Lucas de Melo Reis Bueno

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8685032805425734
  • Última atualização do currículo em 30/10/2018


Professor Adjunto III do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina, com pós-doutorado em Arqueologia no Muséum National d'Histoire Naturelle (Paris, França) no Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos da Universidade de São Paulo e no Museu de História Natural da Universidade Federal de Minas Gerais. Doutor em Arqueologia pelo Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP) e bacharel em História pela Universidade de São Paulo. Atua em Arqueologia Brasileira, com experiência em estudos sobre tecnologia lítica, povoamento da América, arqueologia do Brasil Central, da Amazônia e da região sul do Brasil. Os principais temas de pesquisa envolvem a relação entre cultura material e significado, processos de mudança tecnológica na longa duração e interação homem-meio ambiente na transformação e construção de territórios e paisagens. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Lucas de Melo Reis Bueno
Nome em citações bibliográficas
BUENO, L.;BUENO, LUCAS


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2005
Doutorado em Arqueologia.
Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.
Título: Variabilidade tecnológica nos sítios líticos da região do Lajeado, médio rio Tocantins, Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Paulo A. De Blasis.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
1995 - 1999
Graduação em História.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Pesquisas Arqueológicas no Ribeirão Queimador, médio vale do rio Tietê.
Orientador: Marisa Afonso Coutinho.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2011 - 2011
Pós-Doutorado.
Muséum National d'Histoire Naturelle, MNHN, França.
Bolsista do(a): Fondation Maison des Sciences de l'homme, FMSH, França.
Grande área: Ciências Humanas
2008 - 2011
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Arqueologia Pré-Histórica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Tecnologia Lítica.
2007 - 2008
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Arqueologia Pré-Histórica.
2006 - 2007
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Teoria e Método em Arqueologia.


Formação Complementar


2011 - 2011
ArcGis Desktop I e II. Versão 10. (Carga horária: 40h).
Imagem Geosistemas e Comercio Ltda, IMAGEM, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Caçadores e Coletores nos Andes.
Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Seminário Internacional Enfoques Etnoarqueológicos.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em Darwinian Archaeology: Theory and examples.
Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.
2000 - 2000
Extensão universitária em Técnicas de Mapeamento de Vestígios Arqueológicos.
Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.
1998 - 1998
Extensão universitária em Coleção Etnográfica de cerâmica Kaingan MAE/ USP.
Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Adjunto II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2013 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Arqueologia e História Indígena no sul do Brasil
Seminário de linha: História Indígena, Etnohistória e Arqueologia
Arqueologia do Movimento: um estudo sobre mobilidade humana em diferentes escalas
02/2013 - Atual
Ensino, Licenciatura Intercultural Indígena, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Patrimônio Material e Imaterial
Projetos de Pesquisa e Ação 1
Projetos de Pesquisa e ação 2
Trabalaho de Conclusão de Curso - TCC 2
Tranalho de Conclusão de Curso - TCC 1
História do Brasil Pré e Pós Colonial
11/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Historia, .

08/2012 - Atual
Direção e administração, Departamento de Historia, .

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa do Departamento de História.
08/2011 - Atual
Ensino, Historia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Arqueologia Brasileira
Historia da Antiguidade Ocidental
Introdução à Arqueologia
Laboratório de Ensino: Arqueologia - métodos e técnicas
Arqueologia e Educação

Museu de Arqueologia e Etnologia, MAE/USP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador/Orientador
Outras informações
Coloborador/orientador no Programa de Pós-graduação em Arqueologia

Vínculo institucional

1999 - 2005
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista (Doutorado)

Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista (Iniciação Científica)

Atividades

03/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , MAE/ USP, .

Linhas de pesquisa
etnoarqueologia
05/2003 - 05/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, MAE/ USP, .

Cargo ou função
Representante Discente da Pós-Graduação no Conselho Deliberativo MAE/ USP.
03/2004 - 05/2004
Extensão universitária , MAE/ USP, .

Atividade de extensão realizada
Organização do II Ciclo de palestras dos Alunos da Pós-Graduação do MAE/ USP.
10/2003 - 12/2003
Extensão universitária , MAE/ USP, .

Atividade de extensão realizada
Organização do I Ciclo de Palestras do Alunos da Pós-Graduação MAE/ USP.
03/1997 - 06/1997
Estágios , MAE/ USP, .

Estágio realizado
Estágio Integrado MAE/ USP.

Département de Prehistoire du Muséum nationall d'histoire naturelle, MNHN, França.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: colaborador
Outras informações
Bolsa de pós-doutorado concedida pela Fondation Maison des sciences del'homme, dentro do programa Fernand Braudel Ifer incoming, com duração de três meses, entre junho e agosto de 201.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Pesquisador Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador
Outras informações
Pesquisador Colaborador no Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo.

Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador
Outras informações
Bolsista de pós-doutorado no Projeto "Origens e Microevolução do Homem na América: uma abordagem paleoantropológica", coordenado elo Dr. Walter Neves, associado ao Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos (LEEH), Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo. Financiamento FAPESP. Trancamento da referida bolsa de 01 de junho a 31 de agosto de 2011.

Atividades

03/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Biologia.

09/2008 - 07/2011
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, .

Linhas de pesquisa
Tecnologia e Territorio
08/2010 - 09/2010
Ensino, Arqueologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Uma História do Pensamento Arqueológico no Brasil

Institute of Archaeology UCL, IA UCL, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador
Outras informações
Desenvolvimento do projeto:Occupying the landscape and constructing territories: dispersion and diversification in the process of peopling of the Americas from a Brazilian context Colaboração de James Steele, Center for the Evolution of Cultural Diversity


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Pós-Doutorado, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador
Outras informações
Desenvolvimento atividades de pós-doutorado com financiamento do CNPq e FAPEMIG. Ministrou a disciplina "Etnoarqueologia". Orientou trablaho de conclusão de curso, participou de bancas de monografia e vem orientand iniciação científica.

Atividades

03/2007 - 07/2008
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Etnoarqueologia
07/2006 - 08/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Museu de História Natural, .


Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Desenvolvimento de atividades relacionadas à curadoria e análise de coleções líticas relacionadas a diferentes projetos. Coordenação de trabalhos de Consultoria para o setor de Arqueologia da Coordenação de Ciências Humanas do MPEG

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq
Outras informações
Projeto: Indústrias Líticas na Amazônia - proposta de análise para sítios Caçadores-coletores e de sítios de horticultores

Atividades

04/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Área de Arqueologia, .

05/2007 - 05/2007
Treinamentos ministrados , Área de Arqueologia, .

Treinamentos ministrados
Curso Introdutório de Análise de Vestígios Líticos

Universidade do Estado do Amazonas, UEA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 30
Outras informações
Disciplina Ministrada: Técnicas de Laboratório 1: Lítico (IBV0202). Carga Horária: 60horas. Nível: Curso Técnico Superior


Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 20
Outras informações
Disciplina Ministrada: Análise de Material Arqueológico Lítico. Carga Horária: 20horas. Nível: Curso de Especialização


Instituto Goiano de Pré-história e Antropologia, IGPA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Mini-curso: Paradigmas que persistem: uma história do pensamento arqueológico no Brasil. Carga horária: 12 horas. Nível: curso de extensão.



Linhas de pesquisa


1.
etnoarqueologia

Objetivo: Realizar estudos de coleção e e campo com a cultura materuial de diferentes grupos indígenas a fim de discutir a relação entre forma, estilo e função na elaboração, utilização e descarte de artefatos diretamente associados às práticas de subsistência, principlamnet arcos e flechas. A partir desses estudos procuramos caracterizar os diferentes fatores que interferem na composição formal desses artefatos e discutir sua relação com a variabilidade formal de pontas de projétil líticas encontradas no registro arqueológico..
Palavras-chave: Indústria Lìtica; Etnoarqueologia; variabilidade formal; estilo; forma; função.
2.
Indústrias líticas da Amazônia

Objetivo: Definir metodologias de análise de vestígios líticos em diferentes contextos na arqueologia amazônica, incluindo as ocupações associadas a grupos caçadores e coletores e a grupos ceramistas. Discutir a exist~encia e caracterização de territórios na Amazônia a partir da análise da diversidade tecnológica das indústrias líticas de diferentes regiões. Comparar a tecnologia lítica associada às ocupações do holoceno inicial e médio no sudeste do Pará com a região doTocantins a fim de definir uma região de fronteira entre Amazônia e Brasil Central..
Palavras-chave: Amazônia; Indústria Lìtica; Variabilidade tecnológica; Caçadores-coletores; Análise de Coleções.
3.
Indústrias líticas do Planalto central

Objetivo: Comparar diferentes contextos do planalto central a fim de discutir o significado da variabilidade tecnológica das indústrias líticas duante o Holoceno Inicial e Médio. Atualmente estão sendo foco da análise duas regiões, localizadas no norte de Minas e região central do Tocantins..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Arqueologia Pré-Histórica.
Palavras-chave: Indústria Lìtica; Variabilidade tecnológica; Arqueologia; Caçadores-coletores; Análise de Coleções; Levantamento regional.
4.
Tecnologia e Territorio

