Felipe Moura de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9073987688772308
  • Última atualização do currículo em 29/10/2018


Doutor em Ciências da Comunicação (Unisinos), linha de pesquisa Linguagem e Práticas Jornalísticas, com tese que discute processos sociais e suas implicações sobre o jornalismo contemporâneo a partir de incursões às redações dos jornais Folha de S. Paulo (Brasil), El País (Espanha) e The New York Times (EUA). Professor do curso de Jornalismo da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Fabico/UFRGS). Membro do Grupo de Pesquisa/CNPq Jornalismo Digital (JorDi). Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo (Unisinos). Foi repórter correspondente do jornal Correio do Povo (RS), gerente de redação do Portal novohamburgo.org e diretor de conteúdo na Versão Final Comunicação. Experiência também em revista e televisão. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Felipe Moura de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, Felipe Moura de

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação.
Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 507
Santana
90035007 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 33085067
URL da Homepage: http://www.ufrgs.br/fabico


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2016
Doutorado em Ciências da Comunicação.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
com período sanduíche em Pennsylvania State University (Orientador: Vincent Colapietro).
Título: A semiose da notícia em ambiente de crise: movimentos em rede e mediação na semiosfera contemporânea, Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Ronaldo Cesar Henn.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Jornalismo; Semiose da notícia; Crise; Redes sociais digitais; Interpretante em rede.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Teoria da Comunicação.
Setores de atividade: Informação e comunicação.
2010 - 2012
Mestrado em Ciências da Comunicação.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: Produção da notícia e movimentos sociais: Processos de semiose no Jornalismo,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Ronaldo Cesar Henn.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Jornalismo; Semiótica; Rotinas de produção jornalística; Movimentos Sociais; Mídia.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Jornalismo e Editoração.
Setores de atividade: Informação e comunicação.
2006 interrompida
Graduação interrompida em 2013 em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Ano de interrupção: 2013
2004 - 2008
Graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: A Comunicação do MST: estratégias de sobrevivência na Sociedade Midiatizada.
Orientador: Ronaldo Cesar Henn.
Bolsista do(a): Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Mudanças Estruturais no Jornalismo. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2012 - 2012
Semiótica da Cultura. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Direito da Propriedade Intelectual. (Carga horária: 60h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Jornalismo Cultural. (Carga horária: 21h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2007 - 2007
Técnicas para emplacar uma pauta. (Carga horária: 21h).
Escola de Comunicação - Comunique-se, COMUNIQUE-SE, Brasil.
2006 - 2006
Elaboração de projetos sociais. (Carga horária: 16h).
Fundação Semear, SEMEAR, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciberjornalismo I
Laboratório de Jornalismo Convergente
05/2018 - 07/2018
Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciberjornalismo I
Ciberjornalismo III

Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 40

Atividades

02/2018 - 05/2018
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Curricular Obrigatório Supervisionado
Produção e Edição de Textos Jornalísticos IV
Seminários em Jornalismo II
Sociologia e Comunicação
Teorias do Jornalismo II
05/2017 - 12/2017
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Núcleo de Redação Integrada II
Produção e Edição de Áudios Jornalísticos II
Produção e Edição de Audiovisual Jornalístico II
Teorias do Jornalismo II

União das Faculdades Integradas de Negócios, UNIFIN, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4

Atividades

03/2017 - 05/2018
Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Crítica de Mídia
03/2016 - 05/2018
Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Semiótica
03/2016 - 05/2018
Ensino, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Semiótica
08/2015 - 05/2018
Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teorias do Jornalismo

Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 12

Atividades

06/2017 - 06/2017
Ensino, Jornalismo em Mídias Digitais, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Jornalismo na Era da Convergência - Desafios e Tendências

Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pela Unidade Temática "Televisão e redes sociais" no curso de especialização em Televisão e Convergência Digital, abordando temas ligados à crise do jornalismo instaurada pelas redes digitais de comunicação e movimentos sociais.

Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pela Unidade Temática "Opiniões Públicas, Acontecimento e Redes Sociais" no Módulo IV - Dinâmicas culturais e mobilizações em rede, do curso de especialização em Cultura Digital e Redes Sociais.

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pela Unidade Temática "Televisão na internet e dispositivos móveis" no curso de especialização em Televisão e Convergência Digital, abordando temas ligados à crise do jornalismo instaurada pelas redes digitais de comunicação e movimentos sociais.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio em docência na disciplina de Teorias da Comunicação, no curso de Comunicação Social, sob a orientação do professor Dr. Ronaldo Henn.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pela Unidade Temática "Opiniões Públicas, Acontecimento e Redes Sociais" no Módulo IV - Dinâmicas culturais e mobilizações em rede, do curso de especialização em Cultura Digital e Redes Sociais.

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 4
Outras informações
Responsável pela oficina de Rádioweb no projeto Agência da Boa Notícia Guajuviras (ABNG), em Canoas, mantido pela Prefeitura local com recursos do governo federal e apoio técnico-pedagógico da Unisinos.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 12
Outras informações
Responsável pela Unidade Temática "Opiniões Públicas, Acontecimento e Redes Sociais" no Módulo IV - Dinâmicas culturais e mobilizações em rede, do curso de especialização em Cultura Digital e Redes Sociais.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio em docência na disciplina de Redação Jornalística III, no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, sob a orientação do professor Dr. Ronaldo Henn.

Atividades

05/2014 - 05/2014
Ensino, Televisão Digital e Convergência, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Televisão na internet e dispositivos móveis
10/2013 - 10/2013
Ensino, Cultura Digital e Redes Sociais, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Opiniões Públicas, Acontecimento e Redes Sociais
08/2012 - 03/2013
Extensão universitária , Centro de Ciências da Comunicação, .

Atividade de extensão realizada
Oficina de Rádioweb.
10/2012 - 10/2012
Ensino, Cultura Digital e Redes Sociais, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Opiniões Públicas, Acontecimento e Redes Sociais

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2012 - 04/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Unisinos, .

04/2012 - 06/2014
Outras atividades técnico-científicas , Grupo de Pesquisa Estudos em Jornalismo (CNPq), Grupo de Pesquisa Estudos em Jornalismo (CNPq).

Atividade realizada
Secretaria e edição do blog do grupo de pesquisa.
04/2012 - 06/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado do PPG em Ciências da Comunicação da Unisinos, .

Cargo ou função
Representante discente.

Pennsylvania State University, PENN STATE, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 20


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de mestrado


Jornal Correio do Povo, CP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Repórter correspondente


Portal novohamburgo.org, NOVOHAMBURGO.ORG, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Prestador de serviços, Enquadramento Funcional: Gerente de Redação


Versão Final Comunicação, VERSÃO FINAL, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Sócio


Revista Expansão, EXPANSÃO, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Freelancer, Enquadramento Funcional: Repórter


TV Câmara Novo Hamburgo, TV CÂMARA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Repórter / Apresentador, Carga horária: 30


Câmara Municipal de Novo Hamburgo, CMNH, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessor de Imprensa, Carga horária: 30


Jornal O Diário, O DIÁRIO, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Repórter / Editor, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Linguagem e Práticas Jornalísticas


