Helena Naly Miguens Rocha

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4348587545782981
  • Última atualização do currículo em 07/12/2018


Possui graduação em Biomedicina (bacharelado em Análises Clínicas) pela Universidade Federal Fluminense (2010). É mestre em Ciências Biomédicas com ênfase em Fisiologia, na Universidade Federal Fluminense (2016). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biomédicas, com ênfase em Fisiologia, com projeto em desenvolvimento no Laboratório de Ciências do Exercício. Atualmente realizando Doutorado Sanduiche no programa "Medical Pharmacology and Physiology" na University of Missouri, EUA. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Helena Naly Miguens Rocha
Nome em citações bibliográficas
MIGUENS, H. N. R.;ROCHA, H. M.;ROCHA, H. N. M.;ROCHA, HELENA N. M.;ROCHA, HELENA NALY MIGUENS;ROCHA, HELENA N.M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Fluminense, Instituto Biomédico.
Rua Professor Hernani Pires de Melo, 101 / Sala 106 2629-2404
São Domingos
24210130 - Niterói, RJ - Brasil
Telefone: (021) 26292403
Fax: (021) 26292404


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em CIÊNCIAS BIOMÉDICAS (FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Orientador: Natalia Galito Rocha.
Coorientador: Antonio Claudio Lucas da Nobrega.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Células progenitoras endoteliais; Função endotelial; Micropartículas endoteliais; Estresse mental; Obesidade.
2014 - 2016
Mestrado em CIÊNCIAS BIOMÉDICAS (FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Fluxo sanguíneo retrógrado exacerbado contribui para disfunção endotelial em indivíduos com hipertensão arterial sistêmica,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Natália Galito Rocha Ayres.
Coorientador: Antonio Claudio Lucas da Nobrega.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Doenças Cardiovasculares; Hipertensão; Fluxo retrógrado; Células progenitoras endoteliais; Micropartículas; Óxido Nítrico.
Grande área: Ciências Biológicas
2007 - 2010
Graduação em Biomedicina.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Detecção fenotípica da produção de KPC em amostras de Enterobactérias isoladas em dois hospitais da cidade de Niterói, RJ.
Orientador: Silvia Suzana Bona de Mondino.




Formação Complementar


2013 - 2013
Milliplex Luminex Training. (Carga horária: 8h).
Merck Sharp & Dohme Farmacêutica, MSD, Brasil.
2013 - 2013
Milliplex Luminex. (Carga horária: 8h).
Merck Sharp & Dohme Farmacêutica, MSD, Brasil.
2010 - 2010
Resistência Bacteriana de Impacto Clínico. (Carga horária: 5h).
Universidade Feevale, FEEVALE, Brasil.
2009 - 2009
DIagnóstico por imagem. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2009 - 2009
Infecções do trato genital inferior. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2008 - 2008
SNA-Do SNC para os exames diagnósticos. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2008 - 2008
Biologia Molecular no Diagnóstico Laboratorial. (Carga horária: 24h).
Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, SCM/RJ, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Biossegurança nos Serviços de Saúde. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2001 - 2006
Inglês.
CNA - Inglês Definitivo, CNA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Técnica de laboratório, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluna de Praticas Laboratoriais, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Detecção de amostras de enterobactérias produtoras de carbapenemase tipo KPC.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluna de iniciação científica, Carga horária: 6

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação Científica, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluna de iniciação científica, Carga horária: 6

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação a Docência Biomédica, Carga horária: 8



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Efeitos do ácido ascórbico sobre as respostas hemostáticas ao estresse mental em indivíduos com sobrepeso e obesidade

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Natália Galito Rocha Ayres em 03/08/2018.
Descrição: A exposição aguda ao estresse mental é capaz de gerar uma disfunção endotelial transitória, contribuindo para o aparecimento de eventos súbitos cardiovasculares, principalmente, em indivíduos obesos. Entretanto, pouco se sabe sobre os mecanismos moleculares envolvidos nesse processo. O perfil pró-oxidante associado a um desbalanço na relação coagulação/fibrinólise podem contribuir para o remodelamento vascular nessas condições. Além disso, não se sabe se a administração de ácido ascórbico, um potente antioxidante, poderia reestabelecer o equilíbrio oxidativo e hemostático durante o estresse mental em indivíduos obesos. Portanto, o objetivo do presente projeto será determinar os efeitos da infusão de ácido ascórbico sobre as respostas oxidativas e hemostáticas ao estresse mental em homens eutróficos e com sobrepeso/obesidade grau I..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
O papel do estresse oxidativo mediado pela angiotensina II na disfunção endotelial induzida por estresse mental: uma abordagem translacional

