Taynara Alcantara Cangussu

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6293909644057350
  • Última atualização do currículo em 21/02/2018


É mestre em Letras pelo Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Maringá. Graduou-se em Letras Português e Inglês na mesma universidade em 2013, quando também recebeu a láurea acadêmica do magnífico Reitor dessa universidade. Durante a graduação, desenvolveu pesquisas na área de aquisição da escrita, mas, paralelamente, participou de projetos relacionados à Língua Inglesa e também à Literatura. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Taynara Alcantara Cangussu
Nome em citações bibliográficas
CANGUSSU, T. A.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal do Paraná.
Rua Nelson Moreira Batista - de 571/572 ao fim
Jardim das Nações
87703567 - Paranavaí, PR - Brasil
Telefone: (44) 4434612445


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2016
Mestrado em Letras- Ensino-Aprendizagem de Línguas.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Título: ENDEREÇAMENTO E RELAÇÕES INTERGENÉRICAS EM ENUNCIADOS ESCRITOS POR CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: CRISTIANE CARNEIRO CAPRISTANO.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2010 - 2013
Graduação em letras inglês.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.




Formação Complementar


2014 - 2014
a literatura no Enem e no Enade. (Carga horária: 2h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2014 - 2014
Linguística funcional: a junção na gramática e no. (Carga horária: 15h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2014 - 2014
alfabetização e ortografia. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2014 - 2014
Aspectos teóricos-metodológicos da Neurolinguístic. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2013 - 2014
Extensão universitária em Programa de Intercâmbio Social. (Carga horária: 180h).
Associação International de Estudantes em Ciênc Econ e Comerc de Maringá, AIESEC/Maringá, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Estudos sobre a escrita em aquisição. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2013 - 2013
Monteiro Lobato: Modernismo para Crianças. (Carga horária: 15h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2013 - 2013
Literatura Inglesa e Ensino. (Carga horária: 10h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2013 - 2013
projeto "talk, ciclo de discussão em inglês com tr. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2013 - 2013
O sucesso com as certificações internacionais. (Carga horária: 4h).
Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR, Brasil.
2012 - 2012
Seminário de Pesquisa em Linguística Funcional. (Carga horária: 15h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2012 - 2012
curso fundamentos da educação. (Carga horária: 40h).
CURSO SOLON, SOLON, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Algumas notas sobre a questão do sujeito em AD. (Carga horária: 2h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em A atualidade do teatro no Brasil: articulações ent. (Carga horária: 10h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em O tradutor e intérprete na sociedade pós-moderna. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em I Encontro de Saberes do escritório Cooperação Int. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em curso básico de Gramática em língua inglesa. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Unindo Texto e Gramática no Ensino Escolar. (Carga horária: 2h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Programa de formação inicial- Pró-início. (Carga horária: 30h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2009 - 2009
Montagem e Manutenção de computadores e redes. (Carga horária: 96h).
Microlins, MCR, Brasil.
2008 - 2009
Assistente administrativo industrial. (Carga horária: 800h).
SENAI - Departamento Regional do Mato Grosso do Sul, SENAI/DR/MS, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em experimentando química no ensino médio. (Carga horária: 35h).
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
2008 - 2008
secretariado/ telefonista/ atendente e recepcionis. (Carga horária: 20h).
Instituto Ágape Brasil, IAB, Brasil.
2008 - 2008
Técnicas de atendimento, vendas, telemarketing. (Carga horária: 20h).
Instituto Ágape Brasil, IAB, Brasil.
2005 - 2008
English Advanced Level. (Carga horária: 310h).
Fisk English courses, FISK, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Federal do Paraná, IFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Instituto Federal do Paraná, IFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de Português/ inglês, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atua como professora de Língua Portuguesa e Inglesa nos cursos médio/técnico e como professora das disciplinas de "Pesquisa em Educação" e "Leitura e escrita como práticas inter e transdisciplinares" na Pós graduação em Práticas Interdisciplinares do IFPR- Campus Paranavaí.


