Ítala Raymundo Chinazzo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2020578310328995
  • Última atualização do currículo em 14/12/2018


Possui graduação em Psicologia pela Universidade Luterana do Brasil (2012); formação no Curso de Teoria e Técnica Psicanalítica (2016) pelo Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre (CEPdePA). Atualmente é mestranda em Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), integrante do Grupo Preconceito, Vulnerabilidade e Processos Psicossociais, coordenado pelo prof. dr. Angelo Brandelli Costa. Participa como pesquisadora do Programa de Identidade de Gênero (PROTIG) do HCPA/UFRGS. Atua como psicóloga na Escola Infantil Arte Carinho e em Consultório Particular. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ítala Raymundo Chinazzo
Nome em citações bibliográficas
CHINAZZO, Í. R.;CHINAZZO, ÍTALA RAYMUNDO


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em Pós Graduação em Psicologia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Título: Relação entre estresse de minoria e sintomas depressivos e ideação suicida em pessoas trans,Orientador: Angelo Brandelli Costa.
2013 - 2016
Especialização em Teoria e Técnica Psicanalítica. (Carga Horária: 720h).
Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre, CEPDEPA, Brasil.
Título: Trabalho Teórico-Clínico. A função alfa o pensamento onírico..
2008 - 2012
Graduação em Psicologia.
Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.
2008 interrompida
Graduação interrompida em 2008 em Filosofia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Ano de interrupção: 2008




Formação Complementar


2011
Curso de inglês.
Instituto Cultural Brasileiro Norte-Americano, CULTURAL, Brasil.
2016 - 2016
Psicologia Escolar em Educação Infantil. (Carga horária: 25h).
Centro de Aperfeiçoamento em Psicologia Escolar, CAPE, Brasil.
2013 - 2013
O papel do psicólogo escolar na educação infantil. (Carga horária: 5h).
Ênfase - Assessoria em Psicologia Escolar, ÊNFASE, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em II Curso de Extensão Jovem Pesquisador. (Carga horária: 12h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2008 - 2010
Curso de inglês - ilulbra. (Carga horária: 64h).
Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Nivelamento em Língua Portuguesa. (Carga horária: 68h).
Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.
2008 - 2008
Laboratório de Psicologia Experimental (LAPEx). (Carga horária: 45h).
Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.


Atuação Profissional



Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Bolsista de pesquisa pela CNPq, Enquadramento Funcional: acadêmica, Carga horária: 10


Fundação Municipal de Saúde de Canoas, FMSC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Psicólogo NASF, Carga horária: 40


Escola Infantil Arte Carinho, EIAC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Psicóloga, Carga horária: 15


Consultório Particular, CONSULTÓRIO, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Psicóloga



