Juliana Macedo Gitahy Teixeira

Bolsista de Doutorado do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7904602617874348
  • Última atualização do currículo em 20/11/2018


Sou bióloga (Universidade Presbiteriana Mackenzie) e mestra em Ciências Florestais (Universidade Federal do Espírito Santo), onde desenvolvi um projeto relacionado a compreensão dos componentes da regeneração natural após um severo distúrbio antrópico (incêndio), com o objetivo de subsidiar ações restauradoras nas florestas tropicais úmidas incendiadas. Tenho experiência na área de ecologia vegetal, ecologia da restauração e conservação da natureza, esta última com enfoque na gestão de áreas especialmente protegidas, onde atuei como gestora de Unidade de Conservação de Proteção Integral na Zona Leste do município de São Paulo, sob responsabilidade na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA). Atualmente tenho interesse em projetos relacionados a ecologia da restauração, com foco na compreensão da ecologia de comunidades vegetais x diversidade funcional x fogo x provisão de serviços ecossistêmicos, para pautar ações restauradoras em hotspots de biodiversidade, em frente as severas mudanças do Antropoceno. Em especial, tenho interesse na investigação desta relação (diversidade funcional x fogo x serviços ecossistêmicos) nas vegetações abertas do Cerrado, historicamente negligenciadas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juliana Macedo Gitahy Teixeira
Nome em citações bibliográficas
TEIXEIRA, J. M. G.;TEIXEIRA,J.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Florestais e da Madeira.
Av. Governador Carlos Lindemberg, 316
Centro
29550000 - Jerônimo Monteiro, ES - Brasil
Telefone: (28) 35582534
URL da Homepage: http://www.florestaemadeira.ufes.br/


Formação acadêmica/titulação


2018
Doutorado em andamento em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Estoque de carbono e diversidade funcional no Cerrado: o fogo afeta esta relação?,
Orientador: Alessandra Fidelis.
Coorientador: Soizig Le Stradic.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2015 - 2017
Mestrado em Ciências Florestais.
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Título: Mecanismos de regeneração natural em área incendiada em uma floresta ombrófila densa montana, Espírito Santo, Brasil,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Sustanis Horn Kunz.
Coorientador: Mário Luís Garbin.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo, FAPES, Brasil.
2007 - 2014
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas.
Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.
Título: Os alunos da Escola Nacional Florestan Fernandes e o processo de produção coletiva de comunicação na perspectiva da Educomunicação.
Orientador: Dr. Adriano Monteiro de Castro.
2007 - 2012
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.
Título: Análise Fitossociológica de Fragmentos de Floresta Atlântica Densa na Zona de Amortecimento do Parque Estadual de Ilhabela-SP.
Orientador: Dra. Rita de Cássia Frenedozo.




Formação Complementar


2015 - 2015
Estatística no Programa R. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
2014 - 2014
Plano Municipal de Conservação da Mata Atlântica. (Carga horária: 40h).
Fundação SOS Pró-Mata Atlântica, SOS MATA, Brasil.
2013 - 2013
Gestão Adaptativa de Unidades de Conservação. (Carga horária: 56h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
2012 - 2012
Identificação Botânica da Mata Atlântica. (Carga horária: 20h).
Viveiro Maria Tereza, VIVEIRO MT, Brasil.
2012 - 2012
Morfologia e Sistemática Vegetal. (Carga horária: 210h).
Escola Superior de Agricultura 'Luiz de Queiroz' - USP, ESALQ/USP, Brasil.
2009 - 2009
Biologia Evolutiva. (Carga horária: 80h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2008 - 2008
Unidades de Conservação. (Carga horária: 12h).
Instituto de Biociências da USP, IB- USP, Brasil.
2007 - 2007
Televisão e Vídeo no Ensino de Ciências. (Carga horária: 32h).
Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de mestrado em Ciências Florestais, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciências Florestais, bolsista FAPES ( Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo), sob orientação da Dra. Sc. Sustanis Horn Kunz. Pesquisa desenvolvida na área de Restauração de Áreas Degradadas e Ecologia da Restauração intitulada "Dinâmica das comunidades vegetais montanas pós-distúrbios antrópicos no sul do Espírito Santo". Integrante do Núcleo de Pesquisa Científica Tecnológica em Meio Ambiente, Silvicultura e Ecologia (NUPEMASE: http://www.nupemase.com/ ).


