Bruno da Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9997589787513977
  • Última atualização do currículo em 05/08/2018


Docente do Ensino Superior na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2007), com ênfase em História do Brasil Império. Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense, com o tema "Negros, Índios e Mestiços nas Crônicas de Pernambuco e São Paulo Setecentistas" (2011), abordando temas como: "Identidades Coloniais", Genealogias, Pensamento Ilustrado no Mundo Luso e Participação de Negros,Índios e Mestiços nos eventos abordados pelo croniciado Luso-brasileiro. Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense, com a tese Inventários do Homem Americano: Viagens, Teorias e Composição das Raças nos Séculos XVII e XVIII, sob orientação do Professor Doutor Ronald José Raminelli. Atuando também, como Pesquisador Associado no Departamento de História da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos da América, entre dezembro de 2012 e maio de 2013, onde realizou pesquisas no âmbito da História da América Colonial, nos séculos XVII e XVIII e Europa Moderna, com ênfase para os estudos realizados no acervo da Benson Latin American Collection, uma das maiores instituições do mundo dedicada ao estudo da América Latina, em todas as temporalidades, sob orientação do Professor Doutor Jorge Canizares-Esguerra (http://www.utexas.edu/cola/depts/history/faculty/jc5543). Atualmente é filiado à Associação Nacional de Pesquisadores e Professores de História das Américas - ANPHLAC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruno da Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, B.;SILVA, BRUNO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.
Rua Maranhão - de 744/745 ao fim
Centro
68555253 - Xinguara, PA - Brasil
Telefone: (94) 21015935
URL da Homepage: https://historia-xinguara.unifesspa.edu.br/index.php/mapa-do-site


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
com período sanduíche em University of Texas at Austin (Orientador: Jorge Cañizares-Esguerra).
Título: Inventários do Homem Americano: Viagens, Teorias e Composição das Raças nos Séculos XVII e XVIII, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Ronald José Raminelli.
Coorientador: Jorge Cañizares-Esguerra.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Teorias, Iluminismo, Homem Americano, Seculo XVIII.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
Setores de atividade: Educação.
2009 - 2011
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Negros, Índios e Mestiços Nas Crônicas de Pernambuco e São Paulo Setecentistas,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Ronald Raminelli.
Palavras-chave: Brasil Colônia, Mestiçagem, Identidades Coloniais.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
2003 - 2007
Graduação em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Imigrantes Protestantes em um Império Católico Romano: Discussões de Políticas Imigrantistas durante do Segundo Reinado.
Orientador: Gizlene Neder.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, UNIFESSPA, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto História, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conquista e colonização das Américas
Estratégias de Ensino I ? Gênero, Etnia e Identidades
04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, ., Campus de Xinguara.

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão e do Conselho Universitário.
10/2017 - Atual
Direção e administração, ., IETU.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de História - Portaria 1604/2017.
07/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, ., IETU.

Cargo ou função
Conselheiro da Congregação do IETU/ UNIFESSPA.
04/2018 - 08/2018
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Independência e Formação dos Estados Nacionais nas Américas
Sociedades Autóctones das Américas
10/2017 - 03/2018
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conquista e Colonização das Américas
Independência e Formação dos Estados Nacionais nas Américas
05/2017 - 10/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conquista e Colonização das Américas
PCC V - Estratégias de Ensino de História no Ensino Fundamental

Centro Universitário Augusto Motta, UNISUAM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Convidado, Carga horária: 5
Outras informações
Professor convidado para ministrar a disciplina "América Colonial" na Pós-Graduação em História e Cultura da América Latina do Centro Universitário Augusto Motta, numa carga horária total de 30 horas, divididas em 6 (seis) datas distintas.


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Estágio de Livre Docência, Enquadramento Funcional: Estágio de Livre Docência
Outras informações
Atuando como estagiário na Livre Docência, ministrando disciplina para o Curso de História do Departamento de História de Universidade Federal Fluminense.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Estágio de Docência, Enquadramento Funcional: Tutor
Outras informações
Desenvolvendo Seminários sobre a questão da Limpeza de sangue no Mundo Ibérico, em disciplina GHT00584 - Seminário em História, Poder e Política XIII, ministrada pelo professor Ronaldo Vainfas, no departamento de História da Universidade Federal Fluminense. Requisito da Bolsa Reuni da qual fui beneficiário de abril a agosto de 2011.


