Angela Cristina Verissimo Junqueira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6489003298721690
  • Última atualização do currículo em 10/03/2015


Graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Universidade do Rio de Janeiro (1984), mestrado em Parasitologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996) e doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro) pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é pesquisadora adjunto da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Parasitologia, com ênfase em Protozoologia Parasitária Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: Doença de Chagas, Trypanosoma cruzi e Amazonas (Brasil). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Angela Cristina Verissimo Junqueira
Nome em citações bibliográficas
JUNQUEIRA, A. C. V.;Santos-Mallet, Jacenir R.;JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA VERÍSSIMO;JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V.;JUNQUEIRA, ANGELA CV;JUNQUEIRA, A.

Endereço


Endereço Profissional
Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Medicina Tropical.
Avenida Brasil, 4365
Manguinhos
21045900 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil - Caixa-postal: 926
Telefone: (21) 2280374
Fax: (21) 22803740


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro)pgbmp@icb.usp.br.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Trypanosoma cruzi em áreas do Médio e Alto Rio Negro, Amazonas, Brasil., Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Eufrosina Umezawa e Marta Geraldes Teixeira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: T cruzi; Amazonas Brasil; reservatórios; vetores; infecção humana; caracterização molecular e biológica.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos / Especialidade: Protozoologia Parasitária Humana.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos / Especialidade: Protozoologia Parasitária Animal.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1992 - 1996
Mestrado em Parasitologia.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Um estudo sobre xenodiagnóstico, a hemocultura e a reação em cadeia da polimerase na detecção do T. cruzi Chagas, 1909 em indivíduos na fase crônica da infecção.,Ano de Obtenção: 1996.
Orientador: Egler Chiari.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Tcruzi; Fase crônica; Xenodiagnóstico; Hemocultura; PCR; Doença de Chagas.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos / Especialidade: Protozoologia Parasitária Humana.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1980 - 1984
Graduação em Ciencias Biológicas Modalidade Médica.
Universidade do Rio de Janeiro.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisador Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

05/2012 - Atual
Ensino, Pós-graduação Stricto Sensu Biodiversidade e Saúde, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diversidade e Ecologia de Triatomíneos
05/2010 - Atual
Ensino, Pós-graduação Stricto Sensu Medicina Tropical, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bases do Diagnóstico Laboratorial de Agentes Infecciosos e Parasitários (coordenação)
Epidemiologia e controle das doenças infecciosas e parasitárias
Determinantes e perfis epidemiológicos da doença de chagas em regiões endêmicas do Brasil
1997 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Medicina Tropical.

Atividade realizada
Prestação de Serviço a Comunidade no Setor de Saúde-Educação na Região do Médio e Alto Rio Negro-Amazonas.
5/1986 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Medicina Tropical.

11/1997 - 11/1997
Ensino, Biologia Celular e Molecular, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Atualização em Doença de Chagas
6/1997 - 6/1997
Ensino, Saúde Pública, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diagnóstico Laboratorial das Doenças Transmissíveis
1997 - 1997
Treinamentos ministrados , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular.

Treinamentos ministrados
Regional Training Course for Latin America on Diagnosis of Chagas Disease and Leishmaniasis I I
10/1996 - 10/1996
Ensino, Biologia Parasitária, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Protozoologia
1996 - 1996
Treinamentos ministrados , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular.

Treinamentos ministrados
Regional Training Course for Latin America on Diagnosis of Disease and Leishmaniasis I
12/1995 - 12/1995
Ensino, Saúde Pública, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Doença de Chagas: Introdução e Diagnóstico Laboratorial
12/1983 - 8/1984
Estágios , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Medicina Tropical.

Estágio realizado
Comportamento Biológico de Duas Cepas de Trypanosoma cruzi no Modelo Experimental Camundongo.

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista de Aperfeiçoamento, Carga horária: 30
Outras informações
Projeto: Utilização do Ozônio como Forma Esterelizante de T. cruzi

Vínculo institucional

1983 - 1983
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto: Controle Clínico e Hematológico de Indivíduos Expostos à Radiação Ionizante

Atividades

1/1983 - 3/1985
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Bioquímica.

3/1984 - 7/1984
Ensino,

Disciplinas ministradas
Monitoria de Microbiologia

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 1982
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

Atividades

12/1981 - 2/1982
Estágios , Centro Biomédico, Departamento de Bioquímica.

Estágio realizado
Treinamento Inserido no Projeto: " Influência de Pestisidas na Regeneração de Planárias".


Linhas de pesquisa


1.
Diagnóstico Hematológico
2.
Tratamento In vitro de T.cruzi
3.
Dinâmica de transmissão do Trypanossoma cruzi (Chagas 1909) na Micro região do Rio Negro, Amazônia Brasileira
4.
Avaliação de métodos de diagnóstico laboratorial do Trypanossoma cruzi
5.
Estudo biológico e molecular de tripanossomatídeos
6.
Investigação do conhecimento de profissionais do sistema único de saúde (SUS) sobre doenças de Chagas na Amazônia brasileira
7.
Perfil epidemiollogico, clínico e imunológico de pacientes com doença de Chagas na fase aguda e fase crônica
8.
Tratamento em vitro com Trypanossoma cruzi


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Investigação do conhecimento e conduta dos agentes de controle de endemias em uma área de risco para doença de Chagas

Descrição: A Doença de Chagas é uma das principais doenças negligenciadas pelos países latinos, apesar de todo o conhecimento da sua gravidade, como sua capacidade de causar morte e perda funcional do individuo doente. Os agravos evolutivos desta moléstia exigem atenção quanto ao controle e estratégia de erradicação. Um dos representantes importantes no controle e notificação desta e outras doenças ambientais é o agente de combate às endemias, uma vez que lidam diretamente com a população e atuam em áreas onde possa existir grande risco de epidemia da doença. Para este estudo foram selecionados os municípios de Abaetetuba e Tailândia, da sexta regional de Saúde do Estado do Pará. O primeiro por apresentar o maior número de notificações da forma aguda da doença nos últimos anos, e o segundo por não notificar. Este estudo qualitativo será realizado através de questionário, visando investigar a conduta e conhecimento dos agentes de combate às endemias em áreas de risco para Doença de Chagas, comparando a formação e atuação dos agentes dos dois municípios, avaliando se o conhecimento sobre a doença varia mediante distintas realidades epidemiológicas, além de identificar aquele profissional que emite confiança e segurança em sanar dúvidas e dar suporte técnico em situações adversas, caso sejam relatadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Evandro da Rocha Dias - Integrante / CLEUZA SANTOS FAUSTINO - Integrante.
2014 - Atual
Avaliação da formação e da atuação dos profissionais municipais que realizam ações de vigilância entomológica, visando a melhoria do serviço no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)

Descrição: As alterações ambientais provocadas pela ação antrópica e as mudanças climáticas que vem ocorrendo nos últimos anos, sinalizam para possibilidade de emergência das doenças transmitidas por vetores e zoonoses. A vigilância entomológica de vetores, vem sendo considerada um dos componentes principais para indicação de risco de transmissão assim como para o direcionamento das ações de prevenção e controle desses agravos. De acordo com dados do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN), no período de 2007 a 2014, as doenças prioritárias transmitidas por vetores e zoonoses no estado, que constituem problema de Saúde Pública são: Dengue, Leishmanioses Tegumentar e Visceral, Febre Maculosa Brasileira e Malária. Soma-se a essas, em menor número de notificações, a doença de Chagas aguda. Com base na realidade atual de que os servidores municipais de nível médio (guardas de endemias e agentes de combate às endemias), responsáveis pelo controle local de doenças de transmissão vetorial, não se apresentam, muitas vezes, preparados para identificar os focos e as espécies vetoras responsáveis pelas doenças de notificação compulsória (DNC - Portaria MS Nº 1.271/2014) e, que, mesmo com os informes técnicos, dos órgãos competentes, orientando quanto à conduta a ser tomada, tem se verificado, na rotina do serviço dos municípios, falta de ações uniformes e continuadas, ocasionando com isso falhas na vigilância e controle de vetores. Devido a essa problemática, estamos propondo uma avaliação da formação e atuação dos profissionais na vigilância entomológica, visando a melhoria na qualidade do serviço, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Nosso estudo terá como objetivos identificar os problemas de forma sistematizada, elaborar e encaminhar propostas de soluções para o serviço, e por último validar essas propostas na rotina do serviço, em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) participantes. Utilizaremos (i) questionários semi-estruturados para profissionais de nível médio (agentes de combate às endemias e guardas de endemias) municipais, responsáveis pela pesquisa entomológica; (ii) dados obtidos em sistemas e subsistemas de informações de acesso irrestrito e de registros administrativos e demais documentos referentes às ações de vigilância em saúde, do Ministério da Saúde (MS), da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES/RJ) e das Secretarias Municipais de Saúde (SMS), participantes da pesquisa. E, (iii) levantamento das capacitações disponíveis para profissionais de nível médio, voltadas para a execução das metodologias de captura, vigilância e controle dos diversos artrópodes transmissores de doenças consideradas prioritárias para a Saúde Pública no estado. Este projeto abordará a formação profissional de pessoal (guardas de endemias e agentes de combate a endemias), as condições laborais de campo e laboratório para atuação na vigilância entomológica das DNC, cujos agentes etiológicos sejam protozoários e arbovírus, que acometem a população fluminense, como dengue, leishmanioses tegumentar e visceral, entre outros agravos, recentemente registrados nos municípios que serão selecionados para o estudo. Ao final do nosso estudo, esperamos ter contribuído para a formação dos profissionais, sujeitos da prática, para realizar com competência técnica a vigilância entomológica, e ter validado um modelo de avaliação e de propostas de recomendações com bases técnicas, sobre as medidas para eliminar ou reduzir o risco de transmissão dos agravos, sob a perspectiva do controle integrado, que possam ser empregadas em outros municípios da unidade federativa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Cristina M Giordano - Integrante.
2014 - Atual
Avaliação do conhecimento sobre doença de Chagas dos Agentes Comunitários de Saúde dos municípios de Abaetetuba e Tailândia, estado do Pará, Brasil.

