Alexandre Mendes Fernandes

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0273567197386804
  • Última atualização do currículo em 25/09/2018


Bacharel em Biologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia. Doutorado em Ciências Naturais (Naturwissenschaften), pela Universidade de Heidelberg, Alemanha. Pós doutorado pelo Museu Paraense Emílio Goeldi, período sanduíche na Suécia, Universidade de Gotemburgo. Atualmente é Professor Adjunto 01 da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Tem experiência com levantamentos ornitológicos, curadoria de aves, sistemática molecular, biogeografia, ecologia e conservação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Alexandre Mendes Fernandes
Nome em citações bibliográficas
FERNANDES, A. M.;FERNANDES, ALEXANDRE M.;FERNANDES, ALEXANDRE M

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Rural de Pernambuco, Unidade Acadêmica de Serra Talhada.
AC Serra Talhada
Nossa Senhora da Penha
56903970 - Serra Talhada, PE - Brasil - Caixa-postal: 063
Telefone: (87) 96254580


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2012
Doutorado em Bioscience.
Ruprecht-Karls Universität Heidelberg, RKUH, Alemanha.
Título: Phylogeography and Speciation of Selected Passerine Birds of Lowland Amazonia - implications for historical biogeography and conservation, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: Dr. Michael Wink.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2005 - 2007
Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva.
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Título: Filogeografia Comparativa de Tres Aves Passeriformes na Bacia do Rio Madeira, Amazonia, Brasil.,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Dr. Mario Cohn-Haft.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1998 - 2003
Graduação em Biologia.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2014
Pós-Doutorado.
University of Gothenburg, UG, Suécia.
2012 - 2014
Pós-Doutorado.
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2016 - Atual
Ensino, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ornitologia
Biogeografia
08/2014 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia D
08/2014 - Atual
Ensino, Zootecnia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia Aplicada à Zootecnia
08/2014 - 08/2015
Ensino, Engenharia de Pesca, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia

University of Gothenburg, GU, Suécia.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Pós Doutorado, Enquadramento Funcional: Pós Doutorado


Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós Doutorado


Ruprecht-Karls-Universität Heidelberg, HEIDELBERG, Alemanha.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno de Doutorado



