Pedro Bras Martins da Costa

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2540962837216146
  • Última atualização do currículo em 27/05/2018


Doutorando em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mestre em Ciência Política pela mesma instituição com financiamento da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) pelo edital Bolsa Nota 10, bolsa concedida por destacado desempenho acadêmico a alunos de programas de pós-graduação fluminenses de excelência. Trabalha como assistente de pesquisa no DOXA (Laboratório de Estudos Eleitorais, em Comunicação Política e Opinião Pública), coordenado pela Profª. Dr. Argelina Figueiredo. Tem interesse em desigualdades sociais, metodologia quantitativa, instituições políticas e políticas públicas. Atualmente, trabalha em seu projeto de doutorado sobre a política de segurança alimentar e a luta contra a fome no Brasil com foco no efeito positivo que as instituições democráticas e as políticas distributivas podem ter na sua redução. Tem por objetivo construir uma base de dados nacional sobre políticas de segurança alimentar e infraestrutura de acesso aos alimentos para todos os 5.560 municípios brasileiros. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Pedro Bras Martins da Costa
Nome em citações bibliográficas
MARTINS DA COSTA, P. B.


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em CIÊNCIA POLÍTICA.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Orientador: Argelina Cheibub Figueiredo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2015 - 2017
Mestrado em CIÊNCIA POLÍTICA.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: A contribuição do Fome Zero na consolidação da política brasileira de segurança alimentar,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Argelina Cheibub Figueiredo.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Palavras-chave: Segurança alimentar; Programa Fome Zero; Programa Bolsa Família; Combate à fome.
Grande área: Ciências Humanas
2014 - 2016
Graduação em Licenciatura em Ciências Sociais.
Universidade Candido Mendes, UCAM, Brasil.
Título: Os desafios da Sociologia para o Ensino de Jovens e Adultos (EJA): para uma didática que reconheça os sujeitos de conhecimento.
Orientador: Elizabeth Castanheira Cavalcanti de Carvalho.
2010 - 2014
Graduação em Bacharelado em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.




Formação Complementar


2016
Cursos à distância de programação, manipulação de dados e estatística em R. (Carga horária: 82h).
DataCamp, DATACAMP, Estados Unidos.
2017 - 2017
GESIS Summer School in Survey Methodology. (Carga horária: 72h).
Leibniz-Institut für Sozialwissenschaften der Universität Mannheim, GESIS, Alemanha.
2017 - 2017
IPSA/USP Summer School in Methods and Techniques in Political Science. (Carga horária: 120h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2016 - 2016
IV Escola de Inverno em Métodos de Pesquisa: Analise de Dados Usando o R. (Carga horária: 15h).
Instituto de Estudos Sociais e Políticos, IESP, Brasil.
2016 - 2016
IV Escola de Inverno em Métodos de Pesquisa: Teoria dos Jogos. (Carga horária: 15h).
Instituto de Estudos Sociais e Políticos, IESP, Brasil.
2016 - 2016
Francês como língua estrangeira. (Carga horária: 120h).
Alianca Francesa - Delegação Geral, AF/RJ, Brasil.
2007 - 2014
Curso de alemão como língua estrangeira. (Carga horária: 1072h).
Instituto Goethe Rio de Janeiro, GOETHE, Brasil.
2013 - 2013
Curso Superior de Inverno de Alemão (Hochschulwinterkurs). (Carga horária: 200h).
InterDaF e.V. am Herder-Institut der Universität Leipzig, INTERDAF, Alemanha.
2012 - 2012
Extensão universitária em Estágio de Vivência em Áreas de Reforma Agrária. (Carga horária: 320h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
2002 - 2011
Inglês como língua estrangeira. (Carga horária: 1216h).
Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa, SBCI, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 6
Outras informações
Assistente de pesquisa da dra. Natalia Regina Avila Maciel em trabalho intitulado "Bases eleitorais e comportamento parlamentar na Câmara dos Deputados brasileira". A pesquisa é vinculada ao laboratório Doxa (Laboratório de Estudos Eleitorais, em Comunicação Política e Opinião Pública) coordenado pela dra. Argelina Cheibub Figueiredo.


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor do Departamento de Ciência Política, Carga horária: 12
Outras informações
Monitor bolsista do Departamento de Ciência Política (DCP) do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) da disciplina Ciência Política III (Teoria Política Moderna) para o curso de Bacharelado em Ciências Sociais.

