Thiago Cantaruti Anselmo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4338174756592336
  • Última atualização do currículo em 19/02/2018


Possui licenciatura em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (2010). Dr. e Mestre em Biologia Celular, pelo programa de pós graduação em Biologia Celular da Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Atualmente é Pos Doc em Biologia Celular no departamento de Morfologia e membro do laboratório de Biologia do Sistema Linfoide e Regeneração, participa do projeto intitulado Estudo do processo inflamatório após feridas de pele e injeção concomitante de uma proteína para a qual o camundongo é tolerante e Efeitos indiretos da tolerância oral. Possui experiência em morfologia de células inflamatórias, histologia e imunologia. thiagocantarutti@hotmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Thiago Cantaruti Anselmo
Nome em citações bibliográficas
CANTARUTI, T. A.;DE SOUZA, KÊNIA SOARES;CANTARUTI, THIAGO ANSELMO;AZEVEDO-JUNIOR, GERALDO MAGELA;DE ALMEIDA GALDINO, DANIEL ANTERO;RODRIGUES, CLAUDINEY MELQUÍADES;COSTA, RAQUEL ALVES;VAZ, NELSON MONTEIRO;CARVALHO, CLÁUDIA ROCHA


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2016
Doutorado em Biologia Celular.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Efeitos indiretos da tolerância oral a zeína melhoram a cicatrização de pele em camundongos diabéticos, Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Claudia Rocha Carvalho.
Coorientador: Nelson Monteiro Vaz.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.
Palavras-chave: tolerância oral; cicatrização feridas; Inflamação; Zeína.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
2010 - 2012
Mestrado em Biologia Celular.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Efeitos indiretos da tolerância oral a um componente da dieta (Zeína) no reparo de feridas na pele de camundongos.,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Cláudia Rocha Carvalho.
Coorientador: Raquel Alves Costa.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: tolerância oral; efeitos indiretos; Adjuvante; Zeína; Inflamação.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2007 - 2010
Graduação em Ciências Biológicas.
Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, IMIH, Brasil.
Título: Efeitos indiretos da tolerância oral: Influencia do adjuvante.
Orientador: Claudia Rocha Carvalho.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.


Formação Complementar


2011 - 2011
Fundamentos e aplicações da citometria de fluxo.. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2011 - 2011
Aspectos fundamentais das técnicas de cultivo celu. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2011 - 2011
Bioética.. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2011 - 2011
Mecanismos de modulação da resposta imune.. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2010 - 2010
Citometria de Fluxo na Comunicação Celular. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2010 - 2010
Cultura Celular em duas e três dimensões. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2010 - 2010
Células Tronco Embrionárias. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2009 - 2009
Reprodução Humana Assistida. (Carga horária: 18h).
Fertitech Tecnologia em Reprodução Assistida, FERTITECH, Brasil.
2008 - 2008
Taxidermia de Serpentes. (Carga horária: 6h).
Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, IMIH, Brasil.
2008 - 2008
Anatomia de Serpentes. (Carga horária: 6h).
Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, IMIH, Brasil.
2008 - 2008
Aplicações Ecológicas em Campo Rupestre e Mata Cil. (Carga horária: 8h).
Pro Génesis, PRO GÉNESIS, Brasil.
2008 - 2008
Venenosos e Peçonhentos: Animais de Interesse Médi. (Carga horária: 6h).
Centro Universitário UNA, UNA, Brasil.
2007 - 2007
Produção de Soro Antiofídico. (Carga horária: 8h).
Centro Universitário - UNA, UNA, Brasil.


Atuação Profissional



CAPES, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista de Mestrado, Enquadramento Funcional: Mestrando em Biologia Celular (UFMG), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, IMIH, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Monitor Academico, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 20
Outras informações
Monitoria academica na disciplina de Histologia, sob orientacao do professor Valdemir Silva, realizada no periodo compreendido entre Agosto de 2008 ate junho de 2010, totalizando 1600 horas.