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Da crise à mediação qualificada: jornalismo e territorialidades semióticas
Descrição: O objetivo geral da pesquisa é compreender como estão se constituindo, sob o ponto de vista da semiose da notícia, narrativas consideradas inovadoras sobre os acontecimentos que circulam no espaço público; como o ambiente digital tem incidido sobre essas práticas; e, por fim, aferir a complexidade da representação do mundo pela notícia em detrimento dos parâmetros anteriores, em debate iluminado pela semiótica. Uma quase-comparação entre as narrativas tradicionais e narrativas inovadoras, operando com o conceito de mediação qualificada como balizador..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2016
A semiose da notícia em ambiente de crise movimentos em rede e mediação na semiosfera contemporânea
Descrição: Dedica-se às tensões geradas sobre as práticas jornalísticas por novas formas de intervenção social cujo protagonismo é exercido pelos chamados movimentos de ocupação global, com as redes sociais digitais como espaço de metabolização. No esteio da Teoria Geral dos Signos, de C.S. Peirce, defende-se que, na linguagem, materializa-se a principal função do jornalismo: exercer uma mediação qualificada no espaço público entre a realidade caótica dos acontecimentos e a sociedade, fruto da formação como campo social, acadêmico e profissional. A produção noticiosa é entendida, assim, como um complexo emaranhado de mediações que resulta na semiose da notícia, graficamente expressa no esquema objeto/acontecimento ? mente interpretante/jornalismo ? signo/notícia. Decorre dessa perspectiva a ideia de que o jornalismo, na condição de sistema de produção de sentido, esteja enfrentando uma crise de natureza sistêmica, provocada pela interação com outros agentes que compõem o espaço não físico que Lotman concebe como semiosfera. Aquilo que o jornalismo não representa no signo/notícia que produz por uma semiose tradicionalmente cerceadora do poder hermenêutico do acontecimento, em Quéré, agora é significado por outros sistemas e amplamente compartilhado nas redes digitais, pondo em xeque o lugar de mediação que o jornalismo firmou ao longo da história. A reflexão tem lastro em inferências oriundas de movimentos etnográficos empreendidos nas redações de três jornais de referência: Folha de S. Paulo (Brasil); The New York Times (EUA); El País (Espanha). Alia-se a essa experiência o acompanhamento de fenômenos como o Occupy Wall Street, nos Estados Unidos, e as Jornadas de Junho, no Brasil, numa tentativa de desvendar suas formas de articulação, mobilização e intervenção. Vislumbra-se na interface entre jornalismo e movimentos de ocupação global, pela disputa de sentidos em torno dos acontecimentos que se concretiza nas redes digitais, a proposição do conceito de interpretante em rede. Advoga-se, enfim, a necessidade de uma autorreflexão do jornalismo ante a crise, ao ocupar o lugar lógico e transitório do interpretante na semiose da notícia, que redundaria em formas mais complexas de representação dos conflitos sociais como objeto semiótico. Aos movimentos sociais, pois, caberia a compreensão da constituição do interpretante em rede de modo a traçar estratégias de promoção do debate acerca de suas demandas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Produção da notícia e movimentos sociais: processos de semiose no jornalismo
Descrição: Dedica-se a refletir acerca da construção da notícia sobre os movimentos sociais: uma análise das rotinas produtivas que elege como ambiente para a investigação as redações de dois jornais de Porto Alegre (RS): Correio do Povo e Zero Hora. Inspirado na etnografia, o método consiste na observação das práticas de jornalistas no seu cotidiano ? sete dias em cada redação ?, e na produção, à luz das teorias mobilizadas, de inferências que contribuam à compreensão do problema: quanto da complexidade dos movimentos sociais o jornalismo pode representar? E mais: que fatores da ordem das relações políticas, econômicas e sociais incidem nesse processo? A discussão é iluminada pela Teoria Geral dos Signos, de C.S. Peirce, em especial no conceito de semiose. Portanto, a notícia é entendida como signo, constituído por lógicas diversas, que alimentam complexos processos de semiose, e fator de mediação entre os acontecimentos e o público/leitor. Alia-se a isso a definição de acontecimento em Louis Quéré, dotado de um poder hermenêutico que revela campos problemáticos representados como objeto semiótico do signo/notícia. Propõem-se um exercício dialético de definição dos conceitos-base, seguido da ida ao campo, para, então, na abstração, no cotejamento entre teoria e prática, estabelecer uma síntese razoável. Em meio a uma sociedade marcada pelo ?consenso neoliberal?, um jornalismo que preserva convenções fortemente redutoras da complexidade semiótica de organizações que não alinham-se à essa perspectiva e ao jornalismo tratado como negócio no capitalismo, há, sim, espaços alternativos de produção de sentido pelos quais se processa uma semiose da notícia que constrói um signo capaz de dar a ver mais das demandas dos movimentos sociais na condição de campo problemático enquanto objeto.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2017 - 2018
Núcleo de Produção Audiovisual
Descrição: O Núcleo de Produção Audiovisual, projeto do Programa Agência de Jornalismo do Departamento de Jornalismo da UEPG tem por objetivo organizar, executar e prestar assessoria na produção, edição e divulgação de produtos audiovisuais em Ponta Grossa e região. Responde especificamente a demandas de entidades que buscam a Agência de Jornalismo para a produção de vídeos. Ademais, tem por objeto otimizar a parceria com a TV Comunitária de Ponta Grossa, auxiliando diretamente as entidades parceiras na produção e veiculação de material jornalístico à comunidade envolvida direta ou indiretamente. Por fim, o núcleo tem o papel de organizar e catalogar a produção já realizada tanto no curso de Jornalismo como em outros departamentos da UEPG e de movimentos sociais parceiros com vistas a constituir um acervo disponível para veiculação e acesso de toda a comunidade universitária, de Ponta Grossa e da região. O Núcleo envolve estudantes de graduação, de pós-graduação e professores parceiros, trabalhando em apoio a outros subprojetos realizados na Agência de Jornalismo como o Programa Ade!, o Lente Quente e o Núcleo de Estratégia de Mídia e Movimentos Sociais. Atualmente o projeto trabalha com dois alunos de graduação voluntários e dois alunos de mestrado voluntários.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Felipe Moura de Oliveira - Integrante / Felipe Simão Pontes - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: In Texto (UFRGS. Online)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Jornalismo e Editoração.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Teoria da Comunicação.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Finalista do Prêmio COMPÓS Teses e Dissertações EDUARDO PEÑUELA 2017 com a tese "A semiose da notícia em ambiente de crise: movimentos em rede e mediação na semiosfera contemporânea", Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação.
2010
Finalista do prêmio Francisco Morel, Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - Intercom.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2015 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. Revista FAMECOS (Online), v. 22, p. 20560, 2015.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2014 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Journalism, social networking and global occupation movement: a systemic crisis in contemporary semiosphere. Brazilian Journalism Research (Online), v. 10, p. 40-57, 2014.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2014 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades ante a crise do jornalismo. Contemporanea (UFBA. Online), v. 12, p. 39-54, 2014.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. La semiosis de la noticia: Movimientos sociales en red y crisis del periodismo. 1. ed. Barcelona: Editorial UOC, 2018. v. 1. 140p .

