Rafael Ivan Chambouleyron

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7906172621582952
  • Última atualização do currículo em 09/11/2018


Possui Graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1991), Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1994) e Doutorado em História pela University of Cambridge (2005). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal do Pará, atuando no curso de graduação em História e no Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia. É docente colaborador do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal do Maranhão, e docente do Máster Universitario en Historia de América Latina. Mundos Indígenas e do Doctorado en Historia y Estudios Humanísticos: Europa, América, Arte y Lenguas, ambos da Universidad Pablo de Olavide, Sevilha (Espanha). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social da Amazônia (século XVII e primeira metade do século XVIII), atuando principalmente nos seguintes temas: 1) território, ocupação e povoamento da Amazônia colonial; 2) natureza, economia e trabalho na Amazônia colonial. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rafael Ivan Chambouleyron
Nome em citações bibliográficas
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia.
Av. Augusto Corrêa, s/n
Guamá
66075110 - Belém, PA - Brasil
Telefone: (91) 32018195
URL da Homepage: http://www.ufpa.br


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em História.
University of Cambridge, CAM, Inglaterra.
Título: Portuguese colonization of the Amazon region, 1640-1706, Ano de obtenção: 2005.
Orientador: David Anthony Brading.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Maranhão e Grão-Pará; Séculos XVII e XVIII; Colonização.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Social da Amazônia.
1992 - 1994
Mestrado em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Os lavradores de almas,Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Mary Lucy Murray del Priore.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Companhia de Jesus; Século XVI; Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
1992 interrompida
Graduação interrompida em 1996 em Direito.
Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas, Brasil.
Ano de interrupção: 1996
1988 - 1991
Graduação em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Orientador: José Roberto do Amaral Lapa.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


1996 - 1996
Extensão universitária em Introdução à Antropologia das Religiões.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
1989 - 1989
Extensão universitária em Paleografia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.


Atuação Profissional



Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Comitê Assessor, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão Julgadora
Outras informações
Membro da Comissão Julgadora do 14 Prêmio Destaque de Iniciação Científica e Tecnológica - Edição 2016 (área de CHSLA) Presidente da Comissão Julgadora do 15 Prêmio Destaque de Iniciação Científica e Tecnológica - Edição 2017 (área de CHSLA)


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Comissão de Avaliação, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão de Avaliação de Área


Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/2006 - Atual
Ensino, História Social da Amazônia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Linha de Pesquisa em História e Natureza
Tópicos Especiais em História e Natureza
6/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Departamento de Pesquisa.

Cargo ou função
Avaliador itnerno do PIBIC/CNPq e PIBIC/UFPA.
2/2005 - Atual
Serviços técnicos especializados , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Serviço realizado
Consultoria da Revista Humanitas (ISSN 0104-9585), publicada pelo CFCH/UFPA.
8/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia, .

Linhas de pesquisa
População e sociedade
3/2000 - Atual
Ensino, História Social da Amazônia, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Conquista, colonialismo e catequese
Laboratório de Pesquisa
4/1996 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

4/1996 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Amazônia I
História da América II
História do Brasil I
História Medieval
História Moderna I
História Moderna II
Metodologia da História I
Monografia I
Monografia II
Tópicos Temáticos
História Indígena e do Indigenismo
Historiografia da Amazônia
História e Espaço
08/2015 - 03/2017
Direção e administração, Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia, .

Cargo ou função
Vice-coordenador do Programa de Pós-graduação em História.
08/2011 - 08/2015
Direção e administração, Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-graduação em História.
01/2007 - 02/2008
Direção e administração, Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia, .

Cargo ou função
Vice-coordenador.
9/2005 - 12/2006
Direção e administração, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Cargo ou função
Coordenador do Laboratório de História.
8/1997 - 7/1999
Direção e administração, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Colegiado de História.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
8/1997 - 7/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Colegiado de História.

Cargo ou função
Membro de conselho de unidade.

Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Professor Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador

Atividades

08/2016 - 08/2016
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Paisagem, região, território e lugar. O espaço e os historiadores

Universidad Pablo de Olavide, UPO, Espanha.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 10
Outras informações
Docente no Máster en Historia de América Latina "Mundos Indígenas" Docente no Doctorado en Historia y Estudios Humanísticos: Europa, América, Arte y Lenguas


The John Carter Brown Library, JCBL, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Collaborative Cluster Fellowship, Carga horária: 40


Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professeur Invité, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
População e sociedade

Objetivo: Estudos dos processos de ocupação da Amazônia. Movimentos migratórios na Amazônia. Estrutura familiar na Amazônia. Estratégias e patrimônio das famílias na Amazônia. Relações de Gênero na Amazônia. Dinâmicas populacionais na Amazônia..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Social da Amazônia.
Palavras-chave: Amazônia; Séculos XVII e XVIII.
2.
Etnicidade e territorialidades: usos e representações

