Paulo Henrique Teston

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0209463331824308
  • Última atualização do currículo em 30/11/2018


Doutor em Direito pela Roma TRE University, em Roma, na Itália, sob orientação do Prof. Eligio Resta (Diploma revalidado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Parte do Doutorado cursado em Nova Iorque, sob orientação do Prof. Pasquale Pasquino (New York University). Mestre em Direito Público pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (CAPES 6), sob a orientação da Prof.ª Sandra Regina Martini. Graduado em Direito pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), sob orientação do Prof. Cesar Marció. Foi bolsista de iniciação científica (PIBIC), sob a orientação do Prof. Régis Trindade de Mello. Realiza pesquisas nas áreas de Filosofia Jurídica, Direito e Psicanálise, Direito Constitucional, Teoria Geral do Direito e Teorias da Justiça. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Paulo Henrique Teston
Nome em citações bibliográficas
TESTON, Paulo Henrique.


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2017
Doutorado em Discipline Giuridiche Storico-Filosofiche.
Università degli Studi Roma Tre, UNIROMA, Itália.
Título: Giustizia a-venire, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Eligio Resta.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: História do Direito.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: Teoria Geral do Direito.
2013 - 2014
Mestrado em Direito.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: Sujeito, Poder e Criação Jurídica,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Sandra Regina Martini Vial.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público.
2008 - 2012
Graduação em Direito.
Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC, Brasil.
Título: Niti, nyaya e o Pós-Estruturalismo: O pai urano, a mãe Gaia e uma titânide chamada Têmis.
Orientador: Cesar Marció.




Atuação Profissional



Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio de Docência., Enquadramento Funcional: Estagiário


Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBIC., Carga horária: 20
Outras informações
O SENTIDO DO TRABALHO IMATERIAL NO NOVO CAPITALISMO MUNDIALIZADO: A RELAÇÃO ENTRE A RETÓRICA DO FIM DO TRABALHO E A CAPTURA DA SUBJETIVIDADE DO TRABALHADOR


Celer Faculdades, CELER, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12



Projetos de pesquisa


2011 - 2012
O SENTIDO DO TRABALHO IMATERIAL NO NOVO CAPITALISMO MUNDIALIZADO: A RELAÇÃO ENTRE A RETÓRICA DO FIM DO TRABALHO E A CAPTURA DA SUBJETIVIDADE DO TRABALHADOR
Descrição: Primeiramente, buscamos tentar compreender a necessidade de perscrutar o que surge com o conceito de trabalho imaterial, suas territorializações e agenciamentos, ou seja, aquilo que o permeia, tentando encontrar a direção dos fluxos que se originaram a partir da criação do conceito, buscando demonstrar que, apesar das tentativas, para apreender os fenômenos das relações de trabalho suscitados pelo homem e suas invenções, é preciso ser nômade, ser indiferente para com nossas inclinações (não mais a favor disto e nem contra aquilo), para não cometer o erro de realizar demagogia ao invés de pesquisa. Passaremos, em seguida, a estudar o sentido do trabalho imaterial na sociedade contemporânea e suas implicações na retórica do capitalismo globalizado e na organização do trabalho. Perceberemos também a problemática em que nos encontramos quando situarmos o trabalho imaterial na retórica capitalista contemporânea, influenciada pelos avanços tecnológicos, ao ponto de imaginar o fim do trabalho , argumento que nada tem de inocente; pelo contrário, é figura fundamental na tarefa de captura da subjetividade do trabalhador obra necessária devido ao fato de que o novo capitalismo precisa de um operário polivalente (que lide com mecanismos mais complexos), e não mais do operário-massa , pois a fonte mais valiosa de lucro para o capitalista contemporâneo se encontra na acumulação flexível . Concluiremos que, longe de proporcionar melhores condições de trabalho e vida aos empregados, o novo capitalismo reproduziu seu sistema de exploração e precarização do trabalho, apenas adequando-o às novas exigências do mercado e intensificando o processo de perda de sentido do trabalho, situação que põe em risco o próprio conceito de humanidade presente no trabalhador oprimido..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Paulo Henrique Teston - Integrante / Régis Trindade de Mello - Coordenador / Luís Henrique Kohl Camargo - Integrante.
2011 - 2012
Efetividade pragmática dos Direitos Fundamentais nas decisões judiciais.
Descrição: O projeto de pesquisa busca analisar o impacto que as decisões judiciais de direitos fundamentais provocam na sociedade, explorando, para tanto, as principais matrizes interpretativas e seu processo de constituição no Ocidente, e buscando interpretar e aplicar o sistema jurídico brasileiro aos novos paradigmas constitucionais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) .
Integrantes: Paulo Henrique Teston - Integrante / Rogério Gesta Leal - Coordenador / Daniela Menengoti Ribeiro - Integrante / Wilson Jair Gerhard - Integrante / Jerri Adriani Barbieri - Integrante.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Latim
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TESTON, Paulo Henrique.2018TESTON, Paulo Henrique.; MARCAL, J. D. . Facetas do positivismo e o caminho do que não é. Revista Jurídica FADEP, v. 2, p. 1, 2018.