Capítulos de livros publicados
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Jornalismo e construção social da realidade: a semiose da notícia no Jornal Nacional. In: Regiane Miranda de Oliveira Nakagawa; Alexandre Rocha da Silva. (Org.). Semiótica da Comunicação II. 1ªed.São Paulo: Intercom, 2015, v. , p. 269-291.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: apontamentos sobre a crise do jornalismo. In: Luciana Menezes Carvalho; Maicon Elias Kroth; Taís Steffenello Ghisleni. (Org.). Estudos das mídias: comunicação móvel e mobilização social. 1ªed.Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2015, v. 1, p. 172-193.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. In: SILVA, Alexandre Rocha; NAKAGAWA, Regiane Miranda de Oliveira. (Org.). Semiótica da Comunicação. 1ed.São Paulo: Intercom, 2013, v. , p. 452-474.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Das redes para as ruas. Das ruas para as redes. Zero Hora, Porto Alegre, p. 20 - 20, 19 jun. 2013.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CASTRO, João Guilherme ; VILLANUEVA, M. ; OLIVEIRA, Felipe Moura de . Um ano de Chapecoense: A cobertura jornalística do acidente aéreo do voo 2933 segundo as teorias contemporâneas do Jornalismo. In: Congresso Regional Sul da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - Intercom Sul, 2018, Cascavel (PR). Anais do Congresso Regional Sul da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - Anais/Intercom Sul, 2018.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A emergência do 'interpretante em rede': percurso teórico-metodológico. In: 40º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom), 2017, Curitiba. Anais do 40º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (http://portalintercom.org.br/anais/nacional2017/), 2017.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A linguagem como lugar epistemológico: contribuições para o estudo do jornalismo. In: 15º Econtro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2017, São Paulo. Anais do 15º Econtro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2017.