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Natália Galito Rocha Ayres em 02/06/2017.
Descrição: Estresse mental (EM) representa um importante fator de risco para a morbimortalidade cardiovascular. Acredita-se que a exposição aguda ao EM possa levar a ativação endotelial, liberação de micropartículas e, consequentemente, uma disfunção endotelial transitória. Entretanto, não está claro se estresse oxidativo decorrente da ativação de receptores tipo 1 de angiotensina II (AT1R) durante o EM pode explicar essa alteração endotelial. O objetivo deste estudo é determinar os efeitos da angiotensina II mediada pelo AT1R após o estresse mental sobre biomarcadores endoteliais e oxidativos em indivíduos saudáveis. Trata-se de um projeto randomizado e controlado, no qual serão avaliados homens adultos saudáveis com idade entre 20 e 45 anos. Os indivíduos selecionados serão submetidos a uma avaliação inicial do perfil bioquímico e da pressão arterial. Em seguida, serão instruídos a iniciar a intervenção farmacológica, de forma randomizada, através da administração oral dos seguintes fármacos por sete dias consecutivos, uma vez ao dia: olmesartana 40mg; ácido ascórbico 1g; ou placebo. Em seguida, serão realizadas três outras visitas para realização das sessões experimentais. A sessão experimental será composta por avaliação da função endotelial (dilatação mediada pelo fluxo) antes e após o teste de EM (Stroop color word test). A coleta de sangue será realizada no início da sessão experimental e nos minutos finais do estresse mental. Serão mensurados: células progenitoras endoteliais (citometria de fluxo); ativação endotelial e micropartículas endoteliais (citometria de fluxo); concentração de óxido nítrico (NOA Sievers); estresse oxidativo [ânions superóxido (citometria de fluxo); e 8-isoprostano, superóxido dismutase e catalase, (ensaio imunoenzimático)]; expressão gênica das enzimas eNOS e p-eNOS, Akt e p-Akt, proteínas apoptóticas e anti-apoptóticas e PPARy (transcrição reversa / reação da polimerase em cadeia em tempo real, RT-qPCR); e miRNA (RT-qPCR). Acredita-se que esse projeto auxiliará no desenvolvimento de medidas preventivas e/ou terapêuticas que diminuam os efeitos do EM sobre o sistema cardiovascular e, assim, contribua para diminuição da morbimortalidade cardiovascular...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Resposta de biomarcadores endoteliais à hipóxia em indivíduos saudáveis e com hipertensão arterial sistêmica

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Natália Galito Rocha Ayres em 06/06/2016.
Descrição: As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte natural no mundo, inclusive no Brasil. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é a mais prevalente delas, tendo sido diagnosticada em mais de 30% da população brasileira. A disfunção endotelial parece apresentar papel chave no desenvolvimento e progressão da HAS, e está associada a maior liberação de micropartículas endoteliais (MPEs) na circulação periférica. MPEs são pequenas vesículas fosfolipídicas anucleadas, as quais são utilizadas como biomarcadores pró-aterogênicos. Dentre os mecanismos de reparo vascular e formação de novos vasos sanguíneos, destaca-se um grupo de células denominadas células progenitoras endoteliais (CPEs). Elas são capazes de proliferar, migrar, e se diferenciar in vivo e in vitro em células endoteliais maduras. Estudos mostram que, em condições de hipóxia, há ativação endotelial e, consequentemente, aumento nos níveis de MPEs plasmáticos em indivíduos saudáveis. De forma compensatória, CPEs são mobilizadas da medula óssea a fim de reparar o dano vascular. Entretanto, não se sabe se esse mecanismo ainda está preservado em indivíduos com HAS. Além disso, a ativação de quimiorreceptores periféricos mediados pela hipóxia, resulta em incrementos expressivos na atividade nervosa simpática. Essa simpatoexcitação pode levar a ativação do sistema renina-angiotensina e este, por sua vez, influenciar diretamente a síntese de fatores angiogênicos e a mobilização de CPEs da medula óssea para a circulação periférica. Assim, este estudo objetiva determinar a resposta de biomarcadores endoteliais à condição de hipóxia em indivíduos saudáveis e com hipertensão arterial sistêmica, bem como os mecanismos envolvidos nesse processo. Para isso, homens saudáveis e com HAS serão submetidos a uma condição de hipóxia (10% O2) por cinco minutos. A coleta de sangue periférico, o fluxo da artéria femoral (ultrassom doppler vascular) e a atividade simpática (microneurografia) serão realizados antes, durante e após a indução de hipóxia. CPEs e MPEs plasmáticos serão mensuradas por citometria de fluxo, enquanto que catecolaminas, angiotensinas (II e 1-7) e fatores angiogênicos serão mensurados por ensaios imunoenzimáticos. O óxido nítrico sérico será determinado pelo Nitric Oxide Analyzer 280i. Além disso, células endoteliais de veia umbilical humana (HUVECs) serão plaqueadas e submetidas às condições de normóxia e hipóxia para determinação da expressão gênica e protéica de fatores de crescimento/angiogênicos, além de receptores adrenérgicos e do sistema renina-angiotensina. A determinação de biomarcadores endoteliais pode auxiliar no diagnóstico precoce da HAS e no desenvolvimento de métodos de prevenção, além de atuar como alvos terapêuticos no tratamento farmacológico.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Helena Naly Miguens Rocha - Integrante / ROCHA, N. G. - Coordenador / MATTOS, J. D. - Integrante / NOBREGA, A. C. L. - Integrante / Vinicius Pacheco Garcia - Integrante / FERNANDES, IGOR A. - Integrante / Monique Opuszcka Campos - Integrante / Marcos Paulo Rocha - Integrante / Daniel Elias de Jesus Mansur - Integrante.
2014 - Atual
Efeitos da infusão de L-arginina sobre marcadores de disfunção endotelial induzidos por fluxo sanguíneo retrógrado em indivíduos com hipertensão