Atividades

05/2017 - 08/2017
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Embriologia Animal
05/2017 - 08/2017
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Citologia
05/2017 - 08/2017
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Citologia
05/2017 - 08/2017
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Citologia
05/2017 - 08/2017
Ensino, Fonoaudiologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Embriologia Humana
05/2017 - 08/2017
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Embriologia Humana
08/2008 - 06/2010
Outras atividades técnico-científicas , Ensino, Biologia, Nível: Graduação., Ensino, Biologia, Nível: Graduação..

Atividade realizada
Disciplina Ministrada: Monitoria academica na disciplina de Histologia, sob orientacao do professor Valdemir Silva, realizada no periodo compreendido entre Agosto de 2008 ate junho de 2010, totalizando 1600 horas..
02/2008 - 07/2008
Outras atividades técnico-científicas , Ensino, Biologia, Nível: Graduação., Ensino, Biologia, Nível: Graduação..

Atividade realizada
Disciplina Ministrada: Monitoria academica na disciplina de Educacao a Distancia, realizada no periodo compreendido entre Fevereiro de 2008 ate julho de 2008, totalizando 320 horas..

Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Estagiário, Carga horária: 10
Outras informações
Atuou como Professor nas disciplinas de Citologia e Histologia Geral, ofertadas pelo Departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, completando a carga horária de 120 horas/aula.

Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando em Biologia Celular, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
No início do século XX observou-se que cobaias que haviam se alimentado com ração contendo milho reagiam menos imunologicamente às proteínas do milho, como a zeína, quando comparadas com cobaias não alimentadas com milho. Atualmente, sabemos que a absorção de proteínas intactas ou parcialmente digeridas através da mucosa intestinal é uma ocorrência comum após as refeições. Estas proteínas interferem na atividade do sistema imune e um resultado usual destas interferências é a tolerância oral, um fenômeno que consiste na diminuição de respostas imunes para proteínas previamente contactadas por via oral. Desde os primeiros relatos sobre a influência de proteínas da dieta sobre a atividade imunológica várias proteínas vegetais e animais foram utilizadas em estudos sobre a tolerância oral, tais como a ovalbumina de galinha (OVA), a gamablobulina bovina (BGG) e hemocianina de animais marinhos (KLH). Uma vez que estas proteínas animais não fazem parte da dieta usual dos camundongos, elas são introduzidas na ração ou diluídas em água para a indução de tolerância oral. Animais que ingerem OVA antes da imunização com OVA+Al(OH)3 (um adjuvante) formam menos anticorpos para OVA do que os que não ingeriram a mesma; mas a ingestão de OVA não interfere na imunização com outra proteína. Curiosamente, se durante a imunização com esta segunda proteína for realizada também uma imunização com a proteína tolerada, a formação de anticorpos para esta proteína ?não-tolerada? é também diminuída. Também, a tentativa de imunização de animais tolerantes com o antígeno tolerado em adjuvante inibe reações inflamatórias, como as desencadeadas por injeção de carragenina no coxim plantar de camundongos. Estes efeitos desencadeados pela injeção do antígeno tolerado são denominados "efeitos indiretos da tolerância oral?. Nosso grupo de pesquisa mostrou que os efeitos indiretos da injeção de OVA em camundongos tolerantes a OVA inibem a inflamação após lesões na pele de camun

Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Aluno de Mestrado, Enquadramento Funcional: Mestrando em Biologia Celular (UFMG), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Direção e Administração, Enquadramento Funcional: Representante Discente (Mestrado) Colegiado
Outras informações
Direção e Administração, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Morfologia. Cargo ou função Representante Discente (Mestrado) do Colegiado de Pós-Graduação em Biologia Celular.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Aluno de Iniciação Cientifca, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 16
Outras informações
Atuou como estagiário de iniciação científica, junto ao Laboratório de Biologia do Sistema Linfóide e da Regeneração, do Departamento de Morfologia, do Instituto de Ciências Biológicas, da Universidade Federal de MInas Gerais, no segundo semestre letivo de 2009 e primeiro semestre letivo de 2010, perfazendo uma carga horária semanal de 16 horas, totalizando 480 horas, tendo trabalhado no Projeto de Pesquisa intitulado: "Efeitos indiretos da tolerância oral na cicatrização: estudo da influência de adjuvantes".



