Leonardo Moretti Sakamoto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1055533732184320
  • Última atualização do currículo em 08/05/2018


Graduação em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (1998), mestrado em Ciência Política (2002) e doutorado em Ciência Política (2007) pela Universidade de São Paulo. É professor do Departamento de Jornalismo da PUC-SP, coordenador geral da ONG Repórter Brasil e blogueiro do portal UOL. Foi visiting scholar do Departamento de Ciência Política da New School for Social Research, em Nova Iorque (2015-2016). Desde 2014, é conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão, em Genebra. Atua principalmente nos seguintes temas: trabalho escravo contemporâneo; ódio e intolerância no debate público e nas redes sociais; jornalismo investigativo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Leonardo Moretti Sakamoto
Nome em citações bibliográficas
SAKAMOTO, Leonardo;Sakamoto, Leonardo

Endereço


Endereço Profissional
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes, Departamento de Comunicação Jornalística.
Rua Monte Alegre, 984
Perdizes
05014901 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 36708217
URL da Homepage: http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2007
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Os Acionistas da Casa-grande: a reinvenção capitalista do trabalho escravo no Brasil contemporâneo, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Claudio Jose Torres Vouga.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Estado; Cultura Política; Trabalho escravo contemporâneo; Trabalho degradante; Nordeste; Movimentos Sociais.
Grande área: Ciências Humanas
2000 - 2002
Mestrado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A independência de Timor Leste: um estudo sobre as causas do sucesso da Resistência Timorense na luta contra a Indonésia,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Claudio Jose Torres Vouga.
Palavras-chave: Timor Leste; Independência; Guerra Fria; Portugal; Indonésia; Sudeste Asiático.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Integração Internacional, Conflito, Guerra e Paz.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
1995 - 1998
Graduação em Jornalismo.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Timor - o rosto coberto pela guerra.
Orientador: Dirceu Fernandes Lopes.




Atuação Profissional



Organização das Nações Unidas, ONU, Suiça.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Conselheiro
Outras informações
Membro do Conselho do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão, ligado ao Alto Comissariado para Direitos Humanos.


New School for Social Research, NSSR, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Department of Politics Visitant Scholar


ONG Repórter Brasil, REPÓRTER BRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 15

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 15

Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 40
Outras informações
Coordenador geral da ONG Repórter Brasil, com remuneração através de bolsa concedida pela Ashoka - Empreendedores Sociais.

Vínculo institucional

2001 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 20

Atividades

01/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , ONG Repórter Brasil, .

01/2001 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , ONG Repórter Brasil, .


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Professor do Departamento de Jornalismo da PUC-SP

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prof da pós graduação em com jornalística, Carga horária: 4
Outras informações
Professor da especialização em jornalismo social e jornalismo político na Cogeae/PUC-SP


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisador do Núcleo de Apoio á Pesquisa sobre Democratização e Desenvolvimento (Nadd) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Bolsista de doutorado do CNPq.

Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 24
Outras informações
Professor conferencista responsável pela disciplina de Laboratório de Introdução ao Jornalismo.

Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Apresentador, Carga horária: 10
Outras informações
Apresentador do programa Delta Pi, produzido pela TV USP/TV PUC, no Canal Universitário

Atividades

03/2003 - 06/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

08/1999 - 06/2005
Extensão universitária , Escola de Comunicações e Artes, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Redigir - curso de redação e cidadania.
03/2000 - 07/2002
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Laboratório de Introdução ao Jornalismo

Universo Online SA, UOL, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Parceiro, Enquadramento Funcional: Blogueiro, Carga horária: 20
Outras informações
Parceiro do UOL com o "Blog do Sakamoto", sobre direitos humanos, trabalho decente e meio ambiente.


Editora Abril, ABRIL, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Repórter da Revista Caminhos da Terra, Carga horária: 40
Outras informações
Repórter das revistas Caminhos da Terra e Ecoturismo/Caminhos da Terra

Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Repórter do Guia Quatro Rodas, Carga horária: 40
Outras informações
Repórter do Guia Quatro Rodas


Portal iG, IG, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Parceiro, Enquadramento Funcional: Blogueiro, Carga horária: 20
Outras informações
Parceiro do Portal iG com o "Blog do Sakamoto", sobre direitos humanos, trabalho decente e meio ambiente

Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Repórter especial, Carga horária: 20
Outras informações
Repórter especial do jornal Último Segundo do portal iG


Revista Problemas Brasileiros, PB, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Repórter, Carga horária: 10


Gazeta Mercantil S/A, GAZETA MERCANTIL, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Redator/Invest News, Carga horária: 30
Outras informações
Redator e Repórter do Invest News, Gazeta Mercantil


Atol Editora, ATOL EDITORA, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Repórter e Redator, Carga horária: 40
Outras informações
Repórter das Revistas OffShore e Scuba