Objetivo: Essa linha de pesquisa tem como objetivo explorar o diálogo entre esses dois conceitos e a pluralidade de abordagens que tal discussão propicia. Alguns eixos temáticos abordados: como discutir paisagem e território a partir de diferentes categorias de vestígios; como mapear evidências da transformação da paisagem e formação de territórios em uma perspectiva regional e como conferir significados à construção da paisagem e percepção do território..
Palavras-chave: Arqueologia; centro-norte mineiro; Montes Claros; Paisagem; Temporalidade; Territorio.
5.
Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva
6.
História Indígena, Etnohistória e Arqueologia

Objetivo: O objetivo desta linha de pesquisa é refletir sobre as populações indígenas numa perspectiva de longa-duração, aliando abordagens teórico-metodológicas da história indígena, da etnohistória e da arqueologia. Tendo como eixo temático os ameríndios, a linha conjuga pesquisas etnográficas com análises de documentações textuais e materiais abarcando contextos atuais, coloniais e pré-coloniais. O conjunto de abordagens propostas pela linha se desdobra em temas tais como memória, representações e formas de interação, tecnologia e território, cotidiano, cultura material, tradição oral/escrita, e educação e formação intelectual. De caráter multidisciplinar, esta linha de pesquisa busca compreender a diversidade sócio-cultural destas populações atuais e pretéritas, pautando-se em reivindicações das comunidades indígenas com relação à memória, história e cultura. A integração dessas diferentes abordagens tem o intuito de conferir um caráter histórico para a situação contemporânea das populações indígenas, prerrogativa necessária para atuação em discussões relativas ao lugar do indígena na sociedade brasileira, sua diversidade e perspectivas de futuro..