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Origem e evolução da avifauna dos Brejos de Altitude do Nordeste: compreendendo as conexões passadas entre Mata Atlântica e Amazônia
Descrição: There are very few studies in northeastern Brazil, a region that is home to a variety of environments used to propose hypotheses and models of diversification, but have not had an empirical contribution to advance on these discussions, particularly with the contribution of molecular biology. In northeastern Brazil, forest refuges are result from processes of expansion and shrinkage of forests during climate fluctuations and were cited as the hypotheses to explain the occurrence of disjunct rainforest of the Amazon, in the coastal region, as well as forest enclaves of mountains located in the area of Caatinga, a semi-arid region. These enclaves, known as ?Brejos de Altitude? occur between c. 500 and 1,100 meters above sea level, where orographic rains ensure higher levels of rainfall to 1200mm / year. Some authors suggest that the ?Brejos de Altitude? were part of one of the corridors connecting the Atlantic Forest and Amazon during the warmer periods of the Plio-Pleistocene. However, phylogenetic and phylogeographic studies suggest that the connections between the Atlantic Forest and Amazon occurred in different geological periods from the Miocene, c. 26 Ma, which raises questions that support the ?Brejos de Altitude? as an unique biogeographical entity. The difficulty to test these hypothesis is associated with the limited availability of material covering the entire distrution of the ?Brejos de Altitude? and other related areas for use in molecular analyzes. Moreover, these environments are considered the most endangered in the Atlantic Forest and factors that generate these threats are still occuring today. Which may compromise the future existence of the organisms that can be used as evidence for the above studies. In recent years several studies have shown the importance of integrating phylogenetic information on conservation programs. For example, the combination of dated phylogenies with models of distribution of the organisms allow us to understand the effects of climate change in the past, and use them for planing the conservation in the face of current and future climate change. Studies of molecular phylogeny and distribution modeling have shown that different bird species respond differently against climate change. The information of how species have responded in the past against the intense climate change can be used to study the degree of susceptibility and response of biota to current and future climate change. This knowledge have a fundamental importance in the context of global warming already observed and expected for several regions of the planet. Therefore, is essential to the development of public policies to mitigate the effects of these changes on biodiversity.The aim of this study is to investigate different groups of birds to understand the current disjunct distribution (ie the Atlantic Forest, the Amazon and the ?Brejos de Altitude?) is the result of a single large event of fragmentation / connection of tropical forests during the Pleistocene; different events of fragmentation in different periods of global cooling; or long-distance dispersal events.For this, ecological approaches (niche modeling) will be integrated with evolutionary approaches (historical scenarios testing diversification through Approximate Bayesian Computation and Theory of coalescence)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Distribuição, origem e diversificação da avifauna endêmica da Caatinga
Descrição: A Caatinga representa a mais isolada, diferenciada, e fito-geograficamente distinta região semi-árida do Neotrópico. Por muitos anos, este bioma foi considerado como uma região pouco diversa, com baixo grau de endemismo, e pouca identidade biogeográfica. No entanto, estudos recentes apontam uma elevada taxa de endemismo para diferentes grupos de vertebrados, incluindo aves. Do ponto de vista biogeográfico, a Caatinga faz parte do Bioma das florestas secas (Seasonally Dry Tropical Forests) que se distribui de forma descontínua por toda a região Neotropical em regiões com baixa precipitação anual e estações secas prolongadas. A vegetação deste bioma possui características fisiológicas xerofíticas para responder ao estresse hídrico. Do ponto de vista evolutivo, as florestas secas neotropicais contêm plantas endêmicas que pertencem a clados monofiléticos antigos, sugerindo uma longa historia de isolamento e adaptação. A fauna da Caatinga, no entanto, tem sido tradicionalmente vista como formada por elementos de ambientes mésicos (provenientes de florestas úmidas), sem aparentes adaptações à seca. Estudos recentes com mamíferos, no entanto, têm desafiado esta visão, sugerindo que a mastofauna da Caatinga inclui linhagens antigas originadas em áreas abertas. O financiamento solicitado nesta proposta tem como objetivo estudar as origens biogeográficas e históricas da avifauna endêmica da Caatinga. Propomos a utilização de uma abordagem filogenética e de genética de populações, associada com modelos explícitos de distribuição geográfica, para estimar padrões de endemismo, riqueza de espécies, e diversidade filogenética na Caatinga. Para alcançar os nosso objetivos iremos produzir filogenias calibradas para todos os 51 táxons de aves (33 espécies e 18 subespécies) endêmicos Caatinga. Especificamente, pretendemos: 1) Determinar a origem biogeográfica de todos os táxons de aves endêmicos da Caatinga, determinando se os seus ancestrais eram animais de ambientes florestais úmidos (mésicos) ou de áreas ambientes mais secos (xéricos); 2) Descrever os padrões de distribuição das aves endêmicas da Caatinga, avaliando se algumas regiões geográficas dentro da Caatinga possuem uma maior quantidade de espécies exclusivas do que outras; 3) Testar modelos temporais e hipóteses de diversificação das aves endêmicas da Caatinga; e 4) Testar a hipótese de conservatismo de nicho (seleção fenotípica) em treze pares de táxon com padrões de distribuição alopatrica (na Caatinga e no Chaco). Nesta proposta propomos usar métodos de sequenciamento de segunda geração (Next-generation sequencing, NGS) para realizar inferências da estrutura populacional, relações filogenéticas, processos históricos entre populações/espécies irmãs na Caatinga e o Chaco, e para testar hipóteses de conservatismo de nicho (variação fenotípica em relação à variação genotípica). Este estudo irá representar o primeiro trabalho de filogeografia comparada com aves em toda a Caatinga, uma região que tem sido altamente negligenciada do ponto de vista histórico-evolutivo. Nossa proposta de obter filogenias para todos os clados com táxons endêmicos é inédita para a região, e representará um importante avanço para responder e gerar perguntas evolutivas sobre as origens da biota da Caatinga. Além de utilizar métodos tradicionais de seqüenciamento, iremos obter dados genéticos de última geração, capazes de fornecer dados genômicos (de centenas de loci independentes). Esta ambiciosa proposta tem também como um dos seus objetivos principais fortalecer a coleção de aves da Universidade Federal de Pernambuco, a maior coleção ornitológica sediada na região nordeste do Brasil, ampliando o seu acervo de Recursos Genéticos (tecidos), e abrindo novas linhas de investigação em um ambiente altamente negligenciado como a Caatinga, estabelecendo uma rede de colaborações estaduais, nacionais e internacionais.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Compreendendo a origem da diversidade de aves da Caatinga e sua relação com outros biomas Neotropicias para subsidiar ações de conservação
Descrição: A região Neotropical abriga mais espécies do que qualquer outra região tropical. Durante várias décadas, os pesquisadores têm procurado principais explicações para essa riqueza de espécies e muitos modelos de diversificação foram propostos. No entanto, tornou-se evidente que a alta biodiversidade Neotropical não é o resultado de um único evento histórico ou processo de diversificação. Diferentes regiões e biomas têm histórias, padrões de riqueza de espécies e taxas de diversifição muito diferentes. As causas subjacentes de tais diferenças são complexas, mas podem estar relacionadas a história geológica, taxas de dispersão entre os biomas seguido por diversificação in situ e interações ecológicas. Assim para que se tenha uma melhor compreensão da região Neotropical é importante que seja feita uma análise ambrangente estudando diferentes biomas e ambientes. Portanto esta proposta tem como finalidade fazer um avanço fundamental no conhecimento dos processos que determinaram os padrões de diversidade na região Neotropical para uma melhor compreensão do tempo evolutivo e taxas de especiação analisando linhagens de aves em diferentes biomas. Pretende-se fazer uma avaliação em grande escala da importância relativa de fatores ambientais na diversificação das aves neotropicais utilizando sequenciamento e modelagem de nicho..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Filogeografia comparativa de aves das vegetações abertas da América do Sul com ênfase nas campinas da Amazônia
Descrição: A floresta Amazônica é cercada por duas grandes áreas de vegetação aberta, a Gran Sabana na região das Guianas e o cerrado do Planalto Central do Brasil. Entre essas duas regiões existe grande similaridade na composição de espécies. Acredita-se que essa similaridade taxonômica se deve a mudanças climáticas do Pleistoceno, assumindo-se que a floresta amazônica se retraiu e fragmentou, facilitando o intercâmbio biótico durante períodos glaciais. Atualmente manchas de áreas abertas estão presentes também no interior da floresta amazônica (campinas e campinaranas), no litoral Atlântico e na base dos Andes. Não se sabe ainda se as espécies da Gran Sabana e do cerrado estão isoladas ou conectadas geneticamente. São propostos três corredores de dispersão entre essas duas grandes regiões: 1) corredor oeste (base dos Andes); 2) corredor central (campinas e campinaranas); 3) corredor leste (restingas do Atlântico). Neste contexto as campinas e campinaranas são áreas de interesse especial a serem estudadas devido a sua distribuição insular, alto endemismo de espécies e por serem o habitat menos estudado na Amazônia. Este projeto tem como objetivo estudar as relações filogenéticas entre espécies e populações de aves presentes nas áreas de vegetação aberta na Amazônia (campinas amazônicas) e nas regiões adjacentes: o cerrado do Planalto Central do Brasil, a Gran Sabana na região das Guianas, as restingas do litoral Atlântico e a base dos Andes. Utilizando sequencias geradas a partir de sequenciamento de nova geração e sanger, iremos testar: 1) qual a principal rota de dispersão cerrado ↔ Guiana; 2) se existe fluxo gênico entre as campinas Amazônicas; 3) até que ponto a floresta ombrófila Amazônica funciona como barreira; 4) influências dos rios como barreira geográfica. Assim esperamos contribuir ao entendimento de padrões e processos biogeográficos de aves em vegetações abertas na América do Sul..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
PROBIO - Projeto de Conservação e utilização Sustentável da diversidade Biológica, Inventário Faunístico da área do Rio Madeira
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2004
Tropical Ecossistem Assessiment and Monitoring (TEAM)
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2002
Efeito da fragmentação de florestas na estrutura populacional, na condição corporal e na variabilidade genética de aves do sudeste do Brasil
Descrição: Bolsista de iniciação científica (CNPq).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2010 - 2012
Periódico: Boletim do Museu Paraense Emilio Goeldi. Zoologia
2013 - Atual
Periódico: Journal of Biogeography (Print)
2015 - Atual
Periódico: PEERJ
2017 - Atual
Periódico: Journal of Ornithology
2018 - Atual
Periódico: STUDIES ON NEOTROPICAL FAUNA AND ENVIRONMENT