Projetos de pesquisa


2013 - 2015
Estudo de um método imunológico para melhorar a cicatrização de feridas na pele

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Claudia Rocha Carvalho em 20/03/2017.
Descrição: Avaliar se a injeção parenteral de uma proteína tolerada da dieta influência o reparo de feridas na pele de camundongos normais e com diabetes experimental do tipo 1.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .

Integrantes: Thiago Cantaruti Anselmo - Integrante / Claudia Rocha carvalho - Coordenador / Nelson Monteiro Vaz - Integrante / COSTA, RAQUEL ALVES - Integrante / DE SOUZA, KÊNIA SOARES - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2010 - 2012
Efeitos indiretos da tolerância oral a um componente da dieta (Zeína) no reparo de feridas na pele de camundongos.
Descrição: No início do século XX observou-se que certos materiais associados ao antígeno, como o hidróxido de alumínio (Al(OH)3) atuavam como adjuvantes aumentando muito a produção de anticorpos. Por outro lado, também no início do século XX observou-se que cobaias que haviam se alimentado com ração contendo milho não reagiam imunologicamente às proteínas do milho, como a zeína, como faziam as outras cobaias que não tinham sido alimentadas com milho. Atualmente sabemos que a absorção de proteínas intactas ou parcialmente digeridas através da mucosa intestinal é uma ocorrência comum após as refeições. Estas proteínas interferem na atividade do sistema imune e um resultado usual destas interferências é a tolerância oral, um fenômeno que consiste na diminuição de respostas imunes para proteínas previamente contactadas por via oral. Os primeiros relatos sobre a influência de proteínas da dieta sobre a atividade imunológica foram feitos com proteínas vegetais e animais mas a maioria dos estudos sobre a tolerância oral têm sido feitos usando proteínas derivadas de animais. Uma vez que as proteínas animais não fazem parte da dieta usual dos camundongos, elas são introduzidas na ração ou diluidas na água para a indução de tolerância oral. Desta forma sabemos que os animais que ingerem ovalbumina (OVA) antes da imunização com OVA+Al(OH)3 formam menos anticorpos para OVA do que os que não ingerem OVA. Mas a ingestão de OVA não interfere na imunização com outra proteína, a não ser que durante a imunização com esta segunda proteína seja dada também uma imunização com a proteína tolerada, um fenômeno denominado "efeitos indiretos da tolerância oral?. Os efeitos indiretos da injeção de OVA em camundongos tolerantes a OVA inibem também a inflamação induzida por carragenina e a que ocorre após lesões na pele de camundongos. Mostramos neste trabalho que os efeitos indiretos da tolerância oral com uma proteína presente na dieta usual dos camundongos (zeína) diminuem o infiltrado inflamatório e.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Thiago Cantaruti Anselmo - Integrante / Claudia rocha - Coordenador.
2007 - 2010
Aluno de Iniciacao Cientifica do projeto intitulado, Estudo do processo inflamatório após feridas de pele e injeção concomitante de uma proteína para a qual o camundongo é tolerante.
Descrição: Feridas de pele em mamíferos adultos, geralmente, são fechadas por um processo que termina com a formação de cicatriz, onde ocorre a substituição do tecido original por matriz extracelular. Por outro lado, em embriões de mamíferos e em mamíferos adultos com alterações no sistema imune é frequente o reparo de feridas com regeneração do tecido original, ou seja, sem cicatrização. Vários fatores podem determinar a ocorrência de cicatrização versus regeneração. A ausência ou diminuição de infiltrado inflamatório no local ferido tem sido correlacionada com maior ocorrência de regeneração, em vez de cicatrização. Temos evidências conclusivas de que a injeção parenteral de uma proteína (ovalbumina) em um animal imunologicamente tolerante à mesma inibe processos inflamatórios (granuloma e peritonite), mesmo que estes não tenham relação específica com a proteína tolerada. É possível que estes efeitos (que chamamos de efeitos indiretos da injeção de antígenos tolerados) possam também inibir o infiltrado inflamatório após ferida de pele e, consequentemente, alterar o processo de fechamento de feridas. Estamos testando estas hipóteses em modelos de reparo de feridas na pele de camundongos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Thiago Cantaruti Anselmo - Integrante / Claudia rocha - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Citologia e Biologia Celular.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Pouco, Lê Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1CANTARUTI, THIAGO ANSELMO2017 CANTARUTI, THIAGO ANSELMO; COSTA, RAQUEL ALVES ; DE SOUZA, KÊNIA SOARES ; VAZ, NELSON MONTEIRO ; CARVALHO, CLÁUDIA ROCHA . Indirect effects of immunological tolerance to a regular dietary protein reduce cutaneous scar formation. Immunology (Oxford. Print), v. 150, p. 1365-2567, 2017.