Secretaria do Estado de Educação do Mato Grosso do Sul, SED, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Docente Port- Inglês, Carga horária: 20


Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: voluntário, Enquadramento Funcional: monitora da disciplina de linguística II, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: voluntário, Enquadramento Funcional: Monitora de redação do cursinho pré-vestibula, Carga horária: 1


Associação International de Estudantes em Ciênc Econ e Comerc de Maringá, AIESEC/Maringá, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Endereçamento e relações intergenéricas em enunciados produzidos por crianças e adolescentes
Descrição: Este projeto parte do encontro entre o trabalho de Corrêa (2013) ? no qual ele aborda o conceito de heterogeneidade constitutiva dos gêneros− e o de Capristano e Oliveira (2014) ? no qual as autoras analisam produções textuais infantis de maneira condizente a proposta de Corrêa (2013). Subsidiados por esses estudos, propomos esta pesquisa com o objetivo de investigar como estudantes − tanto nas fases iniciais de aquisição da escrita quanto nos anos finais do processo escolar (Ensino Médio) − lidam com o aspecto endereçamento dos gêneros textuais/discursivos e, a partir disso, buscar propostas pedagógicas que auxiliem os professores e alunos a controlarem os seus dizeres em função do destinatário que estabelecem em seus enunciados. Para cumprir com esses objetivos, utilizamos como material de análise, tanto produções textuais infantis de um corpus já composto, quanto produções textuais dos alunos do Ensino Médio do Instituto Federal do Paraná, que são produzidas em sala. A análise dessas produções serão feitas a partir dos pressupostos teórico-metodológico do paradigma indiciário. Como resultados, esperamos observar que a oscilação do endereçamento do enunciado é comum tanto nos enunciados de crianças que estão em fase inicial de aquisição da escrita, quanto dos de adolescentes que já caminham para os momentos finais da trajetória escolar. Esperamos também observar regularidades nessas oscilações que nos permitam buscar caminhos para pensar em propostas que auxiliem os alunos a lidar com esse aspecto do gênero..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
O registro da letra ?a? na escrita infantil: uma tarefa fácil?
Descrição: Em projeto anterior, analisamos dados de segmentação não convencional de palavras em produções textuais de oito crianças em processo de aquisição da escrita. Nas produções textuais de uma dessas crianças, notamos que, no que tange à segmentação, ao se confrontar com a necessidade de grafar a letra ?a? ? especialmente, em posição inicial de palavra, como em amarelo, ou separada por espaços em branco, quando essa letra corresponde ao artigo definido feminino singular −, essa criança oscilava entre o convencional e o não convencional. Assim, por um lado, quando essa letra deveria ser grafada de forma autônoma, isto é, delimitada por espaços em branco,ora a sua colocação estava em consonância com o que se prevê convencionalmente como, por exemplo, em a casa, ora fugia a essas convenções, formando um caso dehipossegmentação, como em amãe (a mãe). Por outro lado, quando essa letra deveria ser grafada em posição inicial de palavra, ora estava de acordo com as convenções, como em amor, ora fugia a elas, formando um caso de hipersegmentação, como em a bacaxi (abacaxi). Essa oscilação nos pareceu demonstrar dúvida, por parte do escrevente, em relação à grafia de ?a?. Neste trabalho, objetivamos, por meio de uma análise qualitativa, longitudinal e comparativa, verificar como acontece a caminhada de dois sujeitos em processo de aquisição da escrita até que eles passem a segmentar a letra ?a? de acordo com o previsto pelas convenções ortográficas. Temos por objetivos específicos: (1) levantar hipóteses sobre quais seriam os fatores linguísticos determinantes do aparecimento, nos dados desses dois sujeitos, da segmentação (convencional e não convencional) que envolve a letra ?a? tanto em posição inicial de palavras quanto quando isolada por espaços em branco; (2) verificar se há divergências pertinentes entre a trajetória desses sujeitos; e, caso haja, (3) buscar explicações para esse acontecimento. Para essa análise, usaremos 102 produções textuais, de duas crianças que.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
