Jorge Augusto da Silva Santos

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3088783002373165
  • Última atualização do currículo em 10/01/2019


possuo bacharelado em Teologia pelo Pontifício Ateneo de S. Anselmo (Roma - Itália) (1990), mestrado em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (Itália) (1993), mestrado (1998) e doutorado (2001) em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Sou professor Associado IV no Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenador do programa de pós-graduação em Filosofia (Mestrado/2008 - Doutorado/2018) desde agosto de 2017 e membro permanente do Mestrado Profissional em Filosofia (2016). Ex-coordenador da coleção PATRÍSTICA da Paulus Editora (2007-2015). Desde 2002 sou professor ordinário de História da Filosofia Medieval. Publiquei 35 artigos em periódicos, dos quais 02 em co-autoria; 15 capítulos de livros; tenho 12 livros publicados, dos quais 05 em co-autoria; organizei 12 livros; traduzi 4 obras clássicas. Tenho experiência nas áreas de Filosofia e Teologia, com ênfase em Filosofia Medieval, atuando principalmente nos seguintes temas: Metafísica; Mística medieval, Fenomenologia e Hermenêutica; Estratégias de apropriação da Filosofia medieval por parte da Filosofia contemporânea, sobretudo com base nas preleções acadêmicas de Martin Heidegger ministradas nas Universidades de Freiburg (1919-1923) e Marburg (1923-1928). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jorge Augusto da Silva Santos
Nome em citações bibliográficas
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.
Av. Fernando Ferrari, no. 514 - Campus Universitário Alaor Queiroz Araújo
Goiabeiras
29075910 - Vitória, ES - Brasil
Telefone: (27) 33352513
Ramal: 7626
URL da Homepage: http://www.filosofia.ufes.br/


Formação acadêmica/titulação


1998 - 2001
Doutorado em Filosofia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Ética e 'felicidade'em Platão. Um estudo sobre o 'bem humano 'enquanto expressão de 'felicidade'a partir das analogias entre 'técnica', 'bem'e 'virtude'., Ano de obtenção: 2001.
Orientador: Maura Iglésias.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: ética felicidade conhecimento bem virtude.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
1996 - 1998
Mestrado em Filosofia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: A imortalidade da alma no 'Fédon'de Platão. Coerência e legitimidade do argumento final (102a-107b)",Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Maura Iglésias.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: alma imortalidade fé razão demonstração.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
1991 - 1993
Mestrado em Teologia.
Pontificia Universidade Gregoriana, PUG, Itália.
Título: "A Verdade vos libertará". Estudo exegético-teológico de "alétheia" em Jo 8,32.,Ano de Obtenção: 1993.
Orientador: R. P. Ugo Vanni, S.J..
Palavras-chave: libertação permanecer mal pecado verdade.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
1987 - 1990
Graduação em Teologia.
Pontificio Ateneo de Santo Anselmo, PAS, Itália.
Título: O Paráclito no Evangelho de São João.
Orientador: R. P. Dom Estevão Bettencourt, O.S.B..


Pós-doutorado


2016 - 2016
Pós-Doutorado.
Pontificia Universidad Católica de Chile, PUCC, Chile.
Grande área: Ciências Humanas
2010 - 2010
Pós-Doutorado.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
2007 - 2007
Pós-Doutorado.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2010 - 2010
Capacitação dos Avaliadores do Basis. (Carga horária: 12h).
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
1993 - 1993
Alemão Básico. (Carga horária: 72h).
Römerkurs Kreuzberg, RKK, Alemanha.
1992 - 1992
Francês Básico. (Carga horária: 72h).
Instituto Católico de Paris, ICP, França.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Portaria nº 330/17-DDP - Progressão funcional datada de 03/04/2017

Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Progressão funcional de Associado do nível 01 para Associado nível 02 a partir de 24 de janeiro de 2013 (Portaria nº 480 de 28 de fevereiro de 2013).

Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Progressão funcional de Adjunto IV para Associado I (de 29/05/2008 a 29/05/2010). A Portaria foi publicada em 01 de outubro.

Vínculo institucional

2002 - 2010
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, II, III e IIV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aprovado em primeiro lugar no concurso de provas e títulos para o provimento de cargo de professor adjunto em 2002 junto ao Departamento de Filosofia.

Atividades

08/2017 - Atual
Direção e administração, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia.
08/2008 - Atual
Ensino, Mestrado em Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metafísica e Conhecimento
Metafísica e Linguagem
Tópicos Especiais em Metafísica
07/2008 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Própria de Avaliação do Curso de Filosofia sob a categoria "PROFESSOR".
05/2008 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
FIL 00001 Filosofia Social e Política
FIL 04066 Antropologia Filosófica
FIL 06395 Seminário de Filosofia Medieval II
FIL 06397 Seminário de Filosofia Medieval III
FIL 06398 Seminário de Filosofia Medieval IV
FIL 06403 Seminário de Filosofia Contemporânea I
FIL 06404 Seminário de Filosofia Contemporânea II
FIL 06414 Atividade Prática ? Pesquisa III ou Extensão III
FIL 08912 Filosofia Contemporânea III
FIL 08940 Filosofia Medieval IV
FIL 14343 Laboratório de Ensino de Filosofia na modalidade EAD
FIL 2449 Teoria do Conhecimento III
FIL 5064 Metafísica I
FIL 6395 Seminário de Filosofia Medieval I
FIL 14330 Ensino de Filosofia
03/2004 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Filosofia, Departamento de Filosofia.

Atividade realizada
Membro do Núcleo de Sustentaçao do GT de NEOPLATONISMO da ANPOF..
1/2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro de comissão interna de Pesquisa e Pós-graduação.
1/2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro de conselho da Revista Sofia.
06/2008 - 12/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, .

Cargo ou função
Representante do Departamento de Filosofia junto ao Departamento de Pesquisa na Área de Ciências Humanas para o Programa Institucional de Iniciação Científica da PRPPG.
03/2012 - 07/2012
Ensino, Filosofia, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Fenomenologia e Mística no "jovem" Heidegger
08/2009 - 05/2010
Ensino, Dimensões da Humanização., Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Concepções antigas sobre a alma: Homero e Platão
6/2002 - 12/2006
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
FIL 00428 Introdução à Filosofia (2004/2)
FIL 02445 História da Filosofia II (= História da Filosofia Medieval) (2002/1)
FIL 02447 Teoria do Conhecimento II (2003/1)
FIL 02457 Filosofia Política I (2003/2)
FIL 02462 Seminário de Pesquisa em Filosofia (2002/2)
FIL 03806 Filosofia do Direito (2002/1)
FIL 05094 História da Filosofia Medieval (2006/2)
FIL 2449 Teoria do Conhecimento III (2002/2)
11/2004 - 6/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador da Comissão Própria de Avaliação do Curso de Filosofia..
6/2004 - 6/2006
Direção e administração, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
4/2005 - 4/2005
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Coordenação da IX SEMANA DE FILOSOFIA: HOMENAGEM A IMMANUEL KANT: BICENTENÁRIO DE SUA MORTE (1804-2004)..
4/2004 - 10/2004
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de História.

Atividade de extensão realizada
Curso "História & Arte, Filosofia & Literatura: o Maravilhoso Universo da Idade Média", coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo da Costa. Ministrei o Módulo 2 intitulado "A querela medieval dos Universais: de Porfírio de Tiro a Guilherme de Ockham..
5/2004 - 9/2004
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de Filosofia
1/2003 - 8/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro de comissão interna de Recursos Humanos.
8/2002 - 8/2004
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

11/2003 - 4/2004
Ensino, Filosofia, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
A Filosofia Política no pensamento moderno: Thomas Hobbes; John Locke; Jean-Jacques Rousseau.
12/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas e Naturais, Departamento de Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Coordenação do curso ministrado pelo Prof. Dr. Marcos R. Nunes Costa e cujo título é o seguinte: "O Problema do Mal em Santo Agostinho: do Mal físico ao Mal ético-moral"..

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Nível 2, Carga horária: 20


Escola Teológica da Congregação Beneditina do Brasil, ETCBB, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aos 19 de agosto de 2004, através da Portaria no. 2.523, o Instituto de Filosofia e Teologia do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro (substituindo o nome antigo "Escola Teológica da Congregação Beneditina do Brasil") recebe do Ministério da Educação o credenciamento para conferir o grau de bacharelado aos concluintes dos cursos de Filosofia e Teologia. Página na Internet: www.osb.com.br/instituto. O Instituto oferece regularmente cursos de pós-graduação "lato sensu" em Filosofia Antiga e Medieval.

Atividades

2/2000 - 4/2000
Direção e administração, Faculdade de Filosofia e Teologia, Faculdade de Teologia.

Cargo ou função
Reitor.
3/1991 - 4/2000
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Escatologia
Exegese do Novo Testamento
Filosofia Antiga
Filosofia Medieval
1/1994 - 1/2000
Direção e administração, Faculdade de Filosofia e Teologia, Faculdade de Teologia.

Cargo ou função
Vice-Reitor.

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsa de recém-doutor concedida pelo CNPq destinada à pesquisa na área de Filosofia Medieval com o projeto de pesquisa intitulado: "A Querela Medieval dos Universais: de Porfírio de Tiro a Guilherme de Ockham".

Atividades

3/2001 - 5/2002
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia Medieval

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Membro da banca de avaliadores
Outras informações
Selecionado pela CTAA (Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação) como avaliador de Instituições de Educação superior e de cursos de gradução através da Portaria 1.751 (de 27 de outubro de 2006) do Ministério da Educação-Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), que divulgou a relação nominal dos avaliadores (cf. Ofício Circular MEC/INEP/DEAES/No. 003454/2006).

Atividades

11/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Ministério da Educação, .

Cargo ou função
Membro da Banca de Avaliadores de Instituições da educação superior e de cursos de graduação..

Pia Sociedade de São Paulo, PAULUS Editora, PSSPP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2015
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Coordenador da Coleção PATRÍSTICA da PAULUS, Carga horária: 0
Outras informações
Enquanto coordenador da coleção PATRÍSTICA da PAULUS Editora, estou encarregado de selecionar previamente obras literárias da Patrística greco-latina para a publicação em português.

Atividades

07/2007 - Atual
Serviços técnicos especializados , Departamento Editorial - Obras literárias, .

Serviço realizado
Seleção prévia das obras literárias que integrarão a Coleção PATRÍSTICA, cotejamento dos textos, revisão e elaboração da introdução e de notas de rodapé..

Universidade Candido Mendes, UCAM, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 12

Atividades

08/2000 - 03/2002
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política
Ética e Filosofia
Filosofia do Direito


Linhas de pesquisa


1.
Ontologia e Linguagem

Objetivo: "Ontologia e Linguagem" é uma das linhas do grupo de pesquisa Pensamento e Linguagem. Este surgiu por iniciativa de professores, alunos e pesquisadores nas áreas de filosofia, literatura e psicanálise, ligados à Universidade Federal do Espírito Santo. Além disso, partindo da necessidade de promover um diálogo entre os diferentes centros, bem como entre estas diversas áreas do saber, o grupo convidou professores e pesquisadores de outras universidades que compartilham este interesse e possuem disponibilidade para realizar conjuntamente este projeto. Os objetivos gerais do grupo são: pesquisa, estudo, intercâmbio, realização de eventos e produção de textos referentes às questões do pensamento em torno da linguagem em seus mais distintos aspectos, como os trazidos pelos enfoques na literatura, na psicanálise e na própria tradição filosófica. Um dos propósitos deste grupo consiste em fortalecer o programa de pós-graduação stricto sensu em Filosofia na UFES, que foi aprovado em dezembro de 2007 pela CAPES. Linhas de pesquisa: Filosofia e Literatura; Filosofia e Psicanálise; Ontologia e Linguagem.
2.
Filosofia Medieval e Fenomenologia

Objetivo: A linha de pesquisa visa fundamentalmente a apropriação crítico-fenomenológica da mística medieval a partir das notas de uma Vorlesung não dada (1918-1919) e que foram publicadas em 1995 (com o título Phänomenologie des religiösen Lebens) no volume 60 da Edição integral de Martin Heidegger segundo uma disposição não cronológica: 1. Einleitung in die Phänomenologie der Religion (WS 1920-1921) (1-156); 2. Augustin und der Neuplatonismus (SS 1921) (159-298); 3. Die philosophischen Grundlagen der mittelalterlichen Mystik (1918-1919) (303-337) . O volume "Fenomenologia da Vida Religiosa" reuniu textos e cursos que Heidegger consagrou à interpretação da vida religiosa e dos pensadores cristãos de 1916 a 1921. A reflexão heideggeriana em torno da fenomenologia da religião, iniciada já mesmo em 1915, concentra-se, de um lado, na relação entre a tradição escolástica e a mística e, de outro lado, no prosseguimento da reflexão lógico-fenomenológica em conexão, igualmente, com a mística [retomando assim o seu trabalho de Habilitation sobre "Duns Escoto"] e com as outras apropriações da tradição filosófica. Portanto, as notas sobre a mística medieval se colocam no duplo paralelismo do Denkweg heideggeriano. Em primeiro lugar, esses textos constituem a vertente fenomenológico-teológica do jovem Heidegger (com base na escolástica medieval retomada na Tese sobre ?Duns Scoto?, nos místicos medievais, em Schleiermacher, em S. Paulo, em Agostinho, no jovem Lutero, etc.). Em segundo lugar, Heidegger desenvolveu esta fenomenologia da religião na Universidade de Freiburg paralelamente a uma vertente fenomenológica geral inspirada na fenomenologia transcendental de Edmund Husserl, em confrontação crítico-positiva (Auseinandersetzung) com as filosofias de seu tempo (a própria fenomenologia husserliana, os neo-kantismos de Marburg e de Heidelberg, as psicologias de Wilhelm Dilthey e Karl Jaspers, etc.) e com tradição filosófica (e o consequente distanciamento do Cristianismo em geral)..
3.
Martin Heidegger e a Fenomenologia