4.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Do acontecimento à mediação: reflexões sobre a crise do jornalismo. In: 24º Encontro Nacional da Compós, 2015, Brasília. Anais do 24º Encontro Nacional da Compós, 2015.

5.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. In: XXIII Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação - Compós 2014, 2014, Belém (PA). Anais do 23º Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, 2014.

6.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo, redes sociais e movimentos de ocupação global: uma crise sistêmica na semiosfera contemporânea. In: II Colóquio Internacional Mudanças Estruturais no Jornalismo - Mejor 2013, 2013, Natal (RN). Anais do II Colóquio Internacional Mudanças Estruturais no Jornalismo - Mejor 2013, 2013. p. 443-456.

7.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades ante a crise do jornalismo. In: 11º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2013, Brasília (DF). Anais do 11º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2013.

8.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2012, Fortaleza (CE). Anais do XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2012.

9.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HAUSER, Vanessa . É off, mas é on: Possibilidades dialéticas na semiosfera jornalística contemporânea. In: VI Simpósio Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber), 2012, Novo Hamburgo (RS). Anais do VI Simpósio Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber), 2012.

10.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. O Dia do Trabalhador do Jornal Nacional: Reflexões sobre jornalismo e construção social da realidade. In: 10º Encontro Nacional dos Pesquisadores em Jornalismo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2012, Curitiba (PR). Anais do 10º Encontro Nacional dos Pesquisadores em Jornalismo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), 2012.

11.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A notícia como signo: quando o MST é o objeto. In: IX Lusocom - Federação Lusófona de Ciências da Comunicação, 2011, São Paulo. Anais do IX Lusocom - Federação Lusófona de Ciências da Comunicação, 2011.

12.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Rural e urbano: o signo/notícia sobre o MST. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2011, Recife. Anais do XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2011.

13.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Acontecimento jornalístico: a reforma agrária como campo problemático e objeto semiótico. In: 9º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, 2011, Rio de Janeiro. Anais do 9º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, 2011.

14.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. As rotinas de produção jornalística e a construção da história do presente do MST. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom ? Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2010, Caxias do Sul. Anais do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HAUSER, Vanessa . Crise no jornalismo e tensões das redes digitais: para onde convergir?. In: VIII Congresso Internacional ULEPICC ?Comunicação, políticas e indústria: Digitalização e crise, seu impacto nas políticas e na regulação?, 2013, Quilmes (Argentina). Anais do VIII Congresso Internacional ULEPICC ?Comunicação, políticas e indústria: Digitalização e crise, seu impacto nas políticas e na regulação?, 2013.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. De que se alimentam as revistas: análise da cobertura do segundo turno das Eleições 2010. In: XI Seminário Internacional da Comunicação, 2011, Porto Alegre. Anais do XI Seminário Internacional da Comunicação, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A linguagem como lugar epistemológico: contribuições para o estudo do jornalismo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A emergência do 'interpretante em rede': percurso teórico-metodológico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Mediação e representação na semiosfera contemporânea: a emergência do ?interpretante em rede?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Do acontecimento à mediação: reflexões sobre a crise do jornalismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . O acontecimento como objeto semiótico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo, redes sociais e movimento de ocupação global: uma crise sistêmica na semiosfera contemporânea. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades antes a crise do jornalismo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HAUSER, Vanessa . É off, mas é on: Possibilidades dialéticas na semiosfera jornalística contemporânea. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. O Dia do Trabalhador do Jornal Nacional: Reflexões sobre jornalismo e construção social da realidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A notícia como signo: quando o MST é o objeto. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Rural e urbano: o signo/notícia sobre o MST. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Acontecimento jornalístico: a reforma agrária como campo problemático e objeto semiótico. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. De que se alimentam as revistas: análise da cobertura do segundo turno das Eleições 2010. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. As rotinas de produção jornalística e a construção da história do presente do MST. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Revista do Festival de Cinema de Gramado. 2014.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Cometa: 40 anos de história. 2013.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Revista do Festival de Cinema de Gramado. 2013.

