Gláuber Camponogara

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8864941949126023
  • Última atualização do currículo em 28/07/2017


Profissional graduado em Meteorologia pela Universidade Federal de Santa Maria com mestrado e doutorado em Ciências Exatas com ênfase em Meteorologia pela Universidade de São Paulo. Possui conhecimentos em Meteorologia de Mesoescala e Sinótica, Microfísica e Dinâmica de Nuvens, Modelagem Numérica, Assimilação de Dados, Meteorologia Física, Estatística, Análise de Big Data e Machine Learning. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gláuber Camponogara
Nome em citações bibliográficas
CAMPONOGARA, G.;CAMPONOGARA, GLÁUBER

Endereço


Endereço Profissional
Agro Smart Brasil.
Avenida José Rocha Bomfim
Loteamento Center Santa Genebra
13080650 - Campinas, SP - Brasil
Telefone: (19) 33425387
URL da Homepage: https://www.agrosmart.com.br/


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2017
Doutorado em Meteorologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Colorado State University (Orientador: Gustavo G. Carrió).
Título: Interação entre aerossóis de queimada na Amazônia e Sistemas Convectivos de Mesoescala na Bacia do Prata, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Maria Assunção Faus da Silva Dias.
Coorientador: Gustavo G. Carrió.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Assimilação de dados; MLEF; BRAMS; SCM; Aerossóis.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia / Especialidade: Modelagem Atmosférica.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia / Especialidade: Microfísica de Nuvens.
2010 - 2012
Mestrado em Meteorologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Extremos de precipitação diária em Belém, Pará, e estrutura vertical da atmosfera,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Maria Assunção Faus da Silva Dias.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: EOF; BRAMS; perfis verticais; meteorologia tropical.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia / Especialidade: Meteorologia Sinótica.
2006 - 2009
Graduação em Meteorologia.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Modelagem de Mesoescala. (Carga horária: 5h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2015 - 2015
Numerical Modeling of the Atmosphere: GCM Design and Applications. (Carga horária: 24h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2014 - 2014
CURSO BÁSICO/AVANÇADO SOBRE MICROFÍSICA DE NUVENS. (Carga horária: 44h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2011 - 2011
II Curso de Modelagem Atmosférica com o BRAMS. (Carga horária: 61h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2007 - 2009
Inglês. (Carga horária: 153h).
Bright Idiomas, BRIGHT, Brasil.
2008 - 2008
Empreendedorismo em meteorologia. (Carga horária: 6h).
XV Congresso Brasileiro de Meteorologia, CBMET, Brasil.
2007 - 2007
Introdução a Análise e Previsão do Tempo. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluno, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2016 - 07/2016
Treinamentos ministrados , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, .

Treinamentos ministrados
I Curso de R - duração de 18h (1 a 3 de julho de 2016)
Disponível para os alunos da USP
07/2015 - 11/2015
Estágios , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, .

Estágio realizado
Estágio Supervisionado em Docência na disciplina Meteorologia Dinâmica I (ACA0437) - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) - carga horária semanal: 6h.
10/2015 - 10/2015
Extensão universitária , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, .

Atividade de extensão realizada
Virada Científica 2015.
02/2015 - 06/2015
Estágios , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, .

Estágio realizado
Estágio Supervisionado em Docência na disciplina Meteorologia Física I (ACA00324) - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) - carga horária semanal: 6h.
03/2012 - 04/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Departamento de Ciências Atmosféricas.

Cargo ou função
Representante Discente Titular na Comissão de Gestão do PROEX de Pós-Graduação em Meteorologia do IAG-USP..
03/2012 - 04/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Departamento de Ciências Atmosféricas.

Cargo ou função
Representante Discente Titular na Comissão Coordenadora de Programa (CCP) de Pós-Graduação em Meteorologia do IAG-USP..
12/2012 - 12/2012
Serviços técnicos especializados , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, .

Serviço realizado
Experimento de campo em Santa Maria-RS referente ao projeto CHUVA.
02/2011 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Departamento de Ciências Atmosféricas.

Cargo ou função
Representante discente suplente na Comissão Coordenação de Programa (CCP) da Pós-Graduação em Meteorologia.
02/2011 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Departamento de Ciências Atmosféricas.

Cargo ou função
Representante discente suplente na Comissão de Gestão do PROEX (CG-PROEX).
08/2010 - 11/2010
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas.

Atividade realizada
Monitoria da disciplina Meteorologia Tropical.

