Joao Luis Ribeiro Fragoso

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1B

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4712468517408225
  • Última atualização do currículo em 11/09/2018


Possui graduação em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979), mestrado em História Social (com ênfase em História Agrária do Brasil) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982) e doutorado em História Social (sociedades agrárias na época moderna) pela Universidade Federal Fluminense (1990). Desde 2005 é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de História Moderna, com ênfase em História do Brasil Colônia, atuando principalmente nos seguintes temas: império português, escravidão americana, Antigo Regime e elites econômicas e sociais. Entre os prêmios: Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa (1o. lugar - 1991); Comenda da Ordem do Mérito Científico - Presidência da República (2010); Prêmio Jabuti - Ciências Humanas (1o. lugar - 2015) (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Joao Luis Ribeiro Fragoso
Nome em citações bibliográficas
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Departamento de História.
Largo do São Francisco, 1. Sala 204
Centro
20051070 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 22528035
Ramal: 203
Fax: (21) 22221034
URL da Homepage: http://www.ifcs.ufrj.br


Formação acadêmica/titulação


1985 - 1990
Doutorado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Comerciantes, fazendeiros e formas de acumulação em uma economia escravista-exportadora no Rio de Janeiro: 1790-1888, Ano de obtenção: 1990.
Orientador: Maria Yedda Leite Linhares.
Palavras-chave: Agricultura; Colônia; Elites; escravidão; História Econômica.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1979 - 1982
Mestrado em História Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Sistemas Agrários em Paraíba do Sul: 1650-1920,Ano de Obtenção: 1983.
Orientador: Maria Yedda Leite Linhares.
Palavras-chave: Agricultura; História Agrária; escravidão.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural.
1976 - 1979
Graduação em História Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Questão Agrária na América Latina.
Orientador: Philomena Gebran.


Pós-doutorado


2010 - 2010
Pós-Doutorado.
instituto de Ciências Sociais - Universidade de Lisboa, ICS, Portugal.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
1996 - 1997
Pós-Doutorado.
Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa, ISCTE, Portugal.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1994 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Concurso Público para Professor Titular de Teoria da História, realizado pelo Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro, entre os dias 05 e 06 de dezembro de 2005. O trabalho defendido teve o seguinte título: "À Espera das Frotas: Micro-História Tapuia e a Nobreza Principal da Terra (Rio de Janeiro, c.1600 - c.1750)".

Atividades

1/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, História.

Cargo ou função
Membro de comissão de seleção de bolsas de iniciação científica ? PIBIC.
2/1994 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Departamento de História.

Linhas de pesquisa
Sociedade e economia
2/1994 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Pós Graduação Em História.

2/1994 - Atual
Ensino, História Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Moderna
2/1994 - Atual
Ensino, História Social, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História Econômica
6/2004 - 1/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Sub-Reitoria de Ensino para Graduados e Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro de comissão temporária do Vestibular (elaboração das provas de História).
6/2003 - 1/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Sub-Reitoria de Ensino para Graduados e Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro de comissão temporária do Vestibular (elaboração das provas de História).
12/2002 - 12/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em História Social, História.

Cargo ou função
Membro de corpo editorial do periódico Topoi - Revista de História de História do Programa em História Social da UFRJ.
6/2002 - 1/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Sub-Reitoria de Ensino para Graduados e Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro de comissão temporária do Vestibular (elaboação das provas de História).
6/2001 - 1/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Sub-Reitoria de Ensino para Graduados e Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro de comissão temporária do Vestibular (elaboração das provas de história).
3/1999 - 3/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em História Social, História.

Cargo ou função
Membro de comissão.
1/1996 - 12/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa Em História Social, História.

Cargo ou função
Membro de conselho editorial do periódico Cadernos do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa em História Social.
2/1994 - 2/1996
Direção e administração, Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa Em História Social, História.

Cargo ou função
Coordenador de pesquisa.
3/1994 - 12/1995
Conselhos, Comissões e Consultoria, Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa Em História Social, História.

Cargo ou função
Membro do corpo editorial do periódico Cadernos do Laboratório Interdisplinar de Pesquisa em História.

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1994
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Visitante mediante concurso constando as seguintes provas: curriculum vitae, prova didática, prova escrita e entrevista. Em 1991 incorporado ao quadro docente efetivo com a designação de Professor Visitante Permanente. Nesta data incorporado ao Regime Jurídico Único.

Vínculo institucional

1985 - 1986
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisador ligado ao programa de Pós-Graduação em História, vinculação feita através da categoria funcional de Auxiliar em assuntos educacionais (registro 10.460 na UFF).

Atividades

10/1986 - 2/1994
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós Graduação Em História, História.

10/1986 - 2/1994
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História Agrária
10/1986 - 2/1994
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Econômica
9/1991 - 1/1994
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós Graduação Em História, História.

Linhas de pesquisa
História Econômica
3/1992 - 12/1993
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em História, História.

Cargo ou função
Membro de comissão de bolsas de pesquisa.
1/1985 - 8/1986
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós Graduação Em História, História.

Linhas de pesquisa
História Agrária do Brasil

Universidade Candido Mendes, UCAM, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: PESQUISADOR, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsa de Pesquisa financiada pela Fundação Ford.

Atividades

3/1984 - 6/1986
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Afro Asiáticos, Centro de Estudos Afro Asiáticos.

3/1984 - 6/1986
Extensão universitária , Centro de Estudos Afro Asiáticos, Centro de Estudos Afro Asiáticos.

Atividade de extensão realizada
Elaboração de textos informativos sobre a África Contemporânea.

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsa de pesquisa fornecida pelo CNPQ

Atividades

3/1983 - 2/1984
Pesquisa e desenvolvimento , História, História.

Linhas de pesquisa
História Agrária
3/1983 - 2/1984
Extensão universitária , História, História.

Atividade de extensão realizada
Textos e paletras sobre História da Agricultura.


Linhas de pesquisa


1.
História das relações Internacionais Brasil-África
2.
História da Escravidão Brasileira
3.
História Agrária
4.
Sociedade e economia
5.
Sociedade e economia
6.
História Econômica da Escravidão
7.
História Agrária do Brasil
8.
História Econômica
9.
PESQUISA BÁSICA-ESCRAVIDÃO E FORMAS DE ACUMULAÇÃO NA SOCIEDADE ESCRAVISTA COLONIAL: MÉDIO VALE DO PARAÍBA DO SUL (1790-1888). PESQUISA APLICADA: DICIONÁRIO DE HISTÓRIA AGRÁRIA BRASILEIRA.
10.
História Agrária


