Lisi Dámaris Pereira Alvarenga

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6195240881283720
  • Última atualização do currículo em 20/12/2017


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2004), mestrado e doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Federal de Pernambuco (2007) com estágio na Swedish University of Agricultural Sciences na Suécia (estágio PDEE ? CAPES), e atuou como pesquisadora de Desenvolvimento Científico Regional no Centro Acadêmico de Vitória de Santo Antão da Universidade Federal de Pernambuco (2012 - 2014). Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia de Criptógamos, atuando principalmente em ecologia e conservação de populações e biologia reprodutiva de briófitas de áreas tropicais. Atualmente atua com tradução e editoração de textos científicos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Lisi Dámaris Pereira Alvarenga
Nome em citações bibliográficas
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira;ALVARENGA, LISI D. P.;PEREIRAALVARENGA, L;ALVARENGA, L. D. P.


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Biologia Vegetal.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Dinâmica metapopulacional e biologia re produtiva do musgo epífilo Crossomitium patrisiae (brid.) müll. hal. em Floresta Atlântica, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Kátia Cavalcanti Pôrto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Metapopulações; Efeito de resgate; bryophyte flora; Reprodução.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.
2005 - 2007
Mestrado em Biologia Vegetal.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Estrutura espacial e ecologia de Briófitas epífitas e epífilas de remanescentes de Floresta Atlântica Nordestina na Estação Ecológica Murici, Alagoas,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Kátia Cavalcanti Pôrto.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Brioflora; Mata Atlântica; Conservação; Efeito de borda; Gradiente vertical; Metapopulações.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia Vegetal / Especialidade: Taxonomia de Criptógamos.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
2001 - 2004
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Composição, riqueza e diversidade de Briófitas em fragmentos florestais de Mata Atlântica em Pernambuco, Brasil.
Orientador: Kátia Cavalcanti Pôrto.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Ilustrador. (Carga horária: 160h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - PE, SENAC/PE, Brasil.
2010 - 2010
Estágio -PDEE - CAPES.
Swedish University of Agricultural Sciences, SLU, Suécia.


Atuação Profissional



Instituto Nacional de Pesquisas Amazonicas, INPA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora


Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Residente - Treinamento, Enquadramento Funcional: Residente, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador DCR, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2011
Vínculo: Estudante de pós-graduação, Enquadramento Funcional: Estudante de pós-graduação, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: Estudante de graduação, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 0

Atividades

7/2003 - 8/2004
Estágios , Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica.

Estágio realizado
Bolsista de Iniciação Científica (PIBIC).
1/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica.

Atividade de extensão realizada
Monitoria na disciplina BIOLOGIA VEGETAL I ministrada ao curso de Ciências Biológicas/ Ciências Ambientais.
8/2002 - 6/2003
Estágios , Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica.

Estágio realizado
Estagiária de Iniciação Tecnológica Industrial (ITI-1A).
8/2002 - 8/2002
Extensão universitária , Pró Reitoria de Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Monitoria da Atividade Visitando o Jardim durante o evento Vivendo o Campus.