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Natália Galito Rocha Ayres em 06/06/2016.
Descrição: A disfunção endotelial possui papel chave no desenvolvimento e progressão da hipertensão arterial sistêmica, dando inicio a uma série de eventos que culminam com a formação da placa aterosclerótica. A presença de maior fluxo sanguíneo retrógrado tem sido associada a uma maior susceptibilidade à aterogênese. Este tipo de fluxo leva ativação endotelial, o recrutamento de células progenitoras endoteliais e a liberação de micropartículas endoteliais. Entretanto, não está claro se o vasodilatador óxido nítrico exerce influências sobre estes biomarcadores de disfunção endotelial induzidos pelo padrão de fluxo oscilatório em indivíduos com hipertensão. Assim, o objetivo deste estudo será determinar os efeitos da infusão de L-arginina, precursor da síntese de óxido nítrico, sobre os biomarcadores de disfunção endotelial induzidos por fluxo sanguíneo retrógrado em indivíduos com hipertensão.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) .
Integrantes: Helena Naly Miguens Rocha - Integrante / ROCHA, N. G. - Coordenador / MATTOS, J. D. - Integrante / Vinicius Pacheco Garcia - Integrante / Gustava Mataruna da Silva - Integrante / FERNANDES, IGOR A. - Integrante / NOBREGA, ANTONIO C. L. - Integrante.
2013 - 2016
Resposta de marcadores bioquímicos e moleculares da função endotelial à infusão de L-arginina em indivíduos com hipertensão arterial
Descrição: A vasodilatação dependente de endotélio está reduzida em pacientes com hipertensão arterial sistêmica (HAS). Esta anormalidade parece estar associada ao comprometimento da produção e da biodisponibilidade de óxido nítrico (NO) nas células endoteliais em decorrência de alterações na via L-arginina-óxido nítrico e/ou homeostase redox. Dessa forma, o objetivo do presente estudo é investigar o impacto da infusão de L-arginina sobre as variáveis bioquímicas (óxido nítrico, estresse oxidativo) e moleculares (metaloproteinases-2, -9 e óxido nítrico sintase) em indivíduos com hipertensão arterial. O protocolo consistirá no recrutamento de pacientes com hipertensão arterial (grupo HAS) e indivíduos sem hipertensão arterial (grupo controle, CT). Os indivíduos serão submetidos a uma avaliação em três fases: basal, durante a infusão de L-arginina ou salina e 30 minutos após o término da infusão. A infusão de L-arginina será caracterizada pela administração endovenosa de 30g de mocloridrato de L-arginina a 10%. Um subgrupo será convidado para realização de uma visita placebo onde será administrada solução salina (0,9% NaCl) por 30 minutos. As coletas de sangue para medir as concentrações de óxido nítrico, estresse oxidativo e a atividade das metaloproteinases-2, -9 serão realizadas antes, durante e 30 minutos após o término da infusão de L-arginina. Já a expressão gênica da NOS será realizada a partir de leucócitos e mensurada antes e 30 minutos após a infusão de L-arginina/salina. Com esse estudo espera-se determinar possíveis mecanismos capazes de influenciar a regulação da pressão arterial sistêmica de indivíduos com hipertensão. Além disso, acredita-se que as alterações nos mecanismos bioquímicos e moleculares relacionadas à disfunção endotelial decorrentes da hipertensão arterial sejam minimizadas com a utilização aguda de L-arginina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Helena Naly Miguens Rocha - Integrante / Vinicius Pacheco Garcia - Integrante / Igor Ribeiro da Costa Cardoso - Integrante / Gustava Mataruna da Silva - Integrante / Lauro Casqueiro Vianna - Integrante / ROCHA, NATALIA G. - Coordenador / NOBREGA, ANTONIO C. L. - Integrante.
Número de produções C, T & A: 4


