Anderson Garbuglio de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6500371267331136
  • Última atualização do currículo em 27/08/2018


Atualmente é Professor Doutor da USP, em São Paulo. Estuda aspectos químicos e bioquímicos da bioluminescência marinha, e em especial aplicações biotecnológicas para esses sistemas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Anderson Garbuglio de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, A. G.;DE OLIVEIRA, A. G.;OLIVEIRA, ANDERSON G.;DEOLIVEIRA, A;OLIVEIRA, ANDERSON GARBUGLIO DE;De Oliveira, A.G.;Oliveira, Anderson Garbuglio;GARBUGLIO DE OLIVEIRA, ANDERSON

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico.
Praça do Oceanográfico, 191
Butantã
05508120 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30916501


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2010
Doutorado em Química Orgânica.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em San Francisco State University (Orientador: Dennis E. Desjardin).
Título: Estudo Mecanístico da Bioluminescência do Fungo Gerronema Viridilucens, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Prof Dr. Cassius Vinícius Stevani.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2001 - 2004
Graduação em Química.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Orientador: Prof Dr. Almir Spinelli.
Bolsista do(a): Nano Endoluminal S/A, NANO, Brasil.


Pós-doutorado


2010 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de São Carlos, campus Sorocaba, UFSCAR, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.


Formação Complementar


2004 - 2004
Segurança no Laboratório e Tratamento de Resíduos. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Bolsista doutorado, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Vice-Presidente da Comissão de Coordenação de Curso (COC).
10/2016 - Atual
Direção e administração, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Colaborador da Ouvidoria de Serviços Públicos da USP no IOUSP..
3/2016 - Atual
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
IOF 0263
Bioquímica Marinha e Efeitos da Poluição nos Processos Bioquímicos
09/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Coordenação de Curso (COC).
08/2015 - Atual
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
IOF 0263 - Ciclos Biogeoquímicos II
IOF 0246 - Poluição Marinha
IOF 0248 - Química dos Estuários
6/2015 - Atual
Extensão universitária , Instituto Oceanográfico, .

Atividade de extensão realizada
Representante docente junto à Comissão de Cultura e Extensão..
06/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Oceanográfico, .

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Cultura e Extensão (CCEx).
6/2007 - 12/2007
Estágios , Instituto de Química, .

Estágio realizado
Monitor do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino, Disciplina QFL Monitor da Disciplina QFL 3302 - Técnicas.
6/2006 - 12/2006
Estágios , Instituto de Química, .

Estágio realizado
Monitor do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino, Disciplina QFL Monitor da Disciplina QFL 3302 - Técnicas Experimentais de Química Orgânica.
6/2005 - 12/2005
Estágios , Instituto de Química, .

Estágio realizado
Monitor do voluntário, Disciplina QFL 3301 - Reatividade de Compostos Orgânicos.

Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Regime: Dedicação exclusiva.


Dartmouth Medical School, DMS, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Cientista visitante, Enquadramento Funcional: Bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de São Carlos, campus Sorocaba, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2012 - 10/2012
Ensino, biologia (bacharelado), Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica
10/2012 - 10/2012
Ensino, biologia (licenciatura), Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica
8/2011 - 8/2011
Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica

San Francisco State University, SFSU, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Cientista visitante, Enquadramento Funcional: estudante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Bolsista de IC, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica - GEPEEA, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Estudo do processo de emissão de luz em Chaetopterus variopedatus e em novos sistemas bioluminescentes marinhos.
Descrição: No oceano, a bioluminescência é encontrada em quase todos os táxons, de bactérias a peixes. Esse fenômeno de emissão de luz fria e visível por seres vivos é um processo biológico extremamente importante, e quimicamente, a reação envolve a oxidação de uma molécula emissora de luz (luciferina) catalisada por uma enzima (luciferase). Em alguns organismos ainda, o complexo enzima-substrato (luciferase-luciferina) é mais estável do que seus constituintes dissociados, sendo capaz de emitir luz proporcionalmente à quantidade da enzima presente. Esse complexo recebe a denominação de fotoproteína. No entanto, apenas algumas poucas fotoproteínas foram totalmente isoladas e caracterizadas. Entre os organismos bioluminescentes contendo fotoproteínas desconhecidas pode-se citar o anelídeo Chaetopterus variopedatus. Resultados obtidos recentemente por nosso grupo indicaram que a reação bioluminescente em C. variopedatus envolve uma fotoproteína dependente de Fe(II), possivelmente uma peroxidase. Ademais, preparações parcialmente purificadas por FPLC dessa enzima produziram luz azul intensa (máx. 450 nm) in vitro, apresentando um espectro de emissão bastante similar a bioluminescência exibida por C. variopedatus. Considerando a demanda por novos métodos de marcação celular e biossensores seria interessante caracterizar a fotoproteína envolvida na bioluminescência de C. variopedatus e determinar os genes responsáveis por sua expressão proteica. Dessa maneira, o presente projeto tem como objetivo caracterizar, clonar e expressar a fotoproteína desse organismo, bem como estudar seu mecanismo de emissão de luz. Além disso, a caracterização de novos sistemas luminescentes marinhos coletados durante nossas expedições também será realizada em paralelo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Anderson Garbuglio de Oliveira - Coordenador.
2016 - 2018
Estudo da bioluminescência em Chaetopterus variopedatus (Annelida, Polychaeta) e prospecção de novos sistemas bioluminescentes marinhos
Descrição: Bioluminescência, a emissão de luz fria e visível por seres vivos, é um processo biológico extremamente importante. Esse fenômeno é representado no ambiente marinho por uma extraordinária variedade de organismos que utilizam sua capacidade de produzir luz para encontrar alimentos, se comunicar e afastar predadores. Diferentes mecanismos químicos e distribuições filogenéticas presentes nesses organismos luminescentes evidenciam as vantagens ecológicas dessa capacidade. No entanto, as origens, funções e a natureza química de alguns sistemas bioluminescentes ainda permanecem obscuras. Entre os mecanismos de bioluminescência pouco compreendidos pode-se citar o do anelídeo marinho Chaetopterus variopedatus. As reações luminescentes reportadas para esse organismo in vitro são muito mais lentas e ineficientes quando comparadas a sua bioluminescência. De fato, o verdadeiro fator de ativação intrínseco de sua luminescência ainda continua indeterminado, bem como os mecanismos de oxidação envolvidos.O presente projeto tem como objetivo isolar e caracterizar a luciferina e fotoproteína envolvida no mecanismo de emissão de luz do anelídeo C. variopedatus. Ainda, propõe-se também prospectar no litoral brasileiro sistemas bioluminescentes marinhos que ainda não foram caracterizados quimicamente. Dessa maneira, espera-se que os resultados obtidos neste projeto contribuam para a produção de novos estudos acadêmicos e aplicados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Anderson Garbuglio de Oliveira - Coordenador.
2014 - 2016
Bioluminescência do Anelídeo Marinho Chaetopterus variopedatus: Estudo Mecanístico e Aplicações Biotecnológicas
Descrição: A bioluminescência é o processo de emissão de luz visível por organismos vivos. Ela decorre de reações nas quais moléculas denominadas genericamente de luciferinas são oxidadas, produzindo produtos eletronicamente excitados que decaem emitindo luz com alta eficiência, sob o controle de enzimas chamadas de luciferases. Uma notável diversidade de animais marinhos é capaz de produzir a sua própria luz, e na maior parte do oceano, a bioluminescência é a principal fonte de luz. Muitos desses sistemas luminescentes marinhos têm sido estudados nas últimas décadas produzindo vasto conhecimento básico e aplicado. Entretanto, existem ainda sistemas bioluminescentes pouco estudados, como o sistema do anelídeo marinho Chaetopterus variopedatus, cuja purificação e caracterização dos componentes relacionados à emissão de luz poderiam contribuir para estudos mecanísticos, evolutivos e o desenvolvimento de novas ferramentas analíticas. Acredita-se que o processo de emissão de luz nesse organismo poderia envolver uma fotoproteína (uma variante da luciferase), além de cofatores como Fe2+ e peróxidos. Contudo, nenhum dos componentes foi totalmente purificado e quimicamente caracterizado até o momento. Este projeto oferece a base para o desenvolvimento de uma linha de pesquisa dedicada ao estudo fundamental e aplicado da bioluminescência do verme marinho Chaetopterus variopedatus. Propõe-se a isolar e caracterizar os componentes envolvidos no processo de emissão de luz nesse organismo, estudar seus aspectos químicos e propriedades fotofísicas. Ainda, os compostos e modelos obtidos irão fornecer novos frameworks para o desenvolvimento de sondas fluorescentes para o estudo de processos biológicos e conversão de energia luminosa, além de sistemas de detecção de contaminantes em água/solo e fases gasosas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Anderson Garbuglio de Oliveira - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2010 - 2013
Luciferases de fungos, vermes marinhos e besouros bioluminescentes: evolução estrutural, funcional e engenharia para fins biotecnológicos.
Descrição: O projeto visa investigar a estrutura, função, evolução molecular de luciferases produtoras de luz verde, amarela e vermelha clonadas pelo grupo, e seus mutantes. Através de engenharia genética, visamos otimizar as propriedades de bioluminescência e termoestabilidade destas enzimas e sua aplicação como sondas bioluminescentes em biossensores e para detecção de poluentes em fase líquida e gasosa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2010
Estudo Mecanístico da Bioluminescência do Fungo Gerronema Viridilucens
Descrição: A emissão de luz por cogumelos bioluminescentes é pouco entendida e estudada, apesar de ter sido descrita desde o tempo de Aristóteles. Não se sabe ao certo qual o mecanismo de emissão, quais são os substratos e enzimas envolvidos, nem se conhecem detalhes sobre sua função biológica. De forma similar à bioluminescência de vaga-lumes, cujo estudo possibilitou o desenvolvimento de diversas ferramentas analíticas para os mais distintos propósitos, desde testes rápidos para monitoração de contaminação microbiana de alimentos até o uso do gene luc como sonda em Biologia Molecular, o estudo de fungos bioluminescentes pode gerar novos conhecimentos acadêmicos e aplicados, inclusive fornecer informações sobre o significado biológico e ecológico da emissão. Dentre os aspectos aplicados que podem ser destacados estão incluídos a utilização de fungos bioluminescentes em bioensaios ecotoxicológicos, na biorremediação de solos contaminados e biodegradação de resíduos industriais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Anderson Garbuglio de Oliveira - Integrante / Cassius Vinicius Stenvani - Coordenador.


