Marcelo Moura Mello

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0124807800316091
  • Última atualização do currículo em 04/10/2018


Licenciado (2005) e Bacharel (2007) em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (2008). Doutor em Antropologia Social pelo Museu Nacional/UFRJ (2014). Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Antropologia e Etnologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA/UFBA) e do Programa de Pós-Graduação Multidisciplinar em Estudos Étnicos e Africanos (Pós-Afro/UFBA). Tem experiência etnográfica com comunidades remanescentes de quilombos no sul do Brasil e com descendentes de indianos na Guiana (antiga Guiana Inglesa). Também realizou pesquisas em arquivos históricos. Seus interesses articulam-se em torno dos seguintes temas: antropologia do Caribe e das Guianas; hinduísmo e culto às deusas Kali e Mariamma na Guiana; remanescentes de quilombos e comunidades negras rurais no Brasil. É criador e editor do blog "Editorial de Antropologia". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Moura Mello
Nome em citações bibliográficas
MELLO, Marcelo Moura

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.
Rua Professor Aristides Novis
Federação
40210630 - Salvador, BA - Brasil
Telefone: (71) 32836440
URL da Homepage: https://ppga.ufba.br/


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2014
Doutorado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Devoções manifestas: religião, pureza e cura em um templo hindu da deusa Kali (Berbice, Guiana), Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Olívia Maria Gomes da Cunha.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Palavras-chave: Guiana; Hinduísmo; Religião.
2006 - 2008
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Caminhos criativos da história. Territórios da memória em uma comunidade negra rural.,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Emília Pietrafesa de Godói.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Memória; Etnicidade; Remanescentes de Quilombos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
2006 - 2007
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Os caminhos 'inventivos' da história. Fronteiras da memória em uma comunidade negrar rural.
Orientador: Sérgio Baptista da Silva.
2002 - 2005
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Capacitação para os elaboradores de itens do Banco Nacional de Itens (BNI). (Carga horária: 24h).
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
2016 - 2016
Ethnicity, conflict and inequality in global perspective (BIARI, 2016). (Carga horária: 120h).
Brown University, BROWN, Estados Unidos.
2009 - 2009
GDE - Formação de Tutores On-Line. (Carga horária: 24h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2008 - 2008
Capacitação de ensino a distância. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Adjunto do departamento de Antropologia e Etnologia (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas)

Atividades

07/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Centro de Estudos Afro-Orientais.

Linhas de pesquisa
Pesquisador Permanente
04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação, .

Cargo ou função
Comissão objetivando assessorar a PROPG para fins de distribuição das bolsas de mestrado e doutorado CAPES Cota Pró-Reitoria, assim como das eventuais bolsas redistribuídas pela FAPESB.
05/2016 - Atual
Ensino, Antropologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia da Religião (2016.1)
Estudos Caribenhos (2016.2)
Teoria Antropológica Contemporânea (2017.1)
Antropologia da Morte (2018.1)
04/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (2016-2018; 2018-corrente).
03/2015 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia da Morte - 2018.1
Antropologia da Religião - 2015.2
Antropologia I - 2015.1 (Direito); 2015.2 (Ciso); 2018.1 (Ciso)
Etnografia - 2016.2; 2017.2; 2018.1
Indivíduo e Cultura (Psicologia) - 2015.1
04/2016 - 03/2018
Direção e administração, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Antropologia.
09/2016 - 12/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, .

Cargo ou função
Membro da comissão de elaboração de proposta de ações afirmativas para a pós-graduação da UFBA.

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Pesquisador Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Pesquisador associado ao Laboratório de Antropologia e História (LAH) - PPGAS/Museu Nacional/UFRJ

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Pesquisador do Projeto de Pesquisa "Movimentos Sociais e Esfera Pública", desenvolvido pelo Colégio Brasileiro de Altos Estudos.

Vínculo institucional

2009 - 2014
Vínculo: Aluno de doutorado, Enquadramento Funcional: Estudante, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estudante de doutorado.

Atividades

07/2009 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , PPGAS/Museu Nacional, .

07/2009 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , PPGAS/Museu Nacional, .


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Assistente Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Contrato temporário para cobrir licença-maternidade.

Atividades

01/2013 - 04/2013
Ensino, Abi - Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia IV (curso de Ciências Sociais); Antropologia II (curso de História)

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 6
Outras informações
Monitor voluntário da disciplina "Antropologia e Teoria Social Contemporânea", ministrada pelo Profº Dr. Mauro William Barbosa de Almeida. A monitoria consistiu em auxiliar o professor responsável pela disciplina na elaboração e no acompanhamento das aulas, além de ministrar uma aula.

Atividades

07/2006 - 12/2006
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Monitoria.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de tutoria em EAD, Carga horária: 20
Outras informações
Tutor a distância no curso de graduação a distância em Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural (PLAGEDER) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bolsista da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Atividades de tutoria em Educação à Distância (EAD) da disciplina DERAD007 (Etnodesenvolvimento e mediações político-culturais no mundo rural).

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisa de campo e em arquivos históricos com vistas a elaborar o laudo sócio-histórico-antropológico da comunidade remanescente de quilombo de Cambará - Cachoeira do Sul/RS.

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação no projeto de pesquisa ''Levantamento Antropológico do Conjunto das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Rio Grande do Sul'', como bolsista de iniciação científica da UFRGS. Projeto coordenado pelo Prof.Dr. José Carlos Gomes dos Anjos.

Atividades

07/2004 - 11/2004
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Econômicas, Faculdade de Ciências Econômicas.

Atividade realizada
Monitoria.
12/2003 - 05/2004
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Bolsista de extensão do Projeto ''História do DEDS''..
06/2003 - 02/2004
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Monitor das disciplinas Antropologia I, Antropologia Social, Introdução à Antropologia, Introdução à Antropologia I-A.. Professor responsável: Dr. Sérgio Baptista da Silva.
07/2003 - 01/2004
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Membro da Equipe Executora da Atividade de Extensão Universitária "Remanescentes de Quilombos Cambará".
09/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Participante da Atividade de Extensão Universitária "Remanescentes de Quilombos - Cambará".

Ministério Público - RS, MP/RS, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário em Ciências Sociais, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiário do NUCIME (Núcleo das Comunidades Indígenas e Minorias Étnicas) MPF/PRRS.

Atividades

06/2004 - 03/2006
Estágios , Ministério Público Federal, .

Estágio realizado
Ciências Sociais.

