Juliana Lyra Viggiano Barroso

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4212738313620714
  • Última atualização do currículo em 20/10/2016


Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2002), mestre (2005) e doutora (2010) em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Foi editora do periódico Carta Internacional e professora do Centro de Relações Internacionais do CPDOC (FGV) em São Paulo. Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais (Nupri) da Universidade de São Paulo e do INCT-INEU. Tem experiência na área de Política Internacional, atuando principalmente nos seguintes temas: segurança, relações Estados Unidos - América Latina, promoção da democracia (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juliana Lyra Viggiano Barroso
Nome em citações bibliográficas
VIGGIANO, Juliana;VIGGIANO BARROSO, Juliana

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Economia e Relações Internacionais.
AC Cidade Universitária
Trindade
88040970 - Florianópolis, SC - Brasil
Telefone: (48) 37214645


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2010
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Georgetown University (Orientador: Andrew Bennett).
Título: Análise do Contexto Intersubjetivo: a política diplomática de promoção da democracia dos Estados Unidos para a América Latina no pós-Guerra Fria, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Rafael Duarte Villa.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: América Latina; Construtivismo; Estados Unidos; promoção da democracia.
Grande área: Ciências Humanas
2003 - 2005
Mestrado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Uma questão de segurança internacional: aspectos do regime da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) na década de 90. Casos Bósnia e Kosovo,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Rafael Antonio Duarte Villa.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: cooperação; segurança; regimes internacionais; direito humanitário.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Organizações Internacionais.
1996 - 2002
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: A autonomia relativa do estado capitalista nas obras de Marx.
Orientador: Renato Monseff Perissinotto.




Formação Complementar


2013 - 2013
4th Annual Summer School. (Carga horária: 68h).
International Political Science Association, IPSA, Canadá.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Mestrado em Relãções Internacionais. Subcoordenadora do Curso de Graduação em Relações Internacionais entre 2013-2014 Coordenadora do Curso de Graduação em Relações Internacionais entre 2014-2015 Disciplinas Ministradas: Graduação: Teoria das Relações Internacionais I Teoria das Relações Internacionais II Democracia e Relações Internacionais: teoria e prática Pós-Graduação: Epistemologia e Metodologia nas Relações Internacionais Teoria das Relações Internacionais

Atividades

03/2014 - Atual
Extensão universitária , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Atividade de extensão realizada
Grupo de Estudos em Segurança e Defesa (GESED).
2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

2013 - Atual
Extensão universitária , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Atividade de extensão realizada
Grupo de Estudos Direitos Humanos e Normas Internacionais.
2013 - Atual
Extensão universitária , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Atividade de extensão realizada
Cine RI.
2013 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Programa de Pós Graduação em Relações Internacionais UFSC, Programa de Pós Graduação em Relações Internacionais UFSC.

Atividade realizada
Credenciamento programa de pós-graduação (2012/2013-2015).
2013 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Economia e Relações Internacionais, Departamento de Economia e Relações Internacionais.

Atividade realizada
Coordenadora do Observatório de Direitos Humanos.
2012 - Atual
Direção e administração, Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Membro Comissão Plano de Atividades Departamental - PAAD (2013).
2012 - Atual
Direção e administração, Programa de Pós Graduação em Relações Internacionais UFSC, .

Cargo ou função
Membro Comissão Seleção turma 2013 (suplente).
2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

07/2014 - 07/2015
Direção e administração, Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Coordenadora do Curso de Graduação em Relações Internacionais.
03/2013 - 07/2013
Extensão universitária , Departamento de Economia e Relações Internacionais, .

Atividade de extensão realizada
Grupo de Estudos do Observatório de Direitos Humanos: "Direitos Humanos: Desafios e Debates".

CPDOC/FGV SP - Centro de Relações Internacionais, CPDOC SP - CRI, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: autônomo, Enquadramento Funcional: professora horista, Carga horária: 4
Outras informações
Professora do Curso de Formação Complementar em Relações Internacionais do Centro de Relações Internacionais do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas(FGV) em São Paulo. O Curso é oferecido às Faculdades de Economia (EESP) e Administração (EASP) da FGV SP


Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: professor horista, Carga horária: 6
Outras informações
Professora da disciplina Teoria das Relações Internacionais do curso de Relações Internacionais.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: autônomo / bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora / bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais (NUPRI) da Universidade de São Paulo. Coordenadora da pesquisa "Agenda de Política Externa Contemporânea dos Estados Unidos em Relação aos Países Latino-Americanos de Desenvolvimento Intermediário: Alinhamentos e Coalizões em torno da Agenda Hemisférica Contemporânea", com início em maio 2008 e término em abril 2011 - atribuições: a) elaboração do questionário quantitativo e das perguntas qualitativas a serem aplicados aos entrevistados; b) definição dos pesquisadores colaboradores nos países contemplados pela pesquisa (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, México e Venezuela) e monitoramento da aplicação dos questionários e entrevistas nos países; c) coordenação da pesquisa de campo no Brasil; d) seleção e conhecimento da literatura, tanto de caráter teórico quanto empírico, que subsidiará as conclusões da pesquisa; e) coordenação da compilação dos dados, da construção do banco de dados e da análise das informações obtidas com os questionários quantitativos; f) elaboração do relatório de conclusão final da pesquisa a ser entregue à agência financiadora (FAPESP); g) administração financeira dos recursos: distribuição dos recursos entre as atividades, pagamentos e compra de materiais (livros, equipamentos), apresentação da prestação de contas à agência financiadora; h) seleção e definição das atividades dos estagiários (2). A pesquisa foi supervisionada pelo professor Dr. Rafael Duarte Villa 08/2007 - 05/2008 - Coordenadora do ?Observatório de Política Externa dos Estados Unidos para a América Latina? (OPEXA) do NUPRI, em fase de implementação ? atividades: a) constante revisão das fontes de alimentação do banco de dados qualitativo (sites do governo, de centros de pesquisa e think tanks, organizações-não governamentais e da mídia norte-americanos); b) distribuição das fontes de informação entre os membros do grupo para coleta dos dados; c) avaliação e revisão das informações coletadas e

Atividades

07/2007 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais - NUPRI, Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais - NUPRI.

Atividade realizada
Editora do periódico Carta Internacional.