Objetivo: Espaço, colonização e ocupação da Amazônia. Terra, trabalho e cultura na Amazônia. Geografias, cartografias e representações territoriais do passado. História e historiografia indígena e do indigenismo. Escravidão, trabalho e relações raciais. A relação entre capital e trabalho, mediada pela cultura e pelo campo das relações interétnicas. Encontros e confrontos culturais (séculos XVII-XXI). Cultura e mundos do trabalho. Estudos sobre dinâmicas históricas do espaço, das paisagens e das territorialidades..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Social da Amazônia.
Palavras-chave: Amazônia; Séculos XVII e XVIII.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
As drogas do sertão e o comércio atlântico (séculos XVII e XVIII)
Descrição: O objetivo deste projeto é o de entender o lugar do cacau amazônico e das drogas do sertão no comércio atlântico nos séculos XVII e XVIII (até a criação da Companhia Geral de Comércio do Grão-Pará e Maranhão, em meados da década de 1750). Nesse sentido, este projeto se propõe a compreender as redes mercantis nas quais estavam inseridos esses gêneros, buscando entender quais grupos intervinham nesse processo (embora o objetivo principal não seja o de entender essas comunidades mercantis em si), bem como desvendar os mercados europeus, para além de Lisboa, que recebiam produtos amazônicos. A Amazônia colonial foi compreendida pela historiografia como uma região periférica, uma vez que pouco se inseria nos circuitos econômicos sul-atlânticos que deram sentido à ocupação de boa parte da América portuguesa. Entretanto, isso não significou o seu isolamento dos circuitos atlânticos e globais. Este projeto quer mostrar e entender como se deu a conexão da região amazônica (Estado do Maranhão e Pará) com Portugal e o resto da Europa por meio da análise das rotas comerciais das drogas do sertão (cacau, cravo, salsa, salsaparrilha, copaíba) que eram enviadas a Lisboa e dali reexportadas a diversos portos europeus (Londres, Hamburgo, Baiona, Livorno, por exemplo). Trata-se assim de entender a inserção da região num mundo cada vez mais globalizado ao longo dos séculos XVII e XVIII..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Vanice Siqueira de Melo - Integrante / Raimundo Moreira das Neves Neto - Integrante / Wania Alexandrino Viana - Integrante / Frederik Luizi Andrade Matos - Integrante / Mark Harris - Integrante / Karl Heinz ARENZ - Integrante / Isis Bem Ferreira - Integrante / André José Santos Pompeu - Integrante.
2015 - Atual
O cacau amazônico, as drogas do sertão e o comércio atlântico (séculos XVII e XVIII)
Descrição: O objetivo deste projeto é o de entender o lugar do cacau amazônico e das drogas do sertão no comércio atlântico nos séculos XVII e XVIII. Nesse sentido, este projeto se propõe a compreender as redes mercantis nas quais estavam inseridos esses gêneros, buscando entender quais grupos intervinham nesse processo, bem como desvendar os mercados europeus, para além de Lisboa, que recebiam produtos amazônicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Roça, sertão, ultramar. O cacau e a Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII)
Descrição: O objetivo deste projeto é o de entender o lugar do cacau na Amazônia colonial, entre meados do século XVII e meados do século XVIII, a partir, por um lado, da sua inserção nas dinâmicas de ocupação do espaço amazônico; por outro, da sua inserção no mundo atlântico. Nesse sentido, quer se entender as implicações espaciais da exploração do cacau, no mundo do sertão - por meio das expedições de coleta - e no mundo da roça - por meio do desenvolvimento da lavoura (mesmo que inserida num contexto de policultura que caracteriza a agricultura da região). Ao mesmo tempo, trata-se de entender o cacau e o seu papel no comércio ultramarino, notadamente a partir dos anos 1730, quando as exportações para o reino se incrementam..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Raimundo Moreira das Neves Neto - Integrante / Wania Alexandrino Viana - Integrante / Tamyris Monteiro Neves - Integrante / Frederik Luizi Andrade Matos - Integrante / Carolina Teixeira Pina - Integrante / Isis Bem Ferreira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2010 - 2014
Usos da terra: agricultura e ocupação na Amazônia luso-brasileira. Grão-Pará, 1680-1850
Descrição: Este projeto de pesquisa objetiva analisar os mecanismos de ocupação territorial da Amazônia, mais nomeadamente na capitania e depois província do Grão-Pará, e ainda compreender a organização do universo agrícola nesse vasto território. Por um lado, a pesquisa busca esmiuçar e destrinchar a estrutura fundiária da região, a partir dos registros de concessão e confirmação de sesmarias, e a partir de documentação variada que informa sobre a espacialidade das relações sociais derivadas da ocupação agrícola; trata-se, assim de entender a paisagem construída pela agricultura ao longo de quase 200 anos. Por outro lado, a pesquisa quer entender de que maneira essa ocupação engendrou conflitos e compreensões em torno ao acesso à terra, seus usos e a identidade que seus moradores foram construindo nesse espaço ao longo do tempo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Magda Ricci - Integrante / Leila Mourão - Integrante / Joel dos Santos Dias - Integrante / Raimundo Moreira das Neves Neto - Integrante / Wania Alexandrino Viana - Integrante / Marcia Maria Menendes Motta - Integrante / José Alves de Souza Jr - Integrante / Eliana Ramos Ferreira - Integrante / Francivaldo Alves Nunes - Integrante / André Ferrand de Almeida - Integrante / David Salomao Silva Feio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 4
2008 - 2011
Economia, trabalho e território na Amazônia colonial
Descrição: O objetivo deste projeto é o de entender os mecanismos por meio dos quais a coroa portuguesa intervém na região amazônica e as implicações dessa intervenção na própria região. Compreender a política da Coroa para o Estado do Maranhão significa dar conta de suas políticas de incentivo ao desenvolvimento da região a partir de três eixos fundamentais: 1) a ocupação do território, 2) o desenvolvimento das atividades econômicas ligadas às drogas do sertão e à agricultura, e 3) as formas de enfrentar os problemas do uso de mão-de-obra indígena (livre e escrava) e de mão-de-obra africana.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Fernanda Aires Bombardi - Integrante / Benedito Carlos Costa Barbosa - Integrante / Wania Alexandrino Viana - Integrante / Aline Rafaele da Silva Avelar - Integrante / Roberto Zahluth de Carvalho Júnior - Integrante / Luiz Alexandre Silva Barbosa - Integrante / Tamyris Monteiro Neves - Integrante / Frederik Luizi Andrade Matos - Integrante / Claudia Rocha de Sousa - Integrante / Cecília Cunha dos Santos Patello - Integrante.Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 8
2008 - 2011
A presença da Inquisição na Amazônia
Descrição: O principal objetivo do projeto é levantar, digitalizar e divulgar a documentação inquisitorial do Tribunal do Santo Ofício de Lisboa, disponível no IAN/TT (Lisboa, Portugal), relacionada ao antigo Estado do Maranhão e Grão-Pará (a partir de meados do século XVIII, Estado do Grão-Pará e Maranhão). Esse esforço se justifica pela possibilidade de ampliação, neste lado do Atlântico, do número de trabalhos que explorem o potencial do acervo inquisitorial. Paralelamente, a divulgação da documentação reduzirá o custo e facilitará o acesso de futuras pesquisas sobre a presença do Santo Ofício no norte do Brasil. Trata-se, assim, de criar, a partir deste projeto, um efeito multiplicador de pesquisas, que incorporem alunos da graduação e da pós-graduação da UFPA bem como de outras instituições de ensino superior, principalmente da região norte..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Integrante / Décio de Alencar Guzmán - Integrante / José Luis Ruiz Peinado Alonso - Integrante / Antonio Otaviano Vieiria Júnior - Coordenador / Didier Lahon - Integrante / Ana Pereira - Integrante / Barbara Sommer - Integrante / Mark Harris - Integrante.Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2008 - 2010
Usos da terra na Amazônia colonial
Descrição: Pode-se afirmar que a dominação portuguesa da Amazônia durante o século XVII significou uma múltipla ocupação militar, religiosa e econômica. Esta última foi identificada pela historiografia com os esforços dos portugueses na busca pelas drogas do sertão e pelos escravos indígenas e com a atividade das ordens missionárias, principalmente os jesuítas. Este projeto busca entender outras formas de ocupação territorial que não necessariamente se confundem com a ação dos sertanistas, soldados e missionários. O objetivo do projeto, para além da ação das forças que "conquistaram" o sertão, é o de entender essas outras formas de ocupação econômica do território do Estado do Maranhão ao longo, principalmente, da segunda metade do século XVII, notadamente os vetores decorrentes da fundação de vilas, da doação de capitanias, da distribuição de sesmarias e da experimentação agrícola.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Alírio Carvalho Cardoso - Integrante / Vanice Siqueira de Melo - Integrante / José Luis Ruiz Peinado Alonso - Integrante / Raimundo Moreira das Neves Neto - Integrante / Eliane Braulina da Silva Costa - Integrante / Danilo Camargo Igliori - Integrante / Alex Jorge Gaia Ferreira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 1
2006 - 2008
A coroa portuguesa e o Estado do Maranhão: natureza, economia e trabalho (1640-1706)
Descrição: O objetivo deste projeto é o de entender os mecanismos por meio dos quais a coroa portuguesa intervém na região amazônica e as implicações dessa intervenção no próprio Estado do Maranhão. Compreender a política da Coroa para o Estado do Maranhão significa dar conta de suas políticas de incentivo ao "aumento" e "conservação" a partir de três eixos fundamentais. Em primeiro lugar, a ocupação do território. De fato, "invadido" várias vezes por outras nações européias, como franceses, ingleses e holandeses, o Estado do Maranhão constituía uma região de fronteira, constantemente ameaçada. A ameaça estendia-se ao que poderíamos chamar de "fronteira interna", a partir da ação dos denominados "índios do corso", que assolavam principalmente as regiões oriental e norte do Estado. Em segundo lugar, o desenvolvimento das atividades econômicas. A Coroa procurou estimular de diversos modos o desenvolvimento da produção e do comércio na região. Se, inicialmente, foi para a lavoura de açúcar e do tabaco que se voltaram as atenções, a gradual descoberta das chamadas drogas do sertão, a partir da década de 1640, abriu para a Coroa uma nova perspectiva de exploração econômica, profundamente ancorada na experiência dos portugueses da região. O estímulo ao comércio, tão problemático na região (diferentemente de outras partes da América portuguesa), também foi uma preocupação constante da Coroa. Finalmente, o problema da mão-de-obra. Ao contrário de outras partes da América portuguesa, no século XVII e boa parte do século XVIII, a principal força de trabalho na região foi a indígena. A regulamentação do uso de trabalhadores nativos - fossem eles livres ou escravos - deu margem a uma interminável série de conflitos envolvendo os diversos grupos que compunham a sociedade colonial. O problema da mão-de-obra indígena, por sua vez, estava intimamente vinculado ao da mão-de-obra africana, vislumbrada em diversos momentos como a melhor alternativa para o uso de trabalhadores indígenas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Alírio Carvalho Cardoso - Integrante / Vanice Siqueira de Melo - Integrante / Monique Fernanda da Silva Bonifácio - Integrante / José Luis Ruiz Peinado Alonso - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Universidade Federal do Pará - Auxílio financeiro / Universidade Federal do Pará - Bolsa / Universitat de Barcelona - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 6
2003 - 2007
Fronteiras, mestiçagens e mundos mesclados: do Rio do Prata ao Amazonas e ao norte do México (séculos XVII-XX)
Descrição: Temas : 1. Nacionalismos, fronteiras e historiografias dos sécs. XIX-XX.Cláudia Wasserman (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Susana Bleil de Souza (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Magda Ricci (Universidade Federal do Pará). 2. Uma fronteira em movimento : povoamento, missões, missionários na América platina e na Amazônia. Décio Guzmán (Universidade Federal do Pará) ; Rafael Chambouleyron (Universidade Federal do Pará) ; Eduardo Neumann (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Fábio Kuhn (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Serge Gruzinski (CNRS/EHESS). 3. A história do gaucho : entre Rio Grande do Sul, Uruguai, Argentina e Brasil. Juan Carlos Garavaglia (EHESS) ; Jorge Gelman et Raul Franklin (Universidad de Buenos Aires et Universidad de Luján) ; Andrea Reguera (Instituto de Estudios Historico-sociales) ; Blanca Zeberio (Universidad de Tandil) ; Inés Moraes (Universidad de la República - Montevidéu) ; Helena Ossorio (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). 4. As representações urbanas no Rio da Prata e a Amazônia do séc. XIX : de Porto Alegre a Belém, de Montevidéu a Buenos Aires e México.Sandra Jatahy Pesavento (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Maria de Nazaré Sarges (Universidade Federal do Pará) ; Geraldo Martíres Coelho (Universidade Federal do Pará) ; Sandra Gayol (Universidad Nacional de General Sarmiento) ; Jacques Leenhardt (EHESS) ; Veronica Zarate (Instituto Mora, México). 5. A Banda Oriental : um espaço de liberdade para os escravos negros? Carmen Bernand (Institut Universitaire de France/Université de Paris X) ; Paulo Roberto Staudt Moreira (Arquivo Histórico do Estado do Rio Grande do Sul). 6. Fronteiras e expansão nacional : o norte do México e o Rio da Prata na primeira metade do século XIX. Cesar Augusto Barcellos Guazelli..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Integrante / Serge Gruzinski - Coordenador / Sandra Jatahy Pesavento - Integrante.Financiador(es): Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales - Auxílio financeiro / Centre National de la Recherche Scientifique - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2001 - 2004
Colonização portuguesa na Amazônia, 1640-1706
Descrição: O presente projeto constitui a minha pesquisa de doutorado realizada na Universidade de Cambridge (Inglaterra). O objeto de minha tese de doutorado é analisar e entender a lógica das políticas da Coroa portuguesa para desenvolver o antigo Estado do Maranhão e Pará, durante a segunda metade do século XVII. Embora o Estado do Maranhão não fosse a parte mais importante da América portuguesa, suas particularidades e importância geopolítica geraram uma variedade de projetos para o seu "aumento" e "conservação", como se dizia à época. Pode se argumentar que o desenvolvimento econômico da região amazônica seguiu um caminho diferente de outras regiões da América portuguesa, como a zona açucareira, fortemente dependente da plantação de cana e da mão-de-obra africana. O desenvolvimento econômico e social do Estado do Maranhão, no século XVII, não dependeu de um produto externo perfeitamente adaptado ao solo brasileiro, como a cana-de-açúcar, ou do estabelecimento do tráfico negreiro. Ao contrário, ele se baseou significativamente no conhecimento e recursos humanos e naturais da própria região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Sidney Sussex College Cambridge - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2001 - 2002
Religiões na Amazônia: passado/presente; história/memória
Descrição: O projeto busca uma compreensão da história social da Amazônia que fuja das análises duais, calçadas em modelos economicistas, a partir dos quais a leitura dos aspectos simbólicos da cultura foram varridos da interpretação historiográfica. O campo religioso e suas correlações com a sociedade, as estratégias de mediação da vida cotidiana, assim como o universo de concepções devocionais do homem da Amazônia ficaram reduzidos às leituras reducionistas, com forte inspiração de um marxismo ortodoxo de forte inspiração estruturalista. Assim, o projeto busca a incorporação de novos problemas, abordagens e objetos de leitura histórica, como também, e especialmente, a constituição de alternativas metodológicas aos modelos esquemáticos já plenamente estabelecidos pelas análises de cunho econômico-político. Ao lado disto, a historiografia clássica da Amazônia colonial e do Império tem passado por um período de releitura, de reinterpretação de sua epistemologia e do contexto intelectual no qual foram gestadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Integrante / Aldrin Moura de Figueiredo - Coordenador / Fernando Arthur de Freitas Neves - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Pará - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2000 - 2001
Missão e apostolado em Luís Figueira e Antônio Vieira (Estado do Maranhão e Grão-Pará, século XVII)
Descrição: A partir das referências que o Pe. Antônio Vieira faz, ao longo de sua presença no Maranhão (1653-1661), sobre os tempos da missão do Pe. Luís Figueira (1622-1637), tratou-se inicialmente de compreender as diferentes percepções que nortearam a ação destes dois jesuítas no seu apostolado na Amazônia seiscentista. Se podemos considerar o Pe. Figueira e Pe. Vieira como os principais implementadores da missão jesuítica no Maranhão em dois momentos diferentes - o período da união com Castela e durante o primeiro reinado da restauração, respectivamente - os dois padres defrontaram-se com um problema comum que era o de pensar a forma de inserção da Companhia de Jesus na sociedade maranhense. Trata-se, pois, de tentar entender de que forma a experiência missionária do Pe. Figueira foi reapropriada pelo Pe. Vieira e articulada com a sua complexa experiência do apostolado no Maranhão e Grão-Pará, na consolidação de um sentido do governo jesuítico na região, durante a segunda metade do século XVII..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
1996 - 2000
Jesuítas no Grão-Pará: a colonização sob a ótica da Companhia de Jesus (1653-1686)
Descrição: Este projeto procurou estudar a presença e atuação dos padres da Companhia de Jesus na Amazônia seiscentista, focalizando as relações que a ordem dos jesuítas estabeleceu, principalmente, no interior das comunidades de moradores portugueses. Não se trata de negar a importância da evangelização dos grupos indígenas da região - motivo essencial, aliás, da instalação da Companhia em toda a América portuguesa, desde 1549 - e a própria interação estabelecida com eles. É que a experiência catequética dos religiosos não se encontra desvinculada das múltiplas articulações que estabeleceram com o heterogêneo conjunto de grupos que compunha a sociedade seiscentista no Estado do Maranhão (notadamente em São Luís e Belém, capitais das duas principais capitanias). A própria construção desse "novo mundo", para nos valermos das palavras do Pe. Antônio Vieira, passava pela incessante reflexão acerca do papel da Companhia de Jesus no império ultramarino português, definindo e redefinindo constantemente suas ações e seu governo, em função das realidades locais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Ivan Chambouleyron - Coordenador / Fábia do Socorro da Cruz Martins - Integrante / Alírio Carvalho Cardoso - Integrante / Dalva do Socorro Ferreira Guedes - Integrante / Letícia Souto Pantoja - Integrante / Ana Cristina Barbosa Dias - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 8


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Mneme (Caicó. Online)
2014 - Atual
Periódico: Boletin Americanista
2014 - Atual
Periódico: Maracanan
2012 - Atual
Periódico: Revista Ultramares
2012 - Atual
Periódico: História Unisinos
2012 - Atual
Periódico: Outros Tempos
2012 - Atual
Periódico: Revista 7 Mares
2010 - 2012
Periódico: Tempo. Revista do Departamento de História da UFF


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Outros Tempos
2005 - Atual
Periódico: Humanitas (UFPA)
2009 - Atual
Periódico: Anais de História de Além-Mar
2008 - Atual
Periódico: Ciências Humanas em Revista (UFMA)
2010 - Atual
Periódico: Revista de História (USP)
2013 - Atual
Periódico: Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas
2011 - Atual
Periódico: Historia & Perspectivas (UFU)
2013 - Atual
Periódico: Revista de Indias
2011 - Atual
Periódico: História Unisinos
2013 - Atual
Periódico: Trashumante: Revista Americana de Historia Social
2014 - Atual
Periódico: Procesos: revista ecuatoriana de Historia
2015 - Atual
Periódico: Americania. Revista de Estudios Latinoamericanos de la Universidad Pablo de
2015 - Atual
Periódico: Bresil(s)
2015 - Atual
Periódico: Varia História (UFMG. Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Tempo (Niterói. Online)
2016 - Atual
Periódico: Territórios e Fronteiras (Online)
2016 - Atual
Periódico: Colonial Latin American Review
2016 - Atual
Periódico: Histoire et Mesure
2016 - Atual
Periódico: Anais do Museu Paulista (Impresso)
2014 - Atual
Periódico: Topoi (Online): revista de historia
2017 - Atual
Periódico: Revista Mundos do Trabalho
2017 - Atual
Periódico: Dialogos (Maringa)
2017 - Atual
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - Atual
Periódico: HISTÓRIA ECONÔMICA & HISTÓRIA DE EMPRESAS
2013 - Atual
Periódico: Saeculum (UFPB)
2017 - Atual
Periódico: REVISTA MARACANAN
2015 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA (ONLINE)


Revisor de projeto de fomento


2014 - 2014
Agência de fomento: British Library
2012 - 2012
Agência de fomento: Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas
2011 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2011 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2006 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Social da Amazônia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2005
Selecionado pelo Programa de Apoio ao Recém-Doutor 2005-2006, Universidade Federal do Pará.
2000
Casa-Grande & Senzala (participação na obra História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 1999), Fundação Joaquim Nabuco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FIGUEIREDO, Aldrin Moura de2017FIGUEIREDO, Aldrin Moura de ; CHAMBOULEYRON, RAFAEL ; ALONSO, JOSÉ LUIS RUIZ-PEINADO . Amazônia e história global - Apresentação. TEMPO. REVISTA DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UFF, v. 23, p. 504-505, 2017.

