Manoel Mathias Ferreira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1981020832086099
  • Última atualização do currículo em 21/03/2018


É Doutor em Ciências da Linguagem pela Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL (2015), numa linha de pesquisa da Análise do Discurso- AD. É Mestre em Ciências da Linguagem, também, pela -UNISUL (2011). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2006). Publicou em 2001 o livro de poemas intitulado "Nódoa & Orvalho" e, em 2015, o Livro ficção literária intitulado "Olhar Avesso". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Manoel Mathias Ferreira
Nome em citações bibliográficas
FERREIRA, M. M.


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Ciências da Linguagem.
Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
Título: O discurso avaliador/quantificador nas sentenças de processos por danos morais, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Maurício Eugênio Maliska.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo a Pesquisa de Santa Catarina, FAPESC, Brasil.
Palavras-chave: Discurso, Texto, Debate.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
2009 - 2011
Mestrado em Ciências da Linguagem.
Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
Título: Análise Discursiva de um debate político entre agricultores e técnicos dos Aparelhos Ideológicos de Estado, em contexto de ensino/aprendizagem,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Sandro Braga.
Palavras-chave: Discurso, Texto, Debate.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
2001 - 2005
Graduação em Pedagogia.
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Título: Aquisição linguística.
Orientador: Simone Bitencourt.




Formação Complementar


2000 - 2002
Língua Espanhola. (Carga horária: 285h).
Centro de Cultura Anglo Americana-CCAA, CCAA, Brasil.


Atuação Profissional



Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, TJ-SC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico Judiciário Auxiliar, Carga horária: 35, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Outro, Aluno, Enquadramento Funcional: Aluno do Curso de Mestrado em Ciências da Lin


Escola Estadual Básica Marechal Luz, EEBML, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor de Língua Espanh ACT, Enquadramento Funcional: Contrato temporário, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2012 - 2015
O discurso avaliador/quantificador nos processos por danos morais
Descrição: O trabalho analisa sentenças de processos por danos morais, transitado em julgado a a partir dos anos 2000 até 2010, na segunda vara cível da Comarca de Tubarão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Manoel Mathias Ferreira - Coordenador / Sandro Braga - Integrante / Maurício Eugênio Maliska - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Bolsa.
2009 - 2011
ANÁLISE DISCURSIVA DE UM DEBATE POLÍTICO ENTRE ALUNOS, JOVENS E ADULTOS AGRICULTORES, E TÉCNICOS DE APARELHOS IDEOLÓGICOS DE ESTADO, EM CONTEXTO DE ENSINO/APRENDIZAGEM
Descrição: Este trabalho é uma análise discursiva de seis (6) textos produzidos pelos alunos, jovens e adultos agricultores, do curso ?Terra Água ? Educação e Cidadania? da Secretaria de Educação do Município de Jaguaruna, em intercâmbio com a Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar ? FETRAF/SUL. Os textos analisados foram produzidos a partir de uma ?aula-reunião? com autoridades políticas, jurídicas e técnicas do município. Relacionam-se os textos às observações do pesquisador em seu diário de campo, durante a ?aula-reunião?. Neste trabalho, objetiva-se comparar fragmentos textuais como forma de observar as distintas materialidades linguísticas. A comparação das diferentes perspectivas é vista como possibilidade de depreender os efeitos de sentido do que foi e do que não foi dito nos textos analisados, para compreender o processo discursivo dos textos produzidos em sala de aula (nesse contexto). São observados três momentos de produção discursiva: a ?aula-reunião?, os textos produzidos pelos alunos e o texto final, sistematizado digitado pela professora, que o chamaremos de coletivo. Questiona-se sobre as transformações das materialidades linguísticas durante o processo de produção textual. Fundamentando-se na teoria da Análise do Discurso, neste trabalho defende-se a hipótese de que há, no contexto e nos textos analisados, duas formações discursivas (FDs) e duas formas-sujeitos em embate discursivo, relacionando-se a quatro formações ideológicas. Defende-se, principalmente, que o texto coletivo (texto 6) tem característica de manifesto político. Compreende-se que as transformações podem ter ocorrido em função de que não se pode dizer tudo em qualquer lugar e de qualquer maneira (ORLANDI, 1996). Esses textos são analisados a partir da fundamentação teórica de Michel Pêcheux (1997/2002/), Eni P. Orlandi (1996/1998/1999/2001/2006). Para discutir a heterogeneidade discursiva, faz-se uso dos postulados teóricos de Bakhtin (1997/ 2003/2009) e Authier-Revuz (1998/1990).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Jornal Carta Popular