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia de Órgãos e Sistemas/Especialidade: Fisiologia Cardiovascular.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2017
Internacional Early Career Physiologist Travel Award, The American Physiological Society.
2015
Prêmio Alvaro Osório Almeida, Sociedade Brasileira de Fisiologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
6FERNANDES, I. A.2018FERNANDES, I. A. ; ROCHA, M. P. ; CAMPOS, M. O. ; MATTOS, J. D. ; MANSUR, D. E. J. ; ROCHA, H. N. M. ; TERRA, P. A. ; GARCIA, V. P. ; ROCHA, N. G. ; Secher NH ; NOBREGA, A. C. L. . Reduced Arterial Vasodilation in Response to Hypoxia Impairs Cerebral and Peripheral Oxygen Delivery in Hypertensive Men. JOURNAL OF PHYSIOLOGY-LONDON, v. 00, p. 1, 2018.

2.
ROCHA, HELENA N.M.2018 ROCHA, HELENA N.M.; GARCIA, VINICIUS P. ; BATISTA, GABRIEL M.S. ; SILVA, GUSTAVO M. ; MATTOS, JOÃO D. ; CAMPOS, MONIQUE O. ; NÓBREGA, ANTONIO C.L. ; FERNANDES, IGOR A. ; ROCHA, NATÁLIA G. . Disturbed blood flow induces endothelial apoptosis without mobilizing repair mechanisms in hypertension. LIFE SCIENCES, v. 209, p. 103-110, 2018.

3.
STORCH, AMANDA SAMPAIO2018STORCH, AMANDA SAMPAIO ; ROCHA, HELENA NALY MIGUENS ; GARCIA, VINICIUS PACHECO ; DA SILVA BATISTA, GABRIEL MATHEUS ; MATTOS, JOÃO DARIO ; CAMPOS, MONIQUE OPUSZCKA ; FULY, ANDRÉ LOPES ; DA NÓBREGA, ANTONIO CLAUDIO LUCAS ; FERNANDES, IGOR ALEXANDRE ; ROCHA, NATÁLIA GALITO . Oscillatory shear stress induces hemostatic imbalance in healthy men. THROMBOSIS RESEARCH, v. 170, p. 119-125, 2018.

4.
MATTOS, J. D.2018MATTOS, J. D. ; CAMPOS, M. O. ; ROCHA, M. P. ; MANSUR, D. E. J. ; ROCHA, H. N. M. ; GARCIA, V. P. ; BATISTA, G. M. S. ; ALVARES, T. S. ; OLIVEIRA, G. V. ; SOUZA, M. V. ; VIDEIRA, R. R. ; ROCHA, N. G. ; Secher NH ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. . Human Brain Blood Flow and Metabolism During Isocapnic Hyperoxia: The Role of Reactive Oxygen Species.. JOURNAL OF PHYSIOLOGY-LONDON, v. xx, p. xx, 2018.

5.
5STORCH, AMANDA SAMPAIO2017STORCH, AMANDA SAMPAIO ; MATTOS, JOÃO DARIO DE ; ALVES, RENATA ; GALDINO, IURI DOS SANTOS ; ROCHA, HELENA NALY MIGUENS . Methods of Endothelial Function Assessment: Description and Applications. International Journal of Cardiovascular Sciences, v. 3, p. 262-273, 2017.

6.
2GARCIA, VINICIUS P.2016GARCIA, VINICIUS P. ; ROCHA, H. M. ; Silva GM ; Amaral TAG ; SECHER, NIELS H. ; NOBREGA, A. C. L. ; VIANNA, L. C. ; ROCHA, N. G. . Exogenous l-arginine reduces matrix metalloproteinase-2 and -9 activities and oxidative stress in patients with hypertension. LIFE SCIENCES, v. 157, p. 125-130, 2016.

7.
4GARCIA, VINICIUS PACHECO2016GARCIA, VINICIUS PACHECO ; ROCHA, HELENA NALY MIGUENS ; SALES, ALLAN ROBSON KLUSER ; ROCHA, NATÁLIA GALITO ; NÓBREGA, ANTONIO CLAUDIO LUCAS DA . Sex Differences in High Sensitivity C-Reactive Protein in Subjects with Risk Factors of Metabolic Syndrome. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 00, p. 00-00, 2016.