Instituto Nacional de Pesquisas Espacias/Centro Regional Sul, INPE/CRS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 30
Outras informações
Desenvolvimento de atividade relacionadas a Meteorologia Operacional


Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2009 - 08/2009
Outras atividades técnico-científicas , Cruz Vermelha Brasileira Filial Santa Maria - Defesa Civil, Cruz Vermelha Brasileira Filial Santa Maria - Defesa Civil.

Atividade realizada
Palestrante no ciclo de palestras sobre sistemas de tempo no CONESSUL, realizado no SEST SENAT, no dia 15 de agosto de 2009, com carga horária de 4 horas/aula.


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
GoAmazon
Descrição: O experimento GoAmazon busca entender como o ciclo de vida dos aerossóis e das nuvens são influenciados pelo transporte de poluentes de Manaus para regiões de floresta tropical. Em particular verificar a susceptibilidade das interações nuvem-aerossol-radiaçãoprecipitação e os ?feedbacks? entre o funcionamento da biosfera e atmosfera e as atividades humanas. Os objetivos científicos estão organizados em temas correlatos: Ciclo de Vida dos Aerossóis (CVA), Ciclo de Vida das Nuvens (CVN) e Interações Nuvem-Aerossol-Precipitação (INAP). Um dos focos é entender a produção de aerossóis orgânicos secundários (SOA) a partir da interação das emissões urbanas com compostos orgânicos voláteis (VOC) emitidos pela floresta. Manaus está localizada em uma área urbana com cerca de 2 milhões de pessoas e é cercada por centenas de quilômetros de florestas e o estudo dos processos atmosféricos nesta interação é importante tanto para mudanças climáticas regionais quanto para as mudanças globais. Um conjunto detalhado de medidas sobre aerossóis, gases traço e nuvens serão realizados em 6 diferentes sítios de medidas, seguidos de estudos detalhados sobre transporte e processamento atmosférico. Três sítios medirão propriedades atmosféricas vento acima da pluma de Manaus (ATTO (site T0), ZF2 (site T01), e EMBRAPA (site T02)). Dois sítios realizarão medidas vento abaixo da pluma de Manaus (Iranduba (site T2), próxima ao Rio Negro, e Manacapuru (site T3)). Um sítio de medidas operará no centro da cidade de Manaus. Esta proposta FAPESP envolverá a instalação e operação dos 3 sítios vento acima (T0, T01 e T02) e Iranduba (site T2), mas a análise dos dados e a modelagem envolverão todos os sítios e dados do experimento GoAmazon. Em Manacapuru, o US DoE operará o ?ARM Mobile Aerosol Observing System (MAOS-A e C) e o Laboratório Móvel 1 do ARM (AMF1). Nos sítios operados nesta proposta um grande conjunto de medidas será realizado: medidas ópticas de aerossóis com absorção e espalhamento espec.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
CHUVA
Descrição: O processo físico no interior das nuvens é um dos componentes mais desconhecidos do sistema climático. A descrição desses processos através de parâmetros meteorológicos convencionais ainda precisa ser bastante aprofundada de forma que modelos de previsão de tempo e clima consigam descrever, com precisão, o tipo e as características dos hidrometeoros, os perfis de liberação de calor latente, o balanço radiativo, o entranhamento de ar na nuvem e as correntes ascendentes e descentes. Os modelos numéricos estão se aprimorando e rodando em resoluções espaciais nas quais esses processos precisam ser explicitamente descritos. Por exemplo, a análise dos efeitos do aquecimento global em uma dada região necessita de simulações descrevendo todos esses processos. Outra aplicação importante que necessita conhecer os processos das nuvens é a estimativa de precipitação por satélite. O programa espacial brasileiro tem planejado o lançamento em 2014 de um satélite para inferência da precipitação - esse satélite fará parte da constelação do GPM (Global precipitation Measurement). Nuvens quentes, responsáveis por grande parte da precipitação nos trópicos, principalmente nas regiões costeiras, são pouco estudadas e não são consideradas nas estimativas de precipitação por satélite. Este Projeto realizará experimentos de campo em sete sítios com diferentes padrões climáticos, para estudar os regimes de precipitação no Brasil. Esses experimentos utilizarão radar polarimétrico, lidar polarizado, radiômetro de microonda, disdrômetros, radiosondas e vários outros instrumentos. As análises serão realizadas considerando as características microfísicas e a evolução com o ciclo de vida, os modelos de estimativa de precipitação, o desenvolviemnto da tempestade e a formação de descargas elétricas, os processos na camada limite e a modelagem da microfísica. Este projeto tem o objetivo de reduzir as incertezas na estimativa da precipitação e progredir no conhecimento dos processos das nuvens, principalmente das nuvens quentes. A pesquisa a ser realizada abrangerá estudos de clima e os processos físicos por meio de observações convencionais e especiais para criar um banco de dados descrevendo os processos de nuvens dos principais sistemas de precipitação no Brasil. O Projeto pretende criar e explorar essa base de dados para melhorar a estimativa de precipitação por satélites e validar e estudar as parametrizações da microfísica das nuvens..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Modelagem e Previsão do Tempo em Escala Regional no Sul do Brasil
Descrição: Desde 2006 o Grupo de Modelagem Atmosférica de Santa Maria (GruMA/UFSM/INPE) realiza previsão numérica de tempo (PNT) utilizando modelos atmosféricos como o Brazilian Regional Atmospheric Modeling System (BRAMS) e o Weather Research and Forecasting Model (WRF). Além da geração de soluções numéricas, o GruMA conduz previsão do tempo diária envolvendo professores e alunos do curso de Graduação e Pós-Graduação em Meteorologia da UFSM. Neste processo, procura-se sempre simular o ambiente e os desafios encontrados num centro operacional de previsão de tempo. A execução de modelos meteorológicos demanda um aparato computacional de alto desempenho para a realização de inúmeros cálculos complexos das variáveis meteorológicas para um tempo futuro. No GruMA, este aparato computacional é composto de um cluster (aglomerado de 14 computadores) que permite a realização de PNT em alta resolução para uma dada área de interesse e em um curto espaço de tempo. A execução desta tarefa em um curto tempo é imprescindível para a tomada de decisões frente aos diferentes padrões meteorológicos sendo previstos, alguns sendo de alto impacto sócio-econômico (chuvas intensas, geadas, vendavais, granizos, nevoeiros, tornados, etc...). A busca de uma previsão do tempo acurada demanda primeiramente uma boa representação dos processos dinâmicos e termodinâmicos envolvidos. Uma região como o Rio Grande do Sul, onde se encontram montanhas e planícies, plantações, florestas, campos e grandes áreas alagadas, representa um desafio particular para a aplicação de modelos atmosféricos de baixa resolução. Por este motivo, evidencia-se a necessidade de uma previsão de tempo regional (chamada de previsão do tempo em mesoescala), na qual leve-se em conta dados observados na região, mapas topográficos, de cobertura vegetal e umidade do solo suficientemente detalhados para representar a variabilidade temporal e espacial das condições atmosféricas no RS. O modelo meteorológico BRAMS é uma ferramenta apropriada pa.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (21) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gláuber Camponogara - Integrante / Otávio Costa Acevedo - Integrante / Osvaldo Luiz Leal de Moraes - Integrante / Vagner Anabor - Coordenador / Everson Dal Piva - Integrante / Ernani de Lima Nascimento - Integrante / Gervásio Annes Degrazia - Integrante.
2006 - 2008
Meteorologia e Dispersão de Poluentes: Projeto Candiota
Descrição: Avaliação Preliminar, Levantamento de Dados, Experimentos Micrometeorológicos, Circulação Atmosférica Regional, Simulação e Monitoramento.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2015
Premiado como um dos melhores trabalhos apresentados no VI SIC, Simpósio Internacional de Climatologia.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:2
Total de citações:8
Fator H:1
Camponogara, Gláuber  Data: 28/07/2017