Laboratório de Estudos e Pesquisas Internacionais e de Fronteiras, LEPIF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
O Lepif foi criado para o desenvolvimento de pesquisas e ensino sobre as fronteiras em sentido amplo, envolvendo estudos e projetos com temáticas internacionais, interculturais e multidiciplinares. O Laboratório visa proporcionar um espaço para a produção de atividades relacionadas às diversas àres das ciências sociais e humanas, buscando ampliar a produção acadêmica sobre as fronteiras de forma colaborativa entre Instituições de Ensino e de Pesquisa, Alunos, Pesquisadores e Gestores Públicos


ICS e ISCTE, Lisboa, ICS e ISCTE, Lis, Portugal.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Investigador Convidado, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Investigador convidado do projeto "The Colour of Labor", coordenado por Cristiana Bastos (Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa), financiado pelo European Research Council



Linhas de pesquisa


1.
Núcleo de Antropologia Simétrica - NanSI
2.
Laboratório de Antropolgia e História
3.
Pesquisador Permanente


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Núcleo de Pesquisa sobre o Caribe e as Guianas ? diálogos a partir do Brasil
Descrição: O projeto tem por objetivo a criação de um núcleo de pesquisa sobre o Caribe e as Guianas no âmbito do Centro de Estudos Afro-Orientais, congregando esforços do Programa de PósGraduação em Estudos Étnicos e Africanos e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFBA. Busca-se induzir pesquisas na e sobre a região por meio de projeto que visa traçar, sistematizar e seguir os diálogos promovidos pelas ciências sociais brasileiras, em especial pela antropologia social, com a produção bibliográfica acerca do Caribe e da região das Guianas. A reconstituição de diversas ordens de trocas entre a produção caribianista e a antropologia brasileira cobre o período relativo a 1930 e os dias atuais, analisando como debates centrais no âmbito da antropologia social brasileira, ontem e hoje, inserem-se em um contexto transnacional mais amplo. Os objetivos centrais do projeto consistem em: 1) tratar das reflexões propostas por antropólogos brasileiros (ou que atuaram no Brasil) acerca das teorias, métodos e materiais etnográficos formulados em pesquisas realizadas no Caribe; 2) refletir sobre como se deu e se dá a (re)interpretação do corpus teórico-conceitual associado a tal produção em subáreas da antropologia brasileira; 3) averiguar quais são os desafios postos pela produção brasileira às ênfases teóricas consolidadas nas interpretações sobre o Caribe; 4) mapear e analisar as questões enfrentadas por pesquisas etnográficas realizadas no Caribe e nas Guianas nos últimos anos por antropólogos(as) brasileiros(as)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcelo Moura Mello - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal da Bahia - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Espíritos holandeses, história e colonialismo na Guiana
Descrição: Na Guiana (antiga Guiana Inglesa), a ação de jumbies (espíritos dos mortos) estende-se por diferentes espaços, tempos e corpos. Há uma classe específica de jumbies, os espíritos holandeses, aos quais se associam locais de moradia precisos (antigas plantações de açúcar) e um evento histórico particular ? a expulsão, pelos britânicos, dos colonizadores holandeses do país, no início do século XIX, quando estes últimos teriam se suicidado coletivamente ou sido assassinados. Os violentos acontecimentos em torno de suas vidas (e de suas mortes) dotaram os espíritos holandeses de certas características: tidos por traiçoeiros, gananciosos e vingativos, seus desejos e sua cobiça dificilmente são saciados. Considerados os verdadeiros donos da terra, isto é, aqueles que buscam reter o controle das áreas onde viveram no passado, esses espíritos costumam causar doenças, infortúnios e desgraças a famílias inteiras, além de atacarem sexualmente, durante os sonhos, mulheres e homens, arruinando seus relacionamentos afetivos. Por meio de descrições etnográficas de situações rituais e não-rituais, o projeto se propõe a pensar de que modo as relações entre espíritos holandeses e pessoas, que estão intimamente relacionadas às narrativas sobre o passado colonial da Guiana, mas não se reduzem a elas, se articulam em distintos espaços de experiência..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Movimentos Sociais e Esfera Pública
Descrição: O projeto Movimentos Sociais e Esfera Pública busca compreender as transformações recentes dos movimentos sociais brasileiros e refletir sobre as diferenças de composição, ritmos temporais e repertórios específicos de atuação de cada movimento, levando em conta ainda os processos de formação histórica de uma gamam diferenciada de movimentos. A pesquisa deve contemplar, assim, desde movimentos mais ?tradicionais? como os sindicatos urbanos e rurais, até movimentos mais ?circunstanciais? como os movimentos de mães de jovens assassinados pelo aparato policial ou os movimentos de atingidos por barragens ou desastres ambientais, além de movimentos identitários de negros, indígenas, mulheres, homossexuais, etc. Atenção deverá ser dada à pluralidade de movimentos de jovens, acompanhando a temporalidade de suas expressões. Reunindo um grupo importante de antropólogos, sociólogos e historiadores especializados no espectro de subtemas cobertos pelo escopo geral de nossa proposta, espera-se que o projeto venha consolidar a formação de um Centro de Referência sobre a Memória dos Movimentos Sociais e das Lutas do Povo Brasileiro. O caráter audacioso dos resultados esperados do projeto se explicita tanto na relevância científica intrínseca da análise sobre os processos atuais de transformação dos movimentos sociais, quanto principalmente do fato de ser este o projeto piloto para a constituição do mencionado centro de referência. O projeto vem se desenvolvendo desde novembro de 2012 com uma equipe de cerca de vinte e cinco pesquisadores de diferentes instituições e com financiamento de projetos apoiados pela Secretaria Geral da Presidência da República e pela Faperj..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2014
Etnografias da Materialidade e da Transformação nas Guianas
Descrição: O projeto tem por objetivo entender a maneira pela qual trânsitos simbólicos e materiais envolvendo a circulação de objetos, mercadorias, pessoas e cosmologias vêm sendo experimentados em contextos liminares no Caribe e, em especial, nas Guianas. Um dos eixos que articula e atravessa as diferentes pesquisas que compõem o projeto é o de entender de que forma diversas noções de temporalidade e espacialidade estão associadas à circulação de pessoas e objetos por fronteiras de diferentes tipo. Ao contrário de representações, estas concepções são produzidas em experiências sociais concretas, evocando múltiplas e divergentes compreensões do Caribe como um constructo espaço-temporal. Interessa-nos entender de que maneira, através de estudos de caso específicos e em experiências cotidianas variadas, sujeitos e coletivos distintos elegeram categorias temporais e espaciais através das quais a natureza e as fronteiras do social vêm sendo repensadas. A proposta resulta das discussões e investimento em pesquisa de um grupo de pesquisadores vinculados ao Laboratório de Antropologia e História vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional (UFRJ)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (6) .
Integrantes: Marcelo Moura Mello - Integrante / Olívia Maria Gomes da Cunha - Coordenador.
2009 - 2009
Sociedade e Economia do Agronegócio
Descrição: O estudo visa analisar em profundidade o processo - social, econômico e político - que marca a expansão do chamado "agronegócio" no meio rural brasileiro. Primeiramente pretende-se fazer um amplo levantamento bibliográfico, documental e da própria mídia no sentido de problematizar o próprio emprego dessa "noção" do "agronegócio". Posteriormente, a partir de determinadas regiões selecionadas para a pesquisa de campo, serão tratados outras informações - primárias e/ou secundárias, qualitativas e/ou quantitativas - que permitam uma identificação e análise de aspectos que caracterizam o conjunto de mudanças sociais operadas, tanto ao nível local/regional, como sua relação com processos que se dão no nível nacional, ou mesmo internacional. http://campohoje.net.br/.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
Temporalidades, Espaços e Transformações no Caribe
Descrição: O objetivo geral que perpassa as preocupações das pesquisas que compõem o projeto é o de entender de que forma diversas noções de temporalidade e espacialidade são produzidas em experiências sociais concretas e de que maneira evocam múltiplas e divergentes compreensões do Caribe como um constructo espaço-temporal. Dessa forma procuram descrever processos de transformação social no Caribe a partir de experiências coletivas envolvendo formas de organização política e religiosa, de ruptura de cânones e representações oficiais, de transposição de fronteiras e de manipulação simbólica de espaços e temporalidades a partir de perspectivas sincrônicas e diacrônicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2006
INCRA/IFCH - Quilombos
Descrição: Projeto de Elaboração de Relatórios Técnicos das Comunidades Remanescentes de Quilombos de Manoel Barbosa/Gravataí- RS, Cambará/Cachoeira do Sul-RS; Levantamento Sócio-econômico das Comunidades Remanescentes de Quilombos de São Miguel e Martiminianos/Restinga Seca e de Morro Alto/Osório..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcelo Moura Mello - Integrante / José Carlos Gomes dos Anjos - Coordenador.
2004 - 2004
Levantamento Antropológico do Conjunto das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Rio Grande do Sul
Descrição: Objetivo do projeto: Fazer um levantamento das formas de organização social dos grupos sociais remanescentes de quilombos do Rio Grande do Sul e sua formação histórico-antropológica - Reconstituir a memória coletiva das comunidades relacionada à ocupação e permanência na terra. -Verificar as relações de continuidade histórica existentes nas técnicas de dominação e violência e como estas atuam na construção da identidade dos grupos e na (des)construção da cidadania. Motivação: O projeto, que ora se apresenta vai ao encontro do manifesto compromisso do Governo do Estado do Rio Grande do Sul com relação à problemática das comunidades remanescentes de quilombos, no quadro de suas preocupações com a consolidação dos direitos tradicionais. Na execução deste projeto conjugam-se esforços da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, do segmento do movimento negro mais comprometido com a problemática das comunidades remanescente de quilombos, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e das próprias comunidades negras em suas lutas pela titulação de suas terras e por um desenvolvimento sustentado. O governo do Estado, através do RS _ Rural, se propõe em aprofundar políticas públicas com relação às comunidades remanescentes de quilombos visando desde a questão fundiária, de infra-estruturas, a questão da conservação ambiental (levando em conta as lógicas tradicionais de manejo dos recursos hídricos, pesqueiros e da biodiversidade em geral). Para que essa política de vital importância para as comunidades rio-grandenses chegue de forma universal é necessário que haja um levantamento exaustivo do número e características culturais, sócio-econômicas e demográficas dessas comunidades. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marcelo Moura Mello - Integrante / José Carlos Gomes dos Anjos - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Novos Debates - Fórum de Debates em Antropologia


