Dayseanne Araujo Falcão

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0598158191923872
  • Última atualização do currículo em 10/04/2018


Possui graduação em Ciências biológicas pela Universidade Tiradentes (1998), graduação em Biomedicina pela Universidade Tiradentes (1999), mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e doutorado em Imunologia pela Universidade de São Paulo (2007). Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Imunoquímica e Biotecnologia, bem como na área de Imunologia, com ênfase nos seguintes temas: Imunodeficiências de Proteínas do Sistema Complemento, Imunoensaios, Cultura de Células e Imunologia Aplicada à Biologia Molecular. Foi professora das disciplinas de Imunologia e Bioquímica para os cursos de Odontologia, Biomedicina e Ciências Biológicas da Universidade Tiradentes (SE) e das disciplinas de Bioquímica e Biologia Celular, Histologia e Embriologia para os cursos de Enfermagem e Educação Física da Faculdade AGES (BA). Exerceu a função de Pro-Doc na Universidade Federal de Sergipe, sendo coordenadora principal de dois diferentes projetos de pesquisa, um deles subsiado pela Agência Local - FAPITEC, e orientadora de bolsistas de apoio técnico e PIBIC. Atualmente, exerce a função de Prof. Adjunto IV - Dedicação Exclusiva (DE) - da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, onde responde pelas disciplinas de Imunologia e Microbiologia (disciplinas principais), pela coordenação de diferentes projetos de pesquisa, pela orientação de alunos de mestrado e iniciação científica. Exerce, ainda, a função de membro do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos - CEP-UERN. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Dayseanne Araujo Falcão
Nome em citações bibliográficas
FALCÃO, D. A.;Falcão, D. A.;FALCÃO, DAYSEANNE ARAUJO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Instituto de Ciencias Exatas e Naturais.
Rua Prof. Antônio Campos
Costa e Silva
59000-000 - Natal, RN - Brasil
Telefone: (79) 21056804
URL da Homepage: www.uern.br


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2007
Doutorado em Imunologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Deficiências concomitantes da proteína reguladora Fator H e do componente C9 do complemento, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Lourdes Isaac.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Fator H; C9; Deficiência secundária de C3; Imunodeficiência; Sistema complemento.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
2000 - 2002
Mestrado em Bioquímica e Fisiologia.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Emprego de Pérolas de Polisiloxano-Álcool Polivinílico e Discos de Papel de Filtro Plastificados com Álcool Polivinílico-Glutaraldeído em Imunoensaios,Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Luiz Bezerra de Carvalho Junior.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Desenvolvimento de Novos Materiais; Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana.
1994 - 1999
Graduação em Ciências biológicas.
Universidade Tiradentes, UNIT, Brasil.
1994 - 1998
Graduação em Ciências biológicas.
Universidade Tiradentes, UNIT, Brasil.




Formação Complementar


2009 - 2009
Suporte Básico à Vida e Uso de Desfibrilador. (Carga horária: 10h).
Centro Internacional de Treinamento em Emergencias Medicas, CITEM, Brasil.
2008 - 2008
Capacitação: "Biosseg., Manejo e Criação de Animai. (Carga horária: 14h).
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
2007 - 2008
Formação Permanente para Docentes do Ens. Superior. (Carga horária: 101h).
Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Paripiranga, AGES, Brasil.
2003 - 2003
Fundamentos Teóricos dos Métodos de Bio. Mol.. (Carga horária: 20h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em Validade, Eficiência e Ética em Ensaios Biológicos. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em Princípios e Atualizações em Bioquímica. (Carga horária: 140h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.


Atuação Profissional



Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, CONEP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Relator, Carga horária: 8


Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, UERN, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

Atividades

02/2016 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia Básica
Microbiologia
Introdução às Ciências Biológicas
05/2012 - Atual
Ensino, Bacharelado em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia Básica
Microbiologia
02/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciencias Exatas e Naturais, .

05/2011 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciencias Exatas e Naturais, Departamento de Ciências Biológicas.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Elaboração da APCN do Mestrado em Ciências Biológicas.
01/2011 - Atual
Ensino, Ciências Naturais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Meio Ambriente e Saúde
11/2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CONSEPE, .

Cargo ou função
Vice-coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos.
07/2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CONSEPE, .

Cargo ou função
Membro Suplente da Comissão de Extensão.
01/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciencias Exatas e Naturais, .

10/2015 - 01/2016
Ensino, Ciências Naturais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Saúde e Meio-ambiente
11/2011 - 03/2012
Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia Básica
Microbiologia
03/2011 - 10/2011
Ensino, Bacharelado em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Epidemiologia
Imunologia
Microbiologia
09/2010 - 01/2011
Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Parasitologia
Microbiologia
Imunologia
03/2010 - 11/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CONSEPE, .

Cargo ou função
Membro do Comitê de Ética em Pesquisa.
04/2010 - 08/2010
Ensino, Bacharelado em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia Endócrina
Imunologia
Microbiologia
12/2009 - 03/2010
Ensino, Licenciatura em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Microbiologia
Imunologia

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutoranda, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pro-Doc, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, AGES, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10

Atividades

01/2008 - 07/2008
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica
Biologia Celular, Histologia e Embriologia
01/2008 - 07/2008
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bases Biológicas Aplicadas à Educação Física

Universidade Tiradentes, UNIT, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Assistente I, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pelas disciplinas de Imunologia e Bioquímica ministradas para os cursos de Biomedicina, Odontologia e Ciências Biológicas

Atividades

2006 - 2006
Ensino, Ciências biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica
2006 - 2006
Ensino, Ciências Biológicas - Modalidade Médica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia
2006 - 2006
Ensino, Odontologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia


Linhas de pesquisa


1.
Atividade Antiinflamatória do Extrato Etanólico da Casca de Mimosa tenuiflora (Wild.) Poir.
2.
Imunologia
3.
Caracterização Imunológica e Parasitológica de Comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
INFLUÊNCIA DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO AUTOMATIZADO NA PRODUÇÃO DE METABÓLITOS SECUNDÁRIOS ANTINFLAMATÓRIOS PELA Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador.
2015 - Atual
TRABALHANDO A INDISCIPLINA NA ESCOLA: UM OLHAR PARA A OPINIÃO DOS ALUNOS NA CIDADE DE MOSSORÓ
Descrição: A indisciplina está presente muito fortemente entre os mais jovens de hoje e isso está refletindo de forma negativa na rotina da escola. Sendo até o motivo de grande desistência e desestimulo de muitos docentes. Os alunos chegam à escola sem limites, não querendo seguir as normas impostas e credores da concepção que essa postura é completamente viável e correta. Sabe-se o quanto é de crucial importância a existência de normas, e que os alunos as respeitem, para que ocorra o bom funcionamento da entidade. Esse deve ser um elo estabelecido entre família e escola, devem caminhar juntos. O comportamento deve a priore, ser imposto em casa e fortalecido na escola. Como também não tem fundamento o professor trabalhar o aluno em sala e os outros componentes da escola não estarem juntos. Desse modo é preciso analisar a maneira que os alunos estão se comportando, o grau da indisciplina deles, fazendo-os refletirem sobre o assunto. È preciso realizar uma intervenção que os façam compreender o motivo porque as normas são impostas e a sua importância para o bom funcionamento da entidade que frenquenta. E por meio de questionários pode ser analisado se houve algum amadurecimento no pensamento dos alunos. Este projeto é uma excelente ferramenta para testar se os alunos melhoram seu comportamento se estiverem mais próximos a parte administrativa e conseguirem opinar a respeitos das normas da escola. Assim, esse trabalho tem o objetivo caracterizar o quadro de indisciplina dos alunos presentes nas escolas e intervir, por meio de abordagens éticas e morais, nessa problemática existente além de induzir ao aluno a refletir sobre o seu próprio comportamento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Ana Clara da Costa Rangel - Integrante.
2014 - Atual
INDICADORES DE SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DE MORADORES RESIDENTES EM ÁRES CONTAMINADAS POR METAIS PESADOS
Descrição: A inter-relação homem, recurso natural e modelo econômico tornaram-se ao longo das últimas décadas objeto de preocupação social e de estudos científicos, que apontam a degradação ambiental como uma reposta negativa às atividades desenvolvidas. A degradação do ambiente é descrita por Miller (2007) como a redução ou destruição de um recurso potencialmente renovável, quando utilizado mais rapidamente do que é reposto pela natureza. Neste ponto, destacamos os recursos hidrícos, um bem essencial, de suma importancia para a vida, que, quando poluído, contribui para uma muitos transtornos à saúde humana (CASSOL, 2012). Os metais pesados representam uma classe de poluentes ambientais altamente tóxicos, capazes de catalisar uma série de alterações na estrutura macromolecular, que modificam as funções celulares. Muito se tem discutido acerca da poluição dos recursos hídricos e o estado do Rio Grande do Norte, não foge a esta realidade. O Rio do Carmo é um afluente do Rio Mossoró e estuário de grande importância econômica e ecológica, servindo a comunidades que sobrevivem principalmente da pesca, agricultura e extração de sal. A ocupação inadequada nestes locais promoveu processos de degradação em diferentes níveis (SERHID, 2005), como, por exemplo, a presença de altos níveis de metais pesados nos sedimentos superficiais coletados do rio (ALMEIDA, 2007). Tais danos teriam implicação direta nos indicadores de saúde e qualidade de vida das comunidades servidas por este afluente. O objetivo deste estudo é avaliar os indicadores de saúde, a qualidade de vida e a presença de metais pesados nos moradores do entorno do Rio do Carmo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / José Hélio de Araújo Filho - Integrante / Adriana Valentim Wandermurem - Integrante.
2014 - Atual
INFLUÊNCIA DE EXTRATOS AQUOSOS DE Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob. SOBRE A PROLIFERAÇÃO IN VITRO DE CÉLULAS TUMORAIS E SOBRE O CRESCIMENTO MICROBIANO
Descrição: O uso de plantas medicinais é uma prática bastante desenvolvida pelo homem, sendo o Nordeste brasileiro uma região com grande quantidade de plantas são usadas frequentemente como fitoterápicas. A Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob., espécie arbórea conhecida como Embiratanha é largamente usada na medicina popular do Nordeste brasileiro para o tratamento de diversas doenças. A casca e entrecasca da Embiratanha são usadas, principalmente, no combate a dores e inflamações. Trabalhos anteriores do grupo de pesquisa comprovaram o efeito antinflamatório desta espécie. Sabendo que substancias que agem inibem processos inflamatórios, muito provavelmente exibirão ação antitumoral e/ou microbicida, tem-se nesta planta um importante foco para pesquisas sobre o assunto. Adicionalmente, existe uma grande deficiência de informações científicas sobre os efeitos antimicrobianos e antitumorais da P. marginatum, o que torna essencial o desenvolvimento de pesquisas sobre este espécime como possível fonte de compostos fitoterápicos. Assim, este trabalho tem por objetivo avaliar as propriedades antitumoral e antimicrobiana do extrato aquoso da casca de P. marginatum..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Vanusa Albuquerque da Silva - Integrante / José Hélio de Araújo Filho - Integrante / Helaine Mirelli de Almeida - Integrante.
2012 - 2014
Caracterização Imunológica e Parasitológica em Comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte - RN
Descrição: No Brasil, existem na atualidade comunidades rurais semi-isoladas identificadas como remanescentes de quilombos. Essas comunidades apresentam precárias condições sanitárias, de fatores educacionais, econômicos e sociais o que contribui para explicar a alta prevalência de doenças infecto contagiosas, em especial, as parasitoses intestinais. Em países em desenvolvimento, com alta carga de infecções parasitárias, foi observado e sugerido um efeito protetor das infecções parasitárias contra as manifestações alérgicas mediadas pela IgE. Deste modo, um fator adicional a ser observado nessas comunidades seria uma possível diminuição da prevalência de indivíduos alérgicos, uma vez que existem relatos desse fenômeno em indivíduos com altos índices de parasitismo. Apesar destes relatos, o número de trabalhos científicos publicados ainda é muito pequeno. Adicionalmente, este projeto será uma ferramenta valiosa para a aquisição de novos conhecimentos na resposta imune às parasitoses. Para tal propósito, será realizada uma análise coprológica para a detecção de ovos e larvas de helmintos e cistos de protozoários, através do Método Hoffman. A resposta imune será determinada pela dosagem de imunoglobulinas IgM, IgG, IgE e IgA através da técnica de imunodifusão radial simples, assim como a contagem total e diferencial de leucócitos. Dessa forma, o presente trabalho tem o objetivo de avaliar a prevalência de enteroparasitos em indivíduos de uma comunidade quilombola do RN, identificando as principais espécies patogênicas e comensais de helmintos e protozoários intestinais, os fatores de risco para a infecção por doenças parasitárias, além da avaliação de parâmetros envolvidos com a resposta imune a parasitas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Luciana Alves Bezerra Dantas Itto - Integrante / Bruna Raquel Abreu Fernandes Lima - Integrante / Vanusa Albuquerque da Silva - Integrante.