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Elites locais (Repúblicas) das conquistas americanas e a Monarquia católica lusa: Rio de Janeiro e Salvador da Bahia 1600 e 1730
Descrição: O projeto consiste na análise da elite política e social ? a nobreza da terra ? das repúblicas (municípios) da América lusa entre 1600 e 1730, especialmente sob os seguintes aspectos: práticas de casamento, de transmissão de patrimônio através das gerações e do ethos (ideias sobre monarquia católica, hierarquia social, escravidão etc). Para tanto, pretende-se realizar um estudo comparativo entre as elites do Rio de Janeiro e de Salvador da Bahia. A comparação visa confrontar as experiências das duas nobrezas políticas na consolidação da organização social das suas referidas repúblicas, bem como investigar as escolhas dos ditos grupos diante das transformações econômicas e demográficas ocorridas após 1690 ? período a partir do qual as duas cidades se transformaram em praças mercantis ligadas ao Atlântico (em particular ao tráfico de escravos) e aos circuitos regionais do interior americano, como os das Minas de Ouro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Thiago Krause - Integrante / Julia Ribeiro Aguiar - Integrante / Ana Paula Toste Cabral - Integrante / Jerônimo de Aguiar - Integrante.
2012 - 2015
O Bom Governo das Gentes: hierarquias sociais e representação segundo a ?política católica?, do século XVI ao XVIII
Descrição: Este projeto visa à constituição de uma rede, de modo a consolidar os conhecimentos em torno de um campo de pesquisas históricas que vem ganhando importância teórica e empírica nos últimos anos. Trata-se de estudos sobre as autoridades negociadas entre as sociedades ditas coloniais do Novo Mundo e as metrópoles européias, na época moderna; no caso da América lusa, os estudos referem-se ao auto-governo das Conquistas, através dos municípios e mais às suas relações com a monarquia pluricontinental portuguesa.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Helen Osório - Integrante / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante / Carla Maria Carvalho de Almeida - Integrante / Simona Cerutti - Integrante / Francisco Cosentino - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2011 - 2013
Afogando em nomes e em relações sociais: metodologia de pesquisa e assentos paroquiais, uma contribuição para a história social da América lusa (séculos XVI ? XVIII)
Descrição: Este projeto pretende elaborar uma metodologia de pesquisa em História Social que contribuí para o estudo mais rigoroso da História Social da América lusa entre os séculos XVI e XVIII. Trata-se de um método de investigação que incorpora técnicas seriais e da microhistória italiana, aplicado à documentação eclesiástica, em especial, ao registros de batismo, casamento e óbito/testamento. Único tipo de documentação primária ainda existente para as diversas paróquias dos antigos Estados do Grão-Pará e Maranhão e do Brasil. Um dos objetivos desta metodologia é permitir um estudo cuidadoso das sociedades coloniais da América lusa de temas como hierarquia social, padrões demográficos, formas de acesso à terra, sistemas de transmissão de patrimônio, de casamento, concepções de mundo, fortunas e qualidade de vida. Tais investigações são consolidadas nas historiografias européias e americanas sobre o Antigo Regime , porém só possível em poucas capitanias brasileiras, a exemplo de Minas Gerais . Nas demais capitanias tais pesquisas são difíceis em razão da precariedade de séries cartorárias (inventários post-mortem, livros de compra e venda, dinheiro a ganho, etc.) e de arquivos municipais, como é o caso de Pernambuco e Rio de Janeiro. Assim, a metodologia proposta, como veremos a seguir, valendo-se da história serial e da micro-análise italiana, pretende ir além da demografia histórica e ser uma ferramenta para a heurística da história social e econômica. Aplicando estas duas últimas abordagens por meio do cruzamento das coleções eclesiásticas, pretende-se uma compreensão mais rigorosa de três dos cinco séculos de nossa história..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (40) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Martha Daisson Hameister - Integrante / Tiago Luís Gil - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante / Afonso de Alencastro Graça Filho - Integrante / marcio soares - Integrante.
2009 - 2013
A comunicação política na monarquia pluricontinental portuguesa (1580-1808): Reino, Atlântico e Brasil
Descrição: Este projecto não propõe o estudo de uma informação desconhecida, mas uma outra forma de olhar e de tratar fontes já parcialmente consultadas. O termo «comunicação política» tem sido utilizado pelos cientistas políticos para qualificar as novas modalidades de circulação da informação política nas sociedades recentes que já não se confinam apenas à recepção passiva e massiva da televisão, mas se alargam também a outros meios e agentes, incluindo a internet, alterando os conteúdos e as formas de intervenção. Retomamo-lo aqui para sublinhar a relevância de se conhecerem e estudarem os agentes produtores, os ritmos de produção, os canais de circulação, a tipologia dos assuntos, e, por fim, o destino final das solicitações feitas nas periferias para o centro da monarquia portuguesa e vice-versa na dimensão pluricontinental que teve nos séculos XVII e XVIII. Trata-se de uma questão essencial, em parte já estudada com outras designações, mas que ganha muito em ser pesquisada de forma sistemática, relativamente uniforme e comparando diversos espaços geográficos. Com efeito, nas últimas décadas, a historiografia portuguesa, tal como a brasileira, deu-se conta dos escassos meios de que o centro da monarquia tinha para controlar os imensos territórios, tanto no continente europeu como nos espaços mais remotos que estavam sob a sua tutela. E muito se tem discutido sobre as formas e as modalidades através das quais, apesar dessa escassez de meios, se efectivou a integração desses espaços por um período tempo tão alargado.Múltiplos tópicos se têm realçado a esse respeito. Como, por exemplo, a política de mercês. Mas aquele que aqui se procura estudar reveste-se de especial relevância, até porque constituía uma mediação necessária de quase todos os outros. O rei, que era a cabeçada monarquia, estava por definição ausente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
O Governo das Gentes na Monarquia pluricontinental:o estudo das câmaras e das hierarquia sociais locais no processo decisório do império ultramarino português (Rio de Janeiro e Bahia, séculos XVI - XVIII)
Descrição: O projeto analisa, de forma comparativa, os poderes locais na América portuguesa, precisamente nas cidades de Olinda, Recife, Salvador e Rio de Janeiro, entre os séculos XVI e XVIII. Almeja melhor entender a dinâmica política e econômica do império ultramarino luso, assim como as instâncias do processo decisório que influíram em tal dinâmica. Para se realizar, o projeto observa o perfil da organização administrativa de algumas das principais comunidades (repúblicas), constituídas pelo corpo político dos concelhos camarários (procuradores, juízes ordinários e vereadores), almotacéis, escrivão da câmara, por ordenanças, dentre outros. Com efeito, cada câmara assumia um perfil todo particular que traduzia o seu modo de ser. Nesse sentido, a pesquisa estabelecerá um panorama preciso das principais características das câmaras a fim de melhor aferir a natureza de seu auto-governo. Em síntese, destacando as especificidades de cada câmara, o projeto sublinhará a interferência de tais repúblicas nos assuntos do império ultramarino. Deste modo, a pesquisa se afina a uma historiografia internacional que recentemente rediscute a noção de Estado Absolutista. O trabalho procura ainda avançar e um novo conceito, o de monarquia pluricontinental, onde a participação das periferias era essencial para a moldura imperial. Além disso, pretende contribuir para uma nova leitura da história colonial tendo por eixo a dinâmica das Repúblicas e suas íntimas conexões com a Monarquia Pluricontinetal constituído enquanto um império ultramarino. Inicialmente, este último objetivo será alcançado, através da elaboração de uma publicação que relacione a documentação disponível no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro com os cargos da governança da República; trata-se de um projeto piloto que, conforme os seus resultados, poderá ser estendidos as câmaras de Salvador e de Pernambuco. Por fim, o projeto integra pesquisadores de diferentes instituições e fortalecer o grupo de estudos ART (Antig.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Maria de Fátima Silva Gouvea - Integrante / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2007 - 2010
A Monarquia e seus Idiomas: corte, governos ultramarinos, negociantes, régulos e escravos no mundo português (sécs. XVI-XIX)
Descrição: Estudo das formas de comunicação e da dinâmica das relações entre centro e periferias no império luso no Atlântico, entre 1550 e 1850, considerando dois aspectos em particular: 1- as relações hierárquicas entre as câmaras municipais ultramarinas (América e África) com os conselhos palacianos da Monarquia lusa, com o intuito de aferir o grau de negociação entre centro e poderes locais em um cenário que comporta o Antigo Regime e a escravidão; 2- Comparar a dinâmica das hierarquias sociais e econômicas das sociedades escravistas do Atlântico português: Salvador (BA), Olinda (PE), Rio de Janeiro e, na África, Luanda e São Tomé. Sociedades estas que, em graus diferentes, foram construídas a partir da interação entre ibéricos e africanos (i.e. jolofos, cassanzes ); ou que é o mesmo, resultaram da interação entre a concepção corporativa da sociedade (Antigo Regime) e da presente nas sociedades africanas estratificadas e baseadas em relações de dependência, como a escravidão. Nesta perspectiva, o cativo na plantação americana ou de S. Tomé é entendido como agente social. Considera-se a noção de monarquia pluricontinental como instrumento de análise das relações entre centro e periferia. Além de entidade geopolítica, ela é compreendida como resultado de jogos políticos que envolvem elites de distintos cantos do império. Isto é, a expressão pluricontinental destaca a dimensão política, relacionada ao processo decisório no império. Parte-se do pressuposto de que a monarquia lusa, em razão de sua natureza poli-sinodal, compreendia negociações entre segmentos sociais situados em diferentes partes do império, cada qual com seus recursos e dispostos numa estratificação cuja cabeça era o rei. Trata-se de rever, com ênfase na pesquisa empírica, as relações entre centro e periferias sob outro ângulo, isto é, não mais tendo como base a finada teoria da dependência, mas a idéia compartilhada por todos os contemporâneos segundo a qual o mundo era naturalmente hierarquizado. A segu.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Maria de Fátima Silva Gouvea - Integrante / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Cooperação.
2007 - 2009
Fidalgos e parentes de pretos: a nobreza principal da terra do Rio de Janeiro na América lusa (1600-1750)
Descrição: Uma economia exportadora esquisita no seiscentos, pois sua sobrevivência dependia de injunções políticas que a protegessem dos humores do capital mercantil. Famílias que se arrogavam à condição de nobreza principal da terra, achavam-se equivalentes aos fidalgos cavaleiros da casa real, porém seu estatuto aristocrático estava longe de ser reconhecido pela monarquia. Uma sociedade escravista, no setecentos, onde não prevalecem soberbos magnatas de escravarias e de terras, mas um punhado de míseros donos de engenhos de açúcar, parentes de forros e de pretos. Estas estranhas imagens, apesar de distantes das que temos da sociedade colonial sustentada pela exportação e por escravos africanos, capturam cenas do Rio de Janeiro entre os séculos XVI e XVIII, assim como de outras paragens da América lusa. O projeto a seguir tem por objeto a hierarquia social gerada em meio a tais cenários; preocupo-me com o seu processo generativo segundo concepção de F. Barth. Trata-se do estudo de uma estratificação, a principio inspirada no Antigo Regime do Velho Mundo, porém devidamente redefinida pelas experiências de pequenos fidalgos, plebeus europeus e escravos africanos. Estes personagens, sob os olhares atentos da monarquia lusa e em meio às conjunturas dos séculos XVII e XVIII, construíram nos trópicos uma hierarquia ciosa de suas segmentações, porém suficientemente plástica para comportar processos inusitados segundo os padrões da Velha Europa, quais sejam:.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.
2007 - 2009
Formas de Comunicação no Atlântico Português: a Monarquia, as câmaras, a escravidão e o tráfico transatlântico (sécs. XVI-XIX).
Descrição: O projeto tem por objetivo contribuir para o entendimento da dinâmica do império português, aqui denominado de Monarquia Pluricontinetal (vide a seguir), entre os séculos XVI e XVIII. Para tanto estudar-se-á as relações as relações reino e conquista ou, como preferem outros, metrópole versus colônia, na acepção da teoria da dependência. Isto será feito por meio da comparação das comunicações, através das consultas, das diferentes Câmaras ultramarinas ao Conselho Ultramarino no período citado. Com isto pretende-se medir, por exemplo, a interferência das elites coloniais no processo decisório do império português e, portanto, conhecer melhor a sua dinâmica. Os conselhos do além mar escolhidos foram: São Tomé, Rio de Janeiro, Salvador e Luanda. A escolha de tais conselhos deve-se ao fato deles, a um só tempo, combinarem as práticas do Antigo Regime (cuja expressão é a própria instituição conselhia, entendida como cabeça da república e responsável pelo contato com a coroa) e a escravidão. Nos municípios americanos temos plantations escravistas e nas de África, além das plantações de São Tomé, o tráfico de escravos atlântico. Este traço, portanto, permitirá uma melhor compreensão do sistema atlântico luso. Em especial, possibilitará um estudo comparativo da plantation escravista entre a América e São Tomé. Áreas onde a escravidão se dava em meio à concepção corporativa da sociedade. A documentação primária a ser utilizada será, principalmente, as consultas de tais câmaras ao conselho ultramarino, secundado pelas atas das ditas câmaras. Parte destas fontes se encontra digitalizada pelo Projeto Resgate do Ministério da Cultura, outras depositadas no Arquivo Ultramarino e nos arquivos das referidas cidades. Para o estudo da escravidão serão levantados registros paroquiais batismos casamentos e óbitos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante / Mária de Fátima Gouvêa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Programa de Pós Graduação Em História Social - Remuneração.
2004 - 2008
Economia política das redes comerciais do Rio de Janeiro
Descrição: Pesquisa geral: "Nas Franjas dos Impérios: dinâmicas de expansão e ocupação territorial na região platina, 1580-1808". Projeto conta com a colaboração de Professores da UFF e UFRGS. Além do que é realizado em convênio com o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.Projeto financiado pelo Gabinete de relações Internacionais da Ciência e do Ensino Superior do Ministério da Ciência e Do Ensino Superior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Maria Fernanda Baptista Bicalho - Integrante / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Mária de Fátima Gouvêa - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2004 - 2007
As elites coloniais na América lusa do século XVIII
Descrição: Bolsa de Produtividade na categoria de Pesquisador I - nível D concedida pelo CNPq..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 9
2002 - 2004
A arte de excluir: histórias das elites econômicas no Rio de
Descrição: Bolsa de Produtividade na categoria de Pesquisador II - nível A concedida pelo CNPq..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 12 / Número de orientações: 2
2001 - 2005
Modos de Governar: Política e Negócios do Império Português
Descrição: Grupo inscrito no Diretório de Pesquisa do CNPq. Cabe a Professora Maria Fernada Bicalho, da UFF, a coordenação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Integrante / Maria Fernanda Baptista Bicalho - Coordenador / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Sílvia Hunold Lara - Integrante / Mária de Fátima Gouvêa - Integrante / Vera Ferlini - Integrante / Pedro Puntoni - Integrante / Ana Paula Torres Megiani - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Cooperação / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2001 - 2001
Tráfico de escravos e relações comerciais no Sudeste do Bras
Descrição: Coordenador do Projeto "Tráfico de escravos e relações comerciais no Sudeste do Brasil: primeira metade do século XIX", aprovado pelo Ipea - segunda etapa.Convênio o LIPHIS na forma de bolsas de iniciação científica e auxílio de pesquisa. Segunda etapa: revisão do material levantado e redação dos resultados da pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Daniela Barreto - Integrante / Vanusa Oliveira Martins - Integrante / Luiz Guilherme S. Moreira - Integrante / Rafael Cariello - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante / André Dutra Boucinhas - Integrante / Alexandre Vieira Ribeiro - Integrante.Financiador(es): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2000 - 2002
Empresários e fazendeiros nas últimas décadas da escravidão.
Descrição: Bolsa na categoria de Pesquisador II - nível A concedida pelo CNPq para período 2000 - 2002..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 3
1999 - 2001
Escravidão e abolição: economia e sociedade no Rio de Janeir
Descrição: Grupo de pesquisa por mim coordenado e formado por três projetos: Prof. Manolo Garcia Florentino (UFRJ) "Sobre a família escrava em plantéis afastados do mercado de cativos); Dr. José Luís Petruccelli (Departamento de Pesquisa do IBGE) "Mobilidade Social e Miscigenação pós-abolição: Vassouras na voirada do século XIX (1870-1920); Prof. Flávio Gomes dos Santos (UFRJ) "Produzindo a Liberdade: a fuga e os escravos fugitivos (Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX)"; Prof. José Roberto Góes (UERJ) " Estudo sobre a obdiência escrava no Rio de Janeiro, entre 1790 e 1870". O prjeto contou com três bolsas de iniciação científica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Manolo Garcia Florentino - Integrante / José Roberto Góes - Integrante / Flávio dos Santos Gomes - Integrante / José Luís Petruccelli - Integrante.Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Cooperação / Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
1999 - 2000
Tráfico de escravos e relações comerciais no Sudeste do Bras
Descrição: Coordenador do Projeto "Tráfico de escravos e relações comerciais no Sudeste do Brasil: primeira metade do século XIX", aprovado pelo Instituto de Pesquisa de Economia Aplicasd (Ipea). Convênio o LIPHIS na forma de bolsas de iniciação científica e auxílio de pesquisa. Trata-se da primeira etapa de pesquisa: levantamento dos passaportes e envio de escravos da Corte, Porto do Rio de Janeiro, para as Provincias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Daniela Barreto - Integrante / Vanusa Oliveira Martins - Integrante / Luiz Guilherme S. Moreira - Integrante / Rafael Cariello - Integrante / Roberto Guedes Ferreira - Integrante / André Dutra Boucinhas - Integrante.Financiador(es): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
1998 - 2000
Fidalgos da economia: ministros e oficiais do rei na formaçã
Descrição: Bolsa de Produtividade na categoria de Pesquisador II - nível A concedida pelo CNPq..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6
1996 - 1998
Elite senhorial: as formas de acumulação na montagem da soci
Descrição: Bolsa de Produtividade na categoria de Pesquisador II - nível 2B. Em finais de 1995 recebi uma bolsa de pesquisa do CNPq de Pós-Doutorado no Exterior (PDE). assim preferi realizar a referida pesquisa como estagio de Pós-Doutorado no ISCTE em Lisboa (PT) e no Centro de História Moderna da Universidade de Minnesota (EUA).n Retornado ao país, em 1997 continuei trabalhando o mesmo tema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 3
1996 - 1997
Elite senhorial: as formas de acumulaçao na montagem da soci
Descrição: Em finais de 1995 recebi, para o período 1996-1997, uma bolsa de pesquisa do CNPq de Pós-Doutorado no Exterior (PDE). O estágio de pós-doutorado foi realizado no Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa ISCTE em Lisboa (PT), sob a orientação do Professor Robert Rolawd do Departamento de Antropologia Social. Posteriormente, conforme plano de trabalho submetido ao CNPq, terminei o refido estágio no Centro de História Moderna da Universidade de Minnesota (EUA), sob a orientação do Professor Stuart Schwartz. Retornado ao país, em 1997 continuei estudando o mesmo tema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4
1994 - 2005
Escravidão, População e Economia nas Américas e na África.
Descrição: Grupo de pesquisa inscrito no Diretório de Pesquisa do CNPq. Lideres: João Luis Ribeiro Fragoso e Manolo Garcia Florentino. Este grupo está . O grupo é formado por quatro projetos e há a colaboração de Docentes de outras Universidades Federais..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Manolo Garcia Florentino - Integrante / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante / Carla Maria Carvalho de Almeida - Integrante / Juliana Beatriz Almeida de Souza - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Juiz de Fora - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 9
1994 - 1996
À espera das frotas: economia e sociedade no Rio de Janeiro
Descrição: Bolsa na categoria de Pesquisador II - nível B concedida pelo CNPq.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2
1992 - 1994
Estrutura Social e Formas de Acumulação em uma sociedade col
Descrição: Bolsa na categoria de Pesquisador III - nível C concedida pelo CNPq.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Giana Claudia de Castro Araújo - Integrante / Carlos Mauro de Oliveira Jr - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
1986 - 1987
Escravidão e forma de acumulação em uma economia agro-export
Descrição: Pesquisa desenvolvida na Pós-Graduação em História da UFF com o financiamento do CNPq, na forma de auxilio de pesquisa (processo 402283/86-C5)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
1986 - 1987
Introdução ao estudo das técnicas agrícolas e das crises na
Descrição: Auxílio de pesquisa concedido pelo CNPq associado à pesquisa Flutuações Econômicas e Técnicas agrícolas no Sistema Agrário Escravista-Exportador: o caso do café (século XIX)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Integrante / Maria Yedda Leite Linhares - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
1985 - 1986
Flutuações Econômicas e Técnicas agrícolas no Sistema Agrári
Descrição: Projeto incluído no Convênio Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense e a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). Programa de Pesquisa: "Da Cultura da Riqueza a Cultura da Pobreza (1870-1920)". 1984 e 1986. Bolsa na categoria de Pesquisador III - nível B e Auxílio de Pesquisa concedidos pelo CNPq..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Francisco Carlos Teixeira da Silva - Integrante / Hebe Maria Mattos - Integrante / Maria Yedda Leite Linhares - Integrante / Sheila de Castro Faria - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
1983 - 1984
Representação do Trabalho Agrícola no Rio de Janeiro (1830-1
Descrição: Convênio Centro de Pós-Graduação em Desenvolvimento Agrícola (CPDA) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e o CNPq. 1983. .Bolsa na Categoria de Pesquisador III - nível C e Auxílio de Custeio concedidos pelo CNPq. Pesquisa: "Representação do Trabalho Agrícola no Rio de Janeiro (1830-1950)". Trabalho desenvolvido junto ao Núcleo de História Agrária formado, por aquele convênio, no CPDA.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de desenvolvimento


2010 - 2012
Arquivos Paroquiais e História social: Histórias e Memórias do Estado do Rio de Janeiro (séculos XVI-XIX)
Descrição: INTRODUÇÃO Os acervos paroquiais congregam uma preciosa e diversificada coleção de fontes primárias sobre o Estado do Rio de Janeiro, sob a propriedade de diferentes arquivos eclesiásticos. Em grande parte, trata-se de documentos ainda inéditos ou pouco explorados por pesquisadores, o que significa que o zelo e o acesso às fontes contribuirão para o avanço do conhecimento histórico e para a memória social e cultural fluminense. E isto é mais premente, pois as coleções eclesiásticas formam o único corpus serial disponível para a escrita de uma história social colonial da antiga capitania do Rio de Janeiro, em especial da cidade de São Sebastião e seu entorno. Todos os outros conjuntos de fontes que, internacionalmente, a historiografia se vale para trabalhar aquele campo de conhecimento não existem em nossos arquivos ou só temos fragmentos deles. Referimo-nos, nomeadamente, à documentação cartorária e fiscal. Assim, fazendo uso de registros paroquiais, o projeto tem também o objetivo de contribuir para a elaboração de uma metodologia mais atinente às fontes eclesiásticas, considerando que os métodos para elas disponíveis são em geral voltadas para a história demográfica. Para tais fins, a intervenção de estudiosos, de pessoal qualificado e de instituições que lidam com acervos eclesiásticos é fundamental, com o intuito de facilitar análises. Nesta direção, o Projeto Arquivos Paroquiais e História social: Histórias e Memórias do Estado do Rio de Janeiro reúne, como coordenador e pesquisadores associados, 10 docentes de 4 Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) sediadas no Estado Rio de Janeiro: UFRJ, UFF, UFRRJ e UNI-RIO. Ademais, este projeto pretende ser inédito, pois realizará esforços nos 3 arquivos paroquiais mais significativos do Estado, a saber: Arquivo da Cúria Metropolitana do Rio de Janeiro, Arquivo da Arquidiocese de Niterói e Arquivo da Cúria Diocesana de Nova Iguaçu. Dentre os acervos eclesiásticos, estes são dos mais importantes devido ao volu.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador.


Outros Projetos


2006 - 2006
Nas rotas do império: eixos mercantis, tráfico e relações so
Descrição: Financiamento para realização de seminário internacional. Agência: CNPq - Programa de Ciência Sociais - CPLP Processo: 491436/2005-0) do edital # 59/2005.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Integrante / Manolo Garcia Florentino - Coordenador / Antonio Carlos Jucá de Sampaio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3
2002 - 2005
O Outro Lado da Lua ? estudos sobre a sociedade agrária bras
Descrição: Coletânea com de três volumes reunindo textos de História Agrária (originariamente teses dissertações de pós-graduação dos organizadores da coletânea). Projeto aprovado em dezembro de 2002, porém a verba não foi liberada até o momento..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Joao Luis Ribeiro Fragoso - Coordenador / Francisco Carlos Teixeira da Silva - Integrante / Hebe Maria Mattos - Integrante / Sheila de Castro Faria - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.


Membro de corpo editorial


2004 - 2004
Periódico: Topoi (Rio de Janeiro)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea/Especialidade: História Econômica da Europa Moderna.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea/Especialidade: História do Império Português Séculos XV XVII.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.


Idiomas


Inglês
Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Lê Pouco.


Prêmios e títulos


2017
II Prêmio Katia Mattoso de História da Bahia (orientador de tese de doutorado), A Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.
2015
57o. Prêmio Jabuti - Ciências Humanas (1o. lugar), Câmara Brasileira do Livro.
2014
Menção Honrosa - Arquivo Geral da Cidade (orientador da dissertação de mestrado de Victor Luiz Alvares Oliveira), Arquivo Geral da Cidade.
2013
Cientista do Nosso Estado - 2013, FAPERJ.
2013
Menção Honrosa - Prêmio Manuel Salgado (orientador de de tese de doutorado), Programa de Pós Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2010
Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico, Presidência da República - Ministério da Ciência e Tecnologia.
2010
Prêmio de Monografia Afonso Carlos Marques dos Santos - Menção honrosa (Orientador), Arquivo Geral da Cidade.
2010
Prêmio Capes de Teses - Menção Honrosa (orientador) - 2010, CAPES.
2009
Menção Honrosa na Jornada de Iniciação Científica, 2009 - Orientador, UFRJ-CNPQ., Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2005
Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa (1º. Lugar) - orientador, Arquivo Nacional.
2005
Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa (2º. Lugar) - orientador, Arquivo Nacional.
1991
Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa (1º colocado), Arquivo Nacional.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FRAGOSO, JOÃO2015FRAGOSO, JOÃO. E as plantations viraram fumaça: nobreza principal da terra, Antigo Regime e escravidão mercantil. História (São Paulo. Online), v. 34, p. 58-107, 2015.