University of Texas at Austin, UT Austin, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Research Scholar, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Vínculo por conta do Programa Institucional de Bolsas de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) da CAPES.


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsa de Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica/ CNPq, desenvolvendo a pesquisa intitulada: " Direitos Civis e Questões Diplomáticas no Segundo Reinado", sob orientação da professora Gizlene Neder


Instituto de Ensino College, COLLEGE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 18
Outras informações
Professor de História no Ensino Fundamental e no Ensino Médio.


Colégio Grafite, GRAFITE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professor de Pré-Vestibular.


Liceu Nilo Peçanha, LNP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Estagiário em História, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Atuando como estagiário na área de história Geral e História do Brasil, acompanhando as aulas e ministrando aulas em turmas do Ensino Médio da instituição, com o intuito de cumprir a carga horária referente à conclusão das disciplinas Prática de Ensino I, II e III, ministradas pela Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense para a obtenção do título de Licenciado em História pela mesma Universidade.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Os relatos de viagens no século XVIII e o projeto de reconstrução da ideia de América e do homem americano: do nascimento de raça e racismo modernos
Descrição: O presente projeto de pesquisa se debruça sobre uma série de viagens filosóficas que foram realizadas nos mais diferentes pontos da América ao longo do século XVIII. A prioridade recai sobre os viajantes que estiveram na região amazônica e parte sul do continente. Destarte, busca-se investigar, através da transcrição desses relatos de viagens, muitos escritos em espanhol, francês e inglês, quais foram as regras utilizadas para a classificação do homem do Novo Mundo. O interesse da pesquisa recai sobre o estudo das ciências no século XVIII, buscando demonstrar que a América foi um fundamental laboratório para o desenvolvimento das teorias que se desenvolviam na Europa do século das Luzes. Para tanto, os relatos deverão ser observados no intuito de mapear como as diferentes viagens filosóficas e seus componentes categorizavam e classificavam os povos encontrados ao longo do Novo Mundo. Assim, busca-se perceber não somente as descrições feitas pelos viajantes mas a maneira como, com bases científicas distintas, eles foram ?encaixando? os homens da América em teorias padronizadas nos diversos gabinetes de pesquisas existentes nos centros imperiais europeus. Num segundo momento, buscar-se-á verificar como os letrados do novo continente responderam às teorias propostas pelos europeus e, assim, na confluência e embates dessas informações, pode ter nascido o que eles entendiam como o homem das Américas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Bruno da Silva - Coordenador / Policleiton Rodrigues Cardoso - Integrante / Túlio Dalpra Lima - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - Bolsa.
2012 - Atual
Cores, raças e qualidade na América portuguesa c. 1640-1750
Descrição: Participação como associado em pesquisa coordenada pelo Dr. Ronald Raminelli. No Brasil, os estudos sobre a escravidão avançaram bastante nas últimas décadas, mas poucos se ativeram às suas bases ideológicas, poucos investigaram quando a origem africana e a pele escura se vincularam ao cativeiro, ou seja, se confundiram com a escravidão. De fato, os historiadores tampouco esclareceram quando a cor da pele passou a determinar os comportamentos. Por certo, esses marcadores sociais não foram inventados pela ciência oitocentista. A partir do século XVI, o termo raça (de judeu ou de mouro) se remetia à heterodoxia e era impróprio para designar a identidade cristã. Em Portugal, a partir da centúria seguinte aparece nos escritos eclesiásticos o termo "raça de mulatice". O último, porém, não denunciava as heresias, mas se remetia ao cativeiro, pois a cor da pele, cabelos e beiços indiciavam a origem escrava, conforme estudo