Como bem administrar o orçamento. TV CNS, 21 out. 2004.

36.
DAVID, M. B. A.. Compra de Bens a crédito crece e eleva endividamento do brasileiro. Juro e crédito: uma mistura explosiva. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 3, 30 set. 2004.

37.
DAVID, M. B. A.. EMprego é determinante para a inclusão social. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 3 - 3, 17 jun. 2004.

38.
DAVID, M. B. A.. Emprego é principal fator de coesão social no mundo. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 3, 05 jun. 2004.

39.
DAVID, M. B. A.. Questão agrária, política agrária e movimentos sociais. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 02 maio 2004.

40.
DAVID, M. B. A.. Reforma agrária. Plenitude, 18 jul. 2002.

41.
DAVID, M. B. A.. Demanda Maior não Explica Mercosul. Gazeta Mercantil, 05 set. 1996.

42.
DAVID, M. B. A.. Área Agrícola Segue Estacionada. Gazeta Mercantil, 27 jul. 1996.

43.
DAVID, M. B. A.. Combate à pobreza. Entrevista ao Jornal Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 3.

44.
DAVID, M. B. A.. Entrevista à TV EDUCATIVA - Olhar 2005 - Crescimento dos Investimentos estrangeiros no Brasil. TV - Programa de Debates Olhar 2005.

45.
DAVID, M. B. A.. Distribuição de renda no Brasil. Monitor Mercantil, Rio de Janeiro, p. 1 - 3.

46.
DAVID, M. B. A.. Grau de endividamento das familias. Entrevista ao Jornal da CNN.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DAVID, M. B. A.; NASCIMENTO, A. D. . Contribuição ao desenvolvimento econômico sustentável e ao reordenamento territorial da região da calha do purus. In: 49o. Congresso da SOBER., 2011, Belo Horizonte. Anais 49 Congresso SOBER, 2011.

2.
DAVID, M. B. A.; NASCIMENTO, A. D. . ?Economic growth and green policies inthe state of Acre: bottlenecks and proposals for sustainable policies. In: 5° Simposio Brasil - Alemanha de Desenvolvimento Sustentável, 2011, Stuttgart. Anais completos 5° Simpósio Brasil Alemanha de Desenvolvimento Sustentável, 2011.

3.
DAVID, M. B. A.; NASCIMENTO, A. D. . Crescimento econômico e políticas públicas ambientais no Estado do Acre. In: XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2010, Porto de galinhas. Anais ALASRU, 2010.

4.
Brito, Verônica do Nascimento ; DAVID, M. B. A. . Análise da Competitivdade e Eficiência da Cadeia Produtiva do Biodiesel do Brasil utilizando a MAP. In: XVII Congreso Brasileiro de Economistas: Economia Brasileira Trajetórias de continuidade ou de transformação, 2007, Porto Seguro - Bahia. Economia Brasileira Trajetórias de Continuidade ou de Transformação, 2007. v. 2.

5.
DAVID, M. B. A.. Análisis de las instituciones y de las políticas ambientales en países selecionados. In: XII Congreso Anual de la Federación Iberoamericana de Ombudsman, 2007, Lima. La gestión pública ambiental: Promoviendo el debate sobre la reforma de la institucionalidad ambiental en Peru. Lima: Ministerio Público del Peru, 2007. v. 1.

6.
DAVID, M. B. A.. Desenvolvimento Sustentável - Reunião organizada pelo Conselho da Europa. In: Reuniâo de Expertos sobre Desnvolvimento sustentável, 2005, Paris. Indicadores de Desenvolvimento Sustentável, 2005.

7.
DAVID, M. B. A.. Conferencia na Universidade de Paris XIII - França sobre Perspectivas das Negociações entre Mercosul e União Européia. In: Conferencia - Perspectivas das Negociações entre Mercosul e União Européia, 2005, Paris. Perspectivas das Negociações entre Mercosul e União Européia, 2005.

8.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas de desenvolvimento econômico-social dada as assimetrias criadas pela globalização: Instituições, Estado e Sociedade Organizada. In: REGGEN 2005 Alternativas à Globalização: Potências emergentes e os novos caminhos da Modernidade, 2005, Rio de Janeiro. Alternativas Globalização, 2005.

9.
DAVID, M. B. A.. De l'enfoque de la pauvreté au de la cohésion social. In: Dévélopement des indicateurs de cohésion social, 2004, Veneza. L'enfoque de la cohésion sociale. Strasburgo: Conselho da Europa-, 2004.

10.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas Atuais do Desenvolvimento Rural e de Gestão dos Recursos Naturais. In: Encontro Estratégico da GTZ, 2004, Washington, 2004.

11.
DAVID, M. B. A.. Competitividade, acesso a mercados e nova ordem mundial: Relações internacionais e questão agrária. In: Hegemonia e contra hegemonia: Os impasses da globalização e dos processos de regionalização, 2003, Rio de Janeiro. Hegemonia e Contra Hegemonia. Rio de Janeiro: Editora da PUC, 2003. v. 1.

12.
DAVID, M. B. A.; OUTROS, Maria Beatriz de Albuquerque David e ; La competitividad de l'agricultura e de la industria agroalimentar Mercosur y UE. In: Empresas, Estado e competitividade, 2001, Santiago- Chile. Competitivedade empresas e Estado. Santiago de Chile: Cepal, 2001. p. 447-490.

13.
DAVID, M. B. A.. Capital social e pobreza rural. In: Capital social e pobreza, 2001, Santiago de Chile. Capital social e políticas de combate a pobreza. Santiago de Chile: Cepal, 2001.

14.
DAVID, M. B. A.. Desenvolvimento florestal sustentável. In: Congresso internacional de Economia e Sociologia Rural, 2000, Rio de Janeiro. Congreso internacional de Economia e Sociologia rural. Rio de Janeiro: Sober, 2000. v. 1.

15.
DAVID, M. B. A.; BIAGGI, E. M. ; RODRIGUES, M. S. ; ROLLO, P. A. . Demandas por políticas de desenvolvimento rural no Brasil. In: XXVII Encontro Nacional de Economia, 1999, Belém. Anais do XXVII Encontro Nacional de Economia, 1999.

16.
DAVID, M. B. A.; DAVID, M. D. ; BIAGGI, E. ; TEIXEIRA, E. . Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentável. In: XXV Encontro Nacional de Economia, 1997, Recife. Anais do XXV Encontro Nacional de Economia, 1997.

17.
DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Ganhos e Perdas de Competitividade: Os Efeitos do Mercosul. In: XXV Encontro Nacional de Economia, 1997, Recife. Anais do XXV Encontro Nacional de Economia, 1997.

18.
DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Impacto do Mercosul sobre o Comércio Exterior de Produtos Agrícolas. In: XXIV Encontro Nacional de Economia, 1996, Niterói. Anais do XXIV Encontro Nacional de Economia, 1996.

19.
DAVID, M. B. A.. Agricultura e Questão Agrária. In: III Encontro Regional dos Estudantes de Economia, 1988. Anais do III Encontro Regional dos Estudantes de Economia, 1988.

