Letusa Albrecht

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5145421957788693
  • Última atualização do currículo em 15/01/2019


Possui graduação em Ciencias Biologicas pela Universidade do Vale do Itajaí (2002) e doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro) pela Universidade de São Paulo (2008). Tem experiência na área de Parasitologia, Imunologia e Biologia Molecular com ênfase em Protozoologia. Investiga o processo de formação de rosetas em malaria, com foco em Plasmodium vivax.Atua principalmente nos seguintes temas: malária, variação antigênica candidatos vacinais, mapeamento de epitopos, e rosetas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Letusa Albrecht
Nome em citações bibliográficas
ALBRECHT, L.;Albrecht, Letusa

Endereço


Endereço Profissional
Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.
Rua Professor Algacyr Munhoz Mader, 3775
Cidade Industrial
81350010 - Curitiba, PR - Brasil
Telefone: (041) 33163232


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2008
Doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro)pgbmp@icb.usp.br.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Analise do repertório de genes variantes de Plasmodium falciparum da Amazônia e identificação de genes variantes relacionados ao fenótipo de citoaderência a ICAM1 de isolados de Rondônia, Ano de obtenção: 2008.
Orientador: Gerhard Wunderlich.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: antigenic variation; Plasmodium falciparum.
1998 - 2002
Graduação em Ciencias Biologicas.
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
Título: Ácidos Graxos do Óleo de Fígado de Tubarões e os Efeitos de sua Utilização em Dieta Experimental de Camundongos.
Orientador: Francisco Carlos Deschamps.
Bolsista do(a): UNIVALI, PROBIC, Brasil.


Pós-doutorado


2011
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos.
2008 - 2011
Pós-Doutorado.
Karolinska Institute, KI, Suécia.
Bolsista do(a): Smittskyddsinstitutet, SMI, Suécia.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.


Atuação Profissional



Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, ICC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Atividades

2015 - Atual
Ensino, Biociências e Biotecnologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Vacinologia
Prática em Docência I
Prática em Docência II

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador colaborador


Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado, FMT-HVD, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador


Karolinska Institutet, KI, Suécia.
Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pos -doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.