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Taxonomia dos Grupos Recentes/Especialidade: Ornitologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Biogeografia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Conservação.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2013
Artigo (Journal of Biogeography, 39, 1524?1535, 2012) selecionado para o volume virtual "100 years after Alfred Russel Wallace", Journal of Biogeography.
2010
Financiamento para pesquisa, Graduate Academy, Heidelberg University, Germany.
2007
Honorary Mention, The Neotropical Ornithological Society.
2006
Financiamento para pesquisa, International Institute for Education of Brazil ?IEB.
2005
Aprovado em primeiro lugar no mestrado do programa de genética, conservação e biologia evolutiva, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:18
Total de citações:147
Fator H:7
Fernandes, Alexandre M  Data: 25/09/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:12
Total de citações:66
Fernandes, Alexandre Mendes  Data: 04/12/2013

Artigos completos publicados em periódicos

1.
MOURA, CARINA CARNEIRO DE MELO2018MOURA, CARINA CARNEIRO DE MELO ; DE ARAUJO, HELDER F. P. ; ALEIXO, ALEXANDRE ; Wink, Michael ; FERNANDES, ALEXANDRE M. . The role of landscape change and paleoclimatic events in shaping the evolutionary history of the Polioptila Gnatcatchers (Passeriformes, Polioptilidae) with emphasis on species associated with open habitats. JOURNAL OF AVIAN BIOLOGY, v. 49, p. jav-012409, 2018.

2.
FERREIRA, MATEUS2018FERREIRA, MATEUS ; FERNANDES, ALEXANDRE M. ; ALEIXO, ALEXANDRE ; ANTONELLI, ALEXANDRE ; OLSSON, URBAN ; BATES, JOHN M. ; CRACRAFT, JOEL ; C.RIBAS, CAMILA . Evidence for mtDNA capture in the jacamar Galbula leucogastra / chalcothorax species-complex and insights on the evolution of white-sand ecosystems in the Amazon basin. MOLECULAR PHYLOGENETICS AND EVOLUTION, v. 129, p. 149-157, 2018.

3.
LOPES, LEONARDO E.2016LOPES, LEONARDO E. ; FERNANDES, ALEXANDRE M. ; MEDEIROS, MATTHEW C. I. ; MARINI, MIGUEL ÂNGELO . A classification scheme for avian diet types. JOURNAL OF FIELD ORNITHOLOGY, v. 87, p. 309-322, 2016.

4.
FERNANDES, A. M.2015FERNANDES, A. M.; CONH-HAFT, M. ; HRBEK, T. ; FARIAS, I. P. . Rivers acting as barriers for bird dispersal in the Amazon. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 22, p. 361-371, 2015.

5.
FERNANDES, A. M.2014FERNANDES, A. M.. Phylogeographie und Artbildung von ausgewählten Singvogelarten im Amazonas-Gebiet Implikationen für die historische Biogeographie und den Artenschutz. Vogelwarte, v. 52, p. 49-50, 2014.