Objetivo: A linha de pesquisa "Martin Heidegger e a fenomenologia" se dedica ao estudo do Denkweg de Heidegger no que diz respeito à sua relação com a fenomenologia fundada pelo seu mestre Edmund Husserl. Segundo o próprio Heidegger explicou posteriormente em 1953/1954, seu vínculo com a fenomenologia consistiu em "pensar mais originariamente a essência do que é a propriamente a fenomenologia e deste modo restituir-lhe propriamente sua pertença à filosofia ocidental". Fazem parte dessa relação as suas primeiras publicações filosóficas (tese de doutorado 1913/1914 e tese de Habilitação em 1915/1916), os cursos e seminários ministrados ora em Freiburg (1919-1923), ora em Marburg (1923-1928), e sobretudo o opus magnum do filósofo: Sein und Zeit (1927). Considerando o fato de que não se compreende o alcance da obra da juventude de Heidegger sem os diferentes paradigmas do pensamento alemão do final do século XIX e início do século XX, um âmbito predominante da pesquisa consiste em recolocar a obra do jovem Heidegger em seu contexto para compreender a sua gênese (interna e externa), sem que tal obra aponte necessariamente para Sein und Zeit. Na base dessa perspcetiva de pesquisa está a questão: os textos produzidos nos célebres anos da docência de Heidegger ? isto é, os cursos e seminários de Freiburg e os de Marburg ?, corresponderiam exatamente ao mesmo projeto da elaboração de uma analítica existencária do Dasein tal como se verificou com a publicação de Sein und Zeit em 1927? Nesse sentido, com base no contexto conceitual assaz diferente daquele de Sein und Zeit, o jovem Heidegger cria respostas filosóficas autônomas e densas para questões de cujo interesse não depende de sua relação com o opus magnum de 1927..
Grande área: Ciências Humanas
4.
Ética e Filosofia Política

Objetivo: A linha de pesquisa Ética e Filosofia Política pretende acolher os estudos que se proponham a investigar várias compreensões do agir humano, discutindo questões como sua finalidade última e o exercício da liberdade, a analisar a política e suas implicações éticas e culturais e, ainda, a tematizar a relação entre filosofia e democracia. As questões éticas serão enfocadas na distinção tradicional entre Éticas do dever (duty ethics) e Éticas da virtude”(virtue ethics). Em sintonia com a tradição ética, a compreensão dos elementos-chaves da política e da cultura contemporâneas trazem inevitáveis ressonâncias conceituais, que se desdobrarão em temas entrelaçados, como tolerância, etnocentrismo e Estado Democrático de Direito, em particular no tocante à fundamentação de suas instituições..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
5.
Filosofia Contemporânea

Objetivo: A linha de pesquisa de Filosofia Contemporânea pretende acolher os estudos que, a partir de uma crítica às interpretações fundamentais da metafísica, propõem abrir à filosofia novos horizontes de pensamento e, consequentemente, outras compreensões da realidade. Entre as posturas comumente reconhecidas como pós-metafísicas podem ser mencionados fenomenologia, hermenêutica, perspectiva analítica, psicanálise, nominalismo, historicismo sem teleologia, antiessencialismo, antifundacionalismo e anti-representacionalismo, além das críticas às noções de sujeito, de verdade como adequação, do ser como fundamento, das primazias da lógica sobre a retórica e da consciência sobre a linguagem, da possibilidade de fundamentação última dos discursos, dos dualismos metafísicos em geral, etc. Assim, a linha de pesquisa de Filosofia Contemporânea pretende cobrir um âmbito teórico especificamente contemporâneo..
Grande área: Ciências Humanas