Escola de Educação Básica Feliciano Pires, EEBFP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de Biologia, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Proteínas VIR: o papel antigênico e patogênico na malária vivax
Descrição: A malária é uma das principais parasitoses humanas, atingindo cerca de 500 milhões de casos anuais. A doença é transmitida através da picada do mosquito anofelino infectado com parasitas do gênero Plasmodium e chega a matar um milhão de pessoas anualmente. No Brasil, a grande maioria dos casos maláricos é dado pela infecção por Plasmodium vivax. As infecções por este parasita tem impacto significativo sobre a produtividade das populações atingidas, à medida que o curso da infecção é geralmente prolongado e o desenvolvimento de imunidade adquirida em área endêmica leva vários anos. Com o aumento do número de casos graves de malária vivax uma preocupação crescente com métodos alternativos de controle vem surgindo. Um dos fenômenos adesivos melhores associados a patogênese na malária falciparum é a adesão do eritrócito parasitado a eritrócitos não infectados, formando assim uma roseta. Na malária causada por Plasmodium falciparum este fenótipo citoadesivo é frequentemente associado a gravidade da infecção. Ainda, a presença de anticorpos naturalmente adquiridos contra proteínas que medeiam esta interação confere proteção à gravidade da doença, sendo estas proteínas candidatos vacinais contra formas graves da malária falciparum. No entanto, na malária vivax pouco é sabido sobre este fenômeno. Recentemente, foi demonstrado que o P. vivax adere ao receptor Glicoforina C, presente no eritrócito. No entanto, o ligante parasitário nesta interação ainda é desconhecido. Existem evidências de que possivelmente esta interação seria mediada por proteínas VIR, as quais são proteínas polimórficas codificadas pela família multigênica dos genes vir. O projeto aqui apresentado visa elucidar a diversidade dos genes vir preditos adesivos em isolados brasileiros e o seu papel na formação de rosetas em P. vivax. Proteínas VIR preditas adesivas serão expressas em sistema de expressão heteróloga e avaliadas para a sua capacidade de adesão à hemácias não infectadas. A resposta imunológica a estes antígenos será avaliada, bem como a sua relação com a formação de rosetas. Além disso, este projeto propõem o desenvolvimento de um modelo de malária murina para o estudo da patogênese de proteínas citoadesivas de P. vivax. O entendimento da patogênese do parasita poderá auxiliar no desenvolvimento de novas estratégias de controle deste, como, por exemplo, o descobrimento de novos candidatos vacinais e terapêuticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Letusa Albrecht - Coordenador.
2016 - Atual
The role of Plasminogen Activator Inhibitor-1 during Experimental Cerebral Malaria
Descrição: Cerebral malaria (CM) is the most severe neurological complication of falciparum malaria. CM kills about 500 thousand people every year. More than just killing, cerebral malaria leaves markers of its infection and 25% of those survivors have some neuronal sequel for long-term periods, even after parasite elimination. CM is caused by P. falciparum parasites, which can adhere to brain endothelial cells and disrupt the blood brain barrier. Moreover, CM leads to hemostatic disorder and activate the immune system resulting in neuroinflammation. The mechanisms of CM pathogenesis have not been fully elucidated, and there is no consensus on the main triggering factor. It is believed that three components are key to the development of this syndrome: parasite adhesion, endothelial dysfunction and inflammation. Clinically, CM is defined as a spread encephalophaty characterized by seizures and loss of consciousness. Several parameters are altered during CM, including levels of plasminogen activator inhibitor 1 (PAI-1) that were elevated in children from Zambia with CM. Taking that on consideration, we postulated that a PAI-1 inhibitor could prevent cerebral malaria. In this study we will evaluate the effect of an orally efficacious chemical inhibitor of PAI-1, tiplaxtinin, in the inhibition of experimental cerebral malaria (ECM) model induced by the rodent-infecting P. berghei ANKA parasites. We will evaluate the pathophysiology of tixplatinin treated ECM, including cognitive impairment, vascular disfunction and finally, death. Therefore, this project has the potential to identify a novel candidate target and therapy to treat this lethal syndrome..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Letusa Albrecht - Coordenador / Gerhard Wunderlich - Integrante / Fabio Costa - Integrante / Rogerio Amino - Integrante.
Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Cooperação.
2013 - Atual
AMA1 ? Diversidade genética e a sua implicação na patogênese de Plasmodium vivax
Descrição: A cada ano o parasita da malária Plasmodium vivax infecta 70-80 milhões de pessoas no mundo inteiro. No Brasil, P. vivax é responsável por 83,6% dos casos de malária, sendo considerada como a espécie mais frequente de plasmódio no país. Ao contrário do Plasmodium falciparum, as infecções causadas por P. vivax são raramente letais. No entanto, P. vivax tem um impacto significativo sobre a produtividade das populações locais, à medida que o curso da infecção é geralmente prolongado e o desenvolvimento de imunidade adquirida em áreas endêmicas leva vários anos. O recente surgimento de cepas resistentes às drogas complica ainda mais a infecção por P. vivax o que leva à intensificação de investigações sobre métodos de controle alternativo, como o desenvolvimento de vacinas. Um dos mais importantes candidatos vacinais em malária vivax é o antígeno da membrana apical 1 ? AMA1. AMA1 é uma proteína que está envolvida na invasão dos parasitas do filo Apicomplexa nas células do hospedeiro, participando da formação da junção de movimento. Esta proteína contém quatro regiões, sendo elas, pro-sequência, um ectodomínio rico em cisteína, um domínio transmembrana e uma região citoplasmática. No ectodomínio, as pontes dissulfeto, formadas pelos resíduos de cisteína, permitem sua separação em três domínios, denominados I, II e III. A maior taxa de mutações e de diversidade genética têm sido mostrados no domínio I, contudo, o domínio II apresenta um elevado grau de conservação das sequências de aminoácidos e é particularmente a região mais imunogênica tanto de Plasmodium falciparum quanto de Plasmodium vivax. Como esta diversidade genética pode comprometer a eficácia de uma vacina que inclua este antígeno, um dos objetivos deste projeto é caracterizar o padrão de diversidade da proteína AMA1 de P. vivax de isolados brasileiros. Além disso, no projeto aqui proposto, pretende-se avaliar o papel de AMA1 na patogênese do parasita. Dados recentes do nosso laboratório mostram que a porcentagem de rosetas encontradas no sangue periférico é correlacionado com a quantidade de anticorpos naturalmente adquiridos contra AMA1, indicando uma possível associação com a patogênese causada por Plasmodium vivax..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letusa Albrecht - Coordenador / Fabio Trindade Costa - Integrante / LACERDA, MARCUS V.G. - Integrante.
2013 - Atual
Plasmodium vivax: Patogênese e Infectividade
Descrição: Descrição: Plasmodium vivax é responsável por mais de 80 milhões de casos por ano no mundo, apresentando forte impacto social fora do continente africano principalmente na Ásia e nas Américas. O Brasil responde por 50-60% do total de casos de malária notificados nas Américas, sendo 85% dessas infecções causadas por P. vivax e com transmissão restrita quase exclusivamente à região Amazônica (99,8%). Achados anátomo-patológicos semelhantes ao que são observados nos casos de P. falciparum, foram recentemente constatados em infecções por P. vivax as quais podem também evoluir para formas graves da doença. Essas observações desafiam a visão pré-estabelecida de que P. vivax é um parasita "benigno". No entanto, a realização de ensaios funcionais para o estudo da patogênese e infectividade de P. vivax permanecem restritos a centros hospitalares de referência regional em áreas endêmicas. Este fato se deve, principalmente, a impossibilidade de sistema de cultivo de longa duração in vitro que seja confiável e reprodutível. Sendo assim, em parceria com centros hospitalares de referência em áreas endêmicas para malária, fomos capazes de desenvolver ensaio de invasão ex vivo, e mostramos que eritrócitos infectados de P. vivax (Ei-Pv) coletados de pacientes infectados são capazes de aderir ex vivo ao endotélio pulmonar, cerebral e na placenta. Esses achados sugerem a participação desta capacidade adesiva nos processos patológicos de P. vivax nesses órgãos. Baseado na capacidade de campo instalada e no conhecimento já adquirido pretendemos; (i) ampliar a compreensão dos mecanismos de patogênese relacionados à citoadesão e à formação de rosetas de Ei-Pv (ensaios funcionais) e identificar os potenciais ligante(s) parasitários envolvidos (por meio de análises moleculares e geração de anticorpos monoclonais); (ii) determinar o impacto de infecções vivax em gestantes e as consequências no tecido placentário (via análises histopatológicas); e (iii) verificar o potencial vacinal de antígenos de P. vivax, bem como os mecanismos relacionados à infecção de eritrócitos/reticulócitos humanos por este parasita por meio de ensaios de invasão e mapeamento de epítopos. Por último, utilizando modelo de infecção experimental na gravidez em camundongos, (iv) avaliaremos a resposta imune inata e poderemos identificar os ligantes parasitários envolvidos no processo adesivo à placenta..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letusa Albrecht - Integrante / ATAÍDE, RICARDO - Integrante / MARINHO, CLAUDIO R.F. - Integrante / BASTOS, M. F. - Integrante / LACERDA, MARCUS V - Integrante / LEITE, JULIANA A - Integrante / LOPES, STEFANIE C. P. - Integrante / KAYANO, ANA CAROLINA A. V. - Integrante / SOARES, IRENE S - Integrante / COSTA, FABIO T. M. - Coordenador / Pedro Cravo - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2010 - 2011
B-cell Epitope Mapping of rosetting malaria parasites
Descrição: Plasmodium falciparum is the most lethal of malaria parasites. The pathogenicity of this parasite is caused by its capacity of adherence to different cell receptors as well as the capacity to form rosettes. High rosetting and multiplication rates have been correlated with severe malaria in some studies. The rosetting phenotype has been associated with adherence of PfEMP1-DBL1α to receptors found on the surface of the erythrocyte. Understanding of immune responses against to PfEMP1 domains involved in rosetting is important for development of vaccines against severe malaria. We have been working in our lab with a rosetting model parasite called FCR3S1.2. A very important characteristics involved on that is the presence of two (var2) or four cysteines (var1) in the DBL1α domains with in the subdomain 3 associated with rosetting. Recently we have developed rat policlonal and mouse monoclonal antibodies towards to var1 and var2 PfEMP1 associated with rosetting in FCR3S1.2, a rosetting model parasite. Understanding these antibodies could be very useful for a vaccine development against severe disease. Primary results indicate that var2 antibodies can disrupt up to 98% of the rosettes in the homologous parasite FCR3S1.2. Several results suggest that exist cross-reactivity between PfEMP1 antibodies once that we can be partially imunized in nature these antibodies towards to those types of PfEMP1 and we now want to study which epitopes are recognized by those antibodies. For further study this, we have built a peptide array with a subset of overlapping peptides from PfEMP1 domains involved in rosetting phenotype. A very important characteristics involved on that is the presence of two (var2) or four cysteines (var1) in the DBL1α domains with in the subdomain 3 associated with rosetting. Using the peptide array technology we expect to be able to detect that if epitopes that are able to disrupt rosetting in var1 antibodies are also detectable in var2 and vice-versa. Preliminary results show that antibodies against var2 can disrupt up to 98% of the rosettes in the homologous parasite strain FCR3S1.2. Those antibodies can be very important for the development of a vaccine against severe malaria and mapping those antibodies can give us a lead of how should be a vaccine against severe malaria..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letusa Albrecht - Coordenador.
2009 - 2010
Mapping Antibodies involved in rosetting
Descrição: Plasmodium falciparum is the most lethal of the malaria parasites. The pathogenicity of this parasite is causede by its capacity of adherence to different cell receptors as well as the capacity to form rosettes. High rosetting and multiplication rates have been correlated with severe malaria in some studies. The rosetting phenotype in Plsamodium falciparum has been associated with the adherence os PfEMP1-DBL1a to receptors found on the surface of the erythrocyte.Understanding the immune response to PfEMP1 in important for the development of vaccines against severe malaria. In this project we map antibodies towards to different PfEMP1-DBL1a made in rat and mouse. We used the peptide array tecnology to map important epitopes involved in rosetting..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letusa Albrecht - Coordenador.