2011 - 2013
Avaliação do Efeito do Extrato Etanólico da Entrecasca de Pseudobombax marginatum (St. Hil) Rob. proveniente da Caatinga Potiguar Sobre as Respostas Inflamatória e Nociceptiva.
Descrição: A espécie Pseudobombax marginatum (St. Hil) Rob da família Malvaceae, vulgarmente conhecida como embiratanha, encontra-se amplamente disseminado nos estados da Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica. No Nordeste, se distribui pelos estados de Maranhão, Ceará, Paraíba e Bahia e Rio Grande do Norte. É uma espécie muito pouco estudada, entretanto já existem relatos de que ela é apreciada na caprinocultura, como forragem para ruminantes de pequeno porte e na carpintaria naval, para a confecção de barcos. Sua madeira também é utilizada para caixotaria, forros, confecção de brinquedos entre outros. Sua copa ornamental pode ser utilizada para fins paisagísticos, já a casca é empregada para confecção de cordas rústicas, daí a razão de seus nomes populares. Trabalhos na área de etnobotânica citam o uso da P. marginatum como planta medicinal usada popularmente no tratamento da inflamação. Adicionalmente, especialistas locais da comunidade rural de Laginhas, Caicó-RN citam a maceração da entrecasca de P. marginatum como alternativa para o combate a dor de coluna. (Agra, 2008; ROQUE, 2010). Pretendemos avaliar a atividade anti-inflamatória do extrato etanólico da casca de P. marginatum nas doses de 100, 200 e 400mg/kg em ratos Wistar machos submetidos ao modelo de inflamação aguda (peritonite) induzida por carragenina. A atividade anti-inflamatória será verificada pela inibição da migração leucocitária para a cavidade peritoneal e atividade da enzima mieloperoxidase em neutrófilos. Com isso, este estudo servirá de subsídio para identificação de um produto com potencial fitoterápico, de fácil acesso à população de baixa renda, para ser utilizado como suporte para o alívio de processos inflamatórios, bem como uso de fitoterápicos como alternativa para redução do custo de medicamentos utilizados no sistema público de saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Sara Maria Thomazzi - Integrante / Dayane Paiva - Integrante / Jaécio Carlos Diniz - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.
2010 - 2011
Avaliação de Parâmetros da Resposta Imune de Indivíduos Residentes em Áreas de Contaminação por Metais Pesados na Cidade de Mossoró-RN
Descrição: Os metais pesados pertencem a uma classe de poluentes ambientais bastante tóxicos, em consequência de suas propriedades. Possui alto peso molecular, que confere função bioacumulativa, não sendo degradados no organismo. Seu potencial patológico está intimamente relacionado com essas propriedades. Um estudo realizado na cidade indicou altas concentrações de metais pesados em trechos da área urbana de Mossoró, próximos ao rio Apodi/Mossoró, em conseqüência da poluição do mesmo, pelas atividades humanas, como presença de esgoto e criação de animais no seu leito. O sistema imunológico é bastante complexo, sendo capaz de reconhecer invasores, impedindo que se disseminem e eliminando-os. Será realizado um projeto piloto para avaliar os parâmetros imunológicos da resposta imune em indivíduos possivelmente contaminados por metais pesados, serão usados 45 indivíduos, 15 de cada ponto, residentes nas áreas contaminadas por metais pesados maiores de 18 anos, pela coleta de 5 ml de sangue periférico. A dosagem de imunoglobulinas IgA, IgG e IgM através da técnica de imuno difusão radial simples. Para a contagem de leucócitos será usada Câmara de Neubauer e contagem diferencial em lâmina de esfregaço. Dessa forma, pretende-se investigar possíveis alterações na quantidade de imunoglobulinas IgA, IgM, IgG e IgE e de leucócito nos indivíduos residentes nestes locais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Israelly Viana de Sena - Integrante.
2010 - 2011
AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIINFLAMATÓRIA DO EXTRATO ETANÓLICO DA CASCA DE Mimosa tenuiflora (WILLD.) POIR
Descrição: A caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro apresentando grande número de espécies vegetais com atividade farmacológica pouco estudada. Dentre essas espécies, encontramos a Mimosa tenuiflora (Wild.) Poir. da família Fabaceae. Vulgarmente conhecida como jurema preta, esse arbusto encontra-se amplamente disseminado nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, e é bastante utilizada na medicina popular contra inflamação, tratamento de ferimentos, úlceras gástricas, "problemas femininos", (menorréia, dismenorréia, endometrite), curar infecções, bronquite, tosse, febre, enxaqueca, úlceras externas, cicatrização e queimaduras. Sua atividade biológica contra bactérias foi comprovada e seu estudo fitoquímico detectou-se a presença de flavonóides, geralmente flavonas e flavononas, taninos, antocianinas, antocianidinas, catequinas, esteróides, triterpenóides e saponinas na casca e cerne.Pretendemos avaliar a atividade antiinflamatória do extrato etanólico da casca de M. tenuiflora nas doses de 100, 200 e 400 mg/kg em ratos Wistar machos submetidos ao modelo de inflamação aguda (peritonite) induzida por carragenina. A atividade antiinflamatória será verificada pela inibição da migração leucocitária para a cavidade peritoneal e atividade da enzima mieloperoxidase em neutrófilos. Com isso, este estudo servirá de subsídio para identificação de um produto com potencial fitoterápico, de fácil acesso à população de baixa renda, para ser utilizado como suporte para o alívio de processos inflamatórios, bem como uso de fitoterápicos como alternativa para redução do custo de medicamentos utilizados no sistema público de saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Elizabeth Alexandra Borges Bezerra - Integrante / Jaécio Carlos Diniz - Integrante / José Alexandre Marzagão Barbuto - Integrante / Vanusa Albuquerque da Silva - Integrante.
2009 - 2011
Estudos farmacológico e bioquímico do extrato aquoso da casca de Anadenanthera colubrina
Descrição: O Brasil é o país de maior índice de biodiversidade e, ainda, possuidor de um amplo repertório de plantas com potencial econômico subutilizado (ALBUQUERQUE et al., 2007b). O Nordeste brasileiro tem a maior parte de seu território ocupado por uma vegetação adaptada às condições de aridez, de fisionomia variada, denominada ?Caatinga?. Devido à baixa renda familiar, o uso de plantas medicinais e a auto-medicação é amplamente difundida na região da Caatinga. Estas práticas têm enriquecido o conhecimento local no uso de plantas em práticas curativas, gerando, assim, a rica farmacopéia derivada de plantas. Existem várias espécies de plantas medicinais da caatinga usadas na medicina popular. Em termos de sua aplicação medicinal, as plantas da caatinga têm demonstrado interessantes propriedades antiinflamatórias, cicatrizantes e antioxidantes, propriedades aparentemente relacionadas aos compostos fenólicos que essas plantas produzem e armazenam. Alguns estudos indicam que os compostos fenólicos, como taninos e flavonóides, aparecem em 100% de alguns grupos de plantas medicinais dessa região (ALMEIDA et al., 2005). Sabendo que a Anadenanthera colubrina (?angico?) é uma espécie rica em compostos fenólicos e que é amplamente utilizada na medicina popular para inibir processos inflamatórios, este estudo em como objetivo avaliar as atividades anti-inflamatória, antinociceptiva e antioxidante da entrecasca desta planta..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - Remuneração.