2.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2013FRAGOSO, J. L. R.; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de ; FARINNATTE, L. A. . Para Ciro Flamarion Cardoso (1942-2013): uma homenagem de pesquisadores da América lusa escravista. Topoi (Online): revista de historia, v. 14, p. 213, 2013.

3.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2012FRAGOSO, J. L. R.. Modelos explicativos da chamada economia colonial e a ideia de Monarquia Pluricontinental: notas de um ensaio. História (São Paulo. Online), v. 31, p. 106-145, 2012.

4.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2010FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva . Monarquia pluricontinental e repúblicas: algumas reflexões sobre a América lusa nos séculos XVI?XVIII. Tempo. Revista do Departamento de História da UFF, v. 27, p. 49-63, 2010.

5.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2010FRAGOSO, J. L. R.. Efigênia Angola, Francisca Muniz forra parda, seus parceiros e senhores: freguesias rurais do Rio de Janeiro, século XVIII. Uma contribuição metodológica para a história colonial. Topoi (Rio de Janeiro), v. 11, p. 74-106, 2010.

6.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2006FRAGOSO, J. L. R.. The nobility of the republic: notes regarding the formation of Rio de Janeiro's first noble elite (16th and 17th centuries). Topoi (Rio de Janeiro), http://socialsciences.scielo, v. 1, p. 1-122, 2006.

7.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2006FRAGOSO, J. L. R.. Principais da Terra, escravos e a República: o desenho da paisagem agrária do Rio Seiscentista. Ciência & Ambiente, Santa Maria, v. 33, p. 90-120, 2006.

8.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2003FRAGOSO, J. L. R.. A nobreza vive em bandos: a economia política das melhores famílias da terra do Rio de Janeiro, século XVII. Tempo. Revista do Departamento de História da UFF, Niterói, v. 8, n.15, p. 11-35, 2003.

9.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2002FRAGOSO, J. L. R.. Para que serve a história econômica? Notas sobre a história da exclusão social no Brasil. Estudos Historicos (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, v. 29, p. 3-28, 2002.

10.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2002FRAGOSO, J. L. R.. Afogando em nomes: temas e experiências em história econômica. Topoi (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, v. 5, p. 41-70, 2002.

11.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2002FRAGOSO, J. L. R.. Mercados e negociantes imperiais: um ensaio sobre a economia do império português (séculos XVII e XVIII). História. Questões e Debates, Curitiba, v. 19, n.36, p. 99-127, 2002.

12.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2001FRAGOSO, J. L. R.. A economia do bem comum e a formação da elite colonial do Rio de Janeiro (séculos XVI e XVII). Revista de História (UFES), Vitória, v. 13, p. 14-27, 2001.

13.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2000FRAGOSO, J. L. R.. Algumas notas sobre colonial tardio no rio de Janeiro: um ensaio sobre a economia colonial. Revista Locus, Juíz de Fora - Minas Gerais, v. 6, n.1, p. 9-36, 2000.

14.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2000 FRAGOSO, J. L. R.. A nobreza da República: notas sobre a formação da elite senhorial do Rio de Janeiro (séculos XVI e XVII). Topoí Revista de História do Programa de Pós Graduação Em História da Ufrj, Rio de Janeiro, v. 1, n.1, p. 45-123, 2000.

15.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO2000FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva ; BICALHO, Maria Fernanda Baptista . Uma leitura do Brasil colonial: bases da materialidade e da governabilidade no Império. Penelope: fazer e desfazer a historia, Oeiras, v. 23, p. 67-88, 2000.

16.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1997FRAGOSO, J. L. R.. Hierarquias sociais e formas de acumulação no Rio de Janeiro (Brasil), século XVII. Colonial Latin American Review, Abingdon, Inglaterra, v. 6, n.2, p. 151-184, 1997.

17.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1995FRAGOSO, J. L. R.. A Espera das Frotas: Hierarquia Social e Formas de Acumulacao No Rio de Janeiro, Seculo Xvii. CADERNOS DO LABORATORIO INTERDISCIPLINAR DE PESQUISA EM HISTORIA SOCIAL, RIO DE JANEIRO, v. 1, n.1, p. 53-62, 1995.

18.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1988FRAGOSO, J. L. R.; PITZER, R. R. . Barões, Homens-Livres Pobres e Escravos: Notas Sobre O Uso de Inventarios Post-Mortem Na Pesquisa Historica. ARRABALDES, v. 1, n.2, p. 29-52, 1988.

19.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1987FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Marcelino, Filho de Inocencia Crioula, Neto de Joana Cabinda: Um Estudo Sobre Familias Escravas Em Paraiba do Sul(1850-1872). ESTUDOS ECONOMICOS, v. 17, n.2, p. 151-173, 1987.

20.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1986FRAGOSO, J. L. R.. A Roça e As Propostas de Modernização Na Agricultura Fluminense do Seculo Xix. REVISTA BRASILEIRA DE HISTORIA, v. 6, n.12, p. 125-150, 1986.

21.
FRAGOSO, J. L. R.;FRAGOSO, JOÃO1981FRAGOSO, J. L. R.. Reformulacoes da Politica Externa Brasileira Nos Anos 70. ESTUDOS AFRO-ASIATICOS, p. 41-53, 1981.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FRAGOSO, JOÃO; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial (c. 1443 - c. 1580). 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018. v. 1. 586p .

2.
FRAGOSO, JOÃO; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial II (1580-1720). 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018. v. 1. 587p .

3.
FRAGOSO, JOÃO; MONTEIRO, N. G. (Org.) . Um Reino e suas Republicas no Atlantico - comunicações políticas entre Portugal, Brasil Angolanos séculos XVII e XVIII. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilizacao Brasileira, 2017. v. 1. 475p .

4.
FRAGOSO, JOÃO; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1720-1821. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017. 727p .

5.
FRAGOSO, JOÃO; FERREIRA, Roberto Guedes (Org.) . Historia Social em Registros Paroquiais (Sul-Sudeste do Brasil, séculos XVIII-XIX). 1. ed. Rio de Janeiro: MauadX, 2016. v. 1. 181p .

6.
FRAGOSO, JOÃO; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1580-1720. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016. v. 1. 587p .

7.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1443 - 1580. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015. v. 1. 586p .

8.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1443-1580. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. v. 1. 586p .

9.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1720-1821. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. v. 1. 727p .

10.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) . O Brasil Colonial 1580-1720. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. v. 1. 587p .

11.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes (Org.) ; SAMPAIO, A. C. J. (Org.) . Arquivos paroquiais e História Social na América Lusa ? métodos e técnicas de pesquisa na reinvenção de um corpus documental. 1. ed. Rio de Janeiro: Mauad X, 2014. v. 1. 388p .

12.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia (Org.) ; SAMPAIO, A. C. J. (Org.) ; CAMPOS, A. P. (Org.) . Nas Rotas do Império. 2. ed. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo, 2014. v. 1. 677p .

13.
FRAGOSO, J. L. R.. Barões do Café e sistema agrário escravista: Paraíba do Sul/Rio de Janeiro (1830-1888). 1. ed. Rio de Janeiro: Faperj - 7Letras, 2013. 195p .

14.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes ; KRAUSE, T. . A América portuguesa e os sistemas atlânticos na Época Moderna. 1. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2013. v. 1. 181p .

15.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J. (Org.) . Monarquia pluricontinental e a governança da terra no ultramar atlântico luso: séculos XVI-XVIII. 1. ed. Rio de Janeiro: Mauad, 2012. v. 1. 332p .

16.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) ; BICALHO, M. F. (Org.) . O Antigo Regime nos Trópicos: a dinâmica imperial portuguesa, séculos XVI-XVII. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. v. 1. 473p .

17.
GOUVÊA, Mária de Fátima (Org.) ; FRAGOSO, J. L. R. (Org.) . Na Trama das Redes. Política e negócios no império português. Séculos XVI-XVIII,. Rio de Janeiro: Civilizaçã;o Brasileira, 2009.

18.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J. (Org.) ; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de (Org.) . Conquistadores e Negociantes: Histórias de elites no Antigo regime nos trópicos . América Lusa, séculos XVI a XVIII. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007. 459p .

19.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia (Org.) ; SAMPAIO, A. C. J. (Org.) ; CAMPOS, A. P. (Org.) . Nas Rotas do Império. 1. ed. Vitória: Edufes, 2006. v. 1. 1p .

20.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . O Arcaísmo como Projeto:Mercado atlântico, sociedade agrária em uma economia colonial tardia, Rio de Janeiro, c. 1790 - c.1840. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. 251p .

21.
SILVA, Francisco Carlos Teixeira da (Org.) ; MATTOS, H. M. (Org.) ; FRAGOSO, J. L. R. (Org.) . Escritos sobre História e Educação: Homenagem à Maria Yedda Linhares. 1. ed. Rio de Janeiro: Mauad e FAPERJ, 2001. 615p .

22.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Tráfico Interno de escravos e Relações Comerciais no Centro-Sul, séculos XVIII e XIX. 1. ed. Rio de Janeiro: LIPHIS (departamento de História da UFRJ e Instituto de Pesquisa de Economia Aplicada (IPEA), 2001.

23.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . O Arcaismo Como Projeto: Mercado Atlantico, Sociedade Agraria e Elite Mercantil No Rio de Janeiro, 1790-1840. 3. ed. RIO DE JANEIRO: SETTE LETRAS, 1998. v. 1. 117p .

24.
FRAGOSO, J. L. R.. Homens de Grossa Aventura: Acumulação e Hierarquia Na Praça Mercantil do Rio de Janeiro (1790-1830). 2. ed. RIO DE JANEIRO: CIVILIZACAO BRASILEIRA, 1998. v. 1. 399p .

25.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia ; FARIA, Sheila de Castro . A Economia Colonial Brasileira (Seculos Xvi-Xix). 1. ed. SAO PAULO: ATUAL, 1998. v. 1. 126p .

26.
FRAGOSO, J. L. R.. Homens de Grossa Aventura: Acumulacao e Hierarquia Na Praca Mercantil do Rio de Janeiro (1790 -1830). 1. ed. RIO DE JANEIRO: ARQUIVO NACIONAL, 1992. v. 1. 324p .

27.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Mercado e Formas de Acumulacao: Os Comerciantes de Grosso Trato do Rio de Janeiro (1790-1830). RIO DE JANEIRO: IPEA, 1990. 104p .

Capítulos de livros publicados
1.
FRAGOSO, JOÃO. La guerre est finie: notas para investigação em História Social na América Lusa entre os séculos XVI e XVIII. In: João Fragoso; Fatima Gouvea. (Org.). O Brasil Colonial 1443-1580. 3ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, v. 1, p. 7-37.

2.
FRAGOSO, JOÃO; KRAUSE, T. . Sistemas atlânticos e monarquias na época moderna: anotações preliminares. In: Fragoso, João; Fátima, Gouvêa. (Org.). O Brasil Colonial II (1580-1720). 3ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, v. 1, p. 7-47.

3.
FRAGOSO, JOÃO. Poderes e mercês nas conquistas americana de Portugal (séculos XVII - XVIII): apontamentos sobre as relações entre centro e periferia na monarquia lusa pluricontinental. In: Joao Fragoso; Nuno Gonçalo Monteiro. (Org.). Um Reino e suas republicas no Atlantico: comunicações políticas entre Portugal, Brasil e Angola nos séculos XVII e XVIII. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017, v. 1, p. 49-99.

4.
FRAGOSO, JOÃO. Nobreza principal da terra nas Repúblicas de Antigo nos trópicos de base escravista e açucareira: Rio de Janeiro, século XVII a meados do século XVIIII. In: Fragoso, João; Gouvêa, Maria de Fátima. (Org.). O Brasil Colonial 1720-1821. 2ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017, v. , p. 159-240.

5.
FRAGOSO, JOÃO. Elite das Senzalas e nobreza principal da terra numa sociedade rural de Antigo Regime nos Trópicos: Campo Grande (Rio de Janeiro), 1704-1740. In: Fragoso, João; Gouvêa, Maria de Fátima. (Org.). O Brasil Colonial 1720-1821. 2ed.: , 2017, v. , p. 241-306.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. O Império Escravista e a República dos plantadores. In: Maria Yedda Leite Linhares. (Org.). História Geral do Brasil. 10ed.Rio de Janeiro: Elselver, 2016, v. , p. 129-174.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. Cambios y permanencias en el Sistema Atlántico luso centrado de Río de Janeiro: Esclavitud, Antiguo Régimen y la Economía Atlántica en la América lusa, 1670-1800. In: Jorge Gelman; Enrique Llopis; Carlos Marichal. (Org.). Iberoamérica y España antes de las Independencias, 1700-1820. Crecimiento, reformas y crisis. 1ed.Mexico: Colegio de Mexico, 2015, v. 1, p. 306-350.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. Nobreza principal da terra nas Repúblicas de Antigo nos trópicos de base escravista e açucareira: Rio de Janeiro, século XVII a meados do século XVIIII. In: João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). O Brasil Colonial 1580-1720. 1ed.Rio de Janeiro: , 2014, v. 1, p. 159-240.

9.
FRAGOSO, J. L. R.. Elite das Senzalas e nobreza principal da terra numa sociedade rural de Antigo Regime nos Trópicos: Campo Grande (Rio de Janeiro), 1704-1740. In: João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). O Brasil Colonial 1720-1821. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014, v. 1, p. 241-306.

10.
FRAGOSO, J. L. R.. La guerre est finie: notas para investigação em História Social na América Lusa entre os séculos XVI e XVIII. In: João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). O Brasil Colonial 1443-1580. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014, v. 1, p. 7-37.

11.
FRAGOSO, J. L. R.; KRAUSE, T. . Sistemas atlânticos e monarquias na época moderna: anotações preliminares. In: João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). O Brasil Colonial 1580-1720. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014, v. 1, p. 7-47.

12.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Notas sobre a transformações e consolidação do sistema atlântico luso no século XVIII. In: João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). O Brasil Colonial 1720-1821. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014, v. 1, p. 9-57.

13.
FRAGOSO, J. L. R.. Apontamentos para uma metodologia em História Social a partir de assentos paroquiais (Rio de Janeiro, séculos XVII-XVIII). In: João Luis Ribeiro Fragoso - Roberto Guedes Ferreira - Antonio Carlos Jucá de Sampaio. (Org.). Arquivos paroquiais e História Social na América Lusa ? métodos e técnicas de pesquisa na reinvenção de um corpus documental. 1ed.Rio de Janeiro: Mauad X, 2014, v. 1, p. 19-126.

14.
FRAGOSO, J. L. R.; RIOS, A. M. L. . Slavery and politics in colonial Portuguese America: the sixteenth to the eighteenth centuries. In: Eltis, David & Engerman, Stanley. (Org.). The Cambridge World History of Slavery. 1ed.Cambridge: Cambridge University Press, 2011, v. 3, p. 350-378.

15.
FRAGOSO, J. L. R.. Capitão Manuel Pimenta Sampaio, senhor do engenho do Rio Grande, neto de conquistadores e compadre de João Soares, pardo: notas sobre uma hierarquia social costumeira (RIO DE JANEIRO, 1700 ? 1760. In: Gouvêa, Maria de Fátima; Fragoso, João. (Org.). Na Trama das Redes. Política e negócios no império português. Séculos XVI-XVIII. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009, v. , p. 200-245.

16.
FRAGOSO, J. L. R.. Fidalgos da terra e o Atlântico Sul. Rio de Janeiro na primeira metade do século XVII. In: Stuart Schwartz; Erik Lars Myrup. (Org.). O Brasil no império marítimo português. 1ed.Bauru: EDUSC, 2009, v. , p. 75-112.

17.
FRAGOSO, J. L. R.. O capitão João Pereira Lemos e a parda Maria Sampaio: notas sobre hierarquias rurais costumeiras no Rio de Janeiro, século XVIII. In: OLIVEIRA, Mônica R. ; ALMEIDA, Carla M.C.. (Org.). Exercícios de Micro História. 1ed.Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2009, v. , p. 110-150.

18.
FRAGOSO, J. L. R.. Nobreza Principal da Terra do Rio de Janeiro e o Atlântico (1600-1750). In: Rodrigues, José Damião. (Org.). Poder Local, Cidadania e Globalização. 1ed.Ribeira Grande: , 2008, v. , p. 17-24.

19.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . A comunidade de mercadores do Rio de Janeiro e o mercado atlântico português na passagem do século XVIII para o XIX. In: Cristina Bastos; Miguel Vale de Almeida; Bela Feldman-Bianco. (Org.). Trânsitos Coloniais - diálogos críticos luso-brasileiros. 1ed.Campinas: UNICAMP, 2007, v. , p. 345-366.