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Incidência de Infecções Sexualmente Transmissíveis e Fatores Associados em Mulheres Transgêneras dos Sul do Brasil: Estudo de Coorte
Descrição: Descrição: O termo transgênero refere-se indivíduos cuja identidade de gênero não corresponde ao gênero designado em seu nascimento. Tal incongruência acarreta exposição a estresse crônico, característica do Estresse de Minoria, trazendo significativo prejuízo à saúde mental dessas pessoas. Além disso, pessoas trans apresentam maior dificuldade de acesso ao sistema de saúde. Em decorrência da vulnerabilidade e da dificuldade de acesso, apresentam elevada prevalência de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Entre elas, destaca-se a infecção por HIV. Até o momento, desconhecem-se aspectos de suma importância à compreensão de ISTs em pessoas trans no Brasil, como incidência de HIV e de doenças oportunistas a infecção por HIV. Por esse motivo, objetiva-se realizar um estudo de coorte, que acompanhará mulheres transexuais, ao longo de três anos, avaliando-as de acordo com a ausência e a presença de infecção por HIV. Entre as participantes sem infecção por HIV verificar-se-á a incidência de HIV, bem como o impacto de depressão, ruminação e abuso de gênero na incidência de HIV e a relação entre infecção por HIV e uso de terapia hormonal. Também buscar-se-á melhor caracterizar as populações transgêneras brasileiras em grupos com maior e menor risco de infectar-se por HIV. Enquanto que entre as voluntárias com infecção por HIV, observarse-á a incidência de coinfecção entre tuberculose e HIV; o bem-estar associado a HIV; a adesão a terapia antirretroviral em três, seis, doze e mais de doze meses após o diagnóstico de HIV; e o subtipo de HIV infectante. Por fim, entre pessoas transexuais, independentemente da infecção por HIV, avaliar-se-á a incidência de outras infecções sexualmente transmissíveis (como hepatite B, hepatite C, sífilis, clamídia, gonorreia e HPV); divergência entre autorrelato e diagnóstico laboratorial de infecções sexualmente transmissíveis; e o uso de preservativo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2018 - Atual
Disforia de gênero na infância: substratos do neurodesenvolvimento sob efeito da supressão gonadal
Descrição: Pesquisa que visa avaliar os efeitos da supresão gonadal durante o tratamento para Disforia de Gênero na Infância e pre-puberdade: neurodesenvolvimento e desfecho cognitivo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2013
Estilos de vida e bem-estar de adolescentes escolares
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Síndrome de Burnout e fatores associados em profissionais da área da saúde
Descrição: Profissionais da área da saúde estão expostos a diversos estressores ocupacionais, que, se persistentes, podem levar à Síndrome de Burnout, fenômeno psicossocial, constituído por três dimensões: Exaustão Emocional, Despersonalização e Baixa Realização Profissional. O presente estudo objetiva identificar a prevalência da Síndrome de Burnout e fatores associados (variáveis sócio-demográficas, laborais e psicossociais e bem-estar psicológico) em 367 profissionais (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, dentistas, nutricionistas) que atuam nos 25 postos de saúde da rede municipal de uma cidade de grande porte da região metropolitana de Porto Alegre. Como instrumentos de pesquisa serão utilizados um questionário desenvolvido especificamente para o estudo para avaliação das variáveis sócio-demográficas, laborais, psicossociais e o MBI Maslach Burnout Inventory HSS para avaliar o Burnout e o Questionário Geral de Saúde (GHQ-12) para avaliar o bem-estar psicológico. Os resultados serão avaliados através de estatística descritiva e inferencial. Os resultados obtidos pretendem subsidiar novos estudos e intervenções na população investigada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Ítala Raymundo Chinazzo - Integrante / Mary Sandra Carlotto - Coordenador / Sheila Gonçalves Câmara - Integrante / Lilian Palazzo dos Santos - Integrante.
2009 - 2010
Associação entre os Transtornos Mentais Comuns e relação de trabalho
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Avaliação das características psicométricas da Escala de Adição ao Trabalho - Red ADIC
Descrição: A adição ao trabalho é considerada um dano psicossocial caracterizado pelo trabalho excessivo devido a uma irresistível necessidade ou impulso de trabalhar constantemente. A amostra se constituiu de 200 trabalhadores que responderão a Escala de Adição ao Trabalho - Red ADIC. Os dados serão submetidos a análise fatorial confirmatória através do programa LISREL 8. Os resultados pretendem verificar a validade fatorial e consitência interna para o uso em amostras brasileiras..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2009
Prevalência e Fatores Associados à Síndrome de Burnout em Professores
Descrição: Professores estão expostos a diversos estressores ocupacionais, que, se persistentes, podem levar à Síndrome de Burnout, fenômeno psicossocial, constituído por quatro dimensões segundo modelo teórico de Gil-Monte (2005): Ilusão, Desgaste psíquico, Indolência e Culpa. O presente estudo objetiva identificar a prevalência da Síndrome de Burnout e fatores associados (variáveis sócio-demográficas, laborais e psicossociais) e conhecer como se desenvolve o processo da Síndrome de Burnout em professores. A amostra se constituirá de 800 professores que atuam nos quatro níveis de ensino (infantil, fundamental, médio e superior) de Porto Alegre e região metropolitana. Os dados para o estudo quantitativo serão coletados a través dos seguintes instrumentos. 1. Questionário de dados demográficos e laborais para caracterizaçao da amostra. 2. Questionário para avaliaçao da Síndrome de Burnout, versao para professores - Cuestionario para la Evaluación del Síndrome de Quemarse por el Trabajo - CESQT-PE (Gil-Monte, 2005). 3. Conflito de papel: Adaptaçao da escala de Rizzo, House e Lirtzman (1970) realizada por Gil-Monte (2005). 5. Sobrecarga laboral: Adaptaçao da escala de Karasek, (1979) realizada por Gil-Monte (2005), 6. Apoio social no trabalho: Desenvolvida por Gil-Monte (2005) 7. Conflitos interpersoais: Desenvolvida por Gil-Monte (2005). 8. Auto-eficácia no trabalho: Adaptaçao da escala de Auto-eficácia Geral de Baessler e Schwarzer (1996) realizada por Gil-Monte (2005). Para o estudo qualitativo será utiizada a Entrevista semi-estruturada segundo o modelo de Sackman (1992). Para os dados quantitativos será realizada estatística descritiva e inferencial. Para os qualitativos será utilizado o software Decision Explorer para elaboração dos mapas conceituais. Os resultados obtidos pretendem subsidiar novos estudos e intervenções na população investigada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Tecnoestresse e Estratégias de Enfrentamento em trabalhadores que atuam com Tecnologias de Informação e Comunicação
Descrição: Este estudo busca Identificar a relação existente entre tecnoestresse, variáveis demográficas, profissionais e psicossociais em trabalhadores que atuam com Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2008 - 2010
Periódico: Aletheia (ULBRA)