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Professor voluntário, Enquadramento Funcional: Professor voluntário, Carga horária: 4
Outras informações
Professora voluntária do Instituo Federal do Espírito Santo (Ifes Campus de Alegre), onde ministrou aulas da disciplina "Conservação e Manejo de Recursos Naturais" no 1° semestre/2016 para o Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas. As aulas foram divididas em teóricas e práticas abordando os assuntos: fragmentação de ecossistemas, Unidades de Conservação, interações animal-planta e métodos práticos de amostragem de vegetação.


Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, SVMA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Administradora de Parque II - DEPAVE 8, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Gestora do Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo, Unidade de Conservação de Proteção Integral do município de São Paulo, SP.

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária - DEPAVE 8, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiária da equipe do DEPAVE-8 (Divisão Técnica de Unidade de Conservação Proteção da Biodiversidade e Herbário) exercendo atividades de apoio a gestão das Unidades de Conservação, como o acompanhamento da elaboração de Planos de Manejo, de processos e projetos de compensação ambiental, assim como projetos de educação ambiental, de restauração florestal, fiscalização e gestão das unidades de conservação.

Atividades

09/2013 - Atual
Direção e administração, Divisão de Unidade de Conservação e Proteção a Biodiversidade - DEPAVE 8, .

Cargo ou função
Direção e administração.

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Integrante de Projeto de Pesquisa, Carga horária: 4
Outras informações
Integrante do Projeto "Guia de Identificação de Espécies Nativas na Floresta Ombrófila Densa no Parque Estadual de Ilhabela, São Paulo", sob orientação da Profa. Dra. Daniela Sampaio do Departamento de Botânica e Zoologia da Unesp - São José do Rio Preto/SP


Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio monitorado e orientado pela Doutora Rita de Cássia Frenedozo, e coorientado pela Doutora Daniela Sampaio e Mestra Andrea Garafulic Aguirre , no Laboratório de Botânica e Ecologia Vegetal, para o projeto de iniciação científica de tema: ?Análise Fitossociológica de Fragmentos de Floresta Atlântica Densa na Zona de Amortecimento do Parque Estadual de Ilhabela-SP?.


Instituto de Biociências da USP, IB- USP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 16
Outras informações
Desenvolvimento de atividades de iniciação científica sob orientação do Dr. Walter Neves, no Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos, do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva (IB-USP),como: cura de esqueletos humanos de origem arqueológica, aplicando as técnicas de limpeza a úmido, de limpeza a seco, de identificação,de montagem, de numeração, acondicionamento; participação em etapas de Campo, realizando escavações no sítio arqueológico Lapa do Santo, na região da Lagoa Santa -MG; estudos em osteologia (identificação, localização anatômica, patologias ósseas); elaboração de projeto de pesquisa.


Sea View Game and Lion Park, SEAVIEW, África do Sul.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Voluntária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Voluntária do projeto "Born to be Wild Lion ", vinculado à "Wildlife and Environment Society of SA" (SA) e a "Wild At Heart"(UK), na Reserva "Sea Viem game and Lion Park", em Porto Elizabeth, África do Sul, sendo responsável: pela alimentação, cuidados, manutenção de viveiros e limpeza de filhotes de leão, como também de outros animais adultos como, suricatos, porcos selvagens africanos e caracals; assistência a alimentação de leões sub-adultos; supervisão e acompanhamento de visitantes pela Reserva.


EcosBrasil Consultoria e Planejamento Ambiental, ECOSBRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Auxiliar de biologia, Carga horária: 40


