Gabriela Felix de Souza

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0905862432309917
  • Última atualização do currículo em 20/07/2017


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL, 2012). Finalizou o mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI, 2014), com período sanduíche na Universidad de la República no Uruguai (UdelaR, 2013). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gabriela Felix de Souza
Nome em citações bibliográficas
Felix, Gabriela;FELIX, GABRIELA;Felix, G;Felix, G. S.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Vale do Itajaí, Laboratório de Conservação e Gestão Costeira.
Rua Uruguai, 458, bloco D8
Centro
88302202 - Itajaí, SC - Brasil
Telefone: (48) 96683627
URL da Homepage: gabriela.felix@live.com


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2014
Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental.
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
com período sanduíche em Universidad de la Republica Uruguay (Orientador: Rosemeri Carvalho Marenzi).
Título: Relação da qualidade visual da paisagem e da meiofauna como indicadores da integridade ambiental de praias arenosas,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Rosemeri Carvalho Marenzi.
Coorientador: Sérgio Antônio Netto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Qualidade visual da paisagem; Meiofauna; Praias arenosas; Gestão de praias; Biodiversidade.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia biológica.
2008 - 2012
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
Título: Influência da Drenagem Urbana sobre o Microfitobentos na Lagoa Santo Antônio, Sistema Estuarino de Laguna (SC, Brasil).
Orientador: Sérgio Netto.




Formação Complementar


2013 - 2013
Minicurso Gobernanza Costera y Marina.
Congresso Latino Americano de Ciências do Mar, COLACMAR, Uruguai.
2013 - 2013
Minicurso Assessment of Anthropogenic impacts.
Congresso Latino Americano de Ciências do Mar, COLACMAR, Uruguai.
2008 - 2008
Curso Gestão em Recursos Hídricos.
Fundação Lagunense do Meio Ambiente, FLAMA, Brasil.


Atuação Profissional



Marítima Estudos Bênticos, MARÍTIMA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária


AGETEC - Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da UNISUL, AGETEC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária


Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Laboratório de Ciências Marinhas, LCM, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária


Instituto Ambiental Boto Flipper, IABF, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária


Fundação Lagunense do Meio Ambiente, FLAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária



Projetos de pesquisa


2015 - 2015
Risk, perception and vulnerability to Climate Change in wetland-dependent coastal communities in the Southern Cone of Latin America
Descrição: A selected three study sites in Brazil and Uruguay (Valle de Itajai, Estuary of Lagoa dos Patos and Laguna de Rocha) to develop a comparative risk assessment and risk perception analysis, concerning the effects of climate change on ecosystem services and communities. The goal is to contribute to develop resilience to Climate Change in coastal wetland ecosystems and communities of the Atlantic Southern Cone of Latin America threatened by extreme climatic events, and to improve recognition of the role of ecosystem services in coping with these forces. A comparative risk/risk perception analysis at the three sites will allow developing a regional meta-analysis, to understand the link between social vulnerability to Climate impacts and the social perception of the risk, as well as the relevance of ecosystem services in this context. Information gathered will be valuable to coastal communities, organizations and governments dealing with coastal issues. Simultaneously, capacity building and dissemination activities with local stakeholders will allow to widespread lessons learned, best practices and regional recommendations for improving and strengthening public policies on climate change adaptation..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Relação entre a qualidade visual da paisagem e a biodiversidade da meiofauna em praias arenosas
Descrição: A falta de planejamento e a urbanização da zona costeira tornaram as praias arenosas como uma das áreas mais críticas à perda da sua qualidade ambiental. Embora existam diversas ferramentas para gestão de praias, nenhuma utiliza em conjunto indicadores de biodiversidade e de qualidade visual de paisagem como subsídio para a tomada de decisão. No entanto, a busca pelas zonas litorâneas é em grande parte devido a integridade ambiental proporcionada por estes indicadores. Como parte integrante do Projeto Gestão de Praias Arenosas Urbanas, Brasil e Uruguai, este estudo objetivou analisar a relação entre qualidade visual da paisagem e a biodiversidade das praias Central e do Buraco, em Balneário Camboriú, Brasil, e de Pocitos e Carrasco, em Montevidéu, Uruguai..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gabriela Felix de Souza - Integrante / Rosemeri Carvalho Marenzi - Integrante / Marcus Polette - Coordenador / Sergio A. Netto - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2011 - 2012
Monitoramento da Macrofauna Bêntica na Plataforma e Talude Continental da Bacia de Campos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Influência da drenagem urbana sobre Associações Bênticas na lagoa Santo Antônio, sistema estuarino de Laguna (Santa Catarina, Brasil)
Descrição: As regiões costeiras têm exibido um rápido crescimento urbano sem, no entanto, estar associado a um adequado planejamento. Dentro das diversas fontes de alteração destas regiões estão as provenientes dos efluentes domésticos que são lançados através dos dutos de drenagem urbana. O sistema de drenagem urbana pode ser caracterizado como o conjunto de resíduos que percorrem as canaletas das vias públicas desembocando nos dutos também conhecidos como bocas de lobo. Além destas substâncias, a contaminação de áreas estuarinas pode ser ainda agravada pelas ligações residenciais clandestinas de esgoto junto a esta rede de drenagem. Este estudo objetivou investigar a resposta de associações bênticas, representadas pelo microfitobentos, macrofauna e meiofauna, frente ao coquetel de substâncias lançadas através da desembocadura de dutos de drenagem urbana..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Macrofauna Bêntica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Meiofauna.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Biológica/Especialidade: Interação entre os Organismos Marinhos e os Parâmetros Ambientais.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Gestão costeira.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FELIX, GABRIELA2016 FELIX, GABRIELA; MARENZI, ROSEMERI C. ; POLETTE, MARCOS ; NETTO, SÉRGIO A. . Landscape Visual Quality and Meiofauna Biodiversity on Sandy Beaches. Environmental Management (New York), v. 58, p. 1-12, 2016.