Descrição: No Estado do Pará, as taxas de infecção oral pelo protozoário Trypanosoma cruzi, agente etiológico causador da doença de Chagas tem mostrado dados significativos. Essa contaminação pode esta vinculada a ingestão de alimentos contendo fezes ou vetores triturados, falta de higiene na manipulação do açaí e outros sucos típicos da região. De acordo com a Coordenação Estadual de Programa do Controle da doença de Chagas (CEPCDC), cerca de 39 municípios do Pará apresentaram notificações de casos suspeitos de doença de Chagas aguda (DChA), em um total de 926 casos (SINANNET período de 2006-2013). Em Abaetetuba, município de estudo, foram notificados 182 casos já em Tailândia, não houve notificação. Ambos os municípios estão situados na 6 região do Estado. É intrigante observarmos tantas notificações em um território e no outro, tão próximo, não. O objetivo deste trabalho é avaliar o conhecimento e as práticas dos agentes comunitários de saúde (ACS) para a identificação da doença de Chagas no município de Abaetetuba e Tailândia, reconhecendo seu papel na prevenção da doença, promoção da saúde, construindo um elo cada vez mais sólido entre a comunidade e o sistema de Atenção Básica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (1) Doutorado: (2) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Cristina M Giordano - Integrante / Amanda Coutinho Souza - Integrante / VITOR VIANNA DA GRAÇA - Integrante / Mariluce de Souza Flores - Integrante.
2014 - Atual
Doença de Chagas na Região do Rio Negro, Estado do Amazonas, Brasil

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Laura Cristina Santos - Integrante / Sérgio Salles Xavier - Integrante / Carlos José de Carvalho Moreira - Integrante / Marta Maria Geraldes Teixeira - Integrante / Amanda Coutinho Souza - Integrante / Eufrosina Setsu Umezawa - Integrante / Coura, José R. - Coordenador / Cibele Rodrigues Bonvicino - Integrante / Ana Ruth Arcanjo - Integrante / Juliana de Meis - Integrante / BERNADINO CLAUDIO DE ALBUQUERQUE - Integrante / JÚLIO CÉSAR MIGUEL - Integrante / CRISTINA ARARIPE FERREIRA - Integrante / ANDRÉA SILVESTRE DE SOUZA - Integrante.
Financiador(es): CNPQ/MS/SCTIE/DECIT - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Obtenção De Uma Nova Proteína Quimera Para O Uso Em Teste De Diagnóstico Sorológico Rápido Da Infecção Pelo Trypanosoma Cruzi Na População Humana Em Áreas Endêmicas

Descrição: O sucesso no tratamento para infecções de T. cruzi está diretamente relacionado ao diagnóstico precoce durante a fase aguda, quando a produção de anticorpos é baixa no paciente. Por essa razão, o teste atual visa a identificação do parasita no sangue, mas essa exige disponibilidade de infraestrutura que não existe em áreas endêmicas. Enquanto, testes sorológicos convencionais mostram alta sensibilidade, mas sofrem com especificidade baixa devido a alguns determinantes antigênicos, por apresentarem reatividade cruzada com outros patógenos. O emprego de proteínas recombinantes apresenta elevada especificidade, mas os testes comerciais atuais baseados em proteínas recombinantes apresentam um número limitado de proteínas recombinantes para administrar o custo-benefício, isso restringe o número de epítopos incluídos no teste. Para superar essa restrição, esse projeto visa desenvolver uma proteína recombinante contendo múltiplos epítopos que aumenta sensibilidade, diminuir custos e pode ser aplicado no campo. Dez epítopos foram encontrados dentro de antígenos conhecidos por análise bioinformática e SPOT-synthesis análises. As sequências de DNA que os codificam, foram incluídas na sequência codificadora de uma proteína específica que pode aceitar as sequências desconhecidas sem comprometer sua capacidade para formar uma estrutura estável em solução. Uma proteína quimérica com os oito primeiros epítopos expressou parcialmente solúvel. As próximas etapas serão incluir outros dois epítopos e testar reatividade de anticorpos em soro de pacientes. Esta proteína quimera deverá possibilitar o desenvolvimento de um teste rápido de simplificada execução em campo; estável a temperatura ambiente; baixo custo; alta sensibilidade e especificidade com relação aos testes comercializados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Andressa da Matta Durans - Integrante / David William Provance - Integrante.
2014 - Atual
Diagnóstico morbmortalidade resposta imune e endócrina em casos humanos de fase aguda da doença de Chagas por via oral no estado do Pará

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Coura, José R. - Integrante / Otacilio da Cruz Moreira - Integrante / Juliana de Meis - Coordenador / Wilson Savino - Integrante / Valéria Regina Cavalcante dos Santos - Integrante / Daniella Arêas Mendes da Cruz - Integrante / Désio Aurélio Farias de Oliveira - Integrante / Hilton Jorge Nascimento - Integrante / Patricia Barbosa Jurgilas - Integrante / Rejane Seila da Silva Castro - Integrante / Dilma do S. M. Souza - Integrante / Juliana Barreto de Albuquerque - Integrante / Alexandre Morrot Lima - Integrante / Vinícius Cotta-de-almeida - Integrante / Déa Maria Serra Villa-Verde - Integrante / Daniele Silva dos Santos - Integrante / Luiz Ricardo Berbert - Integrante / Barbara Angelica dos santos Mascarenhas de Souza - Integrante.
Financiador(es): Departamento de Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Determinar em áreas de extrativismo o risco da transmissão vetorial e oral do Trypanosoma cruzi na Amazônia brasileira e propor medidas de vigilância e controle

Descrição: A doença de Chagas (DCh) está incluída entre as treze Doenças Tropicais Negligenciadas (DTNs), sendo as populações desfavorecidas as mais atingidas com este agravo. Com base nos parâmetros: educação, saúde e renda, os indicadores sociais demonstraram que os quatro municípios da Microrregião do Rio Negro, estado do Amazonas, Brasil estão níveis baixo desenvolvimento. Essa falta de oportunidades para a população local consolida o extrativismo de recursos naturais uma atividade importante na escala econômica da região. Entre os produtos podemos destacar a fibra de piaçava e frutos de açaí, bacaba, patauá e buriti. Características de determinadas palmeiras, vegetação nativa e de distribuição significativa na Região Amazônica, favorecem o estabelecimento de colônias dos vetores da doença de Chagas, como das espécies do genêro do Rhodnius, possuindo papel importante no ciclo de transmissão da DCh e, por isso, definidas como ecótopos de risco . Como consequência, dessa relação homem-extrativismo-palmeira-vetor, observa-se uma prevalência sorológica significativa para anticorpos anti T. cruzi na população extrativista da fibra da palmeira Leopoldinia piassaba, bem como notificação crescente de surtos de doença de Chagas Aguda (DChA) com vínculo epidemiológico a ingestão de sucos de frutos extraídos de palmeiras. Merecendo investigações que esclareçam, em que momento, da cadeia da produção, essa contaminação com o parasita esteja ocorrendo. A associação específica da espécie R. brethesi ao ecótopo palmeira Leopoldinia piassaba, torna os piassabais áreas de risco para transmissão do T. cruzi. A análise espacial permite avaliar a situação da dinâmica de transmissão dos agravos e suas tendências, proporciona o entendimento dos fatores socioeconômicos e ambientais que determinam as condições de vida e o estado de saúde da população. O presente estudo tem como objetivo, avaliar o papel do ecótopo palmeira na transmissão vetorial e oral do T.cruzi para população humana extrativista e propor medidas de vigilância e controle. Através das variáveis botânicas e ecológicas das palmeiras, indicadores entomológicos, análise espacial das regiões de extrativismo permitirá inferir áreas de risco da transmissão do T. cruzi. O outro objetivo será fortalecer e consolidar a capacitação profissionais de saúde na identificação do T. cruzi e reconhecer as espécies de triatomíneos encontrados na região. Concomitantemente, a partir do PSE (Programa de Saúde e Educação), inserir o conhecimento desse agravo nas atividades desenvolvidas por esse programa. Nas escolas municipais, selecionadas a partir de critérios a serem estabelecidos em parceria com a Secretaria de Saúde e de Educação, consolidar ações de educação em saúde..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Amanda Coutinho Souza - Integrante / Wagner More Terraça - Integrante / Ana Ruth Arcanjo - Integrante / Renata Gracie - Integrante.
Financiador(es): Programa Estratégico de Apoio à Pesquisa em Saúde - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Análise da resposta imune de paciente aguda infectados por via oral em uma região endemica de doença de Chagas da Amazônia brasileira (PARÁ)

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / José Rodrigues Coura - Coordenador / Juliana de Meis - Integrante / Wilson Savino - Integrante / Valéria Regina Cavalcante dos Santos - Integrante / Dilma do Socorro Moraes de Souza - Integrante / José Ricardo Vieira - Integrante / Elenild Góes - Integrante / Ednei Charles da Cruz Amador - Integrante / Erica Tatto - Integrante / Soraya Oliveira dos Santos - Integrante.
2013 - Atual
Estudo da flora fúngica do trato digestório de triatomíneos da micro-região do Rio negro, Estado do Amazonas Brasil

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Ingrid dos Santos da Silva - Integrante.
2013 - Atual
Estudo multidisciplinar sobre a fase aguda da doença de Chagas transmitida por via oral: informação, diagnóstico e resposta imune do hospedeiro

Descrição: A via de transmissão pelo Trypanosoma cruzi mais frequente no Brasil é a via oral (vo) e ocorre através da ingestão de alimentos contaminados. A infecção por vo resulta em doença aguda, exuberante e com maior mortalidade que os quadros oligossintomáticos clássicos decorrente de infecção via vetorial (vv). O Ministério da Saúde calcula que no estado do Pará ocorram mais de 130 casos novos/ano, no entanto a doença é subdiagnosticada pois o LACEN Pará estima que apenas um terço dos profissionais responsáveis pelo diagnóstico laboratorial de doenças parasitárias nos municípios do estado sejam capacitados para identificar o T. cruzi. Nesse projeto, pretendemos aperfeiçoar o diagnóstico precoce da infecção oral e conhecer de forma mais detalhada a resposta do hospedeiro frente a essa via de infecção. Nesse sentindo, e usando uma abordagem básico-clínica-epidemiológica, pretendemos elaborar e difundir material didático de fácil compreensão para identificação do parasita e da sintomatologia de fase aguda após infecção por vo e vv em áreas de risco; avaliar o perfil de citocinas séricas (tipo 1, 2, 17 e reguladoras) e a fenotipagem de linfócitos T em pacientes agudos infectados por vo e vv. De forma complementar, realizaremos estudos em modelos experimentais para determinar o impacto da via de inoculação (vo e via subcutânea-vsc) no desenvolvimento da fase aguda, abordando a resposta imune e as portas de entrada..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Juliana de Meis - Coordenador / Ana Paula Dinis Ano Bom - Integrante / Daniella Arêas Mendes da Cruz - Integrante / Désio Aurélio Farias de Oliveira - Integrante / Elisabeth Martins Silva da Rocha - Integrante / Frederico Rogério Ferreira - Integrante / Hilton Jorge Nascimento - Integrante / Patricia Barbosa Jurgilas - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2013 - Atual
Elaboração de material didático para identificação do Trypanosoma cruzi e da sintomatologia de fase aguda após infecção pelas vias oral e clássica

