João Arthur Soccal Seyffarth

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1778677069912226
  • Última atualização do currículo em 15/03/2017


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (1992) e mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (1995). Atualmente é analista ambiental do Ministério do Meio Ambiente. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia do Fogo, atuando principalmente nos seguintes temas: botânica, cerrado, semi-árido, conservação e uso sustentável da caatinga e combate à desertificação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
João Arthur Soccal Seyffarth
Nome em citações bibliográficas
Seyffarth, J.A.S

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Estação Ecológica Mico-Leão Preto.
Estrada Boiadeira Norte 3-27
Vila Santa Rosa
19470-000 - Presidente Epitacio, SP - Brasil
Telefone: (18) 32817805
Fax: (18) 32814522
URL da Homepage: http://www.ibama.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2004
Doutorado em andamento.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Orientador: .
1993 - 1995
Mestrado em Ecologia.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Interceptação de chuva em cerrado sensu strictu sob diferentes regimes de queirma.,Ano de Obtenção: 1995.
Orientador: Heloisa Sinátora Miranda.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: interceptaão; Fogo; queima; Chuva; balanço hídrico; Cerrado.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Ecofisiologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Ecologia do Fogo.
Setores de atividade: Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados.
1987 - 1992
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Capacidade de Interceptação da água da chuva pela vegetação de cerrado - campo sujo.
Orientador: Heloisa Sinátora Miranda.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Atuação Profissional



Estação Ecológica Mico-Leão Preto, IBAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Analista Ambiental, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2005 - Atual
Direção e administração, IBAMA, .

Cargo ou função
Chefe de Unidade de Conservação.

Floresta Nacional de Chapecó, IBAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Analista Ambiental, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/2002 - 06/2005
Direção e administração, IBAMA, .

Cargo ou função
Chefe Substituto de Unidade de Conservação.

Fundação Grupo Esquel Brasil, ESQUEL BRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 2000
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Coordenador adjunto de Projeto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Exercia minhas funções como consultor do PNUD


Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal, MMA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Consultor Técnico Especializado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Exercia minhas atividades como consultor do PNUD

Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Consulto Técnico Especializado do PROBIO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Exercia minhas atividades como consultor do PNUD

Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Gerente de Projeto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Exercia minhas atividades com DAS

Atividades

2/2002 - 10/2002
Serviços técnicos especializados , Secretaria de Biodiversidade e Florestas, Diretoria de Conservação da Biodiversidade.

Serviço realizado
Elaboração e implementação da Política Nacional da Biodiversidade.
3/2000 - 2/2002
Serviços técnicos especializados , Secretaria de Biodiversidade e Florestas, Diretoria de Conservação da Biodiversidade.

Serviço realizado
Auxílio na Seleção, monitoramente e avaliação de projetos.

Ministério do Meio Ambiente, MMA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Analista Ambiental, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Durante este período trabalhei até outubro de 2016 na Secretaria de Biodiversidade e Florestas com políticas e ações de conservação e uso sustentável da caatinga e instrumentos de fomento à conservação e uso sustentável da da biodiversidade e elaboração de políticas de adaptação às mudanças climáticas. Desde outubro de 2016 estou trabalhando, primeiro no cargo de assessor e depois como apenas analista ambiental na agenda de combate à desertificação, por meio ao fomento e acomaphamento de projetos