Projetos de pesquisa


2012 - 2014
Histórico de vida de briófitas em áreas de Caatinga e Floresta Atlântica do Estado de Pernambuco
Descrição: O histórico de vida (estratégias de crescimento e reprodução) das espécies de briófitas como os musgos, define sua faixa de ocorrência no habitat e sua flexibilidade diante de adversidades ambientais, como estresses fisiológicos impostos pela abertura e clareiras em áreas florestais. Assim, a efetiva conservação de espécies ameaçadas pelo antropismo, bem como pelas mudanças climáticas, requer a compreensão da dinâmica natural de populações. Contudo, existe um agudo contraste entre o conhecimento desse parâmetro em áreas temperadas e áreas tropicais, as quais abrigam maiores índices de diversidade, sendo Brasil com a Floresta Atlântica e Amazônica o líder no ranking. Em vista disso, o presente projeto se propõe a caracterizar o histórico de vida (variáveis reprodutivas, taxa de crescimento e perfil demográfico de colônias de espécies-chave) de briófitas em áreas com clima contrastante em Pernambuco, Caatinga e Floresta Atlântica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
A importância da integridade do habitat na biologia reprodutiva e no potencial de dispersão de uma metapopulação epífila na Estação Ecológica de Murici, Alagoas.
Descrição: A compreensão da capacidade de manutenção de populações espacialmente descontínuas na paisagem é fundamental para planos de conservação eficientes em ecossistemas fragmentados. A persistência em longo-prazo dessa entidade depende da habilidade de dispersão da espécie. Assim, em este projeto visamos investigar a biologia reprodutiva e o potencial de dispersão do musgo epífilo (colonizador de folhas de outras plantas) Crossomitrium patrisiae (Brid.) Müll. Hal. Foi observado que a espécie depende diretamente da densidade regional de populações para a sustentabilidade da dinâmica metapopulacional. Tal densidade, contudo, atua diretamente nas taxas de ocupação de novos sítios, mas não resgata populações já existentes. O sucesso de reprodução sexuada na espécie, com índices de expressão sexual e taxas de fecundação nunca reportadas em qualquer outra briófita no mundo, permitem uma ocupação profusa e difusa de folhas no sub-bosque. O investimento da espécie em estruturas de propagação assexuada objetiva principalmente aumentar a longevidade das populações locais, repercutindo em última instância nas chances de pareamento sexual e produção de esporófitos. Concluímos que Fatores que afetem a biologia reprodutiva da espécie e consequentemente seu potencial de dispersão local e principalmente ragional são de suma importância para a conservação deste musgo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Coordenador / Kátia Cavalcanti Pôrto - Integrante / Maria Liberal Paes Coelho - Integrante.Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro.
2009 - 2011
Flora da Estação Ecológica de Murici: Conhecendo e Conservando
Descrição: Projeto científico e educacional que objetiva dar continuidade ao conhecimento sobre a flora de remanescentes de Floresta Atlântica do Nordeste brasileiro contribuindo para a sua conservação através de produtos específicos e direcionados. A área de estudo será a Estação Ecológica de Murici, nos municípios de Murici e Messias, Alagoas, prioritária para a conservação e considerada de importância biológica extremamente alta. O objetivo é contribuir para a conservação das espécies agregando ao conhecimento tradicional das comunidades, informações sobre o papel ecológico, a importância biológica, as peculiaridades e as principais ameaças à sobrevivência de plantas e animais serão empregadas. Esta dinâmica estará focada nos parâmetros ecopedagógicos mais atuais e em continuada parceria com os educadores locais. Com base nos resultados obtidos, recomendações e ações também serão propostos adequações as proposta de Plano de Manejo da Unidade de Conservação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Status de Conservação e Demografia de Briófitas em Remanescente de Floresta Atlântica Nordestina (Estação Ecológica Murici, Alagoas)
Descrição: Visando dar continuidade a um estudo de longo prazo na Estação Ecológica Murici (Lat. 9º11'05"-9º16'48"S; Long. 35º45'20"-35º55'12"O), Alagoas, este projeto se propôs a realizar uma caracterização detalhada de aspectos físicos e microclimáticos da área e correlacioná-los com a ecologia de comunidade e populações de briófitas. O trabalho foi desenvolvido no maior fragmento da Unidade de Conservação. Inicialmente, serão caracterizados os microclimas do fragmento a partir de índices de vegetação, altimetria, declividade e escoamento superficial através de imagens de satélites e fotografias hemisféricas. Foram selecionados sítios para coleta onde foram coletadas epífitas, epífilas e epíxilas e mensuradas as amostras quanto a abundância. Guildas quanto à tolerância à luz foram utilizadas como parâmetros adicionais nas análises ecológicas. Tendo em vista que as briófitas, particularmente epífilas, ocorrem em populações facilmente replicaveis e de rápida dinâmica populacional, teorias metapopulacionais foram testadas. São elas as teorias do "efeito de resgate" e da "chuva de propágulos", que pregam a existência de uma relação inversa entre a densidade local de uma espécie e a probabilidade da sua extinção local e que as taxas de imigração são independentes da densidade regional de populações, respectivamente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Kátia Cavalcanti Pôrto - Coordenador / Mércia Patrícia Pereira Silva - Integrante / Caroline Reis de Alcântara - Integrante / Heverton Alves da Silva - Integrante / Charles Eugene Zartman - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Dinâmica metapopulacional de epífilas briófitas na região do alto rio negro