Georgetown University, GEORGETOWN, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Visiting Researcher, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Visiting Researcher no Departament of Government da Georgetown University, Washington - D.C.


Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: professora do curso de especialização
Outras informações
As atividades consistem em ministrar aulas e orientar monografias.

Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: bolsista, Enquadramento Funcional: monitora, Carga horária: 12
Outras informações
As atividades consistiam em auxiliar o professor com a correção de trabalhos e particpação nas aulas de graduação da disciplina Tópicos Especiais em Ciência Política I - Relações Internacionais do curso de Ciências Sociais

Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 12
Outras informações
As atividades consistiam em auxiliar o professor com a correção de trabalhos e particpação nas aulas de graduação da disciplina "Política II" - Teoria Política, do curso de Ciências Sociais

Atividades

05/2005 - Atual
Ensino, Especialização em Sociologia Política, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Política Internacional
3/2001 - 7/2001
Extensão universitária , Universidade Federal do Paraná, .

Atividade de extensão realizada
grupo de estudos em relações internacionais.
8/2000 - 12/2000
Extensão universitária , Universidade Federal do Paraná, .

Atividade de extensão realizada
monitoria.

Universidade Anhembi Morumbi (ISCP Sociedade Educacional S/A), UAM, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Assessoria da coordenação, Carga horária: 40
Outras informações
As atividades da assessoria consistiam em atender alunos, organizar a preparação do simulado do ENADE, organizar a Semana de Relações Internacionais promovida anualmente pelo curso e assessorar a coordenação com trâmites burocráticos.

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20
Outras informações
Docente das disciplinas de Política Externa Brasileira e Organizações Internacionais

Atividades

08/2006 - 07/2007
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Organizações Internacionais
Política Externa Brasileira
08/2006 - 01/2007
Direção e administração, Curso de Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Assessoria de coordenação.

Universidade Tuiuti do Paraná, UTP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 16
Outras informações
Ministrar aulas nas disciplinas de Teoria e Análise da Política Externa Brasileira e Conflitos e Segurança Internacional.

Atividades

02/2005 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e análise da política externa brasileira
Conflitos e segurança internacional

Instituto Dançar, ID, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: consultoria, Enquadramento Funcional: consultor, Carga horária: 20
Outras informações
Sob a supervisão do Professor Livre-Docente Rafael Duarte Villa, participei diretamente da elaboração de um relatório encomendado ao Instituto Dançar pela Fundação Companhia Vale do Rio Doce. O relatório englobou informações quantitativas e qualitativas de cunho ambiental, educacional, habitacional, cultural e sócio-econômico de nove estados em que a empresa Vale do Rio Doce atua no país. O trabalho consistiu em recolher informações qualitativas, cruzar e analisar os dados qualitativos e quantitativos e redigir um relatório que identificasse a situação dos estados nas áreas citadas. Esta contextualização serviu ao propósito central do relatório de elaborar uma política nacional de ação sócio-econômico-cultural a ser desenvolvida e implementada pela empresa.

Atividades

01/2003 - 06/2003
Serviços técnicos especializados , Instituto Dançar, .

Serviço realizado
Análise de dados quantitativos e qualitativos; elaboração de relatório analítico.

Instituto Ágora Cidadania Interativa, ÁGORA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: assessora de projetos, Carga horária: 40
Outras informações
O Instituto Ágora Cidadania Interativa é uma Organização Não-Governamental que tem por objetivo promover o exercício da cidadania por meio das novas tecnologias de informação e comunicação. Os projetos são desenvolvidos nas áreas de rádio, televisão e internet, e buscam, principalmente, motivar a comunidade a produzir e criar programas interativos. Além disto, o Instituto procura aproximar o poder público da sociedade civil, estimulando uma participação mais direta dos cidadãos nas atividades e decisões públicas. Enquanto assistente de projetos, era responsável pela elaboração, desenvolvimento e execução dos projetos juntamente ao gerente de projetos.

Atividades

3/2002 - 1/2003
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Ágora Cidadania Interativa, Instituto Ágora Cidadania Interativa.

Atividade realizada
Desenvolvimento conceitual e implementação de projetos voltados ao exercício da cidadania por meio de novas tecnologias de informação e comunicação.


Linhas de pesquisa


1.
segurança internacional - instabilidades locais e impactos regionais
2.
interações internacional/local - Direitos Humanos
3.
promoção da democracia - Estados Unidos - América Latina