8.
3BARBOSA, THALES C.2015BARBOSA, THALES C. ; VIANNA, LAURO C. ; FERNANDES, IGOR A. ; PRODEL, ELIZA ; ROCHA, HELENA N. M. ; GARCIA, VINICIUS P. ; ROCHA, NATALIA G. ; SECHER, NIELS H. ; NOBREGA, ANTONIO C. L. . Intrathecal fentanyl abolishes the exaggerated blood pressure response to cycling in hypertensive men. JOURNAL OF PHYSIOLOGY-LONDON, v. xx, p. n/a-n/a, 2015.

9.
1SALES, A. R. K.2014SALES, A. R. K. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. ; COSTA, L. S. ; ROCHA, H. N. M. ; MATTOS, J. D. M. ; VIANNA, L. C. ; SILVA, B. M. ; NOBREGA, A. C. L. . Aerobic exercise acutely prevents the endothelial dysfunction induced by mental stress among subjects with metabolic syndrome: the role of shear rate. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-HEART AND CIRCULATORY PHYSIOLOGY, v. 306, p. H963-H971, 2014.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ROCHA, H. N. M.; GARCIA, V. P. ; MATTOS, J. D. ; ROCHA, M. P. ; CAMPOS, M. O. ; MANSUR, D. E. J. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . Altered Hypoxia-Induced Vascular Reactivity and Endothelial Repair Capacity in Hypertensive Men. In: Experimental Biology, 2017, Chicago. The Faseb Journal, 2017. v. 31.

2.
MANSUR, D. E. J. ; ROCHA, M. P. ; CAMPOS, M. O. ; MATTOS, J. D. ; ROCHA, H. N. M. ; GARCIA, V. P. ; SECHER, NIELS H. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. . CEREBRAL AND PERIPHERAL HYPERPERFUSION UNDER ISOCAPNIC HYPOXIA: DO ATP-SENSITIVE POTASSIUM CHANNELS PLAY A ROLE?. In: International Union of Physiological Sciences, 2017, Rio de Janeiro. IUPS, 2017.

3.
MATTOS, J. D. ; CAMPOS, M. O. ; ROCHA, M. P. ; MANSUR, D. E. J. ; ROCHA, H. N. M. ; TERRA, P. A. ; GARCIA, V. P. ; ALVARES, T. S. ; VIDEIRA, R. R. ; ROCHA, N. G. ; SECHER, NIELS H. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. . INTRAVENOUS VITAMIN C PREVENTS ISOCAPNIC HYPEROXIA-INDUCED REGIONAL AND GLOBAL CEREBRAL HYPOPERFUSION. In: Internacional Union Of Physiological Sciences, 2017, Rio de Janeiro. IUPS, 2017.

4.
STORCH, A. S. ; ROCHA, H. N. M. ; GARCIA, V. P. ; BATISTA, G. M. S. ; MATTOS, J. D. ; CAMPOS, M. O. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . IMPACT OF HYPERTENSION ON HEMOSTATIC RESPONSE TO EXACERBATED RETROGRADE BLOOD FLOW. In: International Union Of Physiological Sciences, 2017, Rio de Janeiro. IUPS, 2017.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ROCHA, H. N. M.; GARCIA, V. P. ; BATISTA, G. M. S. ; LIMA, D. G. V. ; Silva GM ; CAMPOS, M. O. ; MATTOS, J. D. M. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . Reduced Repair Capacity and Endothelial Apoptosis Mediated by Retrograde Blood Flow in Hypertension. In: Experimental Biology, 2016, San Diego. The Faseb Journal, 2016. v. 30. p. 959.

2.
GARCIA, VINICIUS P. ; ROCHA, H. N. M. ; MATTOS, J. D. ; ROCHA, M. P. ; CAMPOS, M. O. ; MANSUR, D. E. J. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . REATIVIDADE VASCULAR PERIFÉRICA E LIBERAÇÃO DE CÉLULAS PROGENITORAS ENDOTELIAIS À CONDIÇÃODE HIPÓXIA:IMPACTO DA HIPERTENSÃO. In: Simpósio Internacional de Fisiologia do Exercício e (In)Atividade Física, 2016, Niteroi. Simpósio Internacional de Fisiologia do Exercício e (In)Atividade Física, 2016. v. 1.

3.
GOMES, E. A. C. ; MACHADO, A. C. ; ALVES, R. ; ROCHA, H. N. M. ; GARCIA, VINICIUS P. ; ROCHA, N. G. ; NOBREGA, A. C. L. ; TOLEDO-ARRUDA, A. C. . IMPACTO DA ESTIMULAÇÃO TRANSCUTÂNEA GANGLIONAR NA DISTRIBUIÇÃO DO FLUXO SANGUÍNEO DURANTE A FADIGA MUSCULAR RESPIRATÓRIA EM PACIENTE COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CRÔNICA. In: Simpósio Internacional de Fisiologia do Exercício e (In)Atividade Física, 2016, Niteroi. Simpósio Internacional de Fisiologia do Exercício e (In)Atividade Física, 2016. v. 1.