20.
DAVID, M. B. A.. Abastecimento e Preços. In: II Encontro de Economistas do Rio de Janeiro, 1985, Rio de Janeiro. Anais do II Encontro de Economistas do Rio de Janeiro, 1985.

21.
DAVID, M. B. A.. Migração Interna e Fronteira Agrícola. In: III Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, 1982, 1982.

22.
DAVID, M. B. A.. Agricultura e Desenvolvimento. In: Simpósio Internacional O Brasil no Limiar da Década de 80: Situação Atual e Opções de Desenvolvimento, 1978, 1978.

Apresentações de Trabalho
1.
DAVID, M. B. A.; NASCIMENTO, A. D. . Economic growth and green public policies at Acre state: bottlenecks and proposals of sustainable policies. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
NASCIMENTO, A. D. ; DAVID, M. B. A. . CONTRIBUIÇÃO AO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL E AO ORDENAMENTO TERRITORIAL NA REGIÃO DA CALHA DO PURUS. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
DAVID, M. B. A.. Contribuição ao Desenvolvimento Econômico Sustentável e ao Ordenamento Territorial da Região da Calha do Purus. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
DAVID, M. B. A.. Amazonia 2020 Agenda Ambiental de Longo Prazo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
DAVID, M. B. A.. Insumos e conceitos para a mesa redonda Economia com Enfases nos aspectos sociais e ambientais. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
Hans, Juergen F. ; DAVID, M. B. A. . Relatorio do Encontro Desenvolvimento de Capacidade. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
RIBEIRO, L. A. L. C. ; DAVID, M. B. A. . Os impactos da política de comercialização agrícola sobre a produção e os preços: uma análise da literatura e algumas evidências empíricas. Rio de Janeiro: IPEA, 2015 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

2.
BRUNSTLEIN, V. ; WANIEZ, P. ; HESS, D. R. ; DAVID, M. B. A. . La regionalización de la producción maderera en Brasil. Bogotá: CEPAL - Ebook edition, 2015 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

3.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; HESS, D. R. . Les régions de production de bois au Brésil. Paris: Bois et fôrets des tropiques, 2013 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

4.
DAVID, M. B. A.; NONNENBERG, M. J. B. . Integration regionale et commerce des produits agricoles: le cas du Mercosud. Paris: Centre de recherches sur le Brésil contemporain - CRBC/ EHESS, 2013 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

5.
DAVID, M. B. A.; BRUNSTLEIN, V. ; WANIEZ, P. . Perspectivas y restricciones al desarrolo sustentable de la producción florestal en América Latina. Santiago de Chile: CEPAL, 2013 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

6.
DAVID, M. B. A.; WANIEZ, P. ; BRUNSTLEIN, V. ; HESS, D. R. . Les bénéficiaires de la Refórme agraire au Brésil. Paris: L´Information Géographique, 2013 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

7.
DAVID, M. B. A.; MULDER, N. ; VIALOU, A. ; RODRIGUES, Monica ; CASTILHO, M. . La compétitivité de l´agriculture et des industries agroalimentaires dans le Mercosul et l´Union européenne dans une perspective de libéralisation commerciale. Paris: Centre d´études prospectives et d´informations internationales, 2013 (Artigo de divulgação científica em meio digital).

8.
DAVID, M. B. A.; OUTROS, Maria Beatriz de Albuquerque David ; Avaliação do Programa Bolsa Escola. Brasíla: Unb, 2003 (Relatorio).

9.
DAVID, M. B. A.; BIAGGI, E. ; RODRIGUES, M. S. ; ROLLO, P. A. ; DAVID, A. C. A. ; PERES, R. G. . Relatório Final do Projeto Mão-de-Obra, Emprego e Demanda por Reforma Agrária. Brasília: Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento - NEAD, 1999 (Relatório de Pesquisa).

10.
DAVID, M. B. A.; RODRIGUES, M. S. . Transformações na Estrutura Produtiva e na Ocupação do Setor Agropecuário. Rio de Janeiro: Núcleo de Estudos Governamentais, 1999 (Artigo de Divulgação Científica).

11.
DAVID, M. B. A.; DIAS, G. L. S. ; AMARAL, C. M. . Uma Avaliação dos Resultados da Reforma nas Áreas de Mercados Futuros, Warrants e Armazenagem. Fundação Instituto de Pesquisa Econômica - FIPE, 1990 (Artigo de Divulgação Científica).

12.
AMARAL, C. C. ; DIAS, G. L. S. ; DAVID, M. B. A. . Uma Avaliação dos Resultados da Reforma nas Áreas de Liberação, Normas Comerciais e Informações. Fundação Instituto de Pesquisa Econômica - FIPE, 1990 (Artigo de Divulgação Científica).

13.
DAVID, M. B. A.. Estudo Piloto sobre Margens e Custo de Comercialização de Produtos Agropecuários. Convênio FAO/IBGE, 1987 (Artigo de Divulgação Científica).

14.
DAVID, M. B. A.. Relatório Preliminar do Grupo de Simplificação de Normas do Comércio Exterior. Secretaria de Planejamento da Presidência da República, 1986 (Relatório).

15.
DAVID, M. B. A.. Lições de Economia Política. São Paulo: Nova Cultural, 1986. (Tradução/Livro).

16.
DAVID, M. B. A.. Integração de Mercados de Produtos Agrícolas: Margens e Sazonalidade das Margens de Comercialização. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1985 (Artigo de Divulgação Científica).

17.
DAVID, M. B. A.. Políticas, Instituições e Programas Governamentais na Comercialização Agrícola: considerações sobre a formação de expectativas. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1985 (Artigo de Divulgação Científica).

18.
DAVID, M. B. A.. O Sistema de Comercialização Agrícola, Estrutura de Mercado, Padrões de Competição e Formação de Preços. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1984 (Artigo de Divulgação Científica).

19.
DAVID, M. B. A.. Escassez de Terras Aptas para Colonização. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1983 (Artigo de Divulgação Científica).

20.
DAVID, M. B. A.. Proposta Preliminar para uma Nova Política Agrícola e Agrária. Rio de Janeiro: Governo do Estado do Rio de Janeiro, 1983 (Relatório).

21.
DAVID, M. B. A.. Avanço da Fronteira Agrícola e Penetração da Pequena Produção na Região Amazônica: Alguns Resultados Preliminares. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1981 (Artigo de Divulgação Científica).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
DAVID, M. B. A.. Elaboração, acompanhamento e gestão de Programa de Praticantes e Tesistas (alunos de pós-graduação) do Programa de Floresta Tropicais da GIZ.. 2013.

2.
DAVID, M. B. A.. Elaboração, acompanhamento e gestão de Programa de Praticantes e Tesistas (alunos de pós-graduação ? mestrado e doutorado) alemães e brasileiros para atender as demandas e necessidades do Programa de Floresta Tropicais da GIZ.. 2011.