2009 - 2011
Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinada Sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento
Descrição: O gênero Hyptis pertence à família Lamiaceae, composta por aproximadamente 300 espécies existentes principalmente na América Tropical. A espécie Hyptis pectinata é popularmente conhecida como "sambacaitá" ou "canudinho" nos estados de Sergipe e Alagoas, tendo sido utilizada popularmente no tratamento de inflamações, infecções bacterianas, dor, câncer e na cicatrização da pele. As principais atividades biológicas estudadas são as propriedades químicas e antinociceptivas de seus óleos essenciais e, de forma menos frequente, de seus extratos aquosos. Entretanto, não existem dados disponíveis sobre a influência dos extratos aquosos desta espécie sobre os diversos componentes da resposta imune. Assim, faz-se necessário e mesmo urgente, a avaliação de tais propriedades, a fim de justificar o uso popular desta espécie, principalmente no que se refere às suas propriedades antiinflamatórias e mesmo ampliar as suas possibilidades terapêuticas em relação ao sistema imune. Nesta proposta, pretende-se obter dados inéditos sobre a capacidade de proliferação das células mononucleares periféricas, bem como seu perfil de produção de citocinas e o perfil de ativação do sistema complemento sob influência de extratos aquosos de Hyptis pectinata..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Identificação e Caracterização de Polimorfismos Presentes nos Genes dos Receptores do Fragmento C5a do Complemento ? C5a e C5L2 ? de Pacientes Asmáticos
Descrição: A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas, caracterizada por broncoconstrição, hiperreatividade e remodelamento das vias aéreas. Atualmente, existe o consenso na comunidade científica de que a fisiologia patológica da asma está ligada a uma resposta imune desregulada, mediada pelos linfócitos T auxiliares do tipo 2 (Th2), que leva ao aumento da concentração de IgE específica, eosinofilia e hiperrreatividade das via aéreas, de modo que um dos grandes desafios da ciência é solucionar o mecanismo causador desse tipo de resposta imune. Dados recentes sugerem que o Sistema Complemento não só contribui para as funções efetoras da reação inflamatória no estabelecimento da asma, como também funciona como um regulador crítico para a iniciação das respostas imunes inata e específica que levam ao desenvolvimento dessa patologia. A ativação do Complemento desencadeia seus efeitos deletérios através da geração de fragmentos das proteínas participantes da cascata de ativação, como o C3a e o C5a, também chamadas de anafilatoxinas (AT). Muitas das características patológicas da asma, como contração da musculatura lisa, aumento da permeabilidade vascular, secreção de muco e recrutamento de células inflamatórias têm sido associados com os efeitos biológicos das AT já bem estabelecidos. Vários estudos que corroboram com essa associação, como, por exemplo, estudos com animais deficientes de C3 e do receptor para C3a que foram protegidos contra o desenvolvimento de bronconstrição aguda, de hiperreatividade e de inflamação das vias aéreas. Sabendo que os efeitos biológicos das AT são desencadeados quando de sua ligação aos receptores específicos, vários estudos focalizados no ?screen? genômico para detecção de suscetibilidade a asma identificaram diversos loci candidatos, incluindo os cromossomos onde estão localizados os genes que codificam o C5 e o receptor de C5a, bem como a associação entre polimorfismos detectados nos genes de C3, C5, C3aR e C5aR com níveis elevados I.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Coordenador / Lourdesd Isaac - Integrante.
2003 - 2007
Deficiências Concomitantes da Proteína Reguladora Fator H e do Componente C9 do Complemento
Descrição: A deficiência completa de FH é um fenômeno raro, com apenas 22 casos descritos na literatura até o momento. A deficiência do componente C9 é rara em caucasianos, mas de alta prevalência entre os japoneses. Nosso paciente é brasileiro, mas de família descendente de japoneses e com histórico de consagüinidade. Ele apresenta deficiência das duas proteínas, FH e C9, cujos aspectos clínicos e moleculares são descritos e avaliados neste trabalho. Ensaios de imunodifusão radial e ELISA determinaram níveis reduzidos de FH no soro do paciente (16,8 µg/ml) e no de seus familiares. Através do método de Western Blot confirmamos a completa ausência das proteínas de 150 kDa (FH) e de 42 kDa (FHL-1) no soro do paciente, enquanto que o componente C9 (70 kDa) foi detectado, mas em intensidade muito reduzida. Utilizando os métodos de RT-PCR e seqüenciamento do gene FH, foi detectada a substituição homozigota de um nucleotídeo na posição 453 (G453A), levando à substituição de uma Arg por uma His na posição 127, causando transtornos à secreção desta proteína pelas células do paciente. As mesmas técnicas foram utilizadas para avaliação do gene C9, mas nenhuma alteração genética foi encontrada. Este paciente é o primeiro caso de deficiência de FH descrita em uma família brasileira e, até onde temos conhecimento, o único caso no mundo de deficiência concomitante entre a proteína reguladora FH e o componente C9..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Dayseanne Araujo Falcão - Integrante / Lourdesd Isaac - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2000 - 2002
Emprego de Pérolas de Polisiloxano-Álcool Polivinílico e Discos de Papel de Filtro Plastificados com Álcool Polivinílico-Glutaraldeído em Imunoensaios
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2008 - 2010
Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata Sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento
Descrição: O gênero Hyptis pertence à família Lamiaceae, composta por aproximadamente 300 espécies existente principalmente na América Tropical. A espécie Hyptis pectinata é popularmente conhecida como ?sambacaitá? ou ?canudinho? nos estados de Sergipe e Alagoas, tendo sido utilizada popularmente no tratamento de inflamações, infecções bacterianas, dor, câncer e na cicatrização da pele. As principais atividades biológicas estudadas são as propriedades químicas e antinociceptivas de seus óleos essenciais e, de forma menos freqüente, de seus extratos aquosos. Entretanto, não existem dados disponíveis sobre a influência dos extratos aquosos desta espécie sobre os diversos componentes da resposta imune. Assim, faz-se necessária e mesmo urgente, a avaliação de tais propriedades, a fim de se justificar o uso popular desta espécie, principalmente no que se refere às suas propriedades antiinflamatórias e mesmo ampliar as suas possibilidades terapêuticas em relação ao sistema imune. Nesta proposta, pretende-se obter dados inéditos sobre a capacidade de proliferação das células mononucleares periféricas, bem como seu perfil de produção de citocinas e o perfil de ativação do sistema complemento sob influência de extratos aquosos de Hyptis pectinata..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Membro de corpo editorial