Atividades

10/2012 - 03/2013
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política III
03/2012 - 10/2012
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política III

Colégio Santo Inácio, CSI, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário docente, Carga horária: 4
Outras informações
Estagiário docente (para a formação obrigatória do curso de Licenciatura em Ciências Sociais) das disciplinas de Sociologia e História do Brasil do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) do Colégio Santo Inácio do Rio de Janeiro (noturno).


Escola Modelar Cambaúba, EMC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário docente, Carga horária: 7
Outras informações
Estagiário docente (para formação obrigatória do curso de Licenciatura em Ciências Sociais) da disciplina de Sociologia do Ensino Médio regular da Escola Modelar Cambaúba (EMC).



Projetos de pesquisa


2015 - 2016
Voto Pessoal e Representação Política: o Caso Brasileiro
Descrição: O objetivo da pesquisa é analisar os efeitos do sistema eleitoral proporcional de lista aberta sobre a representação política no Brasil. A hipótese é que enquanto a lista aberta incentiva o voto no candidato, a representação proporcional permite que diferentes grupos da sociedade escolham candidatos próprios para defender seus interesses. Tendo em vista a diversidade do mercado eleitoral brasileiro, espera-se que a representação proporcional criará dinâmicas de voto pessoal diferentes que resultarão em estratégias de atuação parlamentar diversas, dependendo do grupo da sociedade ao qual o deputado representa. Espera-se encontrar na Câmara dos Deputados parlamentares com comportamento parlamentar desde o mais particularista ao mais programático. Busca-se demonstrar que distintos perfis sociais e demográficos das bases eleitorais resultarão em incentivos diversos de atuação parlamentar.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Pedro Bras Martins da Costa - Integrante / Natalia Regina Avila Maciel - Coordenador / Flávia Bozza Martins - Integrante / Brenda dos Santos Barboza Cunha - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.
2015 - Atual
A contribuição do Fome Zero na consolidação da política brasileira de segurança alimentar
Descrição: O objetivo da pesquisa é investigar as razões que levaram à redução da fome no Brasil nas últimas duas décadas com enfoque sobre o processo de consolidação e descentralização da política de segurança alimentar do país durante a democracia de 1988. A hipótese é de que as instituições democráticas e as políticas públicas distributivas são as variáveis chave para explicar esse fenômeno devido a sua capacidade de ativar a participação social no processo político e promover a erradicação da pobreza. Utilizando dados da PNAD e do Censo, pretende-se desenvolver uma base de dados nacional que cruze informações sobre a incidência de insegurança alimentar na população com as políticas de acesso aos alimentos disponíveis para todos os 5.560 municípios brasileiros. Espera-se entender mais a fundo quais ações governamentais têm sido mais eficazes no combate à fome levando a sério o nível local da estrutura governamental num contexto político federativo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Pedro Bras Martins da Costa - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2012 - 2013
História, psicanálise e capitalismo: Marx com Lacan
Descrição: A pesquisa tomou desde o primeiro momento duas afirmações expressas em momentos diferentes e por pessoas diferentes como ponto fundamental de partida, a saber: a afirmação de Lacan em Seminário RSI (Real-Simbólico-Imaginário) segundo a qual foi Marx e não Freud o inventor do sintoma da Modernidade, tal qual a psicanálise o concebe; e a afirmação de Góes em Psicanálise e Capitalismo segundo a qual a Modernidade é o tempo da sociedade de massas. A pesquisa nasce então do cruzamento destas duas afirmações, na tentativa de mostrar que ambas tem muito mais em comum do que a primeira vista pode parecer. Nisso consiste necessariamente a flexibilidade e a riqueza do campo de pesquisa delimitado, que rapidamente pôde estabelecer fluxos interdisciplinares entre a psicanálise e a política, e entre a psicanálise e a História. A Modernidade não pode mais ser pensada sem a pulsão de morte. Da mesma maneira, a política não pode mais ser pensada sem a questão de massas. Ambas as coisas (coisas mesmo, no sentido de das Ding em Freud) podem ser vistas como um resíduo, um resto, que sobra da circulação simbólica do discurso acadêmico e por isso ainda não encontraram seu lugar na ciência. Por isso, o objetivo central desse trabalho é o de encontrar um lugar para a pulsão de morte e para a massa no discurso, talvez só mesmo possível no discurso da psicanálise. A partir da argumentação teórica acima descrita, o trabalho voltou-se a fazer um resgate histórico na perspectiva de reconstruir o processo modernizador, ou seja, os passos que conduziram a humanidade ao tempo em que a massa e sua ação, ou inércia, se tornaram elementos chave da política moderna e contemporânea. Por conseguinte, o imperialismo, o nacionalismo, o colonialismo e o rompimento dos vínculos tradicionais de autoridade, o advento da democracia de massas e a revolução socialista foram passos resgatados que garantiram evidências empírico-históricas para o fundo teórico previamente estabelecido: o funcionamento da sociedade capitalista e as contribuições que a psicanálise pode dar para pensarmos esse processo histórico-dialético.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Pedro Bras Martins da Costa - Integrante / Clara Raissa Pinto de Góes - Coordenador / Carlos Augusto Santana Pereira - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Métodos de pesquisa em Ciências Sociais.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Comportamento Legislativo.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Comparada.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
1° lugar na seleção do Concurso de Melhor Dissertação Defendida em 2017 no IESP/UERJ, Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP/UERJ).
2016
Bolsa Nota 10 (modalidade de mestrado), Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro.
2014
Goethe-Zertifikat C1, Goethe Institut & Association of Language Testers in Europe (Alemanha).
2013
Zeugnis Test Deutsch als Fremdsprache, TestDaF Institut (Alemanha).
2011
Certificate in Advanced English (CAE) CEFR C1, ESOL Examinations University of Cambridge (Inglaterra).