4.
GARCIA, V. P. ; ROCHA, H. N. M. ; Silva GM ; Cardoso IRC ; BATISTA, G. M. S. ; LIMA, D. G. V. ; NOBREGA, A. C. L. ; VIANNA, L. C. ; ROCHA, N. G. . Exogenous L-arginine reduces metalloproteinases activity and oxidative stress in hypertensive patients. In: L Congresso da Sociedade Brasileira de Fisiologia, 2015, Águas de Lindóia. L Congresso da Sociedade Brasileira de Fisiologia, 2015. v. 50.

5.
BATISTA, G. M. S. ; LIMA, D. G. V. ; ROCHA, H. N. M. ; GARCIA, V. P. ; Silva GM ; MATTOS, J. D. ; CAMPOS, M. O. ; FERNANDES, I. A. ; NOBREGA, A. C. L. ; ROCHA, N. G. . Effects of exogenous L-arginine on flow mediated dilation after exposure to high levels of retrograde shear rate. In: L Congresso da Sociedade Brasileira de Fisiologia, 2015, Águas de Lindóia. L Congresso da Sociedade Brasileira de Fisiologia, 2015. v. 50. p. 00-00.

6.
GARCIA, V. P. ; ROCHA, H. N. M. ; MATTOS, J. D. ; ROCHA, M. P. ; MANSUR, D. E. J. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . Respostas de biomarcadores endoteliais à hipóxia em indivíduos com hipertensão arterial sistêmica. In: III Jornada Anual em Ciências Cardiovasculares, 2015, Niterói. III Jornada Anual em Ciências Cardiovasculares, 2015. v. 3. p. 00-00.

7.
ROCHA, N. G. ; GARCIA, V. P. ; ROCHA, H. N. M. ; Cardoso IRC ; Silva GM ; Barbosa TC ; FERNANDES, I. A. ; Secher NH ; VIANNA, L. C. ; NOBREGA, A. C. L. . L-arginine reduces matrix metalloproteinases activity and normalizes oxidative stress in hypertensive patients. In: Experimental Biology, 2015, Boston. FASEB Journal, 2015. v. 29.

8.
GARCIA, V. P. ; ROCHA, N. G. ; Cardoso IRC ; Silva GM ; ROCHA, H. N. M. ; Amaral TAG ; Barbosa TC ; FERNANDES, I. A. ; NOBREGA, A. C. L. ; Secher NH ; VIANNA, L. C. . Oxidative stress and blunted L-arginine-induced nitric oxide synthesis in hypertensive patients. In: 1 PanAmerican Congress of Physiological Sciences, 2014, Foz do Iguaçu. PANAM-2014, 2014. v. 1. p. 15-15.

9.
SALES, A. R. K. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. ; COSTA, L. S. ; ROCHA, H. N. M. ; MATTOS, J. D. M. ; VIANNA, L. C. ; SILVA, B. M. ; NOBREGA, A. C. L. . Aerobic Exercise Prevents Endothelial Dysfuction Induced by Mental Stress in Subjects with Metabolic Syndrome: Role of Shear Rate. In: I Jornada Anual de Ciências Cardiovasculares, 2013, Niteroi. I Jornada Anual de Ciências Cardiovasculares, 2013.

10.
TAVARES, C. P. ; ROCHA, H. N. M. ; FARIA JUNIOR, C. ; SOUZA, M. ; ALMEIDA, R. ; ALVES, C. ; CAVALCANTI, V. ; OLIVEIRA, A. ; RUF, H. R. ; PATRICIO, M. ; ASENSI, M. D. ; Carvalho-Assef, A.P.D.A . DIVERSIDADE CLONAL DE ESCHERICHIA COLI, ENTEROBACTER CLOACAE E ENTEROBACTER AEROGENES PRODUTORES DE KPC-2 ISOLADOS EM DIFERENTES REGIÕES DO BRASIL. In: XXI Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2012, Santos. XXI Congresso Latinoamericano de Microbiologia, 2012.

11.
Mondino, P.J.J ; ROCHA, H. M. ; Paula, G.R. ; CORREA, L. L. ; CORREA, R. ; CARBALLIDO, J. M. ; PINTO, M. C. F. G. ; SOUZA, C. M. ; SILVA, B. M. . AVALIAÇÃO DA ACURÁCIA DO TESTE DE HODGE MODIFICADO PARA DETECÇÃO DE AMOSTRAS DE Klebsiella pneumoniae PRODUTORAS DE KPC. In: 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011, Foz do Iguaçu. 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011.

