Alice Takako Hirose

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7985220726153410
  • Última atualização do currículo em 15/08/2017


Atividade profissional: autônoma, consultora em meio ambiente, sustentabilidade e gestão ambiental desde 2003, com experiência em trabalhos técnico-científicos para instituições de pesquisa, empresas do setor público e privado, trabalhos voltados para o desenvolvimento de políticas públicas, como prefeituras municipais, bem como perícias e avaliações ao Ministério Público. Áreas de atuação: Conservação, gestão, manejo, monitoramento e recuperação ambiental, diagnósticos ambientais; elaboração de indicadores ambientais; estudo e avaliação de impactos ambientais em processos de licenciamento ambiental; avaliação de passivos ambientais; Experiência com legislação ambiental, restauração ecológica; recuperação de áreas degradadas; manejo, gestão, conservação e recuperação de APPs, UCs, trilhas em áreas protegidas; revegetação e técnicas de bioengenharia para controle de erosão de margens de corpos hídricos; fisiologia e morfologia vegetal: germinação, desenvolvimento e características de espécies nativas aplicadas à restauração; elaboração de planos de manejo e zoneamento de áreas protegidas; revegetação com espécies nativas para adequação ambiental; reflorestamento com espécies florestais; levantamento florístico de fragmentos florestais da Mata Atlântica e Cerrado. Atua também oferecendo consultorias sobre redução e reciclagem de resíduos, consumo consciente, dentre outros. Formação acadêmica: DOUTORA em Ciências (área de concentração: Biologia da Conservação) pelo Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ecologia Aplicada ESALQ-CENA da USP (2009-2013); defendeu tese relacionada ao estudo e levantamento de espécies de plantas nativas de diferentes hábitos e formas de vida, voltados para a aplicação de práticas de controle de erosão e a restauração ecológica de margens de corpos hídricos. MESTRE em Ciências (Área de concentração: Ciências Florestais) pela Universidade de Tokyo (Japão) (1995-1996); dissertação de mestrado sobre regeneração natural de clareiras em florestas clímax (Okutama National Park). GRADUADA em Ecologia pela UNESP (Rio Claro-SP) em 1992; trabalho de graduação sobre levantamento da flora, descrição da cobertura vegetal e diagnóstico para subsidiar plano de manejo do Parque do Carmo (São Paulo-SP). Estágio com bolsa de iniciação científica, com estudo sobre banco de sementes de solo de florestas secundárias (1990). Estágio em Educação Ambiental em parques urbanos da capital paulista (1991-1992). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Alice Takako Hirose
Nome em citações bibliográficas
HIROSE, Alice Takako