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
FRONTEIRAS DO POVOAMENTO O LESTE DA AMÉRICA DO SUL NO FINAL DO PLEISTOCENO E OS DISCURSOS SOBRE ORIGENS DOS POVOS AMERÍNDIOS
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2018
Ocupando a Paisagem e Construindo Territórios: dispersão e diversificação no processo de povoamento do Planalto central Brasileiro
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Povoamento Inicial da América visto a partir do contexto arqueológico brasileiro
Descrição: O projeto ?Povoamento Inicial da América visto a partir do contexto arqueológico brasileiro? envolve uma cooperação científica entre uma instituição francesa e quatro instituições brasileiras de ensino e pesquisa. Pelo lado Francês integram essa proposta o Museun National d?Histoire Naturelle (MNHN) e o Museé Del?Homme. Pelo lado brasileiro a Universidade Federal de Santa Catarina, através do Programa de Pós-Graduação em História, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, também com o Programa de Pós-Graduação em História, a Universidade Federal de Minas Gerais, através do Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia e a Universidade Federal do Oeste do Pará, através do Curso de Graduação em Arqueologia. O estudo do processo de povoamento incial da América do Sul e, em especial, do contexto arqueológico brasileiro, tem sido construído ao longo de dois séculos a partir de diversas pesquisas, dentre as quais figuram especialmente Missões de pesquisa Francesas. Estas Missões têm gerado uma grande quantidade de dados e desempenhado um papel importante na formação de arqueólogos no Brasil. Nas últimas décadas, convênios entre instituições brasileiras e francesas relacionados a pesquisas sobre este tema têm sido realizados em diversas parte do país, como por exemplo, São Paulo (Universidade de São Paulo), Minas Gerais (Universidade Federal de Minas Gerais) e Pernambuco (Universidade Federal de Pernambuco). Ao mesmo tempo, há na arqueologia brasileira um amadurecimento das discussões relativas ao processo de povoamento inicial da América. Isso faz com que tenhamos na Arqueologia Brasileira atualmente um conjunto de dados significativos e propostas teórico-metodológicas diversas para lidar com o tema do povoamento inicial das terras baixas sul americanas. Nesse sentido, nossa proposta procura ao mesmo tempo reunir esses dados, construindo uma síntese do estado atual das pesquisas, e desenvolver uma reflexão a respeito do processo de construção do conhecimento atualmente disponível, conferindo especial atenção ao papel das missões francesas nessa construção. Aliado a estes dois temas, um terceiro ponto a ser desenvolvido no âmbito deste projeto envolve uma reflexão sobre as orientações metodológicas empregradas no estudo do processo de povoamento inicial da América que, muitas vezes, tem sido polarizada em torno de uma perspectiva francesa versus uma perspectiva norte-americana. Nosso intuito, neste caso, é desconstruir essa oposição, evidenciando o caráter histórico e político que a sustenta e, ao mesmo tempo, apresentar uma proposta que conjugue as principais diretrizes apresentadas por pesquisadores franceses e norte-americanos, enfatizando a possibilidade de complementaridade entre ambas. Com base nesses dados pretendemos construir um modelo arqueológico para período relativo ao fim do Pleistoceno e início do Holoceno que incorpore a discussão a respeito dos processos envolvidos na dinâmica de ocupação de locais pouco ou ainda não habitados, explorando os mecanismos de decisão que envolvem os movimentos de migração e os processos de reprodução e manutenção dos grupos humanos que sustentam e viabilizam esses deslocamentos, tal como tem sido desenvolvido para outras regiões do continente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Andrei Isnardis - Integrante / Adriana Dias - Integrante / Agueda Vilhena Vialou - Integrante / Denis Vialou - Integrante / Claide P. Moraes - Integrante / Antoine Lourdeau - Integrante / Marylène Pathou-Mathis - Integrante.
2014 - 2017
Arqueologia do Litoral Central de Santa Catarina
Descrição: De acordo com as pesquisas até hoje realizadas na ilha e adjacências há evidências que apontam para ocupação dessa região a partir do Holoceno Médio. As primeiras evidências relacionam-se a ocupação sambaquieira que se estende até o Holoceno Recente. No final do período relacionado à construção e ocupação dos sambaquis surgem as primeiras evidências que apontam para uma ocupação possivelmente vinculada à populações Jê, marcada no registro arqueológico pela presença de cerâmica Itararé em sítios cujo substrato é composto, assim como nos sambaquis, por grande quantidade de conchas e vestígios faunísticos. A ocupação Guarani corresponde ao período para o qual dispomos ainda de poucas informações, mas segundo uma das datas disponíveis ela teria se iniciado por volta do ano 1000 de nossa Era. Esta é, de forma muito sintética, a sequência crono-cultural que dispomos atualmente para discussão da dinãmica de ocupação da Ilha de Santa Catarina durante o longo período que antecede a invasão européia a partir do século XVI. Assim como em diversos partes do Brasil a História desse longo período é compartimentada, sub-dividida e, muitas vezes estudada de forma individualizada, dificultando a compreensão da dinâmica de interação entre as populações humanas que ocuparam esse local e construíram, a partir de sua interação, a paisagem encontrada pelos espanhóis e portugueses que aí aportaram no século XVI. Com este projeto pretendemos contribuir para esta discussão olhando para estas três ocupações da ilha não como ?eventos sequenciais/lineares? , mas como formas distintas de interação com as paisagens do litoral central de SC, que se entrecruzam no tempo e se definem a partir dessa interação. Nosso objetivo é discutir as possíveis conexões entre essas ocupações, enfocando não só continuidades e rupturas, mas também a dinâmica envolvida durante uma sincronicidade na ocupação da Ilha de Santa Catarina por esse três ?conjuntos culturais? distintos ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Lucas Bond Reis - Integrante / Bruno Jorge Bee - Integrante / Isabela Silva Muller - Integrante / Gabriela Oppitz - Integrante / Beatriz Mendes - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Florianopolis Arqueologica
Descrição: Pesquisada desde o início do século XX, a Ilha de Santa Catarina conta com mais de 200 sítios arqueológicos já identificados, vinculados a diferentes períodos e a distintas dinâmicas de ocupação e transformação da paisagem. Apesar do conhecimento acerca da localização dos sítios, do potencial e da importância destes para o conhecimento do processo histórico de ocupação da região e para definição de políticas publicas relacionadas ao Patrimônio Cultural, poucas foram as ações destinadas ao seu estudo e preservação ao longo de todo o século XX. Esta situação tem se agravado nas últimas décadas devido ao intenso processo de adensamento populacional somado à intensificação da exploração turística de Florianópolis, atividades que levaram a um aumento exponencial do impacto aos sítios arqueológicos. A fim de contribuir para discussão desse tema o projeto ?Florianópolis Arqueológica? envolve a realização de um conjunto de atividades voltadaspara identificação, registro e avaliação dos sítios arqueológicos já identificados no Município de Florianópolis. Seus objetivospodem ser subdividos em trêseixos principais: 1. Fornecer subsídios para elaboração de um Programa de Gestão do Patrimônio Arqueológico que articule de maneira eficaz e positiva a Preservação dos sítios arqueológicos, sua divulgação junto à comunidade e as demandas de crescimento urbano sustentável apresentadas pelo Município; 2.Integrar alunos dos cursos de História e áreas afins na realização de todo o conjunto de atividades do projeto, incluindo as etapas de levantamento em campo, propiciando uma formação complementar para os alunos interessados em aprimorar sua formação em Arqueologia; 3. Divulgar a existência e importância dos sítios arqueológicos do Município de Florianópolis e incentivar a realização de pesquisas arqueológicas sobre o tema. Com esta configuração o presente projeto procura integrar em sua proposta atividades de pesquisa, ensino e extensão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Lucas Bond Reis - Integrante / Bruno Jorge Bee - Integrante / Isabela Silva Muller - Integrante / Anressa Lima - Integrante / Gabriela Oppitz - Integrante / Beatriz Mendes - Integrante / Stela Schenato - Integrante / André Guimarães - Integrante / Angela S. Salvador - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
A variabilidade tecnológica dos conjuntos líticos nos sambaquis de Santa Catarina e o processo de ocupação da costa meridional brasileira no Holoceno Médio
Descrição: O presente projeto está orientado para análise e discussão da variabilidade tecnológica dos conjuntos líticos oriundos de sambaquis localizados em diferentes regiões do Estado de Santa Catarina. Pretendemos realizar uma análise do conjunto geral dos vestígios líticos de diferentes sambaquis já escavados em diferentes regiões do Estado e disponíveis em coleções acondicionadas no Museu de Arqueologia e Etnologia Professor Oswaldo Rodrigues Cabral, gerando parâmetros qualitativos e quantitativos para estabelecer comparações sincrônicas e diacrônicas que nos permitam investigar a existência de variações estilísticas possivelmente relacionadas a questões de Identidade e Território. Neste sentido, essa proposta trabalhará com os conceitos de organização tecnológica, performance e características de performance, seguindo propostas da Antropologia da Tecnologia, segundo a qual as escolhas efetuadas ao longo de toda a cadeia de produção, utilização, circulação e descarte, estão imbuídas simultaneamente de razões práticas e simbólicas, constituindo ao mesmo tempo um índice de adaptabilidade e etnicidade. A realização desse projeto contribuirá também para consolidação da parceria entre o Laboratório de Estudos Interdisciplinares em Arqueologia, recentemente criado no Departamento de História e o Museu de Arqueologia e Etnologia Professor Oswaldo Rodrigues Cabral. Tal parceria é um passo fundamental para integração das atividades de ensino e pesquisa na área de Arqueologia da UFSC..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Lucas Bond Reis - Integrante / Bruno Jorge Bee - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2012 - 2013
A Arqueologia nos relatórios de Impacto Ambiental do Estado de Santa Catarina
Descrição: Este projeto visa a realização de um amplo levantamento dos relatórios de arqueologia que têm sido produzidos pelos Estudos de Impacto Ambiental no Estado de Santa Catarina nos últimos 10 anos. Para sua realização será elaborada uma ficha de leitura dos relatórios que destaque pontos principais relativos à metodologia utilizada em campo e laboratório, às ações propostas e realizadas com relação à guarda e preservação do patrimônio, assim como às atividades propostas para inclusão das comunidades locais na produção e extroversão do conhecimento. Com esse projeto pretendemos criar subsídios para elaborar dois produtos distintos e complementares: 1) atualização dos dados referentes ao contexto arquelógico de Santa Catrina, com elaboração de mapas indicando a localização dos sítios arqueológicos já identificados e, na medida do possível, sua distribuição cronológica (o que dependerá da disponibilidade de datações absolutas obtidas e divulgadas nos relatórios analisados); 2) Definição de critérios objetivos para uma discussão crítica com relação a Arqueologia de Contrato realizada no Estado de Santa Catarina. Esse projeto será realizado em parceria com o IPHAN, sub-regional de Santa Catarina, onde todos os relatórios se encontram depositados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Beatriz Mendes - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
2010 - 2013
Tecnoogia e Território. Dispersão e Diversificação no povoamento do planalto central brasileiro
Descrição: O projeto ?Tecnologia e Território: dispersão e diversificação no povoamento do Planalto Central Brasileiro? pretende discutir o processo de ocupação do Planalto Central Brasileiro entre o final do Pleistoceno e o Holoceno Médio a partir da seleção de duas questões:a) antiguidade e diversificação do processo de ocupação da região e b) ruptura e regionalização entre o Holoceno Inicial e Médio. A fim de abordar tais questões integramos duas linhas de atuação: a) trabalhos de campo na região do Lajeado, médio rio Tocantins, para a qual dispomos de uma sequência de datas consistentes para o Holoceno Inicial e Médio; b) uma comparação quantitativa entre conjuntos líticos da região do Lajeado e de outras áreas chave para compreensão da abrangência, significado e variabilidade relativa ao processo de ocupação do Planalto Central..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Temporalidades da Lapa Grande: uma história sobre pessoas e cavernas no norte mineiro
Descrição: O projeto ?Temporalidades da Lapa Grande: uma história sobre pessoas e cavernas na ocupação do norte mineiro? representa o desdobramento de uma pesquisa iniciada na região desde 2006. Centrada inicialmente na análise das indústrias líticas, a pesquisa foi ampliada e abrange hoje uma ampla gama de vestígios, contextos e períodos. Essa ampliação, propiciada, por um lado, pelas ótimas condições de preservação dos vestígios arqueológicos apresentadas pelos abrigos da região, e por outro, pela necessidade de atuação junto a comunidade em função da criação do Parque Estadual da Lapa Grande, tem incentivado a adoção de uma abordagem interdisciplinar. Com o crescimento do projeto e a incorporação de novas parcerias o objetivo atual é compreender o processo de construção e significação da paisagem regional numa perspectiva de longa-duração. Assim, ?Temporalidades da Lapa Grande? trata de como se constroem Paisagens, sobre a temporalidade dos espaços antropizados, sobre a materialização, manutenção e transformação da memória no sertão brasileiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Arqueologia no carste de Lagoa Santa: um estudo de caso sobre a Lagoa do Sumidouro
Descrição: O presente projeto fez parte em uma pesquisa ainda em andamento cujo objetivo é investigar o processo de ocupação do Brasil Central, com ênfase no período compreendido entre final do Pleistoceno e Holoceno Médio, principalmente através da análise de vestígios líticos. Há duas perguntas fundamentais no âmbito dessa discussão: 1) antiguidade e dispersão, e 2) transição e diversificação. Para abordá-las trabalharemos com os conceitos de variabilidade e variação com o intuito de identificar e distinguir padrões através da caracterização de sua diversidade interna. O principal tema da pesquisa envolve a discussão sobre a associação entre tecnologia, mobilidade e território. No caso do projeto em tela esse tema será discutido a partir da inclusão de sítios a céu aberto localizados no entorno da Lagoa do Sumidouro, à amostra já constituída pelo projeto ?Origem e Microevolução do Homem na América?, coordenado por Walter Neves. Através da associação e comparação entre sítios a céu aberto e abrigos procuramos construir uma visão dinâmica sobre o processo de ocupação do carste de Lagoa Santa. Este projeto conta com o apoio institucional do Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos do Instituto de Biociências da USP e financiamento da FAPESP..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2010
Occupying the landscape and constructing territories:dispersion and diversification in the process of peopling of the Americas from a Brazilian context
Descrição: To accomplish this objective dialog with professionals at the Institute of Archaeology is an essential step since similar models have already been made and applied in other regions of America for the study of the same process. The knowledge of the methodology involved and the debate on human behavior and the formation and diversification of territories are fundamental to anchor this discussion on a solid base. In this sense, my permanence in the Institute has as its main goal an alignment of this dialogue to the sharing of solid theoretical starting point. In practical terms, we intend to bring new data to be analyzed according to appropriate and already applied methods (Steele et al 1995, 1998) for the construction of models about peopling and dispersion of human groups in different regions and periods. The aim of this proposal is to discuss the process of the peopling of the Americas using two sets of related data: a bibliographical review of Brazilian archaeology and case studies from two areas in central Brazil. Despite its great potential this issue is still poorly explored. Attempting to fill this gap, this research was developed as a contribution to the study of population dispersals within Brazil and the decision making involved in the settlement of new territories..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2011
Tecnologia Lítica no Brasil Central. Diversificação e Regionalização no Holoceno Inicial
Descrição: O presente projeto de pós-doutorado pretende investigar o processo de ocupação do Brasil Central, com ênfase no período compreendido entre final do Pleistoceno e Holoceno Médio, principalmente através da análise de vestígios líticos. Há duas perguntas fundamentais no âmbito dessa discussão: 1) antiguidade e dispersão, e 2) transição e diversificação. Para abordá-las trabalharemos com os conceitos de variabilidade e variação com o intuito de identificar e distinguir padrões através da caracterização de sua diversidade interna. Selecionamos duas áreas como foco dessa pesquisa, localizadas em pontos extremos dessa macro-região: Lagoa Santa, MG e Lajeado, TO. Esta pesquisa será realizada no Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos do Instituto de Biociências da USP e está relacionada aos trabalhos desenvolvidos na instituição no âmbito do Projeto Temático ?Origem e Microevolução do Homem na América?, coordenado por Walter Neves. Nossa proposta de trabalho perpassa todos os eixos de pesquisa abarcados pelo referido projeto temático, mas muda o foco de análise e amplia a área geográfica de atuação, mantendo a discussão do mesmo conjunto de questões. Neste projeto a atenção se volta de forma mais específica para a associação entre tecnologia, mobilidade e território..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Tecnologia e Território. Arqueologia pré-histórica de Montes Claros no contexto do centro-norte mineiro
Descrição: O projeto ?Tecnologia e Território. Arqueologia pré-histórica de Montes Claros no contexto do centro-norte mineiro? visa ampliar o conhecimento acerca do processo de ocupação do norte mineiro ao longo do Holoceno, através da caracterização do contexto arqueológico pré-histórico do Município de Montes Claros e de sua comparação com outras áreas dessa região, como o vale do rio Peruaçu, Montalvânia, Varzelânida, serra do Cabral, Diamantina e Lagoa Santa. O objetivo central do projeto de pesquisa é discutir a caracterização e definição de territórios no norte mineiro durante o Holoceno, enfatizando a questão da classificação e do significado da variabilidade tecnológica das indústrias líticas dessa região. O norte mineiro foi escolhido como uma área chave para implantação de um projeto com essas perspectivas em função do conhecimento já construído e do potencial apresentado, tanto no que diz respeito à diversidade de contextos em âmbito espacial quanto à profundidade e continuidade temporal das ocupações. A presente pesquisa representa um desdobramento e uma continuidade das atividades realizadas durante vigência do Programa de Pós-doutorado Júnior CNPq, vinculado ao Departamento de Sociologia e Antropologia da FAFICH/UFMG entre julho de 2006 e junho de 2007..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 7
2007 - 2009
Territorialidade e diversidade cultural no Planalto Central: o contexto arqueológico do Lajeado, TO
Descrição: Projeto de Pesquisa.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
Territorialidade e diversidade cultural no norte mineiro: o contexto arqueolíogico de Montes Claros, MG
Descrição: Projeto de Pós-doutorado realizado junto ao departamento de Sociologia e Antropologia da UFMG. Seu objetivo é discutir a existência e caracterização de territórios no norte de Minas Gerais a partir dõ estudo da variabilidade tecnológica das indústrias líticas associadas ao Holoceno Inicial e Médio, especificamente na região de Montes Claros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2007
Das pedras aos Homens: o processo de ocupação do Planalto Central Brasileiro
Descrição: Projeto de Pós-Doutorado com o objetivo de discutir o significados da variabilidade tecnológica das Indústrias Líticas do Brasil Central..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Victor Barbosa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 2
2005 - 2008
Indústrias líticas da Amazônia: o contexto arqueológico de Carajás
Descrição: Projeto de Pesquisa em colaboração com pesquisadores do Museu Goeldi para análise das coleções líticas associadas a três diferentes projetos na região de Carajás: Projeto Sossego, Projeto Salobo e Projeto Carajás.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Edithe Pereira - Integrante / Maura Imazio da Silveira - Integrante / Marcos Magalhães - Integrante.Financiador(es): Museu Paraense Emílio Goeldi - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 3
2003 - 2004
Análise e Curadoria das Flechas da Coleção Etnográfica Lux Vidal, MAE/ USP
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2005
Variabilidade Tecnológica nos sítios Líticos da região do Lajeado, Médio Rio Tocantins
Descrição: Projeto de Doutorado.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2002
Caçadores-Coleores do Médio Rio Tocantins: Estudo piloto com Sítios Líticos da região do Lajeado
Descrição: Projeto de mestrado.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
1997 - 1999
Pesquisas Arqueológicas no Ribeirão Queimador, Médio vale do Rio Tietê.
Descrição: Projeto de Iniciação Científica.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2014 - Atual
Arqueologia nas Escolas: educação e preservação do patrimonio Arqueológico em Florianópolis
Descrição: O Projeto Arqueologia nas Escolas prevê a realização de uma série de atividades voltadas para a divulgação da Arqueologia como campo de saber científico e, mais especificamente, sobre Arqueologia de Florianópolis, em escolas da rede Municipal e Estadual do Município de Florianópolis, com foco no ensino médio. O intuito do projeto é fomentar o interesse de alunos pela arqueologia em geral e divulgar o patrimônio arqueológico do Município como um meio para simultaneamente discutir a história da lha na longa duração e chamar a atenção para a importância e necessidade de preservação deste patrimônio que, nas últimas décadas tem sofrido uma enorme pressão decorrente do adensamento urbano pelo qual o município vem passando..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Stela Schenato - Integrante / Patricia Fontana - Integrante.
2012 - 2014
Divulgando a Arqueologia: uma ação integrada entre o Acervo Arqueológico do Museu Universitário, a criação de coleções didáticas e a arqueologia experimental
Descrição: O presente projeto tem por objetivo desenvolver atividades de extensão relacionadas à divulgação da Arqueologia. Estas atividades envolvem diferentes esferas de produção e disponibilização do conhecimento, atingindo diferentes tipos de público. A atividade de base, fundamental e indispensável, voltada para preservação e divulgação do Patrimônio Arqueológico de Santa Catarina envolve a organização do acervo arqueológico do Museu Universitário Oswaldo Rodrigues Cabral. A realização dessa atividade representa um aspecto crucial no desenvolvimento de propostas voltadas para divulgação do acervo e extroversão do conhecimento produzido através de seu estudo. Tal atividade será realizada através de uma parceria entre o recém-criado Laboatório de Estudos Interdisciplinares em Arqueologia do Departamento de História e o Museu Universitário. Essa parceria procura integrar interesses mútuos relativos ao Patrimônio Arqueológico de Santa Catarina e o desenvolvimento de atividades de extensão por parte de alunos de graduação vinculados a diferentes cursos da UFSC. Com base nas características das coleções integrantes do acervo arqueológico da instituição pretendemos elaborar duas coleções didáticas que atinjam diferentes públicos e objetivos, viabilizando assim o acesso ao conteúdo do acervo. Ambas as coleções estão voltadas, de um modo geral, para familiziar o público com as principais categorias de vestígio encontradas em sítios arqueológicos do Estado de Santa Catarina. Para esse objetivo as coleções deverão conter ao menos um exemplar das principais categorias de vestígio encontradas tanto em sítios pré-históricos quanto em sítios históricos. Uma das coleções terá como publico alvo estudantes de graduação, docentes e pesquisadores, podendo ser disponibilizada para utilização em sala de aula, palestras e demais atividades de ensino na Universidade Federal de Santa Catarina. A particularidade desta coleção será a inclusão de categorias de vestígio mais diversas, que tragam.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Lucas de Melo Reis Bueno - Coordenador / Teresa Fossari - Integrante / Bruno Jorge Bee - Integrante / Fernanda Soares - Integrante / Isabela Silva Muller - Integrante / Bianca Andrade - Integrante / Anressa Lima - Integrante / Marcel Silva - Integrante / Gabriela Oppitz - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.