2008 - 2010
Periódico: Revista Campus


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Journal of Ethnopharmacology


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunogenética.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Aplicada.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2007
Trabalho Destaque, LAGID/BRAGID.
2007
Aprovação em Concurso Público para Professor Adjunto da Disciplina de Imunologia/Microbiologia, Universidade Estadual do Rio Grande do Norte.
2007
Membro da Comissão de Implantação do Curso de Bacharelado em Enfermagem na Faculdade AGES, Faculdade AGES.
2007
Membro da Comissão de Implantação do Curso de Licenciatura em Educação Física da Faculdade AGES, Faculdade AGES.
2007
Membro da Comissão de Implantação do Curso de Psicologia da Faculdade AGES, Faculdade AGES.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PAIVA, DAYANE CARLA COSTA2013 PAIVA, DAYANE CARLA COSTA ; SANTOS, CLIOMAR ALVES DOS ; DINIZ, JAÉCIO CARLOS ; VIANA, FRANCISCO ARNALDO ; THOMAZZI, SARA MARIA ; FALCÃO, DAYSEANNE ARAUJO . Anti-inflammatory and antinociceptive effect of hydroalcoholic extract from Pseudobombax marginatum inner bark from caatinga potiguar. Journal of Ethnopharmacology, v. 149, p. 416-421, 2013.

2.
FALCÃO, D. A.2009FALCÃO, D. A.; Isaac L . As proteínas do Sistema Complemento e a Asma. Revista Campus, v. 2, p. 77-87, 2009.

3.
FALCÃO, D. A.;Falcão, D. A.;FALCÃO, DAYSEANNE ARAUJO2008 FALCÃO, D. A.; Reis, E. S. ; Paixão-Cavalcante, D. ; AMANO, M. T. ; Delcolli, M. I. M. V. ; Florido, M. P. C. ; ALBUQUERQUE, J. A. T. ; Moraes-Vasconcelos, D. ; Duarte, A. J. ; Grumach, A. S. ; Isaac, L. . Deficiency of the Human Complement Regulatory Protein Factor H Associated with Low Levels of Component C9. Scandinavian Journal of Immunology, v. 68, p. 445-455, 2008.

4.
FALCÃO, D. A.2008FALCÃO, D. A.; Isaac L . AS DEFICIÊNCIAS DE PROTEÍNAS DO SISTEMA COMPLEMENTO E O DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS. Revista Campus, v. 1, p. 6-22, 2008.

5.
FALCÃO, D. A.;Falcão, D. A.;FALCÃO, DAYSEANNE ARAUJO2006 FALCÃO, D. A.; Isaac L ; Reis ES . Clinical aspects and molecular basis of primary deficiencies of complement component C3 and its regulatory proteins factor I and factor H.. Scandinavian Journal of Immunology, v. 63, n.3, p. 155-168, 2006.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SENA, I. V. ; FALCÃO, D. A. . AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS DA RESPOSTA IMUNE DE INDIVÍDUOS RESIDENTES EM ÁREAS DE CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN. In: VII Salão de Iniciação Científica, 2011, Mossoró. VII Salão de Iniciação Científica, 2011.