3.
DAVID, M. B. A.. Gestão Teritorial para o Desenvolvimento Sustentável. 2007.

4.
DAVID, M. B. A.; Rortvedt, Richard F. . Análisis de la evolución y nuevas tendencias de la cooperación técnica internacional en el Consejo Nacional del Ambiente - CONAM. 2007.

Programas de computador sem registro
1.
DAVID, M. B. A.; DAVID, M. D. ; NASCIMENTO, A. D. . Portal do Centro de Estudos de Estratégias de Desenvolvimento da UERJ. 2011.

Trabalhos técnicos
1.
DAVID, M. B. A.. Análise dos gargalos entraves e as recomendações para implementar uma política sustentável, com ênfases no setor privado e na agricultura familiar. 2010.

2.
DAVID, M. B. A.. Relatório Executivo da Plataforma de Capacitação em Economia Sustentável para o Estado do Acre. 2010.

3.
DAVID, M. B. A.. Relatório sobre análise do potencial estratégico e o desempenho de aumento da renda nas organizações em cadeias de valor. 2010.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DAVID, M. B. A.. Conjuntura e comportamento da inflação. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
DAVID, M. B. A.. Reestruturação da Petrobrás : venda da refinaria Passadena e de parte da distribuição de gás. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
DAVID, M. B. A.. IDH municipal Brasil 2017. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
DAVID, M. B. A.. O que os investidores querem saber é se a política econômica vai continuar como está. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
DAVID, M. B. A.. Número de famílias que vivem nas ruas e recebem programa social aumenta 35%. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
DAVID, M. B. A.. Desaceleração econômica e programas sociais. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
DAVID, M. B. A.. Pesquisa mostra que 95% dos brasileiros acreditam que o país está no rumo errado. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
DAVID, M. B. A.. Alta nos combustíveis já chega a 6,4% desde que a Petrobras adotou nova política de preços. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
DAVID, M. B. A.. Taxa de desemprego dispara no Brasil. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
DAVID, M. B. A.. Crise economica e seus impactos nos estados. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
DAVID, M. B. A.. Estamos diante de um novo processo inflacionário?. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas de recuperação da economia. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
DAVID, M. B. A.. A Petrobras e o futuro do pré-sal - Sala Debate. 2016.

14.
DAVID, M. B. A.. Mudanças na economia global e impactos sobre a economia brasileira. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
DAVID, M. B. A.. Análise da Economia Brasileira em 2016. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
DAVID, M. B. A.. Desafios da Economia Brasileira. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
DAVID, M. B. A.. Reaproximação das relações entre Estados Unidos e Cuba. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
DAVID, M. B. A.; LISBOA, M. ; BALBIM, R. . Tarifa zero para todos custaria R$ 27 bi em 17 capitais do país. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
DAVID, M. B. A.. Juros do cartão chegam a 480%. Os mais caros que existem, não faz sentido. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
DAVID, M. B. A.. Temer adotará política de privatizações generalizadas se assumir presidência. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
DAVID, M. B. A.. O papel do Brasil na Conferência de Davos. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
DAVID, M. B. A.. Pacote de ajustes do governo com aumento dos imposto e seus reflexos na economia. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas da Economia Brasileira. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
DAVID, M. B. A.. Conjuntura econômica do Brasil e perspectivas para a crise. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

25.
DAVID, M. B. A.. Os limites das politicas de incentivo ao consumo no Brasil. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

26.
DAVID, M. B. A.. RJ sofre para fechar as contas do ano e perspectiva para 2016 é ainda pior. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

27.
DAVID, M. B. A.. Conjuntura aponta mais cautela na política monetária em 2014. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

28.
DAVID, M. B. A.. Inflação inibe o consumo no início do ano. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

29.
DAVID, M. B. A.. Como está a economia no Brasil?. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

30.
DAVID, M. B. A.. Décimo terceiro salário e seus impactos na economia. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

31.
DAVID, M. B. A.. Emprego no Brasil. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

32.
DAVID, M. B. A.. Reinserção de idosos no mercado de trabalho. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

33.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas do noroeste fluminense. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

34.
DAVID, M. B. A.. Debate do G20 e desdobramentos para a economia internacional. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

35.
DAVID, M. B. A.. Recolocação de idosos: o mercado de trabalho para idosos com graduação. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

36.
DAVID, M. B. A.. Classe média brasileira: você faz parte?. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

37.
DAVID, M. B. A.. Especialista dá dicas para equilibrar as contas no início do ano. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

38.
DAVID, M. B. A.. Valorização do preço dos imóveis na cidade do Rio de Janeiro. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

39.
DAVID, M. B. A.. Panorama do emprego no Brasil. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

40.
DAVID, M. B. A.. Dívida do estado do Rio de Janeiro. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

41.
DAVID, M. B. A.. Como organizar o orçamento e planejar gastos e poupança no ano que se inicia. 2013.

42.
DAVID, M. B. A.. Desempenho da RAIS mostra arrefecimento do emprego na indústri. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

43.
DAVID, M. B. A.. Desindustrialização e emprego. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

44.
DAVID, M. B. A.. Queda do emprego no setor industrial em 2013. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

45.
DAVID, M. B. A.. Redução do emprego formal na indústria preocupa economistas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

46.
DAVID, M. B. A.. Queda da criação de emprego na indústria sinaliza processo de desindustrialização. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

47.
DAVID, M. B. A.. Indicadores do relatório social da amárica latina divulgado pela CEPAL. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

48.
DAVID, M. B. A.. Resultado da inflação preocupa economistas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

49.
DAVID, M. B. A.. Desempenho do PIB no 3º Tri.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

50.
DAVID, M. B. A.. Economia da moda e gastronomia. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

51.
DAVID, M. B. A.. Padrão de consumo da juventude de classe média. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

52.
DAVID, M. B. A.. O consumo dos jovens da clase C. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

53.
DAVID, M. B. A.. Impactos econômicos do horário de verão. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

54.
DAVID, M. B. A.. Finanças pessoais. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

55.
DAVID, M. B. A.. Déficit em transações correntes aumenta com dólar desvalorizado. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

56.
DAVID, M. B. A.. Otimismo entre os consumidores. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

57.
DAVID, M. B. A.. Crise mundial e preço das commodities. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

58.
DAVID, M. B. A.. Crescimento do endividamento das famílias. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

59.
DAVID, M. B. A.. Crescimento econômico e educação dos trabalhadores do Brasil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

60.
DAVID, M. B. A.. Medidas de incentivo à indústria não serão suficientes. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

61.
DAVID, M. B. A.. Valorização da taxa de câmbio e seus efeitos sobre a indústria brasileira. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

62.
DAVID, M. B. A.. Microcrédito e empreendedorismo. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

63.
DAVID, M. B. A.. Economia verde e perspectivas para a Rio +20. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

64.
DAVID, M. B. A.. Desempenho do PIB decepciona mercado. 2012.

65.
DAVID, M. B. A.. Aumento dos salários manteve expansão no consumo das famílias. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