2.
2COSTA, RAQUEL ALVES2015 COSTA, RAQUEL ALVES; MATOS, LIANA BIAJOLI OTONI ; CANTARUTI, THIAGO ANSELMO ; DE SOUZA, KÊNIA SOARES ; VAZ, NELSON MONTEIRO ; CARVALHO, CLÁUDIA ROCHA . Systemic effects of oral tolerance reduce the cutaneous scarring. Immunobiology (Jena. 1979), v. 222, p. 94-105, 2015.

3.
4GALDINO, D. A.2014GALDINO, D. A. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; SOUZA, K. S. ; CANTARUTI, T. A. ; BEVILACQUA, E. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . Reduced placental development triggered by subcutaneous injection of an orally tolerated protein. Placenta (Eastbourne), v. 35, p. A59, 2014.

4.
3DE SOUZA, KÊNIA SOARES2014 DE SOUZA, KÊNIA SOARES; CANTARUTI, THIAGO ANSELMO ; AZEVEDO-JUNIOR, GERALDO MAGELA ; DE ALMEIDA GALDINO, DANIEL ANTERO ; RODRIGUES, CLAUDINEY MELQUÍADES ; COSTA, RAQUEL ALVES ; VAZ, NELSON MONTEIRO ; CARVALHO, CLÁUDIA ROCHA . Improved Cutaneous Wound Healing After Intraperitoneal Injection of alpha-Melanocyte Stimulating Hormone. Experimental Dermatology, v. 24, p. n/a-n/a, 2014.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA, K. S. ; CANTARUTI, THIAGO ANSELMO ; GALDINO, D. A. ; COSTA, RAQUEL ALVES ; AZEVEDO-JUNIOR, GERALDO MAGELA ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . Alpha-melanocyte stimulating hormone takes part in indirect effects of oral tolerance upon cutaneous wound healing. In: Gordon Research Conferences: Tissue Repair and Regeneration., 2017, New London. Gordon Research Conferences: Tissue Repair and Regeneration., 2017.

2.
VALENCIA, K. F. ; CANTARUTI, T. A. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; COSTA, RAQUEL ALVES ; CARVALHO, C. R. . E f e i t o s s i s t êmi c o s da i n j e ç ã o s u b c u t â n e a de uma p r o t e í n a p r e v i ame n t e i n g e r i d a a l t e r a a c i c a t r i z a ç ã o de f e r i d a s c u t â n e a s. In: V Simposio de Integracao dos programas de pos graduacao em Biologia Celular, 2017, Belo Horizonte. SIBC-2017, 2017.

3.
VALENCIA, K. F. ; CANTARUTI, T. A. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; COSTA, RAQUEL ALVES ; CARVALHO, C. R. . Efeitos de Proteínas da Dieta no Processo de Reparo de Feridas Cutâneas. In: III Mostra de Pós-graduação do 3º Encontro de Ciência, Cultura e Arte do ICB, na Semana do Conhecimento, da UFMG, 2017, Belo Horizonte. III Mostra de Pós-graduação do 3º Encontro de Ciência, Cultura e Arte do ICB, 2017.