2.
BEZERRA, E. A. B. ; FALCÃO, D. A. ; Lima, B.R.A.F. ; Diniz, J.C. ; Barbuto, J.A.M . AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIINFLAMATÓRIA DO EXTRATO ETANÓLICO DA CASCA DE Mimosa tenuiflora (WILLD.) POIR. In: VII Salão de Iniciação Científica, 2011, Mossoró. VII Salão de Iniciação Científica, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FALCÃO, D. A.; Reis ES ; AMANO, M. T. ; ALBUQUERQUE, J. A. T. ; PAIXAO-CAVALCANTE, D. ; FLORIDO, M. P. ; VASCONCELOS, D. M. ; Grumach AS ; Isaac L . Arg127His substitution in SCR-2 of the regulatory complement protein Factor H is found in a Factor H deficient patient with concomitant lack of complement component C9. In: Symposium of Autoimmunity in Primary Immunodeficiencies, 2007, São Paulo. Clinics, 2007. v. 1. p. 03-03.

2.
FALCÃO, D. A.; Reis ES ; AMANO, M. T. ; PAIXAO-CAVALCANTE, D. ; FLORIDO, M. P. ; VASCONCELOS, D. M. ; Grumach AS ; Isaac L . Substitution of ARF127 by HIS127 in the Regulatory Complement Protein Factor H is Associated to Its Deficiency in a Patient With Concomitant Lack of Complement Component C9. In: XXXI Meeting of the Brazilian Society for Immunology - Signaling in the Immune System, 2006, Búzios. In:XXXI Meeting of the Brazilian Society for Immunology, 2006.

3.
Grumach AS ; FALCÃO, D. A. ; VASCONCELOS, D. M. ; ARRUK, V. ; Isaac L . Concomitant deficiencies of the regulatory protein factor H and human complement component C9. In: XXVIII Meeting of the Brazilian Society of Immunology, 2003, Mangaratiba. In: XXVIII Meeting of the Brazilian Society of Immunology, 2003.

4.
Grumach AS ; FALCÃO, D. A. ; VASCONCELOS, D. M. ; ARRUK, V. ; CHAGAS, K. D. N. ; Isaac L . Concomitant deficiencies of the human factor complement component C9 and regulatory protein Factor H. In: XIX European Meeting on Complement in Diseases, 2003, Trieste. Molecular Immunology, 2003.

5.
FALCÃO, D. A.; Coêlho, RAL ; Ribeiro LA ; Kobayashi, M ; Carvalho Jr, LB . Filter Paper plasticized with polyvinyl alcohol-glutaraldehyde as solid-phase in ELISA for toxoplasmosis. In: SBBq - XXXI Reunião Anual, 2002, Caxambu. In: SBBq - XXXI Reunião Anual, 2002.

Apresentações de Trabalho
1.
PAIVA, D. ; SANTOS, C. A. ; Diniz, J.C. ; VIANA, F. A. ; THOMAZZI S.M. ; Falcão, D. A. . ANTI-INFLAMMATORY EFFECT OF HYDROALCOHOLIC EXTRACT FROM Pseudobombax marginatum INNER BARK.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
BEZERRA, E. A. B. ; Lima, B.R.A.F. ; Barbuto, J.A.M ; Diniz, J.C. ; Falcão, D. A. . AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIINFLAMATÓRIA DO EXTRATO ETANÓLICO DA CASCA DE Mimosa tenuiflora (WILLD.) POIR. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
SENA, I. V. ; FALCÃO, D. A. . AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS DA RESPOSTA IMUNE DE INDIVÍDUOS RESIDENTES EM ÁREAS DE CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
SANTOS J. ; SILVA W. ; SANTOS D. ; FALCÃO, D. A. ; ESTEVAM C. ; THOMAZZI S.M. . Avaliação de Ações Preventiva e Terapêutica de Anadenanthera colubrina em Modelos Experimentais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
FALCÃO, D. A.; Reis ES ; AMANO, M. T. ; ALBUQUERQUE, J. A. T. ; PAIXAO-CAVALCANTE, D. ; FLORIDO, M. P. ; VASCONCELOS, D. M. ; Grumach AS ; Isaac L . Arg127His substitution in SCR-2 of the regulatory complement protein Factor H is found in a Factor H deficient patient with concomitant lack of complement component C9. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
FALCÃO, D. A.; Reis ES ; AMANO, M. T. ; ALBUQUERQUE, J. A. T. ; PAIXAO-CAVALCANTE, D. ; FLORIDO, M. P. ; VASCONCELOS, D. M. ; Grumach AS ; Isaac L . A missense mutation is associated with the regulatory complement protein factor H deficiency in a patient with concomitant lack of complement component C9. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
FALCÃO, D. A.; Reis ES ; AMANO, M. T. ; PAIXAO-CAVALCANTE, D. ; FLORIDO, M. P. ; VASCONCELOS, D. M. ; Grumach AS ; Isaac L . Substitution ARG127 by HIS127 in the Regulatory Complement Protein Factor H is Associated to its Deficiency in a Patient with Concomitant Lack of Complement Component C9. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
Grumach AS ; FALCÃO, D. A. ; VASCONCELOS, D. M. ; ARRUK, V. ; CHAGAS, K. D. N. ; Isaac L . Concomitant deficiencies of the Regulatory Protein Factor H and Human Complement Component C9. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
Grumach AS ; FALCÃO, D. A. ; VASCONCELOS, D. M. ; ARRUK, V. ; CHAGAS, K. D. N. ; Isaac L . Concomitant deficiencies of the human factor complement component C9 and regulatory protein Factor H. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
FALCÃO, D. A.; Coêlho, RAL ; Ribeiro LA ; Kobayashi, M ; Carvalho Jr, LB . Filter Paper Plasticized with Polyvinyl Alcohol-Glutaraldehyde as Solid-Phase in ELISA for Toxoplasmosis. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
FALCÃO, D. A.. Deficiências concomitantes da proteína reguladora Fator H e do componente C9 do complemento. São Paulo: USP, 2007 (Tese de Doutorado).