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Malaria Journal (Online)
2010 - Atual
Periódico: Plos One
2012 - Atual
Periódico: PLoS Neglected Tropical Diseases (Online)
2013 - Atual
Periódico: Clinical and Developmental Immunology
2018 - Atual
Periódico: INTERNATIONAL JOURNAL FOR PARASITOLOGY


Revisor de projeto de fomento


2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Protozoologia de Parasitos/Especialidade: Protozoologia Parasitária Humana.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2013
Medalha Ruth Nussenzweig, XIII Reunião Nacional de Malária.
2006
Menção Honrosa- Prêmio Zigman Brenner para área de Epidemiologia, Sociedade Brasileira de Protozoologia.
2005
Prêmio Zigman Brenner de melhor painel científico da área de Epidemiologia, Sociedade Brasileira de Protozoologia.
2002
Mérito Estudantil Univali, Univali.
2002
Mérito Universitário Catarinense, Funcitec.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS
Total de trabalhos:20
Total de citações:248
Albrecht, Letusa  Data: 15/02/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
CRAVO, PEDRO2018CRAVO, PEDRO ; MACHADO, RENATO B. ; LEITE, JULIANA A. ; LEDA, TAIZY ; SUWANARUSK, ROSSARIN ; BITTENCOURT, NAJARA ; Albrecht, Letusa ; JUDICE, CARLA ; LOPES, STEFANIE C. P. ; LACERDA, MARCUS V. G. ; FERREIRA, MARCELO U. ; SOARES, IRENE S. ; GOH, YUN SHAN ; BARGIERI, DANIEL Y. ; NOSTEN, FRANÇOIS ; RUSSELL, BRUCE ; RÉNIA, LAURENT ; COSTA, FABIO T. M. . In silico epitope mapping and experimental evaluation of the Merozoite Adhesive Erythrocytic Binding Protein (MAEBL) as a malaria vaccine candidate. MALARIA JOURNAL, v. 17, p. 1-9, 2018.

2.
BOURGARD, CATARINA2018BOURGARD, CATARINA ; Albrecht, Letusa ; KAYANO, ANA C. A. V. ; SUNNERHAGEN, PER ; COSTA, FABIO T. M. . Plasmodium vivax Biology: Insights Provided by Genomics, Transcriptomics and Proteomics. Frontiers in Cellular and Infection Microbiology, v. 8, p. 1-22, 2018.

3.
BASTOS, MARCELE F.2018BASTOS, MARCELE F. KAYANO, ANA CAROLINA A. V. SILVA-FILHO, JOÃO LUIZ DOS-SANTOS, JOÃO CONRADO K. JUDICE, CARLA BLANCO, YARA C. SHRYOCK, NATHANIEL SERCUNDES, MICHELLE K. ORTOLAN, LUANA S. FRANCELIN, CAROLINA LEITE, JULIANA A. OLIVEIRA, RAFAELLA ELIAS, ROSA M. CÂMARA, NIELS O. S. LOPES, STEFANIE C. P. Albrecht, Letusa FARIAS, ALESSANDRO S. VICENTE, CRISTINA P. WERNECK, CLAUDIO C. GIORGIO, SELMA VERINAUD, LIANA EPIPHANIO, SABRINA MARINHO, CLAUDIO R. F. LALWANI, PRITESH AMINO, ROGERIO , et al.ALIBERTI, JULIO COSTA, FABIO T. M. ; Inhibition of hypoxia-associated response and kynurenine production in response to hyperbaric oxygen as mechanisms involved in protection against experimental cerebral malaria. FASEB JOURNAL, v. 32, p. fj.201700844R, 2018.