4.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. ASSOHONDA: uma história de compromisso e dedicação. 2012.

5.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Nenhum de Nós Magazine. 2011.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Jornalismo deve fazer mediação qualificada entre acontecimentos e a sociedade. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Redes sociais e as mobilizações de junho no Brasil. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Membros do 'Anonymous' falam sobre seus objetivos. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Radicais põem à prova democracia. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A máscara do protesto. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: As primeiras convenções e a judicialização do processo. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

7.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Nada de surpresas, PT e PMDB polarizam atenções. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

8.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Dada a larga, o começo da campanha pela Prefeitura de Novo Hamburgo. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

9.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: A estratégia de comunicação na primeira semana de disputa. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

10.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Ritmo lento na comunicação das campanhas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

11.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: bastidores das disputa na justiça e denúncias de abusos nas campanhas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

12.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: a primeira pesquisa de intenção de voto e suas implicações. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

13.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: De novo a judicialização dos debates. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

14.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Bastidores na reta final, a campanha e as questões judiciais. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

15.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Há um mês do pleito, as estratégias de campanha. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

16.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Estratégias de comunicação diante da judicialização. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

17.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: A reação do eleitor às campanha midiática. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

18.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Últimos atos de comunicação nas campanhas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

19.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Previsões a partir da análise das estratégias de comunicação. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

20.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: O que as urnas comunicaram. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

21.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Eleições 2012: Incertezas na abertura do período de convenções. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Redes sociais, websites e blogs
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Grupo de Pesquisa Estudos em Jornalismo - GPJor (CNPq). 2012; Tema: Divulgação da produção científica, eventos e temas ligados ao estudo do Jornalismo e a informações relativas aos membros do GPJor. (Blog).


Demais tipos de produção técnica


Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; AQUINO BITTENCOURT, M. C.; HENN, R. C.. Participação em banca de Melina da Silveira Leite. Jornalismo de proximidade configurado pelos sentidos das interações no facebook: um estudo dos processos no diário popular. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; NUNES, P. F.; BOARI, C.. Participação em banca de Gabriela Dischinger Miranda. As teorias da comunicação aplicadas à narrativa transmídia. 2017. Dissertação (Mestrado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
ROSARIO, N. M.; OLIVEIRA, Felipe Moura de; MALDONADO, A. E.; AQUINO BITTENCOURT, M. C.; HENN, R. C.. Participação em banca de Moreno Cruz Osório. O ciberacontecimento breaking news: uma proposta teórico-metodológica para a compreensão de notícias urgentes. 2018. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Qualificações de Mestrado
1.
GRUSZYNSKI, A. C.; CASTEDO, R. S.; OLIVEIRA, Felipe Moura de. Participação em banca de Rodrigo Lorenzi. A visualização de informação no jornalismo nativo digital: uma análise do Nexo e do FiveThirtyEight. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Comunicação e Informação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
HENN, R. C.; AQUINO BITTENCOURT, M. C.; OLIVEIRA, Felipe Moura de. Participação em banca de Melina da Silveira Leite. A interação entre a página do Facebook do jornal Diário Popular e seus leitores. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Comunicação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DEMENECK, B.; OLIVEIRA, Felipe Moura de; ZANELLA, D.. Participação em banca de Vitor Cassiano de Carvalho.Quase Anônimos: Histórias de personagens do esporte regional. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Jornalismo) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Jornada de Grupos de Pesquisa em Semiótica.Mediação e representação na semiosfera contemporânea: a emergência do ?interpretante em rede?. 2016. (Encontro).