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Ética, Ontologia e Ação
Descrição: O projeto visa investigar o agir humano nas formulações de autores de diversas tradições da Ética. A investigação inclui a articulação entre ontologia e a ação humana e se propõe ainda a tematizar os seguintes conceitos: normatividade ética e ordenação do cosmo; virtude e dever; agir e tragicidade; a natureza humana pensada como parte da natureza; antropocentrismo e ecocentrismo. As questões poderão ser investigadas a partir das formulações dos autores pesquisados individualmente pelos participantes do projeto, mas também através dos possíveis diálogos entre aqueles, a fim de facilitar a interlocução entre os pesquisadores e fortalecer sua vinculação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Fenomenologia e Linguagem
Descrição: O projeto de pesquisa trata da relação entre as concepções de fenomenologia e linguagem, tanto em suas diferentes abordagens teóricas na história da Filosofia quanto em suas relações temáticas com a Filosofia contemporânea. Objetiva, assim, desenvolver pesquisas em duas perspectivas de estudo. A primeira compreende a fenomenologia desde suas origens históricas com Edmund Husserl e Martin Heidegger, e suas modificações na fenomenologia francesa com Jean-Paul Sartre, Merleau-Ponty, Simone de Beauvoir, entre outros, nas questões mais relevantes que geraram e desenvolveram esses pensadores até sua recepção crítica na contemporaneidade, tais como: a alteridade; o corpo; a carne; o tempo; a questão da técnica, narração e interpretação; o imaginário e a arte; a relação com a psicanálise; o ser e o ente, o ser e o nada, a noção de gênero, de subjetividade, facticidade e mundo; teologia e ontologia; a essência da metafísica ocidental. A segunda investiga as diferentes interfaces da fenomenologia em debates contemporâneos da filosofia da linguagem, filosofia da mente, lógica, epistemologia e ontologia, incluindo os seguintes tópicos: intencionalidade; semântica; conceito de significado; natureza da consciência; estados mentais; percepção; conteúdo da experiência; atitudes proposicionais; dualismo mente e corpo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador / Claudia P. do Carmo Murta - Integrante / THANA DE MARA SOUZA - Integrante / José Renato Salatiel - Integrante.Número de orientações: 1
2017 - Atual
Gênese, estruturas e destino da Metafísica na tradição filosófica: da unidade abstrata de uma ?essência da metafísica? como ?onto-teo-logia? à sua irredutível pluralidade histórica.
Descrição: O projeto de pesquisa tem como ponto de partida metodológico as análises críticas contemporâneas da metafísica. A partir de Kant, a dimensão "crítica" da metafísica constitui um aspecto inerente à própria metafísica na medida em que tal "crítica" desconstrói sua própria história e discute seus próprios enunciados. Essas análises oscilam entre positivismo (lógico) e ?destruição?. Esta última é exemplificada com a "destruição" da metafísica ocidental realizada por Martin Heidegger que argumentou a favor de uma "essência da metafísica" codificada em "onto-teo-logia" como sua estrutura singular. Para examinar criticamente este diagnóstico, examinarei a gênese das metafísicas medievais (I) em dois diferentes movimentos, ambos baseados na interpretação teológica do "sujeito" da Metafísica de Aristóteles na escola de Amônio ora no pensamento cristão enquanto a metafísica é uma ?forma de vida?, ora na recepção desta metafísica teológica no mundo árabe com base no contexto da apropriação da filosofia grega. Nesse sentido, destaca-se a solução de Avicena: o objeto ("wawdu" = "obiectum") da metafísica é o "ente enquanto ente", ao passo que Deus é o "matlûb" ("o buscado"): a metafísica recebe pela primeira vez uma orientação ontológica. Em seguida, para compreender a ideia de uma "essência da metafísica" como "onto-teo-logia" enquanto apenas uma das diversas estruturas históricas da metafísica, trato da infinitiva multiplicidade das metafísicas medievais (II) encontradas na história sob a forma de três estruturas: 1ª) A primeira é chamada "teológica" e identifica-se com a interpretação neoplatônica da filosofia como uma "episteme theologike" ou "scientia theologica". Esta excede o nome de "onto-teo-logia", uma vez que é versão imediatamente teológica do conceito de metafísica; 2ª) A segunda é "katholou-protológica": influenciada por Avicena, esta tradição associa uma vertente teológica e uma designação da metafísica como reflexão ontológica. Isso conduz a uma tensão entre a primazia de Deus e a primazia do ser, na medida em que o ente é o "subiectum" da metafísica. Nesse sentido, este modelo é encontrado em Tomás de Aquino, que lê Aristóteles através de Avicena; 3ª) A terceira é chamada com propriedade "onto-teo-lógica". O direcionamento ontológico, já formulado por Avicena, é transformado no século XIV em uma "scientia transcendens" ou "metaphysica generalis". É somente neste modelo que Deus é incluído como objeto da metafísica, ou seja, como um ente entre outros. Sendo assim, com base na distinção entre pluralidade de suas formas substanciais e unidade de um desdobramento orgânico, a metafísica compreendida sob o conceito de "onto-teo-logia" (III) é legítima na medida em que é uma de suas diferentes estruturas históricas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Crítica e Subjetividade
Descrição: O projeto de pesquisa tem por objetivo discutir os estatutos filosóficos próprios de ambos os conceitos, bem como as relações e limites teóricos entre eles, em torno de tradições e autores da filosofia contemporânea que direta ou indiretamente se confrontaram com esses conceitos. O projeto circunscreve dois horizontes específicos: por um lado, a exegese dos domínios teóricos ?Crítica? e ?Subjetividade? seja no interior da tradição continental ou da analítica, bem como a maneira como eles foram recepcionados por autores da filosofia contemporânea tanto da tradição continental quanto analítica e, por outro lado, os desdobramentos que possuem em torno das principais demandas e preocupações da cultura contemporânea em seus mais diversos domínios, como o âmbito moral/normativo, o político, o pós-metafísico, o epistemológico e o estético..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Fenomenologia e Mística Medieval. As notas da Vorlesung (1918/1919) cancelada de Martin Heidegger.
Descrição: Em continuidade com o projeto anterior de 2010 (O jovem Heidegger e o Cristianismo das origens: textos e "status quaestionis"), a pesquisa avançou para uma apropriação crítico-fenomenológica da mística medieval a partir das notas de uma "Vorlesung" não dada (1918-1919). Essas notas foram publicadas em 1995 no volume 60 (com o título Phänomenologie des religiösen Lebens) da Edição integral (Gesamtausgabe = GA) de Martin Heidegger segundo uma disposição não cronológica: 1. Einleitung in die Phänomenologie der Religion (WS 1920-1921) (1-156); 2. Augustin und der Neuplatonismus (SS 1921) (159-298); 3. Die philosophischen Grundlagen der mittelalterlichen Mystik (1918-1919) (303-337) . O volume ?Fenomenologia da Vida Religiosa? reuniu textos e cursos que Heidegger consagrou à interpretação da vida religiosa e dos pensadores cristãos de 1916 a 1921. A reflexão heideggeriana em torno da fenomenologia da religião, iniciada já mesmo em 1915, concentra-se, de um lado, na relação entre a tradição escolástica e a mística e, de outro lado, no prosseguimento da reflexão lógico-fenomenológica em conexão, igualmente, com a mística [retomando assim o seu trabalho de Habilitation sobre ?Duns Scoto?] e com as outras apropriações da tradição filosófica. Portanto, as notas sobre a mística medieval se colocam no duplo paralelismo do Denkweg heideggeriano. Em primeiro lugar, esses textos constituem a vertente fenomenológico-teológica do jovem Heidegger (com base na escolástica medieval retomada na Tese sobre ?Duns Scoto?, nos místicos medievais, em Schleiermacher, em S. Paulo, em Agostinho, no jovem Lutero, etc.). Em segundo lugar, Heidegger desenvolveu esta fenomenologia da religião na Universidade de Freiburg paralelamente a uma vertente fenomenológica geral inspirada na fenomenologia transcendental de Edmund Husserl, em confrontação crítico-positiva (Auseinandersetzung) com as filosofias de seu tempo (a própria fenomenologia husserliana, os neo-kantismos de Marburg e de Heidelberg, as psicologias de Wilhelm Dilthey e Karl Jaspers, etc.) e com tradição filosófica [sobretudo com a apropriação mais intensa de Aristóteles de 1921 a 1922 e o consequente distanciamento progressivo do cristianismo em geral])..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2017
Mística, cristianismo e fenomenologia em Meister Eckhart (ca. 1260-1328).
Descrição: O projeto de pesquisa é dedicado a um pensador medieval, original e atípico, se comparado com outros pensadores na Idade Média. A metodologia partirá do exame da terminologia concreta, a técnica das citações e a rede argumentativa de suas obras (latinas e alemãs), descrendo-as em relação com os debates de sua época, a fim de avaliar criticamente as qualificações dadas ao Mestre dominicano, a saber: ?místico?, ?filósofo?, ?teólogo?, ?exegeta? ou ?pregador?. Em segundo lugar, farei análises acerca do pensamento de Eckhart sob duas vertentes; de um lado, estudos sobre a relação entre três componentes de sua reflexão, a saber: metafísica, teologia e mística. Assim procedendo, pretendo destacar ao mesmo tempo as suas fontes filosóficas em conformidade com seu projeto intelectual, a saber: demonstrar com argumentos filosóficos ? per rationes naturales philosophoroum ? a verdade do Antigo e do Novo testamento. De outro lado, o programa de pesquisa prevê estudos sobre a recepção de seu pensamento na fenomenologia religiosa contemporânea, especialmente no ?jovem? Heidegger e em Michel Henry, leitores assíduos de Meister Eckhart. Esta última proposta de uma releitura fenomenológica da mística de Meister Eckhart pretende estabelecer uma apropriação inicial dos medievais por parte da filosofia contemporânea. A inspiração desse caráter inovador do presente projeto provém do período friburgense (1919-1923) da docência de Martin Heidegger, quando estava envolvido com o Cristianismo das origens enquanto paradigma histórico de uma "ciência originária" (Urwissenchaft), e do que Dominique Janicaud chamou de "Le tournant théologique de la phénoménologie française" (Emmanuel Levinas, Michel Henry, Jean-Luc Marion, Jean-Louis Chrétien, Emmanuel Falque, etc.)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 2
2012 - Atual
Estratégias contemporâneas de apropriação da Filosofia Medieval
Descrição: O projeto de pesquisa consiste na articulação entre a Filosofia medieval e as suas apropriações modernas e contemporâneas e, consequentemente, em evidenciar as fontes medievais da modernidade, a recepção dos filósofos medievais em certas correntes de idéias contemporâneas, especialmente no caminho de praticar a fenomenologia, ou de viver como fenomenólogo quando se lê os medievais. Isto não significa simplesmente aplicar-lhes um método, impondo-lhes uma camisa de força a favor de uma nova corrente de pensamento, ou ainda constrangê-los a se submeterem a questões que eles jamais se colocaram. Dois são os motivos de inspiração para o projeto: de um lado, as potencialidades próprias de uma fenomenologia religiosa no seio do período de 1916 a 1919 do jovem Heidegger, que redigira as notas de um curso não proferido intitulado "Die philosophischen Grundlagen der mittelalterlichen Mystik" (1918-1919). Aqui Martin Heidegger, por exemplo, levanta a questão da ob-jetualiade religiosa e a pré-doação ("Vorgegebenheit") religiosa na fé: a partir desta formulação, o que poderíamos descortinar do evento da pré-doação religiosa de Deus na fé como modo de constituição de Deus na consciência? De outro lado, na linha do "Le tournant théologique de la phénoménologie française" (Emmanuel Levinas, Michel Henry, Jean-Luc Marion, Jean-Louis Chrétien, Emmanuel Falque, Sylvain Camilleri, etc.), são vários os autores que indagam na experiência religiosa uma forma específica de fenomenalidade que pode ajudar a própria fenomenologia em seu projeto, em seu desígnio, em seus conceitos fundamentais. Neste sentido, a possível prática fenomenológica da Idade Média implicará reexaminar os dois princípios transgredidos desde início pela filosofia medieval - Ateísmo metodológico e ausência de toda pressuposição - princípios que tornariam impossível toda hipótese de sua prática fenomenológica. O desafio está posto: a partir das estratégias de apropriação dos medievais, como "transformar" e "vivificar" a leitura dos próprios textos medievais?.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 5
2010 - 2015
O jovem Heidegger e o Cristianismo das origens: textos e ?status quaestionis?
Descrição: No primeiro ensino acadêmico em Freiburg se verifica que o constante confronto com o método fenomenológico e com o pensamento de E. Husserl se desenvolve principalmente através do reexame dos fundamentos filosóficos da tradição cristã. Os textos desta época se ocupam inegavelmente da problemática teológica e religiosa, quer seja ora estudando Duns Soctus, ora a mística medieval, ora S. Paulo, ora S. Agostinho ou Lutero. Entretanto, é impossível negar que Heidegger procura paralelamente desenvolver uma fenomenologia desvinculada (ao menos na superfície) da esfera religiosa. Daí surge a questão discutida entre os intérpretes: os anos do ensino em Freiburg deixarriam entrever uma ?vertente fenomenológico-teológica?, com os estudos sobre Duns Scotus, S. Bernardo, S. Teresa D?Avila, Schleiermacher, S. Paulo, S. Agostinho, Lutero, etc., ao lado de uma ?vertente fenomenológica geral?, a qual se inspira claramente da fenomenologia transcendental. Ora, primeiramente, sob a forma de uma discussão sem concessão das filosofias de seu tempo e, em segundo lugar, pelo interese crescente por Aristóteles no período de Marburg, Heidegger tenta desenvolver uma doutrina (no sentido de Lehre) fenomenológica vazia de suas referências às fontes da tradição cristã. À luz da pesquisa mais recente sobre a questão, o projeto procurará responder duas questões maiores: 1ª) Por que razão, no percurso filosófico de Heidegger, nasceu e se desenvolveu o interesse pelo Cristianismo das origens? 2ª) O interesse pelo cristianismo das origens estaria quase subordinado a um projeto fenomenológico mais vasto que tende precisamente a desvincular-se deste âmbito ou a esfera cristã não somente constituiria a proveniência da fenomenologia heideggeriana mas também subsistiria durante esses anos como o objeto de uma fenomenologia da religião de primeira ordem que nortearia toda a reflexão filosófica de Heidegger?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 6
2008 - 2012
A filosofia como diálogo em Agostinho. Um estudo sobre a relação entre Metafísica neoplatônica e Cristianismo nos diálogos filosóficos (386-391),
Descrição: O projeto servirá de ponto de partida para fundamentar e sustentar as linhas de pesquisa em que atuo no Mestrado em Filosofia da UFES, a saber: Metafísica e Filosofia da Religião. Ele é dedicado ao estudo dos célebres diálogos filosóficos escritos na primeira fase da produção literária de Agostinho entre a conversão ao Cristianismo (386) e a ordenação sacerdotal (391), em Cassicíaco (Contra Academicos, De Beata Vita, De Ordine, Soliloquiorum), em Milão (De immortalitate animae, De Libris Disciplinarum), em Roma (De quantitate animae, De libero arbitrio) e em Tagaste (De Musica, De Magistro). O projeto tem por escopo, em primeiro lugar, fazer novas traduções, anotadas e comentadas, de obras significativas pertencentes ao âmbito da Filosofia Patrística e Medieval. O projeto inclui, em segundo lugar, uma série de estudos acerca das relações de Agostinho com suas fontes filosóficas (a), acerca da recepção do paradigma agostiniano ? ?filosofia como diálogo? ? na Idade Média (b) e sobre a herança agostiniana na filosofia contemporânea (c). Por fim, em terceiro lugar, objetivo a longo prazo é uma promoção coordenada e sistemática, tanto ao nível estrutural (união com grupos internacionais de pesquisa, formação de jovens pesquisadores) e infra-estrutural (bibliotecas, catálogos especiais, páginas na Internet) dos estudos de medievalística filosófica. O caráter inovador desse projeto em seu complexo consiste em pôr à disposição dos estudiosos interessados uma gama de materiais, inéditos ou poucos conhecidos em vernáculo (especialmente em se tratando das fontes filosóficas dos Diálogos), os quais, adequadamente analisados, poderão contribuir significativamente na transformação do estado de conhecimento sobre aspectos e problemas importantes do pensamento medieval..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 4
2007 - 2012
A Antropologia de Gregório de Nissa. um estudo sobre as relações entre Metafísica neoplatônica e Cristianismo.
Descrição: O projeto de pesquisa consiste na elaboração de estudos filosóficos acerca das relações de Gregório de Nissa com suas fontes bíblicas, gregas, patrísticas e medievais através da tradução anotada de duas obras particularmente significativas, a saber: em primeiro lugar, a obra "De opificio hominis", que é o primeiro tratado da literatura cristã antiga consagrado ao problema antropológico: neste Gregório concilia a visão otimista da criação material conforme a Escritura com uma concepção dualista da distinção radical entre a matéria e o espírito (de origem platônica); em segundo lugar, o diálogo "De anima et resurrectione", o qual constitui uma transposição cristã do "Fédon" platônico. Examinando as obras selecionadas sobre três aspectos - a) o composto humano: corpo e alma; b) a alma e suas faculdades; c) a natureza da alma e a doutrina da ressurreição - desenvolveremos metodologicamente o projeto em três níveis. Ao nível filológico, procuraremos fixar a evolução do conhecimento textual concernente ao gênero literário dos textos, especialmente das obras mencionadas, que evidentemente recordam os diálogos de Platão (particularmente o "Fédon", que versa sobre a imortalidade da alma) e certas categorias estóicas. Ao nível hermenêutico, depararemos com a interpretação da filosofia neoplatônica acerca das questões sobre a alma e suas relações com o corpo. Ao nível crítico, buscaremos individualizar os momentos da evolução dos debates sobre as "quaestiones disputatae de anima" e acerca de questões limítrofes no âmbito da filosofia, da antropologia e da teologia. É a partir do filósofo neoplatônico, Portírio de Tiro, que este "zetema" sobre a união da alma com o corpo se incorpora à tradição escolástica, como asseverou particularmente Proclo. Os resultados esperados são a tradução crítica e anotada das obras mencionadas de Gregório de Nissa, a saber: 1) "A criação [ou formação] do homem"; 2) "A alma e a ressurreição"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2008
Filosofia Patrística e Bizantina: platonismo, médio-platonismo e neoplatonismo.
Descrição: O projeto examina os pontos de contato entre antigüidade clássica e mensagem cristã que são dois pólos de atração dentro do qual se move e se desenvolve a filosofia bizantina. Pressuposto básico desta relação é o encontro estrutural entre Filosofia grega em geral e Cristianismo. Percorrendo um período amplo, desde as raízes da filosofia bizantina (séculos I a.C.-313 d.C.) até o crepúsculo do paganismo (313-529), buscamos, mediante a tradução e o comentário de textos significativos da tradição filosófica, identificar o influxo da filosofia grega - especialmente do platonismo - nos Padres da Igreja, isto é, a reelaboração do platonismo sob a forma de médio-platonismo (séculos I a.C.- II d.C.) até a sua expressão mais radical enquanto última grande criação da filosofia grega: o Neoplatonismo, que se coloca nos inícios do século III (com o ambiente de Amônio Sacas: ca. 180-242) e persiste depois do fechamento da Academia de Atenas (529), continuando a existir por mais um século em Alexandria..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 12 / Número de orientações: 2
2001 - 2004
A Querela Medieval dos Universais. As principais interpretações (séculos III-XIV).
Descrição: O projeto abarcou um segmento cronológico definido sobre os Universais na Idade Média desde o século III d.C. com o célebre texto da "Isagoge" de Porfírio de Tiro (233-305 d.C.) até o século XIV com Guilherme de Ockham (ca. 1285-1347). As questões levantadas por esta querela repercutem em várias teorias filosóficas da linguagem. Metodologicamente, o projeto desenvolveu três níveis de abordagem. Ao nível filológico, procuramos fixar a evolução doconhecimento textual concernente ao autores que viveram aos longo dos séculos III e XIV: Porfírio de Tiro, Severino Boécio, Pedro Abelardo e Guilherme de Ockham. Ao nível hermenêutico, deparamos com a interpretação dos mestres da escolástica a fim de subtraí-los de pré-compreensões historiográficas, como aquelas distinções forjadas na Idade Média: realismo exagerado, realismo moderado, conceptualismo e nominalismo puro; buscamos assim contextualizá-los pelo exame das fontes próximas e remotas de cada autor. Sendo assim, evidenciamos que por trás dessas entidades historiográficas existem escolhas e articulações disciplinares (ontologia, psicologia, semântica) que condensam todas as questões conexas e verdadeiras do problema dos Universais: da teoria da percepção à teoria da cognição. Ao nível crítico, individualizamos os momentos da evolução dos debates sobre a Querela dos Universais e acerca de questões limítrofes no âmbito da filosofia, da ciência e da teologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2
1991 - 2000
A fé cristológica no Evangelho de S. João: exegese e teologia.
Descrição: O projeto de pesquisa tem em vista estudar a fé cristológica do Evangelho de São João a partir da exegese de textos emblemáticos e do exame dos temas fundamentais de sua teologia, que giram sempre em torno da figura de Jesus Cristo. A partir da confluência de vários métodos exegéticos, o fio condutor da pesquisa consiste em facilitar a passagem, para o crente, entre o sentido da obra em seu contexto histórico ? tal como fazia o método histórico-crítico ? e a importância do texto para o leitor de hoje. Nesta abordagem, o interesse incide tanto no que o texto diz quanto ao como ele diz. O leitor será então conduzido ao ?conhecimento? no sentido joanino enquanto momento estrutural da verdadeira fé, a fim de chegar à seguinte convicção: cada ato de fé só se torna um verdadeiro ?conhecimento? quando se instaura simultaneamente um aprofundamento, uma interiorização progressiva, até que a fé tenha penetrado toda a alma e toda a vida do crente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 5


Outros Projetos


2004 - 2007
Singular e Universal em Guilherme de Ockham (ca. 1285-1347). Antologia de textos traduzidos e comentados.
Descrição: O projeto de pesquisa se concentra na "pars construens" da teoria de Guilherme de Ockham sobre os Universais. Diversos textos são examinados quer de sua "opera philosophica", quer sua "opera theologica". Em primeiro lugar, analisamos textos que concernem à origem, à natureza e ao valor dos conhecimentos de que o homem é dotado. Em segundo lugar, identificamos a teoria de Ockham sobre os Universais na apreensão do singular em vários escritos que comentam seja a obra lógica de Aristóteles, seja a "isagoge" de Porfírio de Tiro. Por fim, explicitamos a sua posição através da tradução de textos seletos acerca dos universais: o universal como "intentio animae", ou seja, o universal é um "signum"; por sua natureza, não pode formar nem concorrer para constituir a essência de uma realidade: sendo um conceito, serve somente para explicá-la ou ilustrá-la..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jorge Augusto da Silva Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Prisma - Revista de Filosofia da Universidade Federal do Amazonas
2008 - Atual
Periódico: Estudos Filosóficos
2004 - Atual
Periódico: Sofia (Vitória)


Membro de comitê de assessoramento


2013 - Atual
Agência de fomento: (FAPESP) Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Perspectiva Filosofica (UFPE)
2015 - Atual
Periódico: Red Latinoamericana de Filosofía Medieval
2015 - Atual
Periódico: Horizonte - Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião
2016 - Atual
Periódico: Trans/Form/Ação (UNESP. Marília. Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Filosofia Medieval.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Fenomenologia e Hermenêutica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ontologia e Metafísica.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Neoplatonismo.