Descrição: A Doença de Chagas Aguda por transmissão oral vem aumentando no Brasil, principalmente na região da Amazônia Legal. O aumento da incidência dessa doença está ligado ao consumo de alimentos contaminados pela não adoção de práticas de higiene adequadas em sua manipulação. Desde a implantação do Programa de Doença de Chagas no Pará, em 2006, foram registrados mais de 931 casos confirmados da doença, com 21 óbitos distribuídos em 56 municípios. Segundo o Ministério da Saúde, a doença de Chagas aguda vem aumentando principalmente por transmissão oral e preocupa as autoridades, que buscam unir esforços para reduzir este número. A secretaria de Saúde está promovendo várias campanhas, como treinamento de técnicos em saúde no estado do Pará, cursos de capacitação em Boas Práticas de Manipulação e Processamento do Açaí, entre outros. O diagnóstico precoce da infecção é fundamental, pois, quanto antes diagnosticar a doença mais rápida se inicia o tratamento, o que diminui os danos para o paciente. Nesse sentido, microscopistas têm que estar preparados a fazê-lo. Segundo as estimativas do Laboratório central do estado do Pará, menos de um terço dos microscopistas responsáveis pelo diagnóstico de doenças parasitárias no estado hoje, são capazes de identificar o T. cruzi. Além disso, pacientes infectados por via oral que buscam atendimento em postos de saúde, não apresentam os sinais clássicos de porta de entrada (chagoma de inoculação/ sinal de Romana) e muitas vezes passam pela fase aguda sem o diagnóstico e o tratamento apropriado. Neste projeto, pretendemos confeccionar e divulgar material didático de fácil compreensão destinado aos profissionais como enfermeiros e microscopistas, a fim de aperfeiçoarmos o diagnóstico precoce da doença. Nesse sentindo, o material didático permitirá a identificação do parasita e da sintomatologia de fase aguda da doença após infecção por via oral e via vetorial em áreas de risco..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Juliana de Meis - Coordenador / Rejane Seila da Silva Castro - Integrante.
2013 - Atual
Estudo dos casos agudos de doença de Chagas no Maranhão, Brasil, e sua relação com a pobreza

Descrição: Aspectos da epidemiologia da Doença de Chagas, no estado do Maranhão, Brasil, serão abordados enfocando os casos agudos ocorridos e registrados entre 1975 e 2015. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo e exploratório, retrospectivo e prospectivo, com levantamento dos aspectos sociodemográficos e clínico-laboratoriais dos casos agudos de doença de Chagas, na perspectiva de definir as características amplas do agravo no Maranhão. Serão analisadas variáveis clínicas, laboratoriais e epidemiológicas; destacando também variáveis demográficas e sociais que definam a tipologia da região de procedência dos casos. As informações serão obtidas nas fichas de investigação do SINAN/FUNASA, prontuários médicos, coleta observacional nos municípios com registros de casos e aplicação de questionários focais. Resultados preliminares já mostram 63 casos registrados no SINAN, no período de 1975 a 2012, procedentes de 28 municípios. O mecanismo de transmissão no estudo preliminar sugere ser de natureza vetorial clássica e transmissão oral através da ingestão de alimentos contaminados com formas infectantes do parasita. Com os conhecimentos gerados será possível indicar medidas de atenção ao paciente dentro do sistema de saúde, bem como propor ações de prevenção, vigilância e controle do agravo nos municípios de autoctonia. São esperados como resultados desta pesquisa um diagnóstico preciso da situação da doença de Chagas na fase aguda da infecção, no estado do Maranhão, além de promover treinamento técnico dos profissionais de laboratório, capacitação dos profissionais de saúde da atenção básica e elaboração de informes técnicos, cartilhas e manuais. Paralelamente ações educativas, fazendo uso do saber popular, serão trabalhadas com as populações das áreas acometidas por pelo agravo. E finalmente, correlacionar as condições socioeconômicas da população com a presença de casos agudos, verificando se a morbidade da doença pode estar retroalimentando o ciclo pobreza-doença-pobreza..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Flávia Stella R F Cutrim - Integrante / Eloísa da Graça do Rosário Gonçalves - Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - Atual
Avaliação da sensibilidade de métodos parasitológicos diretos na detecção do Trypanosoma cruzi durante a fase aguda da infecção em modelo animal

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Carlos José de Carvalho Moreira em 12/09/2014.

Descrição: A Doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida ao homem por triatomíneos hematófagos. A infecção normalmente ocorre através da penetração do parasita, presente nas fezes ou urina dos insetos, por uma lesão na pele, por via oral através de alimentos contaminados com as dejeções, por acidentes de laboratório ou outro tipo de contato com sangue de pacientes chagásicos. A infecção apresenta 2 fases distintas: a fase aguda, na qual a quantidade de parasita é abundante e leva de 2 a 3 meses após a infecção inicial e a fase crônica. A identificação da infecção durante a fase aguda permite a possibilidade da cura da doença e contribui para estudos epidemiológicos. O diagnóstico nesta fase pode ser realizado através de métodos parasitológicos diretos que envolvem técnicas simples e apresentam altas taxas de sensibilidade e especificidade. O objetivo deste trabalho é avaliar a sensibilidade de quatro métodos parasitológicos diretos e estabelecer comparativamente o limite em relação ao número de parasitas circulantes, tomando como referência o início e o final da fase de parasitemia. A metodologia aplicada incluiu os seguintes testes: exame a fresco, gota espessa, Strout e micro-hematócrito. Para a avaliação experimental dos diferentes métodos foi utilizado o sangue de coelhos inoculados com Trypanosoma cruzi, coletado durante a fase aguda da infecção. Acreditamos que os resultados adquiridos poderão contribuir para a melhor escolha do método a ser empregado em locais menos estruturados, de acordo com a disponibilidade do sistema de saúde..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Integrante / Carlos José de Carvalho Moreira - Coordenador / Barbara Angelica dos Santos - Integrante.
2010 - 2012
Padrões morfológicos das sensilla antenais e das asas da espécie amazô Rhodnius brethesi (Matta 1919) e a especificidade com palmeira Leopoldinia piassaba (Wallace 1853)

Descrição: A maioria das espécies do gênero Rhodnius está associada às palmeiras, e de acordo com seu padrão de associação de habitat são classificadas como especialistas ou generalistas. Rhodnius brethesi é aparentemente especialista, infestando apenas palmeiras da espécie Leopoldinia piassaba. Devido a esta possível especificidade de ecótopo mantém o ciclo de transmissão silvestre em regiões de extrativismo da piaçava, localizada na Microrregião do rio Negro, Amazonas. Entretanto, está descrito em outras regiões fora da área de ocorrência da espécie de palmeira, como estado do Maranhão e Pará. Os triatomíneos percebem os ambientes através das antenas que são cobertas por estruturas sensoriais conhecidas como sensilla. O fenótipo antenal e o perfil morfométrico vêm sendo utilizados para diferenciar gênero, espécie e populações de triatomíneos, possibilitando analisar modificações advindas de adaptações ao ambiente ou de alterações genéticas. Desta forma, através do perfil das sensilla presentes nas antenas, e da análise do tamanho e conformação das asas espera-se obter informações sobre estruturas capazes de detectar variações e especificidade de ecótopo das populações de R. brethesi. O objetivo do estudo foi comparar os padrões morfológicos, das antenas e das asas, entre espécimes de R. brethesi criados no laboratório e silvestres e outras espécies do gênero Rhodnius, e sua possível especificidade em relação ao ecótopo palmeira. Com o intuito de analisar o conhecimento, sobre a espécie R.brethesi e a palmeira L. piassaba, pela população humana, residente em áreas, onde há descrição, na literatura, da espécie R.brethesi, foram distribuidos Kits informativos na Microrregião do Rio Negro, AM e em três municípios do Maranhão. Paralelamente se investigou no Setor de Entomologia dos Lacens do Pará e do Maranhão, e em Coleções Entomológicas de Museus o recebimento de espécimes de R.brethesi. Confirmamos que a distribuição da palmeira Leopodinia piassaba, no Brasil, está restrita a Microrregião do Rio Negro, AM, e a espécie vetora R. brethesi só foi encontrada colonizando essas palmeiras, tanto na margem esquerda como direita do Rio Negro, sendo por isso considerado um vetor ecótopo específico. Tanto o padrão de sensilla antenais quanto o tamanho e a conformação da asa dos espécimes de R. brethesi foi possível a separação dos espécimes por sexo e ecótopo, e esta espécie possui características particulares em relação as sensilla antenais que lhe permite ser distinta das demais espécies de Rhodnius..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Angela Cristina Verissimo Junqueira - Coordenador / Amanda Coutinho Souza - Integrante.
Financiador(es): Programa Estratégico de Apoio à Pesquisa em Saúde - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos/Especialidade: Protozoologia Parasitária Humana.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos/Especialidade: Protozoologia Parasitária Animal.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Citações


Artigos completos publicados em periódicos

1.
Pinto, Ana Yecê das Neves2013Pinto, Ana Yecê das Neves ; VALENTE, VERA DA COSTA ; COURA, JOSÉ RODRIGUES ; VALENTE, SEBASTIÃO ALDO DA SILVA ; JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA VERÍSSIMO ; SANTOS, LAURA CRISTINA ; FERREIRA, ALBERTO GOMES ; DE MACEDO, ROBERTO CAVALLEIRO . Clinical Follow-Up of Responses to Treatment with Benznidazol in Amazon: A Cohort Study of Acute Chagas Disease. Plos One, v. 8, p. e64450, 2013.

2.
CARAMASCHI, F. P.2013CARAMASCHI, F. P. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BONVICINO, C. R. . The geographic distribution of Didelphis imperfecta (Marsupialia: Didelphimorphia): an endemic species to the Guiana Shield, Eastern Amazonia. Boletim da Sociedade Brasileira de Mastozoologia, v. 68, p. 55-74, 2013.

3.
FREITAS, SIMONE P.C.2012FREITAS, SIMONE P.C. ; BONIFÁCIO, SANDRA F. ; JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V. ; SOUZA, ANA L.B. ; GONÇALVES, TERESA C.M. . Testicular and Color Variation in the Kissing Bug, Rhodnius brethesi , in Amazonas, Brazil. Journal of Insect Science (Online), v. 12, p. 1-11, 2012.

4.
COURA, JOSÉ RODRIGUES2012COURA, JOSÉ RODRIGUES ; JUNQUEIRA, ANGELA CV . Risks of endemicity, morbidity and perspectives regarding the control of Chagas disease in the Amazon Region. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso), v. 107, p. 145-154, 2012.

5.
RICARDO-SILVA, ALICE HELENA2012RICARDO-SILVA, ALICE HELENA ; LOPES, CATARINA M. ; RAMOS, LEANDRO B. ; MARQUES, WILLIAM A. ; MELLO, CÍCERO B. ; DUARTE, ROSEMERE ; DE LA FUENTE, ANA LAURA CARBAJAL ; TOMA, HELENA K. ; REBOREDO-OLIVEIRA, LUCIANA ; KIKUCHI, SIMONE A. ; BAPTISTA, THAIANA F. ; Santos-Mallet, Jacenir R. ; JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA V. ; Gonçalves, Teresa Cristina M. . Correlation between populations of Rhodnius and presence of palm trees as risk factors for the emergence of Chagas disease in Amazon region, Brazil. Acta Tropica, v. 123, p. 217-223, 2012.