regularidades e tendências em segmentações não-convencionais infantis: um olhar longitudinal
Descrição: Por acreditar que o ?erro? na escrita infantil pode nos fornecer indícios de hipóteses formuladas pelas crianças no momento da elaboração de suas produções textuais, e tendo em vista a variabilidade de ?erros? que pode ser detectada nessas produções, escolhemos estudar ?erros? concernentes à segmentação. A segmentação é entendida, neste trabalho, como a distribuição de espaços em branco que, na escrita convencional, é responsável por indicar limites de palavras conforme definidas morfologicamente. Quando feita de forma não-convencional, a segmentação pode ser classificada em três categorias: hipersegmentação (mais separação por espaços em branco do que o previsto); hipossegmentação (menos separação por espaços em branco do que o previsto) e mesclas (quando ocorre, ao mesmo tempo, hiper e hipossegmentação). Atentos a uma tendência apontada por alguns autores, a saber, Silva (1994) e Cunha (2004), de que as crianças, nas séries iniciais, parecem hipossegmentar mais do que hipersegmentar, objetivamos, neste trabalho, verificar se confirma ou não essa tendência. Para isso, usaremos dados de produções textuais de oito crianças, que frequentaram, nos anos de 2001 a 2004, uma escola da rede pública de ensino. Pretendemos: (1) fazer um levantamento das ocorrências de hipossegmentação, hipersegmentação e mesclas presentes nessas produções textuais; e, (2) a partir desse levantamento, verificar a existência de possíveis regularidades e tendências no processo de apropriação da escrita pelas crianças. O trabalho será realizado a partir de subsídios teóricos provenientes de estudos que abordam o processo de aquisição da escrita, pensando nas influências das práticas de oralidade e de letramento nesse processo, tais como Abaurre (1988, 1991, 1996), Abaurre et. al. (1997), Silva (1994), Capristano (2003, 2007, 2010), Chacon (2004, 2005, 2006, 2007), Tenani (2010), dentre outros. Palavras-chave: Letramento; oralidade; aquisição da escrita; segmentação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2013 - 2014
MAKE A STEP
Descrição: Este projeto reuniu intercambistas de 20 países, na Polônia, entre o período de 28-11-2013 a 24-01-2014, para ministrar, voluntariamente, palestras, em inglês, sobre a cultura de cada país, em escolas públicas da rede de ensino da Polônia..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) .
Integrantes: Taynara Alcantara Cangussu - Coordenador / Dorota Sobieszczuk - Integrante.
2010 - 2011
A formação de professores de Língua Inglesa em pré-serviço no ensino de Inglês para crianças
Descrição: O projeto teve o objetivo de aliar as teorias aprendidas na universidade com a prática docente. Processo n 11206-09.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Taynara Alcantara Cangussu - Coordenador / Aline Cantarotti - Integrante / Juliana Reichert Assunção Tonelli - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2013
Láurea Acadêmica, recebida do Magnífico Reitor da Universidade Estadual de Maringá, Julio Prates Filho, UEM.
2006
mençao honrosa na primeira olimpíada de matemática das escolas públicas (OBMEP 2005), Mistério da educaçao /ministério da ciências e tecnologia / governo federal.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CANGUSSU, T. A.2015 CANGUSSU, T. A.; SILVESTRE, N. A. C. ; FEUDMAN, A. K. T. . LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA; PÚBLICO, PONTOS E CONTRAPONTOS. Caminhos em Linguística Aplicada, v. 12, p. 47, 2015.