Idiomas


Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Latim
Compreende BemLê Bem, Escreve Bem.
Grego
Compreende BemLê Bem.
Alemão
Compreende PoucoLê Pouco.


Prêmios e títulos


2011
Presidente da SOCIEDADE BRASILEIRA DE FILOSOFIA MEDIEVAL, SBFM - http://www.sbfm.net.br.
2002
Aprovado em primeiro lugar em Concurso Público para o cargo de Professor Adjunto na área de FILOSOFIA POLÍTICA no Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Espírito Santo., Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).
1983
BENTO SILVA SANTOS, codinome com o qual JORGE AUGUSTO DA SILVA SANTOS realiza todas as suas publicações nas áreas de Filosofia e Teologia., Mosteiro de São Bento/Abadia de Nossa Senhora do Monserrate do Rio de Janeiro..


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA SANTOS, B.2018 SILVA SANTOS, B.. Uma confrontação (Auseinandersetzung) de Martin Heidegger com Edmund Husserl. Em busca de uma concepção hermenêutica da fenomenologia. SÍNTESE - REVISTA DE FILOSOFIA, v. 45, p. 229-258, 2018.

2.
SILVA SANTOS, B.2017SILVA SANTOS, B.. Martin Heidegger e o 'Absoluto'. A apropriação fenomenológica dos fragmentos sobre filosofia da religião (1916-1917) de Adolf Reinach.. O QUE NOS FAZ PENSAR (PUCRJ), v. 26, p. 353-380, 2017.

3.
SILVA SANTOS, B.2016 SILVA SANTOS, B.. Martin Heidegger e a Mística Medieval. Em busca de uma compreensão fenomenológica. SÍNTESE - REVISTA DE FILOSOFIA, v. 43, p. 279-303, 2016.

4.
SILVA SANTOS, B.2016SILVA SANTOS, B.. Martin Heidegger e Meister Eckhart: O 'conceito do irracional específico' da mística. Aporía Revista Internacional de Investigaciones Filosóficas, v. 2, p. 49-70, 2016.

5.
SILVA SANTOS, B.2016 SILVA SANTOS, B.. 'Hodie legimus in libro experientiae'. A apropriação heideggeriana da fórmula de Bernardo de Claraval.. Trans/Form/Ação (UNESP. Marília. Impresso), v. 39, p. 101-120, 2016.

6.
SILVA SANTOS, B.2015SILVA SANTOS, B.; MULINARI, F. . Agostinho e Wittgenstein em torno da linguagem: o problema da significação.. Mirabilia (Vitória. Online), v. 20, p. 383-390, 2015.

7.
SILVA SANTOS, B.2013SILVA SANTOS, B.. História da exegese de Lc 1,28: kecharitomene na tradição greco-latina.. Cadernos Patrísticos, v. 7, p. 137-148, 2013.

8.
SILVA SANTOS, B.2012SILVA SANTOS, B.. A Destruktion heideggeriana da ontologia medieval em Die Grundprobleme der Phänomenologie (§§ 10-12). TRANS/FORM/AÇÃO (UNESP. MARÍLIA. IMPRESSO), v. 35, p. 141-160, 2012.

9.
SILVA SANTOS, B.2012SILVA SANTOS, B.. O "Gottesgeburtszyklus" de Meister Eckhart: a mística fundamental do nascimento de Deus na alma (Sermões 101 a 104).. Mirabilia (Vitória. Online), v. 14, p. 124-134, 2012.

10.
SILVA SANTOS, B.2012SILVA SANTOS, B.. A natureza do homem como fronteira (methórios) em Fílon de Alexandria e Gregório de Nissa. Revista de Filosofia: Aurora (PUCPR. Impresso), v. 24, p. 597-613, 2012.

11.
DA SILVA SANTOS, J.A.2012DA SILVA SANTOS, J.A.. Heidegger e o pensamento escolástico entre os anos 1919 e 1930: observações e reflexões críticas.. Studium. Filosofia y Teologia, v. 30, p. 393-408, 2012.

12.
DA SILVA SANTOS, J.A.2011DA SILVA SANTOS, J.A.; LUCAS, Renata A. . O "fundo da alma" nos Sermões alemães de Mestre Eckhart.. Redes (Vitória), v. 17, p. 100-116, 2011.

13.
SILVA SANTOS, B.2010SILVA SANTOS, B.. Virtude e eudaimonia nos diálogos "socráticos". Sintese (Belo Horizonte. 1974), v. 37, p. 5-26, 2010.

14.
SILVA SANTOS, B.2010SILVA SANTOS, B.. Métaphysique néoplatonicienne et christianisme dans la doctrine sur l´âme du traité De anima et resurrectione de Grégoire de Nysse. International Studies on Law and Education, v. 5, p. 39-46, 2010.

15.
SILVA SANTOS, B.2008SILVA SANTOS, B.. Platonismo e Cristianismo no tratado De anima et resurrectione de Gregório de Nissa. Revista Portuguesa de Filosofia, v. 64, p. 153-164, 2008.

16.
SILVA SANTOS, B.2008SILVA SANTOS, B.. A Metafísica do Bem na República (Livros V-VII) de Platão.. Sintese (Belo Horizonte. 1974), v. 35, p. 319-339, 2008.

17.
SILVA SANTOS, B.2008SILVA SANTOS, B.. Filosofia e Religião em Agostinho. A propósito do confronto entre cristanismo e platonismo no "De vera Religione" (I,1; V,8; VII,12).. Redes (Vitória). Revista Capixaba de Filosofia e Teologia, v. 6, p. 115-124, 2008.

18.
SILVA SANTOS, B.2007SILVA SANTOS, B.. Pressupostos semânticos da ética platônica - Plato' Ethics: Semantic Premises. Anales del Seminario de Historia de la Filosofía, v. 24, p. 43-65, 2007.

19.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2006SILVA SANTOS, B.. A questão do mal na obra Dos Nomes Divinos (IV, 18-35) de Dionísio Pseudo-Areopagita.. Anais. Encontro Nacional de Estudos Neoplatônicos, Aracaju, v. 1, n.1, p. 165-176, 2006.

20.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2006SILVA SANTOS, B.. A noção de justa medida no Político (284 a-285 c) de Platão.. Síntese (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v. 33, n.106, p. 273-290, 2006.

21.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2005SILVA SANTOS, B.. O universal como intentio animae em Guilherme de Ockham.. Síntese (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v. 32, n.102, p. 61-76, 2005.

22.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2005SILVA SANTOS, B.. OCKHAM E PORFÍRIO. Uma interpretação medieval do questionário da Isagoge.. Redes (Vitória). Revista Capixaba de Filosofia e Teologia, Vitória, v. 3, n.5, p. 141-162, 2005.

23.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2004SILVA SANTOS, B.. O processo cognitivo na filosofia de Guilherme de Ockham.. Redes (Vitória). Revista Capixaba de Filosofia e Teologia, Vitória, v. II, n.3, p. 49-71, 2004.

24.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2004SILVA SANTOS, B.. Guilherme de Ockham versus João Duns Scotus: identidade e diferença entre intelecto agente e intelecto possível. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 49, n.3, p. 545-552, 2004.

25.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2004SILVA SANTOS, B.. Lógica e gnosiologia em Guilherme de Ockham. Antologia de textos traduzidos e comentados.. Ágora Filosófica (UNICAP), Recife - Pernambuco, v. 4, n.2, p. 97-140, 2004.

26.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2003SILVA SANTOS, B.. A estrutura metafísica do ser humano no Corpus Dionysiacum.. Cadernos de Letras (UFRJ), Rio de Janeiro (UFRJ), v. 18, n.20, p. 81-85, 2003.

27.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2003SILVA SANTOS, B.. Os argumentos de Boécio (ca. 480-524) pro e contra os Universais no Segundo Comentário à Isagoge de Porfírio.. Síntese (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v. 30, n.97, p. 187-202, 2003.

28.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2003SILVA SANTOS, B.. Escritura e Tradição como regra da verdade teológica no Pseudo-Dionísio Areopagita.. Redes (Vitória). Revista Capixaba de Filosofia e Teologia, Vitória., v. 1, n.1, p. 115-132, 2003.

29.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2003SILVA SANTOS, B.. Platonismo e cristianismo: irreconciabilidade radical ou elementos comuns?. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre-RS, v. 48, n.3, p. 323-336, 2003.

30.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2003SILVA SANTOS, B.. A Lei Natural em Santo Tomás de Aquino: introdução, tradução e notas da questão 94 da Summa Theologiae Ia-IIae.. Ágora Filosófica (UNICAP), Recife, v. 3, n.1/2, p. 17-39, 2003.

31.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2002SILVA SANTOS, B.. A metafísica da memória no Livro X das Confissões de Agostinho.. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre-RS, v. 47, n.3, p. 365-375, 2002.

32.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2001SILVA SANTOS, B.. Virtude e dever nas teorias éticas modernas. Naufrágio e sobrevivência de uma novidade antiga.. Sintese (Belo Horizonte. 1974), Belo Horizonte, v. 28, n.92, p. 327-357, 2001.

33.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.2001SILVA SANTOS, B.. As Quaestiones disputatae de Veritate, Q. X (De mente). Tradução e notas ao artigo 6: utrum mens humana cognitionem accipiat a sensibilibus.. Atas da IV Semana de Estudos Medievais, Rio de Janeiro, v. 1, p. 292-296, 2001.

34.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.1999SILVA SANTOS, B.. A imortalidade da alma no Fédon de Platão. O Que nos Faz Pensar (PUCRJ), Rio de Janeiro, v. 3, n.13, p. 33-50, 1999.

35.
SILVA SANTOS, B.;DA SILVA SANTOS, J.A.1991SILVA SANTOS, B.. A Realidade do juízo no Evangelho de João.. Communio (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, n.56, p. 294-314, 1991.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MURTA, C. P. do Carmo ; SILVA SANTOS, B. ; MURTA, A. . Amor e piaxões em filosofia e psicanálise. 1. ed. Vitória: Secretaria de Ensino a Distância -SEAD (Universidade Federal do Espírito Santo)., 2018. v. 1. 56p .

2.
SILVA SANTOS, B.; VIESENTEINER, J. L. . Ensino de Filosofia. 1. ed. Vitória: Secretaria de Ensino a Distância -SEAD (Universidade Federal do Espírito Santo)., 2017. v. 1. 90p .

3.
SILVA SANTOS, B.. Laboratório de Ensino de Filosofia. 1. ed. Vitória: Secretaria de Ensino a Distancia - SEAD (Universidade Federal do Espírito Santo), 2016. v. 1. 102p .

4.
SILVA SANTOS, B.; COSTA, Ricardo L. Silveira da . História da Filosofia Medieval. 1. ed. Vitória: Secretaria de Ensino a Distância -SEAD (Universidade Federal do Espírito Santo), 2015. v. 1. 230p .

5.
SILVA SANTOS, B.; COSTA, R. L. S. . Filosofia Política I. 1. ed. Vitória: Secretaria de Ensino a Distância -SEAD (Universidade Federal do Espírito Santo), 2015. v. 1. 180p .

6.
SILVA SANTOS, B.. SÃO JOÃO CRISÓSTOMO, Comentário às Cartas de São Paulo.vol. 3 Homilias sobre as Cartas: 1/2 a Timóteo, a Tito, aos Filipenses, aos Colossenses, 1/2 aos Tessalonicenses, a Filemon, aos Hebreus (Coleção PATRÍSTICA, nº 27/3).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2013. v. 1. 1244p .

7.
SILVA SANTOS, B.. SÃO JERÔNIMO, Apologia contra os livros de Rufino. (Coleção PATRÍSTICA, nº 31).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2013. v. 1. 208p .

8.
SILVA SANTOS, B.. S. AGOSTINHO, A fé e o símbolo. Primeira Catequese aos não cristãos. A disciplina cristã. A continência. (Coleção PATRÍSTICA, nº 32)... 1. ed. São Paulo: Paulus Editora, 2013. v. 1. 237p .

9.
SILVA SANTOS, B.. Fenomenologia e Idade Média. 1. ed. Curitiba: Editora CRV, 2013. v. 1. 224p .

10.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, Ricardo L. Silveira da (Org.) . Anais do XIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval: Metafísica, Arte e Religião.. 1. ed. Vitória: DLL/UFES, 2013. v. 1. 830p .

11.
SILVA SANTOS, B.. ORÍGENES. Tratado sobre os Princípios. (Coleção Patrística, nº 30).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2012. v. 1. 330p .

12.
SILVA SANTOS, B.. GREGÓRIO DE NISSA, A criação do homem, A alma e a ressurreição, A grande catequese (Coleção "Patrística", nº 29).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2011. v. 1. 390p .

13.
SILVA SANTOS, B.; ARAUJO, A. O. M. . Concepções antigas sobre a alma: Homero, Platão e Aristóteles. 1. ed. Vitória: Núcleo de Educação Aberta e a Distância (UFES), 2011. v. 1. 83p .