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Outros
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2011
Bolsa Nota 10, Faperj.
2010
Prêmio Palmares de Monografia e Dissertação, Fundação Cultural Palmares/Ministério da Cultura.
2009
Prêmio Territórios Quilombolas 2008 - Categoria Ensaio Inédito, NEAD/MDA.
2009
Concurso Brasileiro ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais - Menção Honrosa, Anpocs.
2006
Prêmio Territórios Quilombolas II Edição - 1°Colocação Ensaio Inédito, Nível Graduação., NEAD/MDA/ABA/ANPOCS.
2005
Destaque da Sessão Etnicidade no XVII Salão de Iniciação Científica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PIRES, Rogério B. W.2018 PIRES, Rogério B. W. ; STRANGE, Stuart ; MELLO, Marcelo Moura . The Bakru Speaks. NWIG-New West Indian Guide-Nieuwe West-Indische Gids, v. 92, p. 1-34, 2018.

2.
MELLO, Marcelo Moura2018MELLO, Marcelo Moura. Leituras sobre o hinduísmo caribenho: etnografia e história. CULTURES-KAIRÓS, v. 8, p. 1-12, 2018.

3.
MELLO, Marcelo Moura2018MELLO, Marcelo Moura; PIRES, Rogério Brittes W. . Trouillot, o Caribe e a Antropologia. AFRO-ÁSIA (UFBA. IMPRESSO), v. 58, p. 189-196, 2018.

4.
MELLO, Marcelo Moura2018 MELLO, Marcelo Moura. Murtis em movimento. Relações entre pessoas, coisas e divindades em um templo hindu na Guiana. MANA (UFRJ. IMPRESSO), v. 24, p. 103-130, 2018.

5.
MELLO, Marcelo Moura2016MELLO, Marcelo Moura. On jumbies, ghosts and phantasmagoric presences in Guyana. Voices From Around the World, v. 2, p. 59-63, 2016.

6.
MELLO, Marcelo Moura2016MELLO, Marcelo Moura. Entidades espirituais: materializações, histórias e os índices de suas presençasSpiritual entities: materializations, histories, and the index of their presences. ETNOGRÁFICA (LISBOA, p. 211-225, 2016.

7.
MELLO, Marcelo Moura2014MELLO, Marcelo Moura. A Guiana e a fantasmagoria da história: uma revisão teórica. Teoria e Cultura, v. 10, p. 11-23, 2014.

8.
MELLO, Marcelo Moura2011MELLO, Marcelo Moura. Raízes e Rotas da Terra. Formação de um território negro no sul do Brasil. Memoria Americana, v. 19, p. 11-32, 2011.

9.
MELLO, Marcelo Moura2011MELLO, Marcelo Moura. Histórias inscritas e escritas em uma comunidade negra rural. Ruris: Revista do Centro de Estudos Rurais, v. 5, p. 117-138, 2011.

10.
MELLO, Marcelo Moura2010MELLO, Marcelo Moura; SALAINI, Cristian Jobi . Seguindo as pegadas dos quilombos pelos caminhos da memória, da identidade e da etnicidade. Identidade!, v. 15, p. 33-50, 2010.

11.
MELLO, Marcelo Moura2008MELLO, Marcelo Moura. Mutações de olhar: as vias de diálogo entre o campo e o arquivo. Sociedade e Cultura (Impresso), v. 11, p. 41-49, 2008.

12.
MELLO, Marcelo Moura2007MELLO, Marcelo Moura. As políticas do tempo: registros da história e reconhecimento territorial em uma comunidade negra rural. Teoria & Sociedade (UFMG), v. 15, p. 86-107, 2007.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MELLO, Marcelo Moura. Reminiscências dos quilombos. Territórios da memória em uma comunidade negra rural. 1º. ed. São Paulo: Terceiro Nome/FAPESP, 2012.

