Guilherme Santos Mello

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5607771935355825
  • Última atualização do currículo em 26/02/2018


Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2008), graduação em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006), mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009) e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (2013). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Guilherme Santos Mello
Nome em citações bibliográficas
MELLO, G. S.;SANTOS MELLO, G.


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Ciência Econômica.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Os derivativos e a crise do subprime: o capitalismo em sua quarta dimensão, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Ricardo de Medeiros Carneiro.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Derivativos; crise; subprime; Marx; Keynes.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Política.
2007 - 2009
Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Economia Política.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: A pós-grande indústria capitalista e a questão do valor: uma abordagem marxista,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Prof. Dr. Antonio Carlos Moraes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2001 - 2008
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2001 - 2006
Graduação em Ciências Econômicas.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Desindustrialização: Os rumos da industrialização capitalista.
Orientador: Prof. Dr. Mario José de Lima.




Atuação Profissional



Faculdades de Campinas, FACAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 16
Outras informações
Professor de Laboratório de Pesquisa em Economia Brasileira (primeiro e sétimo semestre), Laboratório de Pesquisa em Economia Internacional (terceiro semestre) e Laboratório de Pesquisa em Relações Internacionais - EUA (quinto semestre)

Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Mestre, Carga horária: 12

Atividades

01/2010 - 01/2012
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Brasileira II
Economia Brasiliera I
Monografia I
Monografia II

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12


Central de Ensino, CE, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor de Economia Brasileira, Carga horária: 4


Instituto de Economia da UNICAMP, IE/UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Estatutário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor de Contabilidade Social, Introdução a Economia, Economia do Setor Público e Análise de Conjuntura Econômica



Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: BRAZILIAN KEYNESIAN REVIEW
2017 - Atual
Periódico: REVISTA DA ABET (ONLINE)
2017 - Atual
Periódico: Economia e Sociedade (UNICAMP)


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ROSSI, P.2016ROSSI, P. ; MELLO, G. S. . Componentes Macroeconômicos e Estruturais da Crise Brasileira: o Subdesenvolvimento Revisitado. BRAZILIAN KEYNESIAN REVIEW, v. 2, p. 252-263, 2016.

2.
1DE MEDEIROS CARNEIRO, R.2015DE MEDEIROS CARNEIRO, R. ; ROSSI, P. ; SANTOS MELLO, G. ; VINICIUS CHILIATTO-LEITE, M. . The Fourth Dimension: Derivatives and Financial Dominance. The Review of Radical Political Economics, v. 47, p. 641-662, 2015.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GUERRA, A. ; OLIVEIRA, A. L. M. ; MELLO, G. S. ; ROCHA, I. ; JAKOBSEN, K. A. ; VITAGLIANO, L. F. ; TOLEDO, M. T. ; RIBEIRO, P. S. C. T. ; SILVA, R. A. ; SILVA, R. ; BOKANY, V. L. ; NOZAKI, W. . Brasil 2016 - Recessão e golpe. 1. ed. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2017. 288p .

Capítulos de livros publicados
1.
MELLO, G. S.. Un diagnostico "disidente" del gobierno de Dilma: del "industrialismo" al giro neoliberal. In: Bárcena Ibarra, Alicia. (Org.). El regreso de la crisis en América Latina: Algunas experiencias nacionales. 1ed.Santiago, Chile: Fondo de Cultura Econômica, 2017, v. , p. 89-144.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MELLO, G. S.. Os riscos da democracia. Jornal dos Economistas, Rio de Janeiro, 01 jul. 2017.

2.
MELLO, G. S.. Desafios da esquerda democrática no pós-golpe. Brasil Debate, 11 set. 2016.

3.
MELLO, G. S.. Lula: Inocente ou culpado. Brasil Debate, 13 mar. 2016.

4.
MELLO, G. S.. Brasil 1954-2016: Um museu de grandes novidades. Brasil Debate, 11 mar. 2016.

5.
MELLO, G. S.. A marcha da desfaçatez. Brasil Debate, 11 dez. 2015.

6.
MELLO, G. S.. Três propostas de ?consenso? para o Brasil sair da crise. Brasil Debate, 11 nov. 2015.

7.
MELLO, G. S.. O espectro do desenvolvimentismo assombra os liberais. Brasil Debate, 20 out. 2015.

8.
MELLO, G. S.; TEIXEIRA, P. . Comparações inadequadas ajudam a criar clima de instabilidade. Carta Capital, 05 out. 2015.