4.
BITTENCOURT, NAJARA C.2018BITTENCOURT, NAJARA C. ; LEITE, JULIANA A. ; SILVA, ANA BEATRIZ I. E. ; PIMENTA, TAMIRYS S. ; SILVA-FILHO, JOÃO LUIZ ; CASSIANO, GUSTAVO C. ; LOPES, STEFANIE C. P. ; DOS-SANTOS, JOAO C. K. ; BOURGARD, CATARINA ; NAKAYA, HELDER I. ; DA SILVA VENTURA, ANA MARIA REVORÊDO ; LACERDA, MARCUS V. G. ; FERREIRA, MARCELO U. ; MACHADO, RICARDO L. D. ; Albrecht, Letusa ; COSTA, FABIO T. M. . Genetic sequence characterization and naturally acquired immune response to Plasmodium vivax Rhoptry Neck Protein 2 (PvRON2). MALARIA JOURNAL, v. 17, p. 1-13, 2018.

5.
JUDICE, CARLA C.2016JUDICE, CARLA C. ; BOURGARD, CATARINA ; KAYANO, ANA C. A. V. ; Albrecht, Letusa ; COSTA, FABIO T. M. . MicroRNAs in the Host-Apicomplexan Parasites Interactions: A Review of Immunopathological Aspects. Frontiers in Cellular and Infection Microbiology, v. 6, p. 1-9, 2016.

6.
ZHANG, ROU2016ZHANG, ROU ; LEE, WENN-CHYAU ; LAU, YEE-LING ; Albrecht, Letusa ; LOPES, STEFANIE C. P. ; COSTA, FABIO T. M. ; SUWANARUSK, ROSSARIN ; NOSTEN, FRANCOIS ; COOKE, BRIAN M. ; RÉNIA, LAURENT ; RUSSELL, BRUCE . Rheopathologic Consequence of Plasmodium vivax Rosette Formation. PLoS Neglected Tropical Diseases (Online), v. 10, p. e0004912, 2016.

7.
LEITE, JULIANA A2015LEITE, JULIANA A ; BARGIERI, DANIEL Y ; CARVALHO, BRUNA O ; Albrecht, Letusa ; LOPES, STEFANIE C. P. ; KAYANO, ANA CAROLINA A. V. ; FARIAS, ALESSANDRO S ; CHIA, WAN NI ; CLASER, CARLA ; MALLERET, BENOIT ; RUSSELL, BRUCE ; CASTIÑEIRAS, CATARINA ; SANTOS, LEONILDA M. B. ; BROCCHI, MARCELO ; Wunderlich, Gerhard ; SOARES, IRENE S ; RODRIGUES, MAURICIO M ; RÉNIA, LAURENT ; COSTA, FABIO T. M. . Immunization with the MAEBL M2 domain protects against lethal Plasmodium yoelii infection. Infection and Immunity (Print), v. 1, p. IAI.00262-15, 2015.

8.
VERA, OMAIRA2015VERA, OMAIRA ; BRELAZ, PAULA ; Albrecht, Letusa ; MONICK, KEILLEN ; PIMENTA, PAULO F. P. ; MONTEIRO, WUELTON M ; LACERDA, MARCUS V. G. ; LOPES, STEFANIE C. P. ; COSTA, FABIO T. M. . A purification methodology for viable and infective Plasmodium vivax gametocytes compatible with transmission blocking assays. Antimicrobial Agents and Chemotherapy (Print), v. 1, p. AAC.01136-15, 2015.

9.
BASTOS, M. F.2014BASTOS, M. F. ; ALBRECHT, L. ; KOZLOWSKI, E. O. ; LOPES, S. C. P. ; BLANCO, Y. C. ; CARLOS, B. C. ; CASTINEIRAS, C. ; VICENTE, C. P. ; WERNECK, C. C. ; WUNDERLICH, G. ; FERREIRA, M. U. ; MARINHO, C. R. F. ; MOURAO, P. A. S. ; PAVAO, M. S. G. ; COSTA, F. T. M. . Fucosylated Chondroitin Sulfate inhibits Plasmodium falciparum cytoadhesion and merozoite invasion. Antimicrobial Agents and Chemotherapy (Print), v. 01, p. 01, 2014.

10.
LOPES, S. C. P.2014LOPES, S. C. P. ; ALBRECHT, L. ; CARVALHO, B. O. ; SIQUEIRA, A. M. ; THOMSON-LUQUE, R. ; NOGUEIRA, P. A. ; FERNANDEZ-BECERRA, C. ; DEL PORTILLO, H. A. ; RUSSELL, B. M. ; RENIA, L. ; LACERDA, M. V. G. ; COSTA, F. T. M. . Paucity of Plasmodium vivax mature schizonts in peripheral blood is associated with their increased cytoadhesive potential. The Journal of Infectious Diseases, v. 209, p. 1, 2014.

11.
LEE, W.-C.2014LEE, W.-C. ; MALLERET, B. ; LAU, Y.-L. ; MAUDUIT, M. ; FONG, M.-Y. ; CHO, J. S. ; SUWANARUSK, R. ; ZHANG, R. ; ALBRECHT, L. ; COSTA, F. T. M. ; PREISER, P. ; MCGREADY, R. ; RENIA, L. ; NOSTEN, F. ; RUSSELL, B. . Glycophorin C (CD236R) mediates vivax malaria parasite rosetting to normocytes. Blood (Philadelphia, PA), v. 123, p. 1, 2014.