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Fungal Biology
2014 - Atual
Periódico: Photochemical & Photobiological Sciences (Print)
2018 - Atual
Periódico: Analytical Methods


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biofísica / Subárea: Radiologia e Fotobiologia/Especialidade: Bioluminescência.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Processos Industriais de Engenharia Química/Especialidade: Processos Bioquímicos.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química Orgânica.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2014
1º lugar - IV Prêmio de Fotografia - Ciência & Arte, CNPq.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:16
Total de citações:187
Fator H:7
Oliveira, Anderson G  Data: 26/08/2018

Outras
Total de trabalhos:16
Total de citações:377
Oliveira A G; De Oliveira A G  Data: 27/08/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
KASKOVA, ZINAIDA M.2017 KASKOVA, ZINAIDA M. DÖRR, FELIPE A. PETUSHKOV, VALENTIN N. PURTOV, KONSTANTIN V. TSARKOVA, ALEKSANDRA S. RODIONOVA, NATALJA S. MINEEV, KONSTANTIN S. GUGLYA, ELENA B. KOTLOBAY, ALEXEY BALEEVA, NADEZHDA S. BARANOV, MIKHAIL S. ARSENIEV, ALEXANDER S. GITELSON, JOSEF I. LUKYANOV, SERGEY SUZUKI, YOSHIKI KANIE, SHUSEI PINTO, ERNANI DI MASCIO, PAOLO Waldenmaier, Hans E. PEREIRA, TATIANA A. CARVALHO, RODRIGO P. OLIVEIRA, ANDERSON G. OBA, YUICHI BASTOS, ERICK L. Stevani, Cassius V. , et al.YAMPOLSKY, ILIA V. ; Mechanism and color modulation of fungal bioluminescence. SCIENCE ADVANCES, v. 3, p. e1602847, 2017.