Projetos de pesquisa


2015 - 2016
La Política Exterior Brasileña: Límites, Obstáculos y Oportunidades para el Paraguay
Descrição: Identificar oportunidades e limitações colocadas pela política externa brasileira contemporânea para o desenvolvimento da política externa paraguaia tanto no âmbito bilateral quanto multilateral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Esfera Internacional e Interações Estatais: um estudo da Defensoría de Pueblo da Colômbia
Descrição: O presente estudo busca analisar o impacto da dimensão internacional nas relações estado-sociedade por meio da investigação de uma instituição, a Defensoría del Pueblo da Colômbia. Reconhecida como uma Instituição Nacional de Direitos Humanos pelo Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, como membro do Comitê Internacional de Coordenação das Instituições Nacionais para a Promoção e Proteção dos Direitos Humanos e da Rede das Américas, a Defensoría tem por responsabilidade monitorar a proteção dos direitos humanos e civis no contexto nacional. Dotada de autonomia administrativa, essa agência consiste em uma interface institucional entre sociedade, estado e o cenário internacional. Esse trabalho procura identificar de que forma as normas internacionais e a formalização institucional da participação da Defensoría na esfera internacional contribuem para a dinâmica de interação que se estabelece entre estado e sociedade. Procurando, portanto, contribuir para a melhor compreensão dos mecanismos de interação entre as esferas nacional e internacional, esse trabalho se apóia igualmente nos estudos sobre o impacto doméstico das normas internacionais e nos estudos sobre interfaces sócio-estatais para desenvolver sua argumentação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Juliana Lyra Viggiano Barroso - Coordenador.
2013 - Atual
Cenários Internacional e Regional de Segurança e Defesa: uma abordagem civil-militar
Descrição: A coordenação do projeto no núcleo da UFSC ficará sob minha responsabilidade. A proposta tem como objetivo estabelecer e consolidar uma ampla rede de estudos de defesa formada por instituições de educação superior civis e militares de diferentes regiões do país, tendo definido para esse propósito nuclear a pesquisa em torno da área estratégica ?cenários internacionais de segurança e defesa?, a qual será abordada a partir da inserção do Brasil e da América do Sul nesses contextos. As linhas de pesquisa a serem desenvolvidas consistem em i) política de segurança internacional e de defesa brasileira; ii) terror e política: dimensões da violência política contemporânea; iii) inserção do Brasil na política de segurança internacional; iv) segurança regional e instabilidades locais; v) segurança e defesa, políticas públicas e defesa comparadas; vi) segurança e defesa cibernética; vii) presença da OTAN na América do Sul e no Atlântico Sul: impactos sobre a segurança regional; e viii) organismos de cooperação de defesa hemisférica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
Para uma comunidade de segurança na América do Sul: as tensões estatais face à modernização armamentista
Descrição: A pesquisa trabalha com a hipótese de que o build-up armamentista na América do Sul na primeira década dos anos 2000 coloca em questão as teses da comunidade de segurança e de paz permanente na região em decorrência da pressão que esses processos impõem sobre às Medidas de Confiança Mútua e, em maior ou menor grau, por realimentarem fantasmas geopolíticos do passado. A crescente preocupação com a modernização e re-capitalização armamentista também tenciona analises baseadas na dicotomia entre região andina (tradicional) versus Cone Sul (comunidade de segurança). Na verdade, o build-up armamentista não é identificado como particular ou característico de uma só região geográfica sul-americana, fazendo com que se estabeleça conexões dinâmicas entre os países da primeira e da segunda subregião, questionando tentativas analíticas de middle-ground, como por exemplo as dos complexos regionais de segurança elaboradas por Buzan e Waever (2003)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
Promoção da Democracia: novos subsídios para o debate
Descrição: Dentre as dificuldades associadas à prática da promoção da democracia dos Estados Unidos, destacam-se o excessivo foco à dimensão institucional do regime e sua incapacidade de adaptar suas iniciativas a contextos locais. Em grande medida, tais debilidades estão fundadas na forte identidade conceitual das políticas de assistência à democracia com as teorias da transição e consolidação democráticas. Na década de 90, no entanto, o ressurgimento da sociedade civil enquanto categoria analítica impulsionou o desenvolvimento de uma leitura alternativa da democratização, que rivaliza em pressupostos e dimensões de análise das influentes correntes da transitologia e da consolidologia. Embora não se restrinja a explicar o contexto latino-americano, foi a partir da experiência dos países desse continente que a ideia de esfera pública e projetos políticos nasce e se desenvolve. O objetivo desse projeto consiste exatamente em trazer esse debate para a agenda de pesquisa da promoção da democracia. Parte-se da hipótese de que a compreensão dos processos democráticos a partir da perspectiva de projetos políticos podem contribuir tanto para redefinir o papel e o peso da dimensão institucional quanto para adequar as políticas de promoção da democracia às demandas locais. Essa pesquisa, portanto, pretende: 1) estabelecer uma ponte entre as discussão teórica da promoção da democracia e o debate acerca da esfera pública e projetos políticos; 2) identificar como esses conceitos são articulados com casos empíricos no contexto latino-americano; 3) explorar suas possíveis apropriações pelas práticas e agenda de pesquisa da promoção da democracia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2011
Agenda de Política Externa Contemporânea dos Estados Unidos em Relação aos Países Latino-Americanos de Desenvolvimento Intermediário: Alinhamentos e Coalizões em torno da Agenda Hemisférica Contemporânea
Descrição: A partir de uma perspectiva em que se combina análise de política externa comparada e teoria das relações internacionais, esta pesquisa se propõe a compreender como o fator sistêmico ? definido pela nova agenda hemisférica de três pontos dos EUA (democracia, comércio e segurança) no pós-Guerra Fria ? e os fatores domésticos (liderança, agências de política externa, grupos sociais relevantes e legislativo) nos EUA e nos países de desenvolvimento intermediário na América Latina (Brasil, Argentina, México, Chile, Venezuela e Colômbia) se inter-relacionaram para influenciar mudanças na política externa dos EUA para a região latino-americana em face de: 1) as percepções das unidades de decisão da política externa norte-americana; 2) estratégias de re-inserção internacional do modelo de desenvolvimento latino-americano; e 3) impacto dos fatores, sistêmicos e domésticos, nas mudanças e coalizões e realinhamentos diplomáticos percebidos como estratégicos pelas unidades de decisão norte-americanas. Trata-se, portanto, de explorar uma perspectiva que frise o impacto conjugado dos fatores domésticos e internacionais no processo decisório da política externa dos EUA para países intermediários latino-americanos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2010
Análise do contexto intersubjetivo: a política diplomática de promoção da democracia dos Estados Unidos para a América Latina no pós-guerra fria
Descrição: Pesquisa de doutorado: Esta pesquisa analisa as políticas diplomáticas de promoção da democracia dos Estados Unidos para a América Latina a partir de três casos específicos: o golpe de Estado no Haiti em 1991 e a renúncia do Presidente Aristide em 2004; o autogolpe no Peru em 1992 e a crise eleitoral de 2000; e o 'golpe constitucional' em Honduras, no ano 2009. Os casos contribuem para identificar os elementos centrais que explicam as decisões políticas relacionadas à agenda democrática norte-americana para o hemisfério. A diretriz da Organização dos Estados Americanos (OEA) para o tema, que consiste na Resolução 1.080, posteriormente substituída pela Carta Democrática Interamericana, também funcionam como quadro normativo de referência para a atuação dos atores. Em linhas gerais, as características institucionais do regime democrático, marcadamente os processos eleitorais, parecem ser o principal elemento a orientar as decisões dos atores acerca da defesa da democracia. O construtivismo, tal como proposto por Kratochwil, consiste no modelo teórico escolhido para fundamentar esse estudo.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2014 - Atual