20.
FRAGOSO, J. L. R.. Fidalgos e parentes de pretos: notas sobre a nobreza principal da terra dio Rio de Janeiro. In: João Fragoso; Antônio Carlos Jucá de Sampaio; Carla Almeida. (Org.). Conquistadores e negociantes: Histórias de elites no Antigo Regime nos Trópicos. América lusa, séculos XVI a XVIII. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007, v. 1, p. 33-120.

21.
FRAGOSO, J. L. R.. A equação Zweig para o Brasil: concentração de poder mais tolerância. In: João Paulo dos Reis Velloso; Roberto Cavalcante de Albuquerque. (Org.). Brasil um país do futuro?. 1ed.Rio de Janeiro: José Olimpyo, 2006, v. , p. 119-136.

22.
FRAGOSO, J. L. R.. Alternativas metodológicas para a história econômica e social: micro-história italiana, Fredrick Barth e a história econômica. In: Almeida, Carla M. C. ; Oliveira, Mônica R.. (Org.). Nomes e Números: Alternativas metodológicas para a história econômica e social. 1ed.Juiz de Fora: Editora da UFJF, 2006, v. 1, p. 27-48.

23.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima . Nas rotas da governação portuguesa: Rio de Janeiro e Costa da Mina, séculos XVII e XVIII. In: Fragoso, João; Florentino, Manolo; Jucá, Antônio Carlos; Campos, Adriana. (Org.). Na rotas do Império. 1ed.Vitória: Edufes, 2006, v. 1, p. 25-72.

24.
FRAGOSO, J. L. R.. Potentados coloniais e circuitos imperiais: notas sobre uma nobreza da terra, supracapitanias, no Setecentos. In: Nuno Gonçalo Monteiro; Pedro Cardim; Mafalda Soares da Cunha. (Org.). Optima Pars: Elites Ibero-Americanas do Antigo Regime.. 1ed.Lisboa: Universidade de Lisboa, ICS - Imprensa do Instituto de Ciências Sociais, 2005, v. , p. 133-169.

25.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva . Vitorino Magalhães Godinho et les réseaux impériaux. In: Francisco Bethencourt. (Org.). Arquivos do Centro Cultural Calouste Gulbenkian - Le Portugal el le Monde. 1ed.Paris: Centro Cultural Calouste Gulbenkian, 2005, v. 50, p. 83-109.

26.
FRAGOSO, J. L. R.. Elites econômicas em finais do século XVIII: mercado e política no centro-sul da América lusa. Notas de uma pesquisa. In: István Jancsó. (Org.). Inddependência : História e Historiografia. 1ed.São Paulo: Hucitec, 2005, v. 60, p. 849-879.

27.
FRAGOSO, J. L. R.; MARTINS, M. F. V. . Grandes negociantes e elite política nas últimas décadas da escravidão, 1850 - 1880. In: Manolo Garcia Florentino; Cacilda Machado. (Org.). Ensaios sobre a escravidão. 1ed.Belo Horizonte: UFMG, 2003, v. I, p. 143-164.

28.
FRAGOSO, J. L. R.. Campesinato europeu, séculos XVI e XVII: algumas notas historiográficas sobre economia e cultura popular. In: André Leonardo Chevitarese. (Org.). O Campesinato na História. Rio de Janeiro: FAPERJ Relume Dumará, 2002, v. , p. -.

29.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . A comunidade de mercadores do Rio de Janeiro e o mercado atântico português na passagem do século XVIII para o XIX. In: Cristiana Bastos; Miguel do Vale de Almeida; Bela Fieldmam Bianco. (Org.). Trânsitos Coloniais: Dialogos luso-brasileiros. 1ed.Lisboa: Instituto de Ciências Sociais, 2002, v. , p. -.

30.
FRAGOSO, J. L. R.. A formação da economia colonial no Rio de Janeiro e de sua primeira elite senhorial (séculos XVI e XVII). In: João Luís Ribeiro Fragoso; Maria de Fátima Gouvêa; Maria Fernanda Bicalho. (Org.). O Antigo Regime nos trópicos: a dinâmica imperial portuguesa, séculos XVI-XVIII. 1ed.Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2001, v. , p. 29-73.

31.
FRAGOSO, J. L. R.. A noção de economia colonial tardia no Rio de Janeiro e as conexões econômicas do Império Português: 1790-1820. In: João Luís Ribeiro Fragoso; Maria de Fátima Gouvêa; Maria Fernanda Bicalho. (Org.). O Antigo Regime nos Trópicos: a dinâmica imperial portuguesa, séculos XVI - XVIII. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, v. , p. 319-338.

32.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Negociantes, Mercado Atlântico e Mercado Regional: estrutura e dinâmica da praça mercanti do Rio de Janeiro, 1790 e 1812. In: Júnia Ferreira Furtado. (Org.). Diálogos Oceânicos: Minas e as novas abordagens para uma História do Império Ultramarino Português. 1ed.Belo Horizonte: UFMG, 2001, v. , p. 155-179.

33.
FRAGOSO, J. L. R.. Um mercado dominado por bandos: ensaio sobre a lógica econômica da nobreza da terra do Rio de Janeiro Seiscentista. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Hebe Maria Mattos; João Luís Ribeiro Fragoso. (Org.). Escritos sobre História e Educação: Homenagem à Maria Yedda Leite Linhares. Rio de Janeiro: Mauad e FAPERJ, 2001, v. , p. 247-288.

34.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Alegrias e Artimanhas de uma fonte seriada. Os códices 390, 421, 424 e 425: despachos de escravos e passaportes da Intendência de Polícia da Corte, 1819-1833.. In: Tarcíso Rodrigues Botelho; Antônio Carlos Jucá de Sampaio. (Org.). História Quantitatiava e Serial no Brasil: um balanço. 1ed.Goiana: ANPUH-MG, 2001, v. , p. 238-279.

35.
FRAGOSO, J. L. R.. O Império escravista e a República dos plantadores. In: Maria Yedda Leite Linhares. (Org.). História Geral do Brasil. 9ed.Rio de Janeiro: Campus, 2000, v. , p. 144-187.

36.
FRAGOSO, J. L. R.. Gentilshommes de l´économie: Senhores de Engenho et accumulation de richesses à Rio de Janeiro au XVIIe siècle. In: François Crouzet; Philippe Bonnichon; Denis Rolland. (Org.). Pour l´histoire du Brésil. 1ed.Paris: L´Hamattan, 2000, v. , p. 303-320.

37.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . A Historia Economica: Balanco e Perspectivas Recentes. In: Ciro Flamarion Cardoso; Ronaldo Vainfas. (Org.). OS DOMINIOS DA HISTORIA. 1ed.RIO DE JANEIRO: CAMPUS, 1997, v. 1, p. 27-43.

38.
FRAGOSO, J. L. R.. Cartas Que Falam Sobre A Pintura do Arquiteto do Mundo. In: Marcus Venicío T. Ribeiro. (Org.). DOCUMENTOS HISTORICOS - TOMBOS DAS CARTAS DE SESMARIA DO RIO DE JANEIRO. 1ed.RIO DE JANEIRO: DEPARTAMENTO NACIONAL DO LIVRO, 1997, v. 1, p. 15-24.

39.
FRAGOSO, J. L. R.. Economia Brasileira No Seculo XIX. In: Maria Yedda leite Linhares. (Org.). HISTORIA GERAL DO BRASIL. 6ed.RIO DE JANEIRO: CAMPUS, 1996, v. 1, p. 145-196.

40.
FRAGOSO, J. L. R.. O Rio de Janeiro e O Mercado Atlântico Português, 1790-1840. In: Francisca L. Nogueira de Azevedo; John Manuel Monteiro. (Org.). RAÍZES DA AMERICA LATINA. 1ed.SAO PAULO: EDUSP, 1996, v. , p. 277-302.

41.
FRAGOSO, J. L. R.; RIOS, A. M. L. . Comendador Aguiar Vallim: Um Empresario Brasileiro do Oitocentos. In: Hebe Maria Mattos de Castro; Eduardo Scnoor. (Org.). RESGATE: UMA JANELA PARA O OITOCENTOS. 1ed.RIO DE JANEIRO: TOPBOOKS, 1995, v. 1, p. 197-224.

42.
FRAGOSO, J. L. R.. Império Escravista e A República dos Plantadores. In: Maria Yedda Leite Linhares. (Org.). HISTORIA GERAL DO BRASIL. 1ed.RIO DE JANEIRO: CAMPUS, 1990, v. , p. 131-196.

43.
FRAGOSO, J. L. R.. Modelos Explicativos da Economia Escravista No Brasil. In: Ciro Flamarion Cardoso. (Org.). ESCRAVIDÃO E ABOLIÇÃO NO BRASIL: NOVAS PERSPECTIVAS. 1ed.RIO DE JANEIRO: JORGE ZAHAR, 1988, v. , p. 16-32.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FRAGOSO, JOÃO. O Chato dum Querubim - Base Nacional Curricular Comum de História. AdUFRJ, Rio de Janeiro, p. 30 - 33, 15 maio 2016.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. A gênese do quatrocentão. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 6 - 6, 28 jan. 2007.

3.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Catarina e seus afilhados: anotações sobre o parentesco escravo. Comciencia, Campinas, p. 1 - 3, 11 nov. 2003.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Desigualdade como pecado original. Insight - Inteligência, Rio de Janeiro, , v. 9, p. 52 - 61, 30 nov. 1999.

5.
FRAGOSO, J. L. R.. O Oriente na rota do Atlântico Sul. Folha de São Paulo.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FRAGOSO, J. L. R.. Elites econômicas em finais do século XVIII: mercado e política no Centro-Sul da América lusa, notas de pesquisa.. In: Independência do Brasil: História e Historiografia, 2003, São Paulo. Independência do Brasil: História e Historiografia. São Paulo: USP, 2003. p. 1-32.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. Knights, acher indians and Atlantic World: Rio de Janeiro in the 17th. century. In: Imperial (re) visions: Brazil and the portuguese seaborne empire. Conference in Memory of Charles R. Boxer, 2002, New Haven. Imperial (re) visions: Brazil and the portuguese seaborne empire. Conference in Memory of Charles R. Boxer. New Haven: Yale University, 2002. p. 1-43.

3.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . O Rio de Janeiro e O Mercado Atlântico Português, 1790-1840. In: AMERICA: RAIZES E TRAJETORIAS, 1997. RAIZES DA AMERICA LATINA. SAO PAULO. v. 1. p. 277-302.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Historia Econômica: Balanço e Perspectivas Recentes. In: ENCONTRO DA ANPUH, 9, 1994. ANAIS. JUIZ DE FORA. v. 1. p. 72-89.

5.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . A Study on Slaves Families in Paraíba do Sul, Brazil: 1835-1872. In: Third World Economic History and Development Group London Conference, 1988, Londres. Third World Economic History and Development Group London Conference. Londres: Universidade de Londres, 1988.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia . Agricultura e mercado Atlântico no Brasil Colonial. In: II Congresso Brasileiro de História Econômica do Brasil, 1996, Rio de Janeiro. II Congresso Brasileiro de História Econômica do Brasil. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 1996.

Apresentações de Trabalho
1.
FRAGOSO, J. L. R.. Nobreza Principal da Terra e pretos: hierarquia costumeira numa sociedade rural Rio de Janeiro, século XVIII. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
FRAGOSO, JOÃO. Prefácio - Os Barões do Charque e suas fortunas. São Leopoldo, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. Poderes, mercês nas Conquistas americanas e africanas de Portugal (séculos XVII e XVIII): apontamentos sobre as relações Centro e Periferia na Monarquia Pluricontinetal lusa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015 (Capítulo de livro no prelo).

3.
FRAGOSO, J. L. R.. prefacio; Muito Além dos Seringais: elites, fortunas e hierarquias no Grão-Pará, c.1850 - c.1870. Belem, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
FRAGOSO, J. L. R.. apresentação: Corpos de Ordenanças e chefias militares em Minas Colonial: Vila Rica (1735-1777). Rio de Janeiro, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
FRAGOSO, J. L. R.. Apresentação: Elites regionais e a formação do estado imperial brasileiro - Minas Gerais - Campanha da princesa (1799-1850). Belo Horizonte, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio: As múltiplas faces da escravidão: o espaço econômico do ouro e sua elite pluriocupacional na formação da sociedade mineira setecentista. Rio de Janeiro, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. Apresentação - A gestão no labirinto, circulação de informações no império Ultramarino português (1640-1705). Rio de Janeiro, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefáfio - Terratenentes-mercadores: tráfico e sociedade em Cabo Verde, séculos XVI-XVII, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

9.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J. . Introdução: Monarquia Pluricontinetal e governança da terra no ultramar luso. Rio de Janeiroi, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

10.
FRAGOSO, J. L. R.. Em busca da honra: a remuneração dos serviços da guerra holandesa e os hábitos das Ordens Militares (Bahia e Pernambuco, 1641 1683). 1a. ed. São Paulo:. São Paulo, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

11.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio: Dinâmica imperial no Antigo Regime Português: escravidão, governos, fronteiras, poderes, legados: séc. XVII-XIX. Rio de Janeiro, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

12.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio: Engenhocas da Moral: redes de parentela, transmissão de terras e direitos de propriedade na freguesia de Campo Grande (Rio de Janeiro, século XIX).. Rio de Janeiro, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

13.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio: Almeida, Carla de. " Ricos e pobres em Minas Gerais: produção e hierarquização social no mundo colonial, 1750-1822", 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

14.
FRAGOSO, J. L. R.. 'O novo regime social', resenha: HISTORIA DO BRAZIL Autores: Frei Vicente do Salvador (vol.1) e Maria Lêda Oliveira A. da Silva (vol. 2) Editora: Versal. São Paulo: Folha de São Paulo, 2009 (Resenha).

15.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio ao livro de Mattos, Hebe. Ao Sul da História. Rio de Janeiro, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

16.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio, in: Ferreira, Roberto G. "Egressos da Escravidão". Riode Janeiro, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

17.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima . Review of Francisco Bethencourt and Diogo Ramada Curto (eds.) Portuguese Oceanic Expansion, 1400-1800. Cambridge University Press,. Porto: Universidade do Porto e Brown University, 2007 (Resenha).

18.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio. in: Martins, Maria Fernanda Vieira. A Velha Arte de Governar: um estudo sobre política e elites a partir do Conselho de estado (1842-1889). Rio de Janeiro, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

19.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio, in: Gil, Tiago. Infiéis Transgressores: elites e contrabandistas nas fronteiras do Rio Grande e do Rio Pardo (1760-1810). Rio de Janeiro, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

20.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefário IN: OSÓRIO, Helen. Estancieiros, lavradores e comerciantes na constituição da estremadura na América: Rio Grande de São Pedro, 1737-1822, 2005. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

21.
FRAGOSO, J. L. R.; RIOS, A. M. L. . Slavery in Early Modern Brazil. Nova York: Cambridge Univerty Press, 2004 (Capítulo de livro no prelo).

22.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio. Mariana, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

23.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio IN: SAMPAIO, Antônio Carlos Jucá de. 'Na encruzilhada do Império'. Rio de Janeiro, 2003. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

24.
FRAGOSO, J. L. R.. Apresentação do livro 'A Princesa do Oeste e o Mito da decadência de Minas Gerais', de Afonso de Alencastro Graça Filho. São Paulo: Annablume, 2002 (Contra-Capa de Livro).

25.
FRAGOSO, J. L. R.. Reflexões sobre o papel do Historiador. Mariana: Universidade Federal de Ouro Preto - Dep. de História - Laboratório de Pesquisas Históricas, 2000 (Artigo - entrevista).

26.
FRAGOSO, J. L. R.. Uma elite arguta. Brasilia: Comissão Nacional para as Comemorações do V centenário do descobrimento do brasil, 1998 (Artigo - entrevista).

27.
FRAGOSO, J. L. R.. Prefácio IN: SAMPAIO, Patrícia. 'Os Fios de Ariadne - Tipologia de Fortunas e Hierarquias econômico-sociais em Manaus: 1840 - 1880'. Manaus, 1997. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2015.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2015.

3.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2015.

4.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2014.

5.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2014.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2014.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2013.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2013.

9.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2013.

10.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2012.

11.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2012.

12.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2012.

13.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2011.

14.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2011.

15.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2011.

16.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2010.

17.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2010.

18.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2010.

19.
FRAGOSO, J. L. R.. CAPES - Ministério da Educação. 2009.

20.
FRAGOSO, J. L. R.. FAPERJ ? Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. 2009.

21.
FRAGOSO, J. L. R.. CNPq ? Ministério da Ciência e Tecnologia. 2009.

22.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor ad hoc. 2006.