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael2017CHAMBOULEYRON, Rafael. Espacialidades - entrevista. ESPACIALIDADES, v. 10, p. 1-5, 2017.

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael2017CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz . Frontier of Expansion, Frontier of Settlement: Cacao exploitation and the Portuguese colonisation of the Amazon region (17th & 18th Centuries). Commodities of Empire Working Papers, v. 29, p. 1-24, 2017.

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2017CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, K. H. . Frontier of Expansion, Frontier of Settlement: Cacao exploitation and the Portuguese colonisation of the Amazon region (17th & 18th Centuries). Commodities of Empire - Working Papers, v. 29, p. 1-24, 2017.

5.
CHAMBOULEYRON, RAFAEL2016CHAMBOULEYRON, RAFAEL. Território e ocupação na Amazônia joanina (1707-1750): percursos historiográficos do século XXI. Maracanan, v. 12, p. 214-220, 2016.

6.
CHAMBOULEYRON, Rafael2016CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz . Indiens ou Noirs, libres ou esclaves: travail et métissage en Amazonie portugaise (XVIIe et XVIIIe siècles). Caravelle (Toulouse), v. 107, p. 15-30, 2016.

7.
CHAMBOULEYRON, Rafael2016CHAMBOULEYRON, Rafael; FISCHER, Luly Rodrigues da Cunha . Uma légua de terra ao redor deste cidade. Belém do Pará, seus chãos de terra e o património municipal. Camões. Revista de Letras e Culturas Lusófonas, v. 25, p. 27-32, 2016.

8.
CHAMBOULEYRON, Rafael2015CHAMBOULEYRON, Rafael. Alvarás, cartas régias e decisões de Dom João IV a Dom Afonso VI, relativos aos índios do Estado do Maranhão e Pará (1644-1667). Revista Estudos Amazônicos, v. XIII, p. 341-378, 2015.

9.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2014CHAMBOULEYRON, Rafael. 'Como se hace en Indias de Castilla'. El cacao entre la Amazonía portuguesa y las Indias de Castilla (siglos XVII y XVIII). Revista Complutense de Historia de América, v. 40, p. 23-43, 2014.

10.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2014CHAMBOULEYRON, Rafael. Sesmarias dadas a índios no Pará e no Maranhão (século XVIII). Revista Ultramares, v. 5, p. 137-148, 2014.

11.
BARARUA, Marcus Vinícius Valente2014BARARUA, Marcus Vinícius Valente ; CHAMBOULEYRON, Rafael . Cabo do Norte: conflitos e territorialidade (XVII-XVIII) - Nota de pesquisa. Revista Estudos Amazônicos, v. X, p. 255-278, 2014.

12.
CHAMBOULEYRON, Rafael2014CHAMBOULEYRON, Rafael; CARDOZO, Alirio . As cores da conquista: produtos tintórios e anil no Maranhão e Grão-Pará (século XVII). Locus (UFJF), v. 20, p. 55-76, 2014.

13.
CHAMBOULEYRON, Rafael2014CHAMBOULEYRON, Rafael. Cacao, Bark-Clove and Agriculture in the Portuguese Amazon Region in the Seventeenth and Early Eighteenth Century. Luso-Brazilian Review, v. 51, p. 1-35, 2014.

14.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2013CHAMBOULEYRON, Rafael. A prática dos sertões na Amazônia colonial (século XVII). Outros Tempos, v. 10, p. 79-99, 2013.

15.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2013CHAMBOULEYRON, Rafael. Padres fora!. Revista de História (Rio de Janeiro), v. 9, p. 24-27, 2013.

16.
CHAMBOULEYRON, Rafael2013CHAMBOULEYRON, Rafael; MELO, Vanice Siqueira de . Governadores e índios, guerras e terras entre o Maranhão e o Piauí (século XVIII). Revista de Historia (USP), v. 168, p. 167-200, 2013.

17.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz ; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . "Quem doutrine e ensine os filhos daqueles moradores". A Companhia de Jesus, seus colégios e o ensino na Amazônia colonial. Revista HISTEDBR On-line, v. N.Esp., p. 61-82, 2011.

18.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael; BOMBARDI, Fernanda Aires . Descimentos privados de índios na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). Varia História (UFMG. Impresso), v. 27, p. 601-623, 2011.

19.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael. "Muita terra sem comércio". O Estado do Maranhão e as rotas atlânticas nos séculos XVII e XVIII. Outros Tempos, v. 8, p. 91-107, 2011.

20.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael; BARBOSA, Benedito C. Costa ; BOMBARDI, Fernanda Aires ; SOUSA, Claudia Rocha de . 'Formidável contágio': epidemias, trabalho e recrutamento na Amazônia colonial (1660-1750). História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), v. 18, p. 987-1004, 2011.

21.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael; BARBOSA, Benedito C. Costa ; BOMBARDI, Fernanda Aires ; SOUSA, Claudia Rocha de . "Formidable contagion": epidemics, work and recruitment in Colonial Amazonia 1660-1750. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Online), v. 18, p. 1, 2011.

22.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2011CHAMBOULEYRON, Rafael; BARBOSA, Benedito Carlos Costa ; BOMBARDI, Fernanda A. ; SOUSA, Cláudia Rocha de . 'Formidable contagion': epidemics, work and recruitment in Colonial Amazonia 1660-1750.. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 18, p. 1, 2011.

23.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2010CHAMBOULEYRON, Rafael; MELO, Vanice Siqueira de ; BONIFÁCIO, Monique Fernanda da Silva . Pelos sertões' estão todas as utilidades': Trocas e conflitos no sertão amazônico (Século XVII). Revista de Historia (USP), v. 0, p. 13-49, 2010.

24.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael; LIMA, Alam da Silva ; IGLIORI, Danilo Camargo . Plata, paño, cacao y clavo. "Dinero de la tierra" en la Amazonía portuguesa (c. 1640-1750). Fronteras de la Historia, v. 14, p. 205-227, 2009.

25.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . Os jesuítas e o ?aumento e conservação? do Estado do Maranhão e Pará (século XVII). CLIO. Série História do Nordeste (UFPE), v. 27, p. 76-104, 2009.

26.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . "Isenção odiosa". Os jesuítas, a Coroa, os dízimos e seus arrematadores na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). Histórica (São Paulo. Online), v. 37, p. 1-9, 2009.

27.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael; MELO, Vanice Siqueira de ; BOMBARDI, Fernanda Aires . O ?estrondo das armas?. Violência, guerra e trabalho indígena na Amazônia (séculos XVII e XVIII). Projeto História (PUCSP), v. 39, p. 115-137, 2009.

28.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael. Escravidão - Entrevista. Outros Tempos, v. 6, p. 163-165, 2009.

29.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2009CHAMBOULEYRON, Rafael; CARDOZO, Alirio . Cidades e vilas da Amazônia colonial. Revista de Estudos Amazônicos, v. IV, p. 37-51, 2009.

30.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2008CHAMBOULEYRON, Rafael. O ?senhor absoluto dos sertões?. O ?capitão preto? José Lopes, a Amazônia e o Cabo Verde. Boletin Americanista, v. 58, p. 55-72, 2008.

31.
CARDOZO, Alirio2008CARDOZO, Alirio ; CHAMBOULEYRON, Rafael . A pena e a espada. Retórica e história nas cartas de um governador do século XVIII. Outros Tempos (UEMA. Online), v. 5, p. 194-201, 2008.

32.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2008CHAMBOULEYRON, Rafael. O ?Regimento para Gomes Freire, governador do Maranhão?. Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, v. 169, p. 403-433, 2008.

33.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2008CHAMBOULEYRON, Rafael. 'Ásperas proposições'. Jesuítas, moradores e a Inquisição na Amazônia seiscentista no tempo de Vieira, missionário. Revista Portuguesa de Ciência das Religiões, v. VIII, p. 93-105, 2008.

34.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2008CHAMBOULEYRON, Rafael. A Amazônia e as ilhas atlânticas. Canoa do tempo (UFAM), v. 2, p. 187-204, 2008.

35.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2007CHAMBOULEYRON, Rafael. A Amazônia sob fogo cruzado. Revista de História (Rio de Janeiro), v. 2 n.17, p. 66-69, 2007.

36.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2007CHAMBOULEYRON, Rafael. As especiarias da Amazônia. BR História, v. 1, p. 70-74, 2007.

37.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2007CHAMBOULEYRON, Rafael. Os jesuítas e o ensino na Amazônia colonial. Em Aberto, v. 21, p. 77-91, 2007.

38.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2007CHAMBOULEYRON, Rafael. As cartas ao rei e a Amazônia do padre Antônio Vieira. Asas da Palavra (UNAMA), v. 10, p. 246-255, 2007.

39.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2006CHAMBOULEYRON, Rafael; CARDOZO, Alirio . O advogado do império: um jurista discute o direito de comércio dos padres do Maranhão no século XVII. Ciências Humanas em Revista (UFMA), São Luís, Maranhão, v. 4, n.1, p. 159-166, 2006.

40.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2006CHAMBOULEYRON, Rafael. "Duplicados clamores". Queixas e rebeliões na Amazônia colonial (século XVII). Projeto História (PUCSP), v. 33, p. 159-178, 2006.

41.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2006 CHAMBOULEYRON, Rafael. Escravos do Atlântico equatorial: tráfico negreiro para o Estado do Maranhão e Pará (século XVII e início do século XVIII). Revista Brasileira de História (Impresso), v. 26, p. 79-114, 2006.

42.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2005 CHAMBOULEYRON, Rafael. Opulência e miséria na Amazônia seiscentista. Raízes da Amazônia, Manaus, v. 1, n.1, p. 105-124, 2005.

43.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2005CHAMBOULEYRON, Rafael. O Norte em revolta. Nossa História (São Paulo), Rio de Janeiro, v. 20, p. 40-43, 2005.

44.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2005 CHAMBOULEYRON, Rafael. Plantações, sesmarias e vilas. Uma reflexão sobre a ocupação da Amazônia seiscentista. Nuevo Mundo-Mundos Nuevos, EHESS, Paris - FRANÇA, p. 2260, 2005.

45.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2004CHAMBOULEYRON, Rafael. Suspiros por um escravo de Angola. Discursos sobre a mão-de-obra africana na Amazônia seiscentista. Humanitas (Coimbra), Belém, Pará, v. 20, n.1/2, p. 99-111, 2004.

46.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL2003CHAMBOULEYRON, Rafael. Em torno das missões jesuíticas na Amazônia (século XVII). Lusitânia Sacra, Lisboa, Portugal, v. 15, p. 163-209, 2003.

47.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL1998CHAMBOULEYRON, Rafael. Le jésuite et le 'mauvais maître': le point de vue d'Anchieta sur l'Amérique portuguaise (1553-1565). Cahiers du Brésil Contemporain, Paris - França, v. 32, p. 29-40, 1998.

48.
CHAMBOULEYRON, Rafael;CHAMBOULEYRON, RAFAEL1996CHAMBOULEYRON, Rafael. A evangelização do novo mundo: o plano do Pe. Manuel da Nóbrega. Revista de Historia (USP), São Paulo, v. 0, p. 37-47, 1996.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael; SOUZA JR, José Alves de (Org.) . Novos Olhares sobre a Amazônia Colonial. 1. ed. Belém: Paka-Tatu, 2016. v. 1. 428p .

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Anais do II Simpósio de História em Estudos Amazônicos. 1. ed. Belém: Açaí, 2015. v. 8.

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz (Org.) . Anais do IV Encontro Internacional de História Colonial. 1. ed. Belém: Açaí, 2014. v. 18.

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Povoamento, ocupação e agricultura na Amazônia colonial (1640-1706). 1. ed. Belém: Açaí/Centro de Memória da Amazônia/PPHIST-UFPA, 2010. v. 1. 207p .

5.
CANCELA, Cristina Donza (Org.) ; CHAMBOULEYRON, Rafael (Org.) . Migrações na Amazônia. 1. ed. Belém: Açaí/Centro de Memória da Amazônia/PPGA-UFPA, 2010. v. 1. 130p .

6.
RUIZ-PEINADO ALONSO, José Luis (Org.) ; CHAMBOULEYRON, Rafael (Org.) . T(r)ópicos de história: gente, espaço e tempo na Amazônia (séculos XVII a XXI). 1. ed. Belém: Açaí/Centro de Memória da Amazônia/PPHIST-UFPA, 2010. v. 1. 283p .

7.
RUIZ-PEINADO ALONSO, José Luis (Org.) ; CHAMBOULEYRON, Rafael (Org.) . Boletín Americanista, n. 58 - Dossiê: Territorio y conflicto del Norte-Nordeste Brasileño. 1. ed. Barcelona, ESPANHA: Edicions de la Universitat de Barcelona, 2008. v. 1. 120p .

Capítulos de livros publicados
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Colonial Portuguese Amazon Region, from the 17th to 18th Centuries. In: Ben Vinson. (Org.). Oxford Bibliographies - Latin American Studies. 1ed.Nova York: Oxford University Press, 2018, v. , p. 1-19.