2.
CANGUSSU, T. A.2015 CANGUSSU, T. A.; CAPRISTANO, C. C. . A segmentação da letra ?a? na aquisição da escrita. Revista do GEL, v. 44, p. 466-479, 2015.

3.
BENITES, S. A. L.2012BENITES, S. A. L. ; CANGUSSU, T. A. . HIPERSEGMENTAÇÕES EM QUE A LETRA 'A' APARECE DISSOCIADA DO RESTANTE DA ESTRUTURA: IDIOSSINCRASIA OU TENDÊNCIA?. Ideação (Unioeste. Impresso), v. 14, p. 32-49, 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CANGUSSU, T. A.. A ATUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR NA EMERGÊNCIA DAS OSCILAÇÃO NO ENDEREÇAMENTO DE ENUNCIADOS INFANTIS. In: V CONALI, 2017, Maringá. V Conali anais, 2017.

2.
CANGUSSU, T. A.; TICIANEL, G. F. . CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO IMAGINÁRIAS: UMA ANÁLISE DE PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS SOBRE AS ELEIÇÕES DE 2002. In: JIED, 2015, MARINGÁ. ANAIS ELETRONICO, 2015.

3.
CANGUSSU, T. A.; ZAPPONE, M. H. . A RELAÇÃO MULHER X TRABALHO EM ROMANCES DA BIBLIOTECA DAS MOÇAS. In: Jornada de Estudos Linguísticos e Literários, 2014, Marechal Cândido Rondom. anais 17 jell, 2014.

4.
CANGUSSU, T. A.. AS CONCEPÇÕES DE EDUCAÇÃO E DE CRIANÇA EM LIVROS DESTINADOS ÀS MENINAS DA DÉCADA DE 50. In: Jornada de Estudos Linguísticos e Literários (16 JELL), 2013, marechal Candido Rondon. anais da JELL, 2013.

5.
CANGUSSU, T. A.; LONARDONI, Marinês . O ENSINO DE TEMPOS VERBAIS NA SALA DE AULA: UMA ABORDAGEM DO PRETÉRITO PERFEITO E IMPERFEITO ATRAVÉS DO GÊNERO FÁBULA. In: CELLIP 2011, 2011, Londrina. XX Seminário do CELLIP, 2011.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
CANGUSSU, T. A.. UMA ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DAS CRIANÇAS EM DIREÇÃO À DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. In: CIELLI- Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2012, Maringá. 2 CIELLI-anais, 2012.

2.
CANGUSSU, T. A.. A CAMINHADA ATÉ A DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. In: EAIC- Encontro anual de iniciação científica, 2012, Maringá. eaic-resumos, 2012.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CANGUSSU, T. A.. ENDEREÇAMENTO E RELAÇÕES INTERGENÉRICAS EM ENUNCIADOS ESCRITOS POR CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I. In: CIELLI- CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS, 2016, MARINGÁ. Caderno de resumos CIELLI 2016, 2016.

2.
CANGUSSU, T. A.. PARA QUEM AS CRIANÇAS ENDEREÇAM SEUS ENUNCIADOS?. In: GEL- Grupo de estudos sobre a linguagem, 2015, CAMPINAS. Caderno de resumos GEL 2015, 2016.

3.
CANGUSSU, T. A.. AQUISIÇÃO DA ESCRITA COMO CAMPO DE PESQUISA CIENTÍFICA. In: FALE- Fórum Acadêmico de Letras, 2015, MARINGÁ. Caderno de resumos FALE 2015, 2015.

4.
CANGUSSU, T. A.. DISCURSO DIRETO E INDIRETO: COMO AS CRIANÇAS OS UTILIZAM NO AGENCIAMENTO DE VOZES DE PERSONAGENS EM TEXTOS NARRATIVOS?. In: CIEL- CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESTUDOS EM LINGUAGEM, 2015, PONTA GROSSA. Caderno de resumos CIEL 2015, 2015.

5.
CANGUSSU, T. A.; ZAPPONE, M. H. . A RELAÇÃO MULHER X TRABALHO EM ROMANCES DA BIBLIOTECA DAS MOÇAS. In: Jornada de Estudos Linguísticos e Literários, 2014, Marechal Cândido Rondom. anais 17 jell, 2014.

6.
CANGUSSU, T. A.. A HETEROGENEIDADE DOS GÊNEROS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. In: Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literário, 2014, Maringá. Anais cielli, 2014.