66.
DAVID, M. B. A.. Retórica pró-indústria de Dilma não tira país da 'commodização'. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

67.
DAVID, M. B. A.. Desemprego efetivo nos EUA é de 22%. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

68.
DAVID, M. B. A.. Consumo das famílias já desacelera. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

69.
DAVID, M. B. A.. Imposto sobe para cobrir dívida. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

70.
DAVID, M. B. A.. Inadimplência dá maior salto para o mês de abril: 24%. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

71.
DAVID, M. B. A.. Aplicação de R$ 0,10 vira R$ 1,16; dívida, R$ 3,5 milhões. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

72.
DAVID, M. B. A.. Com orçamento de R$ 1,2 mil, doméstica diz que gasta maior parte do salário com comida e saúde. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

73.
DAVID, M. B. A.. Manutenção da Selic acompanha expectativa de inflação sob controle, dizem economistas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

74.
DAVID, M. B. A.. Entenda o que o PIB representa para o país e a população. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

75.
DAVID, M. B. A.. Medidas econômicas do governo Hollande na França diante da crise internacional. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

76.
DAVID, M. B. A.. Medidas econômicas adotadas pelo governo Hollande na França para combater os efeitos da crise. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

77.
DAVID, M. B. A.. Mulheres e mercado de trabalho: uma análise dos resultados da PNAD 2011. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

78.
DAVID, M. B. A.. Políticas macroeconômicas de combate à crise do governo Dilma. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

79.
DAVID, M. B. A.. PNAD 2011 aponta queda das desigualdades sociais no Brasil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

80.
DAVID, M. B. A.. Queda da taxa de fecundidade no Brasil segundo resultado da PNAD 2011. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

81.
DAVID, M. B. A.. Análise do desempenho da economia brasileira. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

82.
DAVID, M. B. A.. Especialista analisa a negociação de impostos com a prefeitura. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

83.
DAVID, M. B. A.. Favelas do Rio movimentam R$ 13 bi por ano. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

84.
DAVID, M. B. A.. Zona do Euro tem saldo comercial de 6,2 bi de euros. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

85.
DAVID, M. B. A.. Desempenho do PIB. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

86.
DAVID, M. B. A.. Desemprego do emprego fica abaixo das expectativas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

87.
DAVID, M. B. A.. Nível de empregos formais fecha o ano com bom resultado. 2012.

88.
DAVID, M. B. A.. Tsunami de prejuízos. 2011. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

89.
DAVID, M. B. A.. Economistas consideram conservadora decisão do Copom de manter Selic em 8,75% ao ano. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

90.
DAVID, M. B. A.. Novidades no governo Dilma. 2011. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

91.
DAVID, M. B. A.. Valorização do real frente ao dólar. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

92.
DAVID, M. B. A.. Brasileiros gastam acima da renda que recebem. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

93.
DAVID, M. B. A.. Desigualdade é a menor dos últimos 50 anos. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

94.
DAVID, M. B. A.. O que o consumidor prioriza na hora de comprar. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

95.
DAVID, M. B. A.. Criatividade contra a alta de preços. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

96.
DAVID, M. B. A.. Transportes coletivos do Rio estão entre os mais caros do mundo. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

97.
DAVID, M. B. A.. Dólar rumo a R$ 1,50 mostra timidez de Dilma. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

98.
DAVID, M. B. A.. A mudanças economica do conselho monetario de restrição do credito. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

99.
DAVID, M. B. A.. Como fica o financiamento. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

100.
DAVID, M. B. A.. Instrumento de política monetária: BC aumenta o compulsório para enxugar a liquidez e frear a inflação. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

101.
DAVID, M. B. A.. Professora da Uerj fala sobre endividamento. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

102.
DAVID, M. B. A.. BC aumenta compulsório para enxugar liquidez e frear inflação. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

103.
DAVID, M. B. A.. Aumentam as dívidas feitas por jovens. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

104.
DAVID, M. B. A.. O crescimento da economia informal no Brasil. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

105.
DAVID, M. B. A.. Rio atencipa 13° salário. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

106.
DAVID, M. B. A.. Economista da Uerj acredita em redução das pressões inflacionárias até o fim do ano. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

107.
DAVID, M. B. A.. Rio antecipa 13° salário. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

108.
DAVID, M. B. A.. Professora da Uerj comenta pronunciamento de Lula. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

109.
DAVID, M. B. A.. Divulgação do marco regulatório do pré-sal. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

110.
DAVID, M. B. A.. Acesso ao crédito no mercado informal. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

111.
DAVID, M. B. A.. Comércio, sindicatos e economistas divergem sobre manutenção de juro. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

112.
DAVID, M. B. A.. Resultado do PIB mostra indício de economia menos aquecida, diz economista da Uerj. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

113.
DAVID, M. B. A.. Economistas consideram conservadora decisão do Copom de manter Selic em 8,75% ao ano. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

114.
DAVID, M. B. A.. Para economista, gastos de início de ano e crise financeira deixam saldo da poupança no vermelho. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

115.
DAVID, M. B. A.. Crescimento da dívida interna. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

116.
DAVID, M. B. A.. Reforma tributária e crise mundial. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

117.
DAVID, M. B. A.. Juros mais baixos no exterior não compensam pagamento total da dívida, diz professora. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

118.
DAVID, M. B. A.. A crise mundial pode prejudicar o preço das commodities brasileiras. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

119.
DAVID, M. B. A.. Impacto da crise das bolsas sobre os preços no Brasil. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
DAVID, M. B. A.. Revista Quaestio Iuris. 2014. (Editoração/Periódico).

Demais trabalhos
1.
DAVID, M. B. A.. Questao Agraria no Brasil. 1999 (Demais trabalhos relevantes) .

2.
DAVID, M. B. A.; ROLLO, Paula de A ; RODRIGUES, Monica . Politicas de ajustamento e Inversao na Tendencia de Crescimento do setor Agropecuario: O que mostra o novo censo.. 1999 (Artigo) .

3.
DAVID, M. B. A.. Maioria no Campo vive abaixo da linha de pobreza. 1998 (Artigo) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DAVID, M. B. A.; MOTA, Mauricio Jorge. Participação em banca de Leonardo Rocha de Almeida. A comercialização dos CEPAC (Certificados de Potencial Adicional de Construção) na Operação Urbana Consorciada Porto Maravilha: análise e efetivação de reabilitação urbana. 2016. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
AJARA, C.; BRITO, J. A. M.; MAIMOM, D.; DAVID, M. B. A.. Participação em banca de Annyeli Damião Nascimento. Uma análise multidimensional da trajetória de desenvolvimento da região amazônica da calha do Purus. 2014. Dissertação (Mestrado em ESTUDOS POPULACIONAIS E PESQUISAS SOCIAIS) - Sociedade Científica da Escola Nacional de Ciências Estatísticas.