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Ecologia Aplicada.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Potencial de contribuição de espécies nativas de hábitos distintos para o controle de erosão e restauração de margens de corpos hídricos, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Paulo Yoshio Kageyama.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: levantamento de espécies nativas; arbóreas, arbustivas, herbáceas e trepadeiras; umidade e saturação hídrica; germinação de sementes; desenvolvimento de plânrtulas.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Fisiologia Vegetal.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Morfologia Vegetal.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
1995 - 1996
Mestrado em Ciências Florestais.
The University Of Tokyo, U.TOKYO, Japão.
Título: Gap characteristics and gap regeneration process in a climax beech forest - Chichibu Mountains - Central Japan,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Kazuo Suzuki.
Coorientador: Mikio Kaji.
Bolsista do(a): Ministry Of Education Culture Sports Science And Technology, MONBUSHO, Japão.
Palavras-chave: Forest Ecology; gap age; gap size; factors of gap formation; gap regeneration.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Regeneração Florestal.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Regeneração de Clareiras.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
1986 - 1992
Graduação em Ecologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Descrição e Caracterização do Parque do Carmo - Algumas constribuições para o manejo e conservação da área (Município de São Paulo-SP).
Orientador: Leila Cunha de Moura.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
ESTIMATIVA DE EMISSÕES DE POLUENTES ATMOSFÉRICOS. (Carga horária: 12h).
COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO, CETESB, Brasil.
2017 - 2017
ESTIMATIVA DE EMISSÕES DE POLUENTES ATMOSFÉRICOS. (Carga horária: 28h).
COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO, CETESB, Brasil.
2009 - 2009
Bioengenharia em PRADs...corpos d'água...encostas. (Carga horária: 16h).
Sociedade Brasileira de Recuperação de Áreas Degradadas, SOBRADE, Brasil.
2009 - 2009
ISO14001:2004 ... e formação de auditores internos. (Carga horária: 24h).
QSP - Centro da Qualidade, Segurança e Produtividade para o Brasil e AL, QSP, Brasil.
2008 - 2008
XXIII Curso sobre erosão e controle de sedimentos. (Carga horária: 10h).
Deflor Bioengenharia, DEFLOR, Brasil.
2007 - 2007
Banco de dados geográficos. (Carga horária: 40h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2006 - 2006
Atualiz. RAD - Áreas mananciais e entorno represas. (Carga horária: 16h).
Instituto de Botânica, IBT, Brasil.
2006 - 2006
Identificação de vegetação p/ licenciam. ambiental. (Carga horária: 10h).
Pró-Ambiente Assessoria Ambiental, PAAA, Brasil.
2005 - 2005
Morfologia e Identificação de plantas fanerógamas. (Carga horária: 36h).
PMSP - Depto Parques e Áreas Verdes, DEPAVE, Brasil.
2005 - 2005
XII Curso sobre erosão e controle de sedimentos. (Carga horária: 10h).
Deflor Bioengenharia, DEFLOR, Brasil.
2003 - 2003
Conservação biodiversid vegetal (Guillean Prance). (Carga horária: 30h).
IBt & RoyalBotanicGardens, IBT & RBG, Brasil.
1994 - 1994
Estágio Taxonomia e estudo de banco de sementes. (Carga horária: 176h).
Instituto Florestal do Estado de São Paulo, IF, Brasil.
1992 - 1992
Educação ambiental: estratégias e operacionalizaç. (Carga horária: 2h).
II Fórum de Educação Ambiental, EVENTO, Brasil.
1991 - 1992
Estágio em Educação Ambiental. (Carga horária: 1280h).
Depto de Parques e Áreas Verdes da PMSP, DEPAVE, Brasil.
1990 - 1991
Estágio de iniciação científica. (Carga horária: 640h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1989 - 1989
Técnicas de reprodução de plantas ornamentais. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, IPT, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
PROJETO IPT & CESP ? Companhia Energética de São Paulo Contrato 4a: via BK - Consultoria e Serviços Ltda. (Out 2011 a Jul 2012) Contrato 4b: via BK - Consultoria e Serviços Ltda. (Jul 2012 a Dez 2012;) Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em em Obras ? Seção de Geotecnia.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
PROJETO IPT & CESP ? Companhia Energética de São Paulo Contrato 3: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
PROJETO IPT & CESP ? Companhia Energética de São Paulo Contrato 2a e 2b: IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
PROJETO IPT & CESP ? Companhia Energética de São Paulo Contrato 1: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
CONVÊNIO IPT & MP ? Ministério Público Estadual & INPE Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
CONVÊNIO IPT & MP ? Ministério Público Estadual & INPE Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto IPT & PETRÓLEO BRASILEIRO S/A Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Centro de Tecnologia em Florestas ? Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto IPT & CVRD ? Cia. Vale do Rio Doce S/A Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Divisão de Produtos Florestais/ Agrupamento Indústria de Base Florestal

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto IPT & Bunge Alimentos S/A Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria e Pesquisa em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Divisão de Produtos Florestais/ Agrupamento Indústria de Base Florestal

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto IPT & SVMA ? Secret. do Verde e Meio Ambiente (PMSP ? Prefeitura do Município de São Paulo) Contrato: via CPTI - Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais Atividades: Consultoria em Meio Ambiente. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo/ Divisão de Produtos Florestais/ Agrupamento Indústria de Base Florestal


Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor do IPÊ, Carga horária: 32
Outras informações
PROJETO IPE ? Instituto de Pesquisas Ecológicas & Petróleo Brasileiro S/A Atividades: Planejamento e Coordenação dos trabalhos/ Linha de pesquisa: Restauração Florestal (Restauração Florestal de APPs no Sistema Cantareira: São Paulo e Minas Gerais)


Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais, IPEF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 12
Outras informações
PROJETO Biodendro & ESALQ/ IPEF ? Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais & AES Tietê Contrato: via Biodendro Consultoria Ambiental Atividades: Consultoria e Pesquisa; Projeto P&D: Metodologias de pesquisa em restauração florestal para a conservação de biodiversidade Linha de pesquisa: Restauração Florestal


Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, CEETEPS, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: PROFESSOR DE NÍVEL SUPERIOR, Carga horária: 12



Projetos de pesquisa


2007 - 2012
ESTUDO DE ALTERNATIVAS DE PROTEÇÃO PARA O CONTROLE DE EROSÃO NAS MARGENS DO RESERVATÓRIO DA UHE ENG. SÉRGIO MOTTA (PORTO PRIMAVERA) ? CÓD. 0061-013/2006
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Alice Takako Hirose - Integrante / Nilson Franco - Integrante / Adalberto Aurélio de Azevedo - Coordenador / Silvia Maria Kitahara - Integrante / Heraldo Duarte - Integrante / Et alii. - Integrante.Financiador(es): Agência Nacional de Energia Elétrica - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3


Outros Projetos


2015 - Atual
METODOLOGIAS DE PESQUISA EM RESTAURAÇÃO FLORESTAL PARA A CONSERVAÇÃO DE BIODIVERSIDADE
Descrição: Estudo de metodologias com uso de espécies florestais nativas visando acelerar processos de restauração florestal no entorno de reservatórios hidrelétricos..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2014 - 2014
SEMEANDO ÁGUA
Descrição: Projeto com propósito de restauração de áreas de matas ciliares e nascentes em propriedades rurais localizadas em municípios situados no Sistema Cantareira..
Situação: Desativado; Natureza: Outra.
2005 - 2006
ANÁLISE COMPARATIVA DE PROVÁVEIS IMPACTOS AMBIENTAIS DECORRENTES DA INSTALAÇÃO DO GASODUTO CARAGUATATUBA-TAUBATÉ NO TRECHO DE TRANSPOSIÇÃO DA SERRA DO MAR, CONSIDERANDO DISTINTAS ALTERNATIVAS TECNOLÓGICAS E LOCACIONAIS
Descrição: No contexto do Licenciamento Ambiental do empreendimento do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté, foi feito um estudo a partir da análise do EIA-RIMA, diagnóstico ambiental da área de influência direta e indireta, legislação e normas aplicáveis, com objetivo de se fazer uma análise comparativa dos prováveis impactos ambientais decorrentes da transposição do gasoduto em trecho da Serra do Mar. Nesse sentido, foram consideradas diferentes alternativas tecnológicas e locacionais..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2004 - 2005
TEMA 1: ESTUDO DA VIABILIDADE TÉCNICO-ECONÔMICA PARA A DEFINIÇÃO DA MELHOR ALTERNATIVA PARA TRATAMENTO DE DORMENTES. TEMA 2: ESTUDO DE CASO
Descrição: Tema 1: Avaliação do Ciclo de Vida de dormentes de madeira utilizados em lastros de 3 vias férreas da CVRD, com especial atenção na matéria prima e produtos químicos preservativos utilizados. Tema 2: Diagnóstico do tratamento de dormentes - procedimentos e aspectos ambientais envolvidos. Estudo de Caso: Diagnóstico do tratamento de dormentes na UTD - Unidade de Tratamento de Dormentes da Cia. Vale do RIo Doce - CVRD no município de João Neiva-ES..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2004 - 2004
ESTUDO DA MATRIZ ENERGÉTICA DA UNIDADE DE ESMAGAMENTO DE SOJA DA BUNGE ALIMENTOS S/A EM URUÇUÍ-PI
Descrição: Estudo de fontes para a produção de energia térmica para a geração de vapor e para a secagem de grãos segundo diferentes alternativas energéticas que se contraponham a atual utilização de lenha proveniente do cerrado..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Alice Takako Hirose - Coordenador / Rubens Dias Humphreys - Integrante / Nelson Seiji Yokaichiya - Integrante / Lin Chau Jen - Integrante.
2003 - 2004
QUALIDADE AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: DIAGNÓSTICO, INDICADORES E TENDÊNCIAS
Descrição: Trabalho com enfoque na qualidade ambiental do Município de São Paulo, baseado na Metodologia Geocidades, envolvendo 83 indicadores ambientais de 4 naturezas distintas: a) Indicadores de Pressão: retratam atividades que exercem pressão sobre o meio ambiente; b) Indicadores de Estado: retratam a situação em que o meio ambiente se encontra; c) Indicadores de Impacto: retratam os efeitos sobre o quadro ambiental; d) Indicadores de Resposta: providências que a sociedade toma em resposta a essas mudanças..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Alice Takako Hirose - Integrante / Omar Yazbek Bitar - Coordenador / Et alii. - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Gestão Ambiental.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Gerenciamento de Recursos Naturais.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Recuperação de Áreas Degradadas.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Restauração Ecológica de Ecossistemas.
6.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Biodiversidade.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Japonês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Outras
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
Hirose, Alice Takako  Data: 30/03/2015