6.
Da Silva, C. F.2011Da Silva, C. F. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; Lima, M. M. ; Romanha, A. J. ; Sales Junior, P. A. ; Stephens, C. E. ; Som, P. ; Boykin, D. W. ; Soeiro, M. d. N. C. . In vitro trypanocidal activity of DB745B and other novel arylimidamides against Trypanosoma cruzi. Journal of Antimicrobial Chemotherapy (Print), v. 66, p. 1295-1297, 2011.

7.
COURA, J. R.2011COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Enfermedad de Chagas en la región amazónica: la última frontera. Biomédica (Bogotá), v. 31, p. 91-94, 2011.

8.
BRUM-SOARES, L. M.2010BRUM-SOARES, L. M. ; XAVIER, S. S. ; SOUSA, A. S. ; BORGESPEREIRA, J. ; FERREIRA, J. M. B. B. ; COSTA, I. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. . Morbidade da doença de Chagas em pacientes autóctones da microrregião do Rio Negro, Estado do Amazonas. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 43, p. 170-177, 2010.

9.
CAVAZZANA, MANZELIO2010CAVAZZANA, MANZELIO ; Marcili, Arlei ; Lima, Luciana ; da Silva, Flávia Maia ; JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V. ; Veludo, Heloisa H. ; Viola, Laerte B. ; Campaner, Marta ; Nunes, Vânia L.B. ; Paiva, Fernando ; Coura, José R. ; Camargo, Erney P. ; TEIXEIRA, MARTA M.G. . Phylogeographical, ecological and biological patterns shown by nuclear (ssrRNA and gGAPDH) and mitochondrial (Cyt b) genes of trypanosomes of the subgenus Schizotrypanum parasitic in Brazilian bats. International Journal for Parasitology, v. 40, p. 345-355, 2010.

10.
BATISTA, D. D. G. J.2010BATISTA, D. D. G. J. ; BATISTA, M. M. ; OLIVEIRA, G. M. D. ; AMARAL, P. B. D. ; LANNES-VIEIRA, J. ; BRITTO, C. C. ; JUNQUEIRA, A. ; Lima, M. M. ; Romanha, A. J. ; Sales Junior, P. A. ; Stephens, C. E. ; Boykin, D. W. ; Soeiro, M. d. N. C. . Arylimidamide DB766, a Potential Chemotherapeutic Candidate for Chagas' Disease Treatment. Antimicrobial Agents and Chemotherapy (Print), v. 54, p. 2940-2952, 2010.

11.
MARCILI, A.2009MARCILI, A. ; LIMA, L. ; CAVAZZANA, M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; VELUDO, H. H. ; MAIA DA SILVA, F. ; CAMPANER, M. ; PAIVA, F. ; NUNES, V. L. B. ; TEIXEIRA, M. M. G. . A new genotype of Trypanosoma cruzi associated with bats evidenced by phylogenetic analyses using SSU rDNA, cytochrome b and Histone H2B genes and genotyping based on ITS1 rDNA. Parasitology (London. Print), v. 136, p. 641, 2009.

12.
Marcili, Arlei2009Marcili, Arlei ; Valente, Vera C. ; Valente, Sebastião A. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; Silva, Flávia Maia da ; Pinto, Ana Yecê das Neves ; Naiff, Roberto D. ; Campaner, Marta ; Coura, José R. ; Camargo, Erney P. ; ABAD-FRANCH, F. . Trypanosoma cruzi in Brazilian Amazonia: Lineages TCI and TCIIa in wild primates, Rhodnius spp. and in humans with Chagas disease associated with oral transmission?. International Journal for Parasitology, v. 39, p. 615-623, 2009.

13.
JUNQUEIRA, A. C. V.;Santos-Mallet, Jacenir R.;JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA VERÍSSIMO;JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V.;JUNQUEIRA, ANGELA CV;JUNQUEIRA, A.2008JUNQUEIRA, A. C. V. ; Silva, Cristina S. ; Gomes, Suzete A. O. ; Oliveira, Daise L. ; Santos, Cristina L. ; Sousa, Daniele M. ; Pinheiro, Nadja L. ; Junqueira, Angela C. V. ; Gonçalves, Teresa Cristina M. . Molecular characterization of Trypanosoma cruzi sylvatic isolates from Rio de Janeiro, Brazil. Parasitology Research, v. 103, p. 1041-1045, 2008.

14.
2008JUNQUEIRA, A. C. V. . International meeting: new diagnostic tests are urgently needed to treat patients with Chagas disease. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 41, p. 315-319, 2008.

15.
AGUILAR, H. M.2007AGUILAR, H. M. ; ABAD-FRANCH, F. ; Dias, J C P ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. . Chagas disease in the Amazon Region. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 102, p. 47-55, 2007.

16.
SILVA, F. M.2007SILVA, F. M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; CAMPANER, M. ; RODRIGUES, A. C. ; MONTEIRO, F. A. ; COURA, J. R. ; ANEZ, N. ; Teixeira, M.M.G . Comparative phylogeography of Trypanosoma rangeli and Rhodnius (Hemiptera: Reduviidae) supports a long coexistence of parasite lineages and their sympatric vectors. Molecular Ecology, v. 16, p. 3361-3373, 2007.

17.
XAVIER, S. S.2006XAVIER, S. S. ; SOUZA, A. S. ; ALBAJAR, P. V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BOIA, M. N. ; COURA, J. R. . Cardiopatia chagásica crônica no Rio Negro, Estado do Amazonas. Relato de três novos casos autóctones, comprovados por exames sorológicos, clínicos, radiográficos do tórax, eletro e ecocardiográficos. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v. 39, n.2, p. 211-216, 2006.

18.
PRATA, A.2006PRATA, A. ; FIGUEIREDO, A.V.A. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; CASTRO, A.K.F. ; SILVEIRA, A.C. ; ABAD-FRANCH, F. ; HOFFMANN, H.C. ; ALBAJAR, P. V. ; COURA, J. R. ; Dias, J C P . Consulta Técnica em Epidemiologia, Prevenção e Manejo da Transmissão da Doença de Chagas como Doença Transmitida por Alimentos. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 39, p. 512-514, 2006.

19.
FREITAS, J.M.2006FREITAS, J.M. ; AUGUSTO-PINTO, L. ; PIMENTA, J.R. ; BASTOS-RODRIGUES, L. ; GONÇALVES, V.F. ; TEIXEIRA, S. M. R. ; CHIARI, E. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; FERNANDES, O. ; MACEDO, A. M. ; MACHADO, C. R. ; PENA, S. D. J. . Ancestral Genomes, Sex, and the Population Structure of Trypanosoma cruzi. PLoS Pathogens, v. 2, p. 226-235, 2006.

20.
JUNQUEIRA, A. C. V.;Santos-Mallet, Jacenir R.;JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA VERÍSSIMO;JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V.;JUNQUEIRA, ANGELA CV;JUNQUEIRA, A.2005JUNQUEIRA, A. C. V. ; DEGRAVE, W. ; BRANDAO, A. . Minicircle organization and diversity in Trypanosoma cruzi population. Trends in Parasitology, LOndon, v. 21, n.6, p. 270-272, 2005.

21.
SANTOS-MALLET, J. R.2005SANTOS-MALLET, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; ANDRADE, Z. ; COURA, J. R. ; GONCALVES, T. C. M. . Morphobiological aspects of Rhodnius brethesi Matta, 1919 (Hemiptera: Reduviidae) from the Upper and Middle Negro River, Amazon region of Brazil. I - Scannig electron microscopy. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, v. 100, n.8, p. 915-923, 2005.

22.
ALBAJAR, P. V.2005ALBAJAR, P. V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PRATA, A. . 2ª Reunião da Iniciativa Intergovernamental de Vigilância e Prevenção da Doença de Chagas na Amazônia. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 39, p. 311-317, 2005.

23.
CRUZ, A. M.2004CRUZ, A. M. ; IGREJA, R. P. ; DANTAS, W. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PACHECO, R. S. ; SILVA-GONCALVES, A. J. ; PIRMEZ, C. . Long-term follow-up of co-infected HIV and Trypanosoma cruzi Brazilian patients. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, Inglaterra, v. 98, p. 728-733, 2004.

24.
SILVA, F. M.2004SILVA, F. M. ; NOYES, H. ; CAMPANER, M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; ANEZ, N. ; SHAW, J. J. ; STEVENS, J. R. ; GERALDESTEIXEIRA, M. M. . Phylogeny, taxonomy and grouping of Trypanosoma rangeli isolates from man, triatomines and sylvatic mammals from widespread geographical origin based on SSU and ITS ribosomal sequences. Parasitology (London), Cambridge, v. 129, p. 549-561, 2004.

25.
SILVA, F. M.2004SILVA, F. M. ; RODRIGUES, A. C. ; CAMPANER, M. ; TAKATA, C. S. A. ; BRIGIDO, M. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; TAKEDA, G. F. ; SHAW, J. J. ; GERALDESTEIXEIRA, M. M. . Randomly amplified polymorphic DNA analysis of Trypanosoma rangeli and allied species from human, monkeys and other sylvatic mammals of the Brazilian Amazon disclosed a new group and a species-specific marker. Parasitology (London), Cambridge, v. 128, p. 283-294, 2004.

26.
MENDONÇA, M. B. A.2002MENDONÇA, M. B. A. ; NEHME, N. S. ; SANTOS, S. S. ; CUPOLILLO, E. ; VARGAS, N. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; NAIFF, R. D. ; COURA, J. R. ; ZINGALES, B. ; FERNANDES, O. . Two main clusters within Trypanosoma cruzi zymodeme 3 are defined by distinct regions of the ribossomal RNA cistron. Parasitology (London), Cambridge, v. 124, p. 177-184, 2002.

27.
COURA, J. R.2002COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; FERNANDES, O. ; VALENTE, S. A. S. ; MILES, M. A. . Emerging Chagas disease in Amazonian Brazil. Trends in Parasitology, London, v. 18, n.4, p. 171-176, 2002.

28.
COURA, J. R.2002COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BOIA, M. N. ; FERNANDES, O. ; BONFANTE, C. ; CAMPOS, J. E. ; SANTOS, L. ; DEVERA, R. . Chagas Disease in the Brazilian Amazon. IV. A New Cross-Sectional Study. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 44, n.3, p. 159-165, 2002.

29.
SANTOS, S. S.2002SANTOS, S. S. ; CUPOLILLO, E. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; JANSEN, A. M. ; STURM, N. R. ; CAMPBELL, D. A. ; FERNANDES, O. . The genetic diversity of Brazilian Trypanosoma cruzi isolates and the phylogenetic positionig of zymodeme 3, based on the internal transcribed spacer of the ribosomal gene. Annals of Tropical Medicine and Parasitology, Liverpool, v. 96, n.8, p. 755-764, 2002.