preliminar. Assim, desde meados do seiscentos, a aparência tornou-se marcador social e cultural. Ou seja, aos poucos, com a consolidação do tráfico e das sociedades escravistas, a pele mais escura conotava falta de qualidade, ilegitimidade e origem cativa. Desde então o termo raça veio perdendo sua conotação religiosa para se firmar como mais um elemento da distinção entre os descendentes de livres e de escravos. Entre 1640 e 1750, o debate em torno da cor se encontra registrado nos escritos de frei Calado, padre Vieira, Loreto Couto e Diogo Alboym. Nas Ordens Militares e no Santo Ofício, os conselheiros também recorreram à pele escura e à falta de qualidade para negar o ingresso de afro-descendentes. O estudo, enfim, presta-se para refletir sobre a hierarquia social baseada na cor e a idéia de raça no momento da gestação da sociedade escravista. Aliás, longe de marcar a determinação biológica, à época, raça era termo instável: ora denunciava o "defeito mecânico", a origem cativa, a falta de qualidade, ora os vícios e os hábitos duvidosos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Bruno da Silva - Integrante / Ronald Raminelli - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2007 - 2009
Memórias de Professores de História
Descrição: Participação como Bolsista UFF da Faculdade de Educação. Minha participação foi durante o ano de 2007. Buscou coletar e analisar relatos de professores de História da Rede Pública do Estado do Rio de Janeiro com a finalidade de registrar e conservar depoimentos docentes e analisar as relações existentes entre autoconhecimento e prática docente na área de História. Constatou um crescente desânimo entre os professores entrevistados frente ao Ensino de História (especialmente entre os professores mais jovens) e identificou , por outro lado, a presença de professores animados e esperançosos dentre aqueles educadores que não culpabilizam os estudantes e seus familiares pelo desinteresse em relação ao Ensino de História. Enquanto os primeiros assumem postura de vítimas (dos baixos salários, das estruturas, dos programas de ensino, do desinteresse dos alunos), os segundos focam a si mesmos e olham com maior isenção suas práticas perguntando-se em que medida os problemas presentes no Ensino de História são um reflexo da inadequação dos conteúdos transmitidos em relação às vivências cotidianas dos estudantes. Perguntam-se também em que podem melhorar suas práticas no sentido de adotarem uma nova linguagem e metodologias mais condizentes com a realidade destes estudantes...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Direitos Civis e Questões Diplomáticas no Segundo Reinado - Bolsa de Produtividade - CNPq
Descrição: Minha participação foi como bolsista CNPq, em projeto coordenado pela Dra. Gizlene Neder. Minha participação foi entre 2005 e 2007. Este projeto de pesquisa enfoca a história dos intelectuais do campo do direito no Brasil, no Segundo Reinado. Enfocaremos as ideias políticas e jurídicas, e também as deliberações políticas a elas vinculadas. Procuraremos observar e interpretar situações onde a cultura política e seus efeitos, na subjetividade dos agentes históricos implicados, são confrontados face à prática política, dentro do processo político-decisório. Para tanto, enfocaremos os conflitos e tensões diplomáticas relacionadas aos direitos civis de estrangeiros residentes no Brasil em meados do século XIX. Na ausência de um código civil moderno, duas questões mobilizaram as representações diplomáticas estrangeiras junto ao governo brasileiro: a definição jurídica da nacionalidade de filhos de estrangeiros nascidos no Brasil (e suas implicações jurídicas relacionadas à herança e tutela, no caso de morte dos pais estrangeiros) e os casamentos mistos (aqueles referidos ao casamento de católicos e acatólicos), que constituíam um constrangimento aos direitos de estrangeiros residentes no Brasil de religião não católica, uma vez que os registros civis (nascimento, casamento, morte, testamento) eram realizados pelo poder eclesiástico...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Bruno da Silva - Integrante / Gizlene Neder - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2013
Edital, Editora da Universidade Federal Fluminense - EdUFF..