Grupo de Estudos em Segurança e Defesa (GESED)
Descrição: Grupo de estudos com alunos de graduação e pós-graduação do Curso de Relações Internacionais da UFSC dedicado a debater e pesquisar temas relacionados à segurança internacional e defesa..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (10) .
Integrantes: Juliana Lyra Viggiano Barroso - Coordenador / Graciela de Conti Pagliari - Integrante / Lucas Pereira Rezende - Integrante.Número de orientações: 1
2013 - 2013
Grupo de Estudos "Direitos Humanos: Desafios e Debates"
Descrição: O Observatório de Direitos Humanos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é um grupo de pesquisa e extensão em prol da promoção dos direitos humanos a partir de sua dimensão internacional. Coordenado pela Professora Dra. Juliana Viggiano e pela Professora Dra. Danielle Annoni, do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Departamento de Direito da UFSC respectivamente, o Observatório foi criado com o intuito de reunir graduandos, pós-graduandos e professores interessados na área de Direitos Humanos, criando um espaço de pesquisa e debate sobre o tema. O Grupo de Estudos do Observatório de Direitos Humanos "Direitos Humanos: Desafios e Debates" tem como propósito criar um ambiente de discussão sobre temáticas relevantes associadas aos Direitos Humanos, permitindo ao grupo o estabelecimento de um patamar comum básico de conhecimento entre os estudantes de graduação e pós-graduação dos cursos de Relações Internacionais, Direitos, Ciências Sociais e História que integram o grupo. Além da difusão do conhecimento sobre os direitos humanos, pretende-se que os encontros funcionem como o ponto de partida para um projeto de extensão de maior alcance direcionado à coleta de dados e material empírico sobre percepções e situações relacionadas aos direitos humanos no âmbito local. Será coordenado pela Professora Dra. Juliana Viggiano Metodologia de Trabalho O primeiro encontro do grupo ocorrerá no dia 15/04/2013 para um apresentação inicial, discussão da metodologia de trabalho e expectativas com relação às atividades do grupo de estudos. Os debates se iniciarão no dia 22/04/2013. No total, serão quatro encontros ao longo do primeiro semestre (22/abril; 20/maio; 17/junho e 08/julho), sempre às segundas-feiras pela manhã, das 09h às 11h30, dedicados à discussão de bibliografia previamente selecionada. O grupo adotará a seguinte metodologia: a) Dois pesquisadores ficarão responsáveis por apresentar o texto ao grupo, apontando os principais argumentos apresentados no texto; b) um pesquisador ficará responsável por apresentar críticas ao texto, apontando questões a serem discutidas pelo grupo. c) Todos debaterão o texto e apresentarão suas impressões sobre a leitura. No último encontro, além das atividades de discussão habituais, falaremos brevemente sobre as atividades realizadas ao longo do semestre, o caminho que as discussões nos levaram em termos de elaboração de projetos futuros e os próximos passos para que tais projetos sejam concretizados (organização, proposta de trabalho, datas de início das atividades, duração das atividades, envolvimentos dos alunos, interesses particulares no projeto de extensão futuro, etc.)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (5) .
Integrantes: Juliana Lyra Viggiano Barroso - Coordenador / Danielle Anonni - Integrante.
2013 - Atual
Cine RI
Descrição: O projeto Cine RI é uma iniciativa das professoras coordenadora do projeto, dos estudantes do Centro Acadêmico de Relações Internacionais (CARI) e dos bolsistas Reuni do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais. Ele surge da percepção do corpo docente e discente do curso da necessidade de um espaço fora de sala de aula para discussões sistemáticas de temas contemporâneos que estão na agenda das Relações Internacionais, tais como as relações econômicas e políticas entre os países, os direitos humanos, a atuação das organizações internacionais governamentais e não governamentais, os refugiados do sistema internacional, etc.. A escolha do cinema como forma de conduzir os debates deve-se a sua forma abrangente e lúdica, que permite que sejam tratados diversos temas de sala de aula sem estar dentro de uma sala de aula. O projeto busca, também, atender ao desejo da comunidade externa à UFSC de que o curso ofereça um espaço de debate sobre assuntos contemporâneos do contexto internacional. Essa solicitação aparece frequentemente pelos participantes dos projetos de extensão desenvolvidos pelo curso (SIEM -Simulação das Organizações Internacionais para o Ensino Médio e a Semana de Direitos Humanos)..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Juliana Lyra Viggiano Barroso - Coordenador / Patricia F. F. Arienti - Integrante.
2013 - Atual
Grupo de Estudos "Direitos Humanos e Normas Internacionais"
Descrição: O Observatório de Direitos Humanos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é um grupo de pesquisa e extensão em prol da promoção dos direitos humanos a partir de sua dimensão internacional. Coordenado pela Professora Dra. Juliana Viggiano e pela Professora Dra. Danielle Annoni, do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Departamento de Direito da UFSC respectivamente, o Observatório foi criado com o intuito de reunir graduandos, pós-graduandos e professores interessados na área de Direitos Humanos, criando um espaço de pesquisa e debate sobre o tema. O Grupo de Estudos do Observatório de Direitos Humanos "Direitos Humanos e Normas Internacionais" tem como propósito criar um ambiente de discussão sobre temáticas relevantes associadas aos Direitos Humanos, permitindo ao grupo o estabelecimento de um patamar comum básico de conhecimento entre os estudantes de graduação e pós-graduação dos cursos de Relações Internacionais, Direitos, Ciências Sociais e História que integram o grupo. Além da difusão do conhecimento sobre os direitos humanos, todos os alunos vinculados ao grupo desenvolverão um projeto de iniciação científica, a ser inscrito no programa de iniciação científica voluntária da UFSC. As pesquisa terão como objeto questões associadas à problemática das normas internacionais e direitos humanos, apoiando-se tanto na bibliografia de caráter mais geral discutida no âmbito do grupo quanto em referências particulares que contemplem as demandas específicas de cada trabalho. A coordenação do grupo de estudos fica a cargo da Professora Dra. Juliana Viggiano, e as orientações dos projetos serão divididas entre a as professoras Juliana Viggiano e Danielle Annoni. - Metodologia de Trabalho do Grupo de Estudos 1. O primeiro encontro do grupo ocorrerá no dia 27/08/2013 para uma apresentação inicial, discussão da metodologia de trabalho e expectativas com relação às atividades do grupo de estudos; 2. Os debates se iniciarão no dia 03/09/2013. No total, serão 10 (dez) encontros ao longo de 1 (um) ano de atividades de estudo e pesquisa, observados os feriados. 3. Nesses encontros serão discutidos os textos previamente indicados, segundo a seguinte metodologia: a) Um pesquisador ficará responsável por apresentar por escrito a estrutura do texto e os principais argumentos trazidos pelo(s) autor(res) do texto; b) Dois pesquisadores ficarão responsáveis por apresentar por escrito as questões para os debates, indicando os pontos críticos do texto; c) Os responsáveis que precisarem faltar ao encontro devem enviar suas anotações para o e-mail do grupo, possibilitando o andamento adequado dos trabalhos. d) Todos deverão participar do debate do texto e apresentar suas considerações sobre o tema e a leitura proposta. 4. Não serão admitidos participantes ouvintes neste grupo. - Metodologia de Trabalho do Desenvolvimento da Pesquisa 1. Todos os alunos selecionados a participar do grupo de estudos deverão desenvolver um artigo científico e apresentá-lo ao final do grupo de estudos, em julho de 2014. 2. O tema do trabalho a ser desenvolvido deve estar situado dentro do tema geral do grupo, qual seja, Direitos Humanos e Normas Internacionais 3. Na data de 30 de setembro de 2013 o pesquisador deverá cadastrar seu resumo de pesquisa no site do Programa PIBIC Voluntário CNPq da UFSC, conforme http://voluntario.ufsc.br/. A pesquisa terá duração de setembro de 2013 a agosto de 2014. 4. Até a data de 05 de dezembro de 2013 o pesquisador deverá apresentar a versão final de seu projeto de pesquisa, bem como o relatório parcial das atividades de pesquisa desenvolvidas até o momento. 5. Até a data de 11 de março de 2014 o pesquisador deverá apresentar a versão preliminar o trabalho..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliana Lyra Viggiano Barroso - Coordenador / Danielle Anonni - Integrante.