23.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria ad hoc junto ao CNPq. 2005.

24.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor da FAPESP (editoração de livros). 2005.

25.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Ad hoc. 2005.

26.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Ad hoc. 2005.

27.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Ad hoc junto ao Programa de Incentivo à Produção Científica, Técnica e Artística (procien) da UERJ. 2005.

28.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Ad hoc junto ao Programa de Iniciação Científica da UFPR. 2005.

29.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Ad Hoc CNPq. 2004.

30.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria de projetos de pesquisa FAPERJ. 2004.

31.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria para edição de Livros FAPESP. 2004.

32.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria para edição de livros da EDUSP. 2003.

33.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor ad hoc CNPq. 2003.

34.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria Pibic-UFPR. 2003.

35.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor do periódico Penélope - fazer e desfazer a História. 2003.

36.
FRAGOSO, J. L. R.. Membro da comissão científica do V Congresso de História Econômica. 2003.

37.
FRAGOSO, J. L. R.. Comitê Editorial da Topoí - Revista de História do PPGHIS - UFRJ. 2002.

38.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria de projetos da FAPERJ. 2002.

39.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria para editoração de livros pela editora da universidade do Sagrado Coração. 2002.

40.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor ad hoc CNPq. 2002.

41.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria de projetos enviados pelo CNPq. 2001.

42.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria projetos - PiBIC/UFRJ-CNPq. 2001.

43.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria de projetos da FAPERJ. 2001.

44.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria ad hoc do Programa de Apoio à Instalação de Doutoores no Estado da Bahia - PRODOC, sexta e sétima chamadas - segunda Etapa. 2001.

45.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria ad hoc de projetos de pesquisa - Cnpq. 2000.

46.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria de projetos - FAPERJ. 2000.

47.
FRAGOSO, J. L. R.. Projetos de Pesquisa submetidos ao CNPq. 2000.

48.
FRAGOSO, J. L. R.. Projetos de Pesquisa -CNPq. 1999.

49.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultoria sobre pedido de Auxílio financeiro para realização de evento. 1998.

50.
FRAGOSO, J. L. R.. Processo de Professor Vistante Recorrente - PET/UECE. 1997.

Trabalhos técnicos
1.
FRAGOSO, J. L. R.. parecer do Projeto: 2011-10: O Brasil na Monarquia Hispânica. Cultura Política, Negócios e Missionação durante a União das Coroas Ibéricas e a Guerra de Restauração. 1580-1668. 2013.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. Projetos de solicitação de bolsas no exterior. 2013.

3.
FRAGOSO, J. L. R.. Parecer de projeto de pesquisa da FAPESP. 2005.

4.
FRAGOSO, J. L. R.. Sources and historiograhy: conceptualizações of contraband trade in colonial Brazil. 2005.

5.
FRAGOSO, J. L. R.. Parecer de Artigo para Periódico (Estudos Históricos). 2004.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. Parecerista de projetos de projetos da FAPESP. 2003.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor ad hoc da FAPERJ. 2003.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. Consultor da FAPESP. 2002.

9.
FRAGOSO, J. L. R.. Parecerista da Revista Topoi - periódico de História. 2001.

10.
FRAGOSO, J. L. R.. Revista Tempo - Periódico de História. 2000.

11.
FRAGOSO, J. L. R.. Parecerista da revistaTopoi - periódico de História. 2000.

12.
FRAGOSO, J. L. R.. Artigos da Revista Locus - Periódico de História. 1999.

13.
FRAGOSO, J. L. R.. Revista Tempo - periódico de História. 1999.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BICALHO, Maria Fernanda Baptista; FRAGOSO, JOÃO. Participação em banca de Douglas Corrêa de Paulo Santos. Os Amaral Gurgel: Família, Poder e Violência na América Portuguesa (c. 1600 - c. 1725). 2017.. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
RAMINELLI, Ronald José; FRAGOSO, J. L. R.; BICALHO, Maria Fernanda Baptista. Participação em banca de Alexandre de carvalho Pelegrino. Donatários e poderes locais do Maranhão seiscentista (1621-1701). 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

3.
SAMPAIO, A. C. J.; FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Lucimeire da Silva Oliveira. O Rio de Janeiro em tempo de mudanças: transformações e disputas na elite carioca (c.1790-c.1786).. 2012. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
BICALHO, M. F.; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Fábio Lobão Marques dos Santos.. Entre Honras, Heróis e Covardes: Invasões francesas e disputas político-familiares (Rio de Janeiro, século XVIII).. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

5.
FARIA, Sheila de Castro; GUIMARÃES, Carlos Gabriel; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Mariana Gonçalves Gugielmo. As múltiplas faces do vassalo "mais rico e poderoso de Portugal no Brasil". 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

6.
RIOS, A. M. L.; FARIA, Sheila de Castro; FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes. Participação em banca de Maria Fernanda de Oliveira C Rodrigues. Pecuária leiteira no pós-abolição. As transformações econômicas em Resende-RJ (1888-1940). 2011. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
LIBBY, D. C.; FRAGOSO, J. L. R.; GRACA FILHO, A. A.. Participação em banca de Leandro Braga de Andrade. Senhor ou camponês? economia e estratificação social em Minas Gerais no século XIX. Mariana: 1820-1850. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
FRAGOSO, J. L. R.; HEINZ, F. M.; GRIJO, L. A.. Participação em banca de Jonas Moreira Vargas. Entre a paróquia e a Corte: uma analise da elite política no Rio Grande do Sul (1868-1889). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J.. Participação em banca de Adriano Braga Teixeira. População, sistema econômico e poder na transição do século XVIIi para o XIX em Barbacena: 1791/1822. 2007. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

10.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva; BICALHO, Maria Fernanda Baptista. Participação em banca de Adriano Comissoli. Os homens bons e a câmara de Porto Alegre (1767-1808). 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

11.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva; BICALHO, Maria Fernanda Baptista. Participação em banca de Gabriel Almeida Frazão. Amizades no Papel:Antônio Vieira e o assassinato do Alcaide-Mor da Bahia (1682-1692). 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

12.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de. Participação em banca de Ana Paula Pereira Costa. Atuação de poderes locais no Império lusitano: uma análise do perfil das chefias militares dos corpos de ordenanças e de suas estratpégias na construção de sua autoridade. Vila Rica (1735-1777). 2006. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

13.
FRAGOSO, J. L. R.; OSÓRIO, Helen; KÜHN, Fábio; XAVIER, Regina Célia Lima. Participação em banca de Gabriel Santos Beruti. Dos escravos que partem para os portos do Sul: caracterísitcas do tráfico negreiro do Rio Grande de São Pedro do Sul. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
FRAGOSO, J. L. R.; GÓES, José Roberto; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Alexandre Vieira Ribeiro. O tráfico atlântico de escravos e a praça mercantil de Salvador, c. 1680 -c. 1830.. 2005. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

15.
FRAGOSO, J. L. R.; MOREL, M.. Participação em banca de Marcelo Sant'Ana Lemos. O índio virou pó de café? A resistência dos índios coroados de valença frente à expansão cafeeira no Vale do Paraíba (1788-1836). 2004. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

16.
FRAGOSO, J. L. R.; BENTES, R.; ALMEIDA, L. R.. Participação em banca de Antônio Filipe Pereira Caetano. Entre a sombra e o sol - A revolta da chaça, a freguesia de São Gonçalo de Amarante e a crise poliítica fluminense (RJ, 1640 -1667). 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

17.
FRAGOSO, J. L. R.; FARIA, Sheila de Castro; CELESTINO, M. R.. Participação em banca de Elisa Garcia. A integração da população indígena nos povoados coloniais no Rio Grande de São Pedro: legislação etnicidade e trabalho.. 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

18.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.. Participação em banca de Rosane Aparecida Bartholazzi de Carvalho. Imigrantes italianos em uma nova fronteira: noroeste fluminense (1986-1930).. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

19.
FRAGOSO, J. L. R.; MOTTA, M. M. M.. Participação em banca de Ricardo Martins de Sousa. Terras foreiras: espaço de conflito agrário no recôncavo da Guanabara (1751-77).. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

20.
FRAGOSO, J. L. R.; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Ana Lúcia Nunes Ferreira. O Município de Macaé: Fortunas agrárias na transição da escravidão para o trabalho livre. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

21.
FRAGOSO, J. L. R.; MENDONÇA, S.. Participação em banca de Luiz Fernando Saraiva.. No Correr de Casas, Antigas senzalas: a transição do trabalho escravo para o livre em Juiz de Fora 1870-1900.. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

22.
FRAGOSO, J. L. R.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; LIMA, P. A. Q.. Participação em banca de Pedro Airton Queiróz Lima. As sombras das ingazeiras: o café na serra de Baturité (1846 - 1900).. 1999. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

23.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Andréa Jácome Simonato. Álbum de Família: um estudo da família escrava na área rural fluminense na segunda metade do século XIX.. 1997. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

24.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Márcia Sueli Amantino. O Mundo dos Fugitivos: Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX.. 1996. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

25.
FRAGOSO, J. L. R.; VAINFAS, Ronaldo; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Tânia Maria Gomes Nery Kjerve. Família e Escravidão no Brasil Colonial: Campos, século XVIII.. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

26.
FRAGOSO, J. L. R.; LIBBY, D. C.; ANASTAZIA, C.. Participação em banca de Claudia das Graças Chaves. Perfeitos Negociantes: Mercadores das Minas Setecentistas. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

27.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Maurício Martins Alves.. Caminhos da Pobreza - A Manutenção da Diferença em Taubaté (1680-1729).. 1995. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

28.
FRAGOSO, J. L. R.; LIBBY, D. C.. Participação em banca de Francisco Eduardo de Andrade. A Enxada Complexa: Roceiros e Fazendeiros em Minas Gerais na Primeira Metade do Século XIX.. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

29.
FRAGOSO, J. L. R.; CARDOSO, C. F.. Participação em banca de Carla Maria de Carvalho de Almeida.. Alterações nas Unidades Mineiras: Mariana, 1750-1850. 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

30.
FRAGOSO, J. L. R.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; LINHARES, M. Y. L.. Participação em banca de Patrícia Sampaio. Os Fios de Ariadne - Tipologia de Fortunas e Hierarquias Econômico-Sociais em Manaus: 1840 - 1880.. 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

31.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Carlos Alberto Medeiros Lima. Trabalho, Negócios e Escravidão: artífices na cidade do Rio de Janeiro, c.1790 - c. 1808. Candidato: Prof. Carlos Alberto Medeiros Lima.. 1993. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

32.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.. Participação em banca de Anderson José Pires.. Capital Agrário, Investimento e Crise na Cafeicultura de Juiz de Fora, 1870/1929. Candidato: Prof. Anderson José Pires.. 1993. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

33.
FRAGOSO, J. L. R.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. Participação em banca de Mário Cleber Martins Lanna Júnior. Abastecimento e Instabilidade Política no Brasil (1952-1962). 1993. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

34.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.. Participação em banca de João Antônio Botelho Lucidio.. Nos Confins do Império um Deserto de Homens Povoado por Bois ( A Ocupação do Planalto Sul Mato Grosso, 1830-1870). 1992. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

35.
FRAGOSO, J. L. R.; VAINFAS, Ronaldo. Participação em banca de José Roberto Goes.. Cativeiro Imperfeito - um estudo sobre a escravidão no Rio de Janeiro da primeira metade do século XIX. 1992. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

36.
FRAGOSO, J. L. R.; SLENES, R.. Participação em banca de Dora Isabel Paiva da Costa. Posse de Escravos no Agreste Paraibano: Um Estudo Sobre Bananeiras, 1830-1888.. 1992. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

37.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.; WERNECK, J. L.. Participação em banca de Eliane Maria Gonçalves Vinhas. Cantagalo: As Formas de Organização e Acumulação da Terra e da Riqueza Local.. 1992. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
FRAGOSO, J. L. R.; RAMINELLI, Ronald José; SAMPAIO, A. C. J.; KRAUSE, T.; ALMEIDA, L. R.. Participação em banca de Luciana de Carvalho Barbalho Velez. Donatários e administração colonial: A capitania de Itamacará e a Casa de Casacais (1692 -1763). 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
FRAGOSO, J. L. R.; FIGUEIREDO, L. R. A.; COSENTINO, F.; BENTES, R.. Participação em banca de Joao Henrique Ferreira de Castro. Castigar sempre foi razão de Estado? O Debate spbre a Punição às Revoltas ocorridas no Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

3.
FRAGOSO, J. L. R.; CORNACCHIONE JUNIOR, E. B.; SANGSTER, A. J. A.; RODRIGUES, L. M. P. L.; SOUZA, G. F. C.. Participação em banca de Angélica de Vasconcelos Silva. As Portas não podem ser cerradas (1780-1813): processo de liquidação da Companhia Geral de Pernambuco e Paraíba. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Ciências) - Universidade de São Paulo.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de; MARTINS, W. S.; BARATA, A. M.; SILVEIRA, M. A.. Participação em banca de Monalisa Pavonne Oliveira. Fé e distinção: um estudo da dinâmica interna e do perfil de irmãos da irmandade do Santissimo Sacramento da Igreja matriz de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto (século XVIII). 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

5.
Jesus, Nauk; KÜHN, Fábio; Queiroz, Roberto; FRAGOSO, J. L. R.; Langer, Protasio. Participação em banca de Vanda Silva. Engenho: Produção e abastecimento no termo de Cuiabá (1751-1834). 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal da Grande Dourados.

6.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J.; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de; FERREIRA, Roberto Guedes; CHAVES, C. G.. Participação em banca de Simone Cristina de Faria. A matéria dos quintos e os homens do ouro: a dinâmica da arrecadação dos quintos (c. 1700 - c. 1780). 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
RAMINELLI, Ronald José; FRAGOSO, J. L. R.; BICALHO, Maria Fernanda Baptista; SAMPAIO, A. C. J.; COSENTINO, F.. Participação em banca de Luiz Guilherme Scaldaferi Moreira. Os ofícios superiores e inferiores da tropa paga da capitania do Rio de Janeiro, 1640-1652. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

8.
BICALHO, Maria Fernanda Baptista; FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J.; COSENTINO, F.. Participação em banca de Denise Viera iDemetrio. Senhores governadores: Arthur de Sá e Menezes e Martim Correia Vasques. Rio de Janeiro, c. 1697 - c. 1702. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

9.
FRAGOSO, J. L. R.; CELESTINO, M. R.; RAMINELLI, Ronald José. Participação em banca de Rafael Ale Rocha. A elite militar no Estado do Maranhão: Poder, Hierarquia e Comunidades indígenas (século XVIII). 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

10.
FRAGOSO, J. L. R.; Ricupero, R; Moraes, A.C.R.; Pinto, M. I.M.B.P.. Participação em banca de Daniel Afonso da Silva. O enigma da capital: a mudança do vice-reinado para o Rio de Janeiro em 1763. 2012. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

11.
SAMPAIO, A. C. J.; FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, J. L. R.; BICALHO, Maria Fernanda Baptista; romero, adriana. Participação em banca de Fernanda Fioravante Kelmer Mathias.. Em nome de El rei: as câmaras no processo de implantação do poder régio nas Minas, c. 1711-c.1750.. 2012. Tese (Doutorado em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

12.
RAMINELLI, Ronald José; FRAGOSO, J. L. R.; MONTEIRO, N. G.; COSENTINO, F.. Participação em banca de Mònica da Silva Ribeiro. Se faz necessáro misturar o agro com o doce. 2010. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

13.
RAMINELLI, Ronald José; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Cláudia Cristina Azeredo Atallah.. Cegar as luzes para poder ver com elas. 2010. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal Fluminense.