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Lê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CHINAZZO, ÍTALA RAYMUNDO2014CHINAZZO, ÍTALA RAYMUNDO; CÂMARA, SHEILA GONÇALVES ; FRANTZ, DEISE GABRIELA . Comportamento sexual de risco em jovens: aspectos cognitivos e emocionais. Psico-USF (Impresso), v. 19, p. 1-12, 2014.

2.
CARLOTTO, M. S.2011CARLOTTO, M. S. ; AMAZARRAY, M. R. ; TABORDA, L. ; CHINAZZO, Í. R. . Transtornos Mentais Comuns e fatores associados em trabalhadores: uma análise na perspectiva de gênero.. Cadernos Saúde Coletiva (UFRJ), v. 19, p. 172-178, 2011.

3.
TABORDA, L.2010TABORDA, L. ; CHINAZZO, Í. R. ; CARLOTTO, M. S. . Síndrome de Burnout em profissionais da saúde de Unidades Básicas de Saúde. Revista de Iniciação Científica da ULBRA, v. 8, p. 205-218, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
FERREIRA, M. L. C. ; CHINAZZO, ÍTALA RAYMUNDO ; SERAFIM, D. ; SEMINOTTI, N. . Grupo Psicofísica: uma experiência em promoção de saúde. In: Nédio Seminotti. (Org.). O Pequeno Grupo como um Sistema Complexo: uma Estratégia Inovadora para Produção de Saúde na Atenção Básica. 1ed.Porto Alegre: Rede Unida, 2016, v. , p. 145-162.

2.
CHINAZZO, ÍTALA RAYMUNDO; ALMEIDA, R. ; PASSOS, D. R. ; SOUZA, R. ; SEMINOTTI, N. . Ciranda Comunitária: um espaço de cuidado para acolher, escutar e partilhar sentimentos. In: Nédio Seminotti. (Org.). O Pequeno Grupo como um Sistema Complexo: uma Estratégia Inovadora para Produção de Saúde na Atenção Básica. 1ed.Porto Alegre: Rede Unida, 2016, v. , p. 185-202.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FRANTZ, D. G. ; CHINAZZO, Í. R. ; BIRK, C. ; CAMARA, S. G. . Prevalência de consumo de drogas lícitas e ilícitas por sexo e idade de escolares de oitava série do ensino fundamental de Porto Alegre/RS. In: XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011, Porto Alegre - RS. XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011.