Descrição: Um desafio central em ecologia vegetal na Amazônia é entender como a alta diversidade de plantas está organizada nas escalas locais e regionais, e quais são os fatores demográficos que influenciam tais padrões. O uso de criptógamas como sistema modelo para tratar assuntos relacionados com dinâmicas de populações é justificado pelas características úteis deste grupo devido à sua facilidade de transplantar, especifidade de substratos e rapidez das gerações. O presente projeto visou testar a teoría ?efeito de resgate? que sugere que existe uma relação inversa entre a densidade local de uma espécie e a probabilidade da sua extinção local. Os resultados de tais experimentos têm uma aplicabilidade para a conservação e manejo de vários outros grupos de plantas Amazônicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
Dinâmica metapopulacional e biologia re produtiva do musgo epífilo Crossomitium patrisiae (brid.) müll. hal. em Floresta Atlântica
Descrição: Briófitas são apropriadas para estudos demográficos em virtude de serem extremamente dependentes de microclima, apresentarem taxas reprodutivas e de crescimentos elevadas, isto é, dinâmica populacional acelerada. Estas propriedades aliadas ao pequeno porte das mesmas as tornam um grupo-chave em estudos de escopo conservacionista, pois tal caráter sensível e dinâmico dos processos populacionais permite acessar respostas às variações ambientais em escalas espaciais e temporais relativamente menores àquelas das plantas superiores e mesmo das demais briófitas. O presente projeto se propôs a investigar as causas (implicitamente reprodutivas e demográficas) da raridade local de briófitas epifilas e epífitas da Floresta Atlântica Nordestina. O estudo incluiu experimentos demográficos procedidos no interior de um remanescente e um inventário exaustivo ao longo de toda a extensão do mesmo, além de levantamento bibliográfico e estudo de material de herbários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2007 - 2009
Monitoramento de aspectos ecológicos e demográficos de briófitas em sítios prioritários para conservação de Floresta Atlântica
Descrição: Estudos utilizando o potencial bioindicador das briófitas vêm sendo realizados em fragmentos florestais da Estação Ecológica de Murici (Lat. 9º11'05" - 9º16'48"S; Long. 35º45'20" - 35º55'12"O), Alagoas. Os resultados têm evidenciado que o efeito de borda não é monotônico e se estende além dos primeiros 100m da margem. Tem se observado também que o empobrecimento das comunidades briofíticas se expressa de modo mais acentuado sobre grupos ecológicos de maior sensibilidade, como as epífitas de sombra e as epífilas (colonizadoras de folhas). Visando dar continuidade aos estudos e aprofundar o conhecimento, este projeto teve por objetivo testar duas hipóteses, uma relativa ao efeito de borda e a segunda, relativa à dinâmica metapopulacional de epífilas face às alterações demográficas. O trabalho foi desenvolvido no maior fragmento (2.714,00 ha e largura máxima ca. 2.000m) da Estação Ecológica de Murici. Para testar o efeito de borda, foram utilizados mapas digitalizados para seleção de faixas concêntricas de 200m de largura da margem ao núcleo do fragmento nas quais 10 pontos foram exlorados para coleta. Fotografias hemisféricas foram tomadas no ponto central de cada parcela para determinação do grau de cobertura do dossel. para testar os efeitos das alterações demográficas (conseqüência fatídica da fragmentação e perda de habitat) foram feitos experimentos onde a densidade demográfica em espécies-chave foi manipulada em parcelas permanentes localizadas no centro do fragmento. Medidas repetidas do grau de cobertura e dos sítios colonizados fornecerão as taxas de crescimento, colonização e extinção. Também será acompanhada a fenologia dessas espécies. Com estes dados foi testada a sincronia dos eventos reprodutivos e fenofases e foi determinado o tamanho metapopulacional mínimo para manutenção da dinâmica metapopulacional viável em longo prazo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Kátia Cavalcanti Pôrto - Coordenador / Mércia Patrícia Pereira Silva - Integrante / Sarah Oliveira da Costa - Integrante / Caroline Reis de Alcântara - Integrante.Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Briófitas como indicadoras do estado de conservação de remanescentes de Floresta Atlântica (Estação Ecológica de Murici, Alagoas, Brasil)
Descrição: O potencial bioindicador das Briófitas foi utilizado na proposta de um modelo de avaliação do grau de perturbação antrópica em fragmentos de Floresta Atlântica Nordestina em Alagoas. Foram selecionados 10 fragmentos florestais de tamanho, forma e estrutura vegetacional variáveis. Em cada fragmento, ao longo de transectos de 100m no sentido borda-núcleo foram amostradas briófitas epífilas, epífitas e epíxilas no sub-bosque. Não foi comprovado efeito de borda para nenhuma comunidade. Porém, houve alteração na distribuição espacial de briófitas epifilas em escala de paisagem e dentro dos sítios, além do empobrecimento na distribuição de grupos ecológicos ao longo do gradiente vertical em fragmentos pequenos. As briófitas se mostraram eficazes bioindicadoras ecológicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Kátia Cavalcanti Pôrto - Coordenador / Mércia Patrícia Pereira Silva - Integrante / Juliana Rosa do Pará Marques de Oliveira - Integrante.Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Estrutura espacial e ecologia de Briófitas epífitas e epífilas de remanescentes de Floresta Atlântica Nordestina na Estação Ecológica Murici, Alagoas