14.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J.; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de; GUIMARÃES, Carlos Gabriel. Participação em banca de Antônio Vieira Ribeiro. A cidade de Salvador: estrutura econômica, comércio de escravos, grupo mercantil (c. 1750-c.1800). 2009. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

15.
Lourenço, Fernando; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Manoela da Silva Pedroza. Engenhocas da moral:Uma leitura sobre a dinâmica agrária tradicional(freguesia de Campo Grande, Rio de Janeiro, século XIX). 2008. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
BICALHO, Maria Fernanda Baptista; OSÓRIO, Helen; FRAGOSO, J. L. R.; MONTEIRO, N. G.; RAMINELLI, Ronald José. Participação em banca de Rodrigo Ceballos. Arribadas Portuguesas: a participação luso-brasileira na constituição social de Buenos Aires (c.1580-c.1680). 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

17.
CARVALHO, J. M.; FRAGOSO, J. L. R.; GUIMARÃES, Carlos Gabriel. Participação em banca de Mônica de Souza Nunes Martins. Entre a Cruz e o Capital: mestres, aprendizes e corporações de ofícios no Rio de Janeiro (1808-1824). 2007. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

18.
FRAGOSO, J. L. R.; FARIA, Sheila de Castro; BACELAR, Carlos de Almeida Prado; GOUVÊA, Mária de Fátima; VAINFAS, Ronaldo. Participação em banca de Fábio Kühn. Gente da Fronteira: família, sociedade e poder no Sul da América Portuguesa - século XVIII. 2006. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

19.
FRAGOSO, J. L. R.; RAMINELLI, Ronald José; BUENO, Beatriz Siqueira; PESSOA, José; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Ana Lucia Vieira dos Santos. A casa carioca - estudo sobre as formas de morar no Rio de Janeiro (1750-1850). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

20.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; FARIA, Sheila de Castro; GUIMARÃES, Carlos Gabriel; BRÜGGER, Silvia. Participação em banca de Marcos Ferreira de Andrade. Família, Fortuna e Poder no império do Brasil: Minas Gerais, Campanha da Princesa (1799-1850). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

21.
FRAGOSO, J. L. R.; BRETAS, M.. Participação em banca de Irma Rizzini. O cidadão polido e o selvagem bruto: a educação dos meninos desvalidos na Amazônia Imperial. 2004. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

22.
FRAGOSO, J. L. R.; CARVALHO, J. M.; MATTOS, H. M.. Participação em banca de Adriana Pereira Campos. Nas Barras dos tribunais: Direito e escravidão no Espírito Santo do século XIX. 2003. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

23.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia; RIOS, A. M. L.; GÓES, José Roberto; NADALIN, S.. Participação em banca de Maurício Martins Alves. Formas de Viver: formação de laços parentais entre cativos de Taubaté (SP), 1680- 1848. 2002. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

24.
FRAGOSO, J. L. R.; LIBBY, D. C.; FURTADO, J.. Participação em banca de Flávio Marcus da Silva. Subsistência e poder: a política do abastecimento alimentar nas Minas Setecentistas. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

25.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; OSÓRIO, Helen; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Carla Maria Carvalho de Almeida. Homens Bons: Produção e Hierarquia social nas Minas Gerais Colonial. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

26.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; MONTEIRO, J.; FARIA, Sheila de Castro; GOMES, F.. Participação em banca de Patrícia Melo de Sampaio. Espelhos Partidos: Etnia, Legislação e Desigualdade nos Sertões do Grão-Pará, 1755 -1823. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

27.
FRAGOSO, J. L. R.; FARIA, Sheila de Castro; LIBBY, D. C.. Participação em banca de Cláudia Maria das Graças Chaves. Melhoramentos no Brasil: Integração e Mercado na América Colonial. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

28.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Márcia Sueli Amantino. Domesticar e civilizar: o mundo das feras - os moradores do sertão de Minas Gerais no século XVIII. 2001. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

29.
FRAGOSO, J. L. R.; HALSEMBERG, C.; VAINFAS, Ronaldo. Participação em banca de Christiane Ladler de Souza. Razões da Liberdade, Idéias Liberais, Escravidão e Hierarquias no Brasil do século XIX. 2000. Tese (Doutorado em Sociologia) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

30.
FRAGOSO, J. L. R.; MONTEIRO, J.; LARA, S. H.; PACHECO, J.. Participação em banca de Maria Regina Celestina de Almeida. Os índios aldeados no Rio de Janeiro Colonial. 2000. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
FRAGOSO, J. L. R.; MOTTA, C. G.. Participação em banca de Andréia Lisly Gonçalves. As margens da liberdade: estudo sobre a prática de alforrias em Minas Colonial e Provincial. 2000. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

32.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Antônio Carlos Sampaio Jucá. Na curva do Tempo, na encruzilhada do império, Rio de Janeiro 1650-1750. 2000. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

33.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima; BICALHO, M. F.. Participação em banca de Wilson de Oliveira Rios. A Lei e o Estilo. A inserção dos Ofícios Mecânicos na inserção na sociedade colonial brasileira (1690-1790).. 2000. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

34.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Mônica Ribeiro de Oliveira. Negócios de família: mercado, terra e poder na formação da cafeicultura mineira, 1780-1870.. 1999. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

35.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; LIBBY, D. C.. Participação em banca de Afonso Alencastro Graça Filho. A Princesa do Oeste. elite Mercantil e Economia de Subsistência em São João Del Rei (1830-1888).. 1998. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

36.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia; KONDER, L.. Participação em banca de Maria da Conceição Pinto de Góes. Cristãos e Comunistas na Construção da Utopia. Aposta de Luiz Maranhão Filho.. 1997. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

37.
FRAGOSO, J. L. R.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; BACELAR, Carlos de Almeida Prado. Participação em banca de Carlos Alberto Medeiros Lima. Pequenos Patriarcas: Pequena produção e comércio miúdo, domicílio e aliança na cidade do Rio de Janeiro (1786-1844).. 1997. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

38.
FRAGOSO, J. L. R.; LINHARES, M. Y. L.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. Participação em banca de Ângelo Alves Carrara. Agricultura e Pecuária na Capitania de Minas Gerais (1674 - 1807).. 1997. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

39.
FRAGOSO, J. L. R.; SOARES, Luiz Carlos; LINHARES, M. Y. L.. Participação em banca de Paulo Afonso Zarth. Do Arcaico ao Moderno: as transformações no Rio Grande do Sul do século XIX.. 1994. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Qualificações de Doutorado
1.
FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Ariane Carvalho da Cruz. GUERRAS, MILITARES E ESCRAVIZAÇÃO NOS SERTÕES DE ANGOLA. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, JOÃO. Participação em banca de Ana Paula Souza Rodrigues Machado. Famílias, Casas, Engenhos e lavouras. Famílias senhorias setecentistas recôncavo da Guanabara (século XVIII). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
SAMPAIO, A. C. J.; KRAUSE, T.; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Hélida Santos Conceição. A colonização portuguesa nos sertões da Bahia: a formação das elites da terra e suas relações atlânticas (1690-1750).. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; MONTEIRO, N. G.; RAMINELLI, Ronald José. Participação em banca de Monica da Silva Ribeiro. Razão de estado e Pombalismo: governo Gomes Freire de Andrade, Rio de Janeiro (1748-1763). 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

5.
FARIA, Sheila de Castro; FRAGOSO, J. L. R.; GUIMARÃES, Carlos Gabriel. Participação em banca de Antônio Henrique Duarte Lacerda. Negócios em Minas: Negócios , poder e redes de relações na Minas Oitocentistas - família Armond 91750-1850). 2009. Exame de qualificação (Doutorando em DOUTORADO EM HISTÓRIA) - Universidade Federal Fluminense.

6.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes; SAMPAIO, A. C. J.. Participação em banca de Carlos Leonardo Kelmer Mathias. A cor negra do ouro: circuitos mercantis e hierarquias socias na formação da sociedade mineira setecentista, c. 1711- c.1756. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
FRAGOSO, J. L. R.; RIOS, A. M. L.; SAMPAIO, A. C. J.. Participação em banca de Tiago Luís Gil. Crédito, dívidas e relacionamentos em duas rotas mercantis na América lusa (1780-1810). 2007. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
BICALHO, Maria Fernanda Baptista; GOUVÊA, Mária de Fátima; FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Rodrigo Ceballos. Arribadas portuguesas: a participação luso-brasileira na constituição social de Buenos Aires (1580-1680). 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

9.
FRAGOSO, J. L. R.; MORAES, Marieta Ferreira de; GUIMARÃES, Carlos Gabriel. Participação em banca de Carlos Alberto Campello Ribeiro. Henrique Lage e a Companhia Nacional de Navegação Costeira: a História da empresa e sua inserção social (1891 -1942). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

10.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Fábio Kühn. Gente da Fronteira: Família, Sociedade e Cultura no Extremo Sul da América Portuguesa - século XVIII. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

11.
FRAGOSO, J. L. R.; FARIA, Sheila de Castro; GUIMARÃES, Carlos Gabriel. Participação em banca de Marcos Ferreira de Andrade. Fortuna, família e poder no império do Brasil: Minas Gerais - Campanha da Princesa (1799-1850).. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

12.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Sônia Maria de Souza. Trabalho, família, solidariedade e reciprocidade: os camponeses e suas estratégias de sobrevivência (1810-1920).. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

13.
FRAGOSO, J. L. R.; BRETAS, M.. Participação em banca de Irma Rizzini. Domesticar e civilizar: crianças indígenas e o ensino de ofícios no Norte do Brasil Imperial.. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

14.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Maurício Martins Alves. Formas de Viver: formação de laços parentais entre cativos de Taubaté (SP), 1680- 1848.. 2000. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

15.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.; FARIA, Sheila de Castro. Participação em banca de Antônio Carlos Jucá de Sampaio. Hierarquização social e estratégias de classe: a produção da exclusão na Capitania do Rio de Janeiro (RJ, c. 1650 - c. 1750).. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

16.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Márcia Sueli Amantino. O Mundo das Feras: Índios e Quilombolas no sertão de Minas Gerais no Século XVIII.. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

17.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.. Participação em banca de Mônica Ribeiro de Oliveira. Capital mercantil e parentela: a formação do Sistema Agrário na Zona da Mata mineira, 1780-1870.. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

18.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima; BICALHO, Maria Fernanda Baptista. Participação em banca de Wilson de Oliveira Rios. Os Ofícios Mecânicos e sua inserção na sociedade colonial brasileira (1690-1790).. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

19.
FRAGOSO, J. L. R.; MATTOS, H. M.. Participação em banca de Carla Maria de Carvalho de Almeida. Ligações comerciais entre Minas Gerais e Rio de janeiro e conformação da Hierarquia econômica social mineira, 1750 -1850.. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

20.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. Participação em banca de Maria da Conceição Pinto de Góes. Cristãos e Comunistas na Construção da Utopia. Aposta de Luiz Maranhão Filho.. 1995. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

21.
FRAGOSO, J. L. R.; CARDOSO, C. F.; LINHARES, M. Y. L.; SOARES, Luiz Carlos. Participação em banca de Paulo Afonso Zarth. Agricultura e Trabalho: O Rio Grande do Sul do Século XIX.. 1993. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

22.
FRAGOSO, J. L. R.; CARDOSO, C. F.. Participação em banca de Manolo Garcia Florentino. Em Costas Negras: Um Estudo Sobre o Tráfico Atlântico de Escravos para o Rio de Janeiro, c. 1790-c.1830.. 1991. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Marcus da Silva Pereira.Tipologia de quilombos nas Américas: Brasil e a América inglesa numa perspectiva comparada. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Daniel Barros Domingues da Silva.O tráfico de escravos e São Tomé e Príncipe (1799 a 1811): estudo de um entreposto no Golfo da Guiné. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Newman di Carlo Caldeira.Notas à Margem. Resistência, autonomia e fugas escravas (séculos XVIII e XIX). 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Durval Vieira de Souza Filho.Galeria dos Condenados. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Renata Constantino Conceição.O Olhar Refinado de Debret. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Janaina Christina Perrayon Lopes.Tempo de Casar: Casamentos de Escravos e Forros na Freguesia da Candelária, Rio de Janeiro, 1809-1837. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Alzira Durão Salles.Marcas da Submissão ? Iconografia das Marcas dos Escravos no Rio de Janeiro, 1826-1830. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Alexandre Vieira Ribeiro.O Tráfico Atlântico entre a Bahia e a Costa da Mina: Flutuações e Conjunturas (1683-1815). 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

9.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Danielle Maia Mouthé.Perigo Negro: A Fuga de Escravos nos Anúncios do Jornal do Commércio dos anos de 1830, 1840 e 1850. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

10.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Carlos Engemann.Comunidade, Família e Práticas Sociais entre os Cativos da Real fazenda de Santa Cruz, RJ, 1791. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

11.
FRAGOSO, J. L. R.. Participação em banca de Marcelo Ferreira de Assis.Mortalidade Escrava e Tráfico Atlântico nos Registros de Óbitos de Saquarema, RJ, 1774-1819. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Outros tipos
1.
FRAGOSO, J. L. R.; SAMPAIO, A. C. J.; FLORENTINO, Manolo Garcia. Participação em banca de Alexandre Vieira Ribeiro. O tráfico atlântico de escravos e a praça mercantil da Bahia (c.1680 - c. 1830). 2004. Outra participação, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVÊA, Mária de Fátima; BICALHO, Maria Fernanda Baptista. Participação em banca de Lívia Maurício Scheiner. O senado da câmara e a Intendência da Polícia na gestão do Espaço urbano da Corte - Rio de Janeiro, 1808 -1821. 2003. Outra participação, Universidade Federal Fluminense.

3.
FRAGOSO, J. L. R.; OLIVEIRA, Geraldo Beauclair Mendes de. Participação em banca de Eduardo Antônio Lucas Parga. Expansão e crise no pequeno comércio na cidade do Rio de Janeiro (1850-1875). 1992. Outra participação, Universidade Federal Fluminense.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; VAINFAS, Ronaldo. Participação em banca de Tania Maria Gomes Nery. Família e escravidão: controle e socialização no Brasil - Campos, século XVIII. 1992. Outra participação, Universidade Federal Fluminense.

5.
FRAGOSO, J. L. R.; SOARES, Luiz Carlos. Participação em banca de Luiz Eduardo Marques de Mendonça. Escravidão e práticas de manumissão na cidade do Rio de Janeiro. 1992. Outra participação, Universidade Federal Fluminense.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
FRAGOSO, JOÃO; FURTADO, J.; carvalho, marcos. Professor Titular de História do Brasil (classe E). 2016. Universidade Federal de Juiz de Fora.

2.
FRAGOSO, JOÃO. Professor Titular de História do Brasil. 2016. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
FRAGOSO, J. L. R.; ANASTAZIA, C.; RAMINELLI, Ronald José; NEVES, E. F.. Professor Titular de História do Brasil (classe E). 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
FRAGOSO, JOÃO. Professor Titular Idade Média - classe E. 2015. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
FRAGOSO, JOÃO. Professor Titular Livre do magistério Superior. 2015. Universidade Federal de Juiz de Fora.

6.
FRAGOSO, JOÃO. Professor Titular de Idade Média (Classe E). 2015. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
FRAGOSO, J. L. R.; COGGIOLA, O. L. A.; MENEZES, U. T. B.; SAES, F. A. M.; LONDONO, F. T.. História. 2013. Universidade de São Paulo.

8.
CARVALHO, J. M.; FRAGOSO, J. L. R.; Dutra, Helena; MATTOS, H. M.; Neves, L.B.P.N.. Concurso para Professor titular de História do Brasil. 2011. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

9.
FRAGOSO, J. L. R.. Membro externo efetivo da comissão examinadora concurso público para Professor Titular de História do Brasil. 2007. Universidade Federal de Pernambuco.

Concurso público
1.
FRAGOSO, JOÃO; SAMPAIO, A. C. J.; FERREIRA, Roberto Guedes; ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de; BICALHO, M. F.. concurso para ingresso no magistério superior - professor adjunto. 2018. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRAGOSO, J. L. R.; Mendes, Claudinei Magno Magre. concurso público de títulos e provas - Professor Assistente Doutor - América Lusa - UNESP. 2011. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; FRAGOSO, J. L. R.. Comissão para ingresso no magistério federal - Professor adjunto. 2009. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
FRAGOSO, J. L. R.; SILVA, Francisco Carlos Teixeira da; Soares, L.C.; Neves, L.B.P.N.; ALMEIDA, L. R.. Concurso público para Professor Adjunto. 2009. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
FERREIRA, Roberto Guedes; FRAGOSO, J. L. R.; SOIHET, E.; KERSTENETZKY, J.; CURY, V. M.. Concurso para Professor Adjunto em História Econômioca. 2008. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
FRAGOSO, J. L. R.. comissão de seleção para doutorado de história da UFRJ. 2008. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o mestrado em História da UFRJ. 2007. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
FRAGOSO, J. L. R.. comissão de seleção de doutorado em história da UFRJ. 2006. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

9.
FRAGOSO, J. L. R.; LUCA, T.. Comissão examinadora do concurso público para professor adjunto do departamento de História da Universidade Federal de Juiz de Fora. 2004. Universidade Federal de Juiz de Fora.