2.
OBA, YUICHI2017OBA, YUICHI ; SUZUKI, YOSHIKI ; MARTINS, GABRIEL N. R. ; CARVALHO, RODRIGO P. ; PEREIRA, TATIANA A. ; Waldenmaier, Hans E. ; KANIE, SHUSEI ; NAITO, MASASHI ; OLIVEIRA, ANDERSON G. ; DÖRR, FELIPE A. ; PINTO, ERNANI ; YAMPOLSKY, ILIA V. ; Stevani, Cassius V. . Identification of hispidin as a bioluminescent active compound and its recycling biosynthesis in the luminous fungal fruiting body. PHOTOCHEMICAL & PHOTOBIOLOGICAL SCIENCES, v. 16, p. 1435-1440, 2017.

3.
OBA, YUICHI2016OBA, YUICHI ; Stevani, Cassius V. ; OLIVEIRA, ANDERSON G. ; TSARKOVA, ALEKSANDRA S. ; CHEPURNYKH, TATIANA V. ; YAMPOLSKY, ILIA V. . Selected Least Studied but not Forgotten Bioluminescent Systems. PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY, v. 93, p. 405-415, 2016.

4.
Oliveira, A. G.2015 Oliveira, A. G.; STENVANI, C. V. ; Waldenmaier, H. E. ; Viviani, V. ; EMERSON, J. M. ; LOROS, J. J. ; DUNLAP, J. C. . Circadian Control Sheds Light on Fungal Bioluminescence. Current Biology, v. 25, p. 964-968, 2015.

5.
8Oliveira, Anderson Garbuglio2013Oliveira, Anderson Garbuglio; CARVALHO, RODRIGO PIMENTA ; WALDENMAIER, HANS EUGENE ; STEVANI, CASSIUS VINICIUS . Bioluminescência de fungos: distribuição, função e mecanismo de emissão de luz. Química Nova (Impresso), v. 36, p. 314-319, 2013.

6.
Stevani, Cassius V.2013Stevani, Cassius V. ; OLIVEIRA, ANDERSON G. ; MENDES, LUIZ F. ; VENTURA, FERNANDA F. ; Waldenmaier, Hans E. ; CARVALHO, RODRIGO P. ; PEREIRA, TATIANA A. . Current Status of Research on Fungal Bioluminescence: Biochemistry and Prospects for Ecotoxicological Application. Photochemistry and Photobiology, v. 89, p. 1318-1326, 2013.

7.
2OLIVEIRA, ANDERSON G.2012OLIVEIRA, ANDERSON G.; Perry, Brian A. ; Stevani, Cassius V. ; Desjardin, Dennis E. . Evidence that a single bioluminescent system is shared by all known bioluminescent fungal lineages. Photochemical & Photobiological Sciences (Print), v. 11, p. 848, 2012.

8.
3Waldenmaier, Hans E.2012Waldenmaier, Hans E. ; OLIVEIRA, ANDERSON G. ; Stevani, Cassius V. . Thoughts on the diversity of convergent evolution of bioluminescence on earth. International Journal of Astrobiology (Print), v. 11, p. 335-343, 2012.

9.
4OLIVEIRA, ANDERSON G.2009OLIVEIRA, ANDERSON G.; Stevani, Cassius V. . The enzymatic nature of fungal bioluminescence. Photochemical & Photobiological Sciences (Print), v. 8, p. 1416, 2009.

10.
5Desjardin, Dennis E.2008Desjardin, Dennis E. ; OLIVEIRA, ANDERSON G. ; Stevani, Cassius V. . Fungi bioluminescence revisited. Photochemical & Photobiological Sciences (Print), v. 7, p. 170, 2008.