Descrição: Padrões de riqueza e distribuição de espécies de briófitas em uma paisagem fragmentada no Brasil (Estação Ecológica Murici - 9º11'05"-9º16'48"S; 35º45'20"- 35º55'12"O) foram investigados para acessar o efeito da perda de habitat sobre o grupo. Coletas e um senso do grau de ocupação (freqüência e abundância) foram feitas no sub-bosque dos primeiros 100 metros de borda de dez fragmentos. Foram observadas tendências decrescentes de abundância local e regional coma perda de habitat e isso foi possivelmente a atrelado à reduzida expressão sexual e assexual nas populações, dentre outros resultados. O estudo representou acresce suporte empírico de que em grupos que exibem estrutura metapopulacional os efeitos da fragmentação são negativos e longo-temporais. Ademais, neste estudo, a distribuição vertical de riqueza, abundância e composição de briófitas epífitas foi estudada em nove dos fragmentos com o objetivo de comparar tanto a variação horizontal (entre sítios) como a vertical (entre alturas de forófitos) Remanescentes conservados provaram ser muito mais ricos, com diversidade em mais estratos florestais e com marcada presença de espécies mesófilas. Ficou evidente que remanescentes florestais capazes de abrigar floras epífitas ricas até o dossel possuem mais de 300 ha, o que está longe de ser um tamanho comum na Floresta Atlântica brasileira e, portanto, reforça a necessidade de conservação dos poucos que ainda alcançam tais marcas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2004 - 2005
Residência em Estudos Amazônicos/ 1ª chamada - Área de Taxonomia, Ecologia e Fitogeografia de Briófitas (musgos e hepáticas) da Amazônia, coordenada pela Dra Regina Lobato (Docente e pesquisadore do MPEG)
Descrição: O programa de Residência em Estudos Amazônicos teve por objetivo incentivar a formação de profissionais em estudos de florestas tropicais. Para este fim, o programa forneceu um estágio intensivo de três meses envolvendo atividades de campo e laboratório na estação Científica Ferreira Penna (ECFPn), localizada na Floresta Nacional de caxiuanã, município de Melgaço - Pará (Amazônia Central) e no Núcleo de Pesquisa do MPEG, em Belém - Pará. O treinamento envolveu o aprimoramento de metodologias de pesquisa em florestas tropicais úmidas, incluindo coleta, tratamento do material coletado, identificação de espécimes para coleções científicas, tratamento de dados e elaboração de relatórios. A primeira chamada do programa de Residência enfocou o grupo vegetal denominado Briófitas e foi coordenada pela Dra. Regina Célia Tavares Lobato, pesquisadora e docente do Departamento de Botânica do MPEG. Para tal foi estabelecido como objetivo geral estudar a ecologia, taxonomia e fitogeografia de Briófitas (musgos e hepáticas) da Amazônia a partir de um breve levantamento florístico na ECFPn e pesquisa bibliográfica complementar. Foram coletadas ao todo 423 amostras de briófitas epífitas, epífilas, epíxilas, terrícolas e ocorrentes sobre concreto e cupinzeiro, sendo registradas 1081 ocorrências de 121 espécies (80 hepáticas/ 41 musgos), das quais 9 hepáticas foram novas referências para o Pará..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Ana Claudia Tavares - Integrante / Regina Célia Tavares Lobato - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1
2003 - 2004
Composição, riqueza e abundância de Briófitas da Reserva Ecológica de Gurjaú e da Reserva Particular de Patrimônio Natural - RPPN Frei Caneca, Pertencentes ao Centro de Endemismo Pernambuco
Descrição: O projeto objetivou conhecer a brioflora de fragmentos florestais da Reserva Ecológica de Gurjaú e da RPPN Frei Caneca; Determinar a riqueza e a diversidade de espécies das duas áreas; estabelecer correlação entre a diversidade de espécies e o tamanho de cada fragmento; reconhecer táxons endêmicos, raros e ameaçados de extinção e Indicar áreas prioritárias para conservação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Kátia Cavalnati Pôrto - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Pernambuco - Cooperação / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2002 - 2003
Composição, riqueza e diversidade de Briófitas do Centro de Endemismo Pernambuco
Descrição: Visando aprofundar o conhecimento sobre as briófitas em Florestas Tropicais, a pesquisa objetivou conhecer a brioflora de três reservas florestas da Floresta Atlântica ao Norte do rio São Francisco, para determinar a riqueza e a diversidade de espécies e a abundância de populações de briófitas epífitas contribuir para a elaboração de um checklist de espécies das áreas do Centro de Endemismo Pernambuco..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Lisi Dámaris Pereira Alvarenga - Integrante / Kátia Cavalcanti Pôrto - Coordenador / Gustavo Henrique dos Santos - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade Federal de Pernambuco - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Tradução de textos científicos.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Botânica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Ecologia de Populações.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2006
Beca ALB por mérito para participação no IX Congresso Latinoamericano de Botânica 2006, Asociación Latinoamericana de Botanica.
2004
Prêmio Verde - Melhor trabalho científico desenvolvido em nível de graduação, Sociedade Botânica do Brasil.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALVARENGA, L. D. P.2016ALVARENGA, L. D. P.; PORTO, K. C. ; COELHO, M. L. P. ; ZARTMAN, C. E. . How does reproductive strategy influence demography? A case study in the tropical, unisexual epiphyllous moss Crossomitrium patrisiae. AMERICAN JOURNAL OF BOTANY, v. 103, p. 1921-1927, 2016.