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, BRUNO2016SILVA, BRUNO. A construção do homem americano no século XVIII: viagens, teorias e o inventário da humanidade do Novo Mundo. Maracanan, v. 12, p. 161-180, 2016.

2.
RAMINELLI, R.2014RAMINELLI, R. ; SILVA, B. . Teorias e imagens antropológicas na Viagem Filosófica de Alexandre Rodrigues Ferreira (1783-1792). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 9, p. 323-342, 2014.

3.
SILVA, B.;SILVA, BRUNO2013SILVA, B.. (Re) Conhecendo Impérios: Viagens Filosóficas a serviço das Coroas europeias e as Formas de Classificação do Homem americano na segunda metade do século XVIII. 7 Mares, v. 00, p. 22-27, 2013.

4.
SILVA, B.;SILVA, BRUNO2011SILVA, B.. 'Fabricando' Identidades: Domingos Loreto Couto, Vida e Obra de um Cronista Luso-Brasileiro na Pernambuco de Meados do Século XVIII. Cantareira (UFF), v. 15, p. 1-13, 2011.

5.
SILVA, B.;SILVA, BRUNO2011SILVA, B.. O Croniciado Luso-Brasileiro nos Setecentos e a Formação das Identidades Locais: Os Casos de Loreto Couto em Pernambuco e Madre de Deus em São Paulo. Caderno Caminhos da História (Universidade Severino Sombra), v. 7, p. 41-49, 2011.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SILVA, B.. Genealogias mazombas: castas luso-brasileiras em crônicas coloniais. 1. ed. Niterói: Eduff, 2016. v. 01. 182p .

Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, B.. Tensões Diplomáticas no Segundo Reinado: A Legação Britânica no Rio de Janeiro e a Defesa dos Direitos Civis dos Imigrantes. In: NEDER, Gizlene. (Org.). História & direito: Jogos de Encontros e Transdisciplinaridade. 1ed.Rio de Janeiro: Revan, 2007, v. 01, p. 01-288.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, B.. Bernard Romans: um viajante holandês nas terras da costa do Atlântico, na árdua missão de classificar a diversidade humana, na segunda metade do século XVIII. In: I ENCONTRO DE GRADUANDOS E PÓS-GRADUANDOS DO NÚCLEO DE PESQUISA E ESTUDOS EM HISTÓRIA CULTURAL ? NUPEHC, 2014, NITERÓI. Anais do I Encontro de Graduandos e Pós-Graduandos do Núcleo de Pesquisa e Estudos em História Cultural. Niterói: PPGHISTÓRIA-UFF, 2013. v. 1. p. 17-24.

2.
SILVA, B.. ?E que se divida a terra não somente pelos espaços geográficos, mas, pelos aspectos exteriores dos corpos e, principalmente das faces, dos diversos povos do mundo?. In: II ENCONTRO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE GAMA FILHO, 2013, Rio de Janeiro. Atas do II Encontro de História da Universidade Gama Filho. Rio de Janeiro: Editora Gama Filho, 2013. v. 1. p. 1-629.

3.
SILVA, B.. A IDEIA DE RAÇA NA EUROPA MODERNA: FRANÇOIS BERNIER E A PROPOSTA DE DIVISÃO DA HUMANIDADE NÃO SOMENTE PELOS ESPAÇOS GEOGRÁFICOS; MAS, PELOS ASPECTOS EXTERIORES DOS CORPOS. In: VIII SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA V SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA & SOCIEDADE, 2013, Rio de Janeiro. Anais / VIII Semana de História Política / V Seminário Nacional de História: Cultura & Sociedade. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2013. v. 01. p. 614-626.

4.
SILVA, B.. J.B. Debret em suas Andanças pelo Brasil: A Missão de Descrever e Classificar a Diversidade Humana na América, se servindo de Conceitos como Raça e Nação, no início do século XIX. In: VII Semana de História Política | IV Semana Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade Rio de Janeiro:, 2012, Rio de Janeiro. Anais da VII Semana de História Política | IV Semana Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade Rio de Janeiro:, 2012. v. 1. p. 257-265.

5.
SILVA, B.. Discussões em Torno dos Direitos Civis dos Estrangeiros no Brasil do Segundo Reinado. In: 17º Seminário de Iniciação Científica e Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia, 2007, Niterói. 17º Seminário de Iniciação Científica e Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia. Niterói: CNPq & PROPP, 2007. v. 01. p. 01-01.

6.
SILVA, B.. A Legação Britânica e as Discussões em Torno dos Direitos Civis dos Estrangeiros do Segundo Reinado. In: 16º Seminário de Iniciação Científica e Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia, 2006, Niterói. 16º Seminário de Iniciação Científica Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia 2006. Niterói: CNPq & PROPP, 2006. v. 01. p. 01-01.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, B.. Em face do outro: José de Gumilla, um viajante na América espanhola do século XVIII?. In: XIII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2018, Mariana - MG. Caderno de Resumos, 2018. v. 0. p. 0-0.