2.
Felix, Gabriela2015 Felix, Gabriela; Cândido, F.T. ; Silveira, C. B. ; NETTO, S. A. . Resposta de Associações Bênticas ao Lançamento de Resíduos de Drenagem Urbana. http://dx.doi.org/10.14210/bjast.v20n1.6691, v. 19, p. 47-56, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
BOMBANA, B. ; Felix, Gabriela ; LONGARETE, C. . GESTÃO INTEGRADA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS E ZONAS COSTEIRAS: O caso do município de Camboriú e Balneário Camboriú, Santa Catarina, Brasil.. In: Rosalvo Stachiw; Núbia Caramello.. (Org.). AMAZÔNIA: Instrumentos para gestão de recursos hídricos.. 1ed.Curitiba: CRV Editora, 2016, v. , p. 427-447.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Felix, Gabriela; MARENZI, R. C. ; POLETTE, M. ; NETTO, S. A. . Análise da qualidade visual da paisagem das praias Central e do Buraco, Balneário Camboriú, SC, Brasil.. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2014, Itajaí - SC. Congresso Brasileiro de Oceanografia.

2.
Felix, Gabriela; NETTO, S. A. ; Cândido, F.T. ; Bardini, C. . Resposta de associações bênticas ao lançamento de resíduos da drenagem urbana (Lagoa Santo Antônio, SC, brasil). In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2014, Itajaí - SC. Anais do Congresso Brasileiro de Oceanografia.

3.
Felix, Gabriela; FONSECA, G. ; NETTO, S. A. . Os Nematoda de vida-livre de lagoas costeiras abertas e fechadas: composição e variabilidade morfológica. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2014, Itajaí - SC. Anais do Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2014.

4.
OLIVEIRA, C. P. ; Felix, Gabriela ; NETTO, S. A. . A fauna bêntica de manguezais, marismas e bancos não vegetados da Lagoa Santo Antônio, Laguna, Santa Catarina. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2014, Itajaí - SC. Anais do Congresso Brasileiro de Oceanografia.

5.
Bardini, C. ; Felix, Gabriela ; Cândido, F.T. ; NETTO, S. A. . Influência da drenagem urbana sobre Associações Bênticas na lagoa Santo Antônio, sistema estuarino de Laguna (Santa Catarina, Brasil). In: Simpósio de Biologia Marinha, 2012, Santos SP. Anais do Simpósio de Biologia Marinha. Santos SP: Universidade Santa Cecília, 2012. v. 1. p. 1-3.

Apresentações de Trabalho
1.
Felix, Gabriela; Cândido, F.T. ; Bardini, C. ; NETTO, S. . Resposta de associações bênticas ao lançamento de resíduos da drenagem urbana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Felix, Gabriela; FONSECA, G. ; NETTO, S. . Os Nematoda de vida-livre de lagoas costeiras abertas e fechadas de Santa Catarina. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Felix, Gabriela; MARENZI, R. C. ; NETTO, S. ; POLETTE, M. . Análise da qualidade visual da paisagem das praias Central e Buraco em Balneário Camboriú, SC, Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
OLIVEIRA, C. P. ; Felix, Gabriela ; NETTO, S. . A fauna bêntica de manguezais, marismas e bancos não vegetados. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Bardini, C. ; Felix, Gabriela ; Cândido, F.T. ; NETTO, S. . Influência da drenagem urbana sobre associações bênticas na lagoa Santo Antônio, sistema estuarino de Laguna (Santa Catarina, Brasil). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
BOMBANA, B. ; LONGARETE, C. ; Felix, Gabriela . Sou praia. 2015. (Site).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. Análise da qualidade visual da paisagem das praias Central e Buraco em Balneário Camboriú, SC, Brasil. 2014. (Congresso).

2.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. Resposta de associações bênticas ao lançamento de resíduos da drenagem urbana. 2014. (Congresso).

3.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. Os Nematoda de vida-livre de lagoas costeiras abertas e fechadas de Santa Catarina. 2014. (Congresso).

4.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. A fauna bêntica de manguezais, marismas e bancos não vegetados. 2014. (Congresso).

5.
Congresso Latino-americano de Ciências do Mar. 2013. (Congresso).

6.
Conferência Municipal de Assistência Social. 2011. (Outra).

7.
Simpósio sobre formação de professores: tecnologias e inovação na educação básica.Educação Ambiental no âmbito universitário. 2011. (Simpósio).

8.
Encontro de Pesquisa da Una da Saúde e Bem Estar Social. 2010. (Encontro).

9.
Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Serviços de Saúde. 2010. (Oficina).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/01/2019 às 9:40:19