12.
TAVARES, C. P. ; ROCHA, H. N. M. ; PEREIRA, P. S. ; CHUSTER, S. G. ; MOTTA, P. F. ; SEIKI, L. M. ; BARROSO, I. ; RUF, H. R. ; PATRICIO, M. ; FARIA JUNIOR, C. ; SOUZA, M. ; ALMEIDA, R. ; ALVES, C. ; CAVALCANTI, V. ; PIA, M. ; VALE, A. ; ASENSI, M. D. ; Carvalho-Assef, A.P.D.A . Presença de BlaKPC em diferentes espécies de enterobacteriaceae (não-K. pnuemoniae) isoladas em 10 estados brasileiros. In: 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011, Foz do Iguaçu. 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011.

13.
CHUSTER, S. G. ; SANTOS, D. C. ; ROCHA, H. N. M. ; Mondino, S.S.B. ; Mondino, P.J.J ; CARBALLIDO, J. M. ; CORREA, R. ; Sena, C.M. ; CASTRO, C. L. T. ; SOUZA, C. M. . Investigação da produção de metalo-beta-lactamases entre amostras de P. aeruginosa isoladas em dois hospiistais de Niterói, RJ. In: XV Encontro Científico do Instituto Biomédico, 2010, Niteroi. XV Encontro Científico do Instituto Biomédico, 2010.

14.
SANTOS, D. C. ; CHUSTER, S. G. ; ROCHA, H. N. M. ; SOUZA, C. M. . Verificação dos perfis de susceptibilidade de amostras clínicas de Acinetobacter spp isoladas no Hospital Universitário Antônio Pedro,RJ. In: XV Encontro Científico do Instituto Biomédico, 2010, Niteroi. XV Encontro Científico do Instituto Biomédico, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
ROCHA, H. N. M.. Desafios da pós-graduação: a perspectiva do aluno. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ROCHA, H. N. M.; GARCIA, V. P. ; MATTOS, J. D. ; ROCHA, M. P. ; CAMPOS, M. O. ; MANSUR, D. E. J. ; NOBREGA, ANTONIO C. L. ; FERNANDES, IGOR A. ; ROCHA, NATALIA G. . Altered Hypoxia-Induced Vascular Reactivity and Endothelial Repair Capacity in Hypertensive Men. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
ROCHA, H. N. M.; GARCIA, V. P. ; BATISTA, G. M. S. ; LIMA, D. G. V. ; Silva GM ; CAMPOS, M. O. ; MATTOS, J. D. ; NOBREGA, A. C. L. ; FERNANDES, I. A. ; ROCHA, N. G. . Hipertensão está relacionada a apoptose endotelial e prejudicada capacidade de reparo em resposta ao aumento da taxa de cisalhamento oscilatório. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ROCHA, H. N. M.; GARCIA, V. P. ; BATISTA, G. M. S. ; LIMA, D. G. V. ; Silva GM ; CAMPOS, M. O. ; MATTOS, J. D. ; FERNANDES, I. A. ; NOBREGA, A. C. L. ; ROCHA, N. G. . Fluxo sanguíneo retrógrado exacerbado contribui para disfunção endotelial em indivíduos com hipertensão arterial sistêmica. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
ROCHA, H. N. M.; ROCHA, N. G. ; SALES, A. R. K. ; SILVA, B. M. ; RABELO, A. A. ; NOBREGA, A. C. L. . Aerobic exercise modulation of mental stress-induced responses in cultured endothelial progenitor cells from healthy and metabolic syndrome subjects. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
ROCHA, H. N. M.; ROCHA, N. G. ; SALES, A. R. K. ; SILVA, B. M. ; RABELO, A. A. ; NOBREGA, A. C. L. . Aerobic exercise modulation of mental stress-induced responses in cultured endothelial progenitor cells from healthy and metabolic syndrome subjects. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
ROCHA, H. N. M.; ROCHA, N. G. ; GARCIA, V. P. ; Cardoso IRC ; Amaral TAG ; Silva GM ; Barbosa TC ; FERNANDES, I. A. ; NOBREGA, A. C. L. ; Secher NH ; VIANNA, L. C. . Oxidative stress and blunted L-arginine-induced nitric oxide synthesis in hypertensive patients. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ROCHA, H. N. M.; SANTOS, A. R. ; CHUSTER, S. G. ; SANTOS, D. C. ; SILVA, B. M. . DETECÇÃO FENOTÍPICA DA PRODUÇÃO DE KPC EM AMOSTRAS DE ENTEROBACTÉRIAS ISOLADAS EM DOIS HOSPITAIS DA CIDADE DE NITERÓI, RJ. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Chaves, M.P ; Rothstein, T ; ROCHA, H. N. M. . Diagnóstico por imagem. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
ROCHA, H. N. M.. I Curso de Verão do Programa de Pós-graduação em Fisiologia e Farmacologia - Estresse e suas repercussões fisiofarmacológicas. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ROCHA, H. N. M.; ROCHA, N. G.; XAVIER, A. R.. Participação em banca de Lucas Scharf da Costa.Determinação dos níveis de hemoglobina glicada em indivíduos sob risco cardiometabólico. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense.