2.
SILVA, B.. A Ideia de Raça na Europa Moderna: François Bernier e a proposta de divisão da humanidade não somente pelos espaços geográficos; mas, pelos aspectos exteriores dos corpos. In: VIII Semana de História/ V Seminário Nacional de História: Política, Cultura e Sociedade, 2013, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos/VIII Semana de História Política/V Seminário Nacional de História: Cultura & Sociedade. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2013. v. 01. p. 01-274.

3.
SILVA, B.. ?E QUE SE DIVIDA A TERRA NÃO SOMENTE PELOS ESPAÇOS GEOGRÁFICOS, MAS, PELOS ASPECTOS ExTERIORES DOS CORPOS E, PRINCIPALMENTE DAS FACES, DOS DIVERSOS POVOS DO MUNDO?. In: II ENCONTRO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE GAMA FILHO, 2013, Rio de Janero. Cadernos de Resumos do II Encontro de História da Universidade Gama Filho. Rio de Janeiro: Editora Gama Filho, 2013. v. 1. p. 1-89.

4.
SILVA, B.. Dom Domingos Loreto Couto e a Busca por uma Identidade Pernambucana em Meados do Setecentos. In: II Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições. Sociedades: culturas e poderes, 2009, Rio de Janeiro. II Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições - Sociedades: Culturas e Poderes - Cardeno de Resumos e Programação. Rio de Janeiro: NUMEM, 2009. v. 01. p. 01-70.

5.
SILVA, B.. Direitos Civis dos Imigrantes Ingleses no Brasil no Segundo Reinado. In: XII Encontro Regional de História - Anpuh - Rio, 2006, Niterói. XII Encontro Regional de História - Anpuh - Usos do Passado. Rio de Janeiro: Anpuh RJ, 2006. v. 01. p. 5-230.

Apresentações de Trabalho
1.
FURTADO, A. C. ; SILVA, B. . Da Era Colonial ao Século XIX ou Tempos Americanos em Sérgio Buarque de Holanda, Ruggiero Romano e Max Savelle (Santiago do Chile, 1963). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SILVA, B.. Em face do outro: José de Gumilla, um viajante na América espanhola do século XVIII?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SILVA, B.. As franjas dos impérios coloniais, os relatos de viagens e o nascimento da moderna ideia de raça em fins do século XVII e início do século XVIII. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SILVA, B.. A Ideia de Raça na Europa Moderna: François Bernier e a proposta de divisão da humanidade não somente pelos espaços geográficos; mas, pelos aspectos exteriores dos corpos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
SILVA, B.. Bernard Romans: um viajante holandês nas terras da costa do Atlântico, na árdua missão de classificar a diversidade humana, na segunda metade do século XVIII. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SILVA, B.. 'E que se divida a terra não somente pelos espaços geográficos, mas, pelos aspectos exteriores dos corpos e, principalmente das faces, dos diversos povos do mundo'. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SILVA, B.. A Ideia de Raça na Idade Moderna. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SILVA, B.. (RE) Conhecendo Impérios: Viagens Filosóficas a Serviço das Coroas Europeias e as Formas de Classificação do Homem Americano na Segunda Metade do Século XVIII. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SILVA, B.. J.B Debret em suas andanças pelo Brasil: a missão de descrever e classificar a diversidade humana na América, se servindo de conceitos como Raça e Nação, no início do século XIX. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SILVA, B.. O Croniciado Luso-Brasileiro nos Setecentos e a Formação das Identidades Locais: Os Casos de Loreto Couto em Pernambuco e Madre de Deus em São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
SILVA, B.; GONCALVES, I. . História e Memória: uma Prática de Ensino investigativa. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
SILVA, B.. Discussões em Torno dos Direitos Civis do Estrangeiros no Brasil do Segundo Reinado. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
SILVA, B.. Direitos Civis dos Imigrantes Ingleses no Brasil do Segundo Reinado. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
SILVA, B.. Tensões Diplomáticas no Segundo Reinado: A Legação Britânica no Rio de Janeiro e a Defesa dos Direitos Civis dos Imigrantes. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
SILVA, B.; GONCALVES, I. . Integrando Escola e Universidade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
SILVA, B.. Direitos Civis e Imigração Britânica no Brasil no Segundo Reinado. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SILVA, B.. A Legação Britânica e as Discussões em Torno dos Direitos Civis dos Estrangeiros no Brasil do Segundo Reinado. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
FURTADO, A. C. ; SILVA, B. . Anais do I Encontro de Graduandos e Pós-Graduandos do Núcleo de Pesquisa e Estudos em História Cultural. Niterói - Rj: PPGHISTÓRIA-UFF, 2014 (Organização de Publicação de Anais).