10.
FRAGOSO, J. L. R.; NOVAIS, F.; MARTINS, R.; FERNANDES, C. L. L.; PAULA, J. A.. Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas, na área de História Econômica. 2004. Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ.. 2004. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

12.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ. 2003. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

13.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ. 2002. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

14.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ.. 2002. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

15.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ. 2001. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

16.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ. 2000. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

17.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ.. 2000. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

18.
FRAGOSO, J. L. R.. Professor Assistente na Área de Moderna e Contemporânea do Departamento de História. 1998. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

19.
FRAGOSO, J. L. R.. Professor Adjunto na Área de Moderna e Contemporânea do Departamento de História .. 1998. Universidade Federal de Juiz de Fora.

20.
FRAGOSO, J. L. R.. Professor Assistente na Área de Moderna e Contemporânea do Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 1997. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

21.
FRAGOSO, J. L. R.. Professor Adjunto na Área de Moderna e Contemporânea do Departamento de História. 1997. Universidade Federal de Juiz de Fora.

22.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de doutorado do programa de pós-graduação da UFRJ.. 1995. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

23.
FRAGOSO, J. L. R.; PENA, L.. Professor Assistente do Departamento de Ciências Sociais, Políticas e Jurídicas .. 1993. Universidade Federal de São João Del-Rei.

24.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de mestrado do programa de pós-graduação da UFF. 1993. Universidade Federal Fluminense.

25.
FRAGOSO, J. L. R.. Comissão de seleção para o ingresso do curso de mestrado do programa de pós-graduação da UFF (área de concentração História Moderna e Contemporânea). 1992. Universidade Federal Fluminense.

26.
FRAGOSO, J. L. R.. Professor Assistente do Departamento de História no conjunto de disciplinas História do Brasil Colônia e História do Brasil Império,. 1991. Universidade Federal de Juiz de Fora.

Outras participações
1.
FRAGOSO, J. L. R.. presidente da comissão de progressão para professor associado do Departamento de História da UFRJ. 2008. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRAGOSO, J. L. R.. Presidente da comissão de avaliação de professor associado do Departamento de História da UFRJ. 2006. Universidade Federal do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
impérios ibéricos ultramarinos: projetos de investigação -um ponto da situação historigráfica.Monarquia, câmaras, escravidão e tráfico atlântico. 2015. (Encontro).

2.
seminário no CENTRE DE RECHERCHES SUR LE BRÉSIL COLONIAL ET CONTEMPORAIN.Ancien Régime, monarchie pluricontinentale, pouvoir local et hiérarchies sociales coutumières dans l?Amérique portugaise: notes sur le cas de Rio de Janeiro aux 17e et 18e siècles». 2013. (Seminário).

3.
Iberoamérica y España, 1760-1815: el impacto económico de las reformas ilustradas y de las guerras napoleónicas.Iberoamérica y España, 1760-1815: el impacto económico de las reformas ilustradas y de las guerras napoleónicas. 2012. (Seminário).

4.
Palestra.O Antigo Regime nos Trópicos: a dinâmica do império ultramarino português. 2011. (Outra).

5.
Centralidae da Periferia (1668-1808).Redes Mercantis e a economia imperial portuguesa séculos XVII e XVIII. 2008. (Seminário).

6.
Culturas Políticas, Memória e Historiografia.Culturas Políticas no Antigo Regime. 2008. (Seminário).

7.
Africanos do do Brasil na África.A principal nobreza da terra, parentelas e clientes: hierarquias sociais costumeiras no Rio de Janeiro, século XVIII. 2007. (Seminário).

8.
Ciclo de Conferências O Atlântico Ibero-Americano (séculos XVI-XVIII).Fidalgos parentes de pretos: notas sobre uma hierarquia social costumeira no Rio de Janeiro (1700-1750). 2007. (Seminário).

9.
Conferência realizada no Centro de Conhecimento dos Açores.Fidalgos parentes de pretos: notas sobre uma hierarquia social costumeira no Rio de Janeiro (1700-1750). 2007. (Outra).

10.
Franjas do Império. Dinâmicas de expansão e ocupação territorial na região platina: 1668-1808.As redes mercantis e sua relação com a economia imperial portuguesa nos séculos XVII e XVIII. 2007. (Seminário).

11.
Poder Local, Cidadania e Globalização. Rio de Janeiro e o Atlântico: séculos XVII e XVIII. 2007. (Congresso).

12.
Nas Rotas do Império: eixos mercantis, tráfico de escravos e relações sociais no Mundo Português.Seminário internacional Nas Rotas do Império: eixos mercantis, tráfico de escravos e relações sociais no Mundo Português. 2006. (Seminário).

13.
Na Trama das redes: política e negócios no império português, séculos XVI - XVIII.Seminário internacional Na Trama das redes: política e negócios no império português, séculos XVI - XVIII. 2006. (Seminário).

14.
Os Sertões: espaços, tempos, movimentos. Para Além da Plantation. 2006. (Congresso).

15.
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em História do Brasil.A formação das elites coloniais (curso de especialização). 2005. (Oficina).

16.
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em História do Brasil.Colonização e Império Português (curso de especialização). 2005. (Oficina).

17.
História da Formação do Capitalismo.Feudalismo tardio: o caso da Polônia (curso de especialização). 2005. (Oficina).

18.
História da Formação do Capitalismo - Curso de Pós-Graduação Lato Sensu.Formação do Capitalismo: Inglaterra, França e Paises Baixos (curso de especialização). 2005. (Oficina).

19.
I Colóquio do Laboratório de História Econômica e Social (LAHES).Conferência: Alternativas metodológicas para a história econômica e social. 2005. (Simpósio).

20.
VI Congresso Brasileiro de História Econômica. VI Congresso Brasileiro de História Econômica - Comissão científica - módulo Brasil Colônia. 2005. (Congresso).

21.
VI Jornadas Setecentistas.Comissão científica do I Simpósio de estudos do Império Colonial Português. 2005. (Simpósio).

22.
XI Seminário sobre a economia mineira.Coordenador e debatedor na ST1: Família e cotidiano em Minas Gerais nos séculos XVIII e XIX. 2004. (Seminário).

23.
X Semana de História da Universidade Estadual de Maringá.Palestra: A micro-história italiana e Fredrick Barth: novas abordagens para a História econômica. 2004. (Simpósio).

24.
XXI Simpósio Regional de História da ANPUH - Democracia e Conflito.A nobreza Principal da Terra e suas estratégias socias (Rio de Janeiro, século XVIII). 2004. (Encontro).

25.
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em História do Brasil.A formação das elites coloniais ( curso de especialização).. 2003. (Oficina).

26.
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em História do Brasil.Colonização e Império Português (curso de especialização). 2003. (Oficina).

27.
Le Portugal et le Monde - Lectures de l'ouvre de Magalhães Godinho.Vitorino Magalhães Godinho et les Réseaux Impériaux. 2003. (Seminário).

28.
Programa de Mestrado em Direito.Economia Política da Formação Social Brasileira. 2003. (Outra).

29.
V Congresso Brasileiro de História Econômica. Membro da Comissão Científica do V Congresso Brasileiro de História Econômica. Coordenador e debatedor na sessão temática 19: metodologia de pesquisa em história econômica. Coordenador na mesa redonda 5: sistemas escravistas comparado. 2003. (Congresso).

30.
Optima Pars - Elites no Antigo Regime. Histórias de Homens de Negócios no Rio de Janeiro (séculos XVII e XVIII). 2002. (Congresso).

31.
X Seminário sobre a economia Mineira, organizado pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional - CEDEPLAR, Universidade Federal de Minas Gerais..O Estado da Arte da Pesquisa em História Econômica no Brasil. 2002. (Seminário).

32.
X Seminário sobre Economia mineira.Tendências recentes da pesquisa nacional e internacional em história econômica.. 2002. (Seminário).

33.
II Seminário de História Quantitativa e serial.Novos estudos sobre a demografia da escravidão no Brasil. 2001. (Seminário).

34.
Questões para a História do Brasil.Exclusão social no Brasil Colonial. 2001. (Oficina).

35.
Seminário: História, Tradição e Modernidade.Despachos de escravos e passaportes da Intendência de Polícia da Corte, 1819 - 1833. 2001. (Seminário).

36.
V Congresso de Ciências Humanas, Letras e Artes. Palestra: Modelos de Interpretação Colonial. 2001. (Congresso).

37.
V Congresso de Ciências Humanas, Letras e Artes. Modelos de Interpretação Colonial. 2001. (Congresso).

38.
XIII Simpósio de História.A economia do bem comum e a formação da elite senhorial do Rio de Janeiro (séculos XVI e XVII). 2001. (Simpósio).

39.
XXI Simpósio de História da ANPUH - Nacional.Novas tendências na pesquisa sobre impérios ultramarinos. 2001. (Simpósio).

40.
XXI Simpósio de História da ANPUH - Nacional. Workshop vinculado ao GT Modos de Governar.A nobreza da República: a primeira elite senhorial e homens da governança do Rio de Janeiro. 2001. (Simpósio).

41.
."Encontro Cliométrica" - seminário para uma política de fomento `a pesquisa em História Econômica e Demográfica no Brasil.Fontes Seriadas para História Econômica. 2000. (Encontro).

42.
1º congresso de Humanidades.Notas sobre a noção de economia colonial tardia - consolidação da elite de negociantes de grosso trato no Rio de Janeiro, 1790 -1830. 2000. (Simpósio).

43.
Curso de Extensão "Campesinato na História".Campesinato europeu, séculos XVI e XVII, algumas notas historiográficas sobre economia e cultura popular. 2000. (Oficina).

44.
IX Seminário sobre a economia Mineira.História Econômica problemas e métodos. 2000. (Seminário).

45.
IX Simpósio Regional de História da ANPUH - RJ.O Rio de Rio de Janeiro século XVIII: comércio interno e mobilidade social. 2000. (Simpósio).

46.
Seminário da Pós-Graduação em Economia - História Econômica.O comportamento da elite empresarial diante das últimas décadas da escravidão: Rio de Janeiro e o Vale do Paraíba do Sul Fluminense. 2000. (Seminário).

47.
Seminário de História Econômica.Seminário da Pós-Graduação em Economia - História Econômica. Palestra: O comportamento da elite empresarial diante das últimas décadas da escravidão: Rio de Janeiro e o Vale do Paraíba do Sul Fluminense.. 2000. (Seminário).

48.
Seminário de História Quantitativa.Alegrias e Artimanhas de uma fonte seriada. Os códices 390, 421, 424 e 425: despachos de escravos e passaportes da Intendência de Polícia da Corte, 1819 - 1833. 2000. (Seminário).

49.
Visões Econômica da História do Brasil Colonial.A formação da elite senhorial do Rio de Janeiro e as conjunturas do império português (1540 - 1630).. 2000. (Seminário).

50.
.Legados Coloniais e reconfigurações Pós-Coloniais: Diálogos Críticos Luso-Brasileiros. 1999. (Seminário).

51.
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em História do Brasil.Colonização e Império Português (especialização). 1999. (Oficina).

52.
Inauguração do laboratório de História Econômica e Social.Uma sociedade comprometida com a exclusão. 1999. (Seminário).

53.
Seminário de História Econômica.Repensando a História do Brasil. Palestra: Negociantes e o Mercado do império ultramarino português: a Praça Mercantil do Rio de Janeiro entre 1790 e 1812.. 1999. (Encontro).

54.
Tensões coloniais e reconfigurações pós-coloniais.Estrutura e Dinâmica da Praça Mercantil do Rio de Janeiro entre 1790 e 1812. 1999. (Seminário).

55.
Seminário sobre o livro o Arcaísmo como projeto.Seminário O Arcaísmo como Projeto: uma Apreciação Multidisciplinar.. 1998. (Encontro).

56.
VIII Seminário sobre a economia Mineira.Sociedade escravista e mercado interno: algumas questões. 1998. (Seminário).

57.
Curso de Especialização em História Social da Amazônia.História Econômica (Curso de Especialização). 1997. (Oficina).

58.
Pasetra na Fundação de Ensino Superior de São João del Rei.Modelos Explicativos da Historia Brasileira. 1997. (Seminário).

59.
Sociedade e Escravidão: Debate das Interpretações.Mercado na economia escravista-colonial. 1997. (Seminário).

60.
V Congresso Afro-Brasileiro.Senhores de engenho e a administração do Ultramar, Rio de Janeiro - século XVII. 1997. (Seminário).

61.
IV Semana de História Universidade do Amazonas.Modelos Explicativos da Economia Escravista no Brasil. 1995. (Seminário).

62.
Pós-Graduação de História do Brasil (aperfeiçoamento) - Universidade Federal Fluminense.História Econômica Colonial (curso de especialização). 1995. (Oficina).

63.
XVIII Simpósio Nacional de História Organizado pela ANPUH.Elites Agrárias e a sociedade escravista colonial: sul e sudeste brasileiros, séculos XVII-XIX. 1995. (Simpósio).

64.
IX Encontro Regional de História da Associação Nacional dos Professores Universitários de História - Núcleo Minas Gerais.. História econômica: questões metodológicas. 1994. (Congresso).

65.
VI Encontro Regional de História da Associação Nacional dos Professores Universitários de História - Núcleo Rio de Janeiro.História Agrária - Balanço e Perspectivas. 1994. (Simpósio).

66.
Congresso Internacional América 92: Raízes e Trajetórias. Economia Colonial e Mercado Atlântico na Época Moderna. 1992. (Congresso).

67.
V Encontro Regional de História ("História e Descobrimentos") da Associação Nacional dos Professores Universitários de História - Núcleo Rio de Janeiro. Sociedade Agrária no Brasil: a economia escravista colonial. 1992. (Congresso).

68.
Ciclo de Palestras no Arquivo Nacional.As fortunas de latifundiários escravocratas. 1989. (Seminário).

69.
Escravidão e Abolição. Algumas Questões Acerca da Montagem do Sistema Agrário Escravista Exportador do Médio Vale do Paraíba do Sul, 1790/1850. 1988. (Congresso).

70.
Seminário Nacional em Política Científica e Tecnológica.Aspectos Teóricos e Metodológicos da Pesquisa em História Agrária.. 1983. (Seminário).

71.
.VI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Notas sobre a Política Externa e o Capitalismo no Brasil (1960-1980). 1982. (Congresso).

72.
33a. Reunião da SBPC. : Relações Brasil-África: Análises e Perspectivas. Trabalho apresentado: O Estado e as Mudanças da Política Externa Brasileira nos anos 70. 1981. (Congresso).

73.
Painel apresentado na 32a. Reunião da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência (SBPC). Introdução ao Estudo da História Local Fluminense. 1980. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Segundo Seminário sobre Assentos Paroquiais e História Social na América lusa. 2012. (Congresso).

2.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Simpósio Temático " Dinâmica Imperial no Antigo regime Português: séculos XVI-XVIII no IV Encontro Internacional de História Colonial. 2012. (Congresso).

3.
FRAGOSO, J. L. R.; Rodrigues, Miguel Jasmim ; Souza, Laura de Mello . Pequena Nobreza nos Impérios Ibéricos de Antigo Regime. 2011. (Congresso).

4.
FRAGOSO, J. L. R.; FERREIRA, Roberto Guedes . Primeiro Seminário sobre Assentos Paroquiais e História Social na América lusa (séculos XVII e XVIII). 2011. (Congresso).

5.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva ; SAMPAIO, A. C. J. ; MONTEIRO, N. G. . Nas Franjas do Império. Dinâmicas de expansão e ocupoação territorial na região platina: 1668-1808. 2007. (Congresso).

6.
FRAGOSO, J. L. R.; GOUVEA, Maria de Fátima Silva ; SAMPAIO, A. C. J. . Simpósio Temático Dinâmica Imperial no Antigo Regime Português. 2007. (Congresso).

7.
FRAGOSO, J. L. R.; FLORENTINO, Manolo Garcia ; SAMPAIO, A. C. J. . Seminário internacional Nas Rotas do Império: eixos mercantis, tráfico de escravos e relações sociais no. 2006. (Congresso).

8.
GOUVEA, Maria de Fátima Silva ; BICALHO, M. F. ; FRAGOSO, J. L. R. . Seminário internacional Na Trama das redes: política e negócios no império português, séculos XVI -. 2006. (Congresso).