Capítulos de livros publicados
1.
MELLO, Marcelo Moura. Bound coolies: os indianos sujeitos na Guiana. In: Lilia M. Schwarcz; Maria Helena P. T. Machado. (Org.). Emancipação, inclusão e exclusão. Desafios do passado e do presente. 1ed.São Paulo: Edusp, 2018, v. , p. 387-394.

2.
MELLO, Marcelo Moura; Guedes, André Dumans ; PEREIRA, J. C. M. . Conflitos, visibilidades e territórios. A participação social na perspectiva dos povos e comunidades tradicionais. In: LEITE LOPES, José Sérgio; HEREDIA, Beatriz. (Org.). Movimentos Sociais e Esfera Pública. O mundo da participação: burocracias, confrontos, aprendizados inesperados. 1ed.Rio de Janeiro: Colégio Brasileiro de Altos Estudos, 2014, v. , p. 89-119.

3.
MELLO, Marcelo Moura. Quilombolas: questões históricas e contemporâneas. In: SCHWEIG, Graziele R; PEREIRA, Luiza Helena; MEIRELLES, Mauro; RAIZER, Leandro;. (Org.). Ensino de Sociologia: Diversidade, Minorias, Intolerância e Discriminacão Social. 0ed.Porto Alegre: Evangraf/LAVIECS, 2013, v. , p. 99-112.

4.
MELLO, Marcelo Moura. A comunidade negra de Cambará: caminhos e territórios da memória. In: MOURA, Carlos Alves. (Org.). Diversidade Cultural Afro-Brasileira. Ensaios e Reflexões. 1ºed.Brasília: Fundação Cultural Palmares, 2012, v. , p. 221-231.

5.
MELLO, Marcelo Moura. Os rastros das cinzas: memória da escravidão e identidade étnica em uma comunidade negra rural. In: LEITE, Renata; DANTAS, Isolda; CERQUEIRA, Edmilton. (Org.). 3º Prêmio Territórios Quilombolas. 1ed.Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2012, v. , p. 137-159.

6.
MELLO, Marcelo Moura. Visões do campo sobre o arquivo (e vice-versa). In: CUNHA, Flávia Melo da; DULLEY, Iracema; FERIANI, Daniela Moreno. (Org.). Etnografia, etnografias - ensaios sobre a diversidade do fazer antropológico. São Paulo: Annablume, 2011, v. , p. 189-200.

7.
MELLO, Marcelo Moura. Do passado geral ao passado que se presentifica. Memória e história em uma comunidade negra rural.. In: Ministério do Desenvolvimento Agrário; Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural.. (Org.). Prêmio Territórios Quilombolas 2° edição. Brasília: MDA/NEAD, 2007, v. , p. 44-81.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MELLO, Marcelo Moura. Raízes e rotas da terra. Formação de um território negro no Brasil Meridional.. In: IV Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2009, Curitiba. IV Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional - Comunicações, 2009.

2.
MELLO, Marcelo Moura; SALAINI, Cristian Jobi . Seguindo as pegadas do quilombo pelos caminhos da memória, da identidade e da etnicidade.. In: VIII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2009, Buenos Aires. VIII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2009.

3.
MELLO, Marcelo Moura. As móveis fronteiras. Relações interétnicas e a formação de um território negro no Brasil Meridional.. In: 33º Encontro Anual da Anpocs, 2009, Caxambu. 33º Encontro Anual da Anpocs, 2009.

4.
MELLO, Marcelo Moura. Mutações de olhar: as vias de diálogo entre o campo e o arquivo.. In: IX Encontro Nacional de História Oral, 2008, São Leopoldo. Anais do IX Encontro Nacional de História Oral, 2008.

5.
MELLO, Marcelo Moura. No tempo dos antigos. Notas sobre a formação de um território quilombola.. In: VII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007, Porto Alegre. VII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007.

6.
MELLO, Marcelo Moura. Do passado geral ao passado que se presentifica. Memória e história em uma comunidade negra rural.. In: 3° Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2007, Florianópolis. 3° Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2007.

7.
MELLO, Marcelo Moura. Memórias escravas, memórias vivas. Periodizações e senso de justiça em uma comunidade negra rural.. In: 25º Reunião Brasileira de Antropologia, 2006, Goiânia. 25º Reunião Brasileira de Antropologia. Livro de Resumos, 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MELLO, Marcelo Moura. Donos da terra: espíritos holandeses e suas histórias em um lado hindu na Guiana. In: 29º Reunião Brasileira de Antropologia, 2014, Natal. Caderno de Resumos - 29º RBA. Natal: Kiron, 2014. v. 1. p. 667-668.

2.
MELLO, Marcelo Moura. Identidade e identificação: leituras da realidade em uma comunidade negra rural. In: XVII Salão de Iniciação Científica UFRGS, 2005, Porto Alegre. XVII Salão de Iniciação Científica UFRGS - Livro de Resumos, 2005.

3.
MELLO, Marcelo Moura. Classe, etnia e raça em uma comunidade remanescente de quilombo: um estudo de caso. In: XVI Salão de Iniciação Científica UFRGS, 2004, Porto Alegre. XVI Salão de Iniciação Científica UFRGS - Livro de Resumos, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
MELLO, Marcelo Moura. Espíritos holandeses, história e colonialismo na Guiana: visada de um templo hindu da deusa Kali. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MELLO, Marcelo Moura. Maderain migration to British Guiana: first remarks. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
MELLO, Marcelo Moura. Espíritos de colonizadores na Guiana. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MELLO, Marcelo Moura. Afetação, substância e transação: sobre o sacrifício em um templo hindu da Guiana. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MELLO, Marcelo Moura. Espíritos holandeses, história e colonialismo em um templo hindu na Guiana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MELLO, Marcelo Moura; PIRES, Rogério Brittes W. . Magia, Dinheiro e Estereótipos: Efeitos dos Baccoo/Bakulu nas Guianas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
MELLO, Marcelo Moura. Os arranjos do casamento: circulação de rumores, pessoas e pontos de vista em um templo hindu na Guiana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
MELLO, Marcelo Moura; PIRES, Rogério Brittes W. . Baccoo / Bakulu: cross-cultural demons in the Guianas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
MELLO, Marcelo Moura. A presença indiana e as leituras sobre o hinduísmo no Caribe. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MELLO, Marcelo Moura. Donos da terra. Espíritos holandeses e suas histórias em um lado hindu na Guiana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
MELLO, Marcelo Moura. As formas das murtis: presenças divinas em um templo hindu na Guiana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
MELLO, Marcelo Moura. Afetação, transação e substância: sobre o sacrifício de animais em um templo hindu na Guiana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
MELLO, Marcelo Moura. Murtis in movement. Forms of embodiment in an Hindu temple in Guyana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
MELLO, Marcelo Moura. Espíritos holandeses e suas histórias na Guiana (visada de um templo da deusa Kali). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
MELLO, Marcelo Moura. Dos efeitos da cura: devoção, pureza e afetação em uma religião indo-guianense. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
MELLO, Marcelo Moura. Movimentos de Quilombos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
MELLO, Marcelo Moura. Bound coolies. Os indianos sujeitos na Guiana. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
MELLO, Marcelo Moura. Ser 'afetado' pela 'religião': acerca do culto à deusa hindu Kali na Guiana. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
MELLO, Marcelo Moura. O enraizamento dos espíritos holandeses: historicidade, sexualidade e possessão na Guiana. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
MELLO, Marcelo Moura. Kali em relação: religião, etnicidade, mistura e pureza em um culto indo-guianense. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
MELLO, Marcelo Moura. Pessoas-deuses-estátuas. Sobre a incorporação de formas em uma religião indo-guianense. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
MELLO, Marcelo Moura. As histórias inscritas e escritas. Memória e usos da escrita em uma comunidade negra rural. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
MELLO, Marcelo Moura. Kali Maa e suas manifestações. Explorações acerca de uma religião indo-guianense. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
MELLO, Marcelo Moura. Seguindo as pegadas do quilombo pelos caminhos da memória, da identidade e da etnicidade.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
MELLO, Marcelo Moura. As móveis fronteiras. Relações interétnicas e a formação de um território negro no Brasil Meridional.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
MELLO, Marcelo Moura. O inventivo, a invenção e o criativo. Territórios da memória em uma comunidade negra rural.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