14.
SILVA SANTOS, B.; COSTA, Ricardo L. Silveira da (Org.) . Anais do VIII Encontro Internacional de Estudos Medievais: as múltiplas expressões da Idade Média: Filosofia, Artes, Letras, História e Direito.. 1. ed. Cuiabá: EDUFMS, 2011. v. 2. 1606p .

15.
SILVA SANTOS, B.. SÃO GREGÓRIO MAGNO, Regra Pastoral. (Coleção PATRÍSTICA, nº 28).. 1. ed. São Paulo: Paulus Editora, 2010. v. 1. 258p .

16.
SILVA SANTOS, B.. SÃO JOÃO CRISÓSTOMO, Comentário às Cartas de São Paulo.vol. 1: Homilias sobre a Carta aos Romanos - Comentários sobre a Carta aos Gálatas - Homilias sobre a Carta aos Efésios (coleção PATRÍSTICA, nº 27/1); vol 2: Homilias sobre a Primeira e a Segunda Cartas aos Coríntios (coleção PATRÍSTICA, nº 27/2). 1. ed. São Paulo: Paulus, 2010. v. 1. 920p .

17.
SILVA SANTOS, B.. S. AGOSTINHO, Explicação de algumas proposições da Carta aos Romanos - Explicação da Carta aos Gálatas - Explicação incoada da Carta aos Romanos (Coleção PATRÍSTICA, nº 25).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2009. v. 1. 200p .

18.
SILVA SANTOS, B.. S. AGOSTINHO, Contra os Acadêmicos, A Ordem, A Grandeza da Alma, O Mestre. (Coleção PATRÍSTICA, n. 24).. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2008. v. 1. 416p .

19.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Sofia. Revista semestral de Filosofia. 1. ed. Vitória: EDUFES, 2006. v. 1. 415p .

20.
SILVA SANTOS, B.. A Mãe de Jesus no Novo Testamento. 1. ed. Aparecida-SP: Santuário, 2000. v. 1. 168p .

21.
SILVA SANTOS, B.. A imortalidade da alma no Fédon de Platão. Coerência e legitimidade do argumento final (102a-107b).. 1. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999. v. 1. 128p .

22.
SILVA SANTOS, B.. A experiência de Deus no Antigo Testamento. 1. ed. Aparecida-SP: Santuário, 1996. v. 1. 135p .

23.
SILVA SANTOS, B.. Fé e Sacramentos no Evangelho de São João. 1. ed. Aparecida-SP: Santuário, 1995. v. 1. 136p .

24.
SILVA SANTOS, B.. Teologia do Evangelho de São João. 1. ed. Aparecida-SP: Santuário, 1994. v. 1. 421p .

Capítulos de livros publicados
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Liberdade humana e graça em Nicolau de Cusa. In: MACHETTA, Jorge M. & D'AMICO, Claudia. (Org.). La cuestión del hombre en Nicolás de Cusa: fuentes, originalidad y diálogo con la modernidad. 1ed.Buenos Aires: Editorial Biblos, 2015, v. 1, p. 171-180.

2.
SILVA SANTOS, B.. Heidegger e Agostinho. A propósito das lições sobre 'Agostinho e o Neoplatonismo (1921)'.. In: Cicero Cunha Bezerra; Oscar Federico Bauchwitz. (Org.). Neoplatonismo. Tradição e contemporaneidade.. 1ed.São Paulo: Hedra, 2013, v. 1, p. 177-195.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Limites e fecundidades de uma prática fenomenológica da Idade Média.. In: Celina A. Lertora MENDOZA; Natalia JAKUBECKI; Gustavo Fernández WALKER. (Org.). Filosofia medieval: continuidad y rupturas: XIV Congreso Latinoamericano de Filosofia Medieval.. 1ed.BUENOS AIRES: FEPAI, 2013, v. 1, p. 67-80.

4.
SILVA SANTOS, B.. Uma fenomenologia das afecções? A propósito do comentário de Heidegger ao Livro X (14,21-22) das Confissões de S. Agostinho.. In: MURTA, C.; BOCCA, F.V.; SIMANKE, R. T.. (Org.). Psicanálise em Perspectiva III.. 1ed.Curitiba: Editora CRV, 2012, v. 1, p. 55-75.

5.
SILVA SANTOS, B.. "Diálogo" entre as concepções de alma em Platão e Freud. In: Claudia P. do Carmo Murta; Francisco V. Bocca; Richard Theisen Simanke. (Org.). Psicanálise em Perspectiva. 1ed.Curitiba: Editora CRV, 2009, v. 1, p. 11-30.

6.
SILVA SANTOS, B.. Uma Filosofia da "imagem" no "Hominis Opificio" de Gregório de Nissa. In: Oscar Federico BAUCHWITZ; Cícero Cunha BEZERRA. (Org.). Imagem e Silêncio. Tomo I: Do Neoplatonismo pagão ao Neoplatonismo medieval.. 1ed.Natal: Editora da UFRN, 2009, v. 1, p. 387-398.

7.
SILVA SANTOS, B.. A Lógica do Inefável. Do apofatismo à divinização do homem no Corpus Dionysiacum.. In: Maria Leonor L.O. Xavier. (Org.). A QUESTÃO DE DEUS na História da Filosofia.. 1ed.Sintra: Zefiro, 2008, v. 1, p. 547-557.

8.
SILVA SANTOS, B.. O horizonte da antropologia de Gregório de Nissa.. In: José Antônio de Camargo Rodrigues de Souza. (Org.). Idade Média: tempo do mundo, tempo dos homens, tempo de Deus.. 1ed.Porto Alegre: Est Edições, 2006, v. 1, p. 151-156.

9.
SILVA SANTOS, B.. Direito e Justiça em S. Tomás de Aquino. Introdução, tradução e notas das Questões 57 e 58 da Summa Theologiae IIa-IIae. In: José Pedro Luchi. (Org.). Linguagem e socialidade. 1ed.Vitória: EDUFES, 2005, v. 1, p. 99-119.

10.
SILVA SANTOS, B.. A qualificação moral do ato humano na Ethica ou Scito te ipsum (ca. 1136) de Pedro Abelardo.. In: Marcos Roberto N. Costa & Luis A. DE Boni. (Org.). A Ética Medieval face aos desafios da contemporaneidade.. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004, v. 1, p. 181-196.

11.
SILVA SANTOS, B.. A questão do tempo no Livro XI das Confissões de Agostinho de Hipona.. In: Marta Luzie de Oliveira Frecheiras; Marcio Petrocelli Paixão. (Org.). Em torno da Metafísica.. 1ed.Rio de Janeiro: Sette Letras, 2001, v. 1, p. 44-60.

12.
SILVA SANTOS, B.. Plotino: uma perspectiva neoplatônica da estética.. In: Oscar Federico Bauchwitz. (Org.). O Neoplatonismo.. 1ed.Natal: Argos Editora, 2001, v. 1, p. 215-220.

13.
SILVA SANTOS, B.. O De Magistro de S. Agostinho e o problema da linguagem. In: J. Raimundo da Costa. (Org.). Ensaios & Estudos. Belo Horizonte: Lutador, 1997, v. 1, p. 151-169.

14.
SILVA SANTOS, B.. O Paráclito no Evangelho de João.. In: ALMEIDA, Emanuel. (Org.). Coletânea 2: 400 anos do Mosteiro de São Bento (1590-1990).. 1ed.Rio de Janeiro: Lumen Christi, 1991, v. 2, p. 66-94.

15.
SILVA SANTOS, B.. Esboço bio-bibliográfico de Dom Estêvão Bettencourt. In: Emanuel De Almeida; Matias De Medeiros. (Org.). Coletânea. Homenagem a Dom Estêvão Bettencourt, O.S.B.. 1ed.Rio de Janeiro: Lumen Christi, 1990, v. 1, p. 1-11.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SILVA SANTOS, B.. Os argumentos de Severino Boécio (ca. 480-524) contra os Universais no Segundo comentário à Isagoge de Porfírio.. In: VI Colóquio do Centro do Pensamento Antigo (29,30,31 de Outubro-01 de Novembro)Centro de Estudos e documentação sobre o Pensamento Antigo Clássico, Helenístico e sua Posteridade Histórica)., 2002, Campinas-SP. Boletim do CPA (UNICAMP). Campinas - São Paulo: Universidade Estadual de Campinas- UNICAMP, 2001. v. VII. p. 9-24.

2.
SILVA SANTOS, B.. As Quaestiones disputatae de Veritate, Q. X (De mente). Tradução e notas - artigo 6: utrum mens humana cognitionem accipiat a sensibilubus.. In: IV Semana de Estudos Medievais (de 14 a 18 de maio de 2001), 2001, Rio de Janeiro, RJ. SILVA, Andréia C. L. Frazão da & SILVA, Leila R. da (Org.). Atas da IV Semana de Estudos Medievais. Rio de Janeiro: Edições Márcia Cristina da Rocha Martins, 2001. v. 1. p. 292-296.

3.
SILVA SANTOS, B.. Aspirai aos carismas (charismata) mais altos: os campos operativos da caridade (agape) na comunidade de Corinto (1 Cor 13,4-7).. In: Seminário Internacional de História das Religiões -III Simpósio Nacional de História das Religiões., 2001, Recife, 2001.

4.
SILVA SANTOS, B.. Ética e 'felicidade'em Platão e Aristóteles: semelhanças, tensões e convergências.. In: Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia, 2000, Poços de Caldas. Cadernos de Atas da ANPOF. PRIMEIRA REUNIÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PLATONISTAS. Publicação do Centro de Estudos e Documentação sobre o pensamento antigo clássico, helenístico e sua posteridade histórica - IFCH-UNICAMP,2001, 2000. v. 1. p. 19-28.

5.
SILVA SANTOS, B.. A Querela dos Universais: questões noéticas, lingüísticas e lógicas.. In: VIII Seminário dos alunos de pós-graduação em Filosofia do Instituto de Filosofia e ciências Sociais - UFRJ, 2000, Rio de Janeiro. Cadernos de Pós-graduação, 2000.

6.
SILVA SANTOS, B.. Plotino: uma perspectiva neoplatônica da estética.. In: II Encontro de Estudos Medievais, 2000, Natal-RN. O Neoplatonismo. Atas do II Encontro de Estudos Medievais. Natal-RN: Argos Editora, 2000. v. 1. p. 215-220.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A unidade madeira-olho no Sermão [alemão] 48 de Mestre Eckhart. A propósito das relações entre identidade e alteridade do ato cognitivo.. In: The 12th annual conference of the International Society for Neoplatonic Studies. 16-21 June 2014, 2014, Lisboa. ISNS 2014 Lisbon Conference. The 12th annual conference of the International Society for Neoplatonic Studies, 2014. v. 1. p. 61-62.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Martin Heidegger e Meister Eckhart: 'O conceito do irracional específico da mística'.. In: II Congreso Internacional de la Sociedad Filosofica del Uruguay 11 a 16 de agosto, 2014, Montevideo. Libro de Resúmenes Congreso Internacional de la Sociedad Filosofica del Uruguay. Montevideo: Sociedade Filosofica del Uruguay, 2014. v. 1. p. 39-39.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Fenomenologia e Mística no 'jovem' Heidegger: potencialidades hermenêuticas das anotações sobre Gegenständlichkeit e Vorgegebenheit religiosas. In: XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia, 2013, Salvador. XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia. Livro de resumos. Salvador: Quarteto, 2013. v. 1. p. 276-277.

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Tradizione platonica e cristianesimo nel dialogo "Peri psyches kai anastáseos" di Gregorio di Nissa. In: The Eighth Annual Conference of the International Society for Neoplatonic Studies., 2010, Miraflores de la Sierra. ISNS 2010 Madrid Conference. Madrid: UAM, 2010. v. 1. p. 81-82.

5.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A "Vera philosophia" e os "mysteria". A propósito das relações entre filosofia e Cristianismo no "De Ordine" (II,5,16) de Agostinho. In: XIV Encontro Nacional da ANPOF, 2010, Águas de Lindóia. ANPOF. Atas do XIV Encontro Nacional de Filosofia. Campinas: ANPOF, 2010. v. 1. p. 273-273.

6.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A natureza do homem (methorios) em Fílon de Alexandria e Gregório de Nissa.. In: III Congreso Internacional de Estudios Medievales - VI Jornadas Internacionales de Pensamiento Medieval, 2010, Mendoza. Las Mentalidades Medievales y sus perspectivas. Mendoza, 3, 4, 5 y 6 de noviembre de 2010.. Mendoza: UNCUYO, 2010. v. 1. p. 45-46.

7.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Antropologia e Metafísica na "Oratio Catechetica Magna" de Gregório de Nissa. In: III Colóquio Internacional de Metafísica - O que é Metafísica?, 2009, Natal. III Colóquio Internacional de Metafísica. Programação e Cadernos de Resumos.. Natal: UFRN. v. 1. p. 49-49.

8.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A questão de Deus em Maimônides e os limites da crítica de M. Heidegger à constituição ontoteológica da Metafísica.. In: II Simpósio Internacional sobre Metafísica e Filosofia Contemporânea, 2009, Belo Horizonte. Simpósio Internacional sobre Metafísica e Filosofia Contemporânea. Belo Horizonte: Primacor, 2009. v. 1. p. 57-57.

9.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A noção de conflito psíquico em Platão e Freud a partir da antinomia clássica entre o Uno e o Múltiplo.. In: III Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise., 2009, Curitiba. VII Congresso Nacional de Filosofia Contemporânea/III Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. Caderno de Resumos.. Curitiba: Editora Champagnat, 2009. v. 1. p. 113-113.