2.
FALCÃO, D. A.. Emprego de Pérolas de Polisiloxano-Álcool Polivinílico e Discos de Papel de Filtro Plastificados com Álcool Polivinílico-Glutaraldeído em Imunoensaios. Recife: UFPE, 2002 (Dissertação de Mestrado).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FALCÃO, D. A.; ARAUJO FILHO, J. H.; GONCALVES, C. C.. Participação em banca de Bruna Raquel Abreu Fernandes Lima. CARACTERIZAÇÃO IMUNOLÓGICA E PARASITOLÓGICA EM COMUNIDADE QUILOMBOLA DO RIO GRANDE DO NORTE-RN.. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

2.
FALCÃO, D. A.; VARELA, R. G. C.; BARBOSA, F. B.. Participação em banca de DAYANE CARLA COSTA PAIVA. ATIVIDADE ANTI-INFLAMATÓRIA E ANTINOCICEPTIVA DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DA ENTRECASCA DE Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob. PROVENIENTE DA CAATINGA POTIGUAR. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Araújo, JH; FALCÃO, D. A.; Itto, LABD. Participação em banca de Ulisses Madureira Maia.Deficiência de Glicose-6-fosfato Desidrogenase em Doadores de Sangue em Mossoró, RN. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

2.
FALCÃO, D. A.. Participação em banca de Daiane.Sumário de Urina. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

3.
FALCÃO, D. A.; PRATA, A. P. B.. Participação em banca de Antônio Maurício Porto e Laila Petrusca Novaes Oliveira.Imunologia da Reprodução Humana. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências biológicas) - Universidade Tiradentes.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CAVALCANTI, D. M. L. P.; FIGUEIREDO, L. C.; FALCÃO, D. A.. Processo Seletivo para Professor Substituto da Universidade Federal do Semi-Árido - Edital nº 009/2016. 2016. Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

2.
FALCÃO, D. A.. Membro da Banca Examinadora da Disciplina de Ecologia de Microorganismos, Microbiologia Geral, Microbiologia para Ecólogos. 2010. Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

3.
BEZERRA, F. L.; SILVEIRA, E.J.D.; FALCÃO, D. A.. Membro da Banca Examinadora da Disciplina de Bases Biológicas e Sociais da Enfermagem. 2010. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

4.
FALCÃO, D. A.; Araújo, JH; Itto, LABD. Técnico de Nível Superior/Técnico de Laboratório de Biologia Geral. 2010. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Outras participações
1.
FALCÃO, D. A.; Bertevello, PS. Processo Seletivo para Provimento de Vagas do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. 2010. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Seminário Temático Núcleo Docente Estruturante e Ensino de Graduação: uma articulação necessária. 2016. (Seminário).

2.
XVI Encontro Nacional de Biomedicina.Bioética. 2013. (Encontro).

3.
XXXVII Congress of The Brazilian Society of Immunology. ANTI-INFLAMMATORY EFFECT OF HYDROALCOHOLIC EXTRACT FROM Pseudobombax marginatum INNER BARK.. 2012. (Congresso).

4.
VI Salão de Iniciação Científica.Avaliação dos Trabalhos Apresentados na Área de Ciências da Vida. 2010. (Outra).

5.
V Reunião Regional FeSBE 2010. Avaliações de Ações Preventiva e Terapêutica de Anadenanthera colubrina em Modelos Experimentais de Inflamação. 2010. (Congresso).

6.
II Semana de Produção Científica.O Destino dos Estudantes de Enfermagem Após a Graduação. 2008. (Encontro).

7.
II Semana de Produção Científica.O Papel do Enfermeiro na Saúde Coletiva. 2008. (Encontro).

8.
13th International Congress of Immunology. A missense mutation is associated with the regulatory complement protein factor H deficiency in a patient with concomitant lack of complement component C9. 2007. (Congresso).

9.
XII LAGID Meeting/ BRAGID Meeting - Autoimmunity in Primary Immunodeficiencies. 2007. (Simpósio).

10.
XXXI Meeting of Brazilian Society of Immunology - Signaling in the Immune System. 2006. (Congresso).

11.
XXXI Meeting of the Brazilian Society - Extra section of Clinical Immunology - ESCI 2006. 2006. (Simpósio).

12.
XXVIII Meeting of the Brazilian Society of Immunology. 2003. (Congresso).

13.
XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq. 2002. (Congresso).

14.
I Congresso Pernambucano de Atualização em Biomedicina e IV Semana de Biomedicina. 1997. (Congresso).

15.
I Congresso Pernambucano de Atualização em Biomedicina e IV Semana de Biomedicina - "Curso Série Vermelha - Anemias". 1997. (Congresso).

16.
Congresso Brasileiro de Biomedicina. 1996. (Congresso).

17.
Microbiologia de Alimentos. 1996. (Oficina).

18.
Seminário: Sangue Salva ou mata?. 1996. (Seminário).

19.
I Semana da Saúde. 1994. (Encontro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
MARIA YSLÂNIA DE ARAÚJO. IMUNOLOGIA INTEGRADA À SAÚDE AMBIENTAL: JOGO VIRTUAL PARA O ENSINO DE ARBOVIROSES. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Ensino de Biologia - PROFBIO) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. (Coorientador).

2.
Leila Cristina Lopes Lima. CONSTRUÇÃO DE APLICATIVO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM NO ENSINO DE IMUNOLOGIA PARA TURMAS DO ENSINO MÉDIO. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Ensino de Biologia - PROFBIO) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Helaine Mirelli de Almeida. INFLUÊNCIA DE EXTRATOS AQUOSOS DE Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob. SOBRE A PROLIFERAÇÃO IN VITRO DE CÉLULAS TUMORAIS E SOBRE O CRESCIMENTO MICROBIANO. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

2.
Adriana Valentim Wandermurem. CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS EM ÁGUA, SEDIMENTO E PEIXE DO AÇUDE ANTAS, PARANÁ/RN. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

3.
Bruna Raquel Abreu Fernandes Lima. Caracterização Imunológica e Parasitológica em Comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte - RN. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, . Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

4.
Dayane Paiva. Avaliação do Efeito do Extrato Etanólico da Entrecasca de Pseudobombax marginatum (St. Hil) Rob. proveniente da Caatinga Potiguar Sobre as Respostas Inflamatória e Nociceptiva.. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Naturais) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

Tese de doutorado
1.
Fabiano Rodrigues Maximino. MARCADORES BIOLÓGICOS DA RESPOSTA IMUNE A LEISHMANIOSE. 2010. Tese (Doutorado em DINTER) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, . Coorientador: Dayseanne Araujo Falcão.