2.
SILVA, B.. J.B Debret em suas andanças pelo Brasil: a missão de descrever e classificar a diversidade humana na América, se servindo de conceitos como Raça e Nação, no início do século XIX. Rio de Janeiro: Letras e Versos, 2012 (VII Semana de História Política/ IV seminário Nacional de História - Caderno de Resumos).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SILVA, B.. Parecerista AD HOC - Revista Tempos Históricos. 2018.

2.
SILVA, B.. Parecer para a Revista Escrita da História. 2017.

3.
SILVA, BRUNO. Revista Discente ARS Historica. 2017.

4.
SILVA, B.. Congresso Estatuinte da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. 2017.

5.
SILVA, B.. Parecer para a Revista Escrita da História. 2016.

6.
SILVA, B.. Revista Escrita da História. 2015.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA, B.. Revista Escrita da História - REH. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SILVA, B.. O Racismo nasceu na América. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
Demais trabalhos
1.
SILVA, B.. Mesa X: Identidades Inventadas: A Ação dos ?Poderes Locais? na construção do caráter diferenciado na América Portuguesa do século XVI ao XVIII. 2011 (Coordenador de Mesa em I Simpósio de Pós-Graduandos em História Social) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
COELHO, A. C. A.; SANTOS, R. R. N.; SILVA, B.. Participação em banca de Ronny Pyterson Romano dos Santos.Protagonismo Indígena - um olhas sobre o Boletim ?Aconteceu? (1980-1987). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

2.
SILVA, B.. Participação em banca de JAQUELINY DA SILVA VELOZO.CONSTRUINDO UMA ?CIDADE CRISTÃ?: MEMÓRIA, ESQUECIMENTO E RELIGIOSIDADE AFROAMAZÔNICA EM XINGUARA-PA.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

3.
SILVA, B.. Participação em banca de MILEIDE MACEDO DIAS SOUZA.NARRAR OS INDÍGENAS, URDIR SEUS PASSADOS: HISTÓRIAS, HISTORIOGRAFIAS E ENSINO, DE COLOMBO AO PROJETO ARARIBÁ. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SILVA, BRUNO; PADINHA, M. R.; RIBEIRO, R.. Geografia Humana. 2018. Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

2.
MARTIN, A. M.; CABRAL, G. G.; SILVA, B.. Ensino de História. 2017. Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Fórum de Licenciatura do IETU/ UNIFESSPA.Educação Antirracista e Diversidade. 2018. (Outra).

2.
VI Encontro do Grupo de Trabalho da Associação de Historiadores Latinoamericanistas Europeus (AHILA). Atores, imprensa e editoriais na criação cultural. 2018. (Congresso).

3.
XIII Encontro Internacional da ANPHLAC. 2018. (Encontro).

4.
V Seminário de Pós-Graduandos em História Moderna.As franjas dos impérios coloniais, os relatos de viagens e o nascimento da moderna ideia de raça em fins do século XVII e início do século XVIII. 2014. (Seminário).

5.
IV Seminário de pós-graduandos em História Moderna - Mesa: servir, conhecer e descrever: agentes a serviço del'rei.(RE) Conhecendo Impérios: Viagens Filosóficas a Serviço das Coroas Europeias e as Formas de Classificação do Homem Americano na Segunda Metade do Século XVIII. 2012. (Seminário).

6.
Semana de História da UFF.Raça e Mestiçagem nos Estudos de História da América. 2012. (Simpósio).

7.
VIII Encontro de Pesquisas de Graduação em História.Império Colonial Espanhol: raça e hierarqui social. 2012. (Encontro).

8.
VII Semana de História Política/ IV Seminário Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade.J.B Debret em suas andanças pelo Brasil: a missão de descrever e classificar a diversidade humana na América, se servindo de conceitos como Raça e Nação, no início do século XIX. 2012. (Seminário).

9.
I Simpósio de Pós-Graduandos em História Social.Identidades Inventadas: os cronistas luso-brasileiros e a construção de identidades locais no século XVIII. 2011. (Simpósio).