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Indian Freedom and Indian Slavery in the Portugeuse Amazon (1640-1755). In: John Donoghue; Evelyn P. Jennings. (Org.). Building the Atlantic Empires: Unfree Labor and Imperial States in the Political Economy of Capitalism, ca. 1500-1914. 1ed.Leiden, Holanda: Brill, 2016, v. 1, p. 54-71.

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O zelo de um tão grande herói. Os governadores e a política portuguesa para a Amazônia colonial (século XVII e princípio do século XVIII). In: Antonio Filipe Pereira Caetano. (Org.). Dinâmicas sociais, políticas e judiciais na América Lusa: hierarquias, poderes e governo (Século XVI-XIX). 1ed.Recife: Editora UFPE, 2016, v. 1, p. 81-102.

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Uma sociedade colonial em expansão: o Maranhão e Grão-Pará de meados do século XVII a meados do século XVIII. In: Lodewijk Hulsman; Maria Odileiz Sousa Cruz. (Org.). Fazenda e trabalho na Amazônia, mão de obra nas Guianas: o caso de Berbice (1726-1736). 1ed.Boa Vista: Editora da UFRR, 2016, v. , p. 13-39.

5.
FISCHER, Luly Rodrigues da Cunha ; CHAMBOULEYRON, Rafael ; ROCHA, Ana Luisa . Origem do patrimônio fundiário da cidade de Belém - PA. In: Christian Nunes da Silva; Luziane Mesquita da Luz; Franciney Carvalho da Ponte; José Edilson Cardoso Rodrigues. (Org.). Análises geográficas e impactos antropogênicos na Belém dos 400 anos. 1ed.Belém: GAPTA/UFPA, 2016, v. 1, p. 142-179.

6.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Recrutamento e degredo na Amazônia seiscentista. In: Cardoso, Alírio; Bastos, Carlos Augusto; Nogueira, Shirley Maria Silva. (Org.). História militar da Amazônia: guerra, militares e sociedade (séculos XVII-XIX). 1ed.Curitiba: Editora CRV, 2015, v. 1, p. 73-84.

7.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz ; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . Figueira, Vieira, Bettendorff e a escrita da Missão do Maranhão no século XVII. In: Luciana Gandelman; Margareth de Almeida Gonçalves; Patrícia de Souza de Faria. (Org.). Religião e linguagem nos mundos ibéricos: identidades, vínculos sociais e instituições. 1ed.Seropédica: Editora da UFRRJ, 2015, v. 1, p. 49-69.

8.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O historiador e os mapas. Perspectivas de pesquisa e ensino. In: Márcio Couto Henrique. (Org.). Diálogos entre história e educação. 1ed.Belém: Editora Açaí, 2014, v. 1, p. 35-67.

9.
CHAMBOULEYRON, RAFAEL. As 'fazendas de cacau' na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). In: Tanya Maria Pires Brandão; Cristiano Luís Christillino. (Org.). Nas bordas da plantation: agricultura e pecuária no Brasil colônia e império. 1ed.Recife: Editora UFPE, 2014, v. 1, p. 19-40.

10.
CHAMBOULEYRON, Rafael; MELO, Vanice Siqueira de . Índios, engenhos e currais na fronteira oriental do Estado do Maranhão e Pará (século XVII). In: Márcia Motta; José Vicente Serrão; Marina Machado. (Org.). Em terras lusas: conflitos e fronteiras no Império português. 1ed.Guarapuava/Vinhedo/Niterói: Guarapuava/Vinhedo/Niterói, 2013, v. 1, p. 231-259.

11.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Nasce a Amazônia. In: Luciano Figueiredo. (Org.). História do Brasil para ocupados. 1ed.Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2013, v. 1, p. 81-85.

12.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Misiones entre fieles: jesuitas y colonos portugueses en la Amazonia colonial (siglo XVII). In: Aldo Bolaños (Compilador). (Org.). Amazonas, ruta milenária. 1ed.Lima: Ediciones Copé, 2013, v. 1, p. 295-311.

13.
CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . Jesuítas, moradores e colégios na Amazônia colonial. In: Edir Augusto Dias Pereira; Francivaldo Alves Nunes. (Org.). Encontros de história e educação: pesquisa social, histórica e política em Educação. Brasília: Editora Kiron, 2012, v. , p. 21-45.

14.
CHAMBOULEYRON, Rafael; MELO, Vanice Siqueira de ; VIANA, Wania Alexandrino . Tropas e guerras na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). In: Paulo Possamai. (Org.). Conquistar e defender: Portugal, Países Baixos e Brasil. Estudos de História Militar na Idade Moderna. 1ed.São Leopolod: Oikos, 2012, v. 1, p. 267-281.

15.
CHAMBOULEYRON, Rafael. As sesmarias e a ocupação do território na Amazonia colonial. In: Suely Creusa Cordeiro de Almeida; Gian Carlo de Melo Silva; Kalina Vanderlei Silva; George Felix Cabral de Souza. (Org.). Políticas e estratégias administrativas no mundo Atlântico. 1ed.Recife: Editora Universitária da UFPE, 2012, v. 1, p. 357-371.

16.
CHAMBOULEYRON, Rafael. "Tapuios entre os pretos". Mano de obra y cultivo en la Amazonía del siglo 17. In: Gabriela Dalla Corte; Pilar García Jordán; Javier Laviña; Natàlia Moragas; Ricard Piqueras; José Luis Ruiz-Peinado; Meritxell Tous. (Org.). Sociedades diversas, sociedades en cambio. América Latina en perspectiva histórica. 1ed.Barcelona: Universitat de Barcelona, 2011, v. 1, p. 177-186.

17.
CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . Terras jesuíticas na Amazônia colonial. In: Márcia Motta; Maria Verónica Secreto. (Org.). O direito às avessas: por um ahistória social da propriedade. 1ed.Guarapuava/Niterói: Unicentro/EdUFF, 2011, v. 1, p. 47-71.

18.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Uma "conquista tão dilatada". A coroa portuguesa e a migração voluntária para a Amazônia (século XVII). In: Maria de Nazaré Sarges;Fernando de Sousa;Maria Izilda Matos;Antonio Otaviano Vieira Junior;Cristina Donza Cancela. (Org.). Entre mares: o Brasil dos portugueses. 1ed.Belém: Paka-Tatu, 2010, v. , p. 85-92.

19.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Degredados, açorianos e migrantes: o povoamento português na região amazônica (século XVII). In: José Luis Ruiz-Peinado Alonso; Rafael Chambouleyron. (Org.). T(r)ópicos de história: gente, espaço e tempo na Amazônia (séculos XVII a XXI). 1ed.Belém: Açaí/Centro de Memória da Amazônia/PPHIST-UFPA, 2010, v. 1, p. 27-46.

20.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Jesuítas e as crianças no Brasil quinhentista. In: PRIORE, Mary del. (Org.). História das crianças no Brasil. 7ed.São Paulo: Contexto, 2010, v. , p. 55-83.

21.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Mazelas da Fazenda real na Amazônia seiscentista. In: Aldrin Moura de Figueiredo;Moema de Bacelar Alaves. (Org.). Tesouros da Memória. História e patrimônio no Grão-Pará. Brasília: Ministério da Fazenda, 2009, v. , p. 13-28.

22.
RICCI, Magda ; FIGUEIREDO, Aldrin Moura de ; CHAMBOULEYRON, Rafael . Usos da terra. In: Rogério Furtado. (Org.). Amazônia. A floresta e o futuro (1. Origens) - Scientific American Brasil. 1ed.São Paulo: Duetto, 2008, v. 1, p. 80-87.

23.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Uma missão ?tão encontrada dos interesses humanos?. Jesuítas e portugueses na Amazônia seiscentista. Vieira. Vida e palavra. 1ed.São Paulo: Pateo do Collegio/Edições Loyola, 2008, v. , p. 28-52.

24.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O sertão dos Taconhapé. Cravo, índios e guerras no Xingu seiscentista. In: César Martins Sousa; Alírio Cardozo. (Org.). Histórias do Xingu: fronteiras, espaços e territorialidades (XVII-XXI). Belém: Editora da UFPA, 2008, v. , p. 51-74.

25.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O espaço e os moradores da Belém seiscentista. In: Jane Felipe Beltrão; Antonio Otaviano Vieira Júnior. (Org.). Conheça a Belém, co-memore o Pará!. 1ed.Belém, PA: UFPA, 2007, v. 1, p. 5-15.

26.
CHAMBOULEYRON, Rafael. El aumento y conservación del Maranhão. Los jesuitas, la mano de obra indígena y el desarrollo económico en la Amazonía portuguesa. In: Manuel Marzal, Luis Bacigalupo. (Org.). Los Jesuitas y la modernidad en Iberoamérica. 1549-1773. 1ed.Lima, Peru: IFEA/PUCPE/UP, 2007, v. 1, p. 172-186.

27.
CHAMBOULEYRON, Rafael. "Um império muito opulento". Descrições portuguesas da Amazônia seiscentista. In: José Maia Bezerra Neto; Edilza Fontes. (Org.). Diálogos entre História, Literatura e Memória. 1ed.Belém: Paka-Tatu, 2007, v. 1, p. 347-354.

28.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Jesuítas e as crianças no Brasil quinhentista. In: PRIORE, Mary del. (Org.). História das crianças no Brasil. 5ed.São Paulo: Contexto, 2006, v. , p. 55-83.

29.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Conquista y colonización de la Amazonia portuguesa (siglo XVII). In: José Manuel Santos Pérez; Pere Petit. (Org.). La Amazonia brasileña en perspectiva. 1ed.Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 2006, v. , p. 11-22.

30.
CHAMBOULEYRON, Rafael. As várias utilidades do Maranhão. Reflexões sobre o desenvolvimento da Amazônia no século XVII. In: Fernando Arthur de Freitas Neves;Maria Roseane Pinto Lima. (Org.). Faces de história da Amazônia. 1ed.Belém: Paka-Tatu, 2006, v. , p. 155-174.

31.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Missionários, índios, capitães e moradores: relações e conflito na Amazônia seiscentista. In: Louis Forline; Rui Murrieta; Ima Vieira. (Org.). Amazônia além dos 500 anos. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2006, v. 1, p. 129-150.

32.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Belém e seus moradores no século XVII. In: FONTES, Edilza. (Org.). Contando a história do Pará. Da conquista à sociedade da borracha (séc. XVI-XIX). Belém: E.Motion, 2003, v. I, p. 81-109.

33.
CHAMBOULEYRON, Rafael; CARDOZO, Alirio . Fronteiras da cristandade: relatos jesuíticos no Maranhão e Grão-Pará (Século XVII). In: PRIORE, Mary del; GOMES, Flávio dos Santos. (Org.). Os senhores do rios. Amazônia, margens e histórias. Rio de Janeiro: Campus, 2003, v. , p. 33-60.

34.
CHAMBOULEYRON, Rafael. João Francisco Lisboa, Vieira e a colônia. In: BEZERRA NETO, José Maia; GUZMÁN, Décio de Alencar. (Org.). Terra Matura: historiografia & história social da Amazônia. Belém: Paka-Tatu, 2002, v. , p. 67-83.

35.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Misiones entre fieles: jesuitas y colonos portugueses en la Amazonia colonial (siglo XVII). In: Dalla Corte, Gabriela; García Jordán, Pilar; Izard, Miquel; Laviña, Javier; Piqueras, Ricardo; Tous, Meritxell; Zubiri, Maria Teresa. (Org.). Conflicto y violencia en América. Barcelona: Universitat de Barcelona, 2001, v. , p. 301-316.

36.
CHAMBOULEYRON, Rafael. El manto del orden: el plan evangelizador del P. Manuel da Nóbrega. In: MARZAL, Manuel Maria; NEGRO, Sandra. (Org.). Un reino en la frontera: las misiones jesuíticas en la América colonial. Quito/Lima: Abya-Ayala/Pontificia Universidad Católica del Perú, 1999, v. , p. 37-47.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Belém, capital do Pará. Beira do Rio, Belém, PA, , v. 36, p. 2 - 2, 25 jan. 2006.

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Reflexões de um morador da Belém do século XVII. O Paraense, Belém, Pará, , v. 61, 16 jan. 2003.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Terras e poder na Amazônia colonial (séculos XVII-XVIII). In: Congresso Internacional Pequena Nobreza nos Impérios Ibéricos de Antigo Regime, 2012, Lisboa. Actas do Congresso Internacional Pequena Nobreza nos Impérios Ibéricos de Antigo Regime. Edição digital. Lisboa: IICT/CDI, 2012. v. 1. p. 1-12.

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Justificadas e repetidas queixas. O Maranhão em revolta (século XVII). In: Congresso Internacional O espaço atlântico de Antigo Regime: poderes e sociedades, 2008, Lisboa. Actas do Congresso Internacional "Espaço Atlântico de Antigo Regime: poderes e sociedade". Lisboa: Biblioteca Digital do Instituto Camões, 2008. v. 1.