4.
SOUZA, E. E. N. ; AMANCIO, G. P. O. ; CANTARUTI, T. A. ; GALDINO, D. A. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; RUSSO, R. de C. ; VAZ, N.M. ; CARVALHO, C. R. . CHARACTERIZATION OF A MODEL TO STUY PULMONARY FIBROSIS USING BLEOMYCIN SULPHATE. In: III Simposio de Integracao dos Programas de Pos- Graduacao em Biologia Celular UFV, UFMG e UFU, 2014, Vicosa. CHARACTERIZATION OF A MODEL TO STUY PULMONARY FIBROSIS USING BLEOMYCIN SULPHATE, 2014.

5.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; VAZ, N. M. ; SOUZA, K. S. ; RODRIGUES, C. M. ; GALDINO, D. A. ; CARVALHO, C. R. . INTRAPERITONEAL INJECTION OF TOLERATED PROTEINS CHANGES PROFILES OF CYTOKINE ESPRESSION IN SKIN WOUNDS. In: XVII Meeting of the Brazilian Society for Cell Biology, 2014, Foz do Iguacu. INTRAPERITONEAL INJECTION OF TOLERATED PROTEINS CHANGES PROFILES OF CYTOKINE ESPRESSION IN SKIN WOUNDS, 2014.

6.
SOUZA, K. S. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; Costa, r a ; CANTARUTI, T. A. ; GALDINO, D. A. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . PARENTERAL INJECTION OS ALPHA-MELANOCYTE STIMULATING HORMONE INCREASES COLLAGEN III DEPOSITION IN CUTANEOUS WOUND HEALING. In: III Simposio Brasileiro de Matrix Extracelular/ VII International Symposium on Extracellular Matrix, 2013, Rio de Janeiro. PARENTERAL INJECTION OS ALPHA-MELANOCYTE STIMULATING HORMONE INCREASES COLLAGEN III DEPOSITION IN CUTANEOUS WOUND HEALING, 2013.

7.
GALDINO, D. A. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; CANTARUTI, T. A. ; SOUZA, K. S. ; BEVILACQUA, E. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . ALTERED PLACENTAL DEVELOPMENT TRIGGRED BY SUBCUTANEOUS INJECTION OF ORALLY TOLERATED PROTEIN IN MICE. In: III Congresso Luso-Brasileiro de Patologia Experimenta (XIII Simposio Internacional sobre Tecnicas Experimentais), 2013, Tiradentes. ALTERED PLACENTAL DEVELOPMENT TRIGGRED BY SUBCUTANEOUS INJECTION OF ORALLY TOLERATED PROTEIN IN MICE, 2013.

8.
SOUZA, K. S. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; Costa, r a ; CANTARUTI, T. A. ; GALDINO, D. A. ; VAZ, N. ; CARVALHO, C. R. . HISTOLOGICAL EVALUATION OF THE CUTANEOUS WOUND HEALING AFTER INJECTION OF ALPHAMELANOCYTE- STIMULATING HORMONE OR AGOUTI PROTEIN. In: II Simposio de Integracao dos Programas de Pos- Graduacao em Biologia Celular e VI Simposio de Biologia Celular da Universidade Federal de Minas Gerais, 2013, Belo Horzonte. HISTOLOGICAL EVALUATION OF THE CUTANEOUS WOUND HEALING AFTER INJECTION OF ALPHAMELANOCYTE- STIMULATING HORMONE OR AGOUTI PROTEIN, 2013.

9.
SOUZA, K. S. ; CANTARUTI, T. A. ; Costa, r a ; VAZ, N. ; CARVALHO, C. R. . Alpha- melanocyte stimulating hormone improves skin wound healing in mice. In: I Congresso Brasileiro de Tratamento Avancando de Feridas, 2013, Campos do Jordao. Alpha- melanocyte stimulating hormone improves skin wound healing in mice, 2013.