Outros Projetos


2011 - 2011
Peopling the South American Inland:routes, chronology and cultural diversity
Descrição: The Peopling of the Americas started with the occupation and transformation of a landscape previously not inhabited by humans. The first migrants arrived in a land that was never occupied before. There was a whole continent to occupy, new lands to be discovered and new decisions and choices to be made. But first of all, they needed to learn, to map this landscape with their previous knowledge, looking for places and references that they could recognize to situate themselves in this new world, attaching them to this landscape and constructing territories. In this project I am concerned with this initial period of entrance, dispersal and cultural diversification in the peopling of eastern South America. What were the initial routes that were chosen for this first entrance, how many episodes of entrance and what choices did these first inhabitants make in terms of technology, subsistence and modes of displacement. The aim of this proposal is to discuss the process of the peopling of South American Inlands using two sets of related data: a bibliographical review of eastern South America, focusing on Brazilian archaeological context and case studies from two areas in central Brazil - Lajeado, TO, and Jangada, MT..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2014 - Atual
Periódico: Latin American Antiquity
2010 - Atual
Periódico: Revista de Arqueologia (Sociedade de Arqueologia Brasileira. Impresso)
2010 - Atual
Periódico: Arqueologia em Debate
2008 - 2010
Periódico: Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Revista de Arqueologia (Belém)
2006 - Atual
Periódico: Boletim do Museu Paraense Emilio Goeldi. Antropologia
2009 - Atual
Periódico: Amazônica Revista de Antropologia (ISSN 1984-6215)
2011 - Atual
Periódico: Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia
2013 - Atual
Periódico: Antiquity (Cambridge)
2014 - Atual
Periódico: Latin American Antiquity
2013 - Atual
Periódico: Quaternary International


Revisor de projeto de fomento


2016 - Atual
Agência de fomento: Agencia Nacional de Promoción Científica y Tecnológica
2015 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Arqueologia Pré-Histórica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Teoria e Método em Arqueologia.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Etnoarqueologia.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Tecnologia Lítica.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2010
Bursary Award, Center for the Evolution of Cultural Diversity - UCL, London.
2007
Concurso de teses e dissertações do MAE/USP anos 2004-2006, Museu de Arqueologia e Etnologia da USP.
1998
Menção Honrosa no VI PIBIC, CNPq.
1997
Menção Honrosa no V PIBIC, CNPq.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BUENO, LUCAS2018BUENO, LUCAS; ISNARDIS, ANDREI . Peopling Central Brazilian Plateau at the onset of the Holocene: Building territorial histories. QUATERNARY INTERNATIONAL, v. 473, p. 144-160, 2018.

2.
BUENO, L.2017BUENO, L.; BRAGA, A. S. ; Betarello, J. . Abrigo do Jon e a dinâmica de ocupação do Abrigo do Jon e a dinâmica de ocupação do médio Toc médio Tocantins ao longo do antins ao longo do Holoceno? para a publicação 'Territórios e Culturas Holoceno. ESPECIARIA (UESC), v. 17, p. 115-149, 2017.