2.
24º Encontro Nacional da Compós.Do acontecimento à mediação: reflexões sobre a crise do jornalismo. 2015. (Encontro).

3.
Delacorte Lectures on Magazine Journalism. 2015. (Outra).

4.
I Jornada de Grupos de Pesquisa em Semiótica.O acontecimento como objeto semiótico. 2015. (Seminário).

5.
XXIII Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação - Compós 2014.Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. 2014. (Encontro).

6.
11º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor). Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades antes a crise do jornalismo. 2013. (Congresso).

7.
41º Festival de Cinema de Gramado. 2013. (Outra).

8.
II Colóquio Internacional Mudanças Estruturais no Jornalismo - Mejor 2013.Jornalismo, redes sociais e movimento de ocupação global: uma crise sistêmica na semiosfera contemporânea. 2013. (Outra).

9.
10º Encontro Nacional dos Pesquisadores em Jornalismo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor).O Dia do Trabalhador do Jornal Nacional: Reflexões sobre jornalismo e construção social da realidade. 2012. (Encontro).

10.
2º Seminário Brasil-Argentina de Pesquisa e Investigação em Jornalismo. 2012. (Seminário).

11.
Seminário+Mostra Poéticas da Alteridade. 2012. (Seminário).

12.
VI Simpósio Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber).É off, mas é on: Possibilidades dialéticas na semiosfera jornalística contemporânea. 2012. (Simpósio).

13.
V Seminário Aberto de Jornalismo. 2012. (Seminário).

14.
XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. 2012. (Congresso).

15.
20º Encontro Anual da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação. 2011. (Congresso).

16.
9º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. Acontecimento jornalístico: a reforma agrária como campo problemático e objeto semiótico. 2011. (Congresso).

17.
I Encontro Regional de Jornalismo Digital ? Perspectivas e Tendências (Unisinos). 2011. (Encontro).

18.
II Encontro Regional de Jornalismo Digital ? Perspectivas e Tendências (Unisinos). 2011. (Encontro).

19.
IV Seminário Aberto de Jornalismo. 2011. (Seminário).

20.
IX Lusocom - Federação Lusófona de Ciências da Comunicação. A notícia como signo: quando o MST é o objeto. 2011. (Congresso).

21.
XI Seminário Internacional da Comunicação.De que se alimentam as revistas: análise da cobertura do segundo turno das Eleições 2010. 2011. (Seminário).

22.
XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Rural e urbano: o signo/notícia sobre o MST. 2011. (Congresso).

23.
XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom ? Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. As rotinas de produção jornalística e a construção da história do presente do MST. 2010. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Comunicação Comunitária: Teoria e Prática. 2011. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Gabrielle Tolotti. O caso Marielle Franco: fake news e batalha política em época de pós-verdade. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Antônio Assis Brasil. Estudo sobre a estigmatização do usuário de crack: a campanha "Crack nem pensar" no jornal Zero Hora. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social - Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Rafaela Venturella De Negri. Poder no jornalismo: o discurso como manutenção de poder. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social - Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

3.
Andressa Zaffalon Fabri. O suicídio no jornalismo: posturas midiáticas e contribuições para abordagens futuras. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Jornalismo) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Emilin Grings Silva. As causas por trás do engajamento: a mobilização de adolescentes e jovens da Pastoral Juvenil Marista. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

2.
Juliana Fogaça de Freitas. Jornalismo e Fake News. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

3.
Sara Caselani Zilio. Big Data e Políticas Públicas: a criação da Rede de Inteligência para o Cidadão. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

4.
Daniel de Moura. Bento Cidadania: Um estudo sobre os movimentos sociais na rede. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Nelson Lopes Goulart. Os olhares de Veja e Carta Capital sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Comunicação Social - Jornalismo) - União das Faculdades Integradas de Negócios. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

2.
Lucas da Silva Garske. Jornalismo esportivo e quebra de paradigmas. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Comunicação Social - Jornalismo) - União das Faculdades Integradas de Negócios. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

3.
Felipe Deliberaes. Não deixe a cena morrer: rotina e desafios de músicos independentes em Ponta Grossa. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Jornalismo) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.