10.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; SOUZA, K. S. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . INDIRECT EFFECTS OF ORAL TOLERANCE TO ZEIN IN SKIN WOUND HEALING. In: I Congresso Brasileiro de Tratamento Avancando de Feridas, 2013, Campos do Jordao. INDIRECT EFFECTS OF ORAL TOLERANCE TO ZEIN IN SKIN WOUND HEALING, 2013.

11.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; SOUZA, K. S. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . IMPROVES WOUND HEALING IN MOUSE SKIN OCCURS AFTER PARENTERAL INJECTION PROTEIN DIET. In: XII Simposio Brasileiro de Matriz Extracelular/ VII International Symposium on Extracelular Matrix, 2013, Rio de Janeiro. IMPROVES WOUND HEALING IN MOUSE SKIN OCCURS AFTER PARENTERAL INJECTION PROTEIN DIET, 2013.

12.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; SOUZA, K. S. ; GALDINO, D. A. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . PARENTERAL EXPOUSURE TO A REGULAR DIETARY PROTEIN IMPROVES SKIN WOUND. In: Congressso Luso-Brasileiro de Patoloogia Experimental, 2013, Tiradentes. PARENTERAL EXPOUSURE TO A REGULAR DIETARY PROTEIN IMPROVES SKIN WOUND, 2013.

13.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; SOUZA, K. S. ; VAZ, N. M. ; CARVALHO, C. R. . PARENTERAL INJECTION OF A REGULAR DIET PROTEIN IMPROVES SKIN WOUND HEALING IN MICE. In: Gordon Research Conference on Tissue Repair and Regeneration, 2013, New London. PARENTERAL INJECTION OF A REGULAR DIET PROTEIN IMPROVES SKIN WOUND HEALING IN MICE, 2013.

14.
SOUZA, K. S. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; Costa, r a ; CANTARUTI, T. A. ; GALDINO, D. A. ; RODRIGUES, C. M. ; VAZ, N. ; CARVALHO, C. R. . PARENTERAL INJECTION OS ALPHA-MELANOCYTE STIMULATING HORMONE INCREASES COLLAGEN III DEPOSITION IN CUTANEOUS WOUND HEALING. In: III Congresso Luso-Brasileiro de Patologia Experimenta (XIII Simposio Internacional sobre Tecnicas Experimentais), 2013, Tiradentes. PARENTERAL INJECTION OS ALPHA-MELANOCYTE STIMULATING HORMONE INCREASES COLLAGEN III DEPOSITION IN CUTANEOUS WOUND HEALING, 2013.

15.
SOUZA, K. S. ; AZEVEDO JUNIOR, G. M. ; RODRIGUES, C. M. ; CANTARUTI, T. A. ; VAZ, N. ; CARVALHO, C. R. . Alpha- melanocyte stimulating Reduce Scars After Excional Cutaneous Wound. In: VI Encontro de Pesquisa em Bioquimica e Imunologia- ENAPEBI 2012, 2012, Belo Horizonte. Alpha- melanocyte stimulating Reduce Scars After Excional Cutaneous Wound, 2012.

16.
CANTARUTI, T. A.; Costa, r a ; VAZ, N.M. ; RODRIGUES, C. M. ; SOUZA, K. S. ; CARVALHO, C. R. . IMPROVEMENT OF SKIN WOUND HEALING BY PARENTERAL INFECTION OF A REGULAR DIET COMPONTENT ZEIN. In: 10th International Congress on Cell Biology and the XVI Meeting of the Brazilian Society for Cell Biology Held, 2012, Rio de Janeiro. IMPROVEMTNE OF SKIN WOUND HEALING BY PARENTERAL INFECTION OF A REGULAR DIET COMPONTENT ZEIN, 2012.