10.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Cristianismo e neoplatonismo em Agostinho. A propósito de uma sentença do Contra Academicos (III,19,42): "una verssimae philosophiae disciplina". In: XIII Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF., 2008, Canela (RS). ANPOF. Atas do XIII Encontro Nacional de Filosofia.. São Leopoldo: Unisinos, 2008. v. 1. p. 352-352.

11.
SILVA SANTOS, B.. Uma filosofia da "imagem" no "De hominis opificio" de Gregório de Nissa.. In: I Simpósio Íbero-Americano de Estudos Neoplatônicos, 2007, Natal. Anais Eletrônicos. I Simpósio Íbero-Americano e Estudos Neoplatôicos, 2007.

12.
SILVA SANTOS, B.. Simplicidade e tripartição da alma no tratado De anima et resurrectione de Gregório de Nissa.. In: XI Congresso Latino-Americao de Filosofia Medieval: Tempo de Deus, Tempo dos Homens, Tempo do Mundo, 2006, Fortaleza. CADERNO DE RESUMOS. Fortaleza, 21 a 25 de agosto de 2006. Fortaleza: Universidade Estadual do Ceará., 2006. v. 1. p. 16-16.

13.
SILVA SANTOS, B.. A Antropologia neoplatônica de Gregório de Nissa.. In: XII Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, 2006, Salvador. SALLES, João Carlos & PINTO, Paulo Roberto Nargutti (eds.). Atas do XII Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF. Salvador - BA, 23 a 27 de outubro de 2006.. Salvador: ANPOF-EDUFBA, 2006. v. 1. p. 274-275.

14.
SILVA SANTOS, B.. Platonismo e Cristianismo no tratato De anima et resurrectione de Gregório de Nissa.. In: XI Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, 2004, Salvador-BA. SALLES, João Carlos & MARGUTTI PINTO, Paulo Roberto (ed.), Atas do XI Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF Salvador - BA, 18 a 22 de outubro de 2004., 2004. v. 1. p. 228-228.

15.
SILVA SANTOS, B.. Platonismo e Cristianismo: irreconciabilidade radical ou elementos comuns?. In: Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia-ANPOF, 2002, São Paulo-SP. Atas do X Encontro Nacional de Filosofia São Paulo -SP, 29 de setembro a 03 de outubro de 2002. Campinas: Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia-Campinas,SP, 2002. v. 1. p. 267-267.

Artigos aceitos para publicação
1.
SILVA SANTOS, B.. O fenômeno da tentatio e a historicidade do si (Selbst) na apropriação fenomenológica do Livro X das Confissões de Agostinho.. TRANS/FORM/AÇÃO (UNESP. MARÍLIA. IMPRESSO), 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Uma confrontação (Auseinandersetzung) de Martin Heidegger com Edmund Husserl em 'Die Idee der Philosophie und das Weltanschauungs problem' (1919). Em busca de uma concepção hermenêutica da fenomenologia.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Intencionalidade e criatividade do intelecto em Dietrich de Freiberg (ca. 1240 ? ca. 1318). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Heidegger e Paulo. Contração da temporalidade e religiosidade 'escatológica' na situação do 'hos me' paulino (1 Cor 7, 29-31).. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A autossuficiência da vida. O projeto de uma fenomenologia da 'vida fática' no curso 'Problemas fundamentais da Fenomenologia' (WS 1919/1920) de Martin Heidegger.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
DA SILVA SANTOS, J.A.. O argumento da causalidade na 17ª discussão da obra 'A Incoerência dos filósofos' de Al-Ghazālī (1058-1111 d.C./ 450-505 H). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Hodie legimus in libro experientiae?. A apropriação fenomenológica da fórmula de Bernardo de Claraval.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SILVA SANTOS, B.. VI Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise - X Simpósio de Filosofia e Psicanálise - Tempos de guerra atuais.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Martin Heidegger e Meister Eckhart: O 'conceito do irracional específico' da mística.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Heidegger e Lutero: contraposição entre palavra de fé e razão. A propósito da 'Disputatio de homine' no Seminário conduzido por Gerhard Ebeling em Zürich nos dias 3 e 4 de março 1961.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SILVA SANTOS, B.. História da exegese de Lc 1,28: 'kecharitomene' na tradição greco-latina.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
DA SILVA SANTOS, J.A.. 'Deus enim unus est, unum est'. A identificação de Deus com o Uno na metafísica neoplatônica de Meister Eckhart.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
DA SILVA SANTOS, J.A.. As traduções patrísticas no Brasil: Coleção Patrística - tradução do 'Tratado sobre os Princípios' de Orígenes.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
DA SILVA SANTOS, J.A.. "Mystike henosis": tradição, investigação e iniciação na obra "Dos Nomes Divinos" (II,9, 648 a-b) de Dionísio Pseudo-Areopagita.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Fenomenologia da Religião e religiosidade cristã originária no "jovem Heidegger": Status quaestionis.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Heidegger e o pensamento escolástico entre os anos 1919 e 1930. Observações e reflexões críticas.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Referências de Jacques Lacan a S.Tomás de Aquino. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Morte e Eternidade na arquitetura da obra "El Aleph" de Jorge Luis Borges. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Antropolgoia e Metafísica na Oratio Catechetica Magna de Gregório de Nissa. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
DA SILVA SANTOS, J.A.. O problema da tradução na recepção da filosofia de Aristóteles na Idade Média latina. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A questão de Deus em Maimônides e os limites da crítica de M. Heidegger à constituição ontoteológica da Metafísica.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Heidegger e a apropriação não-objetivante do cristianismo originário. A propósito das lições sobre Agostinho e o Neoplatonismo (1920-1921).. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A noção de conflito psíquico em Platão e Freud a partir da antinomia clássica entre o Uno e o Múltiplo.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Filosofia e tradição platônica no Contra Academicos (III,XVII,37-XIX,42) de Agostinho de Hipona como exemplo de pesquisa das fontes dos Diálogos.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
SILVA SANTOS, B.. Dossiê Heidegger e os Medievais. Vitória: Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2016 (Revista Sofia).

2.
SILVA SANTOS, B.. Arte, Crítica e Mística. Coordenação de volume de Revista Eletrônica., 2015 (Mirabilia Journal 20 (2015/1)).

3.
SILVA SANTOS, B.. Arte, Crítica e Mística, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
COSTA, R. L. S. ; SILVA SANTOS, B. . Nicolau de Cusa (1401-1464) em Diálogo, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

5.
SILVA SANTOS, B.. ORÍGENES, Sobre os Princípios de Orígenes. (Coleção 'PATRÌSTICA', nº 30). São Paulo, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

6.
SILVA SANTOS, B.. GREGÓRIO DE NISSA, A criação do homem, A alma e a ressurreição, A grande catequese (Coleção "PATRÍSTICA", nº 29).. São Paulo, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

7.
SILVA SANTOS, B.. GREGÓRIO DE NISSA, A criação do homem, A alma e a ressurreição, A grande catequese (Coleção "Patrística", nº 29). Tradução, introdução e notas de Bento Silva Santos.. São Paulo: Paulus, 2011. (Tradução/Livro).

8.
SILVA SANTOS, B.. SÃO JOÃO CRISÓSTOMO, Comentário às Cartas de São Paulo. vol. 1: Homilias sobre a Carta aos Romanos - Comentários sobre a Carta aos Gálatas - Homilias sobre a Carta aos Efésios (coleção PATRÍSTICA, nº 27/1).. São Paulo, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

9.
SILVA SANTOS, B.. S. AGOSTINHO, De Magistro. Tradução, introdução e comentário de Bento Silva Santos.. Petrópolis, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

10.
SILVA SANTOS, B.. De Magistro. Tradução, introdução e comentário de Bento Silva Santos.. Petrópolis.: Editora Vozes, 2009. (Tradução/Livro).

11.
SILVA SANTOS, B.. S. AGOSTINHO, Contra os Acadêmicos, A Ordem, A Grandeza da Alma, O Mestre.. São Paulo, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

12.
SILVA SANTOS, B.. Dos Nomes Divinos. Introdução, tradução e notas de Bento Silva Santos.. São Paulo: Attar Editorial, 2004. (Tradução/Livro).

13.
SILVA SANTOS, B.. Isagoge. Introdução às Categorias de Aristóteles. Introdução, tradução e comentário de Bento Silva Santos.. São Paulo: Attar Editorial, 2002. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Programas de computador sem registro
1.
SILVA SANTOS, B.. História & Arte, Filosofia & Literatura: o maravilhoso universo da Idade Média sob a coordenação de Ricardo da Costa & Og Garcia Negrão. Cd1: A Querela Medieval dos Universais.Vitória: UFES - Ne@ad.. 2004.

Trabalhos técnicos
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG/CNPq. 2018.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Pós Doutorado no Exterior - PDE/CNPq. 2018.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2018.

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2018.

5.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2018.

6.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Programa Doutorado Pleno no Exterior 2016 - CAPES. 2017.

7.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Programa Doutorado Pleno no Exterior 2016 (Teologia) - CAPES. 2017.

8.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2017.

9.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Doutorado no Exterior - GDE/CNPq. 2017.

10.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior ? CNPq/AVG 2017. 2017.

11.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Chamada CNPq nº 12/2017 - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2017.

12.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Chamada CNPq nº 12/2017 - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2017.

13.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Chamada CNPq nº 12/2017 - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2017.

14.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer sobre prorrogação do Projeto de Pesquisa submetido ao Edital MCTI/CNPq Nº 014/2014 (Universal Faixa A). 2017.

15.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Chamada CNPq nº 12/2017 - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2017.

16.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Edital 1687 do Programa de Pós-Doutorado 2016 - CAPES. 2016.

17.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Edital do Programa de Pós-Doutorado 2016 - CAPES. 2016.

18.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Chamada CNPq N º 12/2016 - Bolsas de Produtividade em Pesquisa - PQ. 2016.

19.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Chamada Pública MCTI/CNPq Nº 14/2013 - Universal 14/2013 - Faixa A. 2016.

20.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2015.

21.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2015.

22.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG/CNPq. 2015.

23.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG/CNPq. 2015.

24.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Linha de Fomento da FAPESP: Programas Regulares/Bolsas/No País/Mestrado - (Parecer 'ad hoc' sobre Relatório Científico Final - 01 de maio de 2015). 2015.

25.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2015.

26.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Chamada CNPq/ MCTI Nº 25/2015 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. 2015.

27.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior - Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2014.

28.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Pós-doutorado Sênior ? PDS/CNPq. 2014.

29.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Linha de Fomento da FAPESP: Programas Regulares/Bolsas/No País/Mestrado - (Parecer 'ad hoc' sobre Relatório Científico Parcial - 11 de abril de 2014). 2014.

30.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio a Eventos no Exterior - Demanda AEX Setembro 2014/CAPES. 2014.

31.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Projeto de Pesquisa submetido ao Edital MCTI/CNPq Nº 014/2014 (Universal Faixa A). 2014.

32.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior / Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2014.

33.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2014.

34.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2014.

35.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2014.

36.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa - PQ. 2014.

37.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer Bolsas no País - Pós-doutorado Júnior - PDJ/CNPq. 2014.

38.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG. 2013.

39.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG. 2013.

40.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Linha de Fomento da FAPESP: Programas Regulares/Bolsas/No País/Mestrado - Fluxo contínuo. 2013.

41.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior - AVG. 2013.

42.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Chamada Pública MCTI/CNPq nº 14/2013 -Universal - Faixa A. 2013.

43.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Chamada I do Estágio Sênior 2014. 2013.

44.
SILVA SANTOS, B.. Parecer para Projeto de Pesquisa da Câmara P & PG da Universidade Estadual de Santa Cruz (BA). 2013.

45.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2013.

46.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2013.

47.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2013.

48.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior/Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2012.

49.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior/Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2012.

50.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Chamada Pública MCT/CNPq, nº 14/2012. 2012.

51.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2012.

52.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2012.

53.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para apoio a projetos de pesquisa - Chamada MCTI /CNPq /MEC/CAPES Nº 18/2012 - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. 2012.

54.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsas no Exterior/Doutorado Sanduíche - SWE/CNPq. 2011.

55.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Apoio a Projetos de Pesquisa - Chamada CNPq/CAPES nº 07/2011. 2011.

56.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para o Programa de Infra-Estrutura para Jovens Pesquisadores - Edital FAPERN/MCT/CNPq/CT-INFRA Nº 005/2011. 2011.

57.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Bolsa de Produtividade em Pesquisa - CNPq. 2010.

58.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Parecer para Projeto de Cooperação Científica PROSUL-CNPq.. 2003.