Capítulos de livros publicados
1.
HIROSE, Alice Takako. 4. Pressões: Dinâmicas urbanas. 4.3.3.2 Ocorrências envolvendo a fauna silvestre. In: SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 69-70.

2.
HIROSE, Alice Takako; MONTEIRO, Ana Cândida M C ; STEFANI, F. L. ; BRAGA, Tânia de Oliveira . 5. Estado do Meio Ambiente. 5.4 Biodiversidade. 5.4.1 Cobertura Vegetal. In:  SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 88-90.

3.
HIROSE, Alice Takako. 5. Estado do Meio Ambiente. 5.4 Biodiversidade. 5.4.2 Diversidade de espécies. In: SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 91-94.

4.
HIROSE, Alice Takako. 5. Estado do Meio Ambiente. 5.4 Biodiversidade. 5.4.3 Unidades de Conservação e áreas correlatas. In: SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 94-98.

5.
HIROSE, Alice Takako. 6. Impactos Sócio-ambientais. 6.2. Alterações no ecossistema. 6.2.2. Perda de biodiversidade. In:  SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 125-128.

6.
HIROSE, Alice Takako. 7. Respostas da sociedade. 7.1. Instrumentos político-administrativos. 7.1.2. Criação e gestão de unidades de conservação. GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 141-144.

7.
HIROSE, Alice Takako. 7. Respostas da sociedade. 7.5. Intervenções físicas diretas. 7.5.3. Ampliação da cobertura vegetal. In:  SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 158-160.

8.
HIROSE, Alice Takako; ROMAGNANO, Lígia F T ; SUMMA, M. E. L. . 7. Respostas da sociedade. 7.5. Intervenções físicas diretas. 7.5.4. Reabilitação e soltura de animais silvestres. GEO cidade de São Paulo: Panorama do meio ambiente urbano. São Paulo: , 2004, v. 01, p. 160-161.

9.
HIROSE, Alice Takako; STEFANI, F. L. ; ROMAGNANO, Lígia F T ; BRAGA, Tânia de Oliveira . 4. Pressões: Dinâmicas urbanas. 4.3 Dinâmicas territoriais. 4.3.3.1 Redução da cobertura vegetal. In: SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da PMSP - Prefeitura do Município de São Paulo; PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente; IPT- Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. (Org.). GEO cidade de São Paulo: Panorama do Meio Ambiente Urbano. 01ed.São Paulo: , 2004, v. 01, p. 67-69.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
HIROSE, Alice Takako; KAGEYAMA, P. Y. . Seleção de espécies potenciais para controle de erosão e restauração de margens de corpos hídricos. In: V Simpósio de Restauração Ecológica, 2013, São Paulo. Políticas Públicas para a Restauração Ecológica e Conservação da Biodiversidade. São Paulo-SP: Instituto de Botãnica, 2013. p. 1-400.

2.
HIROSE, Alice Takako; KAGEYAMA, P. Y. . Avaliação do desenvolvimento de plântulas de espécies arbustivas nativas submetidas a condições distintas de saturação hídrica. In: 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville-SC. Anais do 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012. Viçosa-MG: Sociedade Botânica do Brasil, 2012. p. 11-11.