2.
ALVARENGA, LISI D. P.2013 ALVARENGA, LISI D. P.; PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; ZARTMAN, C. E. . Sex ratio, spatial segregation, and fertilization rates of the epiphyllous moss Crossomitrium patrisiae (Brid.) Müll.Hal. in the Brazilian Atlantic rainforest. Journal of Bryology, v. 35, p. 88-95, 2013.

3.
ZARTMAN, CHARLES E.2012ZARTMAN, CHARLES E. ; NASCIMENTO, HENRIQUE E. M. ; CANGANI, KATIA G. ; ALVARENGA, LISI D. P. ; SNÄLL, TORD . Fine-scale changes in connectivity affect the metapopulation dynamics of a bryophyte confined to ephemeral patches. Journal of Ecology (Print), v. 100, p. no-no, 2012.

4.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2010ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; Oliveira, Juliana Rosa do Pará Marques . Habitat loss effects on spatial distribution of non-vascular epiphytes in a Brazilian Atlantic forest. Biodiversity and Conservation, v. 19, p. 619-635, 2010.

5.
Alvarenga, Lisi D. P.2009Alvarenga, Lisi D. P. ; Pôrto, Kátia C. ; Silva, Mércia P.P. ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira . Relations Between Regional-Local Habitat Loss and Metapopulation Properties of Epiphyllous Bryophytes in the Brazilian Atlantic Forest. Biotropica (Lawrence, KS), v. 41, p. 682-691, 2009.

6.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2009ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; LISBOA, Regina Célia Lobato . Contribuição para o conhecimento da taxonomia, ecologia e fitogeografia de Briófitas da Amazônia Oriental. Acta Amazonica (Impresso), v. 39, p. 495-504, 2009.

7.
ILKIU-BORGES, A. L.2008 ILKIU-BORGES, A. L. ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira . On Ceratolejeunea atlantica, a new species of Lejeuneaceae (Jungermanniopsida) from Brazil. Nova Hedwigia, v. 86, p. 237-241, 2008.