Projetos de desenvolvimento


2000 - Atual
Projeto de Conservação e Utilização Sustentável de Diversidade Biológica Brasileira
Descrição: O PROBIO é um projeto que financia ações de pesquisa e gestão da biodiversidade brasileira, e tem como seus principais resultados a revisão da lista da fauna ameaçada de extinção, a identificação das áreas prioritárias para a conservação da biodiversidade e a produção de informações e o manejo para a conservação de espécies ameaçadas e controle de espécies invasoras..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: João Arthur Soccal Seyffarth - Integrante / Daniela Oliveira - Integrante / Fátima Oliveira - Integrante / Mauricio Azeredo - Integrante / Rita Conde - Integrante / Danilo Pizani - Integrante / Marinez Costa - Integrante / Braulio Dias - Coordenador.Financiador(es): Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento - Cooperação / Banco Mundial - Auxílio financeiro.
1996 - 2000
Elaboração da Política Nacional de Controle da Desertificação e Implementação de Ações Prioritárias
Descrição: O Projeto Elaboração da Política Nacional de Controle da Desertificação teve como seus principais resultados o diagnóstico das áreas susceptíveis e de ocorrência da desertificação no Brasil, o decreto que institutuiu a Política e a implementação de inúmeras ações e projetos de combate à desertificação e convivência com a seca em áreas prioritárias no semi-árido brasileiro..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: João Arthur Soccal Seyffarth - Integrante / Heitor Matallo Junior - Coordenador / Mônica Celeida Rabello Nogueira - Integrante / Eduardo Peres - Integrante / Sílvio Sant'ana - Integrante / Sônia Macedo - Integrante.Financiador(es): Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento - Cooperação / Fundo das Nações Unidas Para a Alimentação - Auxílio financeiro.


Outros Projetos


2002 - Atual
Projeto Estratégia Nacional de Biodiversidade
Descrição: O projeto Estratégia Nacional foi o responsável pelo processo que culminou na promulgação do Decreto com as diretrizes para a Política Nacional da Biodiversidade no Brasil e outras iniciativas relacionadas com a sua implementação..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: João Arthur Soccal Seyffarth - Integrante / Fátima Oliveira - Integrante / Maria Joana Pihauilino - Integrante / Braulio Dias - Coordenador.Financiador(es): Global Environmental Fund - Auxílio financeiro / Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento - Cooperação.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Biologia da Conservação.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Gestão de Unidades de Conservação.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Gestão e Acompanhamento de Projetos de Gestão da Biodiversidade.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas/Especialidade: Ecologia do Fogo.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Controle de Espécies Invasoras.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Interação Animal Planta.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
Seyffarth, J.A.S2011Seyffarth, J.A.S. É preciso que a Caatinga tenha mais visibilidade. Econordeste, v. 1, p. 18-21, 2011.

2.
Seyffarth, J.A.S2011 Seyffarth, J.A.S. Caatinga: bioma ameaçado pela desertificação e mudanças climáticas. Revista Gestão Pública e Desenvolvimento, v. 37, p. 33-37, 2011.

3.
Seyffarth, J.A.S2000Seyffarth, J.A.S. Good quality water for the needy communities in the Brazilian semi-arid. LEISA - Revista de Agroecologia, Leusden, Netherlands, v. 16, n.1, p. 20-21, 2000.

4.
Seyffarth, J.A.S2000 Seyffarth, J.A.S; CALOURO, Armando Muniz ; HAY, J. ; BIZERRIL, M. X. ; FERREIRA, A. A. ; WALTER, B. M. T. ; GOES JUNIOR ; MANZAN, D. J. ; GASTA, M. L. ; COSTA, E. M. N. . Comparação do padrão da distribuição espacial em escalas diferentes de espécies nativas do cerrado. Revista Brasileira de Botânica, v. 23, n.3, p. 341-347, 2000.

5.
Seyffarth, J.A.S1996Seyffarth, J.A.S; CALOURO, Armando Muniz ; PRICE, Peter . Leaf rollers in Ouratea hexasperma (Ochnaceae): Fire effect and the plant vigor hypothesis. Revista Brasileira de Biologia, Rio de Janeiro-RJ, v. 56, n.1, p. 135-137, 1996.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Seyffarth, J.A.S. A Conservação da Biodiversidade no Semi-Árido. In: 1º Simpósio Brasileiro sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Semi-Árido, 1997, Mossoró. Anais do 1º Simpósio Brasileiro sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Semi-Árido. Mossoró-RN: Universidade Regional do Rio Grande do Norte, 1997. v. 01. p. 63-72.