Linhas de pesquisa


1.
O processo de independência de Timor Leste

Objetivo: A pesquisa tem o objetivo de analisar como a pequena Resistência Timorense conduziu o país à autodeterminação em 1999 e quais os fatores que garantiram a manutenção da luta pela autodeterminação durante os 24 anos de ocupação indonésia. A reorganização política do contexto internacional após a Guerra Fria e a crise econômica que abalou o Sudeste Asiático em 1997 e derrubou o ditador Suharto não são os fatores fundamentais para explicar o êxito timorense. Uma resposta satisfatória só pode ser encontrada no estudo da própria organização da Resistência e na história desse povo. As relações sociais presentes na estrutura de Timor antes mesmo da chegada dos portugueses propiciaram a manutenção de uma cultura de relações comerciais e familiares, pouco alterada pela colonização. Somada a isso, a coesão contra invasores auxiliou na criação de laços de identidade nacional entre as diversas etnias e grupos ideológicos do país. Foi realizada uma pesquisa de campo em 1998 no Timor Leste..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Palavras-chave: Cultura Política; Estado; Guerra Fria; Independência; Timor Leste; Sudeste Asiático.
2.
A inserção da escravidão contemporânea brasileira no capitalismo globalizado e suas redes econômicas e políticas de sustentação

Objetivo: A linha de pesquisa analisa que o trabalho escravo contemporâneo, forma não-contratual de exploração intensiva e violenta da mão-de-obra, é um mecanismo utilizado pelo capital para facilitar a acumulação em seu processo de expansão e modernização, garantindo competitividade a produtores rurais. Esse processo conta com o apoio de uma parcela do Estado, que viabiliza e fornece segurança a esses empreendimentos. Para corroborar a hipótese, foram organizadas estatísticas sobre o tema e, através de instrumentos de análise de redes sociais, identificado o comportamento das cadeias de comercialização de produtos agropecuários provenientes das fazendas que utilizaram trabalho escravo contemporâneo. A linha marxista é a utilizada por se mostrar a mais adequada para a compreensão dos processos que levam à existência de trabalhadores escravos no seio do sistema capitalista..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
Palavras-chave: Amazônia; Estado; Globalização; Movimentos Sociais; Trabalho escravo contemporâneo; Trabalho degradante.
3.
Jornalismo Investigativo em Cadeias Produtivas

Objetivo: Desenvolver o rastreamento de cadeias produtivas e a identificação de relações comerciais e financeiras como instrumentos de investigação jornalística sobre a natureza e a responsabilidade dos problemas sociais, trabalhistas, fundiários e ambientais..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Palavras-chave: Agricultura; Amazônia; Estado; Globalização; Jornalismo; Meio ambiente.
4.
Jornalismo, ódio e intolerância

Objetivo: Discutir a relação entre direitos humanos, a esfera pública e os esforços para uma crítica da violência nos meios de comunicação. Debater ódio, desinformação e as ferramentas do jornalismo para uma comunicação de tolerância. Refletir sobre o discurso de ódio na internet, a importância da checagem para barrar a propagação de boatos e o ódio pago e as campanhas de difamação. Discutir o desafio da empatia e como o jornalista se comunica com diferentes públicos. Analisar o assédio moral on-line como causa de autocensura jornalística. Por fim, entender o ativismo, o media advocacy e o engajamento no jornalismo..
Palavras-chave: Cultura Política; Censura; violência; Jornalismo; Intolerância.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Jornalismo e Editoração.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Integração Internacional, Conflito, Guerra e Paz.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Estrutura e Transformação do Estado.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Japonês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
2017 Hero Acting to End Modern Slavery Award, Departamento de Estado dos Estados Unidos da América.
2016
Prêmio Comunique-se - Categoria Blog, Comunique-se.
2016
Prêmio Gabriel Garcia Márquez de Jornalismo - Categoria Imagem (membro da equipe vencedora), Fundação Novo Jornalismo Ibero-americano.
2015
III Prêmio Cidadão Paulistano - Categoria Comunicação, Catraca Livre.
2015
XXI Prêmio Nacional Direitos Humanos - Categoria Comunicação e Direitos Humanos, Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos; Presidência da República.
2014
Prêmio Faz Diferença - Categoria Economia (coordenador da Repórter Brasil, organização vencedora), Jornal O Globo.
2013
XIII Prêmio Cidadania e Respeito à Diversidade, Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo.
2012
Jornalista Amigo da Criança, Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi).
2012
XVI Prêmio Santos Dias de Direitos Humanos, Assembleia Legislativa de São Paulo.
2011
Prêmio Trip Transformadores, Revista Trip.
2010
Prêmio João Canuto, Movimentos Humanos Direitos; GPTEC/Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2008
Freedom Awards 2008 (integrante da equipe vencedora), Free the Slaves; John Templeton Foundation.
2008
Prêmio Nacional Direitos Humanos (coordenador da Repórter Brasil, organização vencedora na categoria combate ao trabalho escravo), Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.
2006
Prêmio Combate ao Trabalho Escravo, categoria Personalidade, OIT; Ajufe; Anamatra; ANPT; ANPR.
2005
Menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, Fenaj;OAB, SJSP;Arquidiocese de São Paulo.
2003
Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, Fenaj;OAB, SJSP;Arquidiocese de São Paulo.
2003
Prêmio Jair Borin de Mídia Crítica (coordenador da Repórter Brasil, organização vencedora), Instituto de Estados Avançados/USP.
2002
Prêmio Ethos de Jornalismo (integrante da equipe vencedora), Instituto Ethos; Fundação Ford.
2001
Prêmio de Imprensa Social (responsável pelo projeto vencedor), Fórum Brasileiro de Imprensa, Terceiro Setor e Cidadania Empresarial.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
SAKAMOTO, Leonardo  Data: 15/04/2002