9.
MELLO, G. S.. Brasil, um país sequestrado. Brasil Debate, 14 set. 2015.

10.
MELLO, G. S.. Os golpistas estão chegando. Brasil Debate, 07 ago. 2015.

11.
MELLO, G. S.. O Brasil no mês do ?cachorro louco?. Brasil Debate, 30 jul. 2015.

12.
MELLO, G. S.. Uma nova (talvez a última) oportunidade para o PT se renovar. Brasil Debate, 09 jun. 2015.

13.
MELLO, G. S.. Presidencialismo de coalização, governo de minoria e o novo papel do PT. Brasil Debate, 23 abr. 2015.

14.
MELLO, G. S.. O bom, o mau e o feio: três cenários para o Brasil em 2015. Brasil Debate, 31 mar. 2015.

15.
MELLO, G. S.; TEIXEIRA, P. . Conversar mais, nunca menos. Jornal GGN, 25 fev. 2015.

16.
MELLO, G. S.. Impeachment, o fim do PT e delírios golpistas. Brasil Debate, 11 fev. 2015.

17.
MELLO, G. S.; PEDROSA, I. . A crise internacional acabou em 2009?. Brasil Debate, 24 out. 2014.

18.
MELLO, G. S.; TEIXEIRA, P. . Aécio e o racionamento da esperança. Folha de São Paulo, 22 out. 2014.

19.
MELLO, G. S.; TEIXEIRA, P. . A cartilha neo-neoliberal de Marina. Jornal GGN, 22 set. 2014.

20.
MELLO, G. S.. Recessão técnica e a técnica da recessão. O Estado de São Paulo, 29 ago. 2014.

21.
MELLO, G. S.. As mil faces de Marina Silva. Brasil Debate, 29 ago. 2014.

22.
Pedro Paulo Bastos ; MELLO, G. S. ; ROSSI, P. . Austericídio Fiscal. Valor Econômico, 02 jul. 2013.

23.
MELLO, G. S.. Crescimento econômico, investimento e inserção externa: as bases do novo modelo de desenvolvimento. FPA Conjuntura: Revista eletrônica, 25 jun. 2013.

24.
MELLO, G. S.. Inflação: A volta dos que não foram. FPA conjuntura, 07 maio 2013.

25.
MELLO, G. S.. A batalha de posições na política econômica. FPA conjuntura, 07 mar. 2013.

26.
MELLO, G. S.. O enigma do crescimento do emprego com desaceleração do PIB. Teoria e Debate, 21 jan. 2013.

27.
MELLO, G. S.. O desafio das convenções. Jornal O Povo - Fortaleza, 29 dez. 2012.

28.
MELLO, G. S.. Para crescer com crédito e credibilidade. Jornal O Povo.

29.
MELLO, G. S.; TEIXEIRA, P. . Inflação: Alarme Falso. UOL - Congresso em Foco.

30.
Pieta, E. ; MELLO, G. S. . Significado do Movimento ?Ocupem Wall-Street'. Portal do PT.

31.
MELLO, G. S.. Percalços da revolução monetária e a nova contrarrevolução liberal conservadora. FPA Discute: Desenvolvimento.

32.
MELLO, G. S.. O difícil mundo das previsões econômicas e os cenários para o Brasil.. O Estado de São Paulo.

33.
MELLO, G. S.. Mercado financeiro, especulação e processo eleitoral. Portal Brasil Debate.

34.
MELLO, G. S.; MATTOSO, J. . Juros, inflação e crescimento: relações conflituosas. FPA Conjuntura: Revista eletrônica.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ROZ, F. ; MELLO, G. S. ; ULTREMARE, F. ; MATTOS, O. B. . Ultra low and Negative Interest Rates in our times: what Keynes would have thought?. In: 2018 ICAPE conference, 2018, Atlanta. ICAPE Conference records, 2018.

