Iacy Maia Mata

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2577158971348698
  • Última atualização do currículo em 05/10/2018


Possui graduação em Letras com Inglês pela Universidade Católica do Salvador (1997), graduação em História pela Universidade Federal da Bahia (1997), mestrado em História pela Universidade Federal da Bahia (2002) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2012). É professora da Universidade Federal da Bahia, onde leciona História da América; sua principal área de pesquisa é a História de Cuba no século XIX, com ênfase nos seguintes temas: anticolonialismo, escravidão, abolição e pós-emancipação nas Américas. Integra como pesquisadora o Grupo de Pesquisa "Escravidão e invenção da liberdade" do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Bahia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Iacy Maia Mata
Nome em citações bibliográficas
MATA, Iacy M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.
Estrada São Lázaro
Federação
40210730 - Salvador, BA - Brasil
Telefone: (71) 32377574
URL da Homepage: www.ufba.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2012
Doutorado em Doutorado em História Social Unicamp.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período co-tutela em Universidad de La Habana (Orientador: Marial Iglesias).
Título: Conspirações da 'Raça de Cor': escravidão, liberdade e tensões raciais em Santiago de Cuba (1864-1881), Ano de obtenção: 2012.
Orientador: Sidney Chalhoub.
Bolsista do(a): Pró Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade do Estado da Bahia, PROGRAD - UNEB, Brasil.
Palavras-chave: Escravos; Emancipação; Santiago de Cuba; Conspirações; Raças.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
Setores de atividade: Educação.
2000 - 2002
Mestrado em História Social.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Os Treze de Maio: ex-senhores, polícia e libertos na Bahia pós-abolição (18881889),Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Prof Dr. João José Reis.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Escravidão; Abolição; Libertos; Pós-Abolição.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Bahia.
Setores de atividade: Educação Superior.
1995 - 1999
Graduação em História - Bacharelado.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: O Dilúvio da Abolição.
Orientador: Prof Dr. João José Reis.
1993 - 1997
Graduação em Letras com Inglês - Licenciatura.
Universidade Católica do Salvador, UCSAL, Brasil.


Pós-doutorado


2017 - 2018
Pós-Doutorado.
New York University, NYU, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.


Formação Complementar


2005 - 2005
Passado e Presente nas Sociedades Pré Colombianas. (Carga horária: 8h).
Associação Nacional de História - Sede, ANPUH/Sede, Brasil.
2004 - 2004
Cinema e Ensino de História. (Carga horária: 6h).
Associação Nacional de História Núcleo Bahia, ANPUH-BA, Brasil.
2003 - 2003
Interdisciplinaridade e Pesquisa Histórica. (Carga horária: 6h).
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
2003 - 2003
VI Oficina Fábrica de Idéias. (Carga horária: 90h).
Centro de Estudos Afro Orientais da Universidade Federal da Bahia, CEAO-UFBA, Brasil.
2001 - 2001
Temas da Bahia Contemporânea Negros Brancos Índios. (Carga horária: 24h).
Centro de Estudos Afro Orientais da Universidade Federal da Bahia, CEAO-UFBA, Brasil.
2001 - 2001
Consultoria, Mercado e Gerenciamento de Documentos. (Carga horária: 20h).
Arquivo Público do Estado da Bahia, APEB, Brasil.
2001 - 2001
Uma Colonização de Fé. (Carga horária: 10h).
Museu Carlos Costa Pinto, MCCP, Brasil.
2001 - 2001
Barroco: Apropriação de um Patrimônio. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, Brasil.
2001 - 2001
Experiências, Culturas, Identidades: Atlântico Neg. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2000 - 2000
História e Historiadores. (Carga horária: 8h).
Arquivo Público do Estado da Bahia, APEB, Brasil.
2000 - 2000
Idéias Anti Escravistas da Ilustração na Soc. Bras. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2000 - 2000
Aboliçao e Liberdade na Bahia, 1840-1900. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
1999 - 1999
450 Anos de Salvador. (Carga horária: 8h).
Fundação Pedro Calmon, FPC, Brasil.
1997 - 1997
Aperfeiçoamento para Professores de Suplência II. (Carga horária: 20h).
Instituto Anísio Teixeira, IAT, Brasil.


Atuação Profissional



New York Univeristy, NYU, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação na Linha de Pesquisa Escravidão e Invenção da Liberdade Disciplinas ministradas História da América I História da América II História da América III História da Civilização Americana

Atividades

03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

03/2015 - 12/2015
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América I
História da América III
01/2015 - 07/2015
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Resistência Escrava nas Américas
08/2014 - 12/2014
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Civilização Americana
História da América II
03/2014 - 07/2014
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Civilização Americana
História da América I
História da América III

Faculdades Jorge Amado, FJA*, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 18

Atividades

4/2004 - 6/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Superior de Educacão, Licenciatura Em História.

2/2003 - 6/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Identidade Nacional e Historiografia Brasileira
Metodologia da História I
Metodologia da História II

Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

Atividades

6/2002 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia
Historiografia
Laboratório de Ensino I
Pesquisa Histórica I
Pesquisa Histórica II
Teoria da História
Teoria da História II
Teoria da História III
História da América I
História da América II
História das Nações Americanas
História da América: Pré-Colombianos, Conquista e Colonização
História da América: Escravidão, Mestiçagem e Liberdade
8/2004 - 9/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Humanas Campus VI, Dch Campus VI.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária.
4/2004 - 5/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Humanas Campus VI, Dch Campus VI.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária.