Artigos completos publicados em periódicos

1.
FREITAS, SAULO R.2017 FREITAS, SAULO R. PANETTA, JAIRO LONGO, KARLA M. RODRIGUES, LUIZ F. MOREIRA, DEMERVAL S. ROSÁRIO, NILTON E. SILVA DIAS, PEDRO L. SILVA DIAS, MARIA A. F. SOUZA, ENIO P. FREITAS, EDMILSON D. LONGO, MARCOS FRASSONI, ARIANE FAZENDA, ALVARO L. SANTOS E SILVA, CLÁUDIO M. PAVANI, CLÁUDIO A. B. EIRAS, DENIS FRANÇA, DANIELA A. MASSARU, DANIEL SILVA, FERNANDA B. SANTOS, FERNANDO C. PEREIRA, GABRIEL CAMPONOGARA, GLÁUBER FERRADA, GONZALO A. CAMPOS VELHO, HAROLDO F. MENEZES, ISILDA , et al.FREIRE, JULLIANA L. ALONSO, MARCELO F. GÁCITA, MADELEINE S. ZARZUR, MAURÍCIO FONSECA, RAFAEL M. LIMA, RAFAEL S. SIQUEIRA, RICARDO A. BRAZ, RODRIGO TOMITA, SIMONE OLIVEIRA, VALTER MARTINS, LEILA D. ; The Brazilian developments on the Regional Atmospheric Modeling System (BRAMS 5.2): an integrated environmental model tuned for tropical areas. Geoscientific Model Development, v. 10, p. 189-222, 2017.