2.
MELLO, G. S.; ROZ, F. . Taxas de juros nominais negativas: Teoria, implementação e impactos.. In: XXII ENEP, 2017, Campinas. Anais do XXII Encontro da SEP, 2017.

3.
MELLO, G. S.; ROZ, F. . Taxa de Juros nominais negativas: teoria, operacionalização e impactos. In: X Encontro da AKB, 2017, Brasília. Anais do X Encontro da AKB, 2017.

4.
MELLO, G. S.. Diagnósticos dos governos Dilma Roussef: do ?industrialismo? à virada neoliberal. In: XXI Encontro Nacional de Economia Política da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP), 2016, São Bernardo do Campo. Anais do XXI Encontro Nacional de Economia Política, 2016.

5.
MELLO, G. S.; ROSSI, P. ; CHILIATTO-LEITE, M V . The fourth dimension: derivatives as a form of capital.. In: 41o Encontro Nacional da ANPEC, 2013, Foz do Iguaçu. Anais do 41o Encontro Nacional da ANPEC, 2013.

6.
MELLO, G. S.; LEITE, M. V. C. ; ROSSI, P. . The fourth dimension: derivatives in a capitalism with financial dominance.. In: Political economy and the outlook for capitalism, 2012, Paris. Anais da Joint conference AHE, IIPPE, FAPE: Political economy and the outlook for capitalism, 2012.

7.
MELLO, G. S.; CHILIATTO-LEITE, M V . Contração fiscal reduz juros? Uma crítica keynesiano-marxista. In: IV Encontro da Associação Keynesiana Brasileira, 2011, Rio de Janeiro. Anais do IV Encontro da Associação Keynesiana Brasileira, 2011.

8.
MELLO, G. S.; LEITE, M. V. C. ; ROSSI, P. . A quarta dimensão: os derivativos em um capitalismo financeirizado.. In: XXXIX Encontro Nacional da ANPEC, 2011, Foz do Iguaçu. Anais do XXXIX Encontro Nacional da ANPEC, 2011.

9.
LEITE, M. V. C. ; MELLO, G. S. ; ROSSI, P. . The fourth dimension: The derivatives in a financialized capitalism.. In: Workshop Financial Sector Development for Sustained Growth, 2011, Campinas. Anais do Workshop Financial Sector Development for Sustained Growth, 2011.

10.
MELLO, G. S.. Grande Indústria, Superindústria e o processo de trabalho. In: XIII Encontro Nacional de Economia Política, 2008, João Pessoa. Anais do XIII Encontro Nacional de Economia Política, 2008.

11.
MELLO, G. S.. A "era do pós": Crítica a nova economia política do mundo do trabalho. In: VIII Colóquio Latino-Americano de Economistas Políticos e IV Colóquio da SEPLA, 2008, Buenos Aires. Anais, 2008.

Artigos aceitos para publicação
1.
CARNEIRO, R. ; ROSSI, P. ; MELLO, G. S. ; CHILIATTO-LEITE, M V . The Fourth Dimension: Derivatives and Financial Dominance.. The Review of Radical Political Economics, 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
MELLO, G. S.. A Saúde e os Efeitos da Proposta de Emenda Constitucional 95 ? Impactos e Viabilidade. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MELLO, G. S.; ROZ, F. . Taxas de juros nominais negativas: Teoria, implementação e impactos.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
MELLO, G. S.. As crises políticas e seus desdobramentos na economia brasileira. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MELLO, G. S.. A conjuntura internacional e brasileira frente às políticas econômicas que promovem cortes dos direitos sociais e trabalhistas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MELLO, G. S.; ROZ, F. . Taxas de juros nominais negativas: Teoria, implementação e impactos.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
MELLO, G. S.. Diagnósticos dos governos Dilma Roussef: do ?industrialismo? à virada neoliberal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
MELLO, G. S.. Diagnósticos dos governos Dilma Roussef: do ?industrialismo? à virada neoliberal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
MELLO, G. S.. 'Criticar não é enfraquecer o governo. Enfraquecer o governo é não ser crítico'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MELLO, G. S.. A situação econômica do Brasil atual. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MELLO, G. S.; LEITE, M. V. C. ; ROSSI, P. . The fourth dimension: derivatives in a capitalism with financial dominance.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
MELLO, G. S.; CHILIATTO-LEITE, M V . Contração fiscal reduz os juros? Uma crítica keynesiano-marxista. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MELLO, G. S.; ROSSI, P. ; CHILIATTO-LEITE, M V . A quarta dimensão: Derivativos no capitalismo financeirizado. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
MELLO, G. S.. A 'era do pós': Crítica a nova economia política do mundo do trabalho. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
MELLO, G. S.. Grande Indústria, Superindústria e o processo de trabalho. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
MELLO, G. S.. A 'era do pós': crítica a nova economia política do mundo do trabalho. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
MELLO, G. S.; ROSSI, P. . Do Industrialismo À Austeridade: A Política Macro Dos Governos Dilma 2017 (Texto para Discussão IE/Unicamp). 2017 (Texto para discussão (IE/UNICAMP)).