2.
TESTON, Paulo Henrique.2017 TESTON, Paulo Henrique.; MARTINI, S. R. . (Re)Produzir saúde: o exercício biopolítico e as linhas introdutórias à compreensão da produção do que é saudável.. Revista do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFBA, v. 27, p. 133-156, 2017.

3.
TESTON, Paulo Henrique.2017TESTON, Paulo Henrique.; CARBONERA, C. S. . A Parcela da Subjetividade de que a Ciência Jurídica depende: A maleabilidade subjetiva em face da influência de doenças no comportamento humano.. Revista Científica da UNESC, v. 15, p. 1, 2017.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
TESTON, Paulo Henrique.. Justiça a-vir. 1. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2018. 256p .

Capítulos de livros publicados
1.
TESTON, Paulo Henrique.; MARQUARDT NETO, R. H. . Justificativa da necessidade de entrelaçamento dos conceitos: o Direito Vivente enquanto condição vital para a Fraternidade. In: Luis Fernando Barzotto; Felipe de Matos Müller; Luciana Dessanti Colpo; Luciane Cardoso Barzotto. (Org.). Direito e Fraternidade: Outras questões. 1ed.Porto Alegre: Editora Sapiens, 2018, v. 1, p. 245-255.

2.
TESTON, Paulo Henrique.; MARTINI, S. R. . Trabalho Imaterial e Economia Criativa: Desafios do Direito do Consumidor. In: Organizadores Diógenes Faria de Carvalho; Vitor Hugo do Amaral Ferreira; Nivaldo dos Santos.. (Org.). Sociedade do Consumo: pesquisas em Direito do Consumidor. 1ed.Goiânia: Editora Espaço Acadêmico, 2017, v. 1, p. 275-287.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
TESTON, Paulo Henrique.. Divagações acerca da Teoria dos Direitos Humanos em Jacques Derrida. Direito, Cultura e Processo: da complexidade social à experiência jurídica, p. 1, 26 abr. 2018.

2.
TESTON, Paulo Henrique.. A Filosofia do Direito: o que ela não é. Direito, Cultura e Processo: da complexidade social à experiência jurídica, p. 1, 24 abr. 2018.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TESTON, Paulo Henrique.. Do Biopoder ao Informacionalismo: considerações acerca do Trabalho Imaterial. In: I Simpósio Internacional de Direito: Dimensões materiais e eficaciais dos direitos fundamentais, 2011, Chapecó. I Simpósio Internacional de Direito: Dimensões materiais e eficaciais dos direitos fundamentais. Chapecó: UNOESC, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
TESTON, Paulo Henrique.. O Fim (?) dos Direitos Humanos: Os Oikistes que aqui estão. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
TESTON, Paulo Henrique.. A Faceta do Outro na Ciência Jurídica: uma (des)construção. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
TESTON, Paulo Henrique.; TEDESCO, A. L. ; FAE, A. M. K. . AS EXCLUSÕES DE DIREITOS DOS POVOS ORIGINÁRIOS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
TESTON, Paulo Henrique.; SANTOS, P. J. T. . Conhecimento Compartilhado - Módulo I. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
TESTON, Paulo Henrique.. Direito e Filosofia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
TESTON, Paulo Henrique.. O Sentido do Trabalho Imaterial no 'Novo' Capitalismo Mundializado: A Relação entre a retórica do 'Fim do Trabalho' e a Captura da Subjetividade do Trabalhador. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
LEAL, Rogerio Gesta ; TESTON, Paulo Henrique. . A Contribuição de Gadamer como Ferramenta à Hermenêutica Jurídica. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Ciclo de Palestras Jurídicas. 2016. (Outra).

2.
?Criminalita? Organizatta. 2015. (Seminário).

3.
Assicurazione della qualità e accreditamento: implementazione a livello nazionale dell?approcio europeo. 2015. (Seminário).