10.
IV Colóquio Internacional [In] tolerância: religião, raça e política no mundo ibérico do Antio Regime. 2011. (Outra).

11.
III Seminário de Pós-Graduandos em História Moderna [In] Tolerância: Religião, raça e política no mundo ibérico do Antigo Regime. 2010. (Seminário).

12.
II Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições. Sociedades: culturas e poderes.Dom Domingos Loreto Couto e a Busca por Uma Identidade Pernambucana no Setecentos. 2009. (Seminário).

13.
XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética. 2009. (Simpósio).

14.
17º Seminário de Iniciação Científica e Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia.Discussões em Torno dos Direitos Civis dos Estrangeiros no Brasil do Segundo Reinado. 2007. (Seminário).

15.
II Colóquio Internacional Império de Várias Faces - Dinâmicas e Representações do Poder no Mundo Ibérico da Época Moderna. 2007. (Outra).

16.
III Seminário Interativo de Extensão, Pesquisa e Prática Pedagógica na Formação do Professor - Docência para Além da Regência.História e Memória: Uma Prática de Ensino Investigativa. 2007. (Seminário).

17.
16º Seminário de Iniciação Científica e Prêmio Uff Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia.A Legação Britânica e as Discussões em Torno dos Direitos Civis dos Estrangeiros no Brasil do Segundo Reinado. 2006. (Seminário).

18.
II Encontro do Instituto Brasileiro de História do Direito.Tensões Diplomáticas no Segundo Reinado: A Legação Britânica no Rio de Janeiro e a Defesa dos Direitos Civis dos Imigrantes. 2006. (Encontro).

19.
II Encontro do Instituto Brasileiro de História do Direito. 2006. (Encontro).

20.
IV Mostra de Iniciação à Docência.Integrando Escola e Universidade. 2006. (Outra).

21.
XII Encontro Regional de História - Anpuh - Rio. 2006. (Encontro).

22.
XII Encontro Regional de História - Anpuh - Rio.Direitos Civis dos Imigrantes Ingleses no Brasil do Segundo Reinado. 2006. (Encontro).

23.
Jornada de Estudos Multidisciplinares Sobre Cultura Jurídica e História do Direito. 2005. (Outra).

24.
As Doenças têm História. 2003. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, BRUNO. I Fórum de Licenciatura do IETU/ UNIFESSPA. 2018. (Outro).

2.
SILVA, B.. III Semana Acadêmica de História - Curso de História de Xinguara (História, Memória e Literatura: abordagens em História Regional). 2017. (Outro).

3.
SILVA, BRUNO; MACHADO, E. M. . Simpósio Temático: Literatura, movimentos sociais e questão agrária na América Latina (III Semana de História). 2017. (Outro).

4.
SILVA, B.. IV Colóquio Internacional [In] tolerância: religião, raça e plítica no mundo ibérico do Antigo Regime. 2011. (Outro).

5.
SILVA, B.. I Seminário de Graduandos em História Moderna. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Melques Zedeck de Oliveira Carvalho. Relações de poder e mundos do trabalho: a presença feminina no ciclo do ouro no entroncamento do Xingu (1970-1982). Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Policleiton Rodrigues Cardoso. Os relatos de viagens no século XVIII e o projeto de reconstrução da ideia de América e do homem americano: do nascimento de raça e racismo modernos. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Mileide Macedo Dias Souza. NARRAR OS INDÍGENAS, URDIR SEUS PASSADOS: Histórias, Historiografias e Ensino, de Colombo ao Projeto Araribá. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Orientador: Bruno da Silva.

Orientações de outra natureza
1.
Jonahtan Evangelista de Araújo. Monitoria da Disciplina Independência e Formação dos Estados Nacionais nas Américas. 2018. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Bruno da Silva.



Educação e Popularização de C & T



Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA, B.. O Racismo nasceu na América. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, BRUNO; MACHADO, E. M. . Simpósio Temático: Literatura, movimentos sociais e questão agrária na América Latina (III Semana de História). 2017. (Outro).



Outras informações relevantes


Aprovação em Concurso Público - História da América na UNILAB - Bahia 
Edital 7 de 9 de janeiro de 2017 publicado no DOU de 18/01/2017, seção 3 p.58, ISSN 1677 - 7069, segundo lugar.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 15:03:32