30.
MORAES, A. M. L.2001MORAES, A. M. L. ; FIGUEIREDO, A. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COSTA, G. L. ; AGUIAR, R. K. ; OLIVEIRA, P. C. . Fungal flora of the digestive tract of Panstronylus megistus (Reduviidae) used for experimental xenodiagnosis of Trypanosoma (Schizotripanum) cruzi Chagas, 1909.. Revista Iberoamericana de Micología, Bilbao, v. 18, p. 79-82, 2001.

31.
FERNANDES, O.2001FERNANDES, O. ; SANTOS, S. S. ; CUPOLILLO, E. ; MENDONÇA, B. ; DERRE, R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SANTOS, L. C. ; STURM, N. R. ; NAIFF, R. D. ; BARRET, T. V. ; CAMPBELL, D. A. ; COURA, J. R. . A mini-exon multiplex polymerase chain reaction to distinguish the major groups of Trypanosoma cruzi and T. rageli in the Brazilian Amazon.. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, Inglaterra, v. 95, p. 97-99, 2001.

32.
MORAES, A. M. L.2000MORAES, A. M. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COSTA, G. L. ; CELANO, V. ; OLIVEIRA, P. C. ; COURA, J. R. . Fungal flora of the digestive tract of 5 species of triatomines vectors of Trypanosoma cruzi, Chagas 1909.. Mycopathologia, Ortrech, v. 151, p. 41-48, 2000.

33.
GALHARDO, M. C. G.1999GALHARDO, M. C. G. ; MARTINS, I. A. ; HASSLOCHERMORENO, A. ; XAVIER, S. S. ; COELHO, J. M. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SANTOS, R. R. . Reativação da Infecção por T. cruzi em Paciente com Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Brasil, v. 32, n.3, p. 291-294, 1999.

34.
FERNANDES, O.1999FERNANDES, O. ; SANTOS, S. S. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; JANSEN, A. M. ; CUPOLILLO, E. ; CAMPBELL, D. A. ; ZINGALES, B. ; COURA, J. R. . Population Heterogeneity of Brazilian Trypanosoma cruzi Isolates Revealed by the Mini-exon and Ribosomal Spacers. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, Brasil, v. 94, n.Suppl I, p. 195-197, 1999.

35.
COURA, J. R.1999COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BOIA, M. N. ; FERNANDES, O. . Chagas Disease: from Bush to Huts and Houses. Is it the Case of the Brazilian Amazon?. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, Brasil, v. 94, n.Suppl, p. 379-384, 1999.

36.
FERNANDES, O.1998 FERNANDES, O. ; SOUTO, R. P. ; CASTRO, J. A. ; PEREIRA, J. B. ; FERNANDES, N. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; NAIFF, R. D. ; BARRET, T. V. ; DEGRAVE, W. ; ZINGALES, B. ; CAMPBELL, D. A. ; COURA, J. R. . Brazilian Isolates of Trypanosoma cruzi from Humans and Triatomines Classified into two Lineages Using Mini-exon and Ribosomal RNA Sequences. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, EUA, v. 58, n.6, p. 807-811, 1998.

37.
MORAES, A. M. L.1998MORAES, A. M. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; GIORDANO, C. M. . Aspergilli from the Digestive Tract of Brasilian Triatominds.. Mycotaxon, Othaca, v. LXVI, p. 231-241, 1998.

38.
COURA, J. R.1996 COURA, J. R. ; PEREIRA, J. B. ; ALVES FILHO, F. I. ; CASTRO, J. A. F. ; CUNHA, R. V. ; COSTA, W. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Morbidade da Doença de Chagas em Áreas do Sertão da Paraíba e da Caatinga do Piauí. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v. 29, n.2, p. 197-205, 1996.

39.
JUNQUEIRA, A. C. V.;Santos-Mallet, Jacenir R.;JUNQUEIRA, ANGELA CRISTINA VERÍSSIMO;JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V.;JUNQUEIRA, ANGELA CV;JUNQUEIRA, A.1996 JUNQUEIRA, A. C. V. ; CHIARI, E. ; WINCKER, P. . Comparison of the polymerase chain reaction with two classical parasitological methods for the diagnosis of Chagas disease in an endemic region of north-eastern Brazil.. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, ILondon, v. 90, p. 129-132, 1996.

40.
BORGESPEREIRA, J.1996BORGESPEREIRA, J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SANTOS, L. C. ; CASTRO, J. A. F. ; ARAÚJO, I. B. ; COURA, J. R. . Xenodiagnóstico na Doença de Chagas Crônica. I- Sensibilidade de Panstrongylus megistus e Triatoma Infestans. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v. 29, n.4, p. 341-347, 1996.

41.
UMEZAWA, E. S.1996UMEZAWA, E. S. ; NASCIMENTO, M. S. ; KESPER JUNIOR, N. ; COURA, J. R. ; BORGESPEREIRA, J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; CAMARGO, M. E. . Immunoblot Assay Using Excreted-Secreted Antigens of Trypanosoma cruzi in Serodiagnosis of Congenital, Acute, and Chronic Chagas'Disease.. Journal of Clinical Microbiology, EUA, v. 34, n.9, p. 2143-2147, 1996.

42.
COURA, J. R.1994 COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; GIORDANO, C. M. ; FUNATSU, I. R. K. . Chagas'Disease in Brazilian Amazon. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 36, n.4, p. 363-368, 1994.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
COURA, J. R. (Org.) ; CRUZ, A. M. (Org.) ; JUNQUEIRA, A. C. V. (Org.) ; Correia-Fillho D (Org.) ; Dias, J C P (Org.) . Desafios e perspectivas do controle e da atenção médica à doença de Chagas e às Leishmanioses nas primeiras décadas do século XXI. Uberaba: Gráfica UFTM/FUNEPU, 2009. v. 01. 107p .

Capítulos de livros publicados
1.
MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; Coura, José R. . Tripanossomíase Rangeli. In: José Rodrigues Coura. (Org.). Dinâmica das Doenças Infecciosas e Parasitárias. 2ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013, v. 1, p. 736-740.

2.
JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V. ; ALBAJAR, P. V. ; COURA, J. R. . Doença de Chagas na Amazônia Brasileira. In: José Rodrigues Coura. (Org.). Dinâmica das doenças infecciosas e parasitárias. 2ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013, v. 1, p. 642-648.

3.
FERNANDES, O. ; SODRE, C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Da violeta de Genciana sorologia: o controle da transmissão da doença de Chagas nos bancos de sangue.. In: José da Rocha Carvalheiro; Nara Azevedo; Tania C. de Araújo-Jorge; Joseli Lannes-Vieira; Maria de Nazaré Correia Soeiro; Lisabel Klein. (Org.). Clássicos em doença de Chagas. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2009, v. 01, p. 403-408.

4.
COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; ALBAJAR, P. V. . Uma visão sistêmica da endemia chagásica. In: Organización Panamericana de la Salud. (Org.). A doença de Chagas perto dos 100 anos do conhecimento de uma endemia americana ancestral. Buenos Aires: Fundación Mundo Sano, 2008, v. 1, p. 25-35.

5.
COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; PEREIRA, J. B. ; ALBAJAR, P. V. . Uma visão sistêmica da endemia chagásica. In: Organización Panamericana de la Salud. (Org.). A doença de Chagas perto dos 100 anos do conhecimento de uma endemia americana ancestral. 01ed.Buenos Aires: Fundación Mundo Sano, 2007, v. , p. 25-35.

6.
ALBAJAR, P. V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BOIA, M. N. ; COURA, J. R. . A infecção chagásica entre os índios piaçabeiros da Amazônia. In: Selene Herculano; Tania Pacheco. (Org.). Racismo ambiental. : , 2006, v. , p. 119-125.

7.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. ; COURA, J. R. . Doença de Chagas na Amazônia Brasileira. In: José Rodrigues Coura. (Org.). Dinâmica das Doenças Infeccsiosas e Parasitárias. 1ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A., 2005, v. , p. 595-601.

8.
COURA, J. R. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Tripanossomíase Rangeli. In: José Rodrigues Coura. (Org.). Dinâmica das Doenças Infecciosas e Parasitárias. 1ed.Rio de Janeiro: Guanabara koogan S. A., 2005, v. , p. 685-689.

9.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. ; COURA, J. R. . Enfermedad de Chagas en la Amazonia Brasileira. In: Felipe Guhl. (Org.). Memórias Primer Taller International Sobre Controle De La Enfermedad De Chagas, Curso de Diagnóstico , Manejo Y Tratamento De La Enfermedad de Chagas. VI Reunión De La Iniciativa Andina El Control De La Enfermedad de Chagas. 1ed.Bogotá: Ediciones Uniandes, 2005, v. , p. 277-287.

10.
CASTRO, S. L. ; ARAUJO-JORGE, T. C. ; RIVERA, M. T. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Avaliação de parâmetros parasitológicos e de mortalidade. In: Tânia C. Araújo-Jorge e Solange Lisboa de Castro. (Org.). Doenças de Chagas - Manual para experimentação animal. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2000, v. 1, p. 219-236.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Comportamento Biológico de Cepas de Trypanosoma cruzi Isoladas de Pacientes HIV Positivos.. In: XXXIII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 1997, Belo Horizonte. XXXIII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 1997.

2.
CRUZ, A. M. ; IGREJA, R. P. ; DANTAS, W. ; PIRMEZ, C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PACHECO, R. S. . Chagas'Disease in HIV-Infected Hemophiliacs. In: XXXIII Congresso da Sociedade de Medicina Tropical, 1996, Vancouver. XI International Conference on AIDS, 1996.

3.
COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; GIORDANO, C. M. ; FUNATSU, I. R. K. . Riscos de Instalação da Doença de Chagas como Endemia na Amazônia Brasileira. In: First International Symposium on Environmental Studies on Tropical Rain Forests, 1990, Manaus,. Abstracts. Manaus, 1990. v. 1. p. 87-88.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BORBOREMA, M. ; Guerra, J. ; MALHEIROS, R. ; FE, N. ; LACERDA, M. ; MOURAO, M. P. ; MACEDO, V. ; COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas urbana em Tefé (AM): Relato de nove casos com suspeita de transmissão oral. In: XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e Primeiro Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul, 2005, Florianópolis. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2005. v. 38. p. 491-491.

2.
COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. ; Dias, J C P . The riscks of Chagas Disease in the Amazon. In: IX European Multicolloquium of Parasitology, 2004, Valência. IX European Multicolloquium of Parasitology. Valencia: S Mas-Coma; MD Bargues; JG, Esteban and MA Valero, 2004. v. 1. p. 171-172.