3.
COSTA, THIAGO G.2017COSTA, THIAGO G. ; DE M. CORREIA, MARCELINO D. ; REIS, LUCAS BOND ; DOS SANTOS, SAILER S. ; MACHADO, JULIANA SALLES ; BUENO, LUCAS ; DA SILVA MÜLLER, ISABELA . Spectroscopic characterization of recently excavated archaeological potsherds of Taquara/Itararé tradition from Tobias Wagner site (Santa Catarina - Brazil). Journal of Archaeological Science: Reports, v. 12, p. 561-568, 2017.

4.
BUENO, LUCAS2015BUENO, LUCAS; DIAS, A. . povoamento inicial da america do sul: contribuições do contexto brasileiro. Estudos Avançados (USP. Impresso), v. 29, p. 119, 2015.

5.
BUENO, LUCAS2014BUENO, LUCAS. Comment on Zedeño et al. Landscape Engineering and Organizational Complexity among Late Prehistoric Bison Hunters of the Northwestern Plains. Current Anthropology, v. 55, p. 43-44, 2014.

6.
DIAS, ADRIANA SCHMIDT2014DIAS, ADRIANA SCHMIDT ; BUENO, LUCAS . More of the same. Antiquity (Cambridge), v. 88, p. 943-945, 2014.

7.
3BUENO, L.;BUENO, LUCAS2013BUENO, L.; Feathers, James ; Paulo De Blasis . The formation process of a paleoindian open-air site in Central Brazil: integrating lithic analysis, radiocarbon and luminescence dating. Journal of Archaeological Science, v. xx, p. 1-14, 2013.

8.
2BUENO, LUCAS2013 BUENO, LUCAS; DIAS, ADRIANA SCHMIDT ; STEELE, JAMES . The Late Pleistocene/Early Holocene archaeological record in Brazil: A geo-referenced database. Quaternary International, v. 301, p. 74-93, 2013.

9.
1BUENO, LUCAS2013BUENO, LUCAS; PRATES, LUCIANO ; POLITIS, GUSTAVO G. ; STEELE, JAMES . A Late Pleistocene/early Holocene archaeological 14C database for South America and the Isthmus of Panama: Palaeoenvironmental contexts and demographic interpretations. Quaternary International, v. 301, p. 1-2, 2013.

10.
BUENO, L.2013BUENO, L.. Tecnologia e Território no Centro norte mineiro: um estudo de caso na região de Montes Claros, MG, Brasil. Revista Espinhaço, v. 2, p. 168-186, 2013.

11.
Shock, M.2013Shock, M. ; KIPNIS, R. ; BUENO, L. ; SILVA, F. M. . A chronology of the introduction of domesticated plants in Central Brazil. Tipiti, v. 11, p. 52, 2013.

12.
4BUENO, L.;BUENO, LUCAS2012BUENO, L.. Resenha - Nossa Origem: o povoamento das Américas. Revista Habitus, v. 2, p. 307-309, 2012.

13.
5BUENO, L.;BUENO, LUCAS2011BUENO, L.. Arqueologia, Patrimônio e Sociedade: quem define a agenda?. Esboços (UFSC), v. 18, p. 55-72, 2011.

14.
6BUENO, L.;BUENO, LUCAS2010 BUENO, L.. Beyond Typology: Looking for Processes and Diversity in the Study of Lithic Technology in the Brazilian Amazon. Journal of World Prehistory, v. 23, p. 121-143, 2010.

15.
7BUENO, L.;BUENO, LUCAS2010BUENO, L.. Tecnologia lítica, cronologia e sequencia de ocupação: o estudo de um sítios a céu aberto na região de Lagoa Santa. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 20, p. 91-107, 2010.

16.
9BUENO, L.;BUENO, LUCAS2008BUENO, L.. The Early Holocene in Central Brazil: New Dates from Open-Air Sites. Current Research in the Pleistocene, v. 25, p. 29, 2008.

17.
8BUENO, L.;BUENO, LUCAS2008BUENO, L.; BARBOSA, V. ; GOMES, W. . Resgatando Coleções: a Lapa Pequena de Montes Claros revisitada. Canindé (MAX/UFS), v. 12, p. 47-80, 2008.

18.
11BUENO, L.;BUENO, LUCAS2007BUENO, L.. Resenha A. Vialou (Org.) A Pré-história do MAto Grosso: Cidade de Pedra. Arqueología Suramericana, v. 3, p. 262-264, 2007.

19.
10BUENO, L.;BUENO, LUCAS2007BUENO, L.; Pereira, E. . Industrias Líticas em Sítios Cerâmicos na Amazônia: um estudo do sítio Domingos, Canaã dos Carajás, Pará. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 17, p. 99-126, 2007.

20.
12BUENO, L.;BUENO, LUCAS2006BUENO, L.. As Indústrias Líticas da região do Lajeado e sua inserção no contexto do Brasil Central. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 15/16, p. 37-58, 2006.

21.
13BUENO, L.;BUENO, LUCAS2005BUENO, L.. O Sítio Lajeado 1 e os Palimpsestos do Brasil Central. Revista de Arqueologia (Belém), v. 18, p. 25-42, 2005.

22.
15BUENO, L.;BUENO, LUCAS2004BUENO, L.. Variabilidade Tecnológica das indústrias líticas no Brasil entre final do Pleistoceno e Holoceno Médio: uma questão metodológica. Revista do CEPA, Santa Cruz do Sul, v. 28, n.39, p. 131, 2004.

23.
14BUENO, L.;BUENO, LUCAS2004BUENO, L.. Resenha: Prous, A. Apuntes para el etudio de las industrias líticas.. Revista de Arqueologia (Belém), v. 17, p. 125-132, 2004.

24.
16BUENO, L.;BUENO, LUCAS2003BUENO, L.. Estilo, Forma e Função: das flechas Xikrín aos artefatos líticos. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, v. 13, p. 211-226, 2003.

25.
17BUENO, L.;BUENO, LUCAS2003BUENO, L.. Paradigmas que persistem: as origens da Arqueologia no Brasil. Revista eletrônica ComCiência, tema: Arqueologia. SBPC/Labjor, http://www.comciencia.br, v. 2, p. 7, 2003.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BUENO, L.. Variabilidade Tecnológica nos sítios líticos da região do Lajeado, médio Tocantins. São Paulo: Imprensa Oficial, 2007. v. 1. 215p .

2.
BUENO, L.; Isnardis, A. (Org.) . Das Pedras aos Homens. Estudos de Tecnologia Lítica na Arqueologia Brasileira. 1. ed. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2007. v. 1. 270p .

Capítulos de livros publicados
1.
BUENO, L.; Isnardis, A. . Lithic technology in Lagoa Santa in the Early Holocene. In: Da-Gloria, P.; Neves, W.; Hubbe, M.. (Org.). Archaeological and Paleontological Research in Lagoa Santa. 1ed.: Springer, 2017, v. , p. 345-372.

2.
SALVADOR, A. S. ; Reis, Lucas ; BUENO, L. . A ocupação da Ilha do Arvoredo e do Litoral catarinense: uma história de longa duração. In: Segal, B.; Freire, A.; Lindner, A.; Krajewski, J.; Soldateli, M.. (Org.). MAArE. Monitoramento ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e entorno. 1ed.Florianópolis: UFSC, 2017, v. , p. 133-141.

3.
BUENO, LUCAS; Isnardis, A. . Tecnologia Lítica em lagoa Santa no Holoceno Inicial. In: Da-Glória, Pedro; Neves, Walter; Hubbe, Mark. (Org.). Lagoa Santa. História das Pesquisa Arqueológicas e Paleontológicas. 1ed.: Annablume, 2016, v. , p. 120-135.

4.
DIAS, A. ; BUENO, L. . The Initial Colonization of Eastern South American Lowlands: Brazilian archaeology contributions to Settlement of America models. In: Graf, K.; Vetron, C.; Waters, M.. (Org.). Paleoamerican Odissey. 1ed.Texas: Texas A&M University Press, 2014, v. 1, p. 339-357.

5.
DIAS, A. ; BUENO, L. . The Initial Colonization of Eastern South American Lowlands: Brazilian archaeology contributions to Settlement of America models. In: Kelly Graf, Caroline Vetron, Michael Waters. (Org.). Paleoamerican Odissey. 1ed.Texas: Texas A&M, 2013, v. , p. 339-357.

6.
BUENO, L.. L?occupation initiale du Brésil dans une perspective macro-régionale:les cas de l?Amazonie, du Nordeste et du centre du Brésil. In: Denis Vialou. (Org.). Peuplements et préhistoire en Amérique. 1ed.Paris: CTNRS, 2011, v. 1, p. 209-220.

7.
BUENO, L.. Um estudo da variabilidade formal das flechas Xikrin a partir de uma perspectiva arqueologica. In: Fabiola Andrea Silva; Cesar Gordon. (Org.). Xikrin. Uma coleção etnografica.. 1ed.São Paulo: edusp, 2011, v. , p. 151-172.

8.
BUENO, L.. A Amazônia brasileira no Holoceno Inicial: tecnologia lítica, cronologia e processos de ocupação. In: Edithe Pereira; Vera Guapindaia. (Org.). Arqueologia Amazônica. Belém: Museu Paraense Emilio Goeldi, 2010, v. 2, p. 545-560.

9.
BUENO, L.. Organização Tecnológica e Teoria do Design: entre estratégias e características de performance. In: Bueno, Lucas; Isnardis, Andrei. (Org.). Das Pedras aos Homens. Estudos de Tecnologia lítica na Arqueologia Brasileira. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2007, v. , p. 67-94.