Faculdade Zacarias de Góes, FAZAG, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

4/2002 - 8/2002
Ensino, Administracão com Habilitacão em Marketing, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
O Mundo Contemporâneo

Escola Estadual Luiz Tarquínio, ELT, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

4/1999 - 8/2000
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa

Centro Integrado Luís Tarquino, CILT, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20

Atividades

3/1995 - 12/1996
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa


Linhas de pesquisa


1.
Literatura e Educação em História (uma experiência interdisciplinar)
2.
Escravidão e Invenção da Liberdade

Objetivo: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0284131230426893..
Grande área: Ciências Humanas
Palavras-chave: Escravidão; Liberdade.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Anticolonialismo, abolicionismo e antirracismo: Antonio Maceo, Ramón Emeterio Betances e Gregorio Luperón: conexões transnacionais (1863-1895)
Descrição: O projeto de pesquisa visa, através da investigação das trajetórias e percursos intelectuais de Antonio Maceo, Ramón Emetério Betances e Gregorio Luperón, ativistas anticoloniais e antirracistas, reconstituir e analisar o ambiente político do Caribe espanhol de 1863 a 1895 e as redes transnacionais na luta contra a escravidão e as discriminações raciais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Iacy Maia Mata - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
2016 - Atual
Escravidão, pós-abolição, raça e cidadania: Cuba e Brasil (1860-1890)
Descrição: Este projeto de pesquisa se insere nos estudos sobre escravidão, pós-abolição, raça e cidadania na perspectiva de estudos comparativos das Américas e pretende explicar, a partir da documentação policial e colonial, dos debates parlamentares, de processos-crime e notícias de jornais, o processo de racialização e as relações de trabalho nas sociedades baiana e cubana no longo e complexo processo de abolição da escravidão - 1860-1890. Neste período, Bahia e Cuba vivenciaram lutas abolicionistas, insurreições, encaminhamento legal da emancipação e, por fim, a abolição da escravidão. Apesar das diferenças existentes entre a província da Bahia e a colônia espanhola na segunda metade do século XIX, há bastante semelhança entre o processo de encaminhamento legal da abolição em Cuba e no Brasil. Cuba, ainda um espaço colonial, após um complexo processo de emancipação gradual, em 1886, tivera formalmente abolida a escravidão pelas cortes espanholas. O Brasil também vivera um demorado percurso de encaminhamento legal e gradual da extinção da escravidão até que, em 13 de maio de 1888, aprovou-se a abolição imediata e incondicional. No período pós-abolição, Bahia e Cuba foram marcadas por disputas em torno do significado e da condição de liberdade, dilemas e conflitos em torno das relações de trabalho, por tensões raciais e lutas por direitos políticos e cidadania. O enfoque comparativo apresenta a possibilidade de interpretação da emancipação em contextos mais amplos e a compreensão de como foram feitos os reordenamentos das hierarquias sociais e raciais nas Américas no período pós-abolição..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Iacy Maia Mata - Coordenador / Roberio Santos Souza - Integrante / Miguel Trindade - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro / Universidade Federal da Bahia - Auxílio financeiro.
2015 - Atual
Abolição, raça e cidadania em Cuba colonial (1865-1880)
Descrição: Tendo como fio condutor a atuação do insurreto independentista negro Antonio Maceo nas campanhas anticoloniais e antiescravistas e sua passagem pelo Caribe, este projeto de pesquisa busca analisar o debate público acerca dos direitos políticos integrais para os livres de cor em Cuba. A partir dos discursos de Antonio Maceo, pretendo analisar como, em uma conjuntura de conspirações e insurreições, os negros e mulatos cubanos tornaram-se protagonistas na reivindicação de cidadania e direitos políticos integrais para a população de cor. Para isso, pretendo reconstituir o ambiente político de Cuba do período de 1865 a 1880 e o debate público sobre abolição, cidadania, raça e direitos políticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Iacy Maia Mata - Coordenador.
2013 - 2014
Raça e Liberdade nas Américas: Bahia, Santiago de Cuba e a abolição da escravidão (1860-1890)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Iacy Maia Mata - Coordenador.
2006 - 2006
Sentidos da Liberdade na Bahia pós-Abolição
Descrição: Muitos estudos têm sido feitos sobre a escravidão no Brasil. Estudos que pontuam questões como família, infância, sexualidade, trabalho, cotidiano e resistência permitem-nos vislumbrar experiências e trajetórias escravas. Só muito recentemente surgem estudos como os de Hebe Mattos e Walter Fraga, investigando o período pós-emancipação. Este estudo, inscrevendo-se na linha de pesquisa sugerida por estes autores e por Eric Foner e Rebecca Scott, estudiosos da emancipação nas Américas, busca analisar o significado da liberdade e interpretar os conflitos e disputas em torno da abolição e os sentidos das ações e comportamentos dos libertos, assim como a reestruturação das relações de poder na Bahia pós-abolição. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Iacy Maia Mata - Coordenador / Reginaldo Andrade Silva Estrela - Integrante.Financiador(es): Universidade do Estado da Bahia - Outra.


Projetos de extensão


2013 - 2014
Projeto de Implantação do Centro de Documentação Polo Regional Acadêmico UNEB/DEDC II ? Alagoinhas.
Descrição: Este projeto prevê a guarda e preservação da documentação do judiciário pelo Centro de Documentação do Campus II/Alagoinhas, possibilitando que os estudantes ampliem suas experiências de iniciação científica com fontes primárias, fomentando a pesquisa sobre a região. Além disso, tornará acessível à comunidade acadêmica do Departamento de Educação (DEDC II), campus Alagoinhas, as fontes documentais dispersas, mal conservadas e atualmente inacessíveis, para fins de formação acadêmica no âmbito do ensino e pesquisa e permitirá o envolvimento da comunidade acadêmica da UNEB nos esforços de preservação da memória e do patrimônio cultural da região..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2015 - 2015
Periódico: Outros Tempos
2007 - 2007
Periódico: História Social (UNICAMP)
2015 - 2015
Periódico: Journal of Latin American Studies (Print)
2016 - 2016
Periódico: Revista Faces da História
2015 - 2015
Periódico: Revista Faces da História
2015 - 2015
Periódico: Revista de História (Salvador)
2015 - 2015
Periódico: Revista Brasileira de História (Online)
2015 - 2016
Periódico: Afro-Ásia
2016 - 2016
Periódico: Revista Mundos do Trabalho
2016 - 2016
Periódico: Revista Mundos do Trabalho