7.
CANGUSSU, T. A.; CAPRISTANO, C. C. . OSCILAÇÕES NAS SEGMENTAÇÕES GRÁFICAS LIGADAS AO REGISTRO DA LETRA 'A'. In: GEL- grupo de estudos sobre a linguagem, 2014, Campinas. Caderno de resumos GEL 2014, 2014.

8.
CANGUSSU, T. A.. AS CONCEPÇÕES DE EDUCAÇÃO E DE CRIANÇA EM LIVROS DESTINADOS ÀS MENINAS DA DÉCADA DE 50. In: Jornada de Estudos Linguísticos e Literários (16 JELL), 2013, marechal Candido Rondon. anais da JELL, 2013.

9.
CAPRISTANO, C. C. ; CANGUSSU, T. A. . A SEGMENTAÇÃO DA LETRA 'A' EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. In: Congresso Nacional de Linguagem em Interação (CONALI), 2013, Maringá. anais Conali, 2013.

10.
CAPRISTANO, C. C. ; CANGUSSU, T. A. . A SEGMENTAÇÃO DA LETRA 'A' EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. In: Congresso Nacional de Linguagem em Interação (CONALI), 2013, Maringá. anais Conali, 2013.

11.
CANGUSSU, T. A.. UMA ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DAS CRIANÇAS EM DIREÇÃO À DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. In: CIELLI- Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2012, Maringá. http://anais.cielli.com.br/, 2012.

12.
CANGUSSU, T. A.. MOVIMENTO LONGITUDINAL DE SEGMENTAÇÕES NÃO CONVENCIONAIS: UMA PRIMEIRO OLHAR. In: 60 GEL- Grupo de estudos linguísticos, 2012, São Paulo. 60 GEL-resumos, 2012.

13.
CANGUSSU, T. A.; CAPRISTANO, C. C. . HIPOSSEGMENTAÇÃO NO ENSINO FUNDAMENTAL I: DIFERENÇAS QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS. In: VIII SELISIGNO- Edição Internacional e IX Simpósio de leitura da UEL, 2012. SELISIGNO:RESUMOS, 2012.

14.
CANGUSSU, T. A.. JOGO DE MEMÓRIA NO ENSINO-APRENDIZAGEM DE INGLÊS PARA CRIANÇAS: UMA FORMA LÚDICA DE ENSINAR E APRENDER.. In: CONALLI, 2011, maringá. III Congresso de Linguagens e Interação -CONALI, 2011.

15.
CANGUSSU, T. A.. REGULARIDADES E TENDÊNCIAS EM SEGMENTAÇÕES NÃO-CONVENCIONAIS INFANTIS: UM OLHAR LONGITUDINAL. In: CONALI, 2011, maringá. III Congresso de Linguagens e Interação -CONALI, 2011.

16.
CANGUSSU, T. A.. O ENSINO DE TEMPOS VERBAIS NA SALA DE AULA: UMA ABORDAGEM DO PRETÉRITO PERFEITO E IMPERFEITO ATRAVÉS DO GÊNERO FÁBULA. In: CELLIP 2011, 2011, Londrina. XX Seminário do CELLIP, 2011.