8.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2008ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; SILVA, Mércia Patrícia Pereira ; COSTA, S. O. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Liverworts of Alagoas State, Brazil. Acta Botanica Brasílica (Impresso), v. 22, p. 878-890, 2008.

9.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2007ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Patch size and isolation effects on epiphytic and epiphyllous bryophytes in the fragmented Brazilian Atlantic forest. Biological Conservation, v. 134, p. 415-427, 2007.

10.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2007ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; SILVA, Mércia Patrícia Pereira ; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Novas ocorrências de Briófitas para Pernambuco, Brasil.. Acta Botanica Brasílica (Impresso), v. 21, p. 349-360, 2007.

11.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira2007ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; LISBOA, Regina Célia Lobato ; TAVARES, Ana Claudia Caldeira . Novas referências de hepáticas (Marchantiophyta) da Floresta Nacional de Caxiuanã para o Estado do Pará, Brasil. Acta Botanica Brasílica (Impresso), v. 21, p. 649-656, 2007.

12.
OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de2006OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Briófitas da Estação Ecológica de Águas Emendadas, Distrito Federal - material coletado por Daniel Vital. Boletim do Instituto de Botânica (São Paulo), São Paulo, v. 18, p. 181-195, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira ; SANTOS, Gustavo Henrique dos . Briófitas. In: Kátia Cavalcanti Pôrto; Marcello Tabarelli; Jarcilene S. Almeida-Cortez. (Org.). Diversidade biológica e conservação da Floresta Atlântica ao Norte do Rio são Francisco. 1ed.Brasilia -DF: Ministério do Meio Ambiente, 2005, v. 1, p. 123-146.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; SILVA, Mécia Patrícia Pereira da ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Brioflora de Floresta Atlántica en una Unidad de Conservación en el Nordeste de Brazil. In: IX Congreso Latinoamericano de Botanica, 2006, Santo Domingo. Livro de Resúmenes del IX Congreso Latinoamericano de Botanica. Santo Domingo: Sociedad Latinoamericana de Botanica, 2006.

2.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Fertilidade e tipos de reprodução de Briófitas epífilas em uma área de Mata Atlântica: implicações conservacionistas. In: 57º Congresso Nacional de Botânica, 2006, Gramado. Anais do 57º CNB, 2006.

3.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Efeito da fragmentação do habitat sobre a riqueza, diversidade e abundância de Briófitas epífitas e epífilas em Mata Atlântica. In: 55º Congresso Nacional de Botânica, 2004, Viçosa, 2004.

4.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Diversidade de Briófitas Epífitas e Epífilas em duas Unidades de Conservação de Floresta atlântica em Pernambuco. In: VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003, Fortaleza. Anais do VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; ZARTMAN, C. E. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Efeito de resgate: um ensaio com Crossomitrium patrisiae brid. (Bryophyta) na Estação Ecológica Murici, Alagoas. In: 60º Congresso Nacional de Botânica, 2009, Feira de Santana. Anais do 60º Congresso Nacional de Botânica, 2009.

2.
ZARTMAN, C. E. ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; SILVA, Mércia Patrícia Pereira ; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira . A influência da zona e do forófito na distribuicao vertical de espécies de briófitas epífitas em remanescentes de Floresta Atlântica nordestina. In: 60º Congresso Nacional de Botânica, 2009, Feira de Santana. Anais do 60º Congresso Nacional de Botânica, 2009.

3.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Distribuição de briófitas epífitas nos estratos florestais de uma Unidade de Conservação de Floresta Atlântica nordestina. In: 59º Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal. CD-room de divulgação dos resumos do 59º Congresso Nacional de Botânica, 2008.

4.
PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira ; ALCANTARA, C. R. ; SILVA, Mércia Patrícia Pereira ; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marque de . Sistema reprodutivos e frequência de reprodução sexuada em espécies de briófitas de Floresta Atlântica nordestina. In: 58º Congresso Nacional de Botânica, 2007, São Paulo. Anais do 58º CNB, 2007.

5.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Impactos da perda de habitat sobre a estrutura espacial de epífitas: uma inferência a partir do gradiente vertical de briófitas em Floresta Atlântica brasileira. In: 58º Congresso Nacional de Botânica, 2007, São Paulo. Anais do 58º CNB, 2007.