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MARTINS DA COSTA, P. B.. A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar. In: 9° Congresso Latino-americano de Ciência Política, 2017, Montevidéu. A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar, 2017.

2.
MARTINS DA COSTA, P. B.. A contribuição do Fome Zero na consolidação da política brasileira de segurança alimentar. In: 41° Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 2017, Caxambu. Anais do 41° Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
MARTINS DA COSTA, P. B.. A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MARTINS DA COSTA, P. B.. A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
MARTINS DA COSTA, P. B.. Do Fome Zero ao Bolsa Família? Um estudo comparado a partir dos manifestos do PT entre 2002 e 2010. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MARTINS DA COSTA, P. B.. A Política como Discurso. Parte I: A Sociedade de Massas em Freud. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MARTINS DA COSTA, P. B.; SUSSEKIND, E. P. ; MELO, A. A. G. . Os três poderes. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
MARTINS DA COSTA, P. B.; RIBEIRO, P. C. A. . Estamos em guerra civil?. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
41° Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais. A contribuição do Fome Zero na consolidação da política brasileira de segurança alimentar. 2017. (Congresso).

2.
9° Congresso Latino-americano de Ciência Política da Associação Latino-americana de Ciência Política. A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar. 2017. (Congresso).

3.
10° Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2016. (Congresso).

4.
II Seminário Interno do Instituto de Estudos Sociais e Políticos.A redução da fome e o Programa Bolsa Família: desenvolvendo um modelo de estimação do impacto da transferência de renda sobre a insegurança alimentar. 2016. (Seminário).

5.
IV Fórum Brasileiro de Pós-graduação em Ciência Política. 2015. (Outra).

6.
Workshop Democracia contemporânea: desenvolvimento, desigualdade e estratégias partidárias.From Zero Hunger to Family Grant? Bringing manifestos into discussion. 2015. (Outra).

7.
I Jornada de Estudos Marxistas da UFRJ. 2014. (Seminário).

8.
Debate As mobilizações populares, a luta anticapitalista e o poder popular.Os 4 eixos do Fórum de lutas contra o aumento da passagem no Rio de Janeiro. 2013. (Outra).

9.
XVIII Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes da Federação Mundial das Juventudes Democráticas (FMJD). 2013. (Outra).

10.
Fórum Social Mundial. 2012. (Encontro).

11.
XXXIII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artística e Cultural da UFRJ (JICTAC).A Política como Discurso: Parte I ? A Sociedade de Massas em Freud. 2012. (Outra).

12.
II Colóquio de Política Nacional e Internacional da UFRJ. 2011. (Outra).

13.
Colóquio Aspectos Humanos da Favela Carioca: ontem e hoje. 2010. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 4:23:05