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael. As capitanias privadas no Estado do Maranhão e Pará durante os séculos XVII e XVIII. In: VII Encontro Humanístico, 2008, São Luís. Anais do VII Encontro Humanístico. São Luís: EdUFMA, 2008. v. 1. p. 257-264.

4.
MELO, Vanice Siqueira de ; CHAMBOULEYRON, Rafael . Aleivosias e extorsões do gentio. Guerras contra índios na Amazônia colonial. In: XIX Encontro Regional da Seção São Paulo da ANPUH, 2008, São Paulo. Anais - XIX Encontro Regional de História: Poder, violência e exclusão. São Paulo: ANPUH/FAPESP, 2008. v. 1. p. 1-12.

5.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Os padres da Companhia de Jesus na Amazónia: uma leitura do Pe. António Vieira. In: Congresso Internacional 3º Centenário do Padre António Vieira, 1999, Lisboa. Actas do Congresso Internacional 3º Centenário do Padre António Vieira. Braga: Barbosa & Xavier, 1997. v. II. p. 801-808.

6.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Las edades de los jesuitas: la Compañía de Jesus y la historiografia amazónica. In: Congreso Internacional Jesuitas: 400 años en Córdoba, 1999, Córdoba (Argentina). Actas del Congreso Internacional Jesuitas: 400 a os en Córdoba. Córdoba (Argentina): JPHC/UNC/UCC, 1999. v. III. p. 97-113.

Artigos aceitos para publicação
1.
CHAMBOULEYRON, RAFAEL. Conquistas diferentes e de diferentes climas. O Maranhão, o Brasil e a América portuguesa (séculos XVII e XVIII). Esboços, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz . Cacau, cravo, copaíba e salsaparrilha: ?drogas do sertão? em registros comerciais e tratados médico-botânicos da Europa moderna (séc. XVII-XVIII). 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O desafio da História da Amazônia: História local? Nacional? Transnacional e/ou conectada? Muito além da Plantantion. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
NEVES NETO, Raimundo Moreira das ; CHAMBOULEYRON, Rafael . O cacau, as drogas e os contratos dos dízimos na Amazônia (séculos XVII e XVIII). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES NETO, Raimundo Moreira das . As atividades temporais da Companhia de Jesus no Maranhão e Grão-Pará. Séculos XVII e XVIII. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz . As drogas do sertão e o comércio atlântico. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Maranhão e Brasil: identidades territoriais no mundo colonial. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Guerra e economia na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Trabalho compulsório e escravidão indígena na Amazônia colonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Cidades e sertões na Amazônia colonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Belém e os sertoes da Amazônia colonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Trabalho indígena e dinâmicas globais na Amazônia colonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Amazonian cacao: land grants, the hinterland and labour force in the Portuguese empire (17th and 18th centuries). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Escravidão mestiça na Amazônia colonial. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Belém e seus sertões. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Indigenous rurality in Amazonia: fragments from colonial sources. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Sertão, roça e ultramar. Belém do Pará e a espacialidade da América portuguesa setentrional. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz . Frontier of expansion, frontier of settlement: cacao exploitation and the Portuguese colonization of the Amazon region (17th and 18th centuries). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Belém do Pará e seus sertões (séculos XVII e XVIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Conquistas diferentes e de diferentes climas. O Maranhão e o Brasil na América portuguesa (séculos XVII e XVIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
CHAMBOULEYRON, Rafael. 'Des noirs entre les indiens', 'des tapuios entre les noirs'. Africains et amérindiens dans l?Amazonie coloniale (XVIIe-XVIIIe siècles). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Terra e território no império português. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Terra, trabalho e território na Amazônia colonial. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
CHAMBOULEYRON, RAFAEL. O 'caminho do Brasil'. O Estado do Brasil visto do Estado do Maranhão no século XVII. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
CHAMBOULEYRON, Rafael. L'Amazonie et l'histoire du Brésil colonial. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
CHAMBOULEYRON, Rafael. The State of Maranhão and Pará: occupation of the land and colonial power, 17th-19th centuries. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O cacau amazônico, a União Ibérica e as terras de castela (século XVII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Indian Slavery and the Crown in Portuguese Amazonia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
CHAMBOULEYRON, Rafael. The Crown and agriculture in the colonial Amazon region (seventeenth and early eighteenth century). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
CHAMBOULEYRON, Rafael. O cacau amazônico e as Índias de Castela. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

30.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Terras de poder na Amazônia colonial (séculos XVII-XVIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Fugas, "corso" e bexigas. Escassez de mão-de-obra indígena na Amazônia seiscentista. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Lopes, José. Nova York: Oxford University Press, 2017 (Verbete).

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Icatu (vila). Lisboa: e-Dicionário da Terra e do Território no Império Português, 2013 (Verbete).

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Prefácio (Entre drogas e cachaça: a política colonial e as tensões na América portuguesa (1640-1710)). Maceió, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Apresentação (A inquisição e o sertão: ensaio sobre as ações do Tribunal da o Santo Ofício no Ceará). Fortaleza, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
VILANOVA, Mercedes ; CHAMBOULEYRON, Rafael . A história presente e a história oral. Relações, balanço e perspectivas. Belém: Laboratório de História/UFPA, 1998. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Programa Francisco César. 2005. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Descobrimento do Brasil. 2000. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Redes sociais, websites e blogs
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Impressões Rebeldes. 2017; Tema: Revoltas coloniais. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael; LAHON, Didier . Revista Estudos Amazônicos. 2010. (Editoração/Periódico).

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Curso Livre de História e Documentos Manuscritos. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Páginas de História. 1998. (Editoração/Periódico).

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael; CANO, J. . Cadernos de História Social. 1995. (Editoração/Periódico).

Demais trabalhos
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. História do Pará em destaque. Revoltas no Pará e Maranhão do século 17 são tema de artigo na revista nacional ?Nossa História?. 2005 (Entrevista para jornal "O Liberal" (26/06/2005)) .

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael; CARDOZO, Alirio ; RICCI, Magda ; FIGUEIREDO, Aldrin Moura de . Coletânea aborda aspectos fundamentais da história da Amazônia. 2004 (Entrevista para o jornal "Beira do Rio" (abril de 2004)) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SOUZA, George Félix Cabral de; RIBEIRO, Marília Azambuja; NASCIMENTO, Rômulo Luiz Xavier do; SILVA, Janaina Guimarães da Fonseca; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Estevam Henrique dos Santos Cardoso. A espada em forma de cruz: honra, serviço e fidelidade na busca por hábitos das Ordens Militares na primeira metade do século XVIII em Pernambuco. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
NUNES, Francivaldo Alves; BASTOS, Carlos Augusto de Castro; KETTLE, Wesley Oliveira; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Carlos Eduardo Costa Barbosa. Planta-me no pó e não tenhas de mim dó: Agricultura no Grão-Pará Setecentista (1750- 1808). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

3.
NEVES, Fernando Arthur de Freitas; SILVA, K.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Andrés Mauricio Plazas Sierra. Voces de pervivencia, el territorio de resguardo indígena em la Amazonía colombiana, apuesta colectiva para resistir a la violencia política: experiencia del Resguardo Indígena Panuré-Guaviare (1984-1998). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

4.
SOUZA JR, José Alves de; MARTINS, M. C. B.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Luana Melo Ribeiro. Missionação e negócios jesuíticos: acumulação de bens na capitania do Grão-Pará (1653-1759). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

5.
CARDOZO, Alirio; GALVES, Marcelo Cheche; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Flávio Pereira Costa Júnior. Um Maranhão Ilustrado? História e natureza na correspondência entre D. Rodrigo de Sousa Coutinho e D. Diogo de Sousa (1798-1801). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Maranhão.

6.
CARVALHO JR, Almir Diniz de; ROCHA, Rafael Ale; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Thiago Gomes Bezerra. Inquisição e poder: um comissário do Santo Ofício na "Amazônia" portuguesa (1745-1763). 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Amazonas.

7.
ZERON, Carlos A. de Moura Ribeiro; TORRES-LONDONO, Fernando; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Fernanda Aires Bombardi. Pelos interstícios do olhar do colonizador: descimentos de índios no Estado do Maranhão e Grão-Pará (1680-1750). 2014. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

8.
SANTOS, Eduardo Natalino dos; PORRO, Antonio; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Raimundo Marques da Cruz Neto. Em busca das províncias grandiosas: as entradas espanholas quinhentistas na fronteira oriental dos Andes centrais (1538-1561). 2014. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

9.
BITTENCOURT, J. B.; CARDOZO, Alirio; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Maílson Gusmão Melo. Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manuel Beckman. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Maranhão.

10.
ARENZ, Karl Heinz; MELLO, Márcia; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Frederik Luizi Andrade de MATOS. Os "frades del rei" nos sertões amazonicos: os capuchos da Piedade na Amazônia colonial (1693-1759). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

11.
VIEIRA JR, Antonio Otaviano; MOTA, Antonia da Silva; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Regina Célia Corrêa Batista. Dinâmica populacional e a atividade madeireira em uma vilada Amazônia: a vila de Moju (1730-1778). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

12.
RICCI, Magda; RUIZ-PEINADO ALONSO, José Luis; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Sueny Diana Oliveira de Souza. Um rio e suas gentes: ocupação e conflitos nas margens do rio Turiaçu na fronteira entre o Pará e Maranhão (1790-1824). 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

13.
COELHO, Mauro Cezar; SAMPAIO, Patrícia Melo; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Mirtes Emília Almeida Manaças. Além dos que os olhos vêem: etnogênese, Xikrin-Mebêngôkre e a macrorregião de Marabá. 2010. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

14.
COELHO, Mauro Cezar; KURY, Lorelai B.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Wesley Oliveira Kettle. Um súdito capaz no Vale Amazônico (ou Landi, esse conhecido): um outro significado da descrição das plantas e animais do Grão-Pará. 2010. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

15.
Pinto, Benedita Celeste de Moraes; CHAMBOULEYRON, Rafael; SILVA, Gilmar Pereira da. Participação em banca de Amarilis Maria Farias da Silva. Saberes cotidianos e azeite de andiroba: a presença da mulher extrativista no contexto histórico das práticas socioculturais dos sujeitos da Ilha de Juba, Cametá-PA. 2009. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

16.
FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; ÁVILA, Maria Gabriela Martin; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Cássia Santos da Rosa. Ilusão e paraíso: história e arqueologia na Amazônia (1948-1965). 2008. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

17.
VIEIRA JR, Antonio Otaviano; ANDREAZZA, Maria L.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Alanna Souto Cardoso. Apontamentos da história da família e demografia histórica na Capitania do Pará (1750-1790). 2008. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

18.
MOURÃO, Leila; Pádua, José Augusto; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Luis Otávio Viana Airoza. Cidade das Mangueiras: aclimatação da mangueira e arborização dos logradouros belenenses (1616-1911). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará.

19.
FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; TRINDADE JUNIOR, S. C.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Jorge Nassar Fleury da Fonseca. Muralhas invisíveis. Cartografia e história visual na Amazônia do século XVIII. 2008. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

20.
GUZMÁN, Décio de Alencar; RICCI, Magda; SCHAAN, Denise P.; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de André da Silva Lima. A guerra pelas almas: alianças, recrutamentos e escravidão indígena (do Maranhão ao Cano do Norte, 1615-1647). 2006. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

Teses de doutorado
1.
ARENZ, Karl Heinz; CARDOZO, Alírio; NEVES NETO, Raimundo Moreira das; SOUZA JR, José Alves de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Roberta Lobão de Carvalho. A ruína do Maranhão: a construção do discurso antijesuítico na Amazônia portuguesa (1705-1759). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará.

2.
COELHO, Mauro Cezar; CARVALHO JR, Almir Diniz de; SANTOS, Francisco Jorge dos; ARENZ, Karl Heinz; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Dysson Teles Alves. O tempo dos régulos: o contrabando de índios na Amazônia portuguesa (c.1700-c.1750). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará.

3.
DOMINGUES, Ângela M. V.; GARCIA, Elisa Frühauf; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Pablo Ibáñez Bonillo. La conquista portuguesa del estuario amazónico. Identidad, guerra, frontera (1612-1654). 2016. Tese (Doutorado em Doctorado en Historia y Estudios Humanísticos: Europa, América) - Universidad Pablo de Olavide.

4.
CARVALHO, Marcus Joaquim Maciel de; ALMEIDA, Suely Creusa Cordeiro de; GOMES, Flávio dos Santos; NASCIMENTO, Rômulo Luiz Xavier do; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Mairton Celestino da Silva. Um caminho para o Estado do Brasil: colonos, missionários, escravos e índios no tempo das conquistas do Estado do Maranhão e Piauí, 1600-1800. 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

5.
SCHAAN, Denise P.; ALMEIDA, Marcia Bezerra de; CUNHA, Cláudia Minervina Souza; BARROS, Flávio Bezerra; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Eliane da Silva Sousa Faria. Viagem etno-histórica e arqueológica ao médio Xingu: memória e história indígena na Amazônia. 2016. Tese (Doutorado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal do Pará.