Outros Projetos


2007 - 2008
Observatório de Política Externa dos Estados Unidos para a América Latina
Descrição: O projeto OPEXA tem como objetivo construir um grande banco de dados de referência dos principais eventos e fatos políticos norte-americanos que tenham repercussão direta e específica sobre os países da América Latina e, especialmente, sobre o Brasil. Sua criação e manutenção têm como finalidade servir como uma base de dados eletrônica permanente para consulta sobre eventos de ordem política, econômica e de segurança relativos à política externa dos Estados Unidos. A partir da disponibilização da referida base de dados, é possível a elaboração de análises sobre instituições políticas, processos de integração econômica, temas relacionados à segurança, conflitos e cooperação, entre outros..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2007 - 2010
Periódico: Carta Internacional (São Paulo)


Revisor de periódico


2007 - 2010
Periódico: Carta Internacional (USP)
2010 - 2010
Periódico: Ideias (UNICAMP)
2011 - 2011
Periódico: Revista de Sociologia e Política (Online)
2008 - 2008
Periódico: Revista de Sociologia e Política (Online)
2013 - 2013
Periódico: RARI - Revista Acadêmica de Relações Internacionais
2016 - 2016
Periódico: Contexto Internacional (on-line)
2016 - 2016
Periódico: Revista Brasileira de Estudos de Defesa


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
VIGGIANO, Juliana2015VIGGIANO, Juliana. Temas da Agenda de Segurança Hemisférica: percepções do Congresso dos Estados Unidos. Carta Internacional (USP), v. 10, p. 135, 2015.

2.
VILLA, R. A. D.2012 VILLA, R. A. D. ; VIGGIANO, Juliana . Trends in South American Weapons Purchases at the Beginning of the New Millennium. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 55, p. 28-47, 2012.

3.
VIGGIANO BARROSO, Juliana2006 VIGGIANO BARROSO, Juliana. Segurança e uso da força no contexto da OTAN pós-Guerra Fria. Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 1, p. 43-63, 2006.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
VIGGIANO, Juliana; ANONNI, D. (Org.) . Conflitos Armados e Jurisdição Internacional. 1. ed. Curitiba: Multideia, 2013.

Capítulos de livros publicados
1.
VIANA, Manuela T. ; VIGGIANO, Juliana . Indefinição de fronteiras: a fusão entre guerra e crime nas políticas dos Estados Unidos para a Colômbia. In: SAINT-PIERRE, Hector Luis. (Org.). Paz e Guerra. Defesa e Segurança entre as Nações. 1ed.: UNESP, 2013, v. , p. 75-104.

2.
VIGGIANO, Juliana. As políticas de promoção da democracia dos Estados Unidos para a América Latina: novos subsídios para o debate. In: Erica Resende; Ana Paula Tostes; Tatiana Teixeira. (Org.). Estudos Americanos em Perspectiva: Relações Internacionais, Políticas Externa e Ideologias Políticas. 1ed.: Editora Appris, 2012, v. , p. 71-94.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
VIGGIANO, Juliana. A relevância da dimensão internacional para a relação estado-sociedade: um estudo da Defensoría del Pueblo da Colômbia. In: 4 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais 'Multilateralismo, Plurilateralismo e a construção de uma ordem mundial', 2013, Belo Horizonte. "Multilateralismo, Plurilateralismo e a construção de uma ordem mundial", 2013.

2.
VIGGIANO, Juliana. A relevância da dimensão internacional para a relação estado-sociedade: um estudo da Defensoría del Pueblo da Colômbia. In: 7 Congresso Latino Americano de Ciência Política da Associação Latino Americana de Ciência Política, 2013, Bogotá. 7 Congresso Latino Americano de Ciência Política, 2013.

3.
SZWAKO, J. ; VIGGIANO, Juliana . A mutação democrática ou 'the new game in town': atores, repressão estatal e esfera pública no processo político paraguaio. In: IV Seminário Nacional Sociologia & Política, 2012, Curitiba-PR. Pluralidade e Garantia dos Direitos Humanos no Século XXI, 2012.

4.
VIGGIANO, Juliana. Organization of American States: the concert of actors around democracy promotion. In: Third Global International Studies Conference, 2011, Porto. The World in Crisis: Revolution or Evolution in the International Community?, 2011.

5.
VIGGIANO, Juliana. A Agenda Hemisférica de Defesa da Democracia: o caso do Haiti em dois tempos (1991 e 2004). In: 3o. Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2011, São Paulo - SP. Governança Global e Novos Atores, 2011.