11.
6Giacomelli, F.C.2005Giacomelli, F.C. ; GIACOMELLI, C. ; De Oliveira, A.G. ; SPINELLI, A. . Effect of electrolytic ZrO2 coatings on the breakdown potential of NiTi wires used as endovascular implants. Materials Letters (General ed.), v. 59, p. 754-758, 2005.

12.
7OLIVEIRA, ANDERSON GARBUGLIO DE2005OLIVEIRA, ANDERSON GARBUGLIO DE; Giacomelli, Cristiano ; Giacomelli, Fernando Carlos ; Spinelli, Almir . Microstructure and surface composition effects on the transpassivation of NiTi wires for implant purposes. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 16, p. 131-138, 2005.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
OLIVEIRA, A. G.; GUIMARAES, M. M. S. . Um verme luminoso. Revista Pesquisa FAPESP, São Paulo, , v. 247, p. 3 - 3, 01 set. 2016.

2.
OLIVEIRA, A. G.; stevani, C. V. ; BECHARA, E. J. H. ; TURAZZI, M. I. . Foto-grafia: numa palavra... muitas histórias luminosas. Ciência Hoje, impresso, p. 26 - 31, 01 maio 2015.

3.
Oliveira, A. G.; OHMIYA, Y. ; Viviani, V. . Campus Sorocaba recebe ­pesquisador japonês na 5ª feira. A folha de São Carlos, Internet, 22 fev. 2011.

4.
Oliveira, A. G.; OHMIYA, Y. ; Viviani, V. . Campus Sorocaba recebe pesquisador japonês para tratar a bioluminescência marinha. Noticentro, Internet, 21 fev. 2011.

5.
Oliveira, A. G.; OHMIYA, Y. ; Viviani, V. . Pós Doutorado com cogumelos luminosos. Jornal Cruzeiro do Sul, Ciência & Tecnologia caderno C, p. 4 - 4, 19 fev. 2011.

6.
Oliveira, A. G.; MENDES, Luiz Fernando ; DOMINGUES, O. ; Stevani, Cassius V. ; GUIMARAES, M. . Luzes Vivas. Revista Pesquisa Fapesp, São Paulo, p. 14 - 19, 01 fev. 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEREIRA, T. ; Stevani, Cassius V. ; Waldenmaier, Hans E. ; OLIVEIRA, A. G. . Isolation of an enzyme involved in fungal bioluminescence. In: XVIII International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence, 2014, Uppsala. Abstracts of the 18th International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence. Malden: John Wiley & Sons Inc., 2014. v. 29. p. 87-88.

2.
OLIVEIRA, ANDERSON G.; EMERSON, J. M. ; Mallapa, C. ; Viviani, V. ; Stevani, Cassius V. ; LOROS, J. J. ; DUNLAP, J. C. . Study on the periodicity of fungal bioluminescence. In: XVIII International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence, 2014, Uppsala. Abstracts of the 18th International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence. Malden: John Wiley & Sons Inc., 2014. v. 29. p. 39-40.

3.
Oliveira, A. G.; CARVALHO, R. P. ; Waldenmaier, H. E. ; stevani, C. V. . On the purification of the NAD(P)H-dependent reductase involved in fungal bioluminescence. In: XVII International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence, 2012, Guelph. Luminescence, 2012. v. 27. p. 151-151.

4.
Oliveira, A. G.; CARVALHO, R. P. ; stevani, C. V. . On the purification of the fungal luciferin. In: XVII International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence, 2012, Guelph. Luminescence, 2012. v. 27. p. 150-150.

5.
Oliveira, A. G.; Perry, Brian A. ; Desjardin, Dennis E. ; stevani, C. V. . A single luminescent system in all fungal bioluminescent lineages. In: XVII International Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence, 2012, Guelph. Luminescence, 2012. v. 27. p. 151-151.

6.
STEVANI, Cassius Vinícius ; Oliveira, A. G. ; MENDES, Luiz Fernando . Brazilian Species of Bioluminescent Fungi. In: XIV INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON BIOLUMINESCENCE AND CHEMILUMINESCENCE, 2006, San Diego. Luminescence. Chichester: John Wiley & Sons, 2006. v. 21. p. 292.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Oliveira, A. G.; DEJARDIN, Dennis ; Perry, B ; Stevani, Cassius V. . Evidências de uma Linha Evolutiva Única na Bioluminescência Fúngica. In: 34º SBQ, 2011, Florianópolis. Anais da XXXIV Reunião Anual da SBQ, 2011.