2.
CHINAZZO, Í. R.; BIRK, C. ; FRANTZ, D. G. ; CAMARA, S. G. . Transtornos Mentais Comuns e relações familiares em adolescentes escolares.. In: XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011, Porto Alegre - RS. XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011.

3.
CHINAZZO, Í. R.; FRANTZ, D. G. ; BIRK, C. ; CAMARA, S. G. . Construção e validação de uma escala de coping para adolescentes no Brasil.. In: XVII Salão de Iniciação Científica e Tecnológica da ULBRA, 2011, Canoas - RS. XVII Salão de Iniciação Científica e Tecnológica da ULBRA, 2011.

4.
FRANTZ, D. G. ; CHINAZZO, Í. R. ; CAMARA, S. G. . Tempo livre e satisfação com a vida entre adolescentes escolares do sul do Brasil. In: XVII Salão de Iniciação Científica e Tecnológica da ULBRA, 2011, Canoas - RS. XVII Salão de Iniciação Científica e Tecnológica da ULBRA, 2011.

5.
BIRK, C. ; CHINAZZO, Í. R. ; FRANTZ, D. G. ; CAMARA, S. G. . Comportamento de risco relacionado à práticas sexuais em adolescentes. In: XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011, Porto Alegre - RS. XII Salão de Iniciação Científica da PUCRS, 2011.

6.
CARLOTTO, M. S. ; AMAZARRAY, M. R. ; CHINAZZO, Í. R. ; TABORDA, L. . Transtornos Mentais Comuns e fatores associados em trabalhadores: diferença entre homens e mulheres. In: VII Congreso Iberoamericano de Psicología, 2010, Oviedo - Espanha. VII Congreso Iberoamericano de Psicología, 2010.

7.
CHINAZZO, Í. R.; TABORDA, L. ; CARLOTTO, M. S. . Estado da arte da Síndrome de Burnout em profissionais da saúde (2007-2009). In: XV Salão de Iniciação Científica e IX Fórum de Pesquisa da ULBRA, 2009, Canoas - RS. XV Salão de Iniciação Científica e IX Fórum de Pesquisa da ULBRA, 2009.

8.
TABORDA, L. ; CHINAZZO, Í. R. ; CARLOTTO, M. S. . Sindrome de Burnout em profissionais da saúde. In: XV Salão de Iniciação Científica e IX Fórum de Pesquisa da ULBRA, 2009, Canoas - RS. XV Salão de Iniciação Científica e IX Fórum de Pesquisa da ULBRA, 2009.