27.
MELLO, Marcelo Moura. Mutações de olhar: as vias de diálogo entre o campo e o arquivo.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
MELLO, Marcelo Moura. Mutações de olhar: as vias de diálogo entre o campo e o arquivo.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
MELLO, Marcelo Moura. No tempo dos antigos. Notas sobre a formação de um território quilombola.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
MELLO, Marcelo Moura. As memórias e seus espaços. A comunidade de Cambará em Revista. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
MELLO, Marcelo Moura. Memórias escravas, memórias vivas. Periodizações e senso de justiça em uma comunidade negra rural.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
MELLO, Marcelo Moura. Memórias escravas, memórias vivas. Periodizações e senso de justiça em uma comunidade negra rural.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
MELLO, Marcelo Moura. Identidade e identificação. Leituras da realidade em uma comunidade negra rural.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
MELLO, Marcelo Moura. Classe, etnia e classe em uma comunidade negra rural - um estudo de caso. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
MELLO, Marcelo Moura; PIRES, Rogério Brittes W. . A região do Caribe: uma fronteira aberta na teoria antropológica, 2018. (Tradução/Artigo).

2.
MELLO, Marcelo Moura. Emaranhados de relações e participações no candomblé. Salvador: Afro-Ásia, 2015 (Resenha).

3.
MELLO, Marcelo Moura. The Caribbean. A history of the region and its people. Rio de Janeiro: Mana - Estudos de antropologia social, 2013 (Resenha).

4.
MELLO, Marcelo Moura. Mocambo. Antropologia e história do processo de formação quilombola. Rio de Janeiro: Mana - Estudos de antropologia social, 2009 (Resenha).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MELLO, Marcelo Moura. Revista de Antropologia, USP (Parecer ad hoc - artigo submetido ao periódico). 2018.

2.
MELLO, Marcelo Moura. Sociologias - UFRGS (Parecer ad hoc a artigo submetido ao periódico).. 2018.

3.
MELLO, Marcelo Moura. CAPES (parecer auxílio a evento científico - PAEP). 2018.

4.
MELLO, Marcelo Moura. Intersecções - UERJ (Parecer ad hoc a artigo submetido ao periódico). 2018.

5.
MELLO, Marcelo Moura. Mana - Estudos de antropologia social (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2017.

6.
MELLO, Marcelo Moura. Tempo e Argumento (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2017.

7.
MELLO, Marcelo Moura. Revista Brasileira de História (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2017.

8.
MELLO, Marcelo Moura. CAPES (parecer auxílio a evento científico - PAEX). 2017.

9.
MELLO, Marcelo Moura. R@u - Revista de Antropologia da UFSCAR (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico. 2017.

10.
MELLO, Marcelo Moura. Afro-Ásia (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2017.

11.
MELLO, Marcelo Moura. Etnográfica (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

12.
MELLO, Marcelo Moura. Afro-Ásia (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

13.
MELLO, Marcelo Moura. Cadernos de Arte e Antropologia (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

14.
MELLO, Marcelo Moura. Campos - Revista de Antropologia Social (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

15.
MELLO, Marcelo Moura. Novos Debates - ABA (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

16.
MELLO, Marcelo Moura. Religião e Sociedade (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

17.
MELLO, Marcelo Moura. Revista Ideias (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2016.

18.
MELLO, Marcelo Moura. Prêmio Lévi-Strauss VI Edição. 2016.

19.
MELLO, Marcelo Moura. Ponto Urbe (Parecer ad hoc artigo submetido ao periódico). 2015.

20.
MELLO, Marcelo Moura. Religião e Sociedade (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2015.

21.
MELLO, Marcelo Moura. Cadernos LEPAARQ (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2014.

22.
MELLO, Marcelo Moura. Cadernos de Campo - USP (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2014.

23.
MELLO, Marcelo Moura. Carta Económica Regional (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2014.

24.
MELLO, Marcelo Moura. Universitas Humanística (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2013.

25.
MELLO, Marcelo Moura. Ruris (Parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2013.

26.
MELLO, Marcelo Moura. Revista Temáticas (parecer ad-hoc artigo submetido ao periódico). 2012.

27.
ANJOS, José Carlos Gomes dos ; BRUSTOLIN, Cindia ; MELLO, Marcelo Moura . Família Silva: parecer antropológico sobre o processo político-administrativo de reconhecimento e titularização como Comunidade Remanescente de Quilombo. 2006.

28.
ANJOS, José Carlos Gomes dos ; RUCKERT, Aldomar ; MELLO, Marcelo Moura ; LEITÃO, Leonardo Rafael ; CENTENO, Lucio ; FONSECA, Adriana ; SOUZA, Luisa Andrade de ; JIMENO, Alejandro ; GAMALHO, Nola Patricia ; RAMOS, Ieda Cristina Alves . Territorialidade e memória. As fronteiras da resistência em Cambará (relatório sócio-histórico-antropológico). 2006.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MELLO, Marcelo Moura. Reminiscências dos Quilombos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
MELLO, Marcelo Moura. Antropologia do Caribe e das Guianas. 2018; Tema: Antropologia; Caribe; Guianas. (Blog).

2.
MELLO, Marcelo Moura. Editorial de Antropologia. 2017; Tema: Divulgação Científica - Antropologia. (Rede social).

3.
MELLO, Marcelo Moura. Editorial de Antropologia. 2016; Tema: Publicações recentes em antropologia. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
MELLO, Marcelo Moura. Caribe: perspectivas transdisciplinares. Um minicurso voltado à antropologia e à história do Caribe. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
MELLO, Marcelo Moura. Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul. 2015. (Parecer).