Gaia Semear Ltda., GAIA, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária Consultoria Ambiental, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Digging the Cerrado: the contribution of belowground structures to the functioning of old-growth grasslands
Descrição: In contrast to recently formed anthropogenic grasslands which present usually low biodiversity, old-growth grasslands (OGGs) like savannas and tropical grasslands, required centuries to assemble (Veldman et al. 2015). Because often considered as degraded and mingled with recently anthropogenic grasslands, they are usually neglected in global conservation programs (Veldman et al. 2015; Bond 2016). OGGs are often targeted for agriculture conversion and/or afforestation by policies designed to sequester carbon (Veldman et al. 2015; Bond 2016). Thus, it is currently imperative to recognize the value of OGGs, not only in terms of biodiversity but also for the ecosystem services they provide, and specifically carbon storage. Cerrado covers ca. 2 million km2 of Central Brazil, representing the second largest vegetation formation in Brazil (Ratter et al. 1997). Cerrado is the richest tropical savanna in the world, including 12,000 plant species (Mendonça et al. 1998). Currently, Cerrado is one of the most endangered biome of South America because the main conservation efforts are centered essentially towards the Amazonian and Atlantic forest (Oliveira & Marquis 2002). Only 2.2% of the Cerrado is under legal protection (Klink & Machado 2005). Between 1970 and 1975 the mean annual rate of land clearing in the Cerrado was 1.8 times the estimated deforestation rate of the Amazon rainforest (Klink & Moreira 2002). For four decades, livestock and intensive agriculture development have exacerbated social inequalities and environmental losses: biodiversity losses, landscape fragmentation, biological invasions (Pivello et al. 1999). Currently, some policies designed to sequester carbon like the REDD+ carbon payment schemes threat Cerrado open physiognomies by afforestation (Veldman et al. 2015; Bond 2016). In 2014, the World Resources Institute provided an Atlas where 23 million km2 of the terrestrial biosphere were identifies as providing opportunities to meet the Bonn Challenge to restore 150 million ha of the world?s degraded lands by 2020 (WRI 2014), including a large share of the Cerrado (Veldman et al. 2015). The WRI and the IUCN describe this goal as ?achievable through a doubling of current rates of afforestation, forest regeneration, and silvipastoral/agroforestry expansion? (Laestadius et al. 2011). However such policies disregarded the potential of carbon sequestration provided by these tropical grasslands (Fidelis et al. 2013; Veldman et al. 2015). Especially because the belowground in these systems are very developed, the below ground compartment of tropical grasslands might contribute to carbon stock globally. Plants have evolved a wide range of belowground strategies to capture limiting soil (Lambers et al. 2008) but also to face to disturbances. In response to limited soil resources and disturbance, most species in OGGs present traits which allow them to establish and survive in these limiting conditions (Parr et al. 2014; Veldman et al. 2015). The description of the root trait distribution and different belowground structures occurring in tropical grasslands is limited through the literature (e.g. Fidelis et al. 2013b; Fidelis et al. 2014). Analysis of architectural and morphological root traits and underground organs should help to assess the diversity of underground strategies within different old-growth grasslands occurring along a nutrient gradient. Traits analysis will therefore help to explain distribution of species and the assembly of communities across nutrient and disturbance gradients. Few studies dealt with the relationship between root quantity and traits and carbon stock, consequently little is known about the amount of carbon that can be stored in tropical grasslands. In contrast to forests, the most important pool of carbon in grasslands is belowground, in both soil and plant underground storage organs...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Juliana Macedo Gitahy Teixeira - Coordenador / Alessandra Fidelis - Integrante / Aline Bertolosi Bombo - Integrante / Soizig Le Stradic - Integrante.
Financiador(es): National Geographic Society - Auxílio financeiro.
2015 - Atual
Paisagens modificadas pela ação antrópica como objetos para conservação e recuperação de ecossistemas
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Juliana Macedo Gitahy Teixeira - Integrante / João Paulo Fernandes Zorzanelli - Integrante / Henrique Machado Dias - Integrante / Sustanis Horn Kunz - Coordenador / Marcos Vinìcius Winckler Caldeira - Integrante / Anna Lara da Silva Rodrigues - Integrante / Rodrigo Gomes Gorsari - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo - Auxílio financeiro.
2013 - 2015
Guia de Identificação de Espécies Nativas na Floresta Ombrófila Densa no Parque Estadual de Ilhabela, São Paulo
Descrição: Integrante do Projeto "Guia de Identificação de Espécies Nativas na Floresta Ombrófila Densa no Parque Estadual de Ilhabela, São Paulo" , sob orientação da Profa. Dra. Daniela Sampaio. Participei em todas as etapas do projeto, desde sua concepção, coleta de dados em campo, identificação do material, fotografias e elaboração de manuscritos que já foram submetidos (2017) e aguardam parecer..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Juliana Macedo Gitahy Teixeira - Integrante / Gabriel Dalla Colletta - Integrante / Andrea Garafulic Aguirre - Integrante / Daniela Sampaio - Coordenador.
2010 - 2011
?Análise Fitossociológica de Fragmentos de Floresta Atlântica Densa na Zona de Amortecimento do Parque Estadual de Ilhabela-SP?
Descrição: Projeto de Iniciação Científica orientado pela Doutora Rita de Cássia Frenedozo, e coorientado pela Doutora Daniela Sampaio, e Mestra Andrea Aguirre, no Laboratório de Botânica e Ecologia Vegetal da Universidade Presbiteriana Mackenzie. O projeto procurou caracterizar florística e estruturalmente um trecho da Floresta Ombrófila Densa Submontana presente na zona de Amortecimento do Parque estadual de Ilhabela no Estado de São Paulo . Análises fitossociológicas foram realizadas através de amostragem aleatória de indivíduos arbóreos, com DAP igual ou maior à 10 cm e altura igual ou maior à 1,30 m do solo, de 20 parcelas (10X10m), plotadas em duas áreas que apresentam uma nítida diferença: a interferência, ou não, de ação antrópica. Neste trabalho tenta-se comprovar a existência, ou não, de um efeito de borda, e a identificação da formação florestal apresentada pelo local..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Juliana Macedo Gitahy Teixeira - Integrante / Rita de Cássia Frenedozo - Coordenador / Dra. Daniela Sampaio - Integrante / MSc. Andrea Garafulic Aguirre - Integrante.