6.
FERNANDES, ALEXANDRE M.2014FERNANDES, ALEXANDRE M.; Wink, Michael ; SARDELLI, CARLA H. ; ALEIXO, ALEXANDRE . Multiple speciation across the Andes and throughout Amazonia: the case of the spot-backed antbird species complex ( Hylophylax naevius / Hylophylax naevioides ). Journal of Biogeography (Print), v. 41, p. 1094-1104, 2014.

7.
FERNANDES, A. M.2013 FERNANDES, A. M.; GONZALEZ, J. ; WINK, M. ; ALEIXO, ALEXANDRE . Multilocus phylogeography of the Wedge-billed Woodcreeper Glyphorynchus spirurus (Aves, Furnariidae) in lowland Amazonia: Widespread cryptic diversity and paraphyly reveal a complex diversification pattern. Molecular Phylogenetics and Evolution (Print), v. 66, p. 270-282, 2013.

8.
FERNANDES, ALEXANDRE M.2013 FERNANDES, ALEXANDRE M.. Fine-scale endemism of Amazonian birds in a threatened landscape. Biodiversity and Conservation (Dordrecht. Online), v. 22, p. 2683-2694, 2013.

9.
FERNANDES, ALEXANDRE M.2012 FERNANDES, ALEXANDRE M.; WINK, MICHAEL ; ALEIXO, ALEXANDRE . Phylogeography of the chestnut-tailed antbird (Myrmeciza hemimelaena) clarifies the role of rivers in Amazonian biogeography. Journal of Biogeography (Print), v. 39, p. 1524-1535, 2012.

10.
FERNANDES, A. M.2008FERNANDES, A. M.; DESLANDES, V. . First record of the Slate-colored Seadeater (Sporophila schistacea, Emberizidae) for the state of Amazonas, Brazil.. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 16, p. 262-263, 2008.

11.
LOPES, L. E.2008LOPES, L. E. ; MALACCO, G. ; VASCONCELOS, M. F ; CARVALHO, C.E.A ; DUCA, C ; FERNANDES, A. M. ; DANGELO NETO, S. ; MARINI, M. A. . Aves da região de Unaí e Cabeceira Grande, noroeste de Minas Gerais, Brasil.. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 16, p. 193-206, 2008.

12.
FERNANDES, A. M.2007FERNANDES, A. M.. Southern range extension for the Red-And-Black Grosbeak (Periporphyrus erythromelas, Cardinalidae), Amazonian, Brazil. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 15, p. 468-469, 2007.

13.
PINHO, J. B.2006PINHO, J. B. ; LOPES, L. E. ; MORAIS, D. H. ; FERNANDES, A. M. . Life history of Mato Grosso Antbird. Ibis (London. 1859), v. 148, p. 321-329, 2006.

14.
FARIA, C.M.A2006FARIA, C.M.A ; RODRIGUES, M. ; AMARAL, F. Q. ; MODENA, E. ; FERNANDES, A. M. . Aves de um fragmento de Mata Atlântica no alto Rio Doce, Minas Gerais: Colonização e Extinção. Revista Brasileira de Zoologia, v. 23, p. 1217-1230, 2006.

15.
PINHO, J. B.2005PINHO, J. B. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. . Nest of the Spot-backed Antbird (Hylophylax naevia) and of the Purplish Jay (Cyanocorax cyanomelas) from Brazil. International Journal of Biodiversity, Lundiana, Brasil, v. 6, n.no prelo, p. 71-73, 2005.

16.
LOPES, L. E.2005LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Diet of some Atlantic Forest birds. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 13, p. 95-103, 2005.

17.
LOPES, L. E.2005LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Predation on vertebrates by neotropical passerine birds. Lundiana (UFMG), v. 6, p. 57-66, 2005.

18.
MARINI, M. A.2003MARINI, M. A. ; DURÃES, R. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; CARVALHO, C. A. . Rediscovery of the Scalloped-antbird (Myrmeciza ruficauda, Thamnophilidae) at Minas Gerais state, Brazil.. Journal Of Neotropical Club Cotinga, v. 19, p. 56-59, 2003.

19.
LOPES, L. E.2003LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Comsumption of vegetable matter by Furnarioidea.. Ararajuba (Rio de Janeiro), Brasil, v. 11, p. 235-239, 2003.

20.
MARINI, M. A.2002MARINI, M. A. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; SEBAIO, F. . Descrição de um ninho de Lepidocolaptes fuscus (Dendrocolaptidae) do nordeste de Minas Gerais, com dados sobre sua dieta e pterilose dos ninhegos.. Ararajuba (Rio de Janeiro), v. 10, n.1, p. 95-98, 2002.

Capítulos de livros publicados
1.
ALEIXO, A. ; PETERSON, A. T. ; ARAUJO-SILVA, L. E. ; BANDEIRA, C. H. M. M. ; BATISTA, R. S. S. ; BURLAMAQUI, T. ; DANTAS, S. ; FERNANDES, A. M. ; FERREIRA, M. ; MARTINS, D. M. ; REGO, P. S. ; RIBAS, C. C. ; ROCHA, T. C. ; SANTOS, M. P. D. ; SARDELLI, CARLA H. ; SEQUEIRA, F. G. ; SOARES, L. M. S. ; SOUZA, B. R. S. ; COSTA, S. A. ; SOUZA-NEVES, T. ; THOM, G. ; VALLINOTO, M. . Instabilidade climática e diversificação de espécies na Amazônia. In: Thaise Emilio; Flávio Luizão. (Org.). Cenários para a Amazônia: Clima, Biodiversidade e Uso da Terra. 1ed.Manaus: INPA, 2014, v. , p. 43-53.