6.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marque de ; SILVA, Mércia Patrícia Pereira da ; PÔRTO, Kática Cavalcanti . Briófitas epífilas de sub-bosque da Estação Ecológica Murici, Alagoas: contribuição para o conhecimento e a preservação da Brioflora de Mata Atlântica nordestina. In: XXIX Reunião Nordestina de Botânica, 2006, Mossoró. CD Room de resumos da XXIX Reunião Nordestina de Botânica, 2006.

7.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; LISBOA, Regina Célia Lobato . Contribuição para o conhecimento da Brioflora da Amazônia pelo Programa de Residência em Estudos Amazônicos. In: 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, 2005.

8.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; COSTA, Janaína Barbosa P ; COSTA, Ursula Andres S da ; SIMABUKURO, Eliana Akie ; CORTEZ, Jarcilene Almeida S . Estrutura etária e distribuição de uma população de Balizia pdicelaris (Dc.) Barneby & Grimes: Estudo de Caso em um fragmento de Floresta Atlântica nordestina. In: 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, 2005.

9.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; SILVA, Mércia Patrícia Pereira ; OLIVEIRA, Juliana Rosa Do Pará Marques de ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Novos registros de Briófitas para o Estado de Pernambuco, Brasil. In: 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba, 2005.

10.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Briófitas Epífitas e Epífilas de duas áreas de Floresta Atlântica de Pernambuco. In: XI Congresso de Iniciação Científica (CONIC) da UFPE, 2004, Recife, 2004.

11.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti ; LIRA, Felipe . Monitoria em Biologia Vegetal I. In: IV Congresso de Graduação da UFPE - CONGRAD, 2004, Recife, 2004.

12.
CAMPELO, Maria Jaciane de Almeida ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira ; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Diversidade e abundância de Briófitas epífilas em gradiente vertical de um remanescente de Floresta Atlântica montana, Pernambuco, Brasil. In: 55º Congresso Nacional de Botânica, 2004, Viçosa, 2004.

13.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti . Análise comparativa da composição, riqueza e diversidade das briofloras epífilas de duas áreas de Floresta Atlântica em Pernambuco, Brasil. In: XVII Reunião Nordestina de Botânica, 2004, Petrolina, 2004.

Artigos aceitos para publicação
1.
SANTOS, W.L ; ALVARENGA, L. D. P. ; PÔRTO, K. C. . Can sexual segregation determine reproductive investment? A study comparing the sexual reproductive investment in two sexual systems in tropical Fissidens species. CRYPTOGAMIE BRYOLOGIE, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira. Dimorfismo sexual e custo reprodutivo pré e pós-zigótico no musgo epífilo tropical Crossomitrium patrisiae (Brid.) Mull. Hal. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira. Potencial boindicador das briófitas no cenário de mudanças climáticas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Demais tipos de produção técnica
1.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, K. C. . BV 920 Tópicos avançados em Biologia Vegetal III: 'Biologia reprodutiva de Briófitas?. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ALVARENGA, LISI D. P.. Conhecendo melhor algas e briófitas, os discretos componentes do mundo verde. 2012. (Palestra).

3.
ALVARENGA, LISI D. P.. Significância ecológica das briófitas. 2012. (Palestra).

4.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira. Briófitas: porque estudá-las? Um panorama da briologia no Brasil e no mundo. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PÔRTO, Kática Cavalcanti; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; SILVA, Mécia Patrícia Pereira da. Participação em banca de Joan Bruno Silva. No limite do isolamento: briófitas em ilhas de solo de afloramentos rochosos. 2014. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
ALMEIDA, W. R.; PÔRTO, Kátia Cavalcanti; ALVARENGA, LISI D. P.. Participação em banca de Renata Silva Farias. Distribuição dos gêneros Calymperes e Syrrhopodon (Calymperaceae, Bryophyta) em Floresta Atllântica Nordestina (Rio Grande do Norte a Sergipe): Fatores ambientais e histórico de vida. 2013. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