17.
CANGUSSU, T. A.. HIPOSSEGMENTAÇÃO, HIPERSEGMENTAÇÃO E MESCLAS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS: UMA ANÁLISE PRELIMINAR.. In: SIAL- Seminário Internacional de Aquisição da Linguagem, 2011, Porto Alegre. Seminario internacional de aquisição da linguagem, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
CANGUSSU, T. A.. A ATUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR NA EMERGÊNCIA DE OSCILAÇÃO NO ENDEREÇAMENTO DE ENUNCIADOS INFANTIS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
CANGUSSU, T. A.. ENDEREÇAMENTO E RELAÇÕES INTERGENÉRICAS EM ENUNCIADOS ESCRITOS POR CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
CANGUSSU, T. A.; TICIANEL, G. F. . CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO E FORMAÇÕES IMAGINÁRIAS: UMA ANÁLISE DE PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS SOBRE AS ELEIÇÕES DE 2002. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
CANGUSSU, T. A.. DISCURSO INDIRETO: COMO AS CRIANÇAS O UTILIZAM NO AGENCIAMENTO DAS VOZES DOS PERSONAGENS EM TEXTOS NARRATIVOS?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
CANGUSSU, T. A.. A HETEROGENEIDADE DOS GÊNEROS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
CANGUSSU, T. A.. A RELAÇÃO MULHER X TRABALHO EM ROMANCES DA BIBLIOTECA DAS MOÇAS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
CANGUSSU, T. A.. AS CONCEPÇÕES DE EDUCAÇÃO E DE CRIANÇA EM LIVROS DESTINADOS ÀS MENINAS DA DÉCADA DE 50. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
CANGUSSU, T. A.. A SEGMENTAÇÃO DA LETRA 'A' EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
CANGUSSU, T. A.. UMA ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DAS CRIANÇAS EM DIREÇÃO À DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
CANGUSSU, T. A.. MOVIMENTO LONGITUDINAL DE SEGMENTAÇÕES NÃO CONVENCIONAIS: UMA PRIMEIRO OLHAR. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
CANGUSSU, T. A.; CAPRISTANO, C. C. . A CAMINHADA ATÉ A DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
CANGUSSU, T. A.. HIPERSEGMENTAÇÕES EM QUE A LETRA 'A' APARECE DISSOCIADA DO RESTANTE DA ESTRUTURA: IDIOSSINCRASIA OU TENDÊNCIA?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
CANGUSSU, T. A.; CAPRISTANO, C. C. . HIPOSEGMENTAÇÃO NO ENSINO FUNDAMENTAL I: DIFERENÇAS QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
CANGUSSU, T. A.. O ENSINO DE TEMPOS VERBAIS NA SALA DE AULA: UMA ABORDAGEM DO PRETÉRITO PERFEITO E IMPERFEITO ATRAVÉS DO GÊNERO FÁBULA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
CANGUSSU, T. A.. REGULARIDADES E TENDÊNCIAS EM SEGMENTAÇÕES NÃO-CONVENCIONAIS INFANTIS: UM OLHAR LONGITUDINAL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
CANGUSSU, T. A.. HIPOSSEGMENTAÇÃO, HIPERSEGMENTAÇÃO E MESCLAS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS: UMA ANÁLISE PRELIMINAR.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Demais tipos de produção técnica
1.
CAPRISTANO, C. C. ; CANGUSSU, T. A. . A LETRA 'A' NA ESCRITA INFANTIL: UMA TAREFA FÁCIL?. 2013. (Relatório de pesquisa).

2.
CAPRISTANO, C. C. ; CANGUSSU, T. A. . REGULARIDADES E TENDÊNCIAS EM SEGMENTAÇÕES NÃO CONVENCIONAIS INFANTIS: UM OLHAR LONGITUDINAL. 2012. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CIELLI. ENDEREÇAMENTO E RELAÇÕES INTERGENÉRICAS EM ENUNCIADOS ESCRITOS POR CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I. 2016. (Congresso).

2.
63º GEL.PARA QUEM AS CRIANÇAS ENDEREÇAM SEUS ENUNCIADOS?. 2015. (Seminário).

3.
FALE.AQUISIÇÃO DA ESCRITA COMO CAMPO DE PESQUISA CIENTÍFICA. 2015. (Oficina).

4.
17 JELL- Jornada de estudos linguísticos e literários. A RELAÇÃO MULHER X TRABALHO EM ROMANCES DA BIBLIOTECA DAS MOÇAS. 2014. (Congresso).

5.
CIELLI- Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. A HETEROGENEIDADE DOS GÊNEROS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. 2014. (Congresso).

6.
Congresso Nacional de Linguagem em interação (CONALI). A SEGMENTAÇÃO DA LETRA "A" EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS. 2013. (Congresso).

7.
Jornada de estudos linguísticos e literários (16 JELL). AS CONCEPÇÕES DE EDUCAÇÃO E DE CRIANÇA EM LIVROS DESTINADOS ÀS MENINAS DA DÉCADA DE 50. 2013. (Congresso).