2.
CONH-HAFT, M. ; SANTOS JUNIOR, M. A. ; FERNANDES, A. M. ; RIBAS, C. . A new species of Cyanocorax jay from savannas of the central Amazon. In: J. del Hoyo., A. Elliott., J. Sargatal., D. A. Christie. (Org.). Handbook of the birds of the world, Special Volume: New Species and Global Index. 1ed.: Lynx Edicions, 2013, v. , p. 48-53.

3.
COSTA, T. V. V. ; ANDRETTI, C. B. ; FERNANDES, A. M. ; VARGAS, C. F. ; BECHTOLDI, C. L. ; DESLANDES, V. ; CONH-HAFT, M. . Conservação das aves migratórias neárticas no Brasil. In: Valente, R.M.. (Org.). Estação Ecológica Juami-Japurá. 1ed.: Conservation International, 2011, v. , p. 33-36.

4.
CONH-HAFT, M. ; NAKA, L. N. ; FERNANDES, A. M. . Padrões de distribuição da avifauna da várzea do rio Solimões-Amazonas. Bases científica para a conservação da várzea: identificação e caracterização de regiões. 1ed.: Ibama/ProVárzea, 2007, v. , p. 287-323.

5.
CONH-HAFT, M. ; PACHECO, A. M. F. ; BECHTOLDI, C. L. ; TORRES, M. F. N. M. ; FERNANDES, A. M. ; SARDELLI, C. H. ; MACEDO, I. T. . Inventário ornitológico. Biodiversidade do médio Madeira: Bases científicas para propostas de conservação. 1ed.: , 2007, v. , p. 145-178.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VERAS, A. P. B. B. ; FERNANDES, A. M. . ESTUDO ETNOORNITOLÓGICO EM COMUNIDADE QUILOMBOLA DO ENTORNO DA SERRA DO GIZ, AFOGADOS DA INGAZEIRA, PERNAMBUCO, BRASIL?, de autoria de AUREA PALLOMA BEZERRA BARBOSA VERAS;ALEXANDRE MENDES FERNANDES. In: XVI Congresso da Sociedade Internacional de Etnobiologia, 2018, Belém. XII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, 2018.

2.
FERNANDES, A. M.; ALEIXO, A. ; OLSSON, U. ; CONH-HAFT, M. . Nannochordeiles pusillus (Aves: Caprimulgidae): novos registros e informações sobre sua distribuição e história biogeográfica na Amazônia. In: XXV Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2018, João Pessoa/Paraíba. Biogeografia e Distribuição Geográfica, 2018.

3.
ANDRADE, E. ; ARAUJO, H. F. P. ; FERNANDES, A. M. . Modelagem de distribuição e similaridade de nicho do complexo de espécies Thamnophilus punctatus (Aves, Thamnophilidae): uma linhagem de florestas secas dos neotrópicos. In: XXV Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2018, oão Pessoa/Paraíba. Biogeografia e Distribuição Geográfica, 2018.

4.
GOMES, R. C. F. S. ; FERNANDES, A. M. . Efeito da degradação ambiental no nível de hemoparasitismo em aves da Caatinga, Brasil. In: XXV Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2018, João Pessoa/Paraíba. Conservação, 2018.

5.
FERNANDES, A. M.. Origin and diversification of birds from dry forests in South America: the case of the Slaty- Antshrikes, Thamnophilus punctatus species complex (Thamnophilidae. In: International Biogeography Society meeting, 2017, Bangalore. Biogeography India meeting, 2017.

6.
MOURA, C. ; ARAUJO, H. F. P. ; ALEIXO, A. ; MARIANO, E. F. ; FERNANDES, ALEXANDRE M. ; WINK, MICHAEL . The historical connection between Amazonia and Atlantic forest revealed by the phylogeographic patterns of Arremon taciturnus (Hermann, 1783) (Aves, Emberizidae). In: 58th Phylogenetics Symposium 2016 ?Evolution meets Ecology?, 2016, Leipzig. 58th Phylogenetics Symposium 2016 ?Evolution meets Ecology?, 2016.

7.
FERNANDES, A. M.. Biogeografia e Conservação de Aves Neotropicais. In: II JORNADA DE ZOOLOGIA DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, Universidade de Pernambuco, UPE, 2016, Recife. ANAIS DA II JORNADA DE ZOOLOGIA DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, Universidade de Pernambuco, UPE, 2016.

8.
THOM, G. ; SOUZA-NEVES, T. ; SEQUEIRA, F. G. ; SARDELLI, CARLA H. ; SANTOS, M. P. D. ; ROCHA, T. C. ; RIBAS, C. C. ; REGO, P. S. ; MARTINS, D. M. ; FERREIRA, M. ; FERNANDES, A. M. ; DANTAS, S. ; BURLAMAQUI, T. ; BATISTA, R. S. S. ; BANDEIRA, C. H. M. M. ; ARAUJO-SILVA, L. E. ; VALLINOTO, M. ; ALEIXO, ALEXANDRE . Models of diversification and comparative phylogeography of Amazon birds. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015, Manaus. X Neotropical Ornithological Congress, 2015.