3.
DAVID, M. B. A.; SALUDJIAN, Alexis; Mello e Souza, A.. Participação em banca de Iraci Matos Vasconcellos. Educação Superior no Brasil e Desenvolvimento Econômico: o Peso do Capital Humano e do Capital Social. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
DAVID, M. B. A.; SALUDJIAN, Alexis; Rossi, Jose W.. Participação em banca de Mussa Agostinho Vieira. Estudo comparativo sobre a gestão do ensino superior. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
DAVID, M. B. A.; FERREIRA, Leo da R.; Silva, Mauro O.. Participação em banca de Thaís Fraga Ferreira. Os fatores determinantes do boom do mercado imobiliário residencial do Rio de Janeiro entre 2005 e 2010. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
DAVID, M. B. A.; Valls Pereira, Lia; BRITO, J. N. P.. Participação em banca de Felipe de Melo Gil Costa. Impactos da abertura comercial na margem de lucro da indústri brasileira de transformação. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.; Magalhães, João Paulo de A.; Silva, Mauro O.. Participação em banca de Carlos Renato Bussinger Guerra. Informalidade na Região Metropolitana do Rio de Janeiro a partir de 1990. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

8.
DANTAS, A. T.; DAVID, M. B. A.; Brito, Jorge. Participação em banca de Bruna Santos Aguiar. Análise da Estrutura e do Desempenho do Setor de Saúde Complementar a partir da Criação da ANSS. 2009. Dissertação (Mestrado em Curso de Mestrado em Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

9.
Ruediger, Marco Aurélio; DAVID, M. B. A.; Riccio, Vicente Neto. Participação em banca de Juliane Martins Carneiro de Sousa. A Superação da Pobreza Através da Distribuição Justa das Riquezas Sociais: Uma Análise da Consistência Teórica do Programa Bolsa Família e das Perspectivas dos Beneficiários de Saída Auto-Sustentada do Programa. 2009. Dissertação (Mestrado em EBAPE) - Fundação Getúlio Vargas.

10.
DAVID, M. B. A.; Rossi, Jose W.; NASSIF, Andre. Participação em banca de Maria Lucia Pazo Gomes. O Impacto do Realinhamento Taifária no Setor Siderurgico Brasileira. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

11.
DAVID, M. B. A.; TEIXEIRA, Aloisio; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Mário Gonzalez Romar. O Diagnóstico da Previdencia Social no Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

12.
DAVID, M. B. A.; CIDADE, Paulo; FERREIRA, Leo da R.. Participação em banca de Veronica Nascimento Brito. O bio-diesel e a inserção competividade do Brasil na Eonomica Mundial. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

13.
DAVID, M. B. A.; Rossi, Jose W.; LICHA, Antonio L.. Participação em banca de Raul Murilo Chaves Curvo. Orçamento público como Instrumento de Desenvolvimento. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
MOTA, Mauricio Jorge; JAPIASSU, C. E. A.; MAGALHAES, J. L. Q.; ZUIN, A. L. A.; DAVID, M. B. A.. Participação em banca de Delson Fernando Barcellos Xavier. A responsabilidade civil pós-consumo como instrumento de efetivação da função socioambiental da cidade. 2013. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
DAVID, M. B. A.; AFFONSO, R. B. A.; SAMPAIO JUNIOR, P. A.; balta, p.; Souza, R.C.. Participação em banca de José Geraldo Portugal Júnior. Padrões de Heterogeneidade Estrutural no Brasil. 2012. Tese (Doutorado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
Pires, Adilson R.; DAVID, M. B. A.; Barral, Weber O.; Falcão, Maurin A.; Sá Ribeiro, Marilda R. de. Participação em banca de Washington Juarez de Brito Filho. Os Ajustes Fiscais de Fronteira e o Efeito Protetivo da Tributação Interna do Artigo III do GATT. 2009. Tese (Doutorado em Curso de Doutorado em DIreito Internacional) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NASCIMENTO, A. D.; SEROA, R.; DAVID, M. B. A.. Participação em banca de Ruthiany Costa da Silva.Veículos elétricos: existe esapço para a sua implementação no Brasil?. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
BRUNO, Miguel; DAVID, M. B. A.; De PAULA, Luiz Fernando. Participação em banca de Thiago Machado dos Santos.A dinâmica de inserção internacional brasileira:contradições e sustentabilidade, uma análise estática e dinâmica. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
De PAULA, Luiz Fernando; DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Monique da SIlva Cabral.Brasil versus Argentina: Uma Analise das Crises de 1999 e de 2001. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
De PAULA, Luiz Fernando; DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Carolina da Silveira Machado Pereira.A crises financeira recente e a economia brasileira. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Anna Carolina Granja Meire.Comparações entre países que adotaram investimetno em capitalhumano como parte da estratégia de desenvolvimento e o Brasil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Márcio Luis Barbosa Machado.Uma análise sobre a concentração da pauta de exportação em produtos de baixo valor agregado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
ROLLO, P. DE A.; DAVID, M. B. A.; NOVAES, J. R. P.. Participação em banca de Paula de Andrade Rollo.Um Estudo sobre a Necessidade de Coordenação na Cadeia de Carne Bovina. 1998 - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
RODRIGUES, M. DOS S.; DAVID, M. B. A.; NOVAES, J. R. P.; KUPFER, D.. Participação em banca de Monica dos Santos Rodrigues.Estratégias de Competitividade na Cadeia da Soja. 1998 - Universidade Federal do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
DAVID, M. B. A.; DANTAS, A. T.. Consurso de Professor Titular em Economia Política. 2011. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Concurso público
1.
DAVID, M. B. A.. Comissão de seleção de ingresso no curso de Doutorado de Direito da Cidade. 2016. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
DAVID, M. B. A.. Comissão de seleção de 2014/2015 do curso de Doutorado em Direito. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
DAVID, M. B. A.. Processo seletivo do Programa de Doutorado em Direito (Turma 2016). 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
DAVID, M. B. A.. Membro suplente da banca examinadora. 2014. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
DAVID, M. B. A.. Concurso público da Eletrobrás. 2014. Eletrobrás Termonuclear.

6.
DAVID, M. B. A.. Concurso público de municípios do Estado do Rio de Janeiro. 2014. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
DAVID, M. B. A.. Transferencia de direito privado, cidade e sociedade. 2013. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

8.
DAVID, M. B. A.. Concurso público Fundação Eletronuclear de Assistência Médica. 2012. Fundação Eletronuclear.

9.
DAVID, M. B. A.; BRANDAO, A. S. P.. Membro efeitvo da comissão de seleção do mestrado em Ciências Econômicas. 2011. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

10.
DAVID, M. B. A.; De PAULA, Luiz Fernando; FEIJO, M. C.; MODENESI, A.. Consurso de Professor Adjunto do Departamento de Evolução Econômica. 2010. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Outras participações
1.
DAVID, M. B. A.. Parecerista da Revista World Development. 2006. World Development.