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FERREIRA, M. M.. Carta popular. Carta popular, Treze de Maio-SC, p. 2 - 8, 20 mar. 2007.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FERREIRA, M. M.. AQUISIÇÃO DA ESCRITA A PARTIR DO USO SOCIAL DA ORALIDADE. In: XIX SEMINÁRIO DO CELLIP, 2010, CASCAVEL. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel - Pr.: EDUNIOESTE, 2010. v. 1. p. 2-304.

Apresentações de Trabalho
1.
FERREIRA, M. M.. A constituição do sujeito no discurso das sentenças por danos morais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
FERREIRA, M. M.. O ser do mundo e o ser da língua na filosofia e na linguística. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
FERREIRA, M. M.. O DISCURSO AVALIADOR/QUANTIFICADOR NAS SENTENÇAS DE PROCESSOS POR DANOS MORAIS DA SEGUNDA VARA CÍVEL DA COMARCA DE TUBARÃO. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
FERREIRA, M. M.. ANÁLISE DE UM CONFRONTO POLÍTICO-DISCURSIVO ENTRE AGRICULTORES E OS APARELHOS IDEOLÓGICOS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
FERREIRA, M. M.. AQUISIÇÃO DA ESCRITA A PARTIR DO USO SOCIAL DA ORALIDADE. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
FERREIRA, M. M.. ANÁLISE DISCURSIVA DE UM DEBATE PO LÍTICO ENTRE ALUNOS, JOVENS E ADULTOS AGRICULTORES, E TÉCNICOS DE APARELHOS IDEOLÓGICOS DE ESTADO, EM CONTEXTO DE ENSINO/APRENDIZAGEM 2011 (Dissertação de Mestrado).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FERREIRA, M. M.. "Jaguaruna em Debate". 2003. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica

Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
FERREIRA, M. M.. Olhar Avesso. 2015 (Livro).

2.
FERREIRA, M. M.. "Nódoa & Orvalho". 2001 (Livro de Poemas).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Cículo de Estudos Linguísticos do Sul.A constituição do Sujeito no discurso das sentenças por danos morais. 2014. (Seminário).

2.
VI Simpósio de formação de Professores.O ser do mundo e o ser da língua na filosofia e na linguística. 2014. (Simpósio).

3.
V Seminário Integrado de Pesquisa Linguistica.O discurso avaliador/quantificador nas sentenças de processos por danos morais da segunda vara cível da comarca de Tubarão/SC. 2012. (Seminário).

4.
CÍRCULO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DO SUL (CELSUL).Análise de um confronto político-educacional entre agricultores e o aparato técnico jurídico de Estado. 2010. (Seminário).

5.
IV SEMINÁRIO INTEGRADO DE PESQUISA EM LINGUÍSTICA (IV SINPEL).ANÁLISE DISCURSIVA DE UM CONFRONTO POLÍTICO-DISCURSIVO ENTRE AGRICULTORES E OS APARELHOES IDEOLÓGICOS DE ESTADO. 2010. (Seminário).

6.
XIX SEMINÁRIO DO CELLIP.Pesquisas em Linguagem e Cultura na América Latina. 2009. (Seminário).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/01/2019 às 13:40:05