9.
FERNANDES, A. M.; HOFMANN, T. ; OLSSON, U. ; BATISTA, R. S. S. ; ALEIXO, A. ; ANTONELLI, A. . Historical Biogeography of Topaza hummingbirds. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015, Manaus. X Neotropical Ornithological Congress, 2015.

10.
MOURA, C. ; Wink, Michael ; FERNANDES, A. M. . Phylogeography of Polioptila dumicola (Masked gnatcatcher) and P. Plumbea (Tropical gnatcatcher) revealed paraphyly and a complex history. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015, Manaus. X Neotropical Ornithological Congress, 2015.

11.
FERNANDES, A. M.; WINK, M. ; ALEIXO, A. . Phylogeography and Speciation of the Spot-backed Antbird (Hylophylax naevius) in Lowland Amazonia. In: BioSyst.EU Global systematics, 2013, Viena. BioSyst.EU Global systematics, 2013.

12.
FERNANDES, A. M.; WINK, M. ; ALEIXO, A. . Phylogeography and Speciation of Southern Chestnut-tailed Antbird, Myrmeciza hemimelaena (Aves, Thamnophilidae) ? Implications for Amazonian Historical Biogeography. In: Biosystematics, 2011, Berlim, Alemanha. Biosystematics, 2011.

13.
FERNANDES, A. M.; GONZALEZ, G ; WINK, M. ; ALEIXO, A. . Phylogeography of the Wedge-billed Woodcreeper Glyphorynchus spirurus (Aves, Furnariidae) ? Cryptic Endemism and Implications for the Speciation Process in the Amazon. In: Biosystematics, 2011, Berlim, Alemanha. Biosystematics, 2011.

14.
FERNANDES, A. M.; WINK, M. ; ALEIXO, A. . Phylogeography of the Chestnut-tailed Antbird (Myrmeciza hemimelaena, Thamnophilidae) in lowlandAmazonia: evidence for river-mediated cryptic diversification centered on the Pleistocene.. In: XIV Reunión Argentina de Ornitología, 2011, FORMOSA. XIV Reunión Argentina de Ornitología, 2011.

15.
FERNANDES, A. M.; GONZALEZ, JAVIER ; WINK, M. ; ALEIXO, A. . Morphological and molecular data confirm cryptic endemism of the wedge-billed woodcreeper (Glyphorynchus spirurus) in the Madeira River basin, Amazonia, Brazil. In: 25th Ornithological International Congress, 2010, Campos de Jordão. 25th Ornithological International Congress, 2010.

16.
FERNANDES, A. M.; CONH-HAFT, M. ; HRBEK, T. ; FARIAS, I. P. . Phylogeography of passerine confirm the importance of mini-interfluves between Tapajos and Madeira rivers. In: VIII Neotropical Ornithological Congress, 2007, Maturin. VIII Neotropical Ornithological Congress, 2007.

17.
CONH-HAFT, M. ; Naka, L. N. ; FERNANDES, A. M. . The challenge of preserving varzea birds: ecological specialization without environmental constancy and local endemism without geographic barriers. In: XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2005, Brasilia. XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology.

18.
AMARAL, F. Q. ; FERNANDES, A. M. ; RODRIGUES, M. . Comparação da riqueza de espécies e similaridade da avifauna de sub-bosque de três localidades da Mata atlântica (PETI e Santa Catarina-ilha e continente). In: Congresso braileiro de Ornitologia, 2003. Congresso braileiro de Ornitologia, 2003.

19.
FERNANDES, A. M.; LOPES, L. E. ; MARINI, M. A. . Dieta de aves de Mata Atlântica no estado de Minas Gerais através da técnica do tártaro emético. In: X Semana de Iniciação Científica da UFMG., 2002, Belo Horizonte. X Semana de Iniciação Científica da UFMG., 2002.

20.
FERNANDES, A. M.; MORAIS, D. H. ; LOPES, L. E. . Descrição de um ninho de Cercomacra melanaria (Formicariidae) do Pantanal de Poconé, MT. In: XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia, 2002, 2002.

21.
MARINI, M. A. ; DURÃES, R. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; CARVALHO, C. A. . Redescoberta de Myrmeciza ruficauda (Formicariidae) no estado de Minas Gerais.. In: XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia, 2002, 2002.

22.
LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Dieta de quatro espécies de aves de Mata Atlântica ameaçadas de extinção no estado de Minas Gerais.. In: XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia, 2002, 2002.

23.
LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Descrição de um ninho de Lepidocolaptes fuscus (Dendrocolaptidae) do nordeste de Minas Gerais, com dados sobre sua dieta e pterilose dos ninhegos.. In: X Semana de Iniciação Científica da UFMG., 2002, Belo Horizonte, MG., 2002.

24.
PINHO, J. B. ; MORAIS, D. H. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. . Descrição de um ninhoo de Xiphocolaptes major (Dendrocolaptidae) do Pantanal de Poconé, MT. In: XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia, 2002, Vale do Itajaí, Santa Catarina. XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia, 2002.

25.
FERNANDES, A. M.; LEITE, F. ; ASSIS, D. . Diversidade de Coleópteros em áreas de Eucapypytus spp, Cerrado e Mata Secundaria. In: IX Semana de Iniciação Científica da UFMG., 2001, Belo Horizonte, MG., 2001.