2.
DAVID, M. B. A.. Representante do Centro de Ciências Sociais no CESEP. 2005. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
DAVID, M. B. A.. Comissão de classificação e entrevista CAPES/Fullbright. 2004. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

4.
DAVID, M. B. A.. Avaliacao dos Trabalhos apresentados na XI Semana de Iniciacao Cientifica da UERJ. 2003. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
DAVID, M. B. A.. Membro de Comissão Técnica entre 1998 e 2002. 2002. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminário de empreendedorismo.Empreededorismo em tempos de crise. 2017. (Seminário).

2.
Seminários PPGCE.Modelo de desenvolvimento: construção de oportunidades x transferências. 2012. (Seminário).

3.
V Simpósio Brasil-Alemanha de Desenvolvimento Sustentável.Economic growth and green public policies at Acre state: bottlenecks and proposals of sustainable policies. 2011. (Simpósio).

4.
Cenarios para o Planejamento Estratégico e o Ordenamento Territorial.Estratégia de Desenvolvimento Sustentável e Ordenamento Territorial. 2010. (Seminário).

5.
Construção de plataforma de conhecimento para o desenvolvimento sustentável.Plataforma de conhecimento para uma economia sustentável. 2010. (Simpósio).

6.
Crescimento econômico e justiça social.Proteção Social, Estado e Coesão Social. 2010. (Seminário).

7.
Crescimento Economico e Justiça Social. A ação do presente e a construção do futuro.Políticas Sociais, Estado e Coesão Social: Proteção Social x Transferencias. 2010. (Seminário).

8.
Crescimento Economico e Justiça Social. A ação do Presente e a contrução do futuro.Proteção Social, Estado e Coesão Social:. 2010. (Seminário).

9.
II Semana de Economia da UERJ.Economia e Meio Ambiente. 2010. (Seminário).

10.
Seminario Intenacional del Foro Universitario del Mercosur. 2010. (Seminário).

11.
VI Fórum Internacional de Meio Ambiente. 2009. (Encontro).

12.
Desenvolvimento de Capacidades.Avanços e Desafios da Cooperação Brasil-Alemanha. 2008. (Oficina).

13.
Encontro de Colaboradores 2008 - Construindo um futuro melhor.\Economia com enfase nos aspectos sociais e ambientais- ConsTruindo um futuro melhor - Convergindo nas divergencias : O desafio para a Cooperação Técnica. 2008. (Simpósio).

14.
Avaliação, perspectiva e planejamento da cooperação Brasil- Alemanha na Amazônia.Desenvolvimento Territorial e local. 2007. (Oficina).

15.
Avaliação do Programa Amazônia da Cooperação Alemã.Desenvolvimento sustentável. 2007. (Oficina).

16.
Preapração da Linha Tres sobre gestão ambiental e desenvolvimento sustentável na Amazônia.Subsidios para o documento da linha tres. 2007. (Oficina).

17.
XII Congreso Anual de la Federación Iberoamericana de Ombsdman. La gestión ambiental: promoviendo el debate sobre la reforma de la institucionalidad ambiental en Peru. 2007. (Congresso).

18.
Development of indicators for social cohesion.Development of indicators for social cohesion- Conferencista do painel Examples of other approaches in countries outside Europe:similarities and differences with the Council of Europe's approach. 2004. (Seminário).

19.
3º Semináro Fluminense de Indicadores.3º Semináro Fluminense de Indicadores. 2003. (Seminário).

20.
Hegemonia e conta-hegemonia- Os impasses da globalização e os processos de regionalizaçã0.Hegemonia e Contra Hegemonia: Os impasses da Globalização. 2003. (Seminário).

21.
ICONS Indicadores de Desenvolvimento Sutentável e Qualidade de Vida.Conferencista relator do Painel sobre Redefinido Prosperidade e Progresso. 2003. (Seminário).

22.
Desarrollo de las economias rurales en America Latina y el Caribe. Desarrollo de las economias rurales en America Latina y el Caribe. 2002. (Congresso).

23.
Extensao e o Novo Espaco Rural no Nordeste Brasileiro.Politicas Atuais para o Desenvolvimento Rural. 2002. (Seminário).

24.
O Futuro do Agronegocio Brasileiro.Seminário sobre Agronegócios. 2002. (Seminário).

25.
O impasse Agricola e o futuro da Rodada de Doha.O impasse Agricola e o futuro da Rodada de Doha. 2002. (Seminário).

26.
XL Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. Painel sobre propostas dos candidatos a Presidência da República para o Desenvolvimento Rural e o Agro-negócio. 2002. (Congresso).

27.
XL Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. XL Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. 2002. (Congresso).

28.
Avaliação da Cooperação França-Brasil.Seminário da Cooperação França-Brasil - Conferência sobre Desenvolvimento rural e Emprego Rural Não Agrícola. 2001. (Seminário).

29.
Conferência Internacional sobre Capital Social.Conferência Internacional sobre Capital Social - Organizador e Apresentação de Trabalho. 2001. (Seminário).

30.
Gobierno, Instituiciones e Empresas en la Competitividad de la Agricultura y de la industria agroalimentaria n el Mercosul y la Union Europea..Gobierno, Instituiciones e Empresas en la Competitividad de la Agricultura y de la industria agroalimentaria n el Mercosul y la Union Europea.. 2001. (Seminário).

31.
Negociacao entre o Mercosul e a Uniao Europeia. Participacao na Secao de Negociacao entre o Mercosul e a Uniao Europeia. 2001. (Congresso).

32.
Reuniao Regional da Convencao das Nacoes Unidas sobre Desertificacao.Reuniao Regional da Convencao das Nacoes Unidas sobre Desertificacao. 2001. (Simpósio).

33.
Seminário Internacional sobre Empresas, Governos e Competitividade.Seminário Internacional sobre Empresas, Governos e Competitividade - Organização e Conferência. 2001. (Seminário).

34.
Seminário sobre Mercado de Terras.Seminário Regional sobre Mercado de Terras - Coordenação e Apresentação de Trabalho. 2001. (Seminário).

35.
"Encontro Internacional da SOBER (Sociedade Brasileira de Sociologia e Economia Rural).Seminário Encontro Internacional da SOBER (Sociedade Brasileira de Sociologia e Economia Rural), tendo apresentado o trabalho El Sector Forestal en América latina - Rio de Janeiro, agosto de 2000. 2000. (Seminário).

36.
Desenvolvimento Rural Integrado e Sustentavel para a Zona da Mata.. Tema: Dinamica de Ocupacoes Rurais Nao Agricolas no Brasil e na America Latina. 2000. (Congresso).

37.
La nueva ruralidad en América Latina y el Caribe.Participação no Seminário La nueva ruralidad en América Latina y el Caribe, organizado pela Faculdade de Estudos Ambientais e Rurais da pontificia Univesidad Javeriana (Bogotá), tendo apresentado o artigo: Modernidad y Heterogeneidad: estilo de desarrollo agrícola y rural en América Latina y el Caribe - Bogotá, agosto de 2000.. 2000. (Seminário).