6.
SOUZA, George Evergton Sales; MIRANDA, TIago Costa Pinto dos Reis; SANTOS, Fabricio Lyrio; PACHECO, Moreno Laborda; CHAMBOULEYRON, RAFAEL. Participação em banca de Roberto Zahluth de Carvalho Jr. Domar homens ferozes. Missionários carmelitas no Estado do Maranhão e Grão-Pará (1686-1757). 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal da Bahia.

7.
SCHAUB, Jean-Frédéric; FABRE, Pierre Antoine; SOMMER, Barbara; CASTELNAU L'ESTOILE, Charlotte de; VINCENT, Bernard; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Camila Loureiro Dias. L'Amazonie avant Pombal. Politique, Économie, Territoire. 2014. Tese (Doutorado em Histoire et Civilisations) - Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales.

8.
ALMEIDA, Maria Regina Celestino de; FRAGOSO, João Ribeiro; RAMINELLI, Ronald; GARCIA, Elisa Frühauf; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Rafael Ale Rocha. A elite militar no Estado do Maranhão: poder, hierarquia e comunidades indigenas (século XVII). 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

9.
BICALHO, Maria Fernanda Baptista; GUIMARÃES, Carlos Gabriel; SAMPAIO, Antônio Carlos Jucá; DAHER, Andréa Viana; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Helidacy Maria Muniz Corrêa. "Para aumento da conquista e bom governo dos moradores": o papel da Câmara de São Luís na conquista do Maranhão (1612-1668). 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

10.
MOTTA, Marcia Maria Menendes; FIGUEIREDO, Luciano Raposo de Almeida; CARRARA, Angelo Alves; FURTADO, Junia Ferreira; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Francisco Eduardo Pinto. Potentados e conflitos nas sesmarias da comarca do Rio das Mortes. 2010. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

11.
RAMINELLI, Ronald; GUIMARÃES, Carlos Gabriel; WANDERLEY, Marcelo da Rocha; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Carlos Alberto Ximendes. Sob a mira da Câmara: viver e trabalhar na cidade de São Luís (1644-1692). 2010. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

12.
TORRES-LONDONO, Fernando; MATOS, Maria Izilda Santos de; BRITO, Enio Jose da Costa; ZERON, Carlos A. de Moura Ribeiro; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de José Alves de Souza Júnior. Tramas do cotidiano. Religão, política, guerra e negócios no Grão-Pará do setecentos. Um estudo sobre a Companhia de Jesus e a política pombalina. 2009. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

13.
ASSIS, Virgínia Maria Almôedo de; MENEZES, Mozart Vergetti de; BRANDÃO, Tanya Maria Pires; HOFFNAGEL, Marc Jay; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Antonio Filipe Pereira Caetano. Entre drogas e cachaça: a política colonial e as tensões na América portuguesa (Capitania do Rio de Janeiro e Estado do Maranhão e Grão-Pará, 1640-1710). 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

Qualificações de Doutorado
1.
ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth; TRINDADE JUNIOR, S. C.; RUIZ-PEINADO ALONSO, José Luis; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Alanna Souto Cardoso. Índios e caboclos nos espaços amazônicos coloniais. Por uma cartografia etno-histórica da capitania do Pará (séculos XVIII e XIX). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Universidade Federal do Pará.

2.
ARENZ, Karl Heinz; CARDOZO, Alirio; SOUZA JR, José Alves de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Roberta Lobão de Carvalho. A Ruína do Maranhão: construção de uma escrita antijesuitica na Amazônia portuguesa (1686-1759). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Pará.

3.
SCHAAN, Denise P.; ALMEIDA, Marcia Bezerra de; FERREIRA, Lúcio Menezes; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Eliane da Silva Sousa Faria. Viagem etno-histórica e arqueológica ao médio Xingu: memória e história indígena na Amazônia. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal do Pará.

4.
SOUZA, George Evergton Sales; MIRANDA, TIago Costa Pinto dos Reis; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Roberto Zahluth de Carvalho Junior. Dominar homens ferozes: a ação carmelitana no extremo norte da América portuguesa (1686-1798). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Mestrado
1.
ARENZ, Karl Heinz; SANJAD, Nelson Rodrigues.; MONTEIRO, Filipe Pinto; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Mackendy Souverain. Arthur de Gobineau nos trópicos: a recepção dos pensamentos raciais do teórico francês no Brasil e no haiti, 1880-1930. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Pará.

2.
SOUZA, George Félix Cabral de; RIBEIRO, Marília Azambuja; NASCIMENTO, Rômulo Luiz Xavier do; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Estevam Henrique dos Santos Machado. A espada em forma de cruz: honra, serviço e fidelidade na busca por hábitos das Ordens Militares na primeira metade do século XVIII. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

3.
ARENZ, Karl Heinz; AMORIM, Maria Adelina Baptista; COELHO, Mauro Cezar; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de André Luís Bezerra Ferreira. Entre a liberdade e o cativeiro: a Junta das Missões e os índios na capitania do Maranhão (1720-1757). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Pará.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
VIEIRA JR, Antonio Otaviano; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Raquel Dani Sobral Santos. A catequese e as práticas pedagógicas musicais no Grão-Pará e Maranhão colonial. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

2.
SCHAAN, Denise P.; ALMEIDA, Marcia Bezerra de; SILVEIRA, Flavio Leonel de Abreu da; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Mauro Vianna Barreto. Abordando o passado: uma introdução à Arqueologia. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Arqueologia) - Universidade Federal do Pará.

3.
FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; NASSAR, Flávio Sidrim; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Rosa Maria Lourenço Arres. Pintura colonial em Belém do Pará: as iconografias religiosas de Pedro Alexandrino de Carvalho na Igreja de Santana. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Interpretação, conservação e revitalização - Landi) - Universidade Federal do Pará.

4.
BEZERRA NETO, José Maia; LAHON, Didier; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Ana do Socorro Oliveira Maciel. Somos quilombolas: um estudo sobre a identidade da comunidade quilombola de Santa Rita da Barreira. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará.

5.
MOURÃO, Leila; CHAMBOULEYRON, Rafael; PETIT, Pere. Participação em banca de Marco Antônio Costa de Souza. Os problemas ambientais na cidade de Belém decorrentes de sua expansão nas décadas de 70 e 90. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão de Sistemas de Saneamento Em Áreas Urbanas) - Universidade Federal do Pará.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
COELHO, Mauro Cezar; SOUZA JR, José Alves de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Vinícius Zúniga Melo.A atuação dos diretores de povoações de índios ao tempo do Diretório: pontos para a problematização historiográfica (1757-1798). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

2.
SOUZA JR, José Alves de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Wanderlúcia Araújo da Silva.A corte portuguesa e a guerra contra a França: a conquista de Caiena. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

3.
VIEIRA JR, Antonio Otaviano; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Yure Lee Almeida Martins."Ficando completa fica melhor que a cidade do Pará". Nova Mazagão: experiências de família, trabalho e povoamento. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

4.
ARENZ, Karl Heinz; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Diogo Costa Silva.Perigos para o corpo e para a alma: a má fama da Missão do Maranhão no interior da Companhia de Jesus (1661-1686). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

5.
HENRIQUE, Márcio Couto; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Sara da Silva Suliman.Os arautos da civilização e a rebeldia dos índios na província do Pará (1845-1865). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

6.
COELHO, Mauro Cezar; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Marcel Rolim da Silva.A aplicação do inaplicável: o provimento de cargos e honrarias para os índios nos primeiros anos do Diretório dos Índios. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

7.
LACERDA, Franciane Gama; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Marcos Marcelino de Maria Oilveira.O Círio de Nazaré como patrimônio imaterial brasileiro (1999-2004). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

8.
VIEIRA JR, Antonio Otaviano; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Márcio Ramon Campelo Ramos.As políticas de Portugal para o Grão-Pará e Maranhão: formas de obtenção de mão-de-obra, exploração das riquezas e comércio das capitanias (1700-1755). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

9.
PETIT, Pere; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Neyla Lúcia dos Santos Pereira.As relações sociais estabelecidas no garimpo do Cuiú-Cuiú, na região do Tapajós. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

10.
MOURÃO, Leila; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Raquel Monteiro Fernandes.A importância da economia da cachaça em Igarapé-Miri (1938-1941). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

11.
COELHO, Mauro Cezar; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Eveline Almeida de Sousa.O índio na Amazônia segundo os homens de letras no Império brasileiro (1855-1860). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

12.
COELHO, Mauro Cezar; MARQUES, Fernando Luiz Tavares; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Welton Igor Silva da Silva.Economia e patrimônio da Ordem de Nossa Senhora das Mercês no Grão-Pará (1751-1794). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

13.
LACERDA, Franciane Gama; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Maria Meires Rodrigues da Silva.Os muitos significados do Círio de Nazaré em Tracuateua - Pará. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

14.
BEZERRA NETO, José Maia; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Delma do Socorro Monteiro Figueiredo.O roubo da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, o Círio e as transformações ocorridas na sociedade local após o roubo (1977-2005). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

15.
BEZERRA NETO, José Maia; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Manoel Oliveira de Melo.A influência barnabita no desenvolvimento da cidade de Bragança - PA, no início do século XX. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

16.
MOURÃO, Leila; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Divaldina Nisse Leôncio de Jesus.A agricultura familiar e a produção do feijão caupi em Nova Timboteua. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

17.
GUZMÁN, Décio de Alencar; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Simone Cristina Castro Diniz.Epidemias em Belém: a mudança de paradigma (1850-1855). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

18.
LACERDA, Franciane Gama; CHAMBOULEYRON, Rafael. Participação em banca de Maria de Fátima Albuquerque Damasceno.A procissão de Corpus Christi em Capanema. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.

19.
CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES, Fernando Arthur de Freitas. Participação em banca de Márcia Gonçalves Resque.A história dos primeiros batistas na região amazônica: a primeira igreja batista como marco na evangelização em Belém. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Mamigonian, Beatriz Gallotti; Villalta, Luiz Carlos; CHAMBOULEYRON, Rafael. Professor de História do Brasil Colônia. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
PACHECO, Agenor Sarraf; BEZERRA NETO, José Maia; CHAMBOULEYRON, Rafael. Professor de História da Amazônia. 2010. Universidade Federal do Pará.

3.
FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; NEVES, Fernando Arthur de Freitas; CHAMBOULEYRON, Rafael. Professor de História Antiga e Medieval. 2009. Universidade Federal do Pará.

4.
COELHO, Mauro Cezar; ASSIS, Eneida Correa de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Professor de História Indígena e do Indigenismo. 2008. Universidade Federal do Pará.

5.
CHAMBOULEYRON, Rafael; RICCI, Magda; SARGES, Maria de Nazaré. Concurso para Professor Visitante em Metodologia da História. 2006. Universidade Federal do Pará.

Outras participações
1.
LACERDA, Franciane Gama; FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; CHAMBOULEYRON, Rafael. Seleção para o Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia. 2008. Universidade Federal do Pará.

2.
CHAMBOULEYRON, Rafael; SARGES, Maria de Nazaré; BEZERRA NETO, José Maia. Seleção para o Programa de Especialização em História Social da Amazônia. 2006. Universidade Federal do Pará.

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael; PETIT, Pere; RICCI, Magda; SARGES, Maria de Nazaré; FONTES, Edilza; MOURÃO, Leila; FIGUEIREDO, Aldrin Moura de; FARIAS, William Gaia. Seleção para o Programa de Pós-graduação em História Social da Amazônia. 2005. Universidade Federal do Pará.

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael; BEZERRA NETO, José Maia; LACERDA, Franciane Gama. Seleção Pública para Professor Substituto de História da Amazônia. 2000. Universidade Federal do Pará.

5.
CHAMBOULEYRON, Rafael; NEVES, Fernando Arthur de Freitas; LACERDA, Franciane Gama. Seleção Pública para Professor Substituto de História da Amazônia. 1999. Universidade Federal do Pará.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Seminário de Estudos Atlânticos.O cacau amazônico e as Índias de Castela. 2013. (Seminário).

2.
Simpósio de História Indígena.Trabalho indígena no Brasil. 2013. (Simpósio).

3.
II Colóquio de Estudos Agrários.Terras. ambiente e elites na Amazônia. 2012. (Encontro).

4.
V Encontro Estadual de História - ANPUH/MA.São Luís, Belém e seus sertões. 2012. (Encontro).

5.
XXIX Semana de História "O mundo atlântico: tempos e espaços". Conexões atlânticas. 2012. (Congresso).

6.
XXXII Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social.O plantio de cacau na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). 2012. (Encontro).

7.
Colóquio de Estudos Agrários: usos da terra na Amazônia.Territorialidade e ocupação na Amazônia colonial. 2011. (Simpósio).

8.
Congresso Internacional Pequena nobreza nos impérios ibéricos de Antigo Regime. Terras e poder na Amazônia colonial (séculos XVII-XVIII). 2011. (Congresso).

9.
I Encontro Regional de Estudantes de História da Amazônia.A Amazônia e a história do Brasil colonial. 2011. (Encontro).