2.
DE OLIVEIRA, A. G.; Stevani, Cassius V. . Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. In: XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2009, Fortaleza - CE. ANAIS DA XXXII REUNIÃO ANUAL DA SBQ, 2009.

3.
GIACOMELLI, F. C. ; OLIVEIRA, A. G. ; GIACOMELLI, C. ; SPINELLI, A. . Microstructure is the Main Factor Determining the Transpassivation of Niti Wires. In: III COLAOB - Congresso Latino Americano de Órgãos Artificiais e Biomateriais, 2004, Campinas - SP. Programa e Livro de Resumos, 2004. v. único. p. BR188-BR188.

4.
OLIVEIRA, A. G.; GIACOMELLI, F. C. ; GIACOMELLI, C. ; SPINELLI, A. . Comparação da Resistência à Corrosão dos Biomateriais Ni-Ti e Co-Cr-Mo em Ambiente Biológico Simulado. In: XI SBQ SUL, 2003, Pelotas - RS. Livro de Resumos, 2003. v. único. p. FQ-01.

5.
GIACOMELLI, F. C. ; OLIVEIRA, A. G. ; GIACOMELLI, C. ; SPINELLI, A. . Comportamento Eletroquímico e Análise da Dissolução por MEV e EDS do Biomaterial Co-Cr-Mo Utilizado em Implantes Dentários.. In: XI SBQ SUL, 2003, Pelotas - RS. Livros de Resumos, 2003. v. único. p. FQ-03.

6.
ALMEIDA, Carlos Alberto Policiano ; OLIVEIRA, A. G. ; MACHADO, Clodoaldo ; DEBACHER, Nito Ângelo . Estudo da Capacidade de Adsorção do Barro Branco para Corantes.. In: X SBQ Sul, 2002, Joinville - SC. Livro de Resumos, 2002. v. único.

Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, A. G.. Bioluminescência Marinha: princípios e aplicações. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Oliveira, A. G.. On the purification of the NAD(P)H-dependent reductase involved in fungal bioluminescence. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Oliveira, Anderson Garbuglio de. Bioluminescência: Biodiversidade, Mecanismos e Aplicações. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
DE OLIVEIRA, A. G.; Stevani, Cassius V. . Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Oliveira, A. G.; Stevani, Cassius V. . Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
Oliveira, A. G.. Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Demais trabalhos
1.
Oliveira, Anderson G.; Stevani, Cassius V. . Brilho de Fungos têm Mecanismo Unificado. 2012 (Revista FAPESP Pesquisa) .

2.
ROSSIN, G. ; Oliveira, A. G. ; Viviani, V. ; Stevani, Cassius V. . Grupo que Estuda Fungos Luminosos Busca Ampliação de suas Pesquisas. 2011.

3.
DEJARDIN, Dennis ; Oliveira, Anderson G. ; MENDES, Luiz Fernando ; Stevani, Cassius V. . New Glowing Mushrooms Found in Brazil (National Geographic). 2006.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Oliveira, A. G.; Masubum J. C.; stevani, C. V.. Participação em banca de Fernanda de Freitas Ventura. Efeitos das condições de cultivo e desenvolvimento de um bioensaio de toxicidade com o fungo neonothopanus gardneri. 2015. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade de São Paulo.

2.
Oliveira, A. G.; Passador, F. R.; CRISTOVAN, F. H.. Participação em banca de Mayara Camila Duarte de Oliveira. Preparo e caracterização de capacitores eletroquímicos de fibra de carbono e Poli (o-Fenilenodiamina). 2014. Dissertação (Mestrado em Doutorado em Engenharia e Ciência de Materiais) - Universidade Federal de São Paulo.