10.
BUENO, L.; Isnardis, A. . Introdução. In: Bueno, L.; Isnardis, A.. (Org.). Das Pedras aos Homens. Estudos de Tecnologia Lítica na Arqueologia Brasileira. 1ed.Belo Horizonte: Argvmentvm, 2007, v. , p. 9-21.

11.
BUENO, L.. Variabilidade tecnológica nos sítios líticos do Lajeado. In: De Blasis, P. & Robrahn-Gonzalez, E. (Coord.). (Org.). Programa de Resgate Arqueológico da UHE Lajeado ? Relatório Final. : , 2003, v. 3, p. 65-93.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BUENO, L.. A ocupação paleoindígena da região do Lajeado. In: XXIV Congresso Internacional de Americanistas, 2002, São Paulo. Anais XXIV Congresso Internacional de Americanistas, 2002.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BUENO, L.. Ocupação Antiga da Amazônia no início do Holoceno. In: I Encontro Internacional de Arqueologia Amazônica, 2008, Belém, PA. Caderno de Resumos EIAA 2009. Belém, 2008.

2.
BUENO, L.. Organização tecnológica e Teoria do Design: entre estratégias e características de performance. In: Simpósio Internacional Tecnologia Litica no Brasil: fundamentos teóricos, problemas e perspectivas de pesquisa, 2007, Belo Horizonte. Simpósio Internacional Tecnologia Lítica no Brasil: Caderno de Resumos, 2007.

3.
MIGLIACCIO, M. C. ; BUENO, L. . Indústria Lìtica Descalvados: a importância do material lítico na discussão de uma ocupação ceramista. In: XIII Congresso SAB: Arqueologia, Patrimônio e Turismo, 2005, Campo Grande. XIII Congresso SAB: Resumos, 2005.

4.
BUENO, L.. Indústrias Líticas, organização tecnológica e variabilidade cultural no Brasil Central: um estudo de caso no médio rio Tocantins. In: XIII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2005. Resumos do XIII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2005.

5.
BUENO, L.; Paulo De Blasis . Technological Organization and Mobility in Central Brazil at early Holocene. In: 70th Annual Meeting of the Society for American Archaeology (SAA), 2005, Salt Lake City. Proceedings of the 70th Annual Meeting of the Society for American Archaeology, 2005.

6.
BUENO, L.. Variabilidade Tecnológica das indústrias líticas no Brasil entre final do Pleistoceno e Holoceno Médio: uma questão metodológica. In: XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2003, São Paulo. Resumos XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2003.

7.
BUENO, L.. Estilo x função: as flechas Xikrín da Coleção Lux Vidal. In: XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2003, São Paulo. Resumos XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2003.

8.
BUENO, L.. Variabilidade tecnológicas nos sítios líticos do Lajeado. In: XI Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB) Arqueologia no novo Milênio, 2001, Rio de Janeiro. Resumo XI Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), 2001.

Artigos aceitos para publicação
1.
BUENO, L.. Arqueologia do Povoamento Inicial da América ou História Antiga da América: quão antigo pode ser um ?novo Mundo??. BOLETIM DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI. CIÊNCIAS HUMANAS, 2019.

2.
Reis, Lucas ; ALMEIDA, F. ; BUENO, L. . Entre estruturas e pontas: o contexto arqueológico do Alto vale do Itajai do Sul e o povoamento do Brasil meridional. BOLETIM DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI. CIÊNCIAS HUMANAS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
BUENO, L.. The archaeology of middle Tocantins river and its implications to understand the occupation process of Central Brazilian Plateau. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BUENO, L.; DIAS, A. . Povoamento como processo: ritmos de deslocamento e dispersão nas Américas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Prates, L. ; Steele, J. ; BUENO, L. ; SILVA, F. ; Politis, G. . Radiocarbon age of the eraly peopling of South america. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BUENO, L.; Isnardis, A. . Mobility and Territoriality in the Early Peopling of Central Brazilian Plateau. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
BUENO, L.. Peopling the eastern South America: occupying the landscape and constructing territories in Central Brazilian Plateau during Pleistocene/Holocene transition. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
BUENO, L.. Abandonment as movement: discussing gaps and territories in the occupation process of Central Brazilian Plateau. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BUENO, L.. Indígenas na Universidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
BUENO, L.. A licenciatura intercultural indígena na UFSC. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
BUENO, L.; Betarello, J. . Tecnologia e Território no médio rio Tocantins: implicações para o povoamento do Planalto Central Brasileiro no Holoceno Inicial. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
BUENO, L.; DIAS, A. ; Steele, J. . Constructing a database of Late Pleistocene/Early Holocene archaeological C14 dates for South and Central America. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
Borrero, L. ; Franco, N. ; BUENO, L. . The first Americans and the origin of Mankind. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
BUENO, L.. A Ciência Arqueológica na Atualidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
DIAS, A. ; BUENO, L. . Dispersão e Colonização das terras Baixas Americanas e suas Implicações para o Povoamento da America. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
Prates, L. ; BUENO, L. ; Politis, G. ; Steele, J. . Cronologia radiocarbonica para el Poblamiento temprano en America del Sur. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
BUENO, L.; Politis, G. ; Prates, L. ; Steele, J. . A Late Pleistocene/Early Holocene archaeological database for central and South America: paleoenvironmental contexts and demographic interpretation. Elsevier, 2011 (Organização de numero temático em periódico).

2.
BUENO, L.; Paulo De Blasis ; Steele, J. . The Central Brazilian Plateau in the Late Pleistocene/Early Holocene: occupying South American Continental Interior. New York and London: OxPress, 2010 (Artigo em livro aceito para publicação).

3.
BUENO, L.. Territorialidade e Diversidade Cultural no norte Mineiro: o contexto arqueológico de Montes Claros. Belo Horizonte 2008 (Relatório Final de Pós-Doutorado FAPEMIG).

4.
BUENO, L.. Territorialidade e diversidade cultural no Brasil Central: o contexto arqueologico do Lajeado, TO. Belo Horizonte 2008 (Relatório Final do Projeto Pesquisa FAPEMIG).

5.
BUENO, L.. Das Pedras aos Homens. O Processo de Ocupação do Brasil Central 2007 (Relatório Final Pós-doutorado CNPq).

6.
BUENO, L.. Indústrias Líticas do Sul do Pará 2006 (Relatório Final PCI CNPq).

7.
BUENO, L.. Variabilidade tecnológica nos sítios líticos da região do Lajeado, médio rio Tocantins. 2005 (Tese de Doutorado).

8.
BUENO, L.. Uma História do Pensamento Arqueológico. São Paulo: Odysseus Editora, 2005 (Revisão Técnica).

9.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Uma História do Pensamento Arqueológico. São Paulo: Odisseus, 2005. (Tradução/Livro).

10.
BUENO, L.. Variabilidade tecnológica nos sítios líticos da região do Lajeado, médio rio Tocantins 2003 (Memorial de Qualificação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BUENO, L.. Análise do Material Lítico do Projeto Salobo, PA. 2007.

2.
BUENO, L.. Análise do Material Lítico do projeto Descalvados. 2005.

3.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Projeto de Levantamento Arqueológico na área de implantação do Porto no município de Juruti. 2005.

4.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Projeto Pré-História de Rondônia: Pesquisa arqueológica nos municípios de Ji-Paraná, Pimenta Bueno e Vilhena, Estado de Rondônia. 2005.

5.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. ; Pereira, E. . Levantamento arqueológico na área de impacto da linha de Transmissão Santana ? Santa Rita, Estado do Amapá. 2004.

6.
BUENO, L.; Paulo De Blasis ; Robrahn-Gonzales, E. . Projeto de Resgate do Patrimônio Arqueológico da Usina Hidrelétrica do Lajeado. 2002.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
BUENO, L.. Introdução ao estudo da tecnologia Lítica. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BUENO, L.; Isnardis, A. . Das Pedras aos Homens. Tecnologia Lítica na Arqueologia Brasileira. 2007. (Editoração/Livro).

3.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Relatório Final de Levantamento Arqueológico da Área de Implantação do Sistema de Transmissão 230kV Ji-Paraná/ Pimenta Bueno/ Vilhena - RO. 2005. (Relatório de pesquisa).

4.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Relatório Final de Levantamento Arqueológico na área de implantação do Porto no município de Juruti, Estado do Pará. 2005. (Relatório de pesquisa).

5.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Programa de Resgate do Patrimônio Arqueológico das Áreas de Influência do Sistema de Transmissão 230kV Ji-Paraná, Pimenta Bueno, Vilhena - RO. 2005. (Relatório de pesquisa).

6.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Trigger, B. História do Pensamento Arqueológico. 2005. (Revisão Técnica).

7.
BUENO, L.; Pereira, E. ; MACHADO, J. S. . Relatório Final de Levantamento arqueológico na área de impacto da linha de Transmissão Santana ? Santa Rita, Estado do Amapá. 2004. (Relatório de pesquisa).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
BUENO, L.. Parque Lapa Grande abriga mais de 40 sítios arqueológicos. 2009.

2.
BUENO, L.. Parque Lapa Grande Abriga mais de 40 sítios arqueológicos. 2009.

Demais trabalhos
1.
BUENO, L.. Arqueólogos acham vestígios com mais de 1.200 anos em MG. 2009 (Notícia em Jornal Impresso e Digital: O Tempo) .