6.
VIANA, Manuela T. ; VIGGIANO, Juliana . Indefinição de fronteiras: a fusão entre guerra e crime nas políticas dos Estados Unidos para a Colômbia. In: III Simpósio de Pós-Graduação em Relações Interanacionais 'San Tiago Dantas', 2011, São Paulo. III Simpósio de Pós-Graduação em Relações Interanacionais 'San Tiago Dantas', 2011.

7.
VIGGIANO, Juliana. Democracy Promotion and the U.S. Hemispheric Agenda. In: Encontro Anual da International Studies Association: Theory vs. Policy? Connecting Scholars and Practitioners, 2010, New Orleans, LA. Theory vs. Policy? Connecting Scholars and Practitioners, 2010.

8.
VIGGIANO, Juliana. Democratic Security and U.S. Latin American Relations. In: 50a. Convenção Anual da International Studies Association 'Exploring the Past, Antecipating the Future', 2009, New York. Exploring the Past, Antecipating the Future, 2009.

9.
VIGGIANO, Juliana. As políticas de desenvolvimento e ajuda externa dos Estados Unidos para a América Latina em perspectiva. In: 1 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais ABRI-ISA 'Diversidade e Desigualdade na Política Mundial', 2009, Rio de Janeiro. Diversidade e Desigualdade na Política Mundial, 2009.

10.
VIGGIANO, Juliana. Questões Humanitárias e a OTAN: perspectivas da década de 90. In: XXIII Simpósio Nacional de História. História: Guerra e Paz, 2005, Londrina. XXIII Simpósio Nacional de História. História: Guerra e Paz, 2005.

11.
VIGGIANO, Juliana. Cooperação e segurança: o papel das instituições multilaterais na Guerra do Golfo. In: XVII Encontro Regional de História - O Lugar da História, 2004, Campinas. XVII Encontro Regional de História - O Lugar da História, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
VIGGIANO, Juliana. Institutional change in human rights: a study of the Colombian Defensoría del Pueblo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VIGGIANO, Juliana; PAGLIARI, G. C. ; DRI, C. F. . Conflitos: Panoramas de poder e segurança. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
VIGGIANO, Juliana. A Dimensão Internacional: Desafios e Dilemas da Construção de uma Esfera Pública. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
VIGGIANO, Juliana. Institucionalização dos direitos humanos na Colômbia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
VIGGIANO, Juliana. A relevância da dimensão internacional para a relação estado-sociedade: um estudo da Defensoría del Pueblo da Colômbia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VIGGIANO, Juliana. A relevância da dimensão internacional para a relação estado-sociedade: um estudo da Defensoría del Pueblo da Colômbia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
VIGGIANO, Juliana. A pesquisa qualitativa em Ciência Política/Relações Internacionais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SZWAKO, J. ; VIGGIANO, Juliana . A mutação democrática ou 'the new game in town': atores, repressão estatal e esfera pública no processo político paraguaio. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
VIGGIANO, Juliana. Defending Democracy in Latin America: Two Moments of Political Crisis in Peru. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
VIGGIANO, Juliana; GOLDFELD, M. S. ; FARAH, P. D. . Para onde vai a Primavera Árabe?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
VIGGIANO, Juliana. A Agenda Hemisférica de Defesa da Democracia: o caso do Haiti em dois tempos (1991 e 2004). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
VIANA, Manuela T. ; VIGGIANO, Juliana . Indefinição de fronteiras: a fusão entre guerra e crime nas políticas dos Estados Unidos para a Colômbia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
VIGGIANO, Juliana. Organization of American States: the concert of actors around democracy promotion. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
VIGGIANO, Juliana. Democracy Promotion and the U.S. Hemispheric Agenda. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
VIGGIANO, Juliana. As políticas de desenvolvimento e ajuda externa dos Estados Unidos para a América Latina em perspectiva. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
VIGGIANO, Juliana. Democratic Security and U.S. Latin American Relations. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
VIGGIANO, Juliana. Democracia na agenda de segurança: a política externa norte-americana para a América Latina. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
VIGGIANO, Juliana. Questões Humanitárias e a OTAN: Perspectivas da Década de 90. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

19.
VIGGIANO, Juliana. Cooperação e segurança: o papel das instituições multilaterais na Guerra do Golfo. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

20.
VIGGIANO, Juliana L.. O Conceito de Estado em Marx. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
VIGGIANO, Juliana L.. O Conceito de Estado em Marx. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
VIGGIANO, Juliana L.. Cultura: um Conceito Antropológico. 1999. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
VIGGIANO, Juliana. Política Externa: passado e presente. Curitiba: Revista de Sociologia e Política - UFPR, 2002 (Resenha).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VIGGIANO, Juliana. Consequência do acordo da dívida para a política dos EUA. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
VIGGIANO, Juliana. Aos 60 anos, Otan busca reencontrar seu papel diante das difusas ameaças do terrorismo. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
VIGGIANO, Juliana. Pareceres a projetos de pesquisa - Programa de Apoio ao Pesquisador da UNILA. 2014. (Pareceres).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Daniel Gonçalves Ferraresi. Legitimação exógena de soberania: estudo de caso das Ilhas Falkland (Malvinas) nas Nações Unidas. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI)) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Ana Carolina Rosso de Oliveira. As políticas brasileiras de combate às drogas: um olhar a partir dos problemas originários da Colômbia. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI)) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Julio Henrique Correa Silva. Mudar é a norma - uma análise retórico-discursiva das normas da Responsabilidade de Proteger. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI)) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Elisa Moretti Pavanello. A Aplicação dos parâmetros de zonas de proteção para a população civil: um estudo de possibilidades e reflexos no caso da Síria. 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Felipe Jhonatan Alessio. A Sociedade Civil na Governança Global de Alimentos: O Caso da Reforma do Comitê de Segurança Alimentar Mundial. 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Bruna Moura Bruno. Espiritualidade política no governo de Khomeini: o sistema política do Irã após a Revolução de 1979. 2014. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Sabrina Costa Nicolazzi. A Hegemonia dos Estados Unidos e a promoção da democracia representativa na Organização dos Estados Americanos - OEA. 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Samara Dantas Palmeira Guimarães. O papel do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na construção da República do Sudão do Sul. 2013. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Douglas de Castro. A água como premissa positiva nas relações internacionais: a lógica da cooperação que contraria a hipótese de conflito violento. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