3.
PÔRTO, Kátia Cavalcanti; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; SILVA, A. S. M.. Participação em banca de Tatiany Oliveira da SIlva. Riqueza e diversidade de briófitas em afloramentos rochosos do Estado de Pernambuco, Nordeste do Brasil. 2013. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Qualificações de Doutorado
1.
PÔRTO, K. C.; SFAIR, J. C.; ALVARENGA, L. D. P.. Participação em banca de Joan Bruno Silva. Gradientes ambientais e diversidade particionada: abordagem multi-escala em busca da conservação da vegetação vascular e avascular na Caatinga. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
ALBUQUERQUER, U. P.; ALVARENGA, L. D. P.; Silva, Mércia P.P.. Participação em banca de Luciana Carvalho dos Reis. Briófitas em florestas naturais e em cabrucas no sul da Bahia, Brasil. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

3.
SANTOS, N. D.; SANTOS, A. M. M.; PORTO, K. C.; ALVARENGA, LISI D. P.. Participação em banca de Mércia Patrícia Pereira da Silva. Padrões de distribuição de briófitas na Floresta Atlântica do Nordeste do Brasil: relações ambientais, biogeográficas e conservação. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PÔRTO, Kátia Cavalcanti; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; SILVA, Mécia Patrícia Pereira da. Participação em banca de Isadora Campos Cavalcanti e Silva.Biologia reprodutiva de espécies de musgos acrocárpicos (Bryophyta) em afloramentos rochosos do Estado de Pernambuco, Brasil. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; PÔRTO, Kátia Cavalcanti; Santiago, A.. Participação em banca de Sarah Oliveira da Costa.Análise comparativa das briofloras de remanescentes de Floresta Atlantica dos Estados de Alagoas e Pernambuco: zonação altitudinal e biogeografia. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas - Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Pernambuco.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
64° Congresso Nacional de Botânica.Adições ao conhecimento do histórico de vida de briófitas epífilas. 2013. (Simpósio).

2.
60° Congresso Nacional de Botânica. 2009. (Congresso).

3.
59º Congresso Nacional de Botânica.. 2008. (Congresso).

4.
13° Encontro Estadual de Botânicos. 2006. (Encontro).

5.
57° Congresso Nacional de Botânica. 57º Congresso Nacional de Botânica. 2006. (Congresso).

6.
5º Encontro Estadual de Herbários.5º Encontro Estadual de Herbários. 2006. (Encontro).

7.
IX Congreso Latinoamericano de Botanica. 2006. (Congresso).

8.
56º Congresso Nacional de Botânica. 56º Congresso Nacional de Botânica. 2005. (Congresso).

9.
26º Encontro regional de Botânicos de MG, BA e ES.26º Encontro regional de Botânicos de MG, BA e ES. 2004. (Encontro).

10.
55º Congresso Nacional de Botânica. 55º Congresso Nacional de Botânica. 2004. (Congresso).

11.
Congresso de Graduação - CONGRAD - UFPE. Congresso de Graduação - CONGRAD - UFPE. 2004. (Congresso).

12.
Reunião Regional da SBPC - PE.Reunião Regional da SBPC - PE. 2004. (Encontro).

13.
XI Congresso de Iniciação Científica da UFPE. IV Congresso de Iniciação Científica e IV Congresso de Ensino, Pesquisa e extensão da UFPE. 2004. (Congresso).

14.
XXVII Reunião Nordestina de Botânica.XXVII Reunião Nordestina de Botânica. 2004. (Encontro).

15.
VI Congresso de Ecologia do Brasil. VI Congresso de Ecologia do Brasil. 2003. (Congresso).

16.
Quinta Jornada de Iniciação Científica: Cinquentenário do CNPq. Jornada de Iniciação Científica. 2001. (Congresso).

17.
Semana do Meio Ambiente.Semana do Meio Ambiente promovida pelo Centro de Ciências Biológicas em conjunto com o Diretório Acadêmico de Ciências Biológicas. 2001. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira. Workshop sobre biologia reprodutiva de briófitas. 2013. (Outro).

2.
ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira; BISANG, I. ; HEDENAS, L. ; SILVA, A. S. M. . Mesa redonda "Biologia reprodutiva de brióiftas". 2013. (Outro).

3.
Tabarelli, M. ; Harand, A.P. ; Machado, I.C.S. ; ALVARENGA, Lisi Dámaris Pereira . Abertura do ano letivo de 2008 - retrospectiva do PPGBV - conceito 5. 2008. (Exposição).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Wagner Luiz dos Santos. Dimorfismo sexual e esforço reprodutivo em Fissidens curvatus Hornsch. (Fissidentaceae, Bryophyta). Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco. (Coorientador).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 12:21:59