4.
Larissa Salvi. Suba no tamanco: livro-reportagem sobre aspectos da cultura holandesa presentes atualmente nas comunidades de Castro e Carambeí (PR). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Jornalismo) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Felipe Moura de Oliveira.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2014 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Journalism, social networking and global occupation movement: a systemic crisis in contemporary semiosphere. Brazilian Journalism Research (Online), v. 10, p. 40-57, 2014.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2014 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades ante a crise do jornalismo. Contemporanea (UFBA. Online), v. 12, p. 39-54, 2014.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de2015 OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. Revista FAMECOS (Online), v. 22, p. 20560, 2015.


Livros e capítulos
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. La semiosis de la noticia: Movimientos sociales en red y crisis del periodismo. 1. ed. Barcelona: Editorial UOC, 2018. v. 1. 140p .

1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Jornalismo e construção social da realidade: a semiose da notícia no Jornal Nacional. In: Regiane Miranda de Oliveira Nakagawa; Alexandre Rocha da Silva. (Org.). Semiótica da Comunicação II. 1ªed.São Paulo: Intercom, 2015, v. , p. 269-291.

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: apontamentos sobre a crise do jornalismo. In: Luciana Menezes Carvalho; Maicon Elias Kroth; Taís Steffenello Ghisleni. (Org.). Estudos das mídias: comunicação móvel e mobilização social. 1ªed.Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2015, v. 1, p. 172-193.

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. In: SILVA, Alexandre Rocha; NAKAGAWA, Regiane Miranda de Oliveira. (Org.). Semiótica da Comunicação. 1ed.São Paulo: Intercom, 2013, v. , p. 452-474.


Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. As rotinas de produção jornalística e a construção da história do presente do MST. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A notícia como signo: quando o MST é o objeto. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Rural e urbano: o signo/notícia sobre o MST. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Acontecimento jornalístico: a reforma agrária como campo problemático e objeto semiótico. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. De que se alimentam as revistas: análise da cobertura do segundo turno das Eleições 2010. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A semiose da notícia: por um lugar epistêmico para o estudo do Jornalismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HAUSER, Vanessa . É off, mas é on: Possibilidades dialéticas na semiosfera jornalística contemporânea. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. O Dia do Trabalhador do Jornal Nacional: Reflexões sobre jornalismo e construção social da realidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo, redes sociais e movimento de ocupação global: uma crise sistêmica na semiosfera contemporânea. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Movimentos em rede e ocupação do espaço público: limites e possibilidades antes a crise do jornalismo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . Jornalismo e movimentos em rede: a emergência de uma crise sistêmica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Do acontecimento à mediação: reflexões sobre a crise do jornalismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
OLIVEIRA, Felipe Moura de; HENN, R. C. . O acontecimento como objeto semiótico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Mediação e representação na semiosfera contemporânea: a emergência do ?interpretante em rede?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A linguagem como lugar epistemológico: contribuições para o estudo do jornalismo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. A emergência do 'interpretante em rede': percurso teórico-metodológico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Jornalismo deve fazer mediação qualificada entre acontecimentos e a sociedade. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Comunicação Comunitária: Teoria e Prática. 2011. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
OLIVEIRA, Felipe Moura de. Grupo de Pesquisa Estudos em Jornalismo - GPJor (CNPq). 2012; Tema: Divulgação da produção científica, eventos e temas ligados ao estudo do Jornalismo e a informações relativas aos membros do GPJor. (Blog).



Outras informações relevantes


Membro do Conselho Científico dos GP's Semiótica da Comunicação e Teorias da Comunicação da Intercom.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/11/2018 às 5:36:03