Número de produções C, T & A: 1


Outros Projetos


2015 - 2018
Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica da Cidade de São Paulo- PMMA São Paulo
Descrição: Como um dispositivo para o cumprimento da Lei Federal nº 11.428, de 22 de dezembro de 2006, a Lei da Mata Atlântica, está o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica - PMMA. No município de São Paulo, o novo Plano Diretor Estratégico ( Lei Municipal n° 16050/14), um dos instrumentos mais importante para o gestão da cidade, aponta a necessidade da elaboração do PMMA para a cidade de São Paulo. Sendo assim os técnicos da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) , Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano(SMDU) e a Secretaria Municipal de Coordenação de Subprefeituras, com o apoio da SOS Mata Atlântica e da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo (RBCV), do Instituto Florestal do Estado de São Paulo, elaboram este importante plano de conservação e recuperação da Mata Atlântica..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.

Integrantes: Juliana Macedo Gitahy Teixeira - Integrante / Jânio Marcos Rodrigues Ferreira - Integrante / Alice Maria Calado Melges - Integrante / Hélia Maria Santa B. Pereira - Integrante / Leandro de Oliveira Caetano - Integrante / Ana maria Brischi - Integrante / Andrea Cristhiane Martins - Integrante / Juliana Laurito Summa - Integrante / Linda Lacerda da Silva - Integrante / Marcella Carmona Wahl Rontani Migliacci - Integrante / Ricardo José Franchischetti Garcia - Integrante / Robson Miranda de Lemos - Integrante / Patrícia Marra Sepe - Integrante / Olga Maria Soares E Gross - Integrante / Ronaldo Malheiros Figueira - Integrante / Rodrigo Nery Costa - Integrante / Maria Lucia Bellenzani - Integrante / Elaine Aparecida Rodrigues - Integrante / Rodrigo Vitor - Integrante / Anita Correia martins - Coordenador / Alexandre de Oliveira e Aguiar - Integrante / Domingos Leôncio Pereira - Integrante / Sônia Joana Salomão - Integrante.
Financiador(es): Prefeitura de São Paulo - Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Conservação de Áreas Silvestres.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Recuperação de Areas Degradadas.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
AGUIRRE, A. G.2018 AGUIRRE, A. G. ; TEIXEIRA,J. ; COLLETA, G. D. ; ZORZANELLI, J. P. ; SAMPAIO, D. . Plant Species in a tract of insular Atlantic Forest in Ilhabela (SP): Floristics, photographic documentation, and identification keys of arboreal dicotyledons based on vegetative characteristics. BIOTA NEOTROPICA, v. 18, p. e2017049, 2018.