9.
FRAGOSO, J. L. R.; GUIMARÃES, Carlos Gabriel . VI Congresso Brasileiro de História Econômica. 2005. (Congresso).

10.
FRAGOSO, J. L. R.. I Simpósio de estudos do Império Colonial Português. 2005. (Congresso).

11.
FRAGOSO, J. L. R.; PAULA, J. A. . V Congresso Brasileirpo de História Econômica. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Jeronimo Aguiar Duarte da Cruz. Escravos, forros e sistema agrário Rio de Janeiro e Bahia, fins do século XVIII. Início: 2018. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Ariane Carvalho da Cruz. GUERRAS E MILITARES NO SERTÃO DE ANGOLA: GUERRA PRETA,COMÉRCIO E VASSALAGEM (SÉCULO XVIII). Início: 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

3.
Victor Luiz Alvares Oliveira. Os Engenhos Fluminenses: famílias senhoriais e lavradores livres na construção do universo rural do Rio de Janeiro, 1750 - 1800. Início: 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Márcio de Souza Soares. Início: 2016. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
Claudia Rodrigues. Início: 2016. Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Jeronimo Aguiar Duarte da Cruz. das muitas qualidades: lavradores de cana numa freguesia rural do Rio de Janeiro (Campo Grande, 1740 - 1799). 2018. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Mareana Barbosa Gonçalves Mathias da Silva. (Entre)laços e bordados: família, legitimidade e estratégias matrimoniais na freguesia de Jacarepaguá (c. 1701-c.1800). 2018. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Mareana Barbosa Gonçalves Mathias da Silva. (Entre)laços e bordados: família, legitimidade e estratégias matrimoniais na freguesia de Jacarepaguá (c. 1701-c.1800). 2018. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Julia Ribeiro Aguiar. Por entre as frestas das normas: nobreza da terra, elites das senzalas e pardos forros em uma freguesia rural do rio de Janeiro (São Gonçalo, séculos XVII e XVIII). 2015. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

5.
Victor Luiz Alvares Oliveira. Retratos de Família: sucessão, terras e ilegitimidade entre a nobreza da terra de Jacarepaguá, séculos XVI - XVIII. 2014. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

6.
Tarcísio Concolato Greggio. A materialidade da república. Os idiomas da Monarquia católica lusa, a câmara de São João del Rei e seus oficiais (1778-1821). 2013. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

7.
Ana Paula Cabral Tostes. O LUGAR SOCIAL DOS HOMENS ?PARDOS? NO CENÁRIO RURAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (RECÔNCAVO DA GUANABARA, FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DO DESTERRO DE CAMPO GRANDE, SÉCULO XVIII). 2012. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

8.
Bruna Milheiro da Silva. Participação em banca de Bruna Milheiro da Silva. Homens del rei. Estratégias e trajetórias familiares da nobreza principal da terra no RJ (Sec. XVI e XVII). 2012. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

9.
Maria Fernanda de Oliveira Coutinho. Pecuária leiteira no pós - abolição - As traformações econômicas em Resende - RJ (1888-1940). 2011. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

10.
Francisco Aimara Carvalho Ribeiro. Terratenentes-mercadores: tráfico e sociedade em Cabo-Verde (1460-1613). 2011. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

11.
Marcello José Gomes Loureiro. A gestão do labirinto: circulação de informações no império ultramarino português, formação de interesses e a construção da política lusa para o Prata (1640-1705). 2010. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

12.
Luiz Guilherme Scaldaferri Moreira. Navegar, lutar, pedir e receber (o perfil e as concorrências dos capitães das fortalezas de Santa Cruz e de São João - Rio de Janeiro, século XVII. 2010. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

13.
Livia Nascimento Monteiro. Administrando o bem comum: Homens bons e a câmara de São João del Rei 1730-1760. 2010. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

14.
Bruna Sirtori. Entre a cruz, a espada, a senzala e a aldeia. Hierarquias sociais em uma área periférica do Antigo Regime (1765-1784). 2008. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

15.
Rodrigo Amaral. Nos limites da escravidão urbana:a vida dos pequenos senhores na urbes do Rio de Janeiro, c. 1800 - c. 1860. 2006. 200 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

16.
GRasiela Fragoso da Costa. A casa da Moeda do Rio de Janeiro: a instituição e seus membros, c. 1694 a c. 1750. 2006. 200 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

17.
Heitor Moura. O Brasil e o mercado internacional do açúcar no século XX. 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

18.
Carlos Leonardo Kelmer Mathias. Jogos de interesses e estratégias de ação no contexto da revolta Mineira de Vila Rica, c. 1709 - c. 1736. 2005. 200 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

19.
Luciana Marinho Batista. Muito além dos seringais: elites, fortunas e hierarquias no Grão-Pará. 2004. 300 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

20.
Martha Daisson Hameister. O Continente do Rio Grande de São Pedro: os homens, suas redes de relações e suas mercadorias semoventes (c. 1727 - c. 1763). 2002. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

21.
Daniela Barreto. A qualidade do Artesão: contribuição ao estudo da estrutura social e mercado interno na cidade do Rio de Janeiro, c. 1690 - c. 1750. 2002. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

22.
Carmem Alveal. História e Direito: sesmarias e conflitos de terras entre índios em freguesias extra-muros do Rio de Janeiro, século XVIII. 2002. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

23.
Tiago Luís Gil. Infiéis Transgressores: os contrabandistas da fronteira (1760-1810). 2002. 220 f. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

24.
RICARDO MUNIZ RUIZ. Sistema Agrario, Demografia da Escravidao e Familia Escrava Em Itaguahy - Sec. Xix.. 1997. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

25.
MARIA CLARA PECORELLI. Criancas Desvalidas, Criminalidade e Trabalho No Rio de Janeiro dos Anos 20 e 30. 1997. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

26.
Maria Fernanda Vieira Martins. O Imperial Instituto Fluminense de Agricultura: Elites, Politica e Reforma Agricola. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

27.
Antonio Carlos Jucá de Sampaio. Mage Na Crise do Escravismo (1850 - 1888). 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

Tese de doutorado
1.
Ana Paula Cabral Tostes. Para viver livre como se de nascimento fosse: um estudo sobre a geração da população forra no Rio de Janeiro do século XVIII. 2018. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Silvana Godoy. Mestiçagem, guerras de conquista e governo dos índios A vila de São Paulo na construção da monarquia portuguesa na América (Séculos XVI e XVII). 2017. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Leandro Goya Fontella. As missões guaraniticas num contexto de cultura de contato: uma interpretação sobre as interações entre sociedades indigenas euro-americanas (c. 1730- c. 1830). 2017. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Erica Lôpo de Araujo. Praticas políticas e governação no império português: o caso D. Vasco de Mascarenha (1626-1678). 2016. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

5.
Mracelo Santos Matheus. A produção da diferença: escravidão e desigualdade social ao sul do Império brasileira (Bagé, c. 1820-1870). 2016. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

6.
Thiago Nascimento Krause. A Formação de uma Nobreza Ultramarina: Coroa e elites locais na Bahia seiscentista. 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

7.
Marcello José Gomes Loureiro. Iustitiam Dare: A Gestão da Monarquia Pluricontinental. Conselhos Superiores, pactos, articulações e o governo da monarquia portuguesa (1640-1668). 2014. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

8.
Letícia Batistella Silveira Guterres. escravidão, família e compadrio ao Sul do Império do Brasil: Santa Maria (1844-82). 2013. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

9.
Jonas Vargas. Pelas Margens do Atlântico: um estudo das elites locais e regionais na economia e política: charqueadores de Pelotas - RGS (século XIX). 2013. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

10.
Erica Lopo. Nobreza lusa e império ultramarino. 2012. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

11.
Marcelo Santos Matheus. escravidão e família no Rio Grande do Sul, século XIX. 2012. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

12.
adriano comissoli. A serviço de sua majestade: administração, elite e poderes no extremo meridional brasileiro (1808-1831). 2011. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

13.
Lidiany Silva Barbosa. Tropas e ferrovias em uma provincia não-exportadora. Elites regionais e as contradições da polítcia de transportes no início da modernização - Minas Gerais, 1850 - 1889. 2011. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

14.
Tiago Luis Gil. Coisas do Caminho: Tropeiros e seus negócios do Viamão à Sorocaba (1780-1810). 2009. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

15.
Carlos Leonardo Kelmer Mathias. A cor negra do ouro: circuitos mercantis e hierarquias sociais na formação da sociedade mineira setecentista, 1711-c. 1756. 2009. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

16.
Luís Augusto Ebling Farinatti. Condfins Meridionais: famílias de elite e sociedade agrária na fronteira Sul do Brasil (1825-1865). 2007. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

17.
Cacilda da Silva Machado. A trama das vontades - negros, pardos e brancos na produção da hierarquia social (São José dos Pinhais - Pr, passagem do século XVIII para o XIX). 2006. 300 f. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

18.
Martha Daisson Hameister. Para dar calor à nova povoaçã: estudo sobre estratégias sociais e familiares a partir dos registros batismaisda Vila do Rio Grande (!738-1763). 2006. 424 f. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

19.
Roberto Guedes Ferreira. Pardos: Trabalho, família, aliança e mobilidade social. Porto Feliz, São Paulo, c. 1790 - c.1850.. 2005. 350 f. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

20.
Maria Fernanda Vieira Martins. A velha arte de governar: um estudo sobre política a partir do Conselho de Estado (1842-1889). 2005. 350 f. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

21.
Célia Muniz. A riqueza fugaz: trajetórias e estratégias de famílias de proprietários de terras de Vassouras,1820 - 1890. 2004. 200 f. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

22.
Helen Osório. Estancieiros, lavradores e comerciantes na constituição da estremadura na América: Rio Grande de São Pedro, 1737-1822. 1999. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

23.
DORA ISABEL DA COSTA. Herança e Familia: Campinas, Sao Paulo (1795 - 1850). 1997. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Teresa Cristina Novaes Marques. 2011. Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Afonso de Alencastro Graça Filho. Negócios negreiros na antiga Comarca do Rio das Mortes: Minas Gerais, 1750-1850.. 2010. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Mônica Ribeiro de Oliveira. 2008. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Carla Maria Carvalho de Almeida. Homens-Ricos em Minas Gerais: século XVIII. 2005. 100 f. Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Joao Luis Ribeiro Fragoso.

5.
Maria Verônica Campos. 2005. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Joao Luis Ribeiro Fragoso.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Christiane Assis Pacheco. Negociantes de grosso trato e padrões de acumulação: primeira metade do século XIX. 1992. 35 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Claudio de Almeida. Mercado interno no Rio de Janeiro (1800 -1850). Padrões de Atividades Empresariais e acumulação mercantil.. 1991. 35 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Maria Cristina Esteves Pereira. Flutuações econômicas: mercado interno e externo na sprimeira metade do século XIX. 1991. 35 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Úrsula Scheidt. Flutuações econômicas em sistema agrário escravista exportador: Médio Vale do Paraíba do Sul, século XIX.. 1990. 50 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Jerônimo Aguar Duarte da Cruz. Indícios de um costume agrário nos rincões da Monarquia Pluricontinental portuguesa ? lavradores na açucareira Freguesia de Campo Grande, Rio de Janeiro (1790-99). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Mareana Barbosa Gonçalves Mathias da Silva. O Antigo Regime na freguesia de Jacarepaguá, 1790-1800: estratégias familiares e campesinato. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Victor Luiz Alvares Oliveira. Japão e o Estado da Índia portugês - séculos XVI e XVII. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Marta Bandeira. São Tomé e Príncipe: Poder Local mestiço no Império Ultramarino Português (séculos XV a XVIII). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

5.
Ana Paula Cabral Tostes. Os significados da designação pardo na sociedade escravista do Rio de Janeiro do século XVII?. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

6.
Francisco Aimara Carvalho Ribeiro. Leal senado de Macau: séculos XVI e XVII. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

7.
Mariana Moreira Lima Ribeiro. Negociantes de mar Aberto: Rio de Janeiro, século XVIII. 2006. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

8.
Daniele da Silva Cabral. A NOBREZA DA TERRA E SUAS ESTRATÉGIAS SOCIAIS: RIO DE JANEIRO PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII. 2006. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

9.
GRasiela Fragoso da Costa. Entre Nomes e Negócios. Os Homens de negócios e suas estratégias no Rio de Janeiro, século XVIII. 2004. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

10.
Luiz Guilherme S. Moreira. Matrimônio e natalidade no Rio de Janeiro: século XVII. 2001. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

11.
Rafael Cariello. As Lavras do Estado: elites mineiras no século XVIII. 2001. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

12.
André Dutra Boucinhas. Cultura material no Rio de Janeiro no final da escravidão. 2001. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

13.
Gláucia Freitas de Oliveira. Práticas Familiares da Cidade do Rio de Janeiro, século XVII ? elementos indicadores de condições de vida lá existentes. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

14.
Vanusa Oliveira Martins. Os Telles de Menezes e a utilização de estratégias familiares pela elite senhorial do Rio de Janeiro, séculos XVII - XIX.. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

15.
Patrícia Regina Correia Barreto. O Estado Moderno Francês (séculos XV e XVI). 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

16.
Daniela Barreto. Um sujeito da cidade: o estatuto social do artesão do Rio de Janeiro (1690-1740). 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

Iniciação científica
1.
Mariana Niedu. Câmara Municipal de Salvador (Bahia) e os donativos para o sustento da infantaria - século XVI. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

2.
Julia Ribeiro Aguiar. Família Aires Maldonado, Rio de Janeiro séculos XVII e XVIII. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

3.
Francisco Aimara Carvalho Ribeiro. Relações de parentesco Fictício entre senhores e escravos: Rio de Janeiro, século XVIII. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

4.
Gerson Salgado Pinha Junior. A principal nobreza da terra e as hierarquias sociais costumeiras: parentela e redes clientelares nas freguesias do Rio de Janeiro, primeira metade do século XVIII. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

5.
Grasiela Fragoso da Costa. Elite senhorial: as formas de acumulação na montagem da sociedade colonial no Rio de Janeiro, século XVII (As redes políticas das elites coloniais e suas negociações no império ultramarino luso, século XVII). 2002. 300 f. Iniciação Científica. (Graduando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

6.
Luiz Guilherme S. Moreira. Matrimônio e natalidade no Rio de Janeiro: século XVII. 2001. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

7.
André Dutra Boucinhas. Cultura material no Rio de Janeiro no final da escravidão. 2001. 50 f. Iniciação Científica. (Graduando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

8.
Vanusa Oliveira Martins. Os Telles de Menezes e a utilização de estratégias familiares pela elite senhorial do Rio de Janeiro, séculos XVII - XIX.. 2000. 50 f. Iniciação Científica. (Graduando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

9.
Gláucia Freitas de Oliveira. Práticas Familiares da Cidade do Rio de Janeiro, século XVII ? elementos indicadores de condições de vida lá existentes. 2000. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

10.
Giana Claudia de Castro Araújo. Nobreza da Terra: Rio de Janeiro no século XVII. 1994. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

11.
Carlos Calaça Fonseca. Senhores de engenho, negociantes e cristãos-novos: Rio de Janeiro, século XVII. 1994. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

12.
Maria Marta Saavrada Pinto. Melhores famílias da Terra nas escrituras públicas: Rio de Janeiro, século XVII. 1994. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

13.
Rebeca Gontijo Teixeira. Nobreza da terra na Colônia, século XVII. 1994. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

14.
Carlos Mauro de Oliveira Jr. Rio de Janeiro no Século XVII: aspectos sociais (tema). 1994. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

15.
Lucia Grimberg. Mercado e hierarquia de fortuna no Rio de Janeiro: primeira metade do século XIX. 1991. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

16.
Christiane Assis Pacheco. Mercado e padrões de investimento no Rio de Janeiro, primeira metade do século XIX. 1990. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

17.
Leonardo dos Santos Aguiar. Hierarquia social e fortunas no Rio de Janeiro: primeira metade do século XIX.. 1990. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

18.
Edval de Souza Barros. Empresários e mercado atlântico: Rio de Janeiro, primeira metade do século XIX. 1990. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

19.
Claudio de Almeida. Comércio de tropas no Centro-sul do século XIX (tema). 1989. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.

20.
R. R. PITZER. Famílias escravas no Vale do Paraíba Fluminense (1830-1880). 1987. 30 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Joao Luis Ribeiro Fragoso.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


- Professor Visitante no Mestrado "O Sul Ibérico e o Mediterrâneo/ Universidade de Évora - Portugal". Área: História Moderna 
- Coordenador da equipe brasileira do projeto "A Monarquia e seus Idiomas: corte, governos ultramarinos, negociantes, régulos e escravos no mundo português (sécs. XVI-XIX)" - Convênio CAPES - GRICES
- Pesquisador Sênior no Pronex (Núcleo de excelências) ? 2006: CULTURAS POLÍTICAS E USOS DO PASSADO: memória, historiografia e ensino da história:
Grupo de Pesquisa: Culturas políticas no Antigo Regime: história e historiografia.
- Professor Visitante no Mestrado "O Sul Ibérico e o Mediterrâneo/ Universidade de Évora - Portugal". Área: História Moderna



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 24:57:45