38.
Políticas para Promover o Mercado de Terras Rurais na América Latina.Seminário nacional sobre Mercado de Terras no Marco do Projeto CEPAL/GTZ Políticas para Promover o Mercado de Terras Rurais na América Latina, tenho apresentado o painel Paradigmas teóricos para a análise da gestão agrária frente ao novo milênio - Brasília, 21 e 22 de setembro de 2000.. 2000. (Seminário).

39.
XXVII Encontro Nacional de Economia (ANPEC). Participação no XXVII Encontro Nacional de Economia (ANPEC) tendo apresentado o artigo Demandas por Políticas de desenvolvimento Rural no Brasil, Belém - Dezembro de 1999.. 1999. (Congresso).

40.
Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentado.Participação no Seminário sobre Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentado promovido pelo NEAD/INCRA - Ceará, dezembro de 1998.. 1998. (Seminário).

41.
XXVI Encontro Nacional de Economia (ANPEC). Participação no XXVI Encontro Nacional de Economia (ANPEC) como autora do artigo Transformações na Estrutura Produtiva e na Ocupação do Setor Agropecuário: Proposta Metodológica para Análise da Ocupação com Base nos Censos Agropecuário e Demográfico e Alguns Resultados Vitória, Dezembro de 1998.. 1998. (Congresso).

42.
XXV Encontro Nacional de Economia (ANPEC). XXV Encontro Nacional de Economia (ANPEC) como autora dos artigos Ganhos e Perdas de Competitividade: os efeitos do Mercosul e Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentável. 1997. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DAVID, M. B. A.. Ciclo de seminários CEDES: Mercado imobiliário e os impactos dos grandes eventos internacionais na cidade do Rio de janeiro. 2012. (Congresso).

2.
DAVID, M. B. A.; DAVID, Mauricio Dias . Arquivos da ditadura e avanço da democracia:: por que remexer no passado?. 2012. (Congresso).

3.
DAVID, M. B. A.; DAVID, M. D. ; NASCIMENTO, A. D. . Seminários CEDES - Impactos da criminalidade sobre o desenvolvimento econômico no estado do Rio de Janeiro. 2011. (Outro).

4.
DAVID, M. B. A.; DAVID, M. D. ; JABBOUR, E. K. ; NASCIMENTO, A. D. . Seminários CEDES - Debate sobre o livro. 2011. (Outro).

5.
DAVID, M. B. A.. Planejamento Estratégico do Departamento de Zoneamento Territorial. 2010. (Outro).

6.
Ramos,Ladjane ; DAVID, M. B. A. . Oficina de Reposicionamento Estratégico. 2008. (Outro).

7.
Hans, Juergen F. ; DAVID, M. B. A. ; Ramos,Ladjane . Projeto de Cooperação Técnica Brasil-Alemanha "Desenvolvimento de Capacidades no Ambito de Programa Amazonia. 2008. (Outro).

8.
DAVID, M. B. A.; MAYER, C. . II Encontro de Colaboradores. 2008. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gleyzer Silva. Mercosul e suas perspectivas. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Leonardo Rocha de Almeida. A comercialização dos CEPAC (Certificados de Potencial Adicional de Construção) na Operação Urbana Consorciada Porto Maravilha: análise e efetivação de reabilitação urbana. 2016. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

2.
IRACI MATOS VASCONCELLOS. Educação superior no Brasil e desenvolvimento econômico: o peso do capital humano e do capital social. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

3.
Thais Fraga Ferreira. Os fatores determinantes do boom do mercado imobiliário residencial do Rio de Janeiro entre 2005 e 2010. 2012. Dissertação (Mestrado em Curso de Mestrado em Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

4.
Mussa Agostinho Vieira. Estudo comparativo sobre a gestão do ensino superior. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

5.
Ana Carolina Sartori Natal. Análise Comparativa dos Tigres Asiáticos. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

6.
Felipe de Melo Gil Costa. Impactos da abertura comercial na margem de lucros da Indústria brasileira de transformação entre 1990 e 1996:uma análise em dado de painel. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

7.
Carlos Renato Bussinger Guerra. Informalidade na Região Metropolitana do Rio de Janeiro a partir de 1990. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

8.
Veronica Nascimento Brito. O Bio-diesel e a inserção competitiva do Brasil na Economia Mundial. 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

9.
Mario Gonzalez Romar. O diagnóstico da Previdência Social no Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

10.
Maria Lucia Pazo Gomes. O impacto do realinhamento tarifário sobre o setor siderúrgico brasileiro. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

11.
Fabio José Alves Morais. Taxa de juros e competitividade do agronegócio. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

12.
Victor de Menezes Cesarino. Integração da matriz energética Latinoamericana. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

13.
Raul Murilo Chaves Curvo. Orçamento Público como instrumento de desenvolvimento. 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

14.
Paula de Andrade Rollo. Reorientação Produtiva na Zona da Mata Pernambucana. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

Tese de doutorado
1.
Patrícia Cardoso. Função socioambiental da propriedade: a compensação ambiental nas externalidades negativas.. 2016. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

2.
Washington de Brito. O princípio da não-discriminação tributária e regulatória no comércio internacional de bens e serviços. 2006. 0 f. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Gisele Valente. Indústria do petróleo e impactos ambientais na região dos lagos. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciencias Economicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Luiza Lage Castro dos Santos. A Teoria Austríaca dos ciclos econômicos e a crise brasileira. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

2.
Michel Marinho. Crises Imobiliárias e Impactos sobre o Crescimento Econômico. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

3.
Antonio Pedro Lima. Inserção Internacional e papel dos organismos multilaterais. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

4.
Tulio Correia. Competitividade brasileira em uma análise comparativa. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

5.
Flávia Moreira Chaves. As várias formas de um estado desenvolvimentista: um estudo histórico e econômico dos BRICS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

6.
Gustavo Cesar Mattos. Políticasde incentivo à educação suprior no Brasil. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

7.
Vanessa Mello. A relação de dependência e as pesrpectivas da indústria de petróleo e gás no Rio de janeiro. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

8.
Marcio Luis Barbosa Machado. Análise sobre concentração da Pauta Brasileira de Exportações em Produtos de baixo Valor Agregado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

9.
Mussa Agostinho Vaz Vieira. Politicas economicas no processo de globalização. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Ministerio de Relações Exteriores de Guiné Bisaú. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

10.
Luiz Eduardo Mariano Vidal. políticas econômicas e desenvolvimento no Brasil. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

11.
Anna Carolina Granja Meire. Comparações entre os paises que adotaram investimento em capital humano como parte da estratégia de desenvolvimento. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Economia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

12.
Adriano Pedroza Galvão Titoneli Alvim. Financiamento deo Desenvolvimento no Brasil: A Ausência de fontes privadas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

13.
Rodrigo Barbosa. Desenvolvimento Industrial e política Comercial . A economia japonesa no pós-guerra. 2006. 85 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

14.
Camila Barbosa da Fonseca. A importância da politica de estado para atração de investimento e indústria petrolífera no desenvolvimento industrial fluminense. 2005. 115 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