2.
BUENO, L.. Arqueologos acham vestígios com mais de 1.200 anos em MG. 2009 (Notícia de Jornal Impresso e Digital: O Estado de Minas) .

3.
BUENO, L.. Arqueologos encontram vestígios de mais de 1.200 anos em MG. 2009 (Notícia Digital em Revista Divulgação: National Geographic) .

4.
BUENO, L.. IEF apoia pesquisas arqueológicas no norte de Minas Gerais. 2009 (Agência Minas: notícias do governo do estado de Minas Gerais (revista digital)) .

5.
BUENO, L.. Arqueologos pesquisam sítios no Parque Lapa Grande. 2009 (Povos Indígenas no Brasil - ISA - News (revista digital)) .

6.
BUENO, L.. Arqueólogos pesquisam sítios no Parque Lapa Grande. 2009 (Notícia em revista digital - Instituto Estadual de Florestas (IEF)) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PERONI, N.; REIS, M. S.; SCHIAVETI, A.; BUENO, LUCAS. Participação em banca de Takumã Scarponi. Etnoecologia de Paisagens na Terra Indígena Ibirama Laklaño, SC, Brasil. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Isnardis, A.; PROUS, A.; BUENO, LUCAS. Participação em banca de Rafael Miranda. Lascadores da Serra do Espinhaço: o sítio garimpo do turco em seu contexto regional, Dimantina, MG. 2013. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
Isnardis, A.; PROUS, A.; BUENO, LUCAS. Participação em banca de Rafael Miranda. Lascadores da Serra do Espinhaço: o sítio garimpo do turco em seu contexto regional, Dimantina, MG. 2013. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
Isnardis, A.; PROUS, A.; BUENO, LUCAS. Participação em banca de Rafael Miranda. Lascadores da Serra do Espinhaço: o sítio garimpo do turco em seu contexto regional, Dimantina, MG. 2013. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Teses de doutorado
1.
NOTZOLD, A. L. V.; WITTMANN, L. T.; BRINGMANN, S. F.; BUENO, L.. Participação em banca de Helena Alpini Rosa. Educação Guarani: as ressignificações históricas e culturais nas relações sociais da Aldeia de Linha Limeira, Terra Indígena Xapecó, SC. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História da UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
NOTZOLD, A. L. V.; BRIGHENTTI, C.; FERNANDES, R. C.; LAROQUE, L. F.; WITTMANN, L. T.; BUENO, L.. Participação em banca de Carina Santos de Almeida. TEMPO, MEMÓRIA E NARRATIVA KAINGANG NO OESTE CATARINENSE: A tradição Kaingang e a proteção tutelar no contexto da transformação da paisagem da Terra indígena Xapecó. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História da UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Paulo De Blasis; Isnardis, A.; BUENO, LUCAS; ARAUJO, A. G.; VIANA, S.. Participação em banca de Edward Koole. Entre as Tradições Planalticas e Meridionais. 2014. Tese (Doutorado em Arqueologia) - Universidade de São Paulo.

4.
Paulo De Blasis; SOUZA, S. M.; AFONSO, M. C.; BUENO, L.; OLIVEIRA, M. D. B. G.. Participação em banca de Claudia Regina Plens. Sítio Moraes, uma biografia não autorizada: análise do processo de formação de um sambaqui fluvial". 2008. Tese (Doutorado em Arqueologia) - MAE/ USP.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BUENO, L.; Paulo De Blasis. Participação em banca de Gabriela Oppitz.Vivendo a Paisagem. Contribuições transdisciplinares para o estudo do contexto regional de sambaquis do litoral central de Santa Catarina. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
BUENO, L.; Fossari, T.; Amaral, M.. Participação em banca de Lucas Bond Reis.Subsídios para o estudo das estruturas subterráneas no litoral de Santa Catarina. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
MAGALHAES, C. M.; BUENO, L.. Participação em banca de Mariana Gonçalves.Olarias, Tijolos e Telhas: um estudo etnoarqueológico na região de Conselheiro Lafaiete, MG.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BUENO, L.; LIMA, D.. Participação em banca de Bernardo Lacale Silva da Costa.Levantamento Arqueológico na reserva de desenvolvimento Sustentável Amanã - Estado do Amazonas. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Minas Gerais.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
BUENO, L.. 4 Concurso de Teses e Dissertações do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. 2011. Museu de Arqueologia e Etnologia.

2.
BUENO, L.. 3 Concurso de Teses e Dissertações do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. 2010. Museu de Arqueologia e Etnologia.

3.
BUENO, L.. 2º Concurso de Teses e Dissertações do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. 2007. MAE/ USP.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ACTUALITES DE LA RECHERCHE EN PREHISTOIRE AU BRÉSIL.Lithic Technology and the occupation process of Lagoa Santa Region, SE Brazil. 2016. (Seminário).

2.
ACTUALITES DE LA RECHERCHE EN PREHISTOIRE AU BRÉSIL.Abandonment as movement: discussing gaps and territories in the occupation process of Central Brazilian Plateau. 2015. (Encontro).

3.
XVIII Congresso Nacional da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Tecnologia e Território no médio rio Tocantins: implicações para o povoamento do Planalto Central Brasileiro no Holoceno Inicial. 2015. (Congresso).

4.
IX Reunião da Sociedade de Arqueologia Brasileira - Núcleo Regional Sul..Florianópolis Arqueológica. 2014. (Simpósio).

5.
III Encontro Internacional de Arqueologia Amazônica.Arcaico. 2013. (Simpósio).

6.
Simpósio Paisagens do Movimento: uma reflexão interdisciplinar sobre a pluralidade e os significados das paisagensdos.Paisagens do Movimento. 2013. (Simpósio).

7.
Society for American Archaeology, 78th meeting. Peopling the eastern South America: occupying the landscape and constructing territories in Central Brazilian Plateau during Pleistocene/Holocene transition. 2013. (Congresso).

8.
VII World Archaeological Congress.Beyond typology:looking for processes and diversity in the study of lithic technology in the Brazilian Archaeology. 2013. (Simpósio).

9.
II Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações.Velhos debates e novas questoes. 2012. (Simpósio).

10.
Society for the American Archaeology 76th Annual Meeting. Late Pleistocene/Early Holocene Archaeological Record in Brazil: a geo-referenced database. 2011. (Congresso).

11.
XVI Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Tecnologia lítica, subsistência e processos de mudança no Brasil Central durante o Holoceno médio e recente: comparando estudos de caso - Montes Claros, MG e Lajeado, TO. 2011. (Congresso).

12.
XVI Congresso Mundial da União Internacional da Sociedade Pré e Proto-Histórica. Construindo um banco de dados para os sítios do Holoceno Inicial no Brasil: desafios e perspectivas. 2011. (Congresso).

13.
I Simposio de Arqueologia da FCLAR/UNESP.A Ciência Arqueológica na Atualidade. 2010. (Simpósio).

14.
Os arqueólogos publicam pouco? Uma discussão sobre a produção científica em arqueologia.A Sociedade de Arqueologia Brasileira e a divulgação do conhecimento arqueológico: problemas e desafios. 2010. (Simpósio).

15.
Território e Identidade.Tecnologia e Território no Processo de Ocupação do Brasil Central. 2010. (Simpósio).

16.
V Simposio Internacional El Hombre temprano en America.Dispersão e Colonização das Terras Baias Americanas e suas Implicações para o Povoamento da America. 2010. (Simpósio).

17.
V Simposio Internacional El Hombre Temprano en America.Cronologia radiocarbonica del Poblamiento temprano en America del Sur. 2010. (Simpósio).

18.
30 Congresso Brasileiro de Espelologia. Arqueologia no Parque Estadual da Lapa Grande: discutindo mobilidade e território no centro-norte mineiro. 2009. (Congresso).

19.
XV Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Tecnologia e Território. Arqueologia pré-histórica de Montes Claros no contexto do centro-norte mieniro.. 2009. (Congresso).

20.
XV Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Sobre hiatos e territórios: abandono e re-ocupação no contexto arqueológico do Brasil Central. 2009. (Congresso).

21.
XV Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. O carste de Montes Claros: entre cavidades naturais e sítios arqueológicos. 2009. (Congresso).

22.
XV Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Construindo Paisagens e Territórios: definindo uma agenda de pesquisas para a Arqueologia Brasileira.. 2009. (Congresso).

23.
Encontro Internacional de Arqueologia Amazônica.A Amazônia Brasileira no Holceno Inicial: tecnologia lítica, cronologia e processos de ocupação. 2008. (Encontro).

24.
Simpósio Internacional Tecnologia Lítica no Brasil.Organização Tecnológica e Teoria do Design: entre estratégias e características de performance. 2007. (Simpósio).

25.
70th Annual Meeting of the Society for American Archaeology. Technological Organization and Mobility in Central Brazil at Early Holocene. 2005. (Congresso).

26.
XIII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Indústria Lítica Descalvados: a importância do material lítico na discussão de uma ocupação ceramista. 2005. (Congresso).

27.
XIII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Indústrias líticas, organização tecnológica e variabilidade cultural no Brasil Central: um estudo de caso no médio rio Tocantins. 2005. (Congresso).