Artigos aceitos para publicação
1.
COURA, J. R. ; ALBAJAR, P. V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Ecoepidemiology, short history and control of Chagas disease in the endemic countries, and the new challenge for non-endemic countries. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso), 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
JUNQUEIRA, A. C. V. . A importância dos Insetos como vetores de doença nas atividades de campo, com enfâse nos triatomíneos.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. ; BRUM-SOARES, L. M. ; COURA, J. R. . Morbidity and epidemiology Chagas disease. Chagas disease in the Brazilian Amazon: present situation at Rio Negro micro region and control perspectives. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Protozoan: Morbidity and epidemiology of Chagas diasease. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
Souza, A. C. ; CATALÁ, S. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Antenal phenotype of amazonian species, Rhodnius brethesi, has a pattern sensilla from other species of the genus Rhodnius. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
MONTENEGRO-LOPEZ, D. C. ; TIBADUIZA, T. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Colonization of Panstrongylus geniculatus (Latreille, 1811) in an endemic area of Chagas disease in Colombia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Capacitação de técnicos de malária para diagnóstico da doença de Chagas na Amazônia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Alternativas para investigação de focos silvestres de triatomíneos: Técnicas de investigação do ambiente natural.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Aspectos epidemiológicos e tendências para o controle de doença de Chagas no Pará. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
Silva C. A. ; Guedelha M. F. ; MORAES, A. M. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Estudo da flora do trato digestivo de triatomíneos da microrregião do Rio Negro, Estado do Amazonas, Brazil.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Definição dos Indicadores epidemiológicos para Doença de Chagas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Reunião com os Gerentes Regionais de Chagas dos Estados da Federação.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas na Amazônia Brasileira: Riscos e Perspectivas.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Chagas Parasitological diagnosis - Acute Phase. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Ecoepidemiologia da Doença de Chagas no Município de Barcelos, Região Amazônica.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Perfis epidemiológicos da doença de Chagas na Amazônia brasileira e propostas de vigilância.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Acute fase Diagnosis. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Noções básicas de diagnóstico. Curso saúde comunitária: Uma construção de todos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
Freitas SPC ; Bonifácio S.F. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; Souza, A. C. ; SANTOS-MALLET, J. R. ; GONCALVES, T. C. M. . Diferença Cromática de Rhodnius brethesi(Matta, 1919)da Microrregião do Rio Negro(AM),avaliada sob o aspecto da morfologia dos folículos testiculares. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
MOREIRA, C. J. C. ; De Paula, E. C. ; SPATA M.C. ; Miguel, R. B. ; Souza, A. C. ; COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Capacidade Vetorial do Rhodnius brethesi: um alerta para a vigilância entomológica na Região Amazônica. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
Soares LMB ; XAVIER, S. S. ; Ferreira JMB ; Costa IR ; BORGESPEREIRA, J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas crônica em pacientes autóctones da Microrregião do Rio Negro, Estado do Amazonas. Estudo de caso-controle.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
Souza DO ; Oliveira SM ; Vivaldini S ; SILVEIRA, A.C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. . Diagnóstico parasitológico direto de casos agudos de infecção por Trypanosoma cruzi em lâmina de malária na Amazônia brasileira: avaliação do treinamento e do potencial do método. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; Suarez-Mutis MC ; MOREIRA, C. J. C. ; COURA, J. R. ; Massara CL ; Albuquerque B ; Schall V . Conhecimentos sobre doença de Chagas entre professores do ensino básico de um município recentemente reconhecido como endêmico do médio rio Negro, estado de Amazonas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
Schall V ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; Suarez-Mutis MC ; MOREIRA, C. J. C. ; COURA, J. R. ; Massara CL . Um programa de Educação em Saúde sobre doença de Chagas para professores de um município do médio Rio Negro, Estado do Amazonas.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
COURA, J. R. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. . Capacitação de Técnicos da Região Amazônica para identificação do T.cruzi em lâminas de malária. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
Neves, V.C. ; Oliveira, D.L ; MOREIRA, C. J. C. ; COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Detecção qualitativa de DNA de Trypanosoma cruzi em Triatomíneos Avaliando diferentes protocolos de extração. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
MOREIRA, C. J. C. ; De Paula, E. C. ; SPATA M.C. ; Miguel, R. B. ; Souza, A. C. ; COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Estudo Experimental da Capacidade Vetora do Rhodnius Brethesi na Transmissão do Trypanosoma cruzi. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
Silva, C. S. ; Oliveira, D.L ; SANTOS, L. C. ; Souza, M. D. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; Gomes, S. A. O. ; GONCALVES, T. C. M. . Molecular Characterization of Typanosoma cruzi Sylvatic Isolates from Rio de Janeiro, Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
Bonifácio S.F. ; SANTOS-MALLET, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; GONCALVES, T. C. M. . Estudo Morfológico e Mofométrico dos Polículos Testiculares e Rhodnius Brethesi (Matta, 1919): Resultados Preliminares. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
GONCALVES, T. C. M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SANTOS-MALLET, J. R. . Estudo Morfológico e Morfométrico de Populações de Rhodnius robustus, de Diferentes Regiões Geográficas, Através da Microscopia Óptica e Eletrônica de Varredura. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
COURA, J. R. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. ; Dias, J C P . The risks of Chagas Disease in the Amazon region. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
FERRO Z.P.A ; GONCALVES, T. C. M. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SPATA M.C. ; SANTOS-MALLET, J. R. . Morphological and morphometrical analysis of antennal sensilla of Rhodnius brethesi (Hemiptera: Reduviidae) by scanning electron microscopy. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

32.
BÓIA, M. N. ; GONÇALVES, A.Q. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Prevalência Elevada de Parasitoses Intestinais em Pré-Escolares e Funcionários de uma Creche de Barcelos, Amazonas. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
SABBADINI, P. S. ; GONCALVES, T. C. M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Trypanosoma cruzi And Trypanosoma conorhini: Morphological, Biochemical and Molecular Analyses After Co-Cultivation and Co-Infection in Triatoma rubrofasciata. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

34.
ANDRADE, Z. ; GONCALVES, T. C. M. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SPATA M.C. ; SANTOS-MALLET, J. R. . Observações de ovos, ninfas e aultos de Rhodnius brethesi Matta, 1919 (Hemiptera: Reduviidae) através da microscopia eletrônica de varredura (MEV). 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

35.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; BÓIA, M. N. ; FERNANDES, O. ; COURA, J. R. . Um Novo Estudo Seccional Controlado Sobre a Doença de Chagas no Município de Barcelos, Estado do Amazonas. 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

36.
FERRO Z.P.A ; SANTOS-MALLET, J. R. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SPATA M.C. ; GONCALVES, T. C. M. . Morphological and Morphometric Analysis of Antennal Sensilla of Rhodnius brethsi Matta. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

37.
PACHECO, R. S. ; ARAÚJO, I. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; BÓIA, M. N. ; MILES, M. A. ; COURA, J. R. . Isoeznymatic Variantes of Trypanosoma cruzi Principal Zymodeme 3 Infecting Humans and Vectors (Rhodnius brethesi) in the District of Barcelos, Amazonas State.. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

38.
FERNANDES, O. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ZINGALES, B. ; JANSEN, A. M. . Polymorphic Microsatellites Analysis as a Tool for Studying the Population Structure of Typanosoma cruzi. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

39.
DEVERA, R. ; SPATA M.C. ; CELANO, V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; COURA, J. R. . Maintenance in Laboratory of Typanosoma cruzi Strains by Means of Sucessive Passagens in Triatomines By in Vitro Xenodiagnosis. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

40.
MENDONÇA, B. ; SANTOS, S. S. ; CUPOLILLO, E. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; NAIFF, R. D. ; BARRET, T. V. ; COURA, J. R. ; FERNANDES, O. . Internal Transcribed Spacer of the Ribosomal Gene as a Molecular Tool do Understand the Population Genetics of Trypanosoma cruzi Zymodeme 3. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

41.
SANTOS, S. S. ; CUPOLILLO, E. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; JANSEN, A. M. ; CAMPBELL, D. A. ; FERNANDES, O. . Genetic Relationship Among Trypanosoma cruzi Infered by Its-RDNA. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

42.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; CELANO, V. ; SANTOS, L. C. ; GONÇALVES, A.Q. ; MOREIRA, C. J. C. ; FERNANDES, O. ; BÓIA, M. N. ; COURA, J. R. . Chagas Disease in the Brazilian Amazon. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

43.
VALIM, R. C. S. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Situação da Malária em áreas de garimpos situados no centro-oeste do estado do Pará. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

44.
DEVERA, R. ; SPATA M.C. ; CELANO, V. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; COURA, J. R. . Maintenance in Laboratory of Trypanosoma cruzi strains by means of successive passages in triatomines by in vitro xenodiagnosis. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

45.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; DEVERA, R. ; CELANO, V. ; BÓIA, M. N. ; COURA, J. R. . Diagnosis of chronic Chagas Disease: comparison between xenodiagnosis and polymerase chain reaction (PCR).. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

46.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; CELANO, V. ; SANTOS, L. C. ; GONÇALVES, A.Q. ; MOREIRA, C. J. C. ; FERNANDES, O. ; BOIA, M. N. ; COURA, J. R. . Emergência da Infecção Chagásica em áreas da Amazônia Brasileira. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

47.
FERRO Z.P.A ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SPATA M.C. ; GONCALVES, T. C. M. . Morphological studies of Rhodnius brethesi Matta, 1919 (Hemíptera: Reduviidae:Triatominae) by scanning electron microscope and confocal. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

48.
COURA, J. R. ; FERNANDES, N. C. ; CELANO, V. ; SANTOS, L. C. ; GONÇALVES, A.Q. ; MOREIRA, C. J. C. ; FERNANDES, O. ; BOIA, M. N. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Infecção humana de reservatórios silvestres e de Rhodnius brethesi por trypanossoma (Herpetosoma) reangeli, em áreas do Rio Negro, Estado do Amazonas, Brasil.. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

49.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. . Determinação de anticorpos anti-T. cruzi com o teste Id-Pagia. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

50.
ARAÚJO, I. B. ; MOREIRA, C. J. C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; SPATA M.C. ; COURA, J. R. . Trypanosoma cruzi: Quantitative Studies in Spontaneous Eliomination of Metacyclic Forms in Different Species of Triatomines Infected with Strains from the Brazilian Amazon. 1999. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

51.
FERRO Z.P.A ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. ; SPATA M.C. ; GONCALVES, T. C. M. . Preliminary analysis of external morphology of Rhodnius brethesi Matta, 1919 by scanning microscopy (Hemíptera:Reduviidae;Triatominae). 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

52.
Brito, C.M.M ; CRUZ, A. M. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PACHECO, R. S. . Comportamento Biológico de Cepas de Trypanosoma cruzi Isoladas de Pacientes HIV Positivos. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

53.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Estudos preliminares do comportamento biológico de cepas de trypanosoma cruzi isoladas de pacientes HIV positivos. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

54.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; SANTOS, L. ; CELANO, V. ; FUNATSU, I. R. K. ; COURA, J. R. . Xenodiagnóstico quantitativo direto e indireto em pacientes chagásicos crônicos, utilizando-se duas espécies de triatomíneos. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

55.
CRUZ, A. M. ; IGREJA, R. P. ; DANTAS, W. ; PIRMEZ, C. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Chagas`s Disease in HIV-Infected Hemophiliacs. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

56.
VALENTE, S. A. S. ; CAMARGO, M. E. ; ZINGALES, B. ; SANTOS-MALLET, J. R. ; COURA, J. R. ; PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; UMEZAWA, E. S. . Evaluation of Recombinante T. cruzi Antigens in the Serological Diagnosis of Chagas Disease. Comparison with Convertional Serology, PCR And Xenodiagnosis. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

57.
PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; FERREIRA, M. C. . Xenodiagnóstico na Doença de Chagas Crônica: A Positividade das Ninfas e a Quantidade de Sangue Ingerido. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

58.
PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; FUNATSU, I. R. K. ; SANTOS, L. C. ; COURA, J. R. . Xenopositividade na Doença de Chagas Crônica: I. Sensibilidade do Triatoma Infestans e do Panstrongylus Megistus. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

59.
MORAES, A. M. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; OLIVEIRA, P. C. . Microorganismos de Triatomíneos Vetores do Trypanosoma cruzi. VI - Hyphomycetes do Trato Digestivo de Triatomineos Silvestres Vetores do T. cruzi.. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

60.
MORAES, A. M. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; OLIVEIRA, P. C. . Microorganismos de Triatomineos vetores do Trypanosoma cruzi. VII - Fungos Filamentosos do Trato Digestivo de Ninfas de Triatomíneos Criados em Laboratório.. 1994. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

61.
BORGESPEREIRA, J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. . Xenodiagnóstico na Doença de Chagas Cronica I - Aplicação Simultanea de Triatoma infestans E Panstrongylus megistus. 1993. (Apresentação de Trabalho/Outra).