12.
DOS-SANTOS, JOÃO C2014DOS-SANTOS, JOÃO C ; ANGERAMI, RODRIGO N ; CASTIÑEIRAS, CATARINA M ; LOPES, STEFANIE C ; Albrecht, Letusa ; GARCIA, MÁRCIA T ; LEVY, CARLOS E ; MORETTI, MARIA L ; LACERDA, MARCUS V ; COSTA, FABIO T . Imported malaria in a non-endemic area: the experience of the university of Campinas hospital in the Brazilian Southeast. Malaria Journal (Online), v. 13, p. 280, 2014.

13.
Albrecht, Letusa2014 Albrecht, Letusa; Angeletti, Davide ; Moll, Kirsten ; Blomqvist, Karin ; VALENTINI, DAVIDE ; D'ALEXANDRI, FABIO LUIZ ; MAURER, MARKUS ; Wahlgren, Mats . B-Cell Epitopes in NTS-DBL1α of PfEMP1 Recognized by Human Antibodies in Rosetting Plasmodium falciparum. Plos One, v. 9, p. e113248, 2014.

14.
Angeletti, Davide2013Angeletti, Davide ; Albrecht, Letusa ; Wahlgren, Mats ; Moll, Kirsten . Analysis of antibody induction upon immunization with distinct NTS-DBL1alpha-domains of PfEMP1 from rosetting Plasmodium falciparum parasites. Malaria Journal (Online), v. 12, p. 32, 2013.

15.
RIBACKE, ULF2013RIBACKE, ULF ; Moll, Kirsten ; Albrecht, Letusa ; AHMED ISMAIL, HODAN ; Normark, Johan ; FLABERG, EMILIE ; SZEKELY, LASZLO ; HULTENBY, KJELL ; PERSSON, KRISTINA E. M. ; EGWANG, THOMAS G. ; Wahlgren, Mats . Improved In Vitro Culture of Plasmodium falciparum Permits Establishment of Clinical Isolates with Preserved Multiplication, Invasion and Rosetting Phenotypes. Plos One, v. 8, p. e69781, 2013.

16.
Blomqvist, Karin2013 Blomqvist, Karin ; Albrecht, Letusa ; QUINTANA, MARIA DEL PILAR ; Angeletti, Davide ; JOANNIN, NICOLAS ; CHÊNE, ARNAUD ; Moll, Kirsten ; Wahlgren, Mats . A Sequence in Subdomain 2 of DBL1α of Plasmodium falciparum Erythrocyte Membrane Protein 1 Induces Strain Transcending Antibodies. Plos One, v. 8, p. e52679, 2013.

17.
Mauro Shugiro Tada2012Mauro Shugiro Tada ; Ricardo de Godoi Mattos Ferreira ; Tony Hiroshi Katsuragawa ; Rosimeire Cristina Dalla Martha ; Joana D?Arc Neves Costa ; Albrecht, Letusa ; Gerhard Wunderlich ; Luiz Hildebrando Pereira da Silva . Asymptomatic infection with Plasmodium falciparum and Plasmodium vivax in the Brazilian Amazon Basin: to treat or not to treat?. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso), v. 107, p. 621-629, 2012.

18.
COSTA, FABIO T.M.2012COSTA, FABIO T.M. ; LOPES, STEFANIE C.P. ; Albrecht, Letusa ; ATAÍDE, RICARDO ; SIQUEIRA, ANDRÉ M. ; SOUZA, RODRIGO M. ; RUSSELL, BRUCE ; RENIA, LAURENT ; MARINHO, CLAUDIO R.F. ; LACERDA, MARCUS V.G. . On the pathogenesis of Plasmodium vivax malaria: Perspectives from the Brazilian field. International Journal for Parasitology, v. 12, p. 1, 2012.

19.
Angeletti, Davide2012 Angeletti, Davide ; Albrecht, Letusa ; Blomqvist, Karin ; QUINTANA, MARÍA DEL PILAR ; AKHTER, TAHMINA ; BÄCHLE, SUSANNA M. ; SAWYER, ALAN ; SANDALOVA, TATYANA ; ACHOUR, ADNANE ; Wahlgren, Mats ; Moll, Kirsten . Plasmodium falciparum Rosetting Epitopes Converge in the SD3-Loop of PfEMP1-DBL1α. Plos One, v. 7, p. e50758, 2012.

20.
ALBRECHT, L.;Albrecht, Letusa2011ALBRECHT, L.; Moll, Kirsten ; Blomqvist, Karin ; Normark, Johan ; Chen, Qijun ; Wahlgren, Mats . var gene transcription and PfEMP1 expression in the rosetting and cytoadhesive Plasmodium falciparum clone FCR3S1.2. Malaria Journal (Online), v. 10, p. 17, 2011.

21.
Giusti, P.2011Giusti, P. ; Urban, B. C. ; Frascaroli, G. ; ALBRECHT, L. ; Tinti, A. ; Troye-Blomberg, M. ; Varani, S. . Plasmodium falciparum-infected erythrocytes and  -hematin induce partial maturation of human dendritic cells and increase their migratory ability in response to lymphoid chemokines.. Infection and Immunity (Print), p. 1-10, 2011.

22.
Nilsson, Sandra2011Nilsson, Sandra ; Moll, Kirsten ; Angeletti, Davide ; Albrecht, Letusa ; Kursula, Inari ; Jiang, Ning ; Sun, Xiaodong ; Berzins, Klavs ; Wahlgren, Mats ; Chen, Qijun . Characterization of the Duffy-Binding-Like Domain of Plasmodium falciparum Blood-Stage Antigen 332. Malaria Research and Treatment, v. 2011, p. 1-14, 2011.

23.
ALBRECHT, L.;Albrecht, Letusa2010ALBRECHT, L.; CASTINEIRAS, C. ; Carvalho B ; Ladeia-Andrade S ; Santos da Silva N ; HOFFMANN, E. H. E ; MARTHA, R. C. D. ; Costa FT ; WUNDERLICH, G. . The South American Plasmodium falciparum var gene repertoire is limited, highly shared and possibly lacks several antigenic types. Gene (Amsterdam), v. 453, p. 37-44, 2010.