15.
Fernanda Becker. O papel da educação como fator de inserção no mercado de travalho. 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

16.
Marcos Quintanilha. O Protocolo de Kyoto e o Desenvolvimento dos países emergentes. 2005. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

17.
Vivian Machado dos Santos. Vivian Machado Santos - As parcerias púvlico-privadas como alternativa para o desenvolvimento da infra-estrutura brasileira. 2005. 77 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

18.
Katarina Pereira da Costa. A Contribuição das Empresas Multinacionais para o Crescimento das Exportações de Produtos Selecionados. 2005. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

19.
Gustavo Lorena Pinto. Desenvolvimento Econômico e Cultura. 2005. 95 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

20.
Fabiana Bastos de Faria. Política de estimulo à Indústria automobilistica. 2004. 97 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

21.
Débora Soares de Rezende. Vulnerabilidade Externa do Brasil : Uma análise de Evolução Recente. 2004. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

22.
Albero Ramos Madeira da Silva. Movimentos de capitais. 2004. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

23.
Gabriela Carvalho Hugueney. Estratégia Empresarial. 2004. 85 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

24.
Wilson Trevisan Leal. Diferença do desenvolvimento nacional Norte X Sul e o lucro social. 2004. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

25.
Mariana Penteado Kujawski Freitas. Objetivos de desenvolvimento do milênio: o caso brasileiro. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

Iniciação científica
1.
Etiene Martins. Geração de emprego e renda. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

2.
Isadora Medeiros Frias. Políticas de Geração de Emprego e Renda. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

3.
Fernanda Mariana Lima. Reorientação Produtiva na Zona da Mata Pernambucana. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

4.
Juliana Evangelista. Desenvolvimento sustentável. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

5.
Vivian Garrido. Desenvolvimento sustentável nas ärea de Reforma Agrária. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Econômicas e Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

6.
Bruno Sacramento Campos. Análise da Evolução e Efetividade da Política de Reforma Agrária no Brasil. 2002. 0 f. Iniciação Científica - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

Orientações de outra natureza
1.
Mateo E. Trujillo. Projeto Monitoramento da Biodiversidade. 2012. Orientação de outra natureza - Gesellschaft Fur Technische Zusammenarbeit. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

2.
Oliver Herbert Tie. Monitoramento da dinâmica da biodiversidade. 2012. Orientação de outra natureza - Gesellschaft Fur Technische Zusammenarbeit. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

3.
Felix Steinmeyer. Projeto Monitoramento da Biodiversidade. 2012. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

4.
Stephanie Wurch. Cooperação Brasil-Alemanha em energias renováveis e eficiência energética, proteção e uso de florestas tropicais e cooperação triangular. 2011. Orientação de outra natureza. (Consultoria) - Banco de Desenvolvimento Alemão, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

5.
Martin Dünzl. Monitoramento da Biodiversidade no Brasil. 2011. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

6.
Célia Filipa Dias Afonso. Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense. 2011. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

7.
Stephanie Wurch. Áreas de cooperação internacional : energias renováveis e eficiência energética, proteção e uso sustentável das florestas tropicais e cooperação triangular.. 2011. Orientação de outra natureza - Banco de Desenvolvimento Alemão, Banco de Desenvolvimento Alemão. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

8.
Martin Dünzl. Projeto Monitoramento da Biodiversidade. 2011. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

9.
Martina Nagl. Programa de Proteção e Gestão Sustentável das Florestas Tropicais. 2011. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.

10.
Sabrina Stegmüller. Programa de Proteção e Gestão Sustentável das Florestas Tropicais. 2011. Orientação de outra natureza - Cooperação técnica alemã, Cooperação técnica alemã. Orientador: Maria Beatriz de Albuquerque David.



Educação e Popularização de C & T



Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DAVID, M. B. A.. Entenda o que o PIB representa para o país e a população. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
DAVID, M. B. A.. Economistas consideram conservadora decisão do Copom de manter Selic em 8,75% ao ano. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
DAVID, M. B. A.. Para economista, gastos de início de ano e crise financeira deixam saldo da poupança no vermelho. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
DAVID, M. B. A.. Juros mais baixos no exterior não compensam pagamento total da dívida, diz professora. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
DAVID, M. B. A.. Especialista dá dicas para equilibrar as contas no início do ano. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
DAVID, M. B. A.. Panorama do emprego no Brasil. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
DAVID, M. B. A.. Dívida do estado do Rio de Janeiro. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
DAVID, M. B. A.. Como organizar o orçamento e planejar gastos e poupança no ano que se inicia. 2013.

9.
DAVID, M. B. A.. Desempenho da RAIS mostra arrefecimento do emprego na indústri. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
DAVID, M. B. A.. Desindustrialização e emprego. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
DAVID, M. B. A.. Queda do emprego no setor industrial em 2013. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
DAVID, M. B. A.. Redução do emprego formal na indústria preocupa economistas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
DAVID, M. B. A.. Queda da criação de emprego na indústria sinaliza processo de desindustrialização. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
DAVID, M. B. A.. Indicadores do relatório social da amárica latina divulgado pela CEPAL. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
DAVID, M. B. A.. Resultado da inflação preocupa economistas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
DAVID, M. B. A.. Desempenho do PIB no 3º Tri.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
DAVID, M. B. A.. Conjuntura aponta mais cautela na política monetária em 2014. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
DAVID, M. B. A.. Inflação inibe o consumo no início do ano. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
DAVID, M. B. A.. Como está a economia no Brasil?. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
DAVID, M. B. A.. Taxa de desemprego dispara no Brasil. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
DAVID, M. B. A.. Crise economica e seus impactos nos estados. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
DAVID, M. B. A.. Estamos diante de um novo processo inflacionário?. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
DAVID, M. B. A.. Perspectivas de recuperação da economia. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
DAVID, M. B. A.. A Petrobras e o futuro do pré-sal - Sala Debate. 2016.

25.
DAVID, M. B. A.. Mudanças na economia global e impactos sobre a economia brasileira. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

26.
DAVID, M. B. A.. Análise da Economia Brasileira em 2016. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

27.
DAVID, M. B. A.. Desafios da Economia Brasileira. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

28.
DAVID, M. B. A.. Reaproximação das relações entre Estados Unidos e Cuba. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

29.
DAVID, M. B. A.. Conjuntura e comportamento da inflação. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

30.
DAVID, M. B. A.. Reestruturação da Petrobrás : venda da refinaria Passadena e de parte da distribuição de gás. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

31.
DAVID, M. B. A.. IDH municipal Brasil 2017. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).



Outras informações relevantes


- Membro do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa, representando o Centro de Ciências Sociais (eleita em 2003 para mandato de 2 anos).
-Membro do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa e Estensão (CSEP/UERJ), representando o Centro de Ciências Sociais (eleita em 2005 para um madato de 2 anos)
- Indicação para Who´s Who in the World em 2012.

- Chefe de Projeto do Centro Internacional de Desenvolvimento Sustentavel (2003).
(09/07/2006)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 20:40:26