2.
Gilmara Celli Maia de Almeida. Prevalência e caracterização molecular de Staphylococcus aureus isolados de infecções bacterianas na Região do Seridó-RN. 2010. Tese (Doutorado em DINTER) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, . Coorientador: Dayseanne Araujo Falcão.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Clara da Costa Rangel. TRABALHANDO A INDISCIPLINA NA ESCOLA: UM OLHAR PARA A OPINIÃO DOS ALUNOS NA CIDADE DE MOSSORÓ. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

2.
LORENA VALE. INDICADORES DE SAÚDE, DOENÇAS PREVALENTES E QUALIDADE DE VIDA DE MORADORES RESIDENTES EM ÁRES CONTAMINADAS POR METAIS PESADOS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

3.
Elizabeth Alexandra Borges Bezerra. Avaliação da Atividade Biológica do Extrato Etanólico da Casca de Mimosa tenuiflora (Wild.) Poir. Sobre Células Dendríticas Derivadas de Monócitos Humanos in vtiro.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

Iniciação científica
1.
Vanusa Albuquerque da Silva. INFLUÊNCIA DE EXTRATOS AQUOSOS DE Pseudobombax marginatum (St. Hill) Rob. SOBRE A PROLIFERAÇÃO IN VITRO DE CÉLULAS TUMORAIS. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

2.
Allanda Bárbara da Silva Andrade. Caracterização Imunológica em Comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte - RN. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

3.
Vanusa Albuquerque da Silva. Caracterização Parasitológica em Comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte - RN. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

4.
Vanusa Albuquerque da Silva. Avaliação da atividade Biológica do Extrato Etanólico da Entrecasca de Pseudobombax marginatum (St. Hil) Rob. proveniente da Caatinga Potiguar.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

5.
Allanda Bárbara da Silva Andrade. Avaliação da atividade Biológica do Extrato Etanólico da Entrecasca de Pseudobombax marginatum (St. Hil) Rob. proveniente da Caatinga Potiguar.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

6.
Israelly Viana de Sena. Avaliação de Parâmetros da Resposta Imune de Indivíduos Residentes em Áreas de Contaminação por Metais Pesados na Cidade de Mossoró-RN. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

7.
Elizabeth Alexandra Borges Bezerra. Avaliação da Atividade Antiinflamatória do Extrato Etanólico da Casca de Mimosa tenuiflora (Wild.) Poir.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

8.
Wedmi Cordeiro Silva. Estudos farmacológico e bioquímico do extrato aquoso da casca de Anadenanthera colubrina. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas - Licenciatura) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

9.
Deisiane Santana. Estudos farmacológico e bioquímico do extrato aquoso da casca de Anadenanthera colubrina. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Enfermagem - Bacharelado) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

Orientações de outra natureza
1.
José WashingtonSoares Ferreira. Monitoria da Disciplina de Microbiologia. 2015. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

2.
Ana Clara da Costa Rangel. Monitoria da Disciplina de Imunologia Básica. 2015. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

3.
Ana Clara da Costa Rangel. Monitoria da Disciplina de Imunologia Básica. 2014. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

4.
Vanusa Albuquerque da Silva. Monitoria da Disciplina de Imunologia Básica. 2014. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

5.
Pablo Derruan Gurgel de Andrade. Monitoria da Disciplina de Imunologia Básica. 2011. Orientação de outra natureza. (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

6.
Arquimedes de Oliveira. Monitoria da Disciplina de Microbiologia. 2011. Orientação de outra natureza. (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

7.
Valéria Duarte de Almeida. Monitoria da Disciplina de Imunologia Básica. 2011. Orientação de outra natureza. (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

8.
Marcus Vinícius Cunha Bispo. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2009. Orientação de outra natureza. (Engenharia Agronômica) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

9.
Wedmi Cordeiro Silva. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2009. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas - Licenciatura) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

10.
Viviane Leal Dantas. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2009. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas - Bacharelado) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

11.
Ricardo Celestino. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2009. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas - Licenciatura) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

12.
Tamara Olímpio Prado. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem - Bacharelado) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

13.
Dante Luís Silva Mariano. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2008. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas - Bacharelado) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.

14.
Vanessa Paixão Calazans Melo. Influência de Extratos Aquosos de Hyptis pectinata sobre a Proliferação de Leucócitos e a Ativação do Sistema Complemento. 2008. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas - Bacharelado) - Universidade Federal de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e á Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe. Orientador: Dayseanne Araujo Falcão.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


1) Publicação do resumo intitulado "ANTI-INFLAMMATORY EFFECT OF HYDROALCOHOLIC EXTRACT FROM 
Pseudobombax marginatum INNER BARK." nos anais do XXXVII Congress of Brazilian Society of Immunology, realizado em 2012. A falta do número eletrônico (DOI) nos anais não permitiu a inserção desta publicação pelas vias apropriadas no lattes.

2) Artigo aceito para publicação: "Anti-inflammatory and antinociceptive effect of hydroalcoholic extract from Pseudobombax marginatum inner bark from caatinga potiguar.", na revista Journal of Ethnopharmacology (protocolo: JEP-D-13-00026R1). Em virtude deste aceite ter se concretizado muito recentemente (03/06/2013), ainda não foi disponiblizado o número eletrônico DOI, impedindo a inclusão desta publicação no lattes pelas vias apropriadas.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 12:04:38