3.
MELLO, Marcelo Moura. Metodologia e Técnicas de Pesquisa em Antropologia Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
MELLO, Marcelo Moura. Memória e identidade étnica em uma comunidade negra rural - relatório final.. 2008. (Relatório de pesquisa).

5.
MELLO, Marcelo Moura. Memória e identidade étnica em uma comunidade negra rural - relatório parcial.. 2007. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MELLO, Marcelo Moura; MARQUES, D. F.; PEREIRA, F. M.. Participação em banca de Ane Sesma Gracia. O capital no deserto: a soja, as vacas e o dinheiro no Oeste Baiano. 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; MACRAE, E.; MOREIRA, P.. Participação em banca de Josué Silva Abreu Filho. A cura no santo daime: concepções de saúde e doenças nas linhas do Alto Santo. 2016. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Teses de doutorado
1.
MELLO, Marcelo Moura; MÜLLER, Cíntia B.; CARVALHO, Ana Paula Comin de; FERNANDES, Mariana Balem; ALMUNA, E. A.. Participação em banca de Juliana Rosa de Almeida. Enseada indústria naval: uma análise sobre processos sociais e dramas em torno de um projeto de desenvolvimento. 2018. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; ZAMPARONI, Valdemir; MUNANGA, Kabengele; THOMAZ, Omar R.; FURTADO, Claudio. Participação em banca de Guillermo Antonio Navarro Alvarado. África deve-se unir? A formação da teorética da Unidade e a Imaginação da África nos marcos epistêmicos Pan-negristas e Pan-africanos (Séculos XVIII-XX). 2018. Tese (Doutorado em Estudos Étnicos e Africanos) - Universidade Federal da Bahia.

3.
MELLO, Marcelo Moura; TAVARES, Fátima; McCALLUM, Cecilia; BASSI, Francesca; OSORIO, Patrícia. Participação em banca de Heloísa Afonso Ariano. Festança de Vila Bela da Santíssima Trindade. Caminhos, portas e pontes. 2018. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

4.
MELLO, Marcelo Moura; BANDEIRA, Fábio; RODRIGUES, Núbia; CASTELLUCCI JUNIOR, W.; DIAS NETO, J. C.. Participação em banca de Cristiane Sobrinho Costa. Das fardas laranjas às cartas da morte: danos socioambientais da construção do Estaleiro Enseada Paraguaçu sobre pescadores e marisqueiras. 2017. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

5.
MELLO, Marcelo Moura; PARÉS, L. N.; MOURA, Milton; SILVA, Vagner Gonçalves da; RABELO, Miriam. Participação em banca de Marlon Marcos Vieira Passos. Iyá Zulmira de Zumbá: uma trajetória entre nações do candomblé. 2016. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

6.
MELLO, Marcelo Moura; CARVALHO, Ana Paula Comin de; MÜLLER, Cíntia B.; SILVA, Vera R. Rodrigues da; ARRUTI, José Maurício. Participação em banca de Mariana Balen Fernandes. Ilha de Cajaíba: lugar, pertencimento e territorialidade nas comunidades quilombolas Acupe, São Braz e Porto Dom João/Recôncavo Baiano. 2016. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

7.
MELLO, Marcelo Moura; TAVARES, Fátima; LINO E SILVA, Moisés; CAMURCA, Marcelo; BASSI, Francesca. Participação em banca de Marcos Vinício de Santana Pereira. Revelação, profecia e trajetórias de mulheres na Assembleia de Deus. 2016. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

8.
MELLO, Marcelo Moura; GOLDMAN, Marcio; LIMA, Tânia Stolze; VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo; MARQUES, Ana Claudia. Participação em banca de Suzane de Alencar Vieira. Resistência e pirraça na Malhada: cosmopolíticas quilombolas no Alto Sertão de Caetité, Bahia. 2015. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Qualificações de Doutorado
1.
MELLO, Marcelo Moura; CARVALHO, Ana Paula Comin de; MULLER, C. B.; CARDEL, Lidia. Participação em banca de Flavio Luis Assiz dos Santos. Uma etnografia dos processos de produção de laudos antropológicos para regularização fundiária de territórios quilombolas na Bahia (2003-2018). 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; FIRMO, Fernando; DÍAZ BENÍTEZ,,Maria Elvira. Participação em banca de Isabel de Souza Acker. Incursões na Nova/Novíssima Cena Drag do Rio de Janeiro: acompanhando a produção do canal Drag-se. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

3.
MELLO, Marcelo Moura; MULLER, C. B.; FIRMO, Fernando. Participação em banca de Antonio Marcos de Oliveira Passos. Os patrimônios etnográficos: as alteridades e efeito social de um empreendimento na Ilha de Bom Jesus dos Passos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

4.
MELLO, Marcelo Moura; SANTOS, Jocélio Teles dos; LINO E SILVA, Moisés. Participação em banca de Mariana Mendes Moura. ?São os Olhos de Quem Tá Vendo?: A construção da identidade de homens médiuns de pombagira. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

5.
MELLO, Marcelo Moura; MÜLLER, Cíntia B.; BARRETTO FILHO, Henyo T.. Participação em banca de Bruna Pastro Zagatto. Sobreposições territoriais na Baía do Iguape: Territórios Quilombolas, Pesqueiros, Unidades de Conservação, Propriedades Privadas e Grandes Empreendimentos.. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Mestrado
1.
MELLO, Marcelo Moura; RABELO, Miriam; PARÉS, L. N.. Participação em banca de Lucival Fraga dos Santos. Que Exu você conhece?. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos Étnicos e Africanos) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; FIRMO, Fernando; SANSONE, Livio. Participação em banca de Raoni dos Santos Costa. Canto e como trabalho. Uma etnografia so(nh)ada nos cantos de trabalho de Acupe. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MELLO, Marcelo Moura; RABELO, Miriam. Participação em banca de Emili Almeida."E eu? Eu ainda vou começar a aprender": o aprendizado enquanto rede de cuidados.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; CARVALHO, Ana Paula Comin de; OLIVEIRA, Antônio Eduardo Alves de. Participação em banca de Érica dos Santos Conceição.Representações e práticas sociais em torno da mendicância e da loucura na Rua do Pereira, Cachoeira/BA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MELLO, Marcelo Moura; PARÉS, L. N.; ALENCAR-SILVA, R. C.. Seleção Professor Temporário - Departamento de Antropologia. 2016. Universidade Federal da Bahia.

Outras participações
1.
MELLO, Marcelo Moura; PINHO, Osmundo; BORGES, Jamile; GOMES, Patrícia. Seleção Aluno Regular - Programa de Pós-Graduação Multidisciplinar em Estudos Étnicos e Africanos. (Mestrado, 2017). 2017. Universidade Federal da Bahia.

2.
MELLO, Marcelo Moura; CARVALHO FILHO, M. J.; VIEIRA, Marina Guimarães. Seleção Aluno Regular - Programa de Pós-Graduação em Antropologia. (Doutorado, 2016). 2016. Universidade Federal da Bahia.