2.
AGUIRRE, M. A. G.2015AGUIRRE, M. A. G. ; LIMA, J. T. ; TEIXEIRA,J. ; GANDOLFI, S. . Potencial da semeadura direta na restauração florestal de pastagem abandonada no município de Piracaia, SP, Brasil. HOEHNEA, v. 42, p. 629-640, 2015.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
TEIXEIRA,J.; AGUIRRE, M. A. G. ; SAMPAIO, D. D. . Análise fitossociológica da Floresta Ombrófila Densa em fragmentos da zona de amortecimento do Parque Estadual de Ilhabela. In: XI Congresso de Ecologia do Brasil, 2013, Porto Seguro. XI Congresso de Ecologia do Brasil, 2013.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TEIXEIRA,J.; AGUIRRE, A. G. ; VIEIRA, D. L. M. ; KUNZ, S. H. . Resprouting as a restoration mechanism for montane rainforest trees after fre. In: VII World Conference on Ecological Restoration V Congreso Iberoamericano y del Caribe de Restauración Ecológica I Conferência Brasileira de Restauração Ecológica, 2017, Foz do Iguaçu. Book of abstracts.. Londrina: Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica; Society for Ecological Restoration;SIACRE, 2017. p. 353-353.

2.
Nogueira, S.X. ; TEIXEIRA,J. ; Rodrigues, A.L.S ; KUNZ, S. H. . Chuva de sementes de um trecho de Floresta Ombrófila Densa Montana, Iúna, Espírito Santo, Brasil. In: XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017, Viçosa, MG. Anais do XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017.

3.
Rodrigues, A.L.S ; TEIXEIRA,J. ; Nogueira, S.X. ; KUNZ, S. H. . Caracterização do banco de sementes de um trecho de Floresta Ombrófila Densa Montana no Sul do Espírito Santo, Brasil. In: XII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017, Viçosa, MG. Anais do XII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017.

4.
AGUIRRE, M. A. G. ; TEIXEIRA,J. ; ZORZANELLI, J. P. ; COLLETTA, G. D. ; SAMPAIO, D. D. . A flora dos ecossistemas insulares: o caso do Parque Estadual de Ilhabela, SP.. In: 67° Congresso Nacional de Botânica, 2016, Vitória. Anais do 67º Congresso Nacional de Botânica, 2016.

5.
TEIXEIRA,J.; AGUIRRE, M. A. G. ; ZORZANELLI, J. P. ; COLLETA, G. D. ; SAMPAIO, D. D. . Conhecer para conservar e manejar: a florística do Parque Estadual de Ilhabela, São Paulo, um estudo de caso. In: 67° Congresso Nacional de Botânica, 2016, Vitória. Anais do 67° Congresso Nacional de Botânica, 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
TEIXEIRA,J.. Estratégias de regeneração natural de uma floresta tropical montana incendiada: desafios para a restauração ecológica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
TEIXEIRA,J.. Unidades de Conservação: estratégias para a conservação da biodiversidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
TEIXEIRA,J.. Diagnóstico Ambiental do Meio Biótico nos Estudos Ambientais: Unidades de Conservação no Município de São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
TEIXEIRA,J.. As Unidades de Conservação Municipais: estratégias para a conservação da biodiversidade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MARTINS, A. C. ; TORRES, P. H. C. ; IKEDA, R. M. ; GARCIA, R. J. F. ; FERREIRA, J. M. R. ; SARTORELLO, R. ; ASSIS, D. G. ; PEREIRA, H. M. S. B. ; SUMMA, J. L. ; VASCONCELLOS, M. K. ; LANDGRAF JUNIOR, O. ; MELGES, A. M. C. ; TEIXEIRA,J. ; MARTINS, A. C. ; AGUIAR, A. O. E. ; RODRIGUES, E. A. ; PEREIRA, D. L. . Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica do Município de São Paulo (PMMA-SP). 2017.

2.
PELLIN, A. ; SILVA, G. D. ; TEIXEIRA, J. M. G. ; FERREIRA, J. M. R. . Plano de Manejo do Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo. 2014.