9.
CARLOTTO, M. S. ; CAMARA, S. G. ; OTTO, F. ; CHINAZZO, Í. R. . Características psicométricas da escala de Tecnoestresse (RED-TIC). In: VIII Fórum de Pesquisa e XIV Salão de Iniciação Científica e Tecnológica, 2008, Canoas - RS. VIII Fórum de Pesquisa e XIV Salão de Iniciação Científica e Tecnológica, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
CHINAZZO, Í. R.. Saúde das Mulheres Trans, necessidades e possibilidades. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
CHINAZZO, Í. R.; COSTA, A. B. . Relação entre estresse de minoria e sintomas depressivos e ideação suicida em pessoas trans. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
CHINAZZO, Í. R.; COSTA, A. B. . Minority Stress e aspectos da saúde mental em pessoas trans. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
CHINAZZO, Í. R.; AZEVEDO, F. M. ; RAMOS, M. . Treinamento de diversidade sexual e de gênero e seus dispositivos legais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
CHINAZZO, Í. R.; BRIDI FILHO, C. A. N. ; GARCIA, C. C. G. . AS PRÁTICAS PSICOLÓGICA NO ATENDIMENTO DE TRANSEXUAIS NO PROGRAMA DE IDENTIDADE DE GÊNERO- PROTIG. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
CONSONI, P. ; GRIMM, S. M. B. ; CHINAZZO, Í. R. ; KOETZ, K. ; PAZ, M. ; VILANOVA, R. ; SCHRECK, D. . Primeiro Encontro de Idosos da ULBRA pela Liga de Geriatria e Gerontologia da ULBRA-LAGE. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
CARLOTTO, M. S. ; AMAZARRAY, M. R. ; CHINAZZO, Í. R. ; TABORDA, L. . Transtornos Mentais Comuns e fatores associados em trabalhadores: diferença entre homens e mulheres. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
CARLOTTO, M. S. ; CHINAZZO, Í. R. . O tecnoestresse em trabalhadores que atuam com tecnologia de informação e comunicação. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
CHINAZZO, Í. R.; TABORDA, L. ; CARLOTTO, M. S. . Estado da arte da Síndrome de Burnout em trabalhadores da saúde. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
CHINAZZO, Í. R.; CARLOTTO, M. S. . Prevalência da Síndrome de Burnout em professores. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Gender and sexuality in the DSM and the ICD. 2018. (Encontro).

2.
I Simpósio Internacional de Sexualidade da APRS. 2018. (Simpósio).

3.
I Jornada Científica do CEPdePA/Serra. 2017. (Outra).

4.
Inquietações contemporâneas: autismo, psicose na infância e sexualidade feminina. 2017. (Outra).

5.
IX Congresso Latino-Americano FLAPPSIP. 2017. (Congresso).

6.
"Criar é preciso... a busca do latente" - Instituto Cyro Martins. 2009. (Outra).

7.
Espaço Psi - Liderança participativa na gestão contemporânea. 2009. (Outra).

8.
III Jornada do Estudante do IWBion. 2009. (Outra).

9.
II Janelas para o Mercado - IWBion. 2009. (Outra).

10.
IX Fórum de pesquisa e XV Salão de iniciação científica e tecnológica da ULBRA.Estado da arte da Síndrome de Burnout em trabalhadores da saúde. 2009. (Outra).

11.
IX Fórum de pesquisa e XV Salão de iniciação científica e tecnológica da ULBRA.Prevalência da Síndrome de Burnout em professores. 2009. (Outra).

12.
Jornada Científica do IWBion - "A Maldade". 2009. (Outra).

13.
Semana ENADE - ULBRA. 2009. (Outra).

14.
X Salão de Iniciação Científica da PUCRS.O tecnoestresse em trabalhadores que atuam com tecnologia de informação e comunicação. 2009. (Outra).

15.
Ato médico. 2008. (Outra).

16.
Conversando sobre a psicoterapia. 2008. (Outra).

17.
Janelas para o mercado - áreas e perspectivas da psicologia atual. 2008. (Outra).

18.
Noções Freudianas na obra de Machado de Assis. 2008. (Outra).

19.
O sentimento de culpa. 2008. (Outra).

20.
Psicologia 25 anos "A prata da casa foramando profissionais de ouro". 2008. (Outra).

21.
Uso da metodologia combinada na pesquisa em psicologia e saúde: teoria e prática. 2008. (Outra).

22.
V Jornada interna do Instituto Wilfred Bion. 2008. (Outra).

23.
XXIII Semana Acadêmica do curso de psicologia/ULBRA. 2008. (Outra).



Outras informações relevantes


Realizou estágio voluntário no SePPE - Serviços e Pesquisa em Psicologia Escolar, integrando o Projeto de Extensão: Psicologia Social na Escola, através da oficina Habilidades Sociais na Sala de Aula, no período de março a julhos de 2008, perfazendo um total de 102 horas, sob a supervisão da Prof. Ms. Gisele Zatt Elgues.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 13:03:27