26.
LEITE, F. ; FERNANDES, A. M. ; ASSIS, D. ; DIAS, R. L. . Efeito da umidade do solo e da cobertura vegetal na distribuição, abundância e nas características reprodutivas de Drosera Montana.. In: IX Semana de Iniciação Científica da UFMG., 2001, Belo Horizonte.

27.
PINHO, J. B. ; MORAIS, D. H. ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. . Descrição de um ninho de Lepidocolaptes fuscus (Dendrocolaptidae) do nordeste de Minas Gerais, com dados sobre sua dieta e pterilose dos ninhegos.. In: Ornitologia Sem Fronteiras, incluindo os resumos do IX Congresso Brasileiro de Ornitologia., 2000, Curitiba, PR., 2000.

28.
FERNANDES, A. M.; LOPES, L. E. ; MARINI, M. A. . Dieta de aves de Mata Atlântica no estado de Minas Gerais através da técnica do tártaro emético. In: Ornitologia sem Fronteiras, incluindo os resumos do IX Congresso Brasileiro de Ornitologia., 2000, Curitiba, PR.. Ornitologia sem Fronteiras, incluindo os resumos do IX Congresso Brasileiro de Ornitologia..

29.
LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; MARINI, M. A. . Predação de ninhos artificiais no Cerrado: Comparação entre diferentes microhábitats.. In: XXIII Congresso Brasileiro de Zoologia., 1999, Cuiabá, MT., 1999.

30.
ASSIS, D. ; FERNANDES, A. M. ; LEITE, F. . Relação entre o perfil protéico e virulência em cepas de Entamoeba histolytica isoladas de pacientes apresentando diferentes quadros clínicos.. In: IX Congresso Brasileiro de Parasitologia, 1999.

Artigos aceitos para publicação
1.
ANDERMANN, TOBIAS ; FERNANDES, ALEXANDRE M ; OLSSON, URBAN ; TÖPEL, MATS ; PFEIL, BERNARD ; OXELMAN, BENGT ; ALEIXO, ALEXANDRE ; FAIRCLOTH, BRANT C ; ANTONELLI, ALEXANDRE . Allele Phasing Greatly Improves the Phylogenetic Utility of Ultraconserved Elements. SYSTEMATIC BIOLOGY, 2018.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FERNANDES, A. M.; DESLANDES, V. . Levantamento Ornitológico RDS Aripuanã. 2007.

2.
CONH-HAFT, M. ; FERNANDES, A. M. . Expedição Mosaico de Apuí: Parque Estadual do Sucunduri, Floresta Estadual do Sucunduri. 2006.

3.
ANCIAES, M. ; ANDRETTI, C. B. ; FERNANDES, A. M. . Plano de Manejo da RESEX Baixo Juruá, Juruá AM.. 2006.

4.
CONH-HAFT, M. ; FERNANDES, A. M. ; VARGAS, C. F. ; ANDRETTI, C. B. ; COSTA, T. ; DESLANDES, V. ; BECHTOLDI, C. L. . Levantamento Ornitológico E.E. Juami-Japurá. 2005.

5.
CONH-HAFT, M. ; FERNANDES, A. M. . Levantamento Ornitológico Campo do Matupiri-Amapá, Manicoré.. 2005.

6.
CONH-HAFT, M. ; FERNANDES, A. M. ; TORRES, M. F. N. M. ; NAKA, L. N. ; PACHECO, A. M. F. ; SARDELLI, C. H. ; BECHTOLDI, C. L. . Furnas (Estudos Avifaunísticos no Alto Rio Madeira) no trecho Cachoeira de Santo Antônio (Porto Velho) e Jirau (Abunã)/RO. 2004.

7.
FERNANDES, A. M.. Expedição Serra da Neblina, Amazonas. 2004.

8.
CONH-HAFT, M. ; TORRES, M. F. N. M. ; FERNANDES, A. M. ; NAKA, L. N. ; DANTAS, S. ; MESTRE, L. . RDS Amanã: levantamento ornitológico. 2003.

9.
FERNANDES, A. M.. Levantamento Ornitológico da Ilha do Catalão, confluência Negro/Solimões. 2003.

10.
VASCONCELOS, M. F ; FERNANDES, ALEXANDRE M. . Levantamento qualitativo da ornitofauna da região de Nova Lima, Minas Gerais. 2002.

11.
PINHO, J. B. ; FERNANDES, A. M. . Monitoramento de aves na região de Castanheira, Mato Grosso. 2002.

12.
MARINI, M. A. ; DUCA, C ; LOPES, L. E. ; FERNANDES, A. M. ; CARVALHO, C.E.A . Inventário de aves da área de influência das UHES Mata Velha e Unaí, Rio Preto, Unaí, Minas Gerais. (EIA/RIMA de responsabilidade de Miguel Ângelo Marini).. 2001.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
RODRIGUES, M. ; FERNANDES, A. M. . Monitoramento de fauna em unidades de conservação. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PAGLIA, A. ; FERNANDES, A. M. . Guia de identificação dos mamíferos presentes nas reservas da mannesmann. 1999. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Guia de campo).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SANTOS, M. P. D.; FERNANDES, A. M.; MIYAKI, C. Y.; Amaral, Fábio Raposo; Horta, F. M; RIBAS, C. C.. Participação em banca de Mateus Ferreira. Sistemática molecular e filogeografia do gênero Malacoptila (Aves: Bucconidae). 2013 - Museu Paraense Emílio Goeldi.