2.
VIGGIANO, Juliana; Ana Paula Balthazar Tostes; Rossana Rocha Reis; Raquel Kritsch; Rafael Duarte Villa. Participação em banca de Vania Sandeléia Vaz da Silva. A concentração geográfica da sociedade civil global: análise da distribuição das sedes das organizações não governamentais credenciadas para as conferências sociais globais da Organização das Nações Unidas. 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Ademar Pozzatti Junior. Cooperação Jurisdicional como acesso à Justiça nas Relações Internacionais: Os desafios para a implantação de uma cultura cosmopolita. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Direito) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
VIGGIANO, Juliana; João Paulo Candia Veiga; Rafael Duarte Villa. Participação em banca de Douglas de Castro. Escassez Hídrica como Premissa Positiva nas Reações Internacionais: A Lógica dos Regimes Internacionais que Contraria a Hipótese de Conflito (exame de qualificação). 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Laura Mabel Lacaze. Vigilância massiva de comunicações: uma ciber(inquisição). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI)) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
VIGGIANO, Juliana; ANONNI, D.; DRI, C. F.; SANTOS, R. S. S.. Participação em banca de David Fernando Santiago Villena Del Carpio. A Responsabilidade de Proteger e o Conselho de Segurança das Nações Unidas: Uma Análise dos Argumentos Apresentados no Caso das Intervenções Humanitárias na Líbia e o Reflexo no Caso Sírio no Período 2009-2012. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Direito) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
VIGGIANO, Juliana; DRI, C. F.; ANDRADE, V. R. P.; SCHIRMER, J. B.. Participação em banca de Natasha Karenina de Sousa Rego. A História não seria julgada nos tribunais: tensões entre Direitos Humanos e Sistema Prisional na Corte interamericana de Direitos Humanos. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Direito) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Heloise Guarise Vieira. Identidades Político-militares do Brasil e da Colômbia e o Tratado de Bases Americanas de 2009. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Sabrina Costa Nicolazzi. O Princípio da Promoção da Democracia no Continente Americano: uma análise da disputa política na Organização dos Estados Americanos após 2001. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Bruna Moura Bruno. Islã Político e Democracia: o regime híbrido da República Islâmica do Irã. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Camila de Oliveira Macedo.Atuação do Brasil nos Sistemas Regionais de Proteção aos Direitos Humanos: uma comparação entre a OEA e o Mercosul. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Matheus filipe da Silva Leal.Geopolítica Contemporânea da Polônia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Alana Benini Luiz de França.relações Ucrania e Rússia Pós URSS: identidade e energia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Aline Lui.A segurança humana e a agenda de desenvolvimento pós-2015: entre a teoria e a prática. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Juliana dos Passos Spohr.A Retaliação Cruzada como Instrumento de Política Comercial em Países em Desenvolvimento. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Bruno Valim Magalhães.A Política de Segurança e Defesa Comum: A Autonomia da Europa frente aos Estados Unidos?. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Guilherme Bueno.A Nova Política Externa Russa para o Espaço Pós-Soviético: Integração e Cooperação. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
VIGGIANO, Juliana; PAGLIARI, G. C.; MALHKE, H.. Participação em banca de Naiane Inez Cossul.Segurança Internacional no Pós-Guerra Fria: Degradação da Segurança Humana nos Deslocamentos Internos Forçados na Colômiba. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
VIGGIANO, Juliana; SALOMON, M.. Participação em banca de Jonathan Raphael Vieira da Rosa.As Políticas de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento do Brasil e Índia em perspectiva comparada: o comportamento de dois doadores emergentes na cooperação sul-sull. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
VIGGIANO, Juliana; SALOMON, M.; PAGLIARI, G. C.. Participação em banca de Julio Henrique Correa Silva.A Responsabilidade de Proteger Enquanto Proposta de Código Ético para as Relações Internacionais: o. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
VIGGIANO, Juliana; FILOMENO, F. A.; DRI, C. F.. Participação em banca de Daniel Gonçalves Ferraresi.A Cooperação Técnica e Financeira na América do Sul: instrumentalidade à política externa brasiileira e ao processo de integração regional (1995-2010). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Vicente Evandro de Santana Filho.A Primavera Árabe e a possibilidade de uma nova onda democrática. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

13.
VIGGIANO, Juliana. Participação em banca de Rafael Massei de Souza.A ajuda externa humanitária norte-americana no processo de recuperação do Sudão. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

14.
VIGGIANO, Juliana; PEREIRA, Demetrius C.; LEITE, Sidney F.. Participação em banca de Arthur Sarmento Pinto Yanez.Poder Além da Força: o Soft Power e o Governo Thatcher". 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

15.
VIGGIANO, Juliana; PEREIRA, Demetrius C.; LEITE, Sidney F.. Participação em banca de Tatiana Delgado.O Reino de Deus: messianismo e política externa americana. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

16.
VIGGIANO, Juliana L.; HOMMA, Maurício; MENDONÇA, Filipe. Participação em banca de Adriana Fukushima , Daiana Miyakawa e Luciana Araújo.A Política Externa Brasileira Pós-Guerra Fria e as Missões de Paz Onusianas: Atuação Brasileira no Timor Leste e Haiti. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Anhembi Morumbi.

17.
VIGGIANO, Juliana L.; FRANCISCHINI; HOMMA, Maurício. Participação em banca de Rosirene Martini Borges.Redução dos Investimentos Externos Japoneses no Brasil. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Anhembi Morumbi.

18.
VIGGIANO, Juliana L.; FRANCISCHINI; HOMMA, Maurício. Participação em banca de Iris Roizman e Raphael F. Carvalho.As Políticas Externas e de Defesa Brasileira em Relação aos Projetos de Segurança para a Amazônia. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Anhembi Morumbi.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IPSA 23rd World Congress of Political Science - Challenges of Contemporary Governance. Institutional Change in Human Rights: A Study of the Colombian Defensoría Del Pueblo. 2014. (Congresso).

2.
III Seminário Discente de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade de São Paulo.Novas Dimensões da Segurança Internacional: conflitos e instituições. 2013. (Seminário).