8.
CIELLI- Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. UMA ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DAS CRIANÇAS EM DIREÇÃO À DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. 2012. (Congresso).

9.
EAIC- Encontro Anual de Iniciação Científica.A CAMINHADA ATÉ A DELIMITAÇÃO CONVENCIONAL DE PALAVRAS. 2012. (Encontro).

10.
GRUPO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO 60 SEMINÁRIO.MOVIMENTO LONGITUDINAL DE SEGMENTAÇÕES NÃO CONVENCIONAIS: UMA PRIMEIRO OLHAR. 2012. (Seminário).

11.
JELL-JORNADA INTERNACIONAL DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS. HIPERSEGMENTAÇÕES EM QUE A LETRA "A" APARECE DISSOCIADA DO RESTANTE DA ESTRUTURA: IDIOSSINCRASIA OU TENDÊNCIA?. 2012. (Congresso).

12.
VIII SELISIGNO- Edição Internacional e IX Simpósio de leitura da UEL.HIPOSSEGMENTAÇÕES NO ENSINO FUNDAMENTAL I: DIFERENÇAS QUANTITATIVAS E QUALIITATIVAS. 2012. (Simpósio).

13.
XI Seminário de Pesquisa em Letras do Programa de Pós- Graduação em Educação. 2012. (Seminário).

14.
CELLIP 2011.O ENSINO DE TEMPOS VERBAIS NA SALA DE AULA: UMA ABORDAGEM DO PRETÉRITO PERFEITO E IMPERFEITO ATRAVÉS DO GÊNERO FÁBULA. 2011. (Seminário).

15.
CONALLI. O JOGO DE MEMÓRIA NO ENSINO‐APRENDIZAGEM DE INGLÊS PARA CRIANÇAS: UMA FORMA LÚDICA DE ENSINAR E APRENDE. 2011. (Congresso).

16.
SIAL- Seminário Internacional de aquisição da linguagem.HIPOSSEGMENTAÇÃO, HIPERSEGMENTAÇÃO E MESCLAS EM PRODUÇÕES TEXTUAIS INFANTIS: UMA ANÁLISE PRELIMINAR.. 2011. (Seminário).

17.
SPLE- Seminário de Pesquisa em Letras. 2011. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CANGUSSU, T. A.. I SEMANA DO LIVRO E DA BIBLIOTECA DO CAP. 2012. (Outro).

2.
CANGUSSU, T. A.. CIELLI- Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. 2012. (Congresso).

3.
CANGUSSU, T. A.. EAIC (Encontro Nacional de Iniciação Científica). 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Luana Ribeiro Polido. A diferença entre o modo como os alunos do ensino médio e do ensino fundamental i lidam com o aspecto endereçamento de gênero. 2017. Iniciação Científica - Instituto Federal do Paraná. Orientador: Taynara Alcantara Cangussu.



Outras informações relevantes


Cursei, em 2012, na condição de aluna especial, a disciplina " Tópicos de análise Linguística Fonologia Prosódica e Aquisição da Escrita", ministrada pelo Prof Dr Lourenço Chacon, NO MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM LETRAS DA UNESP- IBILCE, cumprindo 9 créditos, em 135 horas, com o conceito "A".


*Participo do grupo de pesquisa/CNPQ "Estudos sobre a linguagem", orientado pelo Prof. Dr. Lourenço Chacon - UNESP/Marília-SP desde 2011.

* Fui aprovada, em 2009, em 1 lugar, no vestibular do curso de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. 
* Fui aprovada, em 2013, em 4 lugar, no concurso de provas e títulos SAD-SED, professor de Língua Inglesa, do estado do Mato grosso do Sul.
*Fui aprovada, em 3 lugar, em dois concursos para professor efetivo do IFPR, sendo um no campus Paranavaí e outro em Assis Chateaubriand
*Fui aprovada em 4 lugar no concurso para professor efetivo do IFSP, campus Votuporanga. 
*Fui aprovada em 2 lugar em processo seletivo para professor substituto de Língua Inglesa na UNIOESTE



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 7:33:20