2.
MELLO, G. S.; ROSSI, P. . Choque Recessivo E A Maior Crise Da História (Nota de Conjuntura do Cecon). 2017 (Nota de Conjuntura CECON IE/UNICAMP).

3.
MELLO, G. S.; ROSSI, P. ; ARANTES, F. ; WELLE, A. ; MOREIRA, J. . Reforma Trabalhista e Financiamento da Previdência Social: simulação dos impactos da pejotização e da formalização 2017 (Texto para discussão (CESIT/UNICAMP)).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MELLO, G. S.. Democracias modernas estão solapadas pelo capital', diz economista. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MELLO, G. S.. Economista elogia propostas do PT para retomada do crescimento. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
MELLO, G. S.. Linhas de crédito anunciadas no ?Conselhão? ajudam a estabilizar a economia e a manter empregos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
MELLO, G. S.. Retomada do crescimento econômico é o grande desafio do país, diz economista. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
MELLO, G. S.. Complicações - Crise Política - Guilherme Mello e Joel Pinheiro da Fonseca. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
MELLO, G. S.; MELO, J. P.C. . Entre Aspas: o momento econômico do país e o impacto de um possível novo governo. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
MELLO, G. S.. 'O que Michel Temer está propondo não é uma reforma fiscal', diz economista. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
MELLO, G. S.. Guilherme Mello: país tem de superar crise no Legislativo para voltar a crescer. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
MELLO, G. S.. ?Sem crescimento econômico não é possível fazer ajuste fiscal'. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
MELLO, G. S.; BELLUZZO, L. G. M. . Medidas econômicas devem distensionar momento político, dizem economistas. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
MELLO, G. S.. Produtos de Páscoa têm carga tributária acima do valor médio. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
MELLO, G. S.. Economista avalia variação da bolsa de valores durante e após eleições. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
MELLO, G. S.. Maria Lydia entrevista Guilherme Mello, economista / Unicamp. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
MELLO, G. S.; MARCONI, N. . Complicações: Ajuste Fiscal. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
MELLO, G. S.. Guilherme Mello: governo precisa reagir às chantagens de agências. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
MELLO, G. S.. Guilherme Mello: crise política piora retomada econômica do país. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
MELLO, G. S.. Economista Guilherme Mello analisa pacote econômico do governo. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
MELLO, G. S.. Guilherme Mello comenta PPE e os rumos da política econômica. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica


Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
MELLO, G. S.; BORBA, J. T.; PENA, N. A.; CIDADE, L. C.. Participação em banca de Richard Wilson Borrozine de Siqueira. A Produção do Espaço como Estratégia Governamental Anticrise em 2008 e a Segregação Residencial no Distrito Federal.. 2017. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade de Brasília.

2.
PRATES, D. M.; CARVALHO, C. E.; MELLO, G. S.; FAHRI, M.. Participação em banca de Adriano Vilela Sampaio. Crises e mudanças no Sistema Monetário Internacional em uma perspectiva de Economia Política Internacional. 2014. Tese (Doutorado em Economia) - Instituto de Economia da UNICAMP.