Demais tipos de produção técnica
1.
TEIXEIRA,J.; AMARAL, M. F. B. ; OLIVEIRA, F. N. ; ALEXANDRE, G. F. ; DELI, F. R. ; SILVA, A. N. D. ; SANTOS, M. A. D. . A valorização local e o Patrimônio Ambiental da Humanidade da Zona Leste de São Paulo - A formação dos Educadores Multiplicadores em Educação Ambiental. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IX Jornada Capixaba de Botânica. Estratégias de regeneração natural de uma floresta tropical montana incendiada: desafios para a restauração ecológica. 2017. (Congresso).

2.
VII World Conference on Ecological Restoration (SER 2017); V Congreso Iberoamericano y del Caribe de Restauración Ecológica I Conferência Brasileira de Restauração Ecológica. Resprouting as a restoration mechanism for montane rainforest trees after fire. 2017. (Congresso).

3.
67° Congresso Nacional de Botânica. Conhecer para conservar e manejar: a florística do Parque Estadual de Ilhabela, São Paulo, um estudo de caso. 2016. (Congresso).

4.
I Simpósio de Ciências Florestais do Estado do Espírito Santo.Unidades de Conservação: estratégias para a conservação da biodiversidade. 2015. (Simpósio).

5.
XII Congresso de Ecologia do Brasil. 2015. (Congresso).

6.
XI Congresso de Ecologia do Brasil. ANÁLISE FITOSSOCIOLÓGICA DE FLORESTA OMBRÓFILA DENSA EM FRAGMENTOS DA ZONA DE AMORTECIMENTO DO PARQUE ESTADUAL DE ILHABELA-SP. 2013. (Congresso).

7.
X Congresso de Ecologia do Brasil. 2011. (Congresso).

8.
IX Congresso de Ecologia do Brasil. 2009. (Congresso).

9.
11ª Semana Temática da Biologia (IB-USP). 2008. (Simpósio).

10.
I Congresso Nacional de Licenciaturas. 2007. (Congresso).

11.
l Congresso Nacional das Licenciaturas: Ciência, Ensino e Aprendizagem. 2007. (Congresso).

12.
Semana da Ciência e Tecnologia do CCBS. 2007. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DIAS, H. M. ; LATORRACA, J. V. ; SILVA, G. F. ; FIEDLER, N. C. ; DAMBROZ, G. B. V. ; CALDEIRA, M. V. W. ; ALEXANDRE, R. S. ; PEZZOPANE, J. E. M. ; CARVALHO, P. L. P. T. ; AMARAL, G. C. ; LOPEZ, Y. M. ; ARAUJO, E. A. ; ZORZANELLI, J. P. ; TEIXEIRA,J. ; GUIMARAES, L. A. O. P. ; GUIMARAES, M. A. P. ; COUTO, D. R. ; CONSERVACAO, C. J. S. ; MARTINS, B. C. ; PIROVANI, D. B. ; XAVIER, T. M. T. . VII Congresso Florestal Latino-Americano (CONFLAT). 2018. (Congresso).

2.
Menezez, L.F ; Pereira, M.C.A ; PEDRA, K. ; DIAS, H. M. ; TULER, A. ; TEIXEIRA,J. ; ZORZANELLI, J. P. ; Araújo, E. . IX Jornada Capixaba de Botânica. 2017. (Congresso).

3.
THOMAZ, L. D. ; SIMONELLI, M. ; DIAS, G. B. ; AQUIJE, G. M. F. V. ; DUTRA, V. F. ; CARRIJO, T. T. ; ARAUJO, A. A. ; GARBIN, M. L. ; COSTA, A. G. ; GERHARDT, N. S. ; PEDRA, K. ; DIAS, H. M. ; TEIXEIRA,J. . 67° Congresso Nacional de Botânica. 2016. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Anna Lara da Silva Rodrigues. Banco de sementes do solo da Floresta Ombrófila Montana da Serra do Valentim, Iúna, Espírito Santo. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Espírito Santo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliana Macedo Gitahy Teixeira.

2.
Samuel Xavier Nogueira. Avaliação da Chuva de sementes da Floresta Ombrófila Densa Montana na Serra do Valentim, Iúna, Espírito Santo. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Espírito Santo. Orientador: Juliana Macedo Gitahy Teixeira.



Inovação



Outros projetos



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 11:53:33