2.
CAMPONOGARA, GLÁUBER2017CAMPONOGARA, GLÁUBER; SILVA DIAS, MARIA ASSUNÇÃO FAUS ; CARRIÓ, GUSTAVO G. . Biomass burning CCNs enhance the dynamics of a MesoscaleConvective System over the La Plata Basin: a numerical approach. ATMOSPHERIC CHEMISTRY AND PHYSICS DISCUSSION (ONLINE), v. 2017, p. 1-29, 2017.

3.
CAMPONOGARA, G.;CAMPONOGARA, GLÁUBER2014 CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. ; CARRIÓ, G. G. . Relationship between Amazon biomass burning aerosols and rainfall over the La Plata Basin. Atmospheric Chemistry and Physics (Online), v. 14, p. 4397-4407, 2014.

4.
CAMPONOGARA, G.;CAMPONOGARA, GLÁUBER2011 CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Precipitação diária e estrutura vertical da atmosfera em Belém-PA. Ciência e Natura, v. Espec., p. 263-266, 2011.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Análise sinótica de eventos chuvosos identificados pelas Funções Ortogonais Empíricas para Belém-PA. In: IV Simpósio Internacional de Climatologia, 2011, João Pessoa. Anais do IV Simpósio Internacional de Climatologia, 2011.

2.
BATISTA, R. J. R. ; GONCALVES, F. L. T. ; CAMPONOGARA, G. . Caracterização da variabilidade anual de índices de conforto térmico humano e comparação entre estes, para o Estado de São Paulo. In: XVI Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2010. Caracterização da variabilidade anual de índices de conforto térmico humano e comparação entre estes, para o Estado de São Paulo, 2010.

3.
MACHADO, V. B. ; CAMPONOGARA, G. ; MORAES, O. L. L. . Implementação do sistema de modelos BRAMS/CALMET/CALPUFF para a qualidade do ar na região sul do Brasil. In: 24ª Jornada Acadêmica Integrada, da Universidade Federal de Santa Maria, 2009, Santa Maria. Implementação do sistema de modelos BRAMS/CALMET/CALPUFF para a qualidade do ar na região sul do Brasil, 2009.

4.
AZAMBUJA, R. R. ; SANTINI, M. ; CAMPONOGARA, G. ; MORAES, O. L. L. . Estudo Observacional da direção e velocidade do vento na região na Usina Termoelétrica Presidente Médici. In: XX Salão de Iniciação Científica, 2008, Porto Alegre. -, 2008.

5.
CAMPONOGARA, G.; PIVA, E. D. . Análise Sinótica da Tempestade Observada no dia 10/09/2008 no Rio Grande do Sul. In: 23ª Semana Acadêmica Integrada, 2008, Santa Maria. -, 2008.