3.
OLIVEIRA, A. G.; Passador, F. R.; CRISTOVAN, F. H.. Participação em banca de Mariana Silva Recco. Desenvolvimento de nanocompósitos de blendas PA6/ABS compatibilizadas com polímeros funcionalizados.. 2014. Dissertação (Mestrado em Doutorado em Engenharia e Ciência de Materiais) - Universidade Federal de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
OLIVEIRA, A. G.. Participação em banca de Rodrigo Pimenta Carvalho. Purificação, Caracterização e Estudo Mecanístico com Luciferina Fúngica. 2016. Tese (Doutorado em Química) - Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
OLIVEIRA, A. G.; LOURENCO, R. A.; BRAGA, E. S.. Participação em banca de Caio Calisto Gaede Hirakawa.Cálcio dissolvido em sistemas estuários e plataformas adjacentes como indicador de aportes continentais e interferências antrópicas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade de São Paulo.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
19ª Semana Temática da Biologia.Bioluminescência (mini curso). 2016. (Simpósio).

2.
XI Semana Temática da Oceanografia.Métodos de análises de poluentes: mini curso. 2016. (Seminário).

3.
X Semana da Biologia - UFSCar/Sorocaba.Bioluminescência Marinha: princípios e aplicações. 2016. (Simpósio).

4.
X Semana Temática da Oceanografia.Bioluminescência Marinha: fundamentos e aplicações (mini curso). 2015. (Seminário).

5.
16th International Congress on Photobiology. Fungal Bioluminescence. 2014. (Congresso).

6.
XVIII Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence. Study on the periodicity of fungal bioluminescence. 2014. (Congresso).

7.
XVII Symposium on Bioluminescence and Chemiluminescence. On the purification of the NAD(P)H-dependent reductase involved in fungal bioluminescence. 2012. (Congresso).

8.
XXXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Evidências de uma linha evolutiva única na bioluminescência fúngica. 2011. (Congresso).

9.
Simpósio de Biologia Marinha - IBILCE- Unesp.Bioluminescência: Biodiversidade, Mecanismos e Aplicações. 2010. (Simpósio).

10.
1º Encontro de Pós-Graduação do Instituto de Química - USP.Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2009. (Encontro).

11.
XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2009. (Congresso).

12.
I Fórum Regional de Biotecnologia - Tecnologias para o Desenvolvimento Sustentável.Estudo Mecanístico da Bioluminescência de Fungos. 2008. (Simpósio).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Jeremy Darius Mirza. Chaetopterus variopedatus bioluminescence: luciferase purification and ecological roles.. Início: 2015. Tese (Doutorado em BIOLOGIA QUÍMICA) - Universidade Federal de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Bianka Coliado Santana. Bioluminescência em peixes (Myctophidae). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

2.
Filipe Sene Souza Santos. Chaetopterus sp: estudos mecanísticos e bioquímicos de sua bioluminescência. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

3.
Gabriela Verruck de Moraes. Manejo do Chaetopterus sp.: influência de fatores bióticos e abióticos na expectativa de vida e na bioluminescência. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

4.
André Calloni de Souza. Cultivo e bioluminescência de dinoflagelado.. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

5.
Gabriela Amâncio Galeazzo. Bioluminescência em Dosidicus gigas: clonagem e purificação de uma nova fotoproteína. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Helenita Gomes de Oliveira. Bioluminescência de bactérias. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso Técnico em Química) - ETEC Getúlio Vargas. Orientador: Anderson Garbuglio de Oliveira.

Iniciação científica
1.
Beatriz Emanuelle Zacharias Pinto. Estudo da bioluminescência da salpa Thalia democratica. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanografia) - Universidade de São Paulo. Orientador: Anderson Garbuglio de Oliveira.

2.
Paulo Lunardi Gonçalves. Purificação da luciferina do anelídeo marinho Chaetopterus variopedatus. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência e Tecnologia) - Universidade Federal de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Anderson Garbuglio de Oliveira.

Orientações de outra natureza
1.
Lais Santana da Silva. Orientação de outra natureza. 2016. Orientação de outra natureza. (Oceanografia) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas da USP. Orientador: Anderson Garbuglio de Oliveira.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/10/2018 às 9:46:08