3.
MELLO, Marcelo Moura; CARVALHO, M. R. G.; CESAR, A. L. S.. Seleção Aluno Regular - Programa de Pós-Graduação Multidisciplinar em Estudos Étnicos e Africanos. (Doutorado, 2016). 2016. Universidade Federal da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
18th IUAES World Congress. Boundary masters: Dutch spirits, East Indians, and territorial sovereignty in coastal Guyana. 2018. (Congresso).

2.
Legacy of Slavery & Indentured Labour: linking the past with the future. Maderain migration to British Guiana: first remarks. 2018. (Congresso).

3.
XIX Fábrica de Ideias - Fábrica das Fronteiras.O Caribe enquanto fronteira. 2018. (Outra).

4.
XIX Fábrica de Ideias - Fábrica de Fronteiras.Donos da terra. Soberania territorial e espiritual na região costeira da Guiana. 2018. (Outra).

5.
II Memórias da África: patrimônios da diáspora nas Américas e no Caribe.Espíritos e colonialismo na Guiana. 2017. (Seminário).

6.
XVIII Fábrica de Ideias.Patrimônio, memória e identidade, ou: sobre vestígios (i)materiais de existência em comunidades quilombolas. 2017. (Outra).

7.
XVIII Fábrica de Ideias - Escola Internacional Doutoral.Comunidades quilombolas: patrimônio e memória. 2017. (Outra).

8.
30º Reunião Brasileira de Antropologia.Entre seres intangíveis e pessoas: experiência e história (Coordenação de GT). 2016. (Encontro).

9.
Congresso UFBA 70 anos. O ataque às humanidades. 2016. (Congresso).

10.
Congresso UFBA 70 anos.Diálogos sul-sul. Pesquisas em contextos supranacionais. 2016. (Outra).

11.
Congresso UFBA 70 anos.O Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFBA. 2016. (Outra).

12.
"Mestiçagens" - Conflitos epistemológicos, sociais e culturais nas Américas e no Caribe.A presença indiana e as leituras sobre o hinduísmo no Caribe. 2015. (Simpósio).

13.
114th AAA Annual Meeting. Baccoo / Bakulu: cross-cultural demons in the Guianas. 2015. (Congresso).

14.
Feitiço(s) do(s) tempo(s): escravidão, malefício, cura.Magia, Dinheiro e Estereótipos: Efeitos dos Baccoo/Bakulu nas Guianas. 2015. (Simpósio).

15.
Seminário PPGA, UFBA.Espíritos holandeses, história e colonialismo em um templo hindu na Guiana. 2015. (Outra).

16.
V Reunião Equatorial de Antropologia. GT Circulação de objetos, pessoas e técnicas no Caribe, nas Guianas e na Amazônia. 2015. (Congresso).

17.
V Reunião Equatorial de Antropologia. Os arranjos do casamento: circulação de rumores, pessoas e pontos de vista em um templo hindu na Guiana. 2015. (Congresso).

18.
29º Reunião Brasileira de Antropologia. Donos da terra. Espíritos holandeses e suas histórias em um lado hindu na Guiana. 2014. (Congresso).

19.
Circuitos, Tempos e Travessias no Atlântico.Espíritos holandeses e suas histórias na Guiana (visada de um templo da deusa Kali). 2014. (Seminário).

20.
Colóquio Máscaras, Santos e Fetiches - África-América..Murtis in movement. Forms of embodiment in an Hindu temple in Guyana. 2014. (Outra).

21.
Maroons e Businenges nas Guianas. 2014. (Simpósio).

22.
Movimentos Sociais, Participação e Esfera Pública. 2014. (Seminário).

23.
Das Emancipações ao Pós-Emancipação: Novas Pesquisas.Bound coolies. Os indianos sujeitos na Guiana. 2013. (Seminário).

24.
IV Reunião Equatorial de Antropologia. O universo da deusa Kali e suas relações na Guiana. 2013. (Congresso).

25.
IV Reunião Equatorial de Antropologia. Pesquisas antropológicas no Caribe e nas Guianas no século XXI. 2013. (Congresso).

26.
IV Reunião Equatorial de Antropologia. Dos efeitos da cura: devoção, pureza e afetação em uma religião indo-guianense. 2013. (Congresso).

27.
Pré/Pós campo no Caribe. Compartilhando Experiências (Seminário LAH/NUCEC). Debatedor de Trabalho. 2013. (Congresso).

28.
Seminário NuAT e NuAP.Movimentos Negros - Movimentos de Quilombos. 2013. (Encontro).

29.
28° Reunião Brasileira de Antropologia. Kali em relação: religião, etnicidade, mistura e pureza em um culto indo-guianense. 2012. (Congresso).

30.
Colóquio Espírito das Coisas: etnografias da materialidade e da transformação.Pessoas-deuses-estátuas. Sobre a incorporação de formas em uma religião indo-guianense. 2012. (Simpósio).

31.
Congresso Internacional das Faculdades EST. Religião e Sociedade: desafios contemporâneos. Os desafios contemporâneos colocados aos movimentos sociais e Academia sobre as comunidades rurais afro-latinas e africanas. 2012. (Congresso).

32.
Encontro Trilateral - PPGAS/MN, St. Andrews, ICS..O enraizamento dos espíritos holandeses: historicidade, sexualidade e possessão na Guiana. 2012. (Encontro).

33.
X Encontro Clio-Psyché. 2012. (Encontro).

34.
34º Encontro Anual da Anpocs.As histórias inscritas e escritas. Memória e usos da escrita em uma comunidade negra rural. 2010. (Encontro).

35.
II Encontro Internacional de Ciências Sociais: as ciências sociais e os desafios para o século XXI.Panoramas atuais em estudos sobre afro-descendentes. 2010. (Encontro).

36.
33º Encontro Anual da Anpocs.As móveis fronteiras. Relações interétnicas e a formação de um território negro no Brasil Meridional.. 2009. (Encontro).

37.
II Reunião Equatorial de Antropologia/XI Reunião dos Antropólogos Norte-Nordeste.. 2009. (Congresso).

38.
O Século XIX e as Novas Fronteiras da Escravidão e da Liberdade.. 2009. (Seminário).

39.
Repensando a Plantation. Paisagens simbólicas, sociais e materiais.. 2009. (Seminário).

40.
Seminário dos Alunos do PPGAS.A invenção, o inventivo e o criativo. Territórios da memória em uma comunidade negra rural.. 2009. (Seminário).

41.
Seminário Internacional Tradições e Modernidades.. 2009. (Seminário).

42.
Territórios Sensíveis. Diferença, agência e trangressão.. 2009. (Seminário).

43.
VIII Reunião de Antropologia do Mercosul. Seguindo as pegadas do quilombo através dos caminhos da memória, da identidade e da etnicidade.. 2009. (Congresso).

44.
20 anos do artigo 68: impasses e avanços.. 2008. (Seminário).