3.
HIROSE, Alice Takako; KAGEYAMA, P. Y. . Potencial de produção de mudas de espécies arbustivas nativas para a restauração de margens de corpos hídricos. In: 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville-SC. Anais do 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012. Viçosa-MG: Sociedade Botânica do Brasil, 2012. p. 84-84.

4.
HIROSE, Alice Takako; BARBOSA, J. M. ; SANTOS JUNIOR, N. A. ; KAGEYAMA, P. Y. . Comportamento germnativo de Erithryna crista-galli L. em simulação de alagamento. In: XVII Congresso Brasileiro de Sementes, 2011, Natal - RN. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Sementes. Londrina-PR: Abrates, 2011.

5.
HIROSE, Alice Takako; KAJI, Mikio ; SUZUKI, Kazuo . Gap characteristics and gap regeneration process in a climax beech forest in Chichibu Mountains, Central Japan. In: Japanese Symposium on Forestry, 1997, Fukuoka City. Proceedings of the 108th Japanese Symposium on Forestry. Fukuoka City: Matsuda Press, 1997. v. 1. p. 165-165.

6.
HIROSE, Alice Takako; URYU, Alice Takako ; KAJI, Mikio ; SUZUKI, Kazuo . Preliminary study on gap characteristics and regeneration in natural forests stands in Chichibu Mountais - central Japan. In: Japanese Congress on Forestry, 1996, Tsukuba City. Proceedings of the 107th Japanese Symposium on Forestry. Tsukuba City: Higashi Nihon Press, 1996. v. 1. p. 163-163.

Apresentações de Trabalho
1.
HIROSE, Alice Takako. Potencial de aplicação de espécies vegetais em margens de reservatórios para controle de erosão de diques marginais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
URYU, Alice Takako ; HIROSE, Alice Takako . Gap characteristics and gap regeneration process in a climax beech forest in Chichibu Mountais - Central Japan. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
BITAR, Omar Yazbek ; OGURA, Agostinho T ; Gomes, Cláudio L. R. ; HIROSE, Alice Takako ; Alameddine, Nabil ; CORSI, A. C. ; YU, A. S. O. ; MAGALHAES, Fábio Soares ; HUMPHREYS, Rubens Dias ; Rocha, Ronaldo ; Gramani, Marcelo F. ; Campos, Sofia J. A. ; Gama, Geraldo F. C. . Análise comparativa de prováveis impactos ambientais decorrentes da instalação do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté no trecho de transposição da Serra do Mar, considernado distitntas alternativas tecnológicas e locacionais. 2006.

2.
HIROSE, Alice Takako; HUMPHREYS, R. D. ; SIMI JUNIOR, R. ; AZEVEDO, P. B. M. . Análise do laudo pericial anexado ao Processo 340/82 de ação ordinária de indenização contra a Fazenda do Estado referente a imóvel na ilha do Cardoso (Cananéia-SP) (Parecer Técnico nº 11553-301). 2006.

3.
MONTEIRO, M. B. B. ; HIROSE, Alice Takako ; HUMPHREYS, Rubens Dias ; BRAZOLIN, S. ; ALTMANN, R. G. ; ZENID, G. J. ; ROMAGNANO, Lígia F T . Diagnóstico do tratamento de dormentes ? procedimentos e aspectos ambientais envolvidos - Estudo de Caso: Unidade de Tratamento de Dormentes da Cia. Vale do Rio Doce ? CVRD, município de João Neiva ? ES. 2005.

4.
MONTEIRO, M. B. B. ; HIROSE, Alice Takako ; SILVA, G. A. ; YU, A. S. O. ; ROMAGNANO, Lígia F T ; BRAZOLIN, S. ; HUMPHREYS, Rubens Dias ; ZENID, G. J. ; NAHUZ, M. A. R. ; ALTMANN, R. G. . Estudo da viabilidade técnico-econômica para definição da melhor alternativa para tratamento de dormentes. 2005.

5.
HIROSE, Alice Takako; HUMPHREYS, Rubens Dias . Utilização de lenha do cerrado e de reflorestamento com Eucalyptus urophylla como matéria prima para a produção de energia. 2004.


Demais tipos de produção técnica
1.
URYU, Alice Takako ; HIROSE, Alice Takako . Mapa de cobertura vegetal do Parque do Carmo (São Paulo-SP). 1992. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Simpósio de Restauração Ecológica. 2013. (Simpósio).