Redes sociais, websites e blogs
1.
SILVA SANTOS, B.. Publicações online de filosofia medieval. 2012; Tema: Filosofia Medieval. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. A preleção cancelada de Martin Heidegger: 'Os fundamentos filosóficos da mística medieval (1918-1919)'.. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; NEVES, A. E.; COSTA, Ricardo L. Silveira da. Participação em banca de Michele Cordeiro da Silva. O corpo na iconografia cristã: o retábulo de São Vicente de Sarriá (1455-1460).. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Artes) - Universidade Federal do Espírito Santo.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; CAMPOLINA MARTINS; GROSS. Participação em banca de Fábio Caputo Dalpra. O amor de Deus como fundamento do conhecimento nas "Confissões" de Agostinho.. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.; NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do; CAMELLO, Maurílio José de Oliveira. Participação em banca de Pedro Rodolfo Fernandes da Silva. A Intentio dos atos humanos no "Scito te ipsum" de Pedro Abelardo.. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

4.
SILVA SANTOS, B.; FRANCO, Irley Fernandes; PINHEIRO, Marcus. Participação em banca de Krishnamurti Jareski. Techne e inspiração no Íon platônico.. 2006. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

5.
SILVA SANTOS, B.; IGLESIAS, Maura; FRANCO, Irley Fernandes. Participação em banca de Kátia Regina de Oliveira Frecheiras.. Mênon 86c-87d: um estudo sobre as relações entre reminiscência e as matemáticas em Platão.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

6.
SILVA SANTOS, B.; SANTOS, Carlos Alberto Gomes dos; SOUZA FILHO, Danilo Marcondes de. Participação em banca de Alex Campos Furtado. A Metafísica da Linguagem no De Magistro de Santo Agostinho. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; VALLE, B.; ALMEIDA, R. M.; BOCCA, F. V.; MARTINES, P. R.. Participação em banca de Irineu Letenski. O paradoxo do entre-dois no nascimento do pensamento cristão.. 2016. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; IGLESIAS, Maura; RODRIGUES, F. A.; BOTTER,B.; PINHEIRO, M.R.. Participação em banca de Kátia Regina de Oliveira Frecheiras. Platão e o método da hipótese nos diálogos: Mênon (86e-87b, Fédon (101d-e) e República (VI, 509d-511e).. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

3.
SILVA SANTOS, B.; SANTORO, F.; SCHALCHER, Maria da Graça; FERNANDES, Marcos S.P.; REY PUENTE, Fernando. Participação em banca de Mácio Petrocelli Paixão. O prudente e o sábio na Ética de Aristóteles. 2007. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
SILVA SANTOS, B.; NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do; SOUZA NETTO, Francisco Benjamin de; CAMELLO, Maurílio José de Oliveira; SCHREIBER, Milton Aguilar. Participação em banca de Marcelo Martins Barreira. O afetivo e o intelectivo na contemplação mística. Um estudo do segundo Livro da Noite Escura de João da Cruz.. 2004. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
SILVA SANTOS, B.; LEÃO, Emmanuel Carneiro; BORDIN, Luigi; FRECHEIRAS, Marta Luzie de Oliveira; MOREIRA, Fernando José de Santoro. Participação em banca de Imaculada Conceição Manhães Marins.. Pascal e as Modalidades da Razão. Uma interpretação da concepção de Deus e Jesus Cristo nos Pensamentos.. 2004. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

6.
SILVA SANTOS, B.; SOUZA FILHO, Danilo Marcondes de; RODRIGUES, F. A.; ALBERTO, C.; FERNANDES, S.. Participação em banca de Lúcia Maria Mac Dowell Soares. Verdade, Iluminação e Trindade: o percurso da interioridade em Santo Agostinho.. 2002. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

7.
SILVA SANTOS, B.; LEÃO, E. C.; FOGEL, G. L.; SANTORO, F.; FRECHEIRAS, Marta Luzie de Oliveira. Participação em banca de João Alexandre de Viveiros Cabeceiras. Crítica à fundamentação metafísica da lei de não contradição.. 2002. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, R. L. S.; GRACIOSO, J.. Participação em banca de Ruan Coutinho da Cruz. Agostinho e sua crítica ao ceticismo na obra Contra Academicos. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, R. L. S.; BOTTER, B.. Participação em banca de Rodrigo Moreira de Almeida. A união mística na Enéada VI,9 de Plotino. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

3.
COSTA, R icardo L.S.; DA SILVA SANTOS, J.A.; PAZ, G.. Participação em banca de Michele Cordeiro da Silva. O corpo na iconografia cristã: o retábulo de São Vicente de Sarriá (1455-1460).. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Artes) - Universidade Federal do Espírito Santo.

4.
COSTA, R. L. S.; DA SILVA SANTOS, J.A.; HENRIQUES, R. S. P.. Participação em banca de Cezario Caldeira Saiter. O originário da arte em Martin Heidegger. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

5.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Elemar Nimer. O discurso-imagem no Sofista (231c-249d) de Platão.. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

6.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Jacir Silvio Sanson Junior. Interioridade e Exterioridade na senda espiritual de "A Subida do Monte Carmelo".. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

7.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Adelmo Marcos Rossi. Ontologia e Acontecimento no pensamento de Alain Badiou.. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

8.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Elaine Cristina Borges de Souza. A teoria do mundo-próprio de Jacob Von Uexküll: entre a metafísica e o naturalismo.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

9.
DA SILVA SANTOS, J.A.; PORTO, M. E. M.; VASQUES, M. S.. Participação em banca de Gustavo Henrique Soares de Souza Sartin. As estruturas sociais e econômicas do Império Romano do Ocidente e a construção do reino dos visigodos na Gália do século V.. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História e Espaços) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

10.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de David Gonçalves Borges. A crítica contemporânea ao dualismo metafísico alma-corpo de René Descartes.. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

11.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Elaine Ventorim. As ideias políticas e a apologética de Ramon Llull (1232-1316).. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo.

12.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Paola Vanessa Gonçalves Dias. O papel da Igreja de monarquia na obra Espelho dos Reis (d.C. 1340) de Alvaro Pais.. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Rodrigo Barbosa do Amaral.Tematização "Ser" e "Coragem" em Paul Tillich. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de André Contreiro Azevedo.O Problema do Mal em Santo Agostinho. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Vera Lucia Favaro Cerqueira.Educação Integral - Reflexões platônicas aplicadas no Conselho Pinheirense do Bem do Menor - COPBEM.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Participação em banca de Maria Elizabeth Ribeiro.Reflexões sobre a concepção platônica de educação.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

5.
SILVA SANTOS, B.; CAVALIERI, Edebrande; DAGIOS, Luiz Antonio. Participação em banca de Suzana Ouriques.Ética e Educação.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; LUCHI, J. P.; MARQUES, M. P.. Membro da Banca em Concurso Público de Provas e Títulos para o provimento de cargo de Professor Adjunto do Departamento de Filosofia - UFES/CCHN. 2012. Universiade Federal do Espírito Santo.

2.
SILVA SANTOS, B.; DAGIÓS, Luiz Antonio; VIDAL, Antonio. Membro da Banca em Concurso Público de Provas e Títulos para o provimento de Cargo de Professor de Filosofia no Ensino de Primeiro e Segundo Graus. 2005. Centro Federal de Educação Tecnológica do Espírito Santo.

3.
SILVA SANTOS, B.; DAGIOS, Luiz Antonio; FRECHEIRAS, Marta Luzie de Oliveira. Membro da Banca em Concurso Público de Provas e Títulos para o provimento de cargo de Professor Adjunto do Departamento de Filosofia - UFES/CCHN. 2005. Universidade Federal do Espírito Santo.

4.
SILVA SANTOS, B.; OLIVEIRA, D.; LUCHI, J. P.. Membro da Banca em Concurso Público de Provas e Títulos para o provimento de cargo de Professor Substituto de Filosofia no Departamento de Filosofia da UFES.. 2003. Universidade Federal do Espírito Santo.

Avaliação de cursos
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins da renovação de reconhecimento do curso de Teologia. 2017. Faculdade de Teologia e Ciências.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; GREGGERSEN, G.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Autorização do curso de Ciências da Religião na modalidade EAD. 2017. Universidade Católica de Pernambuco.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2017. FACULDADE CESUMAR.

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, E.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia, na modalidade EAD. 2017. Escola de Ensino Superior Fabra.

5.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins da renovação de reconhecimento do curso de Teologia. 2017. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

6.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2017. Faculdade de Quixeramobim.

7.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia na modalidade EAD. 2016. Faculdade Cenecista de Osório.

8.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins da renovação de reconhecimento do curso de Teologia. 2016. Centro Universitário Salesiano São Paulo.

9.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2015. Faculdade de Estudos Bíblicos Interdisciplinares.

10.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2015. Faculdade Católica de Belém.

11.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de renovação do reconhecimento do curso de Teologia. 2015. Faculdade Evangélica do Paraná.

12.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2015. Faculdade STBNB.

13.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2015. Faculdade Católica de Ibiapaba.

14.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia na modalidade EAD.. 2014. Faculdade de Ciências, Educação e Teologia do Norte do Brasil.

15.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia.. 2014. Faculdadde Cristã de Curitiba.

16.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2014. Faculdade Teológica Batista de Brasília.

17.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2014. Faculdade Católica de Santa Catarina.

18.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Reconhecimento do curso de Teologia. 2013. Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Logos.

19.
DA SILVA SANTOS, J.A.; MOURA, O. C.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Reconhecimento do curso de Teologia. 2013. Instituto Santo Tomás de Aquino.

20.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Reconhecimento do curso de Teologia na modalidade EAD. 2013. Centro Universitário da Grande Dourados.

21.
DA SILVA SANTOS, J.A.; MARTINS, J. G.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia.. 2013. Faculdade de Teologia de Caratinga Uriel de Almeida Leitão.

22.
DA SILVA SANTOS, J.A.; CESCON, E.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Renovação de Reconhecimento do curso de Teologia.. 2012. Centro Universitário Filadélfia.

23.
DA SILVA SANTOS, J.A.; GREGGERSEN, G.. Membro de Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia.. 2012. Faculdade de Teologia Metodista Livre.

24.
DA SILVA SANTOS, J.A.; SANTOS, P. P. A.. Membro de Banca de Avaliação para fins de Reconhecimento do curso de Teologia. 2012. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

25.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2011. Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro.

26.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Ciências da Religião. 2011. Centro Universitário de Caratinga.

27.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2011. Faculdade de Teologia e Ciências.

28.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade Pan Americana.

29.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade São Bento da Bahia.

30.
DA SILVA SANTOS, J.A.; HAMMES, E. J.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade Batista do Rio de Janeiro.

31.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade de Teologia Evangélica de Curitiba.

32.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade de Teologia Hokemah.

33.
DA SILVA SANTOS, J.A.. Membro da Banca de Avaliação para fins de reconhecimento do curso de Teologia. 2010. Faculdade Fidelis de Curitiba.

34.
DA SILVA SANTOS, J.A.; DE OLIVEIRA, P.. Membro da Banca de avaliação para fins de reconhecimento de curso de Teologia. 2008. Real Faculdade de Brasília.

35.
DA SILVA SANTOS, J.A.; DA SILVA, Adelmo José. Membro de Banca de avaliação para fins de autorização do curso de Teologia. 2008. Instituto São Paulo de Estudos Superiores.

36.
DA SILVA SANTOS, J.A.; CALDAS FILHO, C.R.. Membro de Banca de avaliação para fins de autorização de curso de Teologia. 2007. Faculdade Social da Bahia.

37.
DA SILVA SANTOS, J.A.; LOMBARDO JORGE, V.. Membro de Banca de avaliação para fins de autorização de curso de Relações Internacionais. 2007. Instituto de Ensino Superior de Bauru.

38.
DA SILVA SANTOS, J.A.; DE OLIVEIRA, M.C. M.. Membro de Banca de avaliação para fins de reconhecimento de curso de Direito. 2007. Faculdade de Teconologia e Ciências de Itabuna.

39.
DA SILVA SANTOS, J.A.; SANCHES, S.M.. Membro de Banca de avaliação para fins de credenciamento de nova IES e autorização de curso de Teologia. 2007. Faculdade Teológica Sulbrasileira.

Outras participações
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; MURTA; BARRERA, Marcelo Martins. Membro da Banca do processo seletivo para o Mestrado em Filosofia da UFES. 2015. Universidade Federal do Espírito Santo.

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; PASCHOAL, A. E.; GONCALVES, M. C. F.; MOURA, M. C. B.. Presidente da Comissão da área da Filosofia do Prêmio CAPES de Tese. 2013. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.; SOUZA, Thana Mara; BARRERA, Marcelo Martins. Membro da Banca do processo seletivo para o Mestrado em Filosofia da UFES. 2011. Universiade Federal do Espírito Santo.

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.; LUCHI, J. P.; FRANCALANCI, C.C. Pinto. Membro da Banca do processo seletivo para o Mestrado em Filosofia da UFES. 2008. Universidade Federal do Espírito Santo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XV Congreso Latinoamericano de Filosofia Medieval. Hodie legimus in libro experientiae?. A apropriação fenomenológica da fórmula de Bernardo de Claraval.. 2015. (Congresso).

2.
ISNS 2014 Lisbon Conference. The 12th annual conference of the International Society for Neoplatonic Studieses. A unidade madeira-olho no Sermão [alemão] 48 de Mestre Eckhart. A propósito das relações entre identidade e alteridade do ato cognitivo.. 2014. (Congresso).

3.
XVI Encontro Nacional ANPOF Campos de Jordão, 27 a 31 de outubro..Predigt 48 de Meister Eckhart. A unidade madeira-olho.. 2014. (Encontro).

4.
III Congreso Interncional Cusano de Latinoamérica. Liberdad humana y gracia en Nicolás de Cusa. 2012. (Congresso).

5.
XV Encontro Nacional da ANPOF."Deus enim unus est, unum est". A Identificação de Deus com o Uno na metafísica neoplatônica de Meister Eckhart.. 2012. (Encontro).

6.
II Simpósio da Sociedade Íbero-Americana de Estudos Neoplatônicos (SIAEN).Mística e Linguagem. 2011. (Simpósio).

7.
I Simpósio de Filosofia Patrística e Medieval. O Medievo e a hermenêutica do mal..A origem do mal na "Oratio Catechetica Magna" de Gregório de Nissa.. 2011. (Simpósio).