24.
Uta Gölnitz2008Uta Gölnitz ; ALBRECHT, L. ; WUNDERLICH, G. . Var transcription profiling of Plasmodium falciparum 3D7:assignment of cytoadherent phenotypes to dominant transcripts. Malaria Journal (Online), v. 7, p. 1-11, 2008.

25.
ALBRECHT, L.;Albrecht, Letusa2006 ALBRECHT, L.; MERINO, E. F ; HOFFMANN, E. H. E ; FERREIRA, M. U. ; FERREIRA, R. G. M ; MARTHA, R. C. D. ; DURHAM, A. M ; FERREIRA, J. E ; del PORTILLO, H. A ; WUNDERLICH, G. . Extense variant gene family repertoire overlap in Western Amazon Plasmodium falciparum isolate. Molecular and Biochemical Parasitology, v. 150, p. 157-165, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
Costa, Fabio Trindade Maranhão ; Albrecht, Letusa ; Ndam, Nicaise Tuikue . Physiopathology of Malaria During Pregnancy: Adhesion and Sequestration Phenotypes of Malaria Infection. Encyclopedia of Malaria. 1ed.: Springer New York, 2015, v. , p. 1-10.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ALBRECHT, L.; FERREIRA, R. G. M ; CASTINEIRAS, C. ; Fischer, W. ; WUNDERLICH, G. . Evidence for a South American-Amazonian variant gene repertoire in Plasmodium falciparum. In: XXII Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia, 2006. Livro de Resumos, 2006.

2.
CASTINEIRAS, C. ; HOFFMANN, E. H. E ; FERREIRA, M. U. ; ALBRECHT, L. ; WUNDERLICH, G. . Symptomatic Plasmodium falciparum infections are predominantly caused by genetically diferent parasites with highly similar variant gene repertoires. In: XXII Congresso Brasileiro de Protozoologia, 2006. Livro de Resumos, 2006.

3.
ALBRECHT, L.; FERREIRA, R. G. M ; OSAKABE, A. L. ; MERINO, E. F ; HOFFMANN, E. H. E ; DURHAM, A. M ; FERREIRA, M. U. ; del PORTILLO, H. A ; WUNDERLICH, G. . Determining the repertoire of the var, rifin and stevor gene families of Amazonian Plasmodium falciparum isolates. In: XXI Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia, 2005, Caxambu MG. Livro de Resumos, 2005.

4.
Fiamoncini, Jarlei ; Deschamps, F.C. ; ALBRECHT, L. . Diferentes Solventes Para a Extração de Óleo de Fígado de Tubarões. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2004. Livro de Resumos - Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2004.

5.
ALBRECHT, L.; OSAKABE, A. L. ; DURHAM, A. M ; del PORTILLO, H. A ; WUNDERLICH, G. . Determining the var gene repertoire size in Amazoniam Plasmodium falciparum isolates. In: XX Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia, 2004, Caxambu MG. Livro de resumos, 2004.

6.
ALBRECHT, L.; TUMILASCI, V. F. ; WUNDERLICH, G. . Studies on the polymorphism of cytoadherent domains of variant surface antigens in field isolates of Plasmodium falciparum from the Brazilian Amazon. In: XIX Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia, 2003, Caxambu MG. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo. São Paulo, 2003. v. 45. p. 155-155.

7.
Leonardo Machado ; Barreiros, João Pedro ; ALBRECHT, L. ; Hostin-Silva, M . Estudo da abundância relativa de juvenis de garoupas (Epinephelus marginatus, Lowe 1834) (Perciformes: Serranidae, Epinephelinae) no costão da sepultura, Bombinhas - SC, BR. In: : XIV Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2001. Resumos XIV Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2001.

8.
ALBRECHT, L.; Hostin-Silva, M . Estudo da abundância relativa de juvenis de garoupas (Epinephelus marginatus, Lowe 1834) (Perciformes:Serranidae, Epinephelinae) no Costão da Sepultura, Bombinhas - SC, BR. In: VI Seminário Integrado de Iniciação Científica, 2000. ANAIS VI Seminário Integrado de Iniciação Científica, 2000.

Apresentações de Trabalho
1.
ANA BEATRIZ IUNG ENEMBRECK DA SILVA ; ANA PAULA SCHAPPO ; STEFANIE LOPES ; MARCUS LACERDA ; FABIO COSTA ; Albrecht, Letusa . ADHESIVENESS PROPERTIES AND IMMUNOGENICITY OF VIR PROTEINS IN VIVAX MALARIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Albrecht, Letusa. Parasite Biology. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Albrecht, Letusa. The potential anti-malarial activity of natural compounds from marine invertebrate. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
Albrecht, Letusa. Rosetting in vivax malaria: a protective mechanism against parasite killing?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
Albrecht, Letusa. Rosetas e Malária. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
ALBRECHT, L.. The role of rosetting in Plasmodium vivax. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ALBRECHT, L.. Understanding the antibody responses to PfEMP1 in rosetting. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
ALBRECHT, L.. Understanding the antibody responses to PfEMP1 in rosetting. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
ALBRECHT, L.; MERINO, E. F ; HOFFMANN, E. H. E ; FERREIRA, M. U. ; FERREIRA, R. G. M ; DURHAM, A. M ; del PORTILLO, H. A ; WUNDERLICH, G. . Extense variant gene family repertoire overlap in Western Amazonian Plasmodium falciparum isolates.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
ALBRECHT, L.. Programa Aristides Pacheco Leão de Estímulo a Vocações Científicas 2001 (Estágio).


Demais tipos de produção técnica
1.
ALBRECHT, L.. Genes and Genomics in the Tropics. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Albrecht, Letusa; AVILA, A. R.; KLASSEN, G.. Participação em banca de Caroline de Moraes de Siqueira. Caracterização da histona desacetilase 2 (HDAC2) de Toxoplasma gondii. 2018. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.