62.
PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas. Tentativa de Padronização do Xenodiagnóstico. 1992. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

63.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Padronização para o isolamento do Trypanosoma cruzi em Chagásicos Crônicos. 1991. (Apresentação de Trabalho/Outra).

64.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Estudos da Flora Microbiana de Triatomíneos - I Flora Fúngica do Trato Digestivo de Triatomíneos. 1991. (Apresentação de Trabalho/Outra).

65.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Vírus de DsRNA em Fezes de Triatoma Vitticeps Infectado com Trypanosoma cruzi. 1991. (Apresentação de Trabalho/Outra).

66.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; FUNATSU, I. R. K. ; FIGUEIREDO, A.V.A. ; BORGESPEREIRA, J. . Padronização para o Isolamento do Trypanosoma cruzi em Chagásicos Crônicos. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

67.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; FUNATSU, I. R. K. ; FIGUEIREDO, A. R. ; PEREIRA, J. B. . Padronização para o Isolamento do Trypanosoma cruzi em Chagásicos Crônicos. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

68.
PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Mortalidade e Infecção das Ninfas de Triatoma brasiliensis e de Panstrongylus megistus Empregadas em Xenodiagnósticos em Chagásicos Crônicos na Área Endêmica. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

69.
PEREIRA, J. B. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Mortalidade e Infecção das Ninfas de Triatoma brasiliensis e de Panstrongylus megistus Empregados em Xenodiagnósticos em Chagásicos Crônicos na Área Endêmica. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

70.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. . Avaliação do Rendimento do Xenodiagnóstico com Diferentes Espécies de Triatomíneos. I - Utilização de uma Espécie Vetora Local (P. Megistus) em Relação ao T. infestans. 1989. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

71.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; PEREIRA, J. B. ; COURA, J. R. . Infecção de Diferentes Espécies de Triatomíneos Aplicados no Xenodiagnóstico em Pacientes Chagásicos Crônicos. 1988. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Avaliador da Sessão de Pôster na temática de Doença de Chagas. 2011.

2.
Vieira G. J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PERIM, L. ; Mexas, R. C. . Documentário curta-metragem sobre doença de Chagas na Amazônia.. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Curso de capacitação dos microscopistas de malária e dos laboratoristas da rede pública na detecção do Trypanosoma cruzi. 2014. .

2.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Curso de Citometria de fluxo. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V. . Determinantes Ecológicos da Dinâmica das Doenças Transmitidas por Vetores. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; Souza, A. C. . Curso saúde comunitária para todos: Uma construção para todos - Noções básicas de diaagnóstico. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; GONCALVES, T. C. M. ; MOREIRA, C. J. C. . Manual de capacitación para la detección de Trypanossoma cruzi por los microscopistas del paludismo y los técnicos de laboratorio de la red pública. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual).

6.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Curso saúde comunitária para todos: Uma construção para todos - Noções básicas de diaagnóstico. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Curso de atualização em Pesquisa de T.cruzi. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
Vieira G. J. ; Lopes C M ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; ALBAJAR, P. V. . TRIATOMINOS - Eslabones de una enfermedad. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

9.
JUNQUEIRA, A. C. V. . II Curso Internacional de Doença de Chagas e Dengue - MSF. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Curso de atualização em Pesquisa de T.cruzi. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; GONCALVES, T. C. M. ; MOREIRA, C. J. C. . Manual de capacitação na detecção de Trypanossoma cruzi para microscopistas de malária e laboratoristas da saúde pública. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual).

12.
Vieira G. J. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . Triatomíneos - O elo de uma enfermidade. 2011. (Vídeo Elaborador).

13.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; GONCALVES, T. C. M. ; MOREIRA, C. J. C. . Curso de capacitação dos microscopistas de malária e dos laboratoristas da rede pública na detecção do Trypanosoma cruzi. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual).

14.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Biologia Molecular Aplica a Medicina. 2007. .

15.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; GONÇALVES, TERESA C.M. ; Coura, José R. . Curso de Capacitação para o diagnóstico Parasitológico, identificação de Vetores e conduta com paciente chagásico.. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

16.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; MOREIRA, C. J. C. . Curso sobre interação parasito-hospedeiro em humanos e vetores da Doença de Chagas. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

17.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

18.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Diagnóstico Parasitológico da doença de Chagas. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

19.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Métodos Sorológicos aplicados ao Estudo das Doenças Infecto-Parasitárias. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

20.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Protozoologia. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

21.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Atualização em Doença de Chagas. 1998. .

22.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Métodos Sorológicos Aplicados ao Estudo das Doenças Infecto-Parasitárias. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

23.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Diagnóstico Parasitológico da Doença de Chagas. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

24.
JUNQUEIRA, A. C. V. . T. cruzi e Doença de Chagas. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

25.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas Experimental e Humana. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

26.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Doença de Chagas: Introdução e Diagnóstico Laboratorial. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
JANSEN, A. M.; DAVILA, A. M. R.; MONTEIRO, F. A.; JUNQUEIRA, A. C. V.; MOREIRA, O. C.. Participação em banca de Franklyn Enrique Samudio Acosta. Análise do espaçador intergênico do gene da calmodulina em parasitas da família trypanosomatidae: potencial como marcador molecular. 2010. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz.

2.
JUNQUEIRA, A. C. V.; BRAZIL, R. P.; PERALTA, J. M.; MENNA-BARRETO, R.F.S.; GADELHA, A.P.. Participação em banca de Nathália Motta Delvaux Ramos. Desenvolvimento da PCR em tempo real para amplificação do gene da enzima málica (ME) em isolados de Giardia duodenalis. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz.

3.
MARLI, M. M.; COSTA, J. M.; JUNQUEIRA, A. C. V.. Participação em banca de Alice Helena Ricardo da Silva. Eco biologia de triatomíneos e a sua relação com o ciclo do Trypanosoma cruzi no município de Oriximiná, PA.. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz.

Qualificações de Doutorado
1.
MORAES NETO, A. H. A.; MAGALHAES, M. A. F. M.; JUNQUEIRA, ÂNGELA C.V.. Participação em banca de Danielle Misael de Souza. Aspecto eco-epidemiológicos e áreas de vulnerabilidade a Doença de Chagas associado a ações de Educação e Saúde na Região do Cariri, Estado do Ceará. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação Stricto Sensu Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
JUNQUEIRA, A. C. V.. Participação em banca de Ketty Yasmith Cardozo Trujillo. Conhecimento e percepções sobre malária entre moradores de uma zona altamente endêmica do município de Barcelos, estado do Amazonas, Brasil.. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ensino em Biociências e Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Reis P. O.; Obara M. T.; JUNQUEIRA, A. C. V.. Reestrutura da vigilância da Doença de Chagas. 2011. Universidade Federal do Triângulo Mineiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente. Trabalhos em destaque na 7º Edição. 2014. (Olimpíada).

2.
V Oficina do Observátório de clima e saúde.Malária: Epidemiologia da paisagem, modelagem espaço-temporal e sua relação com as mudanças climáticas em diferentes biomas brasileiros. 2012. (Oficina).

3.
27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião de Pesquisa Aplica em Leishmanioses. Reunião com os agentes de Chagas dos estados da federação.. 2011. (Congresso).

4.
27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião de Pesquisa Aplica em Leishmanioses. Membro da Comissão de Pré avaliação/seleção de resumos para os anais da reunião e apresentação durante o evento.. 2011. (Congresso).

5.
27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião de Pesquisa Aplica em Leishmanioses. Definição dos indicadores epidemiológicos para doença de Chagas. 2011. (Congresso).

6.
VII simpósio em ecologia: interações ecológicas e doenças transmissíveis.Doença de Chagas: um novo desafio na região amazônica. 2010. (Simpósio).

7.
Curso de férias - Museu do índio/FUNAI. Dimensões das culturas indígenas: arte, línguas indígenas e política cultural. 2010. (Outra).

8.
Curso de mobilização contra a dengue.Instrutora. 2009. (Outra).

9.
44º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Emergentes Desafios da Doença de Chagas. 2008. (Congresso).

10.
44º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. SUS - Situação atual do controle e da vigilância das Doenças Infecciosas e Parasitárias com a descentralização do sistema de saúde.. 2008. (Congresso).

11.
44º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. A importância da capacitação dos microscopistas de Malária no modelo proposto de vigilância da Doença de Chagas na Amazônia Brasileira.. 2008. (Congresso).

12.
44º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Situação atual do controle e da vigilância das doenças infecciosas e parasitárias com a descentralização do sistema de saúde. 2008. (Congresso).

13.
5ª Reunión de la iniciativa intergubernamental de Vigilancia y Prevención de la Enfermedad de Chagas en la Amazonia (AMCHA). Diagnóstico Parasitológico de la infección por el Trypanosoma cruzi y sus desafios em los brotes de transmisión oral.. 2008. (Congresso).

14.
Seminário taller internacional para el diagnóstico parasitológico directo del Trypanosoma cruzi, notificación de casos agudos y referncia del individu. Diagnóstico laboratorial do Trypanosoma cruzi. 2008. (Congresso).

15.
24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas. Revisão das Oficinas de Trabalho sobre doença de Chagas 2003-2007: avaliação das recomendações, análise de implantação e efeitos e propostas.. 2008. (Congresso).

16.
XLIII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Situação atual do acesso ao diagnóstico e necessidades a curto prazo. 2007. (Congresso).

17.
XXIII Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e Leishmanioses. Dinâmica de transmissão de doença de Chagas em piaçabais do Rio Negro. 2007. (Congresso).