Demais tipos de produção técnica
1.
CANTARUTI, T. A.. Reparo Tecidual, do Inicio ao Fim. 2014. .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CANTARUTI, T. A.; FERREIRA, J. G. G.. Participação em banca de Eidi Aparecida France e Maria Alice Fortes Moreira.HIPOTIREOIDISMO CONGENITO CAUSADO POR DEFEITOS GENETICOS DO GENE TIREOPEROXIDASE (TPO). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

2.
CANTARUTI, T. A.; NOVIELLO, M. L.. Participação em banca de Henileid Gabriela e Davis henrique.Perspectiva do uso da Tolerancia Oral no Tratamento da Diabetes Mellitos tipo I (auto-imune). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

3.
CANTARUTI, T. A.. Participação em banca de Natalia Pascoal Moreira e Vilmar Francisco Tavares.Tolerancia Oral e GVMD (reacao do hospedeiro contra o enxerto) em transplante de Medula ossea. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
CANTARUTI, T. A.. Trabalho Integrado do curso de Biomedicina do Núcleo de Biocências. 2011. Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

2.
CANTARUTI, T. A.. Comissão Científica do IV Simpósio de Biologia Celular do Prof. Ângelo Machado. 2011.

3.
ANSELMO, T. C.; CANTARUTI, T. A.. Trabalho Integrado durante o Biomedicina em Foco-comemoração do dia do Biomédico do curso de Biomedicina do Núcleo de Biocências. 2010. Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

4.
CANTARUTI, T. A.. Trabalho Integrado Do Curso de Ciencias Biologicas. 2009. Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
2nd Workshop on Mucosal Immunology. 2016. (Simpósio).

2.
Simposio de Integracao dos Programas de Pos- Graduacao em Biologia Celular UFV, UFMG e UFU.A NOVEL TRANSCRIPTIONAL FACTOR, AT5G05800 PROTEIN, INTERACTS WITH RPL10 TO DOWNREGULATE THE RIBOSOMAL GENES IN VIRAL DEFENSE.. 2014. (Simpósio).

3.
XVII Meeting of the Brazilian Society for Cell Biology. INTRAPERITONEAL INJECTION OF TOLERATED PROTEINS CHANGES PROFILES OF CYTOKINE ESPRESSION IN SKIN WOUNDS. 2014. (Congresso).

4.
I Congresso Brasileiro de Tratamento Avancado de Feridas - SOBRATAFE. INDIRECT EFFECTS OF ORAL TOLERANCE TO ZEIN IN SKIN WOUND HEALING. 2013. (Congresso).

5.
III Congresso Luso-Brasileiro de Patologia Experimenta (XIII Simposio Internacional sobre Tecnicas Experimentais). PARENTERAL EXPOUSURE TO A REGULAR DIETARY PROTEIN IMPROVES SKIN WOUND. 2013. (Congresso).

6.
Simposio do Laboratorio de Imunobiologia. 2013. (Simpósio).

7.
10th International Congress on Cell Biology. Improvement of skin wound healing by parenteral injection of a regular diet component (Zein). 2012. (Congresso).

8.
IV Simpósio de Biologia Celular - Prof. Ângelo Barbosa Monteiro MachadoDO. 2011. (Simpósio).

9.
III Semana de Biologia Celular - Profª. Walderez Ornelas Dutra. 2010. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CANTARUTI, T. A.. IV Simposio de Biologia Celular. 2011. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Isabela Beatriz Cabacinha Nóbrega. Síntese e Avaliação da Atividade do Hormônio Alfa Melanócito Estimulante. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Orientador: Thiago Cantaruti Anselmo.

Iniciação científica
1.
Évany Vieira Castro. Efeitos Indiretos da Tolerância Oral pela administração de uma proteína da dieta regular. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Thiago Cantaruti Anselmo.

2.
Nathalia Bustamante de Menezes. Efeitos Indiretos da Tolerância Oral pela administração de uma proteina da dieta regular. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Thiago Cantaruti Anselmo.

3.
Gisele Pereira de Oliveira Amâncio. Efeitos indiretos da tolerância oral e inflamação. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Fisioterapia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Thiago Cantaruti Anselmo.

4.
Luiza de Castro Moniz. Efeitos indiretos da tolerância oral e inflamação. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Thiago Cantaruti Anselmo.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
CANTARUTI, T. A.. Reparo Tecidual, do Inicio ao Fim. 2014. .




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 17:24:10