2.
Albrecht, Letusa; BORDIGNON, J.; BOZZA, F. A.. Participação em banca de Tais Franco de Carvalho. Desenvolvimento de método molecular em plataforma lab-on-a-chip para diagnóstico de micro-organismos associados à sepse. 2018. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.

3.
Albrecht, Letusa; SCOPEL, K. K. G.; GAMEIRO, J.. Participação em banca de Barbara Albuquerque Carpinter. Indução de imunidade com extrato proteico de Plasmodium berghei NK65 associado ao adjuvante CPG-ODN e sua eficácia contra o desenvolvimento de malária cerebral por Plasmodium berghei Anka em modelo murino. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

4.
Albrecht, Letusa; MOURJuliana Ferreira de Moura A, J. F.; ZANCHIN, N. I. T.. Participação em banca de Elisa Franquetto Andrade. Desenvolvimento de fragmentos de anticorpos recombinantes para detecção e inibição da Osteopontina. 2018. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) - Universidade Federal do Paraná.

5.
ALBRECHT, L.; SAMPAIO, V.. Participação em banca de Luis Carlos Salazar Alvarez. Verificação da capacidade de formação de rosetas e a adesividade dos gametócitos em células endoteliais e sua influência na infectividade em Anopheles aquasalis. 2017 - Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado.

6.
ALBRECHT, L.; AVILA, A. R.. Participação em banca de Stephanie Bath de Morais. Investigação do Mecanismo de Autoprocessamento de Asparaginase Humana. 2017. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.

7.
ALBRECHT, L.; BAVIA, L.; CORREA, A.. Participação em banca de Nagela G Zanluqui. AVALIAÇÃO DO PAPEL IMUNOMODULADOR DE CONCANAVALINA-A NA RESISTÊNCIA AO Trypanosoma cruzi. 2016. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.

8.
ALBRECHT, L.; Junqueira C; CARVALHO, L.. Participação em banca de Marina Lima Silva Santos. Variabilidade genética de receptores plaquetários e componentes do inflamossoma: contribuição para a morbidade induzida por Plasmodium vivax. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz.

9.
ALBRECHT, L.; AVILA, A. R.; GRISARD, E. C.. Participação em banca de Juliane Soldi Magalrin. Caracterização da proteína com domínio de ligação ao RNA RBSR1 em Trypanosoma cruzi. 2015. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas.

Teses de doutorado
1.
BAVIA, L.; KESSLER, R.; ALESSI, A.; Albrecht, Letusa. Participação em banca de Kárita Cláudia Freitas Lidani. Sistema complemento e adipocinas na doença de Chagas crônica. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Interna) - Universidade Federal do Paraná.

2.
ALBRECHT, L.; BARGIERI, DANIEL Y; MARINHO, CLAUDIO R.F.; CIANCAGLINI, P.. Participação em banca de Wesley Luzetti Fotoran. Análise do papel de genes bir no processo adaptativo ao hospedeiro e desenvolvimento de proteolipossomos para potencial uso vacinal com foco em reinvasão sanguínea de Plasmodium. 2017. Tese (Doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro)pgbmp@icb.usp.br) - Universidade de São Paulo.

3.
ALBRECHT, L.; TONELLI, R.; PALMISANO, G.. Participação em banca de Jasmin Lindner. Análise do catabolismo da hemoglobina de Plasmodium falciparum. 2017. Tese (Doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro)pgbmp@icb.usp.br) - Universidade de São Paulo.

4.
ALBRECHT, L.; BRUNA-ROMERO, O.; OLIVEIRA, J. H.; AVILA, R. A. M.. Participação em banca de Carlos Guillermo Quiroz Carrillo. RESULTADOS DO TESTE PRÉ-CLINICO EM PRIMATAS DE UMA FORMULAÇÃO VACINAL RECOMBINANTE CONTRA Plasmodium vivax BASEADA EM ANTÍGENOS DE FASE SANGUÍNEA DO PARASITO E DESENVOLVIMENTO DE UM NOVO CANDIDATO VACINAL BASEADO NO ANTÍGENO MAEBL. 2017. Tese (Doutorado em BIOTECNOLOGIA UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
ALBRECHT, L.; Bouillet, L.. Participação em banca de Carlos Guillermo Quiroz Carrillo. RESULTADOS DO TESTE PRÉ-CLINICO EM PRIMATAS DE UMA FORMULAÇÃO VACINAL RECOMBINANTE CONTRA Plasmodium vivax BASEADA EM ANTÍGENOS DE FASE SANGUÍNEA DO PARASITO E DESENVOLVIMENTO DE UM NOVO CANDIDATO VACINAL BASEADO NO ANTÍGENO MAEBL. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em BIOTECNOLOGIA UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
ALBRECHT, L.; MARINHO, C. R. F.; FERREIRA, M. U.. Participação em banca de Jasmin Lindner. Análise do Catabolismo da Hemoglobina de Plasmodium falciparum. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro)pgbmp@icb.usp.br) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
ALBRECHT, L.; ALECRIM, M. G.. Participação em banca de Luis Carlos Salazar Alvarez. Verificação da capacidade de formação de rosetas e a adesividade dos gametócitos em células endoteliais e sua influência na infectividade em Anopheles aquasalis. 2016 - Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI International Conference on Plasmodium vivax Research. Parasite Biology. 2017. (Congresso).

2.
XLII CONGRESS OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF IMMUNOLOGY. ADHESIVENESS PROPERTIES AND IMMUNOGENICITY OF VIR PROTEINS IN VIVAX MALARIA. 2017. (Congresso).

3.
IX Simposio Sul de Imunologia. 2016. (Simpósio).

4.
Workshop New Approaches to Drug Discovery against Tropical Diseases.The potential anti-malarial activity of natural compounds from marine invertebrates. 2016. (Oficina).