10.
VII Jornadas Internacionais de História das Monarquias Ibéricas."Domínio imaginário de muita terra". A coroa portuguesa e a Amazônia seiscentista. 2011. (Seminário).

11.
Amazónia/Amazónias: conferêncas temáticas.A Amazónia colonial na história do Brasil: perspectivas de análise. 2010. (Seminário).

12.
Diálogos Interdisciplinares: novas perspectivas em História.História e Natureza. 2010. (Seminário).

13.
III Encontro Internacional de História Colonial.Sesmarias nas conquistas portuguesas. 2010. (Encontro).

14.
Mission, acculturation et histoire globale. À propos de la production de la mondialité depuis 1500. L'Amazonie et les îles de l'Atlantique: peuplement, migration et esclavage au XVIIe siècle. 2010. (Congresso).

15.
Novas perspectivas em história moderna.A Amazônia e a história do Brasil colonial. 2010. (Seminário).

16.
Oceanos de histórias: novos caminhos da história do Atlântico.A Amazônia colonial e as ilhas do Atlântico: povoamento, recrutamento e escravidão (século XVII). 2010. (Seminário).

17.
Portugal na confluência das rotas comerciais ultramarinas. "Muita terra... sem comércio". O Estado do Maranhão e as rotas atlânticas nos séculos XVII e XVIII. 2010. (Congresso).

18.
VII Encontro Regional de História - ANPUH/Pará.Questões de terra na Amazônia colonial. 2010. (Encontro).

19.
A presença e expulsão dos jesuítas no Pará - o patrimônio jesuítico revisitado.A Companhia de Jesus e o ensino na Amazônia seiscentista. 2009. (Simpósio).

20.
Conferências do Centro de História do Além-Mar."O Maranhão é Brasil melhor e mais perto de Portugal": A Amazónia colonial, o Brasil e o Império. 2009. (Seminário).

21.
Encontro Nacional dos Estudandes de História.Descobrindo o nosso norte. 2009. (Encontro).

22.
II Encontro Paraense de Estudantes de História.Mesa-redonda ?Terra e fronteiras na Amazônia?. 2009. (Encontro).

23.
II Jornada de Estudos Coloniais - 250 anos da expulsão dos jesuítas da Amazônia.A expulsão dos jesuítas de 1684. 2009. (Simpósio).

24.
II Jornada de Estudos Coloniais - 250 anos da expulsão dos jesuítas da Amazônia.Mesa Redonda - História Indígena na Amazônia Colonial. 2009. (Simpósio).

25.
V Seminário Internacional sobre a migração portuguesa.Uma conquista tão dilatada. A coroa portuguesa e a migração voluntária para a Amazônia (século XVII). 2009. (Seminário).

26.
XII Trobada-Debat Amèrica Llatina Ahir i Avui.Tapuios entre os pretos. Mano de obra y cultivo en la Amazonía del siglo 17. 2009. (Encontro).

27.
XXIX Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social.Fugas, corso e bexigas. Escassez de mão-de-obra indígena na Amazônia seiscentista. 2009. (Encontro).

28.
Colóquio Vieira & Machado. O serviço de que são mais capazes: trabalho indígena e africano na Amazônia do padre Antônio Vieira. 2008. (Congresso).

29.
Convegno Internazionale Quarto centenario della nascita di Antonio Vieira (1608-1697). ?Ásperas proposições?: jesuitas, moradores e a Inquisição na Amazônia seiscentista. 2008. (Congresso).

30.
IV Centenário do Nascimento do Padre António Vieira: 1608-2008: Congresso Internacional: ver, ouvir, falar: o grande teatro do mundo. Luís Figueira, Antônio Vieira e a missão jesuítica do Maranhão. 2008. (Congresso).

31.
Jornada de estudos coloniais: em comemoração ao quarto centenário de nascimento do Padre Antonio Vieira. Vieira, intérprete da Amazônia: História e Historiografia. 2008. (Congresso).

32.
Tesouros da Memória: em comemoração aos 200 anos do Ministério da Fazenda.A Fazenda e os negócios da coroa portuguesa na capitania do Pará no século XVII. 2008. (Seminário).

33.
XIV Fórum Paraense de Letras. Mare magnum: sobre pensamentos, palavras e obras de Vieira na Amazônia. 2008. (Congresso).

34.
I Encontro de História da Região do Baixo Tocantins.Fontes para a história do Tocantins colonial. 2007. (Encontro).

35.
VII Encontro Humanístico.Cidade, cultura e poder entre os séculos XVII e XVIII. 2007. (Encontro).

36.
52º Congreso Internacional de Americanistas. Degredados, açorianos e migrantes: o povoamento português na região amazônica (século XVII). 2006. (Congresso).

37.
Encontro de professores de história do Estado do Pará. História e ensino: novas propostas, novos rumos.História regional: novos rumos da pesquisa historiográfica e os resultados para o ensino. 2006. (Encontro).

38.
Fronteiras do Brasil.O senhor absoluto dos sertões: um capitão preto em terra de índio. 2006. (Seminário).

39.
I Jornada Acadêmica de História em Bragança.Participação na Mesa Redonda: Novas perspectivas históricas na Zona Bragantina. 2006. (Encontro).

40.
I Seminário de História da Transamazônica - Xingu.A mais fértil de todas as terras que na América se têm descoberto. A Amazônia nos relatos portugueses do século XVII. 2006. (Seminário).

41.
VI Encontro Regional de História da ANPUH-Pará. Fugas, ?corso? e bexigas. Notas sobre a escassez da mão-de-obra indígena na Amazônia seiscentista. 2006. (Congresso).

42.
VI Encontro Regional de História da ANPUH-Pará.Tráfico negreiro para a Amazônia (final do século XVII e início do século XVIII). 2006. (Encontro).

43.
X Feira Pan-Amazônica do Livro. Os sermões do Padre Antônio Vieira no Grão-Pará: mito, história e historiografia em Eidorfe Moreira. 2006. (Congresso).

44.
Congresso internacional 'O espaço atlântico de Antigo Regime: poderes e sociedades'. Justificadas e repetidas queixas. O Maranhão em revolta (século XVII). 2005. (Congresso).

45.
Les lisières du Brésil.Plantations, sesmarias et vilas. Une réflexion sur l'occupation de l'Amazonie au dix-septième siècle. 2005. (Seminário).

46.
La Amazonia brasileña en perspectiva.Indios, colonos y jesuitas en la Amazonía: siglos XVII y XVIII. 2004. (Seminário).

47.
Latin American Research Day.Portuguese descriptions of the colonial Amazon region in the 17th century. 2004. (Seminário).

48.
Simpósio Internacional de História da Amazônia/IV Encontro Regional de História.Um reino muito opulento: descrições portuguesas da Amazônia seiscentista. 2004. (Simpósio).

49.
III Encontro Norte de História.As várias utilidades do Maranhão. Reflexões sobre o desenvolvimento da Amazônia no século XVII. 2003. (Encontro).

50.
Los jesuítas y la modernidad en Iberoamérica, 1549-1773. El aumento y conservación del Maranhão. Los jesuitas, la mano de obra indígena y el desarrollo económico en la Amazonía portuguesa. 2003. (Congresso).

51.
Poder, sociedade e cultura em Portugal na época moderna.Em torno das missões jesuíticas na Amazônia (século XVII). 2002. (Seminário).

52.
Graduate Seminar Training Day.Jesuits in the Portuguese Amazon Valley (17th century). 2001. (Seminário).

53.
Simpósio Internacional "Religiões na Amazônia". Missionando entre cristãos: jesuítas e moradores na Amazônia seiscentista. 2001. (Congresso).

54.
VIII Trobada-Debat Amèrica Llatina Ahir i Avui.Misiones entre fieles: jesuitas y colonos portugueses en la Amazonia colonial (siglo XVII). 2001. (Encontro).

55.
Encontro de Sociedades: reflexões sobre os 500 anos.A cristianização e a dominação do índio. 2000. (Seminário).

56.
II Encontro Norte de História.João Francisco Lisboa, Vieira e a colônia. 2000. (Encontro).

57.
II Encontro Norte de História.Uma nova cristandade: jesuítas e crianças no Brasil do século XVI. 2000. (Encontro).

58.
Seminário Internacional 500 anos da Amazônia.Missionários, índios, capitães e moradores: relações e conflito na Amazônia seiscentista. 2000. (Seminário).

59.
XV Encontro Regional da ANPUH.Imos fundar de novo: missão e apostolado nos relatos do Pe. Antônio Vieira e do Pe. Luís Figueira (Maranhão e Pará, século XVII). 2000. (Encontro).

60.
Congreso Internacional Jesuitas: 400 a os en Córdoba. Las edades de los jesuitas: la Compañía de Jesus y la historiografia amazónica. 1999. (Congresso).

61.
I Encontro Regional Norte de História.O Pe. Serafim Leite, a Companhia de Jesus e a história vinda de dentro. 1998. (Encontro).

62.
XVI Encontro Regional de História.Sedições e motins: o ano de 1661 e a presença da Companhia de Jesus no Estado do Maranhão. 1998. (Encontro).

63.
XVI Encontro Regional de História.O jesuíta cortesão: João Francisco Lisboa e a memória biografada. 1998. (Encontro).

64.
49º Congreso Internacional de Americanistas. El manto del orden: el plan evangelizador del P. Manuel da Nóbrega. 1997. (Congresso).

65.
Congreso Internacional IV Centenario de Anchieta. El jesuíta y el ruín maestro el Hermano José de Anchieta y la América portuguesa (1553-1565). 1997. (Congresso).

66.
Congresso Internacional 3º Centenário do Padre António Vieira. Os padres da Companhia na Amazônia: uma leitura do Pe. Antônio Vieira. 1997. (Congresso).

67.
XIX Simpósio Nacional de História.A visita do Pe. Inácio de Azevedo e a reorganização do governo jesuítico na América portuguesa (1566-1568). 1997. (Simpósio).

68.
XIX Simpósio Nacional de História.O jesuíta e seus biógrafos; notas sobre algumas vidas do Pe. Vieira. 1997. (Simpósio).

69.
VI Jornadas Internacionais sobre as Missões Jesuíticas. Notas sobre uma periodização na história da Companhia de Jesus no Brasil. 1996. (Congresso).

70.
II Conferência Geral - História da Igreja na América Latina e no Caribe (Balanço 1945-1995). A propósito de algumas datas. 1995. (Congresso).

71.
Seminário Multidisciplinar Circa 1500.Perspectivas sobre a correspondência jesuítica no Brasil do século XVI. 1995. (Seminário).

72.
XII Encontro Regional de História.Jesuítas e indígenas: a elaboração de um plano evangelizador. 1994. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRITO, Adilson Junior Ishihara ; NUNES, Francivaldo Alves ; CHAMBOULEYRON, Rafael . II Colóquio de Estudos Agrários. 2012. (Congresso).

2.
NUNES, Francivaldo Alves ; CHAMBOULEYRON, Rafael . I Colóquio de Estudos Agrários. 2011. (Congresso).

3.
CHAMBOULEYRON, Rafael; ARENZ, Karl Heinz ; NEVES NETO, Raimundo Moreira das ; NEVES, Tamyris Monteiro ; PATELLO, Cecília Cunha dos Santos ; MATOS, Frederik Luizi Andrade ; SOUSA, Claudia Rocha de ; SILVA, Marcel Rolim da . II Jornada de Estudos Coloniais - 250 anos da expulsão dos jesuítas da Amazônia. 2009. (Congresso).

4.
CHAMBOULEYRON, Rafael. II Encontro Norte de História. 2000. (Congresso).

5.
CHAMBOULEYRON, Rafael. II Encontro de História Oral da Região Norte. 1999. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Carolina Texieira Pina. Os mapas e o ensino de História. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Vanice Siqueira de Melo. A rota Madeira - Guaporé e a expansão luso brasileira para Oeste (1720-1790). Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará. (Orientador).

2.
André José Santos Pompeu. Capítulos de Expansão Amazônica: a conquista do Sertão através do comércio das drogas (1680-1750). Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Wania Alexandrino Viana. ropas indígenas: composição e mobilização para defesa no Grão-Pará e Maranhão (1680-1757). Início: 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará. (Orientador).

4.
Frederik Luizi Andrade de Matos. O ?abominável vício da ambição?: trabalho missionário, comércio e bens patrimoniais dos missionários na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). Início: 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará. (Orientador).