Outras produções bibliográficas
1.
Seyffarth, J.A.S; EGLER, M. ; BRITO, A. ; VIEZZER, J. . Capítulo de Biodiversidade e Ecossistemas do Plano Nacional de Adaptação. Brasília - DF: Ministério do Meio Ambiente, 2016 (Plano do Governo Federal).

Demais trabalhos
1.
Seyffarth, J.A.S. Formigas atendendo Aconophora xiphias (Membracidae) em Didymopanax macrocarpum (Araliaceae). 1996 (Resumo e painel no XXI Congresso Brasileiro de Zoologia) .

2.
Seyffarth, J.A.S. Interceptação de chuva em cerrado sensu strictu sob diferentes regimes de queima: Dados preliminares. 1994 (Resumo e painel no II Congresso Brasileiro de Ecologia) .

3.
Seyffarth, J.A.S. Padrão de ocorrência de galhas em plantas de cerrado. 1994 (Resumo e painel no II Congresso Brasileiro de Ecologia) .

4.
Seyffarth, J.A.S. Interceptação da água da chuva em campo sujo de Cerrado. 1992 (Resumo e painel no XLIII Congresso Nacional de Botânica) .



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
60th Short Course on Climate Change Adaptation: The Soil-Water Nexus?.Brazilian Environmental Challenges and Climate Changes. 2013. (Outra).

2.
Conferência Internacional: Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas ? ICID + 18 ? 2010. Organização e Moderação da mesa Áreas Protegidas para o Desenvolvimento Sustentável em Regiões do Semiárido. 2010. (Congresso).

3.
.Encontro Regional de Florestas Nacionais da Região Sul. 2002. (Encontro).

4.
.Avaliação e identificação de ações prioritárias para a conservação, utilização sustentável e repartição de benefícios da biodiversidade do bioma Caatinga. 2000. (Seminário).

5.
. Oficina de trabalho sobre Gênero e Desertificação. 1999. (Congresso).

6.
9ª Conferência Internacional sobre Sistemas de Captação de Água de Chuva.9ª Conferência Internacional sobre sistemas de captação de água de chuva. 1999. (Simpósio).

7.
Seminário sobre Reginalização do Programa 1999 - Universidade Solidária.Seminário sobre Regionalização do Programa 1999 - Universidade Solidária. 1999. (Seminário).

8.
.I Seminário sobre degradação ambiental no vale do São Francisto. 1997. (Seminário).

9.
Curso sobre Manejo e Conservação do Solo e da Água no Semi-Árido.Curso sobre Manejo e Conservação do Solo e da Água no Semi-Árido. 1997. (Outra).

10.
. XXI Congresso Brasileiro de Zoologia. 1996. (Congresso).

11.
II Congresso de Ecologia do Brasil. II Congresso de Ecologia do Brasil. 1994. (Congresso).

12.
.Curso sobre Fluxos de Energia e Massa no Cerrado. 1993. (Outra).

13.
.Curso de Ecologia e Manejo do Fogo. 1993. (Outra).

14.
. XLIII Congresso Nacional de Botânica. 1992. (Congresso).

15.
1º Seminário Nacional sobre Incêndios Florestais e Queimadas.1º Seminário Nacional sobre Incêndios Florestais e Queimadas. 1992. (Seminário).

16.
.I Encontro de Botânicos do Centro Oeste. 1991. (Encontro).

17.
.III Encontro Brasileiro de Herpetólogos. 1991. (Encontro).

18.
.Curso sobre Vegetação da Fazenda Água Limpa. 1991. (Outra).



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
Seyffarth, J.A.S2011Seyffarth, J.A.S. É preciso que a Caatinga tenha mais visibilidade. Econordeste, v. 1, p. 18-21, 2011.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/11/2018 às 16:24:37