5.
XLI Congress of the Brazilian Society of Immunology. 2016. (Congresso).

6.
XXI Seminário Laveran & Deane sobre Malária.Seminários em malária. 2016. (Seminário).

7.
5th International Conference of Research on Plasmodium vivax malaria. ROSETTING IN VIVAX MALARIA ? A PROTECTIVE MECHANISM AGAINST PARASITE KILLING?. 2015. (Congresso).

8.
VIII Simposio Sul de Imunologia. 2015. (Simpósio).

9.
XIV Reunião Nacional de Pesquisa em Malária. Biologia do Parasito. 2015. (Congresso).

10.
BioMalPar. B cell epitope mapping. 2011. (Congresso).

11.
Molecular Parasitology Meeting. B-cell epitope mapping in rosetting PfEMP1. 2011. (Congresso).

12.
International Congress of Parasitology. Understanding the antibody responses to PfEMP1 in rosetting. 2010. (Congresso).

13.
BioMalPar. Characterization of immune response in Plasmodium falciparum PfEMP1 rosetting. 2009. (Congresso).

14.
XXII Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia. Evidence for a South American-Amazonian variant gene repertoire in Plasmodium falciparum. 2006. (Congresso).

15.
IV Congresso do ICB. Repertório limitado de famílias de genes variantes de Plasmodium falciparum oriundos de infecções naturais da Amazônia Brasileira. 2005. (Congresso).

16.
XXI Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia. Determining the repertoire of the var, rifin and stevor gene families of Amazonian Plasmodium falciparum isolates. 2005. (Congresso).

17.
XX Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia. Determining the var gene repertoire size in Amazoniam Plasmodium falciparum isolates. 2004. (Congresso).

18.
Série de Seminários em Biotecnologia.Variação antigênica em Plasmodium falciparum. 2003. (Seminário).

19.
XIX Renuião da Sociedade Brasileira de Protozoologia. Studies on the polymorphism of cytoadherent domains of variant surface antigens in field isolates of Plasmodium falciparum from the Brazilian Amazon. 2003. (Congresso).

20.
XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia. 2002. (Congresso).

21.
Simpósio de Vacinas e Soros - Avanços e Perspectivas. 2001. (Simpósio).

22.
5o. Encontro de Biólogos da Região Sul. 2000. (Encontro).

23.
VI Seminário Integrado de Iniciação Científica.Estudo da abundância relativa de juvenis de garoupas (Epinephelus marginatus, Lowe 1834) (Perciformes:Serranidae, Epinephelinae) no Costão da Sepultura, Bombinhas - SC, BR. 2000. (Seminário).

24.
XIII Semana Nacional de Oceanografia. 2000. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ALBRECHT, L.. XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia .. 2002. (Congresso).

2.
ALBRECHT, L.. Congresso Brasileiro de Oceanografia. 2000. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Luiz Fernando Cardoso Garcia. AVALIAÇÃO DA ATIVAÇÃO ENDOTELIAL NA INFECÇÃO POR TOXOPLASMA GONDII. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas. (Orientador).

2.
Rodrigo P. M de Almeida. AVALIAÇÃO DA ADESIVIDADE E IMUNOGENICIDADE DE POTENCIAIS CANDIDATOS VACINAIS NO COMBATE A MALÁRIA VIVAX. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Najara Bittencourt. Avaliação da imunogenicidade e geração de memória imunológica de potenciais candidatos vacinais contra a malária vivax. Início: 2017. Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas. (Coorientador).

2.
Ize Bittencourt. Genotipagem de cepas de Toxoplasma gondii provenientes de gestantes brasileiras. Início: 2015. Tese (Doutorado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

3.
Catarina Baeta da Luz Bourgard. Análise dos mecanismos imunopatológicos e moleculares envolvidos no processo de citoaderência de Plasmodium vivax. Início: 2014. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Andreia Viana da Silva. Expressão e avaliação de uma proteína predita imunogênica de Plasmodium vivax. Início: 2018 - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Ana Paula Schappo. A formação de rosetas e a variação antigênica em Plasmodium vivax. 2017. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, . Orientador: Letusa Albrecht.

2.
Najara Bittencourt. Análise da diversidade genética e imunogenicidade da proteína MAEBL de P. vivax. 2017. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Letusa Albrecht.

3.
Susanna Bachle. Characterization of Plasmodium falciparum surface antigen PfEMP1. 2010. Dissertação (Mestrado em Biomedicine Master Program) - Karolinska Institutet, . Orientador: Letusa Albrecht.

Iniciação científica
1.
André Luiz Kreutzer de Jesus. Expressão de uma proteína recombinante RON de Plasmodium vivax. 2018. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas. Orientador: Letusa Albrecht.

2.
Ana Beatriz Iung Enembreck da Silva. Imunogenicidade da proteína AMA1 de Plasmodium vivax. 2017. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Letusa Albrecht.

3.
Luiz Fernando Cardoso Garcia. Caracterização de anticorpos para o estudo de parasitas Apicomplexas. 2017. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Letusa Albrecht.

4.
Bruno Henrique Correa de Andrade. Construção de ferramentas para o estudo de parasitas Apicomplexas. 2017. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas. Orientador: Letusa Albrecht.

5.
Jessica Liliane Paz. A formação de rosetas e o seu papel na malária. 2015. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Letusa Albrecht.

6.
Otavio Augusto Rodrigues. Diversidade global de AMA1 de Plasmodium vivax. 2015. Iniciação Científica - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Carlos Chagas, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Letusa Albrecht.

7.
Natália Virgili. Antigeno 1 de Membrana Apical (AMA-1): ANÁLISE DA DIVERSIDADE GENÉTICA EM ISOLADOS DO Plasmodium vivax DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. 2013. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Letusa Albrecht.

8.
Leonel Teixeira. Avaliação das propriedades imunogênicas das proteínas do merozoíta AMA1 e RON2 de Plasmodium vivax. 2013. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Letusa Albrecht.



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 23:48:24