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Phillips, Nicola2012 Phillips, Nicola ; Sakamoto, Leonardo . Global Production Networks, Chronic Poverty and -Slave Labour? in Brazil. STUDIES IN COMPARATIVE INTERNATIONAL DEVELOPMENT, v. 47, p. 287-315, 2012.

2.
Phillips, Nicola2011Phillips, Nicola ; Sakamoto, Leonardo . The Dynamics of Adverse Incorporation in Global Production Networks: Poverty, Vulnerability and 'Slave Labour' in Brazil. SSRN Electronic Journals: The English & Commonwealth Law Abstracts Journal, v. 175, p. 1-44, 2011.

3.
SAKAMOTO, Leonardo;Sakamoto, Leonardo2002SAKAMOTO, Leonardo. Viagem às terras que inspiraram a obra 'Morte e Vida Severina'. Estudos Avançados, São Paulo, v. 16, n.44, p. 277-291, 2002.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SAKAMOTO, Leonardo. O que aprendi sendo xingado na internet. 1. ed. São Paulo: Leya, 2016. v. 1. 160p .

2.
SAKAMOTO, Leonardo; MANO, M. K. (Org.) . A quem pertence o corpo da mulher? - Reportagens e ensaios. 1. ed. São Paulo: Repórter Brasil, 2013. v. 1. 116p .

3.
SAKAMOTO, Leonardo; MONTEIRO, L. R. (Org.) . Repórter Brasil - 10 anos de estrada de terra em 17 grandes reportagens. 1. ed. São Paulo: Repórter Brasil, 2012. v. 1. 216p .

4.
SAKAMOTO, Leonardo. Pequenos Contos para Começar o Dia. 1. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2012. v. 1. 128p .

5.
SAKAMOTO, Leonardo. Trabalho Escravo no Brasil do Século XXI. 1. ed. Brasília: Organização Internacional do Trabalho, 2006. v. 1. 186p .

Capítulos de livros publicados
1.
Bignami ; NOGUEIRA, Christiane V. ; Novaes, Marina ; SAKAMOTO, Leonardo . A "reinvenção" do trabalho escravo no Brasil contemporâneo. In: Nogueira, Christiane V.; Novaes, Marina; Bignami, Renato. (Org.). Tráfico de pessoas: reflexões para a compreensão do trabalho escravo contemporâneo. 1ed.São Paulo: Paulinas, 2014, v. , p. 31-40.

2.
Sakamoto, Leonardo. À São Paulo, Facebook et Twitter étaient dans la rue. In: Ermínia Maricato et al. (Org.). Villes Rebelles - de New York à São Paulo comment la rue affronte le nouvel ordre capitaliste mondial. 1ed.Paris: éditions du Sextant, 2014, v. , p. 135-142.

3.
Sakamoto, Leonardo; ROLNIK, Raquel ; MARICATO, E. ; HARVEY, D. ; VAINER, Carlos ; IASI, Mauro Luis ; DAVIS, Mike ; VIANA, Silvia ; PESCHANSKI, J. A. ; BRITO, F. ; OLIVEIRA, P. R. ; SECCO, L. ; BRAGA, R. ; MAIOR, J. L. S. ; LIMA, V. A. ; ZIZEK, S. . Em São Paulo, o Facebook e o Twitter foram às ruas. In: Ermínia Maricato. (Org.). Cidades rebeldes: Passe Livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. 1ed.São Paulo: Boitempo; Carta Maior, 2013, v. , p. 95-100.

4.
SAKAMOTO, Leonardo. Die Okonomie der Sklav_innen-Arbeit im heutigen Brasilien. In: Araujo, Shadia Husseini de; Schimitt; Tobias; Tschorn, Lisa. (Org.). Widerstandigkeiten im. 1ed.Munster: Unrast-Verlag, 2013, v. 1, p. 292-299.

5.