28.
II Ciclo de Palestras dos alunos de Pós-graduação do MAE/USP.Artefatos líticos: classificação e organização da tecnologia. 2004. (Outra).

29.
I Ciclo de Palestras dos alunos de Pós-graduação do MAE/USP.Variabilidade Tecnológica nos sítios líticos do Lajeado, médio rio Tocantins. 2003. (Outra).

30.
XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Variabilidade nas indústrias líticas do Brasil entre o final do Pleistoceno e o Holoceno médio: uma questão metodológica. 2003. (Congresso).

31.
XII Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Estilo x função: as flechas Xikrín da Coleção Lux Vidal. 2003. (Congresso).

32.
XXIV Congresso Internacional de Americanistas. A ocupação paleoindígena da região do Lajeado. 2002. (Congresso).

33.
XI Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Variabilidade tecnológica nos sítios líticos do Lajeado, TO. 2001. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BUENO, L.. Neandertais: quem são eles, quem somos nós?. 2016. (Outro).

2.
TORRENCE, R. ; BUENO, L. . Stone tool analyses: assessing the state of the art and scoping future directions. 2013. (Outro).

3.
MACHADO, J. S. ; BUENO, L. . Simpósio Arqueologia, Memória e História Indígena. 2012. (Outro).

4.
BUENO, L.. Ambientes e Saberes de Comunidades Tradicionais. 2012. (Outro).

5.
BUENO, L.; Prates, L. ; Steele, J. . Constructing a database of Late Pleistocene/Early Holocene C14 dates for South and Central America. 2011. (Outro).

6.
Silva, Fabíola ; BUENO, L. . Territorio e Identidade. 2010. (Outro).

7.
BUENO, L.; DIAS, A. . Dispersão e Diversificação no Processo de Povoamento da América a partir do contexto brasileiro. 2010. (Outro).

8.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . Simpósio Paisagens e Territórios: construindo significados. 2009. (Outro).

9.
BUENO, L.. Simpósio Ocupação antiga da Amazônia: contextos e processos. 2008. (Outro).

10.
BUENO, L.; Isnardis, A. ; MACHADO, J. S. . Simposio Internacional Tecnologia Lítica no Brasil: fundamentos teóricos, problemas e perspectivas de pesquisa. 2007. (Outro).

11.
Plens, C. ; BARBOSA, P. ; MACHADO, J. S. ; BUENO, L. . Semana de Arqueologia. 2007. (Outro).

12.
DIAS, A. ; BUENO, L. . Simpósio Caçadores-coletores na arqueologia sul-americana: problemas e perspectivas. 2007. (Outro).

13.
Rodet, M.J. ; BUENO, L. . Simpósio Homogeneidade x Diversidade no Processo de ocupação do Brasil Central. 2007. (Outro).

14.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . II Cilco de Palestras dos alunos de pós-graduação do MAE/USP. 2004. (Outro).

15.
BUENO, L.; MACHADO, J. S. . I Ciclo de Palestras dos alunos de pós-graduação do MAE/USP. 2003. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Marcelo Gonzalez Brasil Fagundes. A História Apinajé de longa duração: historicidade e territorialidade. Início: 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História da UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Aline Pereira Cruz. EFEITOS DO USO E MOVIMENTO HUMANO NO PERÍODO PRÉ-COLOMBIANO NAS FLORESTAS OMBRÓFILA DENSA E MISTA,NO VALE DO ITAJAÍ, SANTA CATARINA. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

3.
Fernando Silva de Almeida. ARQUEOLOGIA E HISTÓRIA INDÍGENA NA ENCOSTA DE SANTA CATARINA: O ESTUDO TECNOLÓGICO DA INDÚSTRIA LÍTICA DE ABRIGOS SOB ROCHA E SÍTIOS A CÉU ABERTO NO MUNICÍPIO DE ALFREDO WAGNER. Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Juliana Betarello Ramalho. As pessoas, as pedras, o espaço e o tempo: relações diacrônicas e espaciais da ocupação humana pré-histórica do Lajeado, TO. Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Cristiana Barreto. Início: 2018. Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Angela Sabrine Salvador. O indígena no cotidiano das fortificações da Ilha de Santa Catarina (séculos XVIII e XIX):. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

2.
Karel Jockyman. Sambaquisa da Laguna da Conceição e Paleoambiente: uma abordagem geoarqueológica. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

3.
Lucas Bond Reis. Para uma História Jê Meridionallnda longa duração: o contexto em Alfredo Wagner (SC) e sua inserção regional. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

4.
Fernanda Rodrigues de Lima. Interpretação paleogeografica de sítios arqueológicos em solos arenosos: o caso do sítio MT1 na bacia do médio rio Tocantins (TO). 2015. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, . Coorientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

Tese de doutorado
1.
Ariana Silva Braga. Paisagens e Técnicas Distintas, Motivos Semelhantes. A dispersão da Arte-Rupestre no Rio Tocantins, o caso de Palmas e Lajeado - TO, Brasil. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Quaternário, materiai) - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, . Coorientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Laercio Brochier. 2017. Universidade Federal de Santa Catarina, . Lucas de Melo Reis Bueno.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Beatriz Regina Mendes. Arqueologia da resistência escrava: uma proposta de pesquisa para Florianópolis. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

2.
Mauro Cipriano. Educação escolar indígena na TI Inhacorá: o ensino da lingua Kaingang. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

3.
Bernardo Lacale Silva da Costa. Levantamento Arqueológico na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã - Estado do Amazonas. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

Iniciação científica
1.
Francisco Abrahão Gonzaga. Arqueologia do povoamento inicial do leste da América do Sul: contribuições de estudos de tecnologia lítica. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

2.
Felipe Terra de Oliveira Silva. Abrigo do Jon e Miracema do Tocantins 5: articulando sítios em abrigo e céu aberto no médio curso do rio Tocantins. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Geografia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

3.
Bruno Jorge Bee. Arqueologia do povoamento inicial do leste da América do Sul: contribuições de estudos de tecnologia lítica. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

4.
Isabela Silva Muller. Arqueologia Guarani no Litoral central de Santa Catarina: o sítio travessão do Rio Vermelho, Florianópolis, SC. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

5.
Andre Carduz Guimaraes. Florianópolis Arqueologica: contruindo um Sistema de Informação geográfico para o Patrimonio Arqueológico da Ilha de Santa Catarina. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

6.
Andressa de Lima. Bioarqueologia no Sambaqui Ponta das Almas, Florianopolis, SC. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

7.
Juliana Burger. Ocupação Jê no litoral: uma análise zooarqueológica da funa do sítio Rio do Meio, Florianópolis, SC. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

8.
Andressa de Lima. A variabilidade tecnológica dos conjuntos líticos nos sambaquis de Santa Catarina e o processo de ocupação da costa meridional brasileira no Holoceno Médio. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

9.
Victor Barbosa. Análise da Indústria Lítica da Lapa pequena, MG. 2007. Iniciação Científica - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

10.
Haila Pinheiro. Análise das indústrias líticas do Projeto Salobo. 2007. Iniciação Científica - Museu Paraense Emílio Goeldi. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

11.
Aline Viana. Análise das indústrias líticas do Projeto Salobo. 2007. Iniciação Científica - Museu Paraense Emílio Goeldi. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

12.
Claudia Souza. Análise das indústrias líticas do Projeto Salobo. 2007. Iniciação Científica - Museu Paraense Emílio Goeldi. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

Orientações de outra natureza
1.
Isabela Silva Muller. Divulgando a Arqueologia: uma ação integrada entre o Acervo Arqueológico do Museu Universitário, a criação de coleções didáticas e a arqueologia experimental. 2014. Orientação de outra natureza. (Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

2.
Stela Schenato. Divulgando a Arqueologia: uma ação integrada entre o acervo arqueológico do MArquE, a criação de coleções didáticas e a arqueologia experimental. 2014. Orientação de outra natureza. (Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

3.
Bruno Jorge Bee. A arqueologia nos relatórios de impacto ambiental do Estado de Santa Catarina. 2013. Orientação de outra natureza. (Historia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

4.
Johann Canuto Waterkemper. Divulgando a Arqueologia: uma ação integrada entre o acervo arqueológico do MArquE, a criação de coleções didáticas e a arqueologia experimental. 2013. Orientação de outra natureza. (Geologia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.

5.
Beatriz Mendes. A Arqueologia nos relatórios de Impacto Ambiental do Estado de Santa Catarina. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - História) - Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Lucas de Melo Reis Bueno.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
BUENO, L.. The archaeology of middle Tocantins river and its implications to understand the occupation process of Central Brazilian Plateau. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BUENO, L.. Neandertais: quem são eles, quem somos nós?. 2016. (Outro).



Outras informações relevantes


Aprovado em concurso público para provimento de 01 vaga para a área de Arqueologia no Departamento de Sociologia e Antropologia da Universidade Federal de Minas Gerais, outubro/2005.
Aprovado em concurso público para provimento de 01 vaga para a área de Arqueologia Brasileira no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, maio/2008.
Aprovado em concurso público para provimento de 01 vaga para a área de Arqueologia Brasileira no Departamento de Antropologoia e Arqueologia do Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro, junho/2008.
Aprovado com duas indicações em concurso público para provimento de 01 cargo de professor doutor, em RDIDP, junto ao Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, Área Arqueologia Brasileira, março de 2009.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 5:24:03