4.
Aula Magna do Curso de Direito: Diretivas antecipadas de vontade. 2015. (Outra).

5.
Conferenza di Ateneo sulla Didattica: Programmazione Strategica Della Didattica e Degli Obiettivi Formativi. 2015. (Encontro).

6.
Desenvolvimento de pesquisas internacionais conjuntas. 2015. (Seminário).

7.
Direito e Política na Sociedade Complexa. 2015. (Seminário).

8.
Donazione in Diritto Romano. 2015. (Seminário).

9.
Evoluzione del pensiero penalistico e costruzione della teoria del reato. 2015. (Seminário).

10.
FOUCAULT AND THE LAW OF OUTSIDE. 2015. (Seminário).

11.
HIDDEN EMPIRES?: decolonising human rights. 2015. (Seminário).

12.
Il Coraggio Delle Done per la Pace: dagli anni venti al secondo dopoguerra. 2015. (Seminário).

13.
Interpretazioni e ?Crisi? delle Fonti. 2015. (Seminário).

14.
L?efficacia delle sentenze in materia civile e commerciale nell?Unione europea. 2015. (Seminário).

15.
La Corte di giustizia sull?adesione della UE alla CEDU. 2015. (Seminário).

16.
Law and Humanities. 2015. (Seminário).

17.
Le famiglie nella modernità. 2015. (Seminário).

18.
Legal protection of Cultural Heritage. 2015. (Seminário).

19.
NECESSARY FICTIONS: on the humanity of rights. 2015. (Seminário).

20.
Plus Ultra?: il paradigma poliziesco. 2015. (Seminário).

21.
Processo de internacionalização das instituições de ensino superior ior. 2015. (Seminário).

22.
Relações Universidades X Empresas. 2015. (Seminário).

23.
Roma Tre Expert Meeting on the ILC Draft Articles on the Protection of Persons in the Event of Disasters. 2015. (Congresso).

24.
Sportello Legale di Regina Coeli (Clinica Legale). 2015. (Seminário).

25.
Una Cultura Delle Libertà: Magna Carta Libertatum ? riflessioni in occasione degli ottocento anni della Magna Carta Libertatum. 2015. (Seminário).

26.
Antigone e/o Creonte. 2014. (Seminário).

27.
Conhecimento Compartilhado - Módulo 1. Conhecimento Compartilhado - Módulo 1. 2014. (Congresso).

28.
Criminalitâ organizzata: Storia e legislazione. 2014. (Seminário).

29.
Culture of evidence: a dialogue with continental law from a common law perspective. 2014. (Congresso).

30.
Derecho Ibero-Americano. 2014. (Seminário).

31.
Diritto e democracia nel costituzionalismo garantista. 2014. (Seminário).

32.
Il controlo de costituzionalità in Brasile. 2014. (Seminário).

33.
L'interpretazione del contrato tra diritto civile e diritto tributario. 2014. (Seminário).

34.
La Costituzione va alla guerra. 2014. (Seminário).

35.
La libertâ fondamentali del trattato UE e il diritto privato. 2014. (Seminário).

36.
Miele: la rilevanza penale delle pratiche fine vita. 2014. (Seminário).

37.
Migration and mediterranean: past and present. 2014. (Simpósio).

38.
Modelli di tutela individuale e coletiva i remedi per i consumatori. 2014. (Seminário).

39.
Passato e futuro del garantismo penale. 2014. (Simpósio).

40.
Prospettive di cambiamento dell'esecuzione penale. 2014. (Encontro).

41.
Prospettive di cambiamento dell'esecuzione penale. 2014. (Encontro).

42.
Seminario interdisciplinare Scuola Dottorale Internazionale "Tullio Ascarelli".Il principio di precauzione nella giurisprudenza penale brasiliana. 2014. (Seminário).

43.
XX Simpósio Estadual de Direito e XIII Simpósio Nacional de Direito. 2012. (Simpósio).

44.
II Curso de Direitos e Atualidades. 2011. (Outra).

45.
XVI Jornada Internacional de Direito. 2011. (Outra).

46.
I Simpósio Internacional de Direito. 2010. (Simpósio).

47.
Para Quê(m) Serve o Direito? Uma Introdução ao Pensamento Jurídico Crítico. 2010. (Outra).

48.
III Ciclo de Estudos Jurídicos. 2009. (Simpósio).

49.
II Ciclo de Estudos Jurídicos. 2008. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
TESTON, Paulo Henrique.. II Curso de Direitos e Atualidades. 2011. (Congresso).

2.
TESTON, Paulo Henrique.. II Ciclo de Estudos Jurídicos. 2008. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 21:40:04