2.
GARCIA, V. P.; KANAAN, S.; ROCHA, N. G.; ROCHA, H. N. M.. Participação em banca de Daniel Elias de Jesus Mansur.Índice HOMA para determinação de resistência insulínica e da função das células beta-pancreáticas em indivíduos sob risco cardiometabólico (Suplente). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
ROCHA, H. N. M.. V Exposição de trabalhos acadêmicos da região Serrana. 2017. Universidade Federal Fluminense.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Experimental Biology. Altered hypoxia-induced vascular reactivity and endothelial repair capacity in hypertensive men. 2017. (Congresso).

2.
International Union Of Physiological Sciences. 2017. (Congresso).

3.
XXXI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Hipertensão está relacionada a apoptose endotelial e prejudicada capacidade de reparo em resposta ao aumento da taxa de cisalhamento oscilatório. 2016. (Congresso).

4.
III Jornada Anual em Ciências Cardiovasculares.Fluxo sanguíneo retrógrado exacerbado contribui para disfunção endotelial em indivíduos com hipertensão arterial sistêmica. 2015. (Outra).

5.
L Encontro da Sociedade Brasileira de Fisiologia. Aerobic exercise modulation of mental stress-induced responses in cultured endothelial progenitor cells. 2015. (Congresso).

6.
Federação de Sociedades de Biologia Experimental. Oxidative stress and blunted L-arginine nitric oxide synthesis in hypertensive patients. 2014. (Congresso).

7.
III Congresso Internacional de Bioanálises, VI Congresso Sul-Brasileiro de Biomedicina e X Semana Gaúcha de Biomedicina.. 2010. (Congresso).

8.
Simpósio Internacional de Microbiologia e Imunologia. 2010. (Simpósio).

9.
XV ENCONTRO CIENTÍFICO DO INSTITUTO BIOMÉDICO, IV JORNADA CIENTÍFICA DE BIOMEDICINA E III WORKSHOP DE MICROBIOLOGIA APLICADA DA UFF.DETECÇÃO FENOTÍPICA DA PRODUÇÃO DE KPC EM AMOSTRAS DE ENTEROBACTÉRIAS ISOLADAS EM DOIS HOSPITAIS DA CIDADE DE NITERÓI, RJ. 2010. (Encontro).

10.
12º Encontro Regional de Biomedicina. 2009. (Encontro).

11.
XIV Encontro Científico do Instituto Biomédico/ III Jornada Científica de Biomedicina. 2008. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ROCHA, H. N. M.. I Curso de Verão do Programa de Pós-graduação em Fisiologia e Farmacologia - Estresse e suas repercussões fisiofarmacológicas. 2018. (Outro).

2.
ROCHA, H. N. M.. Simpósio Internacional de Fisiologia do Exercício e (In)Atividade Física. 2016. (Congresso).

3.
ROCHA, H. N. M.. I Seminário Interno do Programa de Pós-graduação em Ciências Biomédicas. 2015. (Outro).

4.
ROCHA, H. M.. XV ENCONTRO CIENTÍFICO DO INSTITUTO BIOMÉDICO, IV JORNADA CIENTÍFICA DE BIOMEDICINA E III WORKSHOP DE MICROBIOLOGIA APLICADA DA UFF. 2010. (Outro).

5.
MIGUENS, H. N. R.. XIV Encontro Científico do Instituto Biomédico/ III Jornada Científica de Biomedicina. 2008. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Gabrielly Alexandria de Moura Freitas. Resposta de biomarcadores endoteliais à hipóxia em indivíduos saudáveis e com hipertensão arterial sistêmica. Coorientador.. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Helena Naly Miguens Rocha.

2.
Daniel Galinis Vieira Lima. Efeitos da infusão de L-arginina sobre marcadores de disfunção endotelial induzidos por fluxo sanguíneo retrógrado em indivíduos com hipertensão. Coorientador. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Helena Naly Miguens Rocha.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
ROCHA, H. N. M.. I Curso de Verão do Programa de Pós-graduação em Fisiologia e Farmacologia - Estresse e suas repercussões fisiofarmacológicas. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 13:52:54