45.
Capacitação continuada de agentes municipais PNUS (Porto Alegre)..Aspectos históricos e sócio-antropológicos das populações indígenas e quilombolas.. 2008. (Outra).

46.
IX Encontro Nacional de História Oral..Mutações de olhar: as vias de diálogo entre o campo e o arquivo.. 2008. (Encontro).

47.
Mini-curso "Antropologias Minoritárias". 2008. (Oficina).

48.
VII Reunião de Antropologia do Mercosul.Os 'Antigos' é que Diziam. Notas sobre a formação de um território quilombola. 2007. (Seminário).

49.
XXIV Simpósio Nacional de História. 2007. (Simpósio).

50.
25° Reunião Brasileira de Antropologia. Memórias Vivas, Memórias Escravas. Periodizações e senso de justiça em uma comunidade negra rural. 2006. (Congresso).

51.
II Encontro Anual da Pós-Graduação do IFCH.Do Passado Geral ao Passado que se Presentifica. Memória e história em uma comunidade negra rural.. 2006. (Encontro).

52.
II Encontro Interno do CERES.Do Passado Geral ao Passado que se Presentifica. Memória e história em uma comunidade negra rural.. 2006. (Encontro).

53.
Jornada práticas de justiça e diversidade cultural. 2006. (Seminário).

54.
Seminário Economias Quilombolas. 2006. (Seminário).

55.
Práticas de Justiça e Diversidade Cultural. 2005. (Outra).

56.
RS Rural: uma politica pública para as comuniddes remanescentes de quilombos do Rio Grande do sul. 2005. (Seminário).

57.
Terras Guarani no Litoral. 2005. (Encontro).

58.
XVII Salão de Iniciação Científica da UFRGS.Memória e Identidade em uma Comunidade Negra Rural. 2005. (Outra).

59.
XXV Congresso Associação Latino-Americana de Sociologia.. 2005. (Congresso).

60.
XVI Salão de Iniciação Científica UFRGS.Classe, Raça e Etnia em uma Comunidade Negra Rural: um estudo de caso.. 2004. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MELLO, Marcelo Moura; TAVARES, Fátima . Seminário 10 anos PPGA/UFBA. Antropologia na Bahia: desafios, inovações, encruzilhadas. 2017. (Outro).

2.
MELLO, Marcelo Moura; PIETRAFESA DE GODOI, E. . Entre seres intangíveis e pessoas: experiência e história (Coordenação de GT no âmbito da 30º Reunião Brasileira de Antropologia). 2016. (Congresso).

3.
MELLO, Marcelo Moura; RODRIGUES, Núbia ; CARVALHO, Maria Rosário Gonçalves de ; SERRA, Ordep ; ROCHA, Júlio . III Congresso Internacional de Direito dos Povos e Comunidades Tradicionais. 2016. (Congresso).

4.
MELLO, Marcelo Moura; HANDERSON, Joseph ; MÁRQUEZ, Ana Isabel Pérez . Caribe e Guianas: espaços de reflexões antropológicas (Coordenação de GT no âmbito da Reunião de Antropologia do Mercosul). 2015. (Congresso).

5.
MELLO, Marcelo Moura; CUNHA, Olívia M. Gomes da . Circuitos, Tempos e Travessias no Atlântico. 2014. (Outro).

6.
MELLO, Marcelo Moura; HANDERSON, Joseph . Pesquisas antropológicas no Caribe e nas Guianas no século XXI (Coordenação de fórum no âmbito da Reunião Equatorial de Antropologia). 2013. (Congresso).

7.
MELLO, Marcelo Moura; PIRES, Rogério Brittes W. ; RENOU, M.V. ; LOURENÇO, M. S. ; CAUX, Camila de ; VEGA SANABRIA, Guillermo . Seminário dos Alunos do PPGAS. 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Lays Caroline do Carmo e Silva. O estudo da antropologia caribenha a partir de temáticas da Revolução Haitiana. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Estudos Étnicos e Africanos) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

2.
Lara Rosa Meirelles Barros. Caminhos e águas: mulheres no presente de Iemanjá do Ilé Omo Agboulá. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Lucas Barreto de Souza. Feira de São Joaquim: objetos religiosos e agência não-humana. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

4.
Luiz Paulo Carvalho Pires de Oliveira. Entre a prática de pesquisa e a experiência religiosa. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Flávio José dos Passos. A presença dos marujos nos candomblés do Sertão. Início: 2016. Tese (Doutorado em Estudos Étnicos e Africanos) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

2.
Vanessa Silva dos Santos. Performance e segredo no ritual funerário do candomblé alagoano. Início: 2016. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. (Orientador).

3.
Stéphanie Campos Paiva Moreira. Mudança social e estratégia familiar: Um estudo sobre a trajetória de uma família negra do Sul do Brasil. Início: 2016. Tese (Doutorado em Estudos Étnicos e Africanos) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Alice Cunha Farias Oliveira. Espíritos holandeses, colonialismo e história na Guiana. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Denise da Silva Santos. O presente à Mãe D?Água: configurações e trajetórias dos presentes a Iemanjá no Rio Vermelho. 2018. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcelo Moura Mello.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Lucas Barreto de Souza. Feira de São Joaquim: objetos religiosos e agência não-humana. Uma etnografia sonora e visual. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Marcelo Moura Mello.

2.
Carlos Eduardo de Almeida Prado Souza Gomes. Indianizando a escola: uma experiência com crianças indígenas na aldeia Kakané Porã. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Antropologia Cultural (Especialização)) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Orientador: Marcelo Moura Mello.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Martina Sanguinetti. Afrodescendientes en Montevideo y Salvador de Bahía: cultura de resistencia en la calle. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura en Sociología) - Universidad de la Republica Uruguay. Orientador: Marcelo Moura Mello.

2.
Lucas Barreto de Souza. Feira de São Joaquim: imagens religiosas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Marcelo Moura Mello.

Iniciação científica
1.
Alice Cunha Farias Oliveira. Espíritos e colonialismo na Guiana. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcelo Moura Mello.

2.
Sávia Soares Santana. Espíritos holandeses, colonialismo e história na Guiana. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcelo Moura Mello.

3.
Sávia Soares Santana. O Caribe, as Guianas e a antropologia no Brasil. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcelo Moura Mello.

4.
Lays Caroline do Carmo e Silva. O Caribe e as Guianas sob a ótica da antropologia brasileira. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Marcelo Moura Mello.



Educação e Popularização de C & T



Redes sociais, websites e blogs
1.
MELLO, Marcelo Moura. Editorial de Antropologia. 2017; Tema: Divulgação Científica - Antropologia. (Rede social).



Outras informações relevantes


Recentemente teve projeto aprovado no edital Proceao, da UFBA. A pesquisa aprovada objetiva a criação de um núcleo de pesquisas sobre o Caribe e as Guianas no Centro de Estudos Afro-Orientais.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/10/2018 às 3:14:27