Qualificações de Doutorado
1.
DE CONTI, B.; MELLO, G. S.; A.C, MACEDO. Participação em banca de Lídia Brochier. Os determinantes financeiros do gasto aut?onomo: o modelo do Supermultiplicador numa abordagem Stock-Flow Consistent. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Economia) - Instituto de Economia da UNICAMP.

Qualificações de Mestrado
1.
MELLO, G. S.. Participação em banca de IMIRA TAIRA RANDO. O BRASIL E A CRISE FINANCEIRA DE 2008: políticas adotadas no período de 2010 a 2014.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Economia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DE CONTI, B.; MELLO, G. S.. Participação em banca de RAFAEL BARREIROS DA SILVA.AS CONTRADIÇÕES ENTRE A TEORIA DAS VANTAGENS COMPARATIVAS E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA PERIFERIA. OMC: foro de comércio e desenvolvimento?. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Economia) - Instituto de Economia da UNICAMP.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
X Encontro da AKB. Taxa de Juros nominais negativas: teoria, operacionalização e impactos. 2017. (Congresso).

2.
XXII ENEP. Taxas de juros nominais negativas: Teoria, implementação e impactos.. 2017. (Congresso).

3.
Reunião do Conselho de Relações internacionais da América Latina.Um diagnóstico ?dissidente? sobre os governos Dilma: do ?industrialismo? à virada neoliberal.. 2016. (Simpósio).

4.
Semana de Economia da UNICAMP.Política fiscal no Brasil: Crise e alternativas. 2016. (Seminário).

5.
Seminários Brasileiros: Onde e como Investir para crescer na turbulência.Rumos da economia brasileira. 2016. (Seminário).

6.
XXI ENEP.Diagnósticos dos governos Dilma Roussef: do ?industrialismo? à virada neoliberal. 2016. (Encontro).

7.
Third Latin American Advanced Programme for Rethinking Development and Macroeconomics. 2012. (Congresso).

8.
Economia Brasileira em tempos de crise."Economia Brasileira em tempos de crise". 2011. (Seminário).

9.
IV Encontro Internacional da Associação Keynesiana do Brasil. Contração Fiscal reduz Juros?. 2011. (Congresso).

10.
XXXIX Encontro Nacional de Economia ANPEC. A quarta dimensão. 2011. (Congresso).

11.
Minsky Summer Seminar and Conference. 2010. (Seminário).

12.
VIII Colóquio Latino-Americano de Economistas Políticos e IV Colóquio da SEPLA. A. 2008. (Congresso).

13.
XIII Encontro Nacional de Economia Política.Grande Indústria, Superindústria e o processo de trabalho. 2008. (Encontro).

14.
XVIII Seminário de Economia Política.A "era do pós": crítica a nova economia política do mundo do trabalho. 2008. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MELLO, G. S.. XXXl Congresso da ANGE: O ensino de economia no Brasil: Pluralismo em tempos de crise.. 2016. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Lucas Bressan de Andrade. Financerização e política social. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico) - Instituto de Economia da UNICAMP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Felipe Da Roz. Liquidez e taxas de juros negativas: teoria e efeitos no sistema financeiro global.. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Teoria Economica) - Instituto de Economia da UNICAMP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Eduardo Meirelles. O Processo de Financeirização da moradia na periferia do Capitalismo: o Caso do Brasil pós-crise global de 2008 e o protagonismo do Programa ?Minha Casa Minha Vida?. Início: 2017. Instituto de Economia da UNICAMP.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Felipe da Roz. Taxa de Juros nominais negativas: teoria, operacionalização e impactos. 2018. Dissertação (Mestrado em Teoria Economica) - Instituto de Economia da UNICAMP, . Orientador: Guilherme Santos Mello.

Iniciação científica
1.
JOAO HENRIQUE N. DE O. MACEDO. Debate sobre a política fiscal no primeiro governo Dilma: ?nova matriz macroeconômica. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Economia) - Instituto de Economia da UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Guilherme Santos Mello.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 19:56:38