8.
Semana de Filosofia da Universidade Estadual de Santa Cruz - A Filosofia na Antiguidade.Uma releitura fenomenológica do Livro X das Confissões de S. Agostinho. A propósito das lições de Heidegger sobre "Agostinho e o Neoplatonismo (1920-1921".. 2011. (Encontro).

9.
XIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval - Metafísica, Arte e Religião na Idade Média.. Fenomenologia da Religião e religiosidade cristã originária no "jovem Heidegger". Status quaestionis.. 2011. (Congresso).

10.
III Congreso Internacional de Estudios Medievales - VI Jornadas Internacionales de Pensamiento Medieval. A natureza do homem (methorios) em Fílon de Alexandria e Gregório de Nissa. 2010. (Congresso).

11.
Primeiro Colóquio de Filosofia da Mente da PUCPR.Percepção, erro e imagem em Agostinho. 2010. (Encontro).

12.
The Eighth Annual Conference of the International Society for Neoplatonic Studies. Neoplatonismo Medieval: sus fuentes y su posteridad III. 2010. (Congresso).

13.
III Colóquio Internacional de Metafísica. O que é Metafísica?.Grupo de Trabalho do Neoplatonismo. 2009. (Simpósio).

14.
II Simpósio de pesquisa e extensão. Filosofia - UFES - Diálogos filosóficos.A noção de conflito psíquico em Platão e Freud.. 2009. (Simpósio).

15.
IV Simpósio de Filosofia e Psicanálise.Diálogo entre as concepções de Platão e Freud sobre o tema da alma humana.. 2009. (Simpósio).

16.
Colóquio Internacional: Exegese e método no pensamento tardo-antigo e altomedieval: tradição platônica.Agostinho de Hipona. 2008. (Outra).

17.
I Seminário de Pesquisa do Mestrado em Filosofia.A filosofia como diálogo em Agostinho: Um estudo sobre a relação entre Metafísica neoplatônica e Cristianismo nos diálogos filosóficos (386-391).. 2008. (Seminário).

18.
XI SEMANA DE FILOSOFIA -2008. Comemoração aos 20 anos do curso de Filosofia da UFES.Filosofia, Polítca e Direitos Humanos. 2008. (Encontro).

19.
Primeiro Seminário Nacional de Teoria e Filosofia do Direito da UFES.A influência da Escola de Frankfurt no pensamento moderno.. 2007. (Seminário).

20.
Comemoração do Centenário de nascimento de JEAN-PAUL SARTRE (1905-2005)..Sartre Filósofo.. 2005. (Encontro).

21.
I Encontro Nacional de Estudos Neoplatônicos..A questão do mal na obra Dos Nomes Divinos (IV, 18-35) de Dionísio Pseudo-Areopagita.. 2005. (Encontro).

22.
IX SEMANA DE FILOSOFIA. HOMENAGEM A IMMANUEL KANT: BICENTENÁRIO DE SUA MORTE (1804-2004)..O influxo de Kant na teologia. 2005. (Encontro).

23.
Oficina para professores do curso de Comunicação Social da UVV.Da Modernidade à Pós-modernidade: o pathos e o cuidado como dimensões de humanização e sobrevivência.. 2005. (Oficina).

24.
VIII Semana Teológica - Mística e Espiritualidade.Mística e Filosofia em Dionísio Pseudo-Areopagita.. 2005. (Outra).

25.
1a Semana de Estudos Teológicos do IFTAV.O sacrifício de Isaac: uma leitura narrativa de Gn 22.. 2004. (Seminário).

26.
Escritura e Tradição e Magistério..Escritura, Tradição e Magistério na Teologia a partir da obra do Pseudo-Dionísio Areopagita e da Dei Verbum, n. 12 do Concílio Vaticano II.. 2003. (Seminário).

27.
IX Congresso Latino-Americano de Filosofia Medieval.. Guilherme de Ockham versus João Duns Scotus: identidade e diferença entre intelecto possível e intelecto agente.. 2003. (Congresso).

28.
Seminário Fé e Razão..O mal: um desafio à teologia.. 2003. (Seminário).

29.
III Jornada Intercultural de Letras Anglo-Germânicas.A estrutura metafísica do homem no Corpus Dionysiacum. 2002. (Seminário).

30.
Seminário sobre a Encíclica.Intellego ut credam: reflexões sobre o capítulo III da Encíclica Fides et Ratio do Papa João Paulo II.. 2002. (Seminário).

31.
Tertúlias de SOPHIA.Atualidade do pensamento filosófico medieval. 2002. (Encontro).

32.
VIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval. A qualificação moral do ato humano na. 2001. (Congresso).

33.
VIII Semana de Filosofia (Deus e a Modernidade)..O Ateísmo contemporâneo: L. Feuerbach e F. Nietzsche.. 1996. (Encontro).

34.
Conferência de Intercâmbio Monástico do Brasil - CIMBRA.O discípulo que Jesus amava como paradigma de fidelidade e perseverança na existência cristã.. 1995. (Outra).

35.
VI Semana de Filosofia do Seminário Arquidiocesano do Rio de Janeiro..A incidência da filosofia na exegese bíblica.. 1994. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, R. L. S. ; VIESENTEINER, J. L. . IV Colóquio Internacional de Filosofia Medieval e o I Congresso Internacional de Artes e Filosofia: Arte, Crítica e Mística. 2014. (Congresso).

2.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, Ricardo L. Silveira da . I Colóquio Internacional de Filosofia: Nicolau de Cusa em diálogo.. 2013. (Congresso).

3.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, Ricardo L. Silveira da . XIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval - Metafísica, Arte e Religião.. 2011. (Congresso).

4.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, R icardo L.S. . VIII Encontro Internacional de Estudos Medievais. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Thiago Falcão de Souza. O ensino de filosofia para crianças no Centro de Educação Infantil do Município de São Mateus - ES. Início: 2019. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. (Orientador).

2.
Lucas Legasse Correa. O objeto próprio (subiectum) da metafísica em Tomas de Aquino no Super Boetium De Trinitate, q. 5, art. 3. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Apoio à Ciência e Teconologia do Espírito Santo. (Orientador).

3.
Claudio José Zamborlini. Representações artísticas da angústica segundo S. Kiekegaard. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. (Orientador).

4.
Lívia Rios Carneiro. Empatia e constituição do indivíduo: uma abordagem fenomenológica da empatia na obra "Sobre o problema da Empatia" de Edith Stein.. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Karina Angélica Santiago Uchôa Abu Ghazaleh. Conhecimento e realidade em Platão. Um estudo sobre a relação entre linguagem e coisa no Crátilo.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. (Orientador).

6.
Maraney Lopes Araújo. A imagem: um real inexistente. A questão do discurso enquanto imagem no diálogo "Sofista" (240 a-244a; 264 a-d) de Platão.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. (Orientador).

7.
Albertino Ferrari. O uso das tecnologias no Ensino de Filosofia. Contribuições para uma crítica filosófica à razão instrumentalizada na existência humana.. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Welis Carlos Clemente. A união mística com o divino para além (hyper) do intelecto no Tratado "Sobre os Nomes Divinos" de Dionísio Areopagita: a influência da tradição neoplatônica.. 2016. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, . Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

2.
Ruan Coutinho da Cruz. Agostinho e a crítica ao ceticismo no "Contra Academicos".. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

3.
Rodrigo Moreira de Almeida. A união mística na Enéada VI, 9 de Plotino. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

4.
Igor Awad Barcellos. As duas faces da morte. Da impessoalidade de-cadente à decisão antecipadora. Uma reflexão a partir do pensamento de Martin Heidegger.. 2012. Dissertação (Mestrado em FILOSOFIA) - Universiade Federal do Espírito Santo, Fundação de Apoio à Ciência e Teconologia do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

5.
Juliana Pereira Matias. A leitura heideggeriana do Livro X das Confissões: memória, vida feliz e tentações.. 2012. Dissertação (Mestrado em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

6.
Renata Aparecida Lucas. O ?nascimento de Deus na alma?: a mística fundamental de Mestre Eckhart no Sermão 101. 2011. Dissertação (Mestrado em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo, . Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

7.
Edilézia Freire Simões. O conceito de verdade no Contra Academicos de Agostinho. 2010. Dissertação (Mestrado em FILOSOFIA) - Universiade Federal do Espírito Santo, . Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

8.
Adriano Cesar Rodrigues Beraldi. Beatitude e Sabedoria em Agostinho. Um estudo sobre as fontes pagãs no De Beata Vita.. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, . Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

9.
Maikon Chaider Silva Scaldaferro. A superação do pensamento metafísico na filosofia política de Jürgen Habermas. 2008. Dissertação (Mestrado em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Apoio à Ciência e Teconologia do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Everton Vinicius de Castro. Movimento Gnostico no II Século d.C. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia da Religião) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

2.
Deise Rodrigues dos Santos Oliveira. O Cristianismo e algumas considerações filosóficas sobre o Gnosticismo.. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia da Religião) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

3.
Fabiano Venturotti. As origens do Totalitarismo segundo Karl R. Popper.. 2005. 62 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

4.
Fábio Carvalho Fernandes. A Política em Aristóteles.. 2005. 58 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Cleuber da Silva. A desigualdade entre os homens hoje. Reflexões com base na obra "Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens" de Jean Jacques Rousseau.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

2.
Livia Nimer Gonçalves. A questão da linguagem em S. Agostinho na obra "De Magistro". 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

3.
Juliano Melo. O conceito de mal em Santo Agostinho. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

4.
Jonas Araújo de Oliveira. O sentido da justiça particular: distributiva e corretiva em Aristóteles.. 2003. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

Iniciação científica
1.
Marcos Arante Pereira. Apropriação Fenomenológica do Livro X das Confissões segundo a preleção do semestre de verão de 1921 "Agostinho e o Neoplatonismo" de Martin Heidegger.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo, Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

2.
Marcello Eloy Mendes Spinola. A cristicidade como elemento factual na apropriação da temporalidade no Jovem Heidegger. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em FILOSOFIA) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

3.
Marcello Eloy Mendes Spinola. A Tradição Cristã na Formação da Hermenêutica da Faticidade no Jovem Heidegger. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

4.
Amós Berger Cuel. Pensamento não-objetivante e conceito de facticidade na metodologia da Fenomenologia da Religião segundo o pensamento do jovem Heidegger. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universiade Federal do Espírito Santo, Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

5.
Filicio Mulinari e Silva. Aproximações entre Wittgenstein e Agostinho sobre a natureza da linguagem. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universiade Federal do Espírito Santo, Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

6.
Juliana Matias Pereira. Memória e felicidade no pensamento de Santo Agostinho. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

7.
Juliana Pereira Matias. Tempo e eternidade no Livro XI das Confissões de S. Agostinho. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Universiade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

8.
Filicio Mulunari e Silva. O ?argumento único? sobre a existência de Deus no Proslogion (I-IV) de Anselmo de Aosta. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Apoio à Ciência e Teconologia do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

9.
Karla Vasco Cotta. A filosofia como terapia da alma: cuidado e saúde da alma segundo Platão. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

10.
Andréia Maria Prates Cardoni. O De Beata Vita de Santo Agostinho: fontes filosóficas e originalidade da reflexão agostiniana sobre a beatitude.. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

11.
Welis Carlos Clemente. O influxo neoplatônico acerca do Bem na obra Dos Nomes Divinos de Dionísio Pseudo-Areopagita.. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

12.
Adriano Beraldi. A concepção de Beatitude na obra De Beata Vita de Santo Agostinho (354-430).. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

13.
Welis Carlos Clemente. A influência neoplatônica de Beatitude em Santo Agostinho (354-430).. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

14.
Thiago Sobreira Marques. A Querela Medieval dos Universais.. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.

15.
George Avance Pereira Ramos. Singular e Universal em Guilherme de Ockham (ca. 1285-1347).. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jorge Augusto da Silva Santos.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SILVA SANTOS, B.. História da exegese de Lc 1,28: 'kecharitomene' na tradição greco-latina.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DA SILVA SANTOS, J.A.; COSTA, Ricardo L. Silveira da . I Colóquio Internacional de Filosofia: Nicolau de Cusa em diálogo.. 2013. (Congresso).


Redes sociais, websites e blogs
1.
SILVA SANTOS, B.. Publicações online de filosofia medieval. 2012; Tema: Filosofia Medieval. (Site).



Outras informações relevantes


Eu sou membro-fundador e sócio permanente da Sociedade Íbero-Americana de Estudos Neoplatônicos (2006), afiliada à "International Society for Neoplatonic Studies" (www.isns.us), e ex-coordenador da Coleção "Patrística" da Editora PAULUS (2007-2015). Como pesquisador na área de Filosofia Medieval, sou membro individual da "Fédération Internationale des Instituts d'Études Médiévales" (= FIDEM. Web: http://www.letras.up.pt/upi/fidem) .Todas as minhas publicações são assinadas desde 1988 sob o codinome "BENTO SILVA SANTOS", o qual provém da experiência monástica que vivi desde 3 de fevereiro de 1983 até 12 de abril de 2000 na condição de monge-sacerdote do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro (OSB = Ordem de São Bento). Desde 2010 pesquiso a relação entre Fenomenologia e Mística no "jovem" Heidegger através da leitura analítica dos cursos sobre o Cristianismo das origens, consignados no volume 60 da "Gesamtausgabe" = "Fenomneologia da Vida Religiosa" (1995). Por fim, sou sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Estudos Patrísticos desde 2012, ano de criação e formalização da Sociedade na Faculdade Católica de Florianópolis.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/01/2019 às 18:36:37