3.
IV Semana Acadêmica de Relações Internacionais - UFSC.segurança internacional e novos temas. 2013. (Outra).

4.
IV Semana de Direitos Humanos."Tráfico de Pessoas" e "Justiça Internacional e o Paradigma Americano". 2013. (Outra).

5.
2012 ISA Annual Convention: Power, Principles and Participation in the Global Information Age. debatedora do painel "The Foreign Policy of Democracy Promotion". 2012. (Congresso).

6.
2012 ISA Annual Convention: Power, Principles and Participation in the Global Information Age. debatedor do painel "Man, State and Human Rights". 2012. (Congresso).

7.
2012 ISA Annual Convention: Power, Principles and Participation in the Global Information Age. debatedora do painel "Promoting Democracy Worldwide: Obstacles and Prospects. 2012. (Congresso).

8.
III Semana Acadêmica de Relações Internacionais (SEMANARI).Relações Sul-Sul: Estratégias e Metas de Poder de um Sul-Global. 2012. (Seminário).

9.
XVII Encontro Nacional de Estudantes de Relações Internacionaios.Segurança Internacional. 2012. (Encontro).

10.
II Fórum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política.debatedora do painel ?Segurança e Regimes Internacionais?. 2011. (Outra).

11.
Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade de São Paulo.Tensão de Princípios: a construção da segurança regional latino-americana. 2011. (Seminário).

12.
Third Global International Studies Conference. debatedora do painel "Constructing the Global Future". 2011. (Congresso).

13.
XII Semana de Relações Internacionais das Faculdades Integradas Rio Branco (Fundação de Rotarianos de São Paulo).Política Externa dos Estados Unidos da América, Democracia e Mercosul. 2011. (Encontro).

14.
Summer School da International Political Science Association (IPSA). 2010. (Outra).

15.
III Congresso Acadêmico sobre Defesa Nacional. 2006. (Congresso).

16.
IV Simpósio dos Pós-Graduandos em Ciência Política da USP.debatedora do painel "Temas e Atores Emergentes". 2006. (Simpósio).

17.
Democracia: Teoria e Prática. 2001. (Outra).

18.
Seminário Internacional de Ciência Política Política Desde El Sur. 2001. (Seminário).

19.
Americas Model United Nations.Delegate of India in the Disarmament and International Security Committee. 2000. (Outra).

20.
Monitoria na UFPR: Situação Atual e Perspectivas.Cultura: Conceito Antropológico. 1999. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIGGIANO, Juliana; PAGLIARI, G. C. ; REZENDE, L. P. . XI Curso de Extensão em Defesa Nacional - UFSC. 2015. (Outro).

2.
ANONNI, D. ; VIGGIANO, Juliana . IV Semana de Direitos Humanos. 2013. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Heloise Guarise Vieira. A Identidade de Segurança Brasileira nas Relações com a Colômbia: do Plano Colômbia ao tratado de 2009. 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Barbara Couto Pilz. O cinema cubano p[os-revolucionário e a redefinição de identidade no período de ouro do cinema nacional em Cuba. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

2.
Patrícia Karina Martins. UNASUL : Posicionamento do Brasil frente às Políticas Norte-Americanas no Combate ao Narcotráfico na América Latina Pós-Guerra Fria: Permanências e Mudanças no Governo Lula. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

3.
Thiago Lima Rocha Campos. A Construção do Poder: uma análise construtivista sobre as Resoluções do Conselho de Segurança da ONU. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

4.
Clarissa Duarte Forte. Consequências indesejadas das missões de paz da ONU: a violação dos direitos das mulheres nos casos da Bósnia e do Kosovo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

5.
Camila Antunes da Luz. A propagação da democracia na Primavera Árabe; a influência dos fatores internacionais na difusão da democratização na Tunísia, no Egito e na Líbia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

6.
Lucas Vieira dos Santos. O HIV/AIDS e a Teoria de Securitização: a epidemia como um problema de segurança internacional. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

7.
Uolli Longo Brito. Gradual relevância dada pela ONU ao tratamento do gênero feminino que em conformidade com a teoria feminista é legitimado pela criação da ONU. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

8.
Rafaela Pianaro. Posicionamento Brasileiro em torno das Patentes Farmacêuticas a partir da década de 80. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Tuiuti do Paraná. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

9.
Diego André da Silveira Brandão. O Equilíbrio de Poder na Guerra Fria: 1947 - 1963. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Tuiuti do Paraná. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

10.
Vivian Roeder Müller. Interdependência Assimétrica Vulnerável entre a União Européia e a Federação Russa. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Tuiuti do Paraná. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

Iniciação científica
1.
Gabriel Antonio Ceron Pereira. A influência dos Tratados Internacionais de Direitos Humanos sobre o Tratamento da Questão Imigratória na Política doméstica da República Italiana. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.

2.
Julia França de Abreu. POLÍTICA EXTERNA DOS ESTADOS UNIDOS EM RELAÇÃO AO EGITO: COMPARAÇÃO GOVERNO BUSH E OBAMA. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Juliana Lyra Viggiano Barroso.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
VIGGIANO, Juliana. Institutional change in human rights: a study of the Colombian Defensoría del Pueblo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VIGGIANO, Juliana; PAGLIARI, G. C. ; DRI, C. F. . Conflitos: Panoramas de poder e segurança. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
VIGGIANO, Juliana. A Dimensão Internacional: Desafios e Dilemas da Construção de uma Esfera Pública. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
VIGGIANO, Juliana. Institucionalização dos direitos humanos na Colômbia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VIGGIANO, Juliana. Aos 60 anos, Otan busca reencontrar seu papel diante das difusas ameaças do terrorismo. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIGGIANO, Juliana; PAGLIARI, G. C. ; REZENDE, L. P. . XI Curso de Extensão em Defesa Nacional - UFSC. 2015. (Outro).



Outras informações relevantes


Segundo lugar na seleção para Contratação de Consultoria Individual para elaboração de diagnóstico e linhas de ação sobre a oferta de capacitação em gestão nas Escolas de Governo, nos três níveis federais, pelo PRODEV, no âmbito do Programa de Estratégia e Plano de Ação para a Efetividade do Desenvolvimento no Brasil - PRODEV (Edital no. 001/2010).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 8:07:31