Teses de doutorado
1.
SANTOS, M. P. D.; Amaral, Fábio Raposo; COELHO, M. M.; RIBAS, C. C.; REGO, P. S.; LEES, A. C.; FERNANDES, ALEXANDRE M.; SOUZA, M. N. V.. Participação em banca de Leonardo Moura dos Santos Soares. SISTEMÁTICA MOLECULAR E DIVERSIFICAÇÃO DOS GÊNEROS Nonnula e Monasa (AVES: BUCCONIDAE). 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Zoologia (PPGZOOL)) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

2.
FERNANDES, A. M.; Bravo, G; REGO, P. S.; SANTOS, M. P. D.. Participação em banca de CARLOS EDUARDO BUSTAMANTE PORTES. Diversificação histórica e limites de espécies em Campylorhamphus (Aves: Furnariidae). 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação em Zoologia (PPGZOOL)) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

Qualificações de Doutorado
1.
SANTOS, M. P. D.; REGO, P. S.; PIRES, T. C. A.; FERNANDES, A. M.. Participação em banca de LINCOLN SILVA CARNEIRO. Sistemática e filogeografia dos gêneros Hylopezus e Myrmothera (AVES: GRALLARIIDAE). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação em Zoologia (PPGZOOL)) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FERNANDES, A. M.; MELO JUNIOR, M.. Participação em banca de Stênio Ítalo Araújo Foerster.Escorpiões do Parque Estadual Mata da Pimenteira e o Escorpionismo no Município de Serra Talhada, Pernambuco. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

2.
MELO JUNIOR, M.; FERNANDES, A. M.. Participação em banca de Paulo Eduardo Silva Bezerra.Conflito entre Forrageio e Defesa contra Predação em Ameivula ocellifera (Squamata: Teiidae) na Caatinga. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Biogeography India meeting, International Biogeography Society meeting. origin and diversification of birds from dry forests in South America: the case of the Slaty- Antshrikes, Thamnophilus punctatus species complex (Thamnophilidae). 2017. (Congresso).

2.
BioSyst.EU 2013 Global systematics. Phylogeography and Speciation of the Spot-backed Antbird (Hylophylax naevius) in Lowland Amazonia. 2013. (Congresso).

3.
Biosystematics. Phylogeography of the Wedge-billed Woodcreeper Glyphorynchus spirurus (Aves, Furnariidae) ? Cryptic Endemism and Implications for the Speciation Process in the Amazon. 2011. (Congresso).

4.
25th International Ornithological Congress. Morphological and molecular data confirm cryptic endemism of the wedge-billed woodcreeper (Glyphorynchus spirurus) in the Madeira River basin, Amazonia, Brazil.. 2010. (Congresso).

5.
VIIIth NEOTROPICAL ORNITHOLOGICAL CONGRESS. Phylogeography of passerine confirm the importance of mini-interfluves between Tapajos and Madeira rivers. 2007. (Congresso).

6.
JOINT MEETING OF ICHTHYOLOGISTS AND HERPETOLOGISTS. JOINT MEETING OF ICHTHYOLOGISTS AND HERPETOLOGISTS. 2003. (Congresso).

7.
IX CONGRESSO BRASILEIRO DE ORNITOLOGIA. IX CONGRESSO BRASILEIRO DE ORNITOLOGIA. 2001. (Congresso).

8.
VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ORNITOLOGIA. VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ORNITOLOGIA. 2000. (Congresso).

9.
XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOLOGIA. XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOLOGIA. 2000. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Priscilla Santana Silva. Levantamento de microbiota cutânea existente em anuros de um remanescente urbano de Mata Atlântica do Nordeste. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. (Orientador).

2.
Philippe Knippel do Carmo Graça. Diversidade de Aves em diferentes altitudes e níveis de degradação ambiental no município de Triunfo: Um brejo de altitude no estado de Pernambuco. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Regina Carolina Ferreira de Souza Gomes. Efeito da degradação ambiental no nível de parasitas de sangue e tecidos musculares de aves da Caatinga, Brasil. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Erasmo Andrade da Silva. Modelagem de nicho do complexo de espécies Thamnophilus punctatus (AVES, Thamnophilidae): uma linhagem de florestas abertas dos Neotropicos.. 2016. Dissertação (Mestrado em BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. Orientador: Alexandre Mendes Fernandes.

Tese de doutorado
1.
Carina Moura. Phylogeography of Passeriformes and Coraciiformes from Neotropical and Palearctic-african regions. 2014. Tese (Doutorado em Naturwissenschaft) - Ruprecht-Karls-Universität Heidelberg, . Coorientador: Alexandre Mendes Fernandes.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Aurea Palloma Bezerra Barbosa Veras. Estudo etnoornitológico em comunidade quilombola do entorno da Serra do Giz, Afogados da Ingazeira, Pernambuco, Brasil. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Alexandre Mendes Fernandes.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
RODRIGUES, M. ; FERNANDES, A. M. . Monitoramento de fauna em unidades de conservação. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Outras informações relevantes


Aprovado em 2º lugar no concurso público para professor adjunto de Zoologia na Universidade Federal da Bahia (UFBA) em maio de 2013



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 7:09:37