6.
CAMPONOGARA, G.; RODRIGUES, N. K. ; ACEVEDO, O. C. ; MORAES, O. L. L. ; PIVA, E. D. . Avaliação do Modelo BRAMS Utilizando Duas Variáveis Meteorológicas, para a cidade de Santa Maria, RS. In: XV Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2008, São Paulo. AVALIAÇÃO DO MODELO BRAMS UTILIZANDO DUAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS, PARA A CIDADE DE SANTA MARIA, RS, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Large accumulated rainfall related to typical vertical profiles of zonal wind in Belém, Brazil. In: CongreMet XI, 2012, Mendoza. Large accumulated rainfall related to typical vertical profiles of zonal wind in Belém, Brazil, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. ; CARRIO, G. . Relationship between Amazon biomass burning aerosols and rainfall over La Plata Basin. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Large accumulated rainfall related to typical vertical profiles of zonal wind in Belém, Brazil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Precipitação diária e estrutura vertical da atmosfera em Belém-PA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Análise sinótica de eventos chuvosos identificados pelas Funções Ortogonais Empíricas para Belém-PA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
CAMPONOGARA, G.; SILVA DIAS, M. A. F. . Extremos de precipitação diária e estrutura vertical da atmosfera em Belém-PA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
CAMPONOGARA, G.; PIVA, E. D. . Avaliação estatística preliminar do BRAMS para Santa Maria, RS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
CAMPONOGARA, G.; PIVA, E. D. . Avaliação estatística preliminar do BRAMS para São José dos Ausentes, RS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SOUZA, V. A. ; ROBERTI, D. R. ; COMIN, A. N. ; CAMPONOGARA, G. ; HALMENSCHLAGER, M. A. ; SILVEIRA, M. C. . Avaliação da precipitação do sistema da assimilação de dados SALDAS em Santa Maria-RS no período de 2001 a 2004. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
CAMPONOGARA, G.; RODRIGUES, N. K. ; ACEVEDO, O. C. ; MORAES, O. L. L. ; ANABOR, V. ; PIVA, E. D. . Avaliação do Modelo BRAMS Utilizando Duas Variáveis Meteorológicas, para a cidade de Santa Maria, RS. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
CAMPONOGARA, G.; PIVA, E. D. . Análise Sinótica da Tempestade Observada no dia 10/09/2008 no Rio Grande do Sul. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
AZAMBUJA, R. R. ; SANTINI, M. ; CAMPONOGARA, G. ; MORAES, O. L. L. . Estudo Observacional da direção e velocidade do vento na região na Usina Termoelétrica Presidente Médici. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Comemoração aos 10 anos de fundação do Curso de Meteorologia (Mesa Redonda). 2015. (Encontro).

2.
Virada Científica. 2015. (Feira).

3.
VI Simpósio Internacional de Climatologia.EFEITO DOS AEROSSOIS PROVENIENTES DA QUEIMA DE BIOMASSA SOBRE A CHUVA NA BACIA DO PRATA. 2015. (Simpósio).

4.
CHUVA International Workshop.Relationship between Amazon biomass burning aerosols and rainfall over La Plata Basin. 2013. (Outra).

5.
CongreMet XI. Large accumulated rainfall related to typical vertical profiles of zonal wind in Belém, Brazil. 2012. (Congresso).

6.
III Simpósio de Pós-Graduação do IAG/USP.Extremos de precipitação diária e estrutura vertical da atmosfera em Belém-PA. 2011. (Simpósio).

7.
IV Simpósio Internacional de Climatologia.Análise sinótica de eventos chuvosos identificados pelas Funções Ortogonais Empíricas para Belém-PA. 2011. (Simpósio).

8.
VII Brazilian Micrometeorology Workshop.Precipitação diária e estrutura vertical da atmosfera em Belém-PA. 2011. (Outra).

9.
XVI Congresso Brasileiro de Meteorologia. Caracterização da variabilidade anual de índices de conforto térmico humano e comparação entre estes, para o Estado de São Paulo. 2010. (Congresso).

10.
24ª Jornada Acadêmica Integrada da Universidade Federal de Santa Maria. Implentação do sistema de modelos BRAMS/CALMET/CALPUFF para a qualidade do ar na região sul do Brasil. 2009. (Congresso).

11.
III Encontro sul brasileiro de meteorologia. 2009. (Encontro).

12.
VI Brazilian micrometeorology Workshop. Avaliação estatística preliminar do BRAMS para Santa Maria, RS. 2009. (Congresso).

13.
23ª Semana Acadêmica Integrada. Análise Sinótica da Tempestade Observada no dia 10/09/2008 no Rio Grande do Sul. 2008. (Congresso).

14.
XV Congresso Brasileiro de Meteorologia. Avaliação do Modelo BRAMS Utilizando duas Variáveis Meteorológicas, para a Cidade de Santa Maria, RS. 2008. (Congresso).

15.
XX Salão de Iniciação Científica.Estudo Observacional da Direcão e Velocidade do Vento na Região da Usina Termoelétrica Presidente Médici. 2008. (Encontro).

16.
7ª Semana Acadêmica Integrada do Centro de Ciências Naturais e Exatas. 2007. (Encontro).

17.
III Escola de Inverno de Física. 2007. (Encontro).

18.
6ª Semana Acadêmica Integrada do Centro de Ciências Naturais e Exatas. 2006. (Encontro).

19.
Feira das Profissões VIII Edição.-. 2006. (Outra).

20.
XIV Congresso Brasileiro de Meteorologia. 2006. (Congresso).



Outras informações relevantes


Conhecimento de linguagens de computação para fins matemáticos e manipulação de dados: Fortran, Grads, Shell e R.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 13:51:55