18.
Actualización del Control e Investigación en Tripanosomiasis Amricana y Leishmaniasis. 2007. (Seminário).

19.
Transmissão da Doença de Chagas.Laboratório e Clínica. 2007. (Oficina).

20.
I Encontro Técnico para Profissionais da Saúde sobre implantação da Capacitação para o Diagnóstico Parasitológico Direto..Instrutora. 2007. (Encontro).

21.
Novas provas diagnósticas para o tratamento de pacientes com a Doença de Chagas são necessárias urgentemente.Qual seria a melhor combinação de antígenos para o diagnóstico e verificação de cura em contextos de poucos recursos técnicos? Perspectivas a médio e longo prazo. 2007. (Encontro).

22.
Actualización del Control e Investigación en Tripanosomiasis Americana y Leishmaniasis. 2007. (Encontro).

23.
40º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica Medicina Laboratorial. Doenças de Chagas - Diagnóstico parasitológico. 2006. (Congresso).

24.
Enfermedad de Chagas Importada: Un nuevo reto de salud pública?. Métodos y criterios diangósticos. Su utilización en el seguimiento de los pacientes. 2006. (Congresso).

25.
2 Réunion de L´Iniciative Intergouvernementale de Surveillance et Prévention de la Maladie de Chagas en Amazonie.Diagnostic, vérification et suivi de la maladie de Chagas en Amazonie brésilienne.. 2005. (Simpósio).

26.
Simpósio sobre doenças infecciosas, emergentes, reemergentes e negligenciadas.Patologia Amazônica. 2005. (Simpósio).

27.
XIX Reunião anual de pesquisa aplicada em Doença de Chagas e VII Reunião de Pesquisa aplicada em Leishmanioses.Qual a utilidade da reação da Polimerase em Cadeia (PCR) no reconhecimento da infecção humana ou experimental pelo T. cruzi. 2003. (Simpósio).

28.
XV Congresso Latinoamericano de Parasitologia, XVII Congresso Brasileiro de Parasitologia e I Congresso da Sociedade Paulista de Parasitologia. Doença de Chagas Endêmica na Amazônia Brasileira - A situação em Barcelos.. 2001. (Congresso).

29.
XV International Congress For Tropical Medicine And Malaria. 2000. (Congresso).

30.
Encontro Internacional: Doenças Transmitidas por Vetores e suas relações com o Ambiente.Infecção pelo T. cruzi e T. rangeli na região do médio e alto Rio Negro, AM. 2000. (Encontro).

31.
XXVII Annual Meeting on Basic Research in Chagas Disease and XVI Meeting of the Brazilian Society of Protozoology.Chagas' Disease in the Brazilian Amazon. 2000. (Encontro).

32.
Simpósio Internacional Sobre Avanços do Conhecimento da Doença de Chagas 90 anos após a sua descoberta.Evolução dos conhecimentos no diagnóstico etiológico da infecção chagásica. 1999. (Simpósio).

33.
Seminátio do Departamento de Entomologia.Inquérito soro-epidemiológico da infecção chagásica na população do médio rio negro.. 1998. (Seminário).

34.
XII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e I Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 1997. (Congresso).

35.
XXXI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 1995. (Congresso).

36.
XVII Reunião Anual de Pesquisa Básica em Doenças de Chagas. 1990. (Congresso).

37.
VI Reunião da Sociedade Brasileira de Protozoologia. 1990. (Congresso).

38.
XI Congresso Brasileiro de Parasitologia. 1989. (Congresso).

39.
XIV Reunião Anual sobre Pesquisa Básica em Doenças de Chagas. 1987. (Congresso).

40.
XIII Reunião Anual sobre Pesquisa Básica em Doença de Chagas. 1986. (Congresso).

41.
XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 1986. (Congresso).

42.
II Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Protozoologia. 1986. (Congresso).

43.
I Reunião da Sociedade Brasileira de Protozoologia e XII Reunião Anual de Pesquisa Básica em Doença de Chagas. 1985. (Congresso).

44.
Simpósio sobre Resistência Bacteriana: Repercussões Clínicas. 1984. (Simpósio).

45.
II Congresso Brasileiro de Biologia Celular e VII Colóquio Brasileiro de Microscopia Eletrônica. 1980. (Congresso).

46.
V Encontro Nacional dos Biomédicos. 1980. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRAZIL, R. P. ; JUNQUEIRA, A. C. V. ; PASSOS, W. L. . Promoção de Saúde: Prevenção das Leishmanioses. 2014. (Outro).

2.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; DE MEIS, J. . Semana Nacional de Ciência & Tecnologia. 2014. (Exposição).

3.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Comissão de Coordenação do Curso Saúde Comunitária. 2012. (Outro).

4.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Membro da Comissão Científica para avaliação e classificação dos resumos para apresentação oral ou pôster. 2012. (Congresso).

5.
TORRES, R. M. ; Luquetti, A. O. ; WERNECK, G. L. ; JUNQUEIRA, A. C. V. . 27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2011. (Congresso).

6.
JUNQUEIRA, A. C. V. . III Seminário em epidemiologia e viglância: tendências e perspectivas. O impacto dos danos ambientais na epidemiologia das doenças infecciosas e parasitárias.. 2010. (Outro).

7.
JUNQUEIRA, A. C. V. ; COURA, J. R. ; CRUZ, A. M. ; Dias, J C P ; Correia-Fillho D . 25ª Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 13ª Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Cristina Maria Giordano Dias. Avaliação da formação e da atuação dos profissionais municipais que realizam ações de vigilância entomológica visando a melhoria do serviço no âmbito do Sistema Único de Saúde. Início: 2014. Tese (Doutorado em Pós-graduação Stricto Sensu Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz. (Orientador).

2.
Andressa da Matta Durans. Obtenção De Uma Nova Proteína Quimera Para O Uso Em Teste De Diagnóstico Sorológico Rápido Da Infecção Pelo Trypanosoma Cruzi Na População Humana Em Áreas Endêmicas. Início: 2014. Tese (Doutorado em Pós-graduação Stricto Sensu Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
Amanda Coutinho de Souza. Determinar em áreas de extrativismo o risco da transmissão vetorial e oral do Trypanosoma cruzi na Amazônia brasileira e propor medidas de vigilância e controle. Início: 2013. Tese (Doutorado em Pós-graduação stricto sensu em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz. (Orientador).

4.
Flavia Stella Rego Furtado Cutrim da Silva. ESTUDO DOS CASOS AGUDOS DE DOENÇA DE CHAGAS NO MARANHÃO, BRASIL, E SUA RELAÇÃO COM A POBREZA. Início: 2013. Tese (Doutorado em FARMACIA-BIOQUIMICA.) - Universidade Federal do Maranhão, Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Evandro da Rocha Dias. Investigação do conhecimento e conduta dos agentes de controle de endemias em uma área de risco para doença de Chagas. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ensino em Biociências e Saúde Especialização) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz. (Orientador).

2.
Mariluce de Souza Flores. Avaliação do conhecimento sobre doença de Chagas dos Agentes Comunitários de Saúde dos municípios de Abaetetuba e Tailândia, estado do Pará, Brasil. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ensino em Biociências e Saúde Especialização) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz. (Orientador).

3.
Rejane Seila da Silva Castro. Elaboração de material didático para identificação do Trypanosoma cruzi e da sintomatologia de fase aguda após infecção pelas vias oral e clássica. Início: 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ensino em Biociências e Saúde Especialização) - Fundação Oswaldo Cruz - Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ingrid dos Santos da Silva. Estudo da flora fúngica do trato digestivo de triatomíneos da micro-região do Rio Negro, Estado do Amazonas, Brasil. Início: 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Amanda Coutinho de Souza. Análise comparativa das sensilla de Rhodnius brethesi (Matta 1919) com outras espécies do gênero Rhodnius e sua possível relação com habitat palmeira. 2013. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, . Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

2.
Diego Camilo Montenegro Lopéz. Caracterização do risco vectorial da Doença de Chagas no município de Támara - Casanare, Colômbia.. 2013. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, . Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

3.
Vanessa da Costa Neves. Avaliação de protocolos de extração de DNA empregados na detecção de Trypaosoma cruzi Chagas, 1909 por PCR em triatomíneos. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

4.
Izeneide Barros de Araújo. Caracterização Morfobiológica, Histopatológica e Isoenzimática de Amostras de Trypanosoma cruzi Chagas, 1909 e Trypanosoma rangeli Tereja, 1920 Isoladas na Região do Médio e Alto Rio de Negro, Estado do Amzonas.. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz, . Coorientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Vanessa da Costa Neves. Detecção qualitativa de DNA de Trypanosoma cruzi em triatomíneos avaliando diferentes protocolos de extração. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade do Rio de Janeiro. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

2.
Michel Vergne Felix Sucupira. Sensibilidade da Hemocultura e do Xenodiagnóstico (in vivo e in vitro) na Detecção do Trypanosoma cruzi Chagas, 1909, utilizando-se o Panstrongylus megistus Burmeirster, 1835, e o Triatoma infestans Klug, 1834.. 2002. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia) - Universidade do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

3.
Priscila Soares Sabbadini. Trypanosoma cruzi Chagas, 1909 e Trypanosoma conorhini (Donovan,1909) Short & Swaminath, 1928: Análise Morfológica, Morfométrica, Bioquímica e Molecular Após Co-cultivo. 2000. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia) - Universidade do Rio de Janeiro. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

4.
Patrícia Cristina Fernandes Arêas. Crescimento, Diferenciação E Biometria De Isolados de Trypanosoma cruzi Chagas, 1909, Em Meio Axênico, Provenientes Da Região do Médio E Alto Rio Negro, Amazonas.. 2000. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Biologia) - Universidade do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Barbara Angelica dos Santos Mascarenhas de Souza. Avaliação da sensibilidade de métodos parasitológicos diretos na detecção do Trypanosoma cruzi durante a fase aguda da Infecção em modelo animal. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário da Zona Oeste. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

2.
Aline Andrade Santos. Avaliação laboratorial de métodos de conservação em triatomíneos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estácio de Sá. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

Iniciação científica
1.
Mônica de França Guedelha. Estudo da flora fúngica do trato digestivo de triatomíneos da microrregião do Rio Negro, Estado do Amazonas, Brasil.. 2007. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

Orientações de outra natureza
1.
Ariadna Rita Lemos de Oliveira. Programa de Vocação Científica (PROVOC). 2013. Orientação de outra natureza - Fundação Oswaldo Cruz. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.

2.
Beatriz Esteves. Programa de Vocação Científica (PROVOC). 2013. Orientação de outra natureza - Fundação Oswaldo Cruz. Orientador: Angela Cristina Verissimo Junqueira.



Educação e Popularização de C & T



Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Comissão de Coordenação do Curso Saúde Comunitária. 2012. (Outro).

2.
JUNQUEIRA, A. C. V. . Membro da Comissão Científica para avaliação e classificação dos resumos para apresentação oral ou pôster. 2012. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/05/2015 às 1:13:26