5.
Reinaldo dos Santos Barroso Junior. O tráfico de escravos para o Maranhão: etnias africanas no meio-norte da América portuguesa. Início: 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Felipe William dos Santos Silva. Pelo buraco da fechadura: cotidiano e relações domésticas nas moradias do Grão-Pará e Maranhão (século XVIII). Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
André Felipe de Sá Almeida. A lavoura e a exportação de gêneros na Amazônia colonial. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Samir Lola Roland. Sesmarias, índios e conflitos de terra na expansão portuguesa no vale do Parnaíba (Maranhão e Piauí, séculos XVII e XVIII). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

2.
Claudia Rocha de Sousa. A enfermidade era dilatada e os enfermos infinitos: os efeitos epidêmicos no Estado do Maranhão e Grão-Pará (1690-1750). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

3.
Marina Hungria Nobre. Para o governo do sal, tainhas e dos índios. As Salinas e o Pesqueiro Real no Estado do Maranhão e Pará. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

4.
André José Santos Pompeu. Monções Amazônicas: avanço e ocupação da fronteira noroeste (1683-1706) Belém-PA 2016. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

5.
David Salomão da Silva Feio. O nó da rede de apaniguados: oficiais das câmaras e poder político no Estado do Maranhão (primeira metade do século XVIII). 2013. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

6.
Wania Alexandrino Viana. A 'gente de guerra' na Amazônia colonial: composição e mobilização de tropas pagas na capitania do Grão-Pará (primeira metade do século XVIII). 2013. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

7.
Raimundo Moreira das Neves Neto. Um patrimônio em contendas: os bens jesuíticos e a magna questão dos dízimos no estado do Maranhão e Grão Pará (1650-1750). 2012. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

8.
Vanice Siqueira de Melo. Cruentas guerras: índios e portugueses nos sertões do Maranhão e Piauí (primeira metade do século XVIII). 2011. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

9.
Benedito Carlos Costa Barbosa. Em outras margens do Atlântico: tráfico negreiro para o Estado do Maranhão e Grão-Pará (1707-1750). 2009. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

10.
Roberto Zahluth de Carvalho Júnior. Espíritos inquietos e orgulhosos. Os frades capuchos na Amazônia joanina (1706-1751). 2009. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

11.
Ana Paula Macedo Cunha. Engenhos e engenhocas: atividade açucareira no Estado do Maranhão e Grão-Pará (1706-1750). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

12.
Joel dos Santos Dias. Os ?verdadeiros conservadores? do Estado do Maranhão: poder local, redes de clientela e cultura política na Amazônia colonial (primeira metade do século XVIII). 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

13.
Dayseane Ferraz da Costa. Além da pedra e cal: a (re)construção do Forte do Presépio (Belém do Pará, 2000-2004). 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

14.
Alam José da Silva Lima. Do dinheiro da terra ao bom dinheiro. Moeda natural e moeda metálica na Amazônia colonial (1706-1750). 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

Tese de doutorado
1.
Raimundo Moreira das Neves Neto. Em aumento de minha Fazenda e do bem desses vassalos. A Coroa, a Fazenda Real e os contratadores na Amazônia Colonial (séculos XVII e XVIII). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

2.
Joel Santos Dias. Confuso e intrincado labirinto. Fronteira, Território e Poder na Ilha Grande de Joanes (1664-1777). 2016. Tese (Doutorado em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará, . Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Camila Loureiro Dias. 2015. Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Rafael Ivan Chambouleyron.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Benedito Carlos Costa Barbosa. Braços negros ba Anazônia. Trabalho e economia no Estado do Maranhão e Grão-Pará (1707-1750). 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História Social da Amazônia) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Carolina Teixeira Pina. Os mapas e o ensino de história. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

2.
Valéria Helena da Silva Brandão. Um estudo sobre a "pacificação" Munduruku na Capitania do Rio Negro no final século XVIII (1774-1795). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

3.
Mariana Ferreira Schilipake. Pelos sertões, roças e matos: espaços e viandantes no Maranhão e Grão Pará (fim do século XVII a meados do século XVIII). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

4.
André José Santos Pompeu. Paisagens na Missão de Maynas no Alto-Amazonas (1638-1661). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

5.
Marina Hungria Nobre. O único remédio e sustento do Estado do Maranhão. As salinas reais e os índios de Maracanã. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

6.
Cláudia Rocha de Sousa. O ?lastimoso castigo e fatal estrago? das epidemias no Estado do Maranhão e Grão-Pará na primeira metade do século XVIII. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

7.
Tamyris Monteiro Neves. Entre salvar almas para Deus e gerar lucro para a Fazenda real: a empresa dos resgates. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

8.
Cecília Cunha dos Santos Patello. ?Que se observe inviolavelmente a dita disposição?: As relações entre Portugal e França após o Tratado de Utrecht (1713-1727). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

9.
Frederik Luizi Andrade de Matos. "Desobedientes e absolutos": a atuação dos Capuchos da Piedade durante o governo de Mendonça Furtado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

10.
Raimundo Marques da Cruz Neto. O Mar Doce revela o que os olhos querem ver: cartas e relaciones espanholas do século XVI, os Andes e a Amazônia. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

11.
Fernanda Aires Bombardi. Descimentos privados de índios na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

12.
Reginaldo Lobato Viana. Beberagens indígenas na Amazônia colonial. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

13.
Wania Alexandrino Viana. Das armas aos sertões: recrutamento militar e resistência no Estado do Maranhão e Pará (primeira metade do século XVIII). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

14.
Aline Rafaele da Silva Avelar. Vieira e Bettendorf. Ideias, temores e narrativas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

15.
Regina Célia Corrêa Batista. Atividade madeireira no Estado do Maranhão e Grão-Pará na primeira metade do século XVIII. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

16.
Marley Antonia Silva da Silva. ?O que se precisa para o adiantamento das lavouras?. Tráfico negreiro no Grão-Pará com o fim da Companhia Geral de Comércio (século XVIII). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

17.
Alex Jorge Gaia Ferreira. ?Descaminhos das canas?. Usos e discursos sobre a aguardente na Amazônia colonial (1700-1750). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

18.
Fernanda Jaime Andrade. ?Para quê eu estudo isso?? Análise sobre o material didático de História de cinco escolas particulares em Belém. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

19.
Vanice Siqueira de Melo. ?Aleivosias, mortes e roubos?. Guerras entre índios e portugueses na Amazônia colonial (1680-1706). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

20.
Monique Fernanda da Silva Bonifácio. Legislação e conflito: tropas de resgates de índios na Amazônia colonial (1653-1693). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Pró-Reitoria de Pesquisa/UFPA. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

21.
Juliana da Mata Cunha. Vicissitudes de um servidor do Santo Ofício no Estado do Grão-Pará (1763-1772). 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

22.
Betânia Gurjão de Barros. Severa Romana: mulher e honra em Belém do Pará no início do século XX. 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

23.
David Salomão Silva Feio. As Câmaras Municipais: administração, elites e exercício do poder local na Amazônia colonial (1707-1722). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

24.
Aldo dos Santos Chaves. O Círio de Vista Alegre: sociabilidade e religiosidade. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

25.
Ana do Socorro Oliveira Maciel. Nós sempre tivemos vontade de ter nossa história contada em livro. Um estudo sobre a comunidade quilombola de Santa Rita da Barreira (São Miguel do Guamá, Pará). 2006. 55 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

26.
Carmen Lúcia Soares Morais. Berço do Círio, Berço da Devoção: a polêmica em torno da antiguidade do Círio de Nazaré da Vigia (1992-2005). 2006. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

27.
Francivaldo Rodrigues da Silva. Festividade de São Sebastião: tradição e transformação em Igarapé Açu. 2006. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

28.
José Carlos Barroso. O Fundo de Emancipação de Escravos em Bragança. 2006. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

29.
Leila Maria Gonçalves Gomes. A gente não tinha ambição, não tinha nada. História e memória da Gleba Pernambuco (Inhangapi - Pará). 2006. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

30.
Maria das Neves Moraes Goulart. Ele é o filho, ela é a mãe. O significado das festas do Menino Deus e de Nossa Senhora de Nazaré para os moradores de Itapuá. 2006. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

31.
Maria do Socorro Corrêa. Não deixa os padres acabarem com a nossa festa. 2006. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

32.
Raimunda Nunes Aleixo. Hoje não é mais como antes, tudo mudou: transformações na festa de São Miguel Arcanjo de Maracanã (1993-2005). 2006. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

33.
Silvana do Socorro Novaes das Neves. Processo de emancipação política de Terra-Alta. 2006. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

34.
Roberto Zahluth de Carvalho Júnior. Sudário de simulada caridade. Os frades de Santo Antônio na Amazônia da primeira metade do século XVIII. 2006. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

35.
Carlos Maurício Santana da Silva. A Turma do Bezouro Verde: a festa de Malhação de Judas do bairro da Cremação. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

36.
Francisco Vieira Nogueira. A Festividade de Santo Antônio de Pádua: um estudo sobre as transformações na organização da Festa do Padroeiro de Baião (1980 a 1999). 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

37.
Alam José da Silva Lima. A civilização asteca segundo os relatos espanhóis: Cortez, Las Casas e Peralta. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

38.
Sirley Maria Ataíde Nunes. O Diretório Pombalino. Um projeto se administração secular das povoações indígenas na Amazônia da segunda metade do século XVIII. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

39.
Alírio Carvalho Cardoso. Operários da fé: missionários, índios e moradores nos primeiros anos da conquista. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

40.
Ana Cristina Barbosa Dias. A cabeça da hidra: memórias do jesuitismo em tempos de reforma. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

41.
Alex Seabra Santos. O protestantismo Metodista em Belém: buscando as determinações de sua efetivação (1880-1896). 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

42.
Dalva do Socorro Ferreira Guedes. Capítulos de liberdade: Vieira e a liberdade dos índios (1653 a 1661). 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

43.
Fábia do Socorro da Cruz Martins. As verdadeiras minas do Rio das Amazonas: os conflitos em torno da administração temporal e espiritual dos índios na Amazônia seiscentista (1653-1663). 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

44.
Odisséia Seyla da Silva Mendes. A repressão contra feiticeiros e pajés na Belle-époque, em Belém do Pará (1885-1905). 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

45.
José Messiano Trindade Ramos. As memórias do Hospício dos Lázaros do Tucunduba. 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

46.
Juan Jambert Dias. A Inquisição no Pará. Um estudo sobre o imaginário religioso. 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

47.
Ricardo Augusto Garcia de Souza. Pajés, médicos e curandeiros: um ensaio sobre o processo de medicalização social (1842-1900). 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

48.
Sheila Izolete Mendes Evangelista. O caso Ana Prado: espíritas, católicos e as tendências positivistas em Belém (1919-1921). 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

49.
Dalva Barbosa Carvalho. A corda no Círio de Nazaré. Simbolismo dentro de uma prática religiosa. 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

50.
Madalena Corrêa Pavão. Feiticeiras, puçangueiras e Matintas Pereira em Belém na Belle Époque: práticas mágicas e controle social (1890-1900). 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

51.
Maria de Lourdes Braga Lima. Os guardiães do sagrado: a Guarda de Nossa Senhora de Nazaré. 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

52.
Rubenilda Chagas Wanzerley. Pentecostais: o anticomunismo no discurso da Assembléia de Deus e dos militares. 1997. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

53.
Délio Matos Reis Aquino. Pauxis: uma tribo em fuga. 1655-1697 (História de Caboclo). 1996. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

Iniciação científica
1.
Isis Bem Ferreira. O cacau e a Amazônia no período pós-Companhia de Comércio. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

2.
Marcus Vinícius Valente Bararua. Cabo do Norte: conflitos e territorialidade (XVII-XVIII). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

3.
Valeria Helena da Silva Brandão. Sesmarias na Amazônia colonial. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

4.
Fernanda Aires Bombardi. Descimentos de índios na Amazônia colonial (séculos XVII e XVIII). 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

5.
Raimundo Moreira das Neves Neto. Terras de padres. Sesmarias jesuíticas na Amazônia colonial. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

6.
Vanice Siqueira de Melo. Guerras entre índios e portugueses na Amazônia colonial (1680-1706). 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

7.
Monique Fernanda da Silva Bonifácio. Tropas de resgates e legislação (séculos XVII e XVIII). 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Pró-Reitoria de Pesquisa/UFPA. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

8.
Vanice Siqueira de Melo. Os ?índios do corso? e a resistência indígena no Estado do Maranhão (século XVII). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Pibic Ufpa. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

9.
Monique Fernanda da Silva Bonifácio. Resgates de índios na Amazônia portuguesa (século XVII). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Pró-Reitoria de Pesquisa/UFPA. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

10.
Ana Cristina Barbosa Dias. A cabeça da hidra: memórias do jesuitismo em tempo de reforma. 1999. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

11.
Alírio Carvalho Cardoso. Operários da fé: missionários, índios e moradores nos primeiros anos de conquista. 1999. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

12.
Fábia do Socorro da Cruz Martins. As verdadeiras minas do Rio das Amazonas: os conflitos em torno da administração temporal e espiritual dos índios na Amazônia seiscentista (1653-1663). 1998. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.

13.
Dalva do Socorro Ferreira Guedes. Capítulos de liberdade: Vieira e a liberdade dos índios (1653 a 1661). 1998. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Ivan Chambouleyron.



Educação e Popularização de C & T



Redes sociais, websites e blogs
1.
CHAMBOULEYRON, Rafael. Impressões Rebeldes. 2017; Tema: Revoltas coloniais. (Site).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 24:52:09