2.
V Simpósio de Restauração Ecológica.Seleção de espécies potenciais para controle de erosão e restauração de margens de corpos hídricos. 2013. (Simpósio).

3.
63º Congresso Nacional de Botânica, 2012. Potencial de produção de mudas de espécies arbustivas nativas para a restauração de margens de corpos hídricos. 2012. (Congresso).

4.
63º Congresso Nacional de Botânica, 2012. Potencial de produção de mudas de espécies arbustivas nativas para a restauração de margens de corpos hídricos. 2012. (Congresso).

5.
63º Congresso Nacional de Botânica, 2012. 2012. (Congresso).

6.
IV Simpósio de Restauração Ecológica. 2011. (Simpósio).

7.
XVII Congresso Brasileiro de Sementes. Comportamento germinativo de sementes de Erithryna crista-galli L. em simulação de alagamento. 2011. (Congresso).

8.
XVII Congresso Brasileiro de Sementes. 2011. (Congresso).

9.
8º Simpósio nacional de controle de erosão. 2009. (Simpósio).

10.
Congresso Ibero-Americano e do Caribe sobre Restauração Ecológica. 2009. (Congresso).

11.
I Encontro Paulista de BIodiversidade. 2009. (Encontro).

12.
IV Congresso Ibero Americano de controle de erosão e sedimentos. 2008. (Congresso).

13.
I Workshop Interno de P&D (Concessionárias Energia Hidrelétrica). 2008. (Outra).

14.
VII Simpósio Nacional de Recuperação de Áreas Degradadas. 2008. (Simpósio).

15.
Desafios na construção dos Indicadores ambientais paulistanos. 2007. (Seminário).

16.
III Workshop Internacional de Túneis Vento. 2007. (Outra).

17.
II Workshop sobre reflorestamento comercial de espécies nativas. 2007. (Outra).

18.
Simpósio regional de recuperação de áreas degradadas. 2006. (Simpósio).

19.
Simpósio regional de recuperação de áreas degradadas do grande ABC. 2006. (Simpósio).

20.
Seminário Internacional/ Workshop Parques Urbanos e Meio Ambiente: desafios de uso. 2005. (Seminário).

21.
Seminário Internacional sobre Avaliação Ecossistêmica do Milênio. 2005. (Seminário).

22.
Workshop Billings 2005. 2005. (Outra).

23.
Recuperação de áreas degradadas: subsídios para conservação da biodiversidade e manutenção dos sistemas hídricos. 2003. (Seminário).

24.
Japanese Congress on Forestry. Gap characteristics and gap regeneration process in a climax beach forest in Chichibu Mountais - Central Japan. 1997. (Congresso).

25.
Conservation and Management of BIodiversity in a Changing Man-Nature System. 1996. (Simpósio).

26.
Japanese Congress on Forestry. Preliminary studies on gap formation and gap dynamics. 1996. (Congresso).

27.
II Fórum de Educação Ambiental. 1992. (Outra).

28.
Seminário Internacional: Universidade, empresa e comunidade face ao meio ambiente. 1992. (Seminário).

29.
II Encontro Interno de Trabalhos Científicos.Análise preliminar de comunidades vegetais que compõem o sub-bosque de alguns talhões do Horto Florestal de Rio Claro. 1990. (Encontro).

30.
I Simpósio Nacional de Análise Ambiental. 1990. (Simpósio).

31.
1º Simpósio Internacional de legislação de resíduos nucleares e perigosos. 1989. (Simpósio).

32.
Encontro de Ecologia Evolutiva. 1989. (Encontro).

33.
II Congresso: Microbacias e Mata Ciliar. 1989. (Congresso).

34.
Seminário Propostas relativas a recursos hídricos para a nova constituição do Est. SP. 1988. (Seminário).



Inovação



Projetos de pesquisa

Outros projetos


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
URYU, Alice Takako ; HIROSE, Alice Takako . Gap characteristics and gap regeneration process in a climax beech forest in Chichibu Mountais - Central Japan. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
HIROSE, Alice Takako. Potencial de aplicação de espécies vegetais em margens de reservatórios para controle de erosão de diques marginais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 19:33:43