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América/Especialidade: História Latino-Americana.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Lê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
Menção honrosa no Premio Literario Casa de las Americas 2018, Casa de las Americas.
2014
Aprovação no concurso para Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia - 1o lugar., .
2014
Concurso Coleção Várias Histórias - melhores teses, CECULT/UNICAMP.
2008
Selecionada para realizar pesquisas em arquivos espanhóis através da Bolsa de Mobilidade Internacional, Unicamp/SANTANDER.
2006
Aprovação no Concurso Público para Professora Assistente de História da América na Universidade Federal do Recôncavo Baiano - UFRB, Universidade Federal da Bahia - UFBA / Universidade Federal do Recôncavo Baiano - UFRB.
2002
Aprovação no Concurso Público para Professora de Teoria da História da Universidade do Estado da Bahia - UNEB, Universidade do Estado da Bahia - UNEB.
2002
Aprovação no Concurso Público para Professora do Ensino Médio Público do Estado da Bahia, SEC - BA.
2001
Aprovação no Concurso Público para Professora do Ensino Médio Público do Estado da Bahia, SEC - BA.
2000
Aprovação no Concurso Público para Professora do Ensino Médio Público do Estado da Bahia, SEC - BA.
1997
Aprovação no Concurso Público para Professora do Ensino Médio Público do Estado da Bahia, SEC - BA.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MATA, Iacy M.2011MATA, Iacy M.. Sentidos da Liberdade e Encaminhamento Legal da Abolição: Bahia e Cuba - Notas iniciais. Revista de história comparada (UFRJ), v. 5-1, p. 66-90, 2011.

2.
DURÃES, Bruno José Rodrigues2009DURÃES, Bruno José Rodrigues ; MATA, Iacy M. . Cuba, os afro-cubanos e a revolução: passado e presente. História Social (UNICAMP), v. 17, p. 131-150, 2009.

3.
MATA, Iacy M.2008 MATA, Iacy M.. Libertos na Mira da Polícia: disputas em torno do trabalho na Bahia pós-abolição. História Social (UNICAMP), v. 14/15, p. 35-59, 2008.

4.
MATA, Iacy M.2007 MATA, Iacy M.. "Libertos de treze de maio" e ex-senhores na Bahia: conflitos no pós-abolição. Afro-Asia (UFBA), v. 35, p. 163-197, 2007.

5.
MATA, Iacy M.2006MATA, Iacy M.. Literatos e Historiadores: possíveis diálogos entre projetos de identidade nacional. Praxis (Salvador), Salvador, n.4, 2006.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MATA, Iacy M.. Conspirações da raça de cor: Escravidão, liberdade e tensões raciais em Santiago de Cuba (1864-1881). 1. ed. Campinas: Editora da Uicamp, 2015. v. 1. 304p .

Capítulos de livros publicados
1.
MATA, Iacy M.. Raça e escravidão em Santiago de Cuba. In: Isabel Cristina Ferreira dos Reis,Solange Pereira Rocha. (Org.). Diáspora africana nas Américas. 1ed.Cruz das Almas; Belo Horizonte: EdUFRBa/Ed. Fino Traço (Coleção UNIAFRO, vol. 5), 2016, v. , p. 171-186.

2.
MATA, Iacy M.. Escravidão, liberdade e tensões raciais: a insurreição de 1867 em Santiago de Cuba. In: Castillo, Lisa; Albuquerque, Wlamyra; Sampaio, Gabriela. (Org.). Barganhas e querelas da escravidão: tráfico, alforria e liberdade (séculos XVIII E XIX). 1ed.Salvador: EDUFBA, 2014, v. 1, p. 315-355.

3.
MATA, Iacy M.. "Classe de cor", escravidão e relações raciais em Cuba na segunda metade do século XIX. In: Eurelino T. Coelho; Larissa P. B. Pacheco. (Org.). Lutas Sociais, Intelectuais e Poder: problemas de História Social. 1ed.Feira de Santana: UEFS Editora, 2012, v. , p. 145-169.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATA, Iacy M.. Exemplos a não seguir. http://www.revistadehistoria.com.br/secao/artigos-revista/exemplos-a-nao-seguir, Rio de Janeiro, , v. 8, p. 56 - 60, 01 maio 2013.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MATA, Iacy M.. Política, Raça e Repressão em Santiago de Cuba após a Lei de Emancipação (1880). In: XXVII Simpósio Nacional de História, 2013, Natal. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História: Conhecimento histórico e Diálogo Social. São Paulo: ANPUH, 2013.

2.
MATA, Iacy M.. Abolición y proyectos de relaciones raciales en Cuba. In: XI Conferencia Internacional de Cultura Africana y Afroamericana, 2010, Santiago de Cuba. XI Conferencia Internacional de Cultura Africana y Afroamericana. Santiago de Cuba: Centro Cultural Africano Fernando Ortiz, 2010.

3.
MATA, Iacy M.. Os limites da liberdade: a polícia na Bahia pós-abolição. In: XXIV Simpósio Nacional de História - História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos, 2007, São Leopoldo. Simpósio Nacional de História ANPUH - História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos. São Leopoldo: Unisinos, 2007.

4.
MATA, Iacy M.. Os 'Treze de Maio': conflitos envolvendo libertos na Bahia pós-Abolição. In: XXIII Simpósio Nacional de História: Guerra e Paz, 2005, Londrina. Anais Suplementar. Londrina: ANPUH, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MATA, Iacy M.. Abolicionismo, anticolonialismo e antirracismo em Antonio Maceo (Cuba, 1879-1881). In: V Congresso Internacional do Núcleo de Estudos das Américas: Américas ? processos civilizatórios e crises do capitalismo contemporâneo, 2016, Rio de Janeiro. Congresso Internacional do Núcleo de Estudos das Américas: Américas processos globais e crises do capitalismo contemporâneo. Rio de Janeiro: Eduerj, 2016. v. 5. p. 178-178.

2.
MATA, Iacy M.. Insurreição, raça e nação em Santiago de Cuba (1867-1880). In: XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014, Niterói. Progamação e Caderno de Resumos do XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014.

3.
MATA, Iacy M.. Hierarquias, vias de mobilidade social e tensões raciais em Santiago de Cuba (1860-1868). In: XVI Encontro Regional de História da ANPUH-Rio: Saberes e práticas científicas, 2014, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos do XVI Encontro Regional de História da ANPUH-Rio: Saberes e práticas científicas, 2014.

4.
MATA, Iacy M.. Semelhantes Projetos, Diferentes Ritmos: Bahia e Cuba e a solução gradual da escravidão. In: V Simpósio Internacional do Centro de Estudos do Caribe no Brasil: fronteiras em movimento: África - Brasil - Caribe, 2008, Salvador. Fronteiras e Culturas em Movimento: África, Brasil, Caribe: Livro de Resumos do V Simpósio Internacional do Centro de Estudos do Caribe no Brasil. Goiânia: Editora da Universidade Federal de Goiás, 2008. p. 75-75.

5.
MATA, Iacy M.. Bahia e Cuba: a emancipação dos escravos e as lutas em torno do significado da liberdade. In: Seminário Internacional Fábrica de Idéias: 10 anos de experiência, 2007, Salvador. Seminário Internacional Fábrica de Idéias: 10 anos de experiência. Salvador: CEAO UFBa, 2007.

6.
MATA, Iacy M.. Os Limites da Liberdade: a polícia na Bahia pós-abolição. In: XXIV Simpósio Nacional de História - História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos, 2007, São Leopoldo. XXIV Simpósio Nacional de História - História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos. São Leopoldo: Unisinos, 2007.

7.
MATA, Iacy M.. Os 'Treze de Maio': conflitos envolvendo libertos na Bahia pós-Abolição. In: XXIII Simpósio Nacional de História: Guerra e Paz, 2005, Londrina. História: Guerra e Paz. Londrina, PR: Editorial Mídia, 2005. p. 240.

Apresentações de Trabalho
1.
MATA, Iacy M.. Homens que ?reivindicam sua raça?: cubanos, dominicanos e porto-riquenhos negros no interior da guerra contra o domínio espanhol no Caribe (1863-1895). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
MATA, Iacy M.. Anticolonialismo, abolicionismo e antirracismo: Antonio Maceo, Ramón Emeterio Betances e Gregorio Luperón ? conexões transnacionais (1863-1895). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
MATA, Iacy M.; NEPOMUCENO, E. B. ; ROCHA, E. P. ; SANTOS, Márcio. A. . Mesa-redona Reflexões sobre as Afro-Américas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MATA, Iacy M.; BRITO, L. C. ; SOUZA, Robério S. ; REIS, I. C. F. ; AZEVEDO, E. R. ; NEPOMUCENO, E. B. . Abolicionismo, raça e pós-abolição nas Américas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
MATA, Iacy M.. La víspera de la gran insurrección: Los libres de color y la lucha contra la esclavitud en Cuba. El Cobre, 1867. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
MATA, Iacy M.. Conspiração, vocabulário político e identidade racial em Santiago de Cuba no século XIX. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MATA, Iacy M.. Conspirações da raça de cor: Escravidão, liberdade e tensões raciais em Santiago de Cuba (1864-1881). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MATA, Iacy M.. Conspirações da raça de cor. Escravidão, liberdade e tensões raciais em Santiago de Cuba (1864-1881). 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
MATA, Iacy M.; SOUZA, Robério S. ; MARTINS, R. ; CASTELLUCCI, W. ; SOUZA, J. S. ; SANTANA, C. . Trezena da liberdade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
MATA, Iacy M.; BRITO, L. C. . Raça, escravidão e a luta pela igualdade nas Américas: Brasil, Cuba e Estados Unidos (Século XIX). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
MATA, Iacy M.. Trabalho, mobilidade e desclassificação social: Experiências dos livres de cor de Santiago de Cuba na década de 1860. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MATA, Iacy M.. Abolicionismo, anticolonialismo e antirracismo em Antonio Maceo (Cuba, 1879-1881). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
NEPOMUCENO, E. B. ; MATA, Iacy M. . Dimensões da Liberdade nas Américas: Experiências de Emancipação, Abolição e Cidadania no Longo Século XIX. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
MATA, Iacy M.. Trabalho, mobilidade e desclassificação social: Experiências dos livres de cord de Santiago de Cuba na década de 1860. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
MATA, Iacy M.. Escravidão, conspiração e liberdade em Santiago de Cuba (1863-1867). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
MATA, Iacy M.. Conflitos, tensões raciais e repressão: Bahia e Santiago de Cuba no pós-abolição (1880-1889). 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
MATA, Iacy M.. Hierarquias, vias de mobilidade social e tensões raciais em Santiago de Cuba (1860-1868). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
MATA, Iacy M.. Insurreição, raça e nação em Santiago de Cuba (1867-1880). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
MATA, Iacy M.. Disciplinarização do trabalho e discursos raciais em Cuba. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
MATA, Iacy M.. Política, Raça e Repressão em Santiago de Cuba após a Lei de Emancipação (1880). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
MATA, Iacy M.; CUBAS, P. A. H. ; OLIVEIRA, F. N. . Raça e Identidade Nacional em Cuba. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
MATA, Iacy M.; OLIVEIRA, F. N. ; CUBAS, P. A. H. . Intelectuais, Raça e Nação em Cuba. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
MATA, Iacy M.. Emancipação nas Américas e o significado da liberdade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
MATA, Iacy M.; DIAZ, A. P. ; FUENTES, M. L. A. M. . Mesa redonda Escravidão, Família e Manumissão em Cuba. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
MATA, Iacy M.; REIS, I. C. F. ; ARAUJO, A. R. . Mesa redonda Escravidão e Pós-Abolição. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
MATA, Iacy M.. Abolición y Proyectos de Relaciones Raciales en Cuba. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
MATA, Iacy M.; REGINADO, L. ; PACHECO, L. P. B. . Mesa redonda Trabalhadores e Grupos Subalternos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
MATA, Iacy M.. Semelhantes Projetos, Diferentes Ritmos: Bahia e Cuba e a solução gradual da escravidão. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
MATA, Iacy M.. O 13 de maio na Bahia e as forças policiais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
MATA, Iacy M.. Pós-abolição: um estudo comparativo entre Bahia e Cuba - 1880-1898. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
MATA, Iacy M.. Os limites da liberdade: a polícia na Bahia pós-abolição. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
MATA, Iacy M.. Bahia e Cuba: a emancipação dos escravos e as lutas em torno do significado da liberdade. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

33.
MATA, Iacy M.. Os 'Treze de Maio': conflitos envolvendo libertos na Bahia pós-Abolição. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

34.
MATA, Iacy M.; ALVES, Kleberson . Literatura e Ensino de História. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
MATA, Iacy M.. Os 'Treze de Maio': polícia e libertos na Bahia pós-Abolição. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
MATA, Iacy M.; SANTIAGO, Ana Rita ; ALVES, Kleberson . A Carta de Pero Vaz de Caminha como Recurso Didático no Ensino de História. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

37.
MATA, Iacy M.. Festa e Conflito na Bahia pós-Abolição. 2001. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
MATA, Iacy M.. América Afro-Latina: dez anos depois. Salvador 2016 (Resenha).

2.
DIAZ, A. P. ; FUENTES, M. L. A. M. ; MATA, Iacy M. . Liberdade sem abolição: a dimensão política dos conflitos entre africanos e traficantes de escravos nos tribunais cubanos. Havana, 1795-1844. Matanzas, Cuba: Ediciones Vigía, 2016. (Tradução/Outra).

3.
MATA, Iacy M.; OLIVEIRA, F. N. . Resenha do livro Anderson, Benedict. Under the flags: anarchism and the anti-colonial imagination. Tempo Social.. São Paulo: Edusp, 2012 (Resenha).

4.
MATA, Iacy M.. Resenha do livro SCOTT, Rebecca J. Degrees of Freedom: Lousiana and Cuba after Slavery. Cambridge,Mass.: Harvard University Press, 2005, 365 p. Revista Eletrônica da ANPHLAC. 2008 (Resenha).

5.
MATA, Iacy M.. Literatura e ensino de História. Praxis Revista Eletrônica de História e Educação.. www.fja.edu.br/praxis, v. 1, 2004 (Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
MATA, Iacy M.. Disciplina: Aspectos Sociais e Econômicos da Emancipação e do Pós-emancipação nas Américas. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

2.
ESTRELA, Reginaldo Andrade Silva ; MATA, Iacy M. . Sentidos da Liberdade na Bahia pós-abolição. 2007. (Relatório de pesquisa).

3.
MATA, Iacy M.; MOTA, Célio de S. ; OLIVEIRA, F. A. G. . Revolta dos Alfaiates e o significado político dos militares de baixo escalão, da tropa regular e das milícias, naquele movimento ocorrido em Salvador em 1798. 2007. (Elaboração de parecer de monografia de curso de Especialização).

4.
MATA, Iacy M.; SANTOS, Gilvani A. dos . Os limites do feminismo para a participação das mulheres na Central Única dos Trabalhadores. 2007. (Elaboração de parecer de monografia de curso de Especialização).

Demais trabalhos
1.
MATA, Iacy M.. Programa de Intercâmbio Institucional UFBA/UNICAMP. 2001 (Demais trabalhos relevantes) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ALBUQUERQUE, W. R.; MATA, Iacy M.; SOUSA, I. C.. Participação em banca de Jucimar Cerqueira dos Santos. Escolas noturnas para trabalhadores na Bahia (1870-1889). 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal da Bahia.

2.
AZEVEDO, E. R.; SOUZA, Robério S.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Luan Lima Batista. ?E... cuidado com o estômago! É uma víscera intolerante": experiências de trabalho, carestia e as lutas dos ferroviários da Estrada de Ferro Central da Bahia (1875-1909). 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

3.
SANTOS, J. B. (Orientador); MATA, Iacy M.; JESUS, S. C. S.. Participação em banca de Joallan Cardim Rocha. Entre a resistência e a integração: Os trabalhadores mineiros de Huanuni e o governo Evo Morales. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciencias Sociais) - Universidade Federal da Bahia.

4.
PIRES, A. L. C. S.; MATA, Iacy M.; SILVA, E. J.. Participação em banca de Fábio Batista Pereira. Pós-Abolição: Experiências docentes em escolas estaduais de Educação Básica (Cachoeira-Ba e São Félix-Ba)". 2016. Dissertação (Mestrado em História da África, da Diáspora e dos Povos Indíge) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

5.
ALBUQUERQUE, W. R.; MATA, Iacy M.; FRAGA FILHO, W. S.. Participação em banca de Eliseu Santos Ferreira Silva. Roubos e salteadores no tempo da Abolição (Cachoeira, década de 1880). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História/UFBA.

6.
MATA, Iacy M.; SAMPAIO, G. R.; SOUZA, Robério S.. Participação em banca de Alan Costa Cerqueira. De órfãos a trabalhadores: Trajetórias das crianças expostas no Asilo Nossa Senhora da Misericórdia (1862-1889). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História/UFBA.

7.
SOUZA, Edinélia M. O.; MATA, Iacy M.; FRAGA FILHO, W. S.. Participação em banca de Yves Samara Santana de Jesus. Família escrava na freguesia de São José das Itapororocas - Feira de Santana (1785-1826). 2015. Dissertação (Mestrado em História Regional e Local) - Universidade do Estado da Bahia.

Teses de doutorado
1.
PIRES, M. F. N.; MATA, Iacy M.; AZEVEDO, E. R.; OLIVEIRA, C. F. R. M.; ALBUQUERQUE, W. R.. Participação em banca de Mayara Pláscido Silva. "Revolução sem sangue" na "decantada pátria de Lucas": Cidadania e experiênciiaas de trabalhadores negros/as e migrantes em Feira de Santana - Bahia (1890-1930). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MATTOS, M. B.; MATA, Iacy M.; GOMES, F. S.; TERRA, P.; ALADREN, G.. Participação em banca de Ígor Gomes Santos. A horda hegerogênea: crime e criminalização de "comunidades volantes" na formação da nação, Bahia (1822-1853). 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

3.
NEGRO, A. L.; CASTELLUCCI, A. A. S.; SOUZA, Robério S.; REZENDE, V. D.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Lara Vanessa de Castro Ferreira. Cassacos. Trabalhadores na lida contra a fome e a degradação nas obras públicas em tempos de secas (Ceará, anos 1950). 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Doutorado
1.
DRUCK, G.; MATA, Iacy M.; SILVA, J. B.. Participação em banca de Carmen Florencia Campana Altuna. Luta de classe e classe de luta: a emergência do sujeito indígena camponês no confronto com o capitalismo neoliberal no Equador (1990-2010). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia.

2.
ALMEIDA, A. J. F. S.; MATA, Iacy M.; CAMARA, A. S.. Participação em banca de Fernando Larrea Maldonado. Estado e movimento indígena no Equador neoliberal. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia.

3.
PIRES, M. F. N.; AZEVEDO, E. R.; OLIVEIRA, C. F. R. M.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Mayara Pláscido Silva. Pós-abolição em Feira de Santana. Relações de trabalho e experiências de trabalhadores negros (1890-1930). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Mestrado
1.
OLIVEIRA, L. de; FREDRIGO, F. de S.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Mihele Sodré das Neves. Mario Conde e Iván Cárdenas: dois personagens desencantados na narrativa neopolicial de Leonardo Padura - Cuba, período especial. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal da Bahia.

2.
CASTELLUCCI, W.; MATA, Iacy M.; PIRES, M. F. N.. Participação em banca de Claudiana dos Santos Cardoso. O poder de vida e morte: escravidão, cotidiano e resistência escrava em Valença-BA (1850-1888). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História Regional e Local) - Universidade do Estado da Bahia.

3.
ALBUQUERQUE, W. R.; MATA, Iacy M.; CASTELLUCCI, A. A. S.. Participação em banca de Lucas Ribeiro Campos. Sociedade Protetoria dos Desvalidos: mutualismo, redes clientelistas e identidade racial na Salvador da segunda metade do século XIX. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal da Bahia.

4.
ALBUQUERQUE, W. R.; MATA, Iacy M.; NEGRO, Antônio L.. Participação em banca de Eliseu Santos Ferreira Silva. "O canto dos ladrões": gatunos, salteadores e o roubo no termo de Cachoeira, 1880-1900. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal da Bahia.

5.
ALBUQUERQUE, W. R.; MATA, Iacy M.; SOUSA, I. C.. Participação em banca de Jucimar Cerqueira dos Santos. Escolas noturnas para trabalhadores adultos na Bahia no final do século XIX. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Programa de Pós-Graduação em História/UFBA.

6.
AZEVEDO, E. R.; MATA, Iacy M.; SOUZA, Robério S.. Participação em banca de Luan Lima Batista. O universo do trabalho ferroviário, 1870-1910. 2016.

7.
SOUZA, Edinélia M. O.; FRAGA FILHO, W. S.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Yves Samara de Jesus. Família escrava na freguesia de São José das Itapororocas - Feira de Santana (1785-1826). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História Regional e Local) - Universidade do Estado da Bahia.

8.
SILVA, J. B.; JESUS, S. C. S.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Joallan Cardim Rocha. Entre a resistência e a integração: Os trabalhadores mineiros de Huanani e o governo Evo Morales. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciencias Sociais) - Universidade Federal da Bahia.

9.
SAMPAIO, G. R.; BELLINI, L.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Alan Costa Cerqueira. De órfãos a trabalhadores: Asilo N. Sra. da Misericórdia. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal da Bahia.

10.
MATA, Iacy M.; PIRES, A. L. C. S.; SILVA, E. J.. Participação em banca de Fábio Batista Pereira. Pós-abolição: Temáticas para o ensino de história afro-brasileira na sala de aula. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História da África, da Diáspora e dos Povos Indíge) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MATA, Iacy M.; OLIVEIRA, Marilécia de.; SOARES, Ede R. A.. Participação em banca de Valnete da Cruz.A Ditadura que marcou Alagoinhas: Um olhar sobre a militância no Partido Comunista do Brasil na década de 1970.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Estado da Bahia.

2.
MATA, Iacy M.; ALMEIDA, Kátia Lorena Novais; SOUZA, Robério S.. Participação em banca de Janaína Laís Lima Silva Amorim.Parentesco espiritual: compadrio de escravos africanos na freguesia de Santo Antônio de Alagoinhas (1847-1870). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Estado da Bahia.

3.
MATA, Iacy M.; ALMEIDA, Kátia Lorena Novais; SOUZA, Robério S.. Participação em banca de Tarsiano Dantas Ribeiro.Alforrias em Santa Isabel do Paraguassu (1847-1870). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Estado da Bahia.

4.
ALMEIDA, Kátia Lorena Novais; SOUZA, Robério S.; MATA, Iacy M.. Participação em banca de Aline Soraia Saraiva Nascimento.A família escrava na freguesia de Santo Antônio de Alagoinhas: uma análise longitudinal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Estado da Bahia.

5.
MATA, Iacy M.; SILVA, Paulo S.; PEDREIRA, Lúcia A.. Participação em banca de Silas de Santana Costa.A cruz e a enxada: A atuação da Igreja Católica no processo de fundação do sindicato dos trabalhadores rurais de Sátiro Dias (1987-2012). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Estado da Bahia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MATA, Iacy M.; ESTRELA, Ely; BARRETO, Virgínia Castellucci. Seleção Pública de Professor Substituto de História da América. 2006. Universidade do Estado da Bahia.

Outras participações
1.
MATA, Iacy M.; SOUZA, E. S.; VALIM, P.. Seleção pública de bolsista de pós-doutorado. 2015. Universidade Federal da Bahia.

2.
MATA, Iacy M.; ARAS, L. M. B.; CAVICCIOLI, Marina.. Banca de seleção para o Mestrado em Históra. 2015.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Seminário Internacional/VII Jornada Nacional de História do Trabalho.Os trabalhadores e as lutas pela sobrevivência no Brasil na primeira metade do séc. XX. 2014. (Seminário).

2.
II Seminário Internacional: Conexões transatlânticas - Bahia-África no Atlântico Negro (sécs. XVII-XVII).Travessias e Abolição no século XIX, século XIX. 2014. (Seminário).

3.
XXVII Simpósio Nacional de História.Política, Raça e Repressão em Santiago de Cuba após a Lei de Emancipação (1880). 2013. (Simpósio).

4.
Seminário Internacional Lugares, Margens e Relações: Raça, Cor e Mestiçagem na Experiência Afro-Americana. 2011. (Seminário).

5.
Emancipação nas Américas e o Significado da Liberdade.Emancipação nas Américas e o Significado da Liberdade. 2010. (Outra).

6.
Escravidão, Família e Liberdade em Cuba no século XIX.Escravidão, Família e Liberdade em Cuba no século XIX. 2010. (Outra).

7.
I Ciclo de Cine Étnico y Africano. 2010. (Outra).

8.
I Encontro de História - CAHL - Domínios da História: abordagens e perspectivas."Classe de cor" e caminhos de liberdade em Cuba colonial. 2010. (Encontro).

9.
IV Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo.Escravidão, Família e Manumissão em Cuba. 2010. (Outra).

10.
IV Seminário do Laboratório de História e Memória da Esquerda e das Lutas Sociais.Trabalhadores e Grupos subalternos. 2010. (Seminário).

11.
Miradas críticas a los estudios actuales sobre religión, género y relaciones raciales en Brasil y en Cuba.Miradas críticas a los estudios sobre género en Brasil y en Cuba. 2010. (Seminário).

12.
Seminario-taller de entrenamiento teórico "Análisis actuales de la aplicación del concepto de "Raza" en la obra de José Martí.Análisis actuales de la aplicación del concepto de Raza en la obra de José Martí. 2010. (Seminário).

13.
V Encontro de História: O Ofício do Historiador: fronteiras e temporalidades.A Pesquisa em História: fronteiras e temporalidades. 2010. (Encontro).

14.
XI Conferencia Internacional de Cultura Africana y Afroamericana. Abolición y proyectos de relaciones raciales en Cuba. 2010. (Congresso).

15.
Redes de Poder y Cambio Político en el Mundo Atlántico. 2009. (Congresso).

16.
Redes de Poder y Cambio Político en el Mundo Atlántico: Identidad y Nacionalismo, 1789-1950. 2009. (Congresso).

17.
Seminarios del Grupo de Investigación de Estudios Comparados del Caribe y Mundo Atlántico.Abolición, Crímen y Racismo: Bahia y Cuba, una primera mirada. 2009. (Seminário).

18.
A América Latina e a história do tempo presente.Evo Morales e o protagonismo indígena: passado e presente. 2008. (Seminário).

19.
Documentación Hispanoamericana en Archivos y Bibliotecas Madrileñas. 2008. (Seminário).

20.
Documentación Hispanoamericana en Artchivos y Bibliotecas Madrileñas. 2008. (Seminário).

21.
II Simpósio de História das Faculdades Jorge Amado - Bahia: uma história, diversos olhares.120 anos de abolição. 2008. (Simpósio).

22.
O dia 13 e os dias seguintes: reflexões sobre a abolição.Polícia e libertos no pós-abolição. 2008. (Simpósio).

23.
V Simpósio Internacional do Centros de Estudos do Caribe no Brasil: fronteiras em movimento: África- Brasil - Caribe.Semelhantes Projetos, Diferentes Ritmos: Bahia e Cuba e a solução gradual da escravidão. 2008. (Simpósio).

24.
XIII Encontro de História Anpuh- Rio de Janeiro Identidades.Terra e trabalho nas sociedades pós-emancipação: os exemplos de Bahia e Cuba. 2008. (Encontro).

25.
XXIII Simpósio Nacional de História: Guera e Paz.XXIII Simpósio Nacional de História: Guerra e Paz. 2005. (Simpósio).

26.
II Encontro Estadual de História. 2004. (Encontro).

27.
II Simpósio Nacional de História Cultural. 2004. (Simpósio).

28.
53ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 2001. (Outra).

29.
4ta Brigada Suramericana de Solidaridad con Cuba. 1997. (Outra).

30.
II Semana de Cultura Portuguesa. 1995. (Outra).

31.
O Crescimento sem Emprego. 1995. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MATA, Iacy M.; SOUZA, Robério S. ; CASTELLUCCI, Aldrin . Seminário Mães no cativeiro: Tráfico, escravidão e resistência (Cuba-Brasil). 2015. (Outro).

2.
MATA, Iacy M.; TRINDADE, C. M. ; SILVA JR, C. F. ; OLIVEIRA, J. P. . Seminário Experiências do Mundo Atlântico: Escravidão e liberdade, séculos XVIII-XX. 2015. (Outro).

3.
MATA, Iacy M.; CASTELLUCCI, Aldrin ; AMARAL, D. G. ; NEGRO, Antônio L. ; FONTES, Paulo ; SOUZA, Robério S. ; LIMA FILHO, H. E. R. ; MATTOS, M. B. ; REZENDE, Vinícius de ; BATALHA, Cláudio H. M. ; VISCARDI, Cláudia M. R. . III Seminário Internacional/VII Jornada Nacional de História do Trabalho. 2014. (Outro).

4.
MATA, Iacy M.. Seminário Interdisciplinar Graciliano Ramos: Memórias, Vidas e Histórias. 2004. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ana Cláudia de Jesus Lopes. A importância do Ilê: morar, trabalhar e viver nas freguesias da Sé e São Pedro Velho na cidade do Salvador (1860/1899). Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História/UFBA. (Orientador).

2.
Tácio Alves de Lima Matos. La niña de sus ojos: História, literatura, raça e nação na Bolívia antes da Revolução de 1952. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

3.
Geórgea D. V. Cedraz Lopes. Mulheres de cor em Havana: Guerras de Independência, gênero e raça (1868-1886). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. (Orientador).

4.
Mayara Priscilla de Jesus dos Santos. Maria Odília Teixeira: A primeira médica negra da Faculdade de Medicina da Bahia (1884-1937). Início: 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Lucas Andrade dos Santos. O associativismo negro em Salvador: o caso da Frente Negra da Bahia (1932-1934). Início: 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Luan Lima Batista. Trabalho, carestia e greves: a experiência dos trabalhadores ferroviários baianos. (1870-1909). Início: 2018. Tese (Doutorado em História) - Programa de Pós-Graduação em História/UFBA, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Alice Diniz Oliveira Melo. Mobilidade social e raça na Bahia na época da abolição. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. (Orientador).

2.
Miguel Trindade. O Patronato e o 13 de Maio: Cuba e Brasil nos debates parlamentares da abolição. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Abi - História) - Universidade Federal da Bahia, PROPCI/Universidade Federal da Bahia. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Lucas Andrade dos Santos. "Em que a raça precisa de defesa?" A Frente Negra da Bahia (1932-1934). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Bahia, . Orientador: Iacy Maia Mata.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Laura Maria de Carvalho Matos. Ilustração em Cuba. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

2.
Manoel da Conceição dos Santos Filho. Raça e nação em Domingo Faustino Sarmiento. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

3.
Michele Sodré das Neves. Escravidão, liberdade e relações raciais na literatura cubana. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

Iniciação científica
1.
Yuri Augusto de Oliveira. Ramón Ementerio Betances e Antonio Maceo: redes transnacionais na luta contra a escravidão. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal da Bahia, Universidade Federal da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

2.
Bruna Santos de Sena. Antonio Maceo, a Guerra Pequena e a luta por direitos políticos. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal da Bahia, Universidade Federal da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

3.
Mayara Priscilla de Jesus dos Santos. Raça e cidadania em Cuba na segunda metade do século XIX. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

4.
Naiara da Silva Luttigardis. ?Para todos o sol da justiça e os direitos individuais?: Antonio Maceo e a luta por direitos políticos integrais. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Iacy Maia Mata.

5.
Jéssica da Silva Lima. Emancipação Escrava na Região de Catu, Inhambupe e Alagoinhas (1871-1890). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado da Bahia, Progra de Iniciação Científica da Uneb. Orientador: Iacy Maia Mata.

6.
Gemima de Sousa Lima. Abolição e pós-emancipação em Catu, Alagoinhas e Inhambupe (1880-1890). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

7.
Reginaldo Andrade Silva Estrela. Projetos de Liberdade na Bahia Pós-Abolição. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

Orientações de outra natureza
1.
Kamilly Dantas. Monitoria de Ensino de História da América. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade do Estado da Bahia, Pró Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade do Estado da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

2.
Thiliany Correia. Monitoria de Ensino de História da América. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - União Educacional de Brasília, Pró Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade do Estado da Bahia. Orientador: Iacy Maia Mata.

3.
Segundo Semestre do Curso de História. Visita ao Arquivo Público do Estado da Bahia. 2004. 0 f. Orientação de outra natureza - Faculdades Jorge Amado. Orientador: Iacy Maia Mata.

4.
Segundo Semestre do Curso de História. Visita ao Arquivo Público do Estado da Bahia. 2003. 0 f. Orientação de outra natureza - Faculdades Jorge Amado. Orientador: Iacy Maia Mata.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
MATA, Iacy M.. Emancipação nas Américas e o significado da liberdade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MATA, Iacy M.; DIAZ, A. P. ; FUENTES, M. L. A. M. . Mesa redonda Escravidão, Família e Manumissão em Cuba. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
MATA, Iacy M.; REIS, I. C. F. ; ARAUJO, A. R. . Mesa redonda Escravidão e Pós-Abolição. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MATA, Iacy M.. Abolición y Proyectos de Relaciones Raciales en Cuba. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
MATA, Iacy M.; REGINADO, L. ; PACHECO, L. P. B. . Mesa redonda Trabalhadores e Grupos Subalternos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
MATA, Iacy M.; CUBAS, P. A. H. ; OLIVEIRA, F. N. . Raça e Identidade Nacional em Cuba. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
MATA, Iacy M.; OLIVEIRA, F. N. ; CUBAS, P. A. H. . Intelectuais, Raça e Nação em Cuba. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).



Outras informações relevantes


No doutorado, fui contemplada com a Bolsa de Mobilidade Internacional Santander para estadia de seis meses na Espanha, no período de outubro de 2008 a abril de 2009.
No doutorado, realizei estágio de doutorado no exterior, na condição de bolsista do Programa de Doutorado no País com Estágio no Exterior-PDEE, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior/CAPES, na Universidad de La Habana, em Cuba, no período de janeiro de 2010 a junho de 2010.
Em 2008, obtive o Diploma de Español como Lengua Extrangera/DELE (Nivel intermedio), expedido pelo Instituto Cervantes.
Em 2015, fui selecionada pelo Edital FAPESB N. 008-2015 - Apoio a projetos de pesquisa para jovens cientistas do Estado da Bahia -, para coordenar, junto com Robério Santos Souza, o projeto Escravidão, Pós-Abolição, Raça e Cidadania: Brasil e Cuba (1860-1890).
Em 2016, fui aprovada pelo Edital do Programa Apoio a Jovens Professores Doutores